Nutrição Infantil. Paula Veloso / Nutricionista

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nutrição Infantil. Paula Veloso / Nutricionista"

Transcrição

1

2 Nutrição Infantil Paula Veloso / Nutricionista

3 Relação alimentação/saúde é para toda a vida! A mulher grávida preocupa-se com a alimentação.

4 Relação alimentação/saúde é para toda a vida! Os pais preocupam-se com a alimentação da criança nos dois primeiros anos de vida...

5 Relação alimentação/saúde é para toda a vida! O que acontece quando a criança passa a fazer a alimentação da família?

6 Principais erros da alimentação das crianças Omitir o pequeno-almoço. Estar muitas horas sem comer. Consumir snacks com muitas calorias e poucos nutrientes. Ausência de sopa no início das refeições. Número de refeições desajustado do número de horas de atividade.

7 Principais erros da alimentação das crianças Recurso frequente a fast food. Consumir refrigerantes em vez de água. Consumo excessivo de bolos e refrigerantes em casa, infantário e escola. Dispensa e frigorífico cheios de bolachas e guloseimas.

8 Pequeno-almoço e snacks 1 bolo tem as mesmas calorias de 3-4 pães e o preço de 7 ou 8 e uma enorme quantidade de gordura (má) 1 bolo = 390 kcal / 1 pão =140 kcal 30 g de cereais de pequeno-almoço de marca branca = preço de 1 pão 1 l de leite dá para 4 copos em casa. Com o mesmo dinheiro não se paga meia de leite no café. 5 dias de pequeno-almoço no café (1/2 de leite + pão com manteiga) = custo 30 dias em casa

9 Pequeno-almoço e snacks 1 pão com 1 fatia de queijo = 4 g de gordura, 190 kcal e custa 0,27 1 bolicao = 12 g de gordura, 274 kcal e custa = 0,70 1 donut = 24 g de gordura, 198 kcal e custa 0,50 1 pacote (200 ml) de leite simples = 84 kcal / 2,4 g de gordura / 0,30 = proteínas + cálcio + fósforo 1 ice-tea (200 ml) = 60 kcal / 0 g de gordura/ 18 g açúcar (= 2,5 pacotes) + teína + aditivos Coca-Cola (lata) = 138 kcal + 34 g de açúcar (= 4-6 pacotes) + cafeína + ácido fosfórico + aditivos

10 Fast food = junk food? Comida rápida = comida lixo? Desvantagens da fast food: mais calórica e menos nutritiva conservantes e ingredientes maus mais cara

11 Fast food = comida rápida mas saudável Sopas Sandes Pratos de elaboração rápida que utilizem ingredientes saudáveis e pouca gordura

12 Sopa: porque é importante? Porque não se come?

13 Boas razões para comer sopa Alimento pouco calórico e, se se variar os legumes e não se utilizar caldos de carne, de sabor sempre diferente. A combinação de fibras alimentares com água torna-a num bom regulador intestinal. Muitas vezes, a única forma das crianças comerem vegetais; Pouco alergénica. Utiliza a água de cozer os vegetais, onde se dissolvem vitaminas e minerais, que noutros pratos se desperdiça.

14 Boas razões para comer sopa Isenta de moléculas agressivas que se formam noutros processos de confeção. Proporciona um bom aproveitamento dos nutrientes presentes. É de fácil digestão. Por ser um alimento de grande volume, sacia rapidamente, e contém poucas calorias, sendo, por isso, um importante auxiliar no combate à obesidade.

15

16 Sandes - prato completo

17

18 Por que razão as crianças não comem legumes? Sopas pouco variadas Idade em que começam -> exemplo dos pais Quantidades no prato Pedaços grandes Não permitir comer com as mãos Processo de confeção Sugestões: em sopa, piza, molhos, ajuda na preparação de refeições

19 Porque não comem fruta? Saciados, quando no fim da refeição Pouca variedade Apresentada de forma pouco apelativa Sugestões: Em sumo ou misturada com leite ou iogurte No início da refeição ou ao mesmo tempo que o prato Misturada em saladas, massas ou piza Como colação (snack) entre as refeições principais

20 Aspetos a considerar nas refeições Distrações (TV, jogos à mesa...). Não obrigar a criança a comer. Não permitir alimentos diferentes dos outros (em casa ou na escola) a não ser em casos de patologia específica. Conversas inoportunas podem condicionar o comportamento à mesa. Os educadores devem ser modelos de boas práticas.

21 Quantas refeições por dia? Depende, tendo em conta que o intervalo entre elas não deve ser superior a 3 horas. Em crianças com pouco apetite, pode ser necessário reduzir esse intervalo, para permitir menores quantidades de comida de cada vez. Normal: pequeno-almoço, merenda da manhã, dois lanches e jantar. A ceia não deverá ser necessária...

22 Como motivar a prova de alimentos? Investigar o que leva as crianças a não provarem legumes. Implicar as crianças na sua preparação. Dar nomes sugestivos aos pratos: massa com peixe à CR7 ou outras figuras carismáticas, que podem ser sugeridas pelas crianças num qualquer jogo... Preocupação com a aparência do prato (os olhos também comem...). Incentivar sempre a provar (o gosto educa-se!). Os pais ou educadores não devem dizer não gosto!

23 Sugestões para mudar a situação Regulamento interno que deverá ser distribuído aos pais antes da inscrição da criança, para ser assinado como termo de responsabilidade. Conversa obrigatória com os pais no início do ano para reavivar regras internas e esclarecer motivos que levaram ao estabelecimento das mesmas. Não permitir que levem alimentos para a escola a não ser em caso de patologia específica (doença celíaca, alergia à proteína do leite de vaca, intolerância à lactose ou outras relacionadas com a alimentação).

24 Sugestões para mudar a situação Sumo de fruta natural como bebida nos aniversários e pequenos canapés de queijo, fiambre ou compota; taças com bagos de uvas, morangos, pedaços de melão, melancia ou outra fruta que possa ser comida com a mão, gelatina com fruta, etc. Limitar as comemorações a um dia por semana; se os pais quiserem oferecer uma lembrança, não deve ser comestível! Sugestão: a vela poderá ser aplicada num boneco feito pelas crianças, num pão tipo fogaça com enfeites à volta, numa piza feita com massa de pão com cogumelos, fiambre e pouco queijo ou numa tarte de fruta com pouco açúcar. Danças e jogos de movimento com as crianças (na escola ou em casa) = terapia para crianças e adultos!

25 Crianças saudáveis e felizes dependem de todos nós!

alimentação criada a pensar em si

alimentação criada a pensar em si alimentação criada a pensar em si SNACKS REFEIÇÕES BEBIDAS e BATIDOS GELATINAS adequada hiperproteica fácil de preparar saciante saborosa variada prática dieta3passos www.dieta3passos.pt pequeno-almoço

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL ISABEL MARQUES DIETISTA DO SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO E DIETÉTICA DO CHTV, E.P.E. 30 DE NOVEMBRO DE 2011 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Uma alimentação equilibrada proporciona uma quantidade correcta

Leia mais

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós

Trabalho elaborado por: 5/29/2007 USF Valongo. Enf. Anabela Queirós Trabalho elaborado por: Enf. Anabela Queirós O que é a diabetes? Uma doença que dura toda vida Provocada pela ausência ou perda de eficácia da insulina; Provoca a subida de açúcar no sangue A diabetes

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

GUIA DE BOLSO. Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ

GUIA DE BOLSO. Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ GUIA DE BOLSO Está na hora de incluir a fruta e os hortícolas na alimentação! SAIBA PORQUÊ Sumário Introdução Benefícios do consumo de hortofrutícolas A importância dos hortofrutícolas segundo a Roda dos

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL

ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL Formação sobre Promoção de Estilos de Vida Saudáveis em Contexto Escolar, Familiar e Envolvente Julho de 2009 ALIMENTAÇÃO E PESO SAUDÁVEL TERESA SOFIA SANCHO Gabinete de Nutrição Departamento de Saúde

Leia mais

Alimentix 2. O teu jogo dos Alimentos. Jogar. Como Jogar?

Alimentix 2. O teu jogo dos Alimentos. Jogar. Como Jogar? Alimentix 2 O teu jogo dos Alimentos Jogar Como Jogar? Olá amigo! O Alimentix 2 é um jogo extraordinário onde vais poder explorar o fantástico mundo dos alimentos. Estás pronto? 1. O Alimentix 2 é composto

Leia mais

SMOOTHIES uma maneira fácil e deliciosa para apreciar frutas e legumes.

SMOOTHIES uma maneira fácil e deliciosa para apreciar frutas e legumes. SMOOTHIES uma maneira fácil e deliciosa para apreciar frutas e legumes. Os smoothies ou shakes são uma maneira deliciosa, saudável e versátil para adicionar frutas e legumes em nossa alimentação diária.

Leia mais

Alimentação saudável. Nídia Braz Outubro, 2012

Alimentação saudável. Nídia Braz Outubro, 2012 Alimentação saudável Nídia Braz Outubro, 2012 A alimentação tradicional portuguesa é variada, usa matérias primas diversas, preparadas de modos muito variado, quer pela indústria quer em casa. 2 Nídia

Leia mais

Perder peso Comendo. Pare de comer depressa

Perder peso Comendo. Pare de comer depressa Vou passar a você, algumas receitas que usei para poder emagrecer mais rápido e com saúde. Não direi apenas só sobre como preparar algumas receitas, mas também direi como perder peso sem sofrimento e de

Leia mais

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final

15/08/2013. Acelerado crescimento e desenvolvimento: IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NESSA FASE. Atinge 25% da sua altura final Laís Cruz Nutricionista CRN 3 18128 2013 Período de transição entre infância e vida adulta (dos 10 aos 19 anos de idade) Muitas transformações físicas, psicológicas e sociais Acelerado crescimento e desenvolvimento:

Leia mais

A roda dos alimentos. A antiga roda dos alimentos

A roda dos alimentos. A antiga roda dos alimentos Ano: 2010/2011 Disciplina: Educação Física Professora: Rita Marques Trabalho realizado por: Andreia Cipriano Catarina Silva Jéssica Pereira Mónica Algares Patrícia Martinho A roda dos alimentos Para se

Leia mais

GUIA DIETA ONLINE UM DIA COM UMA ALIMENTAÇÂO SAUDÁVEL DIETA ONLINE. por Nutricionista Dr.ª Joana Carido. Dr.ª Joana Carido

GUIA DIETA ONLINE UM DIA COM UMA ALIMENTAÇÂO SAUDÁVEL DIETA ONLINE. por Nutricionista Dr.ª Joana Carido. Dr.ª Joana Carido GUIA DIETA ONLINE DIETA ONLINE Dr.ª Joana Carido VISITE A MINHA PÁGINA NO FACEBOOK UM DIA COM UMA ALIMENTAÇÂO SAUDÁVEL por Nutricionista Dr.ª Joana Carido Relembro que este plano alimentar é apenas orientativo

Leia mais

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado

7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber. Até mesmo as comidas consideradas magras pedem consumo moderado 7 alimentos que sabotam a dieta sem você perceber Até mesmo as comidas consideradas "magras" pedem consumo moderado Por Roberta Vilela - publicado em 26/11/2010 Mudança dos hábitos alimentares A mudança

Leia mais

Conceitos em Nutrição Infantil

Conceitos em Nutrição Infantil Conceitos em Nutrição Infantil Infantário de Nossa Senhora da Purificação Guia prático de diretrizes em Nutrição Infantil Introdução Este é um guia de diretrizes em Ciências da Nutrição e Notas A consulta

Leia mais

treinofutebol.net treinofutebol.net

treinofutebol.net treinofutebol.net Alimentação do Desportista A alimentação pode influenciar positiva ou negativamente o rendimento dum atleta, devendo consequentemente ser orientada no sentido de não só melhorar a sua capacidade desportiva,

Leia mais

Combate ao Desperdício Alimentar. Dicas e sugestões

Combate ao Desperdício Alimentar. Dicas e sugestões Combate ao Desperdício Alimentar Dicas e sugestões 2014 A alimentação ocupa um lugar importante na gestão da economia familiar. No entanto, nas casas portuguesas são desperdiçadas cerca de 324 mil toneladas

Leia mais

Ficha 01 ALIMENTA ÇÃO. O dia é feito de hábitos QUERES MELHORAR? QUERES MELHORAR? Tema 3

Ficha 01 ALIMENTA ÇÃO. O dia é feito de hábitos QUERES MELHORAR? QUERES MELHORAR? Tema 3 Ficha 01 O dia é feito de hábitos :: Analisa o teu dia e os momentos em que te cruzas com alimentos. Quais são os teus hábitos? O que concluis? Lê as pistas para melhorares o teu desempenho. 7h30m Pequeno-almoço

Leia mais

Como nosso corpo está organizado

Como nosso corpo está organizado Como nosso corpo está organizado Iodo Faz parte dos hormônios da tireoide, que controlam a produção de energia e o crescimentodocorpo.aleiobrigaaadiçãodeiodoaosaldecozinha. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

Profa Tânia Maria Leite da Silveira

Profa Tânia Maria Leite da Silveira Profa Tânia Maria Leite da Silveira Como o consumidor adquire informações sobre os alimentos? Conhecimento da família Educação Mídia Publicidade Rotulagem Importância da rotulagem Informações corretas

Leia mais

ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES

ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES ANÁLISE DOS INQUÉRITOS SOBRE OS HÁBITOS ALIMENTARES Os inquéritos foram realizados junto de alunos do 6º ano da Escola EB 2,3 de Matosinhos, durante o mês de Novembro de 24. Responderam ao inquérito 63

Leia mais

Dicas Para Emagrecer com Saúde

Dicas Para Emagrecer com Saúde 2011 www.blog.vivaplenamente.com Página 1 DIREITOS DE DISTRIBUIÇÃO Você pode distribuir este e-book livremente, assim como presenteá-lo a través do seu site ou blog aos seus visitantes e clientes. A única

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. Brasília, 08 de Agosto de 2008 Oficina de Promoção da Alimentação Saudável para Agentes Comunitários de Saúde III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Brasília,

Leia mais

Dicas para uma alimentação saudável

Dicas para uma alimentação saudável Dicas para uma alimentação saudável NECESSIDADE FISIOLÓGICA ATO DE COMER SOCIABILIZAÇÃO Comida Japonesa PRAZER CULTURAL Alimentação aliada à saúde Hábitos alimentares pouco saudáveis desde a infância,

Leia mais

Dicas para emagrecer sem elas...

Dicas para emagrecer sem elas... DIETAS E MAIS DIETAS Ates de seguir qualquer dieta imposta pelas novas regras do culto ao corpo e à beleza, procure ajuda profissional e evite que o simples desejo de perder peso possa se transformar em

Leia mais

MENOS SAL! MAIS SAÚDE!

MENOS SAL! MAIS SAÚDE! MENOS SAL! MAIS SAÚDE! Jogo da Glória Unidade de Saúde Pública ACES Espinho/Gaia REGRAS: Jogadores: 2 a 6 Objetivo: Ser o primeiro a chegar à casa final! Cada casa possui um tipo de alimentos. Em algumas

Leia mais

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo?

No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? No Verão não dispense a hidratação! Sabia que a falta de concentração pode dever-se a falta de água no organismo? Seja Inverno ou Verão, abrace esta refeição! Sabia que o Pequeno-almoço ajuda a controlar

Leia mais

10 Alimentos importantes para sua saúde.

10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. 10 Alimentos importantes para sua saúde. Os alimentos funcionais geram inúmeros benefícios para o organismo. Como muitas patologias se desenvolvem por deficiência

Leia mais

NUTRIÇÃO INFANTIL E AS CONSEQUENCIAS NOS CICLOS DA VIDA. Profª Ms. Ana Carolina L. Ottoni Gothardo

NUTRIÇÃO INFANTIL E AS CONSEQUENCIAS NOS CICLOS DA VIDA. Profª Ms. Ana Carolina L. Ottoni Gothardo NUTRIÇÃO INFANTIL E AS CONSEQUENCIAS NOS CICLOS DA VIDA Profª Ms. Ana Carolina L. Ottoni Gothardo Infância -Promoção e consolidação dos hábitos alimentares - Incremento das necessidades nutricionais para

Leia mais

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência 1. ALIMENTE-SE MELHOR Prevê-se que em 2025 1, só na Europa, o grupo etário mais idoso (acima dos 80 anos), passe de 21,4

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS

CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS CADERNO DE ENCARGOS ANEXOS 1 ANEXOS Anexo I Preço base para as principais refeições Anexo II Listagem de principais suplementos alimentares a fornecer Anexo III Matriz de Reuniões Anexo IV Nível de Serviço

Leia mais

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha:

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha: Café da manha: Dieta opção 1 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado 1 pão francês sem miolo na chapa com 1 col. (sopa) rasa de margarina ou 1 fatia de queijo fresco ½ xíc. (chá) de cereal 1 xíc. (chá)

Leia mais

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e outros sintomas Nutricionista Camila Costa Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício InCor/FMUSP Será que o que você come influencia

Leia mais

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização.

Registo Alimentar de 3 dias. Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Registo Alimentar de 3 dias Nota: Leia com atenção, e tente cumprir, os parâmetros de utilização. Parâmetros de Utilização: É necessário anotar tudo o que foi ingerido durante 3 dias representativos do

Leia mais

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de vida. A infância e adolescência são idades ideais para

Leia mais

Os + Crescidos também gos tam de saber +

Os + Crescidos também gos tam de saber + Os + Crescidos também gos tam de saber + Compilação de textos da secção + crescidos da revista de Festa do Leite Mimosa Documento para Pais e Encarregados de Educação Dar prioridade ao que é mais importante

Leia mais

Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes

Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes Projeto Novos Talentos Escola: Escola Municipal Rural Sucessão dos Moraes Oficina: Comer bem, para viver melhor! Cristiane da Cunha Alves Tatiane Garcez Bianca Maria de Lima Danielle Costa INTRODUÇÃO/JUSTIFICATIVA

Leia mais

A RODA DOS ALIMENTOS... um guia para a escolha alimentar diária! 1-3 3-5 2-3 1,5-4,5 1-2 3-5 4-11 COMA BEM, VIVA MELHOR! O QUE É UMA PORÇÃO?* POR DIA quantas são necessárias? ** Cereais e derivados, tubérculos

Leia mais

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam. Dieta durante o tratamento O que comer e o que evitar de comer Após a cirurgia A maioria das pessoas sente-se apta para comer outra vez após a cirurgia, aumentando o seu apetite à medida que os dias passam.

Leia mais

Associação Portuguesa dos Nutricionistas www.apn.org.pt geral@apn.org.pt. Guia. nacks. audáveis. os jogos do. Mundial 2014

Associação Portuguesa dos Nutricionistas www.apn.org.pt geral@apn.org.pt. Guia. nacks. audáveis. os jogos do. Mundial 2014 Guia nacks audáveis para os jogos do Mundial 2014 Introdução Começou o Mundial 2014 e, com ele, os petiscos que geralmente acompanham quem assiste aos jogos, tornam os 90 minutos de jogo num momento de

Leia mais

Defenda. a sua Saúde ALIMENTAÇÃO E DIABETES TIPO 2 ORIENTAÇÕES GERAIS

Defenda. a sua Saúde ALIMENTAÇÃO E DIABETES TIPO 2 ORIENTAÇÕES GERAIS Defenda a sua Saúde ALIMENTAÇÃO E DIABETES TIPO 2 ORIENTAÇÕES GERAIS Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal Rua do Salitre, 118-120 1250-203 Lisboa Tel: 21 381 6100 Fax: 21 385 9371 diabetes@apdp.pt

Leia mais

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL (maiores de 2 anos) JUNHO/2015 Observações: A utilizada será sem lactose. Oferecer água durante todo dia. Não oferecer bebida durante o almoço ou jantar somente depois de no

Leia mais

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos

Apresentação. O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos O que significam os itens da Tabela de Informação Nutricional dos rótulos Valor Energético É a energia produzida pelo nosso corpo proveniente dos carboidratos, proteínas e gorduras totais. Na rotulagem

Leia mais

Alimentação Saudável. 2008 Teresa Bilhastre - CSCR

Alimentação Saudável. 2008 Teresa Bilhastre - CSCR Ministério da Saúde O Programa de Saúde Escolar insere-se no Plano Nacional de Saúde 2004-2010 Pretende: Reforçar as acções de promoção da saúde e prevenção da doença em ambiente escolar. Ministério da

Leia mais

Parte 1 REVISTAS E PROPAGANDAS

Parte 1 REVISTAS E PROPAGANDAS Parte 1 REVISTAS E PROPAGANDAS Levaremos revistas diversas para as meninas folhearem. Pediremos que reconheçam nas revistas, anúncios relacionados à beleza, moda e dietas, voltados para o público feminino.

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Como reduzir o desperdício alimentar Alexandra Bento Iara Pimenta, Helena Real

FICHA TÉCNICA. Como reduzir o desperdício alimentar Alexandra Bento Iara Pimenta, Helena Real FICHA TÉCNICA Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Redacção: Como reduzir o desperdício alimentar Alexandra Bento Iara Pimenta, Helena Real Iara Pimenta,

Leia mais

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR

TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR TEXTO DE APOIO I PERCURSO COMER, DIVIDIR E BRINCAR Alimentação Boa Pra Você Todo ser vivo precisa se alimentar para obter energia e nutrientes para se desenvolver. No caso do ser humano, os alimentos trazem

Leia mais

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA!

GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! GUIA DE BOLSO Outono combina Com SOPA! Sumário Introdução Composição da sopa Benefícios da sopa Que quantidade de sopa devo comer por dia? Sopa no início ou depois do prato principal? Receitas de sopas

Leia mais

Projeto Curricular de Escola

Projeto Curricular de Escola Projeto Curricular de Escola QUADRIÉNIO 2014-2018 Somos aquilo que comemos. Hipócrates Cooperativa de Ensino A Colmeia 2 Índice Introdução... 4 Identificação do Problema... 5 Objetivos... 6 Estratégias/Atividades...

Leia mais

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES

II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES II OFICINA NACIONAL DE FORMAÇÃO DE TUTORES EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA O AUTOCUIDADO EM DIABETES Orientações básicas de nutrição para o autocuidado em DM Maria Palmira C. Romero Nutricionista Marisa Sacramento

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS EMENTAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS EMENTAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DAS EMENTAS DIVISÃO DE EDUCAÇÃO REFEITÓRIOS ESCOLARES ELABORAÇÃO DE EMENTAS Na elaboração das ementas foram tomados em conta vários aspetos, tais como conceitos de alimentação saudável,

Leia mais

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO Lucia B. Jaloretto Barreiro Qualidade de Vida=Saúde=Equilíbrio Qualidade de Vida é mais do que ter uma boa saúde física ou mental. É estar

Leia mais

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10 Acompanhamento Salada Sobremesa 01/09/10 Frango Assado com Creme de Cebola Brócolis alho e óleo Tomate Abacaxi 02/09/10 Bife a Role Purê de Batata cozida

Leia mais

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação

Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação Projeto Planeta Azul Ponto de Apoio Especial sobre Alimentação (...) A verdade, em matéria de saúde, está na adaptação e no respeito à Natureza (...). Mokiti Okada Para uma alimentação saudável, podemos

Leia mais

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável?

Como podemos escolher os alimentos para crescer de forma saudável? 1. Introdução A vida começa com a alimentação, e esta desempenha uma influência determinante no desenvolvimento emocional, mental, físico e social de cada um. A alimentação consiste em obter do ambiente

Leia mais

Alimentação e Desporto. Samuel Amorim Centro Hospitalar Tondela-Viseu Viseu, 30 Novembro 2011

Alimentação e Desporto. Samuel Amorim Centro Hospitalar Tondela-Viseu Viseu, 30 Novembro 2011 Alimentação e Desporto Samuel Amorim Centro Hospitalar Tondela-Viseu Viseu, 30 Novembro 2011 Panorama nacional Apesar dos números relativos à obesidade infantil estarem continuamente acrescer O número

Leia mais

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL A promoção da alimentação saudável é uma diretriz da Política Nacional de Alimentação e Nutrição e uma das prioridades para a segurança alimentar e nutricional

Leia mais

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas

Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim. Inclui receitas Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Inclui receitas Ficha Técnica Título: Sugestões de refeições para o Dia de S. Valentim Concepção: Mariana Barbosa Corpo redactorial: Mariana Barbosa Revisão:

Leia mais

ANEXO A.1 Formulário Dietético

ANEXO A.1 Formulário Dietético ANEXO A.1 Formulário Dietético I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo A.2 (Capitações dos alimentos de refeições confecionadas e preparações culinárias) e do anexo

Leia mais

E OS SEUS BENEFÍCIOS

E OS SEUS BENEFÍCIOS E OS SEUS BENEFÍCIOS A principal função do leite é nutrir (alimentar). Além disso, cumpre as funções de proteger o estômago das toxinas e inflamações e contribui para a saúde metabólica, regulando os processos

Leia mais

COMPLICAÇÕES DIGESTIVAS DE CRIANÇAS COM CDG

COMPLICAÇÕES DIGESTIVAS DE CRIANÇAS COM CDG COMPLICAÇÕES DIGESTIVAS DE CRIANÇAS COM CDG As crianças com CDG têm frequentemente queixas digestivas e problemas nutricionais. As causas não estão bem esclarecidas, são múltiplas e em última análise,

Leia mais

CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada

CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada CONSELHOS para uma boa alimentação em viagens por estrada 1 Água ALIMENTE-SE DE FORMA EQUILIBRADA E SAUDÁVEL. A alimentação influi na sua segurança ao volante. Uma alimentação incorreta pode gerar fadiga,

Leia mais

Alimentação e Hidratação para a prática de Atividade Física

Alimentação e Hidratação para a prática de Atividade Física LAHOR CLÍNICA MÉDICA Tatiana Oliveira Nutricionista - CRN 7508 Rua Mário Amaral, 267 - Paraíso - SP Tel/Fax: (11) 3884-7127 Tel: (11) 3051-5554 Alimentação e Hidratação para a prática de Atividade Física

Leia mais

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Alimentação saudável É saborosa, variada, colorida e com harmonia entre quantidades e qualidade! Sempre que possível faça as refeições junto à família,

Leia mais

COCONTINENTE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ECONÓMICA

COCONTINENTE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ECONÓMICA COCONTINENTE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E ECONÓMICA Índice Introdução Planear as refeições semanalmente Fazer uma lista de compras Fazer compras "inteligentes" Tomar o pequeno-almoço em casa Levar a marmita

Leia mais

PROJETO: HÁBITOS ALIMENTARES EM NOSSA ESCOLA

PROJETO: HÁBITOS ALIMENTARES EM NOSSA ESCOLA PREFEITURA MUNICIPAL DE SOBRAL ESCOLA CORONEL ARAÚJO CHAVES PROJETO: HÁBITOS ALIMENTARES EM NOSSA ESCOLA Prof. Francisco Junielison Correia Lopes (Educação Física) Colaboração: Prof. Gleidson Mendes Melo

Leia mais

A DIETA CERTA SAÚDE IATE

A DIETA CERTA SAÚDE IATE Ganhar músculos ou perder peso requer alimentos diferentes. Adequar o hábito alimentar aos objetivos garante resultados mais rápidos e eficazes A DIETA CERTA A alimentação equilibrada é essencial para

Leia mais

CARDÁPIOS 2014. 2º Período Matutino e Vespertino

CARDÁPIOS 2014. 2º Período Matutino e Vespertino CARDÁPIOS 2014 CARDÁPIO 1 22 ½ Sanduíches de pão fatiado sem casca com requeijão e queijo (2 fatias por criança) Melancia pequena picada CARDÁPIO 2 24 08 Pedaços grandes de bolo de cenoura com cobertura

Leia mais

BAIXO TEOR DE GORDURA Ao vapor, assado, cozido, com molho de vinho, grelhado, salteado, estufado.

BAIXO TEOR DE GORDURA Ao vapor, assado, cozido, com molho de vinho, grelhado, salteado, estufado. GUIA PARA COMER FORA ENTRADAS Desfrute de sopas de legumes, marisco ao vapor ou sumo natural. Evite as entradas fritas, com queijo ou natas. PÃO Prefira pão integral ou de centeio, sem manteiga. Limite

Leia mais

Vegetarianos que não são ativos

Vegetarianos que não são ativos Vegetarianos que não são ativos Abaixo irá encontrar planos de dieta para ter sucesso. Cada um desses planos foi especificamente formatado com um número preciso de calorias, proteínas e hidratos de carbono

Leia mais

Nossa Linha de Produtos

Nossa Linha de Produtos Nossa Linha de Produtos PerSHAKE Chocolate e Baunilha Fonte de proteína de soja, vitaminas, minerais e fibras. 0% Gordura, 0% Açúcar e 0% Sódio. A alimentação equilibrada vai além do bom funcionamento

Leia mais

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA

CLÍNICA UPTIME TRATAMENTO DA DOR E PROBLEMAS EMOCIONAIS OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO. (segunda parte) A ESCOLHA OBESIDADE A ESCOLHA DE ALIMENTOS COMO MANTER O CORPO (segunda parte) A ESCOLHA Responda à seguinte pergunta: Você gosta de carro? Se você gosta, vamos em frente. Escolha o carro de seus sonhos: Mercedes,

Leia mais

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR GRUPO A Batata Cenoura Abóbora Dente de alho Nabo Cebola 4 5 meses SOPA DE LEGUMES GRUPO B Alho Francês Alface Brócolos Nabiça Agrião Espinafres

Leia mais

S I 1º E 2º ANO DO ENSINO BÁSICO

S I 1º E 2º ANO DO ENSINO BÁSICO S I 1º E 2º ANO DO Tema 1 E tu, conheces os alimentos? S I Objetivos: Após o desenvolvimento das atividades propostas para o Tema 1, as crianças deverão adquirir conhecimentos sobre: Os alimentos e os

Leia mais

Newsletter n.º 19 Outubro 2013

Newsletter n.º 19 Outubro 2013 Sistema de Planeamento e Avaliação de Refeições Escolares Newsletter n.º 19 Outubro 2013 A Direcção-Geral da Saúde (DGS), em parceria com a Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC)

Leia mais

Alimentação na Gestação

Alimentação na Gestação ESPAÇO VIDA Nut. Fabiane Galhardo Unimed Pelotas 2012 Alimentação na Gestação 1 GESTAÇÃO PERÍODO MÁGICO DE INTENSA TRANSIÇÃO, ONDE A NATUREZA MODIFICA O CORPO E A MENTE PARA TRANSFORMAR MULHER EM MÃE A

Leia mais

IMPRESSO / REGISTO PLANO DE EMENTAS DE MERENDAS. Dia da semana. Composição da Merenda. Pão de mistura com fiambre. 12g 5g 40g 0,8g 250 Kcal

IMPRESSO / REGISTO PLANO DE EMENTAS DE MERENDAS. Dia da semana. Composição da Merenda. Pão de mistura com fiambre. 12g 5g 40g 0,8g 250 Kcal SEMANA DE 01/09/2015 A 04/09/2015 SEMANA DE 19/10/2015 A 23/10/2015 SEMANA DE 07/12/2015 A 11/12/2015 SEMANA DE 25/01/2016 A 29/01/2016 SEMANA DE 14/03/2016 A 19/03/2016 SEMANA DE 02/05/2016 A 06/05/2016

Leia mais

1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação saudável e equilibrada.

1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação saudável e equilibrada. DISCIPLINA: Ciências Naturais ANO: 9º ano de escolaridade UNIDADE DIDÁCTICA: Saúde individual e comunitária. O organismo humano em equilíbrio: alimentação. 1. Refere os nutrientes necessários numa alimentação

Leia mais

Queijo cremoso e maionese Adicione a sanduíches, bagels, biscoitos e fruta

Queijo cremoso e maionese Adicione a sanduíches, bagels, biscoitos e fruta Adição de calorias e de proteínas à sua dieta Princess Margaret Increasing Calories and Protein in Your Diet - Portuguese Para pacientes com dificuldades em comer durante os tratamentos oncológicos Este

Leia mais

Festas infantis: saudáveis e divertidas

Festas infantis: saudáveis e divertidas COCONTINENTE Festas infantis: saudáveis e divertidas Inclui dicas e receitas fáceis para dinamizar a festa dos mais novos Índice 3 4 5 12 14 Introdução Na hora de preparar... Na hora de brincar... Ficha

Leia mais

Vamos à Pesca! Olá! Eu sou o Peixoto e não é por acaso que este é o meu nome! Lula. Peixoto. E tu, tens algum animal de estimação? Como se chama(m)?

Vamos à Pesca! Olá! Eu sou o Peixoto e não é por acaso que este é o meu nome! Lula. Peixoto. E tu, tens algum animal de estimação? Como se chama(m)? Vamos à Pesca! Olá! Eu sou o Peixoto e não é por acaso que este é o meu nome! Adoro o mar, a água e os peixes. Aproveito os dias de sol para ir pescar e quem me faz companhia é o Lula, o meu cãozinho de

Leia mais

CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 CRECHE CARDÁPIO MENORES DE 1 ANO

CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 CRECHE CARDÁPIO MENORES DE 1 ANO CARDÁPIO ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MÊS DE AGOSTO DE 2015 ESTE CARDÁPIO APRESENTA INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS DIÁRIAS DE CALORIAS, CARBOIDRATOS, PROTEÍNAS, GORDURAS, FIBRAS, VITAMINA A, VITAMINA C, CÁLCIO, FERRO,

Leia mais

O SEU GUIA PARA AS ESCOLHAS MAIS SAUDÁVEIS DOS MAIS NOVOS. curte. iogurte. No teu lanche todos os dias INFORMAÇÃO PARA PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

O SEU GUIA PARA AS ESCOLHAS MAIS SAUDÁVEIS DOS MAIS NOVOS. curte. iogurte. No teu lanche todos os dias INFORMAÇÃO PARA PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO O SEU GUIA PARA AS ESCOLHAS MAIS SAUDÁVEIS DOS MAIS NOVOS curte iogurte No teu lanche todos os dias INFORMAÇÃO PARA PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO 1 ÍNDICE A Roda dos Alimentos e a importância dos laticínios

Leia mais

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES TERESINA-PI SETEMBRO/11 1 ORIENTADORAS: Adriana de Azevedo Paiva Nutricionista, Doutora em Saúde Pública, Profa. da Disciplina Dietoterapia I da Universidade Federal do Piauí

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Último Encontro: Vila Velha 1 Escolha dos temas a serem trabalhados. Tema de hoje: Oficina sobre alimentação saudável 1) Alimentos Alimentos construtores: fornecem proteínas

Leia mais

Livro de receitas para os novos

Livro de receitas para os novos Livro de receitas para os novos Ficha Técnica Título: Direcção Editorial: Concepção: Corpo Redactorial: Produção Gráfica: Propriedade: Redacção: Livro de Receitas para os mais novos Alexandra Bento Helena

Leia mais

Observação: crianças, adolescentes, gestantes e praticantes de atividades físicas intensas têm recomendações diferenciadas.

Observação: crianças, adolescentes, gestantes e praticantes de atividades físicas intensas têm recomendações diferenciadas. Atualizado em 15.01.2014 O Lanche Certo tem como objetivo orientar sobre escolhas alimentares adequadas de lanches no trabalho, o que possibilita a melhora de hábitos alimentares, além da promoção da saúde

Leia mais

ANEXO 1: ALFACE: ARROZ: Carboidrato: 1,7g Proteína: 1,3g Gordura: 0 g. Carboidrato: 48 g Proteína: 0,8 g. Valor calórico: 50 Kcal

ANEXO 1: ALFACE: ARROZ: Carboidrato: 1,7g Proteína: 1,3g Gordura: 0 g. Carboidrato: 48 g Proteína: 0,8 g. Valor calórico: 50 Kcal ANEXO 1: ALFACE: ARROZ: Carboidrato: 1,7g Proteína: 1,3g Valor calórico: 11 Kcal Hortaliça benéfica em tratamentos faciais, com propriedade calmante. Carboidrato: 48 g Proteína: 0,8 g Valor calórico: 197

Leia mais

Programa 5 ao Dia. Um Alimentação Saudável está nas nossas mãos.

Programa 5 ao Dia. Um Alimentação Saudável está nas nossas mãos. Programa 5 ao Dia Um Alimentação Saudável está nas nossas mãos. O que é o Programa 5 ao Dia? Enquadramento Conceito Objectivos e Destinatários Associação 5 ao Dia Desenvolvimento Enquadramento Mudança

Leia mais

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem!

Convivendo bem com a doença renal. Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Convivendo bem com a doença renal Guia de Nutrição e Diabetes Você é capaz, alimente-se bem! Nutrição e dieta para diabéticos: Introdução Mesmo sendo um paciente diabético em diálise, a sua dieta ainda

Leia mais

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas Anexo A Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo B (Capitações máximas dos alimentos de refeições

Leia mais

Pesquisa. Consumo de Frutas e Hortaliças

Pesquisa. Consumo de Frutas e Hortaliças Pesquisa Consumo de Frutas e Hortaliças Pesquisa Quantitativa Consumo de Frutas e Hortaliças Elaborado por CONNECTION RESEARCH Maio 2011 2 Objetivos da pesquisa. Estudar os hábitos alimentares da população

Leia mais

Vamos todos celebrar o Dia do Leite,

Vamos todos celebrar o Dia do Leite, Vamos todos celebrar o Dia do Leite, que só podia ser no dia da Criança! DIA DO Leite E DA Criança amigos para a vida No âmbito da celebração do Dia do Leite e da Criança e da festa de encerramento do

Leia mais

ALIMENTAÇÃO NO VERÃO

ALIMENTAÇÃO NO VERÃO ALIMENTAÇÃO NO VERÃO 1 - Quais os alimentos devem ser privilegiados no verão e quais devem ser evitados? Os alimentos que devem ser privilegiados no verão são as frutas, verduras e legumes, pois são ótimas

Leia mais

1 Por que tomar café da manhã?

1 Por que tomar café da manhã? A U A UL LA Por que tomar café da manhã? Exercícios Acordar, lavar o rosto, escovar os dentes, trocar de roupa e... tomar o café da manhã. É assim que muitas pessoas começam o dia, antes de ir trabalhar.

Leia mais

COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE ATLETAS NO PRÉ TREINO DE UMA CIDADE DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO

COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE ATLETAS NO PRÉ TREINO DE UMA CIDADE DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE ATLETAS NO PRÉ TREINO DE UMA CIDADE DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO RESUMO Mari Uyeda Larissa Fabiane da Silva Toledo Este trabalho apresenta como objetivo demonstrar o comportamento

Leia mais

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira. Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com Perú ou vitela. Maça ou Pera cozidas

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira. Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com Perú ou vitela. Maça ou Pera cozidas Sobrenesa Sopa C E N T R O S O C I A L J E S U S M A R I A J O S É 2012-2013 Ementa da Creche 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Legumes com frango Legumes com peixe Legumes com ovo Legumes com

Leia mais

Alimentação. no primeiro ano de vida

Alimentação. no primeiro ano de vida Alimentação Trv. Noronha, nº5 A Lisboa Telef: 21 394 73 10 Fax: 21 394 73 18 Email: usf.arco@arslvt.minsaude.pt no primeiro ano de vida A diversificação alimentar deve ser iniciada entre os 4-6 meses de

Leia mais