dados, apresentando um relatório com estimativas para análise e prováveis tomadas de decisões.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "dados, apresentando um relatório com estimativas para análise e prováveis tomadas de decisões."

Transcrição

1 PROSPECÇÃO DOS TIPOS DE SISTEMAS DE APOIO À TOMADA DE DECISÃO UTILIZADOS NAS ORGANIZAÇÕES E IDENTIFICAÇÃO DAS FORMAS DE APRESENTAÇÃO DE SUAS INFORMAÇÕES Francielle Cristina S. Marques Faculdade de Análise de Sistemas CEATEC- Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias CEA- Centro de Economia e Administração Resumo: O presente trabalho busca pesquisar e identificar os diversos tipos de Sistemas de Apoio à Tomada de Decisão utilizados nas organizações e suas formas de apresentação das informações. Foi realizado com base em um levantamento bibliográfico e em sites na Internet sobre informações científicas, técnicas e de produtos disponíveis no mercado emergente. O universo da pesquisa é o dos sistemas em meio digital e, como resultado, apresenta Sistemas de Apoio à Decisão utilizados no mercado. Palavras-chave: Tecnologia da informação e comunicação; apresentação da informação; sistemas de apoio à tomada de decisão. Área do Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas/Administração. INTRODUÇÃO Sistemas de informações gerenciais constituem uma categoria específica de sistemas de informação cujo objetivo principal é apresentar relatórios sobre o desempenho corrente de organizações, atendendo, assim, aos gerentes de nível médio. Com as informações resultantes, é possível monitorar, controlar a empresa ou, até mesmo, prever seu desempenho, satisfazendo as necessidades de informação dos administradores de níveis operacional e tático, tipos mais estruturados de situações de decisão. Os sistemas de apoio a decisões, por outro lado, ajudam os gerentes a tomar decisões não usuais. Seu objetivo é enfocar problemas únicos capazes de serem alterados com rapidez, aos quais não existe um procedimento de resolução completamente predefinido. Tais sistemas oferecem elementos confiáveis para a tomada de decisão e permitem a captação de informações de diversas bases de Prof. Dr. José Oscar F. de Carvalho Grupo de Pesquisa: Informação para gestão e inovação CEA- Centro de Economia e Administração CEATEC - Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias dados, apresentando um relatório com estimativas para análise e prováveis tomadas de decisões. Principais característica do SAD Acelerar a resolução de problemas, permitindo um tempo de resposta baixo para receber informações que melhorem a consistência e a exatidão e fornecendo maneiras mais eficientes de prever ou resolver problemas; Trabalhar com diversas fontes de dados; Permitir análise de sensibilidade, simulação e análise de tomada de decisão. Principais benefícios do SAD para a organização Fortalecer a competência organizacional, promovendo o treinamento e, consequentemente, o desenvolvimento colaborador; Padronizar os processos, facilitando sua identificação e interpretação; Fornecer informações sobre diferentes aspectos da situação e do processo de decisão, gerando alternativas diferentes que levem os tomadores de decisão a questionarem etapas, rotinas, procedimentos diversos existentes e/ou explorarem diferentes cenários e modelos.

2 RESULTADOS Exemplos de Sistemas de Apoio à Decisão no Mercado 1. NewsMap Serviço que muda constantemente em função da agregação de notícias do Google News. O tamanho dos blocos de informação reflete a popularidade de um item num determinado momento. 4. Internet Map O projeto Dimes fornece diversas imagens de estrutura da internet. Com dados de Fevereiro de 2007, Cris Hanison criou gráficos que permitem ver a forma como as cidades estão interligadas à volta do globo cerca de 90 mil interligações no total. 2. Gapminder economia e estatística mundial Magnífica base de dados com indicadores estatísticos mundiais. Recolhidas durante 30 anos, as informações vão desde a distribuição de riquezas, passando por mortalidade infantil, até emissões de CO2. 5. InterQual da McKesson Ferramenta que ajuda na escolha dos cuidados médicos com o paciente, baseando-se em seus sintomas e comportamentos. Abaixo, um esquema conceitual do Algoritmo do InterQual Behavioral Health Decision Support e os critérios utilizados para cada segmento de paciente, segundo Sthefan Berwanger: 3. Stock Market Planetarium Joshua Portway propõe a representação do mercado de ações mundial através de uma representação de pontos luminosos à volta do globo. À medida que mais e mais ações de uma empresa vão sendo negociadas, torna-se mais e mais brilhante. 6. Sistema Irriga Tecnologia desenvolvida e patenteada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), voltada à área de apoio à decisão de agricultura irrigada. O sistema gerencia o manejo e o monitoramento de irrigações a serem aplicadas pelos diferentes

3 métodos e sistemas de irrigação. As recomendações são determinadas e avaliadas por mais de 500 algoritmos. 8. Sabiloc O sistema de apoio à decisão para análise de problemas de localização bicritério decide a melhor forma possível de localizar certo número de serviços, de modo a servir um conjunto de comunidades cujas localizações e características (tais quais a procura ou o peso) são conhecidas, de acordo com Sérgio Fernandes I ; M. Eugénia Captivo II ; João Clímaco III. 7. DXplain DXplain sistema de apoio à decisão desenvolvido no Laboratório de Ciência da Computação do Hospital Geral de Massachusetts tem as características tanto de um livro médico eletrônico quanto de um sistema de referência médica. Em seu modo de referência ou análise de caso, DXplain aceita um conjunto de achados clínicos (sinais, sintomas, dados laboratoriais) para produzir uma lista de classificação de diagnósticos que podem explicar (ou estar associados a) as manifestações clínicas. DXplain justifica cada uma das doenças consideradas, o que sugere mais informações clínicas úteis para a coleta de dados de cada doença. 9. SADFlor Sistema de apoio à decisão para planejamento florestal. CONCLUSÃO A seguir é apresentada um quadro comparativo entre os Sistemas de Apoio a Decisão pesquisados e as diversas formas de apresentação de suas informações.

4 Sistema de Apoio à Decisão X Forma de Apresentação Sistemas de Apoio à Decisão Encontrados no Mercado Forma de Apresentenção Ambi Multidime Unidimensi Bidimensi Hieráqu Red Tempo Framew ente nsional onal onal 2D ico es ral ork 3D NewMap Gapmindereconômia estatística mundial e Stock Market Planetarium Internet Map InterQual da McKesson Sistema Irriga SADFlor Sabiloc DxPlain

5 Legenda: Apresenta Não Apresenta Com base no quadro apresentado, pode-se notar que a maioria dos sistemas pesquisados neste trabalho não faz uso das técnicas de Visualização de Informação mais sofisticadas, e sim, das mais simples, como unidirecional, hierárquica e redes. Isto leva a inferir que a Visualização da Informação ainda está pouco assimilada pelos desenvolvedores de sistemas. Os motivos que parecem levar a esta situação seriam a falta de conhecimento do assunto por parte deles e o custo de aplicação das técnicas. Sugere-se, como trabalho complementar, um estudo que confirme ou não tais motivos. AGRADECIMENTOS À PUC-Campinas pela bolsa FAPIC/Reitoria, pela oportunidade e pelo incentivo de realizar esta pesquisa. REFERÊNCIAS [1] LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price; Sistemas de Informação ; Rio de Janeiro; LTC; [2] CANONGIA, C. et al. Convergência da inteligência competitiva com construção de visão de futuro: proposta metodológica de sistema de informação estratégica (sie). Datagramazero: Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, jun URL: [3] CELLA, Antonio Sergio. Sistemas de Informação para a Gestão Estratégica das IES-Privadas. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Brasil, [4] FABRE, Jorge Leandro; CARVALHO, José Oscar Fontanini de. Uma Taxonomia para Informações Geradas por Sistemas de Apoio à Tomada de Decisão Memórias de la CISCI ra. Conferencia Iberoamericana en Sistemas, Cibernética e Informática. IIIS - International Institute of Informatics and Systemics, Orlando, Florida, EE.UU., v. 1, julio, 2004, p ISBN: CD-ROM ISBN: URL: [5] SOUZA, Rafael Felipe Cintra & CARVALHO, José Oscar Fontanini de. Prospecção dos tipos de Sistemas de Apoio à Tomada de Decisão utilizados nas organizações e identificação de suas características. Anais do XVI Encontro de Iniciação Científica da PUC-Campinas. Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Campinas, SP, setembro, 2011, IC10857, 6 p. ISSN [6] SANTANA, André Gomes; FREITAS, André Gustavo de. Sistema de Apoio à Decisão. Disponível em : Acessado em Janeiro/2014. [7] BERWANGER, Sthefan. Sistemas de Apoio à Decisão (SAD). Disponível em : Acessado em: Janeiro/2014. [8] DEL DUCA, Fábio Vidal; LONGO, Gilson Luis et. Sistemas de Apoio a Decisão nas Organizações: Transformando Dados em Informações. [9] DxPlain System Using Decision support to help explain clinical manifestions of disease. Disponível em Acessado em Junho/2014.

ATENÇÃO: ESTE ARTIGO NÃO PODERÁ SER UTILIZADO PARA FINS COMERCIAIS. DEVERÁ OBRIGATORIAMENTE SER REFERENCIADO COMO:

ATENÇÃO: ESTE ARTIGO NÃO PODERÁ SER UTILIZADO PARA FINS COMERCIAIS. DEVERÁ OBRIGATORIAMENTE SER REFERENCIADO COMO: ATENÇÃO: ESTE ARTIGO NÃO PODERÁ SER UTILIZADO PARA FINS COMERCIAIS. DEVERÁ OBRIGATORIAMENTE SER REFERENCIADO COMO: Fabre, Jorge Leandro; Carvalho, José Oscar Fontanini de. (2004). Uma Taxonomia para Informações

Leia mais

PROSPECÇÃO DOS TIPOS DE SISTEMAS DE APOIO À TOMADA DE DECISÃO UTILIZADOS NAS ORGANIZAÇÕES E IDENTIFICAÇÃO DE SUAS CARACTERÍSTICAS

PROSPECÇÃO DOS TIPOS DE SISTEMAS DE APOIO À TOMADA DE DECISÃO UTILIZADOS NAS ORGANIZAÇÕES E IDENTIFICAÇÃO DE SUAS CARACTERÍSTICAS PROSPECÇÃO DOS TIPOS DE SISTEMAS DE APOIO À TOMADA DE DECISÃO UTILIZADOS NAS ORGANIZAÇÕES E IDENTIFICAÇÃO DE SUAS CARACTERÍSTICAS Rafael Felipe Cintra de Souza Faculdade de Análise de Sistemas CEATEC Centro

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 SISTEMA DE APOIO À DECISÃO Grupo: Denilson Neves Diego Antônio Nelson Santiago Sabrina Dantas CONCEITO É UM SISTEMA QUE AUXILIA O PROCESSO DE DECISÃO

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Gestão

Tecnologia Aplicada à Gestão Tecnologia Aplicada à Gestão Parte 4 Aula 11 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br Introdução O que são e para que servem os Sistemas de Suporte Gerencial? Como

Leia mais

O artigo a seguir deve ser referenciado como:

O artigo a seguir deve ser referenciado como: O artigo a seguir deve ser referenciado como: Carvalho, José Oscar F. de (2000). A Utilização de Técnicas de Educação a Distância Mediada por Computador como Apoio às Aulas Presenciais: Um Estudo de Caso.

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES Rigoleta Dutra Mediano Dias 1, Lívia Aparecida de Oliveira Souza 2 1, 2 CASNAV, MARINHA DO BRASIL, MINISTÉRIO DA DEFESA, BRASIL Resumo: Este

Leia mais

Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação

Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação Sistemas de Informação CEA460 - Gestão da Informação Janniele Aparecida Conceitos Sistema de Informação Conjunto de componentes interrelacionados que coletam (ou recuperam), processam e armazenam e distribuem

Leia mais

SIG e SAE. Daniel Gondim

SIG e SAE. Daniel Gondim SIG e SAE Daniel Gondim Roteiro Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) Conceitos Aplicações Sistemas de Apoio ao Executivo (SAE) Conceitos Aplicações O SIG dá suporte às funções de planejamento, controle

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÕES: UMA ABORDAGEM CONCEITUAL 1

GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÕES: UMA ABORDAGEM CONCEITUAL 1 GESTÃO DO CONHECIMENTO E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA EM ORGANIZAÇÕES: UMA ABORDAGEM CONCEITUAL 1 Heide Miranda da SILVA 2 RESUMO As exigências do mercado atual somadas aos avanços das tecnologias de informação

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

Pós Administração Hospitalar. Módulo. Gestão Estratégica da Informação

Pós Administração Hospitalar. Módulo. Gestão Estratégica da Informação Pós Administração Hospitalar Módulo Gestão Estratégica da Informação PÓS-GRADUAÇÃO 2013 ROTEIRO DE PESQUISA PROFESSOR ANDRÉ LUÍS BELINI DE OLIVEIRA DIREITOS RESERVADOS Proibida a reprodução total ou parcial

Leia mais

SISTEMAS DE APOIO A DECISÃO MÉDICA (SADM)

SISTEMAS DE APOIO A DECISÃO MÉDICA (SADM) SISTEMAS DE APOIO A DECISÃO MÉDICA (SADM) Breno Rodrigues Silva ¹ brenotropi@hotmail.com Mahelder Carvalho de Melo ² maheldermelo@gmail.com Michel David de Assis Ribeiro ³ michel.david@hotmail.com Leandro

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL. Módulo I Sociologia da saúde 30 h. Módulo IV Epidemiologia e Estatística vital 30 h CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA GERAL Módulos Disciplinas Carga Horária Módulo I Sociologia da saúde 30 h Módulo II Economia da saúde 30 h Módulo III Legislação em saúde 30 h

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Pós-Graduação Gestão Estratégica de Empresas e Negócios Gestão do Conhecimento Trabalho desenvolvido pelos alunos da turma GEEN 0535, do curso de Gestão Estratégica de Empresas e Negócios, para a disciplina

Leia mais

Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde

Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde Tópicos Especiais em Economia e Gestão da Saúde Sistemas de Informações ( Parte I) Patrícia Paula Dias de Sá Residente de Administração em Gestão Hospitalar Hospital Universitário - UFJF Ato ou efeito

Leia mais

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD Conceitos introdutórios Decisão Escolha feita entre duas ou mais alternativas. Tomada de decisão típica em organizações: Solução de problemas Exploração de oportunidades

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Como Melhorar a Tomada de Decisão e a Gestão do Conhecimento Capítulo

Leia mais

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Nº 08/2012 Av. Teotônio Segurado, Quadra 401 Sul, ACSU-SO 40, conjunto 1, Lote 17, 1º andar (prédio do antigo Sine) Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Diante da crescente procura por

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. PARECER COREN-SP 016/2012 CT PRCI n 102.430/2012 e Ticket n 292.881 e 293.555

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. PARECER COREN-SP 016/2012 CT PRCI n 102.430/2012 e Ticket n 292.881 e 293.555 PARECER COREN-SP 016/2012 CT PRCI n 102.430/2012 e Ticket n 292.881 e 293.555 Ementa: Anotação de código da Classificação Internacional de Doenças (CID) em fichas de atendimento. 1. Do fato Feito questionamento

Leia mais

SIE - Sistemas de Informação Empresarial. Fontes: O Brien, Turban, Cleber Matos

SIE - Sistemas de Informação Empresarial. Fontes: O Brien, Turban, Cleber Matos SIE - Sistemas de Informação Empresarial Visão Integrada Fontes: O Brien, Turban, Cleber Matos Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa O Brien [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ]

Leia mais

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO - GPD

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO - GPD SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GPD - 06 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO -

Leia mais

Sistema Integrado de Saúde

Sistema Integrado de Saúde Sistema Integrado de Saúde Além de gerar automaticamente todas as informações obrigatórias para o SUS, o sistema permite a identificação de cada pessoa dentro da sua família, com seu histórico de saúde,

Leia mais

MODELO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO BASE DA AÇÃO COMERCIAL DE PEQUENAS EMPRESAS DE TI

MODELO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO BASE DA AÇÃO COMERCIAL DE PEQUENAS EMPRESAS DE TI MODELO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO COMO BASE DA AÇÃO COMERCIAL DE PEQUENAS EMPRESAS DE TI Lina Krafta Proposta de Dissertação de Mestrado Orientador: Prof. Dr. Henrique Freitas Porto Alegre, 21 de Dezembro

Leia mais

Uma Análise da Confiabilidade da Aplicação de um Questionário na Equipe de TI de uma Instituição de Saúde

Uma Análise da Confiabilidade da Aplicação de um Questionário na Equipe de TI de uma Instituição de Saúde Uma Análise da Confiabilidade da Aplicação de um Questionário na Equipe de TI de uma Instituição de Saúde Aluna: Karina Aparecida da Cruz Pinto Orientadora: Ms. Maria Ludovina Aparecida Quintans Sistemas

Leia mais

As Organizações e os Sistemas de Informação

As Organizações e os Sistemas de Informação As Organizações e os Sistemas de Informação Uma Introdução Luís Paulo Peixoto dos Santos Junho, 2002 Uma organização é uma estrutura complexa e formal cujo objectivo é gerar produtos ou serviços, com ou

Leia mais

Estruturação da. Prontuário rio Eletrônico do Paciente

Estruturação da. Prontuário rio Eletrônico do Paciente Estruturação da Evolução Clínica para o Prontuário rio Eletrônico do Paciente Éderson Antonio Gomes Dorileo Thiago Martini da Costa Marcelo Ponciano da Silva Prof. Dr. Joaquim Cezar Felipe X Congresso

Leia mais

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO CURSO: GESTÃO AMBIENTAL PROFESSOR: WENES SILVA DOS SANTOS ALUNOS: ANDRÉ VIANA CAVALCANTE, DANILO CARVALHO DE OLIVEIRA, GEISA MOREIRA DE SOUSA, FERNANDA MONTES, LIAMAR MONTES, PRISCILA CASTRO, RAIMUNDINHA

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Código: ADM - 251 Pré-requisito: ------- Período Letivo:

Leia mais

A Internet facilitando tratamentos médicos

A Internet facilitando tratamentos médicos VIII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DO CENTRO PAULA SOUZA São Paulo, 9 e 10 de outubro de 2013 Sistemas produtivos: da inovação à sustentabilidade ISSN: 2175-1897 A Internet facilitando tratamentos

Leia mais

O futuro da área de finanças Simplificação, eficiência e produtividade. Othon de Almeida 1 de julho de 2015

O futuro da área de finanças Simplificação, eficiência e produtividade. Othon de Almeida 1 de julho de 2015 O futuro da área de finanças Simplificação, eficiência e produtividade Othon de Almeida 1 de julho de 2015 Os desafios da área de finanças Os desafios da área de finanças em um ambiente competitivo Acompanhamento

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

SISTEMA GESTÃO DOS RESULTADOS CONTÁBEIS DE CLÍNICA EXAMES MÉDICOS

SISTEMA GESTÃO DOS RESULTADOS CONTÁBEIS DE CLÍNICA EXAMES MÉDICOS UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMA GESTÃO DOS RESULTADOS CONTÁBEIS DE CLÍNICA EXAMES MÉDICOS Thiago Felipe Dallagnoli Prof. Oscar Dalfovo, Orientador ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Tipos de SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução 2 n As organizações modernas competem entre si para satisfazer as necessidades dos seus clientes de um modo

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA Autores: Francisco de Oliveira Dantas; FILHO, PINTO, Giovanni Ferreira; MARIA, Hevanderson da Silva; Orientador:

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

Por que ouvir é fundamental.

Por que ouvir é fundamental. Por que ouvir é fundamental. Apresentação GRUPO ATTITUDE SA Líder na América Latina em comunicação de negócios e construção de relacionamentos para incremento da reputação Atuação no âmbito estratégico

Leia mais

Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI

Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI Tecnologia da Informação Aula 3 Revolução dos SI Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife - PE Visão Geral Desafios Empresariais Administração * Monitora

Leia mais

REDES BAYESIANAS. Palavras-chave: Redes bayesianas, Grafo, Estrutura de Dados, Inteligência artificial.

REDES BAYESIANAS. Palavras-chave: Redes bayesianas, Grafo, Estrutura de Dados, Inteligência artificial. REDES BAYESIANAS Gabriel Rigo da Cruz Jacobsen gabrielrigoj@gmail.com Prof. Leonardo Sommariva, Estrutura de Dados RESUMO: Uma rede bayesiana é uma forma de representar o conhecimento de um domínio onde

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 6 Gerenciamento dos processos de decisão Professora: Cintia Caetano Tomada de Decisão A tomada de decisão consiste na escolha de uma opção ou mais dentre diversas

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA ATRAVÉS DE TÉCNICAS DE BUSINESS INTELLIGENCE

OTIMIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA ATRAVÉS DE TÉCNICAS DE BUSINESS INTELLIGENCE OTIMIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA ATRAVÉS DE TÉCNICAS DE BUSINESS INTELLIGENCE Guimarilza Barbosa de Souza João Gabriel Ribeiro Luiz Cláudio de Arruda Isoton II Congresso Consad de Gestão Pública Painel 5:

Leia mais

Engenharia de Produção 4ª Série Sistemas de Apoio à Decisão

Engenharia de Produção 4ª Série Sistemas de Apoio à Decisão Engenharia de Produção 4ª Série Sistemas de Apoio à Decisão A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de etapas, acompanhadas

Leia mais

LINHAS TEMÁTICAS. EDITAL MCT/CNPq 066/2010 ICT 2011 Chamada coordenada UE/ Brasil. Linha temática 1: Microeletrônica/ Microssistemas

LINHAS TEMÁTICAS. EDITAL MCT/CNPq 066/2010 ICT 2011 Chamada coordenada UE/ Brasil. Linha temática 1: Microeletrônica/ Microssistemas (Anexo IV) LINHAS TEMÁTICAS EDITAL MCT/CNPq 066/2010 ICT 2011 Chamada coordenada UE/ Brasil Linha temática 1: Microeletrônica/ Microssistemas Metodologia, blocos e ferramentas específicas de projeto que

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária

Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária Sistema de informação para controle de vendas em imobiliária Acadêmico: Diego Vicentini Orientador: Prof. Paulo R. Dias FURB Universidade Regional de Blumenau Julho/2007 Roteiro da apresentação Introdução

Leia mais

Balanced Scorecard Construção e execução

Balanced Scorecard Construção e execução Balanced Scorecard Construção e execução 1 Apresentação Executivo por mais de 30 anos, ocupou cargos de diretor, direção geral e de conselheiro em empresas multinacionais e nacionais de médio e grande

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONSULTORIA EMPRESARIAL

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONSULTORIA EMPRESARIAL Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONSULTORIA EMPRESARIAL Inscrições Abertas: Início das aulas: 24/08/2015 Término das aulas: 14/08/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às

Leia mais

Unidades de Paisagem na Região Metropolitana de Campinas

Unidades de Paisagem na Região Metropolitana de Campinas Unidades de Paisagem na Região Metropolitana de Campinas Michelle Christine Wakatsuki Faculdade de Arquitetura e Urbanismo CEATEC michellewakatsuki@gmail.com Prof. Dr. Jonathas Pereira Magalhães da Silva

Leia mais

PROTOCOLO PARA INVESTIGAÇÃO DE SURTOS

PROTOCOLO PARA INVESTIGAÇÃO DE SURTOS PROTOCOLO PARA INVESTIGAÇÃO DE SURTOS Proposta Final Salvador, Agosto de 2011 1 PROTOCOLO DE AÇÃO PARA AS SITUAÇÕES DE SURTOS CLASSIFICADOS COMO EMERGÊNCIA EM SAÚDE PÚBLICA O conceito de emergência de

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS Unidade Acadêmica de Educação Continuada

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS Unidade Acadêmica de Educação Continuada MBA Gestão e Segurança do Paciente Curso disponível em Coordenação - karina@unisinos.br - marcelo.rh@maededeus.com.br Apresentação O MBA em Gestão e Segurança do Paciente visa atender às necessidades de

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Projeto de modelagem de sistema para transferência de bens patrimoniais

Projeto de modelagem de sistema para transferência de bens patrimoniais Projeto de modelagem de sistema para transferência de bens patrimoniais Eduardo Ceretta Dalla Favera 1 Fábio Weber Albiero 1 Gustavo Rissetti 1 Rodrigo Exterckötter Tjäder 1 Vinícius Vielmo Cogo 1 1 Acadêmico

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

Experiência: Sistema de Controle logístico de Medicamentos Antirretrovirais - SICLOM

Experiência: Sistema de Controle logístico de Medicamentos Antirretrovirais - SICLOM Experiência: Sistema de Controle logístico de Medicamentos Antirretrovirais - SICLOM Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Responsável: Juliana Monteiro da Cruz, Gerente de Desenvolvimento

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Sistemas de Informação 2 1. Fundamentos dos Sistemas de Informação Antes de começar a discutir os sistemas de informação precisamos definir e entender

Leia mais

É uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus A (H1N1).

É uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus A (H1N1). INFLUENZA (GRIPE) SUÍNA INFLUENZA SUÍNA É uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus A (H1N1). Assim como a gripe comum, a influenza suína é transmitida, principalmente, por meio de tosse, espirro

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Técnico em Logística Integrado ao Ensino Médio. Professor: Isabel Santos

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015. Ensino Técnico. Habilitação Profissional: Técnico em Logística Integrado ao Ensino Médio. Professor: Isabel Santos PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 Código: 0262 Ensino Técnico ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Gestão de Pessoas Eixo Tecnológico: Gestão e negócios Módulo: 1º Série C.

Leia mais

Business Intelligence. BI CEOsoftware Partner YellowFin

Business Intelligence. BI CEOsoftware Partner YellowFin Business Intelligence BI CEOsoftware Partner YellowFin O que é Business Intelligence Business Intelligence (BI) é a utilização de uma série de ferramentas para coletar, analisar e extrair informações,

Leia mais

O PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNI- CAÇÃO

O PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNI- CAÇÃO Revista de Ciências Gerenciais Vol. XII, Nº. 14, Ano 2008 O PROCESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNI- CAÇÃO Rodrigo Rodrigues Faculdade Anhanguera de

Leia mais

Rede Nacional de Câncer Familial: Sub-rede de Epidemiologia

Rede Nacional de Câncer Familial: Sub-rede de Epidemiologia Fórum INCA-ASCO sobre Câncer Hereditário Predisposição Genética ao Câncer 21 e 22 de novembro de 2011 Hotel Novo Mundo Flamengo Rio de Janeiro Brasil Rede Nacional de Câncer Familial: Sub-rede de Epidemiologia

Leia mais

XVIII JORNADA DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA.

XVIII JORNADA DE ENFERMAGEM EM HEMODINÂMICA. . Qualificando o desempenho operacional utilizando ferramentas de Tecnologia de Informação. sfl.almada@gmail.com Enfª Sueli de Fátima da Luz Formação: Bacharel em Enfermagem e Obstetrícia Universidade

Leia mais

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica Ementários Disciplina: Gestão Estratégica Ementa: Os níveis e tipos de estratégias e sua formulação. O planejamento estratégico e a competitividade empresarial. Métodos de análise estratégica do ambiente

Leia mais

Projeto de Assessoria de Imprensa 1 Transportadora Americana

Projeto de Assessoria de Imprensa 1 Transportadora Americana Projeto de Assessoria de Imprensa 1 Transportadora Americana Ana Carla CANDIDO 2 Gabriela Almeida MINGHINI 3 Maria Juliana Gomes de OLIVEIRA 4 Renata Andrade de RAMOS 5 Marcel José CHEIDA 6 Pontifícia

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010

Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010 Curso Desenvolvimento de Dashboards com o Excel 2007 e 2010 O mercado globalizado e altamente competitivo implica em que, as empresas que almejam serem líderes no mercado onde atuam, devem ter agilidade

Leia mais

Palavras chave: Expansão Urbana;Sensoriamento Remoto; SIG e Supressão da vegetação.

Palavras chave: Expansão Urbana;Sensoriamento Remoto; SIG e Supressão da vegetação. SENSORIAMENTO REMOTO E SIG APLICADOS NA ANÁLISE DA EXPANSÃO URBANA NA REGIÃO SUDOESTE DA CIDADE DE MONTES CLAROS MG E A SUPRESSÃO DA VEGETAÇÃO NOS ANOS DE 2000 Á 2011 OLIVEIRA, Gustavo Henrique Gomes de

Leia mais

AS TIC E A SAÚDE NO PORTUGAL DE HOJE

AS TIC E A SAÚDE NO PORTUGAL DE HOJE AS TIC E A SAÚDE NO PORTUGAL DE HOJE 18 MARÇO 2015 Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa PATROCINDADORES Apoio Patrocinadores Globais APDSI As Tecnologias de Informação e Comunicação na monitorização

Leia mais

THOMSON REUTERS INTEGRITY CONHECIMENTO ESSENCIAL PARA APRIMORAR A DESCOBERTA E O DESENVOLVIMENTO DE FÁRMACOS DIREITOS DA IMAGEM: REUTERS/MAX ROSSI

THOMSON REUTERS INTEGRITY CONHECIMENTO ESSENCIAL PARA APRIMORAR A DESCOBERTA E O DESENVOLVIMENTO DE FÁRMACOS DIREITOS DA IMAGEM: REUTERS/MAX ROSSI THOMSON REUTERS INTEGRITY CONHECIMENTO ESSENCIAL PARA APRIMORAR A DESCOBERTA E O DESENVOLVIMENTO DE FÁRMACOS DIREITOS DA IMAGEM: REUTERS/MAX ROSSI 2 THOMSON REUTERS INTEGRITY DIREITOS DA IMAGEM: istockphoto

Leia mais

PLANO DE CURSO CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: CONTABILIDADE PARA ADMINISTRAÇÃO

PLANO DE CURSO CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: CONTABILIDADE PARA ADMINISTRAÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS 1 PLANO DE CURSO CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: CONTABILIDADE PARA ADMINISTRAÇÃO CÓDIGO: NÚMERO DE HORAS SEMANAIS:

Leia mais

FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence)

FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence) RELATÓRIO DE ESTÁGIO: Tânia Cristina Leite RA: 046567 Orientador: Prof. Dr. Aurelio Ribeiro Leite de Oliveira FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence) Universidade Estadual de Campinas Instituto

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

CASE STUDY IMPLEMENTATION OF HOSPITAL INFORMATION SYSTEM AT HCFMUSP. Jacson Barros, Msc

CASE STUDY IMPLEMENTATION OF HOSPITAL INFORMATION SYSTEM AT HCFMUSP. Jacson Barros, Msc CASE STUDY IMPLEMENTATION OF HOSPITAL INFORMATION SYSTEM AT HCFMUSP Jacson Barros, Msc Agenda Dados Sócio Demográficos O Sistema HCFMUSP e o Hospital das Clínicas da FMUSP O Projeto de Implementação do

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão. Ciências Contábeis Informática Aplicada

Sistemas de Apoio à Decisão. Ciências Contábeis Informática Aplicada Sistemas de Apoio à Decisão Ciências Contábeis Informática Aplicada Sistemas de Apoio à Decisão Segundo LAUDON (2004) apud SANTOS () afirma que um SAD tem por objetivo auxiliar o processo de decisão gerencial,

Leia mais

TÍTULO: IBUS: INTELIGÊNCIA EM MOBILIDADE URBANA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA

TÍTULO: IBUS: INTELIGÊNCIA EM MOBILIDADE URBANA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA TÍTULO: IBUS: INTELIGÊNCIA EM MOBILIDADE URBANA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO AUTOR(ES):

Leia mais

MEC/CAPES. Portal de Periódicos

MEC/CAPES. Portal de Periódicos MEC/CAPES Portal de Periódicos A CAPES e a formação de recursos de alto nível no Brasil Criada em 1951, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é uma agência vinculada ao

Leia mais

APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL

APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL Davi Shinji Mota Kawasaki (PIBIC/Fundação Araucária), José Augusto Fabri (Orientador), e-mail: davishinjik@gmail.com; fabri@utfpr.edu.br.

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: Teoria Geral de Sistemas C.H. Teórica: 60 PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Período Letivo: Série: Periodo: Semestre de 1 sem/2012 2ª

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos 2010 0 O Processo pode ser entendido como a sequência de atividades que começa na percepção das necessidades explícitas

Leia mais

SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO PARA COLETA DE DADOS PARA MONITORAMENTO DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL

SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO PARA COLETA DE DADOS PARA MONITORAMENTO DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO PARA COLETA DE DADOS PARA MONITORAMENTO DE RESTAURAÇÃO FLORESTAL 1. Contextualização A The Nature Conservancy (TNC) é uma organização sem fins lucrativos, que

Leia mais

Gestão da Informação

Gestão da Informação Gestão da Informação Aplicações de suporte à Gestão da Informação na empresa Luis Borges Gouveia, lmbg@ufp.pt Aveiro, Fevereiro de 2001 Sistemas de informação para empresas Manutenção e exploração de sistemas

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES PRÁTICAS E TEÓRICO-PRATICAS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - ANO DE 2013

PLANO DE ATIVIDADES PRÁTICAS E TEÓRICO-PRATICAS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - ANO DE 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA UFSM/RS PRO-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CCS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL E EM ÁREA PROFISSIONAL DA SAÚDE-MEDICINA VETERINARIA

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais

Costa, B.L. 1 ; Faria, R.A.M²; Marins, L.S.³. ²Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Faculdade de Formação de Professores - rfariageo@hotmail.

Costa, B.L. 1 ; Faria, R.A.M²; Marins, L.S.³. ²Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Faculdade de Formação de Professores - rfariageo@hotmail. GERAÇÃO DE MAPA DE USO E COBERTURA DE SOLO UTILIZANDO IMAGENS DE SATÉLITE LANDSAT 8 PARA O SUPORTE AO PLANEJAMENTO MUNICIPAL DO MUNICÍPIO DE NITERÓI RJ. Costa, B.L. 1 ; Faria, R.A.M²; Marins, L.S.³ 1 Universidade

Leia mais

Um processo para construção de software mais transparente

Um processo para construção de software mais transparente Um processo para construção de software mais transparente Eduardo Almentero 1, and Julio Cesar Sampaio do Prado Leite 1 1 Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC - Rio, Brasil {ealmentero,

Leia mais

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO E PARECERES PARECER n.º 012/2014

COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO E PARECERES PARECER n.º 012/2014 COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO E PARECERES PARECER n.º 012/2014 Assunto: Legalidade de administração de contraste em clínica radiológica e de diagnóstico por imagem. Aprovado na 539ª Reunião Ordinária de Plenário

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração. Aula 04 Prof. Arlindo Neto

FTAD Formação Técnica em Administração. Aula 04 Prof. Arlindo Neto FTAD Formação Técnica em Administração Aula 04 Prof. Arlindo Neto COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Conhecer as funções e importância de um Sistema de Informação Gerencial. O que é um Sistema

Leia mais

ATIVIDADES PARA A INCORPORAÇÃO DE EQUIPAMENTOS MÉDICO- HOSPITALARES Ênfase em software/firmware

ATIVIDADES PARA A INCORPORAÇÃO DE EQUIPAMENTOS MÉDICO- HOSPITALARES Ênfase em software/firmware ATIVIDADES PARA A INCORPORAÇÃO DE EQUIPAMENTOS MÉDICO- HOSPITALARES Ênfase em software/firmware firmware Saide Jorge Calil Centro de Engenhara Biomédica Departamento de Engenharia Biomédica Faculdade de

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO N.º 01/2013

ESTUDO TÉCNICO N.º 01/2013 ESTUDO TÉCNICO N.º 01/2013 MONIB: Painel de Indicadores de Monitoramento do Plano Brasil Sem Miséria concepção e funcionalidades MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Uso de Dispositivos Móveis na Saúde Mental de Idosos

Uso de Dispositivos Móveis na Saúde Mental de Idosos Painel Aplicações móveis na área da saúde: m-health Uso de Dispositivos Móveis na Saúde Mental de Idosos Profa. Magdala de Araújo Novaes Núcleo de Telessaúde, Hospital das Clínicas, Departamento de Medicina

Leia mais

Implementação de um Data Warehouse para Analise Multidimensional de Informações da Secretária de Trânsito de Guaíba

Implementação de um Data Warehouse para Analise Multidimensional de Informações da Secretária de Trânsito de Guaíba Implementação de um Data Warehouse para Analise Multidimensional de Informações da Secretária de Trânsito de Guaíba Fernando Maganha 1, Daniel Murara Barcia 2 1 Acadêmico do Curso de Sistemas de Informação

Leia mais

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros.

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros. 3 - Introdução 4 - Quais são as métricas para alcançar uma boa ÍNDICE As Métricas Fundamentais da Gestão Hospitalar gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos 11 - Indicadores operacionais 14 - Indicadores

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Marketing

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Marketing Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão Estratégica de Marketing Apresentação Em uma economia globalizada e extremamente competitiva, torna-se cada vez mais imprescindível a visão estratégica

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) Tipos de SAD Orientados por modelos: Criação de diferentes

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE VENDAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DA EQUIPE DE VENDAS

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE VENDAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DA EQUIPE DE VENDAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING DE VENDAS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DA EQUIPE DE VENDAS CATEGORIA:

Leia mais

XI Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis

XI Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR NA ESCOLHA DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR (IES) Pós-Graduação Master em Marketing - Centro Universitário Ritter dos Reis/RS Alexandre Martins Marques Administrador com

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL

MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL MODELO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO (MEG), UMA VISÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL Alessandro Siqueira Tetznerl (1) : Engº. Civil - Pontifícia Universidade Católica de Campinas com pós-graduação em Gestão de Negócios

Leia mais