Gastronomia. Lethiais)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gastronomia. Lethiais)"

Transcrição

1

2

3 Nutrição Ciência que trata da alimentação e dos alimentos sob todos os seus aspectos: utilização e transformação dos alimentos, a assimilação dos alimentos no organismo através do qual são garantidas a manutenção da vida, suas funções fisiológicas e a energia necessária para se viver. (Dicionário Médico Andrei) Equação: alimentação/saúde

4 Gastronomia É a arte de cozinhar, transformar matériasprimas em alimentos prazerosos, tanto no paladar e na textura quanto no aspecto visual. Engloba também um bom atendimento ao cliente, um ambiente em harmonia com a cultura e a culinária. Equação: alimentação /prazer (Sou Cozinheiro Harold Lethiais)

5 Gastronomia De acordo com a CBO (classificação brasileira de ocupações) chef de cozinha ou tecnólogo em gastronomia são os profissionais que criam e elaboram pratos e cardápios, atuando direta e indiretamente na preparação de alimentos. Gerenciam a brigada de cozinha e planejam a rotina de trabalho. Podem também gerenciar estoques e capacitar funcionários.

6 Nutrição e Gastronomia Interseção de interesses, de objetivos e de paixões pelo alimento NUTRI ÇÃO Sabor Saúde Prazer GASTRO NOMIA

7 Nutrição e Gastronomia O que se come Quanto se come Quando se come Onde se come Como se come Com quem se come

8 Atitude Coach Coaching é um processo que visa aumentar o nível de resultados (performance / desempenho) de pessoas ou grupos Quem dita as regras do jogo agora é o cliente, que está mais consciente de seu poder, que possui muito mais opções de compra entre escolher os seus serviços ou o de outro profissional, que exige alta qualidade em seu atendimento. (Celiane Gonçalves)

9 O Nutricionista com atidude- O que? coach Por que? COMO FAZER? Precisamos fidelizar os nossos clientes Somos incentivadores e gerentes dos pacientes Gastronomia permeia o como fazer

10

11

12

13

14

15 Gastronomia: Estimula a Criatividade Desenvolver receitas para pacientes alérgicos ou com necessidades específicas Permitir que os pacientes consumam seus pratos prediletos através de releituras saudáveis

16 Gastronomia: incentiva a pesquisa para novos ingredientes Isomalte e Manitol Biomassa de banana verde Painço Semente de cânhamo Nibs de cacau Azedinha Sumac

17 Gastronomia: Proporciona novas frentes de atuação profissional Personal Diet Elaboração de cardápios Treinamento de cozinheiras Cursos em alimentação saudável Congelados oferecidos pela própria clínica Consultorias para restaurantes e empresas Promoção de eventos

18

19 Design e Elaboração de Cardápios

20 Design e Elaboração de Cardápios 1º Passo: Levantamento do perfil do cliente / paciente

21 Classe Social? Pessoal ou Familiar? Perfil da empresa? Jovem ou adulto? Aversões? Preferências e gostos: -Comida seca ou molhada? -Picante? -Elaborada? -Caseira? -Mistura de doce com salgado? Restrições nutricionais? Metas e objetivos? Tentar respeitar o hábito alimentar dentro do possível

22 Design e Elaboração de Cardápios 2º Passo: Usar o bom senso e imaginar o prato levando em consideração: Cor Textura Combinações possíveis Safra Balanceamento nutricional Atendendo as necessidades nutricionais, os objetivos e metas

23 Design e Elaboração de Cardápios 3º Passo: Variedade, sair do lugar comum 4º Passo: Usar o princípio das Trocas Inteligentes 5º Passo: Ter um bom banco de dados de receitas

24 Preparações Criativas Brócolis aromatizado com alecrim gratinado com molho branco light Filé de frango ao molho de limão siciliano e tomilho Creme de couve-flor com aroma de limão Moqueca de peixe light com farofa de cúrcuma Maionese de linhaça com batata

25 Missão Promover saúde com prazer em comer

26 Design e Elaboração de Cardápios Obter conhecimento de ingredientes e preparações básicas Conhecimento de terminologia Conhecimento de métodos de pré preparo Conhecimento de métodos de cocção

27 Design e Elaboração de Cardápios Elaboração de receitas Conhecer ingredientes, estar sempre atento as novidades Praticar as trocas inteligentes Ter criatividade no título da receita, ela é um instrumento de marketing no cardápio, desperta interesse e estimula o apetite Sair do comum Criatividade é a palavra chave Requer tempo para pesquisa e criação Personal Diet e Elaboração de Cardápios

28 Design e Elaboração de Cardápios

29 Design e Elaboração de Cardápios Formas de massas Tipos de arroz

30 Restrições Culturais Judaísmo: carne suína, preparações com sangue, não misturar leite com carne na mesma refeição. Alimentos Kosher ( comida correta )

31 Prezar pela Saúde Trocas Inteligentes: respeitar à origem da receita a fim de preservar sua identidade cultural, porém com pequenos ajustes para diminuir gordura saturada, colesterol, sódio, açúcar e aumentar o consumo de fibras e compostos bioativos.

32 Design e Elaboração de Cardápios Entrada: saladas, caldos ou consommés, antepastos e tira-gostos Prato Principal: com a maior cota energética, na grande maioria proteínas que podem ser substituídas por ovos ou massas Acompanhamentos ou guarnição: de valor energético ao prato principal, oferecem cor e textura harmonizada com os ingredientes que o compõe e textura oposta ao prato principal

33 Design e Elaboração de Cardápios Arroz e feijão Sobremesas

34

35

36

37 Gastronomia Hospitalar Prima em aplicar conceitos gastronômicos frente às dietas hospitalares a fim de melhorar as características sensoriais, promovendo um atendimento humanizado, além de contribuir para uma recuperação mais rápida dos pacientes.

38 Gastronomia Hospitalar Aumenta a ingestão alimentar proporcionando melhor oferta nutricional Traz satisfação do cliente e fidelização Melhora a recuperação pelo aumento da ingesta alimentar, e diminui o tempo de internação Oferta de pratos diferenciados de acordo com a patologia dos pacientes

39 Gastronomia Hospitalar Pacientes com náuseas: preparações frias que exalam menos aroma O uso de ervas e especiarias para realçar sabor Empratados Com direito de escolha Finalização dos pratos com uso de técnicas de corte e design de pratos, agregando beleza ao alimento servido

40

41

42 Depoimentos de Sucesso O elo entre Nutrição e Gastronomia proporciona um diferencial no mercado por levarmos até as pessoas uma melhoria em sua qualidade de vida. As propriedades terapêuticas dos alimentos são transformadas em preparações saudáveis e saborosas evitando a monotonia alimentar, garantindo o sucesso e fidelização dos pacientes/clientes. Alessandra Almeida Personal Diet

43

44 Depoimentos de Sucesso A Gastronomia enriqueceu o meu conhecimento profissional na área de produção, possibilitando a aplicação de diferentes técnicas, a harmonização de cores, paladares e temperos. Refletindo na elaboração dos cardápios, nos treinamentos da equipe e na melhor aceitação dos clientes. Sammia de Oliveira - GRSA

45 Aquele que quer prescrever corretamente a dieta dos homens precisa, antes de tudo, conhecer e reconhecer a natureza humana, seus componentes fundamentais e seus elementos predominantes, assim como as respectivas propriedades de todos os alimentos e de todas as bebidas, a técnica que permite suprimir a propriedade do que por natureza é forte e de, ao contrário, dar força ao que é fraco. Hipócrates

46

Nutrição e Gastronomia Tendências e Inovações para a Alimentação Saudável. Andréa Luiza Jorge

Nutrição e Gastronomia Tendências e Inovações para a Alimentação Saudável. Andréa Luiza Jorge Nutrição e Gastronomia Tendências e Inovações para a Alimentação Saudável Andréa Luiza Jorge Introdução Nenhum alimento que entra em nossas bocas é neutro. A historicidade da sensibilidade gastronômica

Leia mais

Elaboração de Cardápios

Elaboração de Cardápios Elaboração de Cardápios Junho 2013 1 Programa Mesa Brasil Sesc O Mesa Brasil Sesc é um programa de segurança alimentar e nutricional sustentável, que redistribui alimentos excedentes próprios para o consumo.

Leia mais

CURSO DE GASTRONOMIA Disciplina : matérias primas Conceito e Tipo de Matéria Prima

CURSO DE GASTRONOMIA Disciplina : matérias primas Conceito e Tipo de Matéria Prima CURSO DE GASTRONOMIA Disciplina : matérias primas Conceito e Tipo de Matéria Prima Profª. Nensmorena Preza ALIMENTO Toda substância ou mistura de substâncias, no estado sólido, líquido, pastoso ou qualquer

Leia mais

Uma autêntica refeição italiana é uma verdadeira experiência culinária: um enriquecimento aos olhos e ao paladar.

Uma autêntica refeição italiana é uma verdadeira experiência culinária: um enriquecimento aos olhos e ao paladar. Uma autêntica refeição italiana é uma verdadeira experiência culinária: um enriquecimento aos olhos e ao paladar. Os italianos desfrutam de várias e prazerosas refeições ao longo do dia, com uma grande

Leia mais

ELABORAÇÃO DO CARDÁPIO. Profª Daniela Cierro

ELABORAÇÃO DO CARDÁPIO. Profª Daniela Cierro ELABORAÇÃO DO CARDÁPIO Profª Daniela Cierro Criação ou adaptação de receitas para uso culinário, É necessário um estudo profundo dos aspectos: sociais e culturais da população, a qual se destina a FICHA

Leia mais

BEM NUTRIDO: UM NOVO CONCEITO DE ALIMENTAÇÃO PARA O CENÁRIO BRASILEIRO ATUAL

BEM NUTRIDO: UM NOVO CONCEITO DE ALIMENTAÇÃO PARA O CENÁRIO BRASILEIRO ATUAL BEM NUTRIDO: UM NOVO CONCEITO DE ALIMENTAÇÃO PARA O CENÁRIO BRASILEIRO ATUAL Autora: Luísa Arantes Vilela Coautora: Juliana de Oliveira Abrahão O excesso de peso e a obesidade aumentam continuamente ao

Leia mais

Manual AVANTE. Sirva-se e bom apetite!

Manual AVANTE. Sirva-se e bom apetite! Manual AVANTE Sirva-se e bom apetite! Sumário O seu estabelecimento como referência em alimentação de qualidade Conceito Alimentação Saudável O Programa Avante pela Qualidade de Vida O que temos para o

Leia mais

Gastronomia Saudável. Nutricionista Liana Klagenberg, CRN-2 8081. Porto Alegre, 05 de abril de 2013.

Gastronomia Saudável. Nutricionista Liana Klagenberg, CRN-2 8081. Porto Alegre, 05 de abril de 2013. Gastronomia Saudável Nutricionista Liana Klagenberg, CRN-2 8081 Porto Alegre, 05 de abril de 2013. Gastronomia Hospitalar Grego "estômago e "lei, "conhecimento. UAN integrar princípios dietéticos com a

Leia mais

Receitas vegetarianas

Receitas vegetarianas Página 1 de 9 Receitas vegetarianas Publicado por Redação em janeiro 10, 2013 as 7:00 am Ana Lucia Silva 20 delícias tão boas que ninguém vai sentir falta de carne. E mais: dicas para substituir a proteína

Leia mais

Orientações para o preparo da papinha.

Orientações para o preparo da papinha. Orientações para o preparo da papinha. Olha o aviãozinho... As primeiras refeições são muito importantes para o bebê. Quando começa a comer outros alimentos além do leite materno, ele descobre novos sabores,

Leia mais

Sódio em Debate Desafios na Redução do Consumo

Sódio em Debate Desafios na Redução do Consumo V Encontro de Especialistas Sódio em Debate Desafios na Redução do Consumo Profª Raquel Botelho Universidade de Brasília Problemática Consumo excessivo Oferta excessiva Adaptação do Paladar Escolha de

Leia mais

CARNES. Estrogonofe acompanha arroz com ervilha fresca e cenoura. Carne de panela acompanha purê de batata e couve refogada

CARNES. Estrogonofe acompanha arroz com ervilha fresca e cenoura. Carne de panela acompanha purê de batata e couve refogada CARNES Carne de panela acompanha purê de batata e couve refogada Porção de 350 g (1 unid) 379 kcal 1584 kj 19 Carboidratos 32 g 11 Proteínas 33 g 44 Gorduras Totais 13 g 24 Gordura saturada 5,5 g 25 Fibra

Leia mais

Saudabilidade no Food Service. Tendências

Saudabilidade no Food Service. Tendências Saudabilidade no Food Service Tendências Introdução ao Mercado de Food Service Introdução Mercado que envolve toda a cadeia de produção e distribuição de alimentos, bebidas, insumos, equipamentos e serviços

Leia mais

Termo de Referência. 25 de abril a 24 de junho de 2012. Nos restaurantes, bares e hotéis do Rio de Janeiro.

Termo de Referência. 25 de abril a 24 de junho de 2012. Nos restaurantes, bares e hotéis do Rio de Janeiro. Termo de Referência 25 de abril a 24 de junho de 2012. Nos restaurantes, bares e hotéis do Rio de Janeiro. TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Em 2003, o Instituto de Nutrição Annes Dias da Secretaria Municipal

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa de Satisfação dos usuários do Restaurante Universitário Campus Pontal da Universidade Federal de Uberlândia 2015

Relatório sobre a Pesquisa de Satisfação dos usuários do Restaurante Universitário Campus Pontal da Universidade Federal de Uberlândia 2015 Relatório sobre a Pesquisa de Satisfação dos usuários do Restaurante Universitário Campus Pontal da Universidade Federal de Uberlândia 2015 O objetivo desta pesquisa foi avaliar o grau de satisfação dos

Leia mais

Grande Diploma. Diploma de Cozinha. Diploma de Confeitaria. Certificado de Cozinha Básica. Certificado de Confeitaria Básica

Grande Diploma. Diploma de Cozinha. Diploma de Confeitaria. Certificado de Cozinha Básica. Certificado de Confeitaria Básica Duração 2 anos Grande Diploma Valor $57.000 A taxa de diploma inclui Ingredientes, uniformes, conjunto de facas Wüsthof e 2 livros Diploma de Cozinha Diploma de Confeitaria Horas por semana 18 Certificado

Leia mais

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano.

Oficina CN/EM 2012. Alimentos e nutrientes (web aula) H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo humano. Oficina CN/EM 2012 Alimentos e nutrientes (web aula) Caro Monitor, Ao final da oficina, o aluno terá desenvolvido as habilidade: H34 Reconhecer os principais tipos de nutrientes e seu papel no metabolismo

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE

FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE União Metropolitana de Educação e Cultura Faculdade: Curso: NUTRIÇÃO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE Disciplina: INTRODUÇÃO A NUTRIÇÃO Carga horária: Teórica 40 Prática 40 Semestre: 1 Turno:

Leia mais

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável!

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Menu Semanal e Lista de Compras Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Lista de Compras Lista de Compras Frutas Abacate Banana Maçã Tomate Frutas secas Damasco Banana Abacaxi Ameixa

Leia mais

Grande Diploma. Certificado de Cozinha Básica. Certificado de Confeitaria. Básica. Certificado de Cozinha Intermediária

Grande Diploma. Certificado de Cozinha Básica. Certificado de Confeitaria. Básica. Certificado de Cozinha Intermediária 9 meses Grande Diploma 1.324.000 Diploma de Cozinha Diploma de Confeitaria Certificado de Cozinha Básica Certificado de Confeitaria Básica Certificado de Cozinha Intermediária Certificado de Cozinha Superior

Leia mais

Assunto: Restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar.

Assunto: Restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar. Nota Técnica nº 01/2014 COSAN/CGPAE/DIRAE/FNDE Assunto: Restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar. A Coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional COSAN do Programa Nacional

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E POLÍTICAS AFIRMATIVAS. Restaurante Universitário Uma opção saudável

PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E POLÍTICAS AFIRMATIVAS. Restaurante Universitário Uma opção saudável PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E POLÍTICAS AFIRMATIVAS Restaurante Universitário Uma opção saudável Sumário Apresentação História do RU Conhecendo o RU Componentes do Cardápio Administração Dicas

Leia mais

Pesquisa. Consumo de Frutas e Hortaliças

Pesquisa. Consumo de Frutas e Hortaliças Pesquisa Consumo de Frutas e Hortaliças Pesquisa Quantitativa Consumo de Frutas e Hortaliças Elaborado por CONNECTION RESEARCH Maio 2011 2 Objetivos da pesquisa. Estudar os hábitos alimentares da população

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas magras pedem consumo moderado 7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado Por Roberta Vilela - publicado em 26/11/2010 Mudança dos hábitos alimentares A mudança

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008 Oficina de Promoção da Alimentação Saudável para Agentes Comunitários de Saúde III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Brasília,

Leia mais

10 Alimentos importantes para sua saúde.

10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. Os alimentos funcionais geram inúmeros benefícios para o organismo. Como muitas patologias se desenvolvem por deficiência

Leia mais

PLANEJAMENTO DE CARDÁPIOS

PLANEJAMENTO DE CARDÁPIOS PLANEJAMENTO DE CARDÁPIOS TIPOS DE CARDÁPIOS E CARACTERÍSTICAS Cardápio Trivial - Características: 1. Pouca variedade 2. Baixo Custo 3. Preparações não complexas 4. Rápida Execução 1 COMPOSIÇÃO DE CARDÁPIO

Leia mais

As 10 Receitas para Emagrecer com Saúde

As 10 Receitas para Emagrecer com Saúde As 10 Receitas para Emagrecer com Saúde Alan Costa São 10 receitas rápidas e deliciosas, focando sempre um emagrecimento saudável. PORÉM SEM PERDER O SABOR! Índice Remissivo Sobre o livro...3 1. Torta

Leia mais

Natural versus Artificial

Natural versus Artificial Natural versus Artificial A percepção dos nossos leitores/ seus consumidores Lúcia Helena de Oliveira diretora de redação Para 91% do nosso público (cerca de 900 mil leitores) a principal aspiração, em

Leia mais

Dicas para uma alimentação saudável

Dicas para uma alimentação saudável Dicas para uma alimentação saudável NECESSIDADE FISIOLÓGICA ATO DE COMER SOCIABILIZAÇÃO Comida Japonesa PRAZER CULTURAL Alimentação aliada à saúde Hábitos alimentares pouco saudáveis desde a infância,

Leia mais

anos anos Histórico Saúde 1990 - Nasce a Empresa Nutrisaude, atuando no ramo de refeições coletivas na cidade de Avaí/SP

anos anos Histórico Saúde 1990 - Nasce a Empresa Nutrisaude, atuando no ramo de refeições coletivas na cidade de Avaí/SP Nossa Empresa A Nutrisaude é uma empresa jovem e dinâmica buscando sempre o encantamento de seus clientes, garantindo uma parceria focada em agilidade, qualidade e custo benefício. Em 1990 na cidade de

Leia mais

Termo de Referência. 25 de abril a 24 de junho de 2012. Nos restaurantes, bares e hotéis do Rio de Janeiro.

Termo de Referência. 25 de abril a 24 de junho de 2012. Nos restaurantes, bares e hotéis do Rio de Janeiro. Termo de Referência 25 de abril a 24 de junho de 2012. Nos restaurantes, bares e hotéis do Rio de Janeiro. TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Pela segunda vez, a cidade do Rio de Janeiro será palco do festival

Leia mais

Nossa Linha de Produtos

Nossa Linha de Produtos Nossa Linha de Produtos PerSHAKE Chocolate e Baunilha Fonte de proteína de soja, vitaminas, minerais e fibras. 0% Gordura, 0% Açúcar e 0% Sódio. A alimentação equilibrada vai além do bom funcionamento

Leia mais

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADO FEDERAL CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuidados com a alimentação apresentação Uma boa saúde é, em grande parte, resultado de uma boa alimentação. Há muita verdade no dito

Leia mais

CATÁLOGO. de produtos

CATÁLOGO. de produtos CATÁLOGO de produtos Tozan, tradição em vida saudável. Trazer o sabor da cultura oriental ao Brasil foi o propósito da fundação da Tozan em 1934. E fazer disto um estilo de vida saudável tanto para os

Leia mais

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista A Enfermagem e o Serviço de Nutrição e Dietética tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista 1 A enfermagem e o Serviço

Leia mais

É NA MESA E NA COZINHA, ONDE SE EVEIDENCIAM AS CARACTERÍSTICAS E OS VALORES CULTURAIS DE UM POVO

É NA MESA E NA COZINHA, ONDE SE EVEIDENCIAM AS CARACTERÍSTICAS E OS VALORES CULTURAIS DE UM POVO É NA MESA E NA COZINHA, ONDE SE EVEIDENCIAM AS CARACTERÍSTICAS E OS VALORES CULTURAIS DE UM POVO QUEM É TEREZA PAIM? Cozinheira por paixão Empresária por vocação Casada 3 filhos Chef de 4 cozinhas Bahia,

Leia mais

Alimentação Saudável

Alimentação Saudável Alimentação Saudável O que é a alimentação saudável? A Alimentação Saudável é uma forma racional de comer que assegura variedade, equilíbrio e quantidade justa de alimentos escolhidos pela sua qualidade

Leia mais

Curso Chef 600h. Traços programáticos. Palestra Laticínios e derivados na cozinha - Santa Clara e Cooperbufalo - 4horas

Curso Chef 600h. Traços programáticos. Palestra Laticínios e derivados na cozinha - Santa Clara e Cooperbufalo - 4horas Curso Chef 600h Traços programáticos Introdução geral 4 horas Introdução à cozinha 4 horas Os equipamentos e sua utilização; a cutelaria e os vários utensílios, as panelas; Características dos equipamentos

Leia mais

Porto Alegre, 03 de outubro de 2012.

Porto Alegre, 03 de outubro de 2012. Seminário Nutrição e Gastronomia Agregar a Ciência às Técnicas Gastronômicas Nut.Liana Klagenberg Porto Alegre, 03 de outubro de 2012. Gastronomia Hospitalar Grego "estômago e "lei, "conhecimento. UAN

Leia mais

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia.

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia. Dieta alimentar saudável com esta dieta você conseguira emagrecer ate 5 quilos em um mês sem prejudicar a saúde. Primeiro dia. 200 ml de leite desnatado, 1 colher de chá com azeite de oliva extra virgem,

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR Alimentação Boa Pra Você Todo ser vivo precisa se alimentar para obter energia e nutrientes para se desenvolver. No caso do ser humano, os alimentos trazem

Leia mais

linha de sais gourmet SAC 11 4718-6436 www.linhavidagourmet.com.br

linha de sais gourmet SAC 11 4718-6436 www.linhavidagourmet.com.br linha de sais gourmet Os sais da linha VIDA GOURMET são produtos de alta qualidade com opções ilimitadas de uso. Você perceberá uma grande diferença no preparo de diversos pratos. Realce o sabor de carnes,

Leia mais

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO

Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO Unidade I: BRASILEIRA 0 Unidade: GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA O Guia Alimentar é um instrumento que define as diretrizes alimentares a serem utilizadas

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL - FORMAÇÃO BÁSICA Chef de Cozinha - ICIF Formação Básica - 664h Traços programáticos

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL - FORMAÇÃO BÁSICA Chef de Cozinha - ICIF Formação Básica - 664h Traços programáticos PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL - FORMAÇÃO BÁSICA Chef de Cozinha - ICIF Formação Básica - 664h Traços programáticos Módulo - Introdução à cozinha 32 horas Introdução geral - 4 horas Conhecer o histórico,

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Uma alimentação equilibrada proporciona uma quantidade correcta

Leia mais

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e outros sintomas Nutricionista Camila Costa Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício InCor/FMUSP Será que o que você come influencia

Leia mais

Be-a-bá da Cozinha Saudável

Be-a-bá da Cozinha Saudável Be-a-bá da Cozinha Saudável ÁGUA AROMÁTICA Rendimento: 1 jarra 2 limões galegos pequenos (siciliano ou tahiti) 4 ramos de alecrim 4 rodelas de gengibre fresco 1L de água mineral Gelo Cortar os limões em

Leia mais

Café da manhã. na medida para você

Café da manhã. na medida para você Café da manhã na medida para você Seja qual for a sua rotina, agitada ou calma, a regra primordial é não fugir da primeira refeição do dia, que lhe trará muitas vitaminas e nutrientes, além de ajudar a

Leia mais

Cardápio de numero 1. Saladas (06 opções) Massa maravilhosa. Entrada: Canapés e barquinhas c/ patês e maionese [ ] Salgados fritos [ ] Ravióli

Cardápio de numero 1. Saladas (06 opções) Massa maravilhosa. Entrada: Canapés e barquinhas c/ patês e maionese [ ] Salgados fritos [ ] Ravióli Cardápio de numero 1 Entrada: Canapés e barquinhas c/ patês e maionese [ ] Salgados fritos [ ] Massa maravilhosa Ravióli Capelete 01 opção Panqueca Rondelle Arroz branco (acompanhamentos) Fricasse de frango

Leia mais

Parte 1 REVISTAS E PROPAGANDAS

Parte 1 REVISTAS E PROPAGANDAS Parte 1 REVISTAS E PROPAGANDAS Levaremos revistas diversas para as meninas folhearem. Pediremos que reconheçam nas revistas, anúncios relacionados à beleza, moda e dietas, voltados para o público feminino.

Leia mais

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Setor de Vigilância Sanitária Distrito Sanitário Oeste Núcleo de Vigilância Sanitária A ROTULAGEM DE ALIMENTOS

Leia mais

Consultoria em Cozinha light, diet e dietética, culinária, gastronomia, culinária em forno de micro-ondas e congelamento de alimentos Desenvolvimento

Consultoria em Cozinha light, diet e dietética, culinária, gastronomia, culinária em forno de micro-ondas e congelamento de alimentos Desenvolvimento Consultoria em Cozinha light, diet e dietética, culinária, gastronomia, culinária em forno de micro-ondas e congelamento de alimentos Desenvolvimento de novos produtos culinários para indústrias, fast

Leia mais

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES TERESINA-PI SETEMBRO/11 1 ORIENTADORAS: Adriana de Azevedo Paiva Nutricionista, Doutora em Saúde Pública, Profa. da Disciplina Dietoterapia I da Universidade Federal do Piauí

Leia mais

Guia Alimentar para a População Brasileira

Guia Alimentar para a População Brasileira Guia Alimentar para a População Brasileira Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição Departamento de Atenção Básica Secretaria de Atenção à Saúde Ministério da Saúde Revisão do Guia Alimentar para a

Leia mais

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite CARDÁPIO ENSINO FUNDAMENTAL e PRÉ ESCOLA= MAIO DE 2015 SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite com ao molho pomodoro* Salada de alface Bebida láctea

Leia mais

18 RECEITAS FÁCEIS E SAUDÁVEIS PARA O SEU DIA A DIA. Fabiana Nanô

18 RECEITAS FÁCEIS E SAUDÁVEIS PARA O SEU DIA A DIA. Fabiana Nanô 18 RECEITAS FÁCEIS E SAUDÁVEIS PARA O SEU DIA A DIA Fabiana Nanô O que você encontrará neste ebook? Este ebook contém 18 receitas deliciosas para você fazer no dia a dia. São receitas fáceis de se preparar

Leia mais

RECEITAS FUNCIONAIS PARA O VERÃO. Coordenação técnica: Andréa Santa Rosa. Revisão técnica: Luana Vilas Bôas

RECEITAS FUNCIONAIS PARA O VERÃO. Coordenação técnica: Andréa Santa Rosa. Revisão técnica: Luana Vilas Bôas RECEITAS FUNCIONAIS PARA O VERÃO Por Andréa Santa Rosa & Márcio Garcia Coordenação técnica: Andréa Santa Rosa Revisão técnica: Luana Vilas Bôas Revisão editorial: Clara Koziner Laís Barbosa www.vidafuncional.com.br

Leia mais

Cardápios na Alimentação Escolar

Cardápios na Alimentação Escolar PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Cardápios na Alimentação Escolar Coordenação de Segurança Alimentar e Nutricional - COSAN Stella Lemke Nutricionista Agente PNAE CECANE UFPR Cardápio, segundo a

Leia mais

Pontos nos ii DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR. http://www.passe.com.pt

Pontos nos ii DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR. http://www.passe.com.pt Pontos nos ii DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR A alimentação do bebé e da criança constitui um dos factores mais importantes para o seu normal crescimento e desenvolvimento. Ao longo do 1º ano de vida, o bebé

Leia mais

CLUB MED investe R$ 26 milhões em Rio das Pedras. entrevista ECONOMIA E NEGÓCIOS GASTRONOMIA TECNOLOGIA. N o 375 Julho/Agosto 2013

CLUB MED investe R$ 26 milhões em Rio das Pedras. entrevista ECONOMIA E NEGÓCIOS GASTRONOMIA TECNOLOGIA. N o 375 Julho/Agosto 2013 www.revistahotelnews.com.br N o 375 Julho/Agosto 2013 CLUB MED investe R$ 26 milhões em Rio das Pedras entrevista NÁDIA CAMPEÃO PREFEITURA DE SP ECONOMIA E NEGÓCIOS RESORTS COM GOLFE GASTRONOMIA ALIMENTAÇÃO

Leia mais

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização.

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Registo Alimentar de 3 dias Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Parâmetros de Utilização: É necessário anotar tudo o que foi ingerido durante 3 dias representativos do

Leia mais

Limite máximo (g/100g ou g/100ml) Legislação. Mistela composta R 04/88

Limite máximo (g/100g ou g/100ml) Legislação. Mistela composta R 04/88 INS 100i CÚRCUMA, CURCUMINA Função: Corante Amargos e aperitivos Cereja em calda (para reconstituição da cor perdida durante processamento) Queijos (exclusivamente na crosta) Iogurtes aromatizados Leites

Leia mais

Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos

Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos TÉCNICA DIETÉTICA E GASTRONOMIA Indicadores e/ou Parâmetros de Qualidade do Serviço de Ailmentos INDICADORES NO PREPARO DE ALIMENTOS Indicador de Parte Comestível (IPC): Valor > 1,00 IPC: usado para o

Leia mais

A alimentação do diabético. Do que se diz...ao que se sabe. Nídia Braz Dezembro 2014

A alimentação do diabético. Do que se diz...ao que se sabe. Nídia Braz Dezembro 2014 + A alimentação do diabético. Do que se diz...ao que se sabe Nídia Braz Dezembro 2014 + Objetivos da intervenção nutricional 2 na diabetes tipo 1 tipo 2 Articular a ingestão de alimentos c o m a administração

Leia mais

Conheça nosso ambiente de trabalho, Onde transformamos seus sonhos em realidade!

Conheça nosso ambiente de trabalho, Onde transformamos seus sonhos em realidade! Conheça nosso ambiente de trabalho, Onde transformamos seus sonhos em realidade! Aposte em você e Emagreça com Saúde! Cardápio Equilíbrio R$ 12,00 prato principal a base de peixes Atum- enlatado 1.Casquinha

Leia mais

Nós somos o que comemos? ALIMENTAÇÃO. Saudável & Sustentável. Ministrante: Marcia Martins e-mail: marciamartins0409@gmail.com

Nós somos o que comemos? ALIMENTAÇÃO. Saudável & Sustentável. Ministrante: Marcia Martins e-mail: marciamartins0409@gmail.com Nós somos o que comemos? ALIMENTAÇÃO Saudável & Sustentável Ministrante: Marcia Martins e-mail: marciamartins0409@gmail.com 1 Quem sou eu? Marcia Martins Formada em Gastronomia 2010 CIESA Cursando pós-graduação

Leia mais

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos Valor Energético É a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais. Na rotulagem

Leia mais

sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 1

sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 1 sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 1 sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 2 2 sal.final.qxp 06/06/02 1:35 Page 3 Sal Colecção: Princípios para uma Alimentação Saudável Edição: Direcção Geral da Saúde Alameda

Leia mais

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL INTEGRAIS

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL INTEGRAIS INFORMAÇÃO NUTRICIONAL INTEGRAIS INTEGRAL CARNE / SOJA Valor calórico 253 kcal 12,7 Carboidratos 27 g 9,0 Proteínas 13 g 17,6 Gorduras Totais 8,7 g 15,8 Gordura Saturada 1,5 g 6,8 Fibra Alimentar 4,4 g

Leia mais

Passion La Villette FICHA TÉCNICA. Heloi sa Helena de Medeiros Duarte. Cozinha Profissional 113 www.cozinhaprofissional.com.br

Passion La Villette FICHA TÉCNICA. Heloi sa Helena de Medeiros Duarte. Cozinha Profissional 113 www.cozinhaprofissional.com.br FICHA TÉCNICA Passion a Villette Heloi sa Helena de Medeiros Duarte Heloisa Helena de Medeiros Duarte é consultora e proprietária da H2 Consultoria. Desenvolve trabalhos na área de alimentação fora do

Leia mais

Perder peso Comendo. Pare de comer depressa

Perder peso Comendo. Pare de comer depressa Vou passar a você, algumas receitas que usei para poder emagrecer mais rápido e com saúde. Não direi apenas só sobre como preparar algumas receitas, mas também direi como perder peso sem sofrimento e de

Leia mais

BELGRANO PIZZARIA TRADIZIONE D ITALIA, À MODA BRASILEIRA

BELGRANO PIZZARIA TRADIZIONE D ITALIA, À MODA BRASILEIRA BELGRANO PIZZARIA TRADIZIONE D ITALIA, À MODA BRASILEIRA Desde 2008, a Pizzaria Belgrano prima pela qualidade e pela exclusividade em seus sabores, tanto nas suas pizzas como em massas e saladas, em suas

Leia mais

O programa Meu Prato Saudável é um modelo nutricional que serve como referência para uma alimentação saudável nas principais refeições do dia.

O programa Meu Prato Saudável é um modelo nutricional que serve como referência para uma alimentação saudável nas principais refeições do dia. REVISTA ELETRÔNICA O programa Meu Prato Saudável é um modelo nutricional que serve como referência para uma alimentação saudável nas principais refeições do dia. CEIA SAUDável e em conta chester ou peru?

Leia mais

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é?

COMIDA DE ESCOLA NA COZINHA. O que é? Receitas COMIDA DE ESCOLA O que é? Comida de Escola é um conjunto de vídeos de culinária gravados no ambiente real da escola e destinados às merendeiras. Neles, um chefe e duas cozinheiras compartilham

Leia mais

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Inclui receitas Ficha Técnica Título: Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Concepção: Mariana Barbosa Corpo redactorial: Mariana Barbosa Revisão:

Leia mais

CARDÁPIO DA SEMANA. 2ª Feira (29/09) 3ª Feira (30/09) 4ª Feira (01/10) 5ª Feira (02/10) 6ª Feira (03/10) LANCHES (PERÍODOS MATUTINO E VESPERTINO)

CARDÁPIO DA SEMANA. 2ª Feira (29/09) 3ª Feira (30/09) 4ª Feira (01/10) 5ª Feira (02/10) 6ª Feira (03/10) LANCHES (PERÍODOS MATUTINO E VESPERTINO) 2ª Feira (29/09) 3ª Feira (30/09) 4ª Feira (01/10) 5ª Feira (02/10) 6ª Feira (03/10) Feriado Feriado Barquinha de minipão francês integral com mussarela e orégano Suco de manga Mamão com granola Soft roll

Leia mais

ANEXO A.1 Formulário Dietético

ANEXO A.1 Formulário Dietético ANEXO A.1 Formulário Dietético I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo A.2 (Capitações dos alimentos de refeições confecionadas e preparações culinárias) e do anexo

Leia mais

O que comer quando não tem apetite

O que comer quando não tem apetite O que comer quando não tem apetite Princess Margaret What to eat when you don t feel like eating Portuguese Para pacientes que têm falta de apetite devido ao cancer e seu tratamento Please visit the UHN

Leia mais

A DIETA CERTA SAÚDE IATE

A DIETA CERTA SAÚDE IATE Ganhar músculos ou perder peso requer alimentos diferentes. Adequar o hábito alimentar aos objetivos garante resultados mais rápidos e eficazes A DIETA CERTA A alimentação equilibrada é essencial para

Leia mais

Entradas R$ 25,00. Acarajé (2 unidades) - Bolinho de feijão fradinho, frito no azeite dendê R$ 16,00. Casquinha de Siri (unidade) R$ 19,00

Entradas R$ 25,00. Acarajé (2 unidades) - Bolinho de feijão fradinho, frito no azeite dendê R$ 16,00. Casquinha de Siri (unidade) R$ 19,00 Entradas 01 Acarajé (2 unidades) - Bolinho de feijão fradinho, frito no azeite dendê 25,00 05 Casquinha de Siri (unidade) 16,00 99 Casquinha de Lagosta (unidade) 19,00 06 Casquinha Mista (unidade) - Peixe,

Leia mais

Tapioca. Delícia. sem gluten. Mais saude com. 5kg em 1 mês. Ideal para evitar o inchaço. Receitas nutritivas. Melhor do que pão? recheios.

Tapioca. Delícia. sem gluten. Mais saude com. 5kg em 1 mês. Ideal para evitar o inchaço. Receitas nutritivas. Melhor do que pão? recheios. Mais saude com consultoria de Tapioca R$ Queime 5kg em 1 mês incluindo tapioca no cardápio Todas as matérias com especialistas Mais Saúde com Tapioca Ano 1, nº 1-2015 4,99 Receitas nutritivas Sucos, cereais

Leia mais

CARDÁPIO. Beber bastante água. SAÚDE. Comer frutas e legumes. HORÁRIO INTEGRAL

CARDÁPIO. Beber bastante água. SAÚDE. Comer frutas e legumes. HORÁRIO INTEGRAL SAÚDE Comer frutas e legumes. HORÁRIO INTEGRAL CARDÁPIO 20 14 Beber bastante água. CARDAPIO 1 13 a 17 01 10 a 14 03 05 a 09 05 30 06a04 07 25 a 29 08 20 a 24 10 15 a 19 12 SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

Leia mais

SABOR. NUMEROSem. Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde.

SABOR. NUMEROSem. Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde. SABOR Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos do Ministério da Saúde. Conteúdo produzido pela equipe de Comunicação e Marketing do Portal Unimed e aprovado pelo coordenador técnico-científico:

Leia mais

Grande Diploma. Diploma de Cozinha. Diploma de Confeitaria. Certificado de Cozinha Básica. Certificado de Confeitaria. Básica

Grande Diploma. Diploma de Cozinha. Diploma de Confeitaria. Certificado de Cozinha Básica. Certificado de Confeitaria. Básica 9 meses Grande Diploma $44.280 Diploma de Cozinha Diploma de Confeitaria Certificado de Cozinha Básica Certificado de Confeitaria Básica Requisitos para inscrição Diploma de ensino médio ou equivalente.

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL Chef de Cozinha - Intensivo - 800h Traços programáticos

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL Chef de Cozinha - Intensivo - 800h Traços programáticos PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL Chef de Cozinha - Intensivo - 800h Traços programáticos Técnicas Culinárias 120 horas 1º Módulo Introdução à Gastronomia e Boas Práticas na Manipulação de Alimentos

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA Douglas Ferreira Guilherme Fileto João Gabriel Marques Matheus Pereira Matheus Silva River Bruno Plano de Negócio Trabalho Número 10 - Sumário Executivo; - A empresa;

Leia mais

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem!

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Convivendo bem com a doença renal Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Nutrição e dieta para diabéticos: Introdução Mesmo sendo um paciente diabético em diálise, a sua dieta ainda

Leia mais

Nutrição. Diana e Silva, Marta Rola

Nutrição. Diana e Silva, Marta Rola Outras dimensões Nutrição Diana e Silva, Marta Rola Hospital Pediátrico Integrado/ Centro Hospitalar São João Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto Suporte Nutricional

Leia mais

Alimentação adequada para cada tipo de treino - o que ingerir no pré e pós treino, quais os melhores horários para as refeições e quais alimentos

Alimentação adequada para cada tipo de treino - o que ingerir no pré e pós treino, quais os melhores horários para as refeições e quais alimentos Alimentação adequada para cada tipo de treino - o que ingerir no pré e pós treino, quais os melhores horários para as refeições e quais alimentos evitar? Maiara Cristina de Lima Nutricionista CRN10 3980

Leia mais

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS- Sachês Funcionais

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS- Sachês Funcionais INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS- Sachês Funcionais POWER DETOX. Ingredientes: Brócolis orgânico, Pepino orgânico, Salsão orgânico, Hortelã menta orgânica, Couve de bruxelas. Valor energético 1 unidade- 70ml-

Leia mais

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL (maiores de 2 anos) JUNHO/2015 Observações: A utilizada será sem lactose. Oferecer água durante todo dia. Não oferecer bebida durante o almoço ou jantar somente depois de no

Leia mais

e3 comunicação do bem nutrição. esporte. bem-estar

e3 comunicação do bem nutrição. esporte. bem-estar >Sobre a e3>> Agência de comunicação integrada que nasceu segmentada nas áreas de nutrição, bem-estar e esporte que visa promover uma comunicação saudável e promover produtos e serviços que tragam bem-estar

Leia mais

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física

A Importância dos Alimentos. Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física A Importância dos Alimentos Prof.: Andrey Oliveira Colégio Sete de Setembro Disciplina: Educação Física saciar a fome Para que serve o alimento? combustível para viver, proporcionando o bem-estar e a

Leia mais

Informativo Digital da Escola de Nutrição da UFBA N.117/2012

Informativo Digital da Escola de Nutrição da UFBA N.117/2012 Informativo Digital da Escola de Nutrição da UFBA N.117/2012 Salvador, 14 de setembro de 2012 A editora da UFBA, EDUFBA lançou vários livros ontem na Biblioteca Central da UFBA. O evento teve uma boa aceitação

Leia mais

American Dietetic Association

American Dietetic Association É um método sistemático para resolução de problemas que os profissionais de nutrição empregam para pensar de modo crítico e tomar decisões para resolver problemas nutricionais e prestar assistência nutricional

Leia mais

Uma ação que integra Sesc, empresas doadoras, entidades filantrópicas e voluntários, com o intuito de reduzir carências alimentares e o desperdício.

Uma ação que integra Sesc, empresas doadoras, entidades filantrópicas e voluntários, com o intuito de reduzir carências alimentares e o desperdício. 2 O Mesa Brasil Sesc é um programa de segurança alimentar e nutricional sustentável, que redistribui alimentos excedentes próprios para o consumo. O programa é uma ponte que busca de onde sobra e entrega

Leia mais