Análise da Política de Recrutamento e Seleção em um Hospital localizado no município de Itaperuna

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Análise da Política de Recrutamento e Seleção em um Hospital localizado no município de Itaperuna"

Transcrição

1 Análise da Política de Recrutamento e Seleção em um Hospital localizado no município de Itaperuna Mônica Genovez Ipólito Universidade Federal Fluminense (RJ) Ailton da Silva Ferreira Universidade Federal Fluminense (RJ) Denise Cristina de Oliveira Nascimento Universidade Candido Mendes Campos dos Goytacazes (RJ) Resumo: Rodrigo Resende Ramos Universidade Federal Fluminense (RJ) O recrutamento e seleção são atividades importantes para a gestão de pessoas, pois através dessas atividades as instituições podem identificar talentos, capacidades e qualificações que possam ser utilizadas como diferencial para obtenção de vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes. O presente trabalho apresenta um estudo das práticas de recrutamento e seleção utilizadas em um hospital localizado no município de Itaperuna, no noroeste do estado do Rio de Janeiro em comparação com outros hospitais da região. A metodologia foi analisar o processo em etapas se baseando na metodologia de um pesquisa analítica, a pesquisa foi bibliográfica e documental, pois estará fundamentada em um estudo sistematizado desenvolvido com base em material acessível ao público em geral publicado em livros e artigos, com uma investigação sobre os assuntos.o recrutamento mais realizado é o externo, pois trabalhando com técnicas pode diminuir erros. Todos os candidatos convocados pelo o recrutamento passam pelas fases da seleção. Palavras-Chaves: Gestão de Pessoas, Itaperuna, Hospital ABSTRACT The conscription and election are important activities for the management of people, therefore through these activities the institutions can identify talentos, capacities and qualifications that can be used as distinguishing for attainment of competitive advantage in relation its competitors. The present work presents a study of practical of used conscription and the election in a hospital located in the city of Itaperuna, in the northwest of the state of Rio De Janeiro in comparison with other hospitals of the region. The methodology was to analyze the process in stages if basing on the methodology of one it searches analytical, the research was bibliographical and documentary, therefore it will be based on a material study systemize developed on the basis of accessible to the public in general published in books and articles, with an inquiry on the subjects. The carried through conscription more is the external one, therefore working with techniques it can diminish errors. All the candidates convoked for the o conscription pass for the phases of the election. Keywords: : Management of People, Itaperuna, Hospital

2 1. Introdução Mudanças econômicas, sociais, culturais, políticas atuam sistematicamente num campo de forças produzindo resultados e trazendo incertezas para as organizações (CHIAVENATO, 1999). Dentro deste contexto, conforme evidencia Gil (2008) e Chiavenato (1999) a área de recursos humanos é a que mais sofre mudanças nas organizações. Devido as várias modificações a expressão gestão de pessoas veio para substituir administração de recursos humanos. Por conseqüência, as pessoas não mais são vistas, para alguns autores, como um simples empregado ou funcionário, mas sim como cooperadores e parceiros do negócio. O recrutamento e seleção são atividades estratégicas de suma importância para a gestão de pessoas. É através de um processo de recrutamento e seleção bem elaborado que as instituições podem identificar talentos (CHIAVENATO, 1999), pessoas capazes e qualificadas que possam ser o principal diferencial para obtenção de vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes (CARBONE et al., 2009). Porém, não é preciso só identificar talentos, é necessário a organização possuir uma política e um clima organizacional propício para manter esses talentos ou fonte inovadora dentro da empresa, com a finalidade deles colaborarem para o crescimento da instituição obtendo assim a liderança nesse mercado tão competitivo. Tendo em vista a importância das pessoas para a organização, conforme revela Carbone et al. (2009), o conhecimento já era uma preocupação humana desde a antiguidade. Para os celtas o saber e o agir eram vistos de forma integrada. Corrobora-se ainda que no atual contexto organizacional o desafio de ser competitivo está diretamente relacionado ao esforço de conquista e de manutenção de vantagem competitiva ao longo do tempo. De acordo com Galbraith, inovação é a geração de um produto resultante do desenvolvimento de uma nova idéia (apud PERIN et al., 2007, p. 49). Ou seja, é preciso criar algo novo para ser considerada uma inovação. Nessa mesma linha, o indivíduo sem fatores motivacionais não gera a inovação e criatividade necessária para a organização em que trabalha. Os funcionários mais motivados podem contribuir muito mais para o bom desempenho do ambiente organizacional, melhorando assim o atendimento aos clientes. (PERIN et al., 2007) O presente trabalho apresenta uma análise dos tipos de recrutamento e seleção utilizados em um hospital localizado em Itaperuna, cidade localizada no noroeste do estado do Rio de Janeiro. Trata-se de um hospital filantrópico que possui mais de cem leitos, presta assistência a qualquer tipo de pacientes, e atualmente conta com mais de 750 funcionários. A necessidade das contratações efetuadas no hospital em estudo está relacionada principalmente ao alto nível de crescimento da instituição, a necessidade de incremento de qualificação e a rotatividade de pessoal nos diversos setores. 2.Histórico de Gestão de Pessoas Segundo Gil (2008) a administração de recursos humanos teve início na administração científica com as experiências de Frederick W. Taylor ( ) e Henri Fayol ( ). O taylorismo com base em observações diretas foi fundamentado na racionalização do trabalho, ou seja, a tarefa era simples para reduzir o tempo gasto e conseqüentemente aumentar o lucro. Já o fayolismo buscava-se a eficiência através dos princípios de conhecer, prever, organizar, comandar, coordenar e controlar. Henri Ford ( ) também contribui para esse movimento com a filosofia de produção em massa com diminuição da

3 jornada de trabalho e boa remuneração, onde o indivíduo executava só uma tarefa para aumentar a produtividade e reduzir os custos. Nesta mesma linha cronológica, com base nos estudos de Elton Mayo ( ), a escola das relações humanas dava-se importância as necessidades sociais e psicológicas dos indivíduos a fim de colaborarem para a empresa. Segundo Wood e Piccarelli (apud OLIVEIRA et al., 2001) os funcionários eram comparados a máquinas, ou seja, as pessoas eram vistas como um recurso no processo produtivo a fim de garantir o crescimento da indústria. Por tanto, a competitividade entre as empresas era menor neste período de industrialização. De acordo com Oliveira et al. (2001), a administração de recursos humanos começou a sofrer profundas mudanças com o crescente surgimento das empresas, o que culminou na grande competição entre elas. Todavia, as organizações passaram gerir as pessoas, não mais como um insumo, mas como um recurso para obtenção de vantagem competitiva sobre os concorrentes. Porém, as organizações não pensam e nem agem sozinhas, elas precisam de pessoas capazes, qualificadas e com idéias inovadoras com o objetivo de atingir o público alvo e conseqüentemente obter vantagem em relação aos seus concorrentes. Chiavenato (1999) afirma que a gestão de pessoas é formada por pessoas e organizações. Sendo que a maior parte do tempo as pessoas passam dentro das instituições, que por sua vez necessitam delas para sobreviver neste mercado tão acirrado. Confirma-se ainda que a gestão de pessoas é situacional e contingencial, pois necessita de vários aspectos relacionados ao ambiente organizacional. Segundo Chiavenato (1999, p. 52) o papel do recrutamento é divulgar no mercado as oportunidades de emprego que a organização dispõe para as pessoas que possuem características desejadas. Neste sentido, o mercado é aonde se encontra as transações, ou seja, é o elo entre a oferta e procura de produtos/serviços. Como mostra a figura 1, o mercado de trabalho é o local das ofertas de emprego, nele está inserida a organização, esta por sua vez sinaliza para os candidatos dentro do mercado de recursos humanos as oportunidades de trabalho. No mercado de recursos humanos estão inseridos os indivíduos que constituem habilidades e conhecimentos desempregados que estão em busca de emprego e os empregados que estão em busca de novos desafios e crescimento profissional. (CHIAVENATO, 1999) Organização Candidatos Figura 1: Ligação entre mercado de trabalho e mercado de recursos humanos Mercado de Trabalho Mercado de Recursos Humanos Desta forma, conforme Chiavenato (1999) é através da seleção que as organizações estão sempre agregando pessoas em seu ambiente organizacional. O objetivo da seleção é escolher e classificar os candidatos que possuem o perfil adequado para assumir um determinado cargo. Sendo assim, o processo seletivo pode ser visto como uma comparação e

4 decisão (figura 2): A seleção como um processo de comparação é representada pela variável x (requisitos do cargo) e y (perfil dos candidatos), a primeira são a descrição e análise do cargo e a outra são as técnicas utilizadas. Quando x for maior que y, o candidato é eliminado, pois não atingiu as condições ideais. Se houver igualdade ou se y for maior que x o candidato é aprovado, portanto atingiu as condições desejadas; Já a seleção como um processo de decisão e escolha é a responsabilidade que o órgão solicitante possui na decisão final de aceitar ou não os candidatos aprovados no processo de comparação. Requisitos do cargo (x) Versus Perfil dos candidatos (y) Descrição e análise Técnicas Candidatos aprovados Aceitar Decisão Eliminar Figura 2: Modelo de comparação, decisão e escolha 2.1. Recrutamento em Hospitais O recrutamento exerce um impacto muito grande nas políticas de gestão de pessoas. Pois, ao iniciar este processo, cabe ao gestor responsável fazer o levantamento se há necessidade de abertura de novas vagas e por outro lado, identificar o perfil que o candidato deve possuir para assumir o cargo (ALVES, 2007). Segundo Chiavenato (1999) o recrutamento é o meio pelo qual as organizações utilizam para comunicar e divulgar as oportunidades de emprego no mercado. Ou seja, é um conjunto de técnicas e procedimentos que visa atrair candidatos qualificados e capazes de ocupar um determinado cargo dentro da organização. (CHIAVENATO, 1999, p. 92) Gil (2008) afirma também que o recrutamento é o processo de atração de candidatos com potencial, qualificados e capazes de exercer uma função dentro da organização. Primeiramente, antes de saber como funciona o processo de recrutamento em hospitais é preciso identificar a diferença entre instituições públicas e privadas. A privada é aquela em que seu proprietário ou criador possui os direitos sobre ela e não o Estado. Já a pública é aquela regida por lei, utiliza o capital público e o Estado tem poder sobre ela. Porém, pode existir ainda a mista que é a instituição originada do poder privado com ajuda do governo, a fim de atender as demandas públicas no caso de hospitais, as demandas do SUS. Desta forma, o processo de atração de pessoas em hospitais públicos é realizado via concurso público. Por outro lado, os hospitais privados, geralmente, utilizam serviços de terceiros ou o gestor responsável para executar as políticas de recrutamento e seleção de pessoas. Quando este procedimento é realizado com base nas normas e rotinas da instituição

5 obtêm maiores resultados, sendo considerado mais ágil e flexível o processo seletivo, atingindo assim as necessidades específicas da organização. (BITTAR, 1996). De acordo com Alves (2007) o processo de recrutamento pode ser classificado com externo e interno. O externo é quando busca os candidatos que estão fora da instituição. Já o interno é aquele realizado dentro da organização, como remanejamento de funcionários. Há também, o recrutamento misto que mescla a fonte externa com a interna. (CHIAVENATO, 2004). A partir destas informações, o processo de recrutamento pode ser mostrado através do seguinte fluxograma: Emissão de recrutamento de pessoal pelo requisitante Aprovação do chefe imediato Análise do recurso humano Início do processo Figura 3: Fluxograma do recrutamento de pessoas Fonte: Elaborado pelo professor Carlos Navarro na disciplina Teorias da Administração II, Recrutamento Externo Para Chiavenato (1999) o recrutamento externo é aquele que busca candidatos potencialmente qualificados que estão inseridos no mercado de recursos humanos. Ele se inicia com a entrega do curriculum vitae à organização e utiliza técnicas de recrutamento externo mais utilizadas são: anúncios em jornais e revistas; agências de emprego; contato com escolas e universidades; cartazes; indicações de funcionários e banco de dados. Segundo Mazon; Trevizan (200) e Chiavenato (1999), este tipo de recrutamento traz as seguintes vantagens para a organização: criação de novas idéias; redução de custos; aumenta o nível de conhecimento; renova e enriquece os recursos humanos da organização. Muitas organizações preferem contratar pessoas que acabaram de cursar uma faculdade ou curso técnico, pois esses indivíduos estão cheios de conhecimentos recentes e com muita vantagem de pôr em prática seu aprendizado, dando o melhor de si a fim de atingir os objetivos impostos pela instituição. Por outro lado, as desvantagens são: é mais caro; o tempo de adaptação do funcionário é maior; há dificuldade de adequação a cultura organizacional; afeta a motivação dos atuais empregados; e é um processo mais demorado (MAZON; TREVIZAN, 2000) e (CHIAVENATO, 1999). O recrutamento externo não é feito com poucos candidatos, são vários candidatos disputando uma ou mais de duas vagas disponíveis. A chegada de sangue novo faz com que os funcionários já existentes na organização se sintam ameaçados e desmotivados prejudicando a realização das tarefas. Alguns funcionários novos possuem muita dificuldade em executar as funções, pois não apresentam experiências na área de atuação e não conhecem os valores e crenças institucionais. É preciso também muitas formas de anunciar no mercado de recursos humanos a disponibilidade da vaga. Porém, em se tratando de hospital este processo pode ter uma perspectiva diferente em relação ao fato dele ser público ou privado. A maioria das pessoas que buscam fazer concursos públicos são indivíduos que querem ter uma situação financeira estável, o que pode prejudicar no atendimento ao paciente. Já aquelas que passam pelo processo de recrutamento externo em hospitais privados, o gestor responsável para a realização deste processo pode

6 identificar se o profissional possui ou não o perfil adequado para trabalhar com pessoas que necessitam de certo cuidados especiais Recrutamento Interno De acordo com Mazon; Trevizan (2000) e Chiavenato (1999) o recrutamento interno é realizado dentro da própria organização, através do remanejamento de pessoal que pode ser feito por meio de transferências ou promoções de funcionários. Gil (2008) o considera como a melhor forma de recrutamento. Pois, é mais econômico e não necessita de muitas técnicas para recrutar. Para Mazon e Trevizan (2000) esta prática de recrutamento oferece as seguintes vantagens: aproveita o potencial humano; é mais rápida; apresenta custos menores; é mais seguro; e melhora as relações de fidelidade dos funcionários com a organização. Geralmente, é utilizado como formar de atração de candidatos, anúncios em murais existentes na organização o que torna o fácil acesso dos funcionários interessados em preencher a vaga disponível. Contudo, esse empregado já possui experiências na área, conhece os vários setores e a maneira de trabalhar da organização tornando fácil a exatidão em cumprir sua nova função ou tarefa. Em contrapartida, as desvantagens são: gera conflitos de interesses; reduz a criatividade e o potencial de inovação do funcionário (MAZON; TREVIZAN, 2000). Muitos funcionários se sentem prejudicados, irritados e ficam com medo de perderem o emprego devido o fato de trabalharem a muito tempo na organização e nunca ter recebido um aumento de salário ou uma promoção, enquanto aquele que trabalha junto com ele há menos tempo ter conseguido uma promoção ou um cargo melhor com mais benefícios. Conseqüentemente, esses funcionários revoltados não têm mais vontades e forças de realizarem as suas obrigações e deveres Recrutamento Misto As organizações geralmente não fazem só um recrutamento externo ou interno, ambos se complementam para surgir o recrutamento misto. Quando um funcionário muda de função ou desloca de um setor para outro, há uma necessidade da instituição em alocar outra pessoa para preencher aquela vaga disponível. Este preenchimento pode ser buscado tanto dentro da organização como fora dela e pode ser adotado através de três maneiras distintas, segundo Chiavenato (apud MAZON; TREVIZAN, 2000): 1. Primeiramente faz-se necessário o recrutamento externo, caso este não apresente resultados bons para a organização, deve-se então recorrer ao recrutamento interno. Nesta fase a instituição está mais preocupada em preencher a vaga disponível em curto prazo, pois há uma necessidade de importação de pessoal qualificado para exercer a função; 2. A segunda etapa é realizada através do processo de recrutamento interno, não havendo candidatos disponíveis à altura para assumir o cargo, a organização parte para o recrutamento externo. Nesta fase a instituição dá preferência a seus colaboradores; 3. Por último, o recrutamento externo e interno simultaneamente. A necessidade de contratação nesta fase é maior, com isso a organização busca preencher a vaga existente através destes dois processos. Segundo Peres; Kurcgant (1997) são poucos hospitais que possuem políticas de desenvolvimento de pessoal voltada para capacitação e retenção de indivíduos. Corrobora-se que é mais fácil aproveitar a força de trabalho existente na instituição hospitalar, pelo fato de já conhecer a forma em que o indivíduo executa suas funções em se tratando da vida humana.

7 2.2. A visão da seleção em hospitais De acordo com Soboll (2007) a gestão de pessoas busca suprir a demanda de colaboradores através de políticas e práticas de recursos humanos. Por este motivo, a seleção é o processo pelo qual as organizações podem agregar pessoas, distribuir e coordenar seus funcionários em uma determinada função ou tarefa, a fim de que estes possam atingir os objetivos propostos pela instituição em que trabalham. Arruda (2009) afirma que a seleção é um processo que as organizações realizam para escolher e ser escolhida pelas pessoas. Contudo a imagem que ela possui necessita apresentar um impacto positivo para atrair os futuros colaboradores. Ou seja, a instituição precisa possuir um clima organizacional propício para despertar o interesse dos profissionais capazes e depois escolher os mais qualificados para preencher as oportunidades de empregos. A seleção busca analisar os conhecimentos, as habilidades, a personalidade, as atitudes dos indivíduos entre outros aspectos como sexo, idade, endereço, etc. Por isso, cada organização possui uma maneira diferente de avaliar um determinado candidato. (MAZON; TREVIZAN, 2000) Segundo Branquinho et al. (2010, p. 395), o hospital é o local que presta assistência médica de alta complexidade a várias pessoas e agrega acadêmicos e docentes de várias áreas de conhecimento em saúde. O processo seletivo em hospitais visa buscar pessoas capazes e adequadas a assumir o cargo específico com a finalidade de atuar na área de saúde e ampliar seus conhecimentos, prevenindo erros e propondo melhoria para a diminuição de absenteísmo e custos devida uma má contratação. O fluxograma mostrado pela figura 4 descreve passo a passo como é realizado o processo de seleção de pessoal: Iníc io Seleção de Pessoal (Análise de Currículos) Estabelecime nto Requisitos da função Requisição de Pessoal (RP) N Convocação S Autoriz a RP? Triagem ou Pré-Seleção Seleção de Candidatos Processo Seletivo Aprovação do Candidato Contratação Fim Técnicas de seleção Figura 4: Fluxograma do processo de seleção de pessoas Fonte: GABIREME, 2004 O processo de seleção em hospitais públicos é realizado por meio de concursos onde são aplicadas provas escritas, provas de insanidade, entre outros métodos. Já em hospitais privados como bem evidencia Gil (2008) e Mazon; Trevizan (2000), o processo de seleção pode ser realizado através das seguintes etapas:

8 1. Análise dos currículos neles estão inseridas todas as informações relativas aos conhecimentos e características dos candidatos. Após a análise minuciosa das especificações dos candidatos e da vaga em aberto, a organização elimina aqueles que não possuem o perfil desejado para assumir o cargo e pré-seleciona os demais para a próxima fase. 2. Testes podem ser realizado através de: prova escrita avalia os conhecimentos do candidato, este responde um questionário com perguntas relativas à organização e as qualificações do cargo; prova prática avalia o grau de habilidades do candidato, o profissional responsável pela aplicação deste teste tem a função de classificar o mais qualificado para o cargo; teste psicológico identifica as personalidades e as aptidões dos candidatos. 3. Entrevista é considerada uma etapa muito importante no processo de seleção de pessoas, pois obtêm informações sobre os candidatos e esclarece o que já foi realizado nas fases anteriores. O responsável pelo este processo tem a função de observar o temperamento das pessoas bem como avaliar se as informações colhidas são pertinentes e se o candidato está realmente interessado em preencher a vaga disponível. 4. Verificação das informações é feita através do levantamento das informações obtidas por meio de contato telefônico e outras formas com a finalidade de comprovar se os dados colhidos são verdadeiros. Geralmente as organizações solicitam exames físicos para saber se o candidato está em condições de saúde adequadas para executar a função Seleção O processo de seleção de pessoas para trabalhar em hospital precisa possuir uma perspectiva diferente com relação a outros tipos de organização. Pois, no ambiente hospitalar as pessoas lidam com outras pessoas que estão passando por condições de saúde não muito boas. Desta forma, faz-se necessário assumir uma postura diferente para proporcionar cuidados especiais para estes tipos de pessoas, isto é, aos pacientes. Segundo Soboll (2007) os critérios de seleção de um hospital privado da região sul estão relacionados ao local de moradia dos candidatos e o fato de não possuir experiências. Corrobora-se que isto reduz os gastos com transportes e possibilita a instituição doutrinar seus colaboradores a realizarem as tarefas que lhe são destinadas. Geralmente, os profissionais sem experiências não fazem comparações, não questionam sobre a forma de realização do trabalho e nem reclamam sobre o valor salarial pago, obedecendo assim a risca o regulamento da organização. Peres e Kurcgant (1997) afirmam que os responsáveis pelas contratações dos enfermeiros precisam verificar com muita precisão se o profissional apresenta qualificações e preparo técnico-específico para integrar a equipe médica. O ideal é que os profissionais já conheçam a filosofia da instituição para facilitar a adaptação desses parceiros. Esta adaptação pode ser realizada por meio de estágios. Os enfermeiros precisam ter uma percepção maior quanto ao grau de necessidades, capacidades, desejos e peculiaridade dos pacientes, resultando assim na valorização do ser humano e no autoconhecimento. 3. Metodologia A pesquisa bibliográfica vislumbra a busca de estudos que retratem atitudes, aprendizado, mudanças e principalmente a relação entre o racional x irracional das pessoas dentro de um cenário altamente competitivo e vulnerável, que é a gestão de pessoas. Foram pesquisados livros, teses, periódicos e dissertações. Espera-se como resultado a compreensão do comportamento humano como melhoria da efetividade da tomada de decisão, bem como a geração de um referencial.

9 Os dados analisados nesta pesquisa se basearam em formulados por terceiros, conseqüentemente, neles estarão agregadas reflexões, interpretações, argumentações, análises e conclusões de seus respectivos autores. A metodologia utilizada neste trabalho é a fenomenologista, uma vez que a principal preocupação deste é entender o comportamento humano a partir do embate entre racional x irracional de cada pessoa, procurando examinar suas atitudes e como isto interfere em suas decisões. Em função da natureza do presente problema e da visão de mundo com a qual o autor deste trabalho se identifica, a escolha se volta para uma abordagem fenomenológica, a qual privilegia procedimentos qualitativos de pesquisa. 4. Analise do Recrutamento e Seleção no Hospital em Estudo Trata-se de uma instituição filantrópica com atendimento público e privado. Possui um centro cirúrgico bem equipado; quatro CTIs (Centro de Terapia Intensiva) com 10 leitos cada, sendo considerados os mais bem equipados da região e os únicos da cidade em condições de atender os casos de urgência mais graves; maternidade com vários leitos (incluindo sala de pré-parto, sala de pós-parto e berçário); consultórios médicos; pediatria; serviço de diagnóstico; laboratório de análise clínica e patologia; banco de sangue; lavanderia; cozinha; capela, entre outros. Os princípios e estratégias do hospital estão relacionados ao negócio da instituição esperança, saúde e confiança que através da missão busca garantir a todos um atendimento de excelência na área de saúde com confiabilidade e segurança, onde a visão é ser reconhecido como o melhor hospital filantrópico da região sudeste com atendimento de alta complexidade instituído nos valores história, pioneirismo, ética, profissionalismo, humanização, tecnologia avançada, credibilidade, sustentabilidade. A diretoria do Hospital é composta por um presidente, um vice-presidente, dois tesoureiros, dois secretários, um conselho fiscal que possui três membros efetivos e três suplentes. Os funcionários, pacientes e acompanhantes dispõem de uma agência bancária instalada no hospital e um caixa eletrônico 24 horas. Além disso, os pacientes e seus acompanhantes, também, contam com um serviço de primeira grandeza: um salão de beleza interno, para maior comodidade e bem-estar de todos (onde são oferecidos serviços de manicure, depilação, tintura, escova, corte relaxamento e hidratação); e uma cantina, que dispõe de amplo salão, com refeições leves, lanches e entre outros. O Hospital em estudo tem um corpo com mais de 750 funcionários distribuídos da seguinte forma: área administrativa, enfermagem, atendentes, médicos e emprega diretamente mais de 750 pessoas por ano. Hoje, o hospital realiza cerca de 10 mil atendimentos por mês. Possui convênios particulares com vários órgãos, também com o SUS e prefeituras. A excelente qualificação de seus profissionais resulta em reconhecimento a níveis estadual e nacional, inclusive do Ministério da Saúde. Os atendimentos graves são realizados pelas as unidades de emergência que funcionam 24 horas por dia: Emergência Integrada, com atendimento para os pacientes particulares e convênio; e Emergência SUS-PS, que atende os pacientes encaminhados pelo Posto de Urgência Municipal (PU). Também possui um plano de saúde próprio, global e hospitalar com uma excelente rede credenciada e com profissionais excelentes. Várias ações são desenvolvidas pelo o setor de recursos humanos do hospital, como: pesquisa de clima organizacional; pesquisa de satisfação junto ao cliente; promoção de

10 encontros com equipes; realização de palestras motivacionais; implantação de programa de cargos e salários; levantamento de necessidades; treinamentos diversos; promoção de desenvolvimento de lideranças; apoio à equipe e setores; atendimento a funcionários; suporte inicial; programa de promoção interna; controle dos benefícios disponíveis; promoção de atividades extras, por ex: 1ª mostra de talentos; coordenação das atividades educacionais (Centro de Estudos), como: Organização do concurso de residência médica e registro das atividades dos residentes; Coordenação das atividades dos acadêmicos internos; Coordenação de solicitações, aprovações e atuação dos estágios extracurriculares; Coordenação da agenda dos eventos regulares realizados no auditório, como reuniões científicas e sessões clínicas; Oferecimento de suporte técnico e logístico para as jornadas e simpósios promovidos pelos médicos integrantes do corpo clínico do hospital; Oferecimento de suporte para as atividades de pesquisa científica: interna (prontuários e fichas médicas); biblioteca física e virtual (NET) O processo de recrutamento O departamento de Recursos Humanos do Hospital em estudo, implantado em dezembro de 2007, tem como objetivo reunir o melhor grupo de pessoas e talentos. Onde, a organização é caracterizada como estrutura viva que não existe por si só, mas pela integração de todas as suas partes. O foco está na missão, nos valores da instituição, na qualidade do atendimento prestado e na humanização. Com isso, busca humanizar a assistência acima de tudo, valorizando a vida e acolhendo. O departamento de Recursos Humanos enquanto facilitador e capacitador no planejamento estratégico da instituição propõem através de todas as chances do trabalho efetivamente técnico, criar uma equipe mais feliz e comprometida. Na verdade é a busca pela melhoria contínua, através dos talentos humanos da organização, sendo o real diferencial competitivo. Atualmente o hospital foco desta análise realiza tanto o recrutamento externo como o interno. Porém, o externo é realizado com mais freqüência através da entrega de currículos. O recrutamento fora da instituição é considerado mais importante pela gestora de recursos humanos, pois o novo funcionário que está precisando muito de um emprego geralmente não questiona sobre a tarefa a ser executada, desta forma é mais fácil moldá-lo de acordo com o regulamento imposto pela organização. A maioria das contratações efetuadas se encaixa nos seguintes perfis: sexo feminino, idade entre 20 a 35 anos, com escolaridade do primeiro ao terceiro grau, sendo maior incidência em nível de 2º grau. A necessidade de recrutamento ou contratação está relacionada ao crescimento da instituição, necessidade de incremento de qualificação e rotatividade de pessoal. Geralmente, a maioria dos funcionários que pedem demissão foi aprovada em concursos públicos. Os meios de recrutamento externo utilizado pela organização são: banco de currículos, esses são entregues toda primeira terça-feira de cada mês no próprio hospital através da apresentação voluntária do candidato; indicação de funcionários; anúncios em geral; contato com universidades e outras instituições. Os principais atributos ou qualificações que a instituição busca nos candidatos são: experiência profissional, escolaridade, período de duração em empregos anteriores, relacionamento em equipe, referências pessoais e comerciais, facilidade em lidar com números e principiantes.

11 Segundo a gestora de recursos humanos do hospital em questão, o processo de recrutamento traz a seguinte vantagem: é possível fazer um processo onde vários aspectos são considerados, trabalhando com técnicas e diminuindo assim a margem de erros. Contudo não é identificada nenhuma desvantagem. O fluxo do processo de recrutamento no hospital é mostrado através figura 5: Requisição de abertura de vaga Início S Administração Aprova? N Administração ou Setor requisitante comunica ao Departamento de Recursos Humanos RH define o tipo de processo Recrutamento N Recrutamento Externo Interno? S RH comunica através de cartazes RH analisa os currículos RH convoca os candidatos 4.2. O processo de Seleção Fim Figura 5: Fluxograma do recrutamento do Hospital São José do Avaí Depois de todos os dados colhidos por meio de currículos pela a gestora de recursos humanos é feito o processo de seleção dos candidatos através das seguintes técnicas: 1. Testes psicológicos são identificados fatores referentes às personalidades e aptidões de cada candidato. Geralmente são convocados para esta fase quatro ou cinco candidatos; 2. Exame de conhecimentos técnicos são realizados por meio de testes escritos sobre os conhecimentos na área de atuação bem como as qualificações dos candidatos. Esta fase é realizada junto com a anterior; 3. Entrevista é realizada pela gestora de recursos humanos onde é verificada a aparência, a facilidade de comunicação, a expectativa quanto ao seu futuro na instituição, a habilidade em desenvolver empatia, os possíveis comportamentos diante de problemas inerentes ao cargo, integridade pessoal, ética, responsabilidade e a honestidade, ou seja, o grau de veracidade das informações colhidas. Sendo que todos os aspectos são considerados relevantes, porém, cada um com seu peso considerando a função em questão. Os candidatos convocados para a entrevista, geralmente, vão para a próxima fase que é o treinamento; 4. Avaliação de noções gerais relativas à atividade é realizado um treinamento de três dias para saber se o candidato possui o perfil desejado para assumir o cargo bem como suas habilidades e aptidões em executar a tarefa. Caso o candidato não saia bem no treinamento, o

12 mesmo é convocado para realizar treinamento em outro setor. A gerente de recursos humanos do hospital aproveita ao máximo as habilidades do profissional no processo de seleção e escolha; 5. Avaliação de saúde é feito exame de saúde tal como exame de sangue e raio-x de tórax a fim de saber se o candidato possui alguma doença. Sendo realizada uma consulta junto ao médico do trabalho responsável com a finalidade de saber se o candidato está apto a exercer a função ou não. Todos os candidatos passam por esses cinco processos de seleção independentemente do tipo de recrutamento que foi realizado ou se foi indicação de médicos e/ou funcionários. A figura 6 mostra através de um fluxograma como é realizado o processo de seleção no Hospital. O processo de seleção segundo a gestora de recursos humanos do Hospital São José do Avaí traz resultados positivos ou benefícios tais como: a qualidade do profissional acima de tudo, possibilidade de contratar de acordo com a necessidade e com o perfil da organização. Início RH Convoca os candidatos Etapas do Processo Seletivo Aplicação de testes psicológicos e exames de conhecimentos Treinamento de 3 dias Entrevista S Candidato é aprovado? N Candidato possui o perfil para o cargo? N S RH encaminha para exames de saúde Arquiva o currículo Apto para exercer a função? N S Contratação do candidato Fim do process o Figura 6: Fluxograma da seleção de pessoal do Hospital São José do Avaí 4.3. Análise comparativa com o processo de recrutamento se seleção de outros hospitais da região No hospital em estudo foi realizada ama pesquisa com base em informações que possam contextualizar as principais etapas do processo de contratação, sendo o ponto principal avaliado na pesquisa a necessidade de crescimento na instituição, ou seja, o candidato tem que ter a vontade de melhorar sua formação e contribuir mais com a empresa. A gerente de recursos humanos relacionou que a maioria das contratações é entre a idade de 20 e 35 anos com a maior incidência de contratações em nível de 2º grau, conforme pode ser observado na figura 7.

13 Figura 7: Principais questões avaliadas no candidato para sua contratação Já no hospital concorrente 1, a maior incidência de contratações está atualmente entre pessoas na média de 24 anos com o perfil feminino com cursos técnicos e de 3º grau de enfermagem, sendo que nesta empresa os principais pontos relacionados na contratação são o crescimento da instituição e a necessidade de incremento de qualificação. A necessidade de contratação pode ser relacionada na figura 8. Figura 8: Principais questões avaliadas no candidato para sua contratação Ainda como pontos principais foram relacionados quais os tipos de recrutamento realizados pela organização (Interno, Externo, Misto)? Na pesquisa foi relacionado que o hospital em estudo utiliza em maior percentual o recrutamento externo e é mais importante para a instituição, pois geralmente o novo funcionário não questiona sobre a tarefa a ser executada. Sendo mais fácil moldá-lo de acordo com o regulamento imposto pela organização. Já o concorrente 1 utiliza mais o recrutamento Interno, pois devido ao ramo de atividade, onde se observa praticamente de imediato um dos fatores determinantes a humanização, o diferencial no mercado atual de saúde. Depois desta análise, foi relevante pesquisar os meios mais utilizados para o recrutamento de pessoal. No hospital em estudo os métodos mais utilizados de recrutamento são: o banco de currículos; a apresentação voluntária do candidato a empresa; o famoso Q.I (qualidade intelectual)., isto é, quem indica, onde pode ser tanto indicação de funcionário como indicação de médicos; anúncios em geral, este é mais utilizado para o recrutamento dentro da organização; e contato com universidades, este meio é pertinente para a organização, pois pode ser realizado o aproveitamento do profissional que está fazendo estágio. O grau de importância desses meios de recrutamento é verificado através da figura 9. Figura 9: Principais meios utilizados para o recrutamento de pessoal

14 Em contrapartida, no hospital concorrente 2, os meios de recrutamento mais relevantes para a instituição são o banco de currículos e a indicação de funcionários, como bem é mostrado na figura 10. Depois da análise dos currículos, o candidato passa por uma entrevista, caso possua o perfil adequado é chamado para realizar o período de experiência e por fim o administrador avalia se o candidato está apto para o cargo, se sim é feita a contratação. Figura 10: Principais meios utilizados para o recrutamento de pessoal Nesta pesquisa foi verificado também como um fator primordial, quais os principais atributos buscados nos candidatos na hora da análise dos currículos? O Hospital em estudo considera mais importante as seguintes características: experiência profissional, escolaridade e período de duração dos empregos anteriores. Desta forma, a gestora de recursos humanos pode verificar para qual cargo ou vaga o candidato irá concorrer. Os atributos buscados nos candidatos podem ser relacionados na figura 11. Figura 11: Principais atributos buscados nos candidatos Já no hospital concorrente 1, os atributos considerados mais importantes pelo o administrador buscados nos candidatos na hora da análise dos currículos são a experiência profissional e a facilidade de relacionamento em equipe. O período de duração nos empregos anteriores e as referências tanto pessoais como comerciais também possuem um grau de relevância considerado na hora da busca do melhor profissional. A figura 12 mostra o grau de importância desses atributos. Figura 12: Principais atributos buscados nos candidatos Depois desses dados colhidos, foi necessário levantar quais as principais técnicas de seleção utilizadas pelas instituições em questão? No Hospital em estudo as técnicas consideradas mais relevantes são o exame de conhecimentos técnicos e os testes psicológicos, pois eles são essenciais para identificar se o candidato possui aptidões e conhecimentos

15 necessários para exercer uma determinada tarefa, caso o candidato não passe nestes testes ele não é convocado para a próxima fase. Independente do tipo de recrutamento que foi realizado todos os candidatos passam pelas as técnicas de seleção relacionadas na figura 13. Figura 13: Principais técnicas de seleção No hospital concorrente 1, as técnicas mais relevantes para o administrador para a seleção de pessoas são o exame de conhecimentos técnicos e a avaliação de noções relativas à atividade. O que significa que não basta só possuir as técnicas mais é preciso também o profissional dominar bem a atividade. As principais técnicas de seleção utilizadas pelo hospital podem ser relacionadas na figura 14. Figura 14: Principais técnicas de seleção Fonte: própria Também foram verificadas na pesquisa quais as principais características avaliadas no candidato no processo da entrevista? O hospital em estudo considera quatro aspectos mais importantes na hora da entrevista que são: aparência, ética, responsabilidade e honestidade. Porém todos os aspectos relacionados na figura 15 podem variar seu peso de acordo com a função que o candidato irá exercer. Figura 15: Principais características avaliadas no candidato no processo da entrevista Já no hospital concorrente 2, a única característica que não possui o mesmo grau de relevância é a aparência. As demais são consideradas muito relevantes. As principais características avaliadas no candidato no processo da entrevista podem ser verificadas na figura 16.

16 Figura 16: Principais características avaliadas no candidato no processo da entrevista Na pesquisa também foram verificadas quais as vantagens e desvantagens que o processo de recrutamento traz para a organização? A vantagem desse processo para gestora de recursos humanos do hospital em estudo é a possibilidade de fazer um processo onde vários aspectos são considerados, trabalhando com técnicas, diminuindo assim a margem de erros. A gestora não identificou nenhuma desvantagem. Já no hospital concorrente 2 a vantagem para o administrador é a rapidez no processo de admissão e a desvantagem é o risco de falha na contratação por não possuir um processo uniforme de análise de acordo com os valores da empresa. Por fim, foram pesquisados também. quais os resultados ou benefícios que o processo de seleção traz para a organização? O hospital em estudo apresentou os seguintes benefícios: qualidade do profissional acima de tudo, e possibilidade de contratar de acordo com a necessidade e com o perfil da empresa. Já para o Hospital concorrente 1 o benefício que o processo de seleção traz para a instituição é a contratação de colaborados identificados com o perfil de cada organização, gerando com isso equipes de profissionais qualificados. 5. Conclusão O processo de recrutamento e seleção são duas etapas importantes para a gestão de pessoas. Através do recrutamento a organização pode comunicar no mercado de recursos humanos as oportunidades de abertura de vaga. E através da seleção o gestor de recursos humanos pode identificar entre os candidatos o que melhor possui características ou perfil para assumir a função. Desta forma, é preciso o responsável pela realização desses processos possuir um contato diário com as tarefas a qual o candidato irá exercer a fim de perceber quais são as reais necessidades para contratação e escolher o candidato que mais apresente as qualidades e competências que se encaixa a vaga. Pois, caso o gestor faça uma má escolha pode gerar custos futuros para a organização e também transtorno no atendimento ao cliente. O presente trabalho apresenta um estudo sobre as práticas de recrutamento e seleção do hospital em estudo e uma comparação com outros hospitais da região. O Hospital em estudo apresenta um processo de recrutamento e seleção fundamento nos valores da instituição, seguindo um critério concreto onde envolve várias formas de recrutar e selecionar. O recrutamento mais realizado é o externo, pois trabalhando com técnicas pode diminuir erros. Todos os candidatos convocados pelo o recrutamento passam pelas fases da seleção. Primeiramente, são realizados os exames de conhecimentos técnicos e testes psicológicos, logo em seguida vem a entrevista, o treinamento ou avaliação de noções gerais relativas à atividade e a avaliação de saúde. Por fim, se o candidato for aprovado em todas as fases, fazse a contratação. No hospital concorrente 1 o processo de recrutamento e seleção não são fundamentos nos valores da organização e também não apresenta todas as técnicas de seleção. O recrutamento interno é o mais utilizado o que torna o processo não muito uniforme. Isso pode gerar muito conflito entre os funcionários prejudicando assim a execução das tarefas.

17 Todavia, as organizações que buscam obter vantagem competitiva precisam possuir em seu quadro de trabalho, pessoas inovadoras comprometidas com a organização, motivadas em realizar as atividades e recompensadas quando atingir não só as metas da organização, mas também os objetivos pessoais e profissionais. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARRUDA, J. O que é recrutamento e seleção. Disponível em: <http://www.abrhrj.org.br/typo/index.php?id=384> Acesso 09 de abril de BITTAR, O. J. N. V. Revista de Administração. Políticas de recursos humanos em hospitais, São Paulo, v. 31, n. 1, p , jan./mar BRANQUINHO, N. C. S. S. et al. Processo de seleção de enfermeiros de um hospital de ensino da região centro-oeste brasileira. Rev. enfermagem. UERJ, Rio de Janeiro, v. 18, n. 3, p , jul./set CARBONE, P. P. et al. Gestão por competências e gestão do conhecimento. 3. ed. Rio de Janeiro: FGV, CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, Planejamento, recrutamento e seleção de pessoal: como agregar talentos à empresa. 5. ed. São Paulo: Atlas, GIL, A. C. Gestão de pessoas: enfoque nos papéis profissionais. 1. ed. São Paulo: Atlas, MAZON, L.; TREVIZAN, M. A. Recrutamento e seleção de recursos humanos em um hospital psiquiátrico de um município paulista. Rev.latino-am.enfermagem, Ribeirão Preto, v. 8, n. 4, p , agosto OLIVEIRA, P. M. et al. Recursos Humanos: Um panorama de seu passado, práticas atuais e tendências. In: V SEMEAD, São Paulo. Anais... São Paulo: FEA / USP, PERES, H. H. C.; KURCGANT, P. O fenômeno recrutamento e seleção de enfermeiros em hospitais: um enfoque fenomenológico. Rev.Esc.Enf.USP, v. 31, n.1, p , abr PERIN, M. G. et al. RAE. Impacto dos recursos da empresa na performance de inovação, v. 47, n. 4, p , out./dez SOBOLL, L. A. P. READ. As estratégias de gestão de pessoas em um hospital privado: um exemplo da eficácia do controle político-ideológico. ed. 55, v. 13, n. 1, jan./abr

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 O desempenho do processo de recrutamento e seleção e o papel da empresa neste acompanhamento: Um estudo de caso na Empresa Ober S/A Indústria E Comercio Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ

Leia mais

Recrutamento e seleção

Recrutamento e seleção Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem Recrutamento e seleção Fernanda Maria Togeiro Fugulin RECRUTAMENTO Fase que antecede a seleção, de divulgação, em que se deverá atrair candidatos potencialmente

Leia mais

Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas

Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas As pessoas devem ser tratadas como parceiros da organização. ( Como é isso?) Reconhecer o mais importante aporte para as organizações: A INTELIGÊNCIA. Pessoas:

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

GABARITO OFICIAL(preliminar)

GABARITO OFICIAL(preliminar) QUESTÃO RESPOSTA COMENTÁRIO E(OU) REMISSÃO LEGAL 051 A 052 A 053 A RECURSO Recrutar faz parte do processo de AGREGAR OU SUPRIR PESSOAS e é o ato de atrair candidatos para uma vaga (provisão). Treinar faz

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia MESQUITA NETO, Rui 1 DIAS, Vanessa Aparecida 2 NUNES, Ruth Vieira 3 RESUMO A organização depende das pessoas para atingir

Leia mais

TIPOS DE RECRUTAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA PARA UMA GESTÃO ADEQUADA DE PESSOAS APLICADAS A EMPRESAS.

TIPOS DE RECRUTAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA PARA UMA GESTÃO ADEQUADA DE PESSOAS APLICADAS A EMPRESAS. TIPOS DE RECRUTAMENTO E SUA IMPORTÂNCIA PARA UMA GESTÃO ADEQUADA DE PESSOAS APLICADAS A EMPRESAS. MICHEL, Murillo Docente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerencias murillo@faef.br RESUMO O presente

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL: PERSPECTIVAS E DESAFIOS PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL: PERSPECTIVAS E DESAFIOS PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL: PERSPECTIVAS E DESAFIOS PARA A GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS 2012 Graduando em Psicologia na Universidade Federal do Ceará (UFC), Brasil adauto_montenegro@hotmail.com

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 01. Conceitualmente, recrutamento é: (A) Um conjunto de técnicas e procedimentos

Leia mais

Rotinas de DP-Professor: Robson Soares

Rotinas de DP-Professor: Robson Soares Rotinas de DP-Professor: Robson Soares Capítulo 3 Agregando Pessoas -Recrutamento e Seleção de Pessoas Nesse capítulo veremos com as organizações agregam pessoas através do recrutamento e seleção de pessoas.

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES

O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES O PAPEL DO PSICÓLOGO NA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS DAS ORGANIZAÇÕES CHAVES, Natália Azenha Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: natalya_azenha@hotmail.com

Leia mais

A CULTURA ORGANIZACIONAL PODE INFLUENCIAR NO PROCESSO DE AGREGAR PESSOAS

A CULTURA ORGANIZACIONAL PODE INFLUENCIAR NO PROCESSO DE AGREGAR PESSOAS A CULTURA ORGANIZACIONAL PODE INFLUENCIAR NO PROCESSO DE AGREGAR PESSOAS Juliana da Silva, RIBEIRO 1 Roberta Cavalcante, GOMES 2 Resumo: Como a cultura organizacional pode influenciar no processo de agregar

Leia mais

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FEA USP ARTIGO COMO AS MUDANÇAS NAS ORGANIZAÇÕES ESTÃO IMPACTANDO A ÁREA DE RECURSOS HUMANOS Paola Moreno Giglioti Administração

Leia mais

Módulo 11 Socialização organizacional

Módulo 11 Socialização organizacional Módulo 11 Socialização organizacional O subsistema de aplicação de recursos humanos está relacionado ao desempenho eficaz das pessoas na execução de suas atividades e, por conseguinte, na contribuição

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

ADMINISTRAÇÃO GERAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Atualizado em 14/10/2015 RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Recrutamento é um conjunto de técnicas e procedimentos que visa a atrair candidatos potencialmente qualificados

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA Flávia Regina Graciano; Lucimara Araújo; Priscila Siqueira Campos; Sabrina Eduarda Mendes Magalhães; Tathiane Mendes Barbosa;

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO: RECURSOS HUMANOS DESENVOLVENDO O CAPITAL HUMANO CONSCRIPTION AND SELECTION: HUMAN RESOURCES DEVELOPING THE HUMAN CAPITAL

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO: RECURSOS HUMANOS DESENVOLVENDO O CAPITAL HUMANO CONSCRIPTION AND SELECTION: HUMAN RESOURCES DEVELOPING THE HUMAN CAPITAL RECRUTAMENTO E SELEÇÃO: RECURSOS HUMANOS DESENVOLVENDO O CAPITAL HUMANO CONSCRIPTION AND SELECTION: HUMAN RESOURCES DEVELOPING THE HUMAN CAPITAL Fabiana Custódio e Silva * Murilo Sérgio Vieira Silva **

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão em Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL. QUAIS AS VANTAGENS DESTE PROCESSO PARA UMA ORGANIZAÇÃO?

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL. QUAIS AS VANTAGENS DESTE PROCESSO PARA UMA ORGANIZAÇÃO? Resumo: O texto cita algumas evoluções no processo de recrutamento e seleção realizado pelas empresas. Avalia a importância dos recursos humanos, no contexto organizacional. Palavras-Chave: 1. Incentivo

Leia mais

Contratação de serviços de Limpeza

Contratação de serviços de Limpeza 19º Jornada de Controle de Infecção Hospitalar de Ribeirão Preto 1º Jornada de Inovação da Prática em Enfermagem Contratação de serviços de Limpeza próprio terceirizado Vantagens e desvantagens e como

Leia mais

Sistema Gestão de Gente

Sistema Gestão de Gente Sistema Gestão de Gente Uma organização moderna requer ferramentas de gestão modernas, que incorpore as melhores práticas de mercado em gestão de recursos humanos, que seja fácil de usar e que permita

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA Elaine Schweitzer Graduanda do Curso de Hotelaria Faculdades Integradas ASSESC RESUMO Em tempos de globalização, a troca de informações

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Autor: Jeferson Correia dos Santos ARTIGO TÉCNICO INOVAÇÃO NA GESTÃO DE PÓS-VENDAS: SETOR AUTOMOTIVO RESUMO A palavra inovação tem sido atualmente umas das mais mencionadas

Leia mais

Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso

Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso III Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí II Jornada Científica 9 a 23 de Outubro de 200 Utilização dos processos de RH em algumas empresas da cidade de Bambuí: um estudo multi-caso Sablina

Leia mais

Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno

Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno Resumo O presente case mostra como ocorreu o processo de implantação do Departamento Comercial em

Leia mais

PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS

PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS Marino, Reynaldo Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde - FASU/ACEG GARÇA/SP-

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

Módulo: Seleção e Dinâmicas de Grupo Aula 1 Técnicas de Recrutamento e Seleção de Pessoas. Professora: Sonia Regina Campos

Módulo: Seleção e Dinâmicas de Grupo Aula 1 Técnicas de Recrutamento e Seleção de Pessoas. Professora: Sonia Regina Campos Módulo: Seleção e Dinâmicas de Grupo Aula 1 Técnicas de Recrutamento e Seleção de Pessoas Professora: Sonia Regina Campos Recrutamento Pontos Importantes que Antecedem R&S Planejamento junto às competências

Leia mais

RECRUTAMENTO, SELEÇÃO, AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: ATUAÇÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS

RECRUTAMENTO, SELEÇÃO, AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: ATUAÇÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS Centro de Educação Superior Barnabita CESB 1 RECRUTAMENTO, SELEÇÃO, AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO: ATUAÇÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS Clara de Oliveira Durães 1 Profª. Pollyanna

Leia mais

Orçamento de Pessoal Aula 1 25-04-2012

Orçamento de Pessoal Aula 1 25-04-2012 Orçamento de Pessoal Aula 1 25-04-2012 Prof. Procópio Aula 25-04-2012 Quem sou Eu? Breve Programa do Curso Bibliografia Básica Sistema de Aulas Sistema de Avaliações Contatos do Professor Apresentação

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Administrativo APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Administrativo APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Administrativo APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice AULA 1: RECRUTAMENTO E SELEÇÃO - I... 3 INTRODUÇÃO... 3 RECRUTAMENTO... 5 FONTES DE RECRUTAMENTO... 6 SELEÇÃO...

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros.

3 - Introdução. gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos. 11 - Indicadores operacionais. 14 - Indicadores financeiros. 3 - Introdução 4 - Quais são as métricas para alcançar uma boa ÍNDICE As Métricas Fundamentais da Gestão Hospitalar gestão hospitalar? 8 - Indicadores clínicos 11 - Indicadores operacionais 14 - Indicadores

Leia mais

Rotinas de DP- Professor: Robson Soares

Rotinas de DP- Professor: Robson Soares Rotinas de DP- Professor: Robson Soares Capítulo 2 Conceitos de Gestão de Pessoas - Conceitos de Gestão de Pessoas e seus objetivos Neste capítulo serão apresentados os conceitos básicos sobre a Gestão

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS PARA GESTAO DE PESSOAS E DE PROCESSOS. Empresa XPTO 1

SISTEMAS INTEGRADOS PARA GESTAO DE PESSOAS E DE PROCESSOS. Empresa XPTO 1 Empresa XPTO 1 Desenvolvimento de Sistema Integrado de Informação para a área de Recrutamento e Seleção - Recursos Humanos Empresa XPTO Alunos: -------- -------- -------- -------- -------- Descrição da

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

P R O G R A M A T R A I N E E 2 0 1 6

P R O G R A M A T R A I N E E 2 0 1 6 P R O G R A M A T R A I N E E 2 0 1 6 9ª Edição Introdução É com grande satisfação que o Grupo Protege inicia a 9ª edição do Programa Trainee, visando contratar, desenvolver e reter jovens com potencial

Leia mais

Ilca Maria Moya de Oliveira

Ilca Maria Moya de Oliveira Ilca Maria Moya de Oliveira As necessidades de seleção de pessoal na organização são inúmeras e vão exigir diferentes ações da área de Gestão de Pessoas para cada uma delas. A demanda de seleção de pessoal

Leia mais

Desenvolvimento Humano

Desenvolvimento Humano ASSESSORIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Desenvolvimento Humano ADVISORY Os desafios transformam-se em fatores motivacionais quando os profissionais se sentem bem preparados para enfrentá-los. E uma equipe

Leia mais

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional

ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional ENDOMARKETING: Utilização como ferramenta de crescimento organizacional Carlos Henrique Cangussu Discente do 3º ano do curso de Administração FITL/AEMS Marcelo da Silva Silvestre Discente do 3º ano do

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Etec Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Descentralizada E.E. Arlindo Bittencourt Código: 091-2 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão em Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis Nível: Superior Reporte: Coordenador Sumário Participar do planejamento e desenvolvimento das políticas e práticas de Recursos Humanos da empresa. Desenvolver atividades técnicas de avaliação comportamental

Leia mais

Modelo de Questionário de Desligamento

Modelo de Questionário de Desligamento RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Planejamento Recrutamento Seleção Integração 1ª Etapa Surgimento de uma vaga - Dispensas do empregador (demissões); - Pedidos de demissão (saídas voluntárias demissionários); - Mortes;

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS Guilherme Yuji FUKUMOTO 1 Gabriel Samorano MARINS 2 Roberta CAVALCANTE 3 RESUMO: Recrutamento e Seleção de Pessoal nada mais é que uma ferramenta funcional de todas as

Leia mais

SOBRE A NOSSA EMPRESA

SOBRE A NOSSA EMPRESA SOBRE A NOSSA EMPRESA A Resolve Serviços Empresariais Ltda., fundou-se em 1991, com o propósito de oferecer o serviço de mão de obra temporária fundamentada na Lei 6019/74, destacando-se pela ética, agilidade,

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS VOLTADA PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO E CARGOS E SALÁRIOS.

GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS VOLTADA PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO E CARGOS E SALÁRIOS. GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS VOLTADA PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO E CARGOS E SALÁRIOS. BARBOSA, Roger Eduardo 1 Resumo Neste artigo analisaremos como o planejamento estratégico na gestão de pessoas nas

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL A SANTA CASA BH TEM TODOS OS CUIDADOS PARA VOCÊ CONQUISTAR UMA CARREIRA SAUDÁVEL. Missão Humanizar a assistência

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO. DIAS, Carla Regina Faustino Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais-FAEG carla@refrisaojose.com.

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO. DIAS, Carla Regina Faustino Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais-FAEG carla@refrisaojose.com. RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DIAS, Carla Regina Faustino Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais-FAEG carla@refrisaojose.com.br FERREIRA, Silvana Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management Profº Walter Lerner lernerwl@terra.com.br Filme 7 CONTEXTUALIZAÇÃO da ADM e do Administrador

Leia mais

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade

Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade Estruturando o modelo de RH: da criação da estratégia de RH ao diagnóstico de sua efetividade As empresas têm passado por grandes transformações, com isso, o RH também precisa inovar para suportar os negócios

Leia mais

A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA

A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL

Leia mais

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Liderança The Inner Leader Report

Leia mais

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil

High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil High Potentials, Talentos e Sucessão no Brasil P e s q u i s a d a F u n d a ç ã o G e t u l i o V a r g a s I n s t i t u t o d e D e s e n v o l v i m e n t o E d u c a c i o n a l Conteúdo 1. Propósito

Leia mais

Recrutamento 12/02/2012. Recrutamento - Conceito. Mercado de Trabalho: Recrutamento - Conceito

Recrutamento 12/02/2012. Recrutamento - Conceito. Mercado de Trabalho: Recrutamento - Conceito Recrutamento Disciplina: Gestão de Pessoas Página: 1 Aula: 01 O Recrutamento ocorre dentro do mercado de trabalho e do mercado de Recursos Humanos; Mercado de Trabalho: O Mercado de Trabalho é o espaço

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

A importância da comunicação dos setores com o RH para um processo de Recrutamento e Seleção eficaz.

A importância da comunicação dos setores com o RH para um processo de Recrutamento e Seleção eficaz. A importância da comunicação dos setores com o RH para um processo de Recrutamento e Seleção eficaz. Resumo Juliana MERNICK ¹ Adriana STRAUBE ² Recrutamento e Seleção são fatores de extrema importância

Leia mais

Apresentação para a implantação da Avaliação de Desempenho

Apresentação para a implantação da Avaliação de Desempenho SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS Data: 22de março de 2012 Local: CEFOR Vila Mariana Apresentação para a implantação da Avaliação de Desempenho Maria Aparecida Novaes Rita

Leia mais

VII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus

VII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Identificação das técnicas utilizadas nos processos de recrutamento e seleção em uma empresa do setor de agronegócios em Bambuí-MG Marcelo Henrique Gomes COUTO¹; Amanda Cristina de CASTRO²; Flávia Luzia

Leia mais

Unidade II GESTÃO ESTRATÉGICA DE. Professora Ani Torres

Unidade II GESTÃO ESTRATÉGICA DE. Professora Ani Torres Unidade II GESTÃO ESTRATÉGICA DE RECURSOS HUMANOS Professora Ani Torres Gestão de Pessoas Conjunto de métodos, políticas,técnicas e práticas definidos com o objetivo de orientar o comportamento humano

Leia mais

UNIVERSIDADE CÃNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

UNIVERSIDADE CÃNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE CÃNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES Por: Estela Maria Morais dos Santos Orientador: Luiz Cláudio Lopes

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS RESUMO

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS RESUMO O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS RESUMO Aline Silveira Rolim 1 O presente trabalho tem como enfoque a apresentação do processo de recrutamento e seleção de

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE 2 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão 3 Construindo um Excelente Ambiente de Trabalho 4 1 2 3 4 O que

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: O DESAFIO DAS ORGANIZAÇÕES. CARDOSO, Sandra Regina 1. BERVIQUE, Janete de Aguirre 2

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: O DESAFIO DAS ORGANIZAÇÕES. CARDOSO, Sandra Regina 1. BERVIQUE, Janete de Aguirre 2 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: O DESAFIO DAS ORGANIZAÇÕES CARDOSO, Sandra Regina 1 BERVIQUE, Janete de Aguirre 2 RESUMO Este artigo tem por finalidade apresentar fatores que influenciam na qualidade de

Leia mais

Clima organizacional e o desempenho das empresas

Clima organizacional e o desempenho das empresas Clima organizacional e o desempenho das empresas Juliana Sevilha Gonçalves de Oliveira (UNIP/FÊNIX/UNESP) - jsgo74@uol.com.br Mauro Campello (MC Serviços e Treinamento) - mcampello@yahoo.com Resumo Com

Leia mais

NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS

NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS Concurso para agente administrativo da Polícia Federal Profa. Renata Ferretti Central de Concursos NOÇÕES DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS 1. Organizações como

Leia mais

O IMPACTO DA ROTAVIDADE DAS ORGANIZAÇÕES NA SOCIEDADE

O IMPACTO DA ROTAVIDADE DAS ORGANIZAÇÕES NA SOCIEDADE O IMPACTO DA ROTAVIDADE DAS ORGANIZAÇÕES NA SOCIEDADE RESUMO: Esse trabalho objetiva analisar os problemas resultantes da rotatividade das Organizações como forma de responsabilidade social corporativa.

Leia mais

M.Sc Angela Abdo Campos Ferreira

M.Sc Angela Abdo Campos Ferreira Nossa Missão Atrair o Talento certo para a Empresa M.Sc Angela Abdo Campos Ferreira GESTÃO DE PESSOAS Gestão Liderança + Administrativo Para se tornar um excelente gestor Para se tornar um excelente gestor

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS I. Introdução Este Manual de Gestão de Cargos e Salários contempla todas as Áreas e Equipamentos da POIESIS e visa a orientar todos os níveis de gestão, quanto às

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

PRÁTICAS, FUNÇÕES E TÉCNICAS DE RECURSOS HUMANOS

PRÁTICAS, FUNÇÕES E TÉCNICAS DE RECURSOS HUMANOS INTRODUÇÂO Como as pessoas constituem o mais importante ativo de que dispõem as organizações, devem ser recrutadas e selecionadas com a maior competência possível, já que falhas nesse processo podem comprometer

Leia mais

Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler

Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler Política de Recursos Humanos do Grupo Schindler 2 Introdução A política corporativa de RH da Schindler define as estratégias relacionadas às ações para com seus colaboradores; baseia-se na Missão e nos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Recursos Humanos Qualificação:

Leia mais

Gestão de carreiras nas organizações

Gestão de carreiras nas organizações Gestão de carreiras nas organizações A expressão "Plano de carreira", nas organizações, sempre corre o risco de ser interpretada como algo antiquado, retrógrado, que interessa aos funcionários e, principalmente,

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp

Leia mais

ANEXO B CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM MODELO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL DE ALTO DESEMPENHO

ANEXO B CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM MODELO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL DE ALTO DESEMPENHO ANEXO B CONTEXTUALIZAÇÃO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM MODELO DE GESTÃO ORGANIZACIONAL DE ALTO DESEMPENHO Autoria: Elaine Emar Ribeiro César Fonte: Critérios Compromisso com a Excelência e Rumo à Excelência

Leia mais

Processos de Recursos Humanos

Processos de Recursos Humanos Gestão Integrada RH Recursos Humanos Unida 2 Rosemeri da Silva Paixão Recursos Humanos 28 Gestão Integrada RH Sumário Introdução... 30 Objetivos... 31 Estrutura da Unida... 31 UNIDADE 2: Recursos Humanos

Leia mais

Planejamento de Recursos Humanos

Planejamento de Recursos Humanos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Filosofia e Ciências Câmpus de Marília Departamento de Ciência da Informação Planejamento de Recursos Humanos Profa. Marta Valentim Marília 2014 As organizações

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES THE IMPORTANCE OF PERSONNEL MANAGEMENTIN ORGANIZATIONS

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES THE IMPORTANCE OF PERSONNEL MANAGEMENTIN ORGANIZATIONS A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES THE IMPORTANCE OF PERSONNEL MANAGEMENTIN ORGANIZATIONS Lidiane Vieira 1 Nerci Maria Rezende Carvalho 2 Resumo Ao falar-se de Gestão de Pessoas nos deparamos

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

Palavras-Chave: Organizações, Colaboradores, Recursos, Gestão de Pessoas

Palavras-Chave: Organizações, Colaboradores, Recursos, Gestão de Pessoas DA ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS À GESTAO DE PESSOAS Josiane de C. Aparecida Lacerda 1, Renata Valentina Bigolotti 2, Nivaldo Carleto 3 1 Fatec-Taquaritinga. Gestão do Agronegócio. Taquaritinga-SP

Leia mais

Apresentação. A Martins Guerra Consultoria é formada por gente jovem, engajada e de atitude. É feita de um trabalho dedicado e muito profissionalismo.

Apresentação. A Martins Guerra Consultoria é formada por gente jovem, engajada e de atitude. É feita de um trabalho dedicado e muito profissionalismo. Apresentação A Martins Guerra Consultoria é formada por gente jovem, engajada e de atitude. É feita de um trabalho dedicado e muito profissionalismo. Nossa missão é promover o encontro entre pessoas e

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

Regimento como elaborar

Regimento como elaborar PGQ - Programa Gestão com Qualidade d Sistema 4 - Oficina Melhores Práticas Oficina i 1 Regimento como elaborar Facilitador Dr.Sérgio Luz sergiol@webcorensp.org.br Apresentação PGQ Programa Gestão com

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL

PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL ADMINISTRAÇÃO EM ENFERMAGEM II Departamento de Orientação Profissional - EEUSP PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PROFISSIONAL VERA LUCIA MIRA GONÇALVES AVALIAÇÃO JUÍZO DE VALOR Avaliação de desempenho

Leia mais

1. DO PROCESSO SELETIVO

1. DO PROCESSO SELETIVO Os procedimentos adotados pela AGIR para o recrutamento e seleção de pessoal se pauta pelas melhores práticas, comprovadas pelas escolas de gestão de pessoas, com o intuito de adicionar ao seu quadro,

Leia mais

Gestão de Pessoas Prof. Patrício Vasconcelos patricio@faculdadearapoti.com.br. Sejam Bem Vindos!

Gestão de Pessoas Prof. Patrício Vasconcelos patricio@faculdadearapoti.com.br. Sejam Bem Vindos! Gestão de Pessoas Prof. Patrício Vasconcelos patricio@faculdadearapoti.com.br Sejam Bem Vindos! Processos da Gestão de Pessoas Influências Ambientais Externas Influências Organizacionais Internas Processos

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1 LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 Visão Brasil As cinco principais tendências em atração de talentos que você precisa saber 2013 LinkedIn Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

Elton Moraes. O que Clima Organizacional tem a ver com resultados da empresa?

Elton Moraes. O que Clima Organizacional tem a ver com resultados da empresa? Elton Moraes O que Clima Organizacional tem a ver com resultados da empresa? Sobre o Hay Group O Hay Group é uma consultoria mundial em gestão: Trabalhamos com líderes para transformar estratégias em realidade.

Leia mais