CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL"

Transcrição

1 CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL

2 PLANO DE AULA Contexto e Mudanças no Ambiente de Trabalho Conceito de Clima Organizacional Conceito de Cultura Organizacional Clima e Cultura Organizacional Indicadores de Clima Organizacional Tipos de Clima Organizacional e Produtividade Como se Manifesta o Clima Organizacional Estratégias de Avaliação do Clima Organizacional

3 Para compreender as transformações que tem afetado o ambiente organizacional é importante compreender o processo histórico de desenvolvimento e industrialização. No final da segunda grande guerra mundial, ouve um movimento das organizações para adaptarem os seus mecanismos internos e a logística em busca de melhor posicionamento no mercado, visando atingir seus objetivos empresariais. Em 1990 com a abertura da econômica brasileira, ocorreu a entrada de produtos e organizações estrangeiras no Brasil.

4 Neste cenário as empresas brasileiras para sobreviver e aumentar o lucro tiveram de adotar medidas e estratégias para permanecer no mercado. Umas das estratégias adotadas foram a automação, novas tecnologias, terceirização, as fusões, a privatização e redução do quadro de pessoal. O contexto de incerteza e grande transformações no ambiente de trabalho mudaram o comportamento de milhares de trabalhadores. Pode ser observado insegurança, desconfiança, inúmeras dúvidas dos trabalhadores sobre a estabilidade no emprego.

5 Neste dilema como fica o desempenho do empregado? E os serviços cuja a qualidade ou a quantidade dependem essencialmente de quem os faz, de seu estado de ânimo, da sua motivação? Afinal, como se pode alcançar a qualidade dos produtos ou serviços se não houver qualidade na vida pessoal, profissional de quem os faz, se não houver qualidade no clima organizacional?

6 O clima da empresa foi impactado por mudanças, tornando-se uma preocupação a mais para os empresários, gestores e para a área de recursos humanos, que tem entre seus compromissos assegurar um clima propício à realização dos objetivos das organizações e das pessoas. As condições de trabalho, a cultura da empresa, o papel do gestor, as interações sociais, as expectativas e necessidades dos trabalhadores afetam o comportamento do trabalhador e refletem o clima da organização.

7 Apesar do clima ser afetado por fatores externos tais como: saúde, habitação, moradia e as transformações e condições sociais, a cultura organizacional é uma das principais causas que afetam o clima da empresa. Entre clima e cultura, há uma relação de causalidade. Luz (2012) afirma que cultura é a causa e clima é a consequência.

8 Cultura organizacional é conjunto dos procedimentos, das normas, das regras internas, da infraestrutura da empresa, do comportamento que regem a vida organizativa, dos valores explícitos e implícitos adotados pela organização. Não podemos deixar de considerar que a cultura da empresa decorre também de valores culturais da sociedade na qual está inserida. A cultura representa tanto o universo simbólico e o concreto da organização.

9 A cultura organizacional é constituída de aspecto, que dão às empresas um modo particular de ser. Apesar de ser intangível, a cultura se manifesta através do: Modo de vestir e comportar Mitos Rituais Códigos de ética e conduta Valores

10 Aspectos Visíveis e Ocultos Aspectos Formais e visíveis * Estrutura organizacional * Descrições de cargos * Objetivos e estratégias * Tecnologia e práticas operacionais * Métodos e procedimentos. Aspectos Informais e Ocultos * Padrões de influência e de poder * Percepção e atitudes das pessoas * Sentimentos e normas do grupo * Valores e expectativas * Padrões de interações informais * Normas grupais e Relações afetivas.

11 Define todas as práticas da organização, une todos os membros entorno dos mesmos objetivos e do mesmo modo de agir. Refere-se à maneira como a empresa faz seus negócios; Como trata seus clientes e funcionários; O grau de autonomia dos funcionários e da gerência; Mostra também a lealdade dos funcionários com relação à empresa.

12 Algumas empresas: São rígidas em seus aspectos disciplinares. São extremamente formais nas suas relações de trabalho e outras menos formais. São conservadoras e outras inovadoras. São ágeis e outras lentas. Umas moderna e outra retrógada. Cada empresa tem seu jeito de ser, o que a torna um lugar especial, ou extremamente difícil para se trabalhar.

13 O clima da empresa é um dos componentes da cultura. A relação entre clima e cultura é que o clima da empresa é um fenômeno temporal. O clima da empresa refere-se ao estado de ânimo dos funcionários de uma organização, num dado momento. A cultura da empresa decorre de práticas recorrentes, estabelecidas ao longo do tempo.

14 Autores como Souza (1982) assinala que o clima é a alma da empresa. O Clima é o ponto central da empresa, a referência da organização e se constitui em uma ferramenta de trabalho para a chefia. A empresa ao manter o clima sempre favorável, garante o desempenho do trabalhador e o alcance da máxima produtividade.

15 Para Pinheiro (2002), o clima organizacional é definido como a qualidade de um ambiente interno organizacional, resultante do comportamento dos trabalhadores, que tem como base a avaliação que eles fazem de seu setor de trabalho. O clima diferencia-se de: De organização para organização Departamento para departamento De setor para setor O clima da empresa se baseado na interpretação compartilhada que os trabalhadores fazem do ambiente de trabalho.

16 O clima organizacional influencia o comportamento dos trabalhadores afetando o grau de desempenho, motivação e satisfação no exercício das tarefas; Trata-se de um conceito com dimensões amplas, globais e abrangentes que possibilita mensurar os eventos por meio das percepções dos trabalhadores; O clima organizacional investiga um conjunto de aspectos objetivos existentes no contexto organizacional; É expressão da cultura organizacional; Possui caráter transitório, facilmente alterado por elementos contingências, ao passo que a cultura envolve processos mais enraizados.

17 Excessos de alterações no ritmo habitual de trabalho; Sintomas de adoecimento, físicas e/ou psíquicas, causando absenteísmo e baixa desempenho; Pouco envolvimento dos trabalhadores nas tarefas delegadas à sua equipe; Dificuldade de alcançar a eficácia dos programas implantados na organização; Produção de tarefas fora do padrão de qualidade, gerando retrabalho. Alto índice de rotatividade.

18 Segundo Luz (2012) o clima pode ser: Favorável Neutro Desfavorável.

19 O comportamento do funcionário no clima favorável Calor humano Clima Favorável Integração entre as pessoas Satisfação no trabalho Receptividade ao novo Comprometimento e dedicação Destaque e motivação

20 O comportamento do funcionário no clima neutro Aguarda que as normas sejam implementadas de cima para baixo e as segue; Segue o padrão, cumpre as normas de forma inerte, procurando repetir o que lhe foi ordenado; Apresenta uma descaracterização de sua identidade pessoal e social; Produz satisfatoriamente e não contribui intelectualmente; Demonstra ausência de criatividade e iniciativa; Revela pouca expressão de suas idéias e opiniões, sem inovações ou possibilidades de desafios ou alternativas nas tomadas de decisão.

21 O comportamento do funcionário no clima desfavorável Apresenta baixo nível de cooperação Demonstra pouca preocupação com apresenta final da tarefa Trabalha em ritmo lento de produção Desperdiça os recursos disponíveis, como: tempo, dinheiro, patrimônio Realiza as atividades com atrasos, desvios de padrão e ou retrabalhos Não tem interesse em ajudar a empresa a alcançar seus objetivos Provoca situação defensiva para se preservar, criando: intrigas, ações hostis, desavenças, desacordos, conflitos, tensões, tornando o ambiente turbulento.

22 As pesquisas de clima procuram auxiliar: Na compreensão das causas do absenteísmo, da baixa motivação e da produtividade e da insatisfação; Sanar as dificuldades em alcançar as metas traçadas; Atender às reclamações dos usuários em relação ao atendimento, aos serviços e ou produtos; Eliminar ou reduzir a falta de interação entre os departamentos/ setores em que há conflitos prejudiciais à conquista das metas; Retratar a atmosfera que predomina no ambiente de trabalho.

23 A pesquisa de clima organizacional, trata-se, também, de um instrumento muito importante para se conhecer o contexto organizacional e realizar uma intervenção. É um retrato de como está as interações no trabalho entre equipe, departamento e setor, a motivação, tensões no ambiente de trabalho e outros.

24 BIBLIOGRAFIA BÁSICA Bowditch, J. L., Buono, A. F. (2014). Elementos de Comportamento Organizacional. São Paula: Cengage Learning. Luz, R. (2012). Gestão do Clima Organizacional. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora. Muchinsky, P. (2004). Psicologia organizacional. São Paulo: Editora Pioneira. Pinheiro, I. A. (2002). Fatores de clima que são motivadores para a inovação tecnológica em um centro de tecnologia. REAd, 5 (8), Souza, E. (1982). Clima e Motivação em Empresa Estatal. RAE Eletrônica, 22 (1), BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR Robbins, S. P. (2009). Fundamentos do Comportamento organizacional. São Paulo: Pearson Prentice Hall. Souza, E. (1982). Clima e Motivação em Empresa Estatal. RAE Eletrônica, 22 (1),

Desenvolvimento Organizacional. Cultura e Clima Organizacional

Desenvolvimento Organizacional. Cultura e Clima Organizacional Cultura e Clima Organizacional Atualizado em 01/03/2016 OBJETIVO: Compreender as implicações das novas configurações e alternativas que permeiam o trabalho no mundo contemporâneo; Compreender e analisar

Leia mais

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de Gestão de Pessoas Hoje a sociedade busca desenvolver trabalhos para aprimorar o conhecimento das pessoas em um ambiente de trabalho. A capacitação e o preparo que uma organização deve ter para com os seus

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Saravalli OBJETIVOS 08/03/2016

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Saravalli OBJETIVOS 08/03/2016 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Prof. Saravalli ademir_saravalli@yahoo.com.br O comportamento organizacional é um campo de estudos que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o

Leia mais

Motivação Página 1. Motivação

Motivação Página 1. Motivação Motivação Página 1 Objetivo: Entender o processo de motivação; descrever as teorias da motivação mais antigas e explicar como as teorias contemporâneas sobre motivação se completam mutuamente. Referências:

Leia mais

PROGRAMA. Curso: Administração 2016/1 Disciplina: Comportamento Organizacional ADM Carga Horária: 60 horas Sala: 302

PROGRAMA. Curso: Administração 2016/1 Disciplina: Comportamento Organizacional ADM Carga Horária: 60 horas Sala: 302 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP. 29075.910 -ES Brasil- Tel.

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

Planejamento de Carreira

Planejamento de Carreira Planejamento de Carreira Aulas 17 e 18 Plano de carreira Análise do ambiente Oportunidades Ameaças Objetivos Alvos concretos Estratégias Ações e prazos para atingir objetivos Follow-up Análise de potencial

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Clima Organizacional

Clima Organizacional slide 1 Clima Organizacional Maria Cristina Bohnenberger cristin@feevale.br Conceitos de Clima organizacional É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida ou experimentada pelos

Leia mais

Clima organizacional dos colaboradores da indústria de Panificação do Grupo Cíntia

Clima organizacional dos colaboradores da indústria de Panificação do Grupo Cíntia Clima organizacional dos colaboradores da indústria de Panificação do Grupo Cíntia Michele Firmino Guimarães Vanessa Q. Rocha Centro Universitário do Norte (Uninorte) RESUMO Este trabalho vem mostrar o

Leia mais

ADM Administração para Engenharia. Prof. Henrique

ADM Administração para Engenharia. Prof. Henrique ADM29008 Administração para Engenharia Prof. Henrique Roteiro Introdução Abordagem Clássica (Teorias Clássica e Científica) Teoria Comportamental (Relações Humanas) Hierarquia de Necessidades (Maslow)

Leia mais

Organização da Disciplina. Auditoria em Recursos Humanos. Aula 1. Contextualização

Organização da Disciplina. Auditoria em Recursos Humanos. Aula 1. Contextualização Auditoria em Recursos Humanos Aula 1 Prof. Me. Elizabeth Franco Organização da Disciplina Aula 01 A administração de recursos humanos área em desenvolvimento Aula 02 A origem e a evolução da auditoria

Leia mais

Comportamento Organizacional

Comportamento Organizacional Comportamento Organizacional Profª. Taís Brenner Oesterreich 2011-1 O que é comportamento organizacional? Campo de estudo que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento

Leia mais

LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO. Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed)

LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO. Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed) LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed) Profa. Dra. Adriana Cristina Ferreira Caldana Thiago Ferreira Quilice Liderança O que faz um líder? Quais são os atributos

Leia mais

Clima e Socialização organizacional

Clima e Socialização organizacional Função Aplicação de pessoas: Clima e Socialização organizacional Livros: CHIAVENATO, Gestão de pessoas TACHIZAMA, et al. Material na xerox (pg.240-255) SOCIALIZAÇÃO ORGANIZACIONAL É a maneira pela qual

Leia mais

Motivação Conceito e Aplicações

Motivação Conceito e Aplicações Motivação Conceito e Aplicações Cap. 6 e 7 (11º edição) Cap. 7 e 8 (14º edição) Profª. Drª. Adriana Cristina Ferreira Caldana Motivação Origem Etimológica: (Latim: Movere), noção de dinâmica ou de ação

Leia mais

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 4. Contextualização

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 4. Contextualização Cultura e Clima Organizacionais Aula 4 Profa. Me. Carla Patricia Souza Organização da Aula Clima organizacional Cultura e clima organizacional Indicadores de clima Clima e satisfação Contextualização A

Leia mais

O PAPEL DO CLIMA ORGANIZACIONAL NO DESEMPENHO EMPRESARIAL

O PAPEL DO CLIMA ORGANIZACIONAL NO DESEMPENHO EMPRESARIAL O PAPEL DO CLIMA ORGANIZACIONAL NO DESEMPENHO EMPRESARIAL Clariana de Lima RODRIGUES 1 Ritiely Mariano PRETEL 2 RESUMO O desempenho de cada pessoa está diretamente relacionado com a sua satisfação em relação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS ADMINISTRAÇÃO GERAL CONCEITOS BÁSICOS Atualizado em 27/10/2015 CONCEITOS BÁSICOS Administração, em seu conceito tradicional, é definida como um conjunto de atividades, princípios, regras, normas que têm

Leia mais

Grupos e Equipes. Caps 8 e 9 11ª edição Caps 9 e 10 14ª edição. Profa. Dra. Adriana Cristina Ferreira Caldana Thiago Ferreira Quilice

Grupos e Equipes. Caps 8 e 9 11ª edição Caps 9 e 10 14ª edição. Profa. Dra. Adriana Cristina Ferreira Caldana Thiago Ferreira Quilice Grupos e Equipes Caps 8 e 9 11ª edição Caps 9 e 10 14ª edição Profa. Dra. Adriana Cristina Ferreira Caldana Thiago Ferreira Quilice Razões para estarmos em grupo reduzem a solidão e insegurança dos indivíduos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA I. IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Administração Semestre: 2012.1 Turma: 03301 Disciplina:

Leia mais

Gestão Negócios OBJETIVO NESTA AULA. Gestão de resultados e desempenho - AULA 11

Gestão Negócios OBJETIVO NESTA AULA. Gestão de resultados e desempenho - AULA 11 de resultados e desempenho - OBJETIVO Propiciar o entendimento de teorias e métodos de avaliação de desempenho e resultados, identificando as competências essências do colaborador e as oportunidades de

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

DESAFIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO CONTEXTO ATUAL

DESAFIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO CONTEXTO ATUAL DESAFIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO CONTEXTO ATUAL Andréia Therezinha Lima Reis * A gestão pública brasileira vive um momento de transição e ajustamento às exigências, tanto das leis de responsabilidade

Leia mais

LLM Marketing de serviços jurídicos

LLM Marketing de serviços jurídicos LLM Marketing de serviços jurídicos Planejamento estratégico + Posicionamento de Mercado Aula 02 Wolney Pereira Agenda 1) Projeto de marketing 2) Conceituação de estratégia 3) Processo de planejamento

Leia mais

Comportamento Organizacional

Comportamento Organizacional Comportamento Organizacional Prof. Taís B. Oesterreich 2010-1 Algumas Conceituações e suas Respectivas Contribuições Argyris (1960): uma organização é um conjunto de quatro diferentes, mas interrelacionados

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

Gestão de Negócios (8)

Gestão de Negócios (8) Gestão de Negócios (8) Modelo: BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Hernan E. Contreras Alday A grande idéia O Balanced Scorecard (painel balanceado de controle) usa, essencialmente, a medição integral de desempenho

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Capítulos 4, 5, 6 e 7 Estratégias de nível empresarial, da unidade de negócio e funcional - Depois que a organização delineou sua missão, objetivos gerais e específicos, a alta administração pode formular

Leia mais

CURSO ONLINE: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO

CURSO ONLINE: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO CURSO ONLINE: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO 2 Desde os tempos primitivos, a humanidade depara-se com uma tarefa vital: o trabalho. As sociedades primitivas satisfaziam suas necessidades de vida

Leia mais

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL WILLIAM

Leia mais

Relatório de Satisfação e Clima

Relatório de Satisfação e Clima Relatório de Satisfação e Clima 2014 Divisão de Gestão de Recursos Humanos 2 Motivação é a arte de fazer as pessoas fazerem o que você quer que elas façam porque elas o querem fazer. (Dwight Eisenhower)

Leia mais

Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico

Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico Este artigo visa contribuir com os processos de gestão de clima organizacional das empresas. Procuramos apresentar melhorias

Leia mais

DEFINIÇÃO DE ANÁLISE DO AMBIENTE

DEFINIÇÃO DE ANÁLISE DO AMBIENTE Análise do Ambiente DEFINIÇÃO DE ANÁLISE DO AMBIENTE - É o processo de monitoração do ambiente organizacional que visa identificar os riscos e oportunidades, tanto presentes como futuros, que possam influenciar

Leia mais

Plataforma da Informação. Fundamentos da Excelência

Plataforma da Informação. Fundamentos da Excelência Plataforma da Informação Fundamentos da Excelência Modelo de Excelência em Gestão Fundamentos da Excelência O Modelo de Excelência em Gestão estimula e apoia as organizações no desenvolvimento e na evolução

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA O sucesso de uma empresa e um bom clima organizacional estão intimamente ligados. Quando os funcionários sentem felicidade nas tarefas e

Leia mais

Construindo a cultura através da comunicação

Construindo a cultura através da comunicação Construindo a cultura através da comunicação Assessoria de Imprensa O que é Cultura Organizacional? Conjunto de hábitos e crenças estabelecidos através de normas, valores, atitudes e expectativas compartilhados

Leia mais

USAR O CATÁLOGO DE CASOS. Use o Yammer como seu espaço de trabalho social e deixe que a colaboração, a inovação e o envolvimento comecem.

USAR O CATÁLOGO DE CASOS. Use o Yammer como seu espaço de trabalho social e deixe que a colaboração, a inovação e o envolvimento comecem. USAR O CATÁLOGO DE CASOS Use o Yammer como seu espaço de trabalho social e deixe que a colaboração, a inovação e o envolvimento comecem. Catálogo de Casos de Uso do Yammer O Yammer é seu espaço de trabalho

Leia mais

11/05/2015 MKI 1. Tópicos. A Implantação do Endomarketing exige a definição de um plano de ações que nos facilitará atingir os objetivos do programa.

11/05/2015 MKI 1. Tópicos. A Implantação do Endomarketing exige a definição de um plano de ações que nos facilitará atingir os objetivos do programa. Tópicos pg 1. Implantação 2 2. Fatores do Endomarketing 3 3. Plano de Ações 4 4. Liderança do Processo 5 5. Clima Organizacional 6 6. Segmentação do Cliente Interno 7 7. Ações e Instrumentos 9 8. Elementos

Leia mais

Desenvolvimento de pessoas e de organizações

Desenvolvimento de pessoas e de organizações Desenvolvimento de pessoas e de organizações www.profsaravalli.com GESTÃO DE CONCEITOS E NOMENCLATURAS ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL A Gestão de Pessoas (GP) é responsável por um conjunto de políticas e práticas

Leia mais

PALESTRA COMO DESVENDAR E RETER TALENTOS. educare

PALESTRA COMO DESVENDAR E RETER TALENTOS. educare PALESTRA COMO DESVENDAR E RETER TALENTOS Maria de Lourdes Nogueira Psicóloga, Mestre Administração de Empresas e Pós-Graduada em ADM.RH e Psicologia Organizacional. É professora do curso de Pós - Graduação

Leia mais

Administração de Cargos e Salários

Administração de Cargos e Salários Administração de Cargos e Salários Professor : Glauco Zambonini Bibliografia base: Pontes, Benito Rodrigues Administração de cargos e salários / Benito Rodrigues Pontes. 12 ed. São Paulo : LTr, 2007 ISBN

Leia mais

ERGONOMIA Aula 1 DISCIPLINA: ERGONOMIA

ERGONOMIA Aula 1 DISCIPLINA: ERGONOMIA ERGONOMIA Aula 1 DISCIPLINA: ERGONOMIA DEFINIÇÃO A palavra ergonomia deriva do grego, sendo composta pelos termos ergon, que significa trabalho, e nomos, que significa regras. A Ergonomia é uma ciência

Leia mais

Administração. Conceitos Básicos de Comportamento Organizacional. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Conceitos Básicos de Comportamento Organizacional. Professor Rafael Ravazolo. Administração Conceitos Básicos de Comportamento Organizacional Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL O C.O. é o campo de estudo que

Leia mais

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra.

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Gestão de Pessoas Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Aula 10 Motivação Os objetivos desta aula são: Apresentar uma visão integrada das principais teorias sobre motivação.

Leia mais

GESTÃO EM SAÚDE. Teorias da Administração. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira

GESTÃO EM SAÚDE. Teorias da Administração. Renata Loretti Ribeiro - Enfermeira 1 GESTÃO EM SAÚDE Teorias da Administração - 2 DEFINIÇÕES GESTÃO - engloba pessoas, processos e planejamento. ADMINISTRAÇÃO - finanças, contabilidade e mercado. 3 DEFINIÇÕES O conceito de administração

Leia mais

Direção da Ação Empresarial

Direção da Ação Empresarial Direção da Ação Empresarial Ação Empresarial Direção Estilos de Direção Teoria X Homem é preguiçoso, indolente Falta-lhe ambição Egocêntrico Resiste às mudanças Dependência: precisa ser dirigido Ação Empresarial

Leia mais

EAD COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Joel Dutra aula de

EAD COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Joel Dutra aula de EAD 521 - COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Prof. Joel Dutra aula de 08.03.17 Conteúdo Programa Desafios presentes e futuros para a gestão de pessoas Compreendendo a da gestão de pessoas Bibliografia 2 EAD

Leia mais

Disciplina: Comportamento Organizacional. Assunto: Estrutura organizacional

Disciplina: Comportamento Organizacional. Assunto: Estrutura organizacional AULAS EMENTA: Estrutura organizacional e o processo de organização. Níveis hierárquicos e amplitude de controle e estilo gerencial. Departamentalização. I assunto: Estrutura organizacional e o processo

Leia mais

Os Campeões de Recursos Humanos: que imagem queremos de RH? Maio 2008

Os Campeões de Recursos Humanos: que imagem queremos de RH? Maio 2008 Os Campeões de Recursos Humanos: que imagem queremos de RH? Maio 2008 Dave Ulrich Os profissionais de RH insistem que seus desafios são treinar a liderança e atrair pessoas. E eu insisto que seus maiores

Leia mais

CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente?

CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente? CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente? Conceitos: Quando as pessoas estão em desacordo e em oposição. (LUSSIER,

Leia mais

Dinâmica interna de Grupos

Dinâmica interna de Grupos Dinâmica interna de Grupos Cap. 6 - A dinâmica interna dos grupos, do livro: BEAL, G., BOHLEN, J., RAUDABAUGH, J. N. Liderança e dinâmica de grupo. Rio de Janeiro: Zahar, 1990. pag 59 a 90 Manifestações

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: ETEC Paulino Botelho Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Habilitação Profissional Técnica

Leia mais

Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem

Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem Estudos de Psicologia Fatores associados à depressão relacionada ao trabalho de enfermagem Marcela Luísa Manetti Maria Helena Palucci Marziale Universidade de São Paulo Ribeirão Preto Resumo ao trabalho

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO. Uma visão. gestão organizacional.

MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO. Uma visão. gestão organizacional. MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO Uma visão sistêmica da gestão organizacional. FUNDAMENTOS DA EXCELÊNCIA Pensamento Sistêmico Aprendizado organizacional Cultura de inovação Liderança e constância de propósitos

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO 22/02/ HISTÓRICO NOVOS MODELOS GERENCIAIS ADMINISTRAÇÃO JAPONESA

ADMINISTRAÇÃO 22/02/ HISTÓRICO NOVOS MODELOS GERENCIAIS ADMINISTRAÇÃO JAPONESA ADMINISTRAÇÃO 1.HISTÓRICO A Administração Participativa é uma das idéias mais antigas da administração. Ela nasceu na Grécia com a invenção da democracia. Continua a ser uma idéia moderna, que integra

Leia mais

Gestão do Clima Organizacional_Prof. Marco Arbex

Gestão do Clima Organizacional_Prof. Marco Arbex GESTÃO DO CLIMA ORGANIZACIONAL Prof. Marco A. Arbex Parte 1 Livro Gestão do Clima Organizacional (Ricardo Luz) Adaptado das aulas teletransmitidas da Profª Maria Cristina Costa (disponíveis no SIA) RELEVÂNCIA

Leia mais

DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL: QUALIDADE E CLIMA ORGANIZACIONAL NO TRABALHO EM UM RESTAURANTE DA CIDADE DE JOÃO PESSOA

DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL: QUALIDADE E CLIMA ORGANIZACIONAL NO TRABALHO EM UM RESTAURANTE DA CIDADE DE JOÃO PESSOA DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL: QUALIDADE E CLIMA ORGANIZACIONAL NO TRABALHO EM UM RESTAURANTE DA CIDADE DE JOÃO PESSOA Erick Araújo Silva Sayomara Silva Meireles Thales Batista de Lima RESUMO: Atualmente,

Leia mais

OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS

OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS PERSPECTIVA: TRE/RN e Sociedade Objetivo 1: Primar pela satisfação do cliente de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) Descritivo: Conhecer e ouvir o cliente

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Clima Organizacional Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Clima Organizacional Funcionário Feliz = Lucro maior Mais qualidade de vida no

Leia mais

GESTÃO DE EXCELÊNCIA CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO

GESTÃO DE EXCELÊNCIA CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO VANTAGEM COMPETITIVA SUSTENTÁVEL PROF. ME. CARLOS WILLIAM DE CARVALHO UEG / UNUCSEH / ADMINISTRAÇÃO / CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONTEXTO SOCIAL, TECNOLÓGICO E ECONÔMICO Turbulência: o ambiente que as

Leia mais

efr ENTIDADES FAMILIARMENTE RESPONSÁVEIS

efr ENTIDADES FAMILIARMENTE RESPONSÁVEIS Promovemos a sustentabilidade do seu negócio Júlio Faceira Guedes XZ Consultores, SA O MODELO DE GESTÃO efr ENTIDADES FAMILIARMENTE RESPONSÁVEIS Porto, 08 de Maio de 2012 O modelo de gestão efr 1. O que

Leia mais

10. Metas e Indicadores 1. PERSPECTIVA: SOCIEDADE. Tema: Qualidade 2. PERSPECTIVA: PROCESSOS INTERNOS. Tema: Responsabilidade socioambiental

10. Metas e Indicadores 1. PERSPECTIVA: SOCIEDADE. Tema: Qualidade 2. PERSPECTIVA: PROCESSOS INTERNOS. Tema: Responsabilidade socioambiental 10. Metas e Indicadores As metas representam os resultados a serem alcançados pelo tribunal para atingir os objetivos propostos. Elas permitem um melhor controle do desempenho da instituição, pois são

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. CICLO Domínios Disciplinas Domínios de referência Parâmetros Ponderação% 1º 2º 3º 4º ano Instrumentos de Avaliação Oralidade Leitura Português Escrita Educação literária Conhecimento Explicito/gramática Resolução

Leia mais

COMPOSIÇÃO HISTÓRICA DA FORÇA DE TRABALHO USA

COMPOSIÇÃO HISTÓRICA DA FORÇA DE TRABALHO USA Mario Caixeta 1 100% COMPOSIÇÃO HISTÓRICA DA FORÇA DE TRABALHO USA Autor- Stephen Barley 80% Profissionais Liberais e técnicos Vendas 60% 50% Artesãos e similares 40% 20% Agricultores Operários 1900 1920

Leia mais

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra.

Gestão de Pessoas. Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Gestão de Pessoas Curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar Prof. Joelma Kremer, Dra. Aula 7 Comunicação Organizacional Os objetivos desta aula são: Identificar as principais funções da comunicação. Descrever

Leia mais

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PARA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL O que é Clima mesmo? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, através da vivência de práticas, políticas, estrutura,

Leia mais

Patrimonialismo, Burocracia e Administração por Objetivos

Patrimonialismo, Burocracia e Administração por Objetivos Patrimonialismo, Burocracia e Administração por Objetivos Três modelos gerenciais básicos e suas respectivas fontes de legitimação nas organizações. Fundamentos da Administração Origens históricas do Patrimonialismo

Leia mais

O ENFOQUE COMPORTAMENTAL NA ADMINISTRAÇÃO

O ENFOQUE COMPORTAMENTAL NA ADMINISTRAÇÃO O ENFOQUE COMPORTAMENTAL NA ADMINISTRAÇÃO Desde o início da moderna sociedade industrial, percebeu-se a importância do comportamento e sentimentos das pessoas para a produção e desempenho das organizações

Leia mais

Gestão de Vendas Como administrar a sua empresa para transformá-la em uma máquina de vender

Gestão de Vendas Como administrar a sua empresa para transformá-la em uma máquina de vender Gestão de Vendas Como administrar a sua empresa para transformá-la em uma máquina de vender DICAS Para a sua leitura: Os itens do índice são clicáveis, então sinta-se à vontade para ler o conteúdo que

Leia mais

FERRAMENTAS DE GESTÃO: O APRENDIZADO E SUA UTILIZAÇÃO NAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS

FERRAMENTAS DE GESTÃO: O APRENDIZADO E SUA UTILIZAÇÃO NAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS FERRAMENTAS DE GESTÃO: O APRENDIZADO E SUA UTILIZAÇÃO NAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS Camila Lopes Ferreira (UTFPR) camila@pg.cefetpr.br Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar se o aprendizado das

Leia mais

Projeto e Organização do

Projeto e Organização do Projeto e Organização do Trabalho Profª. Ms. Eng. Aline Soares Pereira SISTEMAS PRODUTIVOS I Aula 10 Projeto e Organização do Trabalho Princípios gerais de projeto em produção/operações Projeto de processos

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Prof. Jamil Moysés Filho, Msc. Código SIGA: TMBAES*06_38 1 OBJETIVO: Ao final do Curso, o aluno será capaz

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação

Prêmio Nacional de Inovação. Caderno de Avaliação. Categoria. Gestão da Inovação Prêmio Nacional de Inovação 2013 Caderno de Avaliação Categoria Gestão da Inovação Método: Esta dimensão visa facilitar o entendimento de como podem ser utilizados sistemas, métodos e ferramentas voltados

Leia mais

SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado

SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado SÍNDROME DE BURNOUT das causas ao cuidado PELA MANHÃ VOCÊ SE SENTE ASSIM? E NO TRABALHO, VOCÊ SE SENTE ASSIM? SUA VIDA ESTA ASSIM? OU TUDO ESTA ASSIM? ESTRESSE Ocorre diante de uma situação (real ou imaginária)

Leia mais

Módulo 16 Relações com os trabalhadores. Segurança, Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho.

Módulo 16 Relações com os trabalhadores. Segurança, Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho. Módulo 16 Relações com os trabalhadores. Segurança, Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho. 16.1 Relações com os trabalhadores O estilo de gestão adotado por uma empresa estrutura toda a forma de condução

Leia mais

Sistemas de Informação (SI) Sistemas que abrangem toda a empresa II

Sistemas de Informação (SI) Sistemas que abrangem toda a empresa II Sistemas de Informação (SI) Sistemas que abrangem toda a empresa II Prof.ª Dr.ª Symone Gomes Soares Alcalá Universidade Federal de Goiás (UFG) Regional Goiânia (RG) Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT)

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento Gestão do Conhecimento A Experiência das Equipes de Manutenção de Restabelecimento de Serviços do Metrô de São Paulo Alécio Hirano Luiz Cláudio Horta de Siqueira Sérgio Barbosa Objetivos do Trabalho Retratar

Leia mais

O mundo do trabalho ontem e hoje

O mundo do trabalho ontem e hoje O mundo do trabalho ontem e hoje 1 O Mundo do Trabalho Ontem Décadas de 1940-70 Hoje A partir de meados da década de 80 1 Relações empresa-empregado Ontem Antigo contrato de trabalho Hoje Novo contrato

Leia mais

2.6 Relações de Trabalho

2.6 Relações de Trabalho Por que Relações de Trabalho? No Brasil, o sistema legal e institucional que rege o mercado de trabalho é defasado, rígido e juridicamente inseguro, o que compromete a competitividade das empresas e o

Leia mais

Cultura Organizacional

Cultura Organizacional Cultura Organizacional Pacto Global das Nações Unidas (UNGC) desempenha um relevante papel para estabelecer parâmetros centrais para o desenvolvimento de ações relacionadas à gestão da sustentabilidade,

Leia mais

O DESAFIO EM MANTER FUNCIONÁRIOS MOTIVADOS EM EMPRESAS DE PEQUENO PORTE

O DESAFIO EM MANTER FUNCIONÁRIOS MOTIVADOS EM EMPRESAS DE PEQUENO PORTE Anais do IV Seminário Eniac 2012 IV Encontro Da Engenharia Do Conhecimento Eniac IV Encontro De Iniciação Científica Eniac PROJETO DE PESQUISA O DESAFIO EM MANTER FUNCIONÁRIOS MOTIVADOS EM EMPRESAS DE

Leia mais

Processo Decisório. Simone Campos Bitencourt FIESC - SENAI/SC. Fortaleza, 09 de maio de 2014

Processo Decisório. Simone Campos Bitencourt FIESC - SENAI/SC. Fortaleza, 09 de maio de 2014 Processo Decisório Simone Campos Bitencourt FIESC - SENAI/SC Fortaleza, 09 de maio de 2014 CONCEITO DE DECISÃO Desde o momento em que acordamos até a hora em voltamos a dormir, a nossa vida cotidiana é

Leia mais

http://www.youtube.com/watch?v=d0fptv_kq9s XII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA 8º ENCONTRO DO FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Aprendendo a Empreender Um novo desafio Mauricio

Leia mais

Facebook.com/concursovirtual Gestão de pessoas Trabalho em equipe O que é um grupo? Grupo primário x Grupo Secundário Os grupos podem ser formais ou informais. Formais - designados pela organização. Criados

Leia mais

Motivação: teoria e prática

Motivação: teoria e prática Aula 3 Motivação: teoria e prática 1 Agenda Seminário Motivação Teorias Motivacionais Implicações práticas 2 1 O que é motivação? Processo de criação e sustentação de comportamentos (disposição) voltados

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: Centro de Comunicação e Letras Curso: Publicidade e Propaganda Disciplina: PSICOLOGIA DO CONSUMIDOR I Professor(es): NORA ROSA RABINOVICH Carga horária: 34 h/a. (25,5 h). Ementa:

Leia mais

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 1. A Norma NBR ISO 9001:2000 A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 A ISO International Organization for Standardization, entidade internacional responsável

Leia mais

ERGONOMIA SITUAÇÃO DE TRABALHO. Prof. Fred

ERGONOMIA SITUAÇÃO DE TRABALHO. Prof. Fred ERGONOMIA SITUAÇÃO DE TRABALHO Prof. Fred 2 Trabalho Trabalho 3 Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida Confúcio Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não

Leia mais

Gestão de Riscos Psicossociais

Gestão de Riscos Psicossociais Gestão de Riscos Psicossociais Lisboa, 04 de Julho de 2013 Lúcia Simões Costa Centro de Psicologia da Universidade do Porto; Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra Ao contrário de outros tipos

Leia mais

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana Tema 01 Apresentação do PEA. Fundamentos

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

Relatório Produzido Pela Comissão Própria de Avaliação CPA. Referência Ano de 2016

Relatório Produzido Pela Comissão Própria de Avaliação CPA. Referência Ano de 2016 Relatório Produzido Pela Comissão Própria de Avaliação CPA Referência Ano de 2016 1 INTRODUÇÃO O processo de avaliação do desempenho organizacional da FAM é desenvolvido a partir das diretrizes constantes

Leia mais

EAD COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Significado do Trabalho. Prof. Joel Dutra aula de

EAD COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Significado do Trabalho. Prof. Joel Dutra aula de EAD 521 - COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Significado do Trabalho Prof. Joel Dutra aula de 29.03.17 Objetivo Estimular a reflexão sobre o significado do trabalho a partir de referenciais teóricos e da vivência

Leia mais

ESTUDO DE CASO. Empresa vencedora do Prêmio MPE Brasil 2015

ESTUDO DE CASO. Empresa vencedora do Prêmio MPE Brasil 2015 >> Para que um(a) empresário(a) possa aprender com o exemplo de outras empresas, o importante não é saber onde a empresa de sucesso chegou, mas como ela chegou. E é essa a missão do estudo de caso: explicar

Leia mais

Marketing. Conceitos Fundamentais Evolução do Conceito de. Marketing. Análise ambiental

Marketing. Conceitos Fundamentais Evolução do Conceito de. Marketing. Análise ambiental Marketing Conceitos Fundamentais Evolução do Conceito de Marketing Análise ambiental Bibliografia : Princípios de Marketing KOTLER e ARMSTRONG; Marketing Criando valor para o cliente CHURCHILL JR e PETER;

Leia mais

Submodelo estrutural da satisfação dos colaboradores da DGPJ com a cooperação e comunicação Submodelo estrutural da satisfação

Submodelo estrutural da satisfação dos colaboradores da DGPJ com a cooperação e comunicação Submodelo estrutural da satisfação Análise da Satisfação, Lealdade e Envolvimento dos Colaboradores Lisboa, Março de 2014 Índice 1. Modelo de medida da satisfação dos colaboradores da DGPJ e respetivos indicadores... 4 1.1. Dimensão expectativas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE ADMINISTRAÇÃO CCSA COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL PROF. MÔNICA GUEIROS 22 DE AGO. 2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE ADMINISTRAÇÃO CCSA COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL PROF. MÔNICA GUEIROS 22 DE AGO. 2008 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE ADMINISTRAÇÃO CCSA COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL PROF. MÔNICA GUEIROS 22 DE AGO. 2008 UMA VISÃO PANORÂMICA DO ESTUDO, DOS DESAFIOS E DAS OPORTUNIDADES NO CAMPO

Leia mais