2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ BELCHIOR VIEGAS ESCOLA BÁSICA 2.3 POETA BERNARDO DE PASSOS PORTUGUÊS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO (cerca de 165 aulas) 1

2 ORALIDADE Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna e construtivamente em situações de interação discursiva. Produzir textos orais corretos, usando vocabulário e estruturas gramaticais diversificados e recorrendo a mecanismos de organização e de coesão discursiva. Produzir textos orais (5 minutos) de diferentes géneros e com diferentes finalidades. Reconhecer a variação da língua. Identificar o tema e explicitar o assunto. Identificar os tópicos. Distinguir informação objetiva e informação subjetiva. Distinguir diferentes intencionalidades comunicativas em diversas sequências textuais (narrar, expor/informar, descrever, explicar e persuadir). Manifestar ideias e pontos de vista pertinentes relativamente aos discursos ouvidos. Identificar ideias-chave. Tomar notas, organizando-as. Reproduzir o material ouvido, recorrendo à síntese. Retomar, precisar ou resumir ideias, para facilitar a interação. Solicitar informação complementar. Estabelecer relações com outros conhecimentos. Debater e justificar ideias e opiniões. Planificar o texto oral a apresentar, elaborando tópicos a seguir na apresentação. Utilizar informação pertinente, mobilizando conhecimentos pessoais ou dados obtidos em diferentes fontes, com a supervisão do professor, citando-as. Usar a palavra com fluência e correção, utilizando recursos verbais e não verbais com um grau de complexidade adequado ao tema e às situações de comunicação. Diversificar o vocabulário e as estruturas utilizadas no discurso. Utilizar pontualmente ferramentas tecnológicas como suporte adequado de intervenções orais. Expor/informar, explicar. Fazer a apresentação oral de um tema, justificando pontos de vista. Apresentar e defender ideias, comportamentos, valores, argumentando e justificando pontos de vista. Identificar, em textos orais, a variação nos planos fonológico, lexical e sintático. Distinguir contextos geográficos em que ocorrem diferentes variedades do português. Interpretação de texto Tema e assunto; tópicos Informação objetiva e informação subjetiva Intencionalidade comunicativa (consolidação) Manifestação de ideias e de pontos de vista Registo e interpretação de informação ideias-chave; notas; síntese Interação discursiva Retoma e resumo de ideias; informação complementar Relacionação com outros conhecimentos. Debate e justificação de opiniões Produção de texto Planificação do texto (tópicos) Informação pertinente, pesquisa sob orientação, citação; recurso pontual a suportes tecnológicos Recursos verbais e não verbais: complexificação e adequação Vocabulário e estruturas frásicas: diversidade Informação; explicação Géneros escolares (complexidade crescente): apresentação de tema; argumentação Variação da língua Plano fonológico, lexical e sintático; contextos geográficos 2

3 Ler em voz alta. LEITURA E EDUCAÇÃO LITERÁRIA Ler textos diversos. LEITURA Ler expressivamente em voz alta textos variados, após preparação da leitura. Ler textos narrativos, expositivos; textos biográficos, páginas de diários e de memórias; artigos de opinião, comentários; cartas de apresentação, reportagens. Géneros escolares: texto de características expositivas, artigo de opinião Texto de características narrativas Texto biográfico, páginas de diário e de memórias; comentários; carta de apresentação, reportagem Interpretar textos de diferentes categorias, géneros e graus de complexidade. Utilizar procedimentos adequados à organização e tratamento da informação. Ler para apreciar textos variados. Reconhecer a variação da língua. Identificar temas e ideias principais, justificando. Identificar pontos de vista e universos de referência, justificando. Identificar causas e efeitos. Fazer deduções e inferências, justificando. Reconhecer elementos de persuasão. Reconhecer a forma como o texto está estruturado (diferentes partes e subpartes). Identificar relações intratextuais: semelhança, oposição, parte-todo, causa-consequência e genérico-específico. Explicitar o sentido global do texto. Tomar notas, organizando-as. Identificar ideias-chave. Expressar, de forma fundamentada e sustentada, pontos de vista e apreciações críticas suscitados pelos textos lidos em diferentes suportes. Reconhecer o papel de diferentes suportes (papel, digital, visual) e espaços de circulação jornal, internet ) na estruturação e receção dos textos. Identificar, em textos escritos, a variação nos planos lexical e sintático. Distinguir contextos históricos e geográficos em que ocorrem diferentes variedades do português. Interpretação de texto Tema, ideias principais; pontos de vista e universos de referência Causa e efeito Deduções e inferências Elementos de persuasão Relações intratextuais: semelhança, oposição, parte-todo, causaconsequência e genérico-específico. Estrutura do texto: partes, subpartes e sentido global do texto Pontos de vista e apreciações críticas: fundamentação; suportes textuais e espaços de circulação Organização e tratamento de informação Notas; ideias-chave Variação da língua Plano lexical e sintático; contextos históricos e geográficos 3

4 Ler e interpretar textos literários. Apreciar textos literários EDUCAÇÃO LITERÁRIA Ler textos literários, portugueses e estrangeiros, de diferentes épocas e de géneros diversos. Identificar temas, ideias principais, pontos de vista e universos de referência, justificando. Explicitar o sentido global do texto. Sistematizar elementos constitutivos do texto dramático (ato, cena, fala e indicação cénica). Distinguir diálogos, monólogos e apartes. Analisar o ponto de vista de diferentes personagens. Detetar a forma como o texto está estruturado (diferentes partes e subpartes). Identificar e reconhecer o valor dos recursos expressivos já estudados e, ainda, dos seguintes: antítese, eufemismo, ironia. Distinguir a novidade de um texto em relação a outro(s). Estabelecer relações de intertextualidade. Ler textos literários, portugueses e estrangeiros, de diferentes épocas e de géneros diversos. Reconhecer valores culturais e éticos presentes nos textos. Exprimir opiniões e problematizar sentidos, oralmente e por escrito, como reação pessoal à audição ou leitura de um texto ou de uma obra. Escrever um pequeno comentário crítico (cerca de 120 palavras) a um texto lido. Textos literários, portugueses e estrangeiros, de diferentes épocas e de géneros diversos Textos selecionados (listagem PNL) Interpretação de texto Tema, ideias principais, pontos de vista e universos de referência Estruturação do texto (diferentes partes e subpartes) e sentido global do texto Texto dramático: ato, cena, fala e indicação cénica; diálogos, monólogos e apartes; personagens (diferentes pontos de vista) Comparação de textos; relações de intertextualidade Recursos expressivos: antítese, eufemismo, ironia Valores culturais e éticos Ler e escrever para fruição estética Ler por iniciativa e gosto pessoal, aumentando progressivamente a extensão e complexidade dos textos selecionados. Fazer leitura em voz alta (individualmente ou em grupo), recitação e dramatização de textos lidos. Analisar recriações de obras literárias com recurso a diferentes linguagens (por exemplo: música, teatro, cinema, adaptações a séries de TV). Escrever, por iniciativa e gosto pessoal, textos diversos. Desenvolver projetos e circuitos de comunicação escrita. Produção oral Expressão de ideias pessoais e problematização de sentidos sobre os textos Comentário de textos Leitura expressiva: individual ou em grupo; recitação; dramatização Relações de obras literárias com outros discursos artísticos Escrita, individual e coletiva, de textos diversos 4

5 TEXTOS EDUCAÇÃO LITERÁRIA (cf. Metas Curriculares de Português, Plano Nacional de Leitura e Programa de Português) * Narrativas de autores portugueses Conto, «Vicente», Miguel Torga «Saga», Sophia de Mello Breyner Andresen «A inaudita guerra da Avenida Gago Coutinho», Mário de Carvalho Texto de autor de país de língua oficial portuguesa Excerto narrativo, «Madrugada» in O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, Jorge Amado Texto de autor estrangeiro Diário, Diário de Anne Frank, Anne Frank Textos de literatura juvenil Excerto narrativo, «O mundo em que vivi», Ilse Llosa ou Excerto narrativo, «O último Grimm», Álvaro Magalhães Poemas Cantiga de amigo, «Estava eu na ermida de São Simeão», Mendinho (versão de Natália Correia) Cantiga, «Descalça vai para a fonte», Luís de Camões Soneto, «Amor é um fogo que arde sem se ver», Luís de Camões Soneto, «Se amor não é, qual é meu sentimento?», Francesco Petrarca Soneto, «Alma minha gentil, que te partiste», Luís de Camões Cantiga, «Cantiga sua, partindo-se», João Roiz de Castel branco Soneto, «De ti me separei na primavera», William Shakespeare Soneto, «Erros meus, má fortuna, amor ardente», Luís de Camões Esparsa, «Ao desconcerto do mundo», Luís de Camões Cantiga, «Comigo me desavim», Sá de Miranda Poema, «Barca bela», Almeida Garrett Poema, «Seus olhos», Almeida Garrett Soneto, «O colchão dentro do toucado», Nicolau Tolentino de Almeida Soneto, «Magro, de olhos azuis, carão Moreno», Bocage Poema «Boas noites», João de Deus Poema, «De tarde», Cesário Verde Nota: Obrigatórios apenas 12 poemas de 8 poetas diferentes. Textos dramáticos de autores portugueses Excerto dramático, «Vanessa vai à luta», de Luísa Costa Gomes ou Cena de texto dramático, «Aquilo que os olhos veem ou O Adamastor», de Manuel António Pina *Poderão ser lecionadas outras obras, poemas e textos literários, listados para domínio da Educação Literária nas Metas Curriculares de Português, de acordo com o projeto curricular de cada turma. 5

6 ESCRITA Planificar a escrita de textos. Redigir textos com coerência e correção linguística. Escrever para expressar conhecimentos. Escrever textos expositivos. Escrever textos argumentativos. Fazer planos: estabelecer objetivos para o que se pretende escrever, registar ideias e organizálas; organizar a informação segundo a categoria ou género do texto. Ordenar e hierarquizar a informação, tendo em vista a continuidade de sentido, a progressão temática e a coerência global do texto. Dar ao texto a estrutura e o formato adequados, respeitando o género indicado e as características (orto)gráficas estabelecidas. Adequar os textos a diferentes públicos e finalidades comunicativas. Diversificar o vocabulário e as estruturas sintáticas. Utilizar adequadamente os seguintes sinais de pontuação: os dois pontos (em introdução de citações e de uma síntese ou consequência do anteriormente enunciado) e o ponto e vírgula. Respeitar os princípios do trabalho intelectual: normas para citação. Utilizar com critério as potencialidades das tecnologias da informação e comunicação na produção, na revisão e na edição de texto. Responder por escrito, de forma completa, a questões sobre um texto. Responder com eficácia e correção a instruções de trabalho, detetando rigorosamente o foco da pergunta. Elaborar planos, resumos e sínteses de textos expositivos/ informativos. Escrever textos sobre questões objetivas propostas pelo professor, respeitando: a) o predomínio da função informativa; b) a estrutura interna: introdução ao tema; desenvolvimento expositivo, sequencialmente encadeado e corroborado por evidências; conclusão; c) o uso predominante da frase declarativa. Escrever textos com a tomada de uma posição; a apresentação de razões que a justifiquem, com argumentos que diminuam a força das ideias contrárias; e uma conclusão coerente. Escrever textos de argumentação contrária a outros propostos pelo professor. Planificação, textualização e revisão Planificação: planos; organização da informação segundo características ou género Textualização: ortografia; pontuação; vocabulário e estruturas sintáticas (diversificação); ordenação e hierarquização da informação; estruturação do texto; adequação a diferentes públicos e finalidades comunicativas; princípios do trabalho intelectual (citação); uso criterioso das tecnologias de informação e comunicação Revisão: correção, adequação e reformulação Produção escrita Plano, resumo e síntese de texto de características expositivas Expressão de conhecimentos: resposta a questões, a instruções de trabalho (foco da pergunta) Géneros escolares (complexidade crescente): texto de características expositivas; texto de características argumentativas Texto biográfico; páginas de diário e de memórias; cartas de apresentação; comentários subordinados a tópicos Escrever textos diversos. Rever os textos escritos. Escrever textos biográficos; páginas de diário e de memórias; cartas de apresentação; comentários subordinados a tópicos fornecidos. Avaliar a correção e a adequação do texto e proceder a todas as reformulações necessárias. 6

7 GRAMÁTICA Conhecer classes de palavras. Integrar as palavras nas classes a que pertencem: Advérbios: de dúvida, de designação e relativo; conjunção subordinativa: condicional, final, comparativa, consecutiva, concessiva e completiva; locução conjuncional. Classes de palavras: Advérbios: de dúvida, de designação e relativo Conjunção subordinativa: condicional, final, comparativa, consecutiva, concessiva e completiva; Locução conjuncional Explicitar aspetos fundamentais da sintaxe do português. Aplicar as regras de utilização do pronome pessoal em adjacência verbal: em orações subordinadas; na conjugação do futuro e do condicional Identificar as funções sintáticas de modificador do nome (restritivo e apositivo). Identificar processos de subordinação entre orações: - subordinadas adverbiais condicionais, finais, comparativas, consecutivas e concessivas; - subordinadas substantivas completivas (função de complemento direto). Estabelecer relações de subordinação entre orações, identificando os elementos de que dependem as orações subordinadas. Dividir e classificar orações. Sintaxe Pronome pessoal em adjacência verbal: em orações subordinadas; na conjugação do futuro e do condicional. Funções sintáticas de modificador do nome (restritivo e apositivo). Subordinação entre orações: subordinadas adverbiais condicionais, finais, comparativas, consecutivas e concessivas; subordinadas substantivas completivas (função de complemento direto) Divisão e classificação de orações Reconhecer propriedades das palavras e formas de organização do léxico. Identificar neologismos. Identificar palavras polissémicas e seus significados. Distinguir palavras polissémicas de monossémicas. Determinar os significados que dada palavra pode ter em função do seu contexto de ocorrência: campo semântico. Reconhecer e estabelecer as seguintes relações semânticas: sinonímia, antonímia, hiperonímia e holonímia Lexicologia Neologismo Palavras polissémicas e palavras monossémicas Relações semânticas entre palavras Campo semântico relações semânticas: sinonímia, antonímia, hiperonímia e holonímia 7

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 8.º ANO DE PORTUGUÊS - 8.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No final do 8.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir discursos/textos orais com diferentes graus de formalidade,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS Escola Básica 2/3 de Pedrouços Planificação de Português 7. 7ºano de escolaridade Ano letivo 2012/2013 Expressão oral Compreensão oral 1. o Período (+-64 aulas ) ))))))))646464+66666646

Leia mais

Ensino Básico- 2015/2016

Ensino Básico- 2015/2016 Ensino Básico- 2015/2016 Síntese da Planificação da Disciplina de Português do 8º Ano Unidades Temáticas Reportagem Conteúdos: Unidade 0 Diagnose Unidade 1 Texto Não Literário: Texto informativo; Roteiro;

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110 Módulo 1 Técnicas e modelos de 35 aulas Notícia Reportagem Entrevista Carta Requerimento

Leia mais

Compreensão/Expressão oral

Compreensão/Expressão oral ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B DISCIPLINA: Português ANO: 7º ANO : 2011/2012 SEQUÊNCIA 1 COMPETÊNCIAS/ Compreensão/Expressão oral Dispor-se a escutar. LEITURA

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO . Interação discursiva Princípios de cortesia e cooperação Informação, explicação; pergunta. Compreensão e expressão Vocabulário: variedade e precisão Informação: essencial e acessória; implícita Facto

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de21 de outubro de 2014 ) No caso específico da disciplina de Português, do 6.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ao nível

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO METAS Domínios/ Conteúdos

Leia mais

Planificação de Língua Portuguesa 7º ano 2012/2013. Conteúdos Leitura/Escrita/Oralidade Atividades de Diagnose. PNL O Cavaleiro da Dinamarca

Planificação de Língua Portuguesa 7º ano 2012/2013. Conteúdos Leitura/Escrita/Oralidade Atividades de Diagnose. PNL O Cavaleiro da Dinamarca Planificação de Língua Portuguesa 7º ano 2012/2013 Metas Compreensão do oral Capacidade de compreensão de formas complexas do oral, exigidas para o prosseguimento de estudos ou para a entrada na vida ativa;

Leia mais

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º ANO

2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ BELCHIOR VIEGAS ESCOLA BÁSICA 2.3 POETA BERNARDO DE PASSOS PORTUGUÊS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º ANO (cerca de 165 aulas) 1 DOMÍNIO: ORALIDADE OBJETIVOS DESCRITORES DE

Leia mais

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais:

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais: DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 9º ANO C Ano Letivo: 204 /205. Introdução / Metas Curriculares Na disciplina de Português o desenvolvimento do ensino será orientado por Metas Curriculares cuja definição

Leia mais

Língua Portuguesa 10º ano. Planificação anual e trimestral

Língua Portuguesa 10º ano. Planificação anual e trimestral Língua Portuguesa 10º ano Planificação anual e trimestral Ano lectivo: 2010 / 2011 As competências e objectivos que a seguir se indicam foram escolhidos e extraídos do Programa, no âmbito da Leitura, da

Leia mais

ESCOLA SEC/3ºCICLO JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 8º ANO

ESCOLA SEC/3ºCICLO JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 8º ANO ESCOLA SEC/3ºCICLO JOÃO GONÇALVES ZARCO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 8º ANO Professores: Ana Maria Brito, Júlio Branco e Margarida Pinho Ano Letivo de 2015/2016 1.º período (51 aulas) Unidade 0 Uma

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS 2015/2016. Conteúdos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS 2015/2016. Conteúdos Português/ Planificação anual 9º ano, de acordo com as metas: conteúdos essenciais a trabalhar com os alunos. Domínios de Referência Conteúdos 1º Período ( 65 aulas) Compreensão do oral: texto jornalístico;

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Avaliação Tempo

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Avaliação Tempo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR EB 2/3 de Jovim PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 1º Período 5º Ano ANO LETIVO 2013/2014 Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Avaliação Tempo Conhecer o alfabeto.

Leia mais

Oralidade. Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades Ano Letivo 2015 / 2016

Oralidade. Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades Ano Letivo 2015 / 2016 DOMÍNIOS Oralidade Metas curriculares 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos. 2. Produzir um discurso oral com correção. 3. Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8 Conteúdos Objectivos/Competências a desenvolver Tempo* Estratégias Recursos Avaliação Apresentação: Turma e professor Programa Critérios de avaliação Normas de funcionamento Conhecer os elementos que constituem

Leia mais

Ano letivo 2015/2016. Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos. Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca

Ano letivo 2015/2016. Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos. Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca Agrupamento de Escolas Dr. José Leite de Vasconcelos Av. Dr. Francisco Sá Carneiro - 3610 134 Tarouca Ano letivo 2015/2016 AEDJLV - Tarouca (Código 151944) Sede: Escola Básica e Secundária Dr. José Leite

Leia mais

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral)

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015 Prova 06 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90 minutos (escrita)

Leia mais

Planificação do trabalho a desenvolver no 7ºA Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 7ºA Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas Ano Letivo 2015/2016 Planificação do trabalho a desenvolver no 7ºA Grelha de Conteúdos/Aulas Previstas Português Período Aulas Previstas Texto não literário: Notícia, reportagem, texto expositivo, entrevista,

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO (1º CICLO) PORTUGUÊS

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO (1º CICLO) PORTUGUÊS CRTÉRO EPECÍCO DE AVALAÇÃO 3º ANO (1º CCLO) PORTUGUÊ DOMÍNO OJETVO DECRTORE DE DEEMPENHO MENÇÕE Oralidade 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos 2. Produzir um discurso oral com correção 3.

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR. Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Áreas Critérios de avaliação Instrumentos de avaliação Área de Formação Pessoal e social Revelar autonomia na higiene e alimentação. Demonstrar controlo de emoções, reações e atitudes.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português Ensino Secundário Cursos Científico-Humanísticos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE Escola Secundária da Portela Escola EB,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Critérios de Avaliação

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CONTEÚDO ESTRUTURANTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CONTEÚDO ESTRUTURANTE COLEGIO ESTADUAL DARIO VELLOZO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL Rua Haroldo Hamilton, 271 Centro - CEP 85905-390 Fone/Fax 45 3378-5343 - Email: colegiodariovellozo@yahoo.com.br www.toodariovellozo.seed.pr.gov.br

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português. Ensino Secundário Curso Profissional. Ano letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE. Critérios de Avaliação de Português. Ensino Secundário Curso Profissional. Ano letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PORTELA E MOSCAVIDE Escola Secundária da Portela Escola EB 2,3 Gaspar Correia Escola EB1 Catela Gomes Escola EB1/JI Quinta da Alegria Escola EB1/JI Portela Critérios de Avaliação

Leia mais

Metas Curriculares de Português

Metas Curriculares de Português Metas Curriculares de Português Ensino Básico 1.º Ciclo O domínio da ORALIDADE Helena C. Buescu, Maria Regina Rocha, Violante F. Magalhães Objetivos e Descritores de Desempenho Oralidade 1.º Ano Objetivos

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação INGLÊS 3º Ciclo - 8.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo

Leia mais

A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos.

A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos. BISC Year 1 Portuguese language program PRINCÍPIOS ORIENTADORES A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos. O conjunto dos objectivos

Leia mais

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês ( Prova escrita e oral ) nível V Ano letivo 2014 / 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO DOMÍNIO DOMÍNIO COGNITIVO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR AGOSTINHO DA SILVA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO GRUPO DISCIPLINAR/CICLO: LÍNGUA PORTUGUESA/CEF 3º CICLO DOMÍNIOS / INDICADORES DE DOMÍNIO INSTRUMENTOS

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 1 ano Levar o estudante a realizar a escrita do próprio nome e outros nomes. Promover a escrita das letras do alfabeto. Utilizar a linguagem oral para conversar,

Leia mais

Tipologia Textual O conto. Competências a trabalhar associadas ao processo CO L CEL

Tipologia Textual O conto. Competências a trabalhar associadas ao processo CO L CEL Ministério da Educação Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora nº2 Novo Programa de Português do Ensino Básico Sequência Didáctica 5º ano Ano lectivo de 2010/2011 Tipologia Textual O conto Competências

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSO VOCACIONAL 3º CICLO AMGE - Auxiliar de Manutenção e Gestão de Espaços CRITÉRIOS DE Ano Lectivo 2014/15 Coordenador do Curso: José Pedro Moutinho Critérios de Avaliação (14-15) VOCACIONAL C AMGE -

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês ( Prova escrita e oral ) nível V Ano letivo 2013 / 2014 1ª e 2ª fases 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O

Leia mais

Metas Curriculares de Português

Metas Curriculares de Português Metas Curriculares de Português Ensino Básico 3.º Ciclo O domínio da ESCRITA Helena C. Buescu, Maria Regina Rocha, Violante F. Magalhães Objetivos e Descritores de Desempenho Escrita 7.º Ano Objetivos

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 ORALIDADE LEITURA / EDUCAÇÃO LITERÁRIA 1º PERÍODO CONTEÚDOS Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos PORTUGUÊS 7º ano Ano letivo 2015 2016 1º PERÍODO CONTEÚDOS ORALIDADE Elementos constitutivos do texto publicitário. Ouvinte. Informação. Princípios reguladores

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 61 2014. 2.º Ciclo do Ensino Básico

Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 61 2014. 2.º Ciclo do Ensino Básico Informação Prova de Equivalência à Frequência Data: 2014.04.02 Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Prova 61 2014 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 05 de julho

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio / Conteúdos

Leia mais

Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira. INFORMAÇÃO: Prova de Equivalência à Frequência. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DE PROVA: 367

Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira. INFORMAÇÃO: Prova de Equivalência à Frequência. DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DE PROVA: 367 Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira INFORMAÇÃO: Prova de Equivalência à Frequência DISCIPLINA: Inglês CÓDIGO DE PROVA: 367 TIPO DE PROVA: Escrita + Oral NÍVEL DE ENSINO/ANO: Ensino Secundário - 11º

Leia mais

FACE. Formação Avançada em Ciências da Educação CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2015

FACE. Formação Avançada em Ciências da Educação CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2015 FACE Modalidades de formação: A Cursos/Oficinas acreditadas pelo Conselho Científicopedagógico da Formação Contínua (CCPFC) B Módulos de Formação A Cursos/Oficinas acreditadas pelo CCPFC Desenvolvimento

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO Departamento de 1º Ciclo Ano letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 4º ANO DISCIPLINA: Português PERÍODO 1º *Oralidade Interação discursiva >Princípio de cortesia;

Leia mais

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Escola Básica 2.º e 3.º Ciclos Roque Gameiro INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Escrita + oral 2014/2015 3º Ciclo do Ensino Básico INGLÊS CÓD. 21 (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência Inglês Prova 06 2016 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

Planificação periódica 8ºano

Planificação periódica 8ºano EB 2/3 João Afonso de Aveiro Planificação periódica 8ºano Língua Portuguesa Ano lectivo 2010/2011 Agrupamento de Escolas de Aveiro E S C O L A 2 º E 3 º C I C L O S J O Ã O A F O N S O D E A V E I R O

Leia mais

Prova Escrita (Código 21) / 2015

Prova Escrita (Código 21) / 2015 Provas de equivalência à frequência INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS maio de 20 PROVA /21 20 3º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita (Código 21) / 20 O presente documento divulga informação

Leia mais

INGLÊS INFORMAÇÃO PROVA. 1. Objeto de avaliação. Prova de Equivalência à Frequência de. Prova 367 2016 Fases 1ª e 2ª. 10.º e 11.º Anos de Escolaridade

INGLÊS INFORMAÇÃO PROVA. 1. Objeto de avaliação. Prova de Equivalência à Frequência de. Prova 367 2016 Fases 1ª e 2ª. 10.º e 11.º Anos de Escolaridade INFORMAÇÃO PROVA Prova de Equivalência à Frequência de INGLÊS Prova 367 2016 Fases 1ª e 2ª 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho 1. Objeto de avaliação A prova a que

Leia mais

365 FRANCÊS (continuação-11.ºano) escrita e oral 11.ºano de escolaridade

365 FRANCÊS (continuação-11.ºano) escrita e oral 11.ºano de escolaridade informação-prova de equivalência à frequência data: 18. 0 5. 2 0 16 365 FRANCÊS (continuação-11.ºano) escrita e oral 11.ºano de escolaridade curs os c ien t íf ico -h um an ísticos formação geral 2016

Leia mais

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR EB 2/3 de Jovim e Foz do Sousa PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 1º Período 5º Ano ANO LETIVO 2014/2015 Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Conhecer o alfabeto.

Leia mais

2013/2014 (Despacho nº 13 599/2006 [2ª série], artigo 10º, ponto 9) 3º Ciclo 9º Ano CONTEÚDOS ANUAIS Português DESCRITORES DE DESEMPENHO

2013/2014 (Despacho nº 13 599/2006 [2ª série], artigo 10º, ponto 9) 3º Ciclo 9º Ano CONTEÚDOS ANUAIS Português DESCRITORES DE DESEMPENHO 2013/2014 (Despacho nº 13 599/2006 [2ª série], artigo 10º, ponto 9) 3º Ciclo 9º Ano CONTEÚDOS ANUAIS Português CONTEÚDOS/ COMPETÊNCIAS AULAS PREVISTAS 9ºA 9ºB 9ºC 160 157 160 DESCRITORES DE DESEMPENHO

Leia mais

INGLÊS. 1. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Prova 06 2015

INGLÊS. 1. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Prova 06 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova 06 2015 1ª e 2ª Fase Tipo de prova: Escrita / Oral 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS À BEIRA DOURO Escola Básica e Secundária À Beira Douro- Medas

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS À BEIRA DOURO Escola Básica e Secundária À Beira Douro- Medas AGRUPAMENTO DE ESCOLAS À BEIRA DOURO Escola Básica e Secundária À Beira Douro- Medas Departamento de Línguas Estrangeiras - Inglês - 3º Ciclo - 7º Ano Planificação Anual 2010 / 2011 1º Período - Aulas

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 2º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO

LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO LICENCIATURA EM COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL PLANO DE TRANSIÇÃO ENTRE O PLANO DE ESTUDOS EM VIGOR ATÉ AO ANO LETIVO 2014/2015 E O NOVO PLANO Artigo 1º (Âmbito) O presente plano regula o processo de transição

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS-2ºCICLO (PROVA ORAL) 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico de Inglês, a

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência COMPONENTE ESCRITA

Informação-Prova de Equivalência à Frequência COMPONENTE ESCRITA Agrupamento de Escolas do Viso Porto Prova de Equivalência à Frequência Espanhol (LE II) Prova 15 3º- Ciclo do Ensino Básico Informação-Prova de Equivalência à Frequência Tipo de Prova: Escrita e Oral

Leia mais

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade

Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Programa e Metas Curriculares de Português do Ensino Secundário Oralidade Helena C. Buescu, Luís C. Maia, Maria Graciete Silva, Maria Regina Rocha 10.º Ano: Oralidade Compreensão do Oral Objetivo Compreender

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 1º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO Critérios de Avaliação 1º Ano Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de avaliação Ponderação Oralidade Assimilar e expressar

Leia mais

Lista de Obras do Plano Nacional de Leitura Leitura Orientada na Sala de Aula. 7º Ano

Lista de Obras do Plano Nacional de Leitura Leitura Orientada na Sala de Aula. 7º Ano Alegre, Manuel Lista de Obras do Plano Nacional de Leitura 7º Ano Andresen, Sophia de Mello Breyner Barros, João de Bessa-Luís, Agustina Doze naus Histórias da Terra e do Mar AENA 14 O Cavaleiro da Dinamarca

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

PLANEJAMENTO ANUAL DE LÍNGUA PORTUGUESA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ANO: 6º anos PROFESSOR(A):

Leia mais

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental

PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental Área: Códigos, linguagens

Leia mais

PLANEJAMENTO DO 1º BIMESTRE DE 2014. Professor(a): Suelen Vivian Gatinho da Silva Componente Curricular: Língua Portuguesa

PLANEJAMENTO DO 1º BIMESTRE DE 2014. Professor(a): Suelen Vivian Gatinho da Silva Componente Curricular: Língua Portuguesa PLANEJAMENTO DO 1º BIMESTRE DE 2014 Professor(a): Suelen Vivian Gatinho da Silva Componente Curricular: Língua Portuguesa Série: 7º Ano Segmento: Ensino Fundamental Data: 06 / 02 / 2014 EMENTA (Objetivo

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de Línguas Grupos: 220; 300; 320; 330; 350 ESCOLA BÁSICA DO 2º CICLO DE PINHEL Critérios de Avaliação de Língua Portuguesa- 2º Ciclo O R A L I D A D E Componente Cognitiva

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Língua Portuguesa 9º ano Conteúdos por unidade didática 1º Período A - Comunicação Oral.. Intencionalidade comunicativa. Adequação comunicativa: Ideia geral. Ideias principais. Ideias secundárias. Informação

Leia mais

PROVA ESCRITA. As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

PROVA ESCRITA. As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ESPANHOL (LE II) Abril de 2015 Prova 15 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ENSINO SECUNDÁRIO Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos PLANIFICAÇÃO ANUAL INGLÊS MÓDULOS 7, 8 e 9 12º ANO TURMA F ANO LETIVO

Leia mais

CURRÍCULOS 2015/2016

CURRÍCULOS 2015/2016 CURRÍCULOS 2015/2016 Ensino Regular Departamento: Línguas Disciplina: Português Ano de Escolaridade: 10º ano 1.º Período Aulas Previstas: +/- 54 Conteúdos Programáticos: Unidade 0 Diagnóstico e Projeto

Leia mais

Escola Secundária Fernão Mendes Pinto

Escola Secundária Fernão Mendes Pinto Escola Secundária Fernão Mendes Pinto Coordenação, Animação e Dinamização de projectos TIC. Oficina de Formação: As TIC como instrumento do Plano Nacional de Leitura Formadores: Domitila Cardoso Luísa

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 1º PERÍODO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 Unidades/Conteúdos Tempos Oralidade -Escutar para

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Científico -Humanísticos/ 11.º Ano de Escolaridade Prova: E + O Nº de anos: 2 Duração: 90 minutos + 25 minutos Decreto-Lei n.º139/2012, de 5 de julho 1. Introdução O presente documento visa divulgar as

Leia mais

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Ano Letivo 2015/2016 Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Português Período Aulas Previstas Oralidade - Interpretar discursos orais breves. - Utilizar procedimentos

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

- Texto dramático. - Texto autobiográfico. - Texto de Imprensa

- Texto dramático. - Texto autobiográfico. - Texto de Imprensa AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ BELCHIOR VIEGAS ESCOLA BÁSICA 2.3 POETA BERNARDO DE PASSOS PORTUGUÊS 2016/2017 PLANIFICAÇÃO ANUAL 8.º ANO (cerca de 162 aulas) PERÍODOS N.º DE AULAS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES

Leia mais

ENCONTRO INTER TEIP S

ENCONTRO INTER TEIP S ENCONTRO INTER TEIPS ENCONTRO INTER TEIP S DIFERENCIAÇÃO PEDAGÓGICA EM PORTUGUÊS APRENDER PARA CONTAR/ CONTAR PARA APRENDER 18 de fevereiro de 2015 Ângela Maria Fonseca Viegas Leonardo Afonso Susana Ribeiro

Leia mais

LETRAS. GRAUS ACADÊMICOS: Licenciado / Bacharel em Tradução PRAZO PARA CONCLUSÃO:

LETRAS. GRAUS ACADÊMICOS: Licenciado / Bacharel em Tradução PRAZO PARA CONCLUSÃO: LETRAS 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÕES:Português e Literaturas Correspondentes (Licenciatura) Noturno Inglês e Literat. Correspond. e Bach. em Trad. em Língua. Inglesa Português/Inglês e Literaturas Correspondentes

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE SANTO ONOFRE LÍNGUA FRANCESA - 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS VALOR AVALIAÇÃO 1. Durante o período de aprendizagem o aluno deverá

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC nº 680 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DISCIPLINAS DA ÁREA DE PORTUGUÊS: Introdução aos estudos da Linguagem Panorama geral dos fenômenos da linguagem e suas abordagens científicas.

Leia mais

Prova Final de Língua Portuguesa

Prova Final de Língua Portuguesa PROVA FINAL DO 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Decreto-Lei n.º 6/200, de 8 de janeiro Prova Final de Língua Portuguesa 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 9/2.ª Chamada 3 Páginas Duração da Prova: 90 minutos.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO ESPAÑOL: INTERMEDIARIO

Leia mais

Pré-Escola 4 e 5 anos

Pré-Escola 4 e 5 anos PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC DIÁRIO DE CLASSE Educação Infantil Pré-Escola 4 e 5 anos DIÁRIO DE CLASSE ESCOLA: CRE: ATO DE CRIAÇÃO DIÁRIO OFICIAL / /

Leia mais

Planificação de Língua Portuguesa 9º ano

Planificação de Língua Portuguesa 9º ano Ano letivo: 2012/2013 Planificação de Língua Portuguesa 9º ano Competências gerais Competências específicas Conteúdos temáticos Conhecimento explícito Estratégias / Atividades Material Avaliação Tempo

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Critérios de Avaliação, 1º Ciclo - Ano Letivo 2014-15 Página 1 de 10 1. Domínios de avaliação: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º

Leia mais

INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina de Inglês. Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016. Objetivos

INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina de Inglês. Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016. Objetivos INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina de Inglês Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016 Introdução O presente documento divulga informação relativa à prova de Equivalência à

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens / Parte Diversificada Componente Curricular: Língua Estrangeira

Leia mais

INGLÊS PROVA DE EXAME FINAL DE ÂMBITO NACIONAL DE. Nível de Continuação. Data: 18.01.05 Número do Processo: SE.04.19/2005. 12.º Ano de Escolaridade

INGLÊS PROVA DE EXAME FINAL DE ÂMBITO NACIONAL DE. Nível de Continuação. Data: 18.01.05 Número do Processo: SE.04.19/2005. 12.º Ano de Escolaridade gabinete de avaliação educacional INFORMAÇÃO N.º 19/05 Data: 18.01.05 Número do Processo: SE.04.19/2005 Para: Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspecção Geral de Educação Direcções

Leia mais

Curso Profissional 11º ano. Módulo III Lugares e Transportes

Curso Profissional 11º ano. Módulo III Lugares e Transportes Curso Profissional 11º ano Módulo III Lugares e Transportes 1. Competências visadas (a desenvolver no aluno) Compreensão oral: - Compreender o suficiente para resolver necessidades concretas, desde que

Leia mais

Escala de classificação. - Produção de textos - Nome do aluno(a) Comentário: Dificuldade. Comentário: Dificuldade. Comentário:

Escala de classificação. - Produção de textos - Nome do aluno(a) Comentário: Dificuldade. Comentário: Dificuldade. Comentário: Escala de classificação - Produção de textos - Nome do aluno(a) Ano Turma Data / / 1. Escreve de um modo legível? Dificuldade Comentário: 2. Organiza o texto com lógica? Dificuldade Comentário: 3. Faz

Leia mais

Turma: N. de alunos: Dia de aula: Hora: Sala:

Turma: N. de alunos: Dia de aula: Hora: Sala: 71 17.1. Distinguir os diversos tipos de resíduos. Manual Viva a Terra! 8, páginas 214, 215, 218, 226 e 227. Quais são os tipos de resíduos? Leitura, por um aluno, da informação contida no início da página

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro. Exame de equivalência à frequência de Inglês 05 3.º Ciclo do Ensino Básico Informação Exame de Equivalência à Frequência. Introdução O presente documento visa divulgar as características do exame de equivalência

Leia mais

PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências

PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências 6 ANO / ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS (LÍNGUA PORTUGUESA, REDAÇÃO, ARTES E LÍNGUA

Leia mais

ENSINO BÁSICO METAS DE APRENDIZAGEM ATIVIDADES ESTRATÉGIAS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO AULAS PREVISTAS PERÍODO LETIVO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ENSINO BÁSICO METAS DE APRENDIZAGEM ATIVIDADES ESTRATÉGIAS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO AULAS PREVISTAS PERÍODO LETIVO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas N.º 1 de Abrantes ESCOLA BÁSICA DOS 2.º E 3.º CICLOS D. MIGUEL DE ALMEIDA DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8.º ANO 2013/2014 METAS DE APRENDIZAGEM LEITURA/EDUCAÇÃO LITERÁRIA:

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INGLÊS I (5 anos) Prova 21 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do 3.º ciclo do ensino básico da disciplina

Leia mais

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com).

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com). SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS Aula 9 META Destacar a importância da progressão no desenvolvimento dos comportamentos leitores e escritores. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno

Leia mais

Colégio Internato dos Carvalhos

Colégio Internato dos Carvalhos Grupo Disciplinar de Línguas Românicas aøväxé wé XÇá ÇÉ fxvâçwöü É Matriz do Teste Intermédio de Português do 12.º ano Ano letivo 2014-2015 Objeto de avaliação INFORMAÇÃO-TESTE de Português 12.º ano (a

Leia mais