UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA"

Transcrição

1 FICHA DE DISCIPLINA Disciplina Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos Código Carga Horária 60 Créditos 4 Tipo: PPGCC17 Eletiva OBJETIVOS Compreender o papel, os processos e a importância da logística e da gestão de cadeia de suprimentos. Conhecer todo o processo desde a logística de suprimento até o fluxo informacional às alternativas organizacionais de governança das organizações envolvidas. Entender a economia das cadeias de suprimento com a incorporação de responsabilidades sociais e ambientais no fluxo ao cliente e no fluxo reverso. EMENTA Introdução à Logística; Gestão da Cadeia de Suprimentos; Logística Reversa; Processos colaborativos; Gestão da Demanda; CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Introdução à Logística 1.1 Operações logísticas: conceito e evolução 1.2 Transportes, armazenagem, movimentação de materiais e estoques 2. Gestão da Cadeia de Suprimentos 2.1 Definição, componentes da cadeia, funções, integração, processos, relacionamentos, indicadores de desempenho, fluxo de informação, custos. 1

2 3. Logística Reversa 3.1 Processos 3.2 Logística Reversa e sustentabilidade 4. Processos colaborativos 4.1 Relacionamento entre as empresas e planejamento colaborativo 4.2 Gestão de processos e sistemas cooperativos 5. Gestão da Demanda 5.1 Gestão da Demanda na cadeia de suprimentos 5.2 Estratégia de operações e atendimento à demanda Apresentação de seminários Avaliações individuais Desenvolvimento de artigos FORMAS DE AVALIAÇÃO REFERÊNCIAS ADEBANJO, D. Understanding demand management challenges in intermediary food trading: a case study. Supply Chain Management,, v. 14, n. 3, AGHAZADEH, S. Improving logistics operations across the food industry supply chain. International Journal of Contemporary Hospitality Management, v. 16, n. 4, ALVES FILHO, A. G; CERRA, A. L.; MAIA, J. L.; SACOMANO NETO, M.; BONADIO, P. V. G. Pressupostos da gestão da cadeia de suprimentos: evidências de estudos sobre a indústria automobilística. Gestão & Produção, v. 11, n. 3, set-dez, AROZO, R. CPFR Planejamento Colaborativo: em busca da redução de custos e aumento do nível de serviço nas cadeias de suprimentos. In: FIGUEIREDO, K. F.; FLEURY, P. F.; WANKE, P. (Org.). Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Atlas, 2003, p ASSOCIATION FOR OPERATIONS MANAGEMENT APICS. Sales and Operations Planning: the secret to world class supply chain Apics dinner meeting. Disponível em: <http://www.apics- fraservalley.org/uploads/files/year0809/april2009pdm.pdf>. Acesso em: 29 de dezembro de

3 BAILEY, K.; FRANCIS, M. Managing information flows for improved value chain performance. International Journal of Production Economics,, v. 111, n. 1, BALJKO, J. L. Expert warns of bullwhip effect. Eletronic Buyers News, n. 1170, July, BALLOU, R. H. The evolution and future of logistics and supply chain management. Produção, v. 16, n. 3, setdez, BARRATT, M.; OLIVEIRA, A. Exploring the experiences of collaborative planning iniciatives. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, v. 31, n. 4, 2001, p BOWERSOX, D. J.; CLOSS, D. J. Logística Empresarial: : o processo de integração da cadeia de suprimentos. São Paulo: Atlas, BOWERSOX, D. J.; CLOSS, D. J.; STANK, T. P. How to master cross-enterprise erprise collaboration. Supply Chain Management Review,, v. 7, n. 4, CHEN, F.; DREZNER, Z.; RYAN, J. K.; SIMCHI-LEVI, D. The Bullwhip Effect: managerial insights on the impact of forecasting and information on variability in a supply chain. In: TAYUR, S.; GANESHAN, R.; MAGAZINE, M. Quantitative models for supply chain management. Norwell: Kluwer Academic Publishers, CHEN, H.; DAUGHERTY, P. J.; ROATH, A. S. Defining and operationalizing supply chain process integration. Journal of Business Logistics,, v. 30, n. 1, CHRISTOPHER, M. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Pioneira, CHRISTOPHER, M.; TOWILL, D. An integrated model for the design of agile supply chains. International. Journal of Physical Distribution and Logistics, v. 31, n. 4, CHRISTOPHER, M.; TOWILL, D. R. Supply chain migration from lean and functional to agile and customized. Supply Chain Management: An International Journal, v. 5, n. 4, CLAASSEN, M. F. T.; VAN WEELE, A. F.; VAN RAAIJ, E. M. Performance outcomes and success factors of vendor managed inventory (VMI). Supply Chain Management: An International Journal, v. 13, n. 6, 2008 p COOPER, M. C., LAMBERT, D. M.; PAGH, J. D. Supply Chain Management: more than a new name for logistics. International Journal of Logistics Management, v.8, n.1, CORRÊA, L. H. Gestão de Redes de Suprimento. São Paulo: Atlas,

4 CORRÊA, L. H; GIANESI, I. G. N.; CAON, M.: Planejamento, Programação e Controle da Produção: MRPII/ERP conceitos, uso e implantação. São Paulo: Atlas, COUNCIL OF SUPPLY CHAIN MANAGEMENT PROFESSIONAL - CSCMP. Supply chain management Definitions. Disponível em: <http://cscmp.org/aboutcscmp/definitions.asp?xx=1> Acesso em: 10 abril CROOM, S.; ROMANTO, P.; GIANNAKIS, M. Supply chain management: an analytical framework for critical literature review. European Journal of Purchasing & Supply Management, v.6, p.67-83, CROXTON, K. L.; LAMBERT, D. M.; GARCÍA-DASTUGUE, S. J.; ROGERS, D. S. The Demand Management Process. In: LAMBERT, D. M. Supply Chain Management: : Processes, Partnerships, Performance. Florida: Supply Chain Management Institute, 2008, p DANESE, P. Designing CPFR collaborations: insights from seven case studies. International Journal of Operations & Production Management, v. 27, n. 2, 2007, p DENYER, D; TRANFIELD, D. Producing a systematic review. In BUCHANAN, D.A.; BRYMAN, A. (Ed.), The sage handbook of organizational research methods.. London: Sage Publications, 2009, p ELLRAM, L. M.; EDIS, O. R. V. A case study of successful partnering implementation. International Journal of Purchasing and Materials Management, v. 32, n. 4, ELVANDER, M. S.; SARPOLA, S.; MATTSSON, S. A. Framework for Characterizing the Design of VMI Systems. International Journal of Physical Distribution and Logistics Management,, v. 37, n. 10, 2007, p ESPER, T. L.; ELLINGER, A. E.; STANK, T. P.; FLINT, D. J.; MOON, M. Demand and supply integration: a conceptual framework of value creation through knowledge management. Academy of Marketing Science, v. 38, n. 1, FAWCETT, S. E.; MAGNAN, G. M. The rhetoric and reality of supply chain management. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, v. 32, n. 5, FAWCETT, S. E.; MAGNAN, G. M.; MCCARTER, M. W. A three-stage implementation model for supply chain collaboration. Journal of Business Logistics, v. 29, n. 1, FISHER, M. L. What is the right supply chain for your product?. Harvard Business Review, v. 75, n. 2, FLEURY, P. F.; WANKE, P.; FIGUEIREDO, K. F. Logística Empresarial: : a perspectiva brasileira. São Paulo: Editora Atlas, FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman,

5 FOGARTY, D. N.; BLACKSTONE, J. H.; HOFFMAN, T. R. Production Inventory Management. Cincinati: South- Western Publishing CO, FORRESTER, J. Industrial dynamics a major breakthrough for decision makers. Harvard Business Review, July-August, FRAZIER, G. L. Organizing and managing channels of distribution. Journal of the Academy of Marketing Science, v.27, n.2, 1999, p FRENCH JR., J.P.; RAVEN, B. The bases of social power. IN: CARTWRIGHT, D. (Ed.). Studies in social power. Ann Arbor: University of Michigan Press, GANESAN, S. Negotiation Strategies and the Nature of Channel Relationships. Journal of Marketing Research, v. 30, May, 1993, p GEARY, S.; DISNEY, S. M.; TOWILL, D. R. On bullwhip in supply chains: historical review, present practice and expected future impact. International Journal of Production Economics,, v. 101, n. 1, GIMENEZ, C. Logistics integration processes in the food industry. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, v. 36, n. 3, 2006, p GOLICIC, S. L.; FOGGIN, J. H.; MENTZER, J. T. Relationship magnitude and its role in interorganizational relationship structure. Journal of Business Logistics, v. 24, n. 1, GRIMSON, J. A.; PYKE, D. F. Sales and operations planning: an exploratory study and framework. International Journal of Logistics Management, v. 18, n. 3, 2007, p GUDLACH, G.; BOLUMOLE, Y.A.; ELTANTAWY, R.A.; FRANKEL, R. The changing landscape of supply chain management, marketing channels of distribution, logistics and purchasing. Journal of Business & Industrial Marketing, v. 21, n. 7, p , 428, HA, B. C.; PARK, Y.K.; CHO, S. Suppliers affective trust and trust in competency in buyers: its effect on collaboration and logistics efficiency. International Journal of Operations & Production Management, v. 31, n. 1, 2011, p HARLAND, C. Supply chain management: relationships, chains and network. British Journal of Management, v.7, special issue, March, HILLETOFTH, P.; ERICSSON, D. Demand chain management: next generation of logistics management. Conradi Research Review,, v. 4, n. 2, HILLETOFTH, P.; ERICSSON, D.; CHRISTOPHER, M. Demand chain management: a Swedish industrial case study. Industrial Management and Data Systems, v. 109, n. 9, HOLWEG, M.; DISNEY, S.; HOLMSTROM, J.; SMAROS, J. Supply chain collaboration: making sense of the strategy continuum. European Management Journal, v. 23, n. 2,

6 HORVATH, L. Collaboration: the key to value creation in supply chain management. Supply Chain Management: An International Journal, v. 6, n. 5, JÜTTNER, U.; CHRISTOPHER, M.; BAKER, S. Demand chain management-integrating marketing and supply chain management. Industrial Marketing Management, v. 36, KAIPIA, R.; KORHONEN, H.; HARTIALA, H. Planning nervousness in a demand supply network: an empirical study. International Journal of Logistics Management, v. 17, n. 1, KATZ, J.; PAGELL, M.; BLOODGOOD, J. Strategies of supply communities. Supply Chain Management: An International Journal,, v. 8, n. 4, KUMAR, N.; SCHEER, L. K.; STEENKAMP, J. B. E. M. The effects of supplier fairness on vulnerable resellers. Journal of Marketing Research, v. 32, February, 1995, p LAMBERT, D. M. Supply Chain Management. In: LAMBERT, D. M. Supply Chain Management: Processes, Partnerships, Performance. Florida: Supply Chain Management Institute, 2008, p LAMBERT, D. M. The eight essential supply chain management processes. Supply Chain Management Review, v.8, n.6, sep., LAMBERT, D. M; COOPER, M. C. Issues in Supply Chain Management. Industrial Marketing Management, v.29, p.65-83, LAMBERT, D. M.; COOPER, M. C.; PAGH, J. D. Supply chain management: implementation issues and research opportunities. The International Journal of Logistics Management, v.9, n.2, LAMBERT, D. M.; GARCíA-DASTUGUE, S. J.; CROXTON, K. L. An evaluation of process-oriented supply chain management frameworks. Journal of Business Logistics, v. 26, n.1, LAMBERT, D. M.; POHLEN, T. L. Supply chain metrics. The International Journal of Logistics Management. v.12, n.1, LAPIDE, L. Sales and operations planning Part III: a diagnostic model. The Journal of Business Forecasting, Spring, LAPIDE, L. Sales and operations planning Part I: the process. The Journal of Business Forecasting, v. 23, n. 3, LARSEN, T.S.; THERNOE, C.; ANDRESEN, C. Supply chain collaboration: theoretical perspective and empirical evidence. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management,, v. 33, n. 6, 2003, p LEE, H. The triple A supply chain. Harvard Business Review, v. 82, 2004, p LEE, H.; PADMANABAHN, V.; WHANG, S. Information distortion in a supply chain: the bullwhip effect. Management Science,, v. 43, n. 4,

7 LEJEUNE, M. A.; YAKOVA, N. On characterizing the 4 C s in supply chain management. Journal of Operations Management, v. 23, MANGINI, E. R.; MOORI, R. G.; PERERA, L. C. J. Uma Análise Investigativa do Efeito Chicote na Cadeia de Suprimentos da Indústria Alimentícia. In: Encontro Nacional da Anpad, , Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: ENANPAD, MCCARTHY, T. M.; GOLICIC, S. L. Implementing collaborative forecasting to improve supply chain performance. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, v. 32, n. 6, MCLAREN, T.; HEAD, M.; YUAN, Y. Supply chain collaboration alternatives: understanding the expected cost and benefits. Internet Research: Electronic Networking Applications and Policy,, v. 12, n. 4, MENTZER, J. T.; DEWITT, W.; KEEBLER, J. S.; MIN, S.; NIX, N. W.; SMITH, C. D.; ZACHARIA, Z. G. Defining supply chain management. Journal of Business Logistics, v.22, n.2, MENTZER; J. T.; FONGHIN, J. H.; GOLICIC, S. L. Supply chain collaboration: enablers, impediments and Benefits. Supply Chain Management Review, v. 4, September-October, MENTZER, J. T.; MOON, M. A. Sales forecasting management: : a demand management approach. Thousand Oaks: Sage, MENTZER, J. T.; MOON, M. A.; ESTAMPE, D.; MARGOLIS, G. Demand Management.. In: MENTZER, J. T.; MYERS, M. B.; STANK, T. P. Handbook of Global Supply Chain Management. Thousand Oaks: Sage, METTERS, R. Quantifying the bullwhip effect in supply chains. Journal of Operations Management, v. 15, n. 2, 1997, p MEUNIER-FITZHUGH, K. L.; PIERCY, N. F. Exploring collaboration between sales and marketing. European Journal of Marketing,, v. 41, n. 7/8, 2007, p MIN, S.; ROATH, A. S.; DAUGHERTY, P. J.; GENCHEV, S. E.; CHEN, H.; ARNDT, A. D. ; RICHEY, R. G. Supply chain collaboration: what`s happening? The International Journal of Logistics Management, v. 16, n.2, MOURITSEN, J.; SKJOTT-LARSEN, T.; KOTZAB, H. Exploring the contours of supply chain management. Integrated Manufacturing Systems,, v. 14, n. 8, MOYSÉS, G. L. R. A Gestão da Demanda na Cadeia de Suprimentos do Setor Hoteleiro Brasileiro. São Paulo. 252 f. Tese (Doutorado). Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e Administrativas, Programa de Pós- Graduação em Administração de Empresas, Universidade Presbiteriana Mackenzie, NEW, S. J. The Scope of Supply Chain Management Research. Supply Chain Management, v.2, n.1, NEW, S. J.; PAYNE, P. Research frameworks in logistics. International Journal of Physical Distribution and Logistics Management,, v.25, n.10, PAIK, S. K.; BAGCHI, P. K. Understanding the causes of the bullwhip effect in a supply chain. International Journal of Retail and Distribution Management, v. 35, n. 4,

8 PIRES, S. R. I. Gestão da cadeia de suprimentos: conceitos, estratégias, práticas e casos. São Paulo: Atlas, PORTER, M. E. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. Rio de Janeiro: Campus, RAINBIRD, M. Demand and supply ply chains: the value catalyst. International Journal of Physical Distribution and Logistics Management,, v. 34, n. 3/4, REIS, E. S. Teoria das restrições e gestão da demanda: uma análise conceitual. Santa Bárbara D Oeste. 170 f. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Metodista de Piracicaba, SAAB JÚNIOR, J. Y. Administração da cadeia de abastecimento: : considerações sobre a situação estratégica dos distribuidores paulistas de um fabricante multinacional de produtos de consumo da área de saúde e higiene pessoal e proposta do sistema de Estoque Gerido pelo Distribuidor (EGD/ DMI). Dissertação (Mestrado). 164 f. Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, SAAB JÚNIOR, J. Y.; CORRÊA, H. L. Cadeia de abastecimento: gestão do estoque pelo distribuidor. Revista de Administração de Empresas,, v. 48, n. 1, Jan.-Mar., 2008, p SABATH, R. E.; FONTANELLA, J. The unfulfilled promise of supply chain collaboration. Supply Chain Management Review,, v. 6, n. 4, SEIFERT, D. Collaborative plannning, forcasting and replenishment: : how to create a supply chain advantage. New York: AMACOM, SILVA, A. L.; ALCÂNTARA, A, R. C. Mudanças nos relacionamentos e estratégias para melhor coordenação da cadeia de suprimentos. Revista de Administração,, v. 36, n. 3, julho/setembro 2001, p SIMATUPANG, T. M.; SRIDHARAN, R. Benchmarking supply chain collaboration: an empirical study. Benchmarking: An International Journal, v. 11, n. 5, SIMATUPANG, T. M.; SRIDHARAN, R. The collaborative supply chain. The International Journal of Logistics Management, v. 13, n. 1, SILVA, G. R. Desenvolvimento de um modelo de simulação para avaliação do desempenho de uma cadeia de suprimentos multicamadas do ramo de mineração através da adoção da estratégia colaborativa VMI (Vendor Managed Inventory).. São Paulo. 218 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica). Escola Politécnica ica da Universidade de São Paulo, SLACK, N.; CHAMBERS, S.; JOHNSTON, R. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, SPEDDING, T. A. Forecasting demand and inventory management using bayesian series. Integrated Manufacturing Systems, v. 11, n. 5, SPEKMAN, R. E.; SALMOND, D. J.; LAMBE, C. J. Consensus and collaboration: norm-regulated regulated behaviour in industrial marketing relationships. European Journal of Marketing,, v. 31, n. 11/12,

9 SRIRAM, V.; KRAPFEL, R.; SPEKMAN, R. E. Antecedents to buyer-seller ollaboration: an analysis from the buyer s perspective. Journal of Business Research, v. 25, n. 4, STANK, T. P.; DAUGHERTY, P. J.; AUTRY, C. W. Collaborative planning, supporting automatic replenishment programs. Supply Chain Management, v. 4, n. 2, STANK, T. P.; KELLER, S. B.; DAUGHERTY, P. J. Supply chain collaboration and logistical service performance. Journal of Business Logistics,, v. 22, n. 1, STOCK, J. R.; BOYER, S. L.; HARMON, T. Research opportunities in supply chain management. Journal of the Academy of Marketing Science,, v. 38, 2010, p STRAUSS, A. L. Qualitative analysis for social scientists. Cambridge: Cambridge University, SUPPLY-CHAIN COUNCIL SCC. SCOR Tools & Resources. Disponível em: <http://www.supply-chain.org/cs/root/scor_tools_resources/scor_model/scor_model>. Acesso em: 5 abril SYNTETOS, A. A.; BABAI, M. Z.; DAVIES, J.; STEPHENSON, D. Forecasting and stock control: a study in a wholesaling context. International Journal of Production Economics,, v. 127, 2010, p TAYLOR, D. H. Demand management in agri-food supply chains: an analysis of the characteristics and problems and a framework for improvement. The International Journal of Logistics Management, v. 17, n. 2, TAYLOR, D. H. Demand amplification has it got us beat? International Journal of Physical Distribution and Logistics Management,, v. 30, n. 6, TAYLOR, D. H.; FEARNE, A. Towards a framework for improvement in the management of demand in agrifood supply chains. Supply Chain Management: An International Journal,, v. 11, n. 5, TROQUE, W. A. Influência das Práticas da Gestão da Cadeia de Suprimentos sobre a Gestão da Demanda: Um Modelo de Análise Conceitual. Santa Bárbara D Oeste. 189 f. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós Graduação em Engenharia nharia de Produção, Universidade Metodista de Piracicaba, TUOMINEN, M. Channel collaboration and firm value proposition. International Journal of Retail & Distribution Management,, v. 32, n. 4, VAN HOEK, R. I.; MITCHELL, A. J. The challenge of internal misalignment. International Journal of Logistics: Research and Applications,, v. 9, n. 3, September, 2006, p VIEIRA, J.; YOSHIZAKI, H.; HO, L. Collaboration intensity in the Brazilian supermarket retail chain. Supply Chain Management: an international Journal, v. 14, n. 1, VIVALDINI, M.; PIRES, S. R. I.; SOUZA, F. B. Importância dos Fatores Não-tecnológicos na Implementação do CPFR. Revista de Administração Contemporânea,, v. 14, n. 2, Mar./Abr., 2010, p

10 VIVALDINI, M.; SOUZA, F. B.; PIRES, S. R. I. Implementação de um sistema Collaborative Planning, Forecasting, and Replenishment em uma grande rede de fast food por meio de um prestador de serviços logísticos. Revista Gestão & Produção, v. 15, n. 3, set.- dez., 2008, p VOLLMANN, T. E.; BERRY, W. L.; WHYBARK, D. C; JACOBS, F. R. Manufacturing Planning and Control for Supply Chain Management.. Boston: Mcgraw-Hill, VOLUNTARY INTERINDUSTRY COMMERCE STANDARDS - VICS. Collaborative Planning, Forecasting and Replenishment (CPFR ):: an overview Disponível em: <http://www.vics.org/docs/guidelines/cpfr_overview_us-a4.pdf> Acesso em: 22 de dezembro de VOLUNTARY INTERINDUSTRY COMMERCE SOLUTIONS - VICS. Linking CPFR and S&OP: A Roadmap to Integrated Business Planning Disponível em: <http://www.vics.org/docs/committees/cpfr/cpfr_sop_guideline_ver1.0sep2010.pdf> Acesso em: 29 de dezembro de WALLACE, T. F. Sales & Operations Planning: the how-to handbook. Cincinnati: T. F. Wallace & Company, WALTERS, D. Demand chain effectiveness supply chain efficiencies. Journal of Enterprise Information Management, v. 19, n. 3, WALTERS, D., RAINBIRD, M.: The Demand Chain as an Integral Component of the Value Chain. Journal of Consumer Marketing,, v. 21, n. 7, APROVAÇÃO / / Coordenador do PPGCC / / Diretor da Faculdade de Ciências Contábeis 10

A gestão da demanda em cadeias de suprimentos: uma abordagem além da previsão de vendas

A gestão da demanda em cadeias de suprimentos: uma abordagem além da previsão de vendas Gest. Prod., São Carlos, v. 18, n. 4, p. 809-824, 2011 A gestão da demanda em cadeias de suprimentos: uma abordagem além da previsão de vendas Demand management on supply chains: more than sales forecast

Leia mais

Autor(es) FELIPE DE CAMPOS MARTINS. Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON. Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ. 1. Introdução

Autor(es) FELIPE DE CAMPOS MARTINS. Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON. Apoio Financeiro PIBITI/CNPQ. 1. Introdução 19 Congresso de Iniciação Científica GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: APRIMORAMENTO DA METODOLOGIA DE DIAGNOSTICO E PROPOSIÇÃO DE UM MÉTODO PARA IMPLANTAÇÃO BASEADO EM PROCESSOS DE NEGÓCIO Autor(es) FELIPE

Leia mais

ANP. (2012). Agência Nacional de Petroleo. Acesso em 22 de 06 de 2012, disponível em http://www.anp.gov.br

ANP. (2012). Agência Nacional de Petroleo. Acesso em 22 de 06 de 2012, disponível em http://www.anp.gov.br 98 8. REFERÊNCIAS ANAC. (2012). Anuário do Transporte Aéreo. Acesso em 18 de agosto de 2012, disponível em Site da ANAC: http://www2.anac.gov.br/estatistica/anuarios.asp ANP. (2012). Agência Nacional de

Leia mais

Prof. Me. Maico Roris Severino Curso Engenharia de Produção Universidade Federal de Goiás (UFG) Campus Catalão

Prof. Me. Maico Roris Severino Curso Engenharia de Produção Universidade Federal de Goiás (UFG) Campus Catalão Prof. Me. Maico Roris Severino Curso Engenharia de Produção Universidade Federal de Goiás (UFG) Campus Catalão 1 Roteiro da Apresentação Definições Cadeia de Suprimentos Logística Gestão da Cadeia de Suprimentos

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ANDERSON, M.G.; KATZ, P.B. Strategic Sourcing. The International Journal of Logistics Management, v. 9, n. 1, p.1-13, 1998. ARKADER, R.; LINDNER, L. Seleção de Fornecedores

Leia mais

O PAPEL DOS AGENTES DA CADEIA DE SUPRIMENTOS EM PROJETOS DE IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS CPFR: UM ESTUDO DE CASO

O PAPEL DOS AGENTES DA CADEIA DE SUPRIMENTOS EM PROJETOS DE IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMAS CPFR: UM ESTUDO DE CASO ! "#$ " %'&)(*&)+,.- /10.2*&4365879&4/1:.+58;.2*=?5.@A2*3B;.- C)D 5.,.5FE)5.G.+ &4- (IHJ&?,.+ /?=)5.KA:.+5MLN&OHJ5F&4E)2*EOHJ&)(IHJ/)G.- D - ;./);.& O PAPEL DOS AGENTES DA CADEIA DE SUPRIMENTOS EM

Leia mais

Mensuração de desempenho logístico e o modelo World Class Logistics Parte 1

Mensuração de desempenho logístico e o modelo World Class Logistics Parte 1 Mensuração de desempenho logístico e o modelo World Class Logistics Parte 1 Maria Fernanda Hijjar Marina Helena Gervásio Kleber Fossatti Figueiredo O desenvolvimento de um bom sistema de monitoramento

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA Tainan Rodrigues de Oliveira Neves (PUCPR) tainan_neves@hotmail.com Everton Drohomeretski (FAE/PUCPR) profeverton.d@hotmail.com Sergio

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Qualidade Total e Gestão das Operações MESTRADO Gestão Negócios ANO E

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EPR420 Logística e Cadeia de Suprimentos

Programa Analítico de Disciplina EPR420 Logística e Cadeia de Suprimentos Programa Analítico de Disciplina Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga

Leia mais

Utilizando a Internet como apoio ao CPFR (Collaborative Planning, Forecasting, and Replenishment)

Utilizando a Internet como apoio ao CPFR (Collaborative Planning, Forecasting, and Replenishment) Utilizando a Internet como apoio ao CPFR (Collaborative Planning, Forecasting, and Replenishment) Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@mbbrasil.com.br Fernando Bernardi de Souza (UNESP) fbernardi@feb.unesp.br

Leia mais

ANAIS GESTÃO DA DEMANDA EM CADEIAS FARMACÊUTICAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO DE CASOS MÚLTIPLOS

ANAIS GESTÃO DA DEMANDA EM CADEIAS FARMACÊUTICAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO DE CASOS MÚLTIPLOS GESTÃO DA DEMANDA EM CADEIAS FARMACÊUTICAS BRASILEIRAS: UM ESTUDO DE CASOS MÚLTIPLOS PRISCILA LACZYNSKI DE SOUZA MIGUEL ( priscila.miguel@fgv.br ) FGV-EAESP MANOEL DE ANDRADE E SILVA REIS ( manoel.reis@fgv.br,

Leia mais

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES (SRM): ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DO SETOR AVÍCOLA DO ESTADO DE MATO GROSSO

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES (SRM): ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DO SETOR AVÍCOLA DO ESTADO DE MATO GROSSO GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES (SRM): ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DO SETOR AVÍCOLA DO ESTADO DE MATO GROSSO Tatiane Cunha Villela (UFSCar ) Tatisansao@hotmail.com O OBJETIVO DESTE TRABALHO

Leia mais

Distribuição direta ou distribuição escalonada?

Distribuição direta ou distribuição escalonada? Distribuição direta ou distribuição escalonada? A visão da indústria numa rede de distribuição simples Peter Wanke Introdução As últimas três décadas foram marcadas por fortes transformações nas relações

Leia mais

9º Congresso de Pós-Graduação UMA ANÁLISE GERENCIAL NA LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA

9º Congresso de Pós-Graduação UMA ANÁLISE GERENCIAL NA LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA 9º Congresso de Pós-Graduação UMA ANÁLISE GERENCIAL NA LOGÍSTICA REVERSA DE PÓS-VENDA Autor(es) ELIACY CAVALCANTI LELIS Orientador(es) ALEXANDRE TADEU SIMON 1. Introdução Atualmente, a preocupação da gestão

Leia mais

A Gestão da Demanda em uma Cadeia de Suprimentos Emergente: o caso de um frigorífico de peixe do estado de São Paulo

A Gestão da Demanda em uma Cadeia de Suprimentos Emergente: o caso de um frigorífico de peixe do estado de São Paulo A Gestão da Demanda em uma Cadeia de Suprimentos Emergente: o caso de um frigorífico de peixe do estado de São Paulo Autoria: Carla Roberta Pereira, Daniela de Castro Melo, Miguel Antônio Bueno da Costa,

Leia mais

PROPOSIÇÃO DE MODELO PARA MEDIR O NÍVEL DE MATURIDADE DE RELACIONAMENTOS ENTRE PARTICIPANTES DE UMA CADEIA DE SUPRIMENTO

PROPOSIÇÃO DE MODELO PARA MEDIR O NÍVEL DE MATURIDADE DE RELACIONAMENTOS ENTRE PARTICIPANTES DE UMA CADEIA DE SUPRIMENTO Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR Campus Ponta Grossa - Paraná - Brasil ISSN 1808-0448 / v. 04, n. 02: p. 186-209, 2008 D.O.I.: 10.3895/S1808-04482008000200011 PROPOSIÇÃO DE MODELO PARA

Leia mais

INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE: ESTUDO DE CASOS COM OPERADORES LOGÍSTICOS

INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE: ESTUDO DE CASOS COM OPERADORES LOGÍSTICOS INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE: ESTUDO DE CASOS COM OPERADORES LOGÍSTICOS Projeto de Pesquisa Período: Agosto de 2010 a Julho de 2011 PIBIC Programa Institucional de Iniciação Científica Aluno: Aline Loureiro

Leia mais

Gestão baseada no prestador de serviços logísticos (PSL): o caso da cadeia de suprimentos do McDonald s

Gestão baseada no prestador de serviços logísticos (PSL): o caso da cadeia de suprimentos do McDonald s Gestão baseada no prestador de serviços logísticos (PSL): o caso da cadeia de suprimentos do McDonald s Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@mbbrasil.com.br Fernando Bernardi de Souza (UNIMEP) fbsouza@unimep.br

Leia mais

GESTÃO DOS ESTOQUES NUMA CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO COM SISTEMA DE REPOSIÇÃO AUTOMÁTICA E AMBIENTE COLABORATIVO

GESTÃO DOS ESTOQUES NUMA CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO COM SISTEMA DE REPOSIÇÃO AUTOMÁTICA E AMBIENTE COLABORATIVO RESUMO GESTÃO DOS ESTOQUES NUMA CADEIA DE DISTRIBUIÇÃO COM SISTEMA DE REPOSIÇÃO AUTOMÁTICA E AMBIENTE COLABORATIVO GEORGE PAULUS PEREIRA DIAS E HUGO TSUGUNOBU YOSHIDA YOSHIZAKI Escola Politécnica da USP

Leia mais

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário Logística Cenário Fatores para o Desenvolvimento da Logística

Leia mais

LOGÍSTICA E GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: CONCEITOS E DIFERENÇAS

LOGÍSTICA E GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: CONCEITOS E DIFERENÇAS 46 LOGÍSTICA E GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: CONCEITOS E DIFERENÇAS Leandro Soares Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil Professor

Leia mais

Desafios para implementação de iniciativas de colaboração no processo de planejamento da demanda

Desafios para implementação de iniciativas de colaboração no processo de planejamento da demanda Desafios para implementação de iniciativas de colaboração no processo de planejamento da demanda Parte II Leonardo Julianeli Na primeira parte deste texto*, foram apresentados os principais motivadores

Leia mais

Entrega não assistida: uma contribuição para a logística colaborativa

Entrega não assistida: uma contribuição para a logística colaborativa Entrega não assistida: uma contribuição para a logística colaborativa Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@mbbrasil.com.br Fernando Bernardi de Souza (UNIMEP) fbsouza@unimep.br Resumo A partir da análise

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA FICHA DE DISCIPLINA Disciplina Contabilidade e Análise de Custos Código Carga Horária 6 Créditos 4 Tipo: PPGCC09 Eletiva OBJETIVOS Apresentar e discutir os conhecimentos fundamentais voltados para a identificação,

Leia mais

Avaliação de Desempenho da Cadeia de Suprimento da Polpa de Morango a Nível Local

Avaliação de Desempenho da Cadeia de Suprimento da Polpa de Morango a Nível Local Avaliação de Desempenho da Cadeia de Suprimento da Polpa de Morango a Nível Local SILVA, C. C. a,b*, GIANNETTI, B. F. a, ALMEIDA, C. M. V. B. a a. Universidade Paulista, São Paulo b. IFSULDEMINAS Câmpus

Leia mais

Marcelo Caldeira Pedroso

Marcelo Caldeira Pedroso COLABORAÇÃO NA CADEIA DE VALOR DA SAÚDE Marcelo Caldeira Pedroso Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (USP) SETRM 2015 Seminário de tecnologia para rastreabilidade de medicamentos 27 de

Leia mais

Mauro Vivaldini UNIMEP mvivaldini@mbbrasil.com.br. Fernando Bernardi de Souza UNIMEP fbsouza@unimep.br

Mauro Vivaldini UNIMEP mvivaldini@mbbrasil.com.br. Fernando Bernardi de Souza UNIMEP fbsouza@unimep.br IMPLANTAÇÃO DE UM CPFR (COLLABORATIVE PLANNING, FORECASTING, AND REPLENISHMENT) POR INTERMÉDIO DO PRESTADOR DE SERVIÇOS LOGÍSTICOS (PSL). Mauro Vivaldini UNIMEP mvivaldini@mbbrasil.com.br Fernando Bernardi

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO EM PESQUISA OPERACIONAL 2º SEMESTRE/2013 A Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp, em Limeira, torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

DEMANDA, GESTÃO COLABORATIVA E CPFR - UM ESTUDO EM EMPRESAS DE FOOD-SERVICE

DEMANDA, GESTÃO COLABORATIVA E CPFR - UM ESTUDO EM EMPRESAS DE FOOD-SERVICE XXIX ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. DEMANDA, GESTÃO COLABORATIVA E CPFR - UM ESTUDO EM EMPRESAS DE FOOD-SERVICE Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@vianetbr.com.br Fernando Bernardi de Souza

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Competitividade, Planeamento e Controlo nos Serviços de Saúde MESTRADO

Leia mais

ANAIS FACILITADORES DA GESTÃO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DO RIO GRANDE DO SUL

ANAIS FACILITADORES DA GESTÃO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DO RIO GRANDE DO SUL FACILITADORES DA GESTÃO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DO RIO GRANDE DO SUL BRUNO CECCONI FULGINITI ( brunofulginiti@ig.com.br, profulginiti@ig.com.br ) PUCRS - Pontifícia

Leia mais

LOGÍSTICA INTEGRADA. DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos. Prof. Ricardo J. Rabelo. DAS5316 Integração de Sistemas Corporativos

LOGÍSTICA INTEGRADA. DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos. Prof. Ricardo J. Rabelo. DAS5316 Integração de Sistemas Corporativos LOGÍSTICA INTEGRADA DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos LOGÍSTICA INTEGRADA Paradoxo da LOGÍSTICA Antiga (Atividade econômica e militar) Moderna (Conceito Gerencial) estoques armazéns transportes

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

O modelo de referência das operações na cadeia de suprimentos - (SCOR-model)

O modelo de referência das operações na cadeia de suprimentos - (SCOR-model) VI ENEGEP - Fortaleza, CE, Brasil, 9 a 11 de Outubro de 2006 O modelo de referência das operações na cadeia de suprimentos - (SCOR-model) Carlos M.Taboada Rodrigues (PPGEP UFSC) taboada@deps.ufsc.br Cristian

Leia mais

Proposta de tarefas logísticas na Gestão da Cadeia de Suprimentos: um estudo sobre as contribuições do BPM

Proposta de tarefas logísticas na Gestão da Cadeia de Suprimentos: um estudo sobre as contribuições do BPM Proposta de tarefas logísticas na Gestão da Cadeia de Suprimentos: um estudo sobre as contribuições do BPM Débora Pesca (Instituto Federal do Espírito Santo) debora.psc3@gmail.com Dione Wellington Soares

Leia mais

Previsão, Reabastecimento e Planejamento Colaborativo (CPFR): Conceitos e Aplicações

Previsão, Reabastecimento e Planejamento Colaborativo (CPFR): Conceitos e Aplicações Previsão, Reabastecimento e Planejamento Colaborativo (CPFR): Conceitos e Aplicações Flávio Luis Borges Tavares (UNIFEI) flbtjnc@yahoo.com.br Renato da Silva Lima (UNIFEI) rslima@unifei.edu.br Resumo:

Leia mais

Código da Disciplina: ENEX01427. Semestre Letivo: 1ºSEM/2015

Código da Disciplina: ENEX01427. Semestre Letivo: 1ºSEM/2015 Unidade Universitária: FACULDADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA Curso: Sistemas de Informação Disciplina: SISTEMAS DE GESTÃO DE FINANÇAS E CUSTOS Etapa: 07 Carga horária: 68 Teóricas, 0 Práticas, 0 EaD Ementa:

Leia mais

Gestão do serviço ao cliente sob a perspectiva da gestão da cadeia de suprimentos

Gestão do serviço ao cliente sob a perspectiva da gestão da cadeia de suprimentos Gestão do serviço ao cliente sob a perspectiva da gestão da cadeia de suprimentos Management of customer service under the perspective of supply chain management Renata Alexandre Aluna de Iniciação Científica

Leia mais

Gerenciamento do relacionamento com fornecedores: um estudo de caso na indústria de telecomunicações.

Gerenciamento do relacionamento com fornecedores: um estudo de caso na indústria de telecomunicações. Gerenciamento do relacionamento com fornecedores: um estudo de caso na indústria de telecomunicações. Rafael Siqueira (UNIFEI) raffa.siqueira@uol.com.br Renato da Silva Lima (UNIFEI) - rslima@unifei.edu.br

Leia mais

ADOÇÃO DO POSTPONEMENT EM EMPRESAS PRODUTORAS DE DERIVADOS DE TOMATE

ADOÇÃO DO POSTPONEMENT EM EMPRESAS PRODUTORAS DE DERIVADOS DE TOMATE ADOÇÃO DO POSTPONEMENT EM EMPRESAS PRODUTORAS DE DERIVADOS DE TOMATE Karine Araujo Ferreira (UFOP) karineprod@deenp.ufop.br Rosane Lucia Chicarelli Alcantara (UFSCar) rosane@power.ufscar.br Nesta pesquisa

Leia mais

Proposta de medição de desempenho da cadeia de suprimentos

Proposta de medição de desempenho da cadeia de suprimentos Proposta de medição de desempenho da cadeia de suprimentos Autoria: Márcia Maria Penteado Marchesini, Rosane Lúcia Chicarelli Alcântara Resumo Dentro do contexto do surgimento da SCM (Supply Chain Management

Leia mais

29 de novembro de 2011

29 de novembro de 2011 Práticas Contemporâneas em Logística e SupplyChain 29 de novembro de Composição dogelog 1)- ALEXANDRE JOSÉ DO NASCIMENTO 2)- ANA CLAUDIA BELFORT 3)- DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO 4)- EDSON VALTER BOYAMIAN

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS Carlos H. M. Aravechia Sílvio R. I. Pires Programa de Mestrado em Engenharia de Produção UNIMEP Rod. Iracemápolis/Sta. Bárbara d Oeste, Km 1, Sta. B. d

Leia mais

BUFFA, E. S.; SARIN, R. K. Modern Production / Operations Management. John Wiley and Sons, 1987.

BUFFA, E. S.; SARIN, R. K. Modern Production / Operations Management. John Wiley and Sons, 1987. 83 Referências Bibliográficas AKTURK, M. S.; ERHUM, F. Overview of design and operational issues of kanban systems. International Journal of Production Research, Vol. 37, n.17, p. 3859-3881, 1999. ANTUNES,

Leia mais

III Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade (SimpGES) Produtos eco-inovadores: produção e consumo"

III Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade (SimpGES) Produtos eco-inovadores: produção e consumo 24 e 25 de outubro de 2013 Campo Grande-MS Universidade Federal do Mato Grosso do Sul RESUMO EXPANDIDO TRIPLE BOTON LINE INCORPORADO NAS ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS: UM ESTUDO EM OPERADORES LOGÍSTICOS NO

Leia mais

Eixo Temático: Estratégia e Internacionalização de Empresas SUSTENTABILIDADE E CADEIAS DE SUPRIMENTOS: QUAL A CONFIGURAÇÃO ATUAL?

Eixo Temático: Estratégia e Internacionalização de Empresas SUSTENTABILIDADE E CADEIAS DE SUPRIMENTOS: QUAL A CONFIGURAÇÃO ATUAL? Eixo Temático: Estratégia e Internacionalização de Empresas RESUMO SUSTENTABILIDADE E CADEIAS DE SUPRIMENTOS: QUAL A CONFIGURAÇÃO ATUAL? SUSTAINABILITY AND SUPPLY CHAIN: WHICH THE CURRENT CONFIGURATION?

Leia mais

Os impactos do EDI e da Internet no desempenho logístico de empresas da indústria de alimentos

Os impactos do EDI e da Internet no desempenho logístico de empresas da indústria de alimentos Os impactos do EDI e da Internet no desempenho logístico de empresas da indústria de alimentos Karine Araújo Ferreira (UFSCar) karine@dep.ufscar.br Maria Rita Pontes Assumpção (UFSCar) rita@dep.ufscar.br

Leia mais

Palavras-chave: Gestão do Fluxo da Cadeia de Suprimentos (MFMP); Logística Reversa; Efficient Consumer Response; Postergação; Coordenação.

Palavras-chave: Gestão do Fluxo da Cadeia de Suprimentos (MFMP); Logística Reversa; Efficient Consumer Response; Postergação; Coordenação. Análise de ferramentas, técnicas e metodologias utilizadas na gestão logística como mecanismos de realização dos subprocessos operacionais da gestão do fluxo de manufatura para coordenação de ordens na

Leia mais

Palavras-chaves: Cadeia de Suprimentos, Planejamento Colaborativo, Programas de Resposta Rápida.

Palavras-chaves: Cadeia de Suprimentos, Planejamento Colaborativo, Programas de Resposta Rápida. UMA DISCUSSÃO SOBRE OS PROGRAMAS DE RESPOSTA RÁPIDA E O PLANEJAMENTO COLABORATIVO NO GERENCIAMENTO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS: EVOLUÇÃO, DEFINIÇÕES E IMPLICAÇÕES Diego Augusto de Jesus Pacheco (UNISINOS)

Leia mais

Motivadores para Implementação de Iniciativas de Colaboração no Processo de Planejamento da Demanda

Motivadores para Implementação de Iniciativas de Colaboração no Processo de Planejamento da Demanda Motivadores para Implementação de Iniciativas de Colaboração no Processo de Planejamento da Demanda - Parte I - Leonardo Julianelli Depois de décadas estudando e discutindo modelos estatísticos sofisticados

Leia mais

AS REDES DE NEGÓCIOS E AS CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO DE CASO PARA COMPREENSÃO CONCEITUAL

AS REDES DE NEGÓCIOS E AS CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO DE CASO PARA COMPREENSÃO CONCEITUAL AS REDES DE NEGÓCIOS E AS CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO DE CASO PARA COMPREENSÃO CONCEITUAL Fabio Alves Barbosa Centro Universitário de Araraquara/SP (UNIARA) Departamento de Engenharia de Produção

Leia mais

ANAIS ANÁLISE E REFLEXÃO DAS MÉTRICAS RELEVANTES PARA AVALIAÇÃO DAS INICIATIVAS E PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

ANAIS ANÁLISE E REFLEXÃO DAS MÉTRICAS RELEVANTES PARA AVALIAÇÃO DAS INICIATIVAS E PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS ANÁLISE E REFLEXÃO DAS MÉTRICAS RELEVANTES PARA AVALIAÇÃO DAS INICIATIVAS E PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS JUSSARA CAOVILA DE MELO ( jussaracaovila@gmail.com ) UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Leia mais

ANAIS CUSTOMER SERVICE: UMA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO LOGÍSTICO OFERECIDO PARA CLIENTES-CHAVE DE UMA EMPRESA DE BENS DE CONSUMO.

ANAIS CUSTOMER SERVICE: UMA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO LOGÍSTICO OFERECIDO PARA CLIENTES-CHAVE DE UMA EMPRESA DE BENS DE CONSUMO. CUSTOMER SERVICE: UMA AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO LOGÍSTICO OFERECIDO PARA CLIENTES-CHAVE DE UMA EMPRESA DE BENS DE CONSUMO. RAPHAEL ROSSI RODRIGUES ( rrossi_87@yahoo.com.br, rrossi@la.ko.com ) UNIVERSIDADE

Leia mais

Uma discussão sobre as diferentes classificações da estratégia de postponement

Uma discussão sobre as diferentes classificações da estratégia de postponement Uma discussão sobre as diferentes classificações da estratégia de postponement A discussion on the different classifications of the postponement strategy Karine Araujo Ferreira Universidade Federal de

Leia mais

ENTRAVES PARA A APLICAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA TRANSPORTADORA DO ESPÍRITO SANTO

ENTRAVES PARA A APLICAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA TRANSPORTADORA DO ESPÍRITO SANTO ENTRAVES PARA A APLICAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA TRANSPORTADORA DO ESPÍRITO SANTO Arildo Paulo Viana Junior (AEGEA) arildoviana@gmail.com Caio Ruano da Silva (IFES) caio.silva@ifes.edu.br

Leia mais

ANÁLISE CRÍTICA DE SISTEMÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS

ANÁLISE CRÍTICA DE SISTEMÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS ANÁLISE CRÍTICA DE SISTEMÁTICAS DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS VALDIRENE GASPARETTO, M. Eng. Doutoranda no PPGEP da Universidade Federal de Santa Catarina UFSC - Brasil Professora

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática MATRIZ CURRICULAR ELETIVAS

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática MATRIZ CURRICULAR ELETIVAS MATRIZ CURRICULAR ELETIVAS 7ª ETAPA GESTÃO EMPRESARIAL: FOCO SISTEMAS CORPORATIVOS Disciplina: ESTRATÉGIAS EM SISTEMAS DE GESTÃO EMPRESARIAL ENEX00614 (34) Teóricas 34 h/a Conceitos básicos de estratégia

Leia mais

Adriana Troczinski Storti 1 ; Giana Lisa Zanardo Sartori 2 ; Pedro Alencar Testolin 3

Adriana Troczinski Storti 1 ; Giana Lisa Zanardo Sartori 2 ; Pedro Alencar Testolin 3 RELACIONAMENTOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO DO RELACIONAMENTO ENTRE EMPRESAS E FORNECEDORES SOB A ÓTICA DAS INDÚSTRIAS NO SEGMENTO MOVELEIRO DO RIO GRANDE DO SUL RELACIONAMENTOS EM CADEIAS DE

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação (X) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

PLANEJAMENTO COLABORATIVO DA DEMANDA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GESTÃO DE ESTOQUES NA CADEIA DE SUPRIMENTOS

PLANEJAMENTO COLABORATIVO DA DEMANDA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GESTÃO DE ESTOQUES NA CADEIA DE SUPRIMENTOS PLANEJAMENTO COLABORATIVO DA DEMANDA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: GESTÃO DE ESTOQUES NA CADEIA DE SUPRIMENTOS Marina Dias de Faria (UFRJ) marinafaria86@hotmail.com José Luis Felicio Carvalho (UFRJ) zkcarvalho@hotmail.com

Leia mais

PLANEJAMENTO DE COMPRAS E OS TRADE-OFFS EM OPERAÇÕES: UMA ANÁLISE EM UMA EMPRESA FABRICANTE DE TINTAS AUTOMOTIVAS

PLANEJAMENTO DE COMPRAS E OS TRADE-OFFS EM OPERAÇÕES: UMA ANÁLISE EM UMA EMPRESA FABRICANTE DE TINTAS AUTOMOTIVAS PLANEJAMENTO DE COMPRAS E OS TRADE-OFFS EM OPERAÇÕES: UMA ANÁLISE EM UMA EMPRESA FABRICANTE DE TINTAS AUTOMOTIVAS ROGER AUGUSTO LUNA Universidade de Fortaleza rog_luna@hotmail.com FERNANDO LUIZ EMERENCIANO

Leia mais

FERNANDO BERNARDI DE SOUZA

FERNANDO BERNARDI DE SOUZA PROCESSOS COMPONENTES NO CPFR (Collaborative Planning, Forecasting, and Replenishment) ESTUDO DE DOIS CASOS PRÁTICOS MAURO VIVALDINI ( mvivaldini@martin-brower.com.br ) MARTIN BROWER FERNANDO BERNARDI

Leia mais

A Cadeia de Abastecimentos corresponde ao conjunto de processos necessários para: agregar-lhes valor dentro da visão dos clientes e consumidores e

A Cadeia de Abastecimentos corresponde ao conjunto de processos necessários para: agregar-lhes valor dentro da visão dos clientes e consumidores e A Cadeia de Abastecimentos corresponde ao conjunto de processos necessários para: obter materiais, agregar-lhes valor dentro da visão dos clientes e consumidores e disponibilizar os produtos no local e

Leia mais

Agente integrador em cadeias de suprimentos um estudo teórico sobre Prestador de Serviços Logísticos (PSL)

Agente integrador em cadeias de suprimentos um estudo teórico sobre Prestador de Serviços Logísticos (PSL) Agente integrador em cadeias de suprimentos um estudo teórico sobre Prestador de Serviços Logísticos (PSL) Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@mbbrasil.com.br Sivio R. I. Pires (UNIMEP) sripires@unimep.br

Leia mais

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 96 6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALVAREZ, M. Terceirização Parceria e Qualidade. Rio de Janeiro: Campus, 1996. ARAGÃO, A. Modelo Para SCM Baseado em Integração de Processos, Compartilhamento de Informação

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ALMEIDA, F. C.; SIQUEIRA, J. O.; ONUSIC, L. M. Data Mining no contexto de Customer Relationship Management. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 12, n. 2, p.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DOM PEDRITO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DOM PEDRITO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DOM PEDRITO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO DISCIPLINA: Logística em Agronegócio CÓDIGO: DP 0092 PROFESSOR: Nelson de Mello AULA 1 03/03/2016 Logística

Leia mais

ASPECTOS FUNDAMENTAIS DO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM REDES LOGÍSTICAS

ASPECTOS FUNDAMENTAIS DO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM REDES LOGÍSTICAS ASPECTOS FUNDAMENTAIS DO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM REDES LOGÍSTICAS Data: 10/03/2001 Peter Wanke INTRODUÇÃO Localizar instalações ao longo de uma cadeia de suprimentos consiste numa importante

Leia mais

GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUPPLY CHAIN MANAGEMENT A BUSCA PELA VANTAGEM COMPETITIVA

GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUPPLY CHAIN MANAGEMENT A BUSCA PELA VANTAGEM COMPETITIVA EXATAS E TECNOLÓGICAS ISSN IMPRESSO - 2359-4934 ISSN ELETRÔNICO - 2359-4942 GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS SUPPLY CHAIN MANAGEMENT A BUSCA PELA VANTAGEM COMPETITIVA Suzana Arleno Souza Santos 1

Leia mais

Turismo Industrial. A problemática e tendências para o futuro

Turismo Industrial. A problemática e tendências para o futuro Turismo Industrial A problemática e tendências para o futuro Seminário Turismo Industrial e Desenvolvimento Local Turismo de Portugal - 30 Outubro 2013 Carlos Costa [ccosta@ua.pt] Universidade de Aveiro

Leia mais

1. OBJECTIVOS 2. METODOLOGIA DA DISCIPLINA 3. PROGRAMA PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR PREVISTO

1. OBJECTIVOS 2. METODOLOGIA DA DISCIPLINA 3. PROGRAMA PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR PREVISTO Curso Mestrado em Gestão - Logísitca Ano lectivo 2009/2010 Unidade Curricular Gestão Logística da Produção ECTS 6 Ano 1º Tipo Semestral Horas de trabalho globais Docente(s) Amândio Pereira Baía Total 168

Leia mais

O relacionamento colaborativo na cadeia de suprimentos do McDonald s

O relacionamento colaborativo na cadeia de suprimentos do McDonald s O relacionamento colaborativo na cadeia de suprimentos do McDonald s Mauro Vivaldini (UNIMEP) mvivaldini@mbbrasil.com.br Fernando Bernardi de Souza (UNIMEP) fbsouza@unimep.br Resumo: Através da análise

Leia mais

ANAIS PROCESSOS DE NEGÓCIOS NA CADEIA DE SUPRIMENTOS EM ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS NA CIDADE DE APUCARANA-PR

ANAIS PROCESSOS DE NEGÓCIOS NA CADEIA DE SUPRIMENTOS EM ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS NA CIDADE DE APUCARANA-PR PROCESSOS DE NEGÓCIOS NA CADEIA DE SUPRIMENTOS EM ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS NA CIDADE DE APUCARANA-PR TIAGO CORREIA DA CUNHA (tiago.cunha@fap.com.br) FAP - Faculdade de APucarana ANA PAULA GUIMARAES (ana.rh@fap.com.br)

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. June 2007 Present: Assistant Professor, Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

CURRICULUM VITÆ. June 2007 Present: Assistant Professor, Faculdade de Economia da Universidade do Porto. CURRICULUM VITÆ PERSONAL DATA Full name: Birth: Nationality: Address: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 December 1971, Porto (Portugal) Portuguese Faculdade de Economia da Universidade

Leia mais

Planejamento Colaborativo da Demanda: Integração com melhoria da performance operacional

Planejamento Colaborativo da Demanda: Integração com melhoria da performance operacional 1 Priscila Martinez de Souza Planejamento Colaborativo da Demanda: Integração com melhoria da performance operacional Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas 110 Referências Bibliográficas ABCPO: Associação Brasileira de Comércio de Produtos Odontológicos. Notícias: ABCPO e Indústrias definem metas para o fortalecimento do setor. Disponível: http://www.abcpo.com.br/ver_not2.php.

Leia mais

Um Estudo do Impacto da Sofisticação Logística dos Embarcadores Brasileiros Industrial no Padrão de Contratação dos Serviços de Operadores Logísticos

Um Estudo do Impacto da Sofisticação Logística dos Embarcadores Brasileiros Industrial no Padrão de Contratação dos Serviços de Operadores Logísticos Um Estudo do Impacto da Sofisticação Logística dos Embarcadores Brasileiros Industrial no Padrão de Contratação dos Serviços de Operadores Logísticos Autoria: Peter Wanke, Paulo Fernando Fleury, Maria

Leia mais

A Influência do Planejamento e das Capacidades Logísticas sobre o Desempenho dos Ciclos de Valor da Logística Integrada

A Influência do Planejamento e das Capacidades Logísticas sobre o Desempenho dos Ciclos de Valor da Logística Integrada A Influência do Planejamento e das Capacidades Logísticas sobre o Desempenho dos Ciclos de Valor da Logística Integrada Autoria: Marcelo Bronzo Ladeira, Marcos Paulo Valadares de Oliveira ABSTRACT Apesar

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ACS, Z. J.; AUDRETSCH, D. B. Innovation in large and small firms: an empirical analysis. The American Economic Review, v. 78, n. 4, p. 678-690, 1988. ANTONCIC, B.; HISRICH,

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996.

CURRICULUM VITÆ. Licenciatura em Economia da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, concluída em Julho de 1996. CURRICULUM VITÆ DADOS PESSOAIS Nome: Nascimento: Nacionalidade: Morada: Manuel Emílio Mota de Almeida Delgado Castelo Branco 30 de Dezembro de 1971, Porto (Portugal) Portuguesa Faculdade de Economia do

Leia mais

Logística empresarial conceitos e definições

Logística empresarial conceitos e definições Logística empresarial conceitos e definições Por Leandro Callegari Coelho - Logística Descomplicada, em 01 de fevereiro 2010 Por Camila Avozani e Aline Regina Santos No início de 1991, a logística e a

Leia mais

3 CONTEÚDO PROGRMÁTICO

3 CONTEÚDO PROGRMÁTICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Curso de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP.

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social DISCIPLINA Controlo Informático da Gestão LICENCIATURA Informática

Leia mais

O GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DA LOGÍSTICA E OS RESULTADOS NO DESEMPENHO DA KEPLER WEBER S.A.

O GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DA LOGÍSTICA E OS RESULTADOS NO DESEMPENHO DA KEPLER WEBER S.A. O GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DA LOGÍSTICA E OS RESULTADOS NO DESEMPENHO DA KEPLER WEBER S.A. Simone Regina Didonet Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel Rua Souza Naves, 4097/51 CEP 85810-070

Leia mais

A gestão da cadeia de suprimentos: teoria e prática

A gestão da cadeia de suprimentos: teoria e prática A gestão da cadeia de suprimentos: teoria e prática Jaciane Cristina Costa (UFRGS) jccosta@ea.ufrgs.br Jorgelina Beltrán Rodriguez (UFRGS) jbrodriguez@ea.ufrgs.br Wagner Junior Ladeira (UFRGS) wjladeira@ea.ufrgs.br

Leia mais

Operador Logístico e Manutenção Terceirizada: Um Estudo Sobre Performance Baseada na Empresa Foco da Cadeia de Suprimentos

Operador Logístico e Manutenção Terceirizada: Um Estudo Sobre Performance Baseada na Empresa Foco da Cadeia de Suprimentos Operador Logístico e Manutenção Terceirizada: Um Estudo Sobre Performance Baseada na Empresa Foco da Cadeia de Suprimentos Autoria: Mauro Vivaldini, Fernando Bernardi de Souza Resumo A partir da análise

Leia mais

UMA PROPOSTA CONCEITUAL PARA A MEDIDA DO GRAU DE COMPETITIVIDADE DE UMA EMPRESA

UMA PROPOSTA CONCEITUAL PARA A MEDIDA DO GRAU DE COMPETITIVIDADE DE UMA EMPRESA UMA PROPOSTA CONCEITUAL PARA A MEDIDA DO GRAU DE COMPETITIVIDADE DE UMA EMPRESA A CONCEPTUAL PROPOSAL TO MEASURE THE COMPETITIVENESS DEGREE OF A COMPANY Wagner Cezar Lucato, M.Sc Doutorando em Engenharia

Leia mais

DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT Artigo para a Revista Global Fevereiro de 2007 DIFERENTES INTERPRETAÇÕES DO CONCEITO DE SUPPLY CHAIN MANAGEMENT O conceito de Supply Chain Management (SCM), denominado Administração da Cadeia de Abastecimento

Leia mais

O Efeito Chicote e o seu Impacto na Gestão das Cadeias de Suprimentos

O Efeito Chicote e o seu Impacto na Gestão das Cadeias de Suprimentos O Efeito Chicote e o seu Impacto na Gestão das Cadeias de Suprimentos RESUMO Leandro Callegari Coelho (UFSC) leandroah@hotmail.com Neimar Follmann (UFSC) follmann2@hotmail.com Carlos Manuel Taboada Rodriguez

Leia mais

9 Referências bibliográficas

9 Referências bibliográficas 136 9 Referências bibliográficas ALVARENGA, A. C. ; NOVAES, A. G. N. Logística aplicada: suprimento e distribuição física. 3. ed. 1. reimp. São Paulo: Edgard Blücher, 2000. 194 p. BAÍDYA, T. K. N. ; AIUBE,

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

Gestão do relacionamento em uma indústria de peças plásticas da cadeia automotiva

Gestão do relacionamento em uma indústria de peças plásticas da cadeia automotiva Gest. Prod., São Carlos, v. 20, n. 4, p. 899-911, 2013 Gestão do relacionamento em uma indústria de peças plásticas da cadeia automotiva Relationship management in a plastic part industry of the automotive

Leia mais

MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Área de concentração: Organizações, Empreendedorismo e Internacionalização Disciplina: ESTRATÉGIA E PRÁTICA ORGANIZACIONAL Carga Horária semanal: 3 horas

Leia mais

GE ADMINISTRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS E LOGÍSTICA EMPRESARIAL

GE ADMINISTRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS E LOGÍSTICA EMPRESARIAL GE ADMINISTRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS E LOGÍSTICA EMPRESARIAL 18 de Agosto de 2011 1 Composição do GELOG 1)- ALEXANDRE JOSÉ DO NASCIMENTO 2)- ANA CLAUDIA BELFORT 3)- DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO 4)- EDSON

Leia mais

Gestão de Relacionamento com os Fornecedores: uma revisão com enfoque na integração entre Logística e Produção

Gestão de Relacionamento com os Fornecedores: uma revisão com enfoque na integração entre Logística e Produção Recebido: 19/01/2015 Aprovado: 23/04/2015 Gestão de Relacionamento com os Fornecedores: uma revisão com enfoque na integração entre Logística e Produção Supplier Relationship Management: a review focused

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PLANO DE ENSINO Disciplina: FUNDAMENTOS DE LOGÍSTICA. Carga Horária:

Leia mais

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas Referências Bibliográficas BALLOU, R. H. Logística empresarial: transportes, administração de materiais e distribuição física. São Paulo: Atlas, 1993.. Gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE FIRMAS DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE FIRMAS DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE FIRMAS DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS Parceiros: PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE FIRMAS DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS Coordenação Científica Professor Doutor Vítor da Conceição Gonçalves (Professor

Leia mais

Francisco César Borges Blois. Estudo do suprimento de válvulas acionadas manualmente para a Petrobras. Dissertação de Mestrado

Francisco César Borges Blois. Estudo do suprimento de válvulas acionadas manualmente para a Petrobras. Dissertação de Mestrado Francisco César Borges Blois Estudo do suprimento de válvulas acionadas manualmente para a Petrobras Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre

Leia mais