Curva ABC. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, º Andar Centro Cascavel PR

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curva ABC. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br"

Transcrição

1 Curva ABC Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, º Andar Centro Cascavel PR

2 Sumário Introdução... 3 Utilização no sistema TCar-Win... 3 Configuração da curva ABC... 4 Configuração das análises da curva ABC... 6 Dados Principais... 7 Configuração das Letras e (%)... 7 Configuração Operações Devolução... 8 Configuração Operações Outras Saídas... 9 Cálculo da curva ABC... 9 Desconsiderando itens na Curva ABC Exibição das informações da Curva ABC Relatórios da Curva ABC Configuração de Geração Automática da Curva ABC

3 Introdução A gestão do estoque se mostra essencial nas empresas, quanto maior o estoque maior a necessidade de manter controle do mesmo, para isso podem ser usados métodos de resultado e classificação, um deles é a curva ABC. A curva ABC é um método de classificação de informações, para separarem os itens de maior importância ou impacto, os quais são normalmente em menor número (Carvalho, 2002, p. 226). Trata-se de classificação estatística de materiais, baseada no princípio de Pareto, em que se considera a importância dos materiais, baseada nas quantidades utilizadas, no seu valor e lucratividade. A curva ABC apresenta resultados da demanda de cada item nas seguintes áreas: Giro no estoque; Proporção sobre o faturamento no período; Margem de lucro obtida; Popularidade. Os itens são classificados como (Carvalho, 2002, p. 227): Classe A: Item de maior importância, valor ou quantidade, correspondendo a 20% do total (podem ser itens do estoque com uma demanda de 65% num dado período); Classe B: Item com importância, quantidade ou valor intermediário, correspondendo a 30% do total (podem ser itens do estoque com uma demanda de 25% num dado período); Classe C: de menor importância, valor ou quantidade, correspondendo a 50% do total (podem ser itens do estoque com uma demanda de 10% num dado período). Os percentuais exibidos acima podem variar conforme a necessidade e análise do gestor de estoque da empresa. Os itens considerados de Classe A merecerão um tratamento preferencial. Assim, a consequência da utilidade desta técnica é a otimização da aplicação dos recursos financeiros ou materiais, evitando desperdícios ou aquisições indevidas e favorecendo o aumento da lucratividade. Utilização no sistema TCar-Win A curva ABC no sistema TCar-Win tem por objetivo classificar os produtos permitindo ao gestor de estoque analisar quais produtos tiveram maior movimento, custo, lucratividade e popularidade média em um determinado período facilitando a identificação dos produtos que devem receber maior atenção no gerenciamento de seus estoques. A utilização da ferramenta no sistema é totalmente configurada e flexível à necessidade da empresa. Para a utilização da ferramenta deve-se seguir os seguintes passos: 1. Configuração da exibição da Curva ABC e quais são os tipos de analise desejados (ver item 2); 2. Configuração dos tipos de curva ABC e seus percentuais (ver item 3); 3. Executar o cálculo da curva abc (ver item 4); 4. Analisar os resultados. IMPORTANTE: Os passos 1 e 2 serão necessários somente na implantação da funcionalidade, ou no caso de uma alteração da configuração inicial. Nas utilizações seguintes faz-se uso somente dos passos 3 e 4. 3

4 A fim de exemplificar e melhor demonstrar o uso, será detalhado a configuração e o cálculo da curva ABC nos próximos tópicos. Configuração da curva ABC Esta configuração será única para todas as filiais e tem função de definir a forma que será exibido a análise, quais os tipos de análises deseja executar e qual a ordenação do tipo de análise da curva ABC. Acesso à tela: Módulo EP -> Menu Itens -> Curva ABC -> Configuração Curva ABC. Os tipos de análise são: Curva ABC da Filial: Classificam os itens da filial independente do grupo, aplicação, marca, etc. Levando em consideração somente a movimentação dos itens da filial no período. Curva ABC da Rede: Classificam os itens considerando todas ou um grupo de filiais, gerando uma análise da rede independente do grupo, aplicação, marca, etc, do item. Levando em consideração a soma das movimentações do grupo de filais informadas. Curva ABC Customizável da Filial: Classificam os itens da filial dependendo da opção customizável selecionada. Dentre as opções customizáveis temos: o Grupo do Item o Aplicação do Item o Marca do Item o Classe do Item Assim será demonstrada uma análise da ABC do item da filial pela opção selecionada, somando as movimentações do mesmo realizado na filial. 4

5 Curva ABC Customizável da Rede: Classificam os itens considerando todas ou um grupo de filiais, gerando uma análise de rede dependendo da opção customizável selecionada, conforme descrito acima. Ordenação tipo de análise da Curva ABC Quando for efetuado o cálculo da curva ABC o sistema irá classificar os itens em quatro tipos de análises: 1. Análise por valor de giro: Leva em consideração o somatório das vendas do item. 2. Análise por quantidade de giro: Leva em consideração o somatório das quantidades de vendida do item. 3. Análise por lucratividade do giro: Leva em consideração o somatório do lucro bruto obtido nas vendas do item. 4. Análise de popularidade: Leva em consideração a quantidade distinta de clientes que compraram o item. Assim para melhor visualizar o sistema permite ordenar a visualização do resultado do cálculo da curva ABC executada. Caso não desejar executar uma das análises basta marcar a opção não exibir. Exemplo de configuração Uma empresa deseja efetuar análise da curva ABC de seus itens por filial e rede separados por grupo. Esta análise deverá exibir primeiramente a classificação da quantidade de giro e após o valor do giro, não será necessário analisar a lucratividade e popularidade. 5

6 Para contemplar esta necessidade a configuração deverá ser executada conforme imagem abaixo. Configuração das análises da curva ABC Como já descrito anteriormente os tipos de análises disponíveis são: 1. Análise por valor de giro: Leva em consideração o somatório das vendas do item. 2. Análise por quantidade de giro: Leva em consideração o somatório das quantidades de vendida do item. 3. Análise por lucratividade do giro: Leva em consideração o somatório do lucro bruto obtido nas vendas do item. 4. Análise de popularidade: Leva em consideração a quantidade diferente de clientes que compraram o item. Nesta interface poderá ser configurada a forma de exibir o resultado do cálculo da curva ABC para cada um dos quatro tipos de análise disponíveis. Acesso da tela: Módulo EP-> Menu Itens -> Curva ABC -> Configuração dos Tipos de Análises da Curva ABC. 6

7 Primeiramente o usuário deverá selecionar o tipo de análise da curva abc que deseja configurar. Dados Principais Campos Descrição: Campo livre para informar uma descrição para análise. Está será exibida ao demonstrar a análise da curva ABC. Tipo de Cálculo: Define qual tipo de calculo será executado para classificar o item no estoque conforme os percentuais configurados na próxima aba. Atualmente o tipo de disponível será calculo por Pareto. Considera Devolução: Esta opção deverá ser marcada quando deseja subtrair as devoluções efetuadas no período das vendas. Ao ativar esta opção será habilitada a aba Configuração Operações Devolução, onde poderão ser informadas as operações ficais que deseja considerar como devolução. o Importante: Caso não informar nenhuma operação, todas as movimentações de entrada com função devolução serão consideradas. Considera Outras Saídas: Esta opção deverá ser marcada quando deseja adicionar no somatório das vendas as outras saídas efetuadas no período. Ao ativar está opção será habilitada a aba Configuração Operação Outras Saídas, onde poderão ser informadas as operações ficais que deseja considerar como outras saídas. o Importante: Caso não informar nenhuma operação, todas as movimentações de saída com função outras serão consideradas. Configuração das Letras e (%) Campos Letra: Define qual letra/número será exibido para definir a classificação do item no cálculo da curva ABC. (%) da Classe: Define qual (%) inicial e final para classificar o item. Por exemplo, ao informar um percentual de 30% ate 50% os itens que possuírem este percentual de resultado serão atribuídos à letra configurada. Descrição: Campo aberto para informar uma descrição da classificação, qual será exibida no resultado da análise. Letra inicial para Itens sem Movimento no Período: Esta opção deverá ser ativada quando desejar informar uma letra para os itens que não possuíram movimento no período selecionado para cálculo da curva ABC. Letra para Itens não considerados no cálculo da curva ABC: Esta opção deverá ser ativada quando a letra que está sendo cadastrava deve ser a aplicada para os itens que não devem compor o cálculo da curva ABC. Veja também: Desconsiderando itens na curva ABC. 7

8 Configuração Operações Devolução Esta aba será habilitada somente quando a opção considerar notas de devolução estiver ativado. Campos Operação Fiscal: Deverão ser informadas as operações fiscais que deseja considerar como devolução. Caso não informar serão consideradas todas as movimentações que forem de entrada com função devolução. 8

9 Configuração Operações Outras Saídas Esta aba será habilitada somente quando a opção considerar outras saídas estiver ativado. Campos Operação Fiscal: Deverão ser informadas as operações fiscais que deseja considerar como outras saídas. No caso de não informar serão consideradas todas as notas que forem de saída com função outras. Cálculo da curva ABC Após realizar as configurações da curva ABC o sistema disponibiliza uma tela para executar os cálculos da curva onde serão geradas as letras para os percentuais configurados para o tipo de análise. Os cálculos realizados pelo sistema serão exibidos em forma de exemplo conforme segue: Dados do Exemplo: Consideram-se os itens com os respectivos valores de movimentação no período: Item Custo Quantidade Lucro Custo Total Líquido da venda Bruto Item 1 0,50 100,00 50,00 90,00 40,00 Item 2 5,00 10,00 50,00 80,00 30,00 Item 3 10,00 36,00 360,00 500,00 140,00 Item 4 1,50 90,00 135,00 180,00 45,00 Item 5 5,90 3,00 17,70 22,00 4,30 Item 6 0,80 60,00 48,00 75,00 27,00 Item 7 6,36 80,00 508,80 535,00 26,20 Item 8 60,00 5,00 300,00 390,00 90,00 Item 9 9,30 79,00 734,70 836,00 101,30 Item 10 7,56 50,00 378,15 560,00 181,85 513, , ,00 685,65 Aplicando cálculo de Pareto Para o exemplo, serão considerados os seguintes (%) para as classes: o Classe A: 0-70% o Classe B: 70,01-80% o Classe C: 80,01-100% Calculando a análise de quantidade de Giro 1 Ordenam-se os itens pela quantidade de forma decrescente. 9

10 Item Custo Quantidade Lucro Custo Total Líquido da venda Bruto Item 1 0,50 100,00 50,00 90,00 40,00 Item 4 1,50 90,00 135,00 180,00 45,00 Item 7 6,36 80,00 508,80 535,00 26,20 Item 9 9,30 79,00 734,70 836,00 101,30 Item 6 0,80 60,00 48,00 75,00 27,00 Item 10 7,56 50,00 378,15 560,00 181,85 Item 3 10,00 36,00 360,00 500,00 140,00 Item 2 5,00 10,00 50,00 80,00 30,00 Item 8 60,00 5,00 300,00 390,00 90,00 Item 5 5,90 3,00 17,70 22,00 4,30 513, , ,00 685,65 2 Calcula-se o valor acumulado da quantidade, que seria a quantidade do item atual somado com o acumulado anterior, conforme exemplo a seguir a quantidade acumulada do Item 9 é = 349 peças. Item Custo Quantidade Quantidade Acumulada Custo Total Líquido da venda Lucro Bruto Item 1 0,50 100,00 100,00 50,00 90,00 40,00 Item 4 1,50 90,00 190,00 135,00 180,00 45,00 Item 7 6,36 80,00 270,00 508,80 535,00 26,20 Item 9 9,30 79,00 349,00 734,70 836,00 101,30 Item 6 0,80 60,00 409,00 48,00 75,00 27,00 Item 10 7,56 50,00 459,00 378,15 560,00 181,85 Item 3 10,00 36,00 495,00 360,00 500,00 140,00 Item 2 5,00 10,00 505,00 50,00 80,00 30,00 Item 8 60,00 5,00 510,00 300,00 390,00 90,00 Item 5 5,90 3,00 513,00 17,70 22,00 4,30 513, , ,00 685,65 3 Calcula se o percentual da quantidade aplicando a seguinte fórmula: ( Quantidade Acumulada * 100 ) / total da quantidade. Conforme exemplo, para o item 9 o percentual seria: ( 349,00 * 100 ) / 513 = 68,03 Item Custo Quantidade Quantidade Acumulada (%) Qtd Custo Total Líquido da venda Lucro Bruto Item 1 0,50 100,00 100,00 19,49 50,00 90,00 40,00 Item 4 1,50 90,00 190,00 37,04 135,00 180,00 45,00 Item 7 6,36 80,00 270,00 52,63 508,80 535,00 26,20 Item 9 9,30 79,00 349,00 68,03 734,70 836,00 101,30 10

11 Item 6 0,80 60,00 409,00 79,73 48,00 75,00 27,00 Item 10 7,56 50,00 459,00 89,47 378,15 560,00 181,85 Item 3 10,00 36,00 495,00 96,49 360,00 500,00 140,00 Item 2 5,00 10,00 505,00 98,44 50,00 80,00 30,00 Item 8 60,00 5,00 510,00 99,42 300,00 390,00 90,00 Item 5 5,90 3,00 513,00 100,00 17,70 22,00 4,30 513, , ,00 685,65 4 Através dos (%) obtidos tem-se a seguinte tabela de ABC da quantidade Quantidade Acumulada (%) Qtd Custo Total Líquido da venda Lucro Bruto Item Custo Quantidade Item 1 0,50 100,00 100,00 19,49 50,00 90,00 40,00 A Item 4 1,50 90,00 190,00 37,04 135,00 180,00 45,00 A Item 7 6,36 80,00 270,00 52,63 508,80 535,00 26,20 A Item 9 9,30 79,00 349,00 68,03 734,70 836,00 101,30 A Item 6 0,80 60,00 409,00 79,73 48,00 75,00 27,00 B Item 10 7,56 50,00 459,00 89,47 378,15 560,00 181,85 B Item 3 10,00 36,00 495,00 96,49 360,00 500,00 140,00 C Item 2 5,00 10,00 505,00 98,44 50,00 80,00 30,00 C Item 8 60,00 5,00 510,00 99,42 300,00 390,00 90,00 C Item 5 5,90 3,00 513,00 100,00 17,70 22,00 4,30 C 513, , ,00 685,65 Curva Assim podemos gerar o gráfico da curva ABC referente aos itens do exemplo conforme a imagem a seguir. 120,00 100,00 80,00 60,00 (%) Qtd 40,00 20,00 0,00 Item 1 Item 4 Item 7 Item 9 Item 6 Item 10 Item 3 Item 2 Item 8 Item 5 Acesso do Cálculo da Curva ABC no sistema: Módulo EP -> Menu Itens -> Curva ABC -> Cálculo da Curva A.B.C. 11

12 Cada uma das abas exibidas nas telas abaixo estará visíveis conforme estiver parametrizada a utilização da curva ABC, conforme configurado na tela EP034 Configuração da Curva ABC. Caso utilizar curva ABC da filial 12

13 Neste caso será calculada a curva abc de todos os itens da filial selecionada, tomando como base o período informado. Caso tiver necessidade de gerar a curva ABC de n períodos ou por sazonalidades basta pressionar o botão, onde será aberta uma interface que permite informar vários períodos conforme a necessidade. Caso utilizar curva ABC da Rede 13

14 Neste caso o sistema irá calcular a curva abc dos itens levando em consideração a movimentação de toda rede. Caso deseja considerar algumas filias como rede basta informar no campo Filiais da Rede o código das filiais separadas pelo operador #, exemplo: Considerando como as filiais da rede apenas as filiais 1, 3, 5, 13, portanto deve ser informado 1#3#5#13. Caso utilizar curva ABC customizável da filial Neste caso será gerada a curva abc dos itens da filial separada pela configuração do campo realizada na tela EP034 Configuração da Curva ABC. Um exemplo seria a geração da curva abc da filial separada por Grupo de itens, onde para cada grupo teria os itens separados na curva ABC configurada. Caso utilizar curva ABC customizável da rede 14

15 Neste caso será gerada a curva abc dos itens da rede separada pela configuração do campo realizada na tela EP034 Configuração da Curva ABC. Um exemplo seria a geração da curva abc da rede separada por Grupo de itens, onde para cada grupo teria os itens separados na curva ABC configurada. Desconsiderando itens na Curva ABC No Catálogo específico são demonstradas as curvas geradas para os itens de todas as análises e também é apresentada a opção de considerar o item na curva ABC. Esta opção define se os movimentos deste item farão parte dos cálculos realizados nas analises da curva ABC da filial. 15

16 Já na curva ABC da rede a opção para desconsiderar os itens se apresenta no catálogo básico. 16

17 Exibição das informações da Curva ABC. O resultado do cálculo da curva ABC poderá ser visualizado nos seguintes processos: Geração dos relatórios da curva ABC (Relatório 10111, relatório 10112, relatório 10113, relatório 10114); Tela de consulta de itens; Tela de análise e sugestão de compras; Tela de análise do estoque de peças; Tela de catálogo específico do item. No Catálogo específico serão exibidas as letras resultantes do calculo da curva ABC e um log da geração contendo as seguintes informações: Usuário que executou o cálculo da Curva ABC Data hora da execução Parâmetros utilizados (descrição dos parâmetros configurados ) Período da geração Descrição da letra resultante Fórmula de cálculo aplicada. O log é exibido após pressionar o botão e será apresentado em uma nova janela da seguinte forma. 17

18 Relatórios da Curva ABC Os relatórios da curva ABC são: Curva ABC da filial; Curva ABC da filial customizável; Curva ABC da rede; Curva ABC da rede customizável. Estes relatórios têm por objetivo apresentar as informações que são geradas no processo de cálculo da curva ABC, sendo apresentadas as mesmas informações contidas no catálogo específico dos itens, porém de forma a facilitar a analise dos mesmos. Há a possibilidade utilizar os seguintes filtros: Grupo: Apresenta somente itens do grupo definido. Este filtro não realiza efeito algum no calculo da curva, simplesmente selecionará os valores da curva ABC já gerada para os itens do grupo definido, logo, selecionar o relatório de curva ABC de uma filial filtrado pelo grupo X, não é semelhante a selecionar o relatório da curva ABC personalizada do grupo X. Aplicação: Apresenta somente itens com a aplicação definida, sendo executado da mesma forma do filtro grupo. 18

19 Classe: Apresenta somente itens com a classe definida, sendo executado da mesma forma do filtro grupo. Marca: Apresenta somente itens com a marca definida, sendo executado da mesma forma do filtro grupo. Subgrupo: Apresenta somente itens com o subgrupo definido, sendo executado da mesma forma do filtro grupo. Exibir tipo de análise: define o tipo de calculo que será apresentado no relatório, Quantidade, Valor de venda, Valor de lucro, Popularidade ou todos, onde se escolhidas todas as analises, os dados serão apresentados lado a lado na geração do relatório. Imprime cabeçalho: Define se será impresso no relatório o cabeçalho padrão, facilitando exportar o mesmo para Excel. Exibir listagem dos itens: Apresenta a listagem dos itens que foram considerados no calculo da curva ABC, seus valores, percentuais, e a letra resultante. As colunas descritas nesta listagem são ordenadas conforme a configuração da curva ABC e as linhas conforme os valores da própria curva. Exibir resumo das letras: Exibe a quantidade de itens por letra, os percentuais de cada letra referente ao total do estoque, o total do estoque de cada letra, e o custo total do estoque (custo contábil X estoque disponível). Exibir lista dos itens sem movimento: Exibe uma listagem dos itens que não tiveram movimentação quando foi realizada a geração da curva ABC. Apresentando o estoque dos mesmos e seu custo total. Para Itens sem movimento no resumo das letras: Define se na listagem de itens sem movimento e no resumo das letras serão considerados apenas itens que possuam estoque ou todos os itens. Exibir gráfico das letras: Exibe o gráfico de Letras X Percentual dos itens da curva gerada, demonstrando graficamente a curva ABC. Gráficos lado a lado quando exibir todas as analise: Define se quando o relatório exibir todas as analise os gráficos de cada curva serão apresentados lado a lado, ou sequencialmente. Iniciar em nova pagina o resumo/gráfico: Define se os gráficos e o resumo das letras serão apresentados em uma nova página, em sequencia às informações anteriores NE geração do relatório. Configuração de Geração Automática da Curva ABC Visando automatizar e agilizar o processo de geração da curva ABC, foi desenvolvida a interface EP035 Configuração Envio Automático Curva ABC, acessível através do Módulo EP Curva ABC Configuração Curva ABC Automático. Esta interface permite criar configurações para geração automática da curva ABC que serão consideradas durante a execução do aplicativo TcarVerificador.exe, portanto para o funcionamento ideal do processo considera a devida execução do aplicativo TcarVerificador.exe. 19

20 Esta interface possui os seguintes componentes: Descrição: Campo para descrever a configuração. Tipo Curva: Tipo da curva que será gerada. Possui as opções: o Filial: Calcula a curva ABC da Filial. o Filial Customizável: Calcula a curva ABC da Filial Customizável. o Rede: Calcula a curva ABC da Rede. o Rede Customizável: Calcula a curva ABC da Rede Customizável. Filial: Campo para informar qual filial será efetuado o cálculo. Possui variação de comportamento, dependendo do informado no campo Tipo Curva : o Filial ou Filial Customizável: Aceitará informar apenas uma filial. Caso deixado em branco será gerado a curva para todas as filiais. o Rede ou Rede Customizável: Poderá ser informada mais de uma filial, neste caso será necessário separa-las pelo caractere #. Por exemplo, para gerar a curva para as filiais 1, 2 e 3 deve ser informado 1#2#3. Quando deixado o campo em branco será gerado a curva da rede considerando todas as filiais. Opção Customizável: possibilitará informar a opção customizável (Grupo, Aplicação, Marca ou Classe) para geração da curva ABC. Sendo este utilizado somente quando o Tipo Curva for Filial Customizável ou Rede Customizável. Caso não seja informado nenhum valor será gerado a curva ABC para todos os códigos da opção customizável. Período: Definirá o período a ser efetuado o cálculo da curva ABC. Varia conforme a opção selecionada no campo Processamento, conforme descrito no próximo tópico. 20

21 Processamento: Opção que define o tipo de processamento para geração automática da Curva ABC. Possuindo as opções: o Diário: Irá calcular diariamente a Curva ABC. O valor do campo Período definirá a data inicial do calculo da curva ABC, sendo considerada a quantidade de dias anteriores a data atual. Por exemplo: supondo que a data atual seja 15/09/2012 e o valor informado no período seja 90 (noventa), o cálculo da curva será efetuado com base nas movimentações do dia 17/06/2012 até 15/09/2012 (15/09/ dias = 17/06/2012). o Semanal: Irá calcular semanalmente a Curva ABC. O cálculo será realizado no primeiro dia da semana (Domingo). O valor do campo Período definirá a data inicial do calculo da curva ABC, sendo considerada a quantidade de semanas anteriores a data atual. Por exemplo: supondo que a data atual seja 15/09/2012 e o valor informado no período seja 4 (quatro), o cálculo da curva será efetuado com base nas movimentações do dia 18/08/2012 até 15/09/2012 (15/09/ semanas = 18/08/2012). o Mensal: Irá calcular mensalmente a Curva ABC. O cálculo será realizado no primeiro dia do mês. O valor do campo Período definirá a data inicial do calculo da curva ABC, sendo considerada a quantidade de meses anteriores a data atual. Por exemplo: supondo que a data atual seja 15/09/2012 e o valor informado no período seja 3 (três), o cálculo da curva será efetuado com base nas movimentações do dia 01/06/2012 até 31/08/2012 (Neste caso em especial será considerado o primeiro dia do mês da subtração e o ultimo dia do mês anterior). o Customizável Dias: Irá calcular a Curva ABC a cada X dias. O valor de X é definido no campo Process. Customizável. O valor do campo Período definirá a data inicial do calculo da curva ABC, sendo considerada a quantidade de dias anteriores a data atual. Por exemplo: supondo que a data atual seja 15/09/2012 e o valor informado no período seja 90 (noventa), o cálculo da curva será efetuado com base nas movimentações do dia 17/06/2012 até 15/09/2012 (15/09/ dias = 17/06/2012). o Customizável Dia Definido: Irá calcular a Curva ABC mensalmente no dia X. O valor de X é definido no campo Process. Customizável. O valor do campo Período definirá a data inicial do calculo da curva ABC, sendo considerada a quantidade de dias anteriores a data atual. Por exemplo: supondo que a data atual seja 15/09/2012 e o valor informado no período seja 90 (noventa), o cálculo da curva será efetuado com base nas movimentações do dia 17/06/2012 até 15/09/2012 (15/09/ dias = 17/06/2012). o Customizável Mês: Irá calcular a Curva ABC a cada X meses. O valor de X é definido no campo Process. Customizável. O valor do campo Período definirá a data inicial do calculo da curva ABC, sendo considerada a quantidade de meses anteriores a data atual. Por exemplo: supondo que a data atual seja 15/09/2012 e o valor informado no período seja 3 (três), o cálculo da curva será efetuado com base nas movimentações do dia 17/06/2012 até 15/09/2012 (15/09/ meses = 17/06/2012). Processamento Customizável: Este campo ficará habilitado apenas quando o valor do campo Processamento for Customizável Dias, Customizável Dia Definido ou Customizável Mês. Sua funcionalidade pode ser visualizada no tópico supracitado. Confirmação 1 : Enviará um de confirmação da geração da Curva ABC para o endereço eletrônico informado. Confirmação 2: Enviará um de confirmação da geração da Curva ABC para o endereço eletrônico informado. 21

22 Ativo: Define se a configuração está ativa e será executada no período informado. IMPORTANTE: Para que o sistema efetue o processo automaticamente é necessário que o aplicativo TcarVerificador esteja devidamente configurado para ser executado pelo T5Agendador. 22

Análise de Sugestão de Compra: Processo de Remanejo Automático

Análise de Sugestão de Compra: Processo de Remanejo Automático Análise de Sugestão de Compra: Processo de Remanejo Automático Introdução O processo de remanejo permite ao usuário visualizar os itens que estão com estoque acima da demanda, e transferi-los para filiais

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

Digitação de Orçamentos

Digitação de Orçamentos Digitação de Orçamentos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Aba Dados Gerais... 3 Aba Dados do Veículo... 5 Aba Cardápio... 5 Aba Serviços...

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Processo de Venda Perdida

Processo de Venda Perdida Processo de Venda Perdida Introdução No processo de venda, tanto para produtos e veículos quanto para serviços, há diversos fatores que influenciam nas negociações, logo um único fator de mercado que desfavoreça

Leia mais

Análise de Sugestão de Compra

Análise de Sugestão de Compra Análise de Sugestão de Compra Introdução O TCar possui a função para análise de sugestão de compra que permite a geração de pedidos de compra com maior eficiência e praticidade, através dos dados detalhadas

Leia mais

Curva ABC Itens Giro de Estoque e Nível de Preço

Curva ABC Itens Giro de Estoque e Nível de Preço Curva ABC Itens Giro de Estoque e Nível de Preço Tecinco Informática Ltda. Rua Minas Gerais, 1097 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Utilização no sistema TCar-Win... 3 Configuração

Leia mais

Ressarcimento de ICMS-ST

Ressarcimento de ICMS-ST Ressarcimento de ICMS-ST Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Planilha de Ressarcimento... 4 Relacionar Nota Fiscal de Entrada...

Leia mais

P71 Padronização dos distribuidores Ford

P71 Padronização dos distribuidores Ford P71 Padronização dos distribuidores Ford Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Introdução... 3 Avaliação de Seminovos... 3 Anexo de Documento

Leia mais

Relatório de Resultado Pós-Vendas (Peças/Oficina)

Relatório de Resultado Pós-Vendas (Peças/Oficina) Relatório de Resultado Pós-Vendas (Peças/Oficina) Introdução O processo de pós vendas consiste em todas as assistências técnicas realizadas em veículos nas concessionárias e as peças vendidas no balcão.

Leia mais

Importação de Itens através de Planilha de Dados

Importação de Itens através de Planilha de Dados Importação de Itens através de Planilha de Dados Introdução Ao possuir uma planilha com dados de itens que podem ser cadastrados ou atualizados no sistema, é possível efetuar a importação da mesma após

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Controle de Almoxarifado

Controle de Almoxarifado Controle de Almoxarifado Introdução O módulo de Controle de Almoxarifado traz as opções para que a empresa efetue os cadastros necessários referentes a ferramentas de almoxarifado, além do controle de

Leia mais

Cadastro de Franquias. Cadastro de Tipo. Configuração da Exportação

Cadastro de Franquias. Cadastro de Tipo. Configuração da Exportação Franquias O módulo Franquias permite que o Franqueador envie cadastros de produtos, serviços e preços para seus Franqueados. Sendo possível também, controlar as movimentações de vendas e estoque dos mesmos.

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Consulta de Produtos - Completa

Consulta de Produtos - Completa PROD1010 Consulta de Produtos - Completa Este programa é utilizado para consultar informação dos produtos de estoque ( cmprodut ), estejam eles em estoque ou não. A partir do Código ou da Descrição do

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Relatórios...3 Mix de Compra...3 Peças >> Relatórios >> Mix de Compra Peças...3 Mix de Vendas...4 Peças >> Relatórios >> Mix de Venda Peças...4 Tabela de Preços...6 Peças

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS Apresentação As rotinas de Pedido de Compra do WinThor são utilizadas pelas empresas com objetivo de realizar: o pedido de compra baseado, ou não, em uma sugestão de compra, a cotação de compra entre fornecedores,

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Inventário Manual...2 Relatório de contagem...2 Contagem...3 Digitação...3 Inventário Programado...6 Gerando o lote...7 Inserindo produtos manualmente no lote...8 Consultando

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Motivo de Movimentação... 3 3.3 Natureza de Operação... 4 4 FUNCIONALIDADES... 5 4.1

Leia mais

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais...

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais... Sumário UNICO...... 3 Cadastros... 4 Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5 Produtos...... 6 Serviços...... 6 Outros...... 6 Vendas... 7 Notas Fiscais... 7 Estoque...8 Financeiro......

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Manual de Integração Magento TrayCheckout Transparente

Manual de Integração Magento TrayCheckout Transparente Manual de Integração Magento TrayCheckout Transparente Versão 1.0 CONTEÚDO 1. MÓDULO DE INTEGRAÇÃO MAGENTO E API TRAYCHECKOUT... 3 2. INSTALAÇÂO DO MÓDULO TRAYCHECKOUT... 3 2.1. Instalação do Método de

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012:

ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01. Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012: ATUALIZAÇÃO DA VERSAO 05.07.01 Abaixo constam as alterações referentes a versão 05.07.01 do dia 28/09/2012: ATENÇÃO: Versões intermediarias não são de atualização obrigatório para todos os clientes, apenas

Leia mais

GUIA DE USUÁRIO - GU-

GUIA DE USUÁRIO - GU- 1/22 Revisão 00 de 20//12 1. OBJETIVO Orientar o usuário para a pesquisa e visualização detalhada de todas as ordens de compra emitidas, emitir confirmações de aceite, submeter solicitação de alteração,

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Processo de Envio de email

Processo de Envio de email Processo de Envio de email Introdução O envio de documentos de forma eletrônica vem sendo muito utilizado, assim o envio de arquivos, relatórios, avisos, informações é realizado via e-mail. O sistema disponibiliza

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

OFIC1200 - Consulta da O.S.

OFIC1200 - Consulta da O.S. OFIC1200 - Consulta da O.S. Este programa é utilizado para consultar O.S. Para isso, deve ser seguido por 3 etapas: 1ª - Selecionar uma O.S., partindo de diversas opções. 2ª - Selecionada a O.S., filtrar

Leia mais

Menu Notas Fiscais Entradas. Sugestão de Compras: 1º passo: selecionar os critérios de pesquisa e filtros:

Menu Notas Fiscais Entradas. Sugestão de Compras: 1º passo: selecionar os critérios de pesquisa e filtros: Menu Notas Fiscais Entradas (não é um manual) Sugestão de Compras: 1º passo: selecionar os critérios de pesquisa e filtros: Loja desejada. Fornecedor desejado (com marcas homologadas). Filtro para ignorar

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

Configurações Básicas

Configurações Básicas Compras Avançadas Este módulo auxilia na verificação da demanda dos produtos e com isso permite ajustar os estoques fazendo transferência entre as filiais e também definir a quantidade de estoque dos produtos

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital Página 1 de 15 Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital O cadastro de produtos permite organizar as informações relativas a produtos e serviços, como grupo, marca, peso, unidades e outros, que

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE

MVREP- Manual do Gerador de Relatórios. ÍNDICE ÍNDICE ÍNDICE... 1 CAPÍTULO 01 PREPARAÇÃO DO AMBIENTE... 2 1.1 IMPORTAÇÃO DO DICIONÁRIO DE DADOS... 2 CAPÍTULO 02 CADASTRO E CONFIGURAÇÃO DE RELATÓRIOS... 4 2.1 CADASTRO DE RELATÓRIOS... 4 2.2 SELEÇÃO

Leia mais

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas.

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas. Balancete Orçamentário Produto : TOTVS Gestão Patrimonial - 12.1.6 Processo : Relatórios Subprocesso : Balancete Orçamentário Data publicação da : 17/06/2015 O Balancete é um relatório contábil oficial

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.2C-03 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br CURVA ABC RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este documento

Leia mais

TUTORIAL DE USO DO BUSINESS INTELLIGENCE (BI) PARA O HÓRUS-ESPECIALIZADO

TUTORIAL DE USO DO BUSINESS INTELLIGENCE (BI) PARA O HÓRUS-ESPECIALIZADO MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Departamento de Assistência Farmacêutica Coordenação Geral do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica TUTORIAL

Leia mais

Manual do Usuário Solução para Integração B2B Siagri x Conecta BASF Thiago Borges de Oliveira thiago.oliveira@siagri.com.br

Manual do Usuário Solução para Integração B2B Siagri x Conecta BASF Thiago Borges de Oliveira thiago.oliveira@siagri.com.br Manual do Usuário Solução para Integração B2B Siagri x Conecta BASF Thiago Borges de Oliveira thiago.oliveira@siagri.com.br AGOSTO/2009 Sumário 1 Introdução 2 2 Configurando o exportador 2 3 Informando

Leia mais

Manual para Transportadoras

Manual para Transportadoras Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Compras... 4 5 Acessando o Pedido... 5 6 Digitando o Espelho de Nota Fiscal... 7 6.1

Leia mais

6.1. Inserir... 09 6.2. Consultar... 10 6.3. Listar Todos... 11 6.4. Alterar... 12 7. BENEFÍCIOS... 12

6.1. Inserir... 09 6.2. Consultar... 10 6.3. Listar Todos... 11 6.4. Alterar... 12 7. BENEFÍCIOS... 12 Sumário 1. APRESENTAÇÃO INICIAL... 03 2. EMPRESA... 03 3. UNIDADE... 03 3.1. Consultar... 03 3.2. Listar Todas... 04 4. SETOR... 05 4.1. Consultar... 05 4.2. Inserir... 05 4.3. Listar... 06 5. FUNÇÃO...

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

Manual de Relação de Pontos por Indicação

Manual de Relação de Pontos por Indicação Manual de Relação de Pontos por Indicação Sumário 1. Verificando se o parâmetro das funções está ativo... 3 2. Efetuando o cadastro da faixa de indicação... 5 2.1. Cadastro de faixas com intervalos...

Leia mais

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2C-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL Tutorial do Sistema WinThor Módulo Contábil Copyright - PC Informática Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer

Leia mais

TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS. Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013

TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS. Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013 1 P a g e TUTORIAL/MANUAL CONFIGURAR E GERAR NOTAS FISCAIS Document Version: 1.0 Release Date: 19/02/2013 Author(s) Via Express Informática LTDA. Carlos Belgine Analista de Suporte 2 P a g e OBJETIVO O

Leia mais

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk 1 Conteúdo Introdução:... 3 CAMINHO:... 4 Inclusão e inicio do PEDIDO DE VENDAS... 5 DETALHES

Leia mais

1. Alterações no Menu de Acesso do Gerenciador de Sistemas

1. Alterações no Menu de Acesso do Gerenciador de Sistemas BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO CONTROLE DE PERMISSÕES DE ACESSO No Gerenciador de Sistemas, efetuadas alterações na forma de permissão de acesso às empresas, às rotinas dos módulos e acesso ao cadastro de

Leia mais

Análise de Dados do Financeiro

Análise de Dados do Financeiro Análise de Dados do Financeiro Introdução Para reunir em um só local as informações de contas a pagar e receber cadastradas e/ou geradas no sistema TTransp existe a interface de análise de dados do financeiro.

Leia mais

Conferência de Estoque

Conferência de Estoque Conferência de Estoque O estoque de peças é movimentado constantemente nas empresas, onde quanto mais frequentes são as saídas do estoque mais há risco de ocorrer desvios de peças retiradas. Para evitar

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014 O objetivo deste manual é explicar passo a passo o controle da papeleta do motorista realizado no SAT. De acordo com a LEI Nº 12.619, DE 30 DE ABRIL DE 2012, que pode ser acessada em: http://www.planalto.gov.br

Leia mais

Apresentação... 1. 1.Cadastrar Produto... 2. 2.Realizar Pedido de Venda... 8. 3.Montar Carga... 10. 4.Separar Pedido... 21

Apresentação... 1. 1.Cadastrar Produto... 2. 2.Realizar Pedido de Venda... 8. 3.Montar Carga... 10. 4.Separar Pedido... 21 Sumário Apresentação... 1 1.Cadastrar Produto... 2 2.Realizar Pedido de Venda... 8 3.Montar Carga... 10 4.Separar Pedido... 21 5.Alterar quantidade de produtos frios... 23... 30 Apresentação Este tutorial

Leia mais

MARISOL ON LINE MANUAL. IDMarisol 1

MARISOL ON LINE MANUAL. IDMarisol 1 MANUAL Índice Tela de Login.... ª Via do Boleto Bancário.... Quero me Cadastrar.... Esqueci Minha Senha...... Consulta de Ordens... Consulta de Duplicatas...0 Consulta de Notas Fiscais... Peça Fácil Proposta

Leia mais

Novas funcionalidades do Gerenciador Contábil

Novas funcionalidades do Gerenciador Contábil 1 Novas funcionalidades do Gerenciador Contábil Na versão 7.0.2.102, as seguintes opções foram implementadas no sistema: Integração das Contas a Pagar/Receber com a Contabilidade; Integração das Notas

Leia mais

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Projeto SIGA-EPT Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Versão setembro/2010 Requisição de Almoxarifado Introdução Requisição é uma solicitação feita

Leia mais

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL - ENTRADAS LOGIX 10.02/11 Versão 1.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Principais Mudanças... 3 1.2 Fluxo dos relacionamentos... 3 1.3 Relação dos programas do

Leia mais

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo

Instruções de uso do TABNET. Linha, Coluna e Conteúdo O Tabnet, aplicativo desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), permite ao usuário fazer tabulações de bases de dados on-line e foi gentilmente cedido para disponibilização

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO

OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO OI CONTA EMPRESA MANUAL DO USUÁRIO 1 Bem-vindo ao Oi Conta Empresa! A Oi tem o orgulho de lançar mais um produto para nossos clientes corporativos, o Oi Conta Empresa. Nele, nossos clientes poderão acessar

Leia mais

AstraLX Impressão de Faturas e TISS Guia básico para o processo de impressão de Faturas e geração de arquivos TISS/XML no Programa AstraLX

AstraLX Impressão de Faturas e TISS Guia básico para o processo de impressão de Faturas e geração de arquivos TISS/XML no Programa AstraLX AstraLX Impressão de Faturas e TISS Guia básico para o processo de impressão de Faturas e geração de arquivos TISS/XML no Programa AstraLX 2011 Equipe Documentação Astra AstraLab 31/08/2011 1 Sumário Emissão

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Estoque...2 Controlando a Garantia - Honda Motocicletas...2 Controlando a Boutique...6 Entrada de Peças no Estoque...7 Entrada de Mercadorias...7 Importação do Faturamento

Leia mais

Novidades Group Shopping

Novidades Group Shopping Novidades Group Shopping 1. Geração do Arquivo Disponível na nova versão do Group Shopping uma tela que permite preencher as informações requeridas na geração do arquivo a ser enviado à Receita Federal

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

OBF40000 (PAINEL NF-E)

OBF40000 (PAINEL NF-E) OBF40000 (PAINEL NF-E) 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1 CONFIGURANDO TAREFAS... 4 1.1 Configurando Parâmetros... 6 2 PAINEL NF-E... 9 2.1 Opções de Menu... 10 2.2 Filtros de Entradas... 12 2.3 Filtros de Entradas...

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

Objetivo. Este documento tem como objetivo demonstrar o conceito, o processo de instalação e o funcionamento do SITEF (Tef dedicado).

Objetivo. Este documento tem como objetivo demonstrar o conceito, o processo de instalação e o funcionamento do SITEF (Tef dedicado). Sitef - Instalação Objetivo Este documento tem como objetivo demonstrar o conceito, o processo de instalação e o funcionamento do SITEF (Tef dedicado). O que é Sitef? O SiTef (ou tef dedicado) é um conjunto

Leia mais

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SUMÁRIO BENEFICIAMENTO DE SEMENTES... 3 1. Projeto Meta de Vendas... 3 1.1 Itens de Configuração Alterados... 3 2. Planejamento de Vendas... 3 2.1 Meta de Vendas...

Leia mais

Controle do Arquivo Técnico

Controle do Arquivo Técnico Controle do Arquivo Técnico Os documentos existentes de forma física (papel) no escritório devem ser guardados em pastas (normalmente pastas suspensas) localizadas no Arquivo Técnico. Este Arquivo pode

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE DA PREFEITURA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários

MENUS TELA INICIAL. Movimento de Ferramentaria. Alternar entre casas do grupo. Cadastro de Ferramentas. Não Implementado. Cadastro de Funcionários FERRAMENTARIA TELA INICIAL Ao autenticar no sistema com usuário e senha cadastrados é apresentada a seguinte tela ao lado esquerdo, sendo essa tela a página inicial do sistema de Ferramentaria. MENUS TELA

Leia mais

Excel Planilhas Eletrônicas

Excel Planilhas Eletrônicas Excel Planilhas Eletrônicas Capitulo 1 O Excel é um programa de cálculos muito utilizado em empresas para controle administrativo, será utilizado também por pessoas que gostam de organizar suas contas

Leia mais

!!!!!!!!!! NF-e. Manual do Usuário

!!!!!!!!!! NF-e. Manual do Usuário NF-e Manual do Usuário ÍNDICE CADASTROS NECESSÁRIOS PARA EMISSÃO DE NFE... 3 CADASTRO DE PRODUTOS... 3 CFOP... 5 PERFIL TRIBUTÁRIO... 7 CADASTRO DE CLIENTES... 9 CADASTRO DE FORNECEDOR... 10 CADASTRO DE

Leia mais

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial A solução integrada e eficiente para sua empresa

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial A solução integrada e eficiente para sua empresa Gerencie facilmente seu negócio com o NeXT ERP O que é o NeXT Software? - Um avançado software integrado capaz de automatizar e integrar os processos de negócio de sua empresa - Possibilita que as informações

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS EXTRAJUDICIAL SIG-EX

SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS EXTRAJUDICIAL SIG-EX SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS EXTRAJUDICIAL SIG-EX Atualizado em 27.05.2011 MANUAL DO USUÁRIO 1. Apresentação 1.1. Acessando o Sistema 1.2. Tela Principal 2. Página Principal SUMÁRIO 3. Módulo Corregedoria

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Emissão de NF-e 3.10. Introdução. Funcionamento

Emissão de NF-e 3.10. Introdução. Funcionamento Emissão de NF-e 3.10 Introdução A emissão de notas fiscais eletrônicas na versão 3.10 indicam parametrizações específicas tanto nas configurações de emissão quanto de informações que serão enviadas a SEFAZ,

Leia mais

TOTVS Série 1 Varejo (Simples) - Módulo e-commerce

TOTVS Série 1 Varejo (Simples) - Módulo e-commerce Novo Módulo disponível no TOTVS S1 Varejo: permissão de utilização através de licença específica. Mesmo não adquirindo a licença de uso do módulo ele continuará presente na tela do usuário. 1 Na opção

Leia mais

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER

ROTEIRO SOBRE NOTAS DE IMPORTAÇÃO CONTROLLER Inicialmente, o mais importante O objetivo deste material é apresentar como deve-se proceder em todas as fases, o cadastramento de uma Nota de Importação no Controller. Este material abordará os tópicos

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web

MANUAL OPERACIONAL. PTU Web MANUAL OPERACIONAL PTU Web Versão 8.0 24/08/2011 ÍNDICE Índice... 2 PTU Web... 4 O que é o PTU Web?... 4 Como acessar o PTU Web?... 4 Listagem de arquivos enviados e recebidos... 5 Unimeds disponíveis

Leia mais