SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP:... 2"

Transcrição

1 SUMÁRIO 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP: Introdução Estrutura do IP Tipos de IP Classes de IP Máscara de Sub-Rede Atribuindo um IP ao computador... 7

2 2 1. AULA 6 ENDEREÇAMENTO IP: 1.1 Introdução Na aula 2 tivemos uma idéia básica do que é o IP. Embora tenha sido muito superficial, deu para notar que ele é um dos protocolos mais importantes e agora vamos estudá-lo um pouco mais. Não podemos estabelecer uma comunicação entre dois computadores numa rede se eles não possuem um IP. É como se fosse uma carteira de identidade, algo que o identifique de maneira única. Se não for dessa maneira, não poderemos saber para onde foram enviados os dados de um PC. No Windows, podemos descobrir o IP do computador acessando Iniciar Configurações Conexões de Rede Conexão Local Suporte, conforme destacado na janela abaixo: Nos próximos tópicos vamos estudar a estrutura do IP, seus tipos, classes e como esses IPs são vistos na Internet. Esses conceitos iniciais são necessários para entender como alguns protocolos usam o IP para trabalhar.

3 3 1.2 Estrutura do IP Um endereço IP é composto de 4 grupos contendo números separados por pontos. Cada grupo representa 1 byte, logo o endereço completo possui 4 bytes. Como esses números valem 8 bits por grupo, temos um endereço total de 32 bits. Cada um desses números pode assumir valores entre 0 e 255, então a faixa completa de endereços IP está entre e Por isso, temos IPs com formatos , e etc. Em um endereço IP, temos duas informações importantes que é a parte que identifica a rede e a parte que identifica o computador. Logo, em qualquer faixa de IPs que podemos configurar na rede, teremos essas duas informações. Veja um exemplo: Identificador do computador Identificador da rede 1.3 Tipos de IP Os IPs são classificados em dois tipos: Internos = são IPs próprios para redes locais. Esses endereços podem ser atribuídos de forma manual ou automática. Veremos depois mais à frente como isso acontece. Nos PCs abaixo, cada um está com o seu IP Fig.1 Externos = são IPs que só podem ser usados nas redes externas ou Internet, distribuídas somente para as empresas. Veja o desenho:

4 4 (IPs internos - LAN) WAN Servidor Web (Internet) (IP externo - WAN) Rede Local Roteador Fig Classes de IP Os IPs são separados em cinco classes, sendo três delas são para o uso hoje e duas delas para usos futuros. Dessas três classes, uma faixa de cada foi reservada para o uso interno, ou seja, a rede local. Então, teoricamente, você pode configurar a sua rede local usando qualquer faixa das três reservadas para redes internas. Veja no quadro abaixo as classes de IP com seus intervalos completos de endereços: CLASSES ENDEREÇO INICIAL ENDEREÇO FINAL Classe A Classe B Classe C Classe D Classe E Veja abaixo as faixas reservadas para o uso em redes locais: CLASSES FAIXA INICIAL FAIXA FINAL Classe A Classe B Classe C Classe D - - Classe E - - Vamos conhecer um pouco sobre essas classes: Redes Classe A = essas redes podem ter até 16 milhões de endereços. Somente grandes empresas têm autorização para usar como endereço externo um IP classe A. Exemplo disso é o serviço de correio americano que usa a rede classe A de número 56 (faixa de a ) e o nosso conhecido buscador Google ( ). Mas mesmo assim, se você quiser, pode usar redes classe A desde que use em seus PCs um IP que esteja dentro da faixa completa destinada à rede local ( a ).

5 Redes Classe B = essas redes podem ter até endereços. Essas classes são usadas por empresas de médio porte, como universidades, empresas de telecomunicações e médias corporações. O mesmo caso das redes classe A se aplica às da classe B. Você pode configurar a sua rede local para usar endereços classe B, desde que use em seus PCs um IP que esteja dentro da faixa completa destinada à rede local ( a ). 5 Redes Classe C = essas redes podem ter até 254 endereços. Essa classe é utilizada para pequenas empresas e é também a classe que a Internet utiliza. A faixa completa reservada para rede local vai de a logo, nos desenhos acima, podemos concluir que os PCs da rede estão usando uma parte da faixa destinada à redes locais ( a ) e que estão na mesma classe da Internet. As redes classe D e classe E não são usadas da mesma maneira que as classes anteriores, portanto, só iremos saber o que elas fazem quando tivermos alguma aplicação que use endereços dessas redes. Por enquanto, não vamos nos preocupar com elas. Existem endereços IP que não podem ser usados pelos computadores porque são reservados para alguma função do sistema. Vejamos quais são: IP DESCRIÇÃO Rede corrente (só funciona como endereço de origem) Reservado para comunicação com o computador local (localhost) Pacotes Broadcast (mensagem para todos os nós da rede) Existem ainda outros que não podem ser usados. Se desejar saber mais, consulte o site Wikipédia. Nas classes A, B e C das redes acima foi mostrado que cada uma delas possui uma faixa para ser usada exclusivamente em redes privadas. Por exemplo, a faixa completa de endereços privados da classe C vai de a Essa faixa abrange toda a extensão de endereços. Só que, na prática, não se usa todos eles. Essa faixa completa foi dividida em 256 faixas menores para que possa ser possível usá-las sem desperdiçar muitos endereços de IPs. Veja no quadro abaixo a faixa completa dividida em várias outras: REDE CLASSE C (FAIXA COMPLETA) = a INÍCIO FIM Faixa Faixa Faixa Faixa Faixa Faixa Faixa Conforme observado, temos 256 faixas disponíveis com 254 PCs cada para usar em uma rede. Por exemplo, se você quer configurar na sua rede endereços da faixa 4, terá que começar pelo e variar apenas o último número,

6 lembrando sempre que em redes classe C, os três primeiros grupos identificam a rede e o último grupo identifica o próprio computador. Por isso os PCs da Fig.1 começam com e tem como final os números 15, 16, 17 e Não foram mostradas as tabelas com os IPs das classes anteriores por causa da grande quantidade de redes e máquinas que podem ser usadas. Geralmente você irá configurar a sua rede com IPs classe C, mas dependendo da situação, outra classe pode ser usada. Quando essa situação ocorrer, mostrarei como se deve proceder. Em Projetos de Redes de Computadores falarei disso também. 1.5 Máscara de Sub-Rede Também chamado apenas de máscara de rede, tem a função de identificar a parte fixa e a parte variável da rede. O formato da máscara de sub-rede é representado pelo número 255 com algumas repetições de acordo com o tipo de classe a ser representada. Resumindo: para cada classe de rede, existe uma máscara definida. Veja abaixo: CLASSE MÁSCARA DE SUB-REDE A B C Eu disse antes que em redes classe C que os três primeiros grupos de números do IP identificam a rede e o último grupo identifica o próprio computador, e citei como exemplo o IP Sabendo disso, qual é a máscara de rede que deve ser configurada no sistema para ser usada com este IP? Ora, a da classe correspondente C, com a máscara , conforme a imagem abaixo: O sistema configura a máscara de sub-rede automaticamente, embora em algumas situações não se possa usar essas máscaras por causa do excesso de computadores ou porque precisamos juntar redes classe B ou C consecutivas. Mas, na maioria dos casos, não vamos precisar mudar os valores automáticos da máscara.

7 Agora, cuidado. Devemos prestar muita atenção na máscara, pois como já disse, ela indica a parte que é fixa na rede (255) e a parte que é variável, ou seja, os PCs na rede. Numa máscara de classe B, por exemplo, o mostra que os zeros é que representa os PCs, e os 255 é a parte fixa dos números, ou seja, não varia. Quando for dar IPs para computadores de máscara de classe B, você vai variar apenas os dois últimos números X.X (o X representa a parte que serão atribuídos números para os PCs). 7 Outro fato que deve ter atenção é que numa faixa de IP, seja de qualquer classe, seja externo ou interno, sempre terá dois IPs que não podem ser usados: os com terminação em zero ( ou ) e aqueles com terminação em 255 ( ou ). Ou seja, a terminação final do endereço não pode ser zero e nem 255. Isso por que o zero representa a própria rede e é reservado. O 255 é usado para envio de dados para toda a rede, independente de solicitação. Isso é chamado de broadcast. Então, não use endereços que tenha terminação em zero e nem 255. Quanto ao termo broadcast, nas próximas aulas ele será mais detalhado. 1.6 Atribuindo um IP ao computador Há duas formas de atribuir um IP ao computador: Manualmente ou automaticamente. Aqui, vamos estudar as duas formas, e também conhecer uma faixa de IP de classe B especial, que não foi comentada nos textos anteriores. Vamos lá. Manualmente = quando você precisa digitar o IP e a máscara. Nesse caso, podemos também escolher que tipo de classe queremos usar para a rede. A máscara deve ser adequada ao tipo de classe, conforme as tabelas já demonstradas acima. Para definir o IP do computador, acesse Iniciar Configurações Conexões de Rede Conexão Local Propriedades. Marque a caixa Mostrar ícone na área de notificação quando conectado. Quando habilitado, o ícone da conexão da rede fica visível na área de notificação. Para quem esqueceu que local é esse, é onde fica o relógio. Esse recurso nos dá acesso mais rápido às configurações do IP bastando apenas um duplo clique. Agora, com um duplo clique em Protocolo TCP/IP, vamos para a tela de Propriedades de Protocolo TCP/IP, onde poderemos mudar o IP e a máscara de rede. Veja abaixo:

8 8 Na opção Usar o seguinte endereço IP, as caixas de diálogo ficam disponíveis para digitação. É só digitar o IP escolhido, clicar em Máscara de sub-rede que o sistema a insere automaticamente e obrigatoriamente escolher um IP de um Servidor de DNS preferencial. O DNS foi comentado na aula 2 de Topologias e Termos Técnicos de Computadores de modo muito resumido. Esse protocolo será mais detalhado na aula 7, com o título de Introdução a Redes Ponto-a-Ponto. Lá será explicado como usar o DNS. Automaticamente = essa é a maneira mais fácil de se atribuir um IP, pois o sistema faz tudo por nós. Mas fica uma pergunta no ar. Se não somos nós que digitamos um IP, quem é que dá esse endereço para o computador? Uma parte da resposta está na mesma aula 2, com o protocolo DHCP. Ele é quem tem essa tarefa de distribuir IPs para os computadores da rede, não importa quantos são. Agora, como ele faz isso, nós saberemos melhor na aula 7 e 8 do nosso curso. Veja a aparência da tela quando o computador tem o IP atribuído por DHCP: A mensagem Atribuído por DHCP aparece. As configurações manuais estão desativadas. O espaço da página ficou curto para me despedir, mas concluímos mais uma etapa. Esse texto é de suma importância, por isso leiam e releiam. Obrigado e até a próxima aula.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc. Endereços IP Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP

Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Capítulo 5 Noções sobre TCP/IP Endereços IP Arquitetura TCP/IP DHCP Redes classe A, B e C Protocolos TCP/IP Estudos complementares 3 Estudos complementares Consulte os capítulos 5 e 12 do livro: Capítulo

Leia mais

Aula Pratica 3 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP

Aula Pratica 3 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP 1 Aula Pratica 3 Configurações de Rede Ethernet com Protocolo TCP/IP Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como configurar equipamentos em redes Ethernet com os protocolos TCP/IP.

Leia mais

Máscaras de sub-rede. Fórmula

Máscaras de sub-rede. Fórmula Máscaras de sub-rede As identificações de rede e de host em um endereço IP são diferenciadas pelo uso de uma máscara de sub-rede. Cada máscara de sub-rede é um número de 32 bits que usa grupos de bits

Leia mais

Endereçamento. Endereço IP. Exemplo. Endereço IP. Como verificar? Certo ou errado? 13/12/2011

Endereçamento. Endereço IP. Exemplo. Endereço IP. Como verificar? Certo ou errado? 13/12/2011 Endereçamento Luciana Balieiro Cosme Permite identificar unicamente um equipamento na rede; O endereço IP não pode ser arbitrariamente atribuído; Cada rede possui uma faixa de endereços que podem ser distribuídos

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN

REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN 1 REDES DE COMPUTADORES - I UNI-ANHANGUERA. CURSO DE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROF. MARCIO BALIAN ENDEREÇAMENTO IP O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda

Leia mais

Protocolo TCP/IP. Neste caso cada computador da rede precisa de, pelo menos, dois parâmetros configurados:

Protocolo TCP/IP. Neste caso cada computador da rede precisa de, pelo menos, dois parâmetros configurados: Protocolo TCP/IP Neste caso cada computador da rede precisa de, pelo menos, dois parâmetros configurados: Número IP Máscara de sub-rede O Número IP é um número no seguinte formato: x.y.z.w Não podem existir

Leia mais

Conceitos sobre TCP/IP. Endereços IP (Internet Protocol) Introdução

Conceitos sobre TCP/IP. Endereços IP (Internet Protocol) Introdução Conceitos sobre TCP/IP Endereços IP (Internet Protocol) Introdução O uso de computadores em rede e, claro, a internet, requer que cada máquina tenha um identificador que a diferencie das demais. Para isso,

Leia mais

3) Na configuração de rede, além do endereço IP, é necessário fornecer também uma máscara de subrede válida, conforme o exemplo:

3) Na configuração de rede, além do endereço IP, é necessário fornecer também uma máscara de subrede válida, conforme o exemplo: DIRETORIA ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA COORDENAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA DE INFORMÁTICA! Atividade em sala de aula. 1) A respeito de redes de computadores, protocolos TCP/IP e considerando uma rede

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Uma Rede de Computadores consistem em dois ou mais dispositivos, tais como computadores, impressoras e equipamentos relacionados, os

Leia mais

Passo a Passo da instalação da VPN

Passo a Passo da instalação da VPN Passo a Passo da instalação da VPN Dividiremos este passo a passo em 4 partes: Requisitos básicos e Instalação Configuração do Servidor e obtendo Certificados Configuração do cliente Testes para saber

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Na Figura a seguir apresento um exemplo de uma "mini-tabela" de roteamento:

Na Figura a seguir apresento um exemplo de uma mini-tabela de roteamento: Tutorial de TCP/IP - Parte 6 - Tabelas de Roteamento Por Júlio Cesar Fabris Battisti Introdução Esta é a sexta parte do Tutorial de TCP/IP. Na Parte 1 tratei dos aspectos básicos do protocolo TCP/IP. Na

Leia mais

ENDEREÇAMENTO DE REDES

ENDEREÇAMENTO DE REDES REDES DE COMUNICAÇÃO DE DADOS ENDEREÇAMENTO DE REDES INTERCONEXÃO ENDEREÇAMENTO DE REDES MÁSCARAS DE SUB-REDES Endereço IP: Os endereços IP identificam cada micro na rede. A regra básica é que cada micro

Leia mais

Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP

Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP Compartilhamento de internet usando recursos do Windows XP Valença-Ba, 17 de outubro de 2010. Identificação IFBA- Campus Valença Curso: Informática subseqüente Disciplina: Redes de Computadores Turma:

Leia mais

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte)

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) 1 Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como testar a conectividade de uma

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP 1 INDICE 1. Identifique seu tipo de conexão à internet:... 3 1.1 Como Identificar sua Conexão Banda Larga... 3 1.1.1 Conexão ADSL... 3 1.1.2 Conexão a Cabo... 3

Leia mais

Guia Rápido de Instalação. Modelo M151RW

Guia Rápido de Instalação. Modelo M151RW Guia Rápido de Instalação Modelo M151RW 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 DICAS DE INSTALAÇÃO 3 CONFIGURAÇÃO 4 3 Parabéns! Você acaba de adquirir o Roteador M151RW2 com qualidade e garantia Pixel TI. Este guia rápido

Leia mais

9.5.2. Preparando um esquema de endereçamento de sua rede

9.5.2. Preparando um esquema de endereçamento de sua rede Guia Internet de Conectividade - Cyclades - Endereçamento IP - página 1 9.5. Identificação dos Hosts em uma rede Todo sistema ou host que você quiser conectar em sua rede deve ter uma única identificação

Leia mais

DVR - CONFIGURAÇÃO DE ACESSO VIA REDE LOCAL

DVR - CONFIGURAÇÃO DE ACESSO VIA REDE LOCAL DVR - CONFIGURAÇÃO DE ACESSO VIA REDE LOCAL São José, 25 de maio, 2012. Este tipo de acesso permite que o DVR seja acessado através de qualquer computador que esteja conectado na mesma rede que ele. 1

Leia mais

Bom pessoal, há muito tempo tenho o interesse em criar esse tutorial. Me sobrou um tempinho então fui a batalha para ajudar os amigos.

Bom pessoal, há muito tempo tenho o interesse em criar esse tutorial. Me sobrou um tempinho então fui a batalha para ajudar os amigos. Tutorial de criação de sub-redes básico e estudo simples de rede. ThiagoFW Bom pessoal, há muito tempo tenho o interesse em criar esse tutorial. Me sobrou um tempinho então fui a batalha para ajudar os

Leia mais

Endereçamento IP 09/05/2014. Endereçamento IP CLASSE B CLASSE A CLASSE A CLASSE C

Endereçamento IP 09/05/2014. Endereçamento IP CLASSE B CLASSE A CLASSE A CLASSE C Endereçamento IP Endereçamento IP Prof. Marcel Santos Silva marcel@magres.com.br É uma sequência de números composta de 32 bits. Esse valor consiste num conjunto de quatro grupos de 8 bits. Cada conjunto

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

PASSO A PASSO PARA VISUALIZAR NA INTERNET O DVR STAND ALONE ECOTRONIC

PASSO A PASSO PARA VISUALIZAR NA INTERNET O DVR STAND ALONE ECOTRONIC PASSO A PASSO PARA VISUALIZAR NA INTERNET O DVR STAND ALONE ECOTRONIC Nesse passo a passo, vamos dar uma orientação básica de como colocar nosso stand alone em rede para ter acesso remotamente pela rede

Leia mais

Como instalar Windows XP

Como instalar Windows XP Como instalar Windows XP 1 Como instalar Windows XP Existem 2 opções para instalar XP: Opção A: para micro novo sem Sistema Operacional instalado (Exemplo de sistema operacional:windows 98, Windows 2000,

Leia mais

Tutorial TCP/IP DHCP Configurando e Administrando Escopos

Tutorial TCP/IP DHCP Configurando e Administrando Escopos Prezados leitores, esta é a décima oitava parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo que eu classifiquei como Introdução ao TCP/IP. O objetivo do primeiro

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1

MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CONVERSOR - IP / USB / SERIAL - 317 RV1 SÃO CAETANO DO SUL 06/06/2014 SUMÁRIO Descrição do Produto... 3 Características... 3 Configuração USB... 4 Configuração... 5 Página

Leia mais

Recuperando a comunicação com o seu Modem DSL-500G

Recuperando a comunicação com o seu Modem DSL-500G Recuperando a comunicação com o seu Modem DSL-500G Sugestões e correções para melhoria deste Documento devem ser enviadas para o e_mail dsl-500gowner@yahoogrupos.com.br, mencionando no campo Assunto (Subject),

Leia mais

Prof. Rafael Gross. rafael.gross@fatec.sp.gov.br

Prof. Rafael Gross. rafael.gross@fatec.sp.gov.br Prof. Rafael Gross rafael.gross@fatec.sp.gov.br Todo protocolo define um tipo de endereçamento para identificar o computador e a rede. O IP tem um endereço de 32 bits, este endereço traz o ID (identificador)

Leia mais

Endereços Lógicos, Físicos e de Serviço

Endereços Lógicos, Físicos e de Serviço Endereçamento IP O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda a rede, portanto, quando estamos navegando na Internet estamos utilizando um endereço IP único mundialmente, pois

Leia mais

Guia de Instalação Rápida. Guia de Instalação Rápida. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150

Guia de Instalação Rápida. Guia de Instalação Rápida. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150. Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150 Guia de Instalação Rápida Guia de Instalação Rápida Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150 Encore Electronics, Inc. Todos os direitos reservados. CAPA Adaptador PCI-E Sem Fio N300/N150 Encore Electronics, Inc.

Leia mais

O que se tem, na prática, é a utilização do protocolo TCP/IP na esmagadora maioria das redes. Sendo a sua adoção cada vez maior.

O que se tem, na prática, é a utilização do protocolo TCP/IP na esmagadora maioria das redes. Sendo a sua adoção cada vez maior. Introdução ao TCP/IP(TCP (Transmission Control Protocol) e IP(InternetProtocol) ) Objetivo Para que os computadores de uma rede possam trocar informações entre si é necessário que todos os computadores

Leia mais

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Como instalar o Serviço DHCP Antes de poder configurar o serviço DHCP, é necessário instalá lo no servidor. O DHCP não é instalado por padrão durante

Leia mais

1 Apresentação. 2 Antes de iniciar. O objetivo deste guia é auxiliar o usuário no processo de conexão e configuração do Prestige.

1 Apresentação. 2 Antes de iniciar. O objetivo deste guia é auxiliar o usuário no processo de conexão e configuração do Prestige. 1 Apresentação O objetivo deste guia é auxiliar o usuário no processo de conexão e configuração do Prestige. 2 Antes de iniciar Configuração Default O Prestige é enviado com os seguintes padrões de fábrica:

Leia mais

Instalando o Internet Information Services no Windows XP

Instalando o Internet Information Services no Windows XP Internet Information Services - IIS Se você migrou recentemente do Windows 95 ou 98 para o novo sitema operacional da Microsoft Windows XP, e utilizava antes o Personal Web Server, deve ter notado que

Leia mais

1. Considerações...3. 2. Introdução...3. 3. Arquitetura...3. 3.1. Topologia Básica...4. 3.2. Hardware mínimo recomendado...5

1. Considerações...3. 2. Introdução...3. 3. Arquitetura...3. 3.1. Topologia Básica...4. 3.2. Hardware mínimo recomendado...5 ÍNDICE 1. Considerações...3 2. Introdução...3 3. Arquitetura...3 3.1. Topologia Básica...4 3.2. Hardware mínimo recomendado...5 3.3. Sistemas Operacionais...5 4. Configurações Necessárias...6 4.1. Nas

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - I I

APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - I I APOSTILA DE REDES DE COMPUTADORES PARTE - I I 1 Índice 1. INTRODUÇÃO... ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO. 2. ENDEREÇOS IP... 3 3. ANALISANDO ENDEREÇOS IPV4... 4 4. MÁSCARA DE SUB-REDE... 5 5. IP ESTÁTICO E

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

Arquitetura de Rede de Computadores

Arquitetura de Rede de Computadores Arquitetura de Rede de Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Ementa da Disciplina 2. TCP/IP i. Fundamentos ii. Camada de Aplicação iii. Camada de Transporte iv. Camada de Internet v. Camada de Interface

Leia mais

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence).

Tutorial feito por Michell MGS TI Ensinando e Aprendendo (O Dia de amanhã a Deus pertence). 1 - Instalando o Windows Server 2003 Enterprise Edition R1 e R2. 2 - Criando um nome para o Servidor. 3 - Adicionando IP fixo ao servidor. 1 - Insira o CD do Windows Server 2003 no drive de CD ROM e siga

Leia mais

Guia de Instalação de Software

Guia de Instalação de Software Guia de Instalação de Software Este manual explica como instalar o software por meio de uma conexão USB ou de rede. A conexão de rede não está disponível para os modelos SP 200/200S/203S/203SF/204SF. Fluxograma

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Configuração TCP/IP no Windows 7 Se você tem mais que um computador ou outros dispositivos de hardware, como impressoras, scanners ou câmeras, pode usar uma rede para compartilhar

Leia mais

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito GUIA RÁPIDO DARUMA Viva de um novo jeito Dicas e Soluções para IPA210 Leia atentamente as dicas a seguir para configurar seu IPA210. Siga todos os tópicos para que seja feita a configuração básica para

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB.

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-300U deve ser conectado via cabo

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP

GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP GUIA DE CONFIGURAÇÃO SERVIDOR DHCP Servidor DHCP O Serviço de DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) permite que você controle a configuração e distribuição de endereços

Leia mais

Endereçamento IP. Cálculo do endereço de rede. Sérgio Teixeira. Cálculo do endereço de rede

Endereçamento IP. Cálculo do endereço de rede. Sérgio Teixeira. Cálculo do endereço de rede Endereçamento IP Cálculo do endereço de rede Professor: Sérgio Teixeira Cálculo do endereço de rede Toda vez que um pacote IP chega no roteador ele precisa ser roteado. Para isso, o roteador precisa saber

Leia mais

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão

Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus: Campo Mourão Professor Rafael Henrique Dalegrave Zottesso E-mail rafaelzottesso@utfpr.edu.br Site http://www.zottesso.com/disciplinas/rc24b0/ Disciplina

Leia mais

WinGate - Passo a passo

WinGate - Passo a passo WinGate - Passo a passo Configurando os Computadores de sua rede Nesta etapa, mostraremos como preparar os computadores de sua rede para a instalação do WinGate. 1ª Parte É necessário que os computadores

Leia mais

COMPARTILHAMENTO DO DISCO E PERMISSÕES DE REDE PÚBLICAS E DE GRUPOS DE TRABALHO.

COMPARTILHAMENTO DO DISCO E PERMISSÕES DE REDE PÚBLICAS E DE GRUPOS DE TRABALHO. COMPARTILHAMENTO DO DISCO E PERMISSÕES DE REDE PÚBLICAS E DE GRUPOS DE TRABALHO. 1. Compartilhar a máquina servidor clicando com o botão direito do mouse em disco local e no menu de contexto não pção Propriedades.

Leia mais

Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750

Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750 Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750 Equipamento compacto e de alto poder de processamento, ideal para ser utilizado em provedores de Internet ou pequenas empresas no gerenciamento de redes e/ou no balanceamento

Leia mais

Para isso, selecione as duas interfaces no "Painel de Controle > Conexões de rede" e ative a opção "Conexões de ponte":

Para isso, selecione as duas interfaces no Painel de Controle > Conexões de rede e ative a opção Conexões de ponte: Para criar uma rede ad-hoc no Windows XP, acesse o "Painel de Controle > Conexões de rede". Dentro das propriedades da conexão de redes sem fio, acesse a aba "Redes sem fio" e clique no "adicionar". Na

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

Unidade 2.4 Endereçamento IP

Unidade 2.4 Endereçamento IP Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.4 Endereçamento IP 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host

Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host Laboratório - Visualização das tabelas de roteamento do host Topologia Objetivos Parte 1: Acessar a tabela de roteamento de host Parte 2: Examinar as entradas da tabela de roteamento de host IPv4 Parte

Leia mais

QUAL O PROCEDIMENTO PARA CONFIGURAR AS IMPRESSORAS DE REDE BROTHER EM UM SISTEMA DEC TCP / IP para VMS (UCX) Procedimento

QUAL O PROCEDIMENTO PARA CONFIGURAR AS IMPRESSORAS DE REDE BROTHER EM UM SISTEMA DEC TCP / IP para VMS (UCX) Procedimento Procedimento Visão geral Antes de usar a máquina Brother em um ambiente de rede, você precisa instalar o software da Brother e também fazer as configurações de rede TCP/IP apropriadas na própria máquina.

Leia mais

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000 4 Camada de Rede: O papel da camada de rede é transportar pacotes de um hospedeiro remetente a um hospedeiro destinatário. Para fazê-lo, duas importantes funções da camada de rede podem ser identificadas:

Leia mais

Parâmetros de configuração válidos para todos os clientes na conexão entre redes.

Parâmetros de configuração válidos para todos os clientes na conexão entre redes. DHCP - 1 Introdução aos servidores DHCP Um servidor de protocolo de configuração dinâmica de hosts (DHCP, Dinamic Host Configuration Protocol) é um computador que está executando o Windows NT Server, o

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal

STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal STK (Start Kit DARUMA) Instalando a App Windows 8 Daruma e emitindo cupons em uma Impressora Fiscal Neste STK apresentaremos como instalar a APP Windows 8 Daruma em um tablet Surface com Windows 8 e como

Leia mais

TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA FAI. Campus II

TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA FAI. Campus II 1 TUTORIAL PASSO A PASSO PARA CONEXÃO NA REDE WIRELESS DA Campus II - No Internet Explorer: 1. Localize o ícone do Internet Explorer na sua Área de Trabalho ou no Menu Iniciar do seu computador: 2. Dê

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Capítulo 4

Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Capítulo 4 Faculdades NDA Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Questionário de apoio ao Capítulo 4 1) O que é NAT? Explique o seu funcionamento. 2) Quais são os dois tipos de roteadores? Explique

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS DE ACESSO REMOTO (TELNET E TERMINAL SERVICES) Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS DE ACESSO REMOTO (TELNET E TERMINAL SERVICES) Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS DE ACESSO REMOTO (TELNET E O que é roteamento e acesso remoto? Roteamento Um roteador é um dispositivo que gerencia o fluxo de dados entre segmentos da rede,

Leia mais

W-R1000nL Guia de instalação

W-R1000nL Guia de instalação W-R1000nL Guia de instalação 1 Sumário Configurando seu Computador...3 Configuração de Roteamento...4 Configurando repetição de sinal...8 2 Configurando seu Computador Esta configuração pode variar dependendo

Leia mais

Redes de Computadores II INF-3A

Redes de Computadores II INF-3A Redes de Computadores II INF-3A 1 ROTEAMENTO 2 Papel do roteador em uma rede de computadores O Roteador é o responsável por encontrar um caminho entre a rede onde está o computador que enviou os dados

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO Índice Conteúdo Página Legendas 3 1.0 Primeiro acesso 5 2.0 Cadastro de login e senha 6 3.0 Configuração do Blocker 7 3.1 Senha de acesso 8 3.2 Grade de Horário 9 3.2.1 Configurando

Leia mais

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB.

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-301U deve ser conectado via cabo

Leia mais

Manual do Aplicativo Servidor ECD

Manual do Aplicativo Servidor ECD Manual do Aplicativo Servidor ECD Edição de novembro de 2014 Este manual tem caráter técnico-informativo, sendo propriedade da SWEDA. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste manual pode ser reproduzida

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 18

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 18 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 18 Índice 1. TCP/IP...3 2. Bibliografia básica...5 3. Bibliografia complementar...6 2 1. TCP/IP O endereçamento IP é sempre um tema importante, já que é

Leia mais

Guia de Configuração Rápida de Conexão da Rede

Guia de Configuração Rápida de Conexão da Rede Xerox WorkCentre M118/M118i Guia de Configuração Rápida de Conexão da Rede 701P42689 Este guia contém instruções para: Navegação pelas telas do visor na página 2 Configuração da rede usando o servidor

Leia mais

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento IP 1 História e Futuro do TCP/IP O modelo de referência TCP/IP foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD). O DoD exigia

Leia mais

Guia do laboratório de teste: Configure o SharePoint Server 2010 como um Servidor Único com o Microsoft SQL Server

Guia do laboratório de teste: Configure o SharePoint Server 2010 como um Servidor Único com o Microsoft SQL Server Guia do laboratório de teste: Configure o SharePoint Server 2010 como um Servidor Único com o Microsoft SQL Server Este documento é fornecido no estado em que se encontra. As informações e exibições expressas

Leia mais

Gateway TT211S/S+/O/O+/SO/SO+

Gateway TT211S/S+/O/O+/SO/SO+ Guia Rápido de Instalação TT211S/S+/O/O+/SO/SO+ v120511 Índice Introdução 2 Procedimentos para Instalação 2 Conectando o Hardware 2 Configuração Inicial 3 Configuração Network 3 Configuração do DNS (Domain

Leia mais

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa Redes de Computadores II Professor Airton Ribeiro de Sousa 1 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento 2 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento A quantidade de endereços possíveis pode ser calculada de forma simples.

Leia mais

2010 Encore Electronics, Inc. All rights reserved.cover

2010 Encore Electronics, Inc. All rights reserved.cover 2010 Encore Electronics, Inc. All rights reserved.cover 2011 Encore Electronics, Inc. Especificações de produtos, tamanhos e formas estão sujeitos a alterações sem aviso prévio e aparência real do produto

Leia mais

Cisco Packet Tracer 5.3

Cisco Packet Tracer 5.3 Cisco Packet Tracer 5.3 www.rsobr.weebly.com O PT 5.3 (Packet Tracer) permite criar ambientes de redes LANs e WANs e além disso simular também, permitindo realizar diversas situações como por exemplo:

Leia mais

Aula 5 Cálculo de máscara e de subredes

Aula 5 Cálculo de máscara e de subredes 1 Aula 5 Cálculo de máscara e de subredes 5.1 Conceitos Quando um host se comunica com outro usa o endereço de enlace dele. Os endereços de hardware das placas de rede, ou MAC Address, são constituídos

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0

GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 WPS Roteador Wireless 300N GWA-101 5dBi Bi-Volt GUIA DE INSTALAÇÃO RÁPIDA CÓD.:682-0 Roteador Wireless 300Mbps Guia de Instalação Rápida REV. 2.0 1. Introdução: O Roteador Wireless 300Mbps, modelo 682-0

Leia mais

BIT. Boletim de Informação Técnica

BIT. Boletim de Informação Técnica Produto W-R2000g v1.1 Nº. 003/2010 Referência Configuração do roteador Responsável Leandro Martins Data 23.Abril.2010 Este documento descreve os passos básicos para a configuração do roteador C3Tech W-R2000g

Leia mais

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 ETI/Domo 24810180 www.bpt.it PT Português ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 Configuração do PC Antes de realizar a configuração de todo o sistema, é necessário configurar o PC para que esteja pronto

Leia mais

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações

Exigências de Sistema. Significado de cada LED. Conteúdo da embalagem. Instalação e Configurações Exigências de Sistema 1. Processador Pentium 200MHZ ou mais 2. Windows 98SE, Windows Me, Windows 2000, Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 3. 64MB de RAM ou mais. 4. 25MB de espaço livre no disco Significado

Leia mais

AULA 7: SERVIDOR DHCP EM WINDOWS SERVER

AULA 7: SERVIDOR DHCP EM WINDOWS SERVER AULA 7: SERVIDOR DHCP EM WINDOWS SERVER Objetivo: Instalar e detalhar o funcionamento de um Servidor de DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) no sistema operacional Microsoft Windows 2003 Server.

Leia mais

Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Saúde. AGTI Assessoria de Gestão de Tecnologia da Informação. Procedimentos Técnicos

Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Saúde. AGTI Assessoria de Gestão de Tecnologia da Informação. Procedimentos Técnicos Procedimentos Técnicos Ativação da Antena Satélite Versão: 1.00 06.Jul.2012 Responsável: Marcos Milagres ( rede@saude.mg.gov.br ) Entendendo o funcionamento do serviço: Figura 01 - Esquemático O acesso

Leia mais

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO AULA PRÁTICA DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO Objetivo: Apresentar o modo de operação Ad Hoc de uma rede padrão IEEE 802.11g/b e implementá-la em laboratório. Verificar os fundamentos de associação/registro

Leia mais

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO DO PFSENSE E UMA REDE INTERNA NO VIRTUALBOX

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO DO PFSENSE E UMA REDE INTERNA NO VIRTUALBOX TUTORIAL DE INSTALAÇÃO DO PFSENSE E UMA REDE INTERNA NO VIRTUALBOX Abrir o Virtualbox e criar a máquina virtual. Digitar o nome da VM, tipo BSD e versão FreeBSD. O pfsense precisa de no mínimo 128MB de

Leia mais

MANUAL DE MEMBRO COMUNIDADE DO AMIGO

MANUAL DE MEMBRO COMUNIDADE DO AMIGO SUMÁRIO Efetuando o Login na comunidade... 3 Esqueceu sua senha?... 3 Página Principal... 4 Detalhando o item Configurações... 5 Alterar Foto... 5 Alterar Senha... 5 Dados Pessoais... 6 Configurações de

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 9 INTRODUÇÃO À REDES CLIENTE SERVIDOR... 2

SUMÁRIO 1. AULA 9 INTRODUÇÃO À REDES CLIENTE SERVIDOR... 2 SUMÁRIO 1. AULA 9 INTRODUÇÃO À REDES CLIENTE SERVIDOR... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Escolhendo a edição do Sistema Operacional... 3 1.3 Requisitos mínimos do Sistema... 4 1.4 Instalação do Sistema... 5

Leia mais

ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO!

ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO! ESTRUTUTA DE REDE DE ACESSO! - Primeiramente, antes de colocar um DVR na rede, para acesso, você precisa saber, qual a estrutura da rede, quantos micros estão conectados, se é uma rede simples, de uma

Leia mais

Roteador Wireless 150Mbps 4 Portas

Roteador Wireless 150Mbps 4 Portas Roteador Wireless 150Mbps 4 Portas Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações

Leia mais

Redes de Computadores Endereçamento IP

Redes de Computadores Endereçamento IP Redes de Computadores Endereçamento IP Prof. Eduardo Endereçamento IP o TCP/IP utiliza um endereçamento lógico; Cada dispositivo conectado em rede necessita usar pelo menos um endereço IP (identifica o

Leia mais

W-R2000nl Guia de instalação

W-R2000nl Guia de instalação W-R2000nl Guia de instalação Sumário Introdução...3 Instalação...5 Configurando seu computador...6 Acessando a tela de configurações...7 Configuração de Roteamento...8 Trocando senha de sua rede sem fio...13

Leia mais

Manual de migração do e-mail Live@edu. Versão <01.00> Associacao Paranaense de Cultura

Manual de migração do e-mail Live@edu. Versão <01.00> Associacao Paranaense de Cultura Manual de migração do e-mail Live@edu Versão Associacao Paranaense de Cultura Histórico da Revisão 03/09/2010 01.00 Versão piloto Carlos Costa Cedro Confidencial Associacao Paranaense de Cultura,

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 1 Levante e ande - Instalando o Lazarus e outros sistemas de suporte. Ano: 02/2011 Nesta Edição

Leia mais

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep 1. Introdução Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações e sistemas é

Leia mais