3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011 Período Gêneros Prioritários

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua 2011 1. 3º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011 Período Gêneros Prioritários"

Transcrição

1 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º. TRIMESTRE Tirinha Música Foco narrativo (sequência); Suporte de origem; Imagem desenhada; Histórias contadas de quadro em quadro; Temas atuais e históricos; Ausência de parágrafos e travessões; Pouca presença ou total ausência do narrador; Diferentes sinais gráficos utilizados para representar movimentos, sentimentos, palavrões, as onomatopéias; O tempo e o lugar costumam ser indicados na própria imagem; Linguagem dos personagens costuma ser informal; O formato da letra é maiúscula ( caixa alta) ; Pontuação; Conteúdo temático; Versos e estrofes; Figuras de linguagem; Rimas, entonação, ritmo; Linguagem coloquial e construção binária dos enunciados; Enunciados curtos, de fácil reconhecimento e memorização; Texto cantado, formado pela relação entre letra e música; Reflexão ao mesmo tempo musical e poética de um fato da realidade; Veiculada pelo disco, rádio, televisão, internet, shows ao vivo, etc.; Estilo - pertencente a esfera que valoriza a Criatividade e a originalidade, explora os efeitos de sentido dos componentes lingüísticos e melódico. A liberdade de expressão permite, por exemplo, a criação de neologismos lingüísticos. Exemplo: infomar e infomaré. Estilo musical determina vários elementos musicais como a melodia, a forma e a instrumentação; Construir repertório; Analisar as características que fazem parte do gênero; Reconhecer o significado dos diferentes tipos de balões; Identificar os diferentes sinais gráficos que aparecem no texto; Ler, reconhecer, compreender e interpretar os textos; Inferir informações implícitas e explícitas do texto; Identificar o personagem principal; Identificar o tema do texto; Recontar a história, levando-se em consideração a sequência dos fatos; Identificar as características dos personagens e o ambiente onde se passa a história; Produzir textos coletivos e individuais; Reescrever textos individuais com função social, levando em consideração as etapas de revisão do texto; Identificar, reconhecer,compreender e empregar os sinais de Verificar o conhecimento prévio dos alunos; Proporcionar o contato com diferentes músicas; Identificar as marcas do gênero: rima, ritmo, repetições de palavras, linguagem figurada, musicalidade; Conhecer as características de uma música: versos, estrofes, ritmos, rima, repetição; Conhecer as diferentes combinações de rimas; Identificar as figuras de linguagem; Perceber a importância do ritmo na música; Ler, reconhecer, compreender, interpretar, ouvir e cantar; Identificar o tema da música; Inferir informações do texto; Ampliar vocabulário; Produzir textos coletivos e individuais; Reescrever textos individuais com função social, levando em consideração as etapas de revisão do texto; Identificar, reconhecer,compreender e empregar os sinais de

2 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º. TRIMESTRE Lendas Indígenas Instrucional (divulgação científica e educacional) Mistura de fatos reais e históricos com o imaginário; Falam sobre a tradição de um povo; Fornecem explicações aos fatos que não são explicáveis pela ciência ou pela lógica; Temática; Transmite e explica informações de caráter geral; Compreende e comunica características principais do tema; Necessita de referências científicas; Aborda um único assunto; Linguagem; Suporte: revista ciência hoje, livros didáticos de geografia, história, ciências, revista recreio; Construir repertório inicial do gênero; Comparar várias lendas referentes a estrutura e as características deste gênero textual; Recontar a história; Inferir informações do texto; Identificar a temática do texto; Perceber as emoções que as histórias transmitem; Ler, reconhecer, compreender e interpretar os textos; Utilizar de diferentes linguagens para representar a história; Produzir textos coletivamente de lendas lidas, atendo-se a coerência e coesão; Ampliar vocabulário; Reescrever textos coletivos e individuais com função social, levando em consideração as etapas de revisão do texto; Construir repertório do gênero; Reconhecer a funcionalidade do texto científico; Construir previsões a partir do título e ilustração do texto; Identificar o assunto do texto; Retirar informações do texto a respeito do assunto pesquisado; Retirar idéias principais do texto; Ler, reconhecer, compreender e interpretar os textos; Produzir resumos coletivamente a respeito do texto lido; Ampliar vocabulário; Produzir textos coletivos e individuais; Reescrever textos individuais com função social, levando em consideração as etapas de revisão do texto;

3 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º. TRIMESTRE Bilhete Fábula A estrutura do bilhete é formada por: data, destinatário, mensagem, despedida e remetente; Linguagem informal; Texto curto; Texto narrativo curto; Transmite uma lição de moral; Animais são os personagens protagonistas; Os personagens apresentam características tipicamente humanas; Verificar conhecimentos prévios a respeito do gênero; Analisar a estrutura do gênero; Ler, conhecer, compreender e interpretar o texto; Identificar destinatário, o assunto e o remetente; Produzir textos coletivos e individuais; Reescrever textos para comunicação; Produzir textos coletivos e individuais; Reescrever textos individuais com função social, levando em consideração as etapas de revisão do texto; Construir repertório do gênero; Inferir informações no texto; Identificar a sequência da narrativa ( situação inicial, obstáculo, tentativa de solução e o final da história; Dramatizar a fábula lida; Recontar a história; Identificar a moral da fábula; Identificar os personagens e suas respectivas características; Ler, conhecer, compreender e interpretar os textos; Produzir textos coletivos e individuais; Reescrever textos para comunicação, levando-se em consideração as etapas de revisão do texto; Ampliar repertório; OBSERVAÇÕES: 1. Outros gêneros poderão ser trabalhados durante o ano. 2. Os conteúdos referentes à ortografia, pontuação, concordância e acentuação das palavras serão trabalhados em todos os trimestres partindo da produção individual e coletiva dos alunos; 3. As regularidades e irregularidades da escrita serão trabalhadas conforme as ocorrências no texto e as necessidades observadas;

4 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º Trimestre Carta Cartaz Instrucional (divulgação científica e educacional Estrutura do gênero; O remetente, assunto, destinatário; Pronome de tratamento; Concordância verbal e nominal; Linguagem formal e informal Vocativo; Concordância verbal e nominal; Ortografia; Pontuação; Elementos da comunicação (imagem, tipo de letra, estética, espaço...); Transmite e explica informações de caráter geral; Compreende e comunica características principais do tema; Necessita de referências cientificas; Aborda um único assunto; Linguagem; Suporte: revista ciência hoje, livros didático de geografia, história, ciências, revista recreio...; Analisar a estrutura do gênero; Identificar destinatário, assunto e remetente; Produzir cartas no coletivo e individual; Ler, interpretar, compreender e revisar textos do gênero considerando a intenção, a circunstância comunicativa (formal e informal), a linguagem, o conteúdo temático, a construção composicional e os recursos linguísticos próprios do gênero; Conhecer as marcas do gênero e as diferentes formas de envio; Verificar conhecimentos prévios a respeito do gênero; Identificar e analisar os elementos organizacionais e estruturais; Identificar a função do gênero textual cartaz; Conhecer as práticas sociais de produção e circulação do gênero; Ler, compreender, interpretar, produzir, revisar e editar cartazes; Construir repertório0 do gênero; Reconhecer a funcionalidade do texto de divulgação científica; Construir previsões a partir do título e ilustração do texto; Identificar o assunto do texto; Retirar informações do texto a respeito do assunto pesquisado; Retirar idéias principais do texto; Ler, reconhecer, compreender e interpretar os textos; Produzir resumos coletivamente a respeito do texto lido; Ampliar vocabulário; Promover a interdisciplinaridade; Apresentar diferentes suportes: Revista Recreio, Ciência Hoje para Crianças, Livros Didáticos de geografia, ciências, história..; Sistematizar as informações dos textos lidos; Identificar os elementos coesivos no texto; Produzir textos coletivos e individuais, levando em consideração as etapas de revisão do texto;

5 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º Trimestre Texto Lendas Africanas (Regra de jogo) Instrucional Mistura de fatos reais e históricos com o imaginário; Falam sobre a tradição de um povo; Fornecem explicações aos fatos que não são explicáveis pela ciência ou pela lógica; Temática; Ordem em que as informações estão sendo abordadas; A finalidade em colocar ou não figuras; Vocabulário técnico; Temática; Linguagem denotativa; Modo verbal no modo imperativo; Instruções; Construir repertório inicial do gênero; Comparar várias lendas referentes a estrutura e as características deste gênero textual; Recontar a história; Inferir informações do texto; Identificar o tema, a mensagem e os valores expressos no texto ; Aprimorar a leitura oral, exercitando-a a partir das observações sobre pontuação, entonação e ênfase; Perceber as emoções que as histórias transmitem; Ler, reconhecer, compreender e interpretar os textos; Utilizar de diferentes linguagens para representar a história; Produzir textos coletivamente de lendas lidas, atendo-se a coerência e coesão; Ampliar vocabulário; Reescrever textos coletivos e individuais com função social, levando em consideração as etapas de revisão do texto; Reconhecer as características do gênero; Identificar a finalidade do texto ( informação, orientação); Identificar os aspectos lingüísticos constitutivos do gênero; Verificar em que suporte esse gênero circula ( folheto e internet); Produzir, revisar e editar textos do gênero;

6 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011 ríodo 2º Trimestre Anúncio Produto anunciado; Público (perfil); Suporte; Informações; Finalidade do anúncio; Linguagem sintética dos slogans; Intertextualidade; Imagem; Ideia vinculada; Verbo no modo imperativo; Adjetivos com conotação positiva; Linguagem figurada; Reconhecer as características do gênero; Identificar a finalidade do texto ( convencimento); Conhecer os aspectos lingüísticos constitutivos do gênero; Verificar em que suporte esse gênero circula; Identificar o contexto de produção; Produzir, revisar e editar textos do gênero;

7 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º Trimestre Classificado Conto Popular (Folclore) Resumo Produto anunciado; Público (perfil); Suporte: Informações; Finalidade do classificado; Linguagem sintética dos slogans; Intertextualidade; Imagem; Ideia veiculada; Verbo no modo imperativo; Adjetivos com conotação positiva; Estrutura e características do gênero; Elementos da narrativa (principalmente enredo e clímax); Tempo e espaço; Objetivo, método, resultados e conclusões do documento; Sequência de frases concisas e afirmativas; Tema explícito no texto; Fidelidade ao texto original; Registro de informações essenciais; Reconhecer as características do gênero; Identificar a finalidade do texto; ( convencimento); Conhecer os aspectos lingüísticos constitutivos do gênero; Verificar em que suporte esse gênero circula; Produzir, revisar e editar textos do gênero; Conhecer as características do gênero; Comparar vários contos referentes a estrutura e as características deste gênero textual; Reconhecer os elementos da narrativa ( principalmente enredo e clímax) e analisar, de forma especifica os elementos tempo e espaço; Recontar a história considerando as etapas de revisão do texto; Usar linguagem adequada nas diferentes situações discursivas; Inferir informações do texto; Identificar o tema, a mensagem, os personagens ; Aprimorar a leitura oral, exercitando-a a partir das observações sobre pontuação, entonação e ênfase; Ler, reconhecer, compreender e interpretar os textos; Utilizar de diferentes linguagens para representar a história; Recontar no coletivo e individual os contos lidos, atendo-se a coerência e coesão; Ampliar vocabulário; Verificar as relações de causa e conseqüência presentes no texto; Reconhecer Identificar, por meio do estudo do foco narrativo o ponto de vista do narrador ( quando em 1ª pessoa, parcial e subjetiva); Produzir, revisar e editar textos do gênero; pontuação; Promover a leitura e a análise de textos sintéticos;

8 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua Supressão de detalhes secundários; Ordenação e organização das ideias; Texto expositivo, impessoal, sequências explicativas; Intertextualidade ( paráfrase); Linguagem visual ( esquemas); Articuladores textuais ( locuções conjuntivas...). Entender métodos e elementos necessários para a produção de resumos; Resumir texto ou situação, sintetizar, abreviar informações e fatos, sem perder o essencial; Compreender claramente o conteúdo, de modo a poder fazer escolhas: deixar de lado o acidental ( detalhes, explicações, exemplos) e ficar com o essencial (ideias principais); Organizar as ideias fundamentais do texto original num discurso seu, coeso e coerente; Ser absolutamente fiel às idéias expressas pelo autor, não acrescentando informações subsidiárias; Usar nível padrão de linguagem, com vocábulo próprio, sem copiar frases ou expressões ( a não ser as absolutamente necessárias); Transferir as habilidades desenvolvidas com este gênero textual para outras disciplinas; OBSERVAÇÕES: 1. Outros gêneros poderão ser trabalhados durante o ano. 2. Os conteúdos referentes à ortografia, pontuação, concordância e acentuação das palavras serão trabalhados em todos os trimestres partindo da produção individual e coletiva dos alunos. 3. As regularidades e irregularidades da escrita serão trabalhadas conforme as ocorrências no texto e as necessidades observadas. 5º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS 2011

9 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º Trimestre Lendas de Santa Catarina Narrativas transmitidas oralmente pelas pessoas com o objetivo de explicar acontecimentos misteriosos ou sobrenaturais. Ao se tornarem conhecidas, são registradas na linguagem escrita. Utiliza-se da fantasia ou ficção, misturando-as com a realidade dos fatos. Usam fatos reais e históricos para dar suporte às histórias, mas junto com eles envolvem a imaginação para aumentar um ponto na realidade. Fazem parte da realidade cultural de todos os povos. Fornecem explicações aos fatos que não são explicáveis pela ciência ou pela lógica. Essas explicações, porém, são mais facilmente aceitas, pois apesar de serem fruto da imaginação não são necessariamente sobrenaturais ou fantásticas. Sofrem alterações ao longo do tempo, por serem repassadas oralmente e receberem a impressão e interpretação daqueles que a propagam. As lendas têm locais, tempo e personagens bem marcados para provar sua veracidade. Elas estão diretamente ligadas à cultura, sobretudo popular. Deuses, heróis e personagens sobrenaturais se misturam com fatos da realidade para dar sentido a vida e ao mundo Identificar as características do gênero textual Lenda; Constituir coletivamente repertório inicial de lendas; Apropriar-se de procedimentos de planejamento de reescrita de lendas; Reescrever lendas, considerando as características do contexto de produção; Analisar as lendas considerando as características lingüísticas: que maneira começam as diferentes lendas lidas: o que apresentam no primeiro parágrafo e com quais expressões iniciam? Reconhecer a lenda como produto histórico-cultural, espelho dos valores e crenças de um povo; Compreensão geral do que vem a ser o gênero, considerando algumas de suas características fundamentais;

10 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º Trimestre História em Quadrinhos Predomínio da sequência ou tipo textual narrativo; Em muitos casos, o rótulo, o formato, o suporte e o veículo de publicação constituem elementos que agregam informações ao leitor, de modo a orientar a percepção do gênero em questão; Tendência de uso de imagens desenhadas, mas ocorrem casos de utilização de fotografias para compor as histórias. São contadas de quadro em quadro por meio de desenho utilizando texto ou não. Os textos quando utilizados são da forma do discurso direto, característica da língua falada. Temas atuais e históricos. Abordam temas do cotidiano vividos por nós. Conteúdos culturais também podem ser encontrados. Ausência de parágrafos e travessões; Pouca presença ou total ausência do narrador; Diferentes sinais gráficos utilizados para representar movimentos, sentimentos, palavrões, as onomatopéias, etc. A letra usada no balão, geralmente, é de forma, maiúscula e parece ter sido desenhada à mão. Por vezes, as palavras são escritas em negrito, com um traço mais forte do que o normal, pois indica a maneira como são pronunciadas, com tom de voz mais alto ou ênfase. O nome do personagem principal da história, ou, nome do grupo de personagens principais das histórias, geralmente, leva o título da revista. As personagens das histórias em quadrinhos costumam usar uma linguagem informal, isto é, bem parecida com o jeit

11 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua o Balão de pensamento: o contorno possui curvas e o rabicho é em forma de bolinhas, indicando que o personagem está pensando. o Balão de cochicho ou sussurro: possui o contorno interrompido demonstrando que o personagem está falando em voz baixa. o Balão de grito: possui o contorno irregular ou tremido, para expressar raiva, surpresa, espanto, horror ou pavor do personagem. o Balão com dois ou mais rabichos: apresenta mais de um rabicho para um mesmo texto quando mais de um personagem tem a mesma fala. o Balão duplo: os balões aparecem emendados e indicam a fala seguida de um mesmo personagem. Podem ser ligados por apenas um rabicho quando há uma breve interrupção nessa fala. o Balão de admirado: quando o personagem tem um esclarecimento; admiração, surpresa. o Balão de idéia: quando o personagem tem uma boa idéia, um insight. o Balão de dúvida: quando o personagem está em dúvida com relação a algo.

12 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º Trimestre Poema Linguagem figurada; Narrador e eu lírico; Musicalidade, rima, ritmo e sonoridade; Intertextualidade; Tema; Sentido próprio e figurado Pontuação; Identificar as marcas do gênero: rima, ritmo, repetições de palavras, linguagem figurada, musicalidade; Reconhecer os poemas em suas diversas formas; Conhecer e sistematizar informações sobre as características de um poema: versos, estrofes, ritmos, rima; Conhecer alguns poetas e poemas consagrados da literatura brasileira; Descobrir a importância de ouvir e de recitar poemas; Conhecer as diferentes combinações de rimas; Identificar e usar as figuras de linguagem; Investigar as relações entre som e sentido na poesia; Observar a expressividade das repetições de palavras ou da mesma consoante; Escrever textos observando repetições, rima e ritmo; Trabalhar com poema popular; Ler, reconhecer, compreender, interpretar, produzir, revisar e editar texto do gênero; Identificar as marcas do gênero (as intenções, as circunstâncias comunicativas, o conteúdo temático e a construção composicional); Identificar informações implícitas e explícitas no texto; Revisar os sinais de pontuação e seus efeitos na construção dos sentidos do texto; Aprimorar a competência em leitura, compreensão e interpretação de textos;

13 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º Trimestre Música Carta Conteúdo temático; Versos e estrofes; Figuras de linguagem; Rimas, entonação, ritmo, etc.; Linguagem coloquial e construção binária dos enunciados; Enunciados curtos, de fácil reconhecimento e memorização; Texto cantado, formado pela relação entre letra e música; Reflexão ao mesmo tempo musical e poética de um fato da realidade; Veiculada pelo disco, rádio, televisão, internet, shows ao vivo, etc.; Estilo - pertencente a esfera que valoriza a criatividade e a originalidade, explora os efeitos de sentido dos componentes lingüísticos e melódico. A liberdade de expressão permite, por exemplo, a criação de neologismos lingüísticos. Exemplo: informar e informar é. Estilo musical determina vários elementos musicais como a melodia, a forma e a instrumentação. O samba é sincopado; a marcha não. Esta, frequentemente, apresenta um refrão; o samba-de-breque, um breque. O baião é interpretado com zabumba, sanfona e triângulo; o choro com flauta, cavaquinho e violão; Além de determinar vários elementos da melodia, o estilo musical sugere elementos da letra como o conteúdo e a escolha lexical; No baião, o tema do sertanejo nordestino é muito presente; no samba dos anos 30, o do malandro. Um samba-canção não faz uma crítica política; uma marcha, sim. Vocabulário: uma valsa-canção explora o poético; o samba-de-breque, o prosaico. Remetente; Destinatário; Conteúdo temático; Pontuação; Vocativo; Pronomes de tratamento; Endereçamento; Objetividade e clareza das idéias. Identificar as marcas do gênero: rima,ritmo,repetições de palavras, linguagem figurada, musicalidade; Conhecer e sistematizar informações sobre as características de uma música: versos, estrofes, ritmos, rima, repetição; Conhecer as diferentes combinações de rimas; Identificar e usar as figuras de linguagem; Investigar as relações entre som e sentido na música; Trabalhar com música popular brasileira; Perceber a importância do ritmo na música; Escrever versos observando rima e ritmo; Ler, reconhecer, compreender, interpretar, ouvir, cantar e produzir texto do gênero; Identificar as marcas do gênero ( as intenções, as circunstâncias comunicativas, o conteúdo temático e a construção composicional); Produzir, revisar e editar (socializar) textos do gênero; Reconhecer informações implícitas e explícitas em um texto; Identificar informações principais em um texto; Aprimorar a competência em leitura, compreensão e interpretação de textos; Ler, reconhecer, compreender, interpretar e produzir texto do gênero; Identificar as marcas do gênero ( as intenções, as circunstâncias comunicativas, o conteúdo temático e a construção composicional); Produzir, revisar e editar ( socializar) textos do gênero; Identificar a finalidade do texto; Identificar os aspectos lingüísticos constitutivos do gênero; Reconhecer e empregar os sinais de pontuação próprios desse gênero;

14 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º Trimestre Conto de Mistério Foco narrativo; Unidade temática; Enredo Sequenciação de Fatos; Personagens; Pontuação, Espaço Sequência narrativa e descritiva; Identificar as marcas do gênero; Reconhecer e empregar adequadamente os recursos de linguagem; Reconhecer e empregar os sinais de pontuação próprios desse gênero; Perceber no texto a sequência narrativa e descrição; Produzir, revisar e editar textos do gênero; Ler, reconhecer, compreender, interpretar e produzir textos do gênero; Ler e identificar imaginários do medo e usar recursos de linguagem para produzir suspense.

15 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua º ANO PROGRAMA DE ENSINO DE PORTUGUÊS º Trimestre Resumo Elementos de coesão; Pontuação; Sequência de frases concisas e afirmativas; Parágrafo único sem recuo; Tema explícito no texto; Fidelidade ao texto original; Registro de informações essenciais com nossas palavras; Supressão de detalhes secundários; Generalização ( supressão de proposições e substituição das mesmas); Ordenação e organização das ideias; Texto expositivo, impessoal, sequência explicativas; Uso das próprias palavras Ler, reconhecer, compreender, interpretar e produzir texto do gênero; Identificar as marcas do gênero ( as intenções, as circunstâncias comunicativas, o conteúdo temático e a construção composicional); Produzir, revisar e editar ( socializar) textos do gênero; Reconhecer informações implícitas e explícitas em um texto; Revisar os sinais de pontuação e seus efeitos na construção dos sentidos do texto; Compreender o resumo como procedimentos de estudos; Identificar informações principais em um texto; Aprimorar a competência em leitura, compreensão e interpretação de textos; Sistematizar as informações dos textos lidos; Observações: 1. Outros gêneros poderão ser trabalhados durante o ano. 2. Os conteúdos referentes à ortografia, pontuação, concordância e acentuação das palavras serão trabalhados em todos os trimestres partindo da produção individual e coletiva dos alunos; 3. As regularidades e irregularidades da escrita serão trabalhadas conforme as ocorrências no texto e as necessidades observadas; PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCRITOS Valorizar seus próprios textos e dos colegas, desenvolvendo auto-imagem positiva e desejo de participar de situações de elaboração textual; Produzir textos, para atender a diferentes finalidades e interlocutores, utilizando conhecimentos sobre as características dos gêneros textuais adotados; Sequenciar os textos adequadamente, utilizando recursos coesivos adequados e construindo os períodos corretamente; Revisar textos, alterando seu conteúdo e forma, utilizando estratégias de retomada de trechos produzidos, reescrita de trechos e seleção de vocabulário; Grafar textos diversos com autonomia. ANÁLISE LINGUÍSTICA Dominar os princípios do sistema alfabético de escrita e a norma ortográfica; Escrever textos bem organizados, com recursos coesivos e boa sequência textual; Paragrafar e pontuar textos adequadamente; Escrever e revisar textos.

16 3º, 4º e 5º Anos Programa de Ensino de Língua LEITURA DE TEXTOS Conhecer e valorizar textos escritos de diferentes gêneros (poemas, contos, receitas, instruções de jogos...); Selecionar textos para atender a diferentes propósitos, a partir dos conhecimentos sobre suportes textuais (livros, revistas, jornais...) e espaços de circulação de textos (bibliotecas, cantinhos de leitura, livrarias...); Elaborar hipóteses sobre textos a partir de pistas (títulos, imagens, autores...) e verificar se são adequadas; Compreender textos, elaborando inferências, construindo sentidos gerais e apreendendo detalhes; Estabelecer relações intertextuais; Ler com autonomia textos diversos. LINGUAGEM ORAL Usar a língua em diferentes situações de interação, adotando os gêneros textuais adequados às diversas finalidades e interlocutores; Produzir textos em diversas situações de interação, organizando e articulando as idéias, adotando diferentes gêneros textuais (conversa, debate, exposição oral, história oral, itinerário...). Compreender textos orais, desenvolvendo escuta atenta e crítica, respeitando a fala alheia. Refletir sobre as semelhanças e diferenças entre oralidade e escrita; Conhecer e valorizar diferentes variedades lingüísticas; Conhecer e valorizar textos de tradição oral (parlendas, canções, trava línguas, adivinhas...). OBJETIVOS GERAIS DO ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL Dominar a língua em situações variadas; Desenvolver estratégias de auto-regulação; Construir representações das atividades de escrita; Além dos conhecimentos sobre a língua, é preciso ajudar o aluno a desenvolver: Capacidades de ação (adaptar-se às características do contexto e do referente); Capacidades discursivas (mobilizar modelos discursivos); Capacidades lingüístico-discursivas (dominar as operações psicolingüísticas e unidades da linguagem);

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 1 ano Levar o estudante a realizar a escrita do próprio nome e outros nomes. Promover a escrita das letras do alfabeto. Utilizar a linguagem oral para conversar,

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III DISCIPLINA : LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS GERAIS Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e expressão, interessando-se por conhecer

Leia mais

CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV DISCIPLINA : LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS GERAIS Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e

Leia mais

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO)

PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) PLANO DE CURSO REFERENCIAL LÍNGUA PORTUGUESA/GESTAR 6ª SÉRIE (7º ANO) Processo Avaliativo Unidade Didática PRIMEIRA UNIDADE Competências e Habilidades Aperfeiçoar a escuta de textos orais - Reconhecer

Leia mais

Colégio Monteiro Lobato

Colégio Monteiro Lobato Colégio Monteiro Lobato Disciplina: Anual 2013 Redação Professor (a): Barbara Venturoso Série: 6º ano Turma: A PLANEJAMENTO ANUAL 2013 Plano de curso Conteúdos Procedimentos Objetivos Avaliações 1º Trimestre

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO DE LINGUAGEM

EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO DE LINGUAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO DE LINGUAGEM COMUNICAÇÃO FASE I FASE II ORALIDADE Transmitir recados simples. Formar frases com seqüência. Argumentar para resolver conflitos. Verbalizar suas necessidades e

Leia mais

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Prof. Juliana Pinto Viecheneski

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Prof. Juliana Pinto Viecheneski Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa Prof. Juliana Pinto Viecheneski LIVRO DIDÁTICO ONTEM E HOJE A escola tem um papel fundamental para garantir o contato com livros desde a primeira infância:

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO . Interação discursiva Princípios de cortesia e cooperação Informação, explicação; pergunta. Compreensão e expressão Vocabulário: variedade e precisão Informação: essencial e acessória; implícita Facto

Leia mais

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos;

ritmo; atividades. linguagem verbal e não verbal); filmes, etc); acordo com o interlocutor; respeitar opiniões alheias. textos; PLANO DE AULA 1º BIMESTRE LÍNGUA PORTUGUESA 6 º ANO CONTEÚDO ESTRUTURANTE: O DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIALMENTE Professora: Rosangela Manzoni Siqueira CONTEÚDOS BÁSICOS: RETOMADA DOS GÊNEROS TRABALHADOS

Leia mais

Compreensão/Expressão oral

Compreensão/Expressão oral ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES PLANIFICAÇÃO ANUAL 3º C.E.B DISCIPLINA: Português ANO: 7º ANO : 2011/2012 SEQUÊNCIA 1 COMPETÊNCIAS/ Compreensão/Expressão oral Dispor-se a escutar. LEITURA

Leia mais

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE

2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE Escolas João de Araújo Correia EB 2.3PESO DA RÉGUA Disciplina de Português 6º Ano Ano Letivo 2013/2014 CONTEÚDOS TEMÁTICOS CONTEÚDOS GRAMATICAIS CALENDARIZAÇÃO UNIDADE 0 Ponto de partida Reportagem televisiva

Leia mais

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa Ciclo de Aprendizagem I e II MARCOS

Leia mais

NOME DO PROJETO PROJETO MERGULHANDO NA LEITURA 2013 PÚBLICO ALVO Educação Infantil e Ensino Fundamental I

NOME DO PROJETO PROJETO MERGULHANDO NA LEITURA 2013 PÚBLICO ALVO Educação Infantil e Ensino Fundamental I NOME DO PROJETO PROJETO MERGULHANDO NA LEITURA 2013 PÚBLICO ALVO Educação Infantil e Ensino Fundamental I OBJETIVOS GERAIS: Promover o hábito da leitura entre os alunos; Proporcionar ao aluno o prazer

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

Língua Portuguesa. Expectativas de aprendizagem. Expressar oralmente seus desejos, sentimentos, idéias e pensamentos.

Língua Portuguesa. Expectativas de aprendizagem. Expressar oralmente seus desejos, sentimentos, idéias e pensamentos. Língua Portuguesa As crianças do 1º ano têm o direito de aprender e desenvolver competências em comunicação oral, em ler e escrever de acordo com suas hipóteses. Para isto é necessário que a escola de

Leia mais

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura)

4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP. Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) 4ª, 6ª e 8ª séries / 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio SARESP Escala de Proficiência de Língua Portuguesa (Leitura) ESCALA DE PROFICIÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA LEITURA A

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de21 de outubro de 2014 ) No caso específico da disciplina de Português, do 6.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ao nível

Leia mais

SEGUNDA ETAPA ENSINO FUNDAMENTAL

SEGUNDA ETAPA ENSINO FUNDAMENTAL SEGUNDA ETAPA ENSINO FUNDAMENTAL ESTADO DE GOIÁS 2014 0 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PROPOSTA CURRICULAR ENSINO FUNDAMENTAL II ETAPA 1 SUMÁRIO LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLÓGIAS LÍNGUA PORTUGUESA LÍNGUA

Leia mais

Planejamento anual. Unidade 1. Narrativas. Capítulos. 1. Era uma vez um herói... 2. Heróis e heroínas

Planejamento anual. Unidade 1. Narrativas. Capítulos. 1. Era uma vez um herói... 2. Heróis e heroínas Planejamento anual Unidade 1 Capítulos 1. Era uma vez um herói... 2. Heróis e heroínas Narrativas Ampliar o vocabulário, buscando, no contexto imediato ou no dicionário, o signifi cado das palavras desconhecidas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS. Planificação de Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROUÇOS Escola Básica 2/3 de Pedrouços Planificação de Português 7. 7ºano de escolaridade Ano letivo 2012/2013 Expressão oral Compreensão oral 1. o Período (+-64 aulas ) ))))))))646464+66666646

Leia mais

Content Area: Língua Portuguesa Grade 1 Quarter I

Content Area: Língua Portuguesa Grade 1 Quarter I Content Area: Língua Portuguesa Grade 1 Quarter I 1- Produção de escrita 1.1- Escrita livre 1.2 - Listas (animais, brinquedos, alimentos, etc); 1.3 - Narrações sequenciadas com apoio de ilustrações; 1.4

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

ORGANIZAÇÃO BIMESTRAL MATRIZ CURRICULAR DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS 4º ANO 1º BIMESTRE EIXO CAPACIDADE CONTEÚDO 4º ANO

ORGANIZAÇÃO BIMESTRAL MATRIZ CURRICULAR DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL PORTUGUÊS 4º ANO 1º BIMESTRE EIXO CAPACIDADE CONTEÚDO 4º ANO 2. LEIURA 1. COMPREENSÃO E VALORIZAÇÃO DA CULURA ESCRIA ORGANIZAÇÃO BIMESRAL MARIZ CURRICULAR DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENAL PORUGUÊS 4º ANO 1º BIMESRE EIXO CAPACIDADE CONEÚDO 4º ANO 1.1 Conhecer e valorizar

Leia mais

EIXOS TEMÁTICOS LÍNGUA PORTUGUESA

EIXOS TEMÁTICOS LÍNGUA PORTUGUESA EIXOS TEMÁTICOS LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO Conteúdos de textos variados utilizando as estratégias de leitura para o conhecimento de códigos lingüísticos Conhecimento das letras do alfabeto de palavras, frases

Leia mais

Apresentação. Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa. Situação 4 HQ. Recomendada para 7a/8a ou EM. Tempo previsto: 4 aulas

Apresentação. Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa. Situação 4 HQ. Recomendada para 7a/8a ou EM. Tempo previsto: 4 aulas Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa Situação 4 HQ Recomendada para 7a/8a ou EM Tempo previsto: 4 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Apresentação Histórias em quadrinhos (HQ), mangás e tirinhas

Leia mais

Objetivos Específicos. Estratégias em Língua Portuguesa. Leitura de histórias em quadrinhos. Desenhos próprios. Gibisão data show.

Objetivos Específicos. Estratégias em Língua Portuguesa. Leitura de histórias em quadrinhos. Desenhos próprios. Gibisão data show. PLANEJAMENTO Folclore Professor (a): Vanessa da Rosa Competências Leitura; Oralidade; Produção textual, Ortografia, Ritmo e Memória. Avançar em seus conhecimentos sobre a escrita, ao escrever segundo suas

Leia mais

CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO 1

CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO 1 . PREFEITURA MUNICIPAL DO SALVADOR Secretaria Municipal de Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio / Conteúdos

Leia mais

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I

Content Area Grade Quarter Língua Portuguesa 6ª Serie Unidade I Content Area Grade Quarter Língua 6ª Serie Unidade I Texto: parágrafos: descritivo/comparativo; reconto; resenha crítica, anedota, cartum, revista em quadrinhos Linguística: comunicação: elementos/códigos;

Leia mais

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França

Reflexões sobre a Língua Portuguesa. Kátia França Reflexões sobre a Língua Portuguesa Kátia França Níveis de aprendizagem dos alunos Abaixo do básico: os alunos demonstram que não desenvolveram as habilidades básicas requeridas para o nível de escolaridade

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PLANO DE TRABALHO ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA GÊNERO: Notícia PERÍODO APROXIMADAMENTE: 4º Ano CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Ritmo, fluência e entonação na leitura; - Apreensão das ideias

Leia mais

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II Músicas infantis. Danças, músicas e personagens folclóricos. Conhecer textos e melodias folclóricos; Entoar músicas do folclore brasileiro; Dançar músicas folclóricas; Imitar

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação Produção textual COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Língua Portuguesa Trimestre: 1º Tipologia textual Narração Estruturação de um texto narrativo: margens e parágrafos; Estruturação de parágrafos: início,

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO METAS Domínios/ Conteúdos

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL LÍNGUA INGLESA ESCOLA: PROFESSOR: /DISCILPLINA: LÍNGUA INGLESA CICLO DE APRENDIZAGEM: / ANO: PERÍODO

PLANEJAMENTO ANUAL LÍNGUA INGLESA ESCOLA: PROFESSOR: /DISCILPLINA: LÍNGUA INGLESA CICLO DE APRENDIZAGEM: / ANO: PERÍODO PLANEJAMENTO ANUAL LÍNGUA INGLESA ESCOLA: PROFESSOR: /DISCILPLINA: LÍNGUA INGLESA CICLO DE APRENDIZAGEM: / ANO: PERÍODO HABILIDADES CONTEÚDOS ORIENTAÇÂO DIDÁTICA Listening RECURSO AVALIAÇÃO Ouve e entende

Leia mais

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro

Olimpíada de LP Escrevendo o futuro Olimpíada de LP Escrevendo o futuro QUATRO GÊNEROS EM CARTAZ: OS CAMINHOS DA ESCRITA Cristiane Cagnoto Mori 19/03/2012 Referências bibliográficas RANGEL, Egon de Oliveira. Caminhos da escrita: O que precisariam

Leia mais

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8 Conteúdos Objectivos/Competências a desenvolver Tempo* Estratégias Recursos Avaliação Apresentação: Turma e professor Programa Critérios de avaliação Normas de funcionamento Conhecer os elementos que constituem

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR CELEM CENTRO DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA ESPANHOL

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR CELEM CENTRO DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA ESPANHOL PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR CELEM CENTRO DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA MODERNA ESPANHOL APRESENTAÇÃO Segundo as Diretrizes Curricular o ensino da Língua Estrangeira na Educação Básica esta pautado

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Planejamento. Educação infantil Ciranda Nível 3. Unidade 1: Cirandando

Planejamento. Educação infantil Ciranda Nível 3. Unidade 1: Cirandando Linguagem oral e escrita Planejamento Educação infantil Ciranda Nível 3 Unidade 1: Cirandando Formas textuais Conhecer diferentes tipos de textos. Conhecer um texto instrucional e sua função social. Priorizar

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-1 tipo D-5 Língua Portuguesa (P-1) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos

Leia mais

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33.

Disciplina: Português Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. Disciplina: Português Período: 1º Unidade 1 Eu me comunico Linguagem : formal e informal Variação regional de vocabulário Usando diferentes linguagens Ortografia: L e U,A/AI; E/I; O/OU; Usando diferentes

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

Planificação periódica 7ºano

Planificação periódica 7ºano EB 2/3 João Afonso de Aveiro Planificação periódica 7ºano Língua Portuguesa Ano lectivo 2010/2011 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO Escola EB 2/3 João Afonso de Aveiro Planificação 1ºPeríodo 7ºAno 2010/2011

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Matriz de avaliação 3º Ano

Matriz de avaliação 3º Ano PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE AVALIAÇÃOE ESTATÍSTICA Matriz de avaliação 3º Ano MATEMÁTICA LÍNGUA PORTUGUESA CIÊNCIAS DA NATUREZA EIXOS COMPETÊNCIAS HABILIDADES

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez.

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. PROJETO DE LEITURA E ESCRITA Era uma vez... E conte outra vez. CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO TEMA; PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. INSTITUIÇÃO Escola Estadual Lino Villachá

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO. Português

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO. Português ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO ESCUTA/ LEITURA/ PRODUÇÃO DE TEXTO ORAL E ESCRITO Textos narrativos Contos de

Leia mais

- Ler com ritmo, fluência e entonação adequada ao gênero estudado em sala de aula, compreendendo as idéias contidas no texto.

- Ler com ritmo, fluência e entonação adequada ao gênero estudado em sala de aula, compreendendo as idéias contidas no texto. PLANO DE LÍNGUA PORTUGUESA ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA GÊNERO: História em quadrinho PERÍDO APROXIMADAMENTE: 5º Ano CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Ritmo, fluência e entonação na leitura;

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC: PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano

Língua Portuguesa 9º ano Língua Portuguesa 9º ano Conteúdos por unidade didática 1º Período A - Comunicação Oral.. Intencionalidade comunicativa. Adequação comunicativa: Ideia geral. Ideias principais. Ideias secundárias. Informação

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de LÍNGUA PORTUGUESA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA LOGOTIPO MACMILLAN BRASIL Utilização colorido; preto/branco e negativo Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que

Leia mais

Margareth Costa Zaponi

Margareth Costa Zaponi Governador do Estado de Pernambuco Eduardo Henrique Accioly Campos Secretário de Educação do Estado Danilo Jorge de Barros Cabral Chefe de Gabinete Nilton da Mota Silveira Filho Secretária Executiva de

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM PARA AS LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

METAS DE APRENDIZAGEM PARA AS LÍNGUAS ESTRANGEIRAS METAS DE APRENDIZAGEM PARA AS LÍNGUAS ESTRANGEIRAS ALEMÃO, FRANCÊS, INGLÊS LE I 1º, 2º e 3º CICLOS Direcção Regional da Educação e Formação 2011 Metas de Aprendizagem para as Línguas Estrangeiras Alemão,

Leia mais

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio

inglês MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM Comparativos Curriculares SM língua estrangeira moderna ensino médio MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DE EDIÇÕES SM língua estrangeira moderna Comparativos Curriculares SM inglês ensino médio A coleção Alive High Língua Estrangeira Moderna Inglês e o currículo do Estado de Goiás

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Expressar curiosidade e desejo de saber; Reconhecer aspetos do mundo exterior mais próximo; Perceber a utilidade de usar os materiais do seu quotidiano;

Leia mais

Escola Básica e Secundária À Beira Douro. Planificação de Língua Portuguesa 5º ano. Ano lectivo 2010-2011

Escola Básica e Secundária À Beira Douro. Planificação de Língua Portuguesa 5º ano. Ano lectivo 2010-2011 Escola Básica e Secundária À Beira Douro Planificação de Língua Portuguesa 5º ano Ano lectivo 2010-2011 COMPETÊNCIAS NÍVEIS DE DESEMPENHO CONTEÚDOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM MATERIAIS / RECURSOS AVALIAÇÃO

Leia mais

Avaliação diagnóstica da alfabetização 1 AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA

Avaliação diagnóstica da alfabetização 1 AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA Avaliação diagnóstica da alfabetização 1 http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/proletr/fasciculo_port.pdf Antônio Augusto Gomes Batista Ceris S. Ribas Silva Maria das Graças de Castro Bregunci Maria

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012) No caso específico da disciplina de PORTUGUÊS, do 3.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE PORTUGUÊS PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO Ricardo

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 6.º ANO DE PORTUGUÊS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 6.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes finalidades e coerência, apresentando

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA

REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA PROPÓSITOS DA REUNIÃO Apresentar o trabalho que será realizado no decorrer do ano letivo, em cada área do conhecimento. Compartilhar

Leia mais

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR RESENHA Neste capítulo, vamos falar acerca do gênero textual denominado resenha. Talvez você já tenha lido ou elaborado resenhas de diferentes tipos de textos, nas mais diversas situações de produção.

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA?

PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? TEREZINHA BASTOS (SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE CAXIAS-MA). Resumo VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? é um projeto de incentivo à leitura e à escrita

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FIGUEIRA MAR 2014/2015 Curso Vocacional - Planificação anual de Português Número total de aulas: 110 Módulo 1 Técnicas e modelos de 35 aulas Notícia Reportagem Entrevista Carta Requerimento

Leia mais

OBJETIVO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA APRENDIZAGEM

OBJETIVO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA APRENDIZAGEM A FORMAÇÃO TEÓRICO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA NOVA CONCEPÇÃO DE ENSINO- APRENDIZAGEM PROFª.. MS. MARIA INÊS MIQUELETO CASADO 28/05/2009 OBJETIVO - Contribuir para a reflexão

Leia mais

GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS

GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS TESTE 2 SEGUNDO SEMESTRE 2010 Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Presidência do Instituto Nacional

Leia mais

O lugar da oralidade na escola

O lugar da oralidade na escola O lugar da oralidade na escola Disciplina: Língua Portuguesa Fund. I Selecionador: Denise Guilherme Viotto Categoria: Professor O lugar da oralidade na escola Atividades com a linguagem oral parecem estar

Leia mais

DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA EMENTA: A Língua Portuguesa priorizará os conteúdos estruturantes (ouvir, falar, ler e escrever) tendo como fundamentação teórica o sociointeracionismo. APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

Leia mais

BLOCO 8. Por que o PROFESSOR DEVE ESCREVER pelos alunos?

BLOCO 8. Por que o PROFESSOR DEVE ESCREVER pelos alunos? BLOCO 8 Por que o PROFESSOR DEVE ESCREVER pelos alunos? Texto 23: Práticas de escrita orientações didáticas Fonte: Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil - Volume 3 / Conhecimento do

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

Elaboração de projetos

Elaboração de projetos Ano: 2013 CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO Professor: ELIANE STAVINSKI PORTUGUÊS Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA / LITERATURA Série: 2ª A e B CONTEÚDO ESTRUTURANTE: DISCURSO COMO

Leia mais

PLANEJAMENTO (Poesia/poema) Expressão na oralidade, leitura fluente, produção textual, compreensão de texto poético.

PLANEJAMENTO (Poesia/poema) Expressão na oralidade, leitura fluente, produção textual, compreensão de texto poético. PLANEJAMENTO (Poesia/poema) Professor (a): Janete Fassini Alves Poesia: Das Flores Competências Objetivo Geral Objetivos Específicos Autor: Armando Wartha Expressão na oralidade, leitura fluente, produção

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO. Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO. Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO CPG Língua Portuguesa Leitura e interpretação de textos (características e função

Leia mais

Andrade & Alexandre (2008) In Prática da Escrita Histórias em Quadrinhos

Andrade & Alexandre (2008) In Prática da Escrita Histórias em Quadrinhos Ler HQs além de ser uma atividade que pode ser desenvolvida observando-se todas as estratégias de leitura, é também levar os leitores a momentos que antecedem a própria leitura das letras, pois a estrutura

Leia mais

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases

PROVA 358. (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases PROVA 358 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Formação Específica Anual 12.º Ano (Dec.- Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 2014/2015 1.ª e 2.ª Fases Provas Escrita e Oral Cursos Científico-

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

Domínio da linguagem oral e abordagem à escrita

Domínio da linguagem oral e abordagem à escrita I n t e r v e n ç ã o E d u c a t i v a O acompanhamento musical do canto e da dança permite enriquecer e diversificar a expressão musical. Este acompanhamento pode ser realizado pelas crianças, pelo educador

Leia mais

Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados

Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados elaboração: PROF. DR. JOSÉ NICOLAU GREGORIN FILHO Não Era uma Vez... Contos clássicos recontados escrito por Vários autores Os Projetos de Leitura: concepção Buscando o oferecimento de subsídios práticos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ENSINO DO PORTUGUÊS PARA O. Professores de Português do Ensino Básico e Educadoras da Educação Pré-Escolar

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ENSINO DO PORTUGUÊS PARA O. Professores de Português do Ensino Básico e Educadoras da Educação Pré-Escolar MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O ENSINO DO PORTUGUÊS Professores de Português do Ensino Básico e Educadoras da Educação Pré-Escolar 2013 2 A minha pátria é a língua portuguesa. Fernando Pessoa 3 Índice INTRODUÇÃO

Leia mais

Projeto São João Literário Promovendo a cultura popular, incentivando a leitura e a produção literária.

Projeto São João Literário Promovendo a cultura popular, incentivando a leitura e a produção literária. Projeto São João Literário Promovendo a cultura popular, incentivando a leitura e a produção literária. Histórico e Justificativa No ano de 2012, ao participar de uma quadrilha temática, em homenagem ao

Leia mais

A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos.

A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos. BISC Year 1 Portuguese language program PRINCÍPIOS ORIENTADORES A apresentação de programas de Língua Portuguesa para o Ensino Básico implica que se explicitem os seus pressupostos. O conjunto dos objectivos

Leia mais

Programa de Educação Bilingue - II Ciclo 3ª Classe CONTEÚDOS

Programa de Educação Bilingue - II Ciclo 3ª Classe CONTEÚDOS Programa de L1-3ª Classe Família Compreender mensagens e textos orais; Distinguir a pronúncia padrão da não Respeitar as diferentes formas de expressão dos seus companheiros; Expressar-se de forma clara

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Introdução à Comunicação Visual 40 horas Não tem Desenho I 40 horas Não

Leia mais

Áfricas no Brasil: aprendendo sobre os sons, as cores, as imagens e os sabores

Áfricas no Brasil: aprendendo sobre os sons, as cores, as imagens e os sabores Áfricas no Brasil: aprendendo sobre os sons, as cores, as imagens e os sabores Rosália Diogo 1 Consideramos que os estudos relacionados a processos identitários e ensino, que serão abordados nesse Seminário,

Leia mais

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR EB 2/3 de Jovim e Foz do Sousa PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 1º Período 5º Ano ANO LETIVO 2014/2015 Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Conhecer o alfabeto.

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA COORDENADORIA DE POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA COORDENADORIA DE POLÍTICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA CURRICULAR DE LÍNGUA INGLESA 2 CICLO 2010 A matriz de referência curricular de Língua Inglesa para o 2º ciclo da Rede Municipal de Ensino de Contagem está organizada em 4 eixos: Leitura,

Leia mais

Coleção Escola Aprendente. Matrizes Curriculares para o Ensino Médio

Coleção Escola Aprendente. Matrizes Curriculares para o Ensino Médio Coleção Escola Aprendente Matrizes Curriculares para o Ensino Médio Projeto Gráfico Jozias Rodrigues Feliciano de Magalhães Jr. Márcio Magalhães Diagramação Eletrônica Jozias Rodrigues Márcio Magalhães

Leia mais