Caderno de atividades

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Caderno de atividades"

Transcrição

1 Caderno de atividades Cad Atividades_4 Ano.indd 1 23/05/ :19:03

2 Olinda Evangelista Capítulo 1 A infância no Brasil Página 09 EU DESENHO NO MEU CADERNO A história da minha infância sob a forma de história em quadrinhos. Minha primeira infância. 2 Cad Atividades_4 Ano.indd 2 18/05/ :32:41

3 Minha segunda infância. 3 Cad Atividades_4 Ano.indd 3 18/05/ :32:42

4 Minha terceira infância. 4 Cad Atividades_4 Ano.indd 4 18/05/ :32:42

5 Página 12 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Informações importantes do texto sobre a infância brasileira. a) As datas e os acontecimentos: b) Situação da infância brasileira: em geral; dos afrodescendentes. 2. Signifi cado do registro civil de nascimento das crianças: para que serve; leis que garantem às crianças o registro civil. Página 14 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Denominações de crianças brasileiras, segundo o texto: a) na cidade. 5 Cad Atividades_4 Ano.indd 5 18/05/ :32:42

6 b) no meio rural. 2. O signifi cado de pagãos-civis. 3. Para o professor Cristovam Buarque, a sociedade brasileira criou palavras que distinguem cada criança. Concordo com essa ideia, porque... Não concordo com essa ideia, porque... Página 15 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO O poeta Manuel Bandeira escreveu Meninos Carvoeiros em À moda do poeta, vou escrever uma poesia, contando sobre um tipo de criança brasileira. 6 Cad Atividades_4 Ano.indd 6 18/05/ :32:43

7 Página 18 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Em que ano foi feito o documento. Quem assina o documento. Que tipo de documento é. 2. Análise do documento: Qual o tema principal do documento. Qual a fi nalidade do documento. 3. Interpretação do documento: Minha opinião sobre a importância desse documento. Página 19 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Em que ano foi feito o documento. Quem assina o documento. 7 Cad Atividades_4 Ano.indd 7 18/05/ :32:43

8 Que tipo de documento é. 2. Análise do documento: Qual o tema principal do documento. Qual a fi nalidade do documento. 3. Interpretação do documento: Minha opinião sobre a importância desse documento. Página 20 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Ano em que o viajante inglês Edgecumbe esteve no Brasil. 2. Impressão que ele teve das crianças brasileiras. 3. Minha opinião sobre o que o viajante escreveu sobre as crianças brasileiras. 8 Cad Atividades_4 Ano.indd 8 18/05/ :32:44

9 Página 21 EU CONTO NO MEU CADERNO Fazer uma reportagem sobre os bebês da minha localidade. 9 Cad Atividades_4 Ano.indd 9 18/05/ :32:44

10 Página 23 EU CONTO NO MEU CADERNO Como vejo as crianças brasileiras. 10 Cad Atividades_4 Ano.indd 10 18/05/ :32:44

11 Página 25 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Em que ano foi feito o documento. Quem assina o documento. Que tipo de documento é. Onde foi feito o documento. 2. Análise do documento: Que nome o autor dá ao Brasil. Como o autor descreve a existência de uma criança. 3. Interpretação do documento: Minha opinião sobre a importância do documento. Página 26 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. O signifi cado de afro-brasileiro. 2. Para nascer, é preciso duas origens. 3. As origens da personagem da história do texto. 11 Cad Atividades_4 Ano.indd 11 18/05/ :32:45

12 Página 27 EU CONTO NO MEU CADERNO O signifi cado de crianças imigrantes. Página 28 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Onde vivem as crianças brasileiras. 2. Quem eram os seus antepassados. Página 29 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Pesquisar e registrar um exemplo sobre como vivem as crianças dos povos da fl oresta. 12 Cad Atividades_4 Ano.indd 12 18/05/ :32:45

13 Página 30 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Meu desenho das crianças do Pantanal. 13 Cad Atividades_4 Ano.indd 13 18/05/ :32:45

14 Página 31 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Como a reportagem do jornal Diário de Natal mostrou as ideias das crianças. 2. Pesquisar uma notícia sobre o cotidiano de crianças na minha cidade e registrar. 14 Cad Atividades_4 Ano.indd 14 18/05/ :32:46

15 Página 32 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. A função do educandário citado no texto. 2. Como as crianças viviam no educandário. 3. O que se exigia das crianças no educandário. Página 33 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Semelhanças e diferenças entre como eu brinco e como as crianças do texto brincam. 15 Cad Atividades_4 Ano.indd 15 18/05/ :32:46

16 Página 34 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Leitura do documento. 2. Identifi cação das fotografi as: Ano em que foram tiradas quem tirou o que mostra cada uma delas descrição dos personagens que aparecem em cada uma. 3. Escrever uma história baseada nas fotografi as. 16 Cad Atividades_4 Ano.indd 16 18/05/ :32:47

17 Capítulo 2 A infância e o mundo do trabalho no Brasil Olinda Evangelista Página 38 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. Minha defi nição de trabalho infantil. 2. Um exemplo de trabalho informal. Página 39 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. As principais características do trabalho infantil no Brasil. 2. Motivos da existência do trabalho infantil no Brasil. Página 40 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Leis que protegem contra o trablho infantil. 2. Ações que existem em minha localidade contra o trabalho infantil. 17 Cad Atividades_4 Ano.indd 17 18/05/ :32:49

18 Página 42 EU EXPLICO NO MEU CADERNO Opinião sobre o trabalho infantil, a partir dos depoimentos de crianças: 18 Cad Atividades_4 Ano.indd 18 18/05/ :32:49

19 Página 43 EU CONTO NO MEU CADERNO Como as crianças começaram a ser trabalhadoras domésticas no Brasil. Página 45 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Relação da canção com o signifi cado do trabalho infantil. 2. Minha opinião sobre a escolha dessa canção. Página 46 EU EXPLICO NO MEU CADERNO Situação do trabalho infantil no Brasil: no passado; no presente. 19 Cad Atividades_4 Ano.indd 19 18/05/ :32:49

20 Página 47 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO O signifi cado do alerta contra o trabalho infantil doméstico no Brasil. Página 49 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Entrevistar uma pessoa que atua no trabalho doméstico e perguntar: Como começou a trabalhar. Por que teve que escolher esse trabalho. Quais as atividades que faz. Página 51 EU CONTO NO MEU CADERNO Uma história do pequeno jornaleiro no passado e no presente. 20 Cad Atividades_4 Ano.indd 20 18/05/ :32:50

21 Capítulo 3 A participação da infância na vida brasileira Olinda Evangelista Página 54 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO As crianças e a cidadania na minha localidade: pontos positivos; o que precisa melhorar. Lembrete Entrevistar e registrar depoimentos de: 1. Duas crianças mais novas do que eu. 2. Duas crianças mais velhas do que eu. 3. Um adulto. 21 Cad Atividades_4 Ano.indd 21 18/05/ :32:55

22 Página 56 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. A função do Presidente da República do Brasil. 2. O que fazem os deputados federais, estaduais e os senadores. 3. O que fazem os governadores. Lembrete Completar com uma notícia sobre o atual Presidente da República e o atual governador do meu estado. 22 Cad Atividades_4 Ano.indd 22 18/05/ :32:56

23 Página 57 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. O que é participação política. 2. Algumas formas de participação política. 3. A importância da participação política das crianças. Página 58 EU CONTO NO MEU CADERNO Participação dos alunos na minha escola no passado e no presente: formas de participação, direitos e deveres. 23 Cad Atividades_4 Ano.indd 23 18/05/ :32:56

24 Página 60 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Tipo de documento. Data, quem assina. Assunto. 2. Análise do documento: A quem se destina. Finalidade. Importância. 3. Explicação sobre o documento: Aspecto curioso do documento. Exemplos de fi nalidades educacionais, culturais, cívicas, esportivas e sociais. 24 Cad Atividades_4 Ano.indd 24 18/05/ :32:56

25 Página 61 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Um exemplo de participação de estudantes em minha localidade. Página 62 EU CONTO NO MEU CADERNO Quem são os vereadores e como funciona a câmara do meu município. Página 63 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Entrevistar um adulto do sexo feminino sobre seu tempo de criança e perguntar: 1. Que doenças afetavam a vida das crianças? 2. Como era a situação do trabalho infantil naquela época? 3. Como era a vida escolar das crianças? 4. O que você pensa sobre esses temas na atualidade. 25 Cad Atividades_4 Ano.indd 25 18/05/ :32:57

26 Página 64 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. Problemas das crianças no passado. 2. Problemas do passado que continuam atualmente. 3. Problemas que surgiram atualmente. Página 65 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Principal acontecimento registrado pelo viajante inglês Robert Walsh. 2. Lugar e ano do acontecimento. 3. Problema enfrentado pelas crianças que foi registrado pelo viajante. 26 Cad Atividades_4 Ano.indd 26 18/05/ :32:57

27 Página 66 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Entrevista com 10 crianças de 7 a 12 anos de minha escola sobre os principais problemas do mundo de hoje. 27 Cad Atividades_4 Ano.indd 27 18/05/ :32:57

28 Página 67 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Tipo de documento. Acontecimento relatado no documento. Ano do documento. 2. Análise do documento: Personagens que aparecem no documento. Como os personagens aparecem no documento. 3. Explicação sobre o documento: Problema enfrentado pelas crianças do documento. Signifi cado do documento para minha história. 28 Cad Atividades_4 Ano.indd 28 18/05/ :32:58

29 Capítulo 4 A infância e a cultura no Brasil Olinda Evangelista Página 70 EU EXPLICO NO MEU CADERNO Como devem ser os livros de literatura para crianças. Página 71 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Lista de meus livros preferidos da literatura infantil de autores brasileiros. Página 72 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. O que é escrever um livro para crianças segundo a autora. 2. O signifi cado do livro e da literatura para a autora. 29 Cad Atividades_4 Ano.indd 29 18/05/ :32:59

30 Página 73 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. O que é preciso para ser um escritor de livros para crianças. 2. Minha opinião sobre o tema. Página 75 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. O que o escritor Ziraldo pensa sobre dar livro como presente para as crianças. 2. O livro inesquecível do pai de Ziraldo. 3. Escritor do qual Ziraldo se considerou amigo e onde ele conheceu esse escritor. 4. Como eu escreveria um texto com o título Meu amigo mais antigo. Página 76 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. O que mais gostei na biografi a do escritor Ziraldo. 2. A biografi a de um autor que eu conheço. 30 Cad Atividades_4 Ano.indd 30 18/05/ :33:00

31 Página 78 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Como uma lenda pode ser um documento histórico. 2. Signifi cado do saci na lenda indígena. 3. Outros signifi cados. Página 79 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. Tipos de fi lmes para crianças. 2. Características dos fi lmes para crianças. Página 80 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. Nome de fi lmes brasileiros feitas para crianças. 2. Nomes de fi lmes que não são brasileiros, feitos para crianças. 31 Cad Atividades_4 Ano.indd 31 18/05/ :33:00

32 Página 82 EU CONTO NO MEU CADERNO Uma história das minhas raridades. 32 Cad Atividades_4 Ano.indd 32 18/05/ :33:01

33 Página 84 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Tipo de documento, ano em que foi feito, quem fez, onde. 2. Análise do documento: Tema tratado no documento, personagens, questões principais. 3. Interpretação do documento: Relação com a história atual do Brasil. Página 86 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. O que signifi cou para Eunice Baía ser personagem do fi lme Tainá uma aventura na Amazônia. 2. Região em que Eunice vivia, onde foi feito o fi lme e onde Eunice passou a viver. 33 Cad Atividades_4 Ano.indd 33 18/05/ :33:01

34 Página 87 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Minha relação de músicas preferidas. Página 88 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Músicas características do grupo de crianças de minha localidade. 34 Cad Atividades_4 Ano.indd 34 18/05/ :33:01

35 Página 89 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. O que são cantigas de ninar? 2. Como essas cantigas surgiram no Brasil? 3. Por que algumas cantigas buscavam fazer medo nas crianças? 4. Entrevistar um adulto com mais de 50 anos sobre as cantigas de ninar que ele conhece. 5. Registrar uma cantiga de ninar que eu conheço. Página 90 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Músicas do compositor Braguinha que eu conheço. 35 Cad Atividades_4 Ano.indd 35 18/05/ :33:02

36 Página 91 EU CONTO NO MEU CADERNO A infl uência da música nas crianças. Página 93 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Tipo de documento quem fez período em que foi feito. 2. Análise do documento: Tema tratado no documento personagens. 3. Interpretação do documento: Característica da canção de ninar proposta no documento comparação com as primeiras cantigas de ninar feitas no Brasil. Página 94 EU EXPLICO NO MEU CADERNO Características do teatro para crianças no passado e no presente. 36 Cad Atividades_4 Ano.indd 36 18/05/ :33:02

37 Página 95 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO Comparar os programas para crianças que existem na televisão brasileira: a) no passado; b) atualmente. Página 96 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Opinião da psicóloga Raquel Salgado sobre por que as crianças gostam dos desenhos animados. 2. O que ela pensa sobre os heróis dos desenhos animados. 3. Fazer uma lista dos meus heróis favoritos. 4. Registrar minha opinião sobre desenhos animados. 37 Cad Atividades_4 Ano.indd 37 18/05/ :33:02

38 Página 98 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. O signifi cado do teatro de bonecos. 2. Nomes que o teatro de bonecos tem no Brasil. Página 100 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Tipo de documento personagem principal tema época tratada no documento. 2. Análise do documento: Como o personagem da biografi a é tratado no texto. 38 Cad Atividades_4 Ano.indd 38 18/05/ :33:03

39 3. Interpretação do documento: Contribuição do documento para a compreensão da história do teatro infantil no Brasil. Página 102 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. O que são festas típicas brasileiras. 2. Festas brasileiras de minha localidade. 39 Cad Atividades_4 Ano.indd 39 18/05/ :33:03

40 Lembrete Ilustrar com desenhos de festas brasileiras de que eu mais gosto. 40 Cad Atividades_4 Ano.indd 40 18/05/ :33:03

41 Página 104 EU EXPLICO NO MEU CADERNO 1. Tipos de festas escolares brasileiras. 2. O signifi cado das festas escolares. Página 106 EU PESQUISO E REGISTRO NO MEU CADERNO 1. O signifi cado da palavra aniversário. 2. A origem do bolo e das velas do aniversário. 3. O surgimento da canção Parabéns pra você. 41 Cad Atividades_4 Ano.indd 41 18/05/ :33:04

42 Lembrete Pesquisar e registrar o modo de comemorar o aniversário em minha localidade. Ilustrar com desenhos. 42 Cad Atividades_4 Ano.indd 42 18/05/ :33:04

43 Página 108 EU CONTO NO MEU CADERNO As tradições de São João na minha escola. 43 Cad Atividades_4 Ano.indd 43 18/05/ :33:04

44 Página 109 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO O signifi cado das escolas de samba mirins para crianças do Rio de Janeiro. 44 Cad Atividades_4 Ano.indd 44 18/05/ :33:05

45 Página 110 EU INTERPRETO NO MEU CADERNO 1. Identifi cação do documento: Tipo de documento ano em que foi feito quem fez. 2. Análise do documento: Tema do documento personagens locais que representa elementos interessantes. 3. Interpretação do documento: Opinião sobre o tipo de festa que é representado no documento. 45 Cad Atividades_4 Ano.indd 45 18/05/ :33:05

46 3. Produção de narrativa: Criar e pintar um quadro representando uma festa, para deixar como documento para o futuro. 46 Cad Atividades_4 Ano.indd 46 18/05/ :33:05

47 Página 111 EU REGISTRO NO MEU CADERNO Meu livro didático de História 1. Autor, título, editora e data da publicação 2. Títulos dos capítulos. 3. Minha opinião sobre o meu livro didático de História. 47 Cad Atividades_4 Ano.indd 47 18/05/ :33:06

48 Cad Atividades_4 Ano.indd 48 23/05/ :56:28

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 MUITO PRAZER, EU SOU CRIANÇA. *Conhecer e estabelecer relações entre a própria história e a de outras pessoas,refletindo sobre diferenças e semelhanças. *Respeitar e valorizar a diversidade étnico

Leia mais

BRASIL RESULTADOS PRINCIPAIS

BRASIL RESULTADOS PRINCIPAIS OMO EXPERIMENTAR ALGO NOVO BRASIL RESULTADOS PRINCIPAIS Metodologia e Amostra Estudo cara a cara A pesquisa foi realizada em quatro países: Brasil, Argentina, França e Reino Unido 206 completadas no Brasil

Leia mais

BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015

BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015 BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015 Infantil II Releitura dos livros: - Muitas Bolhas - Água Viva - A chuvarada Educação Infantil Infantil III Releitura dos livros: - O mistério

Leia mais

AÇÃO COLÉGIO E CURSO ATIVIDADE EXTRA DE GEOGRAFIA PROFESSOR: JULIANO MOREIRA TURMA: 6 ANO PONTOS EXTRAS:

AÇÃO COLÉGIO E CURSO ATIVIDADE EXTRA DE GEOGRAFIA PROFESSOR: JULIANO MOREIRA TURMA: 6 ANO PONTOS EXTRAS: AÇÃO COLÉGIO E CURSO ATIVIDADE EXTRA DE GEOGRAFIA PROFESSOR: JULIANO MOREIRA TURMA: 6 ANO PONTOS EXTRAS: até 3,0 na nota QUALITATIVA DATA DA ENTREGA DO TRABALHO COMPLETO: 15 DE MARÇO DE 2016 EQUIPE: ETAPAS:

Leia mais

O DIA, A NOITE E O TEMPO... 94 INVENÇÕES, SENTIDOS E MATERIAIS... 136 SUGESTÕES DE LEITURA E FONTES DE PESQUISA... 168 LIÇÕES COMPLEMENTARES...

O DIA, A NOITE E O TEMPO... 94 INVENÇÕES, SENTIDOS E MATERIAIS... 136 SUGESTÕES DE LEITURA E FONTES DE PESQUISA... 168 LIÇÕES COMPLEMENTARES... 3 O DIA, A NOITE E O TEMPO... 94 Módulo 9 Observando o dia e a noite...94 O que já sei......95 Atividade prática...95 Observando e descrevendo o céu...96 Com a palavra... Antônio Mário Magalhães, astrônomo...99

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 SER CIDADÃO *Reconhecer e valorizar atitudes de convivência, respeito, solidariedade a outras pessoas. *Desenvolver, reconhecer e valorizar as atividades do cotidiano. *Conhecer direitos e deveres

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

4 o ANO CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL

4 o ANO CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 4 o ANO CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL Apresentação Caro(a) educando(a), Este material didático foi elaborado para contribuir com a sua aprendizagem. Nele você encontrará uma diversidade de textos e de atividades

Leia mais

VAMOS FALAR SOBRE LÍNGUA PORTUGUESA?... 8

VAMOS FALAR SOBRE LÍNGUA PORTUGUESA?... 8 Sumário 1 VAMOS FALAR SOBRE LÍNGUA PORTUGUESA?... 8 Para ler e conversar... 8 Texto 1 Problemas com o português, Mauricio de Sousa... 9 Pensando sobre o gênero: história em quadrinhos... 14 Língua: reflexão

Leia mais

PLANEJAMENTO(POESIA)Professora:Vanessa Magnan

PLANEJAMENTO(POESIA)Professora:Vanessa Magnan PLANEJAMENTO(POESIA)Professora:Vanessa Magnan Nome do poema: INFÂNCIA SÔNIA MIRANDA Competências Objetivos Estratégias em Língua Portuguesa (contemplando os 4 eixos: Leitura; Produção de textos; Oralidade;

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR HISTÓRIA EM QUADRINHOS IVINHEMA/MS

ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR HISTÓRIA EM QUADRINHOS IVINHEMA/MS 1 ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR HISTÓRIA EM QUADRINHOS IVINHEMA/MS 2014 2 ESCOLA ESTADUAL ANGELINA JAIME TEBET PROJETO INTERDISCIPLINAR HISTÓRIA EM QUADRINHOS Projeto realizado

Leia mais

INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC

INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC 1º ANO A / ENS. FUNDAMENTAL sua fé. Não deixe de meditar sobre o significado dessa data na TÉCNICA DE REDAÇÃO: Oralização dos numerais / LÍNGUA PORTUGUESA: Exercitação da letra

Leia mais

Sete pintos pintados. Artes Volume I - 1º ano CADERNO DO ALUNO

Sete pintos pintados. Artes Volume I - 1º ano CADERNO DO ALUNO Sete pintos pintados Artes Volume I - 1º ano CADERNO DO ALUNO Sete pintos pintados (Artes) Volume I 1º ano CADERNO DO ALUNO Sete pintos pintados Artes (Caderno do aluno) Volume I 1º ano Projeto editorial,

Leia mais

Escola Secundária de Santa Maria da Feira Português 2º Ciclo. Português. Guião de Leitura. A noite de natal. Sophia de Mello Breyner Andresen

Escola Secundária de Santa Maria da Feira Português 2º Ciclo. Português. Guião de Leitura. A noite de natal. Sophia de Mello Breyner Andresen Português Guião de Leitura A noite de natal Sophia de Mello Breyner Andresen Ficha I 1. Relativamente aos elementos paratextuais procura descobrir: Título: Autora: Ilustrador: Editora: Número de capítulos:

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 10º ANO Planificação Anual 2011/2012 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE VELAS PORTUGUÊS 10º ANO Manual adotado: Página Seguinte - Texto Editora

Leia mais

PLANO DE CURSO Disciplina: NATUREZA E SOCIEDADE Série: JARDIM II Educação Infantil

PLANO DE CURSO Disciplina: NATUREZA E SOCIEDADE Série: JARDIM II Educação Infantil PLANO DE CURSO Disciplina: NATUREZA E SOCIEDADE Série: JARDIM II Educação Infantil UNIDADE IV: Identidade Quem sou eu? Meu nome Gênero: menino e menina Raça (Etnia) UNIDADE V: Meio de comunicação Escrito

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL)

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): FÁTIMA OLIVEIRA PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) NOME DO LIVRO: ALICE VIAJA NAS HISTÓRIAS AUTOR: Gianni Rodar Leitura; produção textual; oralidade; localização espacial. Competências Objetivo

Leia mais

O celular na sala de aula

O celular na sala de aula O celular na sala de aula ELABORANDO NOTÍCIAS Objetivo: Noticiar um fato - Entrevistar, utilizando o gravador do celular, pessoas que fazem parte do fato a ser noticiado, no bairro ou comunidade em que

Leia mais

FICHA DO SOE (SOE SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL)

FICHA DO SOE (SOE SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL) FICHA DO SOE (SOE SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL) ESTA FICHA DEVE SER PREENCHIDA A MÃO E EM LETRA CURSIVA, PELO CANDIDATO À MATRÍCULA. Use caneta esferográfica de tinta azul ou preta. Para um melhor

Leia mais

BANCO DE ATIVIDADES Presente Geografia 2 ano - 1 bimestre Avaliação

BANCO DE ATIVIDADES Presente Geografia 2 ano - 1 bimestre Avaliação Geografia 2 ano - 1 bimestre Unidade 1 1. Você conheceu algumas crianças como Maíra e Mayumi. Observe novamente a paisagem do lugar onde elas vivem. Geografia 2 ano - 1 bimestre a) Na paisagem do lugar

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA. Dia de. Desenhe um dos símbolos da Páscoa. Depois decore-o para dar de presente a alguém de quem você goste bastante.

DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA. Dia de. Desenhe um dos símbolos da Páscoa. Depois decore-o para dar de presente a alguém de quem você goste bastante. Dia de PÁSCOA Desenhe um dos símbolos da Páscoa. Depois decore-o para dar de presente a alguém de quem você goste bastante. Páscoa é uma festa comemorada pelo povo judeu e pelos cristãos. Os judeus comemoram

Leia mais

Projeto Pitanguá Sugestão de Avaliação de Português 1ª série (2º ano) 4º bimestre

Projeto Pitanguá Sugestão de Avaliação de Português 1ª série (2º ano) 4º bimestre Projeto Pitanguá 1 Projeto Pitanguá Sugestão de Avaliação de Português 1ª série (2º ano) 4º bimestre Interpretação de Texto Professor: fazer a leitura do texto e o entendimento oral antes da aplicação

Leia mais

22/01/2016 Sexta-feira. 2º ano do Ensino Fundamental I

22/01/2016 Sexta-feira. 2º ano do Ensino Fundamental I 2º Ano - C 2º Ano - B 2º Ano - A 1ª, 2ª e 3ª e 22/01/2016 Sexta-feira 2º ano do Ensino Fundamental I 2º ano A - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica Números naturais do 6 ao 9; Págs.22

Leia mais

O USO DE FONTES HISTÓRICAS NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1

O USO DE FONTES HISTÓRICAS NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 O USO DE FONTES HISTÓRICAS NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 Susana Barbosa Ribeiro Bernardo (Mestrado em História Social, UEL) e Cristiano Biazzo Simon(UEL) 2 Palavras chaves: fontes históricas,

Leia mais

Semana(s) da Leitura. Coimbra

Semana(s) da Leitura. Coimbra Coimbra FASE ESCOLA Concurso Há poesia na Escola Tema Elos de Leitura seleção de um poema para a fase concelhia do Concurso 1º prémio: Maria Carolina Filipe, 3º B Participação em parceria com as respetivas

Leia mais

02/02/2016 Terça-feira. 2º ano do Ensino Fundamental I

02/02/2016 Terça-feira. 2º ano do Ensino Fundamental I 2º Ano - C 2º Ano - B 2º Ano - A RECREAÇÃO 02/02/2016 Terça-feira 2º ano do Ensino Fundamental I 2º ano A - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica Atividade dirigida na quadra; Brincadeiras

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: História / ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS - RECUPERAÇÃO Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 11

Leia mais

Agrupamento de Escolas MONSENHOR ELÍSIO ARAÚJO. Projeto PNL 2011/ 2012

Agrupamento de Escolas MONSENHOR ELÍSIO ARAÚJO. Projeto PNL 2011/ 2012 Agrupamento de Escolas MONSENHOR ELÍSIO ARAÚJO Projeto PNL 2011/ 2012 Objetivos/Estratégias do Projeto Objetivos (definidos a partir das Prioridades (1,2,3,4,5,6) Educativas definidas no Projeto Educativo

Leia mais

História de um primeiro amor Sugestão de Leitura

História de um primeiro amor Sugestão de Leitura História de um primeiro amor Sugestão de Leitura Convidamos você e seus alunos adolescentes a conhecerem mais uma história de amor comovente: História de um primeiro amor, do escritor Drummond Amorim.

Leia mais

PRÁTICA SIGNIFICATIVA DO GÊNERO TEXTUAL AOS JOGOS DE CONSCIÊNCIA SILÁBICA PROFESSORA RAFAELA NATIVIDADE SE MARY CONTÊ CMEI RECANTO INFANTIL

PRÁTICA SIGNIFICATIVA DO GÊNERO TEXTUAL AOS JOGOS DE CONSCIÊNCIA SILÁBICA PROFESSORA RAFAELA NATIVIDADE SE MARY CONTÊ CMEI RECANTO INFANTIL PRÁTICA SIGNIFICATIVA DO GÊNERO TEXTUAL AOS JOGOS DE CONSCIÊNCIA SILÁBICA PROFESSORA RAFAELA NATIVIDADE SE MARY CONTÊ CMEI RECANTO INFANTIL Gêneros Textuais São modelos comunicativos que nos possibilitam

Leia mais

REGULAMENTO. III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO. Geral

REGULAMENTO. III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO. Geral REGULAMENTO III Concurso de Redação do Jogue Limpo DO OBJETIVO Geral Estimular a reflexão sobre o exercício da cidadania em crianças e jovens, alunos de escolas públicas dos lugares discriminados no item

Leia mais

TERÇA FEIRA (03) QUINTA FEIRA (05) Ciências (2): Dia das Mães (Confecção das lembrancinhas). Matemática (2): Trabalhar o Primeiro e o Último.

TERÇA FEIRA (03) QUINTA FEIRA (05) Ciências (2): Dia das Mães (Confecção das lembrancinhas). Matemática (2): Trabalhar o Primeiro e o Último. PLANO SEMANAL DE 02 A 06 DE MAIO PRÉ-ESCOLA I Arte: Pintura Livre Dia do Trabalhador. Português (2): Coordenação motora (Nome Próprio). Matemática (2): Primeiro e Último (Livro de Matemática). Ciências:

Leia mais

LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 5 ano Semana de 12 a 16 de maio de Segunda-feira Curitiba, 12 de maio de 2014.

LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 5 ano Semana de 12 a 16 de maio de Segunda-feira Curitiba, 12 de maio de 2014. COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION LIÇÕES DE PORTUGUÊS E HISTÓRIA - 5 ano Semana de 12 a 16 de maio de 2014. Segunda-feira Curitiba, 12 de maio de 2014. Troca do livro 5 ano A e B quarta-feira Lendas são histórias

Leia mais

AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA -

AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - EIXO ESTRUTURANTE: Leitura HABILIDADE H1. Ler palavras com estrutura silábica canônica H2. Ler palavras com estrutura silábica

Leia mais

02/02/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL

02/02/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I TARDE MATERNAL I MANHÃ 02/02/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I MANHÃ - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica ADAPTAÇÃO COM A LÍNGUA INGLESA RECREAÇÃO

Leia mais

TAREFAS ANTECIPADAS 6ºA - 22 a 26 de fevereiro DISCIPLINA CONTEÚDO DATA. Estudar para Prova P1 Páginas 06 a 13 e 18 a 31 24/02

TAREFAS ANTECIPADAS 6ºA - 22 a 26 de fevereiro DISCIPLINA CONTEÚDO DATA. Estudar para Prova P1 Páginas 06 a 13 e 18 a 31 24/02 TAREFAS ANTECIPADAS 6ºA - 22 a 26 de fevereiro Ciências Estudar para Prova P1 Páginas 06 a 13 e 18 a 31 Matemática Exercícios no caderno e livro pgs 33 e 34 ( cálculos no caderno). Estudar a TABUADA DO

Leia mais

Vestibular UFMG 2016 FORMAÇÃO INTERCULTURAL PARA EDUCADORES INDÍGENAS. cursos com habilidades específicas UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

Vestibular UFMG 2016 FORMAÇÃO INTERCULTURAL PARA EDUCADORES INDÍGENAS. cursos com habilidades específicas UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FORMAÇÃO INTERCULTURAL PARA EDUCADORES INDÍGENAS Provas em Língua Portuguesa nas áreas de conhecimentos E DE língua portuguesa REDAÇÃO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Vestibular

Leia mais

AGENDA DE TAREFAS 6º A

AGENDA DE TAREFAS 6º A AGENDA DE TAREFAS 6º A Pág. 49 Págs. 62 e 63 Inglês: Traduzir diálogo da página 119 no caderno. Educação Física: Pág. 50 Literatura: Reavaliação será dia, livro: Eu detetive História: Págs. 97 e 98. Para

Leia mais

Produtos e Aplicações

Produtos e Aplicações Produtos e plicações www.pentop.com.br Incluir, Educar e Divertir despertando o prazer pelo conhecimento celeração do aprendizado Educação inclusiva udiodescrição utoaprendizado cessibilidade Interatividade

Leia mais

INDICAÇÕES º ANO AxBxC

INDICAÇÕES º ANO AxBxC INDICAÇÕES 2017-1º ANO AxBxC 1º ANO A / ENS. FUNDAMENTAL personagens e suas características / MATEMÁTICA: Trabalhar Sonhar é muito bom / Realização de piquenique com as crianças / Tarefa págs. 24 e 26

Leia mais

ADULTOS COM DIFICULDADES DE EXPRESSÃO ESCRITA

ADULTOS COM DIFICULDADES DE EXPRESSÃO ESCRITA ADULTOS COM DIFICULDADES DE EXPRESSÃO ESCRITA I. INTRODUÇÃO: Dado que a equipa se tem deparado com formandos que evidenciam dificuldades a nível de escrita, tais como: LÉXICO Vocabulário reduzido Vocabulário

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

05/02/2016 Sexta-feira. 2º ano do Ensino Fundamental I

05/02/2016 Sexta-feira. 2º ano do Ensino Fundamental I 2º Ano - C 2º Ano - B 2º Ano - A 05/02/2016 Sexta-feira 2º ano do Ensino Fundamental I 1ª, 2ª e 3ª e 2º ano A - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica Números naturais de 10 a 99; Págs.68

Leia mais

CATÁLOGO DE ENDEREÇOS ELETRÔNICOS EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA

CATÁLOGO DE ENDEREÇOS ELETRÔNICOS EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA CATÁLOGO DE ENDEREÇOS ELETRÔNICOS EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA ENDEREÇO DESCRIÇÃO ÁREA http://www.nasa.gov/ Nasa - fotos e informações sobre missões espaciais www.uol.com.br/aprendiz Aprendiz

Leia mais

Planificação Anual Estudo do Meio 1º ano Departamento 1.º Ciclo

Planificação Anual Estudo do Meio 1º ano Departamento 1.º Ciclo Domínios Objetivos Descritores de Desempenho À DESCOBERTA DE SI MESMO À DESCOBERTA DOS OUTROS E DAS INSTITUIÇÕES Conhecer a sua identificação; Conhecer o seu nome e endereço; Conhecer o seu sexo e a sua

Leia mais

A diversidade étnica, cultural, social e a inclusão de pessoas com deficiência na Literatura Infantil

A diversidade étnica, cultural, social e a inclusão de pessoas com deficiência na Literatura Infantil A diversidade étnica, cultural, social e a inclusão de pessoas com deficiência na Literatura Infantil Temas ligados à diversidade sempre estiveram presentes na literatura infantil, ou na representação

Leia mais

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar Fui à biblioteca tentar escolher Um bom livro para ler Mas era difícil descobrir Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar E vim cá para fora brincar. Os meus amigos riam-se de mim E eu

Leia mais

Toda criança do mundo deve ser bem protegida Contra os rigores do tempo Contra os rigores da vida.

Toda criança do mundo deve ser bem protegida Contra os rigores do tempo Contra os rigores da vida. CALENDÁRIO LETIVO - 2016 JANEIRO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 1º Confraternização Universal. 5 a 7 Semana Pedagógica. 8 Entrega dos resultados de

Leia mais

Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1. Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos, a minha intervenção varia.

Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1. Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos, a minha intervenção varia. Entrevista A19 I Experiência no lar Há quanto tempo trabalha no lar? Desde a sua construção, há cinco anos. O lar funciona há 4 anos. 1 Qual é a sua função no lar? Sou Vice-Provedor. Conforme os projectos,

Leia mais

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL PROFª ELISA GIL BOROWSKI

BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL PROFª ELISA GIL BOROWSKI SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DEPARTAMENTO DE CULTURA SMEC BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL PROFª ELISA GIL BOROWSKI BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL PROFª ELISA GIL BOROWSKI Fundada em 1998 a biblioteca

Leia mais

NOME DO AUTOR TÍTULO ILUSTRAÇÕES DE... COLEÇÃO...

NOME DO AUTOR TÍTULO ILUSTRAÇÕES DE... COLEÇÃO... NOME DO AUTOR TÍTULO ILUSTRAÇÕES DE... COLEÇÃO... MONTES CLAROS 2014 COORDENAÇÃO EDITORIAL: Daniela Barreto ASSISTENTE DE COORDENAÇÃO: Alexandra Vieira Beatriz Guimarães Cristiane Souza Elen Neves Maria

Leia mais

Imagem 1 disponível em: Imagem 2 disponível em: HTTP.www.folha.uol.com.br. Acesso em 07/02/2014.

Imagem 1 disponível em:  Imagem 2 disponível em: HTTP.www.folha.uol.com.br. Acesso em 07/02/2014. 6º Fabiana Unidade I História Leia a letra da música de Lulu Santos: Como uma onda. Após a leitura dedicada, utilize a letra da música como ponto de reflexão para responder as questões 01 e 02. Pontuação

Leia mais

2 A menina do dedo torto: uma forma criativa de inclusão.

2 A menina do dedo torto: uma forma criativa de inclusão. 14 2 A menina do dedo torto: uma forma criativa de inclusão. Herminia Prado Godoy 1 e Helena Godoy 2 Educação inclusiva. Uma aluna pesquisou longamente Buscou um aprendizado integrador e inclusivo E assim

Leia mais

1º ANO HISTÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO

1º ANO HISTÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO 1º ANO 1. Reconhecer a si e ao outro nas relações que se estabelecem nos diferentes grupos sociais com os quais convive, percebendo as diferenças individuais. SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL ANNE FRANK

ESCOLA MUNICIPAL ANNE FRANK ESCOLA MUNICIPAL ANNE FRANK 21 anos Trabalhando pela construção de uma cultura de paz... Não são poucas as vezes que, desesperados, perguntamos a nós mesmos: qual é o sentido da guerra? Por que as pessoas

Leia mais

PROJETO DE REFORÇO ESCOLAR:

PROJETO DE REFORÇO ESCOLAR: PROJETO DE REFORÇO ESCOLAR: NOS CAMINHOS DA ALFABETIZAÇÃO E DO LETRAMENTO ENSINO FUNDAMENTAL PROJETO: NOS CAMINHOS DA ALFABETIZAÇÃO E DO LETRAMENTO JUSTIFICATIVA: Produzir bons leitores é o grande desafio

Leia mais

3º Ano. O amor é paciente. I Coríntios 13:4. Roteiro Semanal de Atividades de Casa (15 a 19 de abril de 2013)

3º Ano. O amor é paciente. I Coríntios 13:4. Roteiro Semanal de Atividades de Casa (15 a 19 de abril de 2013) 3º Ano O amor é paciente. I Coríntios 13:4 Roteiro Semanal de Atividades de Casa (15 a 19 de abril de 2013) 18 de Abril - Dia Nacional do Livro Infantil conhecimento. Nos livros aprendemos sobre nós mesmos

Leia mais

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO

VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO VI Encontro Mineiro Sobre Investigação na Escola /II Seminário Institucional do PIBID-UNIUBE TITULO O FOLCLORE BRASILEIRO DENTRO DA EDUCAÇÃO Rosimeire Cristina da silva rosicristinadasilva@gmail.com Linha

Leia mais

3. Pesquise em livros ou internet, procurando identificar em mapas onde está localizado o estado de Goiás. CIÊNCIAS ATIVIDADE 1

3. Pesquise em livros ou internet, procurando identificar em mapas onde está localizado o estado de Goiás. CIÊNCIAS ATIVIDADE 1 02- Roteiro de tarefas semana de 01 a 12 de fevereiro COLÉGIO EXTERNATO SÃO JOSÉ Goiânia, de de 2016. Nome: nº: Turma: Professor (a): 4º Ano ROTEIRO DE TAREFAS SEMANA DE 01 A 12 DE FEVEREIRO ACESSO AO

Leia mais

TEM BICHO NO CIRCO. tem bicho no circo. projeto pedagógico. Rua Tito, 479 Lapa São Paulo SP. (11)

TEM BICHO NO CIRCO. tem bicho no circo. projeto pedagógico. Rua Tito, 479 Lapa São Paulo SP. (11) projeto pedagógico tem bicho no circo TEM BICHO NO CIRCO TEXTO EM LETRA BASTÃO Rua Tito, 479 Lapa São Paulo SP CEP 05051-000 divulgação escolar (11) 3874-0884 divulga@melhoramentos.com.br www.editoramelhoramentos.com.br

Leia mais

Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga, 2010/2011

Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga, 2010/2011 Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga, 2010/2011 N.º Actividade Descrição da actividade 1 Adivinhas * Oralmente ou por escrito, dar aos alunos as características de personagens, de lugares descritos ou

Leia mais

Troca do Livro LIÇÕES DE FRANCÊS e PORTUGUÊS 4º ANO 4º A e B 4º C

Troca do Livro LIÇÕES DE FRANCÊS e PORTUGUÊS 4º ANO 4º A e B 4º C Troca do Livro LIÇÕES DE FRANCÊS e PORTUGUÊS 4º ANO 4º A e B 4º C Semana de 4 a 8 de setembro quarta-feira segunda-feira Lundi - Français Curitiba, le 4 septembre 2017. Fais l'activité 2 de la page 48

Leia mais

INDICAÇÕES º ANO AxBxC

INDICAÇÕES º ANO AxBxC INDICAÇÕES 2016-1º ANO AxBxC 1º ANO A / ENS. FUNDAMENTAL força Exercitação das sílabas gue-gui / gua-guo-guão através de 139 a 142 do Caderno de Atividade de Português / HISTÓRIA E GEOGRAFIA: Revisão sobre

Leia mais

Dados do Pacote: Nome: Projeto Folclore Número de páginas 26 Gabarito não. Conteúdo:

Dados do Pacote: Nome: Projeto Folclore Número de páginas 26 Gabarito não. Conteúdo: A página que se segue é parte integrante do pacote Projeto Folclore, elaborado, produzido e publicado por Janaina Spolidorio. Não é permitida a reprodução comercial ou pública. Dados do Pacote: Nome: Projeto

Leia mais

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf

Fonte:intervox.nce.ufrj.br/~diniz/d/direito/ ouapostila_portugues_varlinguistica_2.pdf Sobre Variação Linguística Você já conversou com uma pessoa simples, que vive na roça? Teve oportunidade de observar como essa pessoa fala? Leia o texto a seguir: Texto I Seu dotô me conhece? Patativa

Leia mais

Estratégias. 1º Período. Tema: O grupo Subtema: Adaptação

Estratégias. 1º Período. Tema: O grupo Subtema: Adaptação Identificação do Estagiário: Sara Raquel Ramalho Pereira Ano letivo: 2013/ 2014 Identificação da Instituição: Jardim-de- Infância Adriano Correia de Oliveira Educador Cooperante: Graça Xavier Tema do PCT:

Leia mais

Capacitação em Informática Educativa Módulo a distância. Plano de Atividades Mitos do Folclore

Capacitação em Informática Educativa Módulo a distância. Plano de Atividades Mitos do Folclore Capacitação em Informática Educativa Módulo a distância Escola Estadual Professor João Mestre Professora: Ana Alice Caovila Pereira Função: Professor para Ensino do Uso da Biblioteca Plano de Atividades

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 14 DE MARÇO: DIA DA POESIA

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 14 DE MARÇO: DIA DA POESIA 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 14 DE MARÇO: DIA DA POESIA Poesia é a arte de escrever obras em verso. Como arte, ela recria a realidade, ou seja, o artista cria um outro mundo. A poesia ganhou

Leia mais

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante.

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante. O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar

Leia mais

Tipos de investigação educacional diferenciados por:

Tipos de investigação educacional diferenciados por: Bento Março 09 Tipos de investigação educacional diferenciados por: Praticalidade Básica Aplicada Método Qualitativo Quantitativo Experimental Não experimental Questões Etnográfica Histórica Descritiva

Leia mais

Falar Escrever...Ver... Ajudar Ouvir... Brincar... Ensinar... Chorar... Rir... Olhar...Andar... Gesticular... Ler... Discutir... Conversar...

Falar Escrever...Ver... Ajudar Ouvir... Brincar... Ensinar... Chorar... Rir... Olhar...Andar... Gesticular... Ler... Discutir... Conversar... Falar Escrever...Ver... Ajudar Ouvir... Brincar... Ensinar... Chorar... Rir... Olhar...Andar... Gesticular... Ler... Discutir... Conversar... Publicar...Tocar... Pesquisar... Telefonar Mandar um sms ou

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 72 Discurso na solenidade de descerramento

Leia mais

Os Registros na Pesquisa. Christiane Zubler

Os Registros na Pesquisa. Christiane Zubler Os Registros na Pesquisa Christiane Zubler RELEMBRANDO... A importância de se trabalhar com projetos de pesquisa na educação Básica: O Experiências exitosas; O Como organizar e avaliar feiras de ciências;

Leia mais

ROTEIRO DA 1ª AVM ENSINO FUNDAMENTAL II PERÍODO: 23, 24, 25 e 26 DE FEVEREIRO / 2016 SÉRIE: 2º Ano A/B/T

ROTEIRO DA 1ª AVM ENSINO FUNDAMENTAL II PERÍODO: 23, 24, 25 e 26 DE FEVEREIRO / 2016 SÉRIE: 2º Ano A/B/T PERÍODO: 23, 24, 25 e 26 DE FEVEREIRO / 2016 SÉRIE: 2º Ano A/B/T NÚMEROS NATURAIS DE 0 A 9 1. O registro dos números naturais; Os números 1, 2, 3, 4 e 5; Os números 6, 7, 8 e 9; 2. Sequência dos números

Leia mais

Do que gostam e como pensam os meninos e meninas de 8 a 10 anos

Do que gostam e como pensam os meninos e meninas de 8 a 10 anos Pesquisa 2017 Do que gostam e como pensam os meninos e meninas de 8 a 10 anos Produtos que as crianças mais gostam: Vídeo game Spinner Amoeba Boneco de personagem de desenho Boneca bebê Urso de pelúcia

Leia mais

01- A partir do texto, responda: a) Como eram os brinquedos no tempo em que Rachel de Queiroz era criança? R.:

01- A partir do texto, responda: a) Como eram os brinquedos no tempo em que Rachel de Queiroz era criança? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== No texto a seguir,

Leia mais

Sumário ENTRE IMAGENS, NÚMEROS E PALAVRAS... 8 NA ESCOLA DE OLHO NAS PLACAS DE SINALIZAÇÃO BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS...

Sumário ENTRE IMAGENS, NÚMEROS E PALAVRAS... 8 NA ESCOLA DE OLHO NAS PLACAS DE SINALIZAÇÃO BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS... Sumário 1 ENTRE IMAGENS, NÚMEROS E PALAVRAS... 8 Para ler e conversar... 8 Texto 1 Capa de revista... 9 Pensando sobre o gênero: texto da capa de revista... 12 Eu e o texto... 13 Texto 2 Letra mágica,

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Como funciona o governo?

Como funciona o governo? Como funciona o governo? Divisão dos poderes Executivo Presidente, governadores, prefeitos, ministros, secretários Legislativo Senadores, deputados federais e estaduais, vereadores Judiciário Supremo Tribunal

Leia mais

PIC. Componentes da PIC 1. o bimestre. Produção Integrada ao Conteúdo

PIC. Componentes da PIC 1. o bimestre. Produção Integrada ao Conteúdo PIC Produção Integrada ao Conteúdo 6. o ano Ensino Fundamental Componentes da PIC 1. o bimestre Arte Ciências Geografia História A nota de PIC é a média entre a nota de tarefa (avaliação do conjunto de

Leia mais

PROSA CONTEMPORÂNEA DOMINGOS PELLEGRINI

PROSA CONTEMPORÂNEA DOMINGOS PELLEGRINI PROSA CONTEMPORÂNEA DOMINGOS PELLEGRINI Domingos Pellegrini nasceu em Londrina em 23 de julho de 1949. Filho de um barbeiro e de uma dona de pensão, desde pequeno ouviu muitos "causos" contados por viajantes

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Ratinho Junior) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Ratinho Junior) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Ratinho Junior) Requer o envio de Indicação ao Ministério das Relações Exteriores sugerindo a celebração de acordo com o governo italiano para que os brasileiros descendentes de italianos

Leia mais

Revista Produção de Vídeo Estudantil no Brasil Sala dos professores. É preciso transver o mundo; como?

Revista Produção de Vídeo Estudantil no Brasil Sala dos professores. É preciso transver o mundo; como? Revista Produção de Vídeo Estudantil no Brasil Sala dos professores É preciso transver o mundo; como? Tânia Cristina Medeiros Cardoso 1 O encantamento ao assistir a uma obra cinematográfica e o desejo

Leia mais

PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO

PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO CRECHE MUNICIPAL TERTULIANA MARIA DE ARRUDA SOUZA MÂE NHARA PROJETO DO 3º BIMESTRE PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ESTAÇÕES DO ANO CUIABÁ 2015 INTRODUÇÃO Partindo do pressuposto de que a creche é um espaço

Leia mais

POR QUE CADA UM NÃO PODE SER COMO QUER SER?

POR QUE CADA UM NÃO PODE SER COMO QUER SER? ra uma vez um príncipe que se sentia errado e uma princesa que queria ser errante. Mas a mãe da princesa desejava que ela fosse a maior princesa de todos os tempos: frágil e tímida à espera de seu príncipe

Leia mais

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ Secretária Municipal de Educação Creche Municipal Josefa Catarina de Almeida Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 14, Toledo PR Fone: 77-810 PLANEJAMENTO ANUAL DE LINGUAGEM SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

Minha terra é o Leme : a sala de Clarice

Minha terra é o Leme : a sala de Clarice Minha terra é o Leme : a sala de Clarice S ão conhecidas muitas fotos de Clarice que nos revelam retratos extremamente belos. Mesmo em fotografias de enquadramento familiar ou social, alguma coisa aurática

Leia mais

ZA5968. Flash Eurobarometer 408 (European Youth) Country Questionnaire Portugal

ZA5968. Flash Eurobarometer 408 (European Youth) Country Questionnaire Portugal ZA98 Flash Eurobarometer 08 (European Youth) Country Questionnaire Portugal FL08 European Youth PT D Poderia dizer-me a sua idade? (ESCREVER - SE "RECUSA" CÓDIGO '99') D Sexo Masculino Feminino D Que idade

Leia mais

Poesia Pra Tocar No Rádio A Vida E Obra De Alice Ruiz 1. Joice BITTENCOURT 2 Bruna ARAÚJO 3 Diego FRANCO 4 Universidade Metodista de São Paulo, SP

Poesia Pra Tocar No Rádio A Vida E Obra De Alice Ruiz 1. Joice BITTENCOURT 2 Bruna ARAÚJO 3 Diego FRANCO 4 Universidade Metodista de São Paulo, SP Poesia Pra Tocar No Rádio A Vida E Obra De Alice Ruiz 1 Joice BITTENCOURT 2 Bruna ARAÚJO 3 Diego FRANCO 4 Universidade Metodista de São Paulo, SP RESUMO Poesia pra tocar no rádio A vida e a obra de Alice

Leia mais

Fábulas Desenvolvendo o gosto pela leitura E.E. Prof.ª Lurdes Penna Carmelo Sala 7 1ª Sessão

Fábulas Desenvolvendo o gosto pela leitura E.E. Prof.ª Lurdes Penna Carmelo Sala 7 1ª Sessão Fábulas Desenvolvendo o gosto pela leitura E.E. Prof.ª Lurdes Penna Carmelo Sala 7 1ª Sessão Professor(es) Apresentador(es): Daiane Cristina da Silva Rosana Aparecida Rodrigues da Silva Realização: Foco

Leia mais

ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 3.1 ADAPTAÇÃO NOTAS DE 8 A 10 INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA

ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 3.1 ADAPTAÇÃO NOTAS DE 8 A 10 INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 1 ADAPTAÇÃO INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA DESAFIO DA ADAPTAÇÃO REINVENÇÃO COM RESPEITO À OBRA ORIGINAL ADAPTADA

Leia mais

Amigos além da internet

Amigos além da internet Amigos além da internet Colégio Marista João Paulo Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma refelxação sobre a legitemação do eu através das redes sociais. Ana Beatriz e Giovanna Autoras: Ana

Leia mais

Viajando pelo Folclore Brasileiro. E.M.E.B. Nossa Senhora Do Loreto. Professor(es) Apresentador(es): Mariane de Oliveira Santos.

Viajando pelo Folclore Brasileiro. E.M.E.B. Nossa Senhora Do Loreto. Professor(es) Apresentador(es): Mariane de Oliveira Santos. Viajando pelo Folclore Brasileiro E.M.E.B. Nossa Senhora Do Loreto Professor(es) Apresentador(es): Mariane de Oliveira Santos Realização: Foco do Projeto Ampliar o repertório do grupo quanto ao tema folclore.

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 5ºANO CONTEÚDOS E AULAS PREVISTAS 1º PERÍODO 17 de setembro a 17 de dezembro 1ª INTERRUPÇÃO 18 de dezembro a 3 de janeiro 2º PERÍODO 04 de janeiro a 18 de março 2ª INTERRUPÇÃO

Leia mais

Explore Fora da Sala de Aula

Explore Fora da Sala de Aula Explore Fora da Sala de Aula Tópicos e inspiração de aulas para todas as idades By Mission:Explore Bem-vindos à Fora da sala de aula Caro(a) educador(a) Este livro vai mudar para sempre a forma como sua

Leia mais