Distribuição Urbana de Food Service. Francisco Moura, ABIAF

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Distribuição Urbana de Food Service. Francisco Moura, ABIAF"

Transcrição

1 Distribuição Urbana de Food Service Francisco Moura, ABIAF

2 Agenda O Mercado de Food Service e segmentos Como as cadeias de suprimentos estão organizadas EUA e Brasil O Operador Logístico de FS dificuldades, desafios, riscos Oportunidades de negócios no FS Empresas de logística frigorificada Perguntas

3 O Mercado FS Food Service: alimentação realizada fora do lar; Mercado cresce a taxas superiores ao varejo e indústria de alimentos; Potencial de crescimento continua alto - % de refeições fora do lar no Brasil é substancialmente menor que nos EUA; Setor menos concentrado do que varejo e indústria; Grandes players internacionais e nacionais;

4 Segmentos do FS Alta Gastronomia Casual Dining Fast & Food Cafeterias Refeições para coletividades Hotéis, motéis Lojas de conveniência Bares Outros (padarias, pizzarias, etc.)

5 Cadeias de Suprimentos - EUA Restaurantes individuais Cadeias de restaurantes

6 Cadeias de Suprimentos - Brasil Restaurantes individuais Operadores Logísticos FS Cadeias de restaurantes

7 O papel das empresas de armazenagem frigorificada - EUA Armazenam Estoques Estratégicos ou Realizam operações de movimentação e armazenagem, contratadas pela indústria, para atender distribuidores FS

8 O que o Mercado demanda dos operadores logísticos FS Inventário próprio; importação (Radar); expertise tributária; Distribuição em veículos 3 temperaturas; entregas com horário marcado; rotas fixas; motoristas e ajudantes uniformizados; Armazenagem em 3T (congelados, resfriados, secos); fracionamento de produtos; Alto giro de estoque; forte expertise em planejamento de suprimentos; Padrões elevados de performance operacional OTIF e cadeia de frio; Atendimento ao cliente intenso : tomada de pedidos via internet; processo de gestão de reclamações estruturado; aviso antecipado de ocorrências / problemas na operação;

9 Operador Logístico p/ FS Trabalha com contratos de médio e longo prazo com clientes; Não considera real estate e transporte próprios como fatores essenciais foco está na inteligência da distribuição, TI, planejamento logístico; Terceiriza facilmente os estoques estratégicos; Empresas de logística frigorificada são consideradas como parceiros e fornecedores; CD s localizam-se geralmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Região Nordeste; CD s são projetados p/ alto giro, muitos sku s, picking intenso, fracionamento de caixas, e 3 temperaturas;

10 Oportunidades de negócios Operação p/ segmento de Refeições p/ Coletividades, cuja operação não é totalmente aderente ao segmentos de fast food e casual dining (mais similar às operações de indústria); Armazenagem de estoques estratégicos (sazonais, importados, etc.) p/ operadores logísticos FS ou operadores FS; Prestação de serviços p/ operadores logísticos FS negócio tradicional; Locação de espaços Movimentação e armazenagem Transportes (coletas e/ou distribuição)

11 Desafios em Operar Realizar a operação logística para FS requer: expertise forte em distribuição física, picking, fracionamento de produtos, operações intensivas em M.O., TI; Infra-estrutura para suportar operações de alto giro: antecâmara ampla, elevado número de docas, estruturas portapaletes; Armazéns 3 temperaturas: câmaras p/ congelados e resfriados; armazém seco; Gestão especializada e com know how específico em food service; Necessidade de boa precificação, alta produtividade e eficiência p/ que as margens sejam aceitáveis; Análise de margem x riscos FS x Armazenagem Geral;

12 Resumo final FS é um mercado pequeno quando comparado com indústria e varejo, porém cresce a taxas maiores; Alta complexidade e especificidade; Deve-se entender os diferentes segmentos; Em mercados maduros, as empresas de armazenagem frigorificada são fornecedores dos operadores FS; tendência no Brasil é de especialização; Há diversas oportunidades para as empresas de logística frigorificada, mas operar é um grande desafio e apresenta riscos relevantes;

13 Perguntas?

UM MERCADO EM CRESCIMENTO CONHEÇA AS OPORTUNIDADES E COMO PARTICIPAR

UM MERCADO EM CRESCIMENTO CONHEÇA AS OPORTUNIDADES E COMO PARTICIPAR FOOD SERVICE UM MERCADO EM CRESCIMENTO CONHEÇA AS OPORTUNIDADES E COMO PARTICIPAR I-INTRODUÇÃO AO MERCADO DE FOOD SERVICE INTRODUÇÃO Mercado que envolve toda a cadeia de produção e distribuição de alimentos,

Leia mais

Atendimento ao canal de Hotéis e Restaurantes

Atendimento ao canal de Hotéis e Restaurantes Atendimento ao canal de Hotéis e Restaurantes AGENDA - MERCADO DE FOOD SERVICE - MODELO ABASTECIMENTO ATUAL E ENTENDIMENTO CADEIA DE ABASTECIMENTO - MODELO PROPOSTO - PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO MODELO -

Leia mais

Apresentação do Case. Inteligência de Negócios na Multi Distribuidora

Apresentação do Case. Inteligência de Negócios na Multi Distribuidora Apresentação do Case Inteligência de Negócios na Multi Distribuidora A Multi Distribuidora teve início em 1989 em Caruaru, com o nome Bonanza Atacado e, em 1995, passou a se chamar Multi Distribuidora

Leia mais

Logística no VTI MÉXICO

Logística no VTI MÉXICO Logística no Infra-estrutura precária e transportes, processos manuais e uso de tecnologias avançadas na gestão de CDs compõem o cenário logístico mexicano. Empresas como Oxxo, Alsea/DIA e H-E-B se destacam

Leia mais

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA EMPRESA A WZ É UMA EMPRESA de consultoria em logística formada por profissionais com ampla experiência de mercado e oriundos de empresas dos setores varejista, atacadista, distribuidores e industrias.

Leia mais

Grupo CARGO. Um jeito inteligente de fazer logística.

Grupo CARGO. Um jeito inteligente de fazer logística. Grupo CARGO Um jeito inteligente de fazer logística. Empresas do Grupo Cargo Iniciou suas atividades em 1.980 em Córdoba Argentina, prestando serviço no segmento de Transporte Nacional e Internacional.

Leia mais

O FOMENTO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE CRICIÚMA PELA LOGÍSTICA

O FOMENTO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE CRICIÚMA PELA LOGÍSTICA O FOMENTO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE CRICIÚMA PELA LOGÍSTICA Como obter mais resultados com menos despesas Thomas Burger - Arquiteto Burger Arquitetos Arquitetura e Gerenciamento de Projetos Porto Alegre

Leia mais

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF 02.387.241/0001-60 NIRE 41.3.00019886 Companhia Aberta FATO RELEVANTE

ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF 02.387.241/0001-60 NIRE 41.3.00019886 Companhia Aberta FATO RELEVANTE ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF 02.387.241/0001-60 NIRE 41.3.00019886 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. ( ALL ) vem a público informar que: (i) criou uma controlada

Leia mais

Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade

Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade Consultoria e Assessoria em Serviços de Alimentação para uma prática de qualidade Rochele de Quadros Rodrigues Nutricionista e Especialista em Qualidade de Alimentos Mestranda em Ciência e Tecnologia de

Leia mais

Food Service. como restaurante, rotisserie, comprada no local ou entregue em casa.

Food Service. como restaurante, rotisserie, comprada no local ou entregue em casa. Food Service Food Service é o mercado que envolve toda a cadeia de produção e distribuição de alimentos, insumos, equipamentos e serviços, orientado a atender os estabelecimentos que preparam e fornecem

Leia mais

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos

Importância da Logística. O lugar da Logística nas Empresas. Custos Logísticos são significativos IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA Importância da Logística O lugar da Logística nas Empresas A logística diz respeito à criação de valor; O valor em logística é expresso em termos de tempo e lugar. Produtos e serviços

Leia mais

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes.

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. EMPRESA CRIADA EM 2007, a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. Além de fazer um diagnóstico e sugerir recomendações, a WZ acredita

Leia mais

Plataforma Logística Multimodal Projeto Santa Maria - RS

Plataforma Logística Multimodal Projeto Santa Maria - RS Projeto Santa Maria - RS 2011 Fornecedor Fábrica Cliente Logística de Abastecimento sistema transporte etc Logística Interna PCP estoques etc Logística de Distribuição sistema transporte etc Logística

Leia mais

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Pós-Graduação Latu-Sensu em Gestão Integrada da Logística Disciplina: TI aplicado à Logística Professor: Mauricio Pimentel Alunos: RA Guilherme Fargnolli

Leia mais

Logistica e Distribuição

Logistica e Distribuição Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística e Distribuição Armazenagem e Movimentação Primárias Apoio 1 2 A armazenagem corresponde a atividades de estocagem ordenada e a distribuição

Leia mais

ADM 250 capítulo 13 - Slack, Chambers e Johnston

ADM 250 capítulo 13 - Slack, Chambers e Johnston ADM 250 capítulo 13 - Slack, Chambers e Johnston 20030917 Adm250 Administração da Produção 1 Planejamento e Controle Recursos de entrada a serem transformados Materiais Informação Consumidores AMBIENTE

Leia mais

Aposta certa. Ao abrirem sua primeira loja

Aposta certa. Ao abrirem sua primeira loja Divulgação Aposta certa Ao encarar o desafio de atender a um cliente que não tinha ainda aberto sua primeira loja no país, a Luft Food Service fez uma aposta num projeto que, após apenas três anos, cumpriu

Leia mais

Engenharia de Vendas Online

Engenharia de Vendas Online ECOMMERCE SCHOOL Fundada em junho de 2007, com o objetivo de ser um centro voltado para o desenvolvimento de profissionais de Internet, reunindo parcerias com escolas de excelência e importantes centros

Leia mais

O Nordeste mais perto de você. Divisão Logística CDEX_4

O Nordeste mais perto de você. Divisão Logística CDEX_4 O Nordeste mais perto de você Divisão Logística CDEX_4 A INTERMARÍTIMA A Intermarítima está em atividade desde 1986. Atua com Operação Portuária (portos de Salvador, Aratu e Ilhéus) e Logística (Importação,

Leia mais

Fotos: Luciano Amarante - Agência Imagem

Fotos: Luciano Amarante - Agência Imagem Fotos: Luciano Amarante - Agência Imagem Mercado quente Um dos principais prestadores de serviços logísticos para o setor de food service no Brasil, a Martin Brower vê ainda muito potencial para crescer,

Leia mais

Projeto de Armazéns. Ricardo A. Cassel. Projeto de Armazéns

Projeto de Armazéns. Ricardo A. Cassel. Projeto de Armazéns Ricardo A. Cassel FRANCIS, R.; McGINNIS, L.; WHITE, J. Facility Layout and Location: an analytical approach. New Jersey: Prentice Hall, 2ed., 1992. BANZATTO, E.; FONSECA, L.R.P.. São Paulo: IMAN, 2008

Leia mais

OPERADORES LOGÍSTICOS. Realidade, Perspectivas e Expectativas no Brasil!

OPERADORES LOGÍSTICOS. Realidade, Perspectivas e Expectativas no Brasil! OPERADORES LOGÍSTICOS Realidade, Perspectivas e Expectativas no Brasil! OPERADOR LOGÍSTICO PROVEDOR DE SERVIÇOS LOGÍSTICOS TERCEIRIZADOS QUE, COM BASE EM CONTRATO, ATENDE A VÁRIAS OU TODAS AS NECESSIDADES

Leia mais

20 de dezembro de 2010. Perguntas e Respostas

20 de dezembro de 2010. Perguntas e Respostas Perguntas e Respostas Índice 1. Qual é a participação de mercado da ALL no mercado de contêineres? Quantos contêineres ela transporta por ano?... 4 2. Transportar por ferrovia não é mais barato do que

Leia mais

Brado Logística e Incorporação Standard. Atualização - 20 de dezembro de 2010

Brado Logística e Incorporação Standard. Atualização - 20 de dezembro de 2010 Ressalvas Este Documento é destinado aos acionistas da ALL América Latina Logística S.A. e tem por objetivo apresentar os mesmos fatos e eventos descritos no Fato Relevante divulgado no dia 20 de dezembro

Leia mais

21 Centrais de Distribuição 90 milhões de km com 383 mil m² de área. 14,6 milhões de 2000 veículos. 7.147 colaboradores

21 Centrais de Distribuição 90 milhões de km com 383 mil m² de área. 14,6 milhões de 2000 veículos. 7.147 colaboradores Cadeia do frio: a experiência do setor varejista de alimentos 11 de dezembro de 2012 COMO ESTAMOS INSERIDOS HOJE NO VAREJO 21 Centrais de Distribuição 90 milhões de km com 383 mil m² de área percorridos

Leia mais

estratégias operações

estratégias operações MERCADO FERRAMENTA NECESSIDADE O que é LOGÍSTICA? estratégias Fator de Diferenciação Competitiva Fator de Tomada de Decisão operações Busca pela Excelência na Gestão O que buscamos? EXCELÊNCIA LOGÍSTICA

Leia mais

Projeto TRANSFORMAR. No Contexto Varejo há que se trocar a turbina durante o voo, logo:

Projeto TRANSFORMAR. No Contexto Varejo há que se trocar a turbina durante o voo, logo: 1 Projeto TRANSFORMAR Levando em consideração que as PERDAS podem ser provenientes de diversas fontes, sejam elas OPERACIONAIS, OBSOLESCÊNCIA, FURTO ou INCONSISTÊNCIA DE DADOS, o Supermercados Russi adotou

Leia mais

Armazenagem & Automação de Instalações. Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins

Armazenagem & Automação de Instalações. Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins Armazenagem & Automação de Instalações Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário - Armazenagem Estratégica - Automação na Armazenagem 2 Armazenagem -

Leia mais

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO CAFÉ DA MANHÃ 30/04/2014 AGENDA 1. Leroy Merlin Brasil: uma empresa em crescimento 2. A estruturação do Supply Chain Ø

Leia mais

DEFINIÇÕES COUNCIL SCM

DEFINIÇÕES COUNCIL SCM ADM DE MATERIAIS DEFINIÇÕES COUNCIL SCM Logística empresarial é a parte do Supply Chain Management que planeja, implementa e controla o eficiente e efetivo fluxo direto e reverso, a estocagem de bens,

Leia mais

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade II MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade II MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Preço em varejo Preço Uma das variáveis mais impactantes em: Competitividade; Volume de vendas; Margens e Lucro; Muitas vezes é o mote

Leia mais

PROF. LÍVIO GIOSA PRESIDENTE DO CENAM CENTRO NACIONAL DE MODERNIZAÇÃO EMPRESARIAL (OUTUBRO/ 2010)

PROF. LÍVIO GIOSA PRESIDENTE DO CENAM CENTRO NACIONAL DE MODERNIZAÇÃO EMPRESARIAL (OUTUBRO/ 2010) PROF. LÍVIO GIOSA PRESIDENTE DO CENAM CENTRO NACIONAL DE MODERNIZAÇÃO EMPRESARIAL (OUTUBRO/ 2010) METODOLOGIA DA PESQUISA PESQUISA QUANTITATIVA POR AMOSTRAGEM. PROTEÇÃO E PRESERVAÇÃO DO SIGILO Dados para

Leia mais

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS Esta seção apresenta alguns dos problemas da gestão da cadeia de suprimentos discutidos em mais detalhes nos próximos capítulos. Estes problemas

Leia mais

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. A Rio Quality existe com o objetivo de proporcionar a total satisfação dos clientes e contribuir para o sucesso de todos. Essa integração se dá através do investimento

Leia mais

Custos Logísticos. Não basta somente realizar tarefas, é preciso ser assertivo.

Custos Logísticos. Não basta somente realizar tarefas, é preciso ser assertivo. É todo custo gerado por operações logística em uma empresa, visando atender as necessidades dos clientes de qualidade custo e principalmente prazo. Não basta somente realizar tarefas, é preciso ser assertivo.

Leia mais

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro 2015 Mauricio Salvador Presidente AGRADECIMENTOS! A ABComm agradece o apoio dos mantenedores 2015 METODOLOGIA Foram coletados 451 questionários válidos no campo

Leia mais

A OPERAÇÃO DE CROSS-DOCKING

A OPERAÇÃO DE CROSS-DOCKING A OPERAÇÃO DE CROSS-DOCKING Fábio Barroso Introdução O atual ambiente de negócios exige operações logísticas mais rápidas e de menor custo, capazes de suportar estratégias de marketing, gerenciar redes

Leia mais

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega.

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega. A Way Data Solution se especializou em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para criar um sistema inovador de logística e monitoramento de temperatura/ umidade, através do qual empresas poderão

Leia mais

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente.

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Logística Integrada Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Ballou (1993) Fonte: BALLOU, R. H. Logística Empresarial.

Leia mais

Mobilizações especiais para sua encomenda chegar na hora certa.

Mobilizações especiais para sua encomenda chegar na hora certa. Mobilizações especiais para sua encomenda chegar na hora certa. NOSSA EMPRESA Desde 1992, SKY CARGO BRASIL LOGÍSTICA é uma empresa de consultoria totalmente dedicada em Logística e Armazenamento que oferece

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SUPRIMENTOS GESTÃO

ADMINISTRAÇÃO DE SUPRIMENTOS GESTÃO GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS DEFINIÇÃO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS (SUPLLY CHAIN) São os processos que envolvem fornecedores-clientes e ligam empresas desde a fonte inicial de matéria-prima até o ponto

Leia mais

Logística Agroindustrial Canais de suprimentos e distribuição. Prof. Paulo Medeiros

Logística Agroindustrial Canais de suprimentos e distribuição. Prof. Paulo Medeiros Logística Agroindustrial Canais de suprimentos e distribuição Prof. Paulo Medeiros Canais de suprimento e distribuição Podemos dividir as operações logísticas de uma empresa em três áreas: Suprimentos;

Leia mais

Guilherme Augusto Vieira,MV,MSc

Guilherme Augusto Vieira,MV,MSc Guilherme Augusto Vieira,MV,MSc Doutorando História das Ciências UFBA,UEFS ABA QUALYAGRO PEC NORDESTE 2013 Guilherme Augusto Vieira gavet@uol.com.br Agronegócio Contexto Pessoal Início trabalhos com Agronegócio

Leia mais

Saudabilidade no Food Service. Tendências

Saudabilidade no Food Service. Tendências Saudabilidade no Food Service Tendências Introdução ao Mercado de Food Service Introdução Mercado que envolve toda a cadeia de produção e distribuição de alimentos, bebidas, insumos, equipamentos e serviços

Leia mais

Vantagens competitivas e estratégicas no uso de operadores logísticos. Prof. Paulo Medeiros

Vantagens competitivas e estratégicas no uso de operadores logísticos. Prof. Paulo Medeiros Vantagens competitivas e estratégicas no uso de operadores logísticos Prof. Paulo Medeiros Introdução nos EUA surgiram 100 novos operadores logísticos entre 1990 e 1995. O mercado para estas empresas que

Leia mais

RANKING ABAD NIELSEN 2015 BASE 2014

RANKING ABAD NIELSEN 2015 BASE 2014 RANKING ABAD NIELSEN 2015 BASE 2014 Abril, 2015 AGENDA Um resumo das Mudanças no Mercado Brasileiro em 2014 O Setor Atacadista-distribuidor neste contexto O processo de interiorização do consumo e o reflexo

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação Gestão da Tecnologia da Informação A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores

Leia mais

PRIVILEGIADO E CONFIDENCIAL - NÃO COPIAR

PRIVILEGIADO E CONFIDENCIAL - NÃO COPIAR BRASIL LOGÍSTICA MUNDO SOLUÇÕES PRIVILEGIADO E CONFIDENCIAL - NÃO COPIAR FedEx Movimenta 10,5 milhões de Pacotes (vol. médio diário) Via > 100.000 Veículos terrestres > 36.300 Drop boxes > 325.000 Colaboradores

Leia mais

Quem somos. * Empresa liderada por profissionais com larga experiência no mercado de food service.

Quem somos. * Empresa liderada por profissionais com larga experiência no mercado de food service. Perfil empresarial Do que iremos falar Quem somos Nossas marcas Nossa visão Nosso posicionamento estratégico Nossa política de qualidade Nossos projetos de evolução Nossos clientes felizes Quem somos *

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Operadores Logísticos : uma tendência nos sistemas de distribuição das empresas brasileiras?

Operadores Logísticos : uma tendência nos sistemas de distribuição das empresas brasileiras? Operadores Logísticos : uma tendência nos sistemas de distribuição das empresas brasileiras? Introdução O Contexto econômico do mundo globalizado vem sinalizando para as empresas que suas estratégias de

Leia mais

Por que escolher a Oplay Logística?

Por que escolher a Oplay Logística? Por que escolher a Oplay Logística? Porque a Oplay Logística tem soluções completas e inovadoras que a sua empresa precisa. Porque a Oplay Logística oferece serviços diferenciados desenhados de acordo

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO ETIQUETAS SERVIÇOS. soluções definitivas

IDENTIFICAÇÃO ETIQUETAS SERVIÇOS. soluções definitivas IDENTIFICAÇÃO ETIQUETAS SERVIÇOS soluções definitivas paralogística Identificação Placas de Rua O início da sinalização e o endereçamento de um armazém começam pelas placas de rua. Elas devem ser instaladas

Leia mais

FEA. Desenvolvimento de Profissionais de Logística com Foco nos Resultados dos Negócios. Sergio Rodrigues Bio

FEA. Desenvolvimento de Profissionais de Logística com Foco nos Resultados dos Negócios. Sergio Rodrigues Bio FEA Desenvolvimento de Profissionais de Logística com Foco nos Resultados dos Negócios Sergio Rodrigues Bio Centro Breve Apresentação USP 6 campi, 5.000 profs. 60.000 alunos Cerca de 30% da produção científica

Leia mais

Infor ERP SyteLine Visão Geral. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas

Infor ERP SyteLine Visão Geral. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Infor ERP SyteLine Visão Geral Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Sobre a Mag-W A Mag-W foi criada especialmente para trazer ao mercado o que há de melhor em soluções corporativas de Tecnologia da Informação

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais

Logistica e Distribuição. Conceito. Nomenclatura dos Operadores Logísticos

Logistica e Distribuição. Conceito. Nomenclatura dos Operadores Logísticos A terceirização de serviços logísticos se constitui uma das Logística e Distribuição novas tendências da prática empresarial moderna, principalmente dentro dos conceitos da Gestão da Cadeia de Suprimentos

Leia mais

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009 LOGÍSTICA EMPRESARIAL Rodolfo Cola Santolin 2009 Conteúdo Cadeia de suprimentos Custos Logísticos Administração de Compras e Suprimentos Logística Reversa CADEIA DE SUPRIMENTOS Logística Logística Fornecedor

Leia mais

A CRIAÇÃO DE UMA OPERAÇÃO DE CROSSDOCKING PARA AGILIZAR OS FLUXOS DA LEROY MERLIN

A CRIAÇÃO DE UMA OPERAÇÃO DE CROSSDOCKING PARA AGILIZAR OS FLUXOS DA LEROY MERLIN A CRIAÇÃO DE UMA OPERAÇÃO DE CROSSDOCKING PARA AGILIZAR OS FLUXOS DA LEROY MERLIN PALESTRA 0/0/0 I Rua Bela Cintra, 09 Bela Vista 0-00 SÃO PAULO / SP I Tel : + () 09 I contato@diagma.com I www.diagma.com.br

Leia mais

Soluções. para o seu cliente mais importante. Governo

Soluções. para o seu cliente mais importante. Governo Soluções para o seu cliente mais importante. Governo A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes

Leia mais

Transporte Rodoviário de Cargas. Panorama do Setor Eficiência Energética e Metodologia de Avaliação de Empresas

Transporte Rodoviário de Cargas. Panorama do Setor Eficiência Energética e Metodologia de Avaliação de Empresas Transporte Rodoviário de Cargas Panorama do Setor Eficiência Energética e Metodologia de Avaliação de Empresas Panorama do Segmento de Transporte Rodoviário de Carga Brasileiro Panorama TRC Infraestrutura

Leia mais

Seção 1: Informação Geral sobre a Empresa e Instalações

Seção 1: Informação Geral sobre a Empresa e Instalações Página 1 Seção 1: Informação Geral sobre a Empresa e Instalações 1. Nome da Empresa: 2. CNPJ: 3. Código CNAE: 4. Grupo Setorial de Empresa: 5. Logradouro: Nº: Complemento: Bairro: CEP: Cidade: Estado:

Leia mais

3 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO

3 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO 3 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO O capítulo 3 apresenta o conceito de distribuição física, com enfoque nos centros de distribuição. São incluídos os processos de distribuição Cross docking, Merge in Transit e

Leia mais

Reunião Pública com Analistas Abril, 2009

Reunião Pública com Analistas Abril, 2009 Reunião Pública com Analistas Abril, 2009 Profarma Overview Profarma: Overview da Companhia Desde 1961, a Profarma distribui produtos farmacêuticos, higiene pessoal e cosméticos para farmácias e hospitais

Leia mais

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual

Evolução da Disciplina. Logística Empresarial. Aula 1. O Papel dos Sistemas Logísticos. Contextualização. O Mundo Atual Logística Empresarial Evolução da Disciplina Aula 1 Aula 1 O papel da Logística empresarial Aula 2 A flexibilidade e a Resposta Rápida (RR) Operadores logísticos: conceitos e funções Aula 3 Prof. Me. John

Leia mais

Gestão da Produção Gestão da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management)

Gestão da Produção Gestão da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management) Gestão da Produção Gestão da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management) Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br CADEIA DE SUPRIMENTOS 2 Cadeia de Suprimentos Cadeia de Fornecimento SCM

Leia mais

O relatório produzido se dispõe a responder às seguintes perguntas sobre os embarcadores:

O relatório produzido se dispõe a responder às seguintes perguntas sobre os embarcadores: Introdução Esse trabalho é uma iniciativa da GKO Informática, líder no mercado nacional com o TMS GKO Frete, e da RC Sollis, empresa especialista em Gestão e Desenvolvimento de Negócios em Logística. A

Leia mais

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 141 A LOGÍSTICA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Douglas Fernandes 1, Josélia Galiciano Pedro 1 Docente do Curso Superior

Leia mais

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid Recebimento de NF-e e CT-e Emissão de NF-e, CT-e, MDF-e e NFS-e Integração nativa com o seu ERP Exija a solução que é o melhor investimento para a gestão

Leia mais

Como está a adoção de RFID no Brasil. Edson Perin Editor - RFID Journal Brasil

Como está a adoção de RFID no Brasil. Edson Perin Editor - RFID Journal Brasil Como está a adoção de RFID no Brasil Edson Perin Editor - RFID Journal Brasil 2 Cenário Brasileiro PIB do Brasil cresce menos, mas cresce Em 2012 = pouco acima de 1,5% Em 2013 = expectativa de alta de

Leia mais

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos:

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos: Recursos Naturais A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências e

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Logística

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Logística : Técnico em Logística Descrição do Perfil Profissional: Planejar, programar e controlar o fluxo de materiais e informações correlatas desde a origem dos insumos até o cliente final, abrangendo as atividades

Leia mais

Estamos presentes no mercado de prestação de serviços logísticos há 11 anos; Temos Know-how europeu;

Estamos presentes no mercado de prestação de serviços logísticos há 11 anos; Temos Know-how europeu; Estamos presentes no mercado de prestação de serviços logísticos há 11 anos; Temos Know-how europeu; Fazemos uma parceria total com o cliente, combinando redução de custos fixos e otimização de recursos

Leia mais

Centros de Distribuição: armazenagem estratégica

Centros de Distribuição: armazenagem estratégica Centros de Distribuição: armazenagem estratégica Gisela Gonzaga Rodrigues (PUC-Rio) giselagonzaga@yahoo.com.br Nélio Domingues Pizzolato (PUC-Rio) ndp@ind.puc-rio.br Resumo Este trabalho pretende abordar

Leia mais

M.CASSAB reduz tempo de back up em 71% com CA ARCserve

M.CASSAB reduz tempo de back up em 71% com CA ARCserve CUSTOMER SUCCESS STORY M.CASSAB reduz tempo de back up em 71% com CA ARCserve CUSTOMER PROFILE Empresa: Grupo M.Cassab Indústria: Holding Empregados: 1.200 EMPRESA A M.CASSAB é um grupo empresarial familiar

Leia mais

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO A melhor formação cientifica, prática e metodológica. 1 POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA Marketing Vendas Logística ANTES: foco no produto - quantidade de produtos sem qualidade

Leia mais

Financiamento de Veículos Posicionamento

Financiamento de Veículos Posicionamento Financiamento de Veículos Posicionamento Market Share de Produção em % Ranking Novos Financiamentos (3º Trim 14) 15,5% 1º 13,8% 14,5% 2º 2º 3º 1ºT 14 2ºT 14 3ºT 14 Pesados Autos Novos Motos Autos Usados

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos:

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos: Varejo e-commerce A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências e

Leia mais

Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA. Marinalva R. Barboza

Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA. Marinalva R. Barboza Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA Marinalva R. Barboza Definição do conceito de logística e evolução Logística tem origem no idioma francês Logistique se define de forma militar sendo uma parte estratégica

Leia mais

Cadeia de Produção. Cadeia de Distribuição. O Papel da Logística. Objetivos. Ações da Empresa. Instrumentalização. Principais atores:

Cadeia de Produção. Cadeia de Distribuição. O Papel da Logística. Objetivos. Ações da Empresa. Instrumentalização. Principais atores: Tópicos em Logística Aula 2 Organização da Aula 2 1. Sistemas logísticos O papel dos sistemas Atuação 2. Integração entre os elos Profa. Rosinda Angela da Silva Fluxo Indicadores O que é um Sistema Logístico?

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO URBANA. Por: CB Marra. São Paulo, 24 de Fevereiro de 2010.

DISTRIBUIÇÃO URBANA. Por: CB Marra. São Paulo, 24 de Fevereiro de 2010. DISTRIBUIÇÃO URBANA Por: CB Marra São Paulo, 24 de Fevereiro de 2010. 1 RAÍZES DA MOVIMENTAÇÃO SUPRIMENTO ALMOX COMPRAS INDUSTRIAL PLANEJAMENTO PRODUÇÃO ARMAZENAGEM DISTRIBUIÇÃO TRANSPORTE ABASTECIMENTO

Leia mais

www.transplaylog.com.br

www.transplaylog.com.br Soluções integradas para movimentação dos seus produtos. Ligue pra gente! (11) 3588-6868 / 3983-1793 - E-mail: comercial@transplaylog.com.br www.transplaylog.com.br QUEM SOMOS. A Transplay Logística é

Leia mais

APSP. Análise do Projeto do Sistema Produtivo. Movimentação e Armazenagem de Materiais. Administração de Fluxos de Materiais

APSP. Análise do Projeto do Sistema Produtivo. Movimentação e Armazenagem de Materiais. Administração de Fluxos de Materiais Movimentação e Armazenagem de Materiais APSP Análise do Projeto do Sistema Produtivo Aula 8 Por: Lucia Balsemão Furtado 1 Administração de Fluxos de Materiais Organização Modal A organização modal é um

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS Prof. Marcelo Rodrigues dos Santos UFMG e Fundação Dom Cabral Prof. Stéfano Angioletti UFMG e Fundação Dom Cabral Prof. Marcello

Leia mais

Aula 2º bim. GEBD dia16/10

Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Compras e Manufatura (produção) O ciclo de compras liga uma organização a seus fornecedores. O ciclo de manufatura envolve a logística de apoio à produção. O ciclo de atendimento

Leia mais

Sistemas de abastecimento de pedidos

Sistemas de abastecimento de pedidos Sistemas de abastecimento de pedidos Sistemas de abastecimento de pedidos Intelligrated Densidade de separação A Intelligrated usa suas décadas de experiência e centenas de instalações para oferecer as

Leia mais

17 Anos Gerando Soluções que Trazem Resultados para o Varejo. 2005 R-Dias. Todos direitos reservados.

17 Anos Gerando Soluções que Trazem Resultados para o Varejo. 2005 R-Dias. Todos direitos reservados. 17 Anos Gerando Soluções que Trazem Resultados para o Varejo 1 A Missão da R-Dias Colaborar para que o varejo obtenha melhores resultados. 2 Conheça nossas Unidades de Negócios 3 17 Anos Gerando Soluções

Leia mais

O Super Nosso surgiu em novembro de 1998 com a primeira loja no bairro Buritis, conta hoje com 11 lojas, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O Super Nosso surgiu em novembro de 1998 com a primeira loja no bairro Buritis, conta hoje com 11 lojas, na região metropolitana de Belo Horizonte. O GRUPO ALIANÇA tem como visão, ser o melhor distribuidor de produtos de consumo industrializados de Minas Gerais, no canal alimentar e nos diferentes segmentos que atua. NOMES FANTASIAS: Previsão de faturamento

Leia mais

A Indústria de Alimentação

A Indústria de Alimentação A Indústria de Alimentação 61 A indústria brasileira de alimentação está inserida na cadeia do agronegócio e representa parte significativa do PIB. O texto aponta as características do setor, seu desempenho

Leia mais

SISTEMAS'DE'ARMAZENAGEM

SISTEMAS'DE'ARMAZENAGEM Desafios para os Profissionais de Armazéns SISTEMAS'DE'ARMAZENAGEM Executar mais, menores transações Movimentar e estocar muitos itens Prover maior customização de serviços Oferecer mais serviços de valor

Leia mais

Aula Nº13 - Armazenagem

Aula Nº13 - Armazenagem Aula Nº13 - Armazenagem Objetivos da aula: Você já conhece os diversos tipos de sistemas de manuseio: mecanizados, semi-automáticos e automáticos. Agora, é necessário estudarmos a armazenagem propriamente

Leia mais

NeoGrid & Ciclo Desenvolvimento

NeoGrid & Ciclo Desenvolvimento Inteligência e Colaboração na Cadeia de Suprimentos e Demanda NeoGrid & Ciclo Desenvolvimento Paulo Viola paulo.viola@neogrid.com Introdução Tema: Inteligência e Colaboração na Cadeia de Suprimentos e

Leia mais

Distribuição Oil Portugal. Sequeira Nunes

Distribuição Oil Portugal. Sequeira Nunes Distribuição Oil Portugal Sequeira Nunes Agenda 1 Enquadramento 2 Principais Categorias de Fornecedores 3 Competências Mais Valorizadas 4 Melhores Práticas PME s 5 Perspectivas Futuras 1. Distribuição

Leia mais

RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex)

RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex) RESULTADOS 4T11 E 2011 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo (Globex) 17 de fevereiro de 2012 GRUPO PÃO DE AÇÚCAR - RESULTADOS 4T11 E 2011 Enéas Pestana, Presidente do Grupo Pão de Açúcar 2 Evolução operacional

Leia mais

Armazenagem e Movimentação de Materiais II

Armazenagem e Movimentação de Materiais II Tendências da armazenagem de materiais Embalagem: classificação, arranjos de embalagens em paletes, formação de carga paletizada, contêineres Controle e operação do armazém Equipamentos de movimentação

Leia mais

Um olhar sobre a implantação do conceito de integração financeira na cadeia de suprimentos das organizações.

Um olhar sobre a implantação do conceito de integração financeira na cadeia de suprimentos das organizações. Supply Chain Finance 2011 Supply Chain Finance 2011 3 Supply Chain Finance 2011 Um olhar sobre a implantação do conceito de integração financeira na cadeia de suprimentos das organizações. Autor: Vanessa

Leia mais

Apresentação. www.slog.pt

Apresentação. www.slog.pt Apresentação Quem Somos A S-LOG, Serviços e Logística, S.A., é uma empresa do Grupo Entreposto vocacionada para a prestação de serviços de logística nas suas várias componentes. A nossa actividade desenvolveu-se

Leia mais