SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO BRASÍLIA, FEVEREIRO DE 2007

2 ÍNDICE Cadastro Funcionalidades... Apresentação da aba de listagem... Apresentação da aba de Cadastro... Apresentação da aba de Itens... Apresentação da aba Histórico... Apresentação da aba Pesquisa... Como dar entrada em uma nota fiscal?... Como Cadastrar uma Aprovação Técnica?... Como cadastrar uma Substituição de Itens?... Como cadastrar uma Aquisição de Bens?... Como definir a Localização de um Material de Consumo?... Como atender uma Requisição de Material?... Patrimônio Listagem de Bens Intranet MDA... Devolução de Bens Permanentes... Localização de Bens Permanentes Intranet MDA... Localização de Bens Permanentes... Conserto de Bens Permanentes Intranet MDA... Conserto de Bens Permanentes Pendências de Conserto... Conserto de Bens Permanentes Retorno de Conserto... Requisição de Empréstimo Intranet MDA... Requisição de Empréstimo de Bens Permanentes Pendências de Empréstimo... Empréstimo de Bens Permanentes Confirmação de Empréstimo... Empréstimo de Bens Permanentes Retorno de Empréstimo Licitações 24 Aquisição de Bens e Serviços Intranet MDA Licitações Licitações Pendentes Licitações Acompanhamento de Licitações Pendentes Relatórios Entrada de Estoque... Livro KARDEX... Consolidados por Bens de Consumo... Relatório Mensal de Almoxarifado RMA... Saída de Bens de Consumo por Unidade... Relatório de Requisição de Materiais... Termo de Responsabilidade... Itens em Conserto... Relatório Mensal de Bens Permanentes... Posição de Estoque... Inventário de Estoque de Materiais

3 1 Funcionalidades O SIASP é responsável pelo cadastro dos bens de consumo, bens permanentes e bens imóveis, controle de estoque (Entrada e Saída dos bens), atendimento de requisições de materiais, empréstimo de equipamentos, impressão de relatórios para controle interno e externo de saída de materiais, avisar aos gestores do sistema o nível de necessidade de compra dos materiais em estoque através da quantidade demandada e da quantidade disponível para distribuição. Atores Responsabilidades Usuários de rede que possuem atribuições no As responsabilidades exigem Cadastro no CONTRA como Usuários de funcionamento do sistema e são responsáveis por Sistemas dos Atores com perfis de Acessos configurados para os menus incluírem os bens patrimoniais, atender requisições, do SIASP monitorar entrada e saída dos bens, emprestar bens,. controlar devolução. Usuários do Sistema Cadastro de Classificação de Bens Cadastro de Bens Cadastro de Tipos de Movimentação Cadastro de Bancos Cadastro de Fornecedores Aquisição de Bens Recebimento de Bens Aprovação Técnica Substituição de Bens Autorização de Saída Atendimento de Requisição Material em Estoque Itens de Inclusão Monitor de Aquisições Transporte de Saldos Atendimento de Demandas Reprimidas Relatório de Entrada em Estoque Relatório Livro Kardex Consolidados por bens de consumo Relatório mensal de almoxarifado Saída de bens de consumo por unidade Gráficos Relatório de Requisição de Materiais Termo de responsabilidade Itens em conserto Posição em estoque Inventário de Estoque de Materiais 3

4 2 Apresentação da Aba Listagem Recebimento de bens Nesta tela está sendo apresentado algumas informações básicas sobre o sistema, essas informações consistem em familiarizar o usuário com os aspectos comuns que a maioria das páginas irão possuir, com isso informamos o significado de cada item da página. Neste caso é explicado que na parte superior da tela existe o nome do usuário logado, e logo abaixo informamos o nome da página e sua breve descrição, informamos o significado dos ícones de alteração e exclusão e mais abaixo a forma de utilização da paginação dos registros da listagem. Nesta página estamos mostrando que os menus referentes ao SIASP estão sendo apresentados na parte superior da tela divididos entre forma de utilização (Cadastro, Movimentações, Almoxarifado, Patrimônio, Licitações e Relatórios), onde cabe ao usuário definir qual operação irá utilizar. 4

5 Nesta tela temos um exemplo de relatórios que por padrão são localizados a direita na listagem dos registros e possuem duas opções de visualização, uma em HTML e outra em PDF, na parte superior da tela são informados os créditos sobre a análise, desenvolvimento, design e coordenação do sistema. Essa opção é apresentada ao clicar sobre o link Sobre. Para sair do sistema basta clicar no botão Sair localizado na parte superior direita do sistema, ao clicar neste botão o usuário será direcionado para a página de acesso do sistema. * As telas do sistema são divididas em abas, o número de abas varia conforme a tela em questão, a seguir iremos falar sobre cada uma delas: Aba principal Listagem: 5

6 Toda tela que for selecionada será direcionada para uma aba de listagem. Nela será possível manipular os registros desde que o usuário tenha permissão para o mesmo, pois o usuário pode ter acesso para editar registro e não ter acesso para excluí los. Relatórios: Caso a tela que o usuário selecione possua relatórios, e em alguns casos será possível imprimir o mesmo clicando nos ícones de relatório como mostra a figura acima. Em algumas telas a impressão do relatório será feita de forma diferente, mas isso será mostrado mais à frente já que neste tópico estamos falando sobre comportamento padrão do sistema. Alteração: Para editar um registro na listagem é necessário clicar no botão V em verde que se encontra à esquerda da tela, após selecionar esse botão o usuário será direcionado para aba de cadastro que nela poderá efetuar as alterações necessárias no registro selecionado. 3 Apresentação da aba de Cadastro Recebimento de bens A seguir é apresentada a aba de cadastro onde o usuário pode alterar ou incluir um novo registro. Esta tela possui algumas operações que consistem em salvar os dados digitados nos campos, restaurar as informações digitadas e efetuar um novo cadastro caso a operação seja uma alteração. Perceba que ao lado esquerdo de cada campo possui uma breve descrição da função do campo a ser preenchido. Estas mensagens auxiliam o usuário para o correto preenchimento das informações. 6

7 4 Apresentação da aba de Itens Recebimento de bens Itens: Para excluir um registro em uma listagem é necessário clicar no botão X em vermelho que se encontra à esquerda da tela, após a confirmação o registro será excluído e a página será direcionada para a listagem. 7

8 5 Apresentação da aba Histórico Recebimento de bens Histórico: Nesta aba serão mostrados os históricos de operações para o registro selecionado, os dados desta aba são somente para leitura, ou seja, não será possível efetuar qualquer alteração. Recebimento de bens Exclusão: Para excluir um registro em uma listagem é necessário clicar no botão X em vermelho que se encontra à esquerda da tela, após a confirmação o registro será excluído e a página será direcionada para a listagem. 6 Apresentação da aba Pesquisa Recebimento de bens Aba de Pesquisa: Os campos para consulta irão variar conforme a tela, mas o funcionamento básico consiste em preencher os campos com os dados que se deseja consultar. Após isso clicar em pesquisar, o retorno da 8

9 busca será mostrado na aba de listagem. O redirecionamento será automático, caso não haja retorno para a busca será mostrada uma mensagem informando que não existem informações com os dados pesquisados. 7 Como dar Entrada em uma Nota Fiscal? Bens Para dar entrada em uma nota fiscal é necessário ter cadastrado os bens que contenham essa nota fiscal, para isso é necessário que o usuário vá ao menu Cadastro, localizado na parte superior da tela e escolha a opção Bens, como mostra a figura abaixo: A seguir será apresentada a página de cadastro de Bens como mostra a figura abaixo: 9

10 Caso o bem não esteja cadastrado na listagem de bens, é necessário cadastrá lo para recebê lo. Primeiramente escolha qual a classificação do bem que consiste em separar o tipo do bem, ou seja, podemos ter material de expediente como a caneta esferográfica vermelha que no nosso exemplo está sendo cadastrada ou um material de copa e cozinha, que não se encaixa nessa classificação bem como bens permanentes ou bens imóveis. Informe os campos e clique em salvar para gravar os dados. veja o exemplo na imagem abaixo: 10

11 Em seguida vá até Movimentações > Recebimento de Bens, para dar entrada em uma Nota Fiscal. Veja imagem abaixo: Abaixo segue a página de Recebimento de Bens com apenas um registro, para cadastrar um novo item, vá até a aba Cadastro como mostra a imagem abaixo: 11

12 Preencha os campos de acordo com os dados do documento recebido e clique em salvar, lembrando que os dados apenas serão gravados após ser incluído ao menos um item da nota fiscal. Após o envio das informações para a aba itens, é necessário informar os bens que constam na nota fiscal e incluir todos esses itens. No exemplo iremos incluir a caneta esferográfica vermelha. 12

13 Abaixo é apresentado o item incluído na Nota Fiscal de nosso exemplo, agora é necessário possuir uma aprovação técnica dos itens recebidos por essa nota. Logo em seguida será apresentado como é feita essa aprovação. 8 Como Cadastrar uma Aprovação Técnica? Após o recebimento de um bem é necessária à aprovação dos itens que componham o documento de recebimento, essa aprovação é 13

14 Recebimento de bens necessária para comprovar se os itens recebidos se encontram em conformidade como discriminado no documento. Para cadastrar uma aprovação técnica vá em Movimentações > Aprovação Técnica a imagem abaixo: Aprovação Técnica Abaixo segue a página de aprovação técnica. É nela que será realizada a aprovação dos itens da Nota Fiscal, nesta tela são apresentados os bens que incluímos como parte da Nota Fiscal , que no caso é a Caneta Esferográfica Vermelha, o fornecedor e a quantidade recebida. A aprovação técnica basicamente irá avaliar se todas as canetas recebidas se encontram em conformidade ou se existe alguma que foge ao padrão informado pela Nota Fiscal. Para aprovar tecnicamente todos os itens é necessário apenas selecionar o botão Aprovar Itens Selecionados, mas caso algum item não esteja correto será necessário editar o registro e informar quantos itens não possuem conformidade, suponhamos que apenas uma Caneta esteja com defeito, para isso iremos editar o registro para registrar essa informação. 14

15 Veja que a quantidade recebida nessa situação é de 100 e a quantidade não atendida é de apenas 1 item. Com isso o bem não poderá ser incorporado ao estoque efetivo, precisando ser substituído para entrega correta de todos os itens da nota. Após o usuário gravar essa informação será impresso o registro de aprovação técnica, informando quantos itens daquela nota foi aprovado e não aprovado. Abaixo segue a tela informando que o registro de aprovação técnica lista uma caneta esferográfica vermelha que não atendeu as especificações da Nota Fiscal, sendo que automaticamente o registro ficou disponível para sua substituição. 15

16 9 Como cadastrar uma Substituição de Itens? Substituição de Bens Na listagem é disponibilizada a opção de impressão do registro de substituição de bens. Abaixo segue o exemplo do registro de substituição de bens (relatório em formato html), informando o item que não foi aprovado tecnicamente e aguardando retorno do bem correto. 16

17 Ao receber o retorno do bem é necessário editar o registro que se encontra na listagem e alterar a situação para Efetivada. Efetuar o registro da operação clicando em salvar. Veja a a imagem abaixo: Depois de efetuada a operação, o bem de consumo Caneta Esferográfica Vermelha, com cem quantidades é incluída no estoque. Para fazer tal verificação vá até o menu Almoxarifado > Material em estoque.veja imagem abaixo: 17

18 10 Como cadastrar uma Aquisição de Bens? Monitor de Aquisições Para cadastrar uma aquisição de bem vá até Almoxarifado > Monitor de Aquisições. Veja imagem abaixo: Nesta tela temos os materiais que estão em estoque e com isso podemos gerenciar a quantidade ideal que o estoque deverá ter de acordo com os parâmetros de consumo definidos em material em estoque. Veja imagem abaixo : 18

19 Produto: Indica o produto que está em estoque. Acondicionamento: Forma de acondicionamento que o produto se encontra. Estoque atual: Estoque disponível do produto. Estoque Mínimo: Quantidade mínima que o produto pode conter em estoque. Estoque Efetivo: É a quantidade atual em estoque menos a quantidade mínima Consumo Diário: É a quantidade consumida diariamente do produto em questão. Autonomia: É o tempo definido em dias que o produto deverá ficar até atender a demanda de requisições de acordo com a média gerada pelo consumo diário. Tempo Médio de Reposição: É o tempo definido em dias que o produto deverá ser reposto em estoque. Previsão de Estoque: É uma sugestão definida pelo sistema que consiste em definir o lote de compra ideal de um produto definido pela quantidade de dias que se pretende possuir um material em estoque para consumo. Lote de Compra: Quantidade definida pelo sistema como sugestão para uma determinada compra, esse campo pode ser alterado pelo usuário de acordo com a necessidade de compra. Comprar: Ao definir a marcação deste campo o usuário estará informando para o sistema que aquele item está definido para compra, caso o campo Comprar esteja marcado o estoque mínimo ou a autonomia estará perto de acabar sendo necessário efetuar nova compra do produto. Material em Estoque Os campos estoque mínimo, estoque efetivo, consumo diário, autonomia, tempo médio de reposição são definidos pelo usuário, que deverá efetuar a edição dos itens em Material em Estoque, localizado 19

20 em Almoxarifado, Material em Estoque. O usuário deverá preencher todos os campos do formulário para que o sistema possa efetuar o cálculo de reposição e o lote ideal para compra. Veja imagem abaixo: 20

21 Monitor de Aquisições Abaixo é apresentada a tela de monitor de aquisições, após as modificações referentes nos campos editados, Veja que a quantidade atual do estoque é de cem unidades da caneta esferográfica vermelha, o estoque mínimo não pode ser menor do que dez unidades deste material, o estoque efetivo é de noventa unidades, o consumo diário é de aproximadamente três unidades por dia. E existem vinte e sete dias para o consumo total deste estoque, como o tempo médio de reposição é de trinta dias o sistema informa que é necessário efetuar outra compra para suprir essa necessidade. Neste iremos colocar a previsão de estoque para sessenta dias, o sistema nos informa que o lote ideal para compra é de duzentos e nove unidades deste produto. Agora para realizar a solicitação de aquisição é necessário selecionar o botão Gerar solicitação localizada logo abaixo da tela. 21

22 Após gerar a solicitação é feita uma pergunta de confirmação de operação, solicitando que o usuário confirme a solicitação da compra dos itens especificados. Veja imagem abaixo: Depois de gerada a solicitação, os dados são registrados e outra pergunta é realizada para o usuário. Desta vez perguntando se o mesmo deseja visualizar os itens a serem comprados, iremos confirmar para visualizar os itens. Veja imagem abaixo: Aquisição de Bens O usuário é direcionado para a página de Aquisição de Bens onde o mesmo visualizará os itens solicitados para aquisição. Veja imagem 22

23 abaixo: 11 Como definir a Localização de um Material de Consumo? Material em Estoque A localização de um material de consumo é definida em Material em Estoque que se encontra no menu Almoxarifado. Nesta tela o usuário poderá gerenciar todas as informações referentes ao bem de consumo, podendo definir sua localização, veja o exemplo abaixo: Nesta tela ficarão todos os bens de consumo que o estoque possui e para definir sua localização o usuário deverá editar o registro. Veja imagem abaixo: 23

24 No campo localização de material é onde o usuário irá definir sua localização, como segue o exemplo abaixo: 12 Como atender uma Requisição de Material? 24

25 Toda requisição de material é realizada na intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma. Iremos Intranet MDA realizar uma requisição de um material que contém em nosso estoque para efeito de exemplo: Para esta operação basta clicar no menu SIASP na tela principal da Intranet. Veja imagem abaixo: Após clicar no menu siasp será exibida uma tela com as informações a respeito do referido sistema. No menu Almoxarifado, basta clicar na opção Solicitação de Materiais. Veja imagem abaixo: Após clicar em solicitação de materiais será exibida uma tela pop up com algumas considerações a respeito do formulário de requisição. Veja imagem abaixo: 25

26 Além da tela pop up também será exibido o formulário propriamente dito para que o usuário possa fazer sua requisição de material. Veja imagem abaixo: 26

27 A tela acima é utilizada pelos usuários da rede MDA para realizar solicitações de requisição de materiais sendo que é necessário informar o campo produto, que é exatamente os produtos que constam em estoque, informar a quantidade e inserir os produtos que o mesmo deseja solicitar, feito isso será enviado um e mail para o mesmo informando os dados de sua requisição. 27

28 Atendimento de Requisições Pronto à requisição de dez unidades do bem de consumo caneta esferográfica vermelha foi solicitada, agora iremos utilizar o SIASP para atender a requisição gerada, para isso vá até Almoxarifado, Atendimento de Requisições como segue a figura abaixo: Ao editar o registro, o usuário é direcionado para a tela de cadastro que possui os itens requisitados logo abaixo, com isso, deverá atender ou cancelar a requisição gerada pelo usuário. Os campos abaixo indicam os valores exatos das quantidades de demandas e o valor total em estoque, com o isso o usuário logado pode definir outro valor para atendimento se for o caso. 28

29 Na imagem abaixo temos um exemplo de atendimento de requisição, que apenas consiste em alterar o campo situação para atendida ou cancelada, e informar a quantidade a ser atendida. Caso o atendimento dos materiais necessite de uma saída das dependências internas é necessário informar o campo 29

30 Autorização de saída dos bens das dependências internas (ASBEDI) para registrar a saída do produto, feito isso a requisição foi realizada e liberada para o usuário requisitante. Veja imagem abaixo: 30

31 Patrimônio 13 Listagem de Bens Intranet MDA Toda requisição de uma movimentação, um empréstimo ou uma devolução de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Para isso o usuário deverá clicar no menu SIASP. Veja imagem abaixo: Após clicar no menu SIASP, o usuário será redirecionado para a página de funcionalidades do SIASP ( Almoxarifado, Licitações e Patrimônio). Vamos mostrar o exemplo de como entrar na tela de listagem de bens permanentes, que por sua vez está dentro do menu Patrimônio. Intranet > Siasp > Patrimônio > Listagem de bens..veja imagem abaixo: Na página de listagem de bens permanentes serão apresentadas as seguintes opções: 31

32 1 Devolução Apresenta o formulário para preenchimento de uma requisição de devolução de um bem. 2 Localização Apresenta o formulário para preenchimento de uma requisição de uma movimentação de um bem. 3 Conserto Apresenta o formulário para preenchimento de uma requisição de uma Solicitação de conserto de Bens Permanentes. 4 Tombamento Apresenta o Nº do tombamento do bem permanente sob a sua responsabilidade. 5 Bens Apresenta quais são os bens permanentes que estão cadastrados. 6 Local Mostra um número que equivale a um determinado local onde se encontra o bem. 7 Valor Mostra o valor do bem. Veja a imagem abaixo: Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição de devolução de um bem permanente. Para esse procedimento devemos clicar no ícone que está no campo DEVOLUÇÃO. Veja imagem abaixo: Após clicar no ícone no campo devolução, o usuário será redirecionado para a tela de devolução onde deverá preencher os campos (Novo Responsável e a Observação). Feito este procedimento é só clicar no menu GRAVAR. Veja imagem abaixo: 32

33 14 Devolução de Bens Permanentes SIASP Toda requisição de uma devolução de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer devolução de bem permanente através do SIASP. Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Devolução de Bens. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo devolução de bens, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de tombamento. Veja imagem abaixo: 33

34 Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Veja imagem abaixo: Nesta tela o usuário deverá alterar o STATUS da requisição de acordo com as opções apresentadas no combo box do campo status. Para o nosso exemplo o status escolhido foi ATENDIDO. Feito este procedimento basta clicar no bota SALVAR.Veja imagem abaixo: 34

35 Depois de salvar, o usuário será redirecionado novamente para a tela de listagem, que não apresenta mais o bem que foi atendido e salvado. Veja imagem abaixo: 15 Localização de Bens Permanentes Toda requisição de uma localização de um bem permanente é 35

36 Intranet MDA realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Intranet > Siasp > Patrimônio > Listagem de bens. Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição de Localização de um bem permanente. Para esse procedimento devemos clicar no ícone que está no campo Localização. Veja imagem abaixo: Após clicar no ícone no campo Localização, o usuário será redirecionado para a tela de localização onde deverá preencher os campos Nova Localização e a Observação. Feito este procedimento é só clicar no menu GRAVAR. Veja imagem abaixo: 16 Localização de Bens Permanentes Toda requisição de uma Localização de um bem permanente é 36

37 SIASP realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer movimentação de bem permanente através do SIASP. Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Pendências de Movimentação. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo Pendências de Movimentação, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Solicitação. Veja imagem abaixo: Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Veja imagem abaixo: 37

38 Nesta tela o usuário deverá alterar a SITUAÇÃO da requisição de acordo com as opções apresentadas no combo box do campo situação. Para o nosso exemplo a situação escolhida foi ATENDIDO. Veja imagem abaixo: 38

39 Nesta tela também tem uma opção para que o usuário possa gerar uma autorização de saída de bem das dependências internas (ASBEDI). Somente com esta autorização poderá ser feito alguma movimentação de bem. Feito este procedimento basta clicar no bota SALVAR. Depois de salvar, será gerado um Termo de Responsabilidade Sobre Bens Permanentes, onde o usuário assume toda e qualquer responsabilidade sob o bem que está sob sua tutela.veja imagem abaixo: 39

40 Ainda nesta tela, também depois de salvar, será gerada uma Autorização de Saída de Bens das Dependências Internas, onde o usuário será autorizado a transportar os itens especificados na mesma.veja imagem abaixo: Nesta aba serão mostrados os históricos de operações para o registro selecionado, os dados desta aba são somente para leitura, ou seja, não será possível efetuar qualquer alteração. Veja imagem abaixo: Os campos para consulta ( Solicitante e Tombamento ) consiste em preencher os campos com os dados que se deseja consultar e após isso clicar em pesquisar, o retorno da busca será mostrado na aba de listagem e o redirecionamento será 40

41 automático, caso não haja retorno para a busca, será mostrada uma mensagem informando que não existem dados cadastrados para a pesquisa. Veja imagem abaixo: 17 Conserto de Bens Permanentes Toda requisição de um Conserto de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que Intranet MDA possua acesso a mesma e que deseja fazer. Intranet > Siasp > Patrimônio > Listagem de bens > Conserto. Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição de Conserto de um bem permanente. Para esse procedimento devemos clicar no ícone que está no campo Conserto. Veja imagem abaixo: Após clicar no ícone no campo Conserto, o usuário será redirecionado para a tela de Conserto onde deverá preencher o campo Observações. Feito este procedimento é só clicar no menu GRAVAR. Veja imagem abaixo: 41

42 18 Conserto de Bens Permanentes Pendências de Conserto SIASP Toda requisição de um Conserto de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer Conserto de bem permanente através do SIASP. Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Pendências de Conserto. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo Pendências de Conserto, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Solicitação. Veja imagem abaixo: 42

43 Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Veja imagem abaixo: 43

44 Caso o bem permanente necessite de um conserto externo, o usuário deverá marcar a opção CONSERTO EXTERNO. Com isso abrirá um Combo Box com uma lista de empresas prestadoras de serviços. Veja imagem abaixo: Ainda nesta tela o usuário deverá preencher a situação de acordo com as seguintes opções: Liberado para conserto ou cancelado. No exemplo foi optado pela Liberado para conserto. Veja imagem 44

45 Após o preenchimento dos campos necessários é só clicar no botão SALVAR. Veja imagem abaixo: Após salvar será gerada uma Autorização de Saída de Bens das Dependências Internas, onde o usuário será autorizado a transportar os itens especificados na mesma.veja imagem abaixo: 45

46 19 Conserto de Bens Permanentes Retorno de Conserto Toda requisição de um Conserto de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a SIASP requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer Conserto de bem permanente através do SIASP. Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição para o Retorno de Conserto de um bem permanente. Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Retorno de Conserto. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo Retorno de Conserto, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Solicitação. Veja imagem abaixo: 46

47 Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Nesta tela não há muito o que fazer, apenas clicar no botão SALVAR. Veja imagem abaixo: Após salvar, o usuário será redirecionado para a tela de listagem e caso não haja mais de um item cadastrado a tela aparecerá vazia. Veja imagem abaixo: 47

48 Nesta aba serão mostrados os históricos de operações para o registro selecionado, os dados desta aba são somente para leitura, ou seja, não será possível efetuar qualquer alteração. Veja imagem abaixo: Os campos para consulta ( Nº da aquisição e Observações ) consiste em preencher os campos com os dados que se deseja consultar e após isso clicar em pesquisar, o retorno da busca será mostrado na aba de listagem e o redirecionamento será automático, caso não haja retorno para a busca, será mostrada uma mensagem informando que não existem dados cadastrados para a pesquisa. Veja imagem abaixo: 48

49 20 Requisição de Empréstimo Intranet MDA Toda requisição de um Empréstimo de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Para isso o usuário deverá clicar no menu SIASP. Veja imagem abaixo: Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição de um Empréstimo de um bem permanente. ( Intranet > Siasp > Patrimônio > Requisição de Empréstimo ). Veja imagem abaixo: Para o preenchimento correto desta tela, o usuário deverá ficar atento com relação aos campos das datas ( Data de saída 49

50 e retorno). Para preencher o campo com a data, basta clicar dentro do espaço em branco que aparecerá um calendário para que possa escolher o mês/ano e a data. Uma vez escolhida a data basta clicar sobre o dia desejado.veja imagem abaixo: Após o correto preenchimento dos campos é só clicar no Botão Enviar solicitação. Veja imagem abaixo: Após o clique no botão enviar solicitação será exibido um alerta confirmando o registro do pedido de empréstimo. Veja imagem abaixo: 50

51 21 Requisição de Empréstimo de Bens Permanentes Pendências de Empréstimo Toda requisição de um Empréstimo de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a SIASP requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer Empréstimo de bem permanente através do SIASP. Vamos mostrar o exemplo de como fazer o acompanhamento de uma requisição para um empréstimo de um bem permanente. Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Pendências de Empréstimo. Veja imagem abaixo: 51

52 Após clicar no campo Pendências de Empréstimo, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Solicitação. Veja imagem abaixo: Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de Itens. Nesta tela o usuário deverá escolher o bem no campo Bem, além disso, também deverá marcar a opção para geração da autorização de saída do bem (ASBEDI). Depois de ter preenchido todas os campos é só SALVAR. Veja imagem abaixo: Após salvar os dados, será listado nesta mesma página o bem cadastrado. Veja imagem abaixo: 52

53 Além da listagem, também será gerada a autorização para saída do bem das dependências (ASBEDI). Veja imagem abaixo: 53

54 Nesta aba serão mostrados os históricos de operações para o registro selecionado, os dados desta aba são somente para leitura, ou seja, não será possível efetuar qualquer alteração. Veja imagem abaixo: Os campos para consulta ( Solicitante e Nº da Solicitação ), consiste em preencher os campos com os dados que se deseja consultar e após isso clicar em pesquisar, o retorno da busca será mostrado na aba de listagem e o redirecionamento será automático, caso não haja retorno para a busca, será mostrada uma mensagem informando que não existem dados cadastrados para a pesquisa. Veja imagem abaixo: 22 Empréstimo de Bens Permanentes Confirmação de Empréstimo Toda requisição de um Empréstimo de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a SIASP requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer Empréstimo de bem permanente através do SIASP. Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição para uma Confirmação de Empréstimo de um bem permanente. 54

55 Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Confirmação de Empréstimo. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo Confirmação de Empréstimo, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde). Com isso será mostrada a tela de cadastro. Veja imagem abaixo: Nesta tela o usuário deverá escolher uma situação para a confirmação do empréstimo, de acordo com as opções contidas no combo box do campo situação. O usuário poderá atender (atendido) ou cancelar(cancelado) uma confirmação de empréstimo. Neste exemplo a situação escolhida foi atendido. Depois de escolher a situação é só clicar no botão SALVAR.Veja imagem abaixo: 55

56 Após Salvar será gerado um termo de responsabilidade sobre o bem permanente. Veja imagem abaixo: Após a impressão do termo de responsabilidade o usuário será redirecionado para a tela de listagem de confirmação de empréstimo. Veja imagem abaixo: 56

57 23 Empréstimo de Bens Permanentes Retorno de Empréstimo Toda requisição de um Empréstimo de um bem permanente é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário ter feito a SIASP requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer Empréstimo de bem permanente através do SIASP. Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição para um Retorno de Empréstimo de um bem permanente. Para isso basta clicar em Siasp > Patrimônio > Retorno de Empréstimo. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo Retorno de Empréstimo, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Solicitação. Veja imagem abaixo: 57

58 Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Nesta tela não há muito que fazer apenas clicar no botão SALVAR. Veja imagem abaixo: Após Salvar será gerado um termo de responsabilidade sobre o bem permanente. Veja imagem abaixo: 58

59 Nesta aba serão mostrados os históricos de operações para o registro selecionado, os dados desta aba são somente para leitura, ou seja, não será possível efetuar qualquer alteração. Veja imagem abaixo: Os campos para consulta ( Solicitante e Nº da Solicitação ), consiste em preencher os campos com os dados que se deseja consultar e após isso clicar em pesquisar, o retorno da busca será mostrado na aba de listagem e o redirecionamento será automático, caso não haja retorno para a busca, será mostrada uma mensagem informando que não existem dados cadastrados para a pesquisa. Veja imagem abaixo: 59

60 Licitações 24 Aquisição de Bens e Serviços Intranet MDA Toda requisição de uma Licitação para uma aquisição de Bens e Serviços é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Para isso o usuário deverá clicar no menu SIASP. Veja imagem abaixo: 60

61 Após clicar no menu SIASP, o usuário será redirecionado para a página de funcionalidades do SIASP ( Almoxarifado, Licitações e Patrimônio). Vamos mostrar o exemplo de como entrar na tela de cadastro de requisição de licitação para aquisição de bens e serviços, que por sua vez está dentro do menu Licitações. Intranet > Siasp > Licitações > Aquisição de Bens e Serviços.Veja imagem abaixo: Após clicar no menu Aquisição de Bens e serviços será mostrado um pop up de ajuda com algumas dicas sobre o sistema e sua correta utilização. Veja imagem abaixo: 61

62 Caso o usuário queira fechar esta janela pop up, basta clicar na opção de fechar janela que se encontra no canto superior direito da mesma. Após fechá la o mesmo poderá continuar preenchendo o formulário da requisição. Veja imagem abaixo: 62

63 Após preencher os campos do formulário, basta clicar no botão GRAVAR. Veja imagem abaixo: Após clicar no botão gravar, será mostrada uma janela de alerta informando que o cadastro foi realizado com sucesso e que uma confirmação será enviada via e mail. Veja imagem abaixo: 63

64 25 Licitações Licitações Pendentes Toda requisição de uma Licitação para uma aquisição de Bens e Serviços é realizada na Intranet, podendo ser realizada por qualquer usuário que possua acesso a mesma e que deseja fazer. Após o usuário SIASP ter feito a requisição somente os administradores patrimoniais do MDA poderão autorizar qualquer Aquisição de Bens e Serviços. Vamos mostrar o exemplo de como fazer uma requisição de uma licitação pendente. Para isso basta clicar em Siasp > Licitações > Licitações Pendentes. Veja imagem abaixo: Após clicar no campo Licitações Pendentes, o usuário será redirecionado para a tela de listagem. Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Controle. Veja imagem abaixo: Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Veja imagem abaixo: 64

65 Nesta tela o usuário deverá preencher os campos obrigatórios (cor escura) e ficar atento com relação a alguns campos 65

66 como o Nº do processo, que deverá ser preenchido. Veja imagem abaixo: No campo Modalidades de licitação, serão apresentadas algumas opções para que o usuário possa escolher uma de acordo com sua necessidade, no nosso exemplo a modalidade é Licitação por compra direta. Veja imagem abaixo: No campo Ano de Controle da Modalidade de Licitação, deverá ser escolhido o ano no qual se refere a modalidade que está sendo cadastrada. Veja imagem abaixo: 66

67 No campo Nº de Controle da Modalidade de Licitação, deverá ser escolhido um Nº no qual se refere a modalidade que está sendo cadastrada. Veja imagem abaixo: No campo Situação do Processo deverá ser escolhido qual será a situação do processo da licitação, ou seja, se vai ser cancelada, se está em andamento ou se está sendo solicitado. Veja imagem abaixo: 67

68 Após o preenchimento dos campos é só clicar no botão SALVAR. Veja imagem abaixo: Após salvar os dados dos campos será exibido um pop up onde o usuário terá uma breve explicação de como proceder no preenchimento dos dados da tela.veja imagem abaixo: 68

69 Após o preenchimento é só salvar. Veja imagem abaixo: Depois de salvar os dados, será exibido na mesma tela uma listagem dos itens cadastrados. Veja imagem abaixo: 69

70 Assim que o usuário fecha ou sai desta janela abre uma outra, para que o mesmo possa adicionar mais informações a sua proposta, e ainda possui também uma breve explicação da tela veja imagem abaixo: Após o preenchimento é só clicar no botão Salvar. Veja imagem abaixo: 70

71 Depois de salvar os dados, será exibido na mesma tela uma listagem dos itens cadastrados. Veja imagem abaixo: O usuário que tem acesso à Intranet, também poderá acompanhar em qual etapa se encontra a sua licitação de aquisição de bens e serviços. Intranet > Siasp > Licitações > Acompanhamento de Aquisições.Veja imagem abaixo: 71

72 Vamos mostrar o exemplo de como fazer um Acompanhamento de Aquisições de uma licitação. ( Intranet > Siasp > Patrimônio > Acompanhamento de aquisições ). Veja imagem abaixo: O usuário poderá visualizar em que passo está sua solicitação, para isso basta clicar sobre o número de ordenação da proposta. Veja imagem abaixo: 72

73 Após clicar no Nº de ordenação da proposta, será exibida uma tela de acompanhamento das etapas realizadas. Nesta tela será possível ter uma visualização da etapa, do histórico da situação e do histórico de mensagens relacionadas ao processo atual. Veja imagem abaixo: 26 Licitações Acompanhamento de Licitações Pendentes 73

74 Vamos mostrar o exemplo de como fazer um acompanhamento de uma requisição de uma licitação pendente. Para isso basta clicar em Siasp > Licitações > Acompanhamento de Licitações. Veja imagem abaixo: Após clicar no menu Acompanhamento de Licitações, será exibida uma tela de listagem de licitações já cadastradas. Veja imagem abaixo: Nesta tela além da opção de edição, está disponível também uma opção de visualização da etapa em que se encontra a licitação. Para visualizar basta clicar no Nº referente ao processo, localizado na coluna Nº Processo. Veja imagem abaixo: 74

75 Após clicar neste Nº de processo, será exibido um pop up para visualização da etapa realizada. Veja imagem abaixo: Para fazer qualquer alteração o usuário deverá clicar no ícone ALTERAR REGISTRO (cor verde) que se encontra à esquerda do campo Nº de Processo. Veja imagem abaixo 75

76 Após clicar no ícone alterar registro, o usuário será redirecionado para a tela de cadastro. Veja imagem abaixo: Nesta tela o usuário poderá fazer algumas alterações como mostrado no exemplo. A situação do processo poderá ser definida de acordo com as opções que se encontram no combo box no referido campo. Veja imagem abaixo: 76

77 Após o preenchimento dos campos é só clicar no botão SALVAR. Veja imagem abaixo: Após salvar os dados dos campos, o usuário será redirecionado para a aba etapas. Nesta tela serão visualizados os dados principais do processo. Apenas o campo Opções tem possibilidade de ser alterado. Veja imagem abaixo: 77

78 Quando o usuário clica em Itens de Objeto, abre um pop up. Caso haja algum item cadastrado será exibida uma listagem dos mesmos. Se não houver nenhum item cadastrado, poderá ser feito através do preenchimento dos campos vazios. Veja imagem abaixo: Quando o usuário clica em Propostas, abre um pop up. Caso haja algum item cadastrado será exibida uma listagem dos mesmos. Se não houver nenhum item cadastrado, poderá ser feito através do preenchimento dos campos vazios ou ainda fazer adição de um novo item, empresa ou proposta. Veja imagem abaixo: 78

79 Na aba ( anexo ) o usuário poderá anexar se necessário, um arquivo a uma determinada etapa. Veja imagem abaixo: Na aba de contato é local para que o usuário possa mandar uma mensagem aos responsáveis pela licitação. Para isto basta preencher o corpo da mensagem com o assunto e a descrição e depois clicar no botão enviar. Veja imagem abaixo: 79

80 Nesta aba serão mostrados os históricos de operações para o registro selecionado, os dados desta aba são somente para leitura, ou seja, não será possível efetuar qualquer alteração. Veja imagem abaixo: Os campos para consulta ( Nº do Processo, Nome e Etapa ), consiste em preencher os campos com os dados que se deseja consultar e após isso clicar em pesquisar, o retorno da busca será mostrado na aba de listagem e o redirecionamento será automático, caso não haja retorno para a busca, será mostrada uma mensagem informando que não existem dados cadastrados para a pesquisa. Veja imagem abaixo: 80

81 Relatórios 27 Entrada de Estoque SIASP Os relatórios trazem as informações de um determinado tópico que através da combinação de alguns filtros trazem os dados do item em questão. Entrada de Estoque De acordo com os filtros escolhidos esse relatório informa quais itens obtiveram entrada em estoque com aprovação técnica positiva. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao relatório de Entrada de Estoque. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Entrada de Estoque. Veja imagem abaixo: 81

82 Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens cadastrados nos períodos solicitados referentes ao mesmo. Veja imagem abaixo: 28 Livro KARDEX O livro Kardex é um relatório que tem a finalidade de transparecer as entradas e saídas de bens do almoxarifado, facilitando o processo de gerenciamento dos materiais que estão em estoque, abaixo iremos apresentar como utilizar e como 82

83 acompanhar o funcionamento do mesmo. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Livro Kardex. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Livro Kardex. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar o período e os produtos cadastrados referentes ao mesmo. Veja imagem abaixo: 83

84 Neste relatório está sendo apresentado os dados referentes às movimentações (Entrada e Saída) do bem de consumo Papel para copiadora, tamanho A x 297mm entre o período de 17/03/2006 a 17/10/2006, acompanhando o relatório temos o cabeçalho da página localizado na parte superior da tela, logo abaixo o nome do relatório e os dados do produto e período selecionados, em seguida temos o saldo inicial, que é o saldo que possuía o estoque na data inicial selecionada. Os campos do relatório consiste em: Data: O campo data informa o período em que houve entradas e saídas do produto. Sigla: Significa o tipo de movimentação gerada na operação, neste exemplo acima temos as seguintes siglas: RM Requisição de Materiais. Numero: É o numero do documento de origem. Responsável: Indica a unidade e o responsável da mesma a realizar a entrada de produtos e saída dos mesmos. Entrada: Este campo é preenchido quando a operação é um recebimento de bens e refere se à quantidade adquirida. Saída: Este campo é preenchido quando a operação é uma requisição de materiais, ou seja, quando sai um item do estoque. 84

85 Saldo: Refere se à quantidade total que o estoque possui de um determinado produto. Valor Unitário: Refere se ao valor unitário do produto. Entrada: Corresponde ao valor monetário total do produto. Saída: Corresponde ao valor total de saída de matérias do estoque. Saldo: Corresponde ao valor total monetário em estoque. 29 Consolidados por Bens de Consumo Esse relatório informa a "quantidade" de itens de bens de consumo que entraram em estoque em um determinado período, podendo também ser solicitado outros dados de preenchimento não obrigatório. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao relatório de Consolidado por Bens de Consumo. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Consolidados por Bens de Consumo. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: 85

86 Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens cadastrados durante o período selecionado referente ao mesmo. Veja imagem abaixo: 86

87 30 Relatório Mensal de Almoxarifado RMA Relatório que informa o total de itens que saíram e entraram em estoque durante o mês selecionado. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório Mensal de Almoxarifado RMA. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Relatório Mensal de Almoxarifado (RMA). Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: 87

88 Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens cadastrados durante o período selecionado referente ao mesmo. Veja imagem abaixo: 31 Saída de Bens de Consumo por Unidade 88

89 Informa a quantidade de itens que saíram do estoque em um determinado período. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório de Saída de Bens de Consumo por Unidade. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Saída de Bens de Consumo por Unidade. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens referentes ao mesmo. Veja imagem abaixo: 89

90 32 Relatório de Requisição de Materiais Informa os itens que saíram do estoque e quem foi o solicitante. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório de Requisição de Materiais. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Relatório de Requisição de Materiais. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: 90

91 Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens referentes ao mesmo. Veja imagem abaixo: 33 Termo de Responsabilidade 91

92 Informa quais itens saíram do MDA e quem foi o responsável pela sua retirada. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório de Termo de Responsabilidade. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Termo de Responsabilidade. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens referentes ao mesmo. Veja imagem abaixo: 92

93 34 Itens em Conserto Informa os itens que estão em conserto e pra onde foram. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório de Itens de Conserto. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Itens de Conserto. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: 93

94 35 Relatório Mensal de Bens Permanentes Relatório que informa o total de itens "BENS PATRIMONIAIS" que saíram e entraram em estoque durante o mês selecionado. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório Mensal de Bens Permanentes. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Relatório Mensal de Bens Permanentes. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: 94

95 36 Posição de Estoque Informa a quantidade total de todas as classificações de bens. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório de Posição de Estoque. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Posição de Estoque. Veja imagem abaixo: 95

96 Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: Após clicar na opção Gerar relatório, será exibida uma janela pop up que irá mostrar os itens referentes ao mesmo. Veja imagem abaixo: 96

97 37 Inventário de Estoque de Materiais Informa a quantidade total da classificação do bem em estoque. Vamos mostrar o exemplo de como ter acesso ao Relatório de Inventário de Estoque de Materiais. Para isso basta clicar em Siasp > Relatórios > Inventário de Estoque de Materiais. Veja imagem abaixo: Após o preenchimento dos campos é só clicar na opção Gerar relatório. Veja imagem abaixo: 97

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 1 2 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 2- Notas de Compra (Incluindo Quantidades no Almoxarifado) 07 2.1 - Notas complementares 12 2.2 - Desmembramento de bens 13 3- Requisições

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Projeto SIGA-EPT Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Versão setembro/2010 Requisição de Almoxarifado Introdução Requisição é uma solicitação feita

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital

Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital Inventários Página 1 de 6 Utilizado para fazer o inventário de todos os produtos cadastrados no sistema SIGLA Digital 1 Começando o Cadastro 11

Leia mais

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42 Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4 Passo a passo para visualização de contatos... 5 Passo a passo para filtragem da lista de contatos... 6 Como ordenar a lista de contatos... 7 Como gerar uma

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Ajuda do Sistema Aquarius.

Ajuda do Sistema Aquarius. Ajuda do Sistema Aquarius. Esta ajuda é diferenciada da maioria encontrada nos sistemas de computador do mercado. O objetivo desta ajuda é literalmente ajudar o usuário a entender e conduzir de forma clara

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP Pouso Alegre MG 2013 SUMÁRIO 1. Introdução.... 6 2. Efetuar Entrada de Material.... 8 2.1. Entrada de Material por Compra.... 8 2.1.1. Cadastro de Empenho...

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

Controle de Almoxarifado

Controle de Almoxarifado Controle de Almoxarifado Introdução O módulo de Controle de Almoxarifado traz as opções para que a empresa efetue os cadastros necessários referentes a ferramentas de almoxarifado, além do controle de

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador

Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador 2015 TUTORIAL SIGAMAZÔNIA Desenvolvido por: FAPESPA LABES-UFPA Sumário Sumário... 3 CADASTRO NO SISTEMA... 5 FAZENDO LOGIN NO SIGAMAZÔNIA... 5 MENU INICIAL... 6

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos O objetivo deste Manual é permitir a reunião de informações dispostas de forma sistematizada, criteriosa e segmentada

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO - Windows MANUAL DO USUÁRIO DPSISTEMAS www.dpsistemas.com.br 1. Registrando o programa... 3 2. Entrando no programa Login... 5 3. Tela Principal do Sistema... 6 4. Utilizando os botões de navegação...

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

MANUAL ESTOQUE Sumário

MANUAL ESTOQUE Sumário MANUAL ESTOQUE Sumário COMO ADICIONAR MATERIAL NO ESTOQUE?... 2 COMO ALTERAR UM MATERIAL NO ESTOQUE?... 3 COMO EXCLUIR MATERIAL NO ESTOQUE?... 4 COMO VERIFICO A SITUAÇÃO DO MEU MATERIAL DO ESTOQUE?...

Leia mais

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Utilizado para vendas no balcão por ser uma venda rápida, mais simples, onde não é necessário

Leia mais

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS - MDA - SPOA - CGMI SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL DO USUÁRIO Administrador do Sistema BRASÍLIA, AGOSTO DE 2007 Versão 1.0 SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Inventário Manual...2 Relatório de contagem...2 Contagem...3 Digitação...3 Inventário Programado...6 Gerando o lote...7 Inserindo produtos manualmente no lote...8 Consultando

Leia mais

Roteiro de Implantação do Módulo de Patrimônio Tombamento Manual

Roteiro de Implantação do Módulo de Patrimônio Tombamento Manual Fluxo de tombamento a ser realizado: Tombar Bens por Outros Tipos de Entrada Descrição: Esta funcionalidade permite que o usuário realize o tombamento de um bem como patrimônio oficial da Instituição,

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública A Central Nacional de Indisponibilidade é um sistema que integra ordens judiciais e administrativas sobre indisponibilidade de bens. Para acessar a Central

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO UNIVERSITÁRIO DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES SISTEMA 1ª EDIÇÃO SETEMBRO/2013

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. Índice 1) Acesso ao sistema 2) Recepção do paciente 3) Envio do atendimento para faturamento: consulta médica ou procedimentos simples 4) Envio do atendimento para faturamento: procedimentos previamente

Leia mais

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS - MDA - SPOA - CGMI SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL DO USUÁRIO Pesquisa no Sistema BRASÍLIA, AGOSTO DE 2007 Versão 1.0 SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL

Leia mais

CADASTROS DE VENDAS, PEDIDOS, ORÇAMENTOS OU DEVOLUÇÕES

CADASTROS DE VENDAS, PEDIDOS, ORÇAMENTOS OU DEVOLUÇÕES Vamos detalhar neste tutorial o processamento de lançamento das vendas, pedidos de representantes, orçamentos para clientes e devoluções de mercadorias. No sistema TOPONe todas estas operações podem ser

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

SISTEMA PATRIMÔNIO WEB

SISTEMA PATRIMÔNIO WEB UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Subcomissão de Patrimônio - GEFIM REITORIA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO COMPATRIM/GEFIM SISTEMA PATRIMÔNIO WEB Manual do usuário v.1.1 Sumário Introdução... 4 Fluxo das Principais

Leia mais

A barra de menu a direita possibilita efetuar login/logout do sistema e também voltar para a página principal.

A barra de menu a direita possibilita efetuar login/logout do sistema e também voltar para a página principal. MANUAL DO SISCOOP Sumário 1 Menu de Navegação... 3 2 Gerenciar País... 5 3- Gerenciamento de Registro... 8 3.1 Adicionar um registro... 8 3.2 Editar um registro... 10 3.3 Excluir um registro... 11 3.4

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS COTAÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Movimentações de Estoque Versão de Sistema: 11.8.0.0 Setembro 2014 Versão do documento: 4.0

Movimentações de Estoque Versão de Sistema: 11.8.0.0 Setembro 2014 Versão do documento: 4.0 Movimentações de Estoque Versão de Sistema: 11.8.0.0 Setembro 2014 Versão do documento: 4.0 Índice Título do documento 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Movimentações de Estoque... 3 4. Parâmetros...

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Sistema de Logística Reversa

Sistema de Logística Reversa Sistema de Logística Reversa Manual de Utilização do Sistema Índice 1 Acessando o Sistema...3 1.1 Alterando a Senha...3 2 Tela Principal...4 3 Inserindo uma nova solicitação de coleta...4 4 Pesquisar solicitações

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Manual Controle de Estoque

Manual Controle de Estoque 2014 Manual Controle de Estoque ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Manual de Utilização... 3 1 - Cadastro... 3 1.1 Cadastro de Fornecedores... 4 1.2 Grupo de Materiais... 6 1.3 Unidades

Leia mais

SUMÁRIO DESCRIÇÃO DO PROGRAMA. 1 Link do Sistema 3. 2 Primeiro acesso 3. 3 Para entrar no Sistema 5. 4 Para registrar uma demanda 6

SUMÁRIO DESCRIÇÃO DO PROGRAMA. 1 Link do Sistema 3. 2 Primeiro acesso 3. 3 Para entrar no Sistema 5. 4 Para registrar uma demanda 6 TUTORIAL SUMÁRIO DESCRIÇÃO DO PROGRAMA PÁG DO DEMANDANTE 1 Link do Sistema 3 2 Primeiro acesso 3 3 Para entrar no Sistema 5 4 Para registrar uma demanda 6 5 Acompanhamento da demanda 9 2 TUTORIAL DESCRIÇÃO

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática Gerência de Recursos Humanos GRH/PRAD/UFMS Manual do Sistema de RMO Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de RMO Registro Mensal

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização

Manual de Instalação e Utilização Manual de Instalação e Utilização DIGITAÇÃO DE PROPOSTAS ORÇAMENTÁRIAS Supervisão de Licitações Índice 1. Instalação do Programa 2. Utilização do Digitação de Propostas 2.1. Importar um arquivo 2.2. Realizar

Leia mais

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MANUAL

Leia mais

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1 Manual do Usuário Central de Agendamento Versão 1.1 Maio, 2014 Central de Agendamento Manual de utilização Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Setor: Coordenação de Sistemas - COSIS Histórico de Revisões

Leia mais

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SUMÁRIO BENEFICIAMENTO DE SEMENTES... 3 1. Projeto Meta de Vendas... 3 1.1 Itens de Configuração Alterados... 3 2. Planejamento de Vendas... 3 2.1 Meta de Vendas...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica

Manual da Nota Fiscal Eletrônica Manual da Nota Fiscal Eletrônica Memory Informática Tabela de Conteúdos Meu Usuário Meu Perfil --------------------------------------------------------- 4 Minha Empresa Configurar Minha Empresa -------------------------------------

Leia mais

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários FERRAMENTARIA TELA INICIAL Ao autenticar no sistema com usuário e senha cadastrados é apresentada a seguinte tela ao lado esquerdo, sendo essa tela a página inicial do sistema de Ferramentaria. MENUS TELA

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB Audatex Web Nível Usuário (Versão 1.0) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Roberto de Luca Jr. Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/02/2007 SUMÁRIO GERAL Introdução...

Leia mais

WF Processos. Manual de Instruções

WF Processos. Manual de Instruções WF Processos Manual de Instruções O WF Processos é um sistema simples e fácil de ser utilizado, contudo para ajudar os novos usuários a se familiarizarem com o sistema, criamos este manual. Recomendamos

Leia mais

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos fiscais Consultar

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov. ACESSAR O SISCONV O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.br/ TELA PARA LOGIN CLICAR NO BOTÃO VIATURAS SERÁ DIRECIONADO PARA TELA

Leia mais

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes E&L Controle de Estoque e Materiais Perguntas Frequentes 1. Qual relatório deve ser tirado para fazer a prestação de contas? Balancete de Materiais por detalhado. Esse relatório está disponível no menu

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA

Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA COORDENADORIA DE ALMOXARIFADO E PATRIMÔNIO OUTUBRO/2013 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema exibirá a tela do menu Administração. Nela selecione

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Universidade Federal de Mato Grosso Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Versão 2.1 2013 Cuiabá MT Sumário Usuários do SISCOFRE... 3 Fases

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Gerência de Informática Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Versão 1.1 Novembro de 2015 Repositório de Documentos do GHC Manual de Administração Índice 1 Acesso ao Sistema...3 2 Adicionar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual

Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Este arquivo está disponível em: http://www.unesc.net/diario/manual Diário On-line Apresentação ----------------------------------------------------------------------------------------- 5 Requisitos Básicos

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Departamento de Financiamento e Proteção da Produção Seguro da Agricultura Familiar Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

DIRETRIZES DE USO DA MATRIZ DE SISTEMATIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES

DIRETRIZES DE USO DA MATRIZ DE SISTEMATIZAÇÃO DE INFORMAÇÕES Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico Coordenação Geral de Regionalização PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO Roteiros do Brasil

Leia mais

MOVIMENTAÇÕES PELO SITE UNIODONTO

MOVIMENTAÇÕES PELO SITE UNIODONTO MOVIMENTAÇÕES PELO SITE UNIODONTO Com o intuito de agilizar e facilitar as adesões, cancelamentos e al terações de usuários, estamos disponibilizando em nosso site o processo de movimentação bem como o

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 2.0

MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 2.0 SCM Sistema de Controle de Manutenção MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 2.0 Sumário 1 INTRODUÇÃO...1 2 USUÁRIOS E PERFIS...1 3 UTILIZAÇÃO DO SISTEMA...1 4 VISÃO GERAL DO SISTEMA...2 4.1 Fluxo normal...2 4.2 Fluxo

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Atendimento On Line Foco Cliente Utilizando O Sistema Web Contábil 21/05/2010 IDEAL. Última Atualização: 01/2010

Atendimento On Line Foco Cliente Utilizando O Sistema Web Contábil 21/05/2010 IDEAL. Última Atualização: 01/2010 Atendimento On Line Foco Cliente Utilizando O Sistema Web Contábil 21/05/2010 IDEAL Última Atualização: 01/2010 Atendimento: Tel : (11) 3857-9007 - e-mail: suporte@webcontabil.com :: Módulo Documentos

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FIMT

MANUAL DO USUÁRIO FIMT FÁCIL IMÓVEL MT MANUAL DO USUÁRIO FIMT GESTOR IMOBILIÁRIO SANDRO RAMIRO 05/06/2015 Manual completo de funcionalidade do Sistema FIMT. Versão 2.0 INTRODUÇÃO PÁGINA INICIAL 03 ANUNCIANTE 04 LANÇAMENTO 05

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ PROJUDI REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS - MANDADOS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ PROJUDI REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS - MANDADOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ PROJUDI REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS - MANDADOS 2 SUMÁRIO SEÇÃO 1 - FLUXO DAS VARAS QUE NÃO POSSUEM CENTRAL DE MANDADOS... 03 1. CUMPRIMENTOS (PERFIS DE ANALISTA E TÉCNICO

Leia mais

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR 1. Captação de Pedidos - pela Central (Back office) 1 2. Como consultar Pedido 16 3. Como visualizar Detalhes de um Pedido 19 4. Como consultar Vendas/Cortes em Pedidos

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais