UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE MARKETING COM FOCO NA INTERNET O que mudou no Marketing com a Internet Por: Márcio de Oliveira Velasco Orientador Fabiane Muniz Rio de Janeiro 2004

2 2 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE MARKETING COM FOCO NA INTERNET Quais as Vantagens do Marketing com a Internet Estudo e pesquisa realizados, para maior conhecimento sobre Marketing na Internet. E respeito à condição prévia para a conclusão do curso de Pósgraduação Lato Sensu da Universidade Candido Mendes.

3 3 AGRADECIMENTOS...A Deus por me dar saúde, segurança, conforto e acompanhamento ao longo do curso......a minha Mãe, que sempre esteve ao meu lado, apoiando e dando força......aos Mestres, que com paciência aguardavam nosso retorno após os intervalos......ao meu Tio, por ser tão solidário e prestativo nas horas difíceis......a Namorada que com paciência, soube entender a falta de tempo, ao iniciar essa monografia......aos Amigos, que se mantiveram junto, apesar da falta de tempo, por motivo profissional e estudo...

4 4 DEDICATÓRIA...Dedico à minha mãe, meus amigos e mestres de hoje e do passado, que me ajudaram a ser o filho, companheiro, aluno e o profissional que sou...

5 5 RESUMO A cada dia que passa, mais e mais empresários estão deixando de lado a indiferença em relação aos recursos oferecidos pela Internet e buscando cortar custos através de estratégias de marketing na Internet. O conhecimento das mudanças que vêm ocorrendo com Marketing, se faz necessário para quem quer se manter no mercado. Possuir os conceitos bem definidos, observando a agregação de novos termos, e em cada fase, ambiente e processo do Marketing, mostra um diferencial estratégico. O interesse da busca de algo novo, com tratamento estratégico do mesmo, dá vantagem a empresa perante seus concorrentes. O foco no cliente, como sendo a razão de ser da empresa, e a segmentação, nos dá um maior conhecimento sobre eles, possibilitando assim o fornecimento de bens e serviços específicos as suas necessidades. Atualmente o processo de comunicação entre empresa e cliente, se estreitou tanto, que se a empresa não estiver preparada, perderá o seu cliente para a concorrência. Vale lembrar que Luiz Marins: Não são as empresas maiores que vão dominar as menores, e sim as mais rápidas que vão atropelar as mais lentas.

6 6 METODOLOGIA A metodologia aplicada nessa monografia, foi de pesquisa em livros, revistas, palestras, fitas de vídeo, internet, material aplicado em sala de aula e discussões com colegas de curso.

7 7 Sumário INTRODUÇÃO 08 CAPITULO I REFERENCIAL TEÓRICO 11 CONCEITO DE INTERNET 12 CONCEITO DE MARKETING 15 CAPITULO II TRABALHANDO O MARKETING COM FOCO NA INTERNET 12 INTERNET E O MICRO AMBIENTE DA EMPRESA 23 INTERNET E O MACRO AMBIENTE DA EMPRESA 26 O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NA INTERNET? 29 A INTERNET E O PROCESSO DE MARKETING 31 ADMINISTRAÇÃO DO ESFORÇO DE MARKETING COM A AJUDA DA INTERNET 32 MISTURA DE ÉTICA E MARKETING 34 LOGÍSTICA 35 CONCLUSÃO 38 BIBLIOGRAFIA 40 ÍNDICE 42

8 8 INTRODUÇÃO Ultimamente a Internet vem ganhando muito espaço nos negócios, mas o termo já era usado há muito tempo, para ser mais exato em 1969 foram registrados os primeiros computadores interligados a longa distância, entre quatro Universidades Americanas. Sendo divulgada e popularizada em Em 1995 ocorreu o grande boom da Internet, as grandes empresas e corporações, apostando no grande potencial que esse novo meio de comunicação representava, começaram as corridas pela Web, fazendo com que milhares de sites fossem abertos, e muitos fechados no ano seguinte, e analisando o que deu de errado em suas estratégias de lançamento na Internet. O desenvolvimento de novas tecnologias está gerando grandes transformações na economia mundial, transformando a forma de fazer negócios empresariais, transações, negociações, comunicações, compra e venda, fazendo com que essa realidade se torne uma vantagem e estratégia competitiva. Para vocês que acompanham sem temor, com entusiasmo, e admiração pela nova realidade, apostando nessa nova tendência do mercado e-business, é que tentamos mostrar como o Marketing se transformou, e o que a Internet facilitou em todo o processo de Marketing, para que consigam assim realizar extraordinários resultados, em suas administração de Marketing focando a Web, e conseqüentemente conquistar os seus objetivos planejados. Esse trabalho se destina a todos a profissionais e empresas que por algum motivo, ainda não lançaram as suas empresas na Internet, e

9 9 pretendem fazer isso focando o Marketing, conseguido assim atingir suas estratégias pretendidas. Mostraremos o que mudou, com uso da ferramenta mais poderosa de comunicação, venda, compra, trabalho, pesquisa e entretenimento (Internet), com a ciência do Marketing. E mostrar as vantagens e benefícios dessa mudança. Com linguagem clara e objetiva, mostraremos o que exatamente vem sendo constatado a cada dia que passa, mais e mais empresários estão deixando de lado a indiferença em relação aos recursos oferecidos pela Internet e buscando cortar custos através de estratégias de marketing interativo digital, e obtendo resultados. Mostrar também que a estratégia hoje é identificar e aproveitar todos os recursos disponíveis na web para posicionar sua marca, produtos e serviços com economia. E conseguem com maior facilidade estudos, planejamento, projeto, edição, avaliação. Fazendo com que um dos Momentos da Verdade, do Site ou pagina, surpreendam os navegantes da Internet, fazendo com que eles tenham o interesse de retornar à pagina e melhor, recomendando para os outros. Querendo deixar bem claro que, esse trabalho tem o objetivo de mostrar o dinamismo que Marketing ganhou com a Internet, para melhorar o desempenho da empresa em conquistar, manter e fidelizar os seus clientes. A união da Internet (meio mais rápido e moderno de comunicação à distância), possibilitando não só o envio e recebimento de mensagem simultâneo, como também carta, foto, som, imagem, software etc..., com a ciência do Marketing (que estuda o comportamento do consumidor,

10 10 pesquisa, planeja, busca e cativa o cliente, fortalecendo a sua marca), poderá trazer bons resultados para você como profissional, bem como para a sua empresa, desde que se tenha ética e consciência do seu potencial.

11 11 CAPÍTULO I FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Mantive seis criados honestos; que ensinaramme tudo o que sei. Seus nomes são: Que, Porque, Quando, Como, Onde e Quem. Rudyard Kipling

12 Conceito de Internet Internet é o meio mais rápido e moderno de comunicação à distância, possibilitando não só o envio e recebimento de mensagem simultâneo, como também uma carta, foto, som, imagem, software etc... A Internet é uma rede capaz de interligar todos os computadores do mundo. O que faz a Internet tão poderosa assim é uma espécie de esperanto da informática que atende pelas siglas TCP/IP (Protocolo de Controle de Transferência/Protocolo Internet, em inglês). Todos os computadores que entendem essa língua são capazes de trocar informações entre si. Assim pode-se conectar máquinas de diferentes tipos, como PCs, Macs e Unix. A Internet é organizada na forma de uma malha. Se você pretende acessar um computador no Japão, por exemplo, não é necessário fazer um interurbano internacional. Basta conectar-se a um computador ligado à Internet na sua cidade. Esse computador local está conectado a uma máquina em outro estado (ou país) e assim por diante, traçando uma rota até chegar ao destino. São máquinas de alta capacidade, com grande poder de processamento e conexões velozes, conhecidas como servidores, controladas por universidades, empresas e órgãos do governo. As informações na Internet passam por vários computadores até chegar ao destino Essa forma de funcionamento garante um custo baixo de conexão. Você só precisa pagar a ligação local até o seu fornecedor de acesso. Essa empresa (ou instituição) cobra taxa mensal de cada usuário para cobrir, entre outros, os custos da conexão com a rede. Mesmo assim, você paga o mesmo preço se enviar uma mensagem para o Japão ou para seu vizinho.

13 13 Além de ficarem conectados entre si, os servidores Internet têm outras funções. A mais comum é fornecer acesso. Instituições acadêmicas permitem a funcionários, professores e alunos se conectarem a rede através de computadores instalados no campus ou de casa, pela linha telefônica. As grandes empresas oferecem acesso à Internet a seus funcionários por meio de suas próprias redes internas. Por fim, existem empresas especializadas em vender conexão à rede. O fornecedor de acesso faz a ligação entre o seu computador e a Internet Tipos de Internet a)intranet: internet interna da empresa, a qual o só os funcionários da empresa tem acesso através de um login e uma senha. b)extra-net: É a internet como conhecemos, é a mais conhecida do público em geral Serviços Internet Os servidores Internet podem oferecer vários serviços. Copiar arquivos, enviar mensagens para outros usuários, participar de grupos de discussão e visitar serviços de informação são os principais.

14 Web O principal serviço da Internet é a Web, a parte multimídia da rede. É na Web que você pode ler jornais eletrônicos, fazer compras em shoppings virtuais e consultar bancos de dados. É possível ainda saltar de um lugar a outro na Internet por meio de páginas interligadas. A quantidade e diversidade do conteúdo colocado na Web são tão grandes que é preciso utilizar serviços de catalogação para encontrar as informações que você está procurando. Nos sites de busca essa tarefa fica mais fácil, com a utilização de palavras chaves, a seleção dos melhores lugares da rede é feita pelo usuário Correio eletrônico Com o correio eletrônico, pode-se enviar mensagens para qualquer usuário da rede. O texto chega ao destino em alguns minutos (ou horas, dependendo do tráfego) e o usuário não precisa estar conectado para receber a carta. A mensagem fica armazenada em uma caixa postal eletrônica até que o destinatário resolva abrir o envelope digital. As vantagens sobre o fax são muitas. Você pode armazenar em seu computador todas as mensagens enviadas e recebidas pelo tempo que quiser. É possível também copiar trechos dos textos que escrevem para você e comentá-los na sua resposta. Pode-se inclusive conferir as mensagens recebidas mesmo quando você está viajando. Ou seja, com o correio eletrônico, você fica em contato com o mundo o tempo todo Transferência de arquivos Com o FTP é possível copiar programas gratuitos de servidores da rede. A maioria destes servidores está localizada em universidades e contém todos os tipos de software.

15 15 Você pode encontrar desde utilitários, anti-vírus, até aplicativos completos, como editores de texto. Em alguns sites, você poderá encontrar programas recomendados com uma ficha de avaliação, resenha e endereço para que você possa fazer a cópia para o seu computador Grupos de discussão A Internet é uma grande comunidade virtual. Como toda comunidade, tem clubes que reúnem pessoas com interesses semelhantes. Na rede, esses clubes são chamados de grupos de discussão e podem acontecer de duas formas. Existem os grupos da Usenet, que funcionam como quadros de avisos divididos por assunto, e os canais de chat, onde os usuários podem bater papos ao vivo em salas especiais para cada tópico. Na Usenet, você pode entrar no grupo dos fãs do seriado Os Simpsons, ler as mensagens dos demais usuários e enviar suas próprias contribuições. Existem mais de 16 mil grupos na Usenet, com assuntos tão diversos como nanotecnologia e patins in-line. Os canais de chat permitem que vários usuários conversem ao mesmo tempo através de frases digitadas no teclado. As conversas são organizadas em salas virtuais, que podem ou não ser dedicadas a um determinado assunto. 1.2 Conceito de Marketing Segundo Kotler o marketing significa administrar mercadorias para chegar a trocas, com o propósito de satisfazer as necessidades e desejos do homem 1. Para entender essa definição é preciso compreender os seguintes termos: 1 KOTLER, Philip. Marketing para o século XXI.São Paulo: Futura,1999, p. 79.

16 16 Necessidades Humanas: que são estados de carência percebida. Ex.: alimentação, status e roupas. Desejos: são as necessidades humanas moldadas pela cultura e pelas características individuais. Produto: é qualquer coisa que possa ser oferecida ao mercado para satisfazer uma necessidade ou desejo. Valor: é a diferença entre os valores que o cliente ganha comprando e usando um produto e os custos para obter esse produto. Satisfação: é o desempenho do produto percebido com relação ao valor relativo às expectativas do comprador. Qualidade: pode ser definida como "ausência de defeitos" e é intimamente ligada a satisfação do cliente. Troca: é o ato de obter-se um objeto desejado dando alguma coisa em retribuição. Transação: consiste em uma troca de valores entre duas partes. Marketing de Relacionamento: consiste em criar relacionamento de longo prazo com cliente prometendo e realmente fornecendo produtos de alta qualidade, um bom serviço e preços justos Mercado: É um grupo de compradores reais e potenciais de um produto Tipos de Marketing a)marketing de Massa é uma estratégia de marketing, onde os profissionais tomam a decisão de produzir, distribuir em massa e tentar atrair todos os tipos de compradores. O marketing de massa cria maior potencial de mercado, o custo final do produto é menor, em conseqüência o preço do produto é mais baixo e a margem do lucro maior. b)marketing de Segmento é formado por grande grupo de consumidores identificável em um mercado. Neste segmento apesar dos

17 17 consumidores diferenciarem em seus desejos, poder de compra, localizações geográficas, atitudes e hábitos, a empresa não está disposta a personalizar seu pacote de ofertas e comunicações a cada consumidor individual, ela procura isolar alguns segmentos amplos que formam um mercado. O marketing de segmento possibilita a empresa criar uma oferta de produto ou serviço mais ajustado e cobrar um preço apropriado a esse ajuste, também se torna mais fácil à escolha de canais e distribuição de comunicações e a empresa usando esse tipo de marketing pode enfrentar menor número de concorrentes. Não é tão preciso como o marketing individual, mas é muito mais preciso do que o marketing de massa. c)marketing de Nicho é formado por um grupo muito bem definido, geralmente identificado ao se dividir um segmento em subsegmentos ou ao se definir um grupo com conjunto de traços distintos que pode buscar uma combinação especial de benefícios. d)marketing Local é formado para atender as necessidades e desejos de grupos de consumidores locais. Quem pratica esse segmento vê a propaganda nacional como desperdício porque deixa de visar grupos locais e também o poder de varejistas regionais e locais, que estão demandando sortimentos de produtos mais ajustados a suas vizinhanças. e)marketing Individual em nível individual, as empresas estão praticando o marketing customizado, onde possuem a habilidade de preparar uma base consistente de produtos e comunicações para atender às exigências de cada consumidor. f)automarketing 2 - é forma de marketing individual em que os consumidores individuais assumem maior responsabilidade em determinar que produtos e marcas comprar. A empresa oferece condições aos 2 ROCHA, A e CHRISTENSEN,C. Marketing..São Paulo:Atlas, 1999, p. 33.

18 18 consumidores para facilitar seu acesso: criando linha 0800, disponibilizando páginas na Internet, fornecendo informações amplas sobre seus produtos e serviços e suas garantias. Dando condições assim a seus consumidores individuais de fazerem suas próprias buscas pela melhor oferta de produto. g)marketing Industrial - É o processo de descoberta e interpretação das necessidades, desejos e expectativas do consumidor industrial e das exigências para as especificações do produto e serviço e continuar através de efetiva promoção, distribuição, assistência pós-venda e convencer mais e mais clientes a usarem e a continuarem usando esses produtos e serviços. h)marketing On-Line - Os benefícios do marketing on-line são muitos, entre eles a conveniência, pois os consumidores podem adquirir produtos 24 horas por dia, não importando onde estejam. Não precisam enfrentar congestionamento de tráfego, procurar estacionamento para seus veículos ou mesmo caminhar horas para encontrar o que querem. A informação é outro ponto forte do marketing on-line, pois é possível encontrar farta informação comparativa sobre empresas, produtos e concorrentes, sem sair de casa ou do trabalho. Ainda no lado dos consumidores, eles ficam com menor exposição a vendedores e a fatores emocionais, pois com os serviços on-line os consumidores podem contornar a persuasão de vendedores ou evitar a influência de fatores emocionais. Para as empresas as vantagens também são muitas, como adaptações rápidas às condições do mercado, com custos menores, pois evitam as despesas de aluguel, seguro e instalações. Podem produzir e veicular catálogo digital com custos bem inferiores aos tradicionais. As empresas de marketing on-line podem interagir muito mais com seus clientes.

19 19 Podem disponibilizar relatórios, demonstrações gratuitas de softwares, é possível acompanhar o tamanho da audiência, saber quantas pessoas visitaram seus sites e identificar as páginas mais consultadas, assim toda vez que a pessoa acessar determinada página abrirá automaticamente uma janela especial com o conteúdo que o internauta mais visitou na página, bem como é possível enviar o catálogo digital com informações e conteúdo exato do que o internauta quer, com isso poupar o tempo do nosso consumidor/cliente, e também fazendo a empresa acertar bem no alvo O papel e o propósito do Marketing na economia e na sociedade O Marketing tem um papel importante e propósitos relativos a uma economia e a uma sociedade porque o fluxo de bens e serviços é uma atividade necessária em qualquer ambiente social 3. Um elemento fundamental do Marketing é a troca, onde duas ou mais partes se dão algo de valor, com o objetivo de satisfazer necessidades recíprocas. A troca é muito importante na economia por ser um meio de suprimento efetivo e eficiente de bens e serviços. O Marketing desempenha um papel importante na economia porque ocasiona a troca. A troca é a origem da atividade do Marketing. Assim sendo, o Marketing tem sido descrito como o processo de criar e resolver relações de 3 NASH, Op. Cit., p. 56.

20 20 troca. Quando há necessidade de trocar mercadorias, o resultado natural é um esforço de Marketing por parte das pessoas envolvidas 4. O Marketing tem como papel social garantir o sucesso e a disponibilidade de produtos e serviços que satisfaçam os membros da sociedade, com o propósito de ter a responsabilidade de passar um padrão de vida à sociedade A economia mundial em mutação Grande parte do mundo empobreceu nas últimas décadas. Uma economia mundial lenta resultou em tempos mais difíceis para os consumidores e os profissionais de Marketing 6. As necessidades das pessoas são cada vez maiores em todo o mundo, mas em muitas áreas não há dinheiro para a aquisição dos bens desejados. Estas condições da economia atuais criaram tantos problemas quantas oportunidades para os profissionais de Marketing Globalização rápida A economia mundial atravessou mudanças radicais nas últimas duas décadas. As distâncias geográficas e culturais encolheram com o advento dos aviões a jato, máquinas de fax, acoplamento de computador e 4 LAS CASAS, Alexandre Luzzi. Marketing de serviços.são Paulo:Atlas, 2000, p. 66/69. 5 LAS CASAS, Op. Cit., p WEIBACHERR,W.M. Marketing de marcas.são Paulo:Makron Book, 2000, p. 39.

21 21 telefone (ferramentas essenciais para internet), transmissões mundiais de televisão por satélite e outras técnicas avançadas. Isso permitiu que as companhias expandissem enormemente sua área de atuação, compra e fabricação e o resultado foi um ambiente de Marketing mais complexo, tanto para as empresas quanto para os consumidores 7. 7 WEIBACHERR, Op. Cit., p. 41.

22 22 CAPÍTULO II TRABALHANDO O MARKETING COM FOCO NA INTERNET Pequenas ações que realizamos são melhores do que as grandes que planejamos. Confúcio

23 A internet e o Micro Ambiente da Empresa A tarefa da administração de Marketing é atrair clientes e relacionar-se com eles, oferecendo-lhes valor e satisfação 8. Mas essa tarefa não pode ser realizada apenas pelos gerentes de Marketing. O sucesso deles depende de outros agentes do micro ambiente da empresa 9 : - A empresa: ao fazer planos de Marketing a gerência de Marketing deve lembrar-se de trabalhar em conjunto com os outros departamentos, tais como: a alta administração, os departamentos de finanças, pesquisa e desenvolvimento, compras, produção e contabilidade. Com a internet esses departamentos ficam assim distribuídos com responsabilidade especificas: Alta administração: Planeja o objetivo a conquistar com a página ou site; Departamento de finanças: Levantar todos os custos de confecção, manutenção, e amplitude de vendas com a implantação de uma home page. Departamento de pesquisa e desenvolvimento: Com o advento da internet, a pesquisa ganhou uma outra perspectiva, com maior volume de dados e respostas, em tempo real, com programas próprios para lhe dar resultados quando for solicitado, dando maior rapidez no desenvolvimento de novos bens ou serviços que satisfarão a necessidade dos clientes. Departamento de compras: Esse departamento foi um dos que mais ganhou dinamismo e rapidez nas compras, tendo maior número de fornecedores, conseguindo assim matérias primas com maior qualidade a menores preços. Departamento de produção: Maior rapidez em adequação de bens, com as necessidades mutáveis dos clientes. 8 COBRA, Marcos. Plano estratégico de marketing. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999,p. 26/30. 9 COBRA, Op. Cit., p. 32.

24 24 Departamento de contabilidade: Poder estar em constante atualização com as regulamentações legais da região e com suas obrigações fiscais atualizadas. - Os fornecedores: são elos importantes no sistema geral da empresa de oferta de valor ao consumidor. Eles provêem os recursos necessários para a empresa produzir seus bens e serviços e podem afetar seriamente o Marketing. Com a internet a possibilidade de se conseguir fornecedores que satisfaçam as suas necessidades, ficou ainda mais fácil, pela grande variedade e concorrência encontrada na rede. - Os intermediários: estes ajudam a companhia a promover, vender e distribuir seus bens aos compradores finais. Incluem revendedores, firmas de distribuição física, agências de serviços de Marketing e intermediários financeiros. A internet nesse caso assessora a você (empresa), a manter a qualidade de seus produtos, em questão de higiene, atendimento, armazenamento e etc. Através de um canal de contato (MV, Momento da Verdade) com o cliente, que pode ser 0800 e a internet. Serve também para conseguir novos parceiros, repor mercadorias, pesquisa de local (Praça, um dos Mix de Marketing). - Os clientes: a empresa deve estudar seus clientes de perto. Há cinco tipos de mercados clientes: mercados consumidores, mercados industriais, mercados revendedores, mercados governamentais e mercados internacionais. Cada tipo de mercado possui características especiais que requer um cuidadoso estudo por parte do vendedor. A facilidade que a internet trás hoje em dia, a respeito de conhecimento do seu cliente, é enorme. Através dela podemos segmentar os clientes, montar e analisar perfis, estudar hábitos e oferecer o que eles querem, através de questionários dinâmicos, com a proposta de prêmios para aqueles que responderem os questionários, com descontos etc.

25 25 - Os concorrentes: segundo o conceito de marketing, para ser bem sucedida a empresa deve satisfazer as necessidades e os desejos de seus clientes melhor que seus concorrentes. Portanto, os profissionais de Marketing não devem apenas visar às necessidades dos consumidores-alvo; devem também alcançar vantagens estratégicas, posicionando suas ofertas contra as de seus concorrentes na cabeça dos consumidores. Nessa parte a internet se torna uma ferramenta valiosa e perigosa para a empresa, pois a mesma facilidade que empresa tem em buscar informações em sites, suas concorrentes possuem, obtendo informações sobre a Missão da empresa (razão de ser da empresa). - Os públicos: público é qualquer grupo que tenha interesse real, potencial ou que cause impacto na capacidade da empresa de atingir seus objetivos. A empresa pode preparar planos de marketing para seus públicos principais e também para seus mercados clientes. As ferramentas utilizadas na internet para identificar esse grupo são inúmeras, uma delas são os formulários dinâmicos, que aliados com uma parte gráfica e com premiação especifica (ex: 10% de descontos), se tornam atrativos que poderão gerar importantes bancos de dados. 2.2 A Internet e o Macro Ambiente da Empresa A empresa opera em um macro ambiente de força maior, que configuram oportunidades e impõem ameaças para a empresa. São seis as forças principais do macro ambiente de uma empresa 10 : - Ambiente demográfico: o ambiente demográfico é de grande interesse para os profissionais de Marketing porque envolvem 10 COBRA, Op. Cit., p. 35..

26 26 pessoas as quais constituem os mercados, é nesse ambiente também que um dos Mix de Marketing, a Praça (o local), é estudado. Na internet são inúmeros os sites que iremos encontrar falando a respeito e trazendo informações atualizadas, como por exemplo o site do Senso, claro que você não achará pesquisas realizadas com as características particulares, mas ajudará em muito a delimitar e focar sua pesquisa. - Ambiente econômico: os mercados dependem tanto do poder de compra como dos consumidores. O ambiente econômico consiste em fatores que afetam o poder de compra e os padrões de dispêndio do consumidor. Com o advento da Internet, vem se tentando inserir uma nova cultura, para influenciar o comportamento do consumidor na hora da compra. As vendas feitas pela internet, trazem inúmeras promoções, facilidade de pagamento, e menores preços. Mas ainda não atingiram os níveis esperados, mas já é uma realidade que vem crescendo muito nos últimos anos. - Ambiente natural: o ambiente natural inclui os recursos naturais que os profissionais de Marketing usam como insumos ou que são afetados pelas atividades de Marketing. A preocupação ambiental cresceu muito nas últimas duas décadas. Alguns analistas de tendências rotularam os anos 90 como a "década da terra" e declararam que o ambiente natural é o assunto mundial de maior importância tanto para as empresas como para o público. Como no ambiente anterior nós falamos um pouco sobre vendas feitas pela internet, vamos tratar de um assunto que poderá ajudar nas vendas e em visitas em seu site: consciência ambiental e social. Representando muito para você como pessoa jurídica, através da sensibilidade passada para os clientes ou visitantes de sua Home page. A ajuda a instituições sem fins lucrativos, e ao meio ambiente, é percebida

27 27 pelo clientes, que cada vês mais estão pesquisando, e tendo informações sobre os produtos comprados. - Ambiente tecnológico: o ambiente tecnológico é talvez a força mais significativa que atualmente molda nosso destino. Novas tecnologias para a fabricação de produtos são desenvolvidas, o que gera grandes oportunidades de mercado. A internet, aproximou mundos, aumentou o tempo, e encurtou espaços, uma tecnologia nova que surja no Japão rapidamente estará entre nós, através da facilidade de obtenção de informação e compra. - Ambiente político: as decisões de Marketing são seriamente afetadas pelo desenvolvimento do ambiente político. Este é constituído de leis, agências governamentais e grupos de pressão que influenciam e limitam as várias organizações e indivíduos em uma sociedade. - Ambiente cultural: é constituído de instituições e outras forças que afetam os valores básicos, as percepções, as preferências, e os comportamentos da sociedade. Nós crescemos em uma sociedade específica que molda nossas crenças e valores básicos, e absorvemos uma visão de mundo que define nossos relacionamentos com os outros. Um dos mais fortes ambientes em questão, nele se observa às oportunidades que surgiram, manter uma constante análise nesse ambiente é de suma importância para a empresa, que deseja prever com antecedência a mudança de comportamento do consumidor. 2.3 O planejamento estratégico na Internet? Enquanto os planos anuais e de longo prazo tratam dos negócios atuais e de sua manutenção, o plano estratégico serve para

28 28 adaptar a empresa a fim de que ela explore as oportunidades do ambiente em mudança constante. Definimos planejamento estratégico como o processo de desenvolvimento e manutenção de uma referência estratégica entre os objetivos e capacidades da empresa e as mudanças de suas oportunidades no mercado 11. O planejamento estratégico é a base do planejamento de uma empresa e depende dos seguintes aspectos: missão clara, definição de objetivos, portfolio de negócios e coordenação de estratégias funcionais, onde: missão é uma definição do propósito de uma organização, o que ela deseja atingir em um ambiente maior, a missão da empresa deve ser traduzida em objetivos detalhados para que cada nível de administração. Cada administrador deve ter objetivos e ser responsável por alcançá-los. O planejamento estratégico, é uma ferramenta de obtenção de diferencial, por isso não deve haver nenhuma espécie de divulgação na internet, mas depois de elaborada a missão da empresa, é comprometimento de todos, fazer com que seja verdadeira a missão, a divulgação da mesma, mostrar para o seu publico como a empresa o vê e o trata. As estratégias de Marketing devem ser desenvolvidas para apoiar esses objetivos de Marketing. Portanto a missão da empresa é traduzida em uma série de objetivos para o período corrente, que devem ser o mais específicos possíveis. Portfolio de negócios 12 é o conjunto de fatores e produtos que constituem a empresa. Muitas empresas têm diversos negócios, mas em geral não os definem com cuidado. A principal atividade do planejamento estratégico é a análise do portfolio de negócios, pela qual a administração avalia os fatores que constituem a empresa. Esta deverá investir um maior 11 LAS CASAS, Alexandre Luzzi, Marketing - Conceito Exercícios Casos. 4 ed., São Paulo: Atlas, 2000, p LAS CASAS, Op. Cit., p. 90.

Curso técnico: Informática Disciplina: Aplicativos computacionais

Curso técnico: Informática Disciplina: Aplicativos computacionais 01. A tecla de atalho responsável por exibir os slides no modo de "apresentação" (tela inteira), é: a) F2 b) F3 c) F4 d) F5 e) F11 02. O recurso que permite definir efeitos de entrada para cada slide,

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro.

Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. PLANO DE MARKETING Andréa Monticelli Um dos objetivos deste tema é orientar as ações sistemáticas na busca satisfazer o consumidor estimulando a demanda e viabilizando o lucro. 1. CONCEITO Marketing é

Leia mais

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS Esta seção apresenta alguns dos problemas da gestão da cadeia de suprimentos discutidos em mais detalhes nos próximos capítulos. Estes problemas

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com.

Análise de Mercado. Análise da Indústria/Setor. Descrição do Segmento de Mercado. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado. josedornelas.com. Artigos de PN Como fazer Análise de Mercado Análise de Mercado A análise de mercado é um dos componentes do plano de negócios que está relacionado ao marketing da organização. Ela apresenta o entendimento

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade III DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Canais de distribuição Canal vertical: Antigamente, os canais de distribuição eram estruturas mercadológicas verticais, em que a responsabilidade

Leia mais

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Nada é mais perigoso do que uma idéia, quando ela é a única que temos. (Alain Emile Chartier) Neste módulo, faremos, a partir

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade IV DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Trade Marketing é confundido por algumas empresas como um conjunto de ferramentas voltadas para a promoção e a comunicação dos produtos. O

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING PÓS-GRADUAÇÃO / FIB-2009 Prof. Paulo Neto O QUE É MARKETING? Marketing: palavra em inglês derivada de market que significa: mercado. Entende-se que a empresa que pratica

Leia mais

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas. O Varejo 16 Aula 16/5/2008 Objetivos da aula Explicar como os varejistas podem contribuir para o processo de criar valor. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

Leia mais

FUNDAMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA

FUNDAMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA FUNDAMENTOS PARA A ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA Abordagem da estratégia Análise de áreas mais específicas da administração estratégica e examina três das principais áreas funcionais das organizações: marketing,

Leia mais

PESQUISA DE MARKETING

PESQUISA DE MARKETING PESQUISA DE MARKETING CONCEITOS É a busca de informação, a investigação do fenômeno que ocorre no processo de transferência de bens ao consumidor Trata da coleta de qualquer tipo de dados que possam ser

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO.

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. 1 ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. Juliana da Silva RIBEIRO 1 RESUMO: O presente trabalho enfoca as estratégias das operadoras de telefonia móvel TIM,VIVO e CLARO

Leia mais

Amway - Política de privacidade

Amway - Política de privacidade Amway - Política de privacidade Esta Política de Privacidade descreve como a Amway Brasil e determinadas filiadas, inclusive a Amway América Latina (conjuntamente Amway ) utilizam dados pessoais coletados

Leia mais

Pesquisa de Marketing

Pesquisa de Marketing Pesquisa de Marketing CONCEITOS INICIAIS Prof. Daciane de Oliveira Silva Fonte: MALHORTA, Naresh K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 4 ed. Porto Alegre: Bookman, 2006. MATTAR, Fauze Najib.

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO

MARKETING DE RELACIONAMENTO MARKETING DE RELACIONAMENTO 1 O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado.

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. TECNICAS E TECNOLOGIAS DE APOIO CRM Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. Empresas já não podem confiar em mercados já conquistados. Fusões e aquisições

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 2.4d_ização de

Leia mais

Administrando os canais de distribuição (aula 2)

Administrando os canais de distribuição (aula 2) 13 Aula 2/5/2008 Administrando os canais de distribuição (aula 2) 1 Objetivos da aula Explicar como os profissionais de marketing usam canais tradicionais e alternativos. Discutir princípios para selecionar

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz;

Mas como você gera sua lista de e-mail? Listei abaixo algumas das formas de construir uma lista de email marketing eficaz; E-mail marketing, muitas vezes considerada uma forma de marketing pessoal, é uma das mais valiosas ferramentas de web marketing, uma das mais visadas e mais focada pelos marqueteiros. Vamos nos concentrar

Leia mais

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis:

Canais de marketing. Trade Marketing. Trade Marketing. Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Canais de marketing Prof. Ricardo Basílio ricardobmv@gmail.com Trade Marketing Trade Marketing Trade marketing é uma ferramenta que atua diretamente em três níveis: Distribuidores; Clientes; Ponto de venda.

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce

GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce GUIa Prático para enfrentar a concorrência no e-commerce Você é do tipo que quer arrancar os cabelos toda vez que um concorrente diminui o preço? Então você precisa ler este guia rápido agora mesmo. Aqui

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas 1) Resumo Executivo Descrição dos negócios e da empresa Qual é a ideia de negócio e como a empresa se chamará? Segmento

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO

FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO 1. CAPA 2. SUMÁRIO 3. INTRODUÇÃO FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO 4. DESCRIÇÃO DA EMPRESA E DO SERVIÇO 4.1 Descrever sua Visão, VISÃO DA EMPRESA COMO VOCÊS IMAGINAM A EMPRESA

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA Flash Lan House: FOCO NO ALINHAMENTO ENTRE CAPITAL HUMANO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Análise externa Roberto César 1 A análise externa tem por finalidade estudar a relação existente entre a empresa e seu ambiente em termos de oportunidades e ameaças, bem como a

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Pedro Luiz de O. Costa Bisneto 14/09/2003 Sumário Introdução... 2 Enterprise Resourse Planning... 2 Business Inteligence... 3 Vantagens

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo

Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo BRIEFING DE PRODUTO Modelo de Briefing de Produto - Roteiro de Coleta de Informações - Completo Modelo Extraído dos livros: Tudo o que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

AULA 4 Marketing de Serviços

AULA 4 Marketing de Serviços AULA 4 Marketing de Serviços Mercado Conjunto de todos os compradores reais e potenciais de um produto ou serviço. Trata-se de um sistema amplo e complexo, que envolve: FORNECEDORES CONCORRENTES CLIENTES

Leia mais

Marketing de Serviços e de Relacionamento. MBA em Gestão de Marketing Prof.: Alice Selles

Marketing de Serviços e de Relacionamento. MBA em Gestão de Marketing Prof.: Alice Selles Marketing de Serviços e de Relacionamento MBA em Gestão de Marketing Prof.: Alice Selles Conteúdo programático Os fundamentos do Marketing de serviços O comportamento do consumidor nos serviços As expectativas

Leia mais

Internet. Prof. Ricardo Argenton Ramos. www.univasf.ed.br/~ricardo.aramos

Internet. Prof. Ricardo Argenton Ramos. www.univasf.ed.br/~ricardo.aramos Internet Prof. Ricardo Argenton Ramos www.univasf.ed.br/~ricardo.aramos O que é Internet? A Internet é uma rede capaz de interligar todos os computadores do mundo. O que faz a Internet tão poderosa assim

Leia mais

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data 9 Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Sua empresa sabe interpretar os dados que coleta? Para aumentar

Leia mais

CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA.

CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. A CompuStream, empresa especializada em desenvolvimento de negócios, atua em projetos de investimento em empresas brasileiras que tenham um alto

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - CAMPUS DE PARNAÍBA CURSO: Técnico em Informática DISCIPLINA: Empreendedorismo PROFESSORA: CAROLINE PINTO GUEDES FERREIRA ELEMENTOS DO PLANO

Leia mais

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado

Plano de Direcionamento. Conhecimento de Mercado Plano de Direcionamento Conhecimento de Mercado Conhecimento de Mercado É necessário conhecer o mercado para que sejam desenvolvidos produtos que atendam as necessidades e expectativas dos clientes. Segmentação

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

O MARKETING DIRETO COMO CONQUISTA DE CLIENTES

O MARKETING DIRETO COMO CONQUISTA DE CLIENTES O MARKETING DIRETO COMO CONQUISTA DE CLIENTES Rosanne Farineli Peixoto Gomes, Ivonete A. Canuto Dias, Valdete Neri Andrade, Luiz Sérgio Almeida dos Santos e Wagner Conceição INTRODUÇÃO O mercado atual

Leia mais

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes

Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Symantec University para Parceiros Perguntas freqüentes Sumário INFORMAÇÕES GERAIS... 1 SYMANTEC UNIVERSITY PARA PARCEIROS... 1 TREINAMENTO... 2 SERVIÇO DE INFORMAÇÕES... 4 COLABORAÇÃO... 5 Informações

Leia mais

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO.

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING E MARKETING DE PERMISSÃO. São Paulo - SP 2016 RENAN ROCHA ALVES - RA: 6448758 E-COMMERCE, SOCIAL COMMERCE, MOBILE MARKETING

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

Roteiro do Programa APRESENTAÇÃO. Este manual apresentará passo a passo o Programa de Auto-Atendimento

Roteiro do Programa APRESENTAÇÃO. Este manual apresentará passo a passo o Programa de Auto-Atendimento NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Roteiro do Programa Manual Etapa Zero Bem-vindo! É um prazer ter você participando do Programa de Auto-Atendimento Negócio Certo, concebido pelo Sebrae

Leia mais

DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 2. MBA Gestão de TI. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com

DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 2. MBA Gestão de TI. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DO COMÉRCIO ELETRÔNICO AULA 2 MBA Gestão de TI Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com 2 3 Um otimista vê uma oportunidade em cada calamidade; um pessimista vê uma calamidade em

Leia mais

Sociedade e Tecnologia

Sociedade e Tecnologia Unidade de Aprendizagem 15 Empresas em Rede Ao final desta aula você será capaz de inovações influenciam na competitividade das organizações, assim como compreender o papel da Inteligência Competitiva

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing

E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing E - Simulado 02 Questões de Tecnologia em Marketing Questão 01: (ENADE 2009): Um fabricante de sapatos pode usar a mesma marca em duas ou mais linhas de produtos com o objetivo de reduzir os custos de

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

EMPREENDEDORISMO Marketing

EMPREENDEDORISMO Marketing Gerenciando o Marketing EMPREENDEDORISMO Marketing De nada adianta fabricar um bom produto ou prestar um bom serviço. É preciso saber colocálo no mercado e conseguir convencer as pessoas a comprá-lo. O

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz COMPETÊNCIAS A SEREM DESENVOLVIDAS CONHECER A ELABORAÇÃO, CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES UM PLANO DE NEGÓCIOS.

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord Pesquisa e Propagação do conhecimento: Através da Web, é possível

Leia mais

Plano de Marketing. Produto (Posicionamento) Preço. Artigos de PN Como fazer Plano de Marketing. josedornelas.com.br

Plano de Marketing. Produto (Posicionamento) Preço. Artigos de PN Como fazer Plano de Marketing. josedornelas.com.br Artigos de PN Como fazer Plano de Marketing Plano de Marketing Para traçar o plano de marketing do plano de negócios, deve-se atentar à estratégia que será seguida pela empresa. A estratégia pode ser definida

Leia mais

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS

E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS www.espm.br/centraldecases Central de Cases E-COMMERCE COMO FERRAMENTA DE VENDAS Preparado pelo Prof. Vicente Martin Mastrocola, da ESPM SP. Disciplinas

Leia mais

GESTÃO DE MARKETING RECAPITULANDO. Prof. Marcopolo Marinho

GESTÃO DE MARKETING RECAPITULANDO. Prof. Marcopolo Marinho GESTÃO DE MARKETING RECAPITULANDO Prof. Marcopolo Marinho Marketing: É a área do conhecimento que engloba todas as atividades referente às relações de troca de bens entre pessoas ou instituições, buscando

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ... lembrando Uma cadeia de suprimentos consiste em todas

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação Capítulo 2 E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação 2.1 2007 by Prentice Hall OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever as principais características das empresas que são importantes

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

OS NEGÓCIOS LUCRO = VOLUME PRODUZIDO X PREÇO - CUSTO

OS NEGÓCIOS LUCRO = VOLUME PRODUZIDO X PREÇO - CUSTO OS NEGÓCIOS Odilio Sepulcri* INTRODUÇÃO A sobrevivência dos negócios, dentre outros fatores, se dará pela sua capacidade de gerar lucro. O lucro, para um determinado produto, independente da forma como

Leia mais

No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o

No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o DATABASE MARKETING No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o empresário obter sucesso em seu negócio é

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Comércio Eletrônico Um breve histórico Comércio compra, venda, troca de produtos e serviços; Incrementado pelos Fenícios, Árabes, Assírios e Babilônios uso

Leia mais

IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI)

IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) 1. Funcionamento do EDI 2. EDI tradicional X WEB EDI 3. EDI Tradicional 4. WEB EDI Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) EDI: Electronic Data Interchange Troca

Leia mais

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS Ari Lima Um empreendimento comercial tem duas e só duas funções básicas: marketing e inovação. O resto são custos. Peter Drucker

Leia mais

22/02/2009. Supply Chain Management. É a integração dos processos do negócio desde o usuário final até os fornecedores originais que

22/02/2009. Supply Chain Management. É a integração dos processos do negócio desde o usuário final até os fornecedores originais que Supply Chain Management SUMÁRIO Gestão da Cadeia de Suprimentos (SCM) SCM X Logística Dinâmica Sugestões Definição Cadeia de Suprimentos É a integração dos processos do negócio desde o usuário final até

Leia mais

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida!

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! Apresentação Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! A Vitae Tec A Vitae Tec é uma empresa de tecnologia que tem como missão oferecer serviços e produtos adequados às necessidades do cliente - pessoa física

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento

Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento Metodologia de Ensino 1) Noções de Marketing 2) Marketing de Serviço 3) Marketing de Relacionamento 1 2 1) Noções de Marketing 3 4 5 6 www.lacconcursos.com.br

Leia mais

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Fábio Pires 1, Wyllian Fressatti 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil pires_fabin@hotmail.com wyllian@unipar.br RESUMO. O projeto destaca-se

Leia mais

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR

AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR KOTLER, 2006 AS DECISÕES REFERENTES AOS CANAIS DE MARKETING ESTÃO ENTRE AS MAIS CRÍTICAS COM QUE AS GERÊNCIAS PRECISAM LIDAR. OS CANAIS AFETAM TODAS AS OUTRAS DECISÕES DE MARKETING Desenhando a estratégia

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» ADMINISTRAÇÃO (MARKETING) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» ADMINISTRAÇÃO (MARKETING) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» ADMINISTRAÇÃO (MARKETING) «21. É falacioso falar que o marketing é filho do capitalismo e, portanto, apenas ajudaria a concentrar a renda satisfazendo necessidades supérfluas

Leia mais

...estas abordagens contribuem para uma ação do nível operacional do design.

...estas abordagens contribuem para uma ação do nível operacional do design. Projetar, foi a tradução mais usada no Brasil para design, quando este se refere ao processo de design. Maldonado definiu que design é uma atividade de projeto que consiste em determinar as propriedades

Leia mais

Unidade IV. Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas. Prof a. Daniela Menezes

Unidade IV. Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas. Prof a. Daniela Menezes Unidade IV Gerenciamento de Produtos, Serviços e Marcas Prof a. Daniela Menezes Tipos de Mercado Os mercados podem ser divididos em mercado de consumo e mercado organizacional. Mercado de consumo: o consumidor

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais