Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Maio Ações das varejistas acompanharam seus resultados

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Maio Ações das varejistas acompanharam seus resultados"

Transcrição

1 Relatório Setorial - Maio 2014 Ações das varejistas acompanharam seus resultados Maria Paula Cantusio, CNPI Nome Ticker Cotação (R$) Mai-14 B2W Digital BTOW3 28,60 16,3% 87,3% 164,8% 4.547, , ,2 Lojas Marisa AMAR3 16,88 14,8% -8,6% -43,3% 3.131, ,2 789,4 Hypermarcas HYPE3 18,11 9,0% 2,6% 3,5% , , ,8 Magazine Luiza MGLU3 8,,14 8,5% 10,5% -4,7% 1.477, ,0 687,7 Lojas Renner LREN3 67,71 5,1% 12,5% -11,9% 8.533, , ,4 Grendene GRND3 14,09 1,2% -19,2% -29,3% 4.237, ,9 (565,2) Raia Drogasil RADL3 19,00 0,0% 28,5% -18,0% 6.277, ,0 120,7 Lojas Americanas LAME4 13,29-1,1% 6,2% -3,8% , , ,8 Natura NATU3 38,61-1,6% -3,5% -21,2% , , ,1 Pão de Açúcar PCAR4 101,80-3,2% -2,4% -4,7% , , ,9 Ambev S/A ABEV3 15,86-7,6% -6,3% -6,8% , ,0 (4.952,0) Cia Hering HGTX3 23,80-12,7% -20,0% -40,6% 4.077, ,9 (149,5) ICONSUMO ICON ,1% 1,8% 0,1% IBOVESPA IBOV ,7% -0,5% 4,2% Fonte: Economatica e BB Investimentos Variação (%) Mês 2014 LTM Market Cap EV Dívida Líquida No mês em que o Ibovespa registrou queda de 0,7%, as ações das companhias do setor de varejo oscilaram de maneira mista, impactadas, principalmente, pelo otimismo/pessimismo gerado pela divulgação de seus respectivos resultados. O primeiro trimestre do ano foi positivo para as varejistas em geral, puxado pela alta nas vendas de itens como televisores, smartphones, tablets, ventiladores e aparelhos de ar condicionado. O Magazine Luiza apresentou um resultado surpreendente, com forte crescimento de vendas e do lucro líquido apurado (R$ 20,5 milhões 25x superior ao do 1T13). A B2W Digital também registrou alta nas vendas e uma melhora significativa da sua eficiência operacional. O resultado veio, ainda, acompanhado da notícia de que o aumento do seu capital social no valor de R$ 2,4 bilhões foi aprovado pelo Cade e deverá ser efetivado em julho deste ano. Parte do valor aportado será destinado à amortização de dívidas, o que deverá proporcionar uma diminuição da sua alavancagem financeira, bem como das despesas desta natureza, dando início a um ciclo de resultados líquidos positivos. A exceção ficou por conta da Lojas Americanas, que apresentou um resultado fraco, o que, no entanto, já era esperado pelo mercado, devido ao efeito calendário que prejudicou a base comparativa. A Páscoa, dataa importante para a companhia, neste ano ocorreu em abril, enquanto em 2013 havia sido em março. No setor de vestuário, o resultado da Lojas Marisa também agradou o mercado, registrando um crescimento de 11,0% A/A na receita líquida (R$ 697,8 milhões) e uma racionalização de despesas importante, que garantiu o crescimento de 57,3% A/A no lucro líquido da companhia, para R$ 13,8 milhões. Já a Hering apresentou um resultado fraco, que não agradou o mercado, com evolução de apenas 2,7% A/A nas vendas (R$ 466,7 milhões) e retração de 6,9% A/A do lucro líquido apurado, para R$ 64,5 milhões. No segmento de beleza, notícias veiculadas sobre a parceria firmada entre Avon e Coty, para venda de perfumes no país, e o lançamento do e-commerce da La Roche-Posay no Brasil podem ter prejudicado a ação da Natura (NATU3). No caso do Pão de Açúcar, a cotação do ticker foi impactada negativamente pela decisão de Abílio Diniz de vender todas as suas ações preferenciais (PCAR4), cerca de 7,9 milhões de papéis, em leilão realizado no dia 06/05 na BM&FBovespa. Além disso, na semana seguinte, circularam notícias na mídia de que o empresário teria se tornado um acionista minoritário relevantee do Carrefour, mediante compra de ações na Bolsa de Paris. Variação no mês (%) Lojas Marisa Hypermarcas Magazine Luiza Lojas Renner ICONSUMO Grendene Raiaa Drogasil IBOVESPA Lojas Americanas Natura Pão de Açúcar Ambev S/A Cia Hering -20% -10% 0% 10% 20% ICON vs. Ibovespa 120 ICON11 IBOV Fonte: Economatica e BB Investimentos 1 / 5

2 Atividade (Comércio Varejista) Volume Combustíveis e Lubrificantes Indicadores macroeconômicos do setor de consumo Pesquisa Mensal do Comércio (IBGE) Impactada pelo efeito calendário, a PMC mostrou uma queda de 1,1% em março de 2014 frente ao mesmo período do ano passado. A Páscoa, data relevante para as vendas no varejo, ocorreu, em 2014, no mês de abril, enquanto, que em 2013, havia sido comemorada em março. Outro fator que contribui para a retração do comércio foi a contração do crédito na economia e a desaceleração do aumento dos salários. O destaque positivo ficou por conta do segmento de móveis e eletrodomésticos que vem sendo impulsionado pela venda de televisores, devido à Copa do Mundo. Hiper, Supermercado, Prod. Alimentícios, Bebida e Fumo -0,1% -1,0% 5,5% -2,8% 2,6% 2,1% 135,5% Tecidos, Vestuário e Calçados Móveis e Eletrodomésticos Artigos Farmacêuticos, Medicamento, Orto. e de Perfumaria Equip. e Materiais para Escritório, Inform. e Comunicação 8,6% -4,5% 7,2% -4,9% -0,7% 5,8% 7,5% Livros, Jornais, Rev. e Papelaria Outros Artigos de Uso Pessoal e Doméstico Receita Nominal Fonte: IBGE, Pesquisa Mensal de Comércio FEV14/ JAN14 MAR14/ FEV14 FEV14/ FEV13 MAR14/ MAR13 Acumulado no Ano Acumulado 12 meses % Participação acumulado 0,0% -0,5% 8,7% -1,1% 4,5% 4,5% 100,0% 1,3% -1,5% 13,9% 4,0% 8,1% 7,3% -37,4% -0,7% -0,8% 7,2% -7,3% 0,5% 2,7% 49,5% 0,3% 1,5% 10,6% 3,8% 6,5% 6,1% -40,2% -0,2% 0,5% 14,9% 9,6% 12,7% 11,4% -57,0% -4,1% 1,2% -4,8% -8,2% -3,5% -0,2% 6,5% 0,2% -0,2% 17,0% -3,8% 7,4% 9,2% 35,5% 0,4% 0,5% 14,2% 4,7% 10,3% 11,6% _ Pesquisa Mensal do Emprego - IBGE - A taxa de desemprego caiu 0,1 p.p. em abril. De acordo com o Caged, entretanto, os postos de trabalho gerados somaram apenas 105,3 mil, o pior resultado para um mês de abril desde A População Economicamente Ativa (PEA) continua em movimento de baixa, registrando recuo de 0,1% em abril na comparação com o mês anterior, o que diminuii a pressão sobre o mercado de trabalho. A População em Idade Ativa, por outro lado, segue com tendência de alta, registrando aumento de 0,2% na mesma comparação. Salário médio real (R$) Taxa de desemprego (%) , ,0 4, População Economicamente Ativa (mil) População em Idade Ativa (mil) / 5

3 Índice de Confiança do Consumidor (ICC) e Índice de Confiança do Comércio (Icom) - FGV - O ICC caiu 3,3% em maio na comparação com o mês anterior, atingindo 102,8 pontos, o menor nível desdee abril/2009 (99,7 pontos). Em relação à maio de 2013, o recuo foi de 9,6%. Tanto as avaliações do consumidor em relação ao momento atual quanto em relação ao futuro estão pessimistas. Já o Icom, que mede a confiança dos empresários do setor, cedeu 4,4% em relação a maio de 2013, atingindo 117,4 pontos. A confiança dos empresários também diminuiu tanto em relação à situação atual quanto em relação às expectativas futuras, especialmente nos setores de varejo restrito e automobilístico. ICC Situação Atual Expectativas Icom 130,0 125,0 120,0 115,0 110,0 105,0 100,0 95,0 90,0 85,0 80,0 122,8 113,5 119,4 117,4 106,3 102,8 Crédito e Inadimplência - Bacen Em abril, a inadimplência referente ao crédito voltado à pessoa física com recursos livres permaneceu estável em relação ao mês anterior em 6,5%, enquanto o saldo aumentou 0,2% na mesma comparação e 6,3% nos últimos 12 meses. 7,6 7,4 7,5 Saldo Crédito PF Rec Livre (bilhões R$) Inadimplência PF Rec Livres (%) 750,3 751,9 760,0 750,0 7,2 740,0 7,0 730,0 6,8 6,6 707,2 6,5 6,5 720,0 710,0 6,4 700,0 6,2 690,0 6,0 680,0 Perspectivas A PMC referente ao mês de abril deverá mostrar uma aceleração do comércio, sob reflexo da ocorrência da Páscoa. De acordo com o ICVA (Índice Cielo do Varejo Ampliado), as vendas deflacionadas evoluíram 4,8% no referido mês frente ao mesmo período do ano anterior. Já o mês de maio não deverá ter uma performance tão positiva. Algumas entidades que representam o varejo divulgaram pesquisas que mostraram que as vendas no Dia das Mães foram mais fracas em 2014 na comparação com A Serasa Experian, por exemplo, apurou um crescimento de 2,9% durante a semana do dia das Mães neste ano. No ano passado, o avanço havia sido de 5,3% em relação à No dia 12 de junho teremos a comemoração do Dia dos Namorados, que irá coincidir com a abertura da Copa do Mundo no país. À princípio, o Dia dos Namorados deveria movimentar os segmentos de moda, beleza e eletroeletrônicos, enquanto o evento esportivo deveria ter impacto positivo sobre os setores de alimentos, bebidas, vestuário esportivo e também eletroeletrônicos. No entanto, há muitas incertezas que rondam a ocorrência da Copa no Brasil, principalmente no que se referem às manifestações populares e aos feriados decretados nas cidades que serão sede de jogos. Na carteira sugerida para o mês de junho/2014 foi mantida a ação da Raia Drogasil (RADL3), e incluídos os tickers de Hypermarcas (HYPE3), Lojas Renner (LREN3) e Natura (NATU3). Dentre os motivos que levaram à escolha dos referidos papéis, destacamos: (i) a essencialidade dos produtos vendidos no caso das duas primeiras companhias; (ii) tíquete médio de compras mais baixo e (iii) impacto positivo do Dia dos Namorados sobre as duas última companhias. 3 / 5

4 Disclaimer Informações Relevantes Este relatório foi produzido pelo BB-Banco de Investimento S.A. As informações e opiniões aqui contidas foram consolidadas ou elaboradas com base em informações obtidas de fontes, em princípio, fidedignas e de boa-fé. Entretanto, o BB-BI não declara nem garante, expressa ou tacitamente, que essas informações sejam imparciais, precisas, completas ou corretas. Todas as recomendações e estimativas apresentadas derivam do julgamento de nossos analistas e podem ser alternadas a qualquer momento sem aviso prévio, em função de mudanças que possam afetar as projeções da empresa. Este material tem por finalidade apenas informar e servir com instrumento que auxilie a tomada de decisão de investimento. Não é, e não deve ser interpretado como uma oferta ou solicitação de oferta para comprar ou vender quaisquer títulos e valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. É vedada a reprodução, distribuição ou publicação deste material, integral ou parcialmente, para qualquer finalidade. Nos termos do art. 18 da ICVM 483, o BB - Banco de Investimento S.A declara que: 1 - A instituição pode ser remunerada por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa( (s); o Conglomerado Banco do Brasil S.A pode ser remunerado por serviços prestados ou possuir relações comerciais com a(s) empresa(s) analisada(s) neste relatório, ou com pessoa natural ou jurídica, fundo ou universalidade de direitos, que atue representando o mesmo interesse dessa(s) empresa( (s). 2 - A instituição pode possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), mas poderá adquirir, alienar ou intermediar valores mobiliários da empresa(s) no mercado; o Conglomerado Banco do Brasil S.A pode possuir participação acionária direta ou indireta, igual ou superior a 1% do capital social da(s) empresa(s) analisada(s), e poderá adquirir, alienar e intermediar valores mobiliários da(s) empresa(s) no mercado. Informações Relevantes Analistas O(s) analista(s) de investimento, ou de valores mobiliários, envolvido(s) na elaboração deste relatório ( Analistas de investimento ), declara(m) que: 1 - As recomendações contidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação ao BB-Banco de Investimento S.A e demais empresas do Grupo. 2 Sua remuneração é integralmente vinculada às políticas salariais do Banco do Brasil S.A. e não recebem remuneração adicional por serviços prestados para o emissor objeto do relatório de análise ou pessoass a ele ligadas. Maria Paula Cantusio Analistas Itens O(s) analista(s) de investimentos, seus cônjuges ou companheiros, detêm, direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações e/ou outros valores mobiliários de emissão das companhias objeto de sua análise. 4 Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, possuem, direta ou indiretamente, qualquer interesse financeiro em relação à companhia emissora dos valores mobiliários analisados neste relatório. 5 O(s) analista(s) de investimento tem vínculo com pessoa natural que trabalha para o emissor objeto do relatório de análise. 4 / 5

5 Disclaimer Administração Diretor Sandro Kohler Marcondes Gerente-Executivo Eduardo César do Nascimento Equipe de Pesquisa Gerente - Nataniel Cezimbra Renda Variável Bancos e Serviços Financeiros Nataniel Cezimbra Carlos Daltozo Commodities Nataniel Cezimbra Victor Penna Luciana de Carvalho Márcio de Carvalho Montes Consumo Maria Paula Cantusio Imobiliário Wesley Bernabé Indústrias, Transportes e Small Caps Mário Bernardes Junior Gabriela Cortez Infraestrutura e Concessões Renato Hallgren Renda Fixa e Estratégia de Mercado Hamilton Moreira Alves Renato Odo Fabio Cardoso Equipe de Vendas Atacado: Gerente Antonio Emilio Ruiz Antonio Lima Bruno Finotello João Carlos Floriano Marcela Andressa Pereira Paulo Arruda Thiago Cogo Pires Viviane Ferro Candelária BB-Banco de Investimento S.A. BB-BI Rua Senador Dantas, º andar Rio de Janeiro RJ - Brasil Tel. (21) Fax (21) Varejo: Gerente - Marconi Maciel Distribuição e varejo Ana Lucia Caruso da Silva Henrique Reis Márcio Carvalho José BB Securities 4th Floor, Pinners Hall Old Broad St (facsimile) Vinicius Balbino Bouhid +44 (207) Deputy Selma da Silva +44 (207) Director of Sales Trading Boris Skulczuk +44 (207) Head of Sales Nick Demopoulos +44 (207) Institutional Sales Annabela Garcia +44 (207) Melton Plumber +44 (207) Renata Kreuzig +44 (207) Trading Bruno Fantasia +44 (207) Gianpaolo Rivas +44 (207) Head of Research Paul Hollingworth +44 (207) Structured Products Hernan Lobert +44 (207) Banco do Brasil Securities LLC (Member: FINRA/SIPC/NFA) Daniel Alves Maria +1 (646) Institutional Sales - Equity Charles Langalis +1 (646) Institutional Sales - Fixed Income Cassandra Voss +1 (646) DCM Richard Dubbs +1 (646) Syndicate Kristen Tredwell +1 (646) Sales Michelle Malvezzi +1 (646) Myung Jin Baldini +1 (646) BB Securities Asia Pte Ltd Rodrigo Afonso Director, Head of Sales José Carlos Reis Institutional Sales Paco Zayco Amelia Khoo London EC2N 1ER - UK 535 Madison Avenue 34th Floor New York City, NY USA 6 Battery Road #11-02 Singapore, / 5

Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Abr Mês de oscilações mistas nas ações das varejistas

Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Abr Mês de oscilações mistas nas ações das varejistas Relatório Setorial - Abr 2014 Mês de oscilações mistas nas ações das varejistas Maria Paula Cantusio, CNPI paulacantusio@bb.com.br Nome Ticker Cotação (R$ $) Abr-14 Magazine Luiza MGLU3 7,50 Hypermarcas

Leia mais

Variação (%) Mês 2015 LTM

Variação (%) Mês 2015 LTM Relatório Setorial - Jan 2015 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Queda nos papéis apesar do cenário equilibrado Nome Ticker Cotação (R$) Jan-15 Variação (%) Mês 2015 LTM Market Cap EV Dívida Líquida

Leia mais

A/A A/A 21,1% 8.088, ,8 14,5% 18,1% 2.263, ,0 12,6% -0,7 p.p. 28,0% 28,4% -0,4 p.p. 56,1% 411,6 298,8 37,8%

A/A A/A 21,1% 8.088, ,8 14,5% 18,1% 2.263, ,0 12,6% -0,7 p.p. 28,0% 28,4% -0,4 p.p. 56,1% 411,6 298,8 37,8% Perspectivas positivas para a varejista O ano de 2013 foi bastante desafiador para o Magazine Luiza. Após um primeiro semestre fraco, marcado por um cenário macroeconômico instável e pelo atraso na maturação

Leia mais

Lojas Americanas e B2W

Lojas Americanas e B2W Lasa: desempenho prejudicado pelo efeito calendário Os resultados do da Lojas Americanas mostraram uma desaceleração nas vendas, fator que já era esperado, considerando que a Páscoa, data de grande apelo

Leia mais

Variação (%) Mês 2014 LTM. Direcional DIRR3 10,88 8,7% -9,3% -30,0%

Variação (%) Mês 2014 LTM. Direcional DIRR3 10,88 8,7% -9,3% -30,0% Relatório Setorial - Abr 214 Wesley Bernabé, CNPI wesley.bernabe@bb.com.br Prévias: ritmo lento de lançamentos no 1T14 Nome Ticker Cotação (R$) Abr-14 Variação (%) Mês 214 LTM Market Cap EV Dívida Líquida

Leia mais

Variação (%) Mês 2014 LTM

Variação (%) Mês 2014 LTM Relatório Setorial - Jun 2014 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Produtoras de celulose próximas ao índice; Klabin recua Nome Ticker Cotação (R$) Jun-14 Variação (%) Mês 2014 LTM Market Cap EV Dívida

Leia mais

Variação (%) Mês 2014 LTM

Variação (%) Mês 2014 LTM Relatório Setorial - Mar 2014 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Produtoras de celulose não se sustentam e recuam no final Nome Ticker Cotação (R$) Mar-14 Variação (%) Mês 2014 LTM Market Cap EV

Leia mais

Pré-Mercado Investimento

Pré-Mercado Investimento Nataniel Cezimbra, CNPI Hamilton Moreira Alves Pré-Mercado Investimento 11 de novembro de 2014 Futuros em Wall Street e bolsas na Europa em alta. Feriado nos EUA fecha mercado de treasuries. O Ibovespa

Leia mais

Natura 26 de julho de 2012

Natura 26 de julho de 2012 Priscila Tambelli, CNPI priscilatambelli@bb.com.br thiago.gramari@bb.com.br Resultado 2T12 Natura 26 de julho de 2012 Outperform Ticker NATU3 Preço de mercado em 25/07/12 R$ 49,20 Preço para 31/12/13 R$

Leia mais

Odontoprev. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Reestruturação interna já apresenta resultados. Small Caps Saúde

Odontoprev. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Reestruturação interna já apresenta resultados. Small Caps Saúde Resultado 3T14 e Revisão de Preço Reestruturação interna já apresenta resultados A Odontoprev apresentou resultado neutro para o 3T14. Houve leve incremento no número total de beneficiários (+2,5% A/A),

Leia mais

Pão de Açúcar. Resultado 3T14. Aceleração de vendas versus ganho de rentabilidade. Consumo Varejista

Pão de Açúcar. Resultado 3T14. Aceleração de vendas versus ganho de rentabilidade. Consumo Varejista Aceleração de vendas versus ganho de rentabilidade O GPA apresentou um resultado positivo no 3T14, em função das combinações dos seus diversos negócios. De um lado, a Cnova (segmento de e-commerce) e o

Leia mais

Raia Drogasil. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Desempenho acima do mercado com ganho de margens. Comércio Drogarias

Raia Drogasil. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Desempenho acima do mercado com ganho de margens. Comércio Drogarias Resultado 3T14 e Revisão de Preço Desempenho acima do mercado com ganho de margens A Raia Drogasil apresentou um forte desempenho no 3T14, com a receita bruta crescendo 18,3% A/A, impulsionada (a) pelo

Leia mais

GOL. Resultado 4T13. Voando a toda velocidade e superando expectativas. Transportes Aviação

GOL. Resultado 4T13. Voando a toda velocidade e superando expectativas. Transportes Aviação GOL Resultado 4T13 Voando a toda velocidade e superando expectativas O resultado da GOL no 4T13 foi muito bom, considerando os expressivos números apresentados no período, como: (a) crescimento de 5,1

Leia mais

Variação (%) Mês 2014 LTM

Variação (%) Mês 2014 LTM Relatório Setorial Nov 2014 Entressafra, estoques e expectativas de produção influenciam cotações Márcio Montes, CNPI mcmontes@bb.com.br Luciana Carvalho luciana_cvl@bb.com.br Nome Ticker Cotação (R$)

Leia mais

Magazine Luiza. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Vendas da varejista seguem crescendo acima do mercado. Comércio Varejista

Magazine Luiza. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Vendas da varejista seguem crescendo acima do mercado. Comércio Varejista Resultado 3T14 e Revisão de Preço Vendas da varejista seguem crescendo acima do mercado O Magazine Luiza reportou um resultado forte no 3T14, contrariando as expectativas de desaceleração nas vendas após

Leia mais

Marcopolo 4 de Maio de 2016

Marcopolo 4 de Maio de 2016 Marcopolo 4 de Maio de 2016 Resultado 1T16: Estrada acidentada e pára-brisa embaçado. O ano de 2016 não tem nada agradável a Marcopolo. A empresa registrou um fraco resultado do primeiro trimestre, com

Leia mais

A/A 9M13 9M12 A/A 12,9% ,5% 10,5% ,4% -1,2 p.p. 56,8% 57,9% -1,1 p.p. 4,3% 446,4 422,2 5,7%

A/A 9M13 9M12 A/A 12,9% ,5% 10,5% ,4% -1,2 p.p. 56,8% 57,9% -1,1 p.p. 4,3% 446,4 422,2 5,7% Resultado 3T13 e Revisão de Preço Vendas surpreendem no períodoo A Renner finalizou o 3T13 com um crescimento de 12,9% em sua receita líquida consolidada. A operação de varejo foi impulsionada pela assertividade

Leia mais

A/A 9M13 9M12 A/A 16,5% ,1% 18,7% ,9% 0,5 p.p. 27,6% 27,6% 0,0 p.p. -9,0% 226,0 228,0-0,9% -1,2 p.p. 5,0% 5,8% -0,8 p.p.

A/A 9M13 9M12 A/A 16,5% ,1% 18,7% ,9% 0,5 p.p. 27,6% 27,6% 0,0 p.p. -9,0% 226,0 228,0-0,9% -1,2 p.p. 5,0% 5,8% -0,8 p.p. Resultado 3T13 e Revisão de Preço Vendas seguem estáveis e despesas não recorrentes impactam o resultado A Raia Drogasil finalizou o 3T13 com uma receita líquida apurada de R$ 1.625,5 mi, valor 18,4% superior

Leia mais

Petrobras. Resultado 3T14. Sem ajustes ou baixas, mas com novas metas para Petróleo e Gás

Petrobras. Resultado 3T14. Sem ajustes ou baixas, mas com novas metas para Petróleo e Gás Resultado 3T14 Sem ajustes ou baixas, mas com novas metas para 2015 A divulgação dos números não auditados do 3T14 não trouxe as baixas contábeis que eram esperadas pelo mercado. A administração da Petrobras

Leia mais

Renda Fixa. Análise de Mercado. Apreciação do dólar pressiona a paridade das taxas de juros, no curto prazo

Renda Fixa. Análise de Mercado. Apreciação do dólar pressiona a paridade das taxas de juros, no curto prazo 1112111 21 Renda Fixa Apreciação do dólar pressiona a paridade das taxas de juros, no curto prazo A semana foi marcada por uma acentuada recuperação do dólar frente ao real, tanto no mercado à vista quanto

Leia mais

M Dias Branco. Revisão de Preço

M Dias Branco. Revisão de Preço M Dias Branco Revisão de Preço Pronta para aquisições: Forte geração de fluxo de caixa para a empresa, sustentação de margens em níveis atrativos, baixa alavancagem financeira e intenso crescimento do

Leia mais

Lojas Renner 10 de fevereiro de 2017

Lojas Renner 10 de fevereiro de 2017 Lojas Renner 10 de fevereiro de 2017 Resultado 4T16: vendas fracas, compensadas pelo forte resultado do segmento financeiro Os resultados do 4T16 da Lojas Renner vieram mistos, na nossa visão, com um suave

Leia mais

Direcional 09 de agosto de 2016

Direcional 09 de agosto de 2016 09 de agosto de 2016 Construção Civil Resultado 2T16 e atualização de preços: resultado neutro, destaque para a forte geração de FCF Direcional reportou um resultado neutro no 2T16. Por um lado, as vendas

Leia mais

Gerdau 16 de março de 2016

Gerdau 16 de março de 2016 16 de março de 2016 Resultado 4T15 e Revisão de Preço: produção menor, margens reduzidas, mas geração de caixa positiva Após adiar os resultados do 4T15 em duas semanas, a Gerdau apresentou números fracos,

Leia mais

Multiplan 27 de abril de 2017

Multiplan 27 de abril de 2017 27 de abril de 2017 Resultados 1T17 e atualização de preço: resultados operacionais positivos com recuperação na venda dos lojistas; desempenho econômico-financeiro mais fraco A Multiplan apresentou resultados

Leia mais

Fertilizantes Heringer 15 de março de 2017

Fertilizantes Heringer 15 de março de 2017 15 de março de 2017 Resultado 2016 e atualização de preço: Positivo. Melhores margens e variação cambial impulsionam resultado A Heringer registrou lucro líquido de R$ 43,2 milhões em 2016 contra perda

Leia mais

Ambev 27 de Julho de 2017

Ambev 27 de Julho de 2017 27 de Julho de 2017 Resultado 2T17: margem ainda pressionada, mas com perspectiva de melhora Ambev reporto resultados mistos no 2T17. Os volumes foram impactados pelo ambiente macroeconômico desfavorável

Leia mais

Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Fev 2014. Resultados positivos não sustentaram preços das ações. Variação no mês (%)

Varejo e Consumo. Relatório Setorial - Fev 2014. Resultados positivos não sustentaram preços das ações. Variação no mês (%) Relatório Setorial - Fev 2014 Resultados positivos não sustentaram preços das ações Maria Paula Cantusio, CNPI paulacantusio@bb.com.br Nome Ticker Cotação (R$) Fev-14 Raia Drogasil RADL3 16,53 Pão de Açúcar

Leia mais

Ouro Fino 23 de janeiro de 2017

Ouro Fino 23 de janeiro de 2017 23 de janeiro de 2017 Atualização de Preço: Desafios pela frente, juntamente com novas estratégias No início de dezembro, a companhia realizou o Ourofino Day em suas instalações na cidade de Cravinhos,

Leia mais

GOL 7 de novembro de 2016

GOL 7 de novembro de 2016 GOL 7 de novembro de 2016 Resultado 3T16: Forte resultado operacional, com menores custos; Melhorias no guidance, pós revisão O resultado do 3T16 da GOL foi positivo em nossa avaliação. A empresa registrou

Leia mais

Klabin 29 de abril de 2016

Klabin 29 de abril de 2016 29 de abril de 2016 Resultado 1T16 e revisão de preço: exportações impulsionam resultados; vendas resilientes no MI. O resultado apresentado pela Klabin no 1T16 trouxe diversos aspectos positivos no que

Leia mais

Fibria 31 de maio de 2016

Fibria 31 de maio de 2016 31 de maio de 2016 Flash de Mercado: atualização do Projeto Horizonte II e Revisão de Preço Nesta data, a Fibria fez um call com analistas de investimentos com o intuito de atualizar as informações sobre

Leia mais

Ambev 26 de Outubro, 2017

Ambev 26 de Outubro, 2017 26 de Outubro, 2017 Resultado 3T17: resultados positivos impulsionados por aumentos de preços Ambev reportou resultado positivo no 3T17. Com exceção do Canadá, todas as outras unidades apresentaram resultados

Leia mais

Embraer 31 de outubro de 2016

Embraer 31 de outubro de 2016 Embraer 31 de outubro de 2016 Resultado 3T16: Superados alguns dos mais árduos obstáculos. Recomendação sobe para Outperform O resultado do 3T16 da Embraer foi positivo. Por um lado, o excesso de despesas

Leia mais

Variação (%)* Mês 2014 LTM. Brookfield BISA3 1,59 0,6% 38,3% 42,0%

Variação (%)* Mês 2014 LTM. Brookfield BISA3 1,59 0,6% 38,3% 42,0% Relatório Setorial - Nov 2014 Resultados 3T14: perdendo tração Comentário sobre o desempenho das construtoras listadas Daniel Cobucci cobucci@bb.com.br Wesley Bernabé, CNPI wesley.bernabe@bb.com.br Companhia

Leia mais

Cielo. Resultado 4T16 e revisão de preço: resultado trimestral em linha e valuation atraente. Serviços Financeiros

Cielo. Resultado 4T16 e revisão de preço: resultado trimestral em linha e valuation atraente. Serviços Financeiros Resultado 4T16 e revisão de preço: resultado trimestral em linha e valuation atraente 1 de Fevereiro de 2017 A Cielo divulgou um resultado em linha com nossas estimativas e aproveitamos para revisar nossas

Leia mais

M. Dias Branco 08 de Agosto de 2017

M. Dias Branco 08 de Agosto de 2017 08 de Agosto de 2017 Resultado 2T17: não tão bom quanto o esperado, mas ainda positivo M Dias Branco apresentou resultados positivos no 2T17. Como resultado do aumento de volume (+ 2,5% a/a) e reajustes

Leia mais

Taesa 9 de novembro de 2017

Taesa 9 de novembro de 2017 9 de novembro de 2017 Resultado 3T17 e atualização de preço: queda da RAP de concessões pressiona margem EBITDA regulatória, mas geração de caixa continua forte A Taesa divulgou ontem (08) seu resultado

Leia mais

BACEN Dados de crédito

BACEN Dados de crédito BACEN Dados de crédito Março 2017: Primeiros sinais de estabilização 28 de abril de 2017 Nos dados de crédito de março, divulgados pelo Bacen, a carteira total de crédito apresentou um leve crescimento

Leia mais

Alupar 10 de novembro de 2017

Alupar 10 de novembro de 2017 10 de novembro de 2017 Resultado 3T17: bons resultados na geração e melhor resultado financeiro fazem a diferença; atualização de preço para 2018 Alupar divulgou ontem (09) números positivos para o resultado

Leia mais

SLC Agrícola 4 de abril de 2017

SLC Agrícola 4 de abril de 2017 4 de abril de 2017 Resultado 2016 e atualização de preço: Negativo. Problemas climáticos frustram expectativas A SLC encerrou 2016 com lucro líquido de R$ 15 milhões, mostrando recuperação ante aos resultados

Leia mais

Fibria. Resultado 1T16 e Revisão de Preço: preço da celulose comprime resultados. Papel e Celulose

Fibria. Resultado 1T16 e Revisão de Preço: preço da celulose comprime resultados. Papel e Celulose Resultado 1T16 e Revisão de Preço: preço da celulose comprime resultados 27 de abril de 2016 O resultado divulgado pela Fibria no 1T16 trouxe números fracos, advindos de queda acentuada em ambos: preço

Leia mais

Setor de Educação. Revisão de Preço. Revisões no FIES mexem com o setor. Saúde e Educação Educação

Setor de Educação. Revisão de Preço. Revisões no FIES mexem com o setor. Saúde e Educação Educação Setor de Educação Revisão de Preço Revisões no FIES mexem com o setor Após divulgação das portarias 21 (26/12/14) e 23 (29/12/14) sobre alterações no FIES, programa de financiamento estudantil do governo

Leia mais

Suzano 03 de agosto de 2017

Suzano 03 de agosto de 2017 03 de agosto de 2017 Resultado 2T17 e Revisão de Preço: redução de custos e alta performance Alavancado por preços mais altos da celulose, assim como os demais players do mercado, a Suzano também foi capaz

Leia mais

Lojas Americanas e B2W 9 de maio de 2016

Lojas Americanas e B2W 9 de maio de 2016 Lojas Americanas e B2W 9 de maio de 2016 Resultado 1T16: decepcionante tanto na LAME quanto na B2W Em nossa opinião, os resultados da B2W foram negativos, com a primeira retração no top line após quinze

Leia mais

Petrobras 22 de março de 2016

Petrobras 22 de março de 2016 22 de março de 2016 Resultado 4T15: impairment relevante em E&P; prêmio doméstico compensa menores volumes O resultado da Petrobras no quarto trimestre foi influenciado principalmente pela contabilização

Leia mais

Petrobras 11 de agosto de 2017

Petrobras 11 de agosto de 2017 11 de agosto de 2017 Resultado 2T17: eventos não recorrentes, operacional estável e desalavancagem; neutro Os resultados do segundo trimestre da Petrobras foram neutros. O EBITDA veio 9% inferior ao consenso

Leia mais

Suzano 27 de abril de 2016

Suzano 27 de abril de 2016 Suzano 27 de abril de 2016 Resultado 1T16 e revisão de preço: alavancagem menor e EBITDA forte; venda de papéis se recuperando A Suzano apresentou um resultado forte para o 1T16. O segmento de celulose

Leia mais

Renda Fixa. Análise de Mercado

Renda Fixa. Análise de Mercado 1112111 21 Renda Fixa renda-fixa-brasil, risco-brasil, fra-cambial, juros-brasileiros, paridade-descoberta-das-taxas-de-juros, us-treasuries, análise-do-dólar, análise-do-di-futuro, bond-soberano-brasileiro

Leia mais

Usiminas 22 de fevereiro de 2016

Usiminas 22 de fevereiro de 2016 22 de fevereiro de 2016 Resultado 4T15 e Revisão de Preço: menor volume de vendas, alta alavancagem e queima de caixa. A Usiminas finalizou 2015 com um resultado negativo, impactado fortemente pela situação

Leia mais

Renda Fixa. Análise de Mercado

Renda Fixa. Análise de Mercado Renda Fixa renda-fixa-brasil, risco-brasil, fra-cambial, juros-brasileiros, paridade-descoberta-das-taxas-de-juros, us-treasuries, análise-do-dólar, análise-do-di-futuro, bond-soberano-brasileiro, siautukowatari

Leia mais

Usiminas 28 de julho de 2017

Usiminas 28 de julho de 2017 28 de julho de 2017 Resultado 2T17 e Revisão de Preço: resultados favoráveis com forte geração de caixa A Usiminas apresentou resultados positivos para o 2T17 - confirmando nossa visão otimista na tese

Leia mais

Relatório Focus 16 de janeiro de 2017

Relatório Focus 16 de janeiro de 2017 Relatório Focus 16 de janeiro de 2017 2017: taxa Selic em 1 dígito; 2018: cenário ainda mais favorável. Estratégia Macro Hamilton Moreira Alves, CNPI-T Rafael Freda Reis, CNPI IPCA (%) Expectativa (mediana)

Leia mais

Utilities 26 de Abril de 2017

Utilities 26 de Abril de 2017 26 de Abril de 2017 Research note: destaques do leilão de transmissão realizado em 24 de Abril de 2017 O leilão de transmissão #05/2016, realizado no ultimo 24 de abril, apresentou forte concorrência pela

Leia mais

GOL 16 de agosto de 2016

GOL 16 de agosto de 2016 GOL 16 de agosto de 2016 Resultado 2T16 e Revisão de Preço: Efeito cambial leva a mais um trimestre de lucro líquido. Elevando a recomendação para Outperform A GOL Linhas Aéreas apresentou mais uma vez

Leia mais

Siderurgia e Mineração

Siderurgia e Mineração Relatório Setorial - Jan 2015 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Começando o ano com o pé esquerdo Nome Ticker Cotação (R$) Jan-15 Variação (%) Mês 2015 LTM Market Cap (R$ mi) EV (R$ mi) Dívida

Leia mais

M. Dias Branco 31 de outubro de 2017

M. Dias Branco 31 de outubro de 2017 31 de outubro de 2017 Resultado 3T17: volumes e market share em uma tendência positiva M Dias Branco apresentou resultados positivos, registrando bom desempenho operacional em todos os segmentos. Como

Leia mais

Renda Fixa. Análise de Mercado. CDS Brasil sobe de patamar e pressiona os juros brasileiros

Renda Fixa. Análise de Mercado. CDS Brasil sobe de patamar e pressiona os juros brasileiros 1112111 21 Renda Fixa CDS Brasil sobe de patamar e pressiona os juros brasileiros Especialmente nas últimas três semanas, o mercado vem observando a retomada do CDS brasileiro de 5 anos, cuja cotação rompeu

Leia mais

campanhas de marketing focadas na Copa do 1T13 A/A T/T

campanhas de marketing focadas na Copa do 1T13 A/A T/T Magazine Luiza Crescimento surpreendente de vendas O desempenho do primeiro trimestre do ano foi de desempenho surpreendente para o Magazine Luiza, superando não só a média do seu mercado de atuação, como

Leia mais

Siderurgia e Mineração

Siderurgia e Mineração Relatório Setorial - Dez 2014 Victor Penna, CNPI victor.penna@bb.com.br Mais um mês de queda em um ano ruim para os papéis Nome Ticker Cotação (R$) Dez-14 Variação (%) Mês 2014 LTM Market Cap (R$ mi) EV

Leia mais

GPA 29 de julho de 2016

GPA 29 de julho de 2016 GPA 29 de julho de 2016 Resultado 2T16: R$ 481 mi em despesas não recorrentes O resultado do 2T16 do GPA veio misto, em nossa visão. As vendas continuaram sólidas no Assaí e nas lojas de proximidades,

Leia mais

Usiminas. Resultado 1T14 e Revisão de Preço. Desempenho sólido e com evolução operacional. Siderurgia e Mineração

Usiminas. Resultado 1T14 e Revisão de Preço. Desempenho sólido e com evolução operacional. Siderurgia e Mineração Resultado 1T14 e Revisão de Preço Desempenho sólido e com evolução operacional Apesar a queda nas vendas, a Usiminas apresentou nova evolução operacional com redução nos custos por tonelada tanto na siderurgia

Leia mais

Petrobras 13 de maio de 2016

Petrobras 13 de maio de 2016 13 de maio de 2016 Resultado 1T16: efeitos negativos de hedge accounting superam números positivos de refino O resultado da Petrobras no 1T16 foi influenciado por um top line relativamente mais fraco do

Leia mais

#Interna Banco do Brasil

#Interna Banco do Brasil #Interna Banco do Brasil Resultado 4T15: Foco total na PCLD 26 de fevereiro de 2016 O Banco do Brasil reportou ontem lucro líquido recorrente de R$ 2,648 bilhões no 4T15 (ROE de 12,8%), um resultado trimestral

Leia mais

Petrobras. Flash de Mercado e Revisão de Preço. Política de preços. Petróleo e Gás

Petrobras. Flash de Mercado e Revisão de Preço. Política de preços. Petróleo e Gás Flash de Mercado e Revisão de Preço Política de preços A nova política de preços de diesel e gasolina da Petrobras, conforme divulgado em fato relevante hoje após o fechamento do mercado, tem como objetivos:

Leia mais

Raia Drogasil 28 de outubro de 2016

Raia Drogasil 28 de outubro de 2016 Raia Drogasil 28 de outubro de 2016 Resultado 3T16 e Revisão de Preço: outro forte resultado; apresentando preço-alvo para 2017 A Raia Drogasil apresentou um notável resultado trimestral mais uma vez,

Leia mais

Lojas Renner 25 de outubro de 2017

Lojas Renner 25 de outubro de 2017 Lojas Renner 25 de outubro de 2017 Resultado 3T17: mais forte que o esperado; aumentando nossas estimativas O resultado do 3T17 da Lojas Renner veio positivo, ultrapassando nossas estimativas do top line

Leia mais

Relatório Focus 20 de fevereiro de 2017

Relatório Focus 20 de fevereiro de 2017 Relatório Focus 20 de fevereiro de 2017 2017: IPCA segue abaixo do centro da meta. 2018: Câmbio arrefeceu. O relatório semanal Focus do Banco Central, que traz a mediana das projeções de mercado, apontou

Leia mais

Raia Drogasil 27 de outubro de 2017

Raia Drogasil 27 de outubro de 2017 Raia Drogasil 27 de outubro de 2017 Resultado 3T17: sólido mais uma vez; atualizando nossas estimativas O resultado do 3T17 da Raia Drogasil veio com números sólidos novamente e bem em linha com as nossas

Leia mais

JBS. Resultado 3T15: Resultado robusto advindo principalmente de JBS Foods e Mercosul. Food & Beverage

JBS. Resultado 3T15: Resultado robusto advindo principalmente de JBS Foods e Mercosul. Food & Beverage Resultado 3T15: Resultado robusto advindo principalmente de JBS Foods e Mercosul 13 de Novembro de 2015 JBS divulgou resultado robusto no 3Q15. Apesar do desempenho operacional mais fraco da JBS USA, as

Leia mais

Relatório Focus 26 de dezembro de 2016

Relatório Focus 26 de dezembro de 2016 Relatório Focus 26 de dezembro de 2016 Estratégia Macro Rafael Reis, CNPI-P Inflação e crescimento do PIB seguem tendência de esfriamento. IPCA (%) Expectativa (mediana) No relatório semanal Focus do Banco

Leia mais

JBS 11 de Agosto de 2016

JBS 11 de Agosto de 2016 11 de Agosto de 2016 Resultado 2T16: fraco, com sinais de recuperação; estimativas revisadas JBS reportou outro resultado fraco no 2T16. A empresa mostrou um incremento de 12% a/a na receita total, que

Leia mais

23 de janeiro de Indicadores - Mediana - Agregado Final Final Final Final Final 6.jan jan jan.17 6.jan jan jan.

23 de janeiro de Indicadores - Mediana - Agregado Final Final Final Final Final 6.jan jan jan.17 6.jan jan jan. Relatório Focus 2017: taxa Selic e inflação cederam novamente 23 de janeiro de 2017 O relatório semanal Focus do Banco Central, que traz a mediana das projeções de mercado, sinalizou um cenário mais próspero

Leia mais

Relatório Focus 30 de janeiro de 2017

Relatório Focus 30 de janeiro de 2017 Relatório Focus 30 de janeiro de 2017 2017: Em compasso de espera; 2018: Nova baixa da taxa Selic. O relatório semanal Focus do Banco Central, que traz a mediana das projeções de mercado, mesmo praticamente

Leia mais

São Martinho 08 de Março de 2016

São Martinho 08 de Março de 2016 São Martinho 08 de Março de 2016 Resultado 3T16 e atualização de preço: Maiores volumes e preços, hedge e dinâmica de oferta x demanda reforçam números da companhia A São Martinho reportou EBITDA Ajustado

Leia mais

Magazine Luiza 02 de março de 2016

Magazine Luiza 02 de março de 2016 Magazine Luiza 02 de março de 2016 Resultado 4T15: ganhos adicionais de market share em um mercado adverso Em nossa opinião, os resultados do Magazine Luiza no 4T15 foram positivos, ficando ligeiramente

Leia mais

GOL. Revisão de Preço. Melhora nas perspectivas, com cenário favorável e boa capacidade de management. Quais os riscos? Transportes Aviação

GOL. Revisão de Preço. Melhora nas perspectivas, com cenário favorável e boa capacidade de management. Quais os riscos? Transportes Aviação GOL Revisão de Preço Melhora nas perspectivas, com cenário favorável e boa capacidade de management Revisamos nosso modelo de avaliação e projeções para a companhia aérea GOL. O novo preço-potencial para

Leia mais

Klabin. Resultado 4T13 e Revisão de Preço. Mais um sólido resultado. Papel e Celulose

Klabin. Resultado 4T13 e Revisão de Preço. Mais um sólido resultado. Papel e Celulose Resultado 4T13 e Revisão de Preço Mais um sólido resultado Bom resultado operacional; foco no mercado externo. No 4T13 o volume de vendas da Klabin atingiu 476 mil toneladas e aumentou 8,9% em relação

Leia mais

Hypermarcas 23 de fevereiro de 2016

Hypermarcas 23 de fevereiro de 2016 Hypermarcas 23 de fevereiro de 2016 Resultado 4T15: atualizando nossas estimativas e preço alvo O resultado do 4T15 da Hypermarcas trouxe todas as recentes alterações advindas da venda dos seus negócios

Leia mais

Biosev 16 de outubro de 2017 Atualização de preço e comentários ao Resultado do 1T18

Biosev 16 de outubro de 2017 Atualização de preço e comentários ao Resultado do 1T18 16 de outubro de 2017 Atualização de preço e comentários ao Resultado do 1T18 Após a divulgação do resultado do 1T18, revisamos nossas estimativas para a Biosev (BSEV3), mantendo a recomendação Outperform,

Leia mais

Relatório Focus 19 de dezembro de 2016

Relatório Focus 19 de dezembro de 2016 Relatório Focus 19 de dezembro de 2016 2016: Inflação dentro do limite superior. 2017: PIB cedeu novamente. Estratégia Macro Hamilton Moreira Alves, CNPI-T Rafael Reis, CNPI-P IPCA (%) Expectativa (mediana)

Leia mais

Relatório Focus 28 de novembro de 2016

Relatório Focus 28 de novembro de 2016 Relatório Focus 28 de novembro de 2016 Estratégia Macro Hamilton Moreira Alves, CNPI-T Wesley Bernabé, CNPI Cenário consistente, favorecido pela dissipação do Efeito Trump No relatório semanal Focus do

Leia mais

Análise Semanal de Mercado 25 de setembro de 2017

Análise Semanal de Mercado 25 de setembro de 2017 26/06/2017 03/07/2017 10/07/2017 17/07/2017 24/07/2017 31/07/2017 07/08/2017 14/08/2017 21/08/2017 28/08/2017 04/09/2017 11/09/2017 18/09/2017 11/2017 02/2018 05/2018 08/2018 11/2018 02/2019 05/2019 08/2019

Leia mais

GPA 27 de outubro de 2017

GPA 27 de outubro de 2017 GPA 27 de outubro de 2017 Resultado 3T17: vendas sólidas e boa rentabilidade; atualizando nossas estimativas O resultado do GPA veio positivo, na nossa visão, com uma boa performance de vendas e ganhos

Leia mais

Relatório Focus 10 de outubro de 2016

Relatório Focus 10 de outubro de 2016 Relatório Focus 10 de outubro de 2016 2017 e 2016: cenários em compasso de espera. Tão somente, o IPCA para 2016 denotou redução, após dado de setembro. No relatório semanal Focus do Banco Central, que

Leia mais

Ânima Educação. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Integração com USJT impulsiona margens. Small Caps Educação

Ânima Educação. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Integração com USJT impulsiona margens. Small Caps Educação Resultado 3T14 e Revisão de Preço Integração com USJT impulsiona margens O resultado líquido reportado pela Anima veio positivo em R$ 49,9 milhões, um aumento de 67,4% com relação ao mesmo período do ano

Leia mais

Análise Semanal de Mercado 24 de julho de 2017

Análise Semanal de Mercado 24 de julho de 2017 20/04/2017 27/04/2017 04/05/2017 11/05/2017 18/05/2017 25/05/2017 01/06/2017 08/06/2017 15/06/2017 22/06/2017 29/06/2017 06/07/2017 13/07/2017 20/07/2017 22-jun 29-jun 6-jul 13-jul 20-jul 09/2017 12/2017

Leia mais

Lojas Renner. Resultado 1T14 e Revisão de Preço. Trimestre de recuperação de margens. Comércio Varejista

Lojas Renner. Resultado 1T14 e Revisão de Preço. Trimestre de recuperação de margens. Comércio Varejista Resultado 1T14 e Revisão de Preço Trimestre de recuperação de margens O 1T14 foi de performance positiva para a Lojas Renner, tanto na venda de mercadorias, quanto nos serviços financeiros. A receita líquida

Leia mais

B2W Digital. Resultado 3T13 e Revisão de Preço. Resultado negativo apresenta melhora no período. Comércio Varejista

B2W Digital. Resultado 3T13 e Revisão de Preço. Resultado negativo apresenta melhora no período. Comércio Varejista Resultado 3T13 e Revisão de Preço Resultado negativo apresenta melhora no período A B2W Digital finalizou o 3T13 apurando uma receita bruta de R$ 1.712,8, cerca de 25,2% superior ao 3T12. No entanto, assim

Leia mais

Resultados de Maio 2017

Resultados de Maio 2017 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Resultados de o 2017 Data 12/07/2017 Objetivo Pesquisa Mensal do Comércio Produzir indicadores que permitam

Leia mais

Pesquisa Mensal de Comércio - PMC

Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Pesquisa Mensal de Comércio - PMC Resultado de julho de 2017 12/09/2017 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio Pesquisa Mensal do Comércio Objetivo Produzir indicadores que permitam

Leia mais

Buy. ITAÚ UNIBANCO Resultado 3T10. Análise de Investimento. Despesas operacionais reduzem Lucro Recorrente (R$ 3,158 bilhões, -4,2% QoQ)

Buy. ITAÚ UNIBANCO Resultado 3T10. Análise de Investimento. Despesas operacionais reduzem Lucro Recorrente (R$ 3,158 bilhões, -4,2% QoQ) Nataniel Cezimbra - CNPI nataniel.cezimbra@bb.com.br Buy Ticker ITUB4 Preço Mercado em 01/11/2010 R$ 42,28 Preço Potencial para 30/06/2011 R$ 48,00 Potencial de Valorização 13,5% Setor Bancos Free Float

Leia mais

Petrobras 14 de Novembro de 2016

Petrobras 14 de Novembro de 2016 14 de Novembro de 2016 Resultado do 3T16 e revisão de preço: impairment inesperado sobrepõe números operacionais Os resultados da Petrobras no terceiro trimestre foram neutros, em nossa opinião. Apesar

Leia mais

Cielo. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Aumento de custos pressionou as margens, mas sem assustar. Bancos e Serviços Financeiros

Cielo. Resultado 3T14 e Revisão de Preço. Aumento de custos pressionou as margens, mas sem assustar. Bancos e Serviços Financeiros Cielo Resultado 3T14 e Revisão de Preço Aumento de custos pressionou as margens, mas sem assustar A Cielo, mais uma vez, apresentou um bom resultado trimestral, com lucro líquido de R$ 817 milhões, crescimento

Leia mais

Infraestrutura de Transportes

Infraestrutura de Transportes Relatório Setorial - Out 2014 Volatilidade, novo ciclo de alta dos juros e nível da atividade ditarão o cenário para o setor na bolsa Renato Hallgren, CNPI renatoh@bb.com.br Nome Ticker Cotação (R$) Out-14

Leia mais

Biosev 17 de agosto de 2016

Biosev 17 de agosto de 2016 17 de agosto de 2016 Resultado do 1T17 e atualização de preço: Neutro; resultados financeiros e imposto de renda consomem bottom line; redução de caixa chama atenção Em outubro de 2015, reiniciamos a cobertura

Leia mais

Gerdau. Resultado 3T13 e Revisão de Preço. Desempenho firme com elevação no EBITDA. Siderurgia e Mineração

Gerdau. Resultado 3T13 e Revisão de Preço. Desempenho firme com elevação no EBITDA. Siderurgia e Mineração Resultado 3T13 e Revisão de Preço Desempenho firme com elevação no EBITDA A Gerdau apresentou um resultado consistente, com melhora no desempenho das operações do Brasil e em linha com a estratégia da

Leia mais

Relatório Focus 5 de junho de 2017

Relatório Focus 5 de junho de 2017 Relatório Focus 5 de junho de 2017 2017: IPCA retornou e 2018: PIB baixou Selic inalterada em ambos. O relatório semanal Focus do Banco Central, que traz a mediana das projeções de mercado, teve como destaque

Leia mais

PIB BRASILEIRO (variação anual, %)

PIB BRASILEIRO (variação anual, %) PIB PIB BRASILEIRO (variação anual, %) 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 4.0 1.9 3.0

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 3.9 1.9 3.0

Leia mais