Versão 8.3A-04. Versão da Apostila de Novidades: 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Versão 8.3A-04. Versão da Apostila de Novidades: 2"

Transcrição

1 Versão 8.3A-04 Versão da Apostila de Novidades: 2

2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter patentes ou pedidos de patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual, relacionados aos assuntos tratados nesse documento. Além disso, o fornecimento desse documento não lhe concede licença sobre tais patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual; exceto nos termos expressamente estipulados em contrato de licença da Domínio Sistemas. É importante lembrar que as empresas, os nomes de pessoas e os dados aqui mencionados são fictícios; salvo indicação contrária Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

3 Índice Convenção de cursores, ícones e tipografia Domínio Honorários Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e Controle Parâmetros Guia NFS-e Guia Geral Guia Municipal Guia RPS Guia Cabeçalho Guia Eventos Arquivos Processos NFS-e Gerar RPS Consulta NFS-e Utilitários NFS-e Domínio Folha Implementada opção para Exportar as RPAs Geradas na Folha de Pagamento para o módulo Escrita Fiscal Controle Parâmetros Arquivo Contribuintes Processos RPA Cadastro Exportação para Escrita Fiscal Domínio Contabilidade Geração do SPED ECF conforme Leiaute 2 a partir de 2015 conforme Manual de Orientação de 04/ Informativos SPED ECF... 26

4 Guia Parâmetros de Tributação Guia Parâmetros Complementares Guias Real/Presumido/Arbitrado Guias Real/Arbitrado Domínio Escrita Fiscal Crédito Presumido de 20% Para as Empresas de Serviço de Transportes - Convênio ICMS 106/96 e item 8, Anexo III do RICMS Parâmetros Arquivos Impostos Movimentos Apuração Relatórios Livro de Apuração do ICMS Acompanhamento Demonstrativo Crédito Presumido ICMS Emissão da guia DARJ on-line Relatórios DARJ... 37

5 Convenção de cursores, ícones e tipografia A fonte Arial é utilizada para se referir a títulos de janelas, guias e quadros, por exemplo: Dê duplo clique no ícone Domínio Contábil, para abrir a janela Conectando. A fonte Arial em Negrito é utilizada para definir ícones, menus e opções, onde você deverá clicar, por exemplo: Clique no menu Arquivo, opção Empregados. A fonte Arial em Itálico é utilizada para definir os nomes dos sistemas da Domínio, bem como as marcas registradas citadas nesse material, por exemplo: Pronto! Você pode começar a utilizar o módulo Escrita Fiscal do Domínio Contábil. A fonte Arial Sublinhado é utilizada para definir os nomes dos campos de cadastros e parâmetros dos sistemas da Domínio, por exemplo: Preencha todos os campos conforme solicitado. Procure não deixar nenhum campo em branco, mas principalmente, dê atenção para os seguintes campos: Cód. Mun. Federal, Natureza Jurídica e Regime Federal. A fonte Times New Roman em Itálico, junto com o ícone abaixo são utilizados em observações importantes, que estarão dispostas nesse material. Por exemplo: A opção Usuários do menu Controle somente estará disponível, se o usuário ativo for o Gerente. Estes ícones você encontrará ao lado dos títulos de algumas rotinas, para que se possa identificar a periodicidade delas, ou seja, saber se a rotina é diária, semanal, mensal ou anual. etc., Este ícone você encontrará ao lado dos títulos de alguns relatórios, livros, guias, indicando que você poderá salvar esse item em alguns formatos disponíveis.

6 etc. Este ícone você encontrará ao lado dos títulos de alguns relatórios, livros, guias, Ele indica que você poderá enviar esse item por . Este ícone você encontrará ao lado dos títulos dos relatórios, livros, guias, etc. Ele indica que você poderá salvar esse item no formato Excel. Este ícone você encontrará ao lado dos títulos dos relatórios, livros, guias, etc. Ele indica que você poderá salvar esse item no formato PDF. Este ícone você encontrará nas explicações sobre alguns campos. Nesses campos, ao pressionar a tecla de função F2, você terá acesso à janela de consulta do cadastro desse campo, sem sair da janela em que você estiver trabalhando. Este ícone você encontrará nas explicações sobre alguns campos. Nesses campos, ao pressionar a tecla de função F2, você terá acesso à janela de consulta do cadastro desse campo, sem sair da janela em que você estiver trabalhando e ao pressionar a tecla da função F7, você terá acesso à janela de cadastro desse campo.

7 1. Domínio Honorários 1.1. Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e Exclusivo para o município de Rolante (RS). A partir dessa versão para o módulo Domínio Honorários, foi implementada a opção para gerar nota fiscal de serviço eletrônica, exclusivo para o município de Rolante (RS). Verifique conforme a seguir: Controle Parâmetros Nos parâmetros da empresa, na guia Notas Fiscais, na subguia Geral, foi disponibilizada a opção Nota fiscal de serviço eletrônica. Conforme destacado na figura a seguir: 1. Selecione a opção Nota fiscal de serviço eletrônica, para habilitar a guia NFS-e.

8 Guia NFS-e Nos parâmetros da empresa, na guia Notas Fiscais, foi disponibilizada a guia NFS-e, verifique conforme a figura a seguir: a A guia NFS-e somente ficará habilitada quando na guia Geral estiver seleciona opção Nota fiscal de serviço eletrônica Guia Geral 1. No campo Série da RPS, informe a série do recibo provisório de serviço. 2. No campo Ambiente de envio, selecione a opção correspondente ao ambiente de envio que será utilizado. 3. No campo Código do serviço prestado, informe o código do serviço prestado. 4. Selecione a opção Informar intervalo de RPS, caso você queira informar intervalo de RPS. 5. Selecione a opção Gerar o valor aproximado dos impostos conforme IBPT na impressão do RPS e da NFS-e, para que as RPS e as NFS-e sejam geradas conforme alíquota do Instituto Brasileiro de Planejamento e tributação. 6. No campo Modelo de nota para impressão, selecione o modelo de nota a ser

9 impressa Guia Municipal 1. No campo Natureza da operação, selecione a opção de acordo com a natureza da operação. O campo Dispositivo legal somente ficará habilitado quando a opção 3 Isenção estiver selecionada no campo Natureza da operação. 2. No campo Dispositivo legal, selecione o dispositivo legal correspondente. 3. Selecione a opção Regime especial de tributação, e no campo ao lado selecione a modalidade de tributação correspondente. 4. Selecione a opção Optante Simples Nacional, caso a empresa seja optante pelo simples nacional. A opção Destacar valor do ISS na impressão da NFS-e em empresa optante pelo Simples Nacional somente ficará habilitada quando a opção Optante Simples Nacional estiver selecionada. 5. Selecione a opção Destacar valor do ISS na impressão da NFS-e em empresa optante pelo Simples Nacional, para que o valor de ISS seja

10 destacado na impressão das NF-es de empresas optantes pelo Simples Nacional. 6. Selecione a opção Incentivador cultural, caso a empresa seja incentivado cultural. 7. Selecione a opção Enviar cancelamento da NFS-e para a prefeitura, para que as NFS-es canceladas sejam enviadas para a prefeitura Guia RPS A guia RPS somente ficará habilitada quando na guia Geral estiver selecionada a opção Informar intervalo de RPS. 1. Clique no botão Incluir, para incluir um intervalo de numeração do recibo. 2. Na coluna Inicial, informe a numeração inicial do recibo provisório de serviço. 3. Na coluna Final, informe a numeração final do recibo provisório de serviço. 4. A coluna Atual, será preenchida automaticamente pelo sistema. 5. Selecione a coluna Inutilizar, caso queira inutilizar as séries inicial e final. 6. Clique no botão Excluir, para excluir o intervalo de numeração do recibo.

11 Guia Cabeçalho 1. No quadro Imagem do brasão da Prefeitura, clique no botão: Inserir, para inserir a imagem do brasão da prefeitura; Editar, para editar a imagem do brasão da prefeitura; Remover, para remover a imagem do brasão da prefeitura. 2. No quadro Texto para RPS, informe o texto para o cabeçalho da RPS que você deseja. 3. No quadro Texto para NFS-e, informe o texto para o cabeçalho da NFS-e que você deseja.

12 Guia Eventos 1. No quadro Informações complementares: No campo Variáveis disponíveis, selecione a variável desejada; Clique no botão Adicionar, para adicionar a variável selecionada, no campo em branco; No quadro em branco, informe as observações complementares, para que seja gerada no arquivo XML/TXT e RPS impresso Arquivos Nesta opção, você poderá cadastrar o código dos serviços prestados que poderão ser utilizadas na emissão de notas fiscais eletrônicas. 1. Clique no menu Arquivos, opção Código do Serviço Prestado, para abrir a janela Código do Serviço Prestado, conforme a figura a seguir:

13 1. Caso não haja observação cadastrada, entrará automaticamente no modo de inclusão; caso contrário, clique no botão Novo, para incluir uma nova observação. 2. No campo Código, será informado automaticamente pelo sistema um código sequencial, caso seja necessário você poderá alterar. 3. No campo Código do item da lista, informe o código do item da lista. Os campos Alíquota de impostos IBPT até 2014 e Alíquota de impostos IBPT a partir de 2015, somente ficarão habilitados se nos parâmetros da empresa estiver selecionada a opção Gerar o valor aproximado dos impostos conforme IBPT na impressão do RPS e da NFS-e. 4. No campo Alíquota de impostos IBPT até 2014, selecione a alíquota do serviço prestado conforme Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação até No campo Alíquota de impostos IBPT a partir de 2015, selecione a alíquota do serviço prestado conforme Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação a partir de No campo Descrição, informe uma descrição para o código do serviço prestado. 7. Clique no botão Gravar, para salvar o código do serviço prestado Processos NFS-e No menu Processos foi implementado o submenu NFS-es. Com as opções Gerar RPS e Consulta NF-es. Verifique a explicação dessas novas opções, conforme tópicos a seguir.

14 Gerar RPS Neste processo, você poderá emitir as notas fiscais de serviço eletrônicos prestados para os clientes. Para emitir, proceda da seguinte maneira: 1. Clique no menu Processos, submenu NFS-e, opção Gerar RPS, para abrir a janela Gerar RPS, conforme a figura a seguir: 2. No quadro Dados, no campo: Competência, informe a competência desejada, no formato MM/AAAA; Data de emissão, informe a data de emissão do RPS. 3. No quadro Filtro, no campo: Faturamento, selecione a opção: Todos, para que sejam listados todos os RPS, não levando em consideração o tipo do faturamento realizado; Somente contratos e eventos que faturam com os contratos, para que sejam listados todos os RPS dos faturamentos dos contratos, e dos faturamentos dos eventos lançados para faturar com contrato; Somente eventos que não faturam com o contrato, para que sejam listados somente os RPS dos faturamentos realizados para os eventos que não faturam com contrato. 4. No quadro Observação, no campo: Código, se necessário informe o código de uma observação previamente cadastrada, para que a mesma seja demonstrada no RPS. Quando a descrição do botão Clientes..., estiver sublinhada e com um asterisco no final do nome clientes, ou seja, estiver descrito Clientes*..., estará indicando que existe um filtro de clientes configurado.

15 5. Clique no botão Clientes..., para realizar o filtro por clientes na janela Seleção de Clientes. 6. Clique no botão Gerar, para abrir a janela Listagem de RPS, conforme figura a seguir: No quadro RPS, na coluna: Número do RPS, informe o número do recibo RPS, você poderá clicar no botão Informar número do RPS, para que o mesmo informe o número do recibo conforme intervalo de numeração informada nos parâmetros; Cliente, Nome cliente, Competência e Valor Contábil, será informada automaticamente pelo sistema conforme lançamento mensal; Clique no botão Todos, para selecionar todas as notas fiscais; Clique no botão Nenhum, para não selecionar nenhuma nota fiscal; Clique no botão Inverter, para inverter a seleção feita nas notas listadas. No quadro Arquivo, no campo: Caminho, clique no botão para informar o caminho em que será salvo o arquivo XML. Clique no botão Gravar, para salvar o RPS. O botão Gerar arquivo, somente ficará habilitado após ter sido gravado o RPS. Clique no botão Gerar arquivo, para gerar o arquivo XML de RPS no caminho informado no campo Caminho.

16 O botão Gravar lote somente ficará habilitado após o arquivo de RPS ter sido gerado. Clique no botão Gravar lote para que o lote seja gravado. O número do lote será gerado conforme a competência e o sequencial de lotes gerados. O botão Imprimir RPS, somente ficará habilitado após ter sido gravado o RPS. Clique no botão Imprimir RPS, para gerar o recibo provisório de serviço, conforme figura a seguir: Consulta NFS-e Neste processo, você poderá consultar as notas fiscais de serviços eletrônicas. Para efetuar a consulta proceda da seguinte maneira: 1. Clique no menu Processos, submenu NFS-e, opção Consulta de NFS-e, para abrir a janela Consulta de NFS-e, conforme a figura a seguir:

17 2. No quadro Filtro: Selecione o campo Competência inicial, para informar a competência inicial desejada, no formato MM/AAAA; No campo Final, informe a competência final desejada, no formato MM/AAAA; Selecione o campo Emissão inicial, para informar a emissão inicial desejada, no formato MM/AAAA; No campo Final, informe a competência final desejada, no formato MM/AAAA; Selecione o campo Valor inicial, para informar o valor inicial desejado; No campo Final, informe o valor final desejado; Selecione o campo Número do RPS, para informar o número do RPS a ser filtrado; Selecione o campo Número da NFS-e, para informar o número da NFS-e a ser filtrada; Selecione o campo Número do lote, para informar o número do lote a ser filtrado. 3. No quadro NFS-e, após clicar no botão Listar, serão demonstrados os dados da NFS-e conforme lançamento. Quando a descrição do botão Clientes..., estiver sublinhada e com um asterisco no final do nome clientes, ou seja, estiver descrito Clientes*..., estará indicando que existe um filtro de clientes configurado.

18 4. Clique no botão Clientes..., para realizar o filtro por clientes na janela Seleção de Clientes. 5. Clique no botão Listar, para listar as NFS-es conforme configurações. 6. Clique no botão Imprimir, para imprimir as NFS-es conforme modelo selecionado nos parâmetros. A seguir será demonstrada a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, conforme o modelo 02, verifique a seguir: Utilitários NFS-e Nesta opção, você poderá cancelar notas fiscais de serviço eletrônicas emitidas, ou ainda estornar o cancelamento de uma nota que já foi cancelada. 1. Clique no menu Utilitários, submenu Cancelar Notas Fiscais, opção NFS-e, para abrir a janela Cancelar Notas Fiscais de Serviço Eletrônica, conforme a figura a seguir:

19 2. No quadro Notas fiscais: Clique no botão Buscar, para que sejam listadas todas as notas fiscais já emitidas. Caso necessário, você poderá fazer um filtro rápido das notas, bastando para isso informar o valor na respectiva coluna que você deseja filtrar; Clique no botão Busca Avançada..., para efetuar uma busca mais detalhada pelas informações das notas fiscais. 3. Você poderá marcar e desmarcar cada nota, clicando sobre as mesmas. E poderá utilizar os botões abaixo, como auxílio: Clique no botão Todos, para selecionar todas as notas; Ao clicar no botão Todos, serão selecionadas todas as notas fiscais listadas referentes às parcelas que ainda não possuem recebimento total ou parcial. Caso você tente selecionar uma nota fiscal referente a uma parcela já recebida parcial ou total, o sistema emitirá o seguinte aviso: Clique no botão Nenhum, para que nenhuma nota fique selecionada; Clique no botão Inverter, caso você queira que a seleção seja invertida. Ex: As notas que estavam desmarcadas ficarão selecionadas. E as que estavam selecionadas, ficarão desmarcadas. Considerando as notas que já possuem

20 recebimento. As notas somente serão canceladas no módulo Domínio Honorários, caso queira efetuar o cancelamento da mesma no servidor da prefeitura, entre em contado a prefeitura do seu município. 4. Clique no botão Cancelar Nota(s), para abrir a janela Cancelar Notas Fiscais, conforme figura a seguir: Nesta janela informe a data de cancelamento da(s) nota(s) e clique no botão OK. O botão Excluir cancelamento, somente estará habilitado quando estiverem selecionadas somente notas fiscais canceladas. 5. Clique no botão Excluir cancelamento, para estornar o cancelamento de uma nota fiscal. 6. Clique no botão Fechar, para fechar esta janela.

21 2. Domínio Folha 2.1. Implementada opção para Exportar as RPAs Geradas na Folha de Pagamento para o módulo Escrita Fiscal. A partir dessa versão para o módulo Domínio Folha, foi implementada a opção para exportar as RPAs geradas no módulo Domínio Folha para o módulo Domínio Escrita Fiscal. Verifique conforme a seguir: Controle Parâmetros No menu Controle opção Parâmetros, foi criada a guia Escrita Fiscal para configurar as notas de RPAs a serem geradas na exportação para a Escrita Fiscal. Verifique conforme a seguir: A guia Escrita Fiscal somente ficará habilitada quando a empresa estiver configurada para utilizar o módulo Domínio Escrita Fiscal.

22 1. Selecione o quadro Gerar notas de RPA para o módulo Escrita Fiscal, para que sejam geradas as notas de RPA para o módulo Domínio Escrita Fiscal. E no campo: Espécie, selecione a espécie do RPA que será gerado para a Escrita Fiscal; Acumulador, selecione o acumulador que será gerado para a Escrita Fiscal. Quando no campo Acumulador, for informado um acumulador sem estar informado nenhum dos impostos ISS, IRRF, ISS Retido e/ou INSS Retido, ao clicar no botão Gravar o sistema emitirá a seguinte mensagem: Arquivo Contribuintes No menu Arquivo opção Contribuintes na guia Geral, no quadro Informações contratuais foi criado o campo Fornecedor, para informar o fornecedor vinculado ao contribuinte. Verifique conforme a seguir

23 O campo Fornecedor somente ficará habilitado se a empresa estiver marcada para utilizar o módulo Escrita Fiscal, se nos parâmetros estiver selecionada a opção Gerar notas de RPA para o módulo Escrita Fiscal e quando forem informados os Tipos de Contribuinte Autônomo, Produtor Rural e Microempreendedor Individual. Fornecedor, selecione o fornecedor correspondente ao contribuinte Processos RPA No menu Processos a opção RPA virou um submenu, e foram criadas as opções Cadastro e Exportação para Escrita Fiscal. Verifique as opções a seguir: Cadastro No menu Processos submenu RPA opção Cadastro é aberta a mesma janela de quando selecionada a opção RPA, apenas foram incluídos os campos Série e Sub- Série na mesma. Verifique conforme a seguir:

24 1. No campo Série, informe a séria do RPA. 2. No campo Sub-Série, informe a sub-séria do RPA Exportação para Escrita Fiscal Através dessa opção você exportará os dados do RPA para o módulo Domínio Escrita Fiscal. Verifique conforme a seguir: No menu Processos submenu RPA opção Exportação para Escrita Fiscal você exportará os dados do RPA para o módulo Domínio Escrita Fiscal. Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Período, no campo: Inicial, informe a competência inicial correspondente; Final, informe a competência final correspondente. 2. Clique no botão Seleção, para realizar a seleção de contribuintes. 3. Clique no botão Gerar, para gerar os dados dos RPAs a serem exportados.

25 Clique no botão Gravar, para gerar os dados dos RPAs para o módulo Domínio Escrita Fiscal. Clique no botão Fechar, para fechar a janela Gerar RPAs para a Escrita Fiscal. 4. Clique no botão Fechar, para fechar a janela Exportação de RPAs para Escrita Fiscal.

26 3. Domínio Contabilidade 3.1. Geração do SPED ECF conforme Leiaute 2 a partir de 2015 conforme Manual de Orientação de 04/2016. A partir desta versão do módulo Domínio Escrita Fiscal, foi implementado no sistema as novas opções para a configuração da geração do SPED ECF para o período de 01/01/2015 até 31/12/2015. Veja a partir dos próximos tópicos Informativos SPED ECF No menu Relatórios submenu Informativos opção SPED ECF foram incluídas novas opções para geração do SPED ECF do período de Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Período, no campo: Inicial, informe a data inicial para a emissão do informativo Sped, que nesse caso é 01/01/2015; Final, informe a data final para a emissão do informativo Sped, que nesse caso é 31/12/ Clique no botão Outros Dados..., para abrir a janela Escrituração Contábil Fiscal Outros Dados, conforme a figura a seguir: As novas opções abaixo somente serão demonstradas quando o período de geração do SPED ECF for de 01/01/2015 até 31/12/2015.

27 Guia Parâmetros de Tributação 1. No quadro Dados, no campo: O campo Gerar bloco Q - Livro Caixa somente ficará habilitado quando no campo Tipo de Escrituração estiver selecionada a opção L Livro Caixa ou não obrigadas a entregar a ECD ou entrega facultativa da ECD sem recuperação de dados. Gerar bloco Q - Livro Caixa, selecione a opção Sim, para gerar os dados do bloco Q - Livro Caixa, ou selecione a opção Não para não gerar os dados do bloco Q-Livro Caixa Guia Parâmetros Complementares

28 1. No quadro Informações gerais, selecione a opção: A opção PJ sujeita alíquota de CSLL de 15% teve seu nome alterado para PJ sujeita à alíquota da CSLL de 9% ou 17% ou 20% em 31/12/2015. PJ Sujeita à Alíquota da CSLL de 9%, 17% ou 20% em 31/12/2015, para informar que a PJ é sujeita à alíquota de 9%, 17% ou 20% em 31/12/2015, conforme alíquota selecionada no campo ao lado.

29 Guias Real/Presumido/Arbitrado 1. Na guia Real no registro Y600 - Identificação de Sócios ou Titular, no quadro Sócio ou Titula, foram criadas as colunas: Remuneração, será gerado o valor de remuneração; Lucros/Dividendos, será gerado o valor de Lucros/Dividendos; Juros Capital Próprio, será gerado o valor de Juros Capital Próprio; Demais rendimentos, será gerado o valor de demais rendimentos; IRRF, será gerado o valor de IRRF.

30 Guias Real/Arbitrado 1. Na guia Real no registro X340 - Identificação de Participação, no quadro Identificação da Participação no Exterior, foi criada a coluna: A coluna CNPJ da investida no Brasil somente ficará habilitada quando no campo País estiver selecionada a opção 105-Brasil. CNPJ da investida no Brasil, informe o CNPJ de investida no Brasil. Na coluna X356, Clique no botão, para abrir a janela X356 Demonstrativo de Estrutura Societária, conforme a seguir: Na tela aberta pelo botão X356, no quadro Demonstrativo de Estrutura Societária a descrição do campo Percentual de Participação (%) foi alterada para Percentual de Participação da Investidora Direta (%).

31 4. Domínio Escrita Fiscal 4.1. Crédito Presumido de 20% Para as Empresas de Serviço de Transportes - Convênio ICMS 106/96 e item 8, Anexo III do RICMS. Exclusivo para empresa do estado de Alagoas (AL). A partir desta versão do módulo Domínio Escrita Fiscal, foi implementada no sistema, para empresas situadas no estado de Alagoas (AL), a opção para realizar o cálculo do crédito presumido de 20% para as empresas de serviço de transportes - Convênio ICMS 106/96 e item 8, Anexo III do RICMS. Veja a partir dos próximos tópicos Parâmetros Nos Parâmetros da empresa, na guia Geral, subguia Estadual, subguia Opções foi implementada a opção Crédito presumido de 20% para transportadoras Convênio ICMS 106/96. Verifique essa nova opção, conforme figura a seguir: Quando a opção Crédito presumido de 20% para transportadoras Convênio ICMS 106/96 estiver selecionada, e no regime estadual não estiver selecionada a opção Normal, ao clicar no botão Gravar, o sistema emitirá a seguinte mensagem:

32 1. Selecione a opção Crédito presumido de 20% para transportadoras Convênio 106/96, para que o sistema gere na apuração o crédito presumido de 20% sobre o total de débito do imposto 01-ICMS dos lançamentos realizados conforme Convênio ICMS 106/ Arquivos Impostos No menu Arquivos opção Impostos, na guia Contabilidade, subguia Geral foi criado o quadro Crédito presumido, para informar a conta contábil e o histórico para a contabilização do crédito presumido. Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Crédito presumido, no campo: Conta, informe o código da conta referente ao respectivo crédito presumido; Histórico, informe o código do histórico referente ao respectivo crédito presumido.

33 Movimentos Apuração Será aplicado o percentual de 20% sobre o valor do ICMS das notas de saídas lançadas quando nos Parâmetros da empresa estiver selecionada a opção Crédito presumido de 20% para transportadoras - Convênio 106/96 e a nota lançada possuir uma das espécies/modelos abaixo, e/ou os CFOPs dos grupos: 5.350, 6.350, e os CFOPs 5.931, 5.932, e Nota Fiscal de Serviço de Transporte, modelo 07; Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas, modelo 08; Conhecimento de Transporte de Cargas Avulso, código 8B; Conhecimento de Transporte Aquaviário de Cargas, modelo 09; Conhecimento de Transporte Ferroviário de Cargas, modelo 11; Despacho de Transporte, modelo 17; Ordem de Coleta de Carga, modelo 20; Autorização de Carregamento e Transporte, modelo 24; Manifesto de Carga, modelo 25; Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas, código 26; Nota Fiscal de Transporte Ferroviário de Cargas, código 27; Conhecimento de Transporte Eletrônico CT-e, modelo 57. Exemplo 01: Lançada uma nota fiscal de saída (NF: 01), com a espécie/modelo 8-Nota Fiscal de Serviço de Transporte, modelo 07, utilizando o CFOP 6-932, com o valor contábil de R$ ,00. Lançada uma nota fiscal de saída (NF: 02), com a espécie/modelo Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas, modelo 08, utilizando o CFOP 6-931, com o valor contábil de R$ 7.000,00. Lançamento Valor ICMS 12% Crédito Presumido Total NF 01 R$ ,00 R$ 1.440,00 20% R$ 288,00 NF 02 R$ 7.000,00 R$ 840,00 20% R$ 168,00 R$ 456,00 O valor de Crédito Presumido de 20% para transportadoras Convênio 106/96 será demonstrado na apuração conforme imagem:

34 Relatórios Livro de Apuração do ICMS No livro de apuração do ICMS, modelo Normal o valor do Crédito presumido para transportadoras será demonstrado como Crédito Presumido Convênio ICMS 106/96 conforme destacado na figura a seguir:

35 Acompanhamento Demonstrativo Crédito Presumido ICMS No menu Relatórios, submenu Acompanhamentos opção Demonstrativo Crédito Presumido ICMS foi criada a opção Transportadoras - Item 8, Anexo III RICMS para emitir a relação dos lançamentos que foram realizados para o cálculo do Crédito Presumido de 20% para Transporte. Verifique conforme a seguir: 1. No quadro Período, no campo: Mês/Ano, informe o mês e o ano correspondente para emitir o relatório de apuração. 2. No quadro Tipo, no campo: Crédito Presumido, selecione a opção Transportadoras - Item 8, Anexo III RICMS, para emitir o relatório do demonstrativo do crédito presumido 20% transportadoras. 3. No quadro Opção, selecione a opção: Destacar linhas, para que as linhas do relatório sejam destacadas. 4. Clique no botão OK, para visualizar o relatório.

36 Para o informativo SPED Fiscal os valores calculados de Crédito presumido para transportadoras, serão gerados nos registros E110, E111. Para o informativo DAC-Arquivo, os valores de crédito presumido serão gerados nos registros 31 e 33 e para o informativo DAC-Relatório os valores de crédito presumido serão gerados no grupo Pasta II - Créditos do Imposto, no campo Outros Créditos e totalizado nos campos Total de Créditos do Período e Total de Créditos Utilizados e também no grupo Pasta II - Detalhamento de Outros Créditos no campo Crédito Presumido.

37 4.2. Emissão da guia DARJ on-line. Exclusivo para empresa do estado do Rio de Janeiro (RJ). A partir desta versão do módulo Domínio Escrita Fiscal, foi implementada no sistema, para empresas situadas no estado do Rio de janeiro (RJ), a opção para realizar o a emissão da guia DARJ de forme Online. Veja a partir dos próximos tópicos Relatórios DARJ No menu Relatórios submenu Guias submenu Estaduais opção DARJ foi criado o quadro Gerar e a opção Guia DARJ - Online para a emissão da guia DARJ online. Verifique essa nova opção, conforme figura a seguir: 1. No quadro Impostos, selecione o imposto correspondente para a emissão da guia de recolhimento. 2. No quadro Gerar, no campo: Guia DARJ - Online, para emitir a guia DARJ online; Relatório, para emitir a DARJ normal através de relatório. O campo Modelo, somente estará habilitado se no quadro Gerar, estiver selecionada a opção Relatório. No campo Modelo, selecione o modelo de acordo com sua impressora e com o formulário utilizado. 3. No quadro Dados da guia, no campo: Decêncio, será demonstrado o decêncio correspondente;

38 Período, informe a competência correspondente; Data recolhimento, informe a data em que deve ser efetuado o pagamento; Os campos Multa (%) e Juros (%) somente estarão desabilitados se no quadro Gerar, estiver selecionada a opção Guia DARJ - Online. Multa (%), informe o percentual de multa para pagamentos em atraso; Juros (%), informe o percentual de juros para pagamentos em atraso. 4. Com a opção Guia DARJ - Online selecionada, clique no botão OK, para gerar a guia da DARJ de forma Online. 5. Veja os dados do pagamento da guia de Recolhimento do ICMS. Clique no barra de rolagem do sistema.

39 6. Para confirmar os dados e os valores, clique no botão Confirmar item. 7. Para gerar a guia DARJ, clique no botão Gerar DARJ.

40 Aplica-se o mesmo processo para a geração da guia DARJ para os impostos Substituição Tributária, Diferencial de Alíquota, FECP, FECP/ST, FECP/DIFALI e ST/AT.

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.2C-03 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 8.2C-07 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Versão 8.3A-03. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 8.3A-03. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 8.3A-03 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Versão 8.2C-08. Domínio Atendimento

Versão 8.2C-08. Domínio Atendimento Versão 8.2C-08 Domínio Atendimento Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso,

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2C-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Versão 8.2A-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2A-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2A-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e)

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) Diretoria Geral de Tributos Biguaçu, Janeiro de 2012 INTRODUÇÃO

Leia mais

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO 1 PARÂMETROS 1.1 Aba Geral 1. No quadro Período, no campo: Observação: Após ser efetuado o cálculo de qualquer período, o campo Inicial, não poderá mais ser alterado. Inicial, informe

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISSQN

SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISSQN SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO ISSQN MIGRAÇÃO DAS INFORMACOES DO ATUAL SISTEMA PARA O SIGISSWEB 1ª FASE: Em 1º de Maio de 2015, o sistema SIGISSWEB deverá estar carregado com todos os cadastros

Leia mais

Tutorial para emissão de NF-e

Tutorial para emissão de NF-e Tutorial para emissão de NF-e Conteúdo 1.Configuração do Módulo de NF-e... 2 1.1.Códigos Fiscais... 3 1.2.Contas Contábeis... 4 1.3.Conta corrente... 6 2.Emissão de NF-e... 8 2.1.Gerar NF-e... 9 2.2.NF-e

Leia mais

Auditoria Financeira

Auditoria Financeira Auditoria Financeira Processo de Uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Copyright 2004/2015 - VLC

Copyright 2004/2015 - VLC Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Perguntas Frequentes Versão 8.1 Atualizado em 26/08/2015 Copyright 2004/2015 - VLC As informações contidas neste caderno de Perguntas e Respostas são de propriedade da

Leia mais

APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER

APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER APOSTILA DE INTEGRAÇÃO CONTROLLER A integração de dados do Controller com a contabilidade, seja com o sistema Contábil ou com qualquer outro sistema, é feita através de lotes. Os lançamentos seguem a estrutura

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes do Banco do Nordeste Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB

Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes do Banco do Nordeste Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB Pág. 1 Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB Pág. 2 Instalação o o o o Baixar o Setup v3.5.38.exe disponível no site do BNB Executando o aplicativo aparecerá a imagem abaixo Clique

Leia mais

Neste bip. Configuração da Tributação do Simples Nacional. Você Sabia? Contabilização da diferença do FGTS. Edição 65 Janeiro de 2016

Neste bip. Configuração da Tributação do Simples Nacional. Você Sabia? Contabilização da diferença do FGTS. Edição 65 Janeiro de 2016 Neste bip Configuração da Tributação do Simples Nacional... 1 Contabilização da diferença do FGTS... 1 Importação de NF-e... 2 Relatório razão dos lançamentos da folha... 3 Inconsistências ao gerar relatórios

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Pessoal Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Pessoal Conteúdo Part I Novidades Versão 2.8 (Contas) 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Pessoal Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Pessoal Conteúdo Part I Novidades Versão 2.6 2 Part II Novidades Versão 2.7 5 1 Campanha...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS. NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS. NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e TUTORIAL DE USO DA FERRAMENTA PINHAIS - 2014 SUMÁRIO 2 1. Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e)... 3 1.1 Considerações Iniciais...

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br PARÂMETROS DE LANÇAMENTOS PARAMETRIZAÅÇO PARA O MÉDULO LANÅAMENTOS NO SISTEMA ARQUIVO > LANÅAMENTOS > PARÑMETROS E CONFIGURAÅÖES PREENCHIMENTO DAS GUIAS: 1. GUIA IMPOSTOS: a) Contas relacionadas à apuração

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Informativo de Versão 18.12

Informativo de Versão 18.12 Informativo de Versão 18.12 Índice ERP Posto... 2 Cadastro Contrato de Abastecimento (Chamado 21982)... 2 Resulth Business... 3 Entrada de Produtos (Chamado 24400)... 3 ERP Faturamento... 4 Consulta Preço

Leia mais

FS133.1. Sistema: Futura Server. Caminho: Contas a Receber>Boleto>Boleto Baixa. Referência: FS133.1. Versão: 2016.07.04

FS133.1. Sistema: Futura Server. Caminho: Contas a Receber>Boleto>Boleto Baixa. Referência: FS133.1. Versão: 2016.07.04 Como Baixar FS133.1 Boletos? Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Receber>Boleto>Boleto Baixa Referência: FS133.1 Versão: 2016.07.04 Como Funciona: Esta tela é utilizada para gerar arquivos que informarão

Leia mais

MANUAL DO ISS ONLINE

MANUAL DO ISS ONLINE MANUAL DO ISS ONLINE Exploradores de Rodovias Índice 1 - Regularização Cadastral... 3 2 - Login... 5 3 - Acessos ao Sistema... 7 6 - Escriturações Eletrônica... 10 7 - Emissões de Guia de ISS... 11 Manual

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Prefeitura Municipal de Barra Mansa

Prefeitura Municipal de Barra Mansa Prefeitura Municipal de Barra Mansa Sistema de Prefeitura Eletrônica (SPE) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

Como Cadastrar Crédito ICMS Simples Nacional? - FS45

Como Cadastrar Crédito ICMS Simples Nacional? - FS45 Como Cadastrar Situação Tributária? - FS41 Caminho: Cadastros>Fiscal>Substituição Tributaria Referência: FS41 Versão: 2015.5.4 Como Funciona: A tela de Situação Tributária contém os códigos e as descrições

Leia mais

Neo Solutions Manual do usuário Net Contábil. Índice

Neo Solutions Manual do usuário Net Contábil. Índice Manual Neo Fatura 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Configurando o software para importar dados de clientes... 3 3. Importando o cadastro de clientes... 4 4. Cadastro de Bancos... 5 5. Cadastro de Conta Correntes...

Leia mais

Acesso ao Credenciamento

Acesso ao Credenciamento 2 1 Credenciamento Para todas as pessoas jurídicas que acessarem o sistema da NFS-e, será necessário inicialmente efetuar o credenciamento. O credenciamento é obrigatório para todas as empresas estabelecidas

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo:

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: GUIA DE ORIENTAÇÃO 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: 1.1 - ACESSAR O SITE DA PREFEITURA: 1.2 - CLICAR NA OPÇÃO: SERVIÇOS >> NOTA FISCAAL ELETRÔNICA 1.3 - Aguarde carregar

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

1 Atualização... ERP 8.8.2

1 Atualização... ERP 8.8.2 DEAK SISTEMAS 2 MANUAL - Deak Frente de Caixa 8.8.2 Sumário I 1 - Introdução 4 II 2 - Instalação 4 1 Atualização... ERP 8.8.2 8 III 3 - Configurações 9 1 3.1... - Cadastros de Bancos 10 2 3.2... - Cadastro

Leia mais

Notas de versão. Versão 3.16.1.0

Notas de versão. Versão 3.16.1.0 Notas de versão Sistema Gescor Versão 3.16.1.0 Lançamento Abril/2016 Interface - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 3 1. Nova interface e usabilidade do sistema.

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT Atualizado em 03/04/14 MANUAL DOS APLICATIVOS: SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o Módulo... 3 Contas... 3 Conta Caixa... 5 Aba Geral... 5 Aba Empresas... 8 Conta Banco... 9 Aba Geral... 9 Aba Conta Banco... 10 Aba Empresas... 12 Tipos de

Leia mais

VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE FINALIZAÇÃO: 10 JUN.

VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE FINALIZAÇÃO: 10 JUN. VERSÃO 5.12.0 VERSÃO 5.0.0 FINANCEIRO NEFRODATA ESTOQUE ACD2016 FINALIZAÇÃO: 10 JUN. 13 04 NOV.2014 FEV. 201313 JUN. 2016 PUBLICAÇÃO: Prezado Cliente, Neste documento estão descritas todas as novidades

Leia mais

SISTEMA ADM-SOFT VERSÃO WINDOWS DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO COM CONTROLE DE CONTAS A PAGAR FOLHAMATIC SISTEMAS

SISTEMA ADM-SOFT VERSÃO WINDOWS DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO COM CONTROLE DE CONTAS A PAGAR FOLHAMATIC SISTEMAS SISTEMA ADM-SOFT VERSÃO WINDOWS DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO COM CONTROLE DE CONTAS A PAGAR FOLHAMATIC SISTEMAS Visual Adm - Soft Administrador de Escritório Contábil. Pág : 1 Sumário Menu Arquivos Empresas...

Leia mais

1 DOCUMENTOS FATURÁVEIS

1 DOCUMENTOS FATURÁVEIS 1 DOCUMENTOS FATURÁVEIS O faturamento do posto deve ser ágil e exato, para tanto as funcionalidades básicas que devem ser focadas são as de conferência de documentos e de configuração e validação das informações

Leia mais

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e.

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. Conhecimento de Transporte Eletrônico OBJETIVO Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro GIA-ICMS. Instruções de Preenchimento por meio do Programa Gerador (versão 0.3.2.

Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro GIA-ICMS. Instruções de Preenchimento por meio do Programa Gerador (versão 0.3.2. Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro GIA-ICMS Instruções de Preenchimento por meio do Programa Gerador (versão 0.3.2.6) Portaria SUACIEF nº 001/2009 SUMÁRIO 1. TELA PRINCIPAL... 3 2. MENU

Leia mais

e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná

e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página1 Índice 1. O que é NFC-e?... 03 2. Safeweb enota NFC-e PR...

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Processo: Vendas. Acesso. Motivação. Parâmetros. Nome do Processo: Faturamento de Serviço (licenciado) - emissão NF Eletrônica Serviço

Processo: Vendas. Acesso. Motivação. Parâmetros. Nome do Processo: Faturamento de Serviço (licenciado) - emissão NF Eletrônica Serviço Desenvolvimento 26700 Versão 2006 Release 96 Autor Francisca Cruz Processo: Vendas Nome do Processo: Faturamento de Serviço (licenciado) - emissão NF Eletrônica Serviço Acesso Vendas Movimentações Motivação

Leia mais

Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe. Manual de acesso e utilização do sistema

Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe. Manual de acesso e utilização do sistema PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe Manual de acesso e utilização do sistema Versão: 1.0.30 Maio/2011 SUMÁRIO 1. TELA INICIAL... 3 2. CADASTRO DO PRESTADOR... 4

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE Versão 1.0.5 Março/2014 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 6 2.

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária (SIS 1.0)

Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária (SIS 1.0) Parte:Manual Atualização: OriginalPágina 1 Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária () Instalação Se houver alguma versão do FireBird Instalada na máquina desinstale antes de

Leia mais

CDV. GID Desmanches. Manual do Usuário. Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.

CDV. GID Desmanches. Manual do Usuário. Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com. CDV GID Desmanches Manual do Usuário Praça dos Açorianos, s/n - CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (051) 3210-3100 http:\\www.procergs.com.br Sumário Administração... 1 Favoritos... 12 Fornecedor... 21 Cadastro...

Leia mais

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 SPED Fiscal 2013 Conteúdo 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 2.0 Pré-requisitos para a elaboração do arquivo do SPED FISCAL... 3

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO -

- GUIA DO EMPRESÁRIO - - GUIA DO EMPRESÁRIO - NF ELETRONICA SIMPLES NACIONAL MUNICIPIO DE SÃO PAULO Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/11 Este é um roteiro para emissão de NF-eletronica.

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL MANUAL SPED FISCAL Digisat Tecnologia Ltda Rua Marechal Deodoro, 772 Edifício Mirage 1º Andar Sala 5 e 6 Centro Concórdia/SC CEP: 89700-000 Fone/Fax: (49) 3441-1600 suporte@digisat.com.br www.digisat.com.br

Leia mais

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada.

Sair da tela Contas a Receber. Limpa todos os filtros marcados, para uma nova busca. Altera dados da parcela selecionada. CONTAS A RECEBER CONSULTA E DE TÅTULOS ARQUIVOS > FINANCEIRO > CONTAS A RECEBER 1. ÅCONES PRINCIPAIS: SAIR LIMPAR LOCALIZAR ALTERAR PARCELA FINANCEIRO IMPRIMIR DESCONTAR BOLETOS ABRIR DOCUMENTO Sair da

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO -

- GUIA DO EMPRESÁRIO - - GUIA DO EMPRESÁRIO - NF ELETRONICA LUCRO PRESUMIDO MUNICIPIO DE SÃO PAULO Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/14 Este é um roteiro para emissão de NF-eletronica.

Leia mais

AR PDV SOLUÇÕES AR CONSULTORIA EM INFORMÁTICA

AR PDV SOLUÇÕES AR CONSULTORIA EM INFORMÁTICA 1 Sumário: 1. AR PDV...02 2. Registro / Login...03 3. Configuração...03 4. Abertura de Caixa...03 5. Registro de Vendas...04 a. Passos para Emissão do Cupom Fiscal...05 b. Inserindo Produtos...06 c. Formas

Leia mais

Max Fatura Sistema de Gestão

Max Fatura Sistema de Gestão Sumário 1 Tela Inicial... 2 2 Tela de Pesquisa... 3 3 Tela de Vendas... 4 5 Aproveitamento de Icms... 5 6 Salvar... 5 9 Para emissão da nota fiscal... 7 10 Impressão de relatórios... 10 11 Contas a Pagar

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

Baixa Boletos de Condomínio - Sami ERP++

Baixa Boletos de Condomínio - Sami ERP++ Baixa Boletos de Condomínio - Sami ERP++ 1. Baixa Manual de Boletos 1.1. Recebimentos Doc s - Caixa Acesse o módulo TERMINAL DE CAIXA/ CAIXA/ ABERTURA DE CAIXA/ CONDOMÍNIO/ LANÇAMENTOS AUTOMÁTICO/ RECEBIMENTOS

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 1 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 5.1 Digitações dos Sócios...2 5.1.1 Campo CPF...2 5.1.1.a Campo Saldo Anterior...3 5.1.1.b Campo Saldo...3 5.1.1.c Campo Isento...3 5.1.1.d Campo Tributado...3

Leia mais

MANUAL DO ISS ONLINE

MANUAL DO ISS ONLINE MANUAL DO ISS ONLINE Bancos / Instituições Financeiras Índice 1 - Regularização Cadastral... 3 2 - Login... 5 3 - Acessos ao Sistema... 7 4 - Solicitações de AIDF e AIDF-e... 10 5 - Emissão de Notas Fiscais

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15 MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 4 2. Perfil de Emissores do Sistema... 4 3. Analisando os certificados emitidos... 5 3.1. Certificados

Leia mais

REGISTRO DE PROJETOS

REGISTRO DE PROJETOS REGISTRO DE PROJETOS 1. REGISTRO DE PROJETOS Esta aplicação tem o objetivo de realizar o Registro de Projetos da Instituição. É possível, incluir, alterar ou excluir essas informações. 1.1. Acessando a

Leia mais

ERP-12821 Aliquotas Medias de Impostos 1-Tratada a importação do novo campo Descrição do Arquivo fornecido pelo IBPT.

ERP-12821 Aliquotas Medias de Impostos 1-Tratada a importação do novo campo Descrição do Arquivo fornecido pelo IBPT. Release 3.76 Resumo das alterações Gerais Livros Fiscais ERP-12821 Aliquotas Medias de Impostos 1-Tratada a importação do novo campo Descrição do Arquivo fornecido pelo IBPT. ERP-12142 Registro de Entradas

Leia mais

Emissão de Boletos de Locação - Sami ERP++

Emissão de Boletos de Locação - Sami ERP++ Emissão de Boletos de Locação - Sami ERP++ 1. Tabela de I.R.R.F. Acesse o módulo DIVERSOS/ CADASTROS/ TABELA DE I.R.R.F. Este programa destina-se ao cadastramento da tabela do Imposto de Renda na Fonte

Leia mais

NFS-e. Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual Operacional do Prestador de Serviços

NFS-e. Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual Operacional do Prestador de Serviços te 2013 NFS-e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual Operacional do Prestador de Serviços Este manual tem como objetivo orientar os usuários, sobre os procedimentos relativos ao correto manuseio de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. SISTEMA CONTÁBIL WEB versão: GA2.0.5

MANUAL DO USUÁRIO. SISTEMA CONTÁBIL WEB versão: GA2.0.5 MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA CONTÁBIL WEB versão: GA2.0.5 Atualizado em: 30/01/2010 Planeta Contábil 2009 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/25 CONSIDERAÇÕES: Este manual é destinado

Leia mais

COMO GERAR UM CUPOM FISCAL

COMO GERAR UM CUPOM FISCAL COMO GERAR UM CUPOM FISCAL O Orion permite fazer a impressão de Cupom Fiscal, e este documento permite o entendimento do manuseio do Cupom Fiscal, tais como esclarecimento de algumas dúvidas, desde a configuração

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO Acesse o site www.teubilhete.com.br, selecione a opção Teu Online, e clique no botão, preencha o formulário com os dados de sua empresa. Reúna duas vias impressas do Contrato

Leia mais

Índice. 1. Apresentação... 3. 1.1. Primeiro acesso... 3. 1.2. Conhecendo a Plataforma... 5. 1.3. Seleção da Empresa... 5. 1.4. Sair do Sistema...

Índice. 1. Apresentação... 3. 1.1. Primeiro acesso... 3. 1.2. Conhecendo a Plataforma... 5. 1.3. Seleção da Empresa... 5. 1.4. Sair do Sistema... Índice 1. Apresentação... 3 1.1. Primeiro acesso... 3 1.2. Conhecendo a Plataforma... 5 1.3. Seleção da Empresa... 5 1.4. Sair do Sistema... 6 1.5. Retornar a tela principal... 6 2. Cadastro da Empresa...

Leia mais

Manual Operacional Vendedores

Manual Operacional Vendedores Manual Operacional Vendedores Versão 1.0 Abril/2015 1. ACESSO AO SISTEMA SSE a) Localize em seu Desktop ou menu de acesso o ícone do sistema conforme abaixo. b) Após localizar, clique 2 vezes para acessar

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont Atualizado em Maio/2008 Pág 1/36 Para integrar os dados do sistema Efiscal com o sistema Telecont, efetue os procedimentos abaixo: CADASTRO DE EMPRESAS ABA BÁSICO Acesse menu Arquivos Empresas Usuárias

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota EBM ASSESSORIA E CONSULTORIA EM INFORMÁTICA LTDA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota PRESTADOR / CONTADOR Índice 1- Nota fiscal eletrônica 2- Cadastro 3- Contador 4- Livro

Leia mais

Manual. EFD Contribuições

Manual. EFD Contribuições Treinamento Escrita Fiscal Material desenvolvido por: Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Implantta Serviços

Leia mais

Manual do Usuário. Menus: Produtor Rural, Propriedade Rural e GTA Módulo: Produtor Rural. dezembro de 13

Manual do Usuário. Menus: Produtor Rural, Propriedade Rural e GTA Módulo: Produtor Rural. dezembro de 13 Manual do Usuário Menus: Produtor Rural, Propriedade Rural e GTA Módulo: Produtor Rural dezembro de 13 Este documento foi produzido por Praça dos Açorianos, s/n CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (51) 3210-3100

Leia mais

Manual dos procedimentos para Emissão de NFE.

Manual dos procedimentos para Emissão de NFE. Manual dos procedimentos para Emissão de NFE. CADASTRO DE CLIENTES - deve-se utilizar o programa 203. Os campos em VERMELHO são os campos de preenchimento obrigatório. Os campos em PRETO não são obrigatórios,

Leia mais

O AR_AUTOMAÇÃO ou AR_RETAGUARDA, é um programa feito principalmente para o gerenciamento da empresa, neste módulo encontram-se todos os relatórios,

O AR_AUTOMAÇÃO ou AR_RETAGUARDA, é um programa feito principalmente para o gerenciamento da empresa, neste módulo encontram-se todos os relatórios, O AR_AUTOMAÇÃO ou AR_RETAGUARDA, é um programa feito principalmente para o gerenciamento da empresa, neste módulo encontram-se todos os relatórios, parte financeira, entrada de mercadorias entre outros.

Leia mais

Manual de Recibos. Manual de Recibos

Manual de Recibos. Manual de Recibos Manual de Recibos As aplicações XD dispõe de um módulo de controlo de Contas Correntes de Clientes que tem sido evoluído de forma a satisfazer as diversas necessidades dos seus clientes. As Contas Correntes

Leia mais

MANUAL PARA EMPRESAS. EMISSÃO E ESCRITURAÇÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NFS-e

MANUAL PARA EMPRESAS. EMISSÃO E ESCRITURAÇÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NFS-e MANUAL PARA EMPRESAS EMISSÃO E ESCRITURAÇÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NFS-e Este manual é um passo-a-passo para as empresas estabelecidas no município de Ilhabela e devidamente cadastradas no SEGISS Sistema

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Projetos V 1.01 MANUAL DO COORDENADOR

Sistema de Gerenciamento de Projetos V 1.01 MANUAL DO COORDENADOR Roteiro para utilização do GEP Versão de referência: GEP V1.00 Índice analítico I Apresentação... 2 I.1 Controles básicos do sistema;... 2 I.2 Primeiro acesso... 2 I.3 Para trocar a senha:... 3 I.4 Áreas

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO BELTRÃO SECRETARIA DE FINANÇAS / DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS Olá Tomadores de Serviço, a Prefeitura Municipal

Leia mais

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais