GLOSSÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "http://www.blogdocallcenter.com GLOSSÁRIO"

Transcrição

1 1 GLOSSÁRIO ABEMD - Associação Brasileira de Marketing Direto - - é a entidade que congrega as empresas de Marketing Direto. Atua na difusão de informações sobre a atividade de marketing direto no Brasil no País, organizando cursos, seminários e pesquisas. É a voz das empresas de Marketing Direto nas negociações com órgãos do governo e entidades nacionais e internacionais. ABT - Associação Brasileira de Teleserviços, entidade que congrega empresas do segmento de call center, telemarketing, teleserviços, help-desk, etc,interagnido com toda a sociedade e governo na defesa do setor- ADERÊNCIA - Termo originário do inglês adherence, mede a eficácia da programação das escalas de horários do pessoal em uma central do gênero call center, possibilitando atender o máximo de chamadas entrantes com o menor custo de mão-de-obra. ADSL - Asymmetric Digital Subscriber Line ou Linha Digital de Assinante Assimétrica - O ADSL é uma das tecnologias de acesso banda larga para transmissão de dados em alta velocidade. A transmissão acontece em velocidade diferentes, conforme a direção do usuário e da rede, portanto é chamada de assimétrica. A transmissão de dados é feita por um par de fios telefônicos comuns, e a taxa máxima possível atingida é 8Mbps para downstream (dados recebidos da rede pelo usuário) e 800kbps para upstream (dados transmitidos pelo usuário para a rede). AFFINITY MARKETING - Marketing por Afinidade, ação de marketing que se utiliza de recursos como promoções por , banners e mídia offline, visando atingir os consumidores de produtos relacionados com os que deseja vender. Por exemplo, oferecer rodas de liga leve para quem comprou um carro esportivo. AGÊNCIA DE MARKETING DIRETO - Empresas especializadas em projetos de Marketing Direto, com estratégias elaboradas para atingir focadamente o público alvo. AGENDAMENTO DE VISITAS - Ação de agendar contatos previamente à visita de um vendedor externo ou gerentes de negócio; é realizada por agentes de Telemarketing especializados que entram em contato com Clientes e prospects com script especifico para esta ação e não para vender no primeiro contato. AGENTE DE ATENDIMENTO - Denominação genérica para o cargo de Operador, Atendente, Telemaker ou Representante. Realiza o atendimento das chamadas entrantes a um Call Center ou efetuam chamadas externas, em campanhas de Ativo. Neste caso chamadas são todos os contatos, seja por telefone, , fax, website, chat (sala de bate-papo), etc.

2 2 AGENTE ESPECIALIZADO - Profissional cujo conhecimento ou técnica específica habilita-o a funções mais importantes no atendimento a Clientes em uma central. Exemplo: atendente bilíngüe alocado em atendimento a Clientes de língua estrangeira, engenheiro que atendente um SAC de montadora ou profissionais de nível superior que atendem determinados helpdesk. AGENTE UNIVERSAL - Profissional multi-skill, com acesso a todos os recursos e informações disponíveis na central de atendimento, habilitado para a solução de problemas dos Clientes. Pode ser entendido como o Agente que atende a todos os tipos de chamadas - receptivas e ativas em qualquer dos canais de atendimento ( , fax, website, chat, etc). AMOSTRA RANDÔMICA - Tipo de amostragem representativa de todo o universo a ser pesquisado ou trabalhado. Deve ser precedida de testes que assegurem a confiabilidade na resposta. AMOSTRAGEM - Processo de seleção e escolha dos elementos entre todos da população ou universo, e que irão constituir uma amostra e serão considerados, para efeito de pesquisa, como representantes do conjunto da população à qual pertencem. Conceitualmente há vários métodos de amostragem sendo os mais freqüentes: a) Amostragem aleatória - designa a amostragem feita ao acaso; b) Amostragem estratificada ou amostragem por cotas - a população é dividida em subclasses, dentre as quais são recolhidos elementos para formar a amostra; c) Amostragem por estágios múltiplos - chega-se à amostra definitiva após vários estágios de seleção, aplicando-se a cada estágio o mesmo tipo ou diferentes tipos de amostragem. ANÁLISE SWOT - Ferramenta do Planejamento Estratégico que estuda o posicionamento da empresa frente ao macro-ambiente, considerando seus pontos Fortes (Strengths) e Fracos (Weaknesses), e as Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats) do mercado onde atua. ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações - órgão regulador do Governo Federal para a área de telecomunicações ATIVAÇÃO (OU RECUPERAÇÃO) DE CLIENTES - Ação ativa com foco em Clientes que interromperam momentaneamente o relacionamento com a empresa. Nesta ação os Clientes são abastecidos de informações sobre os novos produtos, serviços, promoções, incentivando a sua reativação. ATIVO - Diz-se do Telemarketing Ativo ou "outbound"; aquele que realiza chamadas a partir do Call Center para o Cliente. ATIVOS (ACTIVES) - Consumidores ou Clientes de uma lista ou banco de dados que realizaram compras em um período recente, normalmente inferior a um ano; Ex: assinantes de um determinado serviço cujas assinaturas estejam em vigor.

3 3 AUDIÊNCIA (AUDIENCE) - Quantidade total de indivíduos ou prospects atingidos por uma peça / campanha de marketing direto. AUDITAGEM DE VAREJO - Em inglês, store audit. Processo que envolve realização de pesquisas e monitoria contínua de informações relativas ao comportamento das vendas no varejo; pode ser feita de forma amostral, porém representativa e com grau de precisão que permita ações de correção; deve ser feita diretamente nos pontos-de-venda, junto ao nível de estoques e os preços ao consumidor. É tradicionalmente realizada por empresas como a Nielsen, empresa líder mundial nessa técnica. B2B - Abreviatura de Business to Business, descreve o relacionamento comercial, colaborativo ou estratégico entre empresas no mercado. Cresceu com o advento da Internet. B2C - Abreviatura de Business to Consumer, descreve o relacionamento entre as empresas e seus consumidores ou Clientes. BACK-OFFICE - Área de retaguarda da operação, normalmente com atividades administrativas que requerem manipulação de documentos e objetos. Tem baixo contato com o Cliente (somente retornos). Sua função é agilizar soluções para os Clientes e liberar os atendentes do front-end, para novas chamadas. BANNER - Peça de anúncio ou propaganda com imagem gráfica, que pode ser impresso, para ser exibido externamente ou disponibilizado no site. Pode ser animado ou estático; pode ter link para outras páginas ou conteúdos na internet; contém mensagem publicitária ou estimula a pesquisa. Na internet é a mídia mais utilizada. BELOW ZEROS (BZS) - Expressão que significa "abaixo de zero" ou seja, Clientes cujo custo de atendimento é maior do que a receita que podem proporcionar a empresa BENCHMARK - Termo que significa "o(s) melhor(es) resultado(s)" ou referencia dentre as organizações concorrentes. BENCHMARKING - Ação ou estratégia que pode ser adotada por empresas que buscam conhecer e comparar soluções praticadas no seu ramo de negócio entre outras empresas do segmento que possam ser apontadas como referencia, servindo de modelo para adequação de processos, formas de comunicação, customização ou readaptação. O benchmarking pode ser a) interno, quando se compara atividades semelhantes dentro da mesma organização; b) competitivo, quando se compara atividades semelhantes com os concorrentes; c) funcional, quando se compara atividades semelhantes conduzidas dentro de empresas de ramos diferentes. BILHETADOR AUTOMÁTICO - Equipamento ou arquivo eletrônico que armazena informações sobre as chamadas telefônicas ocorridas, registrando o número da linha chamadora ou originadora (número de "A"), número de quem recebeu a chamada (número de "B"), tempo de duração da chamada, data/horário. Pode ser usada em campanhas de telemarketing receptivo

4 4 apoiadas na veiculação de mídia eletrônica em TV ou Rádio que geraram picos de chamadas não atendidas pelo congestionamento na rede. O bilhetador armazena todos os números dos telefones que tentaram contatar a central mas não conseguiram, possibilitando uma ação ativa posterior para recuperar estes prospects. BILHETAGEM - Processo de armazenagem dos bilhetes (registros) de todas as chamadas trafegadas, catalogando dados como: número da linha chamadora ou originadora (número de "A"), número de quem recebeu a chamada (número de "B"), tempo de duração da chamada, data/horário e da chamada. BILLING - Ou "faturamento", é o processo ou sistema de cobrança do serviço prestado por uma carrier (operadora de telecomunicações), que permite a esta que apresente fatura discriminada ao assinante ou usuário do serviço. BINA - Trata-se de um aparelho (hardware) e programação (software), que acoplados a linha telefônica e devidamente programado na central telefônica, permite identificar o número do telefone do chamador, facilitando o retorno na impossibilidade de atendimento imediato a chamada ou armazena. Na telefonia fixa, além de requerer o aparelho, é uma facilidade que deve contratada junto a operadora; na telefonia móvel é uma facilidade incorporada aos aparelhos. BIRÔ DE TELEMARKETING - Expressão genérica para classificação de empresas prestadoras de serviços de telemarketing ativo ou receptivo, fullfillment, suporte e help desk. Também é conhecido como agências de outsourcing ou terceirizadoras. BONECO - Expressão comum ao meio de criação da área de publicidade e propaganda, e simboliza a peça que será veiculada, em sua forma pré-acabada, a fim de obter a avaliação e aprovação do Cliente. BREAK EVEN POINT - Termo que significa Ponto de Equilíbrio e representa o volume de vendas em que receitas empatam com despesas fixas. Acima desse ponto a operação apresenta margem positiva ou lucro. BRIEFING - Expressão que designa conjunto de dados e informações comerciais ou de marketing, geralmente entregues por escrito e que servirão de base para estudos de promoção, merchandising, elaboração de campanhas, confecção de peças em geral e orçamentos. BUDGET - Termo cuja tradução é "orçamento", significa no meio do marketing direto, a existência de orçamento para uma determinada campanha ou disponibilidade de verba para determinado gasto previsto. BUREAU DE SERVIÇOS - Expressão que simboliza a empresa que atende chamadas ativas e/ou receptivas em nome de outra organização. Neste caso há uma terceirização total : infra-

5 5 estrutura, tecnologia e pessoas). São conhecidos também como empresas de outsourcing ou "terceirizadoras". BUSINESS INTELLIGENCE - Na tradução literal significaria "inteligência nos negócios", consiste na utilização da massa de dados geradas na organização, oriundos de sistemas operacionais ou administrativos, que após trabalhados e transformados em dados estratégicos transformam-se em informações. BUSINESS-TO-BUSINESS - Conhecido pela abreviatura B2B, define as relações de negócio que acontecem entre empresas, normalmente produtores e comerciantes. Pode ser realizada de diversas formas e canais como representantes, Telemarketing, internet, etc. BUSINESS-TO-CONSUMER - Conhecido pela abreviação B2C, define as relações de negócio entre empresas e consumidores finais, comum nas vendas de varejo. Campanhas B2C apóiamse telemarketing ativo, com discagem preditiva e telemarketing receptivo, para recepção de demanda estimulada a partir d a veiculação de anúncios e/ou comerciais de mídia e na de mala direta. BYPASS - Recurso ou ação que permite conectar o DAC diretamente aos operadores de uma central, através das linhas telefônicas, quando esses equipamentos apresentam falhas ou, por qualquer razão, estão desligados. CAIXA POSTAL DE VOZ - Também conhecido por "Voice Mail" ou "Correio de voz", trata-se de um gênero de secretária eletrônica, que grava digitalmente os recados para um usuário e permite a sua posterior recuperação. Muito usado em telefonia, principalmente na celular, facilitando o registro de recados quando o usuário está fora de área ou com o aparelho desligado. CALL BACK - Expressão que define o "retorno de uma chamada". È uma facilidade que pode ser agregada permitindo que o usuário defina a hora e o dia em que quer receber, por exemplo, o retorno de uma ligação. CALL BLENDING - Situação em que grupos de atendentes inbound (receptivo) e outbound (ativo) podem simultaneamente atender e realizar chamadas em um único grupo de agentes, otimizando o uso da carga horária contratada. CALL CENTER - Central de Chamadas, é o local onde as chamadas são recebidas e processadas em larga escala, com finalidades relativas á vendas, marketing, serviço ao consumidor, telemarketing, suporte técnico e qualquer outra atividade administrativa especializada. Portanto o Call Center é um local de "geração de negócios" por telefone, combinando de forma sinérgica: Infra-estrutura e tecnologia (banco de dados, sistemas de informática automáticos e inteligentes, telefonia, internet, hardware, mobiliário ergonômico, etc), Recursos Humanos ( profissionais altamente qualificados, treinados e motivados) e Processos (documentos, fluxos, parâmetros, etc), possibilitando qualidade no serviço prestado aos Clientes.

6 6 CALL CENTER HÍBRIDO - Call center de operações mistas, ou seja há operações ativas e receptivas funcionando simultaneamente no mesmo grupo, portanto com um DAC fazendo o papel de distribuidor e discador ao mesmo tempo. CAMPANHAS - Ações de marketing com objetivos pré-estabelecidos, utilizando operação ativa (campanhas ativas) ou receptiva (campanhas receptivas). As campanhas "ativas" são suportadas pelo uso de tecnologia intensa "discadores automáticos", e softwares de vendas. As campanhas "receptivas" são apoiadas por veiculação de mídia eletrônica e ações de marketing direto (mala direta). CANAL DE DISTRIBUIÇÃO - Conjunto de formas/etapas que um produto segue entre o fabricante e o consumidor final. Segundo Kotler, os canais de distribuição têm até cinco níveis, variando do canal direto (fabricando X Cliente final) até o que envolve intermediários como atacadistas, distribuidor e varejistas. CARONA - São dois aparelhos headset, conectados em única linha telefônica. È utilizado para monitoração on-line ou com finalidade de acompanhamento da operação para os agentes em treinamento ou reciclagem. CARTA-RESPOSTA - Tipo de correspondência oferecida como um serviço dos Correios, em que a postagem é paga pela empresa que enviou a correspondência e espera a resposta, A cartaresposta segue regras contratual entre a ECT e a empresa que utiliza-se desta estratégia: tem formato de envelope, no qual poderão ser inseridos pedidos, cheques ou peças a serem devolvidas pelo cliente; a tarifa postal é igual à da correspondência com o mesmo peso; as medidas máximas e mínimas são definidas pelo Correio e nele consta inclusive o número do convênio. CATÁLOGO - Peça de Mala Direta oferecendo diversos produtos, cujo formato é visualmente atrativo e incentiva a aquisição. Aplica-se principalmente em produtos de consumo. Trata-se de uma forma sofisticada para fazer vendas à distância, reunindo em suas páginas todas as informações de uma operação de Marketing Direto. A tendência do mercado é combinar esse tipo de comercialização através de "catálogos" com vendas em lojas, venda porta-a-porta e via meios eletrônicos (CD-ROM, Internet). CDMA - Code Division Multiple Access (Acesso Múltiplo por Divisão de Código) - padrão digital para telefonia celular. Todos os telefones móveis e todas as ERBs transmitem seus sinais ao mesmo tempo e nas mesmas freqüências portadoras. Cada um dos elementos do sistema (ERBs e assinantes) possui um longo código binário, exclusivo, para diferenciar um do outro no lado do receptor. O código é aplicado a cada um dos bits gerados por um assinante, por exemplo. CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CLIENTE - Em inglês, Customer Care Center. Conceitualmente é a estrutura que se vale, simultaneamente, de tecnologia de banco de dados e orientação de marketing para a identificação das preferências individuais de cada cliente, somando-se as habilidades para o atendimento e a realização de chamadas. CEO - CHIEF EXECUTIVE OFFICE - Principal executivo de uma empresa/organização.

7 7 CHAMADA EM FILA - Chamada recebida por um sistema DAC, em situação de espera para ser atendida. CHAMADA RETIDA - Também chamado pela sigla NHLD, em inglês, é quantificação estatística das ligações que permaneceram em espera por determinado tempo no DAC, independentemente de terem sido atendidas ou desconectadas antes do atendimento. CHAMADAS ABANDONADAS - Chamadas recebidas pelo DAC da central de atendimento mas que não chegaram a PA / Atendente porque o interessado desconectou antes. Geralmente ocorrem porque há fila de espera e o Cliente cansa-se de esperar o atendimento. CHAT - Também conhecido como sala de "bate-papo", é um serviço disponível na internet, no formato de página, em que se reúnem usuários conectados simultaneamente no mesmo serviço para troca de mensagens em tempo real. CHURN - Expressão que designa a deslealdade ou a falta de fidelidade dos clientes a uma determinada empresa ou marca. Quanto maior a taxa de churn menor a fidelização desta base de clientes. CICLO DE VIDA DO PRODUTO/SERVICO - Conjunto de etapas, por que passa um produto ou serviço. Estudiosos do Marketing enumeram normalmente quatro etapas: lançamento, crescimento, maturidade e declínio. CLICK-THROUGH RATE - É a percentagem de público que vê e clica num banner eletrônico disponível em uma página na internet. É calculado dividindo-se o número de clicks pelo número de exibição do banner. CLIENTE / SERVIDOR - Arquitetura de processamento de informações e aplicações dentro de uma rede local (LAN) departamental ou corporativa que divide a carga de trabalho entre equipamentos de mesa, ou desktops ("estações de trabalho") e um ou mais computadores com mais recursos de processamento ("servidores"). O princípio dessa arquitetura é o compartilhamento de capacidade e dispositivos. A vantagem desse modelo, amplamente adotado a partir do início da década de 90 sobre o utilizado anteriormente, que se baseava em mainframes (computadores de grande porte) e terminais burros é, em tese, a aceleração do acesso às informações por parte de grande número de usuários. Num call center, os clientes são as estações dos operadores e os servidores são os computadores responsáveis pelo processamento dos aplicativos, também chamados de servidores de aplicativos. O servidor de uma rede pode ser um minicomputador, uma estação de trabalho ou um microcomputador ligado a aparelhos de armazenamento. Um cliente pode acessar vários servidores diferentes de acordo com suas necessidades de pesquisas em bases de dados ou de execução de aplicativos. CLIENTE DE MAIOR VALOR - CMV - Clientes com o Valor Real mais alto para empresa - os que fazem a maior parte dos negócios, geram as mais altas margens, são mais predispostos a cooperar e tendem a ser os mais fiéis. Os CMVs são aqueles com os quais a empresa, provavelmente, tem maior retorno, portanto devem ter atendimento diferenciado e ser objeto de ações de retenção. CLIENTES DE MAIOR POTENCIAL (CMP). - Clientes para os quais o Valor Estratégico - que é o valor potencial do cliente -- excede muito o Valor Real atual do cliente. São os clientes que têm o maior potencial de crescimento, que pode ser alcançado por meio de vendas cruzadas, da

8 8 manutenção do cliente por um longo período de tempo ou talvez pela alteração do comportamento dele, fazendo-o operar de uma maneira que custe menos para a empresa. CONFERENCE CALL - Sistema que permite conectar, por telefone, mais de duas pessoas na mesma ligação, facilitando o intercâmbio de informações entre as equipes. Útil na realização de reuniões de trabalho. CONFLITO DE CANAIS - Situação que pode ocorrer quando uma empresa fornece o mesmo produto para seus clientes utilizando-se de canais diferentes. Exemplo típico é a venda de bens pela internet e através do varejo. Portanto requer planejamento, parâmetros de remuneração diferenciados e maturidade dos agentes. CONSULTA (INQUIRY) - Ação típica do Marketing Direto em que respostas a campanhas revelam interesse do cliente na oferta, mesmo que não estartem pedidos. CONTACT CENTER - Ambiente para o qual convergem todos os contatos e iterações com a base de Clientes, independentemente do tipo de canal de comunicação ou ferramenta utilizado para este fim (fax, telefone ou Internet, - ou chat, etc) CORREIO DE VOZ - ou "voice mail", é uma versão corporativa da secretária eletrônica onde recados para o usuário são gravados para posterior recuperação. CPM - Abreviatura de Custo Por Mil, representa a relação entre o investimento realizado numa campanha de marketing direto (custo do mailing, custo da carta, custo do correio, etc) e o número de clientes potenciais atingidos por esta iniciativa. Quando a campanha é suportada por call center, o custo é por cada mil contatos. CPU - Abreviatura de Central Processing Unit, é o cérebro do computador, ou literalmente processador ou processador central. Local onde os cálculos são realizados, portanto a parte mais importante de um sistema computacional. Em máquinas grandes, a CPU requer mais placas de circuito impresso. Em PCs e workstations, a CPU está centrada em um único chip chamado microprocessador. Dois componentes típicos de uma CPU são: a) unidade Lógico- Aritmética (ALU), que realiza as operações lógicas e aritméticas e b) unidade de controle, no qual extrai instruções da memória, decodifica e executa. DATA MINING - Mineração de Dados - Ação de analise de informações em um Banco de Dados usando ferramentas e conceitos estatísticos que procuram tendências ou anomalias sem o conhecimento do significado dos dados. Fundamental em estratégias de CRM, especialmente no comércio eletrônico. DATA WAREHOUSE - Empório de Dados - Indica o conjunto integrado de bancos de dados de uma empresa, que servem de base ao funcionamento dos sistemas. DATABASE - Conjunto de informações relevantes sobre o cliente, abrangentes e atualizadas, permitindo realizar campanhas a partir da seleção precisa para o envio de ofertas. Normalmente o banco de dados está armazenado em mídia eletrônica, recorrendo a ferramentas poderosas para a manipulação de grande volume de dados. DATABASE MARKETING - Conceito e conjunto de procedimentos que associam marketing e todos os dispositivos tecnológicos relacionados a banco de dados. O fundamento do database marketing é a utilização das informações sobre clientes armazenadas em banco de dados para

9 9 diversos tipos de ação mercadológica, desde os programas de fidelização de clientes já ativos até a ampliação da carteira de clientes, passando pela reativação dos inativos. Um exemplo da aplicação do conceito é a análise do perfil do cliente de determinado produto ou serviço para posterior eleição de grupos com perfis semelhantes na definição de público-alvo em iniciativas com vista a ampliar a carteira de clientes. O database marketing é o fundamento para a adoção de estratégias de marketing one-to-one. DDR - Abreviatura de Discagem Direta a Ramal. Serviço telefônico que permite o completar a chamada para uma empresa sem a intervenção de um intermediário (telefonista), de formas que o chamador (externo) fale diretamente com o representante da empresa no seu ramal telefônico. DEADLINE - Último dia para qualquer serviço em qualquer fase de execução. DELAY - Atraso - Expressão que significa o atraso ou demora entre duas etapas de qualquer serviço em execução ou atraso na transmissão de sinalização entre equipamentos. DESIGN - Conjunto de técnicas e de concepções estéticas aplicadas à representação visual de uma idéia ou mensagem, criação de logotipos, ícones, sistemas de identidade visual, vinhetas para televisão, projeto gráfico de publicações impressas etc. DIMENSIONAMENTO - Estudo que envolve forte conhecimento de estatística cuja finalidade é adequar as estruturas físicas, técnicas e de recursos humanos de um call center, aos objetivos de uma operação de atendimento ao cliente, seja SAC, telemarketing ativo ou receptivo. Acontece através do calculo de troncos e PAs necessárias a atender determinado tráfego de chamadas a serem ofertadas ou realizadas. DIRECT RESPONSE - Formato de campanha de Marketing que prevêem a interatividade com o Cliente e cujos resultados são avaliados em termos de participação do público, demonstrando se houve sucesso ou fracasso sob este ponto de vista. DISCADOR AUTOMÁTICO - Solução tecnológica que envolve computação e telefonia e que permite a discagem automática de chamadas em uma campanha de telemarketing ativo, agilizando a realização das chamadas e ganhando produtividade na operação. DISPLAY - Expositor de produtos e materiais de divulgação, com finalidade de promover, apresentar, demonstrar e ajudar a vender. Podem ser colocados diretamente no solo, vitrine, balcão e gôndola ou fixados na pared E-BUSINESS - Expressão que significa Negócio Eletrônico, composto pelo conjunto de negócios realizados a partir do uso da tecnologia digital e da Internet como principal meio de suporte a comunicação e interação entre as partes do negócio. E-COMMERCE - Expressão que significa Comércio Eletrônico, refere-se a usar a Internet, comunicações digitais e aplicativos de Tecnologia da Informação (IT) para possibilitar o processo de compra ou venda de bens e serviços. Alguns especialistas definem e-commerce como todas as etapas que ocorrem em qualquer ciclo de negócios usando a internet. Outros definem como compras feitas por consumidores e empresas pela Internet. - Significa Electronic Mail, em português: Correio Eletrônico. São as mensagens trocadas pelos Internautas em programas como Outlook Express ou Lotus Notes, etc.

10 10 MARKETING - Mensagem encaminhada eletronicamente com intuito de divulgar, promover, disseminar, incentivar o consumo, fixar marcas, lançar produtos/serviços/idéias. Seu modelo segue a estratégia de campanha escolhida pela empresa e ele deverá ter identidade visual e escrita com o segmento ( mailing list) escolhido. EDI - Abreviatura de Electronic Data Interchange, designa a transferência eletrônica de dados (relativos ao processamento de encomendas, faturas e pagamentos) através de redes públicas de comunicações. A tecnologia utilizada é semelhante ao correio eletrônico porém com um nível de segurança mais elevado. ENCARTE - Do inglês Insert, designa qualquer material impresso e inserido em um veículo de mídia impressa. Os encartes podem ser folhetos, cartões de pedido, etc. Paga-se pela veiculação, além do custo de impressão do próprio encarte. ENDOMARKETING - Aplicação da estratégia de Marketing escolhida pela Empresa às rotinas e relações internas da organização. Parte do pressuposto de que todos os empregados da empresa são clientes e fornecedores internos e que a empresa em si se constitui em um microsistema de Marketing. É também a modalidade de Marketing voltada para todos os segmentos de público direta e indiretamente envolvidos com a empresa (funcionários, fornecedores, prestadores de serviço, acionistas, revendedores, franqueados etc) e que podem funcionar como mensageiros da imagem institucional. Por meio de ações de comunicação interna, o endomarketing procura fixar positivamente a imagem corporativa, gerando um clima propício ao melhor desempenho, qualidade e produtividade. ENVELOPE-RESPOSTA - O mesmo que Carta-Resposta. Em inglês a sigla BRE -Business Reply Envelope. Tipo de correspondência oferecida como um serviço dos Correios, em que a postagem é paga por quem a recebe, e não por quem a poste. ERLANG - Medida de tráfego telefônico, criada Agner Krarup Erlang, matemático dinamarquês, que atuou como pesquisador na empresa de telefonia de seu país e elaborou a fórmula que permite dimensionar com precisão a quantidade de troncos ou canais necessário para um volume de chamadas estimado (Erlang B) e a quantidade de operadores necessários para atender estas chamadas (Erlang C). Um erlang equivale a 1 hora completa, ou segundos, de conversação telefônica. ERP - Abreviatura de Enterprise Resource Planning, é o termo que descreve uma série de atividades de gestão empresarial suportadas por aplicações de IT, devidamente integradas entre si e a um banco da dados. Compostas de muitos módulos, que incluem planejamento de produto, compras, estoque, relacionamento com fornecedores, atendimento ao cliente e acompanhamento de pedidos, financeira e de recursos humanos, etc. A implantação de um sistema de ERP envolve uma profunda análise do negócio da empresa, treinamento de funcionários e modificações ou criação de procedimentos. ESTRATÉGIA DA BARREIRA - Conceito inerente a estratégia de CRM, consiste no isolamento dos Clientes de Maior Valor - CMVs e dos Clientes de Maior Potencial - CMPs diante das iniciativas tradicionais de marketing a que está sujeito o restante da carteira de clientes, impedindo ou dificultando a sua saída. ESTRATÉGIA DE MARKETING - Definição dada para o conjunto de objetivos, metas, políticas, processos e fluxos que sintetizam a forma como a empresa atua ou pretende atuar na relação

11 11 marketing com os segmentos-alvo e mediante um determinado posicionamento da empresa, produto, marca, etc. EXTRANET - É uma rede formada por várias intranet s, com permissão de acesso parcial a usuários externos autorizados. Enquanto a intranet reside atrás de um firewall e é acessível somente a pessoas que são membros de uma mesma empresa ou organização e estão conectadas à rede interna, uma extranet fornece várias camadas de acesso a usuários externos, mediante a utilização de login e senha. As extranets estão se tornando muito populares para troca de informações entre parceiros de negócios, principalmente em sistemas de automação de canal de vendas. FAQ - Abreviatura de Frequently Asked Question, representa o conjunto de questões mais comumente apresentadas pelos usuários ou Clientes a empresa que, após processados, formam arquivos contendo as "Perguntas Mais Freqüentes" sobre um determinado assunto e respectivas respostas. Ajudam na elucidação de dúvidas e na iniciação dos novatos, e são disponibilizadas como help na Internet. FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO - De forma abreviada FCS ou seja, fatores que determinam o sucesso de um empreendimento. São variáveis sujeitas e influência da gerência através de suas decisões e que podem afetar significativamente a posição competitiva da organização ou ainda de vários segmentos da empresa. FAX BACK - Termo que conceitua o recebimento de extratos e outros documentos, a partir da central de atendimento. FEE - Honorários praticados no meio da propaganda e publicidade, fixos, previamente estipulados, cobrados ao cliente por uma agência ou por um profissional de Marketing, pela prestação de serviços de consultoria, assessoria, planejamento, criação, etc. FEEDBACK - Processo de confirmação de recebimento de uma mensagem, oral ou escrita; pode ser através de uma resposta de confirmação, gesto ou ação; diz-se do processo de aprendizado que deve decorrer no momento da avaliação da Monitoria da Qualidade, entre o Supervisor e o Atendente. FIBRA ÓTICA - A fibra óptica é um cilindro de SiO2 (vidro) com núcleo e revestimento com índices de refração diferentes. Utilizada para transmissão de informação convertidas em feixes de luz, apresenta atenuação extremamente baixa possibilitando a transmissão de grandes volumes de dados em alta freqüência. FIDELIDADE DO CLIENTE - Traduz o grau em que os Clientes estão predispostos a permanecer com sua empresa ou marca e a resistir a ofertas da concorrência. Estudos do Marketing demonstram a existência de uma escala de lealdade que varia do estágio em que o Cliente é um "suspect", passando pelos estágios que denominamos "prospect", "consumidor", "cliente', advogado" e por último como "jesuíta" ou como um comprador entusiasmado com a marca. Portanto, a fidelização de clientes, é a razão de se dispor de estratégias de CRM, como retenção e recuperação de Clientes nos vários canais de atendimento. FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES - Conceito que engloba as técnicas de marketing destinadas a reter, atrair e estimular os clientes a aumentar a seu potencial de consumo e participação através das ações de relacionamento. Estudos demonstraram que recrutar novos clientes é três a cinco vezes mais caro do que conservar os existentes e encorajá-los a consumir mais. Para

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace Tactium Tactium IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de

Leia mais

GLOSSÁRIO - OUTSOURCING

GLOSSÁRIO - OUTSOURCING CONCEITO GLOSSÁRIO - OUTSOURCING DESCRIÇÃO 1ª LINHA Operadores generalistas que fazem o primeiro contacto e a triagem de chamadas em operações de help-desk, para então passar as chamadas aos operadores

Leia mais

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center.

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center. TACTIUM IP com Integração à plataforma Asterisk Vocalix Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Introdução ao Sistema de Informação

Introdução ao Sistema de Informação Introdução ao Sistema de Informação Prof.: Luiz Mandelli Neto Conhecer sistemas de informação é essencial para os administradores. Sobreviver Prosperar O sistema de informação auxilia as empresas: Estender

Leia mais

Conceitos. Qual é a infra-estrutura de um Call Center? Uma central de atendimento é composta por:

Conceitos. Qual é a infra-estrutura de um Call Center? Uma central de atendimento é composta por: 1 Conceitos Call Center - O que é? Denominamos Call Center ou Central de Atendimento ao conjunto de soluções e facilidades (Equipamentos, Sistemas e Pessoal) que tem como objetivo fazer o interface entre

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa

Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Os novos usos da tecnologia da informação na empresa Internet promoveu: Transformação Novos padrões de funcionamento Novas formas de comercialização. O maior exemplo desta transformação é o E- Business

Leia mais

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente

Leia mais

Proposta para Prestação de Serviços

Proposta para Prestação de Serviços Proposta para Prestação de Serviços Implantação de uma Central Telefônica PABX ou IPBX Implantação de Link Digital E1 com 30 canais + 40 números DDR Implantação de Link de Internet Implantação de um software

Leia mais

TREINAMENTO CONTACTCENTER

TREINAMENTO CONTACTCENTER TREINAMENTO CONTACTCENTER CENTER CONTACT Os Contact Centers atuais têm um grande impacto nas empresas em diversos aspectos referentes a lucro, custos, inteligência de mercado e fidelização do cliente. Para

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Você conectado ao mundo com liberdade APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL > ÍNDICE Sobre a TESA 3 Telefonia IP com a TESA 5 Portfólio de produtos/serviços 6 Outsourcing 6 Telefonia 7 Web

Leia mais

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos

Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E. Prof. Emanuel Matos Unidade I SISTEMAS PARA INTERNET E SOFTWARE LIVRE Prof. Emanuel Matos Sumário Unidade I Principais tecnologias da rede digital Computação cliente/servidor Comutação de pacotes TCP/IP Sistemas de informação

Leia mais

Glossário de Call Center

Glossário de Call Center 1 Glossário de Call Center Aderência à programação: é uma medida do tempo em que os operadores estão em suas posições de atendimento conforme programada. É o tempo real que o operador utiliza para atendimento

Leia mais

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG

UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG UNIÃO DE ENSINO SUPERIOR DE CAMPINA GRANDE FACULDADE DE CAMPINA GRANDE-FAC-CG CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING MÓDULO I 304101 FUNDAMENTOS DE MARKETING Fundamentos do Marketing. Processo de Marketing.

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 O SESI/SENAI - PR, torna pública a RETIFICAÇÃO referente ao Edital de CREDENCIAMENTO N.º 502/2009, conforme segue: Fica Incluído no ANEXO III - ÁREAS

Leia mais

Dimensionamento de Projeto para Call Center

Dimensionamento de Projeto para Call Center Dimensionamento de Projeto para Call Center Este questionário tem o propósito de coletar todas as principais características da atual operação e registrá-las para consultas pela equipe de projeto. A intenção,

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

AGENTE UNIVERSAL Agente com acesso a todos os recursos e informações existente no sistema do call center para a solução de problemas dos clientes.

AGENTE UNIVERSAL Agente com acesso a todos os recursos e informações existente no sistema do call center para a solução de problemas dos clientes. ADERÊNCIA Do inglês, adherence. Eficácia da programação do horário do pessoal em um call center. Uma das medidas para eferir a aderência é o tempo que os agentes efetivamente atendem chamadas ou estão

Leia mais

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR fevereiro/2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 QUEM SOMOS?... 4 3 PRODUTOS... 5 3.1 SMS... 6 3.2 VOZ... 8 3.3 INFRAESTRUTURA... 12 3.4 CONSULTORIA... 14 4 SUPORTE... 14

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem Capítulo 6 1 Telecomunicações e redes 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Identificar as principais tendências e os grandes desenvolvimentos nas empresas, nas tecnologias e nas aplicações de negócio, das telecomunicações

Leia mais

Glossário. Também chamada de ligação perdida. Os clientes desligam antes de falar com o atendente ou antes do término da URA.

Glossário. Também chamada de ligação perdida. Os clientes desligam antes de falar com o atendente ou antes do término da URA. 1 Glossário Abandono (Abandoned Call) Também chamada de ligação perdida. Os clientes desligam antes de falar com o atendente ou antes do término da URA. 0800 - (Toll-Free Service) Permite aos clientes

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

CoIPe Telefonia com Tecnologia

CoIPe Telefonia com Tecnologia CoIPe Telefonia com Tecnologia A proposta Oferecer sistema de telefonia digital com tecnologia que possibilita inúmeras maneiras de comunicação por voz e dados, integrações, recursos e abertura para customizações.

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING

Conceitos e tarefas da administração de marketing DESENVOLVIMENTO DE ESTRATEGIAS E PLANOS DE MARKETING Sumário Parte um Conceitos e tarefas da administração de marketing CAPITULO I MARKETING PARA 0 SÉCULO XXI A importância do marketing O escopo do marketing 0 que é marketing? Troca e transações A que se

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. LOGIN... 3 3. Cadastro... 3 3.1. Máquinas... 4 3.2. Tipo Telefone... 5 3.3. Feriados... 6 3.4. Campanhas... 7 3.5. Usuários... 16

Leia mais

Marketing de Relacionamento e CRM Dr. Manoel Veras

Marketing de Relacionamento e CRM Dr. Manoel Veras Marketing de Relacionamento e CRM Dr. Manoel Veras Introdução Os Desafios dos Negócios Nova Era Proliferação de ofertas Mercados saturados Taxas de respostas decrescentes Custos de aquisição de clientes

Leia mais

PABX (Private Automatic Branch Exchange): Central telefônica privada, que concentra várias linhas tronco (*) e ramais de usuários.

PABX (Private Automatic Branch Exchange): Central telefônica privada, que concentra várias linhas tronco (*) e ramais de usuários. RECURSOS DE REDE Recursos de Voz : PABX (Private Automatic Branch Exchange): Central telefônica privada, que concentra várias linhas tronco (*) e ramais de usuários. (*) Podemos utilizar linhas convencionais

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EMENTA MBA GESTÃO DE VAREJO

PÓS-GRADUAÇÃO LATU SENSU EMENTA MBA GESTÃO DE VAREJO MBA GESTÃO DE VAREJO 1 - FORMAÇÃO DE PREÇO E ANÁLISE DE MARGEM NO VAREJO: Ementa: Conhecer o conceito de lucro na visão da precificação baseada no custo; demonstrar termos utilizados na formação de preço

Leia mais

TIC Microempresas 2007

TIC Microempresas 2007 TIC Microempresas 2007 Em 2007, o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação do NIC.br, no contexto da TIC Empresas 2007 1, realizou pela primeira vez um estudo sobre o uso das

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes?

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes? Escola Superior de Gestão e Tecnologia Comércio eletrônico Mercados digitais, mercadorias digitais Prof. Marcelo Mar3ns da Silva Objetivos de estudo Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as

Leia mais

SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO

SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO Rosenclever Lopes Gazoni Data MACROPROCESSO [1] AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIO/COMERCIAL: Correio eletrônico; vídeo texto; vídeo conferência; teleconferência;

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Fundamentos da Informática

Fundamentos da Informática 1 PROCESSAMENTO DE DADOS I - FUNDAMENTOS A) CONCEITO DE INFORMÁTICA - é a ciência que estuda o tratamento automático e racional da informação. B) PROCESSAMENTO DE DADOS 1) Conceito Processamento de dados

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE Capítulo 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações

Leia mais

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL 2 + 67.500.000 + 67,5 MILHÕES DE INTERNAUTAS NO BRASIL FONTE: IBOPE/NIELSEN 58.290.000 58,2 MILHOES DE INTERNAUTAS NO BRASIL ACESSAM A INTERNET SEMANALMENTE -87% FONTE:

Leia mais

Relacionamento Clientes

Relacionamento Clientes FENÍCIA CRM & SRM O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para angariar e

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. O que é a nova infra-estrutura informação (TI) para empresas? Por que a conectividade é tão importante nessa infra-estrutura

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 - BNDES ANEXO V MODELO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO DO BNDES

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 - BNDES ANEXO V MODELO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO DO BNDES PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 - BNDES ANEXO V MODELO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO DO BNDES 1 OBJETIVO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO 1.1 A Central de Atendimento do BNDES deverá atender aos seguintes objetivos:

Leia mais

vdt IP PBX e CONTACT CENTER

vdt IP PBX e CONTACT CENTER vdt IP PBX e CONTACT CENTER CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS Configuração Híbrida : PAs via Softphones, Telefones analógicos, Telefones IP Fax em e-maill Aúdio e Vídeo conferência Mobilidade (ramais e agentes

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Case Livraria Saraiva: Solução de Atendimento Multicanal e Internalização da Central de Atendimento

Case Livraria Saraiva: Solução de Atendimento Multicanal e Internalização da Central de Atendimento Case Livraria Saraiva: Solução de Atendimento Multicanal e Internalização da Central de Atendimento Livraria Saraiva A Livraria Saraiva é uma empresa brasileira, fundada em 1914 e hoje é a maior livraria

Leia mais

Um conjunto de soluções para sua empresa se comunicar e vender mais! Guia de Produtos e Serviços. Abril de 2011

Um conjunto de soluções para sua empresa se comunicar e vender mais! Guia de Produtos e Serviços. Abril de 2011 Um conjunto de soluções para sua empresa se comunicar e vender mais! Guia de Produtos e Serviços Abril de 2011 1 2 Plural Consultoria 3 Plural Tecnologia Menu A plural se organizou em três divisões para

Leia mais

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Tecnologia da Informação CAASP DIS Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Introdução...03 Projetos e Fatos Relevantes 2008...03 Raio X de Investimentos e Custos...10 Considerações

Leia mais

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER ASSISTENTE DE DEPARTAMENTO PESSOAL Salário a combinar São Bernardo do Campo/SP Atribuições: Atendimento aos clientes, organização

Leia mais

Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Cláudio Conceitos e-commerce PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Intranet e Extranet Rede privada baseada na mesma tecnologia utilizada na internet, sendo sua única diferença o objetivo por trás

Leia mais

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente Sistema M75S Sistema de comunicação convergente O sistema M75S fabricado pela MONYTEL foi desenvolvido como uma solução convergente para sistemas de telecomunicações. Com ele, sua empresa tem controle

Leia mais

Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia

Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia Introdução A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou em 20 de fevereiro de 2014 novas regras para provedores de

Leia mais

We make things move. Acesse: fastalways.com.br. We make things move Officid ullupta ctota poreper oremqui conse Minum Peris ius enitio voluptatur

We make things move. Acesse: fastalways.com.br. We make things move Officid ullupta ctota poreper oremqui conse Minum Peris ius enitio voluptatur We make things move We make things move Officid ullupta ctota poreper oremqui conse Minum Peris ius enitio voluptatur Acesse: fastalways.com.br www.yoursite.com 2 21. 2716.6601 www.fastalways.com.br Quem

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS. Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS Professora Iara Silva INTRANET E EXTRANET CONCEITOS, OBJETIVOS, BENEFÍCIOS E TENDÊNCIAS Renato Schumacher

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware 1. A nova infra-estrutura de tecnologia de informação Conectividade Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos Sistemas abertos Sistemas de software Operam em diferentes plataformas

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

MAIS AGILIDADE, CONTROLE E RENTABILIDADE NA SUA CONSTRUTORA E INCORPORADORA.

MAIS AGILIDADE, CONTROLE E RENTABILIDADE NA SUA CONSTRUTORA E INCORPORADORA. MAIS AGILIDADE, CONTROLE E RENTABILIDADE NA SUA CONSTRUTORA E INCORPORADORA. SANKHYA. A nova geração de ERP Inteligente. Atuando no mercado brasileiro desde 1989 e alicerçada pelos seus valores e princípios,

Leia mais

Fonte de Consulta: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet James A. O Brien NOTAS DE AULA

Fonte de Consulta: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet James A. O Brien NOTAS DE AULA NOTAS DE AULA 1. TENDÊNCIAS EM SISTEMAS DE MICROCOMPUTADORES Existem várias categorias principais de sistemas de computadores com uma diversidade de características e capacidades. Consequentemente, os

Leia mais

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente 1. Quais os componentes de um sistema cliente-servidor? Clientes e servidores 2. Na visão do hardware, defina o que é cliente e o que é servidor: Clientes. Qualquer computador conectado ao sistema via

Leia mais

Ambientes de Mercado

Ambientes de Mercado INFORMAÇÃO O sucesso ou fracasso organizacional muitas vezes pode depender de se saber de qual deles precisamos, com o qual deles contamos e o que podemos ou não fazer com cada um deles PLANO DE AÇÃO Fornecedores

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO Capítulo 9 A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 9.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS O que é a nova infra-estrutura de tecnologia de informação (IT) para empresas? Por que a conectividade

Leia mais

Comunicação interligando vidas

Comunicação interligando vidas Comunicação interligando vidas APRESENTAÇÃO E PROPOSTA COMERCIAL 1. INTRODUÇÃO O presente documento contém o projeto técnico comercial para prestação dos serviços de locação, suporte, consultorias da área

Leia mais

Sobre 4YouSee. Já imaginou seu conteúdo digital publicado em 1 minuto? Digital Signage, uma tendência. Versatilidade

Sobre 4YouSee. Já imaginou seu conteúdo digital publicado em 1 minuto? Digital Signage, uma tendência. Versatilidade Sobre 4YouSee Conhecendo os recursos de mídia, bem como as necessidades do mercado publicitário, a F6 Sistemas desenvolveu 4YouSee, um software capaz de reunir rentabilidade, eficiência e rapidez no gerenciamento

Leia mais

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO DESIGN CRIAÇÃO AGÊNCIA USABILIDA ARKETING INTERNET SEO DIGIT CRIATIVIDADE DESDE 1999 NO MERCADO, A M2BRNET É UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. SI ARQ Desde 1999

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1 6 OBJETIVOS OBJETIVOS ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall Qual é a capacidade de processamento e armazenagem

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO.

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. OneIT A gente trabalha para o seu crescimento. Rua Bento Barbosa, n 155, Chácara Santo

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC

CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 013/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA GESTÃO COMERCIAL E VENDAS Contatos Luiz Augusto Gonçalves

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

Contrato Comercial. Objetivo: Desenvolvimento de Loja Virtual. Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... :

Contrato Comercial. Objetivo: Desenvolvimento de Loja Virtual. Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... : Contrato Comercial Objetivo: Desenvolvimento de Loja Virtual Cliente... : Aos cuidados de... : Data de Emissão... : Emitido por: Davi Bertozo davi@fullsolucoes.com.br 14 3879-6474 14 9888-4480 0 Contrato

Leia mais

Valor Comercial das Telecomunicações. Telecomunicações nas Empresas. Superar barreiras geográficas. Superar barreiras do tempo

Valor Comercial das Telecomunicações. Telecomunicações nas Empresas. Superar barreiras geográficas. Superar barreiras do tempo Valor Comercial das Telecomunicações Superar barreiras geográficas Atendimento ao cliente/preenchimento de pedidos Superar barreiras do tempo Consultas de crédito (POS) Superar barreiras de custo Videoconferência

Leia mais

Controle e Venda com o PN Consig O MERCADO

Controle e Venda com o PN Consig O MERCADO O MERCADO Controle e Venda com o PN Consig Mais de 40 milhões de consumidores Deste mercado, estima-se que 58% já realizaram no mínimo uma operação de crédito com desconto consignado. COMO CONTROLAR E

Leia mais

Extração de indicadores Garantias Ocorrências. Agenda de vendas Gestão de qualidade Históricos Agenda de tarefas

Extração de indicadores Garantias Ocorrências. Agenda de vendas Gestão de qualidade Históricos Agenda de tarefas Fenícia CRM & SRM Introdução O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para

Leia mais

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Se interligarmos

Leia mais

3 Apresentação do caso

3 Apresentação do caso 3 Apresentação do caso Neste capítulo será contextualizado o mercado de telefonia móvel no Brasil, com a descrição dos principais concorrentes e a participação de mercado de cada um deles, a apresentação

Leia mais

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE Professor Wagner Luiz Aula - Como obter sucesso em uma implementação de CRM e o Processo da Comunicação. Março de 2014 São Paulo -SP Call Center & CRM 2007 CRM: do

Leia mais

Contact@Net 300. Contact@Net 300 é uma poderosa Solução para Centrais de Atendimento (Call Center) totalmente integrada ao SOPHO is3000.

Contact@Net 300. Contact@Net 300 é uma poderosa Solução para Centrais de Atendimento (Call Center) totalmente integrada ao SOPHO is3000. Contact@Net 300 Com o objetivo de maximizar a interação com o cliente, otimizar o serviço prestado e gerar novas receitas, várias empresas estão investindo cada vez mais em centrais de atendimento, dedicando

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Rede de Telefonia Fixa Telefonia pode ser considerada a área do conhecimento que trata da transmissão de voz através de uma rede de telecomunicações.

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 9.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 9.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 9.1 9 OBJETIVOS OBJETIVOS A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO O que é a nova infra-estrutura de tecnologia de informação

Leia mais

e-business Os tipos básicos de ebusiness são (PEDREIRA, 2007):

e-business Os tipos básicos de ebusiness são (PEDREIRA, 2007): e-business (Extraído do Artigo ebusiness: A Atual Maneira de Efetuar Transações Ana Cristina Matos, Gabriela Villanova, Gianluca Nese, Juan Pablo, Maraiana Orrico e Antônio Cardoso) 1. Definição ebusiness,

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1

Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais. slide 1 Comércio eletrônico: mercados digitais, mercadorias digitais slide 1 Nexon Games: o comércio eletrônico torna-se social Problema: concorrência com outras empresas de jogos on-line e off-line; aumentar

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

TIC Empresas 2007 DESTAQUES 2007

TIC Empresas 2007 DESTAQUES 2007 TIC Empresas DESTAQUES Os computadores estão presentes em 95% das empresas, sendo que a informatização aumenta de acordo com o porte. Entre as que utilizam computadores, o acesso à Internet é quase integral:

Leia mais

VOLUME Mala Direta e-book Postal

VOLUME Mala Direta e-book Postal VOLUME 7 Mala Direta e-book Postal Parceria que fortalece as micro e pequenas empresas Mala-direta é a propaganda impressa preferida do varejo. Fonte: Valor Econômico - Linear Clipping, 29/08/2014 - Edição

Leia mais

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas SEGMENTOS DE ATUAÇÃO Encomendas Mensagens Financeiro Digital Logística Integrada Conveniência Marketing Direto Serviços Internacionais SEGMENTOS

Leia mais

Sociedade e Tecnologia

Sociedade e Tecnologia Unidade de Aprendizagem 15 Empresas em Rede Ao final desta aula você será capaz de inovações influenciam na competitividade das organizações, assim como compreender o papel da Inteligência Competitiva

Leia mais

Especialização em Marketing Digital - NOVO

Especialização em Marketing Digital - NOVO Especialização em Marketing Digital - NOVO Apresentação Previsão de Início Agosto/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O ambiente de negócios tem sido modificado pelas Novas Tecnologias da

Leia mais

Introdução. Página 1 de 9. Trabalho sobre EXTRANET. Universidade de São Paulo Escola Politécnica. Luciano Chede Abad 14/09/2002

Introdução. Página 1 de 9. Trabalho sobre EXTRANET. Universidade de São Paulo Escola Politécnica. Luciano Chede Abad 14/09/2002 Introdução E-business é a nova onda nas empresas. A Internet não permite apenas que as empresas façam negócios de maneiras novas, ela praticamente as obriga a fazer isso, por questões de sobrevivência.

Leia mais

MANUAL CLIENTE SERVIÇO DE GERÊNCIA VOZ

MANUAL CLIENTE SERVIÇO DE GERÊNCIA VOZ MANUAL CLIENTE SERVIÇO DE GERÊNCIA VOZ TODA A Qualidade GVT AOS OLHOS DOS CLIENTES. TODA A QUALIDADE GVT AOS SEUS OLHOS O Serviço de Gerência é uma ferramenta fundamental para garantir o melhor desempenho

Leia mais