Capítulo 3 O Produto Logístico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Capítulo 3 O Produto Logístico"

Transcrição

1 Logística Capítulo 3 O Produto Logístico

2 O Produto Logístico O Produto Logístico é um conjunto de características que podem ser manipulados pelo profissional de logística, que, quando bem manipulados, podem gerar um diferencial competitivo. O Produto é o centro do foco no projeto do sistema logístico porque é o produto o objeto do fluxo entre os elementos da cadeia de valor. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 2 de 17

3 O Produto Logístico Um produto é a saída ou o resultado de qualquer atividade ou processo de uma organização (Juran); O produto é formado de uma parte física e de uma parte intangível. A parte física é composta do material, volume, peso, forma geométrica, desempenho e durabilidade. A parte intangível é composta por serviço pós-venda, reputação, assistência, satisfação proporcionada; Qualquer oferta completa de produto da empresa será uma combinação de características físicas (produto) e intangíveis (serviço); Os produtos podem ser classificados em: produtos de consumo produtos industriais. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 3 de 17

4 O Produto Logístico Os produtos de consumo são classificados em três tipos 1 : Produtos de conveniência: produtos que os consumidores compram com freqüência, de imediato, com pouca comparação; exigem ampla distribuição; o elevado custo de distribuição é compensado pelo aumento potencial das vendas; exigem alto nível de serviço para fidelizar o cliente. Ex: cigarros, refrigerantes, serviços bancários, alimentos... Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 4 de 17

5 O Produto Logístico Os produtos de consumo são classificados em três tipos 2 : Produtos de comparação: são aqueles que os clientes estão dispostos a pesquisar e comparar antes de adquirir; o número de pontos de estocagem é inferior se comparado ao de produtos de consumo; o nível de serviço é inferior se comparado ao de produtos de consumo. Ex: roupas, carros, móveis, eletrodomésticos, assistência médica... Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 5 de 17

6 O Produto Logístico Os produtos de consumo são classificados em três tipos 3 : Produtos de especialidade: produtos pelos quais os consumidores estão dispostos a despender uma enorme quantidade de esforço, e esperar por muito tempo, para adquirir; consumidores buscam marcas particulares de produtos e serviços; custos de distribuição podem ser mais baixos que qualquer outra categoria. Ex: automóveis de luxo, roupas finas, jóias, serviços especializados (consultorias)... Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 6 de 17

7 O Produto Logístico Produtos Industriais: São produtos, ou serviços, destinados a outras empresas e que são parte integrante de outro produto ou serviço. Tradicionalmente classificados conforme o grau de processamento que a industria compradora incorpora neste produto: matérias-prima e componentes (que fazem parte do produto final); equipamentos e instalações prediais (usados para o processamento); insumos administrativos (não fazem parte do produto final). Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 7 de 17

8 O Produto Logístico Produtos Industriais: Compradores industriais não parecem mostrar preferência por níveis de serviços diferenciados, sendo a classificação acima indiferente para a elaboração de uma estratégia de distribuição. Compradores industriais buscam outros aspectos em seus fornecedores: Qualidade; custo; inovação; desenvolvimento de projetos em conjunto; parcerias estratégicas... (ou seja: SCM). Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 8 de 17

9 Volume de Vendas Ciclo de Vida do Produto Do ponto de vista de Marketing e Vendas: Introdução Crescimento Maturidade Declínio Evolução do Tempo Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 9 de 17

10 Ciclo de Vida do Produto Do ponto de vista da Engenharia: Ciclo de vida do produto O ciclo de vida do produto: fase de conceito e viabilidade; fase do projeto detalhado; fase do protótipo; fase de pré-produção; fase de produção; fase de alterações (revisão); pós-venda: uso do cliente; suporte técnico; descarte. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 10 de 17

11 Ciclo de Vida do Produto Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 11 de 17

12 Ciclo de Vida do Produto Do ponto de vista do consumidor: Custo inicial de compra; Custo de operação e manutenção do produto (ou serviço); Custo de alienação do item ou de descontinuação do serviço; Tempo de vida útil; Valor de posterior venda. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 12 de 17

13 O Produto Logístico - ABC A curva ABC também conhecida como 80/20 ou curva de Pareto; importante instrumento para o planejamento do sistema logístico; possibilita classificação extremamente útil de todos os produtos manipulados (na estocagem, no transporte, na produção ou até nas vendas) em três categorias bem distintas: Tipo A: são os produtos mais relevantes poucos e vitais; Tipo B: são os produtos intermediários; Tipo C: são os produtos restantes muitos e triviais. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 13 de 17

14 O Produto Logístico - ABC Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 14 de 17

15 Características do Produto As características do Produto Logístico são importantes porque afetam diretamente a estratégia do sistema logístico: Peso; Volume; Perecibilidade; Inflamabilidade; Substituibilidade. Agrupadas em quatro categorias: Relação peso-volume (densidade); Relação valor-peso; Substituibilidade; Característica de risco. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 15 de 17

16 Características do Produto Relação peso-volume: Relaciona-se diretamente com o custo de transporte e armazenagem. Pode ser de dois tipos: Produtos de alta densidade: apresentam alto nível de utilização de equipamentos de transporte e estocagem; Ex.: bobinas de aço, tarugos e lingotes, alimentos e produtos enlatados. Produtos com baixa densidade: apresentam um peso muito aquém do limite dos equipamentos de transportes; ocupam grande espaço físico na estocagem; Ex.: batatas fritas, plásticos injetados (pára-choques, consoles), espumas e colchões, botes. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 16 de 17

17 Características do Produto Relação valor-peso: O valor dos produtos afeta o custo do sistema logístico, principalmente o custo de estocagem; Pode ser de dois tipos: Produtos com baixo quociente valor-peso: têm baixo custo de estocagem e elevados custos de movimentação; Ex.: carvão, minérios em geral, areia, brita; Empresas tendem a negociar fretes o mais barato possível. Produtos com alto quociente valor-peso: apresentam baixo custo de movimentação e elevados custos de estocagem; Ex.: eletro-eletrônicos, jóias, instrumentos médico-cirúrgicos e musicais; Empresas tendem a minimizar a quantidade de itens em estoque. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 17 de 17

18 CUSTO Características do Produto Custo Total (transporte + estocagem) Custo de estocagem Custo de transporte baixo QUOCIENTE PESO-VALOR alto Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 18 de 17

19 Características do Produto Substituibilidade: Produtos com alto grau de substituibilidade têm maiores chances de terem vendas perdidas para produtos concorrentes; Necessitam de maiores níveis de serviço ao cliente para que este produto nunca falte e sempre esteja o mais próximo possível do cliente; O ponto chave é achar o nível de serviços elevado (que compense as vendas perdidas para produtos concorrentes; investindo em transportes e pontos de distribuição e vendas. Exemplos de produtos com alto grau de substituibilidade: remédios genéricos, produtos alimentícios básicos, combustíveis,... Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 19 de 17

20 Características do Produto Característica de Risco: refere-se a produtos perecíveis, inflamáveis, visados por ladrões, entre outros... impõe restrições ao sistema logístico; eleva os custos de transporte e armazenagem e distribuição; mercadorias perecíveis necessitam de armazéns e transportes refrigerados; produtos inflamáveis necessitam de armazéns e veículos especiais, além de motoristas capacitados; mercadorias visadas por ladrões exigem fortes esquemas de segurança. Prod. Logístico Prof. Sérgio Augusto Lucke Slide 20 de 17

21 F I M Capítulo 3 O Produto Logístico O material desta apresentação representa uma síntese orientativa para os conteúdos referentes ao tema e uma proposta de assuntos para estudo. Recomendam-se a leitura e o estudo da bibliografia indicada e a pesquisa mais detalhada e aprofundada, para melhor compreensão dos conteúdos.

Logística Empresarial. O Produto Logístico Prof. José Correia

Logística Empresarial. O Produto Logístico Prof. José Correia Logística Empresarial O Produto Logístico Prof. José Correia O Produto Logístico O Produto Logístico é um conjunto de características que podem ser manipulados pelo profissional de logística, que, quando

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Prof. Marcelo Mello Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Gerenciamento de serviços Nas aulas anteriores estudamos: 1) Importância dos serviços; 2) Diferença entre produtos x serviços; 3) Composto de Marketing

Leia mais

Graduação em Administração

Graduação em Administração Graduação em Administração Disciplina: Planejamento Estratégico Aula 7 Cadeia de Valor São José dos Campos, março de 2011 Cadeia de Valor A vantagem competitiva de uma empresa não resulta simplesmente

Leia mais

Planejamento de Transportes: Introdução à Logística

Planejamento de Transportes: Introdução à Logística UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Planejamento de Transportes: Introdução à Logística ESTRATÉGIAS DE LOCALIZAÇÃO Profª. Daniane F. Vicentini Atividades com a maior parcela do custo total de logística: Transportes:

Leia mais

16/02/2010. MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues Mestre em Engenharia de Produção

16/02/2010. MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues Mestre em Engenharia de Produção MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues paulo.rodrigues@usc.br Mestre em Engenharia de Produção A logística integrada envolve o gerenciamento de informações, transporte, estoque, armazenamento, manuseio de materiais

Leia mais

Programa Operações Logísticas e Supply Chain ESPM/SENAI-MS. Manual do Curso

Programa Operações Logísticas e Supply Chain ESPM/SENAI-MS. Manual do Curso Programa Operações Logísticas e Supply Chain ESPM/SENAI-MS Manual do Curso São Paulo Educação Executiva 2017 Apresentação Oferece aos profissionais, que atuam nas indústrias e serviços, visão ampla de

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Profª Esp. Mônica Suely Guimarães de Araujo Conceito Logística são os processos da cadeia de suprimentos (supply chain) que planejam, estruturam e controlam, de forma eficiente e

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA

INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA PROF. ADM ENDERSON FABIAN INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA AULA PARA AS TURMAS DE ADMINISTRAÇÃO 2010 1 Conteúdo 1 O Que é o 2 Por Que o Nível de Serviço é Importante 3 Administração do Nível de Serviço 4 Fixação

Leia mais

Ciclo de Vida dos Produto

Ciclo de Vida dos Produto Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina - FACAPE Curso: Ciência da Computação Disciplina: Ambiente de Negócios e Marketing Ciclo de Vida dos Produto cynaracarvalho@yahoo.com.br Conceitos

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS NÍVEL DE SERVIÇO E ESTRATÉGIA LOGÍSTICA. Prof. Dr. Daniel Caetano

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS NÍVEL DE SERVIÇO E ESTRATÉGIA LOGÍSTICA. Prof. Dr. Daniel Caetano GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS NÍVEL DE SERVIÇO E ESTRATÉGIA LOGÍSTICA Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Avaliar diferentes perspectivas de medição de nível de serviço Entender a importância do

Leia mais

UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO. Disciplina: Gestão Econômica e Obras Públicas Versão: 2011

UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO. Disciplina: Gestão Econômica e Obras Públicas Versão: 2011 UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO Curso: Engenharia Civil Campus: Osasco Disciplina: Gestão Econômica e Obras Públicas Versão: 2011 Curva ABC História Notas de Aula 1 do Prof. Samir Tanios Hamzo 2

Leia mais

Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais I

Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais I Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais I Recursos e PRP (Processo de Realização do Produto) Prof. Marcos César Bottaro Os Recursos RECURSOS: é tudo que gera ou tem a capacidade de gerar riqueza

Leia mais

Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing

Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing AULA 14 Marketing Objetivo e Benefícios de um Plano de Marketing Objetivo - Estabelecer todas as bases para a ação no mercado. Benefícios - Explorar uma oportunidade oferecida pelo mercado. - Integrar

Leia mais

Cap. 1. Logística Empresarial e Redes Logísticas -Introdução. Redes Logísticas. Antonio Martins Lima Filho

Cap. 1. Logística Empresarial e Redes Logísticas -Introdução. Redes Logísticas. Antonio Martins Lima Filho Cap. 1 Logística Empresarial e Redes Logísticas -Introdução Conteúdo deste Resumo Indicações Bibliográficas 1.2 Conceito de Redes Logísticas Bibliografia da disciplina Indicações bibliográficas para este

Leia mais

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 03: Logística Empresarial e Competitividade - Evolução da Supply Chain

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 03: Logística Empresarial e Competitividade - Evolução da Supply Chain GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 03: Logística Empresarial e Competitividade - Evolução da Supply Chain Conflito Marketing X Logística O aluno deverá ser capaz de: Conhecer os níveis de serviço

Leia mais

1 - A capacidade de fluxo que corresponde a capacidade máxima que pode passar pelo arco.

1 - A capacidade de fluxo que corresponde a capacidade máxima que pode passar pelo arco. CONCEITOS DE REDE Uma rede é formada por um conjunto de nós, um conjunto de arcos e de parâmetros associados aos arcos. Nós Arcos Fluxo Interseções Rodovias Veículos Rodoviários Aeroportos Aerovia Aviões

Leia mais

Objetivos desta aula. Noções de Marketing 21/10/09

Objetivos desta aula. Noções de Marketing 21/10/09 Noções de Marketing 21/10/09 Atendimento. Marketing em empresas de serviços. Marketing de relacionamento. Segmentação de mercado e segmentação do setor bancário. Propaganda e Promoção. Satisfação, Valor

Leia mais

Prof Fabio Uchôas de Lima. 3 Gestão de Produtos

Prof Fabio Uchôas de Lima. 3 Gestão de Produtos Prof Fabio Uchôas de Lima 3 Gestão de Produtos O que é produto? Produto: refere-se a qualquer coisa que é oferecida ao mercado para ser adquirida, usada ou apreciada. Elementos que compõem a gestão do

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001308 - TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior Area Profissional: GESTAO DA ADMINISTRACAO Area de Atuacao: LOGISTICA/GESTAO Planejar,

Leia mais

Programa Operações Logísticas e Supply Chain MANUAL DO CURSO

Programa Operações Logísticas e Supply Chain MANUAL DO CURSO Programa Operações Logísticas e Supply Chain MANUAL DO CURSO ESPM/Senai-MS - 2017 Apresentação Oferece aos profissionais, que atuam nas indústrias e serviços, visão ampla de questões e desafios à gestão

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE PRODUÇÃO

ADMINISTRAÇÃO DE PRODUÇÃO Unidade III ADMINISTRAÇÃO DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES Profa. Lérida Malagueta Planejamento e Controle de Produção (PCP) O PCP é uma função de apoio da administração de produção. Desenvolve funções de planejar

Leia mais

ORÇAMENTO EMPRESARIAL

ORÇAMENTO EMPRESARIAL ORÇAMENTO EMPRESARIAL Engenharia de Produção Prof. Flávio Smania Ferreira flavioferreira@live.estacio.br http://flaviosferreira.wordpress.com ORÇAMENTO DE CUSTO DE PRODUÇÃO Orçamento do Custo de Produção

Leia mais

INTRODUÇÃO À LOGISTICA

INTRODUÇÃO À LOGISTICA INTRODUÇÃO À LOGISTICA Danillo Tourinho Sancho da Silva, MSc VAMOS NOS CONHECER Danillo Tourinho Sancho da Silva, M.Sc Bacharel em Administração, UNEB Especialista em Gestão da Produção e Logística, SENAI

Leia mais

Prof.º Marcelo Mora

Prof.º Marcelo Mora ANÁLISE DAS 5 FORÇAS COMPETITIVAS NA INDÚSTRIA Análise Estrutural da Indústria ENTRANTES POTENCIAIS Ameaças de novos entrantes Poder de negociação dos fornecedores FORNECEDORES Concorrentes na Indústria

Leia mais

Aula 11: Teoria da Localização. Prof. Eduardo A. Haddad

Aula 11: Teoria da Localização. Prof. Eduardo A. Haddad Aula 11: Teoria da Localização Prof. Eduardo A. Haddad Implantação de uma usina siderúrgica integrada para produção de 4,1 milhões de toneladas de placas de aço por ano, utilizando minério de ferro proveniente

Leia mais

AULA 2/4 ASSUNTOS ABORDADOS: Gestão da cadeia de suprimentos. Gestão de estoques. 04/05/ :30 12:00

AULA 2/4 ASSUNTOS ABORDADOS: Gestão da cadeia de suprimentos. Gestão de estoques. 04/05/ :30 12:00 AULA 2/4 ASSUNTOS ABORDADOS: Gestão da cadeia de suprimentos. Gestão de estoques. 04/05/2013 10:30 12:00 Assunto: Gestão da cadeia de suprimentos. Consiste em gerenciar estrategicamente diferentes fluxos

Leia mais

Canais de Distribuição

Canais de Distribuição LOGÍSTICA DE ABASTECIMENTO Canais de Distribuição Gestão em Logística LOGÍSTICA EMPRESARIAL DEFINIÇÃO A logística empresarial trata de todas as atividades de movimentação e armazenagem que facilitam o

Leia mais

Picking. Essa atividade pode ter diferença em custos e no tempo do atendimento do pedido, que vai se refletir na satisfação do cliente.

Picking. Essa atividade pode ter diferença em custos e no tempo do atendimento do pedido, que vai se refletir na satisfação do cliente. Picking O processo de picking é considerado uma das atividades mais importantes no armazém, pois cria um diferencial competitivo fundamental para o sucesso da empresa. Outro aspecto importante é quanto

Leia mais

Produção. Capítulo 1. André Jun Nishizawa

Produção. Capítulo 1. André Jun Nishizawa Produção Capítulo 1 Sumário As empresas Mercadorias e serviços Sistemas de produção Fatores de produçã e recursos empresariais Capital financeiro e capital econômico Empresas como sistemas Empresas como

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PESQUISA OPERACIONAL PROBLEMAS DE TRANSPORTE

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PESQUISA OPERACIONAL PROBLEMAS DE TRANSPORTE CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PESQUISA OPERACIONAL PROBLEMAS DE TRANSPORTE Email: marcosdossantos_doutorado_uff@yahoo.com.br SUMÁRIO Introdução; Tipos de Modais; Problema Clássico de Transporte; Modelo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Capítulos 4, 5, 6 e 7 Estratégias de nível empresarial, da unidade de negócio e funcional - Depois que a organização delineou sua missão, objetivos gerais e específicos, a alta administração pode formular

Leia mais

Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS

Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS Faculdade de Ciências Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho FACET Curso de Sistemas de Informação GESTÃO DE PROJETOS Prof. Adm. Ismael Mendes 2º Semestre/2011 UNIDADE II ESTUDOS DE VIABILIDADE TÉCNICA

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS ESTRATÉGIA LOGÍSTICA E POLÍTICA DE PRODUÇÃO

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS ESTRATÉGIA LOGÍSTICA E POLÍTICA DE PRODUÇÃO GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS ESTRATÉGIA LOGÍSTICA E POLÍTICA DE PRODUÇÃO Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Conhecer o que são estratégias de posicionamento logístico Compreender as políticas

Leia mais

Gestão da Produção Logística

Gestão da Produção Logística UNIESP Campus Butantã Gestão da Produção Logística LOGÍSTICA EMPRESARIAL SUPPLY CHAIN MANAGEMENT GESTÃO DE DEPÓSITOS OPERADOR LOGÍSTICO ORGANIZAÇÃO PAULISTANA EDUCACIONAL E CULTURAL FACULDADE DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Texto extraído do Livro: Logística Operacional Guia Prático José Antonio de Mattos Castiglioni Editora ética

Texto extraído do Livro: Logística Operacional Guia Prático José Antonio de Mattos Castiglioni Editora ética Base Tecnológica: 3 Habilidade: Etec Horácio 2. Políticas de estoque: embalagens e equipamentos utilizadas no manuseio e na movimentação de materiais. 2.4. Definir procedimentos para embalagem, armazenagem,

Leia mais

PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção

PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção Conceitos e Funções Prof. Nilton Ferruzzi Prof. Nilton Ferruzzi 1 Elementos para o sucesso da estratégia de manufatura Objetivos São prioridades competitivas

Leia mais

APLICAÇÃO DE ecr EFFICIENT CONSUMER RESPONSE À REDE SUBWAY COM BASE NA LOGISTICA DE SUPRIMENTO

APLICAÇÃO DE ecr EFFICIENT CONSUMER RESPONSE À REDE SUBWAY COM BASE NA LOGISTICA DE SUPRIMENTO UNIVERSIDADE DE BRASILIA DEPARTAMENTO DE ADMINISTAÇÃO LOGISTICA EMPRESARIAL APLICAÇÃO DE ecr EFFICIENT CONSUMER RESPONSE À REDE SUBWAY COM BASE NA LOGISTICA DE SUPRIMENTO GRUPO 19Z ARTHUR BIOCALTI ILO

Leia mais

Cadeia de Suprimentos. Aula 1. Contextualização. O que é Supply Chain Management? Prof. Luciano José Pires

Cadeia de Suprimentos. Aula 1. Contextualização. O que é Supply Chain Management? Prof. Luciano José Pires Cadeia de Suprimentos Aula 1 Contextualização Prof. Luciano José Pires O que é Supply Chain Management? Atual e futuro A Logística é uma das atividades econômicas mais antigas e também um dos conceitos

Leia mais

A propaganda. Bens de consumo. Profª Ms Sueli Yngaunis. em cada setor da economia

A propaganda. Bens de consumo. Profª Ms Sueli Yngaunis. em cada setor da economia A propaganda em cada setor da economia Bens de consumo Profª Ms Sueli Yngaunis Qual é a função da propaganda? Informa Convence Anima Explica Motiva atitudes Influencia comportamentos Modifica imagens Ajuda

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade II DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade II DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade II DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Centro de Distribuição - CD Centro de Distribuição - CD Centro de Distribuição (CD) é um armazém cuja operação é realizar a gestão dos estoques

Leia mais

CARGA FRACIONADA POR CABOTAGEM. Amplie suas opções, economize e ajude o meio ambiente

CARGA FRACIONADA POR CABOTAGEM. Amplie suas opções, economize e ajude o meio ambiente CARGA FRACIONADA POR CABOTAGEM Amplie suas opções, economize e ajude o meio ambiente Por uma logística mais integrada e eficiente A Pratical One nasceu com essa visão e com o desejo de contribuir para

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING

ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING Teoria Geral da Administração Professora: Daniele Campos Grupo: Cassius Silva Abreu Italo B. Leão Bettega Luiza Cunha de Menezes Natália Souto Pereira Raphael Gebhard Martins

Leia mais

FAMEBLU Engenharia Civil

FAMEBLU Engenharia Civil Disciplina LOGÍSTICA EMPRESARIAL FAMEBLU Engenharia Civil Aula 6: Cadeia de Abastecimento Logística Interna na Construção Civil Supply Chain Management Professor: Eng. Daniel Funchal, Esp. Cadeia de Abastecimento

Leia mais

Telefone: (11) Whatsapp: (11) Rua Bonifácio Cubas, 511 / 513 Vila Albertina - São Paulo SP

Telefone: (11) Whatsapp: (11) Rua Bonifácio Cubas, 511 / 513 Vila Albertina - São Paulo SP Nossa maior preocupação é prezar pelo cuidado e controle dos materiais transportados e nosso maior compromisso é respeitar os prazos e as condições de entregas. Sendo assim, desenvolvemos serviços que

Leia mais

Como manter um nível adequado de estoques?

Como manter um nível adequado de estoques? Como manter um nível adequado de estoques? 1 INTRODUÇÃO Sabe-se que ao manter grandes volumes de estoques a empresa irá arcar com custos desnecessários em armazenagem, movimentações e controles, além de

Leia mais

Estratégia e Planejamento da Logística/ Cadeia de Suprimentos

Estratégia e Planejamento da Logística/ Cadeia de Suprimentos Estratégia e Planejamento da Logística/ Cadeia de Suprimentos Administração de Logística e da Cadeia de Suprimento Profa. Márcia Mazzeo Grande Planos Estratégicos Funcionais (Produção, Logística, Marketing

Leia mais

Planejamento e Controle da Produção I

Planejamento e Controle da Produção I Planejamento e Controle da Produção I Atividades do Prof. M.Sc. Gustavo Meireles 2012 Gustavo S. C. Meireles 1 Introdução Sistemas produtivos: abrange produção de bens e de serviços; Funções básicas dos

Leia mais

CONCEITOS E DEFINIÇÕES

CONCEITOS E DEFINIÇÕES CONCEITOS E DEFINIÇÕES Logística é a ciência que trata de todas as atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto de

Leia mais

LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE LOGÍSTICA

LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE LOGÍSTICA PERGUNTA O que entendo por Logística? E qual sua importância para as empresas no cenário atual? Porque estudar Logística? EVOLUÇÃO Logística Uma função essencial

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica Modelo de gestão Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e legais Planejamento estratégico Orçamento empresarial

Leia mais

Teste de Proficiência

Teste de Proficiência Teste de Proficiência Curso: Bacharelado em Administração Turma: Administração A Nome: Data: 21/09/2017 RECOMENDAÇÕES 1. A resolução do teste deve ser a CANETA AZUL ou PRETA; 2. O teste é INDIVIDUAL e

Leia mais

Logística Empresarial. Aula 11

Logística Empresarial. Aula 11 Logística Empresarial Aula 11 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

Visão Geral. Compras

Visão Geral. Compras Compras Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos Instrucionais... 3 2 Compras... 3 3 Gerenciamento de Compra... 4 4 Integrações... 4 5 Macrofluxo... 5 6 Conclusão... 5 2 TOTVS - Visão

Leia mais

Vantagem Competitiva com SI

Vantagem Competitiva com SI Vantagem Competitiva com SI CEA145 Teoria e Fundamentos de Sistemas de Informação Universidade Prof. Federal George de H. G. Ouro Fonseca Preto DECEA / João Monlevade Universidade Federal

Leia mais

Administração Logística

Administração Logística INTRODUÇÃO A LOGÍSTICA AULA PARA A TURMA DE ADMINISTRAÇÃO 2º SEMESTRE DE 2010 2 Administração Logística Processo de planejar, implementar e controlar o fluxo e armazenamento eficiente e eficaz em termos

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OPERAÇÕES DE ARMAZENAGEM E DISTRIBUIÇÃO FÍSICA. Prof. Dr. Daniel Caetano

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OPERAÇÕES DE ARMAZENAGEM E DISTRIBUIÇÃO FÍSICA. Prof. Dr. Daniel Caetano GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OPERAÇÕES DE ARMAZENAGEM E DISTRIBUIÇÃO FÍSICA Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Conhecer mais sobre os armazéns e as operações de armazenagens Compreender o conceito

Leia mais

ESTRUTURAS DE MERCADO. Fundamentos de Economia e Mercado

ESTRUTURAS DE MERCADO. Fundamentos de Economia e Mercado ESTRUTURAS DE MERCADO Fundamentos de Economia e Mercado ESTRUTURAS DE MERCADO As várias formas ou estruturas de mercados dependem fundamentalmente de três características: 1. Número de empresas que compõe

Leia mais

A p r e s e n t a ç ã o

A p r e s e n t a ç ã o A p r e s e n t a ç ã o Dando continuidade à coleção "Panorama Logístico" - conjunto de relatórios que trazem resultados detalhados de pesquisas desenvolvidas pelo Centro de Estudos em Logística - apresentamos

Leia mais

Planejamento e Controle da Produção I

Planejamento e Controle da Produção I Planejamento e Controle da Produção I Prof. M.Sc. Gustavo Meireles 2012 Gustavo S. C. Meireles 1 Introdução Planejamento Agregado: Maximizar os resultados das operações e minimizar os riscos de tomadas

Leia mais

Logística. Oliveira, Felipe Flausino de. O48l Logística / Felipe Flausino de Oliveira. Varginha, slides; il.

Logística. Oliveira, Felipe Flausino de. O48l Logística / Felipe Flausino de Oliveira. Varginha, slides; il. Logística Oliveira, Felipe Flausino de. O48l Logística / Felipe Flausino de Oliveira. Varginha, 2015. 25 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World Wide Web 1. Logística.

Leia mais

Qualidade Conceitos Fundamentais

Qualidade Conceitos Fundamentais Qualidade Conceitos Fundamentais Qualidade significa satisfação dos usuários: produtos ou serviços que satisfazem as necessidades e expectativas dos usuários J. R. Tony Arnold Qualidade e política de

Leia mais

PR Ministério da Educação

PR Ministério da Educação PLANO DE NEGÓCIOS SIMPLIFICADO Obs.: este formulário deverá ser entregue após a realização do Curso sobre Elaboração de Plano de Negócios que está previsto para fevereiro e março de 2013. A FUTURA EMPRESA

Leia mais

6 Análise e Expectativas Contratantes X Contratados

6 Análise e Expectativas Contratantes X Contratados 6 Análise e Expectativas Contratantes X Contratados Este capítulo oferece a análise e as expectativas das empresas contratantes e contratadas com base nas informações adquiridas na pesquisa de campo objeto

Leia mais

FAMEBLU Engenharia Civil

FAMEBLU Engenharia Civil Disciplina LOGÍSTICA EMPRESARIAL FAMEBLU Engenharia Civil Aula 5: Revisão Geral Professor: Eng. Daniel Funchal, Esp. Estratégia Corporativa Estratégia corporativa é o processo essencial dentro das organizações,

Leia mais

Estratégia de Produção. Jonas Lucio Maia

Estratégia de Produção. Jonas Lucio Maia Estratégia de Produção Jonas Lucio Maia Conteúdo Introdução; Estratégia EP : Conteúdo EP : Processo Bibliografia. Introdução Todas as organizações necessitam de um direcionamento estratégico: Para onde

Leia mais

Gestão de Produto. Responsável pelo Conteúdo: Prof. Dr.Gleber Antonio de Paula. Revisão Textual: Profa. Esp. Alessandra Fabiana Cavalcante

Gestão de Produto. Responsável pelo Conteúdo: Prof. Dr.Gleber Antonio de Paula. Revisão Textual: Profa. Esp. Alessandra Fabiana Cavalcante Gestão de Marketing Gestão de Produto Responsável pelo Conteúdo: Prof. Dr.Gleber Antonio de Paula Revisão Textual: Profa. Esp. Alessandra Fabiana Cavalcante Unidade Gestão de Produto Nesta unidade, trabalharemos

Leia mais

empreendedorismo UNIDADE iii- PROCESSO EMPREENDEDOR; AMBIENTES E CARACTERÍSTICAS DE NEGÓCIO.

empreendedorismo UNIDADE iii- PROCESSO EMPREENDEDOR; AMBIENTES E CARACTERÍSTICAS DE NEGÓCIO. empreendedorismo UNIDADE iii- PROCESSO EMPREENDEDOR; AMBIENTES E CARACTERÍSTICAS DE NEGÓCIO. PROCESSO EMPREENDEDOR SE DESENVOLVE AO LONGO DO TEMPO E SE MOVE POR MEIO DE FASES DISTINTAS, MAS INTIMAMENTE

Leia mais

Administração. Níveis de Planejamento. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Níveis de Planejamento. Professor Rafael Ravazolo. Administração Níveis de Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX TIPOS OU NÍVEIS DE PLANEJAMENTO A divisão mais comum do planejamento é a hierárquica, separando-o

Leia mais

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Conceitos básicos Logística e Varejo Entendendo a cadeia de abastecimento integrada OBJETIVOS Os conceitos, definições e importância da cadeia de abastecimento;

Leia mais

MICRO AMBIENTE CONCORRENTE A. Administração Mercadológica I. Forças tecnológicas. Forças naturais. Empresa

MICRO AMBIENTE CONCORRENTE A. Administração Mercadológica I. Forças tecnológicas. Forças naturais. Empresa de Marketing Parte 02 Micro e Macro Os profissionais precisam praticar a administração de relacionamento de parceria. Eles devem trabalhar em estreito contato com parceiros de outros departamentos da empresa

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Fonte: Maximiano (2009) Autor Palavras Chave Mintzberg Ansoff Futuro. Decisão. Resultados. Programação. Negócio Atual. Tendências. Decisão. Concorrência. Produtos e serviços. MAXIMIANO

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 03 UFPR. Prof.ª Nicolle Sotsek Ramos

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 03 UFPR. Prof.ª Nicolle Sotsek Ramos SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS AULA 03 UFPR Prof.ª Nicolle Sotsek Ramos BREVE REVISÃO Sistemas de informações como combustível para as organizações (dentro e fora da organização); Sistema de informação

Leia mais

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias 1 Quem somos 2 Porque ABCCorp? 3 Referencias Trabalhamos como você! Experiência não somente acadêmica, sobre o teu segmento; Entendemos suas expectativas Valorizamos e garantimos o teu investimento com

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REITORIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REITORIA PLANO DE TRABALHO Identificação Aluno (a): Kelly da Cunha Neves Curso: Tecnologia em Logística Coordenador (a) no IF: André Luís Machado Instituição de Destino: Instituto Politécnico do Porto Coordenador

Leia mais

Por isso, busca jovens que tenham interesse no seu autodesenvolvimento dentro de uma empresa global.

Por isso, busca jovens que tenham interesse no seu autodesenvolvimento dentro de uma empresa global. A GERDAU acredita que as pessoas são o seu maior diferencial! Por isso, busca jovens que tenham interesse no seu autodesenvolvimento dentro de uma empresa global. O comprometimento, qualidade do trabalho

Leia mais

Gerenciamento de Depósitos. Capítulo 12 Bowersox

Gerenciamento de Depósitos. Capítulo 12 Bowersox Gerenciamento de Depósitos Capítulo 12 Bowersox Gerenciamento de Depósitos Estoque local de processamento Agrega custos Serviços preparação para entrega Break Bulk e Cross-docking Redução dos custos de

Leia mais

Produtos customizados para a cadeia do frio. Bolsão térmico Cobertura térmica para palete Divisória térmica Lona térmica

Produtos customizados para a cadeia do frio. Bolsão térmico Cobertura térmica para palete Divisória térmica Lona térmica Produtos customizados para a cadeia do frio Bolsão térmico Cobertura térmica para palete Divisória térmica Lona térmica 1 Trabalho árduo dedicação e qualidade Estes são os princípios da Soluforte QUEM

Leia mais

GESTÃO DE EXCELÊNCIA CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO

GESTÃO DE EXCELÊNCIA CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL PROF. ME. CARLOS WILLIAM DE CARVALHO UEG / UNUCSEH / ADMINISTRAÇÃO / CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO Turbulência: o ambiente que as

Leia mais

Módulo 3 Estratégia de Melhoria da CV. Desenhar um projeto de melhoria da cadeia. cadeia e estratégia. Análise da

Módulo 3 Estratégia de Melhoria da CV. Desenhar um projeto de melhoria da cadeia. cadeia e estratégia. Análise da Módulo Estratégia de Melhoria da CV Desenhar um projeto de melhoria da cadeia Módulos Delimitação do projeto Análise da cadeia e estratégia Implementação Monitoria 0 Decisão sobre engajamento na promoção

Leia mais

Profª Mônica Suely G. de Araujo

Profª Mônica Suely G. de Araujo Profª Mônica Suely G. de Araujo Desempenho Características Confiabilidade Reputação 2 1 Durabilidade Utilidade Resposta Estética 3 Projeto Conformidade Capabi lidade Atendi mento ao Cliente Cultura da

Leia mais

VAREJO E ATACADO Decisões do Canal de Marketing CONCEITO DE VAREJO

VAREJO E ATACADO Decisões do Canal de Marketing CONCEITO DE VAREJO VAREJO E ATACADO Decisões do Canal de Marketing CONCEITO DE VAREJO Unidade de negócio que compra mercadorias de fabricantes, atacadistas e outros distribuidores e vende diretamente a consumidores finais

Leia mais

Cadeia de valor: agregando valor

Cadeia de valor: agregando valor MSc. Paulo Cesar C. Rodrigues paulo.rodrigues@usc.br www.paulorodrigues.pro.br Mestre em Engenharia de Produção A principal preocupação de empresas, tanto de produto como de serviços, tem se voltado para

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR ALDA MARIA GRÜDTNER DE ALMEIDA

GESTÃO HOSPITALAR ALDA MARIA GRÜDTNER DE ALMEIDA GESTÃO HOSPITALAR ALDA MARIA GRÜDTNER DE ALMEIDA ADMINISTRADORA RESIDENTE HU/UFJF RESIDECOADM.HU@UFJF.EDU.BR O Contexto Hospitalar O Contexto Hospitalar Na nossa sociedade, o hospital se insere nas condições

Leia mais

Gestão de Operações III

Gestão de Operações III Gestão de Operações III Parte 2 - Enfoque Sistêmico da Gestão de Operações / Produção Prof. Marcio Cardoso Machado 1 O que é Gestão de Operações A Gestão de Operações / Produção é a atividade de gerenciar

Leia mais

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 02: Cadeias de Valor

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 02: Cadeias de Valor GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 02: Cadeias de Valor Objetivos O aluno deverá ser capaz de: Entender a visão cíclica de uma Cadeia de Suprimentos. Conhecer os ciclos de processos de uma Cadeia

Leia mais

Gestão da Produção Logística

Gestão da Produção Logística UNIESP Campus Butantã Gestão da Produção Logística LOGÍSTICA EMPRESARIAL SUPPLY CHAIN MANAGEMENT FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS GERENCIAIS DE SÃO PAULO Rubens Vieira da Silva LOGÍSTICA EMPRESARIAL LOGÍSTICA

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E ESTRATÉGIAS POR SETOR ECONÔMICO

CARACTERÍSTICAS E ESTRATÉGIAS POR SETOR ECONÔMICO Negócios ambientais Prof. Adriana Gonzaga E ESTRATÉGIAS POR SETOR ECONÔMICO Slide 1 SETOR ECONÔMICO CONCENTRADO Produtos homogêneos; Elevado grau de concentração com poucas empresas responsáveis por grande

Leia mais

Administração Mercadológica I

Administração Mercadológica I Ambiente de Marketing Parte 01 O Marketing facilita a produção e o consumo DISCREPÂNCIAS DE QUANTIDADE: Os produtores preferem fabricar e vender em grandes quantidades. Os consumidores preferem comprar

Leia mais

TEMA 3 ETAPAS DA MONTAGEM DO ORÇAMENTO: CONTEÚDOS, CONCEITOS E ASPECTOS RELEVANTES

TEMA 3 ETAPAS DA MONTAGEM DO ORÇAMENTO: CONTEÚDOS, CONCEITOS E ASPECTOS RELEVANTES TEMA 3 ETAPAS DA MONTAGEM DO ORÇAMENTO: CONTEÚDOS, CONCEITOS E ASPECTOS RELEVANTES 1 PRINCÍPIOS GERAIS DE PLANEJAMENTO DIRETRIZES CENÁRIOS PREMISSAS PRÉ-PLANEJAMENTO MARKETING PSPE INVESTIMENTOS RECURSOS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico. Componente Curricular: LOGÍSTICA EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico. Componente Curricular: LOGÍSTICA EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional:

Leia mais

PCP Planejamento de Controle da Produção. Aula 04 14/3/2011. Planejamento Estratégico da Produção. Planejamento Estratégico da Produção

PCP Planejamento de Controle da Produção. Aula 04 14/3/2011. Planejamento Estratégico da Produção. Planejamento Estratégico da Produção Para que serve o Planejamento Estratégico? PCP Planejamento de Controle da Aula 04 Profº. Ronaldo Oliveira contato@ronaldooliveira.com.br O planejamento estratégico busca maximizar os resultados das operações

Leia mais

Gestão da Produção Logística

Gestão da Produção Logística UNIESP Campus Butantã Gestão da Produção Logística LOGÍSTICA EMPRESARIAL SUPPLY CHAIN MANAGEMENT GESTÃO DE DEPÓSITOS ORGANIZAÇÃO PAULISTANA EDUCACIONAL E CULTURAL FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS GERENCIAIS

Leia mais

Conceituação Entende-se por estoque quaisquer quantidades de bens físicos que sejam conservados, de forma improdutiva, por algum intervalo de tempo.

Conceituação Entende-se por estoque quaisquer quantidades de bens físicos que sejam conservados, de forma improdutiva, por algum intervalo de tempo. Conceituação Entende-se por estoque quaisquer quantidades de bens físicos que sejam conservados, de forma improdutiva, por algum intervalo de tempo. Moreira, 2008 Por que os estoques são necessários? Disponibilizar

Leia mais

Tópicos Especiais em Engenharia de Produção

Tópicos Especiais em Engenharia de Produção Tópicos Especiais em Engenharia de Produção Tema (desde 2015) Gestão da Cadeia de Suprimentos Supply Chain Management Prof. Valério Salomon www.feg.unesp.br/salomon Os profissionais mais bem pagos do momento

Leia mais

Sumário. PARTE 1 Gestão logística da cadeia de suprimentos. Capítulo 2. Capítulo 1

Sumário. PARTE 1 Gestão logística da cadeia de suprimentos. Capítulo 2. Capítulo 1 Sumário PARTE 1 Gestão logística da cadeia de suprimentos Capítulo 1 Cadeias de suprimentos no século xxi... 2 A revolução da cadeia de suprimentos... 4 Integração gera valor... 6 Modelo geral de cadeia

Leia mais

10 SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM LOGÍSTICA AGROINDUSTRIAL RECURSOS HUMANOS E AGRONEGÓCIO: QUAL PAPEL PARA O PROFISSIONAL DE LOGÍSTICA?

10 SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM LOGÍSTICA AGROINDUSTRIAL RECURSOS HUMANOS E AGRONEGÓCIO: QUAL PAPEL PARA O PROFISSIONAL DE LOGÍSTICA? 10 SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM LOGÍSTICA AGROINDUSTRIAL RECURSOS HUMANOS E AGRONEGÓCIO: QUAL PAPEL PARA O PROFISSIONAL DE LOGÍSTICA? Mário Otávio Batalha GEPAI DEP - Piracicaba março/2013 AGRONEGÓCIO: O

Leia mais

O TEMPO PODE ATÉ PASSAR, MAS UMA FORMAÇÃO DE QUALIDADE FICA PARA SEMPRE.

O TEMPO PODE ATÉ PASSAR, MAS UMA FORMAÇÃO DE QUALIDADE FICA PARA SEMPRE. PROGRAMAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS 2º semestre de 2017 UNIÃO DA VITÓRIA O TEMPO PODE ATÉ PASSAR, MAS UMA FORMAÇÃO DE QUALIDADE FICA PARA SEMPRE. CURSOS TÉCNICOS SENAC. A HORA DE INVESTIR NO SEU FUTURO É AGORA.

Leia mais

GESTÃO DE SERVIÇOS. Gregório Varvákis CIN - PPGEP / UFSC

GESTÃO DE SERVIÇOS. Gregório Varvákis CIN - PPGEP / UFSC GESTÃO DE SERVIÇOS Gregório Varvákis CIN - PPGEP / UFSC Analise Funcional de Processos PARTICIPAÇÃO DOS SERVIÇOS NOS PIBs DE ALGUNS PAÍSES : PIB (US$ bilhões) Participação dos Serviços PIB (US$ bilhões)

Leia mais

O Papel do Macroambiente

O Papel do Macroambiente O Papel do Macroambiente Ambiente Político e Legal Competidores Potenciais Ambiente Tecnológico Poder dos Fornecedores Rivalidade entre os os Competidores Poder dos Compradores Ambiente Demográfico Ambiente

Leia mais

Aulas Prof. Rafael de Paiva Lima

Aulas Prof. Rafael de Paiva Lima Definição de Serviços Serviços constituem uma transação realizada por uma empresa ou por um indivíduo, cujo objetivo não está associado à transferência de um bem. Entre as várias definições e colocações,

Leia mais