Rotatividade no Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rotatividade no Brasil"

Transcrição

1 Rotatividade no Brasil

2 sociedade melhor, ajudando empresas a transformar seu ambiente de trabalho.

3 Presença Global Fundação da 1ª afiliada 1997 Brasil Empresas participantes Número de Listas GPTW 115 Funcionários impactados Países milhões

4 Construção da CONFIANÇA: quem é o responsável? Líderes Colaboradores RH >>

5 Na visão dos Colaboradores, Um Excelente Lugar para Trabalhar é...onde você CONFIA nas pessoas para quem trabalha... Líder Trabalho...tem ORGULHO do que faz... Funcionário Colegas...GOSTA das pessoas com quem trabalha... >>

6 Um Excelente Lugar para Trabalhar é Credibilidade Respeito Imparcialidade Confiança Funcionário Orgulho Camaradagem >>

7 As Nove Práticas Culturais INSPIRANDO Como os líderes transmitem a missão, propósito e metas e como externam a importância do trabalho de cada um, ajudando as pessoas a entender o significado de suas contribuições para o sucesso e mobilizando-as por meio dos valores da empresa. FALANDO Como os líderes compartilham as informações e deixam claro o que esperam da equipe, de forma honesta e transparente, em linguagens variadas para alcançar os diferentes públicos, por diversos meios, porém sempre que possível optando pela conversa frente a frente. ESCUTANDO Como os líderes se mostram abertos e acessíveis para que as pessoas possam perguntar, sugerir e expressar suas opiniões e de que forma envolvem a equipe nas decisões que afetam o trabalho da equipe. AGRADECENDO Como os líderes mostram, cultivam e reforçam um ambiente de apreciação pela contribuição de cada membro da equipe para o resultado alcançado, reconhecendo de maneira sincera e imparcial o esforço extra e o bom trabalho de cada um. DESENVOLVENDO Como os líderes ajudam seus colaboradores a descobrir, desenvolver e nutrir seus talentos, fomentando um ambiente de aprendizagem e possibilitando que cresçam pessoalmente e profissionalmente. CUIDANDO Como o líder mostra, preocupação com as necessidades pessoais e profissionais dos colaboradores, proporcionando um ambiente de inclusão, auxiliando e se mostrando presente nos momentos importantes da vida dos colaboradores CONTRATANDO Como o líder seleciona pessoas com talento, que contribuem com o crescimento da organização e que sejam alinhadas à cultura da empresa; e como dá as boas-vindas aos novos membros da equipe, recebendo-os e integrando-os ao time. CELEBRANDO Como os líderes celebram as conquistas de sua equipe e as da empresa de forma única e diferenciada, encorajando o espírito de equipe e um ambiente de camaradagem. COMPARTILHANDO Como os líderes dividem os frutos do esforço conjunto de sua equipe de maneira justa e generosa e como participam e envolvem seus colaboradores nas iniciativas de compartilhar estes frutos também com a comunidade.

8 Práticas Culturais Empresa atinge objetivos Inspirando seus funcionários Falando a verdade com todos Escutando com sinceridade Pessoas que dão o melhor de si Agradecendo o bom trabalho Desenvolvendo pessoas e profissionais Cuidando dos indivíduos Trabalham em equipe Contratando com foco na cultura Celebrando as conquistas Compartilhando os resultados... em um Ambiente de Confiança >>

9 Rotatividade no Brasil comparativo Great Place to Work com os novos dados do DIEESE

10 Estudo DIEESE No dia 11 de Março de 2014, aconteceu no Ministério do Trabalho e Emprego o seminário chamado I Seminário sobre Rotatividade no Mercado de Trabalho: Diagnósticos e Propostas de Enfrentamento. Além de discutir o tema da rotatividade no Brasil, o evento serviu também para o lançamento do novo estudo do DIEESE sobre o tema, o Rotatividade e políticas públicas para o mercado de trabalho. O objetivo deste estudo foi levantar os dados nacionais sobre rotatividade e entender seus efeitos no Fundo de Amparo ao Trabalhador o FAT órgão responsável pelo pagamento dos seguros-desemprego e pelos abonos salariais.

11 Estudo DIEESE Como o objetivo foi entender os efeitos da rotatividade sobre as contas do FAT, o DIEESE focou nos vínculos empregatícios celetistas, ou seja, na movimentação nacional dos trabalhadores com contratos regidos pela CLT, já que são esses tipos de vínculo que geram os maiores impactos nas contas do fundo. No primeiro estudo publicado, o Rotatividade e Flexibilidade, o DIEESE contou também com as movimentações do setor público. Embora haja neste segundo estudo uma planilha nos anexos com as taxas de rotatividade contando com os dois grupos de trabalhadores, o foco em todos os levantamentos são os vínculos regidos pela CLT.

12 Estudo DIEESE Sendo assim, deixamos a ressalva sobre a diferença nos dados do recente estudo comparados com o primeiro, por conta dessa nova abrangência da pesquisa apenas os celetistas. Como a maioria das empresas premiadas pelo Great Place to Work são do setor privado, com contratos de trabalho regidos pelo CLT (nas listas de 2013, tivemos apenas duas premiadas do setor público*), consideramos os números atuais do DIEESE mais em sintonia com o perfil das Melhores Empresas para Trabalhar. * Ministério Público de Santa Catarina, na lista GPTW Santa Catarina 2013; e o IPAS Imbiribeira, na lista GPTW Saúde 2013.

13 Estudo DIEESE Taxa de rotatividade descontada Da mesma forma que o primeiro estudo, o DIEESE levantou as taxas de rotatividade global e as taxas de rotatividade descontada. Qual a diferença? A taxa de rotatividade global conta também com os desligamentos por motivo de transferência, aposentadoria, falecimento ou a pedido do trabalhador. Ela captura a rotatividade estrutural dentro mercado de trabalho, com variáveis que estão fora do alcance de ação das empresas (aposentadoria e falecimentos, por exemplo, independem da ação das empresas para evitar que ocorram). A taxa de rotatividade descontada conta apenas com os desligamentos sem justa causa, excluindo os motivos citados acima. Ela é mais precisa para aferir o nível de rotatividade que as empresas podem influir, por contar apenas com fatores endógenos, ao alcance do campo de ação dessas organizações.

14 Efeitos da rotatividade Já está bem presente na literatura sobre administração de empresas os efeitos prejudiciais da rotatividade. Segundo Chiavenatto (2003)*, os efeitos nocivos de altas taxas de rotatividade afetam várias áreas da empresa, no curto e no longo prazo. Custos primários Recrutamento e seleção Registro e documentação Integração Desligamento Custos de rotatividade de pessoal Custos secundários Custos terciários Reflexos na produção Reflexos na atitude dos pessoal Custo extra-laboral Custo extra-operacional Custo extra-investimentos Perdas nos negócios * Idalberto Chiavenatto, Introdução à Teoria Geral da Administração, 7

15 Efeitos da rotatividade Além dos custos diretos com os desligamentos (rescisão, FGTS, férias), de acordo com estudo realizado nos EUA pela Watson Wyatt Worldwire (2005)* atual Towers Watson -, os custos indiretos da rotatividade também são quantificáveis. O custo médio para substituir um funcionário, por exemplo: Custo médio para substituir um funcionário Entre 40% e 48% do salário do funcionário Este custo só é superado em médio ou longo prazo, com a maior produtividade conseguida pelo funcionários com melhor desempenho que, no final desses processos, acabam sendo os únicos a continuar na empresa. * Fonte: Watson Wyatt Inc., Get the most out of you company s turnover Lessons form Watson Wyatt, Index, 2005

16 Efeitos da rotatividade O mesmo estudo mostra como a rotatividade afeta também a produtividade: ela é afetada dos momentos finais do funcionário na empresa até o preenchimento da vaga por outra pessoa. A produtividade volta ao padrões normais apenas quando o novo funcionário já tem competência e desempenho pleno das funções. Sem rotatividade 100 Processo de saída do funcionário Produtividade Baixa produtividade Vaga aberta Sem rotatividade 100 Vaga preenchida e treinamento

17 Taxa de rotatividade de 2004 à 2012 (%) Comparando a taxa de rotatividade descontada das empresas premiadas pelo GPTW com os dados do estudo do DIEESE, vemos que, em média, a rotatividade nas empresas consideradas as Melhores para Trabalhar foi significamente menor desde meados da década passada. Embora apresente esta diferença, notamos que a linha de evolução da rotatividade dos dois grupos de empresas é praticamente a mesma, ou seja, ela aumentou nos últimos anos nos dois grupos. 40,2 41, , , ,7 22,9 21,8 21,8 24,3 23, Média das Premiadas na GPTW - Brasil Dados DIEESE Fonte: «Rotatividade e políticas públicas para o mercado de trabalho» publicado pelo Departamento Intersindical de Estatística Estudos Socioeconômicos (DIEESE), em Março de 2014

18 Taxa de rotatividade em 2012 Setores de atividade Olhando para as taxas de rotatividade por setor de atividade, percebemos como ela difere muito entre os setores. Em 2012, os maiores índices de rotatividade foram das empresas do setor do comércio, seguido pelo setor de serviços e, por último, pelo setor industrial, tanto nos dados gerais do DIEESE como nos das premiadas pelo GPTW. No entanto, observamos que, independente do setor, as consideradas Melhores Empresas para Trabalhar apresentam, em média, taxas de rotatividade bem mais baixas. Dados DIEESE de ,5% 38,2% 41,4% Dados GPTW de ,3% 23,8% 31,0% Fonte: «Rotatividade e políticas públicas para o mercado de trabalho» publicado pelo Departamento Intersindical de Estatística Estudos Socioeconômicos (DIEESE), em Março de 2014

19 Participação dos vínculos desligados por faixa etária em 2012 O estudo do DIEESE mostra como a rotatividade impacta principalmente os trabalhadores com menos escolaridade. Em 2012, 87,6% dos vínculos desligados foram de pessoas com ensino médio completo ou menos. Isso reforça ainda mais a baixa rotatividade nas empresas consideradas como as Melhores Empresas para Trabalhar, já que metade dos funcionários dessas organizações possuem este nível de escolaridade. Superior completo ou mais 12,4% Até médio incompleto 41,3% Até médio completo 46,3% 52% com ensino médio Fonte: «Rotatividade e políticas públicas para o mercado de trabalho» publicado pelo Departamento Intersindical de Estatística Estudos Socioeconômicos (DIEESE), em Março de 2014

20 Taxa de rotatividade voluntária em 2012 Não só a taxa de rotatividade dessas empresas é baixa como também o percentual de saídas voluntárias demissão por decisão do trabalhador-, principalmente se compararmos com os números nacionais publicados pelo DIEESE. As empresas premiadas têm, em média, uma taxa de rotatividade voluntária de apenas 11%. GPTW Brasil % Dados DIEESE % Fonte: «Rotatividade e políticas públicas para o mercado de trabalho» publicado pelo Departamento Intersindical de Estatística Estudos Socioeconômicos (DIEESE), em Março de 2014

21 Rotatividade por motivos de desligamentos em 2012 No Brasil, quase metade dos desligamentos em 2012 foram representados pelas demissões sem justa causa, ocasionados pelas empresas, percentual que diminuiu comparando com Embora em menor número, foi também significativo o percentual das saídas voluntárias, por conta do trabalhador e, ao contrário das demissões sem justa causa, aumentou de 2004 para Podemos observar que as consideradas Melhores Empresas para Trabalhar demitem muito menos 31,8 pontos percentuais a menos em 2012 e tem muito menos funcionário pedindo demissão 14 pontos percentuais a menos, no mesmo ano. Saídas voluntárias 2004 / 2012 Demissões sem justa causa 2004 / 2012 Dados DIEESE de % 25% 52,5% 46,3% Dados GPTW de % 11% 11,6% 14,5% Fonte: «Rotatividade e políticas públicas para o mercado de trabalho» publicado pelo Departamento Intersindical de Estatística Estudos Socioeconômicos (DIEESE), em Março de 2014

22 Contratações e crescimento das empresas premiadas pelo Great Place to Work Além de demitir menos e ter menos vínculos desligados por conta do funcionário, as consideradas Melhores Empresas para Trabalhar apresentam um percentual significativo de contratações em relação ao total de funcionários: 31,8%. Aliado à uma média de 18,2% de crescimento no faturamento no período 2011/2012, percebemos que essas empresas estão em pleno crescimento. 18,2% de crescimento no faturamento Contratações 31,8%

23 Considerações finais Fica evidente que a taxa de rotatividade é o dado mais importante relacionado às Melhores Empresas Great Place to Work. Independente das muitas variáveis que podem afetar a evolução dessas empresas internas ou externas é fato que elas possuem um nível de retenção de pessoas muito maior do que a grande maioria das empresas brasileiras. Práticas diferenciadas baseadas em modelos de gestão que priorizam as pessoas são o grande diferencial dessas empresas. A descrição das práticas em si já mostram muito o quão diferente do padrão elas são; mas além disso, temos os dados da pesquisa com os funcionários para provar como elas são essenciais para as pessoas se manterem nessas organizações, devido ao ambiente permeado de confiança, inspiração, orgulho e de sentimento de equipe que proporcionam. Em 2004, 89% dos funcionários consideraram essas empresas, levando-se tudo em conta, excelentes lugares para trabalhar; em 2013, foram 87%. Números que mantiveram-se consistentes ao longo desses anos da mesma forma que as baixas taxas de rotatividade.

24 Considerações finais Prova ainda maior do poder de retenção dessas empresas são as baixas saídas voluntárias que, no Brasil como um todo, só cresceu nos últimos anos. Embora esse fenômeno tenha aumentado também nas empresas premiadas pelo GPTW, ela se mantém bem abaixo da média nacional dos últimos anos. Isso significa que nessas empresas, independente da situação que estejam, encontramos um nível de fidelidade muito maior por parte de seus funcionários (apenas 11% fugiram desse padrão em 2012). Reter pessoas talvez seja a lição mais importante a ser aprendida pelas empresas brasileiras. A fidelidade dos funcionários à missão, aos valores e às metas das empresas pode ser uma ferramenta essencial para os negócios, porque funcionários fieis e inspirados produzem mais e trazem resultados melhores para as empresas. Ter empresas mais produtivas, gerando resultados financeiros melhores é um dos fatores que um país em desenvolvimento como o Brasil mais precisa. Inspirar e reter as pessoas não faria bem apenas para as empresas; faria bem para todo o país.

Estudo Melhores Empresas para Trabalhar na área da Saúde 2013. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved.

Estudo Melhores Empresas para Trabalhar na área da Saúde 2013. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved. Estudo Melhores Empresas para Trabalhar na área da Saúde 2013 Melhores GPTW - Saúde 2013 A maior pesquisa global de avaliação do índice de confiança e engajamento dos funcionários com o ambiente de trabalho

Leia mais

AGENDA. Gestão Estratégia de Pessoas: A importância da gestão de pessoas nas organizações Tatiane Tiemi Shirazawa. GPTW Quem somos?

AGENDA. Gestão Estratégia de Pessoas: A importância da gestão de pessoas nas organizações Tatiane Tiemi Shirazawa. GPTW Quem somos? Gestão Estratégia de Pessoas: A importância da gestão de pessoas nas organizações Tatiane Tiemi Shirazawa 1 AGENDA 1 GPTW Quem somos? 2 Benefícios para o negócio 3 O que é uma empresa GPTW? 4 Sobre as

Leia mais

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR: ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR: ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR: ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Alcançando Melhores

Leia mais

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR Amanda Souza Michelle Magalhaes 28.maio.2013 Great Place to Work - Missão Construir uma sociedade melhor, ajudando empresas a transformar seu ambiente de trabalho

Leia mais

ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS

ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS ALCANÇANDO MELHORES RESULTADOS ATRAVÉS DA GESTÃO DE PESSOAS Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - livros e vídeos 3 4 4 Great Place to Work - Missão

Leia mais

CONSTRUINDO UM EXCELENTE AMBIENTE DE TRABALHO:

CONSTRUINDO UM EXCELENTE AMBIENTE DE TRABALHO: CONSTRUINDO UM EXCELENTE AMBIENTE DE TRABALHO: OS RH S MAIS ADMIRADOS Ruy Shiozawa CEO Great Place to Work 18.Mar.2014 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras 2 Great Place

Leia mais

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved.

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved. CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR Great Place to Work Missão Construir uma sociedade melhor, ajudando empresas a transformar seu ambiente de trabalho. Presença Global Fundação da 1ª afiliada

Leia mais

2010 Great Place to Work. Todos os direitos reservados. 1

2010 Great Place to Work. Todos os direitos reservados. 1 1 As Melhores Empresas para Trabalhar geram maior qualidade no Desenvolvimento de Software Ruy Shiozawa CEO - Great Place to Work 30.Out.2010 2 Great Place to Work - Missão Construir uma sociedade melhor,

Leia mais

ONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved.

ONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved. ONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR 2014 GREAT PLACE TO WORK MISSÃO: CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MELHOR, AJUDANDO EMPRESAS A TRANSFORMAR SEU AMBIENTE DE TRABALHO 6.200 EMPRESAS PARTICIPANTES PRESENÇA

Leia mais

A liderança como instrumento de promoção de saúde do trabalhador. FEBABRAN - 29 DE ABRIL DE 2015 HALINE AQUINO e DANIEL CASSEB

A liderança como instrumento de promoção de saúde do trabalhador. FEBABRAN - 29 DE ABRIL DE 2015 HALINE AQUINO e DANIEL CASSEB A liderança como instrumento de promoção de saúde do trabalhador FEBABRAN - 29 DE ABRIL DE 2015 HALINE AQUINO e DANIEL CASSEB ÍNDICE DE APRESENTAÇÃO ABERTURA METODOLOGIA GPTW VANTAGENS COMPETITIVAS BUSCA

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE

GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE GESTÃO DE PESSOAS E PRODUTIVIDADE 2 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão 3 Construindo um Excelente Ambiente de Trabalho 4 1 2 3 4 O que

Leia mais

E UMA EXCELENTE AMBIENTE DE TRABALHO CARREIRA!!

E UMA EXCELENTE AMBIENTE DE TRABALHO CARREIRA!! UM EXCELENTE AMBIENTE DE TRABALHO E UMA EXCELENTE CARREIRA!! Ruy Shiozawa, CEO 13.Jul.2012 Great Place to Work - Missão Construir uma sociedade melhor, ajudando empresas a transformar seu ambiente de trabalho

Leia mais

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR - 2014. I ZANZINI E ruy shiozawa 02.SET.2014

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR - 2014. I ZANZINI E ruy shiozawa 02.SET.2014 O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR - 2014 I ZANZINI E ruy shiozawa 02.SET.2014 BAIXE NOSSO APP E FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES WWW.GPT conclusão melhore s líderes melhore s líderes melhor

Leia mais

GPTW: COMO TRANSFORMAR ORGANIZAÇÕES & IMPACTAR NEGÓCIOS

GPTW: COMO TRANSFORMAR ORGANIZAÇÕES & IMPACTAR NEGÓCIOS GPTW: COMO TRANSFORMAR ORGANIZAÇÕES & IMPACTAR NEGÓCIOS AMCHAM BRASIL 25 de novembro de 2015 Daniel Casseb RESULTADOS DO ESTUDO DADOS DAS EMPRESAS PREMIADAS TIPO DE EMPRESA: ESTADOS DAS EMPRESAS:

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: MUITO SUOR E GESTÃO DE PESSOAS! Mari Zanzini & Ruy Shiozawa 22.Mai.2013

EMPREENDEDORISMO: MUITO SUOR E GESTÃO DE PESSOAS! Mari Zanzini & Ruy Shiozawa 22.Mai.2013 EMPREENDEDORISMO: MUITO SUOR E GESTÃO DE PESSOAS! Mari Zanzini & Ruy Shiozawa 22.Mai.2013 Download da apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras Great Place to Work - Missão Construir

Leia mais

2010 Great Place to Work. Todos os direitos reservados. 1

2010 Great Place to Work. Todos os direitos reservados. 1 1 As Melhores Empresas para Trabalhar e a Qualidade de Vida Ruy Shiozawa CEO - Great Place to Work 07.Dez.2010 2 Great Place to Work - Missão Construir uma sociedade melhor, ajudando empresas a transformar

Leia mais

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR LISTA GREAT PLACE TO WORK BRASIL - 2014

CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR LISTA GREAT PLACE TO WORK BRASIL - 2014 CONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR LISTA GREAT PLACE TO WORK BRASIL - 2014 MISSÃO: CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MELHOR, AJUDANDO EMPRESAS A TRANSFORMAR SEU AMBIENTE DE TRABALHO PRESENÇA GLOBAL 53

Leia mais

LIDERANÇA RESPONSÁVEL. R A menor distância entre a Organização e o Talento

LIDERANÇA RESPONSÁVEL. R A menor distância entre a Organização e o Talento R 1 O QUE DIFRENCIA UMA EXCELENTE EMPRESA DE UMA SIMPLESMENTE BOA? Mais que oferecer um ótimo salário e benefícios peculiares, um excelente lugar para trabalhar é aquele onde os funcionários confiam nas

Leia mais

Por que ouvir a sua voz é tão importante?

Por que ouvir a sua voz é tão importante? RESULTADOS Por que ouvir a sua voz é tão importante? Visão Tokio Marine Ser escolhida pelos Corretores e Assessorias como a melhor Seguradora pela transparência, simplicidade e excelência em oferecer soluções,

Leia mais

ARTIGOS INDICADORES DE GESTÃO DE RH

ARTIGOS INDICADORES DE GESTÃO DE RH ARTIGOS INDICADORES DE GESTÃO DE RH ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ABSENTEÍSMO... pág. 2 Artigo 2 - INDICADORES: FERRAMENTAS PARA UM RH MAIS ESTRATÉGICO... pág. 5 Artigo 3 - ROTATIVIDADE DE PESSOAL...

Leia mais

A importância do RH estratégico para as empresas familiares. Sheila Madrid Saad

A importância do RH estratégico para as empresas familiares. Sheila Madrid Saad A importância do RH estratégico para as empresas familiares Sheila Madrid Saad Anos 30... Pagadoria Registros e controles Enfoque jurídico FOCO NA MANUTENÇÃO DA LEGALIDADE Anos 50... Pagadoria Registros

Leia mais

O que os seus funcionários realmente valorizam? (PMEs) Gerencie seus benefícios! Faça um teste em convenia.com.br

O que os seus funcionários realmente valorizam? (PMEs) Gerencie seus benefícios! Faça um teste em convenia.com.br O que os seus funcionários realmente valorizam? (PMEs) Gerencie seus benefícios! Faça um teste em convenia.com.br O que esperar deste ebook Para ser valorizado, é preciso valorizar Pesquisa feita pela

Leia mais

PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO

PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO 2 CSB - Central dos Sindicatos Brasileiros CUT - Central Única dos Trabalhadores Força Sindical NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores UGT - União

Leia mais

Liderança, gestão de pessoas e do ambiente de trabalho

Liderança, gestão de pessoas e do ambiente de trabalho Glaucia Falcone Fonseca O que é um excelente lugar para se trabalhar? A fim de compreender o fenômeno dos excelentes locais de trabalho, devemos primeiro considerar o que as pessoas falam sobre a experiência

Leia mais

LABORE CONSULTORIA & TREINAMENTO

LABORE CONSULTORIA & TREINAMENTO LABORE CONSULTORIA & TREINAMENTO A EMPRESA Desde a sua fundação, a LABORE CONSULTORIA & TREINAMENTO atua nas áreas de Recrutamento & Seleção, Gestão de Cargos e Salários, Gestão de Desempenho, Levantamento

Leia mais

animaeducacao.com.br

animaeducacao.com.br animaeducacao.com.br Case Anima Educação Sonho, escolhas e resultados animaeducacao.com.br cristiane.avila@animaeducacao.com.br Agenda O que nos orienta Nossas crenças e história Estratégias de Gestão

Leia mais

PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO

PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO PROPOSTAS PARA O COMBATE A ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO Considerando como movimentos desejáveis, tanto

Leia mais

Recrutamento e Seleção. Profª. Marcileide Muniz Cavalcante

Recrutamento e Seleção. Profª. Marcileide Muniz Cavalcante Recrutamento e Seleção Profª. Marcileide Muniz Cavalcante Passos do Planejamento de Recursos Humanos 1º PASSO: ANÁLISE DO AMBIENTE EXTERNO DE RH Fazer uma análise sobre os possíveis problemas que ocorrerão

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

Fundação Dom Cabral PGA 2012 Temas para Excelência GESTÃO DE PESSOAS. Fátima Lima Renata Vilhena

Fundação Dom Cabral PGA 2012 Temas para Excelência GESTÃO DE PESSOAS. Fátima Lima Renata Vilhena Fundação Dom Cabral PGA 2012 Temas para Excelência GESTÃO DE PESSOAS Fátima Lima Renata Vilhena O quanto vale investir em pessoas? Que empresa quer crescer? Que empresa quer inovar? Que empresa quer ser

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO Elaborado por: Patrícia Amato e Kátia Périco Alberto Couto & Associados Transformando pessoas para vender

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

Remuneração de Sócios e Advogados. Lara Selem

Remuneração de Sócios e Advogados. Lara Selem Remuneração de Sócios e Advogados Lara Selem Lara Selem Advogada, Escritora e Consultora em Gestão de Serviços Jurídicos. Executive MBA pela B-W College (EUA), especialista em Gestão de Serviços Jurídicos

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

II. NOSSA MISSÃO, VISÃO E VALORES

II. NOSSA MISSÃO, VISÃO E VALORES I. NOSSA HISTÓRIA A história da Crescimentum começou em 2003, quando o então executivo do Grupo Santander, Arthur Diniz, decidiu jogar tudo para o alto e investir em uma nova carreira. Ele optou por se

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA SUMÁRIO DE PROJETOS WORKFLOW... 03 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO... 04 IDENTIDADE CORPORATIVA... 04 GESTÃO DE COMPETÊNCIAS... 05 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO... 05 REMUNERAÇÃO...

Leia mais

GABARITO OFICIAL(preliminar)

GABARITO OFICIAL(preliminar) QUESTÃO RESPOSTA COMENTÁRIO E(OU) REMISSÃO LEGAL 051 A 052 A 053 A RECURSO Recrutar faz parte do processo de AGREGAR OU SUPRIR PESSOAS e é o ato de atrair candidatos para uma vaga (provisão). Treinar faz

Leia mais

AULA 16 Marketing de Serviços

AULA 16 Marketing de Serviços AULA 16 Marketing de Serviços A cadeia de lucro de serviço Ligações da cadeia de lucro de serviço Fidelidade do cliente estimula lucratividade e crescimento. Satisfação do cliente estimula sua fidelidade.

Leia mais

Modelo de Questionário de Desligamento

Modelo de Questionário de Desligamento RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Planejamento Recrutamento Seleção Integração 1ª Etapa Surgimento de uma vaga - Dispensas do empregador (demissões); - Pedidos de demissão (saídas voluntárias demissionários); - Mortes;

Leia mais

Sistema Gestão de Gente

Sistema Gestão de Gente Sistema Gestão de Gente Uma organização moderna requer ferramentas de gestão modernas, que incorpore as melhores práticas de mercado em gestão de recursos humanos, que seja fácil de usar e que permita

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

4 2 4 4 4 40 420 2 Total: 480

4 2 4 4 4 40 420 2 Total: 480 4 2 4 4 4 420 40 2 Total: 480 10.500 m² 5.700 m² 37.800 m² Área total: 54.000 m² Nossa Missão (Política da Qualidade) Produzir portas e acessórios que ofereçam soluções técnicas buscando a melhoria

Leia mais

Glossário das Identidades de Indicador de RH 27.10.08

Glossário das Identidades de Indicador de RH 27.10.08 Glossário das Identidades de Indicador de RH 27.10.08 Objetivo Padronizar os termos usados nos Indicadores de Recursos Humanos, visando uniformizar os conceitos e facilitar a interpretação dos resultados

Leia mais

A Contratação, a Demissão e a Carreira dos Executivos Brasileiros

A Contratação, a Demissão e a Carreira dos Executivos Brasileiros A Contratação, a Demissão e a Carreira dos Executivos Brasileiros Adriano Arruda - 2009 FICHA TÉCNICA DIREÇÃO EXECUTIVA Adriano Arruda DIREÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA Adriano Meirinho SUPERVISÃO DE PRODUÇÃO

Leia mais

É COMPROVADO QUE UM AMBIENTE DE TRABALHO SAUDÁVEL GERA DIVERSOS BENEFÍCIOS PARA A EMPRESA E SEUS FUNCIONÁRIOS

É COMPROVADO QUE UM AMBIENTE DE TRABALHO SAUDÁVEL GERA DIVERSOS BENEFÍCIOS PARA A EMPRESA E SEUS FUNCIONÁRIOS FONTE: Russell Investiment Group / 100 Best data provided by Great Place to Work Institute É COMPROVADO QUE UM AMBIENTE DE TRABALHO SAUDÁVEL GERA DIVERSOS BENEFÍCIOS PARA A EMPRESA E SEUS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

Proposta de Valor aos Empregados (EVP) como direcionador estratégico de Recursos Humanos

Proposta de Valor aos Empregados (EVP) como direcionador estratégico de Recursos Humanos RH 2020: Valor e Inovação Proposta de Valor aos Empregados (EVP) como direcionador estratégico de Recursos Humanos Glaucy Bocci 7 de maio de 2015, São Paulo Agenda Contexto O valor estratégico da EVP Pesquisa

Leia mais

www.dalecarnegie.com.br Como Impulsionar o Engajamento de Colaboradores em PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Dale Carnegie Training White Paper

www.dalecarnegie.com.br Como Impulsionar o Engajamento de Colaboradores em PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Dale Carnegie Training White Paper Como Impulsionar o Engajamento de Colaboradores em PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Dale Carnegie Training White Paper www.dalecarnegie.com.br Copyright 2014 Dale Carnegie & Associates, Inc. All rights reserved.

Leia mais

Como melhorar a produtividade de sua equipe

Como melhorar a produtividade de sua equipe Como melhorar a produtividade de sua equipe Conteúdo - Contexto consumidor no Brasil e no mundo - A importância da gestão de pessoas na visão dos CEOs - HR Analytics suportando a geração de insights e

Leia mais

Número 7 - Setembro / 2011. As melhores empresas para trabalhar em Campinas e região RECURSOS HUMANOS

Número 7 - Setembro / 2011. As melhores empresas para trabalhar em Campinas e região RECURSOS HUMANOS Número 7 - Setembro / 2011 As melhores empresas para trabalhar em Campinas e região RECURSOS HUMANOS Índice Estágio e trainee: rumo à evolução 18 A força da criatividade 10 Apoio para crescer 28 Editorial

Leia mais

LIDERANÇA. Gestão de Recursos Humanos Desenvolvimento Gerencial - Aula 8 Prof. Rafael Roesler

LIDERANÇA. Gestão de Recursos Humanos Desenvolvimento Gerencial - Aula 8 Prof. Rafael Roesler LIDERANÇA Gestão de Recursos Humanos Desenvolvimento Gerencial - Aula 8 Prof. Rafael Roesler Sumário Introdução Conceito de liderança Primeiras teorias Abordagens contemporâneas Desafios à liderança Gênero

Leia mais

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização NOSSO OBJETIVO GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização RHUMO CONSULTORIA EMPRESARIAL Oferecer soluções viáveis em tempo hábil e com qualidade. Essa é a receita que a

Leia mais

4. Tendências em Gestão de Pessoas

4. Tendências em Gestão de Pessoas 4. Tendências em Gestão de Pessoas Em 2012, Gerenciar Talentos continuará sendo uma das prioridades da maioria das empresas. Mudanças nas estratégias, necessidades de novas competências, pressões nos custos

Leia mais

PLANO DE CURSO PERFIL PROFISSIONAL

PLANO DE CURSO PERFIL PROFISSIONAL NOME DO CURSO 1522 - AUXILIAR ADMINISTRATIVO OCUPAÇÃO ASSISTENTE ADMINISTRATIVO MODALIDADE 21 - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA - FORM. INICIAL CBO 4110100 CARGA HORÁRIA TOTAL 240 h OBJETIVO GERAL Executar

Leia mais

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL

PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL PLANOS DE PREVIDÊNCIA PGBL E VGBL Goiânia, 03 de Abril de 2014. Á CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE GOIAS CNPJ: 01.619.022/0001-05 Ref.: Plano de Previdência Complementar Prezado(a) Senhor(a),

Leia mais

inovadoras recrutamento

inovadoras recrutamento Avaliações inovadoras para recrutamento em grande volume Encontre agulhas no palheiro Nos processos de recrutamento em grande volume, você pode perder as pessoas certas por haver tantos candidatos menos

Leia mais

M.Sc Angela Abdo Campos Ferreira

M.Sc Angela Abdo Campos Ferreira Nossa Missão Atrair o Talento certo para a Empresa M.Sc Angela Abdo Campos Ferreira GESTÃO DE PESSOAS Gestão Liderança + Administrativo Para se tornar um excelente gestor Para se tornar um excelente gestor

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2010/1 Matriz Curricular aprovada pela Resolução nº 18/09-CONSUNI, de 1º de dezembro de 2009. MATRIZ CURRICULAR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO

Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Comunicação empresarial eficiente: Saiba como gerir uma equipe com essas dicas REALIZAÇÃO Sumário 01 Introdução 02 02 03 A comunicação dentro das empresas nos dias de hoje Como garantir uma comunicação

Leia mais

15ª Edição 2014 Exercício 2013

15ª Edição 2014 Exercício 2013 Pesquisa de Indicadores de Gestão de Pessoas Apresentação 15ª EDIÇÃO REFERENTE A DADOS DE DEZEMBRO/2013 Primeira vez que a pesquisa é realizada com a Universidade Metodista, por meio do Grupo de Estudos

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS RECURSOS HUMANOS DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Novos Caminhos Grupo JCA Uma estratégia de transformação organizacional a partir da cultura e dos valores.

Novos Caminhos Grupo JCA Uma estratégia de transformação organizacional a partir da cultura e dos valores. Novos Caminhos Grupo JCA Uma estratégia de transformação organizacional a partir da cultura e dos valores. Período: Março 2010 a junho 2011 Categoria: Adesão dos Colaboradores Sumário: O trabalho relata

Leia mais

PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO

PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO 2 PROPOSTAS PARA O COMBATE À ALTA ROTATIVIDADE DO MERCADO DE TRABALHO BRASILEIRO Nos últimos anos, várias medidas adotadas

Leia mais

CEDHAP CENTRO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO APLICADO PARCERIAS E TRABALHO VOLUNTÁRIO EM EDUCAÇÃO

CEDHAP CENTRO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO APLICADO PARCERIAS E TRABALHO VOLUNTÁRIO EM EDUCAÇÃO PARCERIAS E TRABALHO VOLUNTÁRIO EM EDUCAÇÃO Heloísa Lück Diretora Educacional do CEDHAP Centro de Desenvolvimento Humano Aplicado Curitiba - PR Artigo publicado na revista Gestão em Rede no. 24 de out.

Leia mais

Engajamento: desafio central da gestão e da liderança. ABRH-BA/ 03 de junho de 2013 Isabel Armani

Engajamento: desafio central da gestão e da liderança. ABRH-BA/ 03 de junho de 2013 Isabel Armani Engajamento: desafio central da gestão e da liderança ABRH-BA/ 03 de junho de 2013 Isabel Armani Build everithing VIMEO LEGO Benodigheden 2 3 Aon Hewitt SATISFAÇÃO Contentamento, prazer que resulta da

Leia mais

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO ESTRATÉGIAS DE REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA É O USO INTELIGENTE DAS VÁRIAS FORMAS DE REMUNERAÇÃO, CUJO CONJUNTO ESTABELECE UM FORTE VÍNCULO COM A NOVA REALIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

Leia mais

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes

www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes www.marcelodeelias.com.br Palestras Inteligentes Sólidos conteúdos com alegria - essas são algumas características das palestras de Marcelo de Elias. Outra característica marcante: Cada palestra é um projeto

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS POLÍTICA DE GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS I. Introdução Este Manual de Gestão de Cargos e Salários contempla todas as Áreas e Equipamentos da POIESIS e visa a orientar todos os níveis de gestão, quanto às

Leia mais

ÍNDICE INTEGRANDO TALENTOS MISSÃO, VISÃO E VALORES DIFERENCIAL ESTRUTURA PRINCIPAIS SERVIÇOS

ÍNDICE INTEGRANDO TALENTOS MISSÃO, VISÃO E VALORES DIFERENCIAL ESTRUTURA PRINCIPAIS SERVIÇOS ÍNDICE INTEGRANDO TALENTOS MISSÃO, VISÃO E VALORES DIFERENCIAL ESTRUTURA PRINCIPAIS SERVIÇOS RECRUTAMENTO E SELEÇÃO HUNTING ESTÁGIOS DESENVOLVIMENTO METODOLOGIA CLIENTES AGRADECIMENTO CONTATO INTEGRANDO

Leia mais

Preserve seus talentos. Juntos, cada um vale mais. Conheça os. para selecionar, reter e desenvolver pessoas e tornar sua empresa mais competitiva

Preserve seus talentos. Juntos, cada um vale mais. Conheça os. para selecionar, reter e desenvolver pessoas e tornar sua empresa mais competitiva www.umv.com.br Ano 10 n 0 120 Maio/Junho 2011 R$ 16,90 Açougue Esse espaço rentável pede mais atenção Combinação que dá lucro O setor de alimentos e bebidas passa por um momento de intenso dinamismo Juntos,

Leia mais

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais.

acordo com as diferentes funções, competências e áreas de atuação dos nossos profissionais. sustentabilidade Qualidade em serviços/aprendizagem e desenvolvimento O desenvolvimento profissional é essencial para mantermos a qualidade de nossos serviços, assegurarmos o crescimento da Organização

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL: FATOR DETERMINANTE PARA O SUCESSO DA EMPRESA

CLIMA ORGANIZACIONAL: FATOR DETERMINANTE PARA O SUCESSO DA EMPRESA CLIMA ORGANIZACIONAL: FATOR DETERMINANTE PARA O SUCESSO DA EMPRESA O QUE É CLIMA ORGANIZACIONAL? É a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, através da experimentação de práticas, políticas,

Leia mais

Pessoas e negócios em evolução.

Pessoas e negócios em evolução. Silvestre Consultoria Pessoas e negócios em evolução. Silvestre Consultoria desde 2001 Nossos Serviços: Pesquisa de Clima Cargos e Salários Avaliação de Desempenho Recrutamento Especializado Mapeamento

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA

A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA A RELAÇÃO ENTRE A MOTIVAÇÃO E A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA Elaine Schweitzer Graduanda do Curso de Hotelaria Faculdades Integradas ASSESC RESUMO Em tempos de globalização, a troca de informações

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE

MENSAGEM DO PRESIDENTE Ética para viver Ética para viver MENSAGEM DO PRESIDENTE Caro colaborador, A Bandeirante possui missão, visão e valores definidos. Eles estão discriminados em um documento amplamente difundido dentro e

Leia mais

AB Volvo, 405 08 Gotemburgo, Suécia. Ref No 953810014, de agosto de 2009. The Volvo Way

AB Volvo, 405 08 Gotemburgo, Suécia. Ref No 953810014, de agosto de 2009. The Volvo Way AB Volvo, 405 08 Gotemburgo, Suécia Ref No 953810014, de agosto de 2009 The Volvo Way Índice Prefácio Nossa missão Os clientes em primeiro lugar Foco no cliente Objetivos claros Qualidade, segurança e

Leia mais

Como ter Recursos Humanos Estratégicos com Estagiários

Como ter Recursos Humanos Estratégicos com Estagiários Como ter Recursos Humanos Estratégicos com Estagiários Sistema de Estágios Lei nº 11.788, de 25/09/2008 Não abrangido pela CLT (não é emprego e não cria vínculo). Para estudantes do ensino superior, profissional,

Leia mais

D E PESSO A L. PALAVRAS CHAVE: Rotatividade Turnover Organizações Colaboradores

D E PESSO A L. PALAVRAS CHAVE: Rotatividade Turnover Organizações Colaboradores 1 R E DU Ç Ã O D E C UST OS PO R M E I O D O C O N T R O L E D A R O T A T I V ID A D E D E PESSO A L Aluno: Reinaldo Paes Junior Orientador: Professor Msc Heitor Bonatto R ESU M O Empresas não são unicamente

Leia mais

MBA Gestão de Negócios e Pessoas

MBA Gestão de Negócios e Pessoas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Nome do Curso MBA Gestão de Negócios e Pessoas Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas Nome do Coordenador do Curso e Breve Currículo: Prof.

Leia mais

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management Profº Walter Lerner lernerwl@terra.com.br Filme 7 CONTEXTUALIZAÇÃO da ADM e do Administrador

Leia mais

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS 2003 É criada a G-COMEX ÓLEO & GÁS com o objetivo de prover soluções logísticas sob medida para o mercado de óleo, gás, energia e indústria

Leia mais

http://indicadores.ethos.org.br/relatorioexternodiagnostico.aspx?id=1,2,3,4,&ano=200... 1. Dados Consolidados 1.1. Performance Individual

http://indicadores.ethos.org.br/relatorioexternodiagnostico.aspx?id=1,2,3,4,&ano=200... 1. Dados Consolidados 1.1. Performance Individual Page 1 of 23 Giovana Bonilha, você está acessando os dados da empresa DISOFT Minhas Empresas Meu Cadastro Ajuda Sair Página Inicial Visualizar Questionário Resumo Relatórios 2008 Os dados comparativos

Leia mais

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários.

Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários. Cartilha de Extensão de Benefício do Plano Empresarial aos Beneficiários. Contributários demitidos ou exonerados sem justa causa e/ou aposentados. www.saolucassaude.com.br 01_ DIREITOS E DEVERES DO BENEFICIÁRIO

Leia mais

LIDERANÇA & GESTÃO DE PESSOAS 12 DESAFIOS, 3 FERRAMENTAS E UMA DECISÃO

LIDERANÇA & GESTÃO DE PESSOAS 12 DESAFIOS, 3 FERRAMENTAS E UMA DECISÃO LIDERANÇA & GESTÃO DE PESSOAS 12 DESAFIOS, 3 FERRAMENTAS E UMA DECISÃO INTRODUÇÃO O setor de RH deve ser extinto. Ram Charan em artigo na Harvard Business Review Você concorda? OBJETIVOS DESTE WORKSHOP

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING

SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING SEJAM BEM-VINDOS! GESTÃO DE MUDANÇAS EM 3 ESTRATÉGIAS DE COACHING OBJETIVOS DESTE WORKSHOP Experimentar o processo de coaching e aplicar as técnicas em seu cotidiano. ASSUNTOS 1. Por que é difícil mudar?

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores Sumário Liderança para potenciais e novos gestores conceito Conceito de Liderança Competências do Líder Estilos de Liderança Habilidades Básicas Equipe de alta performance Habilidade com Pessoas Autoestima

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. As Políticas Públicas de Emprego no Brasil

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. As Políticas Públicas de Emprego no Brasil As Políticas Públicas de Emprego no Brasil 1 Índice 1. Mercado de Trabalho no Brasil 2. FAT Fundo de Amparo ao Trabalhador 2.1. Programas e Ações 2.2. Principais avanços na execução dos Programas e Ações

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL Relatório e Análise 2005 Introdução: ``Para que a Construtora Mello Azevedo atinja seus objetivos é necessário que a equipe tenha uma atitude vencedora, busque sempre resultados

Leia mais

BRASIL 2015 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO DO CAPITAL HUMANO

BRASIL 2015 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO DO CAPITAL HUMANO BRASIL 2015 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO DO CAPITAL HUMANO APRENDA, PRATIQUE E DESENVOLVA-SE COM O MERCER COLLEGE VISÃO GERAL OBJETIVOS Os objetivos do Mercer College, Programa de Desenvolvimento

Leia mais

FELICIDADE NO TRABALHO Significado e propósito para as pessoas

FELICIDADE NO TRABALHO Significado e propósito para as pessoas FELICIDADE NO TRABALHO Significado e propósito para as pessoas SERASA EXPERIAN A Serasa Experian é resultado da união do maior bureau de crédito do mundo fora dos Estados Unidos e da maior empresa de informações

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (1ª parte)

ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS (1ª parte) ADMINISTRAÇÃO DE (1ª parte) DISCIPLINA: Introdução à Administração FONTES: BATEMAN, Thomas S., SNELL, Scott A. Administração - Construindo Vantagem Competitiva. Atlas. São Paulo, 1998. 1 Programas de RH

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

31 descobertas sobre liderança

31 descobertas sobre liderança ALTA GERÊNCIA 31 descobertas sobre liderança Estudo Leadership Forecast 2005-2006, realizado pela firma de consultoria Development Dimensions International (DDI), buscou analisar como são percebidas em

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

Estudo de Remuneração

Estudo de Remuneração 2012 2013 Estudo de Remuneração Cenário atual e perspectivas para 2013 Uma onda positiva atingiu o mercado de trabalho brasileiro até o início de 2012, que apresentou taxas de desemprego baixíssimas e

Leia mais

ipea O seguro-desemprego como resposta à crise no emprego: alcance e limites 1 INTRODUÇÃO

ipea O seguro-desemprego como resposta à crise no emprego: alcance e limites 1 INTRODUÇÃO O seguro-desemprego como resposta à crise no emprego: alcance e limites Brunu Amorim * Roberto Gonzalez * 1 INTRODUÇÃO Neste trabalho busca-se mostrar o alcance do programa do seguro-desemprego enquanto

Leia mais