AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS Escola Básica 2/3 de Pedrouços Planificação de Português 7. 7ºano de escolaridade Ano letivo 2012/2013

2

3 Expressão oral Compreensão oral 1. o Período (+-64 aulas ) )))))))) Escola - narrativas completas e outros textos MANUAL pp Escutar para aprender e construir conhecimento 1. Dispor-se física e psicologicamente a escutar, focando a atenção no objeto e nos objetivos de comunicação. Ficheiro áudio 2. Utilizar procedimentos para reter a informação: 2.1 utilizar grelhas de registo. 3. Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade: 3.1 identificar o assunto, tema ou tópicos. Texto informativo CD áudio Exercícios para escuta ativa (pág. 45) Grelha para escuta ativa (pág. 45) desempenhos (pág. 69) 4. Distinguir diferentes intencionalidades comunicativas. 5. Distinguir recursos linguísticos mobilizados. Falar para construir e expressar conhecimento 1. Planificar o uso da palavra em função da análise da situação, das intenções de comunicação específicas e das características da audiência visada. 2. Organizar o discurso, assegurando a progressão de ideias e a sua hierarquização. 3. Produzir textos orais, de diferentes tipos, adaptados às situações e finalidades de comunicação: 3.1 relatar/recontar; 3.2 apresentar e defender ideias, comportamentos e valores; 3.3 fazer exposições orais. 4. Explorar diferentes formas de comunicar e partilhar ideias e produções pessoais selecionado estratégias e recursos adequados para envolver a audiência. Texto narrativo reconto (pág. 25) Texto expositivo expressão da opinião (pág. 39) Recitação (pág. 41) Expressão da opinião (pág ) Exposição oral com conectores (pág. 25) Exposição oral com planificação e grelha de heteroavaliação (pág. 48) Grelha de autoavaliação (pág. 31) Grelha de heteroavaliação (pág. 40) Processo da expressão oral: planificação, execução, avaliação (pág. 40) desempenhos (pág. 69)

4 Leitura Ler para construir conhecimento(s) 1. Definir uma intenção, seguir uma orientação e selecionar um percurso de leitura adequado. 2. Utilizar, e modo autónomo, a leitura para localizar, selecionar, avaliar e organizar a informação. 3. Interpretar textos com diferentes graus de complexidade, articulando os sentidos com a sua finalidade, os contextos e a intenção do autor: 3.1 identificar temas e ideias principais; 3.2 distinguir facto de opinião; 3.3 identificar recursos linguísticos utilizados; 3.4 explicitar o sentido global do texto. Texto não literário Textos de natureza informativa Banda desenhada Textos escolhidos por iniciativa pessoal Leitura dirigida a compreensão de sentidos globais e leitura seletiva (questionários de resposta aberta e fechada) Ficheiro áudio 4. Identificar relações intratextuais. 5. Identificar e caracterizar as diferentes tipologias e géneros textuais. Ler para apreciar textos variados 1. Discutir diferentes interpretações do mesmo texto, sequência ou parágrafo. 2. Ler por iniciativa e gosto pessoal, aumentando progressivamente a extensão e complexidade dos livros e outros materiais que seleciona. Rubrica Tornar-me leitor (pág ) CD áudio Clip de vídeo Atividades de promoção da leitura na aula. Questionários de resposta aberta e de resposta fechada (escola múltipla e verdadeiro/falso) (pág ) desempenhos (pág. 69) Ler textos literários 1. Analisar os paratextos para contextualizar e antecipar o conteúdo de uma obra. 2. Exprimir opiniões e problematizar sentidos, como reação pessoal à leitura de uma obra integral. 3. Caracterizar os diferentes modos e géneros literários. 4. Analisar processos linguísticos e retóricos utilizados pelo autor na construção de uma obra literária: 4.1 analisar o ponto de vista (narrador, personagens); 4.2 analisar as relações entre os diversos modos de representação do discurso; 4.3 analisar o valor expressivo dos recursos retóricos. Textos literários Texto lírico em verso Texto narrativo (excertos) Textos narrativos integrais: conto de autor PALOP (pág ); texto da literatura juvenil (pág ) Leitura dirigida a compreensão de sentidos globais e leitura seletiva (questionários de resposta aberta e fechada).

5 CEL Escrita 1. o Período 1. Escola - narrativas completas e outros textos MANUAL pp Escrever para construir e expressar conhecimento(s) 1. Produzir enunciados com diferentes graus de complexidade para responder com eficácia a instruções de trabalho. 2. Utilizar, com autonomia, estratégias de preparação e de planificação da escrita de textos. 3. Selecionar tipos e formatos de textos adequados a intencionalidades e contextos específicos: 3.1 Narrativos (reais ou ficcionais). 4. Redigir textos coerentes, selecionando registos e recursos verbais adequados: 4.1 desenvolver pontos de vista pessoais; 4.2 ordenar e hierarquizar a informação tendo em vista a continuidade do sentido, a progressão temática e a coerência global do texto; 4.3 dar ao texto a estrutura e o formato adequados, respeitando convenções tipológicas e (orto)gráficas estabelecidas; 4.4 diversificar vocabulário e as estruturas utilizadas nos textos, com recurso ao português-padrão; 4.5 respeitar as regras da pontuação e sinais auxiliares da escrita; 4.6 utilizar, com autonomia, estratégias de revisão e aperfeiçoamento de texto. Escrever em termos pessoais e criativos Texto narrativo (pág. 25) Texto de opinião (pág. 25 e 39) Texto argumentativo (pág. 41) Texto narrativo (pág ) Registo informal (pág. 51) Oficina de escrita: Guião para planificação, textualização e revisão do texto (pág ) Oficina de escrita: Guião para planificação, textualização e revisão do texto (pág ) Oficina de escrita (pág ) Oficina de escrita (pág ) (pág ) desempenhos (pág. 69) 1. Explorar diferentes vozes e registos para comunicar vivências, emoções,, pontos de vista. 2. Escrever por iniciativa e gosto pessoal. Plano morfológico 1. Sistematizar padrões de formação de palavras complexas. 2. Sistematizar as categorias relevantes para a flexão das classes de palavras variáveis. Palavras simples e complexas Adjetivo qualificativo, numeral e relacional grau (pág. 36) Atividades do manual Caderno de atividades Plano das classes palavras 3. Caracterizar classes de palavras e respetivas propriedades. 4. Sistematizar propriedades distintivas de classes e subclasses de palavras. Conjunções coordenativas e locuções conjuncionais coordenativas adversativas, copulativas e disjuntivas (pág ). Conjunções e locuções subordinativas causais e temporais (pág. 45) Atividades do manual Caderno de atividades (pág ) desempenhos (pág. 69) Plano sintático 5. Sistematizar funções sintáticas: 5.1 ao nível da frase; 5.2 internas ao grupo verbal. Sujeito; predicado; complementos direto e indireto (pág. 73)

6 Expressão oral Compreensão oral Plano discursivo e textual 6. Reconhecer propriedades configuradoras da textualidade: 6.1 referência; 6.2 coesão textual. Anáfora pronominal. Conectores discursivos (aditivos, contrastivos, causais, temporais, contra-argumentativo) Advérbios conectivos 2. Família - narrativas completas e outros textos MANUAL pp Escutar para aprender e construir conhecimento Exercício de escuta ativa (pág. 83) Clip de vídeo 1. Dispor-se física e psicologicamente a escutar, focando a atenção no objeto e nos objetivos de comunicação. 2. Usar procedimentos para reter a informação: 2.1 tomar notas; 2.2 utilizar grelhas de registo. 3. Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade: 3.1 identificar o assunto, tema ou tópicos. 4. Distinguir diferentes intencionalidades comunicativas. 5. Distinguir recursos linguísticos mobilizados. Exercício de escuta ativa (pág. 96) Ficheiro áudio de A rapariguinha dos fósforos Atividade de escuta ativa para ordenação de acontecimento num texto (pág. 96) Grelha de ordenação de acontecimentos desempenhos (pág. 117) Falar para construir e expressar conhecimento 1. Planificar o uso da palavra em função da análise da situação, das intenções de comunicação específicas e das características da audiência visada. 2. Organizar o discurso, assegurando a progressão de ideias e a sua hierarquização. 3. Produzir textos orais, de diferentes tipos, adaptados às situações e finalidades de comunicação: 3.1 relatar/recontar; 3.4 fazer exposições orais; 3.2 apresentar e defender ideias, 3.5 fazer apreciações críticas; comportamentos e valores; 3.6 explicar; 3.3 argumentar/convencer os interlocutores; 3.7 descrever. 4. Explorar diferentes formas de comunicar e partilhar ideias e produções pessoais selecionado estratégias e recursos adequados para envolver a audiência. Participar em situações de interação oral Apreciação crítica de imagem (pág. 80) Debate (pág. 84) Discurso argumentativo (pág. 89) Exposição estrurada em marcadores de organização discursiva (pág. 109) desempenhos (pág. 117) 1. Seguir diálogos intervindo oportuna e construtivamente. 2. Implicar-se na construção partilhada de sentidos: 2.1 Pedir e dar informações, explicações, esclarecimentos; 2.2 Debater e justificar ideias e opiniões; 2.3 Considerar pontos de vista contrários e reformular posições.

7 Leitura 1. o Período 2. Família - narrativas completas e outros textos MANUAL pp Ler para construir conhecimento(s) 1. Definir uma intenção, seguir uma orientação e selecionar um percurso de leitura adequado. 2. Utilizar, e modo autónomo, a leitura para localizar, selecionar, avaliar e organizar a informação. 3. Interpretar textos com diferentes graus de complexidade, articulando os sentidos com a sua finalidade, os contextos e a intenção do autor: 3.1 formular hipóteses sobre os textos; 3.2 identificar temas e ideias principais; 3.3 distinguir facto de opinião; 3.4 identificar recursos linguísticos utilizados; 3.5 explicitar o sentido global do texto. Texto não literário Texto de opinião (pág. 72; 79) Texto informativo (pág. 74; 82; 100) Texto expositivo (pág. 85) 4. Identificar relações intratextuais. 5. Identificar e caracterizar as diferentes tipologias e géneros textuais. Ler para apreciar textos variados 1. Discutir diferentes interpretações do mesmo texto, sequência ou parágrafo. 2. Ler por iniciativa e gosto pessoal, aumentando progressivamente a extensão e complexidade dos livros e outros materiais que seleciona. Rubrica: Tornar-me leitor (pág ) Textos escolhidos por iniciativa pessoal O PNL Atividades de promoção da leitura na aula desempenhos (pág. 117) (pág ) Ler textos literários 1. Analisar os paratextos para contextualizar e antecipar o conteúdo de uma obra. 2. Exprimir opiniões e problematizar sentidos, como reação pessoal à leitura de uma obra integral. 3. Caracterizar os diferentes modos e géneros literários. 4. Analisar processos linguísticos e retóricos utilizados pelo autor na construção de uma obra literária: 4.1 analisar o ponto de vista (narrador, personagens); 4.2 analisar as relações entre os diversos modos de representação do discurso; 4.3 analisar o valor expressivo dos recursos retóricos. Textos literários Textos narrativos integrais: Narrativa de autor português (pág ) Texto da literatura juvenil (pág ) Narrativa de autor português (pág ) Atividades de compreensão de leitura (pág ) (pág ) (pág )

8 CEL Escrita 2. o Período (+- 51 aulas ) )))))))) Escrever para construir e expressar conhecimento(s) 1. Produzir enunciados com diferentes graus de complexidade para responder com eficácia a instruções de trabalho. 2. Utilizar, com autonomia, estratégias de preparação e de planificação da escrita de textos. 3. Selecionar tipos e formatos de textos adequados a intencionalidades e contextos específicos: 3.1 Narrativos (reais ou ficcionais). 4. Redigir textos coerentes, selecionando registos e recursos verbais adequados: 4.1 desenvolver pontos de vista pessoais; 4.2 ordenar e hierarquizar a informação tendo em vista a continuidade do sentido, a progressão temática e a coerência global do texto; 4.3 dar ao texto a estrutura e o formato adequados, respeitando convenções tipológicas e (orto)gráficas estabelecidas; 4.4 diversificar vocabulário e as estruturas utilizadas nos textos, com recurso ao português- -padrão; 4.5 respeitar as regras da pontuação e sinais auxiliares da escrita; 4.6 utilizar, com autonomia, estratégias de revisão e aperfeiçoamento de texto. Expressão de vivências (pág. 73; 109) Texto narrativo (pág ) Texto de opinião (pág. 83; 89; 98); Texto narrativo (pág. 109) Oficina de escrita: Guião para planificação, textualização e revisão do texto (pág ) Oficina de escrita: Guião para planificação, textualização e revisão do texto (pág ) Oficina de escrita (pág ) desempenhos (pág. 117) (pág ) Escrever em termos pessoais e criativos 1. Explorar diferentes vozes e registos para comunicar vivências, emoções,, pontos de vista. 2. Escrever por iniciativa e gosto pessoal. Expressão de vivências (pág. 73) Plano morfológico 1. Sistematizar as categorias relevantes para a flexão das classes de palavras variáveis. 2. Sistematizar paradigmas flexionais regulares e irregulares dos verbos. Plano sintático 3. Sistematizar os constituintes principais da frase e respetiva composição. 4. Sistematizar processos sintáticos. 5. Sistematizar funções sintáticas: 5.1 ao nível da frase; 5.2 internas ao grupo verbal. Plano das classes de palavras 6. Sistematizar propriedades distintivas de classes e subclasses de palavras. Adjetivo: formas irregulares de comparativos e superlativos (pág. 75); Verbo regular; verbo irregular (pág ) Grupo nominal; grupo verbal; grupo adjetival; grupo adverbial e grupo preposicional (pág ); (pág ) Sujeito Complemento indireto e indireto (pág. 73) Exercícios de variada tipologia: Caderno de atividades desempenhos (pág. 117) (pág ) 7. Caracterizar propriedades de seleção de verbos transitivos. Plano discursivo e textual 8. Identificar figuras de retórico e tropos como mecanismos linguísticos geradores de densificação semântica e expressividade estilística. Verbo principal: intransitivo; transitivo direto, indireto, transitivo direto e indireto; copulativo; auxiliar (pág ) Metáfora (pág. 106)

9 Expressão oral Compreensão oral 2. o Período 3. Amizade - narrativas completas e outros textos MANUAL pp Escutar para aprender e construir conhecimento 1. Dispor-se física e psicologicamente a escutar, focando a atenção no objeto e nos objetivos de comunicação. 2. Utilizar procedimentos para reter a informação: 2.1 utilizar grelhas de registo. 3. Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade: 3.1 identificar o assunto, tema ou tópicos. Exercício de visionamento/ /escuta ativa (pág. 125) Atividade de escuta ativa (pág. 156) Clip de vídeo Ficheiro de áudio CD áudio desempenhos (pág. 165) 4. Distinguir diferentes intencionalidades comunicativas. 5. Distinguir recursos linguísticos mobilizados. Falar para construir e expressar conhecimento 1. Planificar o uso da palavra em função da análise da situação, das intenções de comunicação específicas e das características da audiência visada. 2. Organizar o discurso, assegurando a progressão de ideias e a sua hierarquização; 3. Produzir textos orais, de diferentes tipos, adaptados às situações e finalidades de comunicação: 3.1 exprimir sentimentos e emoções; 3.2 relatar/recontar; 3.3 apresentar e defender ideias, comportamentos e valores; 3.4 argumentar/convencer os interlocutores; 3.5 fazer exposições orais; 3.6 fazer apreciações críticas; 3.7 explicar; 3.8 descrever. Atividade de expressão oral (pág. 120) Texto narrativo (reconto, pág. 134) Progressão temática Texto expositivo Texto argumentativo Recursos linguísticos e extralinguísticos (pág. 153) desempenhos (pág. 165) 4. Explorar diferentes formas de comunicar e partilhar ideias e produções pessoais selecionado estratégias e recursos adequados para envolver a audiência.

10 Leitura Ler para construir conhecimento(s) 1. Definir uma intenção, seguir uma orientação e selecionar um percurso de leitura adequado. 2. Utilizar, e modo autónomo, a leitura para localizar, selecionar, avaliar e organizar a informação. 3. Interpretar textos com diferentes graus de complexidade, articulando os sentidos com a sua finalidade, os contextos e a intenção do autor: 3.1 formular hipóteses sobre os textos; 3.2 identificar temas e ideias principais; 3.3 identificar causas e efeitos; 3.4 fazer inferências e deduções; 3.5 identificar recursos linguísticos utilizados; 3.6 explicitar o sentido global do texto. Texto não literário Texto informativo (pág. 120; 123, 126) Objetivos de leitura Leitura dirigida a compreensão de sentidos globais e leitura seletiva (questionários de resposta aberta e fechada) 4. Identificar relações intratextuais. 5. Identificar e caracterizar as diferentes tipologias e géneros textuais. Ler para apreciar textos variados 1. Discutir diferentes interpretações do mesmo texto, sequência ou parágrafo. 2. Ler por iniciativa e gosto pessoal, aumentando progressivamente a extensão e complexidade dos livros e outros materiais que seleciona. Textos escolhidos por iniciativa pessoal Atividades de promoção da leitura na sala de aula Rubrica Tornar- -me leitor (pág ) (pág ) desempenhos (pág. 165) Ler textos literários 1. Analisar os paratextos para contextualizar e antecipar o conteúdo de uma obra. 2. Exprimir opiniões e problematizar sentidos, como reação pessoal à leitura de uma obra integral. 3. Caracterizar os diferentes modos e géneros literários. 4. Analisar processos linguísticos e retóricos utilizados pelo autor na construção de uma obra literária: 4.1 analisar o ponto de vista (narrador, personagens); 4.2 analisar as relações entre os diversos modos de representação do discurso; 4.3 analisar o valor expressivo dos recursos retóricos. Texto literário (excertos) Narrativas integrais: narrativa de autor português (pág. 128); narrativa de autor estrangeiro (pág ); texto paraliterário integral conto tradicional (pág. 154) Leitura dirigida a compreensão de sentidos globais e leitura seletiva (questionários de resposta aberta e fechada)

11 CEL Escrita 2. o Período 3. Amizade - narrativas completas e outros textos MANUAL pp Escrever para construir e expressar conhecimento(s) 1. Produzir enunciados com diferentes graus de complexidade para responder com eficácia a instruções de trabalho. 2. Utilizar, com autonomia, estratégias de preparação e de planificação da escrita de textos. 3. Selecionar tipos e formatos de textos adequados a intencionalidades e contextos específicos: 3.1 Narrativos (reais ou ficcionais). 4. Redigir textos coerentes, selecionando registos e recursos verbais adequados: 4.1 Desenvolver pontos de vista pessoais; 4.2 ordenar e hierarquizar a informação tendo em vista a continuidade do sentido, a progressão temática e a coerência global do texto; 4.3 dar ao texto a estrutura e o formato adequados, respeitando convenções tipológicas e (orto) gráficas estabelecidas; 4.4 diversificar vocabulário e as estruturas utilizadas nos textos, com recurso ao português-padrão; 4.5 respeitar as regras da pontuação e sinais auxiliares da escrita; 4.6 utilizar, com autonomia, estratégias de revisão e aperfeiçoamento de texto. Texto narrativo (pág. 126) Texto descritivo (pág. 135) Laboratório de texto (pág. 152) Texto de opinião (pág. 159) Laboratório de texto (pág. 152) desempenhos (pág. 165) (pág ) Escrever em termos pessoais e criativos 1. Explorar diferentes vozes e registos para comunicar vivências, emoções,, pontos de vista. 2. Escrever por iniciativa e gosto pessoal. Plano sintático 1. Sistematizar processos de articulação de grupos e de frases. 2. Distinguir processos sintáticos de articulação entre frases complexas. Coordenação: oração coordenada copulativa, adversativa e disjuntiva (pág. 131) 3. Detetar diferentes configurações da função sintática de sujeito. Plano das classes palavras 4. Sistematizar propriedades distintivas de classes e subclasses de palavras. 5. Caracterizar propriedades de seleção de verbos transitivos. Plano discursivo e textual 6. Identificar figuras de retórica e tropos como mecanismos linguísticos geradores de densificação semântica e expressividade estilística. 7. Reconhecer propriedades configuradoras da textualidade: 7.1 referência; 7.2 coesão textual Plano lexical e semântico 8. Sistematizar relações semânticas de semelhança e exposição, hierárquicas e de parte-todo. Orações subordinadas adverbiais causais, (pág ) temporais, condicionais (pág. 156) e finais (pág. 164) Sujeito simples, composto e nulo. Coesão lexical (pág ) Hiperonímia-hiponímia e holonímia-meronímia, Sinonímia, antonímia (pág. 154) Construção do conhecimento seguida de aplicação e treino : Caderno de atividades (pág ) desempenhos (pág. 165)

12 Leitura Comp. e Exp. oral 2. o Período 3 o Período (+- 50 aulas ) 4. Poesia: a festa das palavras MANUAL pp Escutar para aprender e construir conhecimento 1. Manifestar ideias, sentimentos e pontos de vista suscitados pelos discursos ouvidos. Poemas vocalizados (pág. 178; 179; 180; 183; 184) CD áudio desempenhos (pág. 197) Falar para construir e expressar conhecimento 1. Planificar o uso da palavra em função da análise da situação, das intenções de comunicação específicas e das características da audiência visada. 2. Produzir textos orais, de diferentes tipos, adaptados às situações e finalidades de comunicação: 2.1 Exprimir sentimentos e emoções. Leitura expressiva de poesia lírica Texto «Balada da neve» (pág. 176) desempenhos (pág. 197) Ler para construir conhecimento(s) 1. Definir uma intenção, seguir uma orientação e selecionar um percurso de leitura adequado. 2. Interpretar textos com diferentes graus de complexidade, articulando os sentidos com a sua finalidade, os contextos e a intenção do autor: 2.1 identificar temas e ideias principais; 2.2 identificar recursos linguísticos utilizados; 2.3 explicitar o sentido global do texto. Poesia lírica: Técnicas de repetição Paralelismos Pontuação Rimas e seus sentidos Aprender a ler poemas (pág ) 3. Identificar e caracterizar as diferentes tipologias e géneros textuais. Ler para apreciar textos variados 1. Discutir diferentes interpretações do mesmo texto, sequência ou parágrafo. 2. Ler por iniciativa e gosto pessoal, aumentando progressivamente a extensão e complexidade dos livros e outros materiais que seleciona. Ler textos literários 1. Analisar os paratextos para contextualizar e antecipar o conteúdo de uma obra. 2. Exprimir opiniões e problematizar sentidos, como reação pessoal à leitura de uma obra integral. 3. Caracterizar os diferentes modos e géneros literários. 4. Analisar processos linguísticos e retóricos utilizados pelo autor na construção de uma obra literária: 4.1 analisar o valor expressivo dos recursos retóricos. Rubrica Tornar-me leitor (pág ) Textos escolhidos por iniciativa pessoal Modo lírico Elementos constitutivos da poesia lírica (convenções versificatórias) Aliteração Comparação Metáfora Pleonasmo Clip de vídeo Saber ler poemas (pág ) (pág ) desempenhos (pág. 197)

13 Expressão oral Comp. oral CEL Escrita 3. o Período 4. Poesia: a festa das palavras MANUAL pp Escrever em termos pessoais e criativos 1. Explorar a criação de novas configurações textuais, mobilizando a reflexão sobre os textos e sobre as suas especificidades. 2. Explorar efeitos estéticos da linguagem mobilizando saberes decorrentes da experiência enquanto leitor. 3. Reinvestir em textos pessoais a informação decorrente de pesquisas e leituras efetuadas. Escrita lúdica e criativa Oficina de escrita: (Re)escrever poemas Oficina de escrita: (re)escrever poemas (pág ) (pág ) desempenhos (pág. 197) Planos lexical e semântico / Plano sintático 1. Sistematizar processos de enriquecimento lexical do português. 2. Sistematizar processos de articulação de grupos e de frases. 3. Distinguir processos sintáticos de articulação entre frases complexas. Campo lexical Orações subordinada substantiva completiva (pág. 186) Construção do conhecimento seguida de exercícios de treino e aplicação: caderno de atividades (pág ) desempenhos (pág. 197) 5. Teatro - texto dramático e outros textos MANUAL pp Escutar para aprender e construir conhecimento 1. Dispor-se física e psicologicamente a escutar, focando a atenção no objeto e nos objetivos de comunicação. 2. Utilizar procedimentos para reter a informação: 2.1 identificar ideias-chave. Clip de vídeo Ficheiros de áudio 3. Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade: 3.1 identificar o assunto, tema ou tópicos. CD áudio Falar para construir e expressar conhecimento 1. Planificar o uso da palavra em função da análise da situação, das intenções de comunicação específicas e das características da audiência visada. 2. Utilizar a informação pertinente mobilizando pessoais ou dados obtidos em diversas fontes. 3. Organizar o discurso, assegurando a progressão de ideias e a sua hierarquização. 4. Produzir textos orais, de diferentes tipos, adaptados às situações e finalidades de comunicação: 4.1 relatar. 4.2 fazer exposições orais. Expressão oral a partir de imagem (pág. 200) Atividades de expressão oral (pág. 200) desempenhos (pág. 227)

14 Leitura Ler para construir conhecimento(s) 1. Definir uma intenção, seguir uma orientação e selecionar um percurso de leitura adequado. 2. Utilizar, de modo autónomo, a leitura para localizar, selecionar, avaliar e organizar a informação. 3. Interpretar textos com diferentes graus de complexidade, articulando os sentidos com a sua finalidade, os contextos e a intenção do autor: 3.1 identificar temas e ideias principais; 3.2 distinguir facto de opinião; 3.3 identificar recursos linguísticos utilizados; 3.4 explicitar o sentido global do texto. Modo dramático Texto dramático Leitura dirigida a compreensão de sentidos globais e leitura seletiva (questionários de resposta aberta e fechada) 4. Identificar relações intratextuais. 5. Identificar e caracterizar as diferentes tipologias e géneros textuais. Ler para apreciar textos variados 1. Discutir diferentes interpretações do mesmo texto, sequência ou parágrafo. 2. Ler por iniciativa e gosto pessoal, aumentando progressivamente a extensão e complexidade dos livros e outros materiais que seleciona. Atividades de promoção da leitura na sala de aula (pág ) desempenhos (pág. 227) Ler textos literários 1. Analisar os paratextos para contextualizar e antecipar o conteúdo de uma obra. 2. Exprimir opiniões e problematizar sentidos, como reação pessoal à leitura de uma obra integral. 3. Caracterizar os diferentes modos e géneros literários. 4. Analisar processos linguísticos e retóricos utilizados pelo autor na construção de uma obra literária: 4.1 analisar o ponto de vista (narrador, personagens); 4.2 analisar as relações entre os diversos modos de representação do discurso; 4.3 analisar o valor expressivo dos recursos retóricos. Elementos constitutivos do drama e espetáculo teatral Textos integrais: «A Raposa e o Corvo» (pág ) «História de um papagaio» (pág ), de António Torrado Rubrica Tornar- -me leitor (pág ) Clip de vídeo

15 CEL Escrita 3. o Período 5. Teatro - texto dramático e outros textos MANUAL pp Escrever para construir e expressar conhecimento(s) 1. Produzir enunciados com diferentes graus de complexidade para responder com eficácia a instruções de trabalho. 2. Utilizar, com autonomia, estratégias de preparação e de planificação da escrita de textos. 3. Selecionar tipos e formatos de textos adequados a intencionalidades e contextos específicos: 3.1 narrativos (reais ou ficcionais). 4. Redigir textos coerentes, selecionando registos e recursos verbais adequados: 4.1 desenvolver pontos de vista pessoais; 4.2 ordenar e hierarquizar a informação tendo em vista a continuidade do sentido, a progressão temática e a coerência global do texto; 4.3 dar ao texto a estrutura e o formato adequados, respeitando convenções tipológicas e (orto)gráficas estabelecidas; 4.4 diversificar vocabulário e as estruturas utilizadas nos textos, com recurso ao português- -padrão; 4.5 respeitar as regras da pontuação e sinais auxiliares da escrita; 4.6 utilizar, com autonomia, estratégias de revisão e aperfeiçoamento de texto. Texto narrativo (reconto) Texto de opinião (pág. 221) Oficina de escrita: Guião para planificação, textualização e revisão do texto (pág. 221) (pág ) desempenhos (pág. 227) Escrever em termos pessoais e criativos 1. Explorar diferentes vozes e registos para comunicar vivências, emoções,, pontos de vista. 2. Escrever por iniciativa e gosto pessoal. Plano sintático 1. Sistematizar funções sintáticas: 1.1 ao nível da frase; 1.2 internas ao grupo verbal. 2. Sistematizar processos de articulação de grupos e de frases. 3. Distinguir processos sintáticos de articulação entre frases complexas. Vocativo (pág. 219) Complemento oblíquo (pág. 203) Modificador do grupo verbal (pág. 210) Orações subordinadas relativas (pág. 212) Construção do conhecimento seguida de exercícios de treino e aplicação: Caderno de atividades (pág ) desempenhos (pág. 227)

Compreensão/Expressão oral

Compreensão/Expressão oral ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B DISCIPLINA: Português ANO: 7º ANO : 2011/2012 SEQUÊNCIA 1 COMPETÊNCIAS/ Compreensão/Expressão oral Dispor-se a escutar. LEITURA

Leia mais

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ BELCHIOR VIEGAS ESCOLA BÁSICA 2.3 POETA BERNARDO DE PASSOS PORTUGUÊS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO (cerca de 165 aulas) 1 ORALIDADE Interpretar discursos orais com diferentes

Leia mais

Planificação de Língua Portuguesa 7º ano 2012/2013. Conteúdos Leitura/Escrita/Oralidade Atividades de Diagnose. PNL O Cavaleiro da Dinamarca

Planificação de Língua Portuguesa 7º ano 2012/2013. Conteúdos Leitura/Escrita/Oralidade Atividades de Diagnose. PNL O Cavaleiro da Dinamarca Planificação de Língua Portuguesa 7º ano 2012/2013 Metas Compreensão do oral Capacidade de compreensão de formas complexas do oral, exigidas para o prosseguimento de estudos ou para a entrada na vida ativa;

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110 Módulo 1 Técnicas e modelos de 35 aulas Notícia Reportagem Entrevista Carta Requerimento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de21 de outubro de 2014 ) No caso específico da disciplina de Português, do 6.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ao nível

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO . Interação discursiva Princípios de cortesia e cooperação Informação, explicação; pergunta. Compreensão e expressão Vocabulário: variedade e precisão Informação: essencial e acessória; implícita Facto

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 8.º ANO DE PORTUGUÊS - 8.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No final do 8.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir discursos/textos orais com diferentes graus de formalidade,

Leia mais

Plano Curricular de Português. 6ºano Ano Letivo 2015/2016

Plano Curricular de Português. 6ºano Ano Letivo 2015/2016 Plano Curricular de Português 6ºano Ano Letivo 2015/2016 1º Período Conteúdos Programados Texto Narrativo: contos tradicionais, lendas e fábulas Categorias da Narrativa: Obra/autor Narrador (presente e

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

Metas Curriculares de Português

Metas Curriculares de Português Metas Curriculares de Português Ensino Básico 1.º Ciclo O domínio da ORALIDADE Helena C. Buescu, Maria Regina Rocha, Violante F. Magalhães Objetivos e Descritores de Desempenho Oralidade 1.º Ano Objetivos

Leia mais

ESCOLA SEC/3ºCICLO JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 8º ANO

ESCOLA SEC/3ºCICLO JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 8º ANO ESCOLA SEC/3ºCICLO JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 8º ANO Professores: Ana Maria Brito, Júlio Branco e Margarida Pinho Ano Letivo de 2015/2016 1.º período (51 aulas) Unidade 0 Uma

Leia mais

2013/2014 (Despacho nº 13 599/2006 [2ª série], artigo 10º, ponto 9) 3º Ciclo 9º Ano CONTEÚDOS ANUAIS Português DESCRITORES DE DESEMPENHO

2013/2014 (Despacho nº 13 599/2006 [2ª série], artigo 10º, ponto 9) 3º Ciclo 9º Ano CONTEÚDOS ANUAIS Português DESCRITORES DE DESEMPENHO 2013/2014 (Despacho nº 13 599/2006 [2ª série], artigo 10º, ponto 9) 3º Ciclo 9º Ano CONTEÚDOS ANUAIS Português CONTEÚDOS/ COMPETÊNCIAS AULAS PREVISTAS 9ºA 9ºB 9ºC 160 157 160 DESCRITORES DE DESEMPENHO

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO METAS Domínios/ Conteúdos

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 1 ano Levar o estudante a realizar a escrita do próprio nome e outros nomes. Promover a escrita das letras do alfabeto. Utilizar a linguagem oral para conversar,

Leia mais

Ano letivo 2015/2016. Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos. Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca

Ano letivo 2015/2016. Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos. Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca Ano letivo 2015/2016 AEDJLV - Tarouca (Código 151944) Sede: Escola Básica e Secundária Dr. José Leite

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO CONTEÚDOS ORALIDADE Elementos constitutivos do texto publicitário. Ouvinte. Informação. Princípios reguladores

Leia mais

Escola Básica e Secundária À Beira Douro. Planificação de Língua Portuguesa 5º ano. Ano lectivo 2010-2011

Escola Básica e Secundária À Beira Douro. Planificação de Língua Portuguesa 5º ano. Ano lectivo 2010-2011 Escola Básica e Secundária À Beira Douro Planificação de Língua Portuguesa 5º ano Ano lectivo 2010-2011 COMPETÊNCIAS NÍVEIS DE DESEMPENHO CONTEÚDOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM MATERIAIS / RECURSOS AVALIAÇÃO

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO (1º CICLO) PORTUGUÊS

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO (1º CICLO) PORTUGUÊS CRTÉRO EPECÍCO DE AVALAÇÃO 3º ANO (1º CCLO) PORTUGUÊ DOMÍNO OJETVO DECRTORE DE DEEMPENHO MENÇÕE Oralidade 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos 2. Produzir um discurso oral com correção 3.

Leia mais

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º ANO

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ BELCHIOR VIEGAS ESCOLA BÁSICA 2.3 POETA BERNARDO DE PASSOS PORTUGUÊS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º ANO (cerca de 165 aulas) 1 DOMÍNIO: ORALIDADE OBJETIVOS DESCRITORES DE

Leia mais

Tipologia Textual O conto. Competências a trabalhar associadas ao processo CO L CEL

Tipologia Textual O conto. Competências a trabalhar associadas ao processo CO L CEL Ministério da Educação Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora nº2 Novo Programa de Português do Ensino Básico Sequência Didáctica 5º ano Ano lectivo de 2010/2011 Tipologia Textual O conto Competências

Leia mais

Oralidade. Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades Ano Letivo 2015 / 2016

Oralidade. Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades Ano Letivo 2015 / 2016 DOMÍNIOS Oralidade Metas curriculares 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos. 2. Produzir um discurso oral com correção. 3. Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL. . Descrever e interpretar imagens; . Relatar vivências e experiências; . Produzir textos de caráter autobiográfico;

PLANIFICAÇÃO ANUAL. . Descrever e interpretar imagens; . Relatar vivências e experiências; . Produzir textos de caráter autobiográfico; AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 Curso Profissional - Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos Ciclo de Formação:2013-2016 Nº do Projeto:099480/2013/12 PORTUGUÊS

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio / Conteúdos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS À BEIRA DOURO Escola Básica e Secundária À Beira Douro- Medas

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS À BEIRA DOURO Escola Básica e Secundária À Beira Douro- Medas AGRUPAMENTO DE ESCOLAS À BEIRA DOURO Escola Básica e Secundária À Beira Douro- Medas Departamento de Línguas Estrangeiras - Inglês - 3º Ciclo - 7º Ano Planificação Anual 2010 / 2011 1º Período - Aulas

Leia mais

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Avaliação Tempo

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Avaliação Tempo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR EB 2/3 de Jovim PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 1º Período 5º Ano ANO LETIVO 2013/2014 Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Avaliação Tempo Conhecer o alfabeto.

Leia mais

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais:

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais: DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 9º ANO C Ano Letivo: 204 /205. Introdução / Metas Curriculares Na disciplina de Português o desenvolvimento do ensino será orientado por Metas Curriculares cuja definição

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSO VOCACIONAL 3º CICLO AMGE - Auxiliar de Manutenção e Gestão de Espaços CRITÉRIOS DE Ano Lectivo 2014/15 Coordenador do Curso: José Pedro Moutinho Critérios de Avaliação (14-15) VOCACIONAL C AMGE -

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Introdução ao texto narrativo: ação, personagens, espaço e tempo Introdução ao texto narrativo: narrador e modalidades do discurso A Vida Mágica da Sementinha:

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

Programa de Educação Bilingue - II Ciclo 3ª Classe CONTEÚDOS

Programa de Educação Bilingue - II Ciclo 3ª Classe CONTEÚDOS Programa de L1-3ª Classe Família Compreender mensagens e textos orais; Distinguir a pronúncia padrão da não Respeitar as diferentes formas de expressão dos seus companheiros; Expressar-se de forma clara

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação Área de Formação Pessoal e social Revelar autonomia na higiene e alimentação. Demonstrar controlo de emoções, reações e atitudes.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO Departamento de 1º Ciclo Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 4º ANO DISCIPLINA: Português PERÍODO 1º *Oralidade Interação discursiva >Princípio de cortesia;

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO

CRITÉRIOS DE AVALIACÃO CRITÉRIOS DE AVALIACÃO Educação Visual 5º Ano Educação Visual 6º Ano Educação Tecnológica 5º Ano Educação Tecnológica 6º Ano ANO ESCOLAR 2015 / 2016 Ano letivo de 2015 / 2016 INTRODUÇÃO Sendo a avaliação

Leia mais

A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos.

A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos. BISC Year 1 Portuguese language program PRINCÍPIOS ORIENTADORES A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos. O conjunto dos objectivos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR 1º CICLO - 1º ano de escolaridade

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR 1º CICLO - 1º ano de escolaridade AGRUPAMENTO ESCOLAS LUÍS ANTÓNIO VERNEY 171396 PLANIFICAÇÃO CURRICULAR 1º CICLO - 1º ano de escolaridade INTRODUÇÃO Este documento tem como finalidade fixar as referências para o desenvolvimento curricular,

Leia mais

Curso Profissional 11º ano. Módulo III Lugares e Transportes

Curso Profissional 11º ano. Módulo III Lugares e Transportes Curso Profissional 11º ano Módulo III Lugares e Transportes 1. Competências visadas (a desenvolver no aluno) Compreensão oral: - Compreender o suficiente para resolver necessidades concretas, desde que

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO DOMÍNIO DOMÍNIO COGNITIVO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO DOMÍNIOS / INDICADORES DE DOMÍNIO INSTRUMENTOS

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 1º CICLO - 2º ANO DE ESCOLARIDADE PORTUGUÊS PLANIFICAÇÃO MENSAL DE JANEIRO DOMÍNIOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) MATERIAIS/ RECURSOS ORALIDADE

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA Nome: Nº 8º Data / / Professor: Nota: A INTRODUÇÃO Agora, você terá a oportunidade de recuperar os conteúdos do ano por meio de um roteiro de estudo. Leia

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2016

PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2016 PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2016 Prezado (a) candidato (a), Saúde e Paz! Ao fazer a opção pelo Colégio Padre Eustáquio, você está escolhendo uma escola confessional, católica, que se orienta

Leia mais

LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO

LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO ENTRE O PLANO DE ESTUDOS EM VIGOR ATÉ AO ANO LETIVO 2014/2015 E O NOVO PLANO Artigo 1º (Âmbito) O presente plano regula o processo de transição

Leia mais

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral)

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015 Prova 06 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90 minutos (escrita)

Leia mais

Dr. Joaquim de Carvalho Figueira da Foz

Dr. Joaquim de Carvalho Figueira da Foz Curso Profissional de 12º H Português Planificação Anual - Módulos: 10,11 e 12 Ano Letivo: 2015/2016 Módulos Compreensão Âmbito dos Conteúdos Avaliação Leitura/descrição / Expressão de imagens oral Testes

Leia mais

AVALIAR PARA MELHORAR AS APRENDIZAGENS E OS RESULTADOS. Isabel Fialho e Helena Parreira

AVALIAR PARA MELHORAR AS APRENDIZAGENS E OS RESULTADOS. Isabel Fialho e Helena Parreira AVALIAR PARA MELHORAR AS APRENDIZAGENS E OS RESULTADOS Isabel Fialho e Helena Parreira Relatório da OCDE Avaliação de Sistemas Educativos (Portugal) Santiago (2012) A avaliação formativa é mais visível

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CONTEÚDO ESTRUTURANTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CONTEÚDO ESTRUTURANTE COLEGIO ESTADUAL DARIO VELLOZO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL Rua Haroldo Hamilton, 271 Centro - CEP 85905-390 Fone/Fax 45 3378-5343 - Email: colegiodariovellozo@yahoo.com.br www.toodariovellozo.seed.pr.gov.br

Leia mais

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR EB 2/3 de Jovim e Foz do Sousa PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 1º Período 5º Ano ANO LETIVO 2014/2015 Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Conhecer o alfabeto.

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Português do Ensino Básico; Metas Curriculares de Português- 1º Ciclo 1º

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação CENTRO EDUCACIONAL LA SALLE Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Língua Portuguesa

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Língua Portuguesa 9º ano Conteúdos por unidade didática 1º Período A - Comunicação Oral.. Intencionalidade comunicativa. Adequação comunicativa: Ideia geral. Ideias principais. Ideias secundárias. Informação

Leia mais

1.º CEB. Clara Amorim

1.º CEB. Clara Amorim 1.º CEB Metas Curriculares de Português Documento de referência para o ensino e a aprendizagem e para a avaliação interna e externa, de progressiva utilização obrigatória. Contém os conteúdos do programa

Leia mais

LETRAS. GRAUS ACADÊMICOS: Licenciado / Bacharel em Tradução PRAZO PARA CONCLUSÃO:

LETRAS. GRAUS ACADÊMICOS: Licenciado / Bacharel em Tradução PRAZO PARA CONCLUSÃO: LETRAS 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÕES:Português e Literaturas Correspondentes (Licenciatura) Noturno Inglês e Literat. Correspond. e Bach. em Trad. em Língua. Inglesa Português/Inglês e Literaturas Correspondentes

Leia mais

Salesianos Mogofores Colégio

Salesianos Mogofores Colégio Salesianos Mogofores Colégio Rota de Aprendizagem PORTUGUÊS 6º ano Grupo de Português 2015-16 * Em anexo encontram-se Lista de Obras e Textos para Iniciação à Educação literária; e Metas Curriculares (2º

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Línguas Grupos: 220; 300; 320; 330; 350 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Língua Portuguesa- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente Cognitiva

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português. Ensino Secundário Curso Profissional. Ano letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português. Ensino Secundário Curso Profissional. Ano letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE Escola Secundária da Portela Escola EB 2,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Critérios de Avaliação

Leia mais

Ensino Básico- 2015/2016

Ensino Básico- 2015/2016 Ensino Básico- 2015/2016 Síntese da Planificação da Disciplina de Português do 8º Ano Unidades Temáticas Reportagem Conteúdos: Unidade 0 Diagnose Unidade 1 Texto Não Literário: Texto informativo; Roteiro;

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012) No caso específico da disciplina de PORTUGUÊS, do 3.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

Novo Programa de Português do Ensino Básico Roteiro _ SD_ Leitura_ ANO5. Compreensão do Oral LEITURA. Expressão oral. Escrita CEL

Novo Programa de Português do Ensino Básico Roteiro _ SD_ Leitura_ ANO5. Compreensão do Oral LEITURA. Expressão oral. Escrita CEL Compreensão do Oral LEITURA Expressão oral Escrita CEL. 1 Apresentação 1. Nome da Sequência: 2. Contexto/projecto: Intertextualidade do texto adaptado de Peregrinação, de Aquilino Ribeiro, com o original

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens / Parte Diversificada Componente Curricular: Língua Estrangeira

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

Critérios de Avaliação da Disciplina de Inglês 3º ciclo L.E.I 2015/2016

Critérios de Avaliação da Disciplina de Inglês 3º ciclo L.E.I 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CICLO DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO EB 2, 3 INFANTE D. FERNANDO EB1/JI MANUEL CABANAS Critérios de Avaliação da Disciplina de

Leia mais

Language descriptors in Portuguese Portuguese listening - Descritores para a Compreensão do Oral em História e Matemática

Language descriptors in Portuguese Portuguese listening - Descritores para a Compreensão do Oral em História e Matemática Language descriptors in Portuguese Portuguese listening - Descritores para a Compreensão do Oral em História e Matemática Compreender informação factual e explicações Compreender instruções e orientações

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DO PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

PLANIFICAÇÃO DO PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO PLANIFICAÇÃO DO PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO DE ESCOLARIDADE: 1º Ano ANO LETIVO: 2015/2016 COMPETÊNCIAS CHAVE: C1, C2, C3,

Leia mais

Catálogo de Formação (por áreas)

Catálogo de Formação (por áreas) Catálogo de Formação (por áreas) Área 144 (DGERT) Formação de Professores 2 A Internet como Recurso para a Aprendizagem Duração: 25 horas Formador: Vítor Amaro Forma de formação: Presencial - Refletir

Leia mais

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro Olimpíada de LP Escrevendo o futuro QUATRO GÊNEROS EM CARTAZ: OS CAMINHOS DA ESCRITA Cristiane Cagnoto Mori 19/03/2012 Referências bibliográficas RANGEL, Egon de Oliveira. Caminhos da escrita: O que precisariam

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação INGLÊS 3º Ciclo - 8.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 61 2014. 2.º Ciclo do Ensino Básico

Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 61 2014. 2.º Ciclo do Ensino Básico Informação Prova de Equivalência à Frequência Data: 2014.04.02 Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Prova 61 2014 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 05 de julho

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 1º PERÍODO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 Unidades/Conteúdos Tempos Oralidade -Escutar para

Leia mais

Níveis de desempenho. Perguntar e fornecer opiniões. Perguntar e responder sobre os diferentes tipos de férias

Níveis de desempenho. Perguntar e fornecer opiniões. Perguntar e responder sobre os diferentes tipos de férias Competências.Adquirir conhecimentos sobre a cultura e civilização Anglo- Americana numa perspectiva intercultural. - Aprofundar o conhecimento da realidade Portuguesa através do confronto com aspectos

Leia mais

5º ANO LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA

5º ANO LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL E ESTATÍSTICA 5º ANO LÍNGUA PORTUGUESA MATEMÁTICA EIXOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS DESCRITORES Palmas-TO/2013

Leia mais

COLÉGIO DE LAMEGO (70%-89%) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ESPECÍFICA Do 1º Ciclo

COLÉGIO DE LAMEGO (70%-89%) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ESPECÍFICA Do 1º Ciclo COLÉGIO DE LAMEGO (70%-89%) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ESPECÍFICA Do 1º Ciclo 2014/2015 Avaliar é um conceito que se utiliza com frequência na sociedade actual. Ao fazer-se uma avaliação queremos apreciar

Leia mais

O g É um Gato Enroscado

O g É um Gato Enroscado O g É um Gato Enroscado Editorial Caminho, 1.ª ed., 2003; 2.ª ed., 2007 Guião de trabalho para professores do Ensino Básico I. Breve introdução à leitura da obra O g É um Gato Enroscado (Caminho, 2003)

Leia mais

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental Área: Códigos, linguagens

Leia mais

Planificação de Língua Portuguesa 9º ano

Planificação de Língua Portuguesa 9º ano Ano letivo: 2012/2013 Planificação de Língua Portuguesa 9º ano Competências gerais Competências específicas Conteúdos temáticos Conhecimento explícito Estratégias / Atividades Material Avaliação Tempo

Leia mais

Grupo de Educação Especial

Grupo de Educação Especial Grupo de Educação Especial Critérios Gerais de Avaliação 2015/2016 De acordo com o Despacho normativo n.º 24-A/2012, artigo 8.º (ponto 10): 10 A informação resultante da avaliação sumativa dos alunos do

Leia mais

PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO DO 7º ANO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2011/2012. Manual adotado: Entre Palavras, 7º Ano

PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO DO 7º ANO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2011/2012. Manual adotado: Entre Palavras, 7º Ano PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO DO 7º ANO LÍNGUA PORTUGUESA ANO LETIVO 2011/2012 Manual adotado: Entre Palavras, 7º Ano Sequência didática: narrativa -Utilizar procedimentos para reter a informação: utilizar

Leia mais

YESANGOLA- CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

YESANGOLA- CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL CURSO: Business English MÓDULO: I OBJECTIVOS GERAIS: Objectivos Gerais: - Capacitar os alunos a utilizarem noções básicas de Business English em diversas situações do mundo empresarial, através da expressão

Leia mais

Disciplina: O conto em LI Ementa: Análise crítica e interpretação de contos extraídos da produção literária em língua inglesa. Carga Horária: 60h

Disciplina: O conto em LI Ementa: Análise crítica e interpretação de contos extraídos da produção literária em língua inglesa. Carga Horária: 60h 1º Semestre Disciplina: Introdução aos Estudos Literários Ementa: Estudo crítico das noções de literatura. Revisão das categorias tradicionais de gêneros literários e estudo dos novos gêneros ficcionais.

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8 Conteúdos Objectivos/Competências a desenvolver Tempo* Estratégias Recursos Avaliação Apresentação: Turma e professor Programa Critérios de avaliação Normas de funcionamento Conhecer os elementos que constituem

Leia mais

Planificação anual Ano letivo: 2015/2016

Planificação anual Ano letivo: 2015/2016 Período: 1.º Ano Número total de aulas previstas: 39 Competências Compreensão oral: compreender textos orais, de natureza diversificada e de acessibilidade adequada ao Compreensão escrita: compreender

Leia mais

A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA

A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA. AÇÕES DO PIBID/CAPES UFG (SUBPROJETO: LETRAS: PORTUGUÊS) NO COLÉGIO ESTADUAL LYCEU DE GOIÂNIA Bolsistas: SILVA, Danila L.; VAZ, Paula R. de Sena.;

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 2º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Linguagem, Códigos e suas tecnologias Componente Curricular: LPL Série:2ºB,C

Leia mais

Planificação periódica 7ºano

Planificação periódica 7ºano EB 2/3 João Afonso de Aveiro Planificação periódica 7ºano Língua Portuguesa Ano lectivo 2010/2011 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO Escola EB 2/3 João Afonso de Aveiro Planificação 1ºPeríodo 7ºAno 2010/2011

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Ano Letivo 2015/2016 Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Português Período Aulas Previstas Oralidade - Interpretar discursos orais breves. - Utilizar procedimentos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE Escola Secundária da Portela Escola EB,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Critérios de Avaliação

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Introdução à Comunicação Visual 40 horas Não tem Desenho I 40 horas Não

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO Critérios de Avaliação 1º Ano Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de avaliação Ponderação Oralidade Assimilar e expressar

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

INGLÊS Cont. Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO. 11º Ano de Escolaridade. Prova 367 2015. Pág. 1 de 5. 1. Objeto de avaliação

INGLÊS Cont. Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO. 11º Ano de Escolaridade. Prova 367 2015. Pág. 1 de 5. 1. Objeto de avaliação Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA A À FREQUÊNCIA INGLÊS Cont. Prova 367 2015 11º Ano de Escolaridade Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova a que esta

Leia mais

358 INGLÊS (continuação-12.ºano) escrita e oral 12.ºano de escolaridade

358 INGLÊS (continuação-12.ºano) escrita e oral 12.ºano de escolaridade informação-prova de equivalência à frequência data: 18. 05. 2016 358 INGLÊS (continuação-12.ºano) escrita e oral 12.ºano de escolaridade curs os c ien t íf ico -h um an ísticos formação específica 2016

Leia mais

ORIENTAÇÕES E ROTEIRO DE ESTUDO

ORIENTAÇÕES E ROTEIRO DE ESTUDO ORIENTAÇÕES E ROTEIRO DE ESTUDO Caro Aluno, Segue o roteiro de estudo para as provas desta etapa. Estas, serão aplicadas a partir da terceira aula, havendo normalmente as primeiras aulas, tanto para o

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Critérios Gerais de Avaliação Educação Pré-Escolar 2014/15 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa em cada nível de educação e

Leia mais