Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Foto: istockphoto.com/propagcomunica. Aqui você é dono"

Transcrição

1 Foto: istockphoto.com/propagcomunica Aqui você é dono

2 A UNICRED/ASACRED tem como seus pilares dois importantes institutos: o cooperativismo, que vem promover a gestão participativa, equitativa e igualitária, objetivando resultados positivos; e o associativismo, uma das formas mais legítimas de afirmação de uma ética institucional e de valorização dos cooperados. Os princípios da UNICRED/ASACRED são aqueles que norteiam toda e qualquer cooperativa, quais sejam: adesão voluntária e livre; gestão democrática; participação econômica dos membros; autonomia e independência; educação, formação e informação; intercooperação e interesse pela comunidade. Os associados da UNICRED/ASACRED têm mais vantagens em produtos e serviços em relação as instituições bancárias, e ainda participam anualmente, na forma de sobra, nos resultados obtidos pela cooperativa. Ao contrário do que ocorre nas outras instituições financeiras, na UNICRED/ASACRED todos ganham. Amparada, ainda, por valores como honestidade, transparência, democracia, autonomia, equidade, equilíbrio e autogestão, a UNICRED/ASACRED vem representar uma visão de transformação e de grande potencial de mudança para os filiados. Pensada desde 2007, a ASACRED vem regida por um rígido e estrito código legal, delimitado pelo próprio Banco Central do Brasil - BACEN, e administrativo, cuja supervisão e fiscalização é exercida internamente pelos cooperados que elegem o Conselho de Administração e o Conselho Fiscal, e por auditoria independente; e externamente, pelo Banco Central do Brasil e pela UNICRED Brasil Central, uma das centrais de cooperativas de crédito mais bem sucedidas e desenvolvidas do país. O Banco da UNICRED/ASACRED, Central das Cooperativas de Crédito Brasil Central é o de código 112 na relação de participantes do Sistema de Transferência de Fundos - STR, do Banco Central do Brasil.

3 VENHA PARA A MELHOR COOPERATIVA DE CRÉDITO DO MERCADO FINANCEIRO: A SUA Participação dos associados nos resultados. Custos justos e reduzidos, já que a instituição é sua. Aqui você é dono Foto: istockphoto.com/propagcomunica

4 Somente uma instituição que é sua oferece exatamente o que você precisa. Vantajoso para quem interessa: VOCÊ. O que é a ASACRE/UNICRED? A UNICRED/ASACRED foi criada para beneficiar seus associados, os donos da instituição. Autorizada pelo Banco Central do Brasil (D.O.U de 14/10/2011, seção 3, pág. 87), UNICRED/ASACRED é uma instituição financeira do tipo cooperativa de crédito, singular e de responsabilidade limitada, é uma sociedade simples, de pessoas, de natureza civil, sem fins lucrativos. Quem pode ser dono? Foto: istockphoto.com/propagcomunica A pessoa física em plena capacidade civil, que tenham domicílio na área de ação da Cooperativa e sejam servidores da Advocacia Pública Federal, Defensoria Pública Federal e Delegados da Polícia Federal e as pessoas jurídicas sem fins lucrativos, as que tenham por objeto as mesmas ou correlatas atividades econômicas dos associados pessoas físicas. Poderão associar-se também as seguintes pessoas físicas: a) seus próprios empregados e pessoas físicas que a ela prestem serviços em caráter não eventual, equiparados aos primeiros para os correspondentes efeitos legais; b) empregados e pessoas físicas prestadoras de serviços em caráter não eventual às entidades a ela associadas e àquelas de cujo capital participe direta ou indiretamente; c) aposentados que, quando em atividade, atendiam aos critérios estatutários de associação; d) pais, cônjuge ou companheiro(a), viúvo(a), filho(a) e dependente legal e pensionista de associado vivo(a) ou falecido(a); e) pensionistas de falecidos que preenchiam as condições estatutárias de associação; e f) servidores das áreas administrativas relacionadas com as carreiras jurídicas federais e vinculados aos órgãos da Advocacia Pública Federal, Defensoria Pública da União. 04

5 Aliar rentabilidade e economia aos melhores serviços financeiros. Aplicações com ganhos superiores e assessoria especializada. Objetivos - Proporcionar, pela mutualidade, a assistência financeira aos seus associados; - Fomentar o desenvolvimento sócio-econômico de seus associados; - Reduzir os custos de crédito e serviços bancários dos associados; - Promover o aprimoramento técnico, educacional e social de seus dirigentes, associados empregados e respectivos familiares. - Primar pelo profissionalismo e serviços de excelência. Missão - Valorizar o relacionamento, oferecendo as melhores soluções financeiras (para tomadores de empréstimos e aplicadores de recursos) para agregar e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos associados e da comunidade. - Proporcionar serviços das instituições financeiras tradicionais, com taxas e vantagens diferenciadas de uma cooperativa de crédito. Visão - Ser a principal instituição financeira dos associados. - Ser a melhor cooperativa de crédito do Brasil, proporcionando rentabilidade, satisfação e segurança aos associados. 05

6 Uma equipe à sua disposição, quando e onde você precisar. Com soluções personalizadas, você e sua empresa crescem mais. Valores - A UNICRED/ASACRED compartilha dos valores do cooperativismo de ajuda mútua, responsabilidade, democracia, igualdade, equidade e solidariedade, pautando-se ainda nos valores éticos de honestidade, transparência, responsabilidade social e preocupação com os demais. - Você concentra sua movimentação na ASACRE/UNICRED e conta com os serviços efetivamente necessários para gerenciar suas finanças. Portabilidade - Você poderá optar pela transferência de seus recursos e pelo crédito de proventos e salários junto à UNICRED/ASACRED, otimizando, assim, sua gestão financeira. Benefícios exclusivos - Na UNICRED/ASACRED o IOF diário é de 0%, enquanto outras instituições financeiras comerciais chegam a cobrar 3,0% do valor do crédito ao ano; - Processo ágil e desburocratizado; - Distribuição de sobras proporcional à sua movimentação. 06

7 Seja qual for o crédito escolhido, o IOF é zero. Ter ganhos maiores pagando custos menores. Soluções em crédito, pensadas para as suas necessidades Mais facilidade para você, já que é a sua própria instituição que o financia. 1. ASA-CRÉDITO Crédito pessoal para o associado 2. ASA-APLIC Crédito vinculado à modalidade da aplicação 3. ASA-CAPITAL DE GIRO Crédito de capital de giro para investir no seu negócio 4. ASA-CONSIGNADO Crédito pessoal consignado em folha de pagamento 5. INTERNET BANKING Movimentação de conta e modalidades de crédito pré-aprovado pela internet 6. ASAPERSON CAPITAL Crédito pessoal vinculado à cota-capital do associado 7. ASA-ANIVERSÁRIO Crédito no mês do aniversário para você comemorar 8. ASACONSTRUÇÃO Crédito pessoal para construção 9. ASAAUTO NOVO Financiamento para veículos novos 10. ASAAUTO USADO Financiamento para veículos usados 11. ASA-IMÓVEIS Crédito pessoal para aquisição de imóveis 12. ROTATIVO Limite rotativo para cheque especial Seu dinheiro, sua escolha. Confira uma simulação nos quadros abaixo: CRÉDITO IOF BANCOS E FINANCEIRAS Fixo (0,38%) Anual (3%) Total IOF ASACRED Fixo (0,38%) Anual (3%) Total ECONOMIA R$ ,00 R$ 380,00 R$ 3.000,00 R$ 3.380,00 R$ 380,00 R$ 0,00 R$ 380,00 R$ 3.000,00 R$ ,00 R$ 190,00 R$ 1.500,00 R$ 1.690,00 R$ 190,00 R$ 0,00 R$ 190,00 R$ 1.500,00 R$ ,00 R$ 114,00 R$ 900,00 R$ 1.014,00 R$ 114,00 R$ 0,00 R$ 114,00 R$ 900,00 Por isso, não financie sem consultar a ASACRE/UNICRED. 07

8 Outros diferenciais em relação ao sistema financeiro tradicional: ASACRED ASSESSORIA PERSONALIZADA DISTRIBUIÇÃO DE SOBRAS (RESULTADOS) ENTRE TODOS OS ASSOCIADOS CADA UM TEM DIREITO A UM VOTO, DECIDINDO OS RUMOS DO SEU NEGÓCIO TAXAS, TARIFAS E JUROS ADEQUADOS AO SEU PERFIL PRODUTOS DO MERCADO DESENVOLVIDOS PARA ATENDER ÀS SUAS NECESSIDADES COMPROMISSO COM O FUTURO DO ASSOCIADO BANCOS E FINANCEIRAS ATENDIMENTO EM MASSA DISTRIBUIÇÃO DE LUCROS ENTRE POUCOS ACIONISTAS OS RUMOS SÃO DEFINIDOS PELO CAPITAL TAXAS, TARIFAS E JUROS SUPERIORES E ÀS VEZES ABUSIVOS PRODUTOS PADRONIZADOS COMPROMISSO COM O LUCRO DOS PROPRIETÁRIOS Aqui você é dono Associe-se à melhor cooperativa de crédito do mercado financeiro: A SUA. SAS - Qd. 6 - Bl. K - Ed. Belvedere - Grupo 4 Brasília-DF - CEP: Telefone: (61)

O cooperativismo de crédito e você

O cooperativismo de crédito e você O cooperativismo de crédito e você A Cooperativa de Crédito é uma instituição financeira sem fins lucrativos de propriedade dos associados, controlada de forma democrática por seus membros, e tem o propósito

Leia mais

Cooperativismo - Forma ideal de organização

Cooperativismo - Forma ideal de organização Cooperativismo - Forma ideal de organização Cooperativismo é modelo socioeconômico capaz de unir desenvolvimento econômico e bem-estar social. Seus referenciais fundamentais são: participação democrática,

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito. Apoio

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito. Apoio Cooperativismo Cooperativa de Crédito Apoio O que é uma cooperativa. É uma sociedade de pessoas com forma e natureza jurídica própria, de natureza civil, sem fins lucrativos, não sujeita à falência, constituída

Leia mais

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO

Cooperativismo. Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO Cooperativismo Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados da INFRAERO GESTÃO: Samuel José dos Santos Diretor Presidente Marco Antonio da C.Guimarães - Diretor Operacional João Gonçalves dos Santos Diretor

Leia mais

CONHEÇA NOSSA ESTRUTURA

CONHEÇA NOSSA ESTRUTURA CONHEÇA NOSSA ESTRUTURA COOPERSERV A nossa cooperativa A COOPERSERV é a cooperativa dos Funcionários Públicos Municipais. Um dos objetivos da instituição é despertar no associado o hábito de poupar. Ela

Leia mais

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br

BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br BEM-VINDO AO SICOOB. A maior instituição financeira cooperativa do país. www.sicoob.com.br Parabéns! Agora você faz parte de uma cooperativa Sicoob e conta com todos os produtos e serviços de um banco,

Leia mais

OS LUCROS E PREJUÍZOS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INSERIDAS NO SISTEMA COOPERATIVISTA

OS LUCROS E PREJUÍZOS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INSERIDAS NO SISTEMA COOPERATIVISTA OS LUCROS E PREJUÍZOS NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS INSERIDAS NO SISTEMA COOPERATIVISTA Por: Vera Cristiane Costa Prezoto Introdução Diante do atual cenário de competitividade, as organizações buscam instrumentos

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Cooperativas de crédito Opções de associação para micro e pequenas empresas Vantagens e desvantagens com relação ao sistema bancário

Cooperativas de crédito Opções de associação para micro e pequenas empresas Vantagens e desvantagens com relação ao sistema bancário Cooperativas de crédito Opções de associação para micro e pequenas empresas Vantagens e desvantagens com relação ao sistema bancário 1- Opções de associação de empresas a cooperativas de crédito As pessoas

Leia mais

MANUAL DO ASSOCIADO. Desde 1974 estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos!

MANUAL DO ASSOCIADO. Desde 1974 estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! MANUAL DO ASSOCIADO Desde 1974 estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! 2 Expediente COGEM - Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empregados de Empresas Metalúrgicas do Estado de São Paulo Av.

Leia mais

Sicoob Credicampo. Benefícios para sua empresa, desen

Sicoob Credicampo. Benefícios para sua empresa, desen Sicoob Credicampo. Benefícios para sua empresa, desen desenvolvimento reg para nossa região. Credicampo Credicampo o Sicoob Credicampo é comprometido com o desenvolvimento dos seus associados. O Sicoob

Leia mais

Gestão Financeira: Planejamento, Mercado e Investimentos

Gestão Financeira: Planejamento, Mercado e Investimentos Gestão Financeira: Planejamento, Mercado e Investimentos Finanças Podemos definir finanças como a arte e a ciência de administrar fundos (recursos). Praticamente todos os indivíduos e organizações obtém

Leia mais

Uma história de sucesso

Uma história de sucesso Dr. Fernando Augusto Pinto e Dra. Carla Maria Martins Gomes formam uma singular equipe. Nas áreas em que se especializaram conseguem reunir atributos fundamentais à satisfação dos interesses dos clientes,

Leia mais

Manual do Cooperado COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS COLABORADORES DO GRUPO SAINT-GOBAIN A MELHOR SOLUÇÃO PARA OS SEUS PROBLEMAS

Manual do Cooperado COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS COLABORADORES DO GRUPO SAINT-GOBAIN A MELHOR SOLUÇÃO PARA OS SEUS PROBLEMAS C re d i C o o p e r a t i v a de Ec o n om i a e C rédi t o Mút u o d o s C o l a b o r a d o re s d o G r u p o S a i n t- G o b a i n Ave n id a S a n t a M a r i n a, 443 Ág u a Br a n c a - São Pau

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA CONSTITUIÇÃO DE COOPERATIVAS

ORIENTAÇÃO PARA CONSTITUIÇÃO DE COOPERATIVAS ORIENTAÇÃO PARA CONSTITUIÇÃO DE COOPERATIVAS 1. BREVE HISTÓRICO O cooperativismo objetiva difundir os ideais em que se baseia, para atingir o pleno desenvolvimento financeiro, econômico e social de todas

Leia mais

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA 1 1. APRESENTAÇÃO Esta política estabelece os princípios e práticas de Governança Cooperativa adotadas pelas cooperativas do Sistema Cecred, abordando os aspectos de

Leia mais

Seja sócio dessa ideia. Filiada a

Seja sócio dessa ideia. Filiada a Seja sócio dessa ideia. Filiada a COMPARE... E VEJA A DIFERENÇA BANCO Você é um Cliente Precisa de resultado Os lucros vão para o banqueiro ou acionistas Antes do ajudar, vem a questão do retorno Taxas

Leia mais

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS

MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEGMENTOS DE ASSOCIADOS Joel Queiroz 1 COOPERATIVAS DE CRÉDITO INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO ECONÔMICA Associação voluntária de pessoas para satisfação de necessidades econômicas,

Leia mais

O QUE SÃO COOPERATIVAS DE CRÉDITO PERFIL INSTITUCIONAL DESEMPENHO ECONÔMICO SOLUÇÕES FINANCEIRAS SUSTENTABILIDADE

O QUE SÃO COOPERATIVAS DE CRÉDITO PERFIL INSTITUCIONAL DESEMPENHO ECONÔMICO SOLUÇÕES FINANCEIRAS SUSTENTABILIDADE O QUE SÃO COOPERATIVAS DE CRÉDITO PERFIL INSTITUCIONAL DESEMPENHO ECONÔMICO SOLUÇÕES FINANCEIRAS SUSTENTABILIDADE AGENTES DA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DAS COMUNIDADES ONDE ATUAM Principais

Leia mais

Sebrae Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Armando Monteiro

Sebrae Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Armando Monteiro Sebrae Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Armando Monteiro Diretor-Presidente Paulo Tarciso Okamotto Diretor de Administração e Finanças

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO

COOPERATIVA DE CRÉDITO 3 COOPERATIVISMO Baseia-se na união de pessoas onde cada membro deve contribuir com uma parcela ou quota parte, colaborando para a melhoria das condições econômicas e sociais de todos que fazem parte dessa

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

LEI Nº 3978, de 27 de dezembro de 2005

LEI Nº 3978, de 27 de dezembro de 2005 Carregando a Lei. Aguarde, Por Favor. LEI Nº 3978, de 27 de dezembro de 2005 INSTITUI PROGRAMA OSASCO SOLIDÁRIA, ESTABELECE PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS E OBJETIVOS DA POLÍTICA DE FOMENTO À ECONOMIA POPULAR

Leia mais

Estatuto da Caixa Econômica Federal Decreto n 0. 6.473, de 05/06/2008

Estatuto da Caixa Econômica Federal Decreto n 0. 6.473, de 05/06/2008 Estatuto da Caixa Econômica Federal Decreto n 0. 6.473, de 05/06/2008 IF sob a forma de empresa pública, criada nos termos do Decreto-Lei n o 759, de 12 de agosto de 1969, vinculada ao Ministério da Fazenda.

Leia mais

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII)

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII) PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria-Executiva Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Plano de Integridade Institucional (PII) 2012-2015 Apresentação Como

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO

COOPERATIVA DE CRÉDITO COOPERATIVISMO Baseia-se na união de pessoas onde cada membro deve contribuir com uma parcela ou quota parte, colaborando para a melhoria das condições econômicas e sociais de todos que fazem parte dessa

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL GOVERNANÇA CORPORATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL GOVERNANÇA CORPORATIVA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A CAIXA A Caixa Econômica Federal é uma instituição financeira sob a forma de empresa pública, vinculada ao Ministério da Fazenda. Instituição integrante do Sistema Financeiro Nacional

Leia mais

Olá, pessoal! Sou o João Catavento e também um associado do Sicredi. Antes de iniciar a leitura deste material, eu quero que você abra o presente que está anexado na página ao lado: um DVD que tem um conteúdo

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

A satisfação em contribuir para trazer este manual até você é sem dúvida o nosso compromisso de orientá-lo sobre a importância de contar com a sua

A satisfação em contribuir para trazer este manual até você é sem dúvida o nosso compromisso de orientá-lo sobre a importância de contar com a sua A satisfação em contribuir para trazer este manual até você é sem dúvida o nosso compromisso de orientá-lo sobre a importância de contar com a sua participação em nosso quadro associativo. Este material

Leia mais

A Sustentabilidade nos Sistemas Associativistas de Produção

A Sustentabilidade nos Sistemas Associativistas de Produção IV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL IV SIMBRAS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL A Sustentabilidade nos Sistemas Associativistas de Produção Prof. José Horta Valadares,

Leia mais

Associativismo e Cooperativismo. Diego Neves de Sousa Analista do setor de Transferência de Tecnologia

Associativismo e Cooperativismo. Diego Neves de Sousa Analista do setor de Transferência de Tecnologia Associativismo e Cooperativismo Diego Neves de Sousa Analista do setor de Transferência de Tecnologia O QUE É COOPERAR? Cooperar é trabalhar junto, é ajudar-se mutuamente, é tentar conseguir, com ajuda

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO

CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO CÓDIGO DE ÉTICA DA BB PREVIDÊNCIA FUNDO DE PENSÃO BANCO DO BRASIL INTRODUÇÃO Este Código de Ética é público e reúne diretrizes que norteiam o comportamento dos Conselheiros, Dirigentes e Colaboradores

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E SOLIDARIEDADE LEI nº, de de (Projeto de Lei nº 00/04, do Executivo) Institui o Programa Oportunidade Solidária, estabelece princípios fundamentais e objetivos da Política de Fomento à Economia Popular Solidária do Município

Leia mais

CRÉDITO IMOBILIÁRIO HSBC Novembro 2010. 2010 Brasil Brokers Todos os Direitos Reservados

CRÉDITO IMOBILIÁRIO HSBC Novembro 2010. 2010 Brasil Brokers Todos os Direitos Reservados CRÉDITO IMOBILIÁRIO HSBC Novembro 2010 2010 Brasil Brokers Todos os Direitos Reservados Crédito Imobiliário O Crédito Imobiliário é uma modalidade de financiamento que viabiliza a compra de um imóvel usado

Leia mais

MICROCREDITO. 1.2.1 Beneficiários:

MICROCREDITO. 1.2.1 Beneficiários: MICROCREDITO 1 OBJETIVO Conceder crédito ágil, desburocratizado, acessível e adequado aos empreendedores dos setores formal e informal, excluídos da política do sistema financeiro tradicional, auxiliando-os

Leia mais

Conheça a Greencred. 10 anos de sucesso

Conheça a Greencred. 10 anos de sucesso Conheça a Greencred Conheça a Greencred A Greencred é uma Cooperativa de crédito que oferece serviços, produtos e facilidades para profissionais da área da saúde. As melhores opções para seus investimentos

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA CLASSIFICAÇÃO DAS DESPESAS Atualizado em 14/10/2015 CLASSIFICAÇÕES DA DESPESA ESFERA ORÇAMENTÁRIA A classificação por esfera orçamentária tem por finalidade identificar

Leia mais

Produtos e Serviços para Associados. Pessoas Físicas

Produtos e Serviços para Associados. Pessoas Físicas Produtos e Serviços para Associados Pessoas Físicas O Sicoob Divicred entende o que seu associado precisa. Por isso, oferece soluções ágeis e modernas para otimizar suas operações bancárias e proteger

Leia mais

Produtos e Serviços para Associados. Pessoas Jurídicas

Produtos e Serviços para Associados. Pessoas Jurídicas Produtos e Serviços para Associados Pessoas Jurídicas O Sicoob Divicred entende o que seu associado precisa. Por isso, oferece soluções ágeis e modernas para otimizar suas operações bancárias e proteger

Leia mais

Cooperativismo > História História do Cooperativismo

Cooperativismo > História História do Cooperativismo Cooperativismo > História História do Cooperativismo A origem do que hoje chamamos cooperativa tem data marcada: 21 de dezembro de 1844. Nesse dia, 27 tecelões e uma tecelã do bairro de Rochdale, em Manchester,

Leia mais

Coloquio de Sostenibilidad

Coloquio de Sostenibilidad Coloquio de Sostenibilidad Objetivo: Posicionar a las cooperativas como constructoras de la sostenibilidad Roberto Sousa Gonzalez * RESUMEN Este trabalho articula sobre a aplicação da governança corporativa,

Leia mais

Você tem várias razões para ser cooperado!

Você tem várias razões para ser cooperado! MANUAL DO COOPERADO Você tem várias razões para ser cooperado! Crédito Produtos e Serviços Aplicações Saúde Lazer Educação Assistências COOPMIL Crédito, investimentos, saúde, lazer, educação, assistências,

Leia mais

Objetivos, ações e resultados do projeto Governança Cooperativa Elvira Cruvinel Ferreira Ventura

Objetivos, ações e resultados do projeto Governança Cooperativa Elvira Cruvinel Ferreira Ventura Objetivos, ações e resultados do projeto Governança Cooperativa Elvira Cruvinel Ferreira Ventura Brasília, 25 de abril de 2008 http://www.bcb.gov.br/?govcoop 1 O Projeto Governança Cooperativa Diretrizes

Leia mais

MISSÃO Promover o cooperativismo de crédito de forma sustentável.

MISSÃO Promover o cooperativismo de crédito de forma sustentável. Manual do Cooperado Manual do Cooperado Polícia Civil CAPA 1 3 COOPMIL A COOPMIL é uma cooperativa financeira sem fins lucrativos, que trabalha para promover o bem-estar das famílias cooperadas, disponibilizando

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. ANS nº 41431.0

CÓDIGO DE ÉTICA. ANS nº 41431.0 CÓDIGO DE ÉTICA Aprovado pelo Conselho Consultivo da Saúde BRB Caixa de Assistência em sua 37ª Reunião Extraordinária, realizada em 10.12.2010. Brasília, 22 de fevereiro de 2011 I - APRESENTAÇÃO CÓDIGO

Leia mais

Soluções. para sua Empresa

Soluções. para sua Empresa Atendimento Outras Soluções Investimentos Soluções para Parceiros e Empregados Soluções para sua Empresa Linhas de Crédito Seguros e Cartões Soluções em Recebimentos Soluções em Pagamentos Soluções sob

Leia mais

Índice. Boas vindas...03. Missão COOPERFEMSA...04. O que é uma Cooperativa de Crédito Mútuo?...05. O que é a COOPERFEMSA?...06

Índice. Boas vindas...03. Missão COOPERFEMSA...04. O que é uma Cooperativa de Crédito Mútuo?...05. O que é a COOPERFEMSA?...06 Guia do Cooperado Índice Boas vindas...03 Missão COOPERFEMSA...04 O que é uma Cooperativa de Crédito Mútuo?...05 O que é a COOPERFEMSA?...06 Quais as vantagens para se associar?...07 De quem é a COOPERFEMSA?...08

Leia mais

CRÉDITO FOMENTO CRESCIMENTO

CRÉDITO FOMENTO CRESCIMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVO PRINCIPAL. Oferecer microcrédito para população de baixa renda, atendendo pessoas que não tem perspectivas e nenhum crédito nas instituições financeiras tradicionais. Acreditamos que,

Leia mais

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MUTUO

COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MUTUO COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MUTUO UO DOS FUNCIONARIOS DO SISTEMA FIERGS- CRESUL Travessa Francisco de Leonardo Truda, 40 sala 143 14 andar Porto Alegre-RS CEP 90010-050 Fone (0**51) 3224-3280 Fax:

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão O que é A SISTEL? A Fundação Sistel de Seguridade Social foi criada em 1977 e possui expressiva experiência em Planos de Previdência Privada. A Sistel atua no desenvolvimento de soluções previdenciais

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC

Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC Sistema Simulador de Negócios Unicred Central SC Obtenha mais resultado de sua carteira! 1. Introdução Caros gerentes de agência, consultores e assistentes de negócios do Sistema Unicred de SC, vocês estão

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

SENADO FEDERAL. Senador COOPERATIVISMO NO BRASIL BRASÍLIA DF. CARTILHA COOPERATIVISMO.indd 1 16/04/2013 12:21:13

SENADO FEDERAL. Senador COOPERATIVISMO NO BRASIL BRASÍLIA DF. CARTILHA COOPERATIVISMO.indd 1 16/04/2013 12:21:13 SENADO FEDERAL Senador COOPERATIVISMO NO BRASIL BRASÍLIA DF CARTILHA COOPERATIVISMO.indd 1 16/04/2013 12:21:13 CARTILHA COOPERATIVISMO.indd 2 16/04/2013 12:21:13 Apresentação Atualmente, existem no Brasil

Leia mais

Por que escolher a Oplay Logística?

Por que escolher a Oplay Logística? Por que escolher a Oplay Logística? Porque a Oplay Logística tem soluções completas e inovadoras que a sua empresa precisa. Porque a Oplay Logística oferece serviços diferenciados desenhados de acordo

Leia mais

FINANÇAS E COOPERATIVISMO

FINANÇAS E COOPERATIVISMO O CARREGA NA ESSÊNCIA OS VALORES DA HUMANIDADE Cooperativismo é a união voluntária de pessoas com o objetivo de atender necessidades e aspirações comuns, de natureza econômica, social, cultural ou outras.

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA

CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA CÓDIGO DE ÉTICA DO BANCO DA AMAZÔNIA APRESENTAÇÃO O Banco da Amazônia S.A., consciente da importância da ética nas relações com a comunidade em que atua, divulga este Código de Ética, que contém os padrões

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Sul Mineira 1 Índice Política de Sustentabilidade Unimed Sul Mineira Mas o que é Responsabilidade Social? Premissas Básicas Objetivos da Unimed Sul Mineira Para a Saúde Ambiental

Leia mais

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém Superintendente: Luciano Moura dos Santos Diretor Adm. Financeiro: Olavo Lopes Perez Diretor de Benefícios: Karine Vecci Rua

Leia mais

Programa CAIXA Melhor Crédito

Programa CAIXA Melhor Crédito Programa CAIXA Melhor Crédito Corte histórico de juros na CAIXA São Paulo, 09 de Abril de 2012 1 Pilares do Programa CAIXA Melhor Crédito 1. Redução acentuada das taxas de juros 2. Maior volume de recursos

Leia mais

Diretrizes de Governança Corporativa

Diretrizes de Governança Corporativa Diretrizes de Governança Corporativa DIRETRIZES DE GOVERNANÇA CORPORATIVA DA BM&FBOVESPA Objetivo do documento: Apresentar, em linguagem simples e de forma concisa, o modelo de governança corporativa da

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS OPERACIONAL

MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS OPERACIONAL DOCUMENTO CONFIDENCIAL USO RESTRITO DA UNICAFES-PR MANUAL DE ORIENTAÇÃO E PROCEDIMENTOS OPERACIONAL Execução: Nézio José da Silva Gestor de Projetos Agricultura Familiar e Agroindústrias Regional Sudoeste

Leia mais

Processo Único de Federação- PUF

Processo Único de Federação- PUF Processo Único de Federação- PUF 1 1. O que é a FEJEPAR? A Federação das Empresas Juniores do Estado do Paraná FEJEPAR, fundada no ano de 1996 na cidade de Curitiba, é uma instituição sem fins lucrativos,

Leia mais

MINI SIMULADO 14 DE ABRIL DE 2013 BACEN ÁREA 2 PROVA: CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS

MINI SIMULADO 14 DE ABRIL DE 2013 BACEN ÁREA 2 PROVA: CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS IGEPP Instituto de Gestão, Economia e Políticas Públicas Telefone:(61) 3443 0369 E-mail: contatoigepp@gmail.com MINI SIMULADO 14 DE ABRIL DE 2013 BACEN ÁREA 2 PROVA: CONHECIMENTOS GERAIS E ESPECÍFICOS

Leia mais

Texto Final. Projeto de Lei n.º 68/XII (1.ª) (PSD e CDS-PP) Lei de Bases da Economia Social

Texto Final. Projeto de Lei n.º 68/XII (1.ª) (PSD e CDS-PP) Lei de Bases da Economia Social Texto Final Projeto de Lei n.º 68/XII (1.ª) (PSD e CDS-PP) Lei de Bases da Economia Social Artigo 1.º Objeto A presente lei estabelece, no desenvolvimento do disposto na Constituição da República Portuguesa

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA January, 99 1 CONCEITOS BÁSICOS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Paulo César Leite de Carvalho 1. INTRODUÇÃO A administração financeira está estritamente ligada à Economia e Contabilidade, e pode ser vista

Leia mais

MOVIMENTANDO OPORTUNIDADES gerando investimentos A FORTESEC. securitizadora. Home Empresa Securitização Emissões Fale Conosco

MOVIMENTANDO OPORTUNIDADES gerando investimentos A FORTESEC. securitizadora. Home Empresa Securitização Emissões Fale Conosco MOVIMENTANDO OPORTUNIDADES gerando investimentos Com credibilidade e criatividade, transformamos as novas ideias do mercado SAIBA MAIS A FORTESEC A Fortesec é uma com foco em operações estruturadas de

Leia mais

Briefing da entrevista

Briefing da entrevista Briefing da entrevista Membros, as questões a seguir têm o objetivo de orientar a entrevista de obtenção de dados e informações para uso no relatório no plano de convênio de crédito consignado para empresas

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA

FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Ensino a distância ÍNDICE I) O QUE É PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR? II) SISTEMA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR III) MARCOS REGULATÓRIOS IV) PLANOS DE BENEFÍCIOS V) ENTIDADES

Leia mais

Plano D. Material Explicativo

Plano D. Material Explicativo Plano D Material Explicativo 2 Material Explicativo Previ Novartis Índice Pág. 4 Introdução Pág. 6 A Previdência no Brasil Pág. 10 A Previdência e o Plano de Benefício D Pág. 24 Questões 3 Material Explicativo

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

Programa CAIXA Melhor Crédito

Programa CAIXA Melhor Crédito Programa CAIXA Melhor Crédito CAIXA REDUZ A PARTIR DE HOJE TAXAS DE JUROS EM ATÉ 88% O Caixa Melhor Crédito trará beneficio imediato para mais de 25 milhões de clientes A Caixa Econômica Federal anunciou

Leia mais

Projeto de Lei 33/2010

Projeto de Lei 33/2010 Projeto de Lei 33/2010 CAPÍTULO 1 Da Política de Apoio e Fomento à Economia Solidária e seus Agentes Art. 1 A Política Municipal de Fomento à Economia Solidaria integra a Política de Desenvolvimento Econômico

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

Transformar adversidade em oportunidade.

Transformar adversidade em oportunidade. $ Transformar adversidade em oportunidade. Com uma metodologia 360º, juntamos diferentes expertises em um processo otimizado e eficiente de trabalho para ouvir as necessidades de nossos clientes e de seus

Leia mais

Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A.

Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do 03/07/2006 Composição da Comissão de Ética do Banco do Nordeste do, designada pela Presidência do BNB em 08/08/2005 pela Resolução da Presidência RP/0612:

Leia mais

O C artão d o S ervidor PR P E R F E EI E TUR U A R A MU M N U I N CI C PA P L A L DE D E LOND N R D I R NA N

O C artão d o S ervidor PR P E R F E EI E TUR U A R A MU M N U I N CI C PA P L A L DE D E LOND N R D I R NA N O Cartão do Servidor PREFEITURA MUNICIPAL DE LONDRINA Cartão BMG Card O BMG Card é um cartão de crédito com bandeira MasterCard, direcionado aos Servidores Públicos Estatutários do Governo de Santa Catarina,

Leia mais

Empréstimo. Pagamento em até 30 meses; Sem taxa de abertura de crédito; Parcelas debitadas em conta; Limites analisados pela renda.

Empréstimo. Pagamento em até 30 meses; Sem taxa de abertura de crédito; Parcelas debitadas em conta; Limites analisados pela renda. Produtos Conta Corrente Com isenção de tarifas de manutenção, dez folhas cheques, quatro extratos mensais, emissão de extratos on-line, tarifas reduzidas, só na Credlíder. Conta Poupança A Poupança Credlider

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS ECONOMICOS SOLIDÁRIOS (EES) CANDIDATOS A HABILITAÇÃO AO SISTEMA NACIONAL DE COMÉRCIO JUSTO E SOLIDÁRIO - SNCJS

EDITAL DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS ECONOMICOS SOLIDÁRIOS (EES) CANDIDATOS A HABILITAÇÃO AO SISTEMA NACIONAL DE COMÉRCIO JUSTO E SOLIDÁRIO - SNCJS 1. Apresentação União Brasileira de Educação e Ensino UBEE EDITAL DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS ECONOMICOS SOLIDÁRIOS (EES) CANDIDATOS A HABILITAÇÃO AO SISTEMA NACIONAL DE COMÉRCIO JUSTO E SOLIDÁRIO -

Leia mais

Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A 2011. Capítulo I Disposições Preliminares

Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A 2011. Capítulo I Disposições Preliminares Capítulo I Disposições Preliminares Art. 1º - O Código de Conduta Ética do Banco do Nordeste do Brasil S.A. sistematiza os valores essenciais que norteiam os relacionamentos internos e externos com os

Leia mais

RISCO CALCULADO. Sicredi investe em soluções analíticas e amplia a visão gerencial da carteira de crédito EFICIÊNCIA COLABORATIVA

RISCO CALCULADO. Sicredi investe em soluções analíticas e amplia a visão gerencial da carteira de crédito EFICIÊNCIA COLABORATIVA Rapidez nos cálculos garante vantagens competitivas aos bancos Ano VII número 22 2013 John Sato, superintendente de Crédito e Risco do Banco Cooperativo Sicredi RISCO CALCULADO Sicredi investe em soluções

Leia mais

SCATOLINI ADVOGADOS. SCATOLINI Advogados

SCATOLINI ADVOGADOS. SCATOLINI Advogados ADVOGADOS Um escritório dinâmico, focado nas necessidades e anseios de seus clientes e que reúne profissionais especializados em ampla gama de assuntos jurídicos. Proporcionamos aos nossos clientes atendimento

Leia mais

INSTITUTO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR - INSTITUTO ANDIFES

INSTITUTO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR - INSTITUTO ANDIFES INSTITUTO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR - INSTITUTO ANDIFES ESTATUTOS TÍTULO I DO NOME, DA NATUREZA, DO OBJETO, DA SEDE e DO FORO Art. 1º - O INSTITUTO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DA EDUCAÇÃO

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA...

CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA... ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA... 8 CONHEÇA O PLANO JMALUCELLI PREVIDÊNCIA... 9 PARTICIPANTES...

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA UNIÃO NACIONAL DAS COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA - UNICAFES

ESTATUTO SOCIAL DA UNIÃO NACIONAL DAS COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA - UNICAFES ESTATUTO SOCIAL DA UNIÃO NACIONAL DAS COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA - UNICAFES CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, FINALIDADE, SEDE, FORO E DURAÇÃO. Art. 1º - A União Nacional das Cooperativas

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Política de Governança Corporativa

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Política de Governança Corporativa 1/13 TÍTULO: CLASSIFICAÇÃO: REFERENCIAL NORMATIVO ASSUNTO: ELABORAÇÃO: APROVAÇÃO: Documento Executivo Resolução CGPC nº13/2004 Apresenta e especifica estrutura, componentes e mecanismos corporativa na

Leia mais

Guia de serviços Sicoob Cred UFU Um mundo de vantagens para você. Seja um cooperado Sicoob Cred UFU A vantagem é toda sua.

Guia de serviços Sicoob Cred UFU Um mundo de vantagens para você. Seja um cooperado Sicoob Cred UFU A vantagem é toda sua. Guia de serviços Sicoob Cred UFU Um mundo de vantagens para você Seja um cooperado Sicoob Cred UFU A vantagem é toda sua. Sicoob Cred UFU: Tem tudo o que os bancos têm. E até o que eles não têm. Missão:

Leia mais

Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT

Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT Sociedades de Pessoas Lei 5764/1971. Art. 3º. Celebram contrato de sociedade cooperativa as pessoas que reciprocamente se obrigam a

Leia mais

CFIAe. CFIAe:Um sonho, um ideal, uma moradia digna 1

CFIAe. CFIAe:Um sonho, um ideal, uma moradia digna 1 CFIAe 1 SUMÁRIO I CATEGORIA E FINALIDADE DA CFIAe 3 II MISSÃO DA CFIAe 3 III VISÃO DE FUTURO 3 IV VALORES 4 V PRODUTOS CFIAe 5 VI BENEFICIÁRIOS CFIAe 5 VII FACILIDADES ENCONTRADAS NO SITE CFIAe 6 VIII

Leia mais

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o seu Plano de Benefícios ACPrev.

Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada e o seu Plano de Benefícios ACPrev. ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 3 FUNDO PARANÁ... 4 PATRIMÔNIO... 5 SEGURANÇA... 5 BENEFÍCIO FISCAL... 6 ASFUNPAR... 7 PLANO ACPREV... 8 PARTICIPANTES... 8 Participante Ativo... 8 Participante Assistido...

Leia mais

O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DOS BANCOS DE DESENVOLVIMENTO. Rodrigo Teixeira Neves Outubro, 2014

O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DOS BANCOS DE DESENVOLVIMENTO. Rodrigo Teixeira Neves Outubro, 2014 O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DOS BANCOS DE DESENVOLVIMENTO Rodrigo Teixeira Neves Outubro, 2014 Sistema Financeiro Nacional Instituições Financeiras Captadoras de Depósitos à Vista Bancos Múltiplos Bancos Comerciais

Leia mais

COOPERATIVISMO SISTEMA UNICRED N/NE UNICRED JOÃO PESSOA

COOPERATIVISMO SISTEMA UNICRED N/NE UNICRED JOÃO PESSOA PRODUTOS E SERVIÇOS COOPERATIVISMO SISTEMA UNICRED N/NE UNICRED JOÃO PESSOA COO PERA TIVIS MO Origem Princípios Representatividade ORIGEM Cooperativas de Crédito no Mundo Países com Cooperativas de Crédito

Leia mais

Cooperativa Central de Crédito Rural com Interação Solidária - Cresol Central SC/RS

Cooperativa Central de Crédito Rural com Interação Solidária - Cresol Central SC/RS Florianópolis, 11 de maio de 2009. Cooperativa Central de Crédito Rural com Interação Solidária - Cresol Central SC/RS A/C Cláudio Risson - Presidente Orientação: Lei Complementar n. 130, de 17 de Abril

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV...

CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV... ÍNDICE CARTILHA EXPLICATIVA... 2 FUNDO PARANÁ... 3 PATRIMÔNIO... 4 SEGURANÇA... 4 BENEFÍCIO FISCAL... 5 ASFUNPAR... 6 PLANO DENTALUNIPREV... 7 CONHEÇA O PLANO DENTALUNIPREV... 8 PARTICIPANTES... 9 Participante

Leia mais

Instruções para o Questionário Online

Instruções para o Questionário Online Instruções para o Questionário Online Este é um pequeno guia para o preenchimento do questionário de Monitor de Cooperativas Mundial. O questionário está disponível em www.euricse.eu/en/worldcooperativemonitor

Leia mais

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 Nas questões de 01 a 10, marque a alternativa correta: 01) I. Os beneficiários da previdência social subdividem se em dependentes e segurados. Já os segurados, podem ser obrigatórios

Leia mais