Organização: Individual Níveis: Médio. Terça-feira Manhã e Tarde. Quarta-feira Manhã e Tarde. Quinta-feira Manhã e Tarde. Sexta-feira Manhã.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Organização: Individual Níveis: Médio. Terça-feira Manhã e Tarde. Quarta-feira Manhã e Tarde. Quinta-feira Manhã e Tarde. Sexta-feira Manhã."

Transcrição

1 CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA PARA JOVENS E ADULTOS - TOLEDO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Rua Guarani, 1640 Centro. Fone/Fax: PLANO DE TRABALHO DOCENTE - PROFESSORA: Sheila Lucioni Francescon Wickert DISCIPLINA: MATEMÁTICA ENSINO MÉDIO CENSE ANO LETIVO: 2014 Organização: Individual Níveis: Médio Dias e turnos ofertados: Segunda-feira Tarde. Terça-feira Manhã e Tarde. Quarta-feira Manhã e Tarde. Quinta-feira Manhã e Tarde. Sexta-feira Manhã. INTRODUÇÃO A Matemática deve ser vista como uma ciência viva e dinâmica, produto histórico, cultural e social da humanidade, haja visto que a contextualização de tal disciplina acorreu face a globalização e a sistematização da informação. Ante o exposto a disciplina em tela deve ser revelada como uma produção humana, demonstrando as necessidades e preocupações das diferentes culturas em diferentes épocas. O produto do desenvolvimento da humanidade pode ser demonstrado através da historicidade. Isto indica que trabalhar nos bancos escolares a abstração, o conhecimento sistematizado e teórico, o educando entenderá o avanço tecnológico, a elaboração da ciência e a produção da vida em sociedade. Para dimensionar o papel da matemática na formação dos jovens e adultos é importante que se discuta a natureza desse conhecimento, suas principais características seus métodos particulares, e ainda, é fundamental discutir suas articulações com outras áreas do conhecimento.

2 ORGANIZAÇÃO DA DISCIPLINA NO ENSINO PRESENCIAL Alunos matriculados deverão cumprir a carga horária mínima sendo que para cada registro de média o aluno terá que concluir os conteúdos referente a cada etapa e realizar o trabalho referente ao conteúdo estudado. O mesmo será acompanhado durante o processo de sua aprendizagem, acompanhamento este que se dará em sala de aula. O prosseguimento do educando nos conteúdos, se dará após o mesmo ter atingido média 6,0 (seis vírgula zero) em cada avaliação, não atingindo a média esse aluno passará por um processo de recuperação de estudos. Ensino Médio Alunos matriculados na disciplina de Matemática no Ensino Médio deverão cumprir a carga horária mínima total de 208 horas/aulas sendo que o aluno deverá ter 6 registros de notas com média mínima de 6,0 (seis vírgula zero) pontos e deverá perfazer o mínimo de 35 horas aula por avaliação (registro). Alunos com aproveitamento de estudos: Aproveitamento de 25% - cumpre 75 % da carga horária 156 h/a, 04 registros, 39 h/a por avaliação. Aproveitamento de 50% - cumpre 50 % da carga horária 104 h/a, 03 registros, 35 h/a por avaliação. Registro nas fichas individuais A ficha será preenchida com os dados pessoais do aluno e as demais informações como dia de frequencia, carga horária, conteúdo e registro de médias. Haverá 06 registros de médias, sendo que para cada registro, terá um trabalho com peso 3,0 (três vírgula zero) e uma prova com peso 7,0 (sete vírgula zero), totalizando nota máxima 10,0 (dez vírgula zero). Para cada registro a nota mínima exigida é de 6,0 (seis vírgula zero). O aluno que não atingir nota mínima exigida será orientado com novas atividades e posteriormente submetido a uma nova avaliação de recuperação. A carga horária utilizada na retomada de conteúdos e na avaliação de recuperação não será computada para o próximo módulo.

3 Sistema de avaliação A avaliação é processual e cumulativa. Processual por se tratar das etapas e avanços de conteúdos; é cumulativa por ter como parâmetro a apreensão dos conteúdos e não o ato de decorar técnicas de como resolver o que foi trabalhado. Avaliação Ficam entendidas como avaliações aquelas realizadas durante o andamento das atividades, por meio de variados instrumentos elaborados pelo professor da disciplina de Matemática. A avaliação será realizada no processo de ensino e aprendizagem, sendo os resultados expressos em uma escala de 0 (zero) a 10,0 (dez vírgula zero), de acordo com os critérios (tendo o trabalho peso 3,0 e a avaliação peso 7,0). O aluno terá acesso as suas provas e atividades corrigidas, que posteriormente serão arquivadas pelo professor, para saber quais são seus avanços e necessidades. Recuperação paralela A recuperação será feita na própria sala de aula através de novas explicações (retomada do conteúdo em questão) com exercícios de revisão possibilitando uma nova avaliação dando ênfase aos assuntos em que o aluno demonstrou menor segurança ou apropriação.

4 ENSINO MÉDIO Conteúdos Módulo 1 Conteúdos Básicos/ Específico Referências Números e álgebra Conjuntos Numéricos: Ampliar os conhecimentos sobre -A pratica coletiva e Resolução de Vol 1 pg 7 à Naturais, Inteiros, conjuntos numéricos e aplique em colaborativamente nos trabalhos exercícios do livro 11 Racionais,Irracionais e diferentes contextos. realizados em grupos. didático. Vol 1 pg 23 à Reais. Realizar Operações com -A compreensão, por meio da Números Inteiros: Adição, leitura, do problema matemático. 33 Subtração, Multiplicação, Divisão, -Elaboração de um plano que Resolução de Razão e Proporção Potenciação e Radiciação. possibilite a solução do problema. problemas. Compreender a razão como uma -Verificar se o aluno encontra Ap 1 comparação entre 2 grandezas e diferentes maneiras para Modelagem proporção como uma igualdade resolução do problema entre duas razões. matemático e realiza a verificação matemática. Regra de três simples Reconhecer grandezas direta e da solução de um problema. Ap 1 inversamente proporcional. -Valorizar e exigir pontualidade e Mídias tecnológicas: Resolver situações problemas organização na entrega dos (Tv pendrive, Regra de três composta aplicando a regra de três trabalhos propostos. calculadoras) simples. Avaliação Ap 1 Potências Utilizar a Regra de três composta Instrumentos: em situações problemas. Trabalhos individuais e /ou em Notação Científica Compreender o Objetivo da grupos com valor máximo de 30 Notação científica e sua pontos. aplicação. Equação do 2º grau Identificar equação do 2º grau, reconhecendo seus elementos. Determinar as raízes de uma equação do 2º grau. Resolver problemas do 2º grau. Provas individuais, sem consultas, com valor máximo de 7,0. Vol 1 pg 46 à 49

5 Conteúdos Módulo 2 Números e álgebra Funções Conteúdos Básicos Função Afim Função Quadrática Progressão Aritmética Identificar diferentes funções e Provas escritas, individuais,sem realizar cálculos envolvendo as. consultas, com valor máximo de 7,0. Resolução de exercícios Aplicar os conhecimentos sobre do livro didático. funções, para resolver situações Critérios: problemas. Pontualidade, Resolução de problemas. coerência,organização na entrega Calcular as raízes e o vértice de dos trabalhos. Modelagem uma função quadrática bem como matemática. identificar seu ponto de máximo Compreensão dos conteúdos e/ou mínimo analisando a trabalhados. concavidade da parábola. Mídias tecnológicas: (Tv pendrive, Identifique, compreenda e opere calculadoras) com a fórmula do termo geral de uma P.A e da Soma de seus termos. Referências Resolver Sistema de equação do Resgatar os conceitos Vol 1 pg 45 Sistemas de Equação do 1º 1º grau, utilizando os métodos da Instrumentos: básicos de função afim e grau. adição e substituição. Trabalhos individuais e /ou em sua representação gráfica. Expressar a dependência de uma grupos com valor máximo de 30 variável em relação a outra. pontos. Vol 1 pg 117 e 118 Vol 1 pg 136 à 142 Vol 1 pg 213 à 227 Progressão Geométrica Compreender e operar com a fórmula do termo geral e a soma dos termos de uma P.G.

6 Conteúdos Módulo 3 Números e Álgebra Conteúdos Básicos Compreender as operações de Potências potenciação e radiciação de - Propriedades das números naturais, identificando potências. -as como operações inversas. - Equações exponenciais Reconhecer e resolver equações exponenciais. Matrizes -Conceito de matriz -Igualdade de matrizes -Adição de matrizes -Subtração de matrizes -Multiplicação de um número real por uma matriz Referências Vol A pratica coletiva e Trabalhar situações que (revisão potencias) colaborativamente nos trabalhos envolvam raiz quadrada e realizados em grupos. cúbica, para depois trabalhar as demais Pontualidade na entrega e raízes, inserindo na organização dos trabalhos. continuidade potências com expoentes Conceituar, interpretar matrizes e A compreensão, por meio da fracionários, as vol suas operações. leitura, o problema matemático. propriedades dos radicais com operações, Reconhecer, interpretar e Elaboração de um plano que simplificação e transcrever dados em linguagem possibilite a solução do problema. racionalização. matricial. Se o aluno encontra meios Reconhecer e interpretar matriz diversos para resolução de um nula e matriz identidade. problema matemático e realiza a verificação da solução de um Determinar, a partir de uma problema. matriz dada, a sua transposta. Construir com os alunos a Instrumentos: noção de matrizes. Reconhecer, em uma matriz, a Resolução de exercícios do livro vol2 109 à 115 sua respectiva matriz oposta. didático durante as aulas. Leituras informativas. Apresentar os métodos de Resolver situações problema Trabalhos individuais e em resolução de envolvendo a igualdade e grupos. determinantes. operações de adição, subtração e multiplicação de matrizes Provas escritas. Determinante: Calcular o determinante de - Determinante de ordem 2 matrizes de ordem 2 e ordem 3. e ordem 3.

7 Conteúdos Módulo 4 Tratamento da informação Geometrias Conteúdos Básicos Principio da Analise combinatória. -Principio da contagem -fatorial Agrupamentos e métodos de contagem. -Permutações -Combinações simples. -Probabilidade -Multiplicação de probabilidades. Geometria Triângulos proporcionalidade. -Semelhança de triângulos. -Teorema de Pitágoras. -Trigonometria do triângulo retângulo. Referencias -Compreender, aplicar e A prática coletiva e Propor discussões que Vol2-155 à 161 generalizar os princípios e colaborativamente nos trabalhos levantem situaçõeproblema conceitos de Analise realizados em grupos. que favoreçam a Combinatória. abordagem de fatos reais. -Efetuar cálculos envolvendo os Pontualidade na entrega e agrupamentos de permutação e organização dos trabalhos. Abordar aspectos combinação. históricos da contagem em vol2 167 à 178 -Resolver situações-problemas A compreensão, por meio da situações variadas que envolvendo os agrupamentos de leitura, o problema matemático. envolvam o raciocínio Analise Combinatória. combinatório. -Calcular a probabilidade de Elaboração de um plano que ocorrência de um evento. possibilite a solução do problema. -Resolver situações-problema Comparação das chances envolvendo o calculo de Se o aluno encontra meios nos jogos de azar. vol2 264 à 270 probabilidade. diversos para resolução de um -Compreender o conceito de problema matemático e realiza o pg 275 semelhança e congruência de retrospecto da solução de um figuras. problema. -Compreender e aplicar o teorema de Tales na solução de Instrumentos: situação-problema. Resolução de exercícios do livro -Compreender as relações didático durante as aulas. métricas no triângulo retângulo. Leituras informativas. -Utilizar as relações métricas Trabalhos individuais e em grupos. Plana: para determinar medidas dos Provas escritas. e lados de um triângulo retângulo. -Utilizar as razões vol1 61 trigonométricas no triangulo vol1 69 retângulo para obter relações vol 1 73 entre ângulos e lados na determinação de suas medidas. -Resolver situações -problema envolvendo as relações métricas e relações trigonométricas no triângulo retângulo. vol 2 30 à 39

8 Conteúdos Módulo 5 Geometrias Conteúdos Básicos Geometria Analítica: -Origem analítica. -Plano Cartesiano -Distancia entre dois pontos. Geometria Plana Circunferência Círculo e cálculo de áreas: -Circunferência e círculo. -Perímetro circunferência -Medidas de área. Geometria Espacial: -Unidades de volume. -Poliedros -Cálculo de volume Prismas e Pirâmides. -Corpos redondos Cilindro, Cone e Esfera. Referencias A prática coletiva e Vol3 28 à 29 Reconhecer o Sistema de colaborativamente nos trabalhos geometria coordenadas Cartesianas; realizados em grupos. Utilizar sólidos presentes vol 1 81 no dia-a-dia comparando Localizar e interpretar pares Pontualidade na entrega e e classificando de acordo ordenados no plano cartesiano. organização dos trabalhos. com suas características. Calcular a medida da distância A compreensão, por meio da entre dois pontos, entre um ponto leitura, o problema matemático. e uma reta, no plano cartesiano. Elaboração de um plano que Calcular perímetro e área de possibilite a solução do problema. diferentes figuras planas; Se o aluno encontra meios diversos para resolução de um Resolver situações -problema problema matemático e realiza o da envolvendo transformação de retrospecto da solução de um medidas de área e volume; problema. Compreender os conceitos de Instrumentos: volume e capacidade. Resolução de exercícios do livro didático durante as aulas. Calcular volume e capacidade de Leituras informativas. prismas e pirâmides; Trabalhos individuais e em grupos. Provas escritas. Resolver problemas envolvendo cálculo de volume de prismas e pirâmides e corpos redondos. vol 3 29 vol2 7 vol2-14 vol 2 15 à 26 vo l2 203 vol à 225 vo à 252

9 Conteúdos Módulo 6 Tratamento da Informação Conteúdos Básicos Porcentagem Juros Simples Juros Compostos Lucro e prejuízo Estatística: Médias simples e Ponderada. Mediana, Moda. Análise de Tabelas e Gráficos. Referencias Compreender o Conceito de Critérios: Resolução de Vol 1 pg 49 à Porcentagem. A avaliação visa verificar: exercícios do livro 57 A comunicação matemática, oral didático. Resolver situações problemas ou por escrito. envolvendo cálculo de porcentagem. A pratica coletiva e Resolução de Compreender o conceito de juro. colaborativamente nos trabalhos realizados em grupos. Modelagem Resolver situações problemas A compreensão, por meio da envolvendo juros simples e leitura, o problema matemático. matemática. compostos. Elaboração de um plano que Mídias tecnológicas: Analisar, interpretar e organizar possibilite a solução do problema. (Tv pendrive, Vol 1 pg 53 dados e informações de calculadoras) Ap. 6 pesquisas estatísticas em gráficos Se o aluno encontra meios e tabelas. diversos para resolução de um Ap.6 problema matemático e realiza o retrospecto da solução de um Calcular a média aritmética e a problema. moda de dados estatísticos. Pontualidade e organização na entrega dos trabalhos e atividades. Instrumentos: problemas. Ap. 6 ( atividades) Vol 3 pg 6 à 25 Resolução de exercícios do livro didático. Trabalhos individuais e/ou em grupos. Provas escritas.

10 CONTRIBUIÇÕES A SOCIOEDUCAÇÃO O professor sócio educador enfrenta um desafio que é incentivar, motivar e mostrar aos educandos que todos somos capazes. Por este motivo, o professor terá que se mostrar disposto e paciente para lidar com as diferentes situações que irá vivenciar no decorrer do processo. O professor educador pode e deve aproveitar todas as situações para aproximar o conteúdo trabalhado com alguma situação que o aluno tenha vivenciado, ou seja, contextualizar é o melhor método para uma maior apreensão do conteúdo. Por se tratar de um Centro de Socioeducação, enriquecermos o trabalho mostrando-nos presentes e interessados com o rendimento/aproveitamento do jovem. Neste Centro, especificamente, educamos baseados em uma proposta pedagógica diferenciada, voltada a EJA, mas também contribuímos com atividades extra-curriculares, onde o exemplo de cooperatividade acaba influenciando diretamente na formação social do jovem. As atividades extra curriculares - visitas domiciliares, estudos de caso, eventos (café da manhã/almoço) para marcar datas comemorativas, SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS Matemática Matemática Fundamental 2º grau vol. Único., J.R. Bonjorno e J.R. Giovani Matemática Fundamental, vol. Único FTD Material do Telecurso Matemática para o 2º grau editora Ática. História da Matemática Carl Boyer. Fitas e DVDs do Telecurso 2000 (Biblioteca da escola) Obs.: As culturas afro brasileira (Lei 10639) e indígena (Lei 11645) serão trabalhadas como fontes de pesquisas e os dados serão apresentados através do conteúdo: gráficos e tabelas.

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação CENTRO EDUCACIONAL LA SALLE Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Trimestre:

Leia mais

SUMÁRIO. 1. REVISÃO DE GINÁSIO Critérios de divisibilidade. 2. CONJUNTOS Introdução. Operações de conjuntos. Conjuntos numéricos

SUMÁRIO. 1. REVISÃO DE GINÁSIO Critérios de divisibilidade. 2. CONJUNTOS Introdução. Operações de conjuntos. Conjuntos numéricos SUMÁRIO 1. REVISÃO DE GINÁSIO Critérios de divisibilidade Reconhecimento de número primo Decomposição em fatores primos Aplicação Potência Expressão numérica 2. CONJUNTOS Introdução Representação de um

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL ANASTÁCIA KRUK - ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO

COLÉGIO ESTADUAL ANASTÁCIA KRUK - ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO COLÉGIO ESTADUAL ANASTÁCIA KRUK - ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD E PLANEJAMENTO 2011 DISCIPLINA: MATEMÁTICA PROFESSOR EVANDRO ORTIZ DA SILVA PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD 2011 PROFESSOR:

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE C.E. ATTÍLIO FONTANA 1º BIMESTRE JUSTIFICATIVA

PLANO DE TRABALHO DOCENTE C.E. ATTÍLIO FONTANA 1º BIMESTRE JUSTIFICATIVA PLANO DE TRABALHO DOCENTE C.E. ATTÍLIO FONTANA Professora: Andréia Bamberg Vieira Disciplina: Matemática AnO7 H Período: Vespertino 1º BIMESTRE NÚMEROS E ÁLGEBRA - Números Naturais: - A sequência dos números

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA-Ensino Médio Componente Curricular: Matemática

MATRIZ DE REFERÊNCIA-Ensino Médio Componente Curricular: Matemática MATRIZ DE REFERÊNCIA-Ensino Médio Componente Curricular: Matemática Conteúdos I - Conjuntos:. Representação e relação de pertinência;. Tipos de conjuntos;. Subconjuntos;. Inclusão;. Operações com conjuntos;.

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 MATEMÁTICA DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Disciplina: MATEMÁTICA Trimestre: 1º Professora: Ana Eudóxia Alux Bessa Série: 8º Turma: 81,82,83 e 84

Disciplina: MATEMÁTICA Trimestre: 1º Professora: Ana Eudóxia Alux Bessa Série: 8º Turma: 81,82,83 e 84 COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: MATEMÁTICA Trimestre: 1º Professora: Ana Eudóxia Alux Bessa Série:

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 1º BIMESTRE DA DISCIPLINA

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 1º BIMESTRE DA DISCIPLINA COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAIS REGO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 Professor MARISTELA Disciplina: MATEMÁTICA Turma: 1º ANO 1º BIMESTRE S Grandezas e medidas,

Leia mais

PROPOSTA CURRICULAR PARA O 2º SEGMENTO Matemática

PROPOSTA CURRICULAR PARA O 2º SEGMENTO Matemática PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL CENFOP Centro de Formação Pedagógica PROPOSTA CURRICULAR PARA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 8.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL 1. Representação, comparação e ordenação. Representar números racionais

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Matemática Trimestre: 1º 1- Função exponencial Propriedades de potenciação Equações exponenciais Função exponencial Condição de existência: Domínio Inequações exponenciais 2 - Logaritmos Definição

Leia mais

Objetivo. tica 3º ano EM. Oficina de Matemática

Objetivo. tica 3º ano EM. Oficina de Matemática Oficina de Matemática tica 3º ano EM Objetivo Análise, interpretação e utilização dos resultados do SAEPE para promoção da equidade e melhoria da qualidade da educação dos estudantes pernambucanos. Prof

Leia mais

Eixo Temático ITema 1: Conjuntos Numéricos. Números e Operações

Eixo Temático ITema 1: Conjuntos Numéricos. Números e Operações Eixo Temático ITema 1: Conjuntos Numéricos Números e Operações 1. Conjunto dos números naturais 2. Conjunto dos números inteiros 1.0. Conceitos 3 1.1. Operar com os números naturais: adicionar, multiplicar,

Leia mais

1º ano. Unidade 1: Conjuntos Numéricos. Unidade 2: Expressões Algébricas. Capítulo 9 - Itens: 2, 3 (2º ano) Unidade 3: Equações

1º ano. Unidade 1: Conjuntos Numéricos. Unidade 2: Expressões Algébricas. Capítulo 9 - Itens: 2, 3 (2º ano) Unidade 3: Equações 1º ano Unidade 1: Conjuntos Numéricos Expressão Numérica Unidade 2: Expressões Algébricas Classificação Valor numérico Monômios e polinômios Produtos notáveis Fatoração Equação do 1º grau (inteiras e fracionadas)

Leia mais

Plano de Curso. Matemática Ensino Fundamental. Fase final ( 6º a 9º ano )

Plano de Curso. Matemática Ensino Fundamental. Fase final ( 6º a 9º ano ) Plano de Curso Matemática Ensino Fundamental Fase final ( 6º a 9º ano ) 2012 2 APRESENTAÇÃO Caro(a) professor(a), (...) Protege-me das incursões obrigatórias que sufocam o prazer da descoberta e com o

Leia mais

ORIENTAÇÕES CURRICULARES 7º ANO MATEMÁTICA

ORIENTAÇÕES CURRICULARES 7º ANO MATEMÁTICA ORIENTAÇÕES CURRICULARES 7º ANO MATEMÁTICA Objetivos Conteúdos Habilidades Reconhecer números inteiros, e as diferentes formas de representá-los e relacioná-los, apropriando-se deles. Números inteiros:

Leia mais

NÚMEROS, ÁLGEBRA E FUNÇÕES

NÚMEROS, ÁLGEBRA E FUNÇÕES Colégio Estadual Senador Attílio Fontana - Ensino Fundamental, Médio e Profissionalizante Plano Trabalho Docente 2014 Professora: Silvia Cella Finger Disciplina: Matemática Ano:1º C 1º BIMESTRE NÚMEROS,

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL AGOSTO / 2016 MATEMÁTICA

CONTEÚDOS PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL AGOSTO / 2016 MATEMÁTICA CONTEÚDOS PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL AGOSTO / 2016 ANO: 6º A e B Prof: Zezinho e Admir MATEMÁTICA PROGRAMA II DATA DA PROVA: 09 / 08 / 2016 HORÁRIO: 14h GRUPO 2 - ORIGEM E EVOLUÇÃO CAPÍTULO

Leia mais

No Edital nº 06/2014-Reitoria/IFRN, na alínea d do item 6.1, onde

No Edital nº 06/2014-Reitoria/IFRN, na alínea d do item 6.1, onde INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE RETIFICAÇÃO Nº 03 DO EDITAL Nº 06/2014-REITORIA/IFRN CONCURSO PÚBLICO TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO se lê: No Edital nº 06/2014-Reitoria/IFRN,

Leia mais

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS COLÉGIO ESTADUAL SANTO ANTONIO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANO DE TRABALHO DOCENTE MATEMÁTICA 1º SEMESTRE /2012 SÉRIE:9 ANO A PROFESSORA: MARIA ANGELA DE LIMA CONTEÚDOS Conteúdos Estruturantes: Números

Leia mais

PLANEJAMENTO 2016. Disciplina: Matemática Série: 6º Ano Ensino: Fundamental Prof.: Rafael

PLANEJAMENTO 2016. Disciplina: Matemática Série: 6º Ano Ensino: Fundamental Prof.: Rafael Disciplina: Matemática Série: 6º Ano Ensino: Fundamental Prof.: Rafael 1ª UNIDADE II ) Compreensão de fenômenos Contagem 1. Números pra quê? 2. Sistemas de numeração 3. O conjunto dos números naturais

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

RACIOCÍNIO LÓGICO Simplif icado

RACIOCÍNIO LÓGICO Simplif icado Sérgio Carvalho Weber Campos RACIOCÍNIO LÓGICO Simplif icado Volume 21 2ª edição Revista, atualizada e ampliada Inclui Gráficos, tabelas e outros elementos visuais para melhor aprendizado Exercícios resolvidos

Leia mais

Processo Seletivo 2016. Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016. Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS RAINHA D. LEONOR ESCOLA BÁSICA 2/3 EUGÉNIO DOS SANTOS Matemática Conteúdos 8ºAno de Escolaridade Ano Letivo 2013/14

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS RAINHA D. LEONOR ESCOLA BÁSICA 2/3 EUGÉNIO DOS SANTOS Matemática Conteúdos 8ºAno de Escolaridade Ano Letivo 2013/14 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS RAINHA D. LEONOR ESCOLA BÁSICA 2/3 EUGÉNIO DOS SANTOS Matemática Conteúdos 8ºAno de Escolaridade Ano Letivo 2013/14 DOMÍNIO: NÚMEROS E OPERAÇÕES SUB-DOMÍNIO: NÚMEROS REAIS Números

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2014

PLANEJAMENTO ANUAL 2014 PLANEJAMENTO ANUAL 2014 Disciplina: MATEMÁTICA Período: Anual Professor: AMPARO MAGUILLA RODRIGUEZ Série e segmento: 2º ENSINO MÉDIO 1º TRIMESTRE 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE Objetivo Geral * Desenvolver

Leia mais

BLOCO: ESPAÇO E FORMA

BLOCO: ESPAÇO E FORMA 2ª Matemática 4º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade BLOCO: ESPAÇO E FORMA C1. Compreender os conceitos relacionados às características, classificações e propriedades das figuras geométricas,

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD Professor (a): ELINALVA GOMES Disciplina: MATEMÁTICA Ano: 9º C 1º BIMESTRE CONTEÚDOS ESTRUTURANTES: NÚMEROS, ÁLGEBRAS,

Leia mais

Aula de Matemática. Semana do período zero Turma 2 28/03/13 Prof. Silvânia Alves de Carvalho Cursinho TRIU Barão Geraldo Campinas /SP

Aula de Matemática. Semana do período zero Turma 2 28/03/13 Prof. Silvânia Alves de Carvalho Cursinho TRIU Barão Geraldo Campinas /SP Aula de Matemática Semana do período zero Turma 2 28/03/13 Prof. Silvânia Alves de Carvalho Cursinho TRIU Barão Geraldo Campinas /SP Cursinho TRIU -Matemática Ementa Geometria plana Congruência de figuras

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 1º BIMESTRE 1-Conjuntos numéricos, regularidades numéricas e/ou geométricas ( conjuntos numéricos; seqüências numéricas e/ou geométricas; termo geral

Leia mais

Planificação Anual de Matemática 5º Ano

Planificação Anual de Matemática 5º Ano Planificação Anual de Matemática 5º Ano DOMÍNI OS CONTEÚDOS METAS AULA S Números naturais Compreender as propriedades e regras das operações e usá-las no cálculo. Propriedades das operações e regras operatórias:

Leia mais

CONTEÚDOS BÁSICOS - MATEMÁTICA

CONTEÚDOS BÁSICOS - MATEMÁTICA CONTEÚDOS BÁSICOS - MATEMÁTICA Prezado professor Este é o quadro de conteúdos básicos (versão preliminar) da sua disciplina que a equipe disciplinar do Departamento de Educação Básica (DEB) sistematizou

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PELOTAS DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS ANEXO Este Anexo integra o Edital Nº 40/2007, que disciplina o Concurso Público destinado ao provimento

Leia mais

MATEMÁTICA B 10ºANO ANO LETIVO 2015/2016 Módulo Inicial

MATEMÁTICA B 10ºANO ANO LETIVO 2015/2016 Módulo Inicial ESCOLA SECUNDÁRIA/3 RAINHA SANTA ISABEL- ESTREMOZ MATEMÁTICA B 10ºANO ANO LETIVO 2015/2016 Módulo Inicial Revisões de conceitos do 3º ciclo Efetuar cálculos com números reais utilizando valores exatos

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 5.º ANO DE MATEMÁTICA 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de conhecer e aplicar propriedades dos divisores e efetuar operações com números racionais

Leia mais

1º BIMESTRE Encaminhamentos Metodológicos (como?)

1º BIMESTRE Encaminhamentos Metodológicos (como?) NRE - TOLEDO PLANO DE TRABALHO DOCENTE MATEMÁTICA COLÉGIO SENADOR ATILIO FONTANA Ensino Fundamental e Médio SÉRIE: 8º ano B ANO LETIVO: 2014 PROF: TEREZA HENRIQUETTA BENETTI Conjuntos numéricos Números

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2014

PLANEJAMENTO ANUAL 2014 PLANEJAMENTO ANUAL 2014 Disciplina: GEOMETRIA Período: Anual Professor: JOÃO MARTINS Série e segmento: 9º ANO 1º TRIMESTRE 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE vários campos da matemática**r - Reconhecer que razão

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014. Objetivos. Os objetivos específicos do ensino de Matemática para o ensino fundamental devem levar ao aluno a.

PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2014. Objetivos. Os objetivos específicos do ensino de Matemática para o ensino fundamental devem levar ao aluno a. COLEGIO ESTADUAL DARIO VELLOZO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL Rua Haroldo Hamilton, 271 Centro - CEP 85905 390 Fone/Fax 45 3378-5343 - Email: colegiodariovellozo@yahoo.com.br Toledo Paraná PLANO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1 semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1 semestre EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Matemática FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( X ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( X ) Presencial ( ) PROEJA ( ) EaD

Leia mais

Geometria Analítica. Geometria Analítica. Geometria Analítica 15/08/2012. Objetivos gerais da disciplina. Prof. Luiz Antonio do Nascimento

Geometria Analítica. Geometria Analítica. Geometria Analítica 15/08/2012. Objetivos gerais da disciplina. Prof. Luiz Antonio do Nascimento Prof. Luiz Antonio do Nascimento Objetivos gerais da disciplina Desenvolver a capacidade lógica para resolução de problemas, e de tomada de decisões. Fornecer as noções básicas de Geometria Analítica.

Leia mais

PLANO DE AULA I. Escrito por Eliani Pereira de Souza Nascimento. Supervisionado por Rosana Silva Bonfim

PLANO DE AULA I. Escrito por Eliani Pereira de Souza Nascimento. Supervisionado por Rosana Silva Bonfim PLANO DE AULA I Escrito por Eliani Pereira de Souza Nascimento Funções no Geogebra 1 º Série do Ensino Médio (Matemática) Compreender a construção do gráfico de funções de 1o - grau, sabendo caracterizar

Leia mais

Universidade dos Açores Curso de Especialização Tecnológica Gestão da Qualidade Matemática

Universidade dos Açores Curso de Especialização Tecnológica Gestão da Qualidade Matemática Universidade dos Açores Curso de Especialização Tecnológica Gestão da Qualidade Matemática Sinopse: Nesta disciplina são abordados conceitos básicos da teoria dos erros, funções e gráficos, derivadas,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE MATEMÁTICA

PLANO DE TRABALHO DOCENTE MATEMÁTICA COLÉGIO ESTADUAL DARIO VELLOZO PLANO DE TRABALHO DOCENTE MATEMÁTICA ENSINO MÉDIO Professora : Elena Maria Piva Marin - 2014 - A MATEMÁTICA NO ENSINO MÉDIO JUSTIFICATIVA A Matemática é uma das mais importantes

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS NÍVEIS DA ESCALA DE DESEMPENHO DE MATEMÁTICA SAEB

DESCRIÇÃO DOS NÍVEIS DA ESCALA DE DESEMPENHO DE MATEMÁTICA SAEB DESCRIÇÃO DOS NÍVEIS DA ESCALA DE DESEMPENHO DE MATEMÁTICA SAEB 5º e 9º. Ano do Ensino Fundamental (continua) e exemplos de competência Nível 0 - abaixo de 125 A Prova Brasil não utilizou itens que avaliam

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD

COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD COLÉGIO ESTADUAL LUIZ AUGUSTO MORAS REGO- ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL - PTD Professor (a):marcelo ANTONO MOREIRA Disciplina: MATEMÁTICA Ano: 9º D 1º BIMESTRE CONTEÚDOS ESTRUTURANTES: NÚMEROS

Leia mais

Sumário 1. PROBLEMAS DE RACIOCÍNIO INTUITIVO ESPACIAL, NUMÉRICO E VERBAL...1 2. PROBLEMAS DE ARGUMENTAÇÃO LÓGICA INTUITIVA...55

Sumário 1. PROBLEMAS DE RACIOCÍNIO INTUITIVO ESPACIAL, NUMÉRICO E VERBAL...1 2. PROBLEMAS DE ARGUMENTAÇÃO LÓGICA INTUITIVA...55 IX Sumário 1. PROBLEMAS DE RACIOCÍNIO INTUITIVO ESPACIAL, NUMÉRICO E VERBAL...1 Solução dos exercícios... 29 2. PROBLEMAS DE ARGUMENTAÇÃO LÓGICA INTUITIVA...55 Solução dos exercícios... 64 3. conjuntos...77

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 9º ANO - ETAPA 1

SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 9º ANO - ETAPA 1 ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR(A): SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 9º ANO - ETAPA 1 DISCIPLINA Matemática TURMA Conjunto dos números reais (como

Leia mais

CURRICULO DE MATEMÁTICA

CURRICULO DE MATEMÁTICA CURRICULO DE MATEMÁTICA Esta grade curricular é baseada nos objetivos do sistema UNOi, nas habilidades da matriz ENEM e nas diretrizes do SARESP. 1 MATEMÁTICA 6ºANO 6ºano MOD. CONTEÚDO OBJETIVO HABILIDADES

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase Curso 1503 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0006308A - Fundamentos de Matemática Elementar Docente(s) Ivete Maria Baraldi Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento

Leia mais

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE MATEMÁTICA

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE MATEMÁTICA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE MATEMÁTICA Nome: nº Série: 3º ano Turma: Professora: Data: / / 1) A figura abaixo representa a planificação de um sólido geométrico. O sólido planificado é A) uma pirâmide de base

Leia mais

8º Ano Planificação Matemática 14/15

8º Ano Planificação Matemática 14/15 8º Ano Planificação Matemática 14/15 Escola Básica Integrada de Fragoso 8º Ano Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Números e Operações Geometria e medida Dízimas finitas e infinitas periódicas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE Escola Secundária de Castro Daire

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE Escola Secundária de Castro Daire 3º Período 2º Período º Período AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE Escola Secundária de Castro Daire Grupo de Recrutamento 500 MATEMÁTICA Ano lectivo 202/203 Planificação Anual Disciplina: Matemática

Leia mais

Competências e Habilidades - Concurso de Bolsas 2015/2016. Ensino Médio e Fundamental. Ensino Médio (1º Ano) Língua Portuguesa

Competências e Habilidades - Concurso de Bolsas 2015/2016. Ensino Médio e Fundamental. Ensino Médio (1º Ano) Língua Portuguesa Ensino Médio (1º Ano) Língua Portuguesa Em Língua Portuguesa (com foco em leitura) serão avaliadas habilidades e competências, agrupadas em 8 tópicos que compõem a Matriz de Referência dessa disciplina,

Leia mais

Francisco Magalhães Gomes IMECC UNICAMP. Matemática básica. Volume 1 Operações, equações, funções e sequências

Francisco Magalhães Gomes IMECC UNICAMP. Matemática básica. Volume 1 Operações, equações, funções e sequências Francisco Magalhães Gomes IMECC UNICAMP Matemática básica Volume 1 Operações, equações, funções e sequências 2016 Sumário Prefácio vii Capítulo 1 Números reais 1 1.1 Conjuntos de números..............................

Leia mais

Informação n.º 27.12. Data: 2012.01.05 (Republicação) Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com 3.

Informação n.º 27.12. Data: 2012.01.05 (Republicação) Para: Inspeção-Geral de Educação. Direções Regionais de Educação. Escolas com 3. Prova Final de Ciclo de Matemática Prova 92 2012 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro Para: Direção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspeção-Geral de Educação

Leia mais

Reforço em Matemática. Professora Daniela Eliza Freitas. Disciplina: Matemática

Reforço em Matemática. Professora Daniela Eliza Freitas. Disciplina: Matemática Reforço em Matemática Professora Daniela Eliza Freitas Disciplina: Matemática PROPOSTA PEDAGÓGICA Justificativa: Existe um grande número de alunos que chegam no ensino médio sem saberem a matemática básica

Leia mais

Planificação do 2º Período

Planificação do 2º Período Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro Planificação do 2º Período Disciplina: Matemática A Grupo: 500 Ano: 10º Número de blocos de 45 minutos previstos: 0 Ano

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL MATEMÁTICA/GESTAR 7ª SÉRIE (8º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL MATEMÁTICA/GESTAR 7ª SÉRIE (8º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL MATEMÁTICA/GESTAR 7ª SÉRIE (8º Processo Avaliativo Unidade Didática Competências e Habilidades Conhecimento/Conteúdo Transversalidade/ Diálogos Possíveis Metodologia Forma e

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase Curso 1503 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0006308A - Fundamentos de Matemática Elementar Docente(s) Maria Edneia Martins Salandim Unidade Faculdade de Ciências Departamento

Leia mais

Agrupamento de Escolas Júlio Dantas Escola Básica Tecnopolis

Agrupamento de Escolas Júlio Dantas Escola Básica Tecnopolis Teorema de Pitágoras- Unidade 2 1.ºP Tema Calendarização Domínio N.º de aulas de 45 minutos Agrupamento de Escolas Júlio Dantas Escola Básica Tecnopolis Planificação Curricular a Longo Prazo Matemática

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática da 3ª série do Ensino Médio Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens

Matriz de Referência de Matemática da 3ª série do Ensino Médio Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Matriz de Referência de Matemática da ª série do Ensino Médio Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens TEMA I ESPAÇO E FORMA Os conceitos geométricos constituem parte importante

Leia mais

Aulas Previstas. Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação. Avaliação diagnóstica. Observação e registo das atitudes dos alunos

Aulas Previstas. Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividades Recursos Avaliação. Avaliação diagnóstica. Observação e registo das atitudes dos alunos Escola E.B. 2.3 Pedro Santarém Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividas Recursos Avaliação Preparar e organizar o trabalho a realizar com os alunos Distinguir número inteiro número fraccionário. Reconhecer

Leia mais

Descritores de Matemática Fundamental I

Descritores de Matemática Fundamental I Descritores de Matemática Fundamental I Tema I. Espaço e Forma Descritores de Matemática Fundamental I Tema I. Espaço e Forma D2 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos

Leia mais

Planificação anual de Matemática A 11º ano

Planificação anual de Matemática A 11º ano Planificação anual de Matemática A 11º ano Ano Letivo 2015/201 OBJETIVOS GERAIS A VALORES/ATITUDES A 1 Desenvolver a autonomia e a solidariedade; A 2 Desenvolver o espírito de tolerância e cooperação;

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação (Matemática) 3º Ciclo - 8.º Ano de Escolaridade Despacho

Leia mais

Aula 2 - Revisão. Claudemir Claudino 2014 1 Semestre

Aula 2 - Revisão. Claudemir Claudino 2014 1 Semestre Aula 2 - Revisão I Parte Revisão de Conceitos Básicos da Matemática aplicada à Resistência dos Materiais I: Relações Trigonométricas, Áreas, Volumes, Limite, Derivada, Integral, Vetores. II Parte Revisão

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMNTO D SCOLAS DR. VIIRA D CARVALHO scola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências xperimentais Planificação Anual de Matemática A 12º ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS - INSCRIÇÃO

INFORMAÇÕES GERAIS - INSCRIÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS INCONFIDENTES PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº. 20/2015 MANUAL DO CANDIDATO 2016/1 CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec ETEC: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS. Componente Curricular:

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia Educação de Jovens e Adultos.

Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia Educação de Jovens e Adultos. Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia Educação de Jovens e Adultos. Referencial Curricular de Matemática Educação de Jovens e Adultos 2010 2ª ETAPA OBJETIVOS GERAIS DE MATEMÁTICA Identificar

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 2º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 2º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As provas de Matemática, Conhecimentos Gerais e Língua Portuguesa objetivam verificar as competências e habilidades do candidato no que se refere à capacidade de analisar situações problemáticas,

Leia mais

Percursos temáticos de aprendizagem

Percursos temáticos de aprendizagem Novo Programa de Matemática - 1.º, 2.º e 3.º Ciclos Percursos temáticos de aprendizagem Os percursos temáticos de aprendizagem que se apresentam constituem possíveis sequências para o desenvolvimento do

Leia mais

Percursos temáticos de aprendizagem

Percursos temáticos de aprendizagem Novo Programa de Matemática - 1.º, 2.º e 3.º Ciclos Percursos temáticos de aprendizagem Os percursos temáticos de aprendizagem que se apresentam constituem possíveis sequências para o desenvolvimento do

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

1º período. Conhecer os algarismos que compõem o SND (0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9). Diferenciar algarismos e números. e vice-versa.

1º período. Conhecer os algarismos que compõem o SND (0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9). Diferenciar algarismos e números. e vice-versa. 1º período Os números naturais: Sistema de Numeração Decimal. (SND) Um pouco de história: sistema de numeração dos romanos. Os números naturais Sistema de Numeração Decimal (SND). Unidades e dezenas. Unidades,

Leia mais

Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira, Edilson Araujo do Nascimento, Emerson, Glaucia, Luciene Maria da Silva Oliveira

Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira, Edilson Araujo do Nascimento, Emerson, Glaucia, Luciene Maria da Silva Oliveira 1. NOME OU TÍTULO DO PROJETO: Conhecendo minha cidade 2. DADOS DE IDENTIFICAÇAO Área ou Disciplina de Origem: Matemática Professor coordenador: Professores colaboradores: Claudemir, David Cardoso Siqueira,

Leia mais

A recuperação foi planejada com o objetivo de lhe oportunizar mais um momento de aprendizagem.

A recuperação foi planejada com o objetivo de lhe oportunizar mais um momento de aprendizagem. DISCIPLINA: MATEMÁTICA PROFESSORES: MÁRIO, ADRIANA E GRAYSON DATA: / 1 / 014 VALOR: 0,0 NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 9º ANO TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Prezado(a) aluno(a), A recuperação foi

Leia mais

Disciplina: Matemática Ano letivo: 2014 8º ANO Professor(a): Josiane Caroline Protti

Disciplina: Matemática Ano letivo: 2014 8º ANO Professor(a): Josiane Caroline Protti Colégio Estadual Senador Attílio Fontana Ensino Fundamental, Médio e Profissional PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Disciplina: Matemática Ano letivo: 2014 8º ANO Professor(a): Josiane Caroline Protti Fundamentação

Leia mais

Potenciação e radiciação

Potenciação e radiciação Sequência didática para a sala de aula 6 MATEMÁTICA Unidade 1 Capítulo 6: (páginas 55 a 58 do livro) 1 Objetivos Associar a potenciação às situações que representam multiplicações de fatores iguais. Perceber

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR DE MATEMÁTICA

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR DE MATEMÁTICA ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DO PARANÁ NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO CAMPO MOURÃO COLÉGIO ESTADUAL 14 DE DEZEMBRO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO RUA CASSEMIRO RADOMINSKI, 1332, CENTRO, CEP. 87250-000

Leia mais

1 EMENTA 2 OBJETIVOS DO COMPONENTE CURRICULAR

1 EMENTA 2 OBJETIVOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Disciplina Código Docente Débora Valim Sinay Neves Semestre 2013. 1 Carga horária 60h 1 EMENTA. de Variáveis Separáveis. Homogêneas. Exatas. de 1ª Ordem. Equações

Leia mais

Programa de Matemática 2º ano

Programa de Matemática 2º ano Programa de Matemática 2º ano Introdução: A Matemática é uma das ciências mais antigas e é igualmente das mais antigas disciplinas escolares, tendo sempre ocupado, ao longo dos tempos, um lugar de relevo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS MANAUS CENTRO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS MANAUS CENTRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS MANAUS CENTRO CENTRO ACADÊMICO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA (CALMAT) PROJETO DO CURSO DE NIVELAMENTO DE MATEMÁTICA ALUNOS DOS PERÍODOS

Leia mais

1º Período Tarefa / Actividades Conteúdos abordados Metodologia utilizada Aulas

1º Período Tarefa / Actividades Conteúdos abordados Metodologia utilizada Aulas 1º Período Tarefa / Actividades Conteúdos abordados Metodologia utilizada Aulas Caixas de bolachas Caixa de bombons Garrafas de água Caixas de sumo Sólidos platónicos Teorema de Pitágoras Áreas e perímetros

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Assistente Administrativo

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Qualificação: Assistente Administrativo .. Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec Prof Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração Qualificação:

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL MATEMÁTICA Nome: Nº 6ºAno Data: / / Professores: Leandro e Renan Nota: (Valor 2,0) 1. Apresentação: Prezado aluno, A estrutura da recuperação bimestral paralela do Colégio

Leia mais

UNICAMP - 2005. 2ª Fase MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UNICAMP - 2005. 2ª Fase MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UNICAMP - 2005 2ª Fase MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 São conhecidos os valores calóricos dos seguintes alimentos: uma fatia de pão integral, 55 kcal; um litro de leite,

Leia mais

Margareth Costa Zaponi

Margareth Costa Zaponi Governador do Estado de Pernambuco Eduardo Henrique Accioly Campos Secretário de Educação do Estado Danilo Jorge de Barros Cabral Chefe de Gabinete Nilton da Mota Silveira Filho Secretária Executiva de

Leia mais

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 Disciplina: Matemática Professor: Flávio Calônico Júnior Turma: 2 ano do Ensino Médio

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 Disciplina: Matemática Professor: Flávio Calônico Júnior Turma: 2 ano do Ensino Médio EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 Disciplina: Matemática Professor: Flávio Calônico Júnior Turma: 2 ano do Ensino Médio Datas 11/fevereiro 17/fevereiro 18/fevereiro Conteúdos Apresentação da ementa da

Leia mais

FACULDADE PROFESSOR MIGUEL ÂNGELO DA SILVA SANTOS - FEMASS

FACULDADE PROFESSOR MIGUEL ÂNGELO DA SILVA SANTOS - FEMASS EDITAL Nº 08/2016 TRANSFERÊNCIA EXTERNA A Direção da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos FeMASS, mantida pela Fundação Educacional de Macaé FUNEMAC, sediada na Rua Aloísio da Silva Gomes,

Leia mais

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Conteúdos do 7º ano Conteúdos do 8º ano 1 Conjuntos numéricos 6 9-1 -4 IN 1 4 IN - Conjunto dos números Naturais IN = {1;;3;4;5;6 } Z - Conjunto

Leia mais

Aula 1 Estatística e Probabilidade

Aula 1 Estatística e Probabilidade Aula 1 Estatística e Probabilidade Anamaria Teodora Coelho Rios da Silva Aula 1 Plano de ensino Planejamento das aulas Referências Bibliográficas Atividades de Aprendizagem Orientadas Sistema de Avaliação

Leia mais

a, em que a e b são inteiros tais que a é divisor de 3

a, em que a e b são inteiros tais que a é divisor de 3 Matemática 0. Considere a expressão x x 3 5x x 6. Pede-se: A) encontrar o valor numérico da expressão para x. B) obter todas as raízes complexas do polinômio p(x) x x 3 5x x 6. Questão 0 Comentários: A

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº09 Prof. Paulo Henrique

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº09 Prof. Paulo Henrique Nome: Ano: º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº09 Prof. Paulo Henrique Assunto: Funções do Segundo Grau 1. Conceitos básicos Definição: É uma função que segue a lei: onde, Tipos

Leia mais

Conteúdo do Exame de Admissão para o 1º Ano do Ensino Médio

Conteúdo do Exame de Admissão para o 1º Ano do Ensino Médio Conteúdo do Exame de Admissão para o 1º Ano do Ensino Médio MATEMÀTICA 1) NÚMEROS E OPERAÇÕES Identificação de um número irracional como um número de representação decimal infinita, e não periódica, e

Leia mais

Lição 5 Medidas Descritivas Medidas de Dispersão

Lição 5 Medidas Descritivas Medidas de Dispersão 99 Lição 5 Medidas Descritivas Medidas de Dispersão Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: identifi car o objetivo das medidas de dispersão; identifi car o conceito de variância;

Leia mais

Universidade Lusíada (Vila Nova de Famalicão) MATEMÁTICA. Regente da unidade curricular: Manuel Arménio Almeida (Eng. Civil )

Universidade Lusíada (Vila Nova de Famalicão) MATEMÁTICA. Regente da unidade curricular: Manuel Arménio Almeida (Eng. Civil ) Universidade Lusíada (Vila Nova de Famalicão) Faculdade de Arquitectura e Artes Licenciatura em Arquitectura MATEMÁTICA Regente da unidade curricular: Manuel Arménio Almeida (Eng. Civil ) Unidade curricular

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357/2007, DE 29 DE OUTUBRO

MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357/2007, DE 29 DE OUTUBRO MATRIZ DA PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA AO ABRIGO DO DECRETO-LEI Nº 357/2007, DE 29 DE OUTUBRO (Duração: 90 minutos + 30 minutos de tolerância) MATEMÁTICA A 11º+12º ANO (Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais