UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: Administração Estratégica PROFESSOR: Dr. André Gustavo Carvalho Machado EMENTA Evolução da administração estratégica como área de estudo; administração estratégica nos setores privado, público e no terceiro setor; abordagens de planejamento e administração estratégica; a prática da administração estratégica. OBJETIVO GERAL Apresentar uma visão ampla a respeito dos fundamentos concernentes à administração estratégica. OBJETIVOS ESPECÍFICOS a) Analisar teorias e conceitos dispostos na literatura clássica e contemporânea sobre administração estratégica. b) Discutir temas associados à formulação, implementação e avaliação de estratégias. METODOLOGIA O curso será desenvolvido por meio de seminários, os quais dizem respeito à apresentação e discussão, pelos alunos, do conteúdo das leituras obrigatórias para cada encontro. Caberá ao docente estimular e mediar os debates, além de esclarecer pontos obscuros e expor temáticas tangenciais e complementares aos assuntos abordados. Para garantir a assimilação dos conteúdos e um debate enriquecedor, os alunos devem realizar previamente as leituras indicadas. Por sorteio, será definido um grupo para apresentar os resultados das reflexões sobre as leituras. O fato de um grupo ser sorteado não significa que não participará dos próximos sorteios. Cada grupo deve ser composto por, no máximo, três alunos. As apresentações deverão ser realizadas de forma oral (utilizando, quando possível, o software power point, computador e datashow), devendo ser ressaltado, de forma sintética: os principais assuntos tratados pelos artigos/capítulos contemplados na seção; o resultado da análise crítica empreendida pelo grupo; informações (exemplos, curiosidades, atualidades etc) coletadas na internet a respeito do tema da seção. Na construção dos slides, deve-se evitar a elaboração de textos e privilegiar tópicos que possam ser devidamente desenvolvidos pelos integrantes do grupo durante sua exposição. O conteúdo do artigo final deve contemplar a análise de uma situação real (estudo empírico) sob a perspectiva de uma ou mais teorias abordadas ao longo da disciplina, seguindo os parâmetros estabelecidos nas normas de submissão de eventos ligados à ANPAD. A escolha do tema é de responsabilidade dos alunos e deverá ser aprovado, previamente, pelo professor. O artigo final deve ser elaborado por grupos de, no máximo, três alunos.

2 Os artigos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios: Clareza, pertinência e consecução dos objetivos. Qualidade da redação e organização do texto: (ortografia, gramática, clareza, objetividade e estrutura formal). Originalidade do trabalho e relevância do tema. Qualidade da revisão de literatura. Consistência teórica do trabalho. Metodologia utilizada: (adequação e qualidade). Análise de dados (ou informações) e resultados (articulação teórica e metodológica da interpretação). Conclusões: fundamento, coerência e alcance. Contribuição do trabalho para o conhecimento na área temática. Por fim, será realizada uma prova escrita, individual e sem consulta, contemplando os temas tratados na disciplina. Os critérios para correção da prova serão: qualidade da redação, clareza, assertividade, objetividade, domínio do tema e fundamentação teórica abordada para responder às questões propostas. AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM A avaliação dar-se-á por meio dos seguintes indicadores: a) apresentação do conteúdo dos artigos previstos para cada encontro (30%) b) prova escrita (30%) c) conteúdo e apresentação do artigo final (40%)

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO, CRONOGRAMA E REFERÊNCIAS AULA 1: Apresentação e Contexto Acadêmico Nacional Apresentação da disciplina: programa, metodologia, avaliação. Evolução do pensamento estratégico. AULA 2: Escolas do Pensamento Estratégico MINTZBERG, Henry, AHLSTRAND, Bruce e LAMPEL, Joseph. Safári de Estratégia. Porto Alegre: Bookman, AULA 3: Introdução à Administração Estratégica e Missão RUMELT, R.; SCHENDEL, D.; TEECE, D. Fundamental issues in strategy. In:. Fundamental issues in strategy: a research agenda. Boston: Harvard Business School Press, cap.1, p HILL, Charles W. L. e JONES, Gareth R. Strategic Management Theory: an Integrated Approach. Boston: Houghton Mifflin Company, cap. 2, p DAVID, Fred R. Strategic Management: Concepts. New Jersey: Prentice Hall, cap. 3, p AULA 4: Análises Macroambiental e Setorial NARAYANAN, V. K. e FAHEY, Liam. Análise Macroambiental: Compreendendo o Ambiente Fora do Setor. In: MBA Curso Prático de Estratégia. São Paulo: Campus, cap. 7, p PORTER, Michael E. Estratégia Competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. 7.ed. Rio de Janeiro: Campus, cap. 1, 3, 7, p , p.61-85, p AULA 5: Dinâmica Competitiva e Ambientes Hipercompetitivos HITT, Michael A.; IRELAND, R.; HOSKISSON, Robert. E. Administração estratégica. São Paulo: Thomson Learning, cap. 5, p VENKATARAMAN, S.; CHEN, M.; MACMILLAN, Y. C. Prevendo reações: fatores que moldam as reações dos concorrentes. In: DAY, G. S.; REIBSTEIN, D. J. A dinâmica da estratégia competitiva. Rio de Janeiro: Campus, cap. 8, p D AVENI, R. A. Hipercompetição: estratégias para dominar a dinâmica do mercado. Rio de Janeiro: Campus, Introdução, cap. 6, p. XXI-LIX, p

4 AULA 6: Visão Baseada nos Recursos I WERNERFELT, B. A Resource-based View of the firm. Strategic Management Journal, v.5, n.2, p , apr-jun, PRAHALAD, C.; HAMEL, G. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, v. 68, issue 3, p , may./jun GRANT, R. M. The resource- based theory of competitive advantage: implications for strategy formulation. California Management Review, v.33, n.3, p , AULA 7: Visão Baseada nos Recursos II PETERAF, M. A. The cornerstones of competitive advantage: a resource-based view. Strategic Management Journal. v. 14, p , BARNEY, J. B. HESTERLY, W. S. Administração estratégica e vantagem competitiva. São Paulo: Pearson Prentice Hall, cap 2, p COLLIS, David J.; Montgomery, Cynthia A. Competing on Resources. Harvard Business Review, p , jul-aug, AULA 8: O Processo da Estratégia MINTZBERG, H. Strategy-making in three modes. California Management Review, v.16, n.2, p.44-53, winter, MINTZBERG, H. A criação artesanal da estratégia. In: PORTER, M. E.; MONTGOMERY, C. A. (Org.). Estratégia: a busca da vantagem competitiva. 4. ed. Rio de Janeiro: Campus, Parte V, cap.4, p IDENBURG, P. Four styles of strategy development. Long Range Planning, v.26, n.6, p , dec AULA 9: Mudança Estratégica QUINN, J. B. Strategic Change: logical incrementalism. Sloan Management Review, v.20, issue 1, p.7-21, fall, MINTZBERG, H..Patterns in strategy formation. Management Science, v.24, n.9, p , may, PETTIGREW, Andrew M. Context and Action in the Transformation of the Firm. Journal of Management studies, v.24, n.6, p , nov

5 AULA 10: Estratégia & Estrutura, Estratégia & Cultura Organizacional e Estratégia & Liderança CHANDLER, A. D. Introdução a strategy and structure. In: ; Ensaios para uma teoria histórica da grande empresa. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1998, p THOMPSON Jr, Arthur A; STRICKLAND, A J. Planejamento Estratégico: Elaboração, Implementação e Execução. São Paulo: Pioneira, cap 11, p BARNEY, J. B. Organizational Culture: Can It Be a Source of Sustained Competitive Advantage? Academy of Management Review, v. 11, n. 3, , ROWE, W. G. Liderança estratégica e criação de valor. Revista de Administração de Empresas, v. 42, n. 1, Jan./Mar AULA 11: Governança Corporativa HITT, Michael A.; IRELAND, R.; HOSKISSON, Robert. E. Administração estratégica. São Paulo: Thomson Learning, cap. 10, p LORSCH, J. W. Empowering the board. In: Harvard Business Review on Corporate Governance. Boston: Harvard Business Scholl Press, 2000, p POUND, J. The promise of the governed corporation. In: Harvard Business Review on Corporate Governance. Boston: Harvard Business Scholl Press, 2000, p AULA 12: Avaliação da Estratégia KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. The Balanced Scorecard -Measures That Drive Performance. IN: HARVARD BUSINESS REVIEW. Measuring Corporate Performance. Boston: Harvard Business Review, 1998, p KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. Putting the Balanced Scorecard to Work. IN: HARVARD BUSINESS REVIEW. Measuring Corporate Performance. Boston: Harvard Business Review, 1998, p KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. Linking the balanced scorecard to strategy. California Management Review, v. 39, n.1, p , fall, AULA 13: Administração Estratégica no Setor Público e em Organizações sem fins lucrativos RING, Peter S.; PERRY, James L. Strategic Management in Public and Private Organizations: Implications of Distinctive Contexts and Constraints. Academy of Management Review, v. 10, n. 2. p , WRIGHT, P.; KROLL, M. J.; PARNELL, J. Administração Estratégica: Conceitos. São Paulo: Atlas, cap. 12, p

6 KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. Transforming the balanced scorecard from performance measurement to strategic management. Accounting Horizons, v.15, n.1, p , mar AULA 14: Prova AULA 15: Apresentação e discussão de artigos

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas AAKER, D. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 2001. ABBAS, K. Gestão de Custos em Organizações Hospitalares. 2001. In COUTO, Renato e PEDROSA, Tânia. Hospital: Acreditação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: FACIP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: FACIP UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Estratégia e Planejamento CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA: FACIP PERÍODO/SÉRIE:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA O conceito de estratégia. O estrategista. A formulação da estratégia. A análise da estratégia. A formação da estratégia. Implementação da estratégia. O controle estratégico. A estrutura. Liderança

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO 2013/1. Disciplina: Estratégia Empresarial 6º. Período Professor: FREDERICO VIDIGAL

ADMINISTRAÇÃO 2013/1. Disciplina: Estratégia Empresarial 6º. Período Professor: FREDERICO VIDIGAL ADMINISTRAÇÃO 2013/1 Disciplina: Estratégia Empresarial 6º. Período Professor: FREDERICO VIDIGAL Período: 1º. Semestre / 2013 Objetivos da disciplina: Desenvolver a capacidade dos alunos no sentido da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CÓDIGO MATRIZ CURRICULAR: 109P1NB

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CÓDIGO MATRIZ CURRICULAR: 109P1NB UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CÓDIGO MATRIZ CURRICULAR: 109P1NB PLANO DE DISCIPLINA ANO LETIVO: 2011 2º SEMESTRE DADOS DA DISCIPLINA CÓDIGO DISC

Leia mais

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Código Denominação DISCIPLINA Crédito(s) (*) Carga Horária Teórica Prática

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA Código: ADM - 456 CH Total: 60 Pré-requisito: -0- Período Letivo: 2013/2

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: ADMINISTRAÇÃO FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

[Ano] Estratégia: Um Conceito em Construção. Universidade Cruzeiro do Sul www.cruzeirodosul.edu.br

[Ano] Estratégia: Um Conceito em Construção. Universidade Cruzeiro do Sul www.cruzeirodosul.edu.br [Ano] Estratégia: Um Conceito em Construção Universidade Cruzeiro do Sul www.cruzeirodosul.edu.br Unidade: Estratégia: Um Conceito em Construção MATERIAL TEÓRICO Responsável pelo Conteúdo: Prof.Ms. Gabriel

Leia mais

PLANO DE ENSINO. As atividades da disciplina estão orientadas no sentido de alcançar os seguintes objetivos abaixo relacionados:

PLANO DE ENSINO. As atividades da disciplina estão orientadas no sentido de alcançar os seguintes objetivos abaixo relacionados: I IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso Bacharelado em Administração Disciplina Gestão Estratégica Pré-Requisitos: GADM 01 Fundamentos da Administração GADM 02 Teoria das Organizações Professor Marcos Severo

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Análise Organizacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PROGRAMA Disciplina: Estratégia Empresarial: Planejamento e Controle Código: PCON 0021 Carga Horária: 60 horas Créditos: 4 Natureza: Optativa Professor: Annor da Silva Junior annor.silva@ufes.br I. EMENTA:

Leia mais

III Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade (SimpGES) Produtos eco-inovadores: produção e consumo"

III Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade (SimpGES) Produtos eco-inovadores: produção e consumo 24 e 25 de outubro de 2013 Campo Grande-MS Universidade Federal do Mato Grosso do Sul RESUMO EXPANDIDO TRIPLE BOTON LINE INCORPORADO NAS ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS: UM ESTUDO EM OPERADORES LOGÍSTICOS NO

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Administração Disciplina: Estratégia empresarial Professor: Salomão David Vergne Cardoso E-mail: vergne07@gmail.com Código: Carga Horária:

Leia mais

SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ESTRATÉGIA CORPORATIVA PARA AS ORGANIZAÇÕES. LIMA, Sílvia Aparecida Pereira 1 RESUMO

SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ESTRATÉGIA CORPORATIVA PARA AS ORGANIZAÇÕES. LIMA, Sílvia Aparecida Pereira 1 RESUMO REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE ADMINISTRAÇÃO ISSN: 1676-6822 Ano IX Número 16 Junho de 2009 Periódicos Semestral SOBRE A IMPORTÂNCIA DA ESTRATÉGIA CORPORATIVA PARA AS ORGANIZAÇÕES LIMA, Sílvia Aparecida

Leia mais

Análise interna. Adelcio Machado adelcio@redelnet.com.br. Cincinato Lui Cordeiro cincinato@hotmail.com. Gisele Mazon gisele.mazon@unisul.

Análise interna. Adelcio Machado adelcio@redelnet.com.br. Cincinato Lui Cordeiro cincinato@hotmail.com. Gisele Mazon gisele.mazon@unisul. Análise interna Adelcio Machado adelcio@redelnet.com.br Cincinato Lui Cordeiro cincinato@hotmail.com Gisele Mazon gisele.mazon@unisul.br Roberto de Medeiros Junior roberto.medeiros.junior@hotmail.com Fernando

Leia mais

A gestão estratégica sob uma perspectiva política: um estudo de caso comparativo entre empresas integrantes do Programa Paex da Fundação Dom Cabral

A gestão estratégica sob uma perspectiva política: um estudo de caso comparativo entre empresas integrantes do Programa Paex da Fundação Dom Cabral A gestão estratégica sob uma perspectiva política: um estudo de caso comparativo entre empresas integrantes do Programa Paex da Fundação Dom Cabral Anderson Rocha Valverde A pesquisa aqui resumida analisa,

Leia mais

VANTAGEM COMPETITIVA NA VISÃO BASEADA EM RECURSOS

VANTAGEM COMPETITIVA NA VISÃO BASEADA EM RECURSOS VANTAGEM COMPETITIVA NA VISÃO BASEADA EM RECURSOS CARVALHO, L.F. (CESUR 1 ) - P 2 GRZEBIELUCKAS, C. (UNEMAT) - P 3 Resumo Este trabalho tem como pano de fundo abordar questões dentro de uma das linhas

Leia mais

FACULDADE EVANGÉLICA DE TAGUATINGA PLANO DE ENSINO

FACULDADE EVANGÉLICA DE TAGUATINGA PLANO DE ENSINO CURSO: ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA CARGA HORÁRIA: 72 H/A CRÉDITOS: 4 PROFESSOR: RUBEM JOSÉ BOFF PRÉ-REQUISITO: EMENTA: A Organização e seu ambiente. Evolução da Gestão Estratégica.

Leia mais

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS

MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS MESTRADO EM CONTABILIDADE E FINANÇAS PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: NOVAS TENDÊNCIAS EM CONTABLIDADE DE GESTÃO Semestre 1º ECT s 6 Área Científica: Docente: CONTABILIDADE HUMBERTO RIBEIRO

Leia mais

LIDERANÇA E ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS: A INFLUÊNCIA, O PODER E OS ASPECTOS DA LIDERANÇA NAS ORGANIZAÇÕES.

LIDERANÇA E ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS: A INFLUÊNCIA, O PODER E OS ASPECTOS DA LIDERANÇA NAS ORGANIZAÇÕES. 19 LIDERANÇA E ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS: A INFLUÊNCIA, O PODER E OS ASPECTOS DA LIDERANÇA NAS ORGANIZAÇÕES. LEADERSHIP AND ORGANIZATIONAL STRATEGIES: THE INFLUENCE, POWER AND ASPECTS OF LEADERSHIP IN

Leia mais

PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE

PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO UNIVERSIDADE TECNICA DE LISBOA CURSO DE LICENCIATURA EM GESTÃO 2007/2008 (Regras de Bolonha) PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE L I S B O A SETEMBRO 2 0

Leia mais

Nota Pedagógica Um (des)caso do planejamento estratégico na Administração Pública

Nota Pedagógica Um (des)caso do planejamento estratégico na Administração Pública Nota Pedagógica Um (des)caso do planejamento estratégico na Administração Pública Temas: Mudança Organizacional. Estratégia. Planejamento Estratégico. Gestão Pública. Utilização: Utilizar o estudo de caso

Leia mais

Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Código: ENGP -

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA CASOS PARA O ENSINO EM ADMINISTRAÇÃO

PLANO DE DISCIPLINA CASOS PARA O ENSINO EM ADMINISTRAÇÃO Universidade Federal da Paraíba UFPB Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA Programa de Pós-graduação em Administração PPGA Professores: Anielson Barbosa da Silva Contatos: anielson@uol.com.br Créditos/Nº

Leia mais

GESTÃO DO DESEMPENHO EMPRESARIAL: OS DESAFIOS ESTRATÉGICOS DA MANUFATURA

GESTÃO DO DESEMPENHO EMPRESARIAL: OS DESAFIOS ESTRATÉGICOS DA MANUFATURA 1 GESTÃO DO DESEMPENHO EMPRESARIAL: OS DESAFIOS ESTRATÉGICOS DA MANUFATURA Vagner Cavenaghi Doutorando em Engenharia de Produção - Escola Politécnica da USP Professor da Universidade Estadual Paulista

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA PROGRAMA DA DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA NATUREZA ANO ADM025 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Obrigatória 2012.1 CARGA HORÁRIA PRÉ-REQUISITO 72 horas PROFESSOR RESPONSÁVEL Roberto Paz/ Ludmilla F. Fiscina

Leia mais

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografía BREALEY, Richard A.; MYERS, Stewart C. - Princípios de Finanças Empresariais.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DO DESPORTO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Motricidade Humana 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Gestão Estratégica e Administrativa

Gestão Estratégica e Administrativa Gestão Estratégica e Administrativa Transformando idéias em resultados Prof. Dr Nério Amboni amboni30@yahoo.com.br O gestor frente a dinamicidade do ambiente PROBLEMAS CRÔNICOS Problema 01: nada de

Leia mais

Pensamento Estratégico Organizacional Origens, Evolução e Principais Influências.

Pensamento Estratégico Organizacional Origens, Evolução e Principais Influências. Pensamento Estratégico Organizacional Origens, Evolução e Principais Influências. Resumo Autoria: Luis Carlos Schneider O presente trabalho descreve a estratégia sob a perspectiva histórica e aplicada

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO. CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins

SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO. CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL e CONTRATO PSICOLÓGICO CX Discussões Metodológicas Ivan Canan Orientador: Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins Introdução Sistema de Controle Gerencial Discricionariedade

Leia mais

PLANO DE CURSO 4. OBJETIVO(S) ESPECÍFICOS(S) DA DISCIPLINA:

PLANO DE CURSO 4. OBJETIVO(S) ESPECÍFICOS(S) DA DISCIPLINA: PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Formação de Empreendedores Professor: Arivaldo Ferreira de Jesus e-mail: Código: Carga Horária: 40 horas

Leia mais

O que é Balanced Scorecard?

O que é Balanced Scorecard? O que é Balanced Scorecard? A evolução do BSC de um sistema de indicadores para um modelo de gestão estratégica Fábio Fontanela Moreira Luiz Gustavo M. Sedrani Roberto de Campos Lima O que é Balanced Scorecard?

Leia mais

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor.

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. 1 São Paulo, 06 de junho do 2003 O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. Peter Drucker (2001 p.67), fez a seguinte afirmação ao se referir ao terceiro

Leia mais

Fontes de Vantagem Competitiva Sustentável do Pólo de Gastronomia de Pernambuco: uma Visão Baseada em Recursos

Fontes de Vantagem Competitiva Sustentável do Pólo de Gastronomia de Pernambuco: uma Visão Baseada em Recursos Fontes de Vantagem Competitiva Sustentável do Pólo de Gastronomia de Pernambuco: uma Visão Baseada em Recursos Autoria: Halana Adelino Brandão, Felipe Augusto Pereira Resumo O turismo no Brasil é um importante

Leia mais

ANAIS SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO ESTRATÉGICO: UM ESTUDO REALIZADO NA EMBRAPA ALGODÃO

ANAIS SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO ESTRATÉGICO: UM ESTUDO REALIZADO NA EMBRAPA ALGODÃO SISTEMA DE MEDIÇÃO DE DESEMPENHO ESTRATÉGICO: UM ESTUDO REALIZADO NA EMBRAPA ALGODÃO RAISSA DE AZEVEDO BARBOSA ( raissa_azevedo@hotmail.com, raissa.ppga@gmail.com ) UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - PPGA/UFPB

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ADMINISTRAÇÃO LINHA DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM COMÉRCIO INTERNACIONAL ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Carga horária semanal Etapa 4 5 OBJETIVO Realizar escolhas sobre a adoção de tecnologias e sistema

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( ) Presencial

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento e do Capital Intelectual Anhanguera Educacional Unidade FACNET Curso: MBA em Gestão de Pessoas Disciplina: Aula 01 08/02/2014 Professor: Rodrigo Porto Agenda 1º encontro 08/02/2014 Parte 1 Curso e Apresentações

Leia mais

O Conteúdo das Disciplinas de Estratégia nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração no Brasil

O Conteúdo das Disciplinas de Estratégia nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração no Brasil O Conteúdo das Disciplinas de Estratégia nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração no Brasil Autoria: Eduardo Guedes Villar, Silvana Anita Walter Resumo: Nesta pesquisa objetivou-se

Leia mais

ESCOLA PAULISTA DE NEGOCIOS DISCIPLINA: ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO PROFESSOR: CLAUDEMIR DUCA VASCONCELOS ALUNOS: BRUNO ROSA VIVIANE DINIZ

ESCOLA PAULISTA DE NEGOCIOS DISCIPLINA: ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO PROFESSOR: CLAUDEMIR DUCA VASCONCELOS ALUNOS: BRUNO ROSA VIVIANE DINIZ ESCOLA PAULISTA DE NEGOCIOS DISCIPLINA: ESTRATÉGIA E PLANEJAMENTO CORPORATIVO PROFESSOR: CLAUDEMIR DUCA VASCONCELOS ALUNOS: BRUNO ROSA VIVIANE DINIZ INTRODUÇÃO Estratégia é hoje uma das palavras mais utilizadas

Leia mais

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde*

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde* UniversidadeNovedeJulho1UNINOVE ProgramadeMestradoProfissionalemAdministração GestãoemSistemasdeSaúde Disciplina ProjetosComplexoseEstratégicosAplicadosàSaúde Códigodadisciplina GSEL04 Linhadepesquisa

Leia mais

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Programa Prof. João Pedro Couto Objectivos Esta disciplina tem como finalidade fornecer aos alunos um conjunto de elementos que permitam aos mesmos, utilizando uma lógica de raciocínio

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Vendas Integrado ao Ensino Médio na Modalidade Educação FORMA/GRAU:(X )integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( )

Leia mais

Pretende-se que os estudantes adquiram os seguintes conhecimentos e competências:

Pretende-se que os estudantes adquiram os seguintes conhecimentos e competências: CONTABILIDADE DE GESTÃO NAS ENTIDADES PÚBLICAS [14006] GERAL Ano Letivo: 201516 Grupo Disciplinar: Contabilidade Pública ECTS: 4,5 Regime: EL Semestre: S1 OBJETIVOS Os objetivos da unidade curricular de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas Curso: Administração Disciplina: Administração Estratégica Carga horária: 4 horas Ementa: ( X ) Teórica ( ) Prática Núcleo Temático: Formação

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE Objetivos da Aula: 1. Conceituar gestão de recursos humanos 2. Diferenciar gestão de RH em Educação Física e Esporte 3. Discutir gestão de RH na

Leia mais

CAPACITAÇÃO EM RECURSOS HUMANOS NOS PARQUES DE MATERIAL AERONÁUTICO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA.

CAPACITAÇÃO EM RECURSOS HUMANOS NOS PARQUES DE MATERIAL AERONÁUTICO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA. Programa de Pós-graduação em Ciências Aeroespaciais - UNIFA 218 CAPACITAÇÃO EM RECURSOS HUMANOS NOS PARQUES DE MATERIAL AERONÁUTICO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA. RESUMO Paulo Roberto de Castro Gomes 1 A pesquisa

Leia mais

ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

ESTRATÉGIA EMPRESARIAL Mestrado em Contábeis e Administração MÓDULO ESTRATÉGIA EMPRESARIAL AULA 2 Prof. Dr. Júlio A. F. dos Reis DIVISÃO DO MÓDULO PARA ATENDER AOS OBJETIVOS. Epistemologia, contexto e conceito de estratégia

Leia mais

MUDANÇAS NA PERCEPÇÃO DOS CONCEITOS DE MISSÃO E ESTRATÉGIA ENTRE OS ALUNOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO: O CASO DA UNESPAR/PARANAVAÍ

MUDANÇAS NA PERCEPÇÃO DOS CONCEITOS DE MISSÃO E ESTRATÉGIA ENTRE OS ALUNOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO: O CASO DA UNESPAR/PARANAVAÍ MUDANÇAS NA PERCEPÇÃO DOS CONCEITOS DE MISSÃO E ESTRATÉGIA ENTRE OS ALUNOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO: O CASO DA UNESPAR/PARANAVAÍ SINHORINI, Patrícia Elizabete¹ COLLA, Júlio Ernesto² UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Código Denominação DISCIPLINA Crédito(s) (*) Carga Horária Teórica Prática

Leia mais

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso

Leia mais

Conceito e Processo do Planejamento Estratégico

Conceito e Processo do Planejamento Estratégico ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Estratégia de Negócios em TI (Parte 1) Conceito e Processo do Planejamento Estratégico Prof. Me. Walteno Martins Parreira Jr Origem da Estratégia: Originalmente

Leia mais

PRESSUPOSTOS NORTEADORES DA ESCOLA DA RESOURCE- BASED VIEW OF THE FIRM (RBV).

PRESSUPOSTOS NORTEADORES DA ESCOLA DA RESOURCE- BASED VIEW OF THE FIRM (RBV). PRESSUPOSTOS NORTEADORES DA ESCOLA DA RESOURCE- BASED VIEW OF THE FIRM (RBV). Jamana Rodrigues de Azevedo Professora de Marketing Estratégico, Teoria Geral da Administração II, Tópicos Especiais em Marketing,

Leia mais

Um novo missing link na estratégia de manufatura: repensando as operações através da Visão Baseada em Recursos

Um novo missing link na estratégia de manufatura: repensando as operações através da Visão Baseada em Recursos Um novo missing link na estratégia de manufatura: repensando as operações através da Visão Baseada em Recursos Eduardo de Oliveira Wilk (UFRGS) wilk@cpovo.net Jaime Evaldo Fensterseifer (UFRGS) jaime.ef@terra.com.br

Leia mais

ANAIS GESTÃO BALANCEADA, PRÁTICAS DE GESTÃO E DESEMPENHO FINANCEIRO: UM ESTUDO EMPÍRICO

ANAIS GESTÃO BALANCEADA, PRÁTICAS DE GESTÃO E DESEMPENHO FINANCEIRO: UM ESTUDO EMPÍRICO GESTÃO BALANCEADA, PRÁTICAS DE GESTÃO E DESEMPENHO FINANCEIRO: UM ESTUDO EMPÍRICO ANDERSON QUEIROZ LEMOS ( andersonqadm@gmail.com ) FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS - EAESP DJAIR PICCHIAI ( picchiai@fgv.br ) FUNDAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA FICHA DE DISCIPLINA Disciplina Contabilidade e Análise de Custos Código Carga Horária 6 Créditos 4 Tipo: PPGCC09 Eletiva OBJETIVOS Apresentar e discutir os conhecimentos fundamentais voltados para a identificação,

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Disciplina: Administração Estratégica Núcleo Temático: Formação Profissional ENEC00183 Estudo da administração estratégica em seus processos de implantação, desenvolvimento, implantação e monitoramento.

Leia mais

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MBA EXECUTIVO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA 2012.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS É uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, fundada em 20 de dezembro de 1944, com o objetivo de ser um centro voltado

Leia mais

Sistemas & Gestão 10 (2015), pp 346-355

Sistemas & Gestão 10 (2015), pp 346-355 Sistemas & Gestão 10 (2015), pp 346-355 PRÁTICAS DE GESTÃO ESTRATÉGICA E ISOMORFISMO: UMA INVESTIGAÇÃO EMPÍRICA ENTRE EMPRESAS DO PORTO DIGITAL A PARTIR DA TEORIA INSTITUCIONAL STRATEGIC MANAGEMENT PRACTICES

Leia mais

O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional

O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional 1 O Seis Sigma como apoio a Estratégia Organizacional Andre Rodrigues da SILVA 1 Introdução A produção em massa revolucionou a fabricação na metade do século XIX e esta filosofia foi explorada por grandes

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Código: CTB-2013 Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2015.2

Leia mais

Pré-requisitos: Ter cursado a disciplina Administração I.

Pré-requisitos: Ter cursado a disciplina Administração I. Nome do centro: 1. Identificação Nome do curso: Ciências da Computação Nome e cód. Disciplina: Administração II Número de créditos: 04 Carga horária teórica: 32 h Carga horária prática: 28 h Carga horária

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Turismo, Hospitalidade e Lazer CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( x ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

LUÍS CÉSAR FERREIRA MOTTA BARBOSA PROCEDIMENTOS PARA A FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE EMPRESAS

LUÍS CÉSAR FERREIRA MOTTA BARBOSA PROCEDIMENTOS PARA A FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE EMPRESAS LUÍS CÉSAR FERREIRA MOTTA BARBOSA PROCEDIMENTOS PARA A FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA COMPETITIVA DE EMPRESAS Guaratinguetá 2015 LUÍS CÉSAR FERREIRA MOTTA BARBOSA PROCEDIMENTOS PARA A FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA

Leia mais

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES t COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Joaquim Domingos Maciel Faculdade Sumaré joaquim.mackim@gmail.com RESUMO: Este artigo pretende alertar estudantes e profissionais para a compreensão

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( ) Presencial

Leia mais

Balanced Scorecard: Modernidade na Gestão dos Negócios

Balanced Scorecard: Modernidade na Gestão dos Negócios Workshop A Competitividade das Empresas & o Balanced Scorecard Balanced Scorecard: Modernidade na Gestão JAIME RAMOS GUERRA JLM CONSULTORES DE GESTÃO, SA () INSTITUTO POLITECNICO DE LEIRIA jaime.guerra@jlm.pt

Leia mais

ANALISANDO UM ESTUDO DE CASO

ANALISANDO UM ESTUDO DE CASO ANALISANDO UM ESTUDO DE CASO (Extraído e traduzido do livro de HILL, Charles; JONES, Gareth. Strategic Management: an integrated approach, Apêndice A3. Boston: Houghton Mifflin Company, 1998.) O propósito

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS Código: ADM 452 Pré-requisito: - - - - - - Período Letivo: 2013.2 Professor:

Leia mais

I. Balanced Scorecard - BSC

I. Balanced Scorecard - BSC MBA em Controladoria e Gestão Financeira (Aula 3) Prof. Marcio Rodrigues Sanches marcio@mrsconsult.com.br I. Balanced Scorecard - BSC O que é o BSC? O Balanced Scorecard é uma ferramenta gerencial que

Leia mais

Aula 01 - Introdução à Gestão Organizacional e Educação Corporativa

Aula 01 - Introdução à Gestão Organizacional e Educação Corporativa Aula 01 - Introdução à Gestão Organizacional e Educação Corporativa Objetivos da aula: Nesta aula o principal objetivo será conceituar itens que irão embasar o conteúdo das aulas seguintes. Serão conceituados

Leia mais

A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E VANTAGEM COMPETITIVA:

A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E VANTAGEM COMPETITIVA: A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E VANTAGEM COMPETITIVA: UMA ANÁLISE DAS PUBLICAÇÕES NO ENANPAD ENTRE OS ANOS DE 010 014. Ronaldo Maciel Guimarães 1. RESUMO Como o mercado vem sofrendo

Leia mais

INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE PARA O CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL 1

INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE PARA O CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL 1 INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE PARA O CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL 1 DALCOL, Charlene Coser 2 ; SILUK, Julio Cezar 3 1 Trabalho de Pesquisa _UNIFRA 2 Pós-Graduação em Gestão de Pessoas e Marketing

Leia mais

ESTRATÉGIA EMPRESARIAL NA FORMAÇÃO DE REDES INTERORGANIZACIONAIS

ESTRATÉGIA EMPRESARIAL NA FORMAÇÃO DE REDES INTERORGANIZACIONAIS ESTRATÉGIA EMPRESARIAL NA FORMAÇÃO DE REDES INTERORGANIZACIONAIS Cristiane Marques de Mello, PG, Administração, Uem, mellcris@gmail.com Marcos Junio Ferreira de Jesus, PG. Admiministração, Uem, marcosjunio@hotmail.com

Leia mais

VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL: UM ESTUDO BASEADO NOS RECURSOS EM EMPRESAS DO SETOR DE CONFECÇÕES DE MODA EXCLUSIVA

VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL: UM ESTUDO BASEADO NOS RECURSOS EM EMPRESAS DO SETOR DE CONFECÇÕES DE MODA EXCLUSIVA VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL: UM ESTUDO BASEADO NOS RECURSOS EM EMPRESAS DO SETOR DE CONFECÇÕES DE MODA ECLUSIVA George Felipe Bond Jager georgef@usp.br USP/POLI Fernando José Barbin Laurindo fjlau@usp.br

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE CÓDIGO: SAU532 DISCIPLINA: GESTÃO EMPRESARIAL EM ORGANIZAÇÕES NA ÁREA DA SAÚDE CARGA HORÁRIA: 45h EMENTA: Abordagens contemporâneas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. SEMESTRE 2015 DISCIPLINA: Pesquisa Quantitativa com Análise de Dados PROFESSOR:

Leia mais

Em Busca da Resource-Based View Dinâmica: Contribuição da Teoria Austríaca de Estratégia

Em Busca da Resource-Based View Dinâmica: Contribuição da Teoria Austríaca de Estratégia Em Busca da Resource-Based View Dinâmica: Contribuição da Teoria Austríaca de Estratégia Autoria: Augusto Cesar Arenaro e Mello Dias A gestão estratégica vem passando por um processo de modernização e

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MARKETING TURÍSTICO OPERACIONAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular MARKETING TURÍSTICO OPERACIONAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular MARKETING TURÍSTICO OPERACIONAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Turismo 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOPU DE 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOPU DE 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOPU DE 09/07/01 Componente Curricular: TECNOLOGIA DE GESTÃO EM ADMINISTRAÇÃO Código: ADM-151 CH Total: 60 HRS. Pré-requisito: --- Período

Leia mais

Economia dos Recursos Humanos

Economia dos Recursos Humanos Disciplina oferecida ao Curso de MBE Executivo (5ª edição) do Programa de Pós Graduação em Economia da UFRGS. Economia dos Recursos Humanos Professor Responsável: Giácomo Balbinotto Neto. Objetivo: A economia

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

Estrutura do Curso. Planejamento Estratégico

Estrutura do Curso. Planejamento Estratégico Estrutura do Curso (Prof. Mauricio Neves) INTRODUÇÃO À ESTRATÉGIA EMPRESARIAL (Unidade I) MODELO PORTER: TÉCNICAS ANALÍTICAS (Unidade II) ESTRATÉGIA BASEADA EM RECURSOS, (Unidade IV) Planejamento Estratégico

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO e DOUTORADO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO e DOUTORADO 1 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MESTRADO e DOUTORADO MESTRADO: A) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DAS LINHAS 1 e 2: Organizações e Estratégia e Empreendedorismo e Mercado

Leia mais

Plano de Ensino PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios CURSO: Bacharelado em Administração MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado (

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA RESOURCE-BASED VIEW À IMPLANTAÇÃO DE UMA ESCOLA DE TREINAMENTO PROFISSIONAL

CONTRIBUIÇÕES DA RESOURCE-BASED VIEW À IMPLANTAÇÃO DE UMA ESCOLA DE TREINAMENTO PROFISSIONAL CONTRIBUIÇÕES DA RESOURCE-BASED VIEW À IMPLANTAÇÃO DE UMA ESCOLA DE TREINAMENTO PROFISSIONAL LUIZ GUERRAZZI UNINOVE Universidade Nove de Julho luizguerrazzi@hotmail.com FERNANDO ANTONIO RIBEIRO SERRA UNINOVE

Leia mais

CONTROLADORIA, FLEXIBILIDADE E FOCO O PARADOXO ESTRATÉGICO DA FLEXIBILIDADE APLICADA A CORE BUSINESS

CONTROLADORIA, FLEXIBILIDADE E FOCO O PARADOXO ESTRATÉGICO DA FLEXIBILIDADE APLICADA A CORE BUSINESS CONTROLADORIA, FLEXIBILIDADE E FOCO O PARADOXO ESTRATÉGICO DA FLEXIBILIDADE APLICADA A CORE BUSINESS EDSON L. RICCIO Professor Doutor da FEA/USP, Membro do CMS-Lab MARCOS R. S. PETERS Mestre e Doutorando

Leia mais

Muito mais que um troféu

Muito mais que um troféu São Paulo, 08 de Julho de 2009. Circular ABISIPA Nº 28/2009 Muito mais que um troféu O Brazilian Beauty Club vai premiar o melhor planejamento estratégico de exportação com a participação em um Simpósio

Leia mais

PROPOSTA DE UM SOFTWARE PARA ACOMPANHAMENTO DE INDICADORES DE DESEMPENHO BASEADO NO BALANCED SCORECARD PARA INDÚSTRIAS DE BENS DE CAPITAL

PROPOSTA DE UM SOFTWARE PARA ACOMPANHAMENTO DE INDICADORES DE DESEMPENHO BASEADO NO BALANCED SCORECARD PARA INDÚSTRIAS DE BENS DE CAPITAL ! "#$ " %'&)(*&)+,.- /10.2*&4365879&4/1:.+58;.2*=?5.@A2*3B;.- C)D 5.,.5FE)5.G.+ &4- (IHJ&?,.+ /?=)5.KA:.+5MLN&OHJ5F&4E)2*EOHJ&)(IHJ/)G.- D - ;./);.& PROPOSTA DE UM SOFTWARE PARA ACOMPANHAMENTO DE INDICADORES

Leia mais

MBA Executivo em Gestão de Pessoas

MBA Executivo em Gestão de Pessoas ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Gestão de Pessoas www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX: (11) 3711-1000 MBA

Leia mais

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E SUA NOVA CORE COMPETENCE: INTUIÇÃO E CRIATIVIDADE

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E SUA NOVA CORE COMPETENCE: INTUIÇÃO E CRIATIVIDADE O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E SUA NOVA CORE COMPETENCE: INTUIÇÃO E CRIATIVIDADE CARLOS RICARDO ROSSETTO ADRIANA MARQUES ROSSETTO Universidade de Passo Fundo - NIPEM - Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa

Leia mais

CBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

CBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS CBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS CBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS O CBA em Gestão de Negócios é um curso que proporciona aos participantes sólidos fundamentos em gestão e liderança. O programa tem o objetivo de formar

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ANTUNES, F. S. Desenvolvimento de Competências em Instituições de Ensino de Nível Técnico. 2009. Dissertação de Mestrado, p.13. Disponível em: .

Leia mais

Negociação Comercial. Aula 1-02/02/09

Negociação Comercial. Aula 1-02/02/09 Negociação Comercial Aula 1-02/02/09 Apresentações; Metodologias; Plano de aula; Referências bibliográficas; Objetivos. Acordo de Convivência Celulares Horários Respeito as regras Participação em aula

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Redes Sociais: entre a teoria e a prática

Gestão do Conhecimento e Redes Sociais: entre a teoria e a prática Gestão do Gestão do e Redes Sociais: entre a teoria e a prática Na Universidade, as redes sociais e o conhecimento como ativo intangível são focos de estudo de diversos campos. Já nas empresas, a Gestão

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE ANGOLA

UNIVERSIDADE METODISTA DE ANGOLA INTRODUÇÃO À ESTRATÉGIA E PLANEAMENTO EMPRESARIAL DOCENTE RESPONSÁVEL: MÁRIO DE CARVALHO HORAS LECTIVAS : APOIO - ASSISTENTE: DATA: MARÇO 2012 1. OBJECTIVOS GERAIS A fim de proporcionar um melhor entendimento

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: AUXILIAR ADMINISTRATIVO

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: AUXILIAR ADMINISTRATIVO Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIO Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação:

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESTRUTURA DAS ORGANIZAÇÕES ATRAVÉS DA ANÁLISE DA ESTRATÉGIA

A EVOLUÇÃO DA ESTRUTURA DAS ORGANIZAÇÕES ATRAVÉS DA ANÁLISE DA ESTRATÉGIA 1 A EVOLUÇÃO DA ESTRUTURA DAS ORGANIZAÇÕES ATRAVÉS DA ANÁLISE DA ESTRATÉGIA Érika Melo de Souza 1 Ronaldo Maciel Guimarães 2 RESUMO: Muitas teorias estratégicas são bastante convincentes enquanto fazem

Leia mais