TRABALHANDO COM SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRABALHANDO COM SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA"

Transcrição

1 TRABALHANDO COM SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 1 Entendendo o Negócio: Substituição Tributária (ST) é um tributo criado e implementado pelas Unidades da Federação antes do advento da atual Constituição Federal, por intermédio de legislação infraconstitucional, ou seja, de Convênios e Protocolos celebrados entre os secretários de fazenda estaduais. A Substituição Tributária pode ser conceituada como sendo o regime pelo qual a responsabilidade pelo ICMS devido em relação às operações ou prestações de serviços é atribuída a outro contribuinte. (Alexandre Galhardo, Portal Tributário: Dessa forma, para que a Substituição Tributária seja utilizada no Sistema Siagri Agribusiness, a mesma foi desenvolvida e a seguir, serão mostrados os passos para seu cadastro e utilização. 2 Procedimento Operacionais: Primeiramente, para que a Substituição Tributária seja utilizada no Sistema, devem ser cadastradas as alíquotas do ICMS ST. Esse cadastro é feito no seguinte caminho: Módulo Transacionadores => A - Cadastros => G - Produtos => F - ICMS Substituição Tributária: Selecionando o caminho acima, o Sistema exibirá a seguinte rotina: Tendo como base a Figura ao lado, para cadastra a alíquota de ICMS ST, basta pressionar [Enter] no campo Código que o Sistema habilitará a rotina para informar a descrição da Alíquota. Feito isso, basta selecionar a opção. Figura 1: Cadastro do ICMS ST. Continuando com a Figura acima, terminado o cadastro da Descrição da Alíquota de ICMS Substituição Tributária, selecionando na rotina a alíquota cadastrada, o Sistema habilitará a opção. Selecionando a mesma, o Sistema abrirá a rotina de cadastro dos Itens da Substituição Tributária, ou seja, o cadastro das alíquotas da mesma. A operação pode ser melhor entendida através da Figura abaixo:

2 Figura 2: Cadastro de Item da Alíquota de ICMS Substituição Tributária. Para cadastrar uma nova alíquota (Margem de Valor Agregado), a opção selecionada. Tendo como base a Figura 2, abaixo serão explicados seus campos: deve ser Tipo de Contribuinte: Campo destinado a informar a classificação do contribuinte (Contribuinte ou Não Contribuinte) do ICMS; Tipo da Tributação: Nesse campo é informada a modalidade da operação, sendo elas: SI - Saída dentro do Estado; SF - Saída Fora do Estado; SE - Saída para o Exterior; EI - Entrada dentro do Estado; EF - Entrada Fora do Estado; e EE - Entrada do Exterior. Estado: Campo destinado a informar Unidade de Federação (UF) da operação; Estado não Signatário de Protocolo/Convênio (ICMS ST fora da NF e recolhido com GNRE): Opção do cadastro da alíquota a ser marcada quando a operação é Interestadual e o ICMS Substituição Tributária é/será recolhido através de GNRE. É importante observar essa opção, pois se ela não estiver marcada, caso exista um documento fiscal que esteja acompanhado de GNRE, o mesmo não aparecerá na Escrita Fiscal para ser relacionado com o cadastro de GNRE no Sistema; Alíquota de MVA: Local a ser informado o percentual da alíquota da operação; Tipo de Cálculo: Campo destinado a informar o tipo de Margem de Valor Agregado, ou seja, se a margem é Nacional ou Ajustada; Gravar: Fornecidas todas as informações da alíquota, basta selecionar a opção para finalizar o cadastro. Podem ser cadastradas mais de uma alíquota de MVA por ICMS ST. Para isso, após ter gravado um item da alíquota, basta incluir outro registro normalmente. Depois de cadastradas as alíquotas, para visualizá-las, basta utilizar as teclas de navegação, disponíveis na parte inferior da rotina de cadastro de itens da alíquota de ICMS ST (Figura 2).

3 As demonstrações acima, dizem respeito apenas ao cadastro de Alíquota de ICMS ST. No que se refere a cadastro de Base de Cálculo de ICMS, a mesma continua sendo feita normalmente como antes, sendo esta feita no seguinte caminho: Módulo Transacionadores => A - Cadastros => G - Produtos => D - Base de Cálculo de ICMS: Sendo assim, caso haja necessidade de se cadastrar uma nova Base de Cálculo de ICMS ou até mesmo configurar uma já existente, essa operação deve ser feita na rotina específica e de acordo com o caminho acima. 2.1 Vinculação do ICMS Substituição Tributária: Depois de cadastradas as alíquotas de ICMS Substituição Tributária, elas devem ser vinculadas. Esse vínculo é feito tanto no cadastro de Materiais quanto no cadastro de CFOP. Essas opções serão explicadas a seguir Cadastro de Materiais: No cadastro de Materiais, a Alíquota de ICMS Substituição Tributária é informada no seguinte caminho: Módulo Transacionadores => A - Cadastros => G - Produtos => H - Materiais => Aba Parâmetros por Empresa => Opção ICMS ST : Figura 3: Vinculação da alíquota do ICMS Substituição Tributária no cadastro de Materiais.

4 Através da Figura 3, pode ser identificado o local para vinculação da alíquota do ICMS Substituição Tributária Cadastro de CFOP: No cadastro de CFOP, a Alíquota de ICMS Substituição Tributária é informada no seguinte caminho: Módulo Transacionadores => A - Cadastros => H - Faturamento => C - CFOP: Figura 4: Vinculação da alíquota do ICMS Substituição Tributária no cadastro de CFOP. Sendo assim, a Figura 4 mostra o local onde deve ser vinculada a alíquota de ICMS Substituição tributária no cadastro de CFOP. 3 Operações com Substituição Tributária: Feita toda a parte de cadastro, é chegada a hora de trabalhar com a Substituição Tributária. Nessa parte, será mostrado o que compõe a Base de Cálculo do ICMS Substituição Tributária, o cálculo do ICMS Substituição Tributária, a diferença entre Margem de Valor Agregado Nacional e a Margem de Valor Agregado Ajustada, bem como as operações que têm o ICMS Substituição Tributária, sendo elas, as Entradas de Notas Fiscais de Compras de Fornecedores, Vendas de Mercadorias e registro da Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE) na Escrita Fiscal.

5 3.1 Composição da Base de Cálculo do ICMS Substituição Tributária e Valor do ICMS Substituição Tributária: Para que seja aplicada a alíquota da Margem de Valor Agregado e seja achada a Base de Cálculo do ICMS Substituição tributária, primeiramente, deve-se saber o que compõe a base para que seja aplicada a alíquota da MVA. Nesse sentido, a Lei Complementar nº. 87/96 em seu artigo 8º determinou que os componentes da base de cálculo da MVA são: Valor da Mercadoria sujeita ao regime de Substituição Tributária; Frete; IPI; e Outras Despesas destacadas na nota como Despesas Acessórias e Seguro. De acordo com as informações acima, imaginemos o exemplo de uma nota que tenha todos esses eventos, sendo o valor total dos produtos R$ 1.000,00, R$ 100,00 de Frete, R$ 50,00 de Despesas Acessórias e IPI de R$ 100,00. Essa nota será tributada em 17% de ICMS Normal, 30% de MVA e 17% de ICMS ST. Dessa forma, a composição da base de cálculo da MVA será: Base de Cálculo da MVA = Valor das Mercadorias + Frete + Despesas Acessórias + IPI forma: Assim, tendo como base o nosso exemplo, o valor da base de cálculo da MVA, ficaria da seguinte Base de Cálculo da MVA = Valor das Mercadorias + Frete + Despesas Acessórias + IPI Base de Cálculo da MVA = R$ 1.000,00 + R$ 100,00 + R$ 50,00 + R$ 100,00 Base de Cálculo da MVA = R$ 1.250,00 Achada a base de cálculo da MVA, o valor do ICMS Substituição Tributária é determinado da seguinte forma: ICMS Substituição Tributária = ICMS da MVA - ICMS Normal De acordo com as Fórmulas acima, para melhor entendimento do ICMS Substituição Tributária, será mostrada abaixo uma Tabela Comparativa que descreve o cálculo e o valor do ICMS ST: ICMS Normal ICMS N = Valor das Mercadorias x Alíquota de ICMS ICMS N = R$ 1.000,00 x 17% ICMS N = R$ 170,00 ICMS Substituição Tributária ICMS ST = ((BC MVA + MVA) x ICMS ST) ICMS N ICMS ST = ((R$ 1.250, %) x 17%) R$ 170,00 ICMS ST = (R$ 1.625,00 x 17%) R$ 170,00 ICMS ST = R$ 276,25 R$ 170,00 ICMS ST = R$ 106,25 Tabela 1: Cálculo do ICMS Substituição Tributária. Foi mostrado acima o cálculo do ICMS ST de uma nota que possui alguns valores variáveis, tais como o IPI e o Frete. Se no caso acima não existissem esses valores variáveis, situação essa que também acontece, o valor da base de cálculo da MVA para a determinação do ICMS ST seria somente o valor das mercadorias.

6 3.2 Diferença entre MVA Nacional e MVA Ajustada: Margem de Valor Agregado Nacional: Também conhecida como Margem de Valor Agregado Original, esta MVA é um valor padronizado nacionalmente, ou seja, determinados produtos possuirão a mesma alíquota de MVA, independente do Estado da Federação em que está ocorrendo à operação ou do Estado da Federação que está recebendo a mercadoria; Margem de Valor Agregado Ajustada: Esta MVA é o resultado de acordos e protocolos feitos entre os estados, em que, para a determinação da base de cálculo do ICMS ST, a alíquota de MVA a ser aplicada, leva em consideração a alíquota interna de ICMS e a alíquota interestadual de ICMS. A fórmula para se achar a MVA Ajustada é: MVA Ajustada = [{(1 + MVA ST Original) x (1 Alíquota Interestadual) / (1 Alíquota da UF Destino)} 1] No que diz respeito à MVA Ajustada, nos exemplos de notas de compras e de vendas, ela será melhor explicada. 3.3 Entradas de Notas Fiscais: Nessa parte, serão mostradas as entradas de notas fiscais com a Margem de Valor Agregado Nacional e Ajustada, bem como os seus cálculos Margem de Valor Agregado Nacional: Na Margem de Valor Agregado Nacional, o valor da Base de Cálculo do ICMS Substituição Tributária é normal, ou seja, aplica-se simplesmente sobre a base (base esta mostrada pelo item 3.1) a alíquota da MVA sem nenhum ajuste. Abaixo, será apresentado através de imagens um exemplo de nota incluída no Sistema Siagri Agribusiness para melhor entendimento:

7 Figura 5: Nota de Entrada com MVA Nacional. A nota acima mostra a totalização, incluindo a base de cálculo e valor de ICMS ST. No item dessa nota, os valores ficaram da seguinte forma: Figura 6: Item da Nota de Entrada com MVA Nacional.

8 De acordo com a Figura acima, os valores de Base de Cálculo de ICMS ST e valor de ICMS ST foram encontrados da seguinte forma: Base de Cálculo do ICMS ST: Valor do ICMS ST: BC ICMS ST = (Valor da Mercadoria + Frete) + Alíq. MVA Nacional BC ICMS ST = (R$ 900,00 + R$ 50,00) + 30% BC ICMS ST = (R$ 950,00) + 30% BC ICMS ST = R$ 1.235,00 ICMS ST = (BC ICMS ST x Alíq. ICMS ST) ICMS Normal ICMS do Frete ICMS ST = (R$ 1.235,00 x 17%) R$ 153,00 R$ R$ 8,50 ICMS ST = R$ 209,95 R$ 153,00 R$ R$ 8,50 ICMS ST = R$ 48, Margem de Valor Agregado Ajustada: Na Margem de Valor Agregado Ajustada, a alíquota da MVA a ser aplicada para encontrar a base de cálculo do ICMS ST será ajustada por uma fórmula matemática, levando em consideração a Alíquota Interna de ICMS e a Alíquota Interestadual de ICMS da Operação. Abaixo, será mostrada uma nota para melhor entendimento: Figura 7: Nota de Entrada com MVA Ajustada.

9 Acima temos toda a totalização da nota fiscal com a MVA Ajustada. No item dessa nota, os valores ficaram da seguinte forma: Figura 8: Item da Nota de Entrada com MVA Ajustada. De acordo com a Figura 8, a alíquota de ICMS Interestadual foi de 7%, a alíquota de ICMS da UF Destino foi de 17% e a MVA Original foi de 40%. Levando em consideração esses dados, a alíquota da MVA Ajustada, a Base de Cálculo do ICMS ST e o Valor do ICMS ST foram encontrados da seguinte forma: Alíquota da MVA Ajustada: MVA Ajustada = [{(1 + MVA ST Original) x (1 Alíquota Interestadual) / (1 Alíquota da UF Destino)} 1] MVA Ajustada = [{(1+ 40%) x (1 7%) / (1 17%)} 1] MVA Ajustada = [{(1 + 0,4) x (1 0,07) / (1 0,17)} 1] MVA Ajustada = [{(1,4) x (0,93) / (0,83)} 1] MVA Ajustada = [{1,302 / 0,83} 1] MVA Ajustada = [1,5687 1] MVA Ajustada = 0,5687 Em Percentual => MVA Ajustada = 56,87% Base de Cálculo do ICMS ST: BC ICMS ST = (Valor da Mercadoria + Frete + Despesas Acessórias + IPI) + Alíq. MVA Ajustada BC ICMS ST = (R$ 1.500,00 + R$ 100,00 + R$ 50,00 + R$ 150,00) + 56,87% BC ICMS ST = (R$ 1.800,00) + 56,87% BC ICMS ST = R$ 2.823,66 Valor do ICMS ST:

10 ICMS ST = (BC ICMS ST x Alíq. ICMS ST) ICMS Normal ICMS do Frete ICMS Desp. Acessórias ICMS ST = (R$ 2.823,66 x 17%) R$ 105,00 R$ 7,00 R$ 3,50 ICMS ST = (R$ 480,02) R$ 105,00 R$ 7,00 R$ 3,50 ICMS ST = R$ 364,52 Sendo assim, foram mostrados detalhadamente acima, os cálculos que o Sistema faz para se chegar aos valores de Alíquota de MVA Ajustada, Base de Cálculo do ICMS ST e Valor do ICMS ST. 3.4 Notas Fiscais de Venda: Nessa parta, serão mostradas as operações com notas fiscais de venda, destacando o ICMS Substituição Tributária. Também serão demonstradas algumas configurações essenciais Nota Fiscal de Venda dentro do Estado: Nas notas fiscais de venda para dentro do estado, a operação de cálculo do ICMS ST não se diferencia, sendo ela igual à configuração da nota de entrada. Abaixo serão demonstradas duas Figuras com o destaque do ICMS ST. Figura 9: Venda de mercadoria para dentro do Estado com destaque de ICMS ST. forma: Acima foram mostrados os totais da nota fiscal. Dessa forma, o item da mesma ficou da seguinte

11 Figura 10: Totalização do ICMS ST no item da nota de venda. A Figura 10 mostrou o destaque do ICMS ST na nota de venda interna. Para que se chegasse ao valor destacado do tributo, o Sistema fez os mesmos cálculos que têm como base a MVA Nacional. O exemplo para se chegar nesse cálculo está evidenciado no tópico Nota Fiscal de Venda para fora do Estado: Na nota fiscal de venda para fora do Estado, uma particularidade deve ser observada. Para que a operação fique correta, no cadastro de Alíquota de ICMS, a alíquota interna do Estado Destino, deve ser cadastrada dentro da alíquota do Estado Origem. Para melhor entendimento, essa operação será exemplificada abaixo: Imaginemos que a empresa esteja situada no Estado de Goiás (Estado Origem) e irá efetuar uma venda para o Estado de Minas Gerais (Estado Destino). Em Goiás, a alíquota interna de ICMS Normal é de 17% e em Minas Gerais, consideremos que seja 12%. Dessa forma, essa alíquota de 12% de Minas Gerais, tem que estar cadastrada dentro da alíquota de ICMS Normal de Goiás. Caso não esteja, ao efetuar a venda, o Sistema irá exibir a seguinte mensagem de erro: Figura 11: Aviso do Sistema.

12 Para cadastrar uma nova alíquota de ICMS, basta ir ao seguinte caminho: Módulo Transacionadores => A - Cadastros => G - Produtos => C - Alíquota de ICMS => Informe o Código da Alíquota do Estado => 1 - Itens da Alíquota: Selecionando o caminho acima, o Sistema exibirá a rotina de cadastro de uma nova alíquota de ICMS. Esse procedimento será melhor explicado através da Figura abaixo: Figura 12: Cadastro de Alíquota de ICMS. Note que o cadastro está sendo feito dento da alíquota do Estado de Goiás (Estado Origem). No Tipo de Tributação, a operação a ser informada é SI - Saída dentro do Estado, pois ela está indo para dentro do Estado de Minas Gerais (Estado Destino). Como a operação é destinada ao Estado de Minas Gerais, a UF a ser informada no campo Estado é MG. Feitas as configurações necessárias, as notas de venda para fora do estado ficaram conforme a Figura abaixo: Figura 13: Venda de mercadoria para fora do Estado com destaque de ICMS ST.

13 Acima, temos os totais da nota fiscal. A totalização de seu item ficou da seguinte forma: Figura 14: Totalização do ICMS ST no item da nota de venda. A Figura 14 mostrou o destaque do ICMS ST na nota de venda para fora do Estado. Para que se chegasse ao valor destacado do tributo, o Sistema fez os mesmos cálculos que têm como base a MVA Ajustada. O exemplo para se chegar nesse cálculo está evidenciado no tópico Registro da Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE): Quando as operações de compras ou vendas de produtos são interestaduais, os valores referentes ao ICMS Substituição Tributária são recolhidos através da GNRE. Para que essa guias fiquem registradas no sistema, há uma rotina específica para esse registro. A mesma se encontra no seguinte caminho: Módulo Escrita Fiscal => B - Movimentações => G - GNRE:

14 Figura 15: GNRE. Selecionando a opção, o Sistema exibirá a seguinte rotina para inserção de dados: Nessa rotina, o período de recebimento da nota do Fornecedor deve ser informado para que o sistema possa encontrar a nota. Encontrada a nota, basta marcar os itens que têm ICMS ST. Feito isso, basta gravar o registro. Figura 16: Inclusão de Nota Fiscal na GNRE. Incluído os dados do documento fiscal, automaticamente o Sistema trará para a tela inicial, o valor do ICMS ST, conforme mostra a Figura abaixo:

15 Selecionada a nota fiscal, na tela inicial, o Sistema traz o código do produto, a ordem que ele está informado na nota, o número da nota, série e valor do ICMS ST do item. O Sistema totaliza automaticamente a GNRE. Figura 17: GNRE completa. Informados todos os documentos fiscais, basta selecionar a opção inserção da GNRE no Sistema. para finalizar a Para que os documentos fiscais que são acompanhados de GNRE apareçam para serem informados na rotina de cadastro de GNRE, no cadastro de Alíquotas de ICMS Substituição Tributária, a opção Estado não Signatário de Protocolo/Convênio (ICMS ST fora da NF e recolhido com GNRE) deve estar marcada (Informação mostrada no Tópico 2 dessa Nota Técnica). Caso não esteja marcado, os documentos não aparecerão para serem vinculados a GNRE. SIAGRI SISTEMAS DE GESTÃO Suporte ao Cliente (64) Skype: siagri_sistemas2

Versão 06/2012. Substituição Tributária

Versão 06/2012. Substituição Tributária Substituição Tributária 1 ÍNDICE 1. O que é a Substituição Tributária?... 3 1.1 Tipos de Substituição Tributária;... 3 1.2 Como é feito o Recolhimento da ST?... 3 1.3 Convênio e Aplicação... 3 1.4 Base

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos por Estado. Próximo >>

Fiscal Configurar Impostos por Estado. Próximo >> Fiscal Configurar Impostos por Estado Objetivo: Configurar a porcentagem de ICMS por Estado; Configurar a porcentagem de ICMS ST por Estado; Configurar a porcentagem de IPI por Estado. Configurar Impostos

Leia mais

ENTRADA DE NOTA FISCAL DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

ENTRADA DE NOTA FISCAL DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ENTRADA DE NOTA FISCAL DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS 1. Entendendo o Negócio: O Sistema Siagri Agribusiness já permitia a inclusão de notas fiscais de prestação de serviço com retenções de impostos, porém,

Leia mais

Ressarcimento de ICMS-ST

Ressarcimento de ICMS-ST Ressarcimento de ICMS-ST Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Planilha de Ressarcimento... 4 Relacionar Nota Fiscal de Entrada...

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais

Manual do Usuário. Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso Superintendência do Sistema de Administração Tributária Manual do Usuário Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO

Leia mais

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER Inicialmente, o mais importante O objetivo deste material é apresentar como deve-se proceder em todas as fases, o cadastramento de uma Nota de Importação no Controller. Este material abordará os tópicos

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Efetuadas diversas alterações no Cordilheira Escrita Fiscal com o objetivo de tratar a apuração do ICMS-ST, emissão de GNRE e geração da GIA-ST, bem

Leia mais

SINDCONT-SP SINDCONT-SP

SINDCONT-SP SINDCONT-SP Sindicato dos Contabilistas de São Paulo (Ex-Instituto Paulista de Contabilidade - Fundado em 1919) ÓRGÃO DE PROFISSÃO LIBERAL SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS DISPOSIÇÕES GERAIS CONCEITOS Lei Complementar

Leia mais

SUMÁRIO. Conteúdo. ICMS-ST... 4 MVAErro! Indicador não definido...4 GNRE...4

SUMÁRIO. Conteúdo. ICMS-ST... 4 MVAErro! Indicador não definido...4 GNRE...4 SUMÁRIO Conteúdo CONCEITO DE ICMS...1Erro! Indicador não definido. PRINCIPIOS QUE REGEM O ICMS... 2 BASE DE CALCULO DO ICMS... 2 ICMS Tabelas de Alíquotas nas Operações Interestaduais... 3 ICMS-ST... 4

Leia mais

Emissão de Notas Fiscais com Produtos ST. Manual desenvolvido para Célula de Materiais Equipe Avanço Informática

Emissão de Notas Fiscais com Produtos ST. Manual desenvolvido para Célula de Materiais Equipe Avanço Informática Emissão de Notas Fiscais com Produtos ST Manual desenvolvido para Célula de Materiais Equipe Avanço Informática 1 Abaixo mostraremos exemplos de Emissões de Notas Fiscais com Itens ST para dentro do Estado

Leia mais

SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE

SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE O arquivo digital do Sistema de Escrituração Fiscal (SEF) deve ser declarado pelos contribuintes inscritos no Cadastro de Contribuintes do Estado de Pernambuco CACEPE,

Leia mais

Manual de documento de arrecadação GNRE

Manual de documento de arrecadação GNRE Manual de documento de arrecadação GNRE Sumário 1. Códigos de receita ICMS... 3 1.1. Cadastro dos códigos de receita... 3 1.2. Consultando a tabela de códigos de receita ICMS... 4 2. Documento de arrecadação...

Leia mais

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe.

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. Após clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NF-e, o sistema irá exibir uma série de

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Manual para geração do SINTEGRA Março/ 2010

Manual para geração do SINTEGRA Março/ 2010 As instruções que se seguem referem-se a geração do arquivo SINTEGRA para a Radio Extra. É importante esta informação pois as exigibilidades do SINTEGRA variam de acordo com tributação estadual incidente

Leia mais

ICMS Emenda Constitucional 87/2015 Diferencial de Alíquotas/DIFAL

ICMS Emenda Constitucional 87/2015 Diferencial de Alíquotas/DIFAL ICMS Emenda Constitucional 87/2015 Diferencial de Alíquotas/DIFAL Em 16/04/2015 foi publicada a Emenda Constitucional (EC) nº 87/2015, com o objetivo de equiparar as operações de vendas interestaduais

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

Cadastro de um novo Tipo de Operação e Vinculação deste às Funções dos Tipos de Operações

Cadastro de um novo Tipo de Operação e Vinculação deste às Funções dos Tipos de Operações Cadastro de um novo Tipo de Operação e Vinculação deste às Funções dos Tipos de Operações O cadastro de TIPOS DE OPERAÇÃO é um dos mais importantes cadastros do Siagri Agribusiness. Ele é o principal,

Leia mais

É importante observar, que para o sistema calcular automaticamente a Substituição Tributária, você deve marcar a opção Lucro Real ou Presumido.

É importante observar, que para o sistema calcular automaticamente a Substituição Tributária, você deve marcar a opção Lucro Real ou Presumido. Dificuldade : (X) Fácil ( ) Médio ( ) Avançado - Página 1 de 6 O Sistema DataClarus tem os recursos necessários para criar uma nota interestadual, como por exemplo cadastro de Icms para os Estados, cadastro

Leia mais

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atividades Sujeitas ao Regime. Julho 2010. Apoio: Elaborado por:

Palestra. ICMS - Substituição Tributária - Atividades Sujeitas ao Regime. Julho 2010. Apoio: Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

TESTES DA APOSTILA DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PROF: ANTONIO SÉRGIO

TESTES DA APOSTILA DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PROF: ANTONIO SÉRGIO TESTES DA APOSTILA DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA PROF: ANTONIO SÉRGIO Obs: os exercícios devem ser feitos utilizando apenas a LEGISLAÇÃO AUXILIAR constante ao final desta apostila. Questão 1 - DEFINIÇÃO É

Leia mais

Manual do Módulo. MerchNotas

Manual do Módulo. MerchNotas Manual do Módulo MerchNotas Bento Gonçalves (RS), Agosto de 2010 Índice 1. Introdução... 4 2. Menu Entrada de Notas... 5 2.1. Entrada de Notas (F11)... 5 2.2. Entrada de Notas NFe (F12)... 8 2.3. Apuração

Leia mais

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS Apresentação As rotinas de Pedido de Compra do WinThor são utilizadas pelas empresas com objetivo de realizar: o pedido de compra baseado, ou não, em uma sugestão de compra, a cotação de compra entre fornecedores,

Leia mais

País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Antecipação Tributária Total (ICMS-ST) Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais versão 10 Data da publicação : 27/03/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TDVAQ2, TEAOAS, TENABK,

Leia mais

Entrada de Notas. Manual desenvolvido para Célula Materiais Equipe Avanço Informática

Entrada de Notas. Manual desenvolvido para Célula Materiais Equipe Avanço Informática Entrada de Notas Manual desenvolvido para Célula Materiais Equipe Avanço Informática 1 Índice Parametrização... 2 Criando os Diretórios... 2 Parametrização que influenciam a Entrada da Nota Fiscal... 3

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 1. OPERAÇÕES INTERNAS 1.1-BASE DE CÁLCULO - OPERAÇÃO INTERNA No RICMS/SP temos as hipóteses de definição da base de cálculo do ICMS-ST

Leia mais

G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS

G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS G N R E CONSIDERAÇÕES INICIAIS O Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais GNRE é um documento para operações de vendas que são feitas para fora do estado de produção do produto, sujeitas à substituição

Leia mais

AQUISIÇÕES INTERESTADUAIS INSTRUTORA: VALÉRIA PERES

AQUISIÇÕES INTERESTADUAIS INSTRUTORA: VALÉRIA PERES AQUISIÇÕES INTERESTADUAIS INSTRUTORA: VALÉRIA PERES 1 Entradas de mercadorias de outros Estados sujeitas ao regime da substituição tributária no Rio Grande do Sul ( ICMS ST pago na Entrada ) Procedimentos

Leia mais

Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA... 2

Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA... 2 Tutorial UltraPDV - GERAÇÃO DO ARQUIVO ELETRÔNICO DE NOTA FISCAL ULT-027-GERAÇÃO DO ARQUIVO ELETRÔNICO DE NOTA FISCAL Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA.... 2 1.1 - GERAR UMA

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais Fiscal Configurar Impostos Fiscais Objetivo Configurar todos os impostos que refletirão na Nota Fiscal de Saída. Pré- Requisitos As Taxas Tributárias dos Produtos devem ser devidamente cadastradas ( Fiscal

Leia mais

http://www.fazenda.gov.br/confaz/ escolha opção resolução Senado Federal 13/2012

http://www.fazenda.gov.br/confaz/ escolha opção resolução Senado Federal 13/2012 Prezado cliente, As constantes mudanças na legislação fiscal têm afetado muito as empresas, os sistemas e as empresas de contabilidade, que precisam estar preparadas para atender as obrigatoriedades legais.

Leia mais

Manual Prático do MerchSintegra

Manual Prático do MerchSintegra Manual Prático do MerchSintegra Bento Gonçalves Setembro de 2010 Índice 1. Introdução... 3 2. O MerchSintegra... 4 2.1. Configurador... 4 2.2. Inconsistências... 16 2.2.1. Gerar Nota Entrada... 16 2.2.2.

Leia mais

Como cadastrar um produto usando o Futura Server

Como cadastrar um produto usando o Futura Server Cadastro do Produto Como cadastrar um produto usando o Futura Server Aqui temos dicas importantes para cadastrar seu produto antes de realizar as suas movimentações. Com o Futura Server aberto, acesse

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e Kiron Sistema Nota Fiscal Eletrônica

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e Kiron Sistema Nota Fiscal Eletrônica MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e 2 Índice CADASTROS... 4 Cliente Fornecedor - Transportadora... 4 Unidade de Medida... 5 Produto... 7 NCM... 8 Artigos da Nota Fiscal... 10 Natureza de Operação - CFOP...

Leia mais

Aplicação da alíquota de 4% de ICMS nas operações. Dulcinéia L. D. Santos

Aplicação da alíquota de 4% de ICMS nas operações. Dulcinéia L. D. Santos Aplicação da alíquota de 4% de ICMS nas operações interestaduais t i Dulcinéia L. D. Santos TRIBUTAÇÃO DO ICMS NAS OPERAÇÕES INTERESTADUAIS ICMS nas operações interestaduais Alíquota do ICMS nas operações

Leia mais

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG 12/06/2014 Pergunte à CPA Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG Apresentação: Helen Mattenhauer Convênio e Protocolos CONVÊNIO: Constitui um acordo entre os Estados, cujo elaboração tem por

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA SIMULAÇÃO DE NOTAS FISCAL DE VENDA EM SÃO PAULO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA SIMULAÇÃO DE NOTAS FISCAL DE VENDA EM SÃO PAULO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA SIMULAÇÃO DE NOTAS FISCAL DE VENDA EM SÃO PAULO Como usar? Informe o Emissor, o Destinatário e os Estados Origem e Destino. Caso informe Despesas Acessórias elas serão rateadas

Leia mais

Contadores Associados S/S CRC/RS 3.361

Contadores Associados S/S CRC/RS 3.361 Circular Informativa Especial Assunto: Substituição Tributária do ICMS na Comercialização de Chás e Sucos De acordo com o Decreto (RS) 46.429, de 23/06/09 e Protocolo ICMS 18/09, a partir de 01/07/09,

Leia mais

O que é Substituição Tributária de ICMS e sua contabilização

O que é Substituição Tributária de ICMS e sua contabilização O que é Substituição Tributária de ICMS e sua contabilização Prof. Francisco F da Cunha 1 A substituição tributária do ICMS está atualmente prevista no Artigo 150, da Constituição Federal de 1988, que

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br PARÂMETROS DE LANÇAMENTOS PARAMETRIZAÅÇO PARA O MÉDULO LANÅAMENTOS NO SISTEMA ARQUIVO > LANÅAMENTOS > PARÑMETROS E CONFIGURAÅÖES PREENCHIMENTO DAS GUIAS: 1. GUIA IMPOSTOS: a) Contas relacionadas à apuração

Leia mais

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS atualizado em 21/10/2015 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO...5 1. PROGRAMA DE COMPUTADOR ( SOFTWARE ) NÃO PERSONALIZADO...7 1.1. Saída Interna...7 1.1.1. Isenção...7 1.1.2. Crédito Presumido...7 1.2. Saída Interestadual...8

Leia mais

O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo:

O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo: O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo: Não gere toda a movimentação de uma vez. O ideal e aconselhável

Leia mais

Esse é um tutorial que explica as funcionalidades da guia Cadastro na tela de compras do ces_adm. Descrição dos tópicos abaixo:

Esse é um tutorial que explica as funcionalidades da guia Cadastro na tela de compras do ces_adm. Descrição dos tópicos abaixo: Esse é um tutorial que explica as funcionalidades da guia Cadastro na tela de compras do ces_adm. Descrição dos tópicos abaixo: 1. Emissão: Determina o tipo da emissão da nota fiscal a ser cadastrada.

Leia mais

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada.

ANEXO 4.7. Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. ANEXO 4.7 Substituição Tributária nas Operações com Disco Fonográfico e Fita Virgem ou Gravada. Protocolo ICMS 19/1985 Alterações: Protocolo ICMS 09/1986, 10/1987, 53/91, 05/98, 07/2000, 12/06, 72/07,

Leia mais

Esclarecimentos. Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda

Esclarecimentos. Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda Esclarecimentos Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda Afim de sanar as dúvidas mais frequentes e possíveis diferenças de valores ou informações no relatório de Apuração de ICMS do sistema

Leia mais

INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT :

INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT : INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT : Importar tabela IBPT Através desta tela você pode importar a tabela Ibptax, fornecida pelo instituto brasileiro de planejamento tributário (IBPT). Esta tabela

Leia mais

<< Roteiro de Procedimentos >>

<< Roteiro de Procedimentos >> > As ferramentas apresentadas a seguir, permitirão aos usuários do sistema Avance Retguarda, a partir da versão 8.4, o lançamento e manutenção de todas as informações necessárias

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais Superintendência de Tributação Diretoria de Orientação e Legislação Tributária

Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais Superintendência de Tributação Diretoria de Orientação e Legislação Tributária (*) Orientação Tributária DOLT/SUTRI Nº 001/2009 Novas regras do Simples Nacional - Implicações no âmbito estadual Vigência: 1º/01/2009 A Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008, modificou a

Leia mais

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS. (atualizado até 28.04.2015)

INFORMÁTICA PRODUTOS E PROGRAMAS. (atualizado até 28.04.2015) (atualizado até 28.04.2015) ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1. PROGRAMA DE COMPUTADOR ( SOFTWARE ) NÃO PERSONALIZADO... 4 1.1. SAÍDA INTERNA... 4 1.1.1. Isenção... 4 1.1.2. Crédito Presumido... 4 1.2. SAÍDA INTERESTADUAL...

Leia mais

OBS: Para auxílo na configuração de impostos e quais CFOPs(operações fiscais) usar, sempre consultar informações com o contador da empresa.

OBS: Para auxílo na configuração de impostos e quais CFOPs(operações fiscais) usar, sempre consultar informações com o contador da empresa. Como fazer uma NFe de Importação? A NFe de importação tem algumas particularidades. Resumidamente O fornecedor final precisa estar localizado em uma cidade do Exterior; Tem algumas diferenciações nos impostos

Leia mais

PROGRAMA ICMS ANTECIPADO ESPECIAL COM GLOSA DE CRÉDITO. 1. O que é o Programa de ICMS ANTECIPADO GLOSA DE CRÉDITO?

PROGRAMA ICMS ANTECIPADO ESPECIAL COM GLOSA DE CRÉDITO. 1. O que é o Programa de ICMS ANTECIPADO GLOSA DE CRÉDITO? PROGRAMA ICMS ANTECIPADO ESPECIAL COM GLOSA DE CRÉDITO PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. O que é o Programa de ICMS ANTECIPADO GLOSA DE CRÉDITO? R= É a cobrança do ICMS de mercadorias sujeitas à exclusão de crédito

Leia mais

Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES

Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES Guia de Primeiros Passos - MOVIMENTAÇÕES Este documento tem o objetivo principal de iniciar você de forma rápida e simples no sistema.aprog., configurando as funcionalidades a sua realidade. A série Primeiros

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP 1. Certificado Digital - Antes de mais nada você precisa possuir um certificado digital

Leia mais

Evento Especial Antecipação Tributária Art. 426 A do RICMS. Apresentação: Fernanda Silva Samyr H. M. Qbar

Evento Especial Antecipação Tributária Art. 426 A do RICMS. Apresentação: Fernanda Silva Samyr H. M. Qbar Evento Especial Antecipação Tributária Art. 426 A do RICMS Apresentação: Fernanda Silva Samyr H. M. Qbar 24/09/2014 Substituição Tributária A substituição tributária do ICMS é um regime jurídico em que

Leia mais

Sistema de Notas Fiscais de Saída e Outros Documentos Antigo NFI/CENF

Sistema de Notas Fiscais de Saída e Outros Documentos Antigo NFI/CENF Sistema de Notas Fiscais de Saída e Outros Documentos Antigo NFI/CENF Compete ao destinatário mato-grossense, ao receber mercadoria oriunda de outra Unidade Federada, em operações realizadas ao abrigo

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

REMESSA PARA INDUSTRIALIZAÇÃO. (atualizado até 25/02/2014)

REMESSA PARA INDUSTRIALIZAÇÃO. (atualizado até 25/02/2014) REMESSA PARA INDUSTRIALIZAÇÃO (atualizado até 25/02/2014) 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA...5 2.1. Saída Interna...5 2.2. Saída Interestadual...5 3. PROCEDIMENTOS...5 3.1. Remessa pelo

Leia mais

ARRENDAMENTO MERCANTIL OU LEASING. (atualizado até 17/01/2014)

ARRENDAMENTO MERCANTIL OU LEASING. (atualizado até 17/01/2014) ARRENDAMENTO MERCANTIL OU LEASING (atualizado até 17/01/2014) 2 ÍNDICE 1. CONCEITOS...4 1.1. Arrendamento Mercantil ou Leasing...4 1.2. Arrendador...4 1.3. Arrendatário...4 2. SISTEMA DE TRIBUTAÇÃO...5

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Estoque...2 Controlando a Garantia - Honda Motocicletas...2 Controlando a Boutique...6 Entrada de Peças no Estoque...7 Entrada de Mercadorias...7 Importação do Faturamento

Leia mais

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 8.2C-07 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX SUMÁRIO 1 ICMS 1.1 CONTRIBUINTE 1.2 FATO GERADOR DO IMPOSTO 1.3 BASE DE CÁLCULO DO IMPOSTO 1.4 REDUÇÃO DA BASE DE CÁLCULO 1.5 CARTA DE CORREÇÃO 1.6 CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

PER/DCOMP, SINCO e SVA GUIA DE EXPORTAÇÃO E VALIDAÇÃO

PER/DCOMP, SINCO e SVA GUIA DE EXPORTAÇÃO E VALIDAÇÃO PER/DCOMP, SINCO e SVA GUIA DE EXPORTAÇÃO E VALIDAÇÃO O programa PER/DCOMP tem por finalidade permitir ao contribuinte o preenchimento, validação do conteúdo e gravação do Pedido de Restituição, Ressarcimento

Leia mais

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE

ALTERAÇÕES: Decreto nº 20.407/04, Decreto nº 20.914/04 RESPONSABILIDADE Anexos 4.0 Substituição Tributária Anexos 4.2 Substituição Tributária das Operações com Água Mineral, Água Potável, Cerveja, Chope, Gelo e Refrigerante. Protocolo ICMS 11/1991 Alterações: Protocolo ICMS

Leia mais

!!!!!!!!!! NF-e. Manual do Usuário

!!!!!!!!!! NF-e. Manual do Usuário NF-e Manual do Usuário ÍNDICE CADASTROS NECESSÁRIOS PARA EMISSÃO DE NFE... 3 CADASTRO DE PRODUTOS... 3 CFOP... 5 PERFIL TRIBUTÁRIO... 7 CADASTRO DE CLIENTES... 9 CADASTRO DE FORNECEDOR... 10 CADASTRO DE

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Í n d i c e Julho, 2010 Introdução... 2 1. Acerto dos cadastros de Clientes e de Produtos... 4 1.1. Cadastros Básicos - Cadastro de Clientes... 4 1.2. Cadastros Básicos Cadastro

Leia mais

Gerenciamento de importação

Gerenciamento de importação Sumário Apresentação... 2 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Realizar Cadastros... 4 3. Gerenciar Importação com Controle de Embarque... 18 Etapa 1 Fazer o pedido de compra máster... 19 Etapa 2 Controle

Leia mais

SIGLA IMPOSTOS DE NOTAS FISCAIS ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS E COFINS

SIGLA IMPOSTOS DE NOTAS FISCAIS ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS E COFINS 1 SIGLA IMPOSTOS DE NOTAS FISCAIS ICMS, ICMS-ST, IPI, PIS E COFINS 2 INTRODUÇÃO Todas as Notas Fiscais geradas pelo sistema, estão amarradas com duas variáveis que vão determinar o cálculo do ICMS, ICMS-ST,

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.04.00. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.04.00 do dia 02/05/2012:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.04.00. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.04.00 do dia 02/05/2012: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.04.00 Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.04.00 do dia 02/05/2012: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

AOB SOFTWARE INFORMATICA LTDA

AOB SOFTWARE INFORMATICA LTDA 2 Tabela de Conteúdo Compras 3 Lançando N.F Simples Nacional 3 1 Preenchendo... o cabeçalho 5 2 Preenchendo... o Produto 6 3 Lançamento... de Impostos 7 4 Confirmando... o Lançamento NF 8 Lançando N.F

Leia mais

CADASTRO GERAL ( CLIENTES E FORNECEDORES)

CADASTRO GERAL ( CLIENTES E FORNECEDORES) CADASTRO GERAL ( CLIENTES E FORNECEDORES) CADASTRO DE PRODUTOS (Valores, preós de venda, tipos (especiais, varejo atacado) ESTOQUE, etc) FATURAMENTO Para inclusão de pgto, faturamento, e impressão de NF

Leia mais

TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS. Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013

TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS. Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013 1 P a g e TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013 Author(s) Via Express Informática LTDA. Carlos Belgine Analista de Suporte 2 P a g e OBJETIVO O

Leia mais

Como Cadastrar Crédito ICMS Simples Nacional? - FS45

Como Cadastrar Crédito ICMS Simples Nacional? - FS45 Como Cadastrar Situação Tributária? - FS41 Caminho: Cadastros>Fiscal>Substituição Tributaria Referência: FS41 Versão: 2015.5.4 Como Funciona: A tela de Situação Tributária contém os códigos e as descrições

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital Página 1 de 15 Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital O cadastro de produtos permite organizar as informações relativas a produtos e serviços, como grupo, marca, peso, unidades e outros, que

Leia mais

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e.

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. GESTÃO LOGÍSTICA Emissão de CT-e Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. SUMÁRIO EMISSÃO DE CT-E... 3 Pré-Requisitos... 3 Emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico... 4 Emissão

Leia mais

Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA

Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA Quando vou transmitir o arquivo o sistema me pede nome de usuário e senha. O que fazer? Você esta tentando transmitir o arquivo no formato TXT.

Leia mais

EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL

EXEMPLO DE EMISSÃO DA NOTA FISCAL GOVERNO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE ANÁLISE DA RECEITA PÚBLICA GERÊNCIA DE RECUPERAÇÃO DA RECEITA PÚBLICA DECRETO nº 2334/2010 de 18 de janeiro de 2010, Procedimentos

Leia mais

Manual dos procedimentos de Cálculo do ICMS Substituição Tributária pela WEB

Manual dos procedimentos de Cálculo do ICMS Substituição Tributária pela WEB Manual dos procedimentos de Cálculo do ICMS Substituição Tributária pela WEB Versão 1.0 Considerações preliminares Estaremos iniciando a fase de homologação (teste) nos Postos Fiscais Porto XV de novembro

Leia mais

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO

DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO DIFERENCIAL DE ALÍQUOTAS E ANTECIPAÇÃO DO IMPOSTO Agosto de 2015 Palestra DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA NA AQUISIÇÃO DE MERCADORIAS INTRERESTADUAIS Tributação do ICMS nas entradas de outra Unidade da Federação

Leia mais

: 26/11/2014 Data da revisão : 10/12/14. Banco(s) de Dados

: 26/11/2014 Data da revisão : 10/12/14. Banco(s) de Dados Geração do Arquivo Digital da GIA-MS Produto : Totvs 12 Chamado : TQY767 Data da criação : 26/11/2014 Data da revisão : 10/12/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Progress/Oracle/SQL Importante Desenvolvimento

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS CONSIGNAÇÃO MERCANTIL Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 Consignação Mercantil é a operação entre duas empresas

Leia mais

Nota Fiscal. -Como cadastrar, configurar e emitir

Nota Fiscal. -Como cadastrar, configurar e emitir Nota Fiscal -Como cadastrar, configurar e emitir Informe o CFOP na nota CFOP = CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES ENTRADA São códigos numéricos que identificam uma nota fiscal 1.000 ENTRADA E/OU AQUISIÇÕES

Leia mais

SEFAZ-MA. São Luís-Ma. 2.008

SEFAZ-MA. São Luís-Ma. 2.008 SEFAZ-MA SIISTEMA DE NOTA FIISCAL AVULSA NFA MANUAL PARA O AGENTE FIISCAL São Luís-Ma. 2.008 1 INTRODUÇÃO A Nota Fiscal Avulsa foi criada para substituir a Nota Fiscal Avulsa emitida através do Siat. Ela

Leia mais

+ - EFICIÊNCIA DESPERDÍCIO. Manual do Usuário LM PDV NFC-e LITE

+ - EFICIÊNCIA DESPERDÍCIO. Manual do Usuário LM PDV NFC-e LITE + - EFICIÊNCIA DESPERDÍCIO Manual do Usuário LM PDV NFC-e LITE De acordo com a Resol. 720/2014 Índice Capítulo I LM Gerenciador PDV NFC-E 1 - Executando o LM Gerenciador PDV NFC-E 2 Cadastros Capítulo

Leia mais

20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO

20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO Treinamento atualizado com base na legislação vigente em: 20/09/2012 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ICMS -VINHO JP CONTÁBIL S/S LTDA AGOSTO/2012 Conceituação Consiste na alteração do momento do fato gerador,

Leia mais

Novas funcionalidades do Gerenciador Contábil

Novas funcionalidades do Gerenciador Contábil 1 Novas funcionalidades do Gerenciador Contábil Na versão 7.0.2.102, as seguintes opções foram implementadas no sistema: Integração das Contas a Pagar/Receber com a Contabilidade; Integração das Notas

Leia mais

CIRCULAÇÃO DA MERCADORIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO INTERESTADUAL E INTERMUNICIPAL SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO POR ATO ONEROSO

CIRCULAÇÃO DA MERCADORIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO INTERESTADUAL E INTERMUNICIPAL SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO POR ATO ONEROSO MUDANÇAS DO ICMS CIRCULAÇÃO DA MERCADORIA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO INTERESTADUAL E INTERMUNICIPAL SERVIÇO DE COMUNICAÇÃO POR ATO ONEROSO Artigo 9º - Contribuinte do imposto é qualquer pessoa, natural ou jurídica,

Leia mais

Palestra. ICMS/SP Substituição Tributária Regime Especial Distribuidor. Apoio: Elaborado por: Giuliano Kessamiguiemon Gioia

Palestra. ICMS/SP Substituição Tributária Regime Especial Distribuidor. Apoio: Elaborado por: Giuliano Kessamiguiemon Gioia Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário

Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM) Sumário Como utilizar o cadastro de Tributos de Mercadorias (NCM)... 1 O que é o cadastro de Tributos de Mercadorias?... 2 O que é Tributação Padrão?...

Leia mais

Workshop DIFAL Pontos Polêmicos: Simples Nacional, Substituição Tributária e Operações Especiais 02/02/2016. Com Eliezer Pinheiro e Paulo Almada

Workshop DIFAL Pontos Polêmicos: Simples Nacional, Substituição Tributária e Operações Especiais 02/02/2016. Com Eliezer Pinheiro e Paulo Almada Workshop DIFAL Pontos Polêmicos: Simples Nacional, Substituição Tributária e Operações Especiais 02/02/2016 Com Eliezer Pinheiro e Paulo Almada DIFAL Tempos difíceis Turbulências DIFAL O que isso?!!

Leia mais

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda

Megasale NFe. 2013 Aob Software Informatica ltda 2 Tabela de Conteúdo Nota Fiscal Eletrônica 3 1 Tela de... Acesso 4 Digitalizando o Pedido 4 1 Preenchendo... o Item 6 2 Recebimento... A Vista 7 3 Recebimento... A Prazo 7 Gerando Proposta Comercial Emissão

Leia mais

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO

EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO EMISSÃO DE NOTAS FISCAIS VENDA FORA DO ESTABELECIMENTO Cortesia: FARO CONTÁBIL (www.farocontabil.com.br) Autor: Roberto Ferreira de Freitas Data: 21/07/2006 A venda fora do estabelecimento deve ser realizada

Leia mais

Atualização do Master Shop versão 8.2015.12.18

Atualização do Master Shop versão 8.2015.12.18 Atualização do Master Shop versão 8.2015.12.18 Master Shop Versão 8.2015.12.18 As mudanças contidas nesta atualização de versão do Master Shop visam, principalmente, aos Lojistas que realizam Vendas Interestaduais

Leia mais

Manual para Transportadoras

Manual para Transportadoras Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Compras... 4 5 Acessando o Pedido... 5 6 Digitando o Espelho de Nota Fiscal... 7 6.1

Leia mais