Sumário ENTRE IMAGENS, NÚMEROS E PALAVRAS... 8 NA ESCOLA DE OLHO NAS PLACAS DE SINALIZAÇÃO BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS...

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário ENTRE IMAGENS, NÚMEROS E PALAVRAS... 8 NA ESCOLA DE OLHO NAS PLACAS DE SINALIZAÇÃO BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS..."

Transcrição

1 Sumário 1 ENTRE IMAGENS, NÚMEROS E PALAVRAS... 8 Para ler e conversar... 8 Texto 1 Capa de revista... 9 Pensando sobre o gênero: texto da capa de revista Eu e o texto Texto 2 Letra mágica, José Paulo Paes Pensando sobre o gênero: poesia A escrita das palavras...21 O alfabeto Produzindo texto escrito: lista de telefones úteis Para gostar de ler Anabel, Lancast NA ESCOLA Para ler e conversar Texto 1 Tira, Jean Galvão Pensando sobre o gênero: tirinha Eu e o texto Texto 2 O menino que aprendeu a ver, Ruth Rocha Pensando sobre o gênero: conto infantil Eu e o texto Língua: reflexão e uso Marcas de oralidade A escrita das palavras Nomes Produzindo texto escrito: balão de fala nas histórias em quadrinhos Para gostar de ler Piada, Ziraldo DE OLHO NAS PLACAS DE SINALIZAÇÃO Para ler e conversar Texto 1 O jogo das placas Pensando sobre o gênero: placas de sinalização Eu e o texto Texto 2 Sinal verde Pensando sobre o gênero: reportagem Eu e o texto A escrita das palavras Alfabeto: vogais e consoantes Língua: reflexão e uso Palavras usadas no dia-a-dia Produzindo textos: placas de sinalização Para gostar de ler Cascão, Mauricio de Sousa BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS Para ler e conversar Texto 1 A Bruxinha e o Gregório, Eva Furnari Pensando sobre o gênero: história em quadrinhos...76 Eu e o texto A escrita das palavras...79 Letra maiúscula e letra minúscula Língua: reflexão e uso Substantivos Substantivos próprios e comuns Texto 2 Avião de papel, Regina Siguemoto Pensando sobre o gênero: texto instrucional História em quadrinhos, poesia e texto instrucional A escrita das palavras...91 Sílaba Produzindo texto escrito: regras de jogo Para gostar de ler O Menino Maluquinho, Ziraldo ENTRE AMIGOS Para ler e conversar Texto 1 Pelo telefone, Flavio de Souza Pensando sobre o gênero: diálogo Eu e o texto Texto 2 O presente certo, Mauricio de Sousa Pensando sobre o gênero: história em quadrinhos Língua: reflexão e uso As terminações -inho, -zinho e -ão A escrita das palavras Número de sílabas Produzindo texto escrito: da história em quadrinhos para a narrativa em prosa Para gostar de ler Amizade, Ricardo Azevedo seis

2 6 O BICHO VAI PEGAR Para ler e conversar Texto 1 Fome de leão, Inês Amorim Pensando sobre o gênero: reportagem Eu e o texto Língua: reflexão e uso Polissemia e ambiguidade A escrita das palavras Sílabas com g Texto 2 O leão e o ratinho, Esopo Pensando sobre o gênero: fábula Eu e o texto Reportagem e fábula Língua: reflexão e uso Letras maiúsculas Produzindo texto escrito: fábula Para gostar de ler A raposa e o corvo, Esopo NATUREZA: PRESERVAR PARA VIVER Para ler e conversar Texto 1 Amigo não tem tamanho Pensando sobre o gênero: texto informativo Eu e o texto Texto 2 Tamanduá-bandeira Pensando sobre o gênero: ficha de identificação de animal Eu e o texto Produzindo texto oral: enquete A escrita das palavras Encontros consonantais com r Produzindo texto escrito: texto informativo com base em ficha de identificação Para gostar de ler Tira, Jean Galvão CANTIGAS DE BRINCAR Para ler e conversar Texto 1 A barata Texto 2 A barata Pensando sobre o gênero: cantiga de roda A escrita das palavras Separação de sílabas Texto 3 É mentira da barata!, May Shuravel Pensando sobre o gênero: paródia Língua: reflexão e uso Pontuação e expressividade Produzindo texto oral: debate Produzindo texto escrito: paródia Para gostar de ler Roda, José Paulo Paes BRANCO COMO LEITE Para ler e conversar Texto 1 Mafalda, Quino Pensando sobre o gênero: tira Língua: reflexão e uso Sinônimo e antônimo Texto 2 A história da Fada dos Dentes, Deborah Kovacs Pensando sobre o gênero: conto infantil A escrita das palavras Sons do s e do c Texto 3 Embalagem Produzindo texto escrito: desfecho da narrativa Para gostar de ler Tira, Adão Livro para análise do Professor. Venda proibida. 10 GENTE DO BRASIL Para ler e conversar Texto 1 Kabá Darebu, Daniel Munduruku Pensando sobre o gênero: relato pessoal Eu e o texto Língua: reflexão e uso As formas nós e a gente Texto 2 Um rio cheio de perigos, Mauricio de Sousa Pensando sobre o gênero: história em quadrinhos Eu e o texto Relato pessoal e história em quadrinhos A escrita das palavras O som do r (em início de palavra e final de sílaba) Produzindo texto escrito: relato pessoal Para gostar de ler De cunumim para filho de caraíba, Ulisses Tavares OFICINA DA PALAVRA BICHOS E COMPANHIA: ESCREVENDO POESIA SUGESTÕES DE LEITURA PARA O ALUNO BIBLIOGRAFIA sete 7

3 Entre imagens, números e palavras 1 Unidade Professor: Empregamos letras maiúsculas nas três primeiras unidades do livro com o objetivo de dar mais autonomia de leitura e de escrita aos alunos. Aos poucos, será introduzido o uso de alguns tipos de letras para que, na unidade 4, seja iniciada a transição para a letra script. EDUARDO ALBARELLO/EDITORA ABRIL 8 oito Para ler e conversar 1. OBSERVE A IMAGEM. O QUE INDICAM OS NÚMEROS QUE APARECEM NELA? 2. MESMO SEM LER AS PALAVRAS QUE APARECEM NA IMAGEM, O QUE VOCÊ IMAGINA QUE ESTÁ ESCRITO EM CADA SITUAÇÃO? 3. VOCÊ JÁ VIU ALGUMA DESSAS INDICAÇÕES OU PALAVRAS EM OUTRAS SITUAÇÕES DE SEU DIA-A-DIA? Professor: Incentive seus alunos a ler as palavras, valorizando sua experiência de vida e o conhecimento que possuem como falantes da língua. Sugira que se apoiem nos indícios que a imagem possa oferecer.

4 Antes de ler... VOCÊ JÁ REPAROU QUE AS IMAGENS, AS PALAVRAS E OS NÚMEROS FAZEM PARTE DE NOSSO DIA-A-DIA? OBSERVE O QUE A CAPA DA REVISTA CONTÉM. O QUE OS NÚMEROS E AS PALAVRAS INDICAM? Professor: Faça com os alunos um levantamento dos principais elementos da capa deste livro didático antes da observação da capa da revista: título, autor(es), editora (ou sua logomarca), ano a que se destina. Verifi quem se conhecem logomarcas, quais, etc. Texto 1 Professor: Neste momento não se espera que os alunos leiam as informações, mas apenas que localizem os elementos que compõem a capa da revista. EDITORA ABRIL Livro para análise do Professor. Venda proibida. Lendo e conversando 1 O QUE A FOTO DA CAPA DA REVISTA MOSTRA? Professor: Explore a imagem com seus alunos. Pergunte o que a menina está fazendo e onde a cena pode estar acontecendo. 2 NA CAPA DESSA REVISTA, O QUE VOCÊ CONSEGUE LER SOZINHO? Resposta pessoal. NOVA ESCOLA, SÃO PAULO, ABRIL, MAR nove 9

5 3 LOCALIZE O NOME DA REVISTA. EM LETRAS GRANDES E BRANCAS, ESTÁ ESCRITA A PALAVRA. MAS O NOME DA REVISTA É FORMADO DE DUAS PALAVRAS. DESCUBRA ONDE ESTÁ A OUTRA PALAVRA QUE FORMA O TÍTULO COMPLETO DA REVISTA. A palavra nova está dentro do e de escola. O nome completo é Nova Escola. 4 OBSERVE APENAS O QUE ESTÁ NO ALTO DA CAPA DA REVISTA: NAS CAPAS DE REVISTAS, APARECEM ALGUMAS INFORMAÇÕES: A DATA DA PUBLICAÇÃO; O NÚMERO DA REVISTA; O PREÇO; E, ALGUMAS VEZES, O ENDEREÇO DA REVISTA NA INTERNET. CONVERSE COM SEUS COLEGAS E, JUNTOS, TENTEM LOCALIZAR ESSAS INFORMAÇÕES. Professor: Incentive seus alunos a levantar hipóteses. Se conseguirem reconhecer as informações, pergunte o que os levou à resposta. Peça que identifi quem os símbolos usados para determinar a editora (árvore) e a responsável pela publicação (quadro-de-giz). Pensando sobre o texto Professor: É importante que, nesta fase, em que os alunos estão aprendendo a redigir respostas por escrito, elas sejam construídas coletivamente e registradas no quadro por você e, posteriormente, copiadas pela classe. Assim, todos podem participar das atividades, independentemente das hipóteses de leitura e escrita de cada um. 1 UMA REVISTA TRATA DE VÁRIOS ASSUNTOS. OS ASSUNTOS MAIS IMPORTANTES SÃO ANUNCIADOS NA CAPA. ESTA É UMA FORMA DE CHAMAR A ATENÇÃO DAS PESSOAS PARA QUE COMPREM A REVISTA. 10 dez

6 VEJA, NA CAPA DE REVISTA QUE ESTAMOS ESTUDANDO, QUAIS SÃO OS ASSUNTOS MAIS IMPORTANTES. ELES ESTÃO INDICADOS COM SETINHAS NA FIGURA ABAIXO. A) QUANTOS ASSUNTOS ESTÃO ANUNCIADOS? CONTE AS SETINHAS. Quatro assuntos. B) MESMO SEM LER, VOCÊ SABERIA DIZER QUAL DESSES ASSUNTOS É O QUE CHAMA MAIS A ATENÇÃO? O QUE ELE TEM DE MAIS CHAMATIVO? Professor: Pergunte aos alunos que chamada pode ser vista mais facilmente, qual é a maior e mais colorida. Peça que comparem as letras coloridas que formam a palavra com as que a menina está usando na foto. Se achar conveniente, associe o recurso das chamadas na capa da revista com as manchetes de jornais falados e escritos. Livro para análise do Professor. Venda proibida. 2 SEU PROFESSOR VAI LER DOIS VERBETES DE DICIONÁRIO. ACOMPANHE A LEITURA, PRESTANDO ATENÇÃO NO SIGNIFICADO DAS PALAVRAS: Professor: As abreviaturas não precisam ser consideradas no momento. Optamos por seguir o padrão do dicionário a fi m de que os alunos comecem a se familiarizar com essa linguagem. Leia os verbetes e converse sobre o que é um dicionário. Faça dele um material de consulta diária para que as crianças compreendam a fi nalidade de seu uso. ALFABETIZAÇÃO S. F. ATO OU EFEITO DE ALFABETIZAR. ALFABETIZAR V. T. ENSINAR A LER E ESCREVER. RUTH ROCHA. MINIDICIONÁRIO DA LÍNGUA PORTUGUESA. SÃO PAULO: SCIPIONE, AGORA OBSERVE A FOTO QUE APARECE NA CAPA DA REVISTA. VOCÊ ACHA QUE ESSA FOTO DÁ AO LEITOR UMA IDEIA DO QUE É ALFABETIZAÇÃO? Espera-se que os alunos percebam que a foto da menina com o jogo de letras faz referência à aprendizagem da leitura e da escrita. onze 11

7 Pensando sobre o gênero: texto de capa de revista 1 MARQUE A RESPOSTA CORRETA. A) NAS CAPAS DE REVISTA, AS IMAGENS SÃO: Professor: Informe aos alunos que imagem, neste contexto, são fotos, ilustrações, desenhos, pinturas, etc. X MUITO IMPORTANTES. POUCO IMPORTANTES. B) LENDO O TEXTO DA CAPA DA REVISTA, O LEITOR: X CONSEGUE SABER QUE ASSUNTOS SÃO TRATADOS NA REVISTA. NÃO CONSEGUE SABER QUE ASSUNTOS SÃO TRATADOS NA RE- VISTA. C) NA CAPA ESTUDADA, ACIMA DO TÍTULO NOVA ESCOLA ESTÁ ESCRITO: A REVISTA DE QUEM EDUCA. EDUCA QUER DIZER ENSINA. COM ESSA PISTA, VOCÊ SABE DIZER PARA QUEM ESSA REVISTA FOI FEITA? X PARA CRIANÇAS. PARA PROFESSORES. PARA MÉDICOS. 2 EM QUE LUGARES PODEM SER ENCONTRADAS REVISTAS COMO ESSA? Professor: Ajude os alunos a perceber que a imagem estabelece uma comunicação mais rápida que o texto escrito e que, no caso de revistas, é um recurso para atrair o leitor. Daí, sua importância. Espera-se que os alunos percebam que o público da revista são pessoas que trabalham com educação professores, coordenadores, outros profissionais de escolas e creches e pais. Em bancas de jornais e revistas, livrarias, escolas e residências. Professor: Comente como se dá a assinatura de uma revista ou jornal; verifique se algum aluno presencia o recebimento de revistas ou jornais por assinatura em sua residência e, se houver, aproveite os depoimentos. 3 PESQUISE EM CASA OU NA ESCOLA OUTRAS CAPAS DE REVISTAS, DE GIBIS OU DE LIVROS E TRAGA-AS PARA A CLASSE. A) COM SEUS COLEGAS, IDENTIFIQUE AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSAS CAPAS. B) OBSERVE AS IMAGENS DAS CAPAS QUE VOCÊ PESQUISOU. SÃO FOTOS OU SÃO ILUSTRAÇÕES? C) OLHANDO ESSAS CAPAS, VOCÊ TEM CURIOSIDADE DE SABER O QUE ESTÁ NAS PÁGINAS DE DENTRO? Professor: Aproveite para trabalhar com os alunos capas em diferentes suportes, chamando a atenção para as informações já apresentadas nesta seção (imagem, título, logomarca da casa publicadora, chamadas, etc.). Organize um varal ou outra forma de exposição do material pesquisado. 12 doze

VAMOS FALAR SOBRE LÍNGUA PORTUGUESA?... 8

VAMOS FALAR SOBRE LÍNGUA PORTUGUESA?... 8 Sumário 1 VAMOS FALAR SOBRE LÍNGUA PORTUGUESA?... 8 Para ler e conversar... 8 Texto 1 Problemas com o português, Mauricio de Sousa... 9 Pensando sobre o gênero: história em quadrinhos... 14 Língua: reflexão

Leia mais

O DIA, A NOITE E O TEMPO... 94 INVENÇÕES, SENTIDOS E MATERIAIS... 136 SUGESTÕES DE LEITURA E FONTES DE PESQUISA... 168 LIÇÕES COMPLEMENTARES...

O DIA, A NOITE E O TEMPO... 94 INVENÇÕES, SENTIDOS E MATERIAIS... 136 SUGESTÕES DE LEITURA E FONTES DE PESQUISA... 168 LIÇÕES COMPLEMENTARES... 3 O DIA, A NOITE E O TEMPO... 94 Módulo 9 Observando o dia e a noite...94 O que já sei......95 Atividade prática...95 Observando e descrevendo o céu...96 Com a palavra... Antônio Mário Magalhães, astrônomo...99

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 14, Toledo PR Fone: 77-810 PLANEJAMENTO ANUAL DE LINGUAGEM SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

Caderno de atividades

Caderno de atividades Caderno de atividades Cad Atividades_4 Ano.indd 1 23/05/2012 17:19:03 Olinda Evangelista Capítulo 1 A infância no Brasil Página 09 EU DESENHO NO MEU CADERNO A história da minha infância sob a forma de

Leia mais

3. Pesquise em livros ou internet, procurando identificar em mapas onde está localizado o estado de Goiás. CIÊNCIAS ATIVIDADE 1

3. Pesquise em livros ou internet, procurando identificar em mapas onde está localizado o estado de Goiás. CIÊNCIAS ATIVIDADE 1 02- Roteiro de tarefas semana de 01 a 12 de fevereiro COLÉGIO EXTERNATO SÃO JOSÉ Goiânia, de de 2016. Nome: nº: Turma: Professor (a): 4º Ano ROTEIRO DE TAREFAS SEMANA DE 01 A 12 DE FEVEREIRO ACESSO AO

Leia mais

COLÉGIO DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL FERNANDO DE ALMEIDA. Lista de trabalhos Terceiro Ano- 1 bimestre/ 2016

COLÉGIO DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL FERNANDO DE ALMEIDA. Lista de trabalhos Terceiro Ano- 1 bimestre/ 2016 Lista de trabalhos Terceiro Ano- 1 bimestre/ 2016 Trabalho de português 1) faca uma pesquisa e com desenhos monte um livrinho com um tema que você escolher: Exemplo: capa, paginas, figuras, falas...etc.

Leia mais

PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO

PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO CRECHE MUNICIPAL TERTULIANA MARIA DE ARRUDA SOUZA MÂE NHARA PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO CUIABÁ 2015 INTRODUÇÃO Partindo do pressuposto de que a creche é um espaço

Leia mais

Práticas de linguagem: textos e contextos da escrita na educação infantil

Práticas de linguagem: textos e contextos da escrita na educação infantil Práticas de linguagem: textos e contextos da escrita na educação infantil Profª. Ms. Maria Cecília Nobrega de Almeida Augusto 17 e 18/05/2011 Pensando a escrita para os pequenos e seus: Contextos Textos

Leia mais

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf Sobre Variação Linguística Você já conversou com uma pessoa simples, que vive na roça? Teve oportunidade de observar como essa pessoa fala? Leia o texto a seguir: Texto I Seu dotô me conhece? Patativa

Leia mais

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las.

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las. FICHA DA SEMANA 5º ANO A e B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 2.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 2.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA HISTÓRIA 2.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC

INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC 1º ANO A / ENS. FUNDAMENTAL sua fé. Não deixe de meditar sobre o significado dessa data na TÉCNICA DE REDAÇÃO: Oralização dos numerais / LÍNGUA PORTUGUESA: Exercitação da letra

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

APOSTILA DE CIÊNCIAS NATURAIS

APOSTILA DE CIÊNCIAS NATURAIS Escola Municipal APOSTILA DE CIÊNCIAS NATURAIS Nome Turma Professor (a) 1- Vamos ler a informação: A matéria forma tudo o que existe no mundo. Esta matéria pode ser transformada por uma força chamada energia.

Leia mais

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ Secretária Municipal de Educação Creche Municipal Josefa Catarina de Almeida Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE

Leia mais

UNIDADE: DATA: 28 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

UNIDADE: DATA: 28 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 28 / / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

LEITURA E ESCRITA FOTO NOME DESCRIÇÃO

LEITURA E ESCRITA FOTO NOME DESCRIÇÃO MATERIAL DE INTERVENÇÃO LEITURA E ESCRITA FOTO NOME DESCRIÇÃO 28,29 + IVA (23%) Loto Palavras e Animais Loto de 72 animais para trabalhar a associação de duas formas: imagem com imagem ou imagem com palavra.

Leia mais

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras)

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras) ABEU COLÉGIOS Disciplina: Língua Portuguesa Série: 1 ano / Fundamental I 1 Caderno 1 Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014 Símbolos e Mensagens - Diferenciação de letra, palavra e número - Placas

Leia mais

ATIVIDADE 02 O CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA: UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE

ATIVIDADE 02 O CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA: UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE ATIVIDADE 02 O CONJUNTO ARQUITETÔNICO DA PAMPULHA: UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE Antigamente, quando as pessoas viajavam, era comum elas enviarem um cartão com uma foto do lugar onde estavam para dar notícias

Leia mais

A escrita que faz a diferença

A escrita que faz a diferença A escrita que faz a diferença Inclua a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro em seu planejamento de ensino A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa do Ministério

Leia mais

Manual Geral de Aplicação Universal Entrada 2008

Manual Geral de Aplicação Universal Entrada 2008 Universal Entrada 2008 Programa Programa - Manual do Aplicador Teste Universal - 2008 Teste Cognitivo Leitura/Escrita e Matemática Caro alfabetizador(a): Se você está recebendo este material, é porque

Leia mais

Conteúdos: Língua, Linguagens e códigos Linguagem verbal e não verbal

Conteúdos: Língua, Linguagens e códigos Linguagem verbal e não verbal Conteúdos: Língua, Linguagens e códigos Linguagem verbal e não verbal Habilidades: Reconhecer a leitura de textos verbais e não verbais como possibilidade de acesso a diferentes informações Valorizar a

Leia mais

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro

Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Nome: Número: Data: / / 2011 Série: 5ª Turma: Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Inês Pinheiro Exercícios preparatórios com respostas para o exame de Língua Portuguesa Texto 01: Leia a tirinha a

Leia mais

4 o ANO CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL

4 o ANO CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 4 o ANO CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL Apresentação Caro(a) educando(a), Este material didático foi elaborado para contribuir com a sua aprendizagem. Nele você encontrará uma diversidade de textos e de atividades

Leia mais

UNIDADE DE ESTUDO 2ª ETAPA - 2016

UNIDADE DE ESTUDO 2ª ETAPA - 2016 OBJETIVOS GERAIS: UNIDADE DE ESTUDO 2ª ETAPA - 2016 Disciplina: Linguagem Oral e Escrita Professoras: Anália, Carla, Fabiana e Roberta Período: 2º Segmento: Educação Infantil Adquirir habilidades para

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS 1º PERÍODO 17 de setembro a 17 de dezembro 1ª INTERRUPÇÃO 18 de dezembro a 3 de janeiro 2º PERÍODO 04 de janeiro a 18 de março 2ª INTERRUPÇÃO

Leia mais

PROJETO DE APRENDIZAGEM

PROJETO DE APRENDIZAGEM PROJETO DE APRENDIZAGEM CENTRO DE ENSINO MÉDIO ANTÔNIO PÓVOA PROJETO DE APRENDIZAGEM ANO: 2016 SÉRIE: 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - TURMA: 01 PROFESSORAS ORIENTADORAS: Firminízia Alves e Graziela Rocha Assunto:

Leia mais

Modelo Entidade Relacionamento (MER) Professor : Esp. Hiarly Alves

Modelo Entidade Relacionamento (MER) Professor : Esp. Hiarly Alves Tópicos Apresentação Entidade, Atributo e Relacionamento Cardinalidade Representação simbólica Generalizações / Especializações Agregações Apresentação O Modelo Entidade-Relacionamento tem o objetivo de

Leia mais

BOM PRA CABEÇA PASSATEMPOS

BOM PRA CABEÇA PASSATEMPOS BOM PRA CABEÇA PASSATEMPOS 2 apresentação coquetel Galera Com o Programa Saúde na Escola, uma iniciativa do Governo Federal, os alunos da rede pública também estão aprendendo a melhorar os hábitos de alimentação

Leia mais

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ. O Colégio que ensina o aluno a estudar. ALUNO(A): TURMA: Língua Portuguesa.

COLÉGIO 7 DE SETEMBRO FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ. O Colégio que ensina o aluno a estudar. ALUNO(A): TURMA: Língua Portuguesa. FUNDADOR PROF. EDILSON BRASIL SOÁREZ 2011 O Colégio que ensina o aluno a estudar. APICE 2 o Ano Ensino Fundamental I ALUNO(A): TURMA: Língua Portuguesa [1 a ETAPA] Você está recebendo o APICE (Atividade

Leia mais

3ºAno. 1.3 HISTÓRIA E GEOGRAFIA 4º período 9 de dezembro de 2015

3ºAno. 1.3 HISTÓRIA E GEOGRAFIA 4º período 9 de dezembro de 2015 3ºAno 1.3 HISTÓRIA E GEOGRAFIA 4º período 9 de dezembro de 2015 Cuide da organização da sua prova. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais

TESTES SOCIOMÉTRICOS

TESTES SOCIOMÉTRICOS TESTES SOCIOMÉTRICOS Docente: Mestre Mª João Marques da Silva Picão Oliveira TESTES SOCIOMÉTRICOS * O Teste Sociométrico ajuda-nos a avaliar o grau de integração duma criança/jovem no grupo; a descobrir

Leia mais

GEOMETRIA. sólidos geométricos, regiões planas e contornos PRISMAS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS REGIÕES PLANAS CONTORNOS

GEOMETRIA. sólidos geométricos, regiões planas e contornos PRISMAS SÓLIDOS GEOMÉTRICOS REGIÕES PLANAS CONTORNOS PRISMAS Os prismas são sólidos geométricos muito utilizados na construção civil e indústria. PRISMAS base Os poliedros representados a seguir são denominados prismas. face lateral base Nesses prismas,

Leia mais

ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS PARA ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM

ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS PARA ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM ESTRATÉGIAS PEDAGÓGICAS PARA ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM MARA LÚCIA REIS MONTEIRO DA CRUZ mara.mcz@gmail.com INSTITUTO DE APLICAÇÃO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA (CAP-UERJ) 1 INTRODUÇÃO Alunos

Leia mais

Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa

Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa 1 Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa O primeiro passo é criar um login de acesso que será com um e-mail e uma senha única para o grupo. Ao entrar no ambiente de Inscrição e selecionar

Leia mais

Atividade de Estudo Ciências. 1- Complete as frases com as palavras do quadro e faça o que se pede. plantas ar solo animais água

Atividade de Estudo Ciências. 1- Complete as frases com as palavras do quadro e faça o que se pede. plantas ar solo animais água Atividade de Estudo Ciências 2º ano Nome: 1- Complete as frases com as palavras do quadro e faça o que se pede. plantas ar solo animais água Os seres vivos precisam de,, e para viver. É no solo que crescem

Leia mais

Compreendendo a notícia e a reportagem

Compreendendo a notícia e a reportagem A leitura, para ser considerada como tal, precisa ser compreendida. Não basta decodificar as palavras sem entender o que elas querem dizer. Para existir compreensão de um texto no seu todo, é preciso que

Leia mais

ESCOLA NOME PROFESSOR (A) Ideia Criativa OLIMPÍADAS 2016

ESCOLA NOME PROFESSOR (A) Ideia Criativa OLIMPÍADAS 2016 E D O N R E D A S C E D A D I V I AT ESCOLA NOME PROFESSOR (A) OLIMPÍADAS 2016 VAMOS COLORIR A LOGOMARCA DAS OLIMPÍADAS DO RIO EM 2016? O LOGO TRANSMITE A IDEIA DE 3 PESSOAS SE ABRAÇANDO E FORMANDO O PÃO

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. O tema: Construindo uma história de igualdade e oportunidades para todos! APAE BRASIL: 60 anos fazendo inclusão.

DATAS COMEMORATIVAS. O tema: Construindo uma história de igualdade e oportunidades para todos! APAE BRASIL: 60 anos fazendo inclusão. DATAS COMEMORATIVAS A equipe do CRAS promoveu na Semana do Excepcional (26/08/14) uma tarde bem festiva e animada a todos os alunos e funcionários da APAE. Com muita alegria participaram juntamente com

Leia mais

Biblioteca Escolar: estratégias para torná-la mais atraente

Biblioteca Escolar: estratégias para torná-la mais atraente Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Biblioteca Escolar: estratégias para torná-la mais atraente Maria do Carmo Sá Barreto Ferreira (UEFS) - carmo@uefs.br Isabel Cristina Nascimento Santana (UEFS) - icns@uefs.br

Leia mais

Considerando que trouxe (1ª quadro) é um VTD, destaque e classifique o complemento desse verbo:. b)

Considerando que trouxe (1ª quadro) é um VTD, destaque e classifique o complemento desse verbo:. b) ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - PORTUGUÊS PROFESSOR: Renan Andrade TURMA: 7 ano Vespertino REVISÃO 1) Leia os fragmentos abaixos, alguns extraídos da crônica em estudo, e classifique os verbos quanto

Leia mais

Livros de leitura orientada BE do Fujacal

Livros de leitura orientada BE do Fujacal Nº Capa TÍTULO AUTOR Exempl. Observações 1. O Gato dos Bigodes Soledade Martinho Costa Narrativa em verso ilustrada. 2. Uma Vaca de Estimação Luísa Ducla Soares Narrativa em prosa, com ilustrações 3. Uma

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia UNIVERSOS GEOGRAFIA Por que escolher a coleção Universos Geografia 1 Pensada a partir do conceito SM Educação Integrada, oferece ao professor e ao aluno recursos integrados que contribuem para um processo

Leia mais

Disciplina: Português Data da realização: 30/09/2013

Disciplina: Português Data da realização: 30/09/2013 FICHA DA SEMANA 5º ANO A e B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Perfil Sociolinguístico Questionário para pais e mães:

Perfil Sociolinguístico Questionário para pais e mães: Perfil Sociolinguístico Questionário para pais e mães: Esse questionário é parte de uma pesquisa de pós-graduação, e seu preenchimento é voluntário e anônimo. Os dados nele obtidos serão tratados apenas

Leia mais

Tutorial do aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Rede e-tec Brasil

Tutorial do aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Rede e-tec Brasil Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará Tutorial do aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Rede e-tec Brasil 2015 I F P A 1 0 5 a n o s SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 1 CALENDÁRIO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia Série: 2ª

Leia mais

Normas para Apresentação de Trabalhos Ensino Médio (normas simplificadas adaptadas da ABNT)

Normas para Apresentação de Trabalhos Ensino Médio (normas simplificadas adaptadas da ABNT) Normas para Apresentação de Trabalhos Ensino Médio (normas simplificadas adaptadas da ABNT) Todo trabalho escolar, acadêmico e cientifico necessita de padronização na sua forma de apresentação, para transmitir

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Maceió, 18 de março de 2016. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Já iniciamos os projetos pedagógicos do 1 trimestre letivo. As turmas de Jardim I estão desenvolvendo os

Leia mais

PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA

PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA EJA Ensino Fundamental 2º Segmento GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PLANO DE AULA/ROTINA DIÁRIA Fase/Ano: 4ª Fase 6º e 7º Ano Ano Letivo: 2014 Componente Curricular: Geografia Professores do Estúdio: Jefferson

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO Planificação Anual 2011/2012 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PORTUGUÊS 10º ANO Manual adotado: Página Seguinte - Texto Editora

Leia mais

Google compra empresa de segurança VirusTotal

Google compra empresa de segurança VirusTotal Google compra empresa de segurança VirusTotal A Google confirmou neste sábado (8) a aquisição da empresa VirusTotal, uma companhia ainda em fase inicial de trabalhos e com pouca experiência de mercado.

Leia mais

Unidade 1: O Computador

Unidade 1: O Computador Unidade : O Computador.3 Arquitetura básica de um computador O computador é uma máquina que processa informações. É formado por um conjunto de componentes físicos (dispositivos mecânicos, magnéticos, elétricos

Leia mais

Atividades práticas-pedagógicas desenvolvidas em espaços não formais como parte do currículo da escola formal

Atividades práticas-pedagógicas desenvolvidas em espaços não formais como parte do currículo da escola formal Atividades práticas-pedagógicas desenvolvidas em espaços não formais como parte do currículo da escola formal Linha de Pesquisa: LINHA DE PESQUISA E DE INTERVENÇÃO METODOLOGIAS DA APRENDIZAGEM E PRÁTICAS

Leia mais

ANEXO III. Roteiro para Apresentação de Projetos do Tipo C R$ 50.001,00 a R$ 100.000,00

ANEXO III. Roteiro para Apresentação de Projetos do Tipo C R$ 50.001,00 a R$ 100.000,00 ANEXO III Roteiro para Apresentação de Projetos do Tipo C R$ 50.001,00 a R$ 100.000,00 1. Apresentação Geral: 1. Nome do projeto 2. Linha(s) Temática(s) 2. Localidade e município 3. Instituição Proponente

Leia mais

PARALISIA CEREBRAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ACERCA DA INCLUSÃO ESCOLAR

PARALISIA CEREBRAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ACERCA DA INCLUSÃO ESCOLAR EDUCAÇÃO FÍSICA E PARALISIA CEREBRAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ACERCA DA INCLUSÃO ESCOLAR Gabrielle Cristina Sanchez Adriana Garcia Gonçalves São Carlos - UFSCar Eixo Temático: 9 Pesquisa e Inovação Metodológica

Leia mais

MATÉRIA TÉCNICA APTTA BRASIL SENSORES MAGNETO-RESTRITIVOS UM CRUZAMENTO DE DOIS TIPOS DE SENSORES CONHECIDOS.

MATÉRIA TÉCNICA APTTA BRASIL SENSORES MAGNETO-RESTRITIVOS UM CRUZAMENTO DE DOIS TIPOS DE SENSORES CONHECIDOS. MATÉRIA TÉCNICA APTTA BRASIL SENSORES MAGNETO-RESTRITIVOS UM CRUZAMENTO DE DOIS TIPOS DE SENSORES CONHECIDOS. Figura 1: Aqui uma vista dos sensores do eixo comando de válvulas de um NISSAN Máxima 2012.

Leia mais

Meninos e Meninas Brincando

Meninos e Meninas Brincando Meninos e Meninas Brincando J. C. Ryle "As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão." (Zc.8:5) Queridas crianças, o texto acima fala de coisas que acontecerão. Deus está nos

Leia mais

Especificar. Simplificando o extraordinário. Como jogar

Especificar. Simplificando o extraordinário. Como jogar PENSE ANTES DE IMPRIMIR Especificar Como jogar O jogo Especificar ajuda os alunos a formular e fazer perguntas sobre diversos assuntos. Também promove o pensamento analítico dos alunos da pré-escola. O

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

Promoção Comunicação

Promoção Comunicação Promoção Comunicação 1 Propaganda, Promoção de Vendas e Publicidade 2 3 Mix de Comunicação de Marketing ou Mix de Promoção Consiste em uma composição de instrumentos de comunicação como propaganda, venda

Leia mais

Queridos(as) alunos(as),

Queridos(as) alunos(as), Nome: Professora: 2º Ano: 2015 Queridos(as) alunos(as), Na nossa última semana de aula, assistimos ao filme UP! Altas Aventuras. Você deve ter gostado muito, não é? No filme, vimos que o Russel, que é

Leia mais

UM JOGO BINOMIAL 1. INTRODUÇÃO

UM JOGO BINOMIAL 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO UM JOGO BINOMIAL São muitos os casos de aplicação, no cotidiano de cada um de nós, dos conceitos de probabilidade. Afinal, o mundo é probabilístico, não determinístico; a natureza acontece

Leia mais

RELATÓRIO SIMPLIFICADO FINAL PSICOLOGIA GENÉTICA DE JEAN PIAGET 2ª UNIDADE. Instrução Geral ao Relatório:

RELATÓRIO SIMPLIFICADO FINAL PSICOLOGIA GENÉTICA DE JEAN PIAGET 2ª UNIDADE. Instrução Geral ao Relatório: 1 RELATÓRIO SIMPLIFICADO FINAL PSICOLOGIA GENÉTICA DE JEAN PIAGET 2ª UNIDADE Prof. Dr. Alexsandro Medeiros do Nascimento Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva Departamento de Psicologia - UFPE Instrução

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 002/2013 - OFICINAS E PALESTRAS PARA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E SERVIÇOS DE ACESSIBILIDADE O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO NO ESTADO DE SÃO PAULO

Leia mais

INSTRUMENTO PARA AVALIAÇÃO FUNCIONAL VISUAL E AUDITIVA

INSTRUMENTO PARA AVALIAÇÃO FUNCIONAL VISUAL E AUDITIVA INSTRUMENTO PARA AVALIAÇÃO FUNCIONAL VISUAL E AUDITIVA Este projeto é em parte assistido pelo Programa Hilton Perkins da Escola Perkins para cegos, WATERTOWN, MASS.U.S.A. O Programa Hilton Perkins é subvencionado

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professora: Série: 1ª Data: / / LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 1ª SÉRIE Texto 1: (As Brumas de Avalon Marion Zimmer Bradley,

Leia mais

CAPÍTULO I - DO CONCURSO

CAPÍTULO I - DO CONCURSO Regulamento CAPÍTULO I - DO CONCURSO Art. 1 o O Concurso de Dissertação de Mestrado, Monografia de Pós-Graduação, Monografia de Graduação, Trabalho de Iniciação Científica e Artigo é uma iniciativa da

Leia mais

A primeira coisa ao ensinar o teorema de Pitágoras é estudar o triângulo retângulo e suas partes. Desta forma:

A primeira coisa ao ensinar o teorema de Pitágoras é estudar o triângulo retângulo e suas partes. Desta forma: As atividades propostas nas aulas a seguir visam proporcionar ao aluno condições de compreender de forma prática o teorema de Pitágoras em sua estrutura geométrica, através do uso de quadrados proporcionais

Leia mais

O INCENTIVO À LEITURA EM DIVERSOS NÍVEIS E FORMAS

O INCENTIVO À LEITURA EM DIVERSOS NÍVEIS E FORMAS 1 O INCENTIVO À LEITURA EM DIVERSOS NÍVEIS E FORMAS ANTENORE, Celeste 1 FARIA, Robson Ricardo Dal Santo 2 ARAÚJO, Isabela 3 INTRODUÇÃO No ano de 2014, o projeto do curso de Licenciatura em Letras, que

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) NOME DO LIVRO: O MENINO QUE APRENDEU A VER

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) NOME DO LIVRO: O MENINO QUE APRENDEU A VER PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): JANETE FASSINI ALVES NOME DO LIVRO: O MENINO QUE APRENDEU A VER AUTOR: RUTH ROCHA Competências Objetivo Geral Objetivos específicos Estratégias em Língua Portuguesa

Leia mais

COLECÇÃO DE HABILIDADES PARA A VIDA REGRAS DE TRANSITO .Â. Telésfero Nhapulo

COLECÇÃO DE HABILIDADES PARA A VIDA REGRAS DE TRANSITO .Â. Telésfero Nhapulo COLECÇÃO DE HABILIDADES PARA A VIDA REGRAS DE.Â. TRANSITO Telésfero Nhapulo Telésfero Nhapulo Colecção de Habilidades para a Vida REGRAS DE TRÂNSITO Livro adoptado pelo Ministério da Educação e Cultura

Leia mais

NYSITELL Folheto Informativo para os Pais

NYSITELL Folheto Informativo para os Pais NYSITELL Folheto Informativo para os Pais Bem-vindo à Rede Pública de ensino do Estado de Nova York! A missão do Departamento Estadual de Educação deste estado (NYSED) Escritório de Educação Bilíngüe e

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ALFABETIZAÇÃO EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ELABORADO PELA ASSESSORA TANIJA MARA RIBEIRO - PARCERIA INSTITUTO IBEAC - 2014

SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ALFABETIZAÇÃO EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ELABORADO PELA ASSESSORA TANIJA MARA RIBEIRO - PARCERIA INSTITUTO IBEAC - 2014 SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ALFABETIZAÇÃO EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ELABORADO PELA ASSESSORA TANIJA MARA RIBEIRO - PARCERIA INSTITUTO IBEAC - 2014 O USOS DAS SINALIZAÇÕES NO COTIDIANO JUNTO COM SEUS COLEGAS

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça S.P. Área de conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

TERÇA FEIRA (03) QUINTA FEIRA (05) Ciências (2): Dia das Mães (Confecção das lembrancinhas). Matemática (2): Trabalhar o Primeiro e o Último.

TERÇA FEIRA (03) QUINTA FEIRA (05) Ciências (2): Dia das Mães (Confecção das lembrancinhas). Matemática (2): Trabalhar o Primeiro e o Último. PLANO SEMANAL DE 02 A 06 DE MAIO PRÉ-ESCOLA I Arte: Pintura Livre Dia do Trabalhador. Português (2): Coordenação motora (Nome Próprio). Matemática (2): Primeiro e Último (Livro de Matemática). Ciências:

Leia mais

Dislexia: dificuldades, características e diagnóstico

Dislexia: dificuldades, características e diagnóstico Dislexia: dificuldades, características e diagnóstico Célia Regina Rodrigues 1, Cristina Magalhães 1, Edna Rodrigues 1, Flávia Sousa Pereira 1, Maria das Graças Andrade 1, Solange Silva 1, Olavo Egídio

Leia mais

PIC. Componentes da PIC 1. o bimestre. Produção Integrada ao Conteúdo

PIC. Componentes da PIC 1. o bimestre. Produção Integrada ao Conteúdo PIC Produção Integrada ao Conteúdo 6. o ano Ensino Fundamental Componentes da PIC 1. o bimestre Arte Ciências Geografia História A nota de PIC é a média entre a nota de tarefa (avaliação do conjunto de

Leia mais

Treinamento sobre Progress Report.

Treinamento sobre Progress Report. Treinamento sobre Progress Report. Objetivo O foco aqui é trabalhar o desenvolvimento pessoal de cada aluno. O instrutor irá analisar cada um e pensar em suas dificuldades e barreiras de aprendizado e,

Leia mais

ORIENTAÇÕES TRABALHO EM EQUIPE. Trabalho em Equipe. Negociação

ORIENTAÇÕES TRABALHO EM EQUIPE. Trabalho em Equipe. Negociação 2015 Trabalho em Equipe Negociação Caros alunos, A seguir colocamos as orientações para a realização do trabalho em equipe. Trabalho em Equipe O trabalho em equipe é uma atividade que deverá ser desenvolvida

Leia mais

Sala de Jogos da matemática à interdisciplinaridade

Sala de Jogos da matemática à interdisciplinaridade Sala de Jogos da matemática à interdisciplinaridade Orientadora: Eliane Lopes Werneck de Andrade Matrícula SIAPE: 1697146 Orientada: Vitória Mota Araújo Matrícula UFF: 000105/06 Palavras-chave: Interdisciplinaridade,

Leia mais

FIGURAS DE SINTAXE. h) i)

FIGURAS DE SINTAXE. h) i) FIGURAS DE SINTAXE 1. Identifique, nas frases e nos anúncios seguintes, as figuras de sintaxe. Atenção: há frases em que ocorrem duas figuras. a) Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, Muda-se o ser,

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL AMBIENTAL - EXERCÍCIO COMENTADO Prof Alan

BALANÇO PATRIMONIAL AMBIENTAL - EXERCÍCIO COMENTADO Prof Alan FACULDADE EVANGÉLICA CIÊNCIAS CONTÁBEIS DISCIPLINA: CONTABILIDADE AMBIENTAL E SOCIAL TURMA: 3º, 4º e 5º PERÍODOS BALANÇO PATRIMONIAL AMBIENTAL - EXERCÍCIO COMENTADO Prof Alan Considere os fatos contábeis

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº Ano Data: Professor: Gabriela/ Fernanda Nota: (valor 1,0) 3 o.bimestre Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos

Leia mais

Deutsch für die Schule. Aprender alemão no ano antes da entrada no jardim de infância. Informações para pais

Deutsch für die Schule. Aprender alemão no ano antes da entrada no jardim de infância. Informações para pais Deutsch für die Schule Aprender alemão no ano antes da entrada no jardim de infância Informações para pais Janeiro de 2016 Quando uma criança com cinco anos inicia o jardim de infância (Kindergarten),

Leia mais

Guia de Referência OPEN PROJECT Treinamento Essencial

Guia de Referência OPEN PROJECT Treinamento Essencial Guia de Referência OPEN PROJECT Treinamento Essencial Eng. Paulo José De Fazzio Junior NOME As marcas citadas são de seus respectivos proprietários. Sumário Conceitos do OpenProj... 3 Iniciando um projeto...

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA UNIDADE PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA 1. ano - 1. volume UNIDADE 1 Símbolos Letras do alfabeto UNIDADE 2 Alfabeto (vogais e consoantes) Crachá Letras do próprio nome, do nome do professor e dos colegas

Leia mais

CATÁLOGO 2005. M.Montessori

CATÁLOGO 2005. M.Montessori CATÁLOGO 2005 M.Montessori Validade 31/07/2005 Manuais Didáticos Desenvolvimento Social / Vida Prática Educação dos Sentidos / Sensorial Desenvolvimento da Linguagem 1 Desenvolvimento da Linguagem 2 Desenvolvimento

Leia mais

CAPÍTULO I DO OBJETIVO CAPÍTULO II DA SOLENIDADE SIMBÓLICA DE ENCERRAMENTO DE CURSO

CAPÍTULO I DO OBJETIVO CAPÍTULO II DA SOLENIDADE SIMBÓLICA DE ENCERRAMENTO DE CURSO REGULAMENTO PARA A ENTREGA DOS CERTIFICADOS DE CONCLUSÃO DOS CURSOS PROEJA, PROEJA FIC, FIC, MULHERES MIL, TÉCNICOS INTEGRADOS, CONCOMITANTE e SUBSEQUENTES (PRESENCIAIS, EAD, PRONATEC) DO CÂMPUS BARBACENA

Leia mais

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista

Sinais da. Boa Nutrição. Alice Silveira Granado. CRN 3 : 17638 Nutricionista ç Sinais da ç Boa Nutrição Alice Silveira Granado CRN 3 : 17638 Nutricionista Crescimento Adequado Funcionamento Regular do Intestino Dentes Fortes e Saudáveis Bom Apetite Boa Imunidade Peso Adequado Pele

Leia mais

Autoria: Fernanda Maria Villela Reis Orientadora: Tereza G. Kirner Coordenador do Projeto: Claudio Kirner. Projeto AIPRA (Processo CNPq 559912/2010-2)

Autoria: Fernanda Maria Villela Reis Orientadora: Tereza G. Kirner Coordenador do Projeto: Claudio Kirner. Projeto AIPRA (Processo CNPq 559912/2010-2) Autoria: Fernanda Maria Villela Reis Orientadora: Tereza G. Kirner Coordenador do Projeto: Claudio Kirner 1 ÍNDICE Uma palavra inicial... 2 Instruções iniciais... 3 Retângulo... 5 Quadrado... 6 Triângulo...

Leia mais

REPRESENTAÇÃO/INVENÇÃO

REPRESENTAÇÃO/INVENÇÃO REPRESENTAÇÃO/INVENÇÃO Vanessa Pincerato Fernandes 1 Dolores Scarparo 2 RESUMO Este trabalho analisa dois textos, do discurso literário, produzidos por alunos de Ensino Fundamental. Esta análise compreende

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão

Mostra de Projetos 2011. Capoeira - menino Pé no Chão Mostra Local de: Dois Vizinhos Mostra de Projetos 2011 Capoeira - menino Pé no Chão Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Associação Casa

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO CULTURA NA ESCOLA

EDITAL SELEÇÃO DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO CULTURA NA ESCOLA EDITAL SELEÇÃO DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO CULTURA NA ESCOLA A FUNDAÇÃO ANDRÉ E LUCIA MAGGI - FALM, por meio do projeto Cultura na Escola, deseja possibilitar aos alunos das

Leia mais

Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO. Versículos para decorar:

Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO. Versículos para decorar: Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: 1- Deus criou os céus e a terra. Gênesis 1:1 A CRIAÇÃO DO MUNDO Versículos para decorar: 2 Pois, por meio dele, Deus criou tudo, no céu

Leia mais

Bombons a Granel. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir e mostrar aplicações do produto de matrizes.

Bombons a Granel. Série Matemática na Escola. Objetivos 1. Introduzir e mostrar aplicações do produto de matrizes. Bombons a Granel Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir e mostrar aplicações do produto de matrizes. Bombons a granel Série Matemática na Escola Conteúdos Produto de matrizes. Duração Aprox.

Leia mais

O USO DE FONTES HISTÓRICAS NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1

O USO DE FONTES HISTÓRICAS NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 O USO DE FONTES HISTÓRICAS NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 Susana Barbosa Ribeiro Bernardo (Mestrado em História Social, UEL) e Cristiano Biazzo Simon(UEL) 2 Palavras chaves: fontes históricas,

Leia mais

www.interaulaclube.com.br

www.interaulaclube.com.br A UU L AL A O mar Observe atentamente a figura abaixo. Uma olhada mais despreocupada para o desenho pode dar a impressão de que estamos diante de uma região desértica na superfície da Terra. Mas, prestando

Leia mais