LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO"

Transcrição

1 LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO ENTRE O PLANO DE ESTUDOS EM VIGOR ATÉ AO ANO LETIVO 2014/2015 E O NOVO PLANO Artigo 1º (Âmbito) O presente plano regula o processo de transição entre o plano de estudos da Licenciatura em Comunicação Empresarial em vigor até ao ano letivo 2014/2015, designado por Plano de Estudos 1, e o novo plano, designado por Plano de Estudos 2, na sequência do processo de acreditação da A3ES que o validou (Anexo I). Artigo 2º (Estudantes que ingressam no 1º ano em 2015/2016) Os estudantes que ingressam no 1º ano inscrevem-se no Plano de Estudos 2. Artigo 3º (Estudantes inscritos em 2014/2015 e que transitaram de ano) 1. Os estudantes inscritos no ano letivo de 2014/2015 no 1º ano e que transitem de ano porque obtiveram já mais de 43 ECTS, de acordo com a alínea a) do nº 4 do artigo 7º do Regulamento de Inscrições Frequências e Avaliações (RIFA), inscrevem-se no Plano de Estudos 1. a) Os estudantes terão de concluir o curso de Licenciatura até ao final do ano letivo 2016/2017, sob pena de transitarem para o Plano de Estudos 2, sendo-lhes atribuídas as creditações, constantes do Quadro de Creditação (Anexo II), às unidades curriculares a que tenham obtido aproveitamento. 2. Os estudantes inscritos no ano letivo de 2014/2015 no 2º ano e que transitem de ano porque obtiveram já mais de 103 ECTS, de acordo com a alínea c) do nº 4 do artigo 7º do RIFA, inscrevem-se no Plano de Estudos 1. a) Os estudantes terão de concluir o curso de Licenciatura até ao final do ano letivo 2016/2017, sob pena de transitarem para o Plano de Estudos 2, sendo-lhes atribuídas as creditações, constantes do Quadro de Creditação (Anexo II), às unidades curriculares a que tenham obtido aproveitamento. Artigo 4º (Estudantes inscritos em 2014/2015 e que não transitaram de ano ou o não concluíram) 1. Os estudantes inscritos no ano letivo de 2014/2015 no 1º ano e que não transitem de ano porque não obtiveram mais de 43 ECTS, de acordo com a alínea a) do nº 4 do artigo 7º do RIFA, inscrevem-se no Plano de Estudos 2, sendo-lhes atribuídas as creditações, constantes do Quadro de Creditação (Anexo II), às unidades curriculares a que tenham obtido aproveitamento.

2 2. Os estudantes inscritos no ano letivo de 2014/2015 no 2º ano e que não transitem de ano porque não obtiveram já mais de 103 ECTS, de acordo com a alínea c) do nº 4 do artigo 7º do RIFA, inscrevem-se no Plano de Estudos 1. a) Os estudantes terão de concluir o curso de Licenciatura até ao final do ano letivo 2016/2017, sob pena de transitarem para o Plano de Estudos 2, sendo-lhes atribuídas as creditações, constantes do Quadro de Creditação (Anexo II), às unidades curriculares a que tenham obtido aproveitamento. 3. Os estudantes inscritos no ano letivo de 2014/2015 no 3º ano e que não o concluam, inscrevem-se no Plano de Estudos 1. b) Os estudantes terão de concluir o curso de Licenciatura até ao final do ano letivo 2016/2017, sob pena de transitarem para o Plano de Estudos 2, sendo-lhes atribuídas as creditações, constantes do Quadro de Creditação (Anexo II), às unidades curriculares a que tenham obtido aproveitamento. Aprovado em reunião do Conselho Técnico-científico de 23 de julho de O PRESIDENTE DO CTC, Raul Guichard Alves Professor Coordenador

3 ANEXO I Plano de Estudos 1 (em vigor até ao ano letivo 2014/2015 ) G Gestão LC Línguas e Cultura ACO Assessoria e Comunicação Organizacional Unidades curriculares INF Informática D Direito Área Técnica - Científica Introdução à Gestão G 1º Semestre 6 Tecnologias de Informação e Comunicação I INF 1º Semestre 6 Teoria da Comunicação e Práticas Textuais I LC 1º Semestre 6 Língua E Cultura Estrangeira A I (Inglês) LC 1º Semestre 4 Estrangeira B I (Opção: Francês/Alemão) LC 1º Semestre 4 Estrangeira C I (Opção: Russo/Grego/Espanhol) LC 1º Semestre 4 Gestão das Organizações G 2º Semestre 6 Teoria da Comunicação e Práticas Textuais II LC 2º Semestre 6 Tecnologias de Informação e Comunicação II INF 2º Semestre 6 Língua E Cultura Estrangeira A II (Inglês) LC 2º Semestre 4 Estrangeira B II (Opção: Francês/Alemão) LC 2º Semestre 4 Estrangeira C II (Opção: Russo/Grego/Espanhol) LC 2º Semestre 4 Comunicação Institucional I ACO 3º Semestre 6 Análise do Discurso e Estruturação Discursiva LC 3º Semestre 6 Introdução ao Direito D 3º Semestre 6 Língua E Cultura Estrangeira A III (Inglês) LC 3º Semestre 4 Estrangeira B III (Opção: Francês/Alemão) LC 3º Semestre 4 Estrangeira C III (Opção: Russo/Grego/Espanhol) LC 3º Semestre 4 Estruturação do Texto Técnico º Semestre 6 Comunicação Institucional II ACO 4º Semestre 6 Direito Comercial D 4º Semestre 6 Língua E Cultura Estrangeira A IV (Inglês) º Semestre 4 Estrangeira B IV (Opção: Francês/Alemão) º Semestre 4 Estrangeira C IV (Opção: Russo/Grego/Espanhol) º Semestre 4 Comunicação de Marketing ACO 5º Semestre 6 Ateliê de Comunicação Empresarial ACO 5º Semestre 6 Teoria da Argumentação e Técnicas de Expressão I LC 5º Semestre 6 Tradução e Novas Tecnologias I (Inglês) LC 5º Semestre 4 Estrangeira B V (Opção: Francês/Alemão) LC 5º Semestre 4 Estrangeira C V (Opção: Russo/Grego/Espanhol) LC 5º Semestre 4 Ética e Deontologia ACO 6º Semestre 3 Teoria da Argumentação e Técnicas de Expressão II LC 6º Semestre 4 Tradução e Novas Tecnologias II (Inglês) LC 6º Semestre 4 Estrangeira B V (Opção: Francês/Alemão) LC 6º Semestre 4 Estrangeira C V (Opção: Russo/Grego/Espanhol) LC 6º Semestre 4 Estágio ACO 6º Semestre 11 Tipo ECTS

4 Plano de Estudos 2 (em vigor a partir do ano letivo 2015/2016) G Gestão LC Línguas e Cultura ACO Assessoria e Comunicação Organizacional INF Informática M Matemática D Direito CS Ciências Sociais E Economia C- Contabilidade Unidades curriculares Área Técnica - Científica Introdução à Gestão G 1º Semestre 6 Metodologias de Investigação Aplicadas à Comunicação Empresarial ACO 1º Semestre 2 Teoria da Comunicação LC 1º Semestre 6 Inglês Empresarial I LC 1º Semestre 4 Língua de Negócios I ( Opção: Francês/Espanhol/Russo/Alemão) LC 1º Semestre 4 Informática aplicada à Comunicação Empresarial I 1º Semestre 4 Métodos Quantitativos M 1º Semestre 4 Gestão das Organizações G 2º Semestre 4 Comunicação Estratégica ACO 2º Semestre 4 Fundamentos de Economia e Contabilidade E; C 2º Semestre 4 Semiótica da Comunicação LC 2º Semestre 6 Inglês Empresarial II LC 2º Semestre 4 Língua de Negócios II (Opção: Francês/Espanhol/Russo/Alemão) LC 2º Semestre 4 Noções Fundamentais de Direito D 2º Semestre 4 Criatividade em Comunicação Empresarial G 3º Semestre 4 Fundamentos de Marketing G 3º Semestre 5 Identidade, Imagem e Reputação ACO 3º Semestre 5 Inglês Empresarial III LC 3º Semestre 4 Língua de Negócios III (Opção: Francês/Espanhol/Russo/Alemão) LC 3º Semestre 4 Estruturação do Discurso Empresarial LC 3º Semestre 4 Direito Comercial e da Publicidade D 3º Semestre 4 Pesquisa e Análise de Mercados G 4º Semestre 4 Desenvolvimento de Conteúdos Gráficos e Digitais G 4º Semestre 4 Fundamentos de Marketing Digital G 4º Semestre 4 Comunicação Interna ACO 4º Semestre 5 Comunicação Pública ACO 4º Semestre 5 Comunicação Internacional Multimodal (Inglês) º Semestre 4 Língua de Negócios IV Espanhol/Russo/Alemão) º Semestre 4 Gestão e Ativação de Marca G 5º Semestre 5 Gestão de Redes Sociais G 5º Semestre 4 Técnicas de Relações Públicas ACO 5º Semestre 4 Oficina de Comunicação Empresarial ACO 5º Semestre 5 Retórica e Argumentação LC 5º Semestre 4 Ferramentas de Comunicação Digital INF 5º Semestre 4 Psicossociologia do Consumidor CS 5º Semestre 4 Estratégia Empresarial G 6º Semestre 5 Gestão de Projetos Publicitários G 6º Semestre 6 Relações com os Meios de Comunicação Social e Comunicação de Crise ACO 6º Semestre 5 Ética e Deontologia da Comunicação ACO 6º Semestre 2 Estágio Curricular/Projeto Profissional/Monografia G; ACO 6º Semestre 12 Tipo ECTS

5 ANEXO II QUADRO DE CREDITAÇÃO G Gestão LC Línguas e Cultura ACO Assessoria e Comunicação Organizacional INF Informática M Matemática D Direito CS Ciências Sociais E Economia C- Contabilidade PLANO DE ESTUDOS 2 (NOVO) PLANO DE ESTUDOS 1 (ANTIGO) Unidades curriculares Área Científica ECTS Competências Unidades Curriculares Unidade Curricular Área Científica ECTS Ano/ Semestre Introdução à Gestão G 6 - Conhecer o papel dos gestores e dos processos de gestão; - Caracterizar e interpretar o meio envolvente da organização; - Compreender as funções centrais da gestão (planeamento, organização, direção e controlo); - Aplicar, a estudos de caso, alguns dos principais conceitos, mecanismos e instrumentos de gestão. Introdução à Gestão G 6 1.º A/1.º S Gestão das Organizações G 4 - Conhecer o papel das diversas áreas funcionais de uma empresa; - Compreender as atividades conduzidas pela área de recursos humano nas iniciativas; - Conhecer o quadro concetual básico de marketing; - Compreender a importância de se gerir a produção e as operações de uma organização; - Conhecer as principais atividades desenvolvidas pela função financeira; - Compreender a importância de um correto acompanhamento das oportunidades de investimento de uma empresa. Gestão das Organizações G 6 1.º A/2.º S Noções Fundamentais de Direito D 4 - Apreensão de conceitos essenciais na área do Direito, que sirvam de base às restantes cadeiras jurídicas e ainda à vida profissional futura; - Utilização fluente da linguagem jurídica, enquanto ferramenta essencial e rigorosa; - Desenvolvimento da capacidade crítica e de argumentação, com especial relevância para o discurso legitimador. Introdução ao Direito D 4 2.º A/1.º S Direito Comercial e da Publicidade D 4 - Compreensão do âmbito do direito comercial e, dentro deste, a identificação das atividades comerciais e respectivos sujeitos, dando particular atenção ao regime do comércio electrónico; - Compreensão da noção jurídica de empresa, destacando os negócios que a têm como objeto e o regime das empresas em crise; - Estudo dos sinais distintivos de empresas e de produtos; - Compreensão dos traços essenciais do regime jurídico da publicidade. Direito Comercial D 6 2.º A/2.º S

6 Informática aplicada à Comunicação Empresarial I 4 - Utilizar os sistemas e as tecnologias de informação para a comunicação e para as tarefas do quotidiano de um profissional da comunicação; - Utilizar a folha de cálculo para a análise e resolução de problemas. Tecnologias de Informação e Comunicação II I 6 1.º A/2.º S Ferramentas de Comunicação Digital I 4 - Utilizar os sistemas e as tecnologias de informação para a comunicação web; - Utilizar ferramentas específicas para a construção e desenvolvimento de um Website; - Utilizar ferramentas específicas para a manipulação de imagens. Tecnologias de Informação e Comunicação I I 6 1.º A/1.º S Teoria da Comunicação LC 6 - Ser capaz de desenvolver raciocínios inferenciais sobre os fenómenos comunicativos simples e complexos; - Formular um pensamento eminentemente crítico sobre as questões relacionadas com a linguagem e com a comunicação. Explicar o processo de comunicação em diversas situações comunicativas; - Analisar textos orais, escritos, icónicos e mistos enformados por diferentes intenções comunicativas e contextos situacionais; Produzir textos unimodais e multimodais adequados a diferentes intenções comunicativas e contextos situacionais. Teoria da Comunicação e Práticas Textuais I LC 6 1.º A/1.º S Semiótica da Comunicação LC 6 - Reconhecer a dimensão semiótica da comunicação humana; Ser capaz de utilizar as ferramentas de análise semiótica aplicadas à comunicação e ao marketing; - Aplicar estratégias de análise semiótica ao branding; Ativar processos heurísticos de reconhecimento e produção de identidade visual das marcas; - Adquirir instrumentos metodológicos proporcionados pela semiótica para a compreensão e análise da imagem fixa e/ou em movimento. Teoria da Comunicação e Práticas Textuais II LC 6 1.º A/2.º S Estruturação do Discurso Empresarial - Exercitar competências de análise dos mecanismos linguístico-discursivos; - Relacionar práticas verbais com contextos particulares; - Determinar a relação entre as estratégias discursivas e o contexto de uso; - Articular fundamentos de Teoria da Comunicação e de Semiótica da Comunicação, aplicando-os à construção e desconstrução de textos técnicos orais e escritos das áreas da comunicação empresarial, jornalística e publicitária; - Consolidar e aperfeiçoar a capacidade de receber, analisar criticamente e produzir tipologias de textos técnicos orais e escritos de carácter empresarial, protocolar, jornalístico, publicitário e promocional; - Desenvolver mini-projectos de construção textual oral e escrita ancorados nos fundamentos téoricos estudados na unidade curricular. Análise do Discurso e Estruturação Discursiva Estruturação do Texto Técnico LC 6 2º A/1º S LC 6 2º A/2º S

7 Retórica e Argumentação - Produzir discursos que seguem uma estrutura argumentativa com base em pesquisas. - Dominar técnicas que permitam o planeamento e a execução de apresentações orais eficazes; - Capacitar para apresentações em diferentes contextos (seminários, venda de produtos, condução de reuniões, apresentação de projetos); - Desenvolver competências intrapessoais e interpessoais; - Desenvolver competências de comunicação verbal e não-verbal; - Ser capaz de construir argumentos sólidos e reconhecer falácias; - Desenvolver competências para falar de improviso e resolver imprevistos. Teorias da Argumentação e Técnicas de Expressão I Teorias da Argumentação e Técnicas de Expressão II LC 6 3º A/1º S 3º A/2º S Inglês Empresarial I - Compreender exposições longas e palestras e seguir partes mais complexas da argumentação sobre temas relacionados com o mundo empresarial; - Ler artigos e reportagens sobre assuntos contemporâneos em relação aos quais os autores adotam determinadas atitudes ou pontos de vista particulares; - Conversar com a fluência e espontaneidade suficientes para tornar possível a interação normal com falantes nativos, em contexto profissional; - Exprimir-se de forma clara e pormenorizada sobre uma vasta gama de assuntos, utilizando vocabulário específico do inglês técnico e de negócios; - Escrever um texto claro e pormenorizado sobre uma vasta gama de assuntos relacionados com as áreas de formação, nomeadamente, a comunicação empresarial e a gestão; - Redigir um texto expositivo ou um relatório, transmitindo informação ou apresentando razões a favor ou contra um determinado ponto de vista. Língua E Cultura Estrangeira A I - Inglês 1.º A/1.º S Inglês Empresarial II Inglês Empresarial III - Compreender exposições longas e palestras e seguir partes mais complexas da argumentação sobre temas relacionados com o mundo empresarial; - Ler artigos e reportagens sobre assuntos contemporâneos em relação aos quais os autores adotam determinadas atitudes ou pontos de vista particulares; - Conversar com a fluência e espontaneidade suficientes para tornar possível a interação normal com falantes nativos, em contexto profissional; - Exprimir-se de forma clara e pormenorizada sobre uma vasta gama de assuntos, utilizando vocabulário específico do inglês técnico e de negócios; - Escrever um texto claro e pormenorizado sobre uma vasta gama de assuntos relacionados com as áreas de formação, nomeadamente, a comunicação empresarial e a gestão; - Redigir um texto expositivo ou um relatório, transmitindo informação ou apresentando razões a favor ou contra um determinado ponto de vista. - Compreender uma exposição longa, mesmo que não esteja claramente estruturada ou quando a articulação entre as ideias esteja apenas implícita; Língua E Cultura Estrangeira A II - Inglês Língua E Cultura Estrangeira A III - 1.º A/2.º S 2.º A/1.º S

8 - Compreender textos longos e complexos, e distinguir estilos e registos sociais e próprios da comunicação nas empresas; - Compreender artigos especializados e instruções técnicas longas, sobretudo quando relacionados com a área de formação do curso; - Exprimir-se de forma espontânea e fluente, utilizando adequadamente vocabulário técnico e corrente. - Utilizar a língua de maneira flexível e eficaz para fins sociais e empresariais; - Formular ideias e opiniões com precisão e adequar o discurso ao dos interlocutores; - Conceber e expor textos orais de carácter informativo e persuasivo; Redigir de forma clara e bem estruturada, apresentando pontos de vista com um certo grau de elaboração; - Escrever cartas, comunicações e relatórios sobre assuntos complexos no estilo apropriado para o leitor em mente Comunicação Internacional Multimodal (Inglês) - Recolher, selecionar e interpretar informação relevante em língua inglesa; - Comunicar em língua inglesa informação, ideias, problemas e soluções para públicos diversificados; - Compreender o contexto e os desafios da comunicação no mercado globalizado; - Reconhecer a diversidade cultural na comunicação internacional; - Selecionar e manusear ferramentas de apoio à comunicação internacional verbal e não-verbal; - Compreender o papel da tradução e da localização na comunicação internacional; - Dominar técnicas e ferramentas de tradução: tradução automática e assistida, localização, gestão terminológica e tradução audiovisual; - Rever e controlar a qualidade de textos multimodais Língua de Negócios I (Opção: Francês, Alemão, Russo, Francês) Língua de Negócios II Alemão, Russo, Francês) É capaz de compreender e usar expressões familiares e quotidianas, assim como enunciados muito simples, que visam satisfazer necessidades concretas. Pode apresentar-se e apresentar outros e é capaz de fazer perguntas e dar respostas sobre aspectos pessoais como, por exemplo, o local onde vive, as pessoas que conhece e as coisas que tem. Pode comunicar de modo simples, se o interlocutor falar lenta e distintamente e se mostrar cooperante. É capaz de compreender frases isoladas e expressões frequentes relacionadas com áreas de prioridade imediata (p. ex.: informações pessoais e familiares simples, compras, meio circundante). É capaz de comunicar em tarefas simples e em rotinas que exigem apenas uma troca de informação simples e direta sobre assuntos que lhe são familiares e habituais. Inglês Língua E Cultura Estrangeira A IV- Inglês Tradução E Novas Tecnologias I - Inglês Tradução E Novas Tecnologias II - Inglês Comunicação de Marketing Estrangeira B I e C I Alemão, Russo, Francês, Grego) Estrangeira B II e C II Alemão, Russo, Francês, Grego) 2.º A/2ºS 3.º A/1.º S 3.º A/2.º S ACO 6 3.º A/1.º S 1.º A/1.º S 1.º A/2.º S

9 Língua de Negócios III Alemão, Russo, Francês) Língua de Negócios IV Alemão, Russo, Francês) Pode descrever de modo simples a sua formação, o meio circundante e, ainda, referir assuntos relacionados com necessidades imediatas. É capaz de compreender frases isoladas e expressões frequentes relacionadas com áreas de prioridade imediata. É capaz de comunicar em tarefas simples e em rotinas que exigem apenas uma troca de informação simples e direta sobre assuntos que lhe são familiares e habituais. É capaz de compreender as questões principais, quando é usada uma linguagem clara e estandardizada e os assuntos lhe são familiares (temas abordados no trabalho, na escola e nos momentos de lazer, etc.). É capaz de produzir um discurso simples e coerente sobre assuntos que lhe são familiares ou de interesse pessoal. É capaz de compreender as questões principais, quando é usada uma linguagem clara e estandardizada e os assuntos lhe são familiares (temas abordados no trabalho, na escola e nos momentos de lazer, etc.). É capaz de lidar com a maioria das situações encontradas na região onde se fala a línguaalvo. É capaz de produzir um discurso simples e coerente sobre assuntos que lhe são familiares ou de interesse pessoal. Pode descrever experiências e eventos, sonhos, esperanças e ambições, bem como expor brevemente razões e justificações para uma opinião ou um projecto Metodologias de Investigação Aplicadas à CE Comunicação Estratégica ACO 4 Identidade, Imagem e Reputação Estrangeira B III e C III Alemão, Russo, Francês, Grego) Estrangeira B IV e C IV Alemão, Russo, Francês, Grego) Estrangeira C V (Opção: Russo, Grego, Espanhol) Estrangeira B V Alemão) Estrangeira C VI (Opção: Russo, Grego, Espanhol) Estrangeira B VI Alemão) ACO ACO 5 - Competências a desenvolver: raciocínio analítico; pensamento crítico; resolução de problemas e comunicação competente; - Competências transversais: habilidade de tomar decisões; autogestão e autodesenvolvimento; assunção de responsabilidade pessoal e de representar uma organização; capacidade de trabalhar em equipa e capacidade de relacionamento interpessoal. - Competências a desenvolver: raciocínio analítico; pensamento crítico; resolução de problemas e comunicação competente; Comunicação Institucional I Comunicação Institucional II 2.º A/1.º S 2.º A/2.º S 3.º A/1.º S 3.º A/1.º S 3.º A/2.º S 3.º A/2.º S ACO 6 2ºA/1ºS ACO 6 2ºA/2ºS

10 - Competências transversais: habilidade de tomar decisões; autogestão e autodesenvolvimento; assunção de responsabilidade pessoal e de representar uma organização capacidade de trabalhar em equipa e capacidade de relacionamento interpessoal. Comunicação Interna ACO Comunicação Pública ACO Técnicas de Relações Públicas Oficina de Comunicação Empresarial Relações com os Meios de Comunicação Social e Comunicação de Crise Ética e Deontologia da Comunicação Estágio Curricular/Projeto Profissional/Monografia ACO ACO 5 - Analisar e apresentar soluções para problemas complexos de Com. Empresarial; - Definir e produzir comunicações institucionais destinadas aos públicos alvo aplicando as regras do processo de comunicação, usando Multimédia e competências linguísticas; desenvolver espírito crítico; - Desenvolver processos comunicativos respeitando princípios éticos, protocolares; trabalhar em equipa, promover e mediar CE entre diferentes culturas. Ateliê de Comunicação Empresarial ACO ACO 2 - Desenvolver uma atitude pró-ativa; - Desenvolver espírito crítico sobre os princípios éticos e deontológicos; - Compreender os fundamentos naturais das convenções sociais e da ética; - Desenvolver competências no âmbito do trabalho colaborativo; - Refletir sobre as dificuldades da destrinça ética e de adquirir orientações prescritivas que conduzam ao assumir de condutas íntegras nos domínios pessoal, social e profissional; - Desenvolver capacidades para lidar positivamente com a diversidade nos locais de trabalho e na sociedade em geral ACO 6 3ºA/1ºS Ética e Deontologia ACO 3 3ºA/2ºS G/ACO 12 Estágio Curricular ACO 11 3ºA/2ºS

REGULAMENTO DE COMPROVAÇÃO DA PROFICIÊNCIA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA PUC-SP. Currículo 2014

REGULAMENTO DE COMPROVAÇÃO DA PROFICIÊNCIA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA PUC-SP. Currículo 2014 REGULAMENTO DE COMPROVAÇÃO DA PROFICIÊNCIA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS DO CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA PUC-SP Currículo 2014 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS GERAIS Art. 1º A proficiência em duas línguas estrangeiras

Leia mais

CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO

CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO Fevereiro Junho 2016 Goethe-Institut Lisboa Sprache. Kultur. Deutschland. Cursos de alemão O Goethe-Institut oferece diversas modalidades para aprendizagem da língua alemã. Seja

Leia mais

CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO

CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO CURSOS E EXAMES DE ALEMÃO Outubro 2015 Fevereiro 2016 Goethe-Institut Lisboa Sprache. Kultur. Deutschland. Cursos de alemão Aprenda alemão com profissionais: O Goethe-Institut em Lisboa oferece uma vasta

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSO VOCACIONAL 3º CICLO AMGE - Auxiliar de Manutenção e Gestão de Espaços CRITÉRIOS DE Ano Lectivo 2014/15 Coordenador do Curso: José Pedro Moutinho Critérios de Avaliação (14-15) VOCACIONAL C AMGE -

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Introdução à Comunicação Visual 40 horas Não tem Desenho I 40 horas Não

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Línguas Grupos: 220; 300; 320; 330; 350 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Língua Portuguesa- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente Cognitiva

Leia mais

EMENTÁRIO Entrada: até 2009 1º ANO

EMENTÁRIO Entrada: até 2009 1º ANO EMENTÁRIO Entrada: até 2009 1º ANO TEORIA E TÉCNICAS DAS RELAÇÕES PÚBLICAS EMENTA: Origem das Relações Públicas e sua evolução histórica e conceitual. O mercado de trabalho. Abordagens técnicas do profissional

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE

PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE 2006. O Presidente, Substituto, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, no uso de suas atribuições, tendo em vista a Lei nº 10.861,

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Cuba. Plano de Formação

Agrupamento de Escolas de Cuba. Plano de Formação Agrupamento de Escolas de Cuba Plano de Ano Letivo de 2012/2013 Índice Introdução... 3 1- Departamento curricular da educação pré-escolar... 6 2- Departamento curricular do 1º ciclo... 6 3- Departamento

Leia mais

ANO 2014. As provas do DELE são compostas por seis níveis. Cada um deles é obtido após a aprovação do mesmo.

ANO 2014. As provas do DELE são compostas por seis níveis. Cada um deles é obtido após a aprovação do mesmo. REGULAMENTO PARA A INSCRIÇÃO EM PROVA DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESPANHOLA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA INTERNACIONAL UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL 1. ABERTURA ANO 2014 A Universidade

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE GESTÃO DESPORTIVA 1 / 5

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE GESTÃO DESPORTIVA 1 / 5 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE GESTÃO DESPORTIVA Publicação e actualizações Publicado no Despacho n.º13456/2008, de 14 de Maio, que aprova a versão inicial do Catálogo Nacional de Qualificações. 1 /

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 2º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

REGULAMENTO DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS DO ENFERMEIRO GESTOR

REGULAMENTO DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS DO ENFERMEIRO GESTOR REGULAMENTO DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS DO ENFERMEIRO GESTOR Aprovado, por maioria com alterações, na Assembleia Geral Extraordinária de 12 de dezembro de 2014, após aprovação pelo Conselho Diretivo a 1

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS Escola Básica 2/3 de Pedrouços Planificação de Português 7. 7ºano de escolaridade Ano letivo 2012/2013 Expressão oral Compreensão oral 1. o Período (+-64 aulas ) ))))))))646464+66666646

Leia mais

YESANGOLA- CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

YESANGOLA- CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL CURSO: Business English MÓDULO: I OBJECTIVOS GERAIS: Objectivos Gerais: - Capacitar os alunos a utilizarem noções básicas de Business English em diversas situações do mundo empresarial, através da expressão

Leia mais

Parágrafo único. O novo projeto pedagógico vigorará para os alunos ingressantes a partir do ano letivo de 2006.

Parágrafo único. O novo projeto pedagógico vigorará para os alunos ingressantes a partir do ano letivo de 2006. R E S O L U Ç Ã O N o 194/2005-CEP CERTIDÃO Certifico que a presente Resolução foi afixada em local de costume, nesta Reitoria, no dia 20/12/2005. Esmeralda Alves Moro, Secretária. Aprova novo projeto

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em SECRETARIADO Campus Nilo Peçanha - Pinheiral

Ementário do Curso Técnico em SECRETARIADO Campus Nilo Peçanha - Pinheiral Ementário do Curso Técnico em SECRETARIADO Campus Nilo Peçanha - Pinheiral Disciplina: Cenários Econômicos e Mercado Teoria e conceitos do mercado: Função da demanda. Função da oferta. Equilíbrio (preço

Leia mais

Modularização de Competências Académicas Multilingues e Multiculturais ao nível de Licenciaturas e Mestrados

Modularização de Competências Académicas Multilingues e Multiculturais ao nível de Licenciaturas e Mestrados 2011 2014 Project Number N 517575 LLP 1 2011 1 CH ERASMUS EMCR AGREEMENT N 2011 3648 / 001 001 Modularização de Competências Académicas Multilingues e Multiculturais ao nível de Licenciaturas e Mestrados

Leia mais

Catálogo de Formação (por áreas)

Catálogo de Formação (por áreas) Catálogo de Formação (por áreas) Área 144 (DGERT) Formação de Professores 2 A Internet como Recurso para a Aprendizagem Duração: 25 horas Formador: Vítor Amaro Forma de formação: Presencial - Refletir

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA 2007/2008 DEPARTAMENTO Engenharia Mecânica/Electrónica, Telecomunicações e Informática (9163) 1. INTRODUÇÃO Transição curricular dos alunos dos cursos

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 8.º ANO DE PORTUGUÊS - 8.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No final do 8.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir discursos/textos orais com diferentes graus de formalidade,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO Critérios de Avaliação 1º Ano Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de avaliação Ponderação Oralidade Assimilar e expressar

Leia mais

alemão; espanhol; francês; inglês Dezembro de 2013

alemão; espanhol; francês; inglês Dezembro de 2013 Informação-Exame Final Nacional Línguas estrangeiras alemão; espanhol; francês; inglês Dezembro de 2013 Provas 501; 547; 517; 550 2014 11.º Ano de Escolaridade O presente documento divulga informação relativa

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação Área de Formação Pessoal e social Revelar autonomia na higiene e alimentação. Demonstrar controlo de emoções, reações e atitudes.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DADOS DO CAMPUS PROPONETE 1. Campus São José. Aprovação do

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO CURSO DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO Eixo Tecnológico: Produção Cultural e Design Carga Horária: 2540 h/a Turno: Noturno Tempo de Duração: 6 semestres ( 3 anos) Regime: Seriado semestral Estágio: Opcional

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular (UC)

Ficha da Unidade Curricular (UC) Impressão em: 03-01-2013 17:11:43 Ficha da Unidade Curricular (UC) 1. Identificação Unidade Orgânica : Escola Superior de Tecnologia e Gestão Curso : [IS] Informática para a Saúde Tipo de Curso : UC/Módulo

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA. Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA. Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 6º Ano de Escolaridade 2011/2012 PROVA

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS 1.ª Edição 2011-2012 Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado

Leia mais

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL EAMES ÉPOCA ESPECIAL ANO LETIVO 2015/2016 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EAMES ÉPOCA ESPECIAL 2015/2016 LICENCIATURA // AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA NOTA // Só serão admitidos em eame os alunos inscritos.

Leia mais

Perfil Profissional do Módulo de Especialização Técnica em Java com Websphere e Rational

Perfil Profissional do Módulo de Especialização Técnica em Java com Websphere e Rational Perfil Profissional do Módulo de Especialização Técnica em Java com Websphere e Rational Perfil: Desenvolvem e operam sistemas em Linguagem de Programação Java (JEE); configuram servidores de aplicação;

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec. Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências Humanas e suas tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

FRANCÊS Nível 3 2016. 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril)

FRANCÊS Nível 3 2016. 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS Nível 3 2016 Prova 16 / 2016 1ª e 2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informação

Leia mais

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com).

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com). SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS Aula 9 META Destacar a importância da progressão no desenvolvimento dos comportamentos leitores e escritores. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais

47768 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011

47768 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011 47768 Diário da República, 2.ª série N.º 233 6 de Dezembro de 2011 Artigo 17.º Elementos que constam obrigatoriamente dos diplomas e cartas de curso Dos diplomas e cartas de curso constarão os seguintes

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO 1 DA DEFINIÇÃO

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO 1 DA DEFINIÇÃO ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC CURSO DE ADMINISTRAÇÃO GRADES 2008/2010 REGULAMENTO MARÇO 2012 (Substitui o regulamento

Leia mais

Cursos de Língua Inglesa T&HMS

Cursos de Língua Inglesa T&HMS Cursos de Língua Inglesa T&HMS Acreditamos que a educação é essencial para o desenvolvimento das nações. Trabalhamos em conjunto com os alunos para contribuir para o desenvolvimento de líderes empresariais

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 de 26 de Outubro, da

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA MICHAËLIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CAROLINA MICHAËLIS Conhecimentos e Competências Saber, Saber Fazer Atitudes e Comportamentos Saber Estar 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico Ano Letivo 2013/2014 Os professores dos grupos disciplinares de línguas estrangeiras

Leia mais

1ºANO 2ºANO 3ºANO 3000/3100 3000/3100 3000/3100

1ºANO 2ºANO 3ºANO 3000/3100 3000/3100 3000/3100 CONTABILIDADE ( C) 3ºANO 3000/3100 3000/3100 3000/3100 Contabilidade Geral (18h30m) Estatística Aplicada (14h) Contabilidade de Custos (18h30m) Noções Fundamentais de Direito (9h) Empreendedorismo (14h)

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091.6 Município: São Carlos EE: Prof. Arlindo Bittencourt Eixo Tecnológico: Gestão e

Leia mais

Legitimação dos conceitos face as práticas organizacionais; Oportunizar reflexão sobre as competências em desenvolvimento;

Legitimação dos conceitos face as práticas organizacionais; Oportunizar reflexão sobre as competências em desenvolvimento; 1 MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS INTEGRADORES CURSO SUPERIORES DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA (LOGÍSTICA) SÃO PAULO 2009 2 Introdução A prática pedagógica dos Cursos Superiores de Graduação

Leia mais

Plano de transição e equivalências

Plano de transição e equivalências Adequação a Bolonha Curso: Gestão Plano de transição e equivalências -I- REGRAS DE TRANSIÇÃO: 1. Os alunos inscritos no ano lectivo 2005/06 nos 1º e 2º ano do 1º ciclo do curso actual, transitam obrigatoriamente

Leia mais

Licenciatura em Línguas Aplicadas

Licenciatura em Línguas Aplicadas Guia de Curso 1º Ciclo 2014-2015 Departamento de Humanidades 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Organização do curso... 3 3. Destinatários... 3 4. Condições de acesso e pré-requisitos... 3 5. Candidaturas...

Leia mais

AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR PRINCÍPIOS Caráter holístico e contextualizado do processo de desenvolvimento e aprendizagem da criança; Coerência entre os processos de avaliação e os princípios subjacentes

Leia mais

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA

DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015/2016 PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO 2015-2016 POR UM AGRUPAMENTO DE QUALIDADE E EXCELÊNCIA JI Fojo EB 1/JI Major David Neto EB 2,3 Prof. José Buísel E.S. Manuel Teixeira Gomes

Leia mais

Compreensão/Expressão oral

Compreensão/Expressão oral ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B DISCIPLINA: Português ANO: 7º ANO : 2011/2012 SEQUÊNCIA 1 COMPETÊNCIAS/ Compreensão/Expressão oral Dispor-se a escutar. LEITURA

Leia mais

Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 2015/2016

Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 2015/2016 Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 201/201 Os cursos de 1º ciclo da ESCS, estruturam- se num Plano de Estudos de seis semestres curriculares num total de 180 ECTS

Leia mais

Apresentação. Estrutura Curricular

Apresentação. Estrutura Curricular Apresentação O curso de Licenciatura em Letras na modalidade a distância, com habilitação em Língua Inglesa e suas Literaturas é resultado do desejo de trabalhar na qualificação/capacitação de professores

Leia mais

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA

O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA A PARTIR DO GÊNERO TEXTUAL PROPAGANDA Anilda Costa Alves Jamile Alves da Silva Leônidas José da Silva Jr Universidade Estadual da Paraíba anildauepb@gmail.com milygta10@hotmail.com

Leia mais

ACEF/1112/14972 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/14972 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/14972 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico De Leiria A.1.a. Identificação

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR ADMINISTRATIVO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website.

Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website. marketing e comunicação SITE E IMAGEM INSTITUCIONAL Profissionais que pretendam adquirir conhecimentos, técnicas e metodologias, ao nível da comunicação online, através de um website. Entender o enquadramento

Leia mais

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS ESPANHOL 2 Área: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Disciplina: Língua Espanhola carga horária: 60 horas

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS ESPANHOL 2 Área: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Disciplina: Língua Espanhola carga horária: 60 horas MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS ESPANHOL 2 Área: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2013/2014 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ensino Básico Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada nível e de cada ciclo de ensino têm como referência os programas

Leia mais

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG)

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) 1. Plano Curricular do curso O curso de especialização tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão integra as componentes

Leia mais

A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA

A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA A ORALIZAÇÃO COMO MANIFESTAÇÃO LITERÁRIA EM SALA DE AULA. AÇÕES DO PIBID/CAPES UFG (SUBPROJETO: LETRAS: PORTUGUÊS) NO COLÉGIO ESTADUAL LYCEU DE GOIÂNIA Bolsistas: SILVA, Danila L.; VAZ, Paula R. de Sena.;

Leia mais

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda

Presidente do Instituto Politécnico da Guarda Pós-Graduações A formação ao longo da vida é hoje uma necessidade indiscutível que constitui uma oportunidade a não perder por parte da instituição. A aposta nas pós-graduações deve ser incrementada, e

Leia mais

Portaria Inep nº 157 de 5 de setembro de 2008 Publicada no Diário Oficial de 9 de setembro de 2008, Seção 1, pág. 38

Portaria Inep nº 157 de 5 de setembro de 2008 Publicada no Diário Oficial de 9 de setembro de 2008, Seção 1, pág. 38 Portaria Inep nº 157 de 5 de setembro de 2008 Publicada no Diário Oficial de 9 de setembro de 2008, Seção 1, pág. 38 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência Inglês Prova 06 2016 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

Normas Regulamentares dos Mestrados Versão: 03 Data: 13/03/2013

Normas Regulamentares dos Mestrados Versão: 03 Data: 13/03/2013 Normas Regulamentares dos Mestrados Versão: 03 Data: 13/03/2013 RG PR12 04 Elaborado: Verificado: Aprovado: Conselho Técnico Científico do IPB GPGQ Conselho Técnico Científico do IPB Pág. 1 de 16 Instituto

Leia mais

NCE/15/00099 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/15/00099 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/15/00099 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Instituto Politécnico De Setúbal

Leia mais

4h diárias - 16 meses

4h diárias - 16 meses 4h diárias - 16 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM RECEPCIONISTA ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral: 4 -

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Científico -Humanísticos/ 11.º Ano de Escolaridade Prova: E + O Nº de anos: 2 Duração: 90 minutos + 25 minutos Decreto-Lei n.º139/2012, de 5 de julho 1. Introdução O presente documento visa divulgar as

Leia mais

Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK)

Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK) Maputo, Julho de 2015 UDM 1

Leia mais

LICENCIATURA EM DESIGN E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA

LICENCIATURA EM DESIGN E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA LICENCIATURA EM DESIGN E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA NORMAS REGULAMENTARES Curso do 1º ciclo de estudos do ensino superior, de cariz universitário, conferente do grau de licenciado, adequado ao Processo de

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 9136 Município: Tupã - SP Eixo Tecnológico: Construção Civil Habilitação Profissional: Técnico em Desenho de Construção Civil

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE TELEMARKETING ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo

Leia mais

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO SOCIAL

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO SOCIAL O presente regulamento foi homologado pelo Presidente da ESEV, a 18 de maio

Leia mais

TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL

TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR - 1º SEMESTRE AAP (Atividade Autônoma de Projeto) Jales 2016 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 2 2 FINALIDADE DO P.I. (PROJETO INTERDISCIPLINAR)... 3 3 PRESENÇA

Leia mais

Cursos de Doutoramento

Cursos de Doutoramento PROSPECTO FACULDADE DE ECONOMIA Cursos de Doutoramento CONTACTOS FACULDADE DE ECONOMIA Av. Julius Nyerere, Campus Universitário, 3453 Tel: +258 21 496301 Fax. +258 21 496301 1 MENSAGEM DO DIRECTOR Sejam

Leia mais

ACEF/1112/20967 Relatório final da CAE

ACEF/1112/20967 Relatório final da CAE ACEF/1112/20967 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Fundação Minerva - Cultura - Ensino E Investigação

Leia mais

SENSIBILIZAR O ALUNO COM RELAÇÃO À AUTOAVALIAÇÃO

SENSIBILIZAR O ALUNO COM RELAÇÃO À AUTOAVALIAÇÃO OBJETIVO 01: SENSIBILIZAR O ALUNO COM RELAÇÃO À AUTOAVALIAÇÃO Concretas para ajudar a resolver os problemas? Que ações serão realizadas para chegar aos resultados que esse plano de ação quer Quando será

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2015 / 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova (06) 2016 2º Ciclo do Ensino Básico O presente documento

Leia mais

A ADEQUAÇÃO DO ENSINO ACADÉMICO ÀS NECESSIDADES DAS EMPRESAS: O CASO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL EM FINANÇAS NO ISCA-UA

A ADEQUAÇÃO DO ENSINO ACADÉMICO ÀS NECESSIDADES DAS EMPRESAS: O CASO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL EM FINANÇAS NO ISCA-UA A ADEQUAÇÃO DO ENSINO ACADÉMICO ÀS NECESSIDADES DAS EMPRESAS: O CASO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL EM FINANÇAS NO ISCA-UA Amândio Antunes Fernando Costa Joaquim Neiva Santos Apresentação 2 1. Introdução 2.

Leia mais

Tipologia Textual O conto. Competências a trabalhar associadas ao processo CO L CEL

Tipologia Textual O conto. Competências a trabalhar associadas ao processo CO L CEL Ministério da Educação Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora nº2 Novo Programa de Português do Ensino Básico Sequência Didáctica 5º ano Ano lectivo de 2010/2011 Tipologia Textual O conto Competências

Leia mais

EXAMES ÉPOCA NORMAL 2.º SEMESTRE ANO LETIVO 2015/2016 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO

EXAMES ÉPOCA NORMAL 2.º SEMESTRE ANO LETIVO 2015/2016 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EAMES ÉPOCA NORMAL 2.º SEMESTRE ANO LETIVO 2015/2016 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EAMES ÉPOCA NORMAL 2.º, 4.º e 6.º SEMESTRES 2015/2016 LICENCIATURA // AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA NOTA // Os alunos

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Minuta de Projeto de Resolução para audiência pública de 11/12/2015 Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Educação

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 3º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.293, DE 13 DE JUNHO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.293, DE 13 DE JUNHO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.293, DE 13 DE JUNHO DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Nível Médio

Leia mais

NCE/14/01786 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/14/01786 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/14/01786 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade De Évora A.1.a. Outra(s)

Leia mais

PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2016

PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2016 PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS PARA 2016 Prezado (a) candidato (a), Saúde e Paz! Ao fazer a opção pelo Colégio Padre Eustáquio, você está escolhendo uma escola confessional, católica, que se orienta

Leia mais

ESCOLA ELEVA EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O ANO LETIVO DE 2017

ESCOLA ELEVA EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O ANO LETIVO DE 2017 Rua General Severiano 159 Botafogo Rio de Janeiro RJ 22290-040 escolaeleva@elevaeducacao.com.br ESCOLA ELEVA EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA O ANO LETIVO DE 2017 Edital Nº 1/2016 admissão às turmas do

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: MATRIZ CURRICULAR PUBLICIDADE E PROPAGANDA BACHARELADO PUBLICIDADE E PROPAGANDA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO

Leia mais

Plano Editorial Julho 2006

Plano Editorial Julho 2006 Plano Editorial Julho 2006 Missão Uma agência que noticia processos ocorridos no espaço público político (governo, Estado e cidadania), com foco nos interesses do cidadão brasileiro. Público-Alvo Cidadãos

Leia mais

Language descriptors in Portuguese Portuguese listening - Descritores para a Compreensão do Oral em História e Matemática

Language descriptors in Portuguese Portuguese listening - Descritores para a Compreensão do Oral em História e Matemática Language descriptors in Portuguese Portuguese listening - Descritores para a Compreensão do Oral em História e Matemática Compreender informação factual e explicações Compreender instruções e orientações

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC de Mairiporã Código: 27 Município: Mairiporã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de técnico

Leia mais

Diploma em Turismo e Gestão Hoteleira

Diploma em Turismo e Gestão Hoteleira Diploma em Turismo e Gestão Hoteleira Acreditamos que a educação seja essencial para o desenvolvimento das nações. Trabalhamos em conjunto com os alunos para contribuir para o desenvolvimento de líderes

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Sistemas de Informação Professores: Jucinei Nizer da Silva Menelli jucineinizer@hotmail.com Período/

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N 1 DE MARCO DE CANAVESES (150745) Plano de Ação de Melhoria

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N 1 DE MARCO DE CANAVESES (150745) Plano de Ação de Melhoria AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N 1 DE MARCO DE CANAVESES (150745) Plano de Ação de Melhoria 2015l2017 ÍNDICE ÍNDICE: INTRODUÇÃO... 3 ÁREAS DE AÇÃO DE MELHORIA.... 4 PLANOS DE AÇÃO DE MELHORIA.. 5 CONCLUSÃO...

Leia mais

LETRAS. GRAUS ACADÊMICOS: Licenciado / Bacharel em Tradução PRAZO PARA CONCLUSÃO:

LETRAS. GRAUS ACADÊMICOS: Licenciado / Bacharel em Tradução PRAZO PARA CONCLUSÃO: LETRAS 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÕES:Português e Literaturas Correspondentes (Licenciatura) Noturno Inglês e Literat. Correspond. e Bach. em Trad. em Língua. Inglesa Português/Inglês e Literaturas Correspondentes

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 6 DE JANEIRO DE 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 6 DE JANEIRO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 6 DE JANEIRO DE 2015 (*) (**) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação

Leia mais

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês ( Prova escrita e oral ) nível V Ano letivo 2014 / 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

Curso Profissional 11º ano. Módulo III Lugares e Transportes

Curso Profissional 11º ano. Módulo III Lugares e Transportes Curso Profissional 11º ano Módulo III Lugares e Transportes 1. Competências visadas (a desenvolver no aluno) Compreensão oral: - Compreender o suficiente para resolver necessidades concretas, desde que

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação e Formação Especialização: E-learning e Formação a Distância (Regime a Distância) 14 15 Edição Instituto

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS-2ºCICLO (PROVA ORAL) 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico de Inglês, a

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes república de angola ministério da educação PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO 10ª e 11ª Classes Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário FASE DE EXPERIMENTAÇÃO Ficha Técnica Título Programa de

Leia mais