MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS"

Transcrição

1 MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

2 PRINCÍPIOS ANÁLISE ESTRATÉGICA (FOfA) BALANCED SCORECARD (BSC) EVOLUÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ESCOLAS DE PENSAMENTO ESTRATÉGICO 2 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

3 3 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

4 4. Empreendedora (lider) 5. Cognitiva (mente lider) 6. Aprendizado (P.Senge) 7. Poder (política) 1. Design (swot) 2. Planejamento (apo) 3. Posicionamento (5forças) Comportamento Estratégico ideal PRESCRITIVAS 8. Cultural (grupo) 9. Ambiental (amb.externo) De configuração Descrição de como as estratégias são formuladas DESCRITIVAS Combinação e Integração (formulação, estruturas e contextos) 4 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

5 5 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

6 6 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

7 MATRIZ DE PORTIFÓLIO BCG CRESCIMENTO E PARTICIPAÇÃO A ESCOLA DE POSICIONAMENTO ALTO CRESCIMENTO DO MERCADO ESTRELA MERCADO EM EVOLUÇÃO RÁPIDA REQUER ALTO INVESTIMENTO CRIANÇA PROBLEMA MERCADO REQUER ALTO INVESTIMENTO A CONCORRêNCIA ESTÁ EM MELHORES CONDIÇÕES BAIXO VACA LEITEIRA MERCADO MADURO CRESCIMENTO VEGETATIVO ABACAXIS GERAM POUCOS RECURSOS ANÁLISE DE ABANDONO (Boston Consulting Group BCG, 1970 ) ALTO BAIXO DOMÍNIO DA PARTICIPAÇÃO 7 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

8 MATRIZ DE PLANEJAMENTO DE NEGÓCIOS ESTRATÉGICOS DA GE A ESCOLA DE POSICIONAMENTO 100% FORTE A POSIÇÃO COMPETITIVA B Variáveis a serem analisadas: - Penetração no mercado - Participação - Gastos - Retorno FORTE C FRACA Variáveis a serem analisadas: - Potencial - Crescimento - Flutuações da demanda 0% 100% ALTO ATRATIVIDADE DO MERCADO BAIXO 0% 8 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

9 BAIXAS BARREIRAS DE SAÍDA ALTA BARREIRAS DE ENTRADA BAIXAS ALTAS RETORNOS BAIXOS E ESTÁVEIS RETORNOS ALTOS E ESTÁVEIS RETORNOS BAIXOS E ARRISCADOS RETORNOS ALTOS E ARRISCADOS 9 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

10 ECONOMIA DE ESCALA: REDUÇÃO DE CUSTOS PELA MAIOR PRODUÇÃO, FORÇANDO O ENTRANTE E INVESTIR + PARA ENTRAR DIFERENCIAÇÃO DO PRODUTO: COM LEALDADE DOS CLIENTES. FORÇA O CONCORRENTE A INVESTIR MAIS PARA ROMPER A LEALDADE DOS CLIENTES. NECESSIDADES DE CAPITAL: EM ESPECIAL PARA ATIVIDADES ARRISCADAS E IRRECUPERÁVEIS - P&D, PUBLICIDADE. EXEMPLO: A XEROX ALUGANDO COPIADORAS INIBE OS CONCORRENTES QUE VENDEM AO INVÉS DE ALUGAR. CUSTOS DA MUDANÇA: CLIENTES FIDELIZADOS PRECISAM DE MAIOR DIFERENCIAL PARA MUDAR. 10 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

11 ACESSO AOS CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO: O NOVO ENTRANTE PRECISARÁ PENETRAR NOS CANAIS PARA PODER COMPETIR. EXEMPLO: USO DE UMA MALHA DE DUTOS - GÁS, EDITORAS - LIVRARIAS DESVANTAGENS DE CUSTO INDEPENDENTE DE ESCALA: TECNOLOGIA PATENTEADA DO PRODUTO ACESSO FAVORÁVEL ÀS MATERIAS PRIMAS. LOCALIZAÇÃO FAVORÁVEL. SUBSÍDIOS OFICIAIS. CURVA DE APRENDIZAGEM OU EXPERIÊNCIA LONGA. POLÍTICA GOVERNAMENTAL LIMITANDO NOVOS CONCORRENTES: EXEMPLO - CONCESSÃO DE LINHA DE ONIBUS. 11 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

12 USO DE ATIVOS ESPECIALIZADOS CUSTOS FIXOS DE SAÍDA RESTRIÇÕES DE ORDEM GOVERNAMENTAL Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

13 A ESCOLA DE POSICIONAMENTO CONCORRENTES NUMEROSOS E BEM EQUILIBRADOS: TORNA COMPETIÇÃO DIFICIL E POR VEZES LENTA. CRESCIMENTO LENTO DA INDÚSTRIA: TRANSFORMA A DISPUTA EM MARKET SHARE CUSTOS FIXOS OU DE ARMAZENAMENTO ALTOS: ABRE ESPAÇO PARA FUSÕES OU AQUISIÇÕES. AUSÊNCIA DE DIFERENCIAÇÃO OU CUSTOS DE MUDANÇA: DIFERENÇA PODERÁ ESTAR NO SERVIÇO OFERECIDO. CONCORRENTES DIVERGENTES, NA ATUAÇÃO ESTRATÉGICA: UM ATUANDO EM PREÇO OUTRO EM QUALIDADE GRANDES INTERESSES ESTRATÉGICOS: SUFOCANDO POR VEZES AS MARGENS DE LUCRO. A 13 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

14 ESTRATÉGIAS COMPETIVIAS GENÉRICAS VANTAGEM ESTRATÉGICA UNICIDADE OBSERVADA PELO CLIENTE POSIÇÃO DE BAIXO CUSTO ALVO ESTRATÉGICO NO ÂMBITO DE TODA A INDÚSTRIA APENAS UM SEGMENTO PARTICULAR DIFERENCIAÇÃO ENFOQUE LIDERANÇA NO CUSTO TOTAL 14 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

15 ESTRATÉGIAS COMPETIVIAS GENÉRICAS LIDERANÇA NO CUSTO TOTAL: MINIMIZAÇÃO DOS CUSTOS, P&D PUBLICIDADE, VENDAS E IMAGEM PRODUÇÃO EM ESCALA PARTICIPAÇÃO DE MERCADO TEXAS INSTRUMENTS, BLACK AND DECKER, DU PONT DIFERENCIAÇÃO: PELA MARCA IMAGEM SHARE-OF-MIND: Qual a 1a. Empresa que lhe vem a mente.. SHARE OF HEART: De quem vc preferiria comprar o produto.. MACINTOSH, MERCEDES, HP ENFOQUE: FOCO EM NICHO ESPECÍFICO DE MERCADO HALEY-DAVIDSON, GTSTRUDL. 15 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

16 POSTURAS ESTRATÉGICAS A ESCOLA DE POSICIONAMENTO Impacto competitivo baixo Desenvolvimento Exclusivo Desenvolvimento Conjunto Aquisição embrionária Maturidade tecnológica Pós-madura 16 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

17 POSTURAS ESTRATÉGICAS A ESCOLA DE POSICIONAMENTO Alta Adquirir Fazer in-house Colaborar com parcerias Vantagem Competitiva Baixa Contratar de Terceiros Fraca Capacidade Técnica Vender (licenciar) Forte 17 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

18 A ESCOLA DE POSICIONAMENTO CUSTOS UNITÁRIOS INDÚSTRIA EMERGENTE DEIXAR A TECNOLOGIA ATROFIAR INDÚSTRIA AMEAÇADA INVESTIR EM TECNOLOGIA PARA REDUZIR CUSTOS TEMPO (Michael Porter) 18 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

19 GRAU DE MATURIDADE A ESCOLA DE POSICIONAMENTO EMBRIONÁRIA CRESCIMENTO MADURA PÓS-MADURA CAMPO DE AÇÃO P/ AVANÇO TECNOLÓGICO Lançar novo negócio Estabelecer Posição Competitiva Fazer crescer o novo negócio Melhorar a Posição Competitiva Manter a posição competitiva Rejuvenescer? Renovar? Abandonar? 19 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

20 Vendas e Lucros ($) Palio Gol??? Fiesta 206 Clio??? Ka Uno Tempo Introdução Crescimento Maturidade Declínio Despesas e Investimentos ($) 20 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

21 Características Vendas Custos Introdução Vendas Baixas Custo alto por consumidor Crescimento Vendas em rápido crescimento Custo médio por consumidor Maturidade Máximo de vendas Baixo custo por consumidor Declínio Rentável Vendas em declínio Declínio Vendas em declínio acentuado Baixo custo por consumidor Lucros Consumidores Negativos Inovadores Lucros em crescimento Adotantes iniciais Lucros Altos Maioria intermediária Lucros em declínio Retardatários Concorrentes Poucos Aumentando em número Número estável começando a declinar Número em declínio Objetivos de Marketing Criar conscientização e experimentação do produto Maximizar a parcela do mercado Maximizar o lucro e defender a parcela do mercado Reduzir os custos e ordenhar a marca 21 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

22 Introdução Crescimento Maturidade Declínio Declínio Características Rentável Vendas Vendas Baixas Vendas em rápido crescimento Máximo de vendas Vendas em declínio Vendas em declínio acentuado Custos Custo alto por consumidor Custo médio por consumidor Baixo custo por consumidor Baixo custo por consumidor Lucros Negativos Lucros em crescimento Lucros Altos Lucros em declínio Consumidores Inovadores Adotantes iniciais Maioria intermediária Retardatários Concorrentes Poucos Aumentando em número Número estável começando a declinar Número em declínio Objetivos de Marketing Criar conscientização e experimentação do produto Maximizar a parcela do mercado Maximizar o lucro e defender a parcela do mercado Reduzir os custos e ordenhar a marca 22 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

23 Estratégias Introdução Crescimento Maturidade Diversificar a Produto Oferecer um marca e os produto básico modelos / Retirar Preço Distribuição Propaganda Promoção de vendas Usar fixação de preços com margem sobre custos Fazer distribuição seletiva Criar conscientização do produto entre os adotantes iniciais e os distribuidores Fazer fortes promoções de vendas para suscitar a experimentação Oferecer extensões de linhas do produto, serviços e garantias Preço para penetrar no mercado Fazer distribuição intensiva Criar conscientização e interesse do mercado de massa Reduzir para beneficiar-se da grande demanda do consumidor mais fracos Preço para combater os concorrentes Intensificar Enfatizar as diferenças e vantagens da marca Aumentar para encorajar mudança de marca Declínio Suspender os itens fracos / Enxugar de forma agressiva Baixar o preço Selecionar pontos lucrativos Reduzir ao nível necessário para manter os consumidores mais leais Reduzir ao nível mínimo 23 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

24 24 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

25 QUAL O POSICIONAMENTO DO PRODUTO ATUAL? QUAL O POSICIONAMENTO DE UM NOVO PRODUTO? QUAL ESTRATÉGIA PODE SER IDENTIFICADA? 25 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

26 MATRIZ BCG XPTO ALTO CRESCIMENTO DO MERCADO BAIXO (Boston Consulting Group BCG, 1970 ) ALTO BAIXO DOMÍNIO DA PARTICIPAÇÃO 26 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

27 QUAL O ATUAL POSICIONAMENTO ESTRATÉGICO DA XPTO? QUAL O POSICIONAMENTO ESTRATÉGICO FUTURO DA XPTO? QUAL É A ESTRATÉGIA IDENTIFICADA PARA QUE ISTO OCORRA? 27 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

28 MATRIZ DE PLANEJAMENTO DE NEGÓCIOS ESTRATÉGICOS DA GE A ESCOLA DE POSICIONAMENTO 100% FORTE POSIÇÃO COMPETITIVA Variáveis a serem analisadas: - Penetração no mercado - Participação - Gastos - Retorno FORTE FRACA Variáveis a serem analisadas: - Potencial - Crescimento - Flutuações da demanda 0% 100% ALTO ATRATIVIDADE DO MERCADO BAIXO 0% 28 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

29 QUAIS OS ATORES QUE FIGURAM EM CADA UMA DAS FORÇAS EM RELAÇÃO A XPTO? QUAL A ESTRATÉGIA IDENTIFICADA PARA QUE A XPTO ATINJA SUA VISÃO DE FUTURO? 29 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

30 A ESCOLA DE POSICIONAMENTO ENTRANTES POTENCIAIS FORNECEDORES Concorrentes no setor COMPRADORES SUBSTITUTOS Michael Porter, Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

31 QUE TIPO DE BARREIRA POSSUI A XPTO? QUE TIPO DE BARREIRA EXISTE E QUE LIMITA A XPTO DE CRESCER? 31 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

32 BAIXAS BARREIRAS DE SAÍDA ALTA BARREIRAS DE ENTRADA BAIXAS ALTAS RETORNOS BAIXOS E ESTÁVEIS RETORNOS ALTOS E ESTÁVEIS RETORNOS BAIXOS E ARRISCADOS RETORNOS ALTOS E ARRISCADOS 32 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

33 QUAL A ESTRATÉGIA GENÉRICA DEVE A XPTO UTILIZAR? PORQUE? 33 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

34 ESTRATÉGIAS COMPETIVIAS GENÉRICAS VANTAGEM ESTRATÉGICA UNICIDADE OBSERVADA PELO CLIENTE POSIÇÃO DE BAIXO CUSTO ALVO ESTRATÉGICO NO ÂMBITO DE TODA A INDÚSTRIA APENAS UM SEGMENTO PARTICULAR DIFERENCIAÇÃO ENFOQUE LIDERANÇA NO CUSTO TOTAL 34 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

35 QUAL A POSTURA ESTRATÉGICA A SER ADOTADA PARA OS SEUS PRODUTOS / SERVIÇOS? IDENTIFICAR O SEU POSICIONAMENTO NOS DOIS TIPO DE GRÁFICOS A SEGUIR 35 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

36 POSTURAS ESTRATÉGICAS A ESCOLA DE POSICIONAMENTO Impacto competitivo baixo Desenvolvimento Exclusivo Desenvolvimento Conjunto Aquisição embrionária Maturidade tecnológica Pós-madura 36 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

37 POSTURAS ESTRATÉGICAS A ESCOLA DE POSICIONAMENTO Alta Adquirir Fazer in-house Colaborar com parcerias Vantagem Competitiva Baixa Contratar de Terceiros Fraca Capacidade Técnica Vender (licenciar) Forte 37 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

38 QUAL O GRAU DE MATURIDADE DO PRODUTO OU SERVIÇO DA XPTO? 38 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

39 GRAU DE MATURIDADE EMBRIONÁRIA CRESCIMENTO MADURA PÓS-MADURA CAMPO DE AÇÃO P/ AVANÇO TECNOLÓGICO Lançar novo negócio Estabelecer Posição Competitiva Fazer crescer o novo negócio Melhorar a Posição Competitiva Manter a posição competitiva Rejuvenescer? Renovar? Abandonar? 39 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

MBA em Gestão Empresarial Prof. Luiz Henrique Moreira Gullaci, Ms. : luizhenrique@gullaci.com.br

MBA em Gestão Empresarial Prof. Luiz Henrique Moreira Gullaci, Ms. : luizhenrique@gullaci.com.br Aula 3 Modelos de Estratégias de Crescimento MBA em Gestão Empresarial Prof. Luiz Henrique Moreira Gullaci, Ms. : luizhenrique@gullaci.com.br PRINCIPAIS MATRIZES DE ANÁLISE EM PLANEJAMENTO E ESTRATÉGIA

Leia mais

O CICLO DE VIDA DOS PRODUTOS E A GESTÃO ESTRATÉGICA DAS EMPRESAS. Trabalho elaborado por: Ana Cristina de Sousa Pereira Bruno Miguel Q. E.

O CICLO DE VIDA DOS PRODUTOS E A GESTÃO ESTRATÉGICA DAS EMPRESAS. Trabalho elaborado por: Ana Cristina de Sousa Pereira Bruno Miguel Q. E. O CICLO DE VIDA DOS PRODUTOS E A GESTÃO ESTRATÉGICA DAS EMPRESAS Trabalho elaborado por: Ana Cristina de Sousa Pereira Bruno Miguel Q. E. Marques O CICLO DE VIDA DOS PRODUTOS O ciclo de vida dos produtos

Leia mais

Análise SWOT. A Análise SWOT (FOFA) SWOT e FOFA FUNÇÃO DA SWOT

Análise SWOT. A Análise SWOT (FOFA) SWOT e FOFA FUNÇÃO DA SWOT Análise SWOT A Análise SWOT (FOFA) Prof. Cláudio Márcio cmarcio@gmail.com Diagnóstico estratégico que permite estabelecer relação entre os pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças no ambiente organizacional

Leia mais

MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc. PRINCÍPIOS ANÁLISE ESTRATÉGICA (FOfA) BALANCED SCORECARD (BSC) EVOLUÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. ESCOLAS DE PENSAMENTO

Leia mais

Diagnostico Organizacional Compreendendo o sistema de definição de objetivos. Missão. As principais forças. Visão. O sonho que nos move.

Diagnostico Organizacional Compreendendo o sistema de definição de objetivos. Missão. As principais forças. Visão. O sonho que nos move. VALORES Qualificação / Valorização Disponibilização / Visibilidade. Diagnostico Organizacional Compreendendo o sistema de definição de objetivos Missão As principais forças Visão O sonho que nos move Princípios

Leia mais

10.1. Estratégias para desenvolvimento de novos produtos

10.1. Estratégias para desenvolvimento de novos produtos Módulo 10. Planejamento de novos produtos Uma economia sofrendo as conseqüências de um mercado globalizado, onde a concorrência não dorme nem perdoa atrasos ou percalços. Esta é o macro ambiente onde estão

Leia mais

Análise dos Concorrentes

Análise dos Concorrentes Quando o assunto é monitorar as atividades dos concorrentes no mercado, não há espaço para complacência. ex: Lexmark X Epson (Print Market) 5 forças que determinam a atratividade intrínseca de lucro a

Leia mais

Os 4 P s. P de PRODUTO

Os 4 P s. P de PRODUTO Os 4 P s P de PRODUTO O que é um Produto? Produto é algo que possa ser oferecido a um mercado para aquisição, uso ou consumo e que possa satisfazer a um desejo ou necessidade. Os produtos vão além de bens

Leia mais

Centro de Economia e Administração - CEA. Docente: Profa. Patricia Stella Pucharelli Fontanini

Centro de Economia e Administração - CEA. Docente: Profa. Patricia Stella Pucharelli Fontanini Centro de Economia e Administração - CEA Docente: Profa. Patricia Stella Pucharelli Fontanini AULA 6 Docente: Profa. Patricia Stella Pucharelli Fontanini Administraçãodo Portfólio Empresarial e Questões

Leia mais

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR KOTLER, 2006 AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR. OS CANAIS AFETAM TODAS AS OUTRAS DECISÕES DE MARKETING Desenhando a estratégia

Leia mais

Administração Estratégica

Administração Estratégica introdução Administração Estratégica 2. OPORTUNIDADES E AMEAÇAS DO AMBIENTE EXTERNO A administração estratégica envolve três níveis de análise: O Macroambiente da empresa. O Setor que a empresa opera.

Leia mais

Prof. Marcopolo Marinho

Prof. Marcopolo Marinho Aula 05 Marketing Modelo E-C-D; Modelo de cinco forças de ameaças ambientais; Análise do Ambiente Externo; Ferramenta de mapeamento de processos e de planificação estratégica - 5w2h; O Plano Estratégico:

Leia mais

O desdobramento da Estratégia Organizacional e a Estratégia de Marketing

O desdobramento da Estratégia Organizacional e a Estratégia de Marketing Planejamento de Marketing e Estratégias de Marketing Parte 02 O processo de Planejamento Estratégico e de Marketing O desenvolvimento de uma estratégia de marketing está inserido dentro do processo de

Leia mais

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO CORPORATIVO E O PROCESSO DE MARKETING

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO CORPORATIVO E O PROCESSO DE MARKETING O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO CORPORATIVO E O PROCESSO DE MARKETING Planejamento estratégico é o processo de desenvolver e manter um ajuste estratégico entre os objetivos, habilidades e recursos de uma organização

Leia mais

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. PLANO DE NEGÓCIOS:... 2 2.1 RESUMO EXECUTIVO... 3 2.2 O PRODUTO/SERVIÇO... 3 2.3 O MERCADO... 3 2.4 CAPACIDADE EMPRESARIAL... 4 2.5

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS O plano de negócios deverá conter: 1. Resumo Executivo 2. O Produto/Serviço 3. O Mercado 4. Capacidade Empresarial 5. Estratégia de Negócio 6. Plano de marketing

Leia mais

Aula 6. Estratégias Genéricas e Modelo das Forças Competitivas de Porter. Profa. Daniela Cartoni

Aula 6. Estratégias Genéricas e Modelo das Forças Competitivas de Porter. Profa. Daniela Cartoni Aula 6 Estratégias Genéricas e Modelo das Forças Competitivas de Porter Profa. Daniela Cartoni Planejamento estratégico É um processo gerencial que possibilita ao executivo estabelecer o rumo a ser seguido

Leia mais

A Descrição do Produto ou Serviço e a Análise do Mercado e dos Competidores Fabiano Marques

A Descrição do Produto ou Serviço e a Análise do Mercado e dos Competidores Fabiano Marques A Descrição do Produto ou Serviço e a Análise do Mercado e dos Competidores Fabiano Marques "O plano de negócios é o cartão de visitas do empreendedor em busca de financiamento". (DORNELAS, 2005) A partir

Leia mais

Inteligência Competitiva

Inteligência Competitiva Inteligência Competitiva Prof. Patricia Silva psilva@univercidade.br Aula 6 Objetivos da aula 6 n Análise SWOT n Bibliografia: Estratégia de Marketing O C. Ferrell Cap. 4 Strenghts (forças), Weaknesses

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO Plano de Ação Estratégico Estratégias empresariais Anexo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE Unidade de Capacitação Empresarial Estratégias

Leia mais

1ºAgroMarketing O ALINHAMENTO DO PLANEJAMENTO DE MARKETING AO BUSINESS-PLAN DE EMPRESAS DO AGRONEGÓCIO. Mauricio Sampaio

1ºAgroMarketing O ALINHAMENTO DO PLANEJAMENTO DE MARKETING AO BUSINESS-PLAN DE EMPRESAS DO AGRONEGÓCIO. Mauricio Sampaio 1ºAgroMarketing O ALINHAMENTO DO PLANEJAMENTO DE MARKETING AO BUSINESS-PLAN DE EMPRESAS DO AGRONEGÓCIO Mauricio Sampaio Definições e Conceitos Visão Missão Administração Estratégica Planejamento Estratégico

Leia mais

NAGI PG. Capacitação em Gestão da Inovação para o Setor de Petróleo e Gás. Polo: Petrobras

NAGI PG. Capacitação em Gestão da Inovação para o Setor de Petróleo e Gás. Polo: Petrobras NAGI PG NÚCLEO DE APOIO À GESTÃO DA INOVAÇÃO NA CADEIA DE PETRÓLEO E GÁS Capacitação em Gestão da Inovação para o Setor de Petróleo e Gás Polo: Petrobras Programa do Módulo I Módulo I: Planejamento Estratégico

Leia mais

Modelo das 5 Forças NOVOS ENTRANTES EMERSON BARROS DE MENESES

Modelo das 5 Forças NOVOS ENTRANTES EMERSON BARROS DE MENESES Modelo das 5 Forças NOVOS ENTRANTES EMERSON BARROS DE MENESES 1 Porter apresenta uma metodologia analítica para que se compreendam as indústrias e a concorrência para a formulação de uma estratégia competitiva

Leia mais

TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS

TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS Edição 2014 TEMPLATE PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS EMPREENDEDORES FINALISTAS Disponibilizamos esse material com o objetivo de guiar os finalistas do Prêmio Santander Empreendedorismo 2014 na apresentação

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» ADMINISTRAÇÃO (MARKETING) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» ADMINISTRAÇÃO (MARKETING) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» ADMINISTRAÇÃO (MARKETING) «21. É falacioso falar que o marketing é filho do capitalismo e, portanto, apenas ajudaria a concentrar a renda satisfazendo necessidades supérfluas

Leia mais

ESTRATÉGIA DE EMPRESAS

ESTRATÉGIA DE EMPRESAS ESTRATÉGIA DE EMPRESAS Professor: Alexander Baer Fundação Getúlio Vargas MBA em Gestão de Negócios Imobiliários e da Construção Civil Resumo: Abdala Carim Nabut Neto, M.Sc. 26/02/2014 1) O que é ESTRATÉGIA?

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 2: Vantagem Competitiva 1 Resposta do Exercício 1 Uma organização usa algumas ações para fazer frente às forças competitivas existentes no mercado, empregando

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Marketing em Design. 3. Planejamento Estratégico e Processos de Marketing. Profª Ms. Angela Maria Ramos

Marketing em Design. 3. Planejamento Estratégico e Processos de Marketing. Profª Ms. Angela Maria Ramos Marketing em Design 3. Planejamento Estratégico e Processos de Marketing Profª Ms. Angela Maria Ramos 4. Planejamento de novos negócios, redução de negócios superados Os planos da empresa para seus negócios

Leia mais

Fiorella Del Bianco. Tema: Estágios de introdução e crescimento do ciclo de vida do produto.

Fiorella Del Bianco. Tema: Estágios de introdução e crescimento do ciclo de vida do produto. Fiorella Del Bianco Tema: Estágios de introdução e crescimento do ciclo de vida do produto. Objetivo: Nesta aula, o aluno conhecerá os estágios iniciais do ciclo de vida do produto (CVP), que são de introdução

Leia mais

Processo de Planejamento Estratégico

Processo de Planejamento Estratégico Processo de Planejamento Estratégico conduzimos o nosso negócio? Onde estamos? Definição do do Negócio Missão Visão Análise do do Ambiente Externo e Interno Onde queremos Chegar? poderemos chegar lá? saberemos

Leia mais

Marketing no Varejo e Serviços.

Marketing no Varejo e Serviços. Aula 9-11 Marketing no Varejo e Serviços. Nogueira Aula 9_11 Planejamento Estratégico orientado para o mercado (Varejo e Serviços) Porque a empresa deve fazer o seu planejamento estratégico? Existe uma

Leia mais

PROJETO EXEMPLO. Os aparelhos de som compactos da Sonic. Situação do mercado. Situação do produto

PROJETO EXEMPLO. Os aparelhos de som compactos da Sonic. Situação do mercado. Situação do produto PROJETO EXEMPLO Os aparelhos de som compactos da Sonic Jane Melody é a gerente de produto da linha de aparelhos de som compactos da Sonic. Cada sistema consiste em um amplificador/rádio AM-FM, um aparelho

Leia mais

A estratégia por 10 caminhos por Lauro Jorge Prado

A estratégia por 10 caminhos por Lauro Jorge Prado A estratégia por 10 caminhos por Lauro Jorge Prado Qual é a fundamentação teórica que sua empresa usa na hora de estabelecer o planejamento estratégico? Você sabe? Eis aqui um boa pergunta para ver a estratégia

Leia mais

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação

Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercícios sobre Competindo com a Tecnologia da Informação Exercício 1: Leia o texto abaixo e identifique o seguinte: 2 frases com ações estratégicas (dê o nome de cada ação) 2 frases com características

Leia mais

MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING ESTRATÉGICO O conceito de marketing é uma abordagem do negócio. HOOLEY; SAUNDERS, 1996 Esta afirmação lembra que todos na organização devem se ocupar do marketing. O conceito de marketing não

Leia mais

Disciplina: Unidade II: Prof.: E-mail: Período:

Disciplina: Unidade II: Prof.: E-mail: Período: Encontro 12 Disciplina: Planejamento Estratégico de Marketing Unidade II: Análise do Ambiente de Marketing Prof.: Mario Filho E-mail: pro@mariofilho.com.br Período: 4º. ADM 4. A Matriz BCG A Matriz BCG

Leia mais

Roteiro do Plano de Negócio

Roteiro do Plano de Negócio Roteiro do Plano de Negócio 1. Componentes do Plano de Negócios a) Resumo Executivo b) A organização Visão estratégica/modelo de negócio c) Análise de mercado d) Planejamento de marketing - produto ou

Leia mais

Organização da Aula Empreendedorismo Aula 2 Competitividade: Século XXI Contextualização Vantagem Competitiva

Organização da Aula Empreendedorismo Aula 2 Competitividade: Século XXI Contextualização Vantagem Competitiva Empreendedorismo Aula 2 Prof. Me. Fabio Mello Fagundes Organização da Aula Competitividade Estratégia Ambiente das organizações Competitividade: Século XXI Hiperconcorrência Contextualização Economia globalizada

Leia mais

Plano de Marketing. Introdução (breve) ao Marketing Análise de Mercado Estratégias de Marketing

Plano de Marketing. Introdução (breve) ao Marketing Análise de Mercado Estratégias de Marketing Plano de Marketing Introdução (breve) ao Marketing Análise de Mercado Estratégias de Marketing 1 Plano de Marketing É o resultado de um processo de planejamento. Define o quevai ser vendido, por quanto,

Leia mais

Módulo 17 Estratégias mercadológicas

Módulo 17 Estratégias mercadológicas Módulo 17 Estratégias mercadológicas Todas as empresas para terem sucesso no mercado a longo prazo precisam de uma estratégia. Segundo Peter Druker, as estratégias são os planos de vôos das empresas. Analisando

Leia mais

Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EVOLUÇÃO DA COMPETIÇÃO NOS NEGÓCIOS 1. Revolução industrial: Surgimento das primeiras organizações e como consequência, a competição pelo mercado de commodities. 2.

Leia mais

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade II MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Preço em varejo Preço Uma das variáveis mais impactantes em: Competitividade; Volume de vendas; Margens e Lucro; Muitas vezes é o mote

Leia mais

Estudo das Cinco Forças de Porter para a Análise do Ambiente Competitivo ou Setorial. Aula - 5

Estudo das Cinco Forças de Porter para a Análise do Ambiente Competitivo ou Setorial. Aula - 5 Estudo das Cinco Forças de Porter para a Análise do Ambiente Competitivo ou Setorial Aula - 5 Modelo de Porter do Ambiente Competitivo 1- Ameaças de novos concorrentes que ingressam no setor Ameaças de

Leia mais

Artigos de PN Como fazer Produtos e Serviços

Artigos de PN Como fazer Produtos e Serviços Artigos de PN Como fazer Produtos e Serviços Para fazer uma descrição adequada dos preços e serviços em seu plano de negócio, diga quais são os serviços da sua empresa, porque ela é capaz de fornecê-los,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO Marketing

EMPREENDEDORISMO Marketing Gerenciando o Marketing EMPREENDEDORISMO Marketing De nada adianta fabricar um bom produto ou prestar um bom serviço. É preciso saber colocálo no mercado e conseguir convencer as pessoas a comprá-lo. O

Leia mais

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos. Profa.

Universidade de Brasília. Faculdade de Ciência da Informação. Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos. Profa. Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Disciplina: Projeto de Implementação de Sistemas Arquivísticos Profa. Lillian Alvares Produto É algo que pode ser oferecido para satisfazer um

Leia mais

ESTRATÉGIA COMPETITIVA. Michael E. Porter

ESTRATÉGIA COMPETITIVA. Michael E. Porter ESTRATÉGIA COMPETITIVA Michael E. Porter 1. A NATUREZA DAS FORÇAS COMPETITIVAS DE UMA EMPRESA 2. ESTRATEGIAS DE CRESCIMENTO E ESTRATÉGIAS COMPETITIVAS 3. O CONCEITO DA CADEIA DE VALOR 1 1. A NATUREZA DAS

Leia mais

Administração Estratégica

Administração Estratégica Centro de Economia e Administração - CEA Administração Estratégica AULA 3 ANÁLISE SETORIAL Cinco forças competitivas básicas (Porter, 1980): Ameaça de novos concorrentes Intensidade de rivalidade Ameaça

Leia mais

Missão, Visão e Valores

Missão, Visão e Valores , Visão e Valores Disciplina: Planejamento Estratégico Página: 1 Aula: 12 Introdução Página: 2 A primeira etapa no Planejamento Estratégico é estabelecer missão, visão e valores para a Organização; As

Leia mais

UNIDADE 3 Identificação de oportunidades

UNIDADE 3 Identificação de oportunidades UNIDADE 3 Identificação de oportunidades Provavelmente seja um dos maiores mitos sobre as novas idéias para negócios: a idéia deve ser única. Na realidade pouco importa se a idéia é única ou não, o que

Leia mais

CASO HONDA. Em 1975, a situação:

CASO HONDA. Em 1975, a situação: CASO HONDA Em 1975, a situação: O governo britânico contratou o Boston Consulting Group para ajudar a explicar por que as empresas japonesas, em especial a Honda, superavam de forma tão acentuada as britânicas

Leia mais

Gestão Capítulo 3: Planeamento:

Gestão Capítulo 3: Planeamento: Gestão Capítulo 3: Planeamento: Tipos de Plano: Planos Estratégicos conjunto coerente de acções através das quais uma Organização procura alcançar as metas estratégicas (strategic goals). Longo prazo.

Leia mais

Conteúdo. 1. Origens e Surgimento. Origens e Surgimento

Conteúdo. 1. Origens e Surgimento. Origens e Surgimento 1 2 Planejamento Estratégico: conceitos e evolução; administração e pensamento estratégico Profª Ms Simone Carvalho simonecarvalho@usp.br Profa. Ms. Simone Carvalho Conteúdo 3 1. Origens e Surgimento 4

Leia mais

4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL

4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL 4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL 4.1- TIPOS DE ESTRATÉGIA DE MARKETING 4.2- PLANEAMENTO ESTRATÉGICO PARA O MARKETING 4.3- ESTRUTURA CONCEPTUAL PARA ESTRATÉGIA DE MARKETING 4.4- MODELOS COMO INSTRUMENTOS

Leia mais

Desenvolvendo líderes, mas principalmente pessoas

Desenvolvendo líderes, mas principalmente pessoas MARKETING EM TEMPOS DE CRISE... ESTAMOS MESMO EM CRISE?? Fernando Italiani Antes de começarmos a falar sobre este tema, precisamos definir o que seria a crise...podemos citar alguns problemas relatados

Leia mais

Como lutar em uma guerra de preços

Como lutar em uma guerra de preços Como lutar em uma guerra de preços Juliana Kircher Macroplan Prospectiva, Estratégia e Gestão Julho de 2006 Guerras de preços já são fatos concretos que ocorrem frequentemente em todos os mercados, seja

Leia mais

Universidade Paulista UNIP ICSC Instituto de Ciências Sociais e Comunicação Cursos de Administração

Universidade Paulista UNIP ICSC Instituto de Ciências Sociais e Comunicação Cursos de Administração 1 Apostila 7 Conteúdo Universidade Paulista UNIP ICSC Instituto de Ciências Sociais e Comunicação Cursos de Administração Apostila 5 Processo de Administração Estratégica Diagnóstico Estratégico: Ambientes

Leia mais

Escola Secundária de Paços de Ferreira 2009/2010. Marketing Mix. Tânia Leão n.º19 12.ºS

Escola Secundária de Paços de Ferreira 2009/2010. Marketing Mix. Tânia Leão n.º19 12.ºS Escola Secundária de Paços de Ferreira 2009/2010 Marketing Mix Tânia Leão n.º19 12.ºS Marketing Mix O Marketing mix ou Composto de marketing é formado por um conjunto de variáveis controláveis que influenciam

Leia mais

Capítulo 12. Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente. Acadêmica: Talita Pires Inácio

Capítulo 12. Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente. Acadêmica: Talita Pires Inácio Capítulo 12 Dimensão 7: Aprendizado com o Ambiente Acadêmica: Talita Pires Inácio Empresa ABC Crescimento atribuído a aquisições de empresas de menor porte; Esforços de alianças estratégicas e joint-ventures

Leia mais

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas 1) Resumo Executivo Descrição dos negócios e da empresa Qual é a ideia de negócio e como a empresa se chamará? Segmento

Leia mais

Gestão em Farmácia. Marketing 3. Manuel João Oliveira. Identificação e Selecção da Estratégia

Gestão em Farmácia. Marketing 3. Manuel João Oliveira. Identificação e Selecção da Estratégia Gestão em Farmácia Marketing 3 Manuel João Oliveira Análise Externa Análise do Cliente Segmentação, comportamento do cliente, necessidades não-correspondidas Análise dos Concorrentes Grupos estratégicos,

Leia mais

A ti alinhada as estratégias empresariais e como insumo básico.

A ti alinhada as estratégias empresariais e como insumo básico. Resumo A ti alinhada as estratégias empresariais e como insumo básico. Edwin Aldrin Januário da Silva (UFRN) aldrin@sebraern.com.br Neste trabalho, iremos descrever sinteticamente o modelo de Porte sobre

Leia mais

Gestão Estratégica no Serviço Público

Gestão Estratégica no Serviço Público Projeto Maricá Coordenador: José Geraldo Abunhaman Gestão Estratégica no Serviço Público Prof. Joel de Lima Pereira Castro Junior, PhD joelpcastro@uol.com.br Por que planejar? O processo de liberdade do

Leia mais

Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br

Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br Soluções Simples www.designsimples.com.br solucoes@designsimples.com.br C1 Introdução Este guia traz noções essenciais sobre inovação e foi baseado no Manual de Oslo, editado pela Organização para a Cooperação

Leia mais

Marketing. Objectivos. Conceito de estratégia. Planeamento Estratégico

Marketing. Objectivos. Conceito de estratégia. Planeamento Estratégico Marketing Planeamento Estratégico Prof. José M. Veríssimo 1 Objectivos Compreender como o planeamento estratégico é conduzido nos diversos níveis organizacionais Identificar as diversas fases do processo

Leia mais

ADM 250 capítulo 3 - Slack, Chambers e Johnston

ADM 250 capítulo 3 - Slack, Chambers e Johnston ADM 250 capítulo 3 - Slack, Chambers e Johnston 1 Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 3 O que é estratégia? Estratégia da produção Qual a diferença entre as visões de cima para baixo

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS Roteiro

PLANO DE NEGÓCIOS Roteiro Anexo 3 PLANO DE NEGÓCIOS Roteiro 1. Capa 2. Sumário 3. Sumário executivo 4. Descrição da empresa 5. Planejamento Estratégico do negócio 6. Produtos e Serviços 7. Análise de Mercado 8. Plano de Marketing

Leia mais

Como competir com produtos inovadores no Brasil até 2010? Patrice Zagamé Presidente Novartis Brasil 18 de agosto, 2005

Como competir com produtos inovadores no Brasil até 2010? Patrice Zagamé Presidente Novartis Brasil 18 de agosto, 2005 Como competir com produtos inovadores no Brasil até 2010? Patrice Zagamé Presidente Novartis Brasil 18 de agosto, 2005 O que é um produto inovador? Dois caminhos para oferecer melhores medicamentos aos

Leia mais

Vantagens Competitivas (de Michael Porter)

Vantagens Competitivas (de Michael Porter) Vantagens Competitivas (de Michael Porter) CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: SOARES, Claudio César. Introdução ao Comércio Exterior Fundamentos Teóricos do Comércio Internacional.

Leia mais

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado Plano de Direcionamento Conhecimento de Mercado Conhecimento de Mercado É necessário conhecer o mercado para que sejam desenvolvidos produtos que atendam as necessidades e expectativas dos clientes. Segmentação

Leia mais

Índice. Conceito de Marketing 19. Um Pouco de História 29. Capítulo 1. Capítulo 2. Prefácio 15 Apresentação 17

Índice. Conceito de Marketing 19. Um Pouco de História 29. Capítulo 1. Capítulo 2. Prefácio 15 Apresentação 17 Índice Prefácio 15 Apresentação 17 Capítulo 1 Conceito de Marketing 19 O Que é o Marketing? 19 A Evolução do Conceito 21 A Diversificação do Conceito de Marketing 21 Conceitos Centrais do Marketing 22

Leia mais

MBA Executivo em Administração: Gestão de Negócios em Comércio e Vendas Coordenação Acadêmica: Prof. Fernando R. A. Marchesini, Msc.

MBA Executivo em Administração: Gestão de Negócios em Comércio e Vendas Coordenação Acadêmica: Prof. Fernando R. A. Marchesini, Msc. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Administração: Gestão de Negócios em Comércio e Vendas Coordenação Acadêmica: Prof. Fernando R. A. Marchesini, Msc. 1 OBJETIVOS: Conduzir

Leia mais

ESTRATÉGIA COMPETITIVA

ESTRATÉGIA COMPETITIVA ESTRATÉGIA COMPETITIVA OBRA ANALISADA: PORTER, Michael E. Estratégia Competitiva: Técnicas para Análise de Indústrias e da Concorrência. Editora Campus. Rio de Janeiro, 1986, 362 p. Por: LUCIANE NEVES

Leia mais

Objectivos. e explicar de que formas as TI podem ser utilizadas para ganhar vantagens competitivas. tecnologias da informação.

Objectivos. e explicar de que formas as TI podem ser utilizadas para ganhar vantagens competitivas. tecnologias da informação. Capítulo 2 1 Enfrentar a concorrência com tecnologias da informação 2 Objectivos ƒ Identificar estratégias de concorrência básicas e explicar de que formas as TI podem ser utilizadas para ganhar vantagens

Leia mais

CONCEITO DE ESTRATEGIA

CONCEITO DE ESTRATEGIA CONCEITO DE ESTRATEGIA O termo estratégia deriva do grego stratos (exército) e agein (conduzir). O strategos era o que conduzia o exercito, isto é, o general, o comandante-chefe, o responsável pela defesa

Leia mais

Modelo para elaboração do Plano de Negócios

Modelo para elaboração do Plano de Negócios Modelo para elaboração do Plano de Negócios 1- SUMÁRIO EXECUTIVO -Apesar de este tópico aparecer em primeiro lugar no Plano de Negócio, deverá ser escrito por último, pois constitui um resumo geral do

Leia mais

Os desafios para a inovação no Brasil. Maximiliano Selistre Carlomagno

Os desafios para a inovação no Brasil. Maximiliano Selistre Carlomagno Os desafios para a inovação no Brasil Maximiliano Selistre Carlomagno Sobre a Pesquisa A pesquisa foi realizada em parceria pelo IEL/RS e empresa Innoscience Consultoria em Gestão da Inovação durante

Leia mais

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING PROGRAMA PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA PRIME GESTÃO MERCADOLÓGICA 2009 REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING Todo comprador poderá adquirir o seu automóvel da cor que desejar, desde que seja preto.

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

Capítulo 18 - Distribuição

Capítulo 18 - Distribuição Capítulo 18 - Distribuição A escolha dos canais de distribuição é provavelmente a decisão mais complexa em marketing internacional. Em alguns mercados, o que prevalece é a concentração de grandes hipermercados

Leia mais

GESTÃO DE MARKETING RECAPITULANDO. Prof. Marcopolo Marinho

GESTÃO DE MARKETING RECAPITULANDO. Prof. Marcopolo Marinho GESTÃO DE MARKETING RECAPITULANDO Prof. Marcopolo Marinho Marketing: É a área do conhecimento que engloba todas as atividades referente às relações de troca de bens entre pessoas ou instituições, buscando

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA Flash Lan House: FOCO NO ALINHAMENTO ENTRE CAPITAL HUMANO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

Como organizar um processo de planejamento estratégico

Como organizar um processo de planejamento estratégico Como organizar um processo de planejamento estratégico Introdução Planejamento estratégico é o processo que fixa as grandes orientações que permitem às empresas modificar, melhorar ou fortalecer a sua

Leia mais

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto.

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Instituto Educacional BM&FBOVESPA e Endeavor: Negócios de Alto Impacto. Com reconhecida experiência, o Instituto Educacional BM&FBOVESPA, a Escola de Negócios

Leia mais

ANALISANDO UM ESTUDO DE CASO

ANALISANDO UM ESTUDO DE CASO ANALISANDO UM ESTUDO DE CASO (Extraído e traduzido do livro de HILL, Charles; JONES, Gareth. Strategic Management: an integrated approach, Apêndice A3. Boston: Houghton Mifflin Company, 1998.) O propósito

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Análise externa Roberto César 1 A análise externa tem por finalidade estudar a relação existente entre a empresa e seu ambiente em termos de oportunidades e ameaças, bem como a

Leia mais

MBA Gestão Estratégica de Marketing e Vendas

MBA Gestão Estratégica de Marketing e Vendas Página 1 de 6 MBA Gestão Estratégica de Marketing e Vendas Carga Horária: 360 horas/ aulas presenciais + monografia orientada. Aulas: sábados: 8h30 às 18h, com intervalo para almoço. Valor: 16 parcelas

Leia mais

Sobre os autores. Apresentação

Sobre os autores. Apresentação Sobre os autores Apresentação 1 Gestão de marketing, 1 1.1 Estratégia e as forças competitivas, 2 1.1.1 Primeira força: ameaça de entrada de novos concorrentes, 3 1.1.2 Segunda força: pressão dos produtos

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

Curso de Pós-Graduação em CC / SI Especialização em Engenharia de Software

Curso de Pós-Graduação em CC / SI Especialização em Engenharia de Software Curso de Pós-Graduação em CC / SI Especialização em Engenharia de Software Disciplina: Modelagem de Processos Prof. Ricardo Villarroel Dávalos ricardo.davalos@unisul.br e rvdavalos@gmail.com Porto União,

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO GESTÃO ESTRATÉGICA NO APL

ESTUDO DIRIGIDO GESTÃO ESTRATÉGICA NO APL Curso de Capacitação de Agentes Gestores em APLs ESTUDO DIRIGIDO GESTÃO ESTRATÉGICA NO APL Prof. Gustavo Martins Porto Alegre, abril 2012 Estudo Dirigido Estratégia Competitiva A partir dos conceitos e

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com.

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado Análise de Mercado A análise de mercado é um dos componentes do plano de negócios que está relacionado ao marketing da organização. Ela apresenta o entendimento

Leia mais

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM Reflexões voltadas para a Gestão MUDANÇAS EDUCAÇÃO NO BRASIL 1996 Lei 9.934 LDB 1772 Reforma Pombalina 1549 Ensino Educação público no dos Brasil Jesuítas Lei

Leia mais

Testes de Diagnóstico

Testes de Diagnóstico INOVAÇÃO E TECNOLOGIA NA FORMAÇÃO AGRÍCOLA agrinov.ajap.pt Coordenação Técnica: Associação dos Jovens Agricultores de Portugal Coordenação Científica: Miguel de Castro Neto Instituto Superior de Estatística

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

Fiorella Del Bianco. 3º estágio: maturidade. Tema: Estágios de maturidade e declínio do ciclo de vida do produto.

Fiorella Del Bianco. 3º estágio: maturidade. Tema: Estágios de maturidade e declínio do ciclo de vida do produto. Fiorella Del Bianco Tema: Estágios de maturidade e declínio do ciclo de vida do produto. Objetivo: Nessa aula o aluno conhecerá em detalhes os estágios de maturidade e declínio do ciclo de vida do produto

Leia mais

Plano Aula 10 24/10/2011. - Exercício de Desenvolvimento Pessoal - Vantagem Competitiva Liderança em Custos

Plano Aula 10 24/10/2011. - Exercício de Desenvolvimento Pessoal - Vantagem Competitiva Liderança em Custos Plano Aula 10 24/10/2011 - Exercício de Desenvolvimento Pessoal - Vantagem Competitiva Liderança em Custos 1 Exercício de Desenvolvimento Pessoal O objetivo deste exercício é praticar os conceitos de Controle

Leia mais