Controle de Almoxarifado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Controle de Almoxarifado"

Transcrição

1 Controle de Almoxarifado Introdução O módulo de Controle de Almoxarifado traz as opções para que a empresa efetue os cadastros necessários referentes a ferramentas de almoxarifado, além do controle de entradas e requisições de utilização das ferramentas do almoxarifado da empresa. Assim podem ser observados, através de relatórios gerenciais, os resultados de estoque das ferramentas, entradas e saídas de ferramentas, e requisições realizadas pelos funcionários, além da possibilidade de gerar outras visualizações que o gestor considerar necessárias. Funcionamento Cadastro de Grupos de Ferramentas Os itens do almoxarifado podem ser classificados por grupos cadastrados através da tela AX001 Cadastro de Grupos, acessada por Almoxarifado > Cadastros > Grupos. Figura 1: Cadastro de Grupos Para acessar um grupo já cadastrado, indique o Código do Grupo cadastrado ou utilize a pesquisa de grupos através do botão Pesquisar (F2). Para cadastrar novos grupos clique em Novo. O campo Descrição é obrigatório e indica a descrição do grupo cadastrado, ao Gravar (F4) será apresentado o código do grupo cadastrado, este código é gerado pelo sistema. Cadastro de Ferramentas Cada item do almoxarifado possui seu cadastro básico, geral para a empresa, e seu cadastro específico, que contém as informações de cada filial. O cadastro é realizado na tela AX002 Cadastro de Ferramentas, acessado por Almoxarifado > Cadastros > Ferramentas. Para iniciar o cadastro deve ser informado o Código da Ferramenta. Esse campo é aberto ao usuário podendo indicar qualquer informação, conforme desejado para o controle das ferramentas na empresa.

2 Figura 2: Informações para Cadastro Básico das Ferramentas Na aba Cadastro Básico estão as seguintes informações: Descrição: Campo para informar uma descrição de identificação da ferramenta. Código do Grupo: Grupo cadastrado na AX001 ao qual pertence a ferramenta. O botão + acessa o cadastro de grupos. O botão Pesquisar (F2) apresenta a pesquisa de grupos já cadastrados. Na aba Cadastro Específico os dados são separados por filial e contém informações específicas da ferramenta na filial. Figura 3: Cadastro Específico das Ferramentas As informações a serem preenchidas são as seguintes: Código da Filial: Indica a filial de cadastro do item. Cada item poderá possuir um cadastro específico para cada filial da empresa. Locação: Indica a locação do item na filial informada. Quantidade em Estoque: Apresenta a quantidade total de itens em estoque. Quantidade Reservada: Apresenta a quantidade de ferramentas em requisições ativas. Estoque Disponível: Apresenta a quantidade disponível para reserva (quantidade total em estoque reduzindo a quantidade reservada). Custo Médio: Valor de custo médio do item. O cálculo é realizado somando todas as entradas (Quantidade * Valor entrada), dividido pela soma das quantidades do item, que foram indicadas em entradas no sistema (AX003). Valor Última Compra: Apresenta qual o valor que foi pago na última entrada do item lançada através da AX003. Situação: Opção de seleção entre Ativo ou Inativo para situação do item na filial.

3 Controle de Entradas Para efetuar o controle das compras das ferramentas é utilizada a tela AX003 Controle de Entradas, acessada através de Almoxarifado > Movimentações > Controle de Entradas. Os campos chave da tela são: Código da Filial: Indica a filial que as ferramentas estão sendo adquiridas. Irá movimentar o estoque da ferramenta na filial indicada neste campo. Código do Fornecedor: Indica o fornecedor da ferramenta. Número da Nota: Número da nota de compra do fornecedor. Série: Série da nota de compra do fornecedor. OBSERVAÇÃO! Ao indicar pesquisa de Notas será apresentada a tela AX003i Pesquisa de Entrada de Ferramentas. Onde poderão ser informados filtros por Filial, Cliente/Fornecedor, Número da Nota, Série, Data de Movimento da nota ou ainda Situação da nota no sistema. Figura 4: Pesquisa de Entrada de Ferramentas Figura 5: Controle de Entradas - Dados Principais

4 A aba Dados Principais possui as seguintes informações: Data de Movimento: Indica a data de movimentação da nota. O sistema sugere a data atual, porém pode ser modificada manualmente pelo usuário. Operação: Indica a operação que a nota efetua no sistema. O controle de entradas sempre indicará a operação de Entrada. Situação: Indica a situação da nota no sistema podendo ter três situações possíveis: o Pendente: Situação de notas que não possuem ferramentas lançadas. o Atualizada: Notas lançadas com indicação de ferramentas. Não permite alteração. o Cancelada: Notas após utilizar a opção Excluir (F5). Não permite alteração. Na aba Dados das Ferramentas estarão as informações das ferramentas que efetuaram entrada no sistema. São necessários os seguintes dados: Código da Ferramenta: Indica o código da ferramenta adquirida. Só poderão ser adicionadas ferramentas com cadastro específico na filial informada. O botão (+) acessa o cadastro de ferramentas (AX002). Quantidade: Indica a quantidade de ferramentas que está entrando no estoque. Valor Unitário: Indica o valor unitário de compra da ferramenta. Valor Total: Campo informativo onde é apresentado o cálculo (quantidade * valor unitário). Figura 6: Dados das Ferramentas Cada ferramenta da nota deve ser lançada e adicionada no controle de entradas. Após finalizar o lançamento de todas as ferramentas, então deve ser gravado o processo através do Gravar (F4) e o estoque das ferramentas lançadas será movimentado de acordo com as quantidades informadas. ATENÇÃO! Após gravar uma nota com ferramentas lançadas, a nota será ATUALIZADA não permitindo alterações, somente o cancelamento. O botão Excluir (F5) efetua o cancelamento da nota de entrada, movimentando a quantidade informada de ferramentas do estoque.

5 ATENÇÃO! Após o cancelamento de uma nota, sua situação indicará CANCELADA e não serão permitidas alterações. Requisição de Saída Quando uma ferramenta é requisitada por um funcionário, o controle é efetuado através de requisições de saída. Ao gravar uma requisição de saída, a quantidade requisitada será indicada como Quantidade Reservada no cadastro específico da ferramenta. Ao acessar a tela são apresentados dois campos chave: Filial: Indica a filial da ferramenta que será requisitada. Número da Requisição: Indica o número da requisição. Para acessar uma requisição já cadastrada informe o número da requisição de saída ou utilize a pesquisa através do Pesquisar (F2). Para cadastrar novas requisições clique em Novo, a numeração é gerada automaticamente pelo sistema. Figura 7: Requisição de Saída - Dados Principais Na aba Dados Principais estão presentes as seguintes informações: Data de Movimento: Indica a data da requisição, o sistema sugere a data atual. Situação: Situação da requisição. Podendo ser as seguintes situações: o Pendente: Requisições que não possuem ferramentas lançadas. o Atualizada: Requisições onde foram requisitadas ferramentas. o Cancelada: Requisições onde foi utilizada a opção Excluir (F5). Usuário que Solicitou: Indica o usuário que está solicitando a utilização da ferramenta. Na aba Ferramentas serão adicionadas as ferramentas que o usuário está solicitando. É necessário preencher as seguintes informações: Código da Ferramenta: Indica a ferramenta que está sendo requisitada pelo funcionário. Será validado se a ferramenta está cadastrada na filial da requisição. Quantidade: Indica a quantidade da ferramenta informada que o usuário está requisitando. Será validado se a quantidade informada está disponível para requisição.

6 Figura 8: Indicação das ferramentas da requisição Cada requisição podem ter diversos itens com as quantidades requisitadas pelo usuário. ATENÇÃO! Após Gravar (F4) a requisição será atualizada e não poderão ser alterados seus dados. Apenas efetuar o cancelamento. Após cancelar a requisição através da função Excluir (F5) não será possível alterar nenhuma informação da requisição. Ao cancelar uma requisição a quantidade reservada para esta requisição será também cancelada. Devolução de Requisição Na tela AX005 Devolução de Requisição (Almoxarifado > Movimentação > Devolução de Requisição) é realizada a devolução das ferramentas pelos usuários. Cada devolução gera uma requisição de devolução, que é relacionada com a requisição de saída (AX004). Nessa tela não poderão ser acessadas requisições do tipo Saída. Para acessar uma requisição já cadastrada indique a filial da requisição e sua numeração no campo Número da Requisição ou utilize a pesquisa através do Pesquisar (F2). Para criar uma nova requisição de devolução, indique a filial que da requisição de saída que será devolvida e clique em Novo.

7 Figura 9: Devolução de Requisição - Dados Principais Na aba Dados Principais estão as informações: Data de Movimento: Indica a data que está sendo realizada a devolução da(s) ferramenta(s). Situação: Indica a situação da requisição de devolução. o Pendente: Requisições que não possuem ferramentas lançadas. o Atualizada: Requisições onde foram devolvidas ferramentas. o Cancelada: Requisições onde foi utilizada a opção Excluir (F5). Usuário: Informa o usuário que está realizando a devolução. Na aba Ferramentas serão informadas as ferramentas devolvidas pelo funcionário. Os campos que precisam ser informados são os seguintes: Código da Ferramenta: Indica o código da ferramenta devolvida. Requisição Origem: Nesse campo deve ser informado o número da requisição de saída que foi gerado quando o usuário requisitou a ferramenta. Quantidade: Quantidade da ferramenta que está sendo devolvida. O sistema sugere a quantidade requisitada, porém poderá ser realizada devolução parcial. Figura 10: Indicação das Ferramentas Devolvidas

8 OBSERVAÇÃO! Podem ser devolvidas ferramentas de requisições origem diferentes. ATENÇÃO! Após Gravar (F4) a requisição será atualizada e não poderão ser alterados seus dados. Apenas efetuar o cancelamento. Ao gravar uma devolução a quantidade devolvida será removida da Quantidade Reservada da ferramenta e voltará para o estoque disponível. Após cancelar a requisição através da função Excluir (F5) não será possível alterar nenhuma informação da devolução. Ao cancelar uma devolução a quantidade devolvida retornará como Quantidade Reservada da ferramenta e deverá ser devolvida em nova requisição. Controle de Descarte Quando uma ferramenta não será mais utilizada no almoxarifado deve ser utilizada a tela AX006 Requisição de Descarte (Almoxarifado > Movimentações > Controle de Descarte). Ao indicar um descarte de ferramenta o sistema irá baixar a quantidade descartada do estoque da ferramenta na filial informada. Ao iniciar o processo de descarte deve ser informada a filial onde será efetuada a baixa de estoque. Para acessar uma requisição de descarte já cadastrada informe a numeração da requisição no campo correspondente ou pesquise a requisição através do Pesquisar (F2). Para cadastrar uma nova requisição clique em Novo. As informações que devem ser inseridas na aba Dados Principais são as seguintes: Data de Descarte: Indica a data que está sendo realizada a baixa da ferramenta no estoque. Usuário que Descartou: Informa o usuário que está realizando o descarte. Motivo do Descarte: Indica o motivo do descarte, deve ser cadastrado um motivo para descarte de ferramentas através da tela EP091 Cadastros de Motivos de Cancelamento. Para acessar a tela indicada pode ser utilizado o atalho.... Observação: Este campo pode ser utilizado para informar observações pertinentes ao descarte da ferramenta. Situação: Indica a situação da requisição de descarte. o Pendente: Requisições que não possuem ferramentas lançadas. o Atualizada: Requisições onde foram descartadas ferramentas. o Cancelada: Requisições onde foi utilizada a opção Excluir (F5).

9 Figura 11: Requisição de Descarte - Dados Principais Na aba Ferramentas serão informadas as ferramentas, uma ou várias, que serão baixadas do estoque do almoxarifado. É necessário informar os seguintes dados: Código da Ferramenta: Indica o código da ferramenta, que deve estar no cadastro específico da filial informada na requisição. Quantidade: Quantidade da ferramenta que será descartada. Pode ser realizado o descarte de diversas ferramentas em uma única requisição. Figura 12: Indicação das ferramentas que serão descartadas

10 ATENÇÃO! Após Gravar (F4) a requisição será atualizada e não poderão ser alterados seus dados. Apenas efetuar o cancelamento. Ao gravar um descarte a quantidade descartada será removida da Quantidade em Estoque da ferramenta. Após cancelar a requisição através da função Excluir (F5) não será possível alterar nenhuma informação do descarte. Ao cancelar um descarte a quantidade retornará como Quantidade em Estoque da ferramenta. Consulta Extrato Cada movimentação da ferramenta gera um registro que pode ser consultado na tela AX007 Consulta Extrato de Ferramentas (Almoxarifado > Movimentação > Consulta Extrato). Ao acessar a tela será necessário informar os seguintes dados: Filial: Indica a filial da ferramenta que será consultado o extrato de movimentações. Data Inicial: Indica a partir de que data será exibida a listagem de movimentações da ferramenta. Código da Ferramenta: Indica o código da ferramenta que será observado o extrato de movimentações. Além dos filtros indicados, são exibidas informações do estoque do item. Sendo elas: Quantidade Estoque: Informa a quantidade total em estoque físico da ferramenta. Quantidade Reservada: Indica a quantidade da ferramenta em requisições de saída ativas. Estoque Disponível: Indica a quantidade disponível para reserva. Figura 13: Filtros para consulta do extrato da ferramenta Após finalizar a indicação das informações serão listadas as movimentações realizadas para o item. Cada linha de movimentação indica uma requisição (de saída, devolução ou descarte) ou uma nota de entrada de ferramenta. Ao clicar com o botão direito sobre a movimentação poderá ser acessada a tela com o registro selecionado.

11 Figura 14: Listagem das movimentações da ferramenta Nessa tela não são realizadas alterações no processo, apenas visualização das movimentações. Os relatórios estão disponíveis no menu Relatórios, podendo ser acrescentados relatórios de acordo com a necessidade do cliente. Em caso de dúvidas na utilização do processo contate o Suporte Tecinco.

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Projeto SIGA-EPT Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Versão setembro/2010 Requisição de Almoxarifado Introdução Requisição é uma solicitação feita

Leia mais

Importação de Itens através de Planilha de Dados

Importação de Itens através de Planilha de Dados Importação de Itens através de Planilha de Dados Introdução Ao possuir uma planilha com dados de itens que podem ser cadastrados ou atualizados no sistema, é possível efetuar a importação da mesma após

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado

SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado Como acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Clicar no Link destacado e será exibida a tela de login do Guardião.

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários FERRAMENTARIA TELA INICIAL Ao autenticar no sistema com usuário e senha cadastrados é apresentada a seguinte tela ao lado esquerdo, sendo essa tela a página inicial do sistema de Ferramentaria. MENUS TELA

Leia mais

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes E&L Controle de Estoque e Materiais Perguntas Frequentes 1. Qual relatório deve ser tirado para fazer a prestação de contas? Balancete de Materiais por detalhado. Esse relatório está disponível no menu

Leia mais

Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários no controle Abastecimento Interno e Externo.

Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários no controle Abastecimento Interno e Externo. Manual Controle Abastecimento Página 1 de 21 Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários no controle Abastecimento Interno e Externo. Relação dos Tópicos a serem vistos neste

Leia mais

Manual do Módulo Almoxarifado Portal do Sistema de Informações para o Ensino da Universidade Federal de Alagoas

Manual do Módulo Almoxarifado Portal do Sistema de Informações para o Ensino da Universidade Federal de Alagoas Manual do Módulo Almoxarifado Portal do Sistema de Informações para o Ensino da Universidade Federal de Alagoas 1 Módulo Almoxarifado Módulo que busca a redução de custos e controla os bens de consumo.

Leia mais

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE

❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE ❶ No Sistema Gênesis, na Aba ESTOQUE a) Checagem de Estoque - Verifique o estoque dos produtos desejados. b) Listar produtos com a quantia de estoque mínimo atingido: ESTOQUE / RELATÓRIO / ALERTA DE COMPRA

Leia mais

Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação.

Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação. Incluir um Inventário Para iniciar um Inventário, clique no botão Inserir ( primeiramente os campos solicitados na aba Identificação. ) e preencha Clique na aba Itens e depois no botão Carregar Produtos

Leia mais

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 1 2 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 2- Notas de Compra (Incluindo Quantidades no Almoxarifado) 07 2.1 - Notas complementares 12 2.2 - Desmembramento de bens 13 3- Requisições

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP Pouso Alegre MG 2013 SUMÁRIO 1. Introdução.... 6 2. Efetuar Entrada de Material.... 8 2.1. Entrada de Material por Compra.... 8 2.1.1. Cadastro de Empenho...

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA

Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA COORDENADORIA DE ALMOXARIFADO E PATRIMÔNIO OUTUBRO/2013 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema exibirá a tela do menu Administração. Nela selecione

Leia mais

Nome do Processo: Requisição Gera Múltiplos pedidos para Múltiplos Fornecedores

Nome do Processo: Requisição Gera Múltiplos pedidos para Múltiplos Fornecedores Desenvolvimento BM-1131 Versão 5 Release 17 Autor Sirlene Araújo Processo: Compras Nome do Processo: Requisição Gera Múltiplos pedidos para Múltiplos Fornecedores Motivação Tornar o processo de geração

Leia mais

Controle de Agendamento

Controle de Agendamento Controle de Agendamento Introdução O sistema T-Car oferece a possibilidade de controle de agendamentos com reserva de peças, emissão de orçamentos e indicação do agendamento em ordens de serviço. O processo

Leia mais

Manual de utilização do SGA - Sistema de Gerenciamento de Almoxarifado

Manual de utilização do SGA - Sistema de Gerenciamento de Almoxarifado Manual de utilização do SGA - Sistema de Gerenciamento de Almoxarifado Setembro/2013 Para acessar o sistema o usuário deverá entrar com os dados mostrados na imagem abaixo: 1. Nessa etapa é possível observar

Leia mais

ALMOXARIFADO 1. CONTROLE DE ACESSO AO SISTEMA 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA 3. MENUS DO SISTEMA 4. PADRÕES DE OPERAÇÃO 5.

ALMOXARIFADO 1. CONTROLE DE ACESSO AO SISTEMA 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA 3. MENUS DO SISTEMA 4. PADRÕES DE OPERAÇÃO 5. ALMOXARIFADO 1. CONTROLE DE ACESSO AO SISTEMA 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA 3. MENUS DO SISTEMA 4. PADRÕES DE OPERAÇÃO 5. MENU DE CADASTROS 1. FORNECEDORES 2. ELEMENTOS DE DESPESA 3. GRUPOS 4. PRODUTOS 5. ESTOQUE

Leia mais

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter

Software de Compras. Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter Software de Compras Manual de treinamento para usuários do OutBuyCenter OutBuyCenter Software para o gerenciamento de compras integradas (eprocurement e supply chain), objetiva a rápida tramitação de compras

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Esta alteração é feita de duas formas: Cadastro de pedido de compra e ajuste de estoque.

Esta alteração é feita de duas formas: Cadastro de pedido de compra e ajuste de estoque. 5. ALTERAÇÃO DO ESTOQUE ATUAL Não é possível alterar o estoque de um produto na tela Cadastro de Produto. Esta alteração é feita de duas formas: Cadastro de pedido de compra e ajuste de estoque. 5.1. Cadastro

Leia mais

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV Sistema de de Eletrônica SETRANSP DOTFLEX MANUAL MÓDULO PDV REGIÃO MANUAL METROPOLITANA MÓDULO PESSOA Revisão JURÍDICA 02 / Setembro SBE de 2008 - DOTFLEX Revisão 00 / Março de 2009 MANUAL MÓDULO EMPRESA

Leia mais

P71 Padronização dos distribuidores Ford

P71 Padronização dos distribuidores Ford P71 Padronização dos distribuidores Ford Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Avaliação de Seminovos... 3 Anexo de Documento

Leia mais

Configurações Básicas

Configurações Básicas Compras Avançadas Este módulo auxilia na verificação da demanda dos produtos e com isso permite ajustar os estoques fazendo transferência entre as filiais e também definir a quantidade de estoque dos produtos

Leia mais

Manual (SGA- Sistema de Gerenciamento de Almoxarifado)

Manual (SGA- Sistema de Gerenciamento de Almoxarifado) Manual (SGA- Sistema de Gerenciamento de Almoxarifado) Como acessa o sistema através da INTRANET do DER/RO (PROVISIORIAMENTE). http://www.der.ro.gov/intranet/portalder 1 Nessa etapa é possível observar,

Leia mais

Manual do sistema SMARsa Web

Manual do sistema SMARsa Web Manual do sistema SMARsa Web Módulo Gestão de atividades RS/OS Requisição de serviço/ordem de serviço 1 Sumário INTRODUÇÃO...3 OBJETIVO...3 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo gestão de atividades...4

Leia mais

Controle de Estoque. Apresentação. Cadastro de Grupos de Produtos. Cadastro de Produtos

Controle de Estoque. Apresentação. Cadastro de Grupos de Produtos. Cadastro de Produtos Controle de Estoque Apresentação O módulo de Controle de Estoque do LegalManager consiste em três partes principais: Manutenção do Estoque, Solicitações e Atendimento a Solicitações. Destes módulos, tradicionalmente

Leia mais

Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital

Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital Passo a Passo na Ferramenta Inventários no SIGLA Digital Inventários Página 1 de 6 Utilizado para fazer o inventário de todos os produtos cadastrados no sistema SIGLA Digital 1 Começando o Cadastro 11

Leia mais

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov. ACESSAR O SISCONV O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.br/ TELA PARA LOGIN CLICAR NO BOTÃO VIATURAS SERÁ DIRECIONADO PARA TELA

Leia mais

Inventário Rotativo. Página 1

Inventário Rotativo. Página 1 Inventário Rotativo Página 1 Página 2 Antes de iniciar qualquer inventário certifique-se de que não há nenhum dos produtos a serem inventariados pendente de entrada, lançamento para requisições entre outros.

Leia mais

Requisição de Compra DESENVOLVENDO SOLUÇÕES

Requisição de Compra DESENVOLVENDO SOLUÇÕES DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: REPTEC TECNOLOGIA - Márcio Bertelli Doc. Vrs. 02 Revisão: TEOREMA SISTEMAS - Laila Maria Aprovado em: Abril de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática,

Leia mais

1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow.

1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow. 1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow. 2- Abrangência: Depto. Comercial, fiscal, cobrança e contas a receber 3- Fluxo 1 Tela login Mesmo usuário

Leia mais

Tutorial Módulo Frequência

Tutorial Módulo Frequência Tutorial Módulo Frequência Sumário 1. Módulo Frequência... 2 1.1. Perfis Envolvidos... 2 2. Operações realizadas pelo Servidor... 2 2.1 Solicitar Afastamento... 2 2.2 Consultar Afastamentos... 4 2.3. Enviar

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

Movimentações de Estoque Versão de Sistema: 11.8.0.0 Setembro 2014 Versão do documento: 4.0

Movimentações de Estoque Versão de Sistema: 11.8.0.0 Setembro 2014 Versão do documento: 4.0 Movimentações de Estoque Versão de Sistema: 11.8.0.0 Setembro 2014 Versão do documento: 4.0 Índice Título do documento 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Movimentações de Estoque... 3 4. Parâmetros...

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

SAJPG5. Primeiro Grau. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1

SAJPG5. Primeiro Grau. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1 SAJPG5 Primeiro Grau Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1 Novidades da versão 1.3.0-0 a 1.4.1-1 Este documento contém um resumo das alterações e novidades liberadas nas versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1 do

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Motivo de Movimentação... 3 3.3 Natureza de Operação... 4 4 FUNCIONALIDADES... 5 4.1

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.08

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.08 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.08 Tipos de Ferramentas...2 Localização...3 Responsável...4 Cadastro de Ferramentas...5 Estoque de Ferramentas...7 Distribuição...9 Termos...12 Distribuição...12 Devolução...13

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais...

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais... Sumário UNICO...... 3 Cadastros... 4 Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5 Produtos...... 6 Serviços...... 6 Outros...... 6 Vendas... 7 Notas Fiscais... 7 Estoque...8 Financeiro......

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 LANÇAMENTO DE CONTAS

Leia mais

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA O que é? É um comparativo entre as movimentações existentes em uma conta bancária e as existentes no controle financeiro. Todos sabem, por exemplo, que existe

Leia mais

SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários

SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários SophiA Biblioteca - Treinamento Cadastro de Usuários Para realizar um cadastro de usuário, clique na aba USUÁRIOS e em seguida no botão. Aba Dados Nome: cadastro do nome do novo usuário. Código: É possível

Leia mais

Como acessar e utilizar o Escritório Virtual

Como acessar e utilizar o Escritório Virtual Como acessar e utilizar o Escritório Virtual A proposta deste manual é ser o mais resumido possível, abordando os principais aspectos para que qualquer usuário possa acessar e utilizar os Escritórios Virtuais.

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Caixa Menu Estoque Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Natureza de Operação.... 5 3.2.1 Devolução de Aferição...

Leia mais

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches -

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches - Curso de Capacitação ao Sistema CDV - GID Desmanches - Coordenadoria de Gestão de Desmanches Divisão de Desmanches Conteúdo Módulo 1 Como utilizar o Moodle... 4 Módulo 2 - Acessando o GID CDV... 4 Aula

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR 1. Captação de Pedidos - pela Central (Back office) 1 2. Como consultar Pedido 16 3. Como visualizar Detalhes de um Pedido 19 4. Como consultar Vendas/Cortes em Pedidos

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Departamento de Tecnologia da Informação

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Departamento de Tecnologia da Informação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba Departamento de Tecnologia da Informação MANUAL SUAP (MÓDULO PATRIMÔNIO) Manual de utilização do módulo Patrimônio do Sistema Unificado de

Leia mais

SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB

SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB SIGEM AVALIAÇÃO DE ALUNOS WEB Conteúdo 1. ABERTURA DO SISTEMA... 3 1.1. Barra principal de Ferramentas... 4 1.2. Filtro de consultas... 5 2. VISÃO GERAL DO SISTEMA... 6 3. SELECIONAR ESCOLA... 7 4. SISTEMA

Leia mais

Emissão de NF-e 3.10. Introdução. Funcionamento

Emissão de NF-e 3.10. Introdução. Funcionamento Emissão de NF-e 3.10 Introdução A emissão de notas fiscais eletrônicas na versão 3.10 indicam parametrizações específicas tanto nas configurações de emissão quanto de informações que serão enviadas a SEFAZ,

Leia mais

Processo de Controle das Reposições da loja

Processo de Controle das Reposições da loja Processo de Controle das Reposições da loja Getway 2015 Processo de Reposição de Mercadorias Manual Processo de Reposição de Mercadorias. O processo de reposição de mercadorias para o Profit foi definido

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

Acif Sistema de Recuperação de Crédito

Acif Sistema de Recuperação de Crédito Acif Sistema de Recuperação de Crédito 2 Índice Acesso ao Sistema...3 Menu de acesso...3 Cadastro de Devedores...4 Cadastro de Dívidas...5 Alertas do sistema...8 3 Acif Sistema de Recuperação de Crédito

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

www.lzt.com.br Página 1 de 19

www.lzt.com.br Página 1 de 19 1 ESTOQUE 1.1 ENTRADA DE NOTA FISCAL Adicione os dados do fornecedor conforme a nota fiscal de entrada das mercadorias. Nesta tela você pode: Adicionar Adiciona os produtos da nota fiscal de entrada. Editar

Leia mais

Índice. 1 / 56 Versão 2.1.98

Índice. 1 / 56 Versão 2.1.98 Índice CADASTROS...2 Cadastro de Fabricante... 2 Inclusão...3 Alteração...3 Exclusão...3 Cadastro de Unidades... 3 Inclusão...3 Alteração...4 Exclusão...4 Cadastro de Material... 4 Inclusão...4 Alteração...7

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou MÓDULO COMERCIAL OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou consultar. Em Devolução de Compras, usado para realizar uma devolução

Leia mais

Manual de Procedimentos do novo Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK

Manual de Procedimentos do novo Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK Manual de Procedimentos do novo Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK Novembro/2008 Módulo de Atendimento Técnico HELPDESK 2 O acesso ao Módulo de Atendimento Técnico é feito através da internet (Mozilla)

Leia mais

A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema.

A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema. Página1 Configurações A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema. Como vimos o Plano de Contas dá a ideia inicial

Leia mais

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Utilizado para vendas no balcão por ser uma venda rápida, mais simples, onde não é necessário

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica

Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica Sistema da Comissão Nacional de Residência Médica APRESENTAÇÃO: Este Manual apresenta as telas que são utilizadas para a navegação no Sistema de Comissão Nacional de Residência Médica. Neste manual estão

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO SERVIDOR 1ºGRAU MÓDULO 1 Sumário 1 Acesso ao Sistema...3 2 Quadro de Aviso...4 3 Menu...8 3.1 Audiência...8 3.1.1 Tempo

Leia mais

Requisições de Materiais - Almoxarifado Módulo Portal Administrativo - SIPAC

Requisições de Materiais - Almoxarifado Módulo Portal Administrativo - SIPAC 1 Requisições de Materiais - Almoxarifado Módulo Portal Administrativo - SIPAC Perfil: Requisitor e Autorizador de solicitações de materiais de consumo 2 Maceió, Fevereiro de 2013. Histório de versões

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO - Windows MANUAL DO USUÁRIO DPSISTEMAS www.dpsistemas.com.br 1. Registrando o programa... 3 2. Entrando no programa Login... 5 3. Tela Principal do Sistema... 6 4. Utilizando os botões de navegação...

Leia mais

Cadastros Básicos do Sistema

Cadastros Básicos do Sistema Cadastros Básicos do Sistema Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Tela inicial:... 4 2. Cadastros Gerais... 6 2.1 Inclusão de uma nova Pessoa:... 6 2.2 Inclusão de um novo

Leia mais

Controle de Estoque. Configuração e personalização do módulo

Controle de Estoque. Configuração e personalização do módulo Controle de Estoque O objetivo do módulo de Controle de Estoque á ajudar a controlar a quantidade de produtos no estoque da empresa, avisar sobre problemas com quantidades mínimas, lotes e validades vencendo.

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin Modulo 05 0 CGAINFOMÁTICA Retwin ESTOQUE 2 Estoque Sumário 5.1 Configuração Geral... 3 5.2 Entradas... 4 5.2.1 Manutenção... 4 5.2.2 Consulta... 6 5.2.3 Produção... 6 5.2.4 Relatórios... 8 5.3 Saídas...

Leia mais

Gestão Financeira do Plano de Saúde v1.0

Gestão Financeira do Plano de Saúde v1.0 Gestão Financeira do Plano de Saúde v1.0 Manual do Usuário Versão 01.01 [Este template faz parte integrante do Processo de Desenvolvimento de Sistemas da DTI (PDS-DTI) e deve ser usado em conjunto com

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet

Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet Comercial Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet Consulta Pedido/Nota Fiscal A consulta passou a diferenciar o número da nota fiscal por filial, ou seja, caso exista uma nota fiscal

Leia mais

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento

MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento MANUAL Credenciados SGMC Sistema de Gestão de Modalidades de Credenciamento SEBRAE-GO 1 Sumário Introdução... 3 1) Acesso ao Sistema... 4 1.1. LOGIN... 4 1.2. ALTERAR SENHA... 7 1.3. RECUPERAR SENHA...

Leia mais

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor Destinada aos Fornecedores das empresas: Outubro/2010 Nova Estrutura de Telas O portal e-fornecedores conta com nova interface, que facilita a forma de

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar

Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Pedido de Bar Sistema para controle de pedido de bar Desenvolvido por Hamilton Dias (31) 8829.9195 Belo Horizonte hamilton-dias@ig.com.br www.h-dias.cjb.net ÍNDICE Introdução...3 Implantação...3 Instalação...3

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

Juntada de Processos. Sistema Módulo Usuários Perfil. A juntada pode ser de dois tipos:

Juntada de Processos. Sistema Módulo Usuários Perfil. A juntada pode ser de dois tipos: Juntada de Processos Sistema Módulo Usuários Perfil SIPAC Protocolo Todo usuário que possui o perfil Cadastrar Protocolo Gestor de Cadastro de Protocolo Última Atualização 07/12/2010 14:52 Juntada é a

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital Página 1 de 15 Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital O cadastro de produtos permite organizar as informações relativas a produtos e serviços, como grupo, marca, peso, unidades e outros, que

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO UNIVERSITÁRIO DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES SISTEMA 1ª EDIÇÃO SETEMBRO/2013

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES E-SIS Sistema Integrado de Saúde

MANUAL DE INSTRUÇÕES E-SIS Sistema Integrado de Saúde MANUAL DE INSTRUÇÕES E-SIS Sistema Integrado de Saúde MÓDULO DE ALMOXARIFADO PERFIL DE CONSUMIDOR O módulo de ALMOXARIFADO, que compõe o E-SIS (Sistema Integrado de Saúde), é responsável pelo recebimento,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA SIGRH - FREQUÊNCIA Boa Vista RR, 21 novembro de 2014. É o módulo do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) que tem por objetivo permitir o gerenciamento das informações relacionadas ao

Leia mais

ÍNDICE. Página 2 de 21

ÍNDICE. Página 2 de 21 Página 1 de 21 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 3 2. MINHA CONTA... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Telas do Menu Minha Conta... 4 2.2.1. Tela de Dados Cadastrais... 4 2.2.2. Tela Gerenciar Contatos... 5 2.2.3. Tela

Leia mais

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/24 ÍNDICE Instruções

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

Manual de Utilização de Software NEFRODATA-ACD T E C N O L O G I A É A S S I M CONTROLE DE ESTOQUE

Manual de Utilização de Software NEFRODATA-ACD T E C N O L O G I A É A S S I M CONTROLE DE ESTOQUE GUIA Manual de Utilização de Software NEFRODATA-ACD T E C N O L O G I A É A S S I M CONTROLE DE ESTOQUE Informações sobre este manual de utilização de software Documento produzido com conceitos básicos

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos:

Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos: Prestação de Contas Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos: Acessar o Sistema NEGOCIUS. Clicar em Tesouraria do menu lateral esquerdo, em seguida clicar em Prestação

Leia mais

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias.

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias. MANUAL DO USUÁRIO - CARTÓRIOS VERSÃO 1.0 Objetivo: Este documento tem como objetivo apresentar aos usuários dos cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Texto. Assistente de Advogado. 1 de 23

Texto. Assistente de Advogado. 1 de 23 Assistente de Advogado 1 de 23 Atividades Propostas a) Como acessar a funcionalidade do cadastro do assistente de advogado através do menu de opções; b) Cadastrar um assistente de advogado para o usuário

Leia mais