TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ PROJUDI REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS - MANDADOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ PROJUDI REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS - MANDADOS"

Transcrição

1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ PROJUDI REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS - MANDADOS

2 2 SUMÁRIO SEÇÃO 1 - FLUXO DAS VARAS QUE NÃO POSSUEM CENTRAL DE MANDADOS CUMPRIMENTOS (PERFIS DE ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIO) ORDENANDO CUMPRIMENTOS MANDADOS PENDENTES DE EXPEDIÇÃO MANDADOS AGUARDANDO DISTRIBUIÇÃO INÍCIO DO CUMPRIMENTO PELO OFICIAL DE JUSTIÇA MANDADOS EXPEDIDOS E NÃO LIDOS MANDADOS LIDOS E SEM CUMPRIMENTO MANDADOS AGUARDANDO ANÁLIS DE RETORNO MANDADOS COM DECURSO DE PRAZO MANDADOS DEVOLVIDOS CUMPRIMENTO DO MANDADO (PERFIL OFICIAL DE JUSTIÇA JUÍZOS) TELA INICIAL MANDADOS RECEBIDOS (NOVOS) MANDADOS EM CUMPRIMENTO MANDADOS CUMPRIDOS MANDADOS DEVOLVIDOS SEÇÃO 2 - FLUXO DAS VARAS QUE POSSUEM CENTRAL DE MANDADOS CUMPRIMENTOS (PERFIS DE ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIO) ORDENANDO CUMPRIMENTOS MANDADOS PENDENTES DE EXPEDIÇÃO MANDADOS AGUARDANDO ANÁLISE DE RETORNO MANDADOS LIDOS E SEM CUMPRIMENTO MANDADOS COM DECURSO DE PRAZO MANDADOS DEVOLVIDOS SEÇÃO 3 - FLUXO DA CENTRAL DE MANDADOS CENTRAL DE MANDADOS (PERFIL SERVIDOR CENTRAL DE MANDADOS) TELA INICIAL MANDADOS PENDENTES DE DISTRIBUIÇÃO MANDADOS AGUARDANDO RECEBIMENTO PELO OFICIAL DE JUSTIÇA MANDADOS DISTRIBUIDOS MANDADOS FINALIZADOS MANDADOS DEVOLVIDOS HABILITAR/DESABILITAR OFICIAL DE JUSTIÇA CUMPRIMENTO DO MANDADO (PERFIL OFICIAL DE JUSTIÇA CENTRAL DE MANDADOS) TELA INICIAL MANDADOS RECEBIDOS (NOVOS) MANDADOS EM CUMPRIMENTO MANDADOS CUMPRIDOS... 43

3 3 REFORMULAÇÃO DE CUMPRIMENTOS (MANDADOS) No presente documento, disponibilizamos um guia para auxiliar na compreensão e correta utilização da nova funcionalidade de cumprimentos de mandados dentro do Projudi. A presente reformulação está dividida em 3 seções que iremos abranger abaixo. SEÇÃO 1 - FLUXO DAS VARAS QUE NÃO POSSUEM CENTRAL DE MANDADOS 1. CUMPRIMENTOS (PERFIS DE ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIO) 1.1 Ordenando Cumprimentos A ordenação de cumprimentos continua a ser realizada da mesma maneira, somente que agora a tela de ordenação irá solicitar demais informações quanto ao cumprimento que está sendo ordenado.

4 4 No caso dos cumprimentos que não sejam Mandados, será requisitado o Tipo de Cumprimento, o Prazo referente à(s) parte(s) quando aplicável, se o mesmo é urgente e opcionalmente a qual (is) parte(s) refere-se o cumprimento. Ao clicar no botão Ordenar o mesmo será gerado e ficará pendente de expedição. O resto do fluxo para tais cumprimentos não teve nenhuma alteração. No caso de se selecionar a opção Mandado no tipo de cumprimento, além das informações acima informadas, outros dados também serão apresentados e obrigatórios seus preenchimentos. Referente à(s) parte(s): Indica a parte a qual se destina o mandado. É obrigatória a seleção de uma única parte para o cumprimento. Ordenações com mais de uma parte, exigirá a expedição de um mandado para cada parte. Natureza do Mandado: É a finalidade de expedição do mandado. Ex: (Citação, Intimação etc...). Prazo (Referente ao Oficial de Justiça): É o prazo estabelecido em dias para o cumprimento do mandado pelo Oficial de Justiça. Oficial de Justiça / Servidor Designado: Deverá ser indicado o Oficial de Justiça que realizará o cumprimento do Mandado. O servidor que irá realizar o cumprimento deve ter um perfil de Oficial de Justiça no Projudi, caso não possua deve-se entrar em contato com a Central de Atendimento de informática do Tribunal solicitando tal perfil para a utilização. Obs: Caso um Oficial de Justiça já tenha sido designado anteriormente para o cumprimento de outro Mandado no mesmo Processo, este Oficial será selecionado no campo Oficial de Justiça / Servidor Designado, mas ficará de livre critério a escolha de quem realizará o cumprimento.

5 5 Após a ordenação, o cumprimento estará disponível para expedição. 1.2 Mandados Pendentes de Expedição abaixo. Para acessar os Mandados pendentes de Expedição, basta seguir o demonstrado na imagem Ao acessar o menu para expedição de mandados, será apresentada a seguinte tela: Nesta tela são mostrados todos os mandados que foram ordenados e se encontram pendentes de expedição. Pode-se ainda filtrá-los por Status, Processo, Processo e Identificador, Natureza do Mandado, Nome da Parte, Urgente, Oficial de Justiça designado, e se está dentro ou fora do prazo estabelecido ao Oficial de Justiça. Para realizar a expedição do Mandado, basta clicar no item Visualizar na listagem de mandados e assim será aberta a seguinte tela:

6 6 Neste ponto, pode-se ainda ser realizada a alteração do mandado ou a sua remoção. Na alteração do mandado, poderá ser editado o prazo para cumprimento da parte, a qual parte ou partes se refere o Mandado, a natureza do mandado, o prazo estabelecido ao Oficial de Justiça e também qual Oficial de Justiça realizará o cumprimento. Na remoção do mandado, o mesmo será removido da base. Para expedição, deve-se ainda escolher o tipo de modelo de documento a ser utilizado. Foi criado um modelo de documentos(mandado Padrão) com o intuito de auxiliar na expedição do Mandado. Ao selecionar esta opção e clicar no botão expedir, será aberto o Modelo auxiliando na digitação do Mandado. Nele constam dados básicos do Processo bem como do mandado a ser expedido. Na parte superior do documento é informado o identificador do mandado, que é um sequencial gerado a partir desta versão do Projudi para cada cumprimento do Processo. Através deste identificador é possível localizar o Mandado em questão dentro do sistema.

7 7 Após ser redigido o documento, o mandado poderá ser expedido clicando-se no botão Continuar e após Assinar. Com o mandado expedido, é possível indicar o início do seu cumprimento pelo Oficial de Justiça. 1.3 Mandados aguardando distribuição Os mandados antigos que foram expedidos antes da entrada desta versão do Projudi com a reformulação de cumprimentos, não tiveram servidores designados para seus cumprimentos, para tanto, tais mandados ficarão aguardando a distribuição, ou informação do Oficial que realizará o seu cumprimento. Pode-se visualizar os mandados que estão nesta fase, selecionando a opção Aguardando Distribuição no filtro de listagem. Mandados que estão em outras fases, como expedidos e não lidos, e lidos e não cumpridos não pode ser movimentados sem a distribuição, assim ao visualizar o mandado e se o mesmo não tiver sido distribuído ainda, esta opção será obrigatória antes de qualquer outro movimento no mandado. Ao visualizar o mandado, o botão Realizar Distribuição estará disponível. Caso o Oficial de Justiça não tenha acesso ao sistema, o Juízo deve informar a data e horário em que o mesmo recebeu o mandado para o cumprimento. Assim irá iniciar o controle de prazo após esta data informada. Caso o Oficial de Justiça possua acesso ao sistema, quando o mesmo entrar e visualizar o mandado, automaticamente esta data será marcada não necessitando que o Juízo indique tal informação. Lembrando que não é possível informar o retorno dos mandados se esta data de recebimento ainda não tiver sido informada. Até este momento, a natureza do mandado, prazo referente ao Oficial e o Oficial de

8 8 Justiça Designado poderão ser modificados. Após a escolha da data, nenhum dado poderá ser mais editado. 1.4 Início do Cumprimento pelo Oficial de Justiça Quando o mandado é expedido, ele ficará aguardando o recebimento pelo Oficial de Justiça para iniciar o seu controle de prazo. Pode-se visualizar os mandados que estão nesta fase, selecionando a opção Aguardando Recebimento pelo Oficial de Justiça no filtro de listagem.

9 9 Ao visualizar o mandado, o botão Informar Recebimento pelo Oficial de Justiça estará disponível. Caso o Oficial de Justiça não tenha acesso ao sistema, o Juízo deve informar a data e horário em que o mesmo recebeu o mandado para o cumprimento. Assim irá iniciar o controle de prazo após esta data informada. Caso o Oficial de Justiça possua acesso ao sistema, quando o mesmo entrar e visualizar o mandado, automaticamente esta data será marcada não necessitando que o Juízo indique tal informação. Lembrando que não é possível informar o retorno dos mandados se esta data de recebimento ainda não tiver sido informada. Até este momento, a natureza do mandado, prazo referente ao Oficial e o Oficial de Justiça Designado poderão ser modificados. Após a escolha da data, nenhum dado poderá ser mais editado.

10 Mandados Expedidos e não Lidos Com o mandado expedido e já informado o recebimento pelo Oficial de Justiça, pode-se realizar a informação do retorno deste mandado. Se o Oficial de Justiça possui acesso ao sistema, o mesmo poderá realizar este retorno entrando com seu login no sistema e assim será gerada a secretaria uma pendência de análise de retorno, caso contrário, o próprio Juízo pode informar o retorno. Para acessar os mandados pendentes de retorno, basta acessar o menu conforme apresentado abaixo. Ao selecionar o menu, a tela de listagem é exibida mostrando os mandados pendentes de retorno.

11 11 Da mesma maneira que na listagem de Mandados para expedir e também nos demais status, qualquer filtro disponível na tela pode ser aplicado à pesquisa. Ao visualizar o Mandado, será habilitado o botão Informar Retorno. Clicando-se no botão Informa Retorno é exibida a seguinte tela:

12 12 Nesta tela o usuário deve informar os dados pertinentes ao resultado da parte (Marcar Leitura) e também referente ao cumprimento do Oficial de Justiça. No caso da marcação de leitura da parte, deverá ser informado se o mandado foi recebido pela parte (sim ou não) e em que data e/ou horário. Caso o cumprimento tenha prazo estabelecido para parte, deverá ainda ser informado quando que se iniciará o controle deste prazo, se na data da juntada nos autos ou na data de leitura da parte. Já na marcação de informações do cumprimento pelo Oficial de Justiça, deve-se informar a data e horário em que o mesmo informou o retorno do cumprimento e qual o resultado do mesmo. Ex: Negativa de Bens, Penhora Positiva etc... Após deve-se clicar no botão Comprovantes que redirecionará para a tela de juntada de arquivos. Nesta tela o usuário deve juntar o arquivo referente ao retorno do cumprimento. Será gerada uma movimentação no processo juntamente com o arquivo. 1.6 Mandados Lidos e Sem Cumprimento Caso o mandado seja retornado e conste que deve ser realizado o cumprimento pela parte, e não tenha ocorrido ainda o decurso de prazo, o mesmo pode ser acessado através do menu apresentado abaixo.

13 13 Ao selecionar o menu a seguinte listagem é apresentada. Clicando no ícone Visualizar do mandado em questão é apresentada a tela a seguir com o botão Cumprir habilitado para seleção. Clicando no botão cumprir é dada a opção do usuário informar os documentos pertinentes ao cumprimento pela parte. Após esse fluxo será gerada uma movimentação no processo com o documento de cumprimento anexado.

14 Mandados Aguardando Análise de Retorno Quando um mandado é cumprido e retornado pelo Oficial de Justiça através do sistema, o mesmo irá gerar uma movimentação no processo em questão com os documentos do retorno e uma pendência de análise de retorno e análise de juntada. Um processo não pode ser movimentado caso a análise de retorno não seja finalizada. Para acessar os mandados nesta fase, pode-se clicar em cima do link no quadro de pendências do processo ou através do menu abaixo Através da opção, é apresentada a seguinte listagem:

15 15 Clicando na opção Visualizar é apresentado o Mandado com o botão Analisar Retorno habilitado. Clicando no botão Analisar Retorno, o usuário será direcionado a tela para informações de marcação e leitura referentes à parte, e também deverá indicar o resultado do mandado. Somente após salvar esta etapa é que o prazo de cumprimento referente à parte é iniciado. Ao clicar no botão salvar a análise de retorno será finalizada.

16 Mandados com decurso de Prazo Através do menu apresentado acima, são mostrados todos os mandados que estão com decurso de prazo. Ao selecionar a opção no menu, é apresentada a seguinte listagem: Clicando na opção Visualizar é apresentado o Mandado com os botões Analisar Decurso de Prazo e Dispensar Decurso habilitados.

17 17 Clicando no botão Analisar Decurso de Prazo, o usuário será direcionado a tela para juntar os comprovantes referente ao decurso e estes serão incluídos no processo. Por outro lado, clicando no botão Dispensar Decurso será realizada a dispensa deste decurso, não necessitando a juntada de nenhum documento. 1.9 Mandados Devolvidos Quando um mandado é enviado para um Oficial de Justiça e o mesmo retorna este mandado por erro, o mandado é encerrado e uma movimentação é juntada ao processo contendo os documentos informativos do Oficial de Justiça. Pode-se consultar tais mandados através da listagem de processos selecionando o filtro Mandados Devolvidos. Dentro do processo, é gerada uma análise de juntada referente ao mandado devolvido e pode-se visualizar os documentos referentes a devolução do Oficial de Justiça. 2. CUMPRIMENTO DO MANDADO (PERFIL OFICIAL DE JUSTIÇA JUÍZOS) 2.1 Tela inicial

18 18 Os Oficiais de Justiça vinculados aos Juízos, podem a partir desta versão, realizar o controle e cumprimento de seus mandados recebidos através do próprio Projudi. Para tanto ao se logarem no Juízo escolhido, é exibida a seguinte tela inicial: A tela inicial do Oficial da Vara mostra quatro relações de mandados pendentes (mandados recebidos (novos), mandados em cumprimento (dentro do prazo), mandados em cumprimento(fora do prazo) e mandados em cumprimento (Total) ). Pode ser que em alguns casos o item mandados em cumprimento (Total) tenha uma soma de mandados maior do que os que estão dentro do prazo e fora do prazo. Isso ocorre devido aos mandados antigos expedidos antes da entrada desta versão, pois nestes mandados por não possuírem o prazo de cumprimento do oficial de justiça, não é possível calcular se o mesmo se encontra dentro ou fora do prazo. Existe ainda a possibilidade através do menu Cumprimentos encontrar mandados recebidos (Novos), mandados em cumprimento, mandados cumpridos ou mandados devolvidos. 22 Mandados Recebidos (Novos) cumprimento. Através deste menu é exibida a tela de todos os mandados novos, que aguardam entrar em

19 19 Os mandados recebidos (novos) são aqueles que foram distribuídos pela Vara, mas que não foi indicado por esta a data de recebimento pelo Oficial de Justiça, assim ao visualizar o mandado através do item Visualizar, o status do mandado passará de recebido (novo) para em cumprimento e se dará início ao controle de prazo. Caso o servidor da Vara já tenha indicado a data recebimento pelo Oficial de Justiça, o mandado não cairá nesta tela, mas sim já estará com status de mandado em cumprimento. 2.3 Mandados em cumprimento Através deste menu são exibidos os mandados que já foram recebidos pelo Oficial de Justiça e estão em cumprimento, ou seja, com o controle de prazo correndo. Clicando-se no botão visualizar, são exibidas as informações do mandado bem como o documento referente à expedição do mandado. No rodapé direito é possível ao Oficial de Justiça realizar o cumprimento do mandado através do botão Informar Retorno ou Devolver o mandado por erro.

20 20 A opção Devolver Mandado(Por erro) deve ser selecionada nos casos em que o mandado foi distribuído erroneamente ou por engano, ou na impossibilidade de se cumpri o mandado. Para devolução o Oficial de Justiça deve anexar pelo menos um documento informando o motivo da devolução. Este documento será incluso na movimentação do processo, o mandado será encerrado e será gerada uma pendência de análise para secretaria. Já o botão Informar Retorno deverá ser utilizado quando realizado o cumprimento do mandado. Ao clicar em cima do botão será apresentada a seguinte tela: O oficial deverá juntar os comprovantes referentes ao cumprimento clicando no botão Comprovante(s). Após juntar os comprovantes e salvar, tais comprovantes serão anexados ao processo e o mandado será retornado para secretaria do fórum com pendência de análise de retorno.

21 Mandados cumpridos Através deste menu, o Oficial poderá ver a listagem de todos os mandados cumpridos por ele. Nesta fase não se pode realizar nenhuma ação, apenas a visualização dos mandados. 2.5 Mandados devolvidos Através deste menu, o Oficial poderá ver a listagem de todos os mandados que ele devolveu por erro por ele. Nesta fase não se pode realizar nenhuma ação, apenas a visualização dos mandados

22 22 SEÇÃO 2 - FLUXO DAS VASRAS QUE POSSUEM CENTRAL DE MANDADOS 3. CUMPRIMENTOS (PERFIS DE ANALISTA E TÉCNICO JUDICIÁRIO) 3.1 Ordenando Cumprimentos A ordenação de cumprimentos continua a ser realizada da mesma maneira, somente que agora a tela de ordenação irá solicitar demais informações quanto ao cumprimento que está sendo ordenado. No caso dos cumprimentos que não sejam Mandados, será requisitado o Tipo de Cumprimento, o Prazo referente à(s) parte(s) quando aplicável, se o mesmo é urgente e opcionalmente a qual (is) parte(s) refere-se o cumprimento. Ao clicar no botão Ordenar o mesmo será gerado e ficará pendente de expedição. O resto do fluxo para tais cumprimentos não teve nenhuma alteração. No caso de se selecionar a opção Mandado no tipo de cumprimento, além das informações acima informadas, outros dados também serão apresentados e obrigatórios seus preenchimentos.

23 23 Referente à(s) parte(s): Indica a parte a qual se destina o mandado. É obrigatória a seleção de uma única parte para o cumprimento. Ordenações com mais de uma parte, exigirá a expedição de um mandado para cada parte. Natureza do Mandado: É a finalidade de expedição do mandado. Ex: (Citação, Intimação etc...). Prazo (Referente ao Oficial de Justiça): É o prazo estabelecido em dias para o cumprimento do mandado pelo Oficial de Justiça. Obs: Diferentemente dos Juízos que possuem Centrais de Mandados, não é necessário informar o Oficial de Justiça que realizará o cumprimento, ficando esta função a cargo da Central de Mandados. Após ordenar o cumprimento o mesmo estará disponível para expedição. 3.2 Mandados Pendentes de Expedição abaixo. Para acessar os Mandados pendentes de Expedição, basta seguir o demonstrado na imagem Ao acessar o menu para expedição de mandados, será apresentada a seguinte tela:

24 24 Nesta tela são mostrados todos os mandados que foram ordenados e se encontram pendentes de expedição. Pode-se ainda filtrá-los por Status, Processo, Processo e Identificador, Natureza do Mandado, Nome da Parte, Urgente, e se está dentro ou fora do prazo estabelecido ao Oficial de Justiça. Para realizar a expedição do Mandado, basta clicar no item Visualizar na listagem de mandados e assim abrirá a seguinte tela. Neste ponto, pode-se ainda ser realizada a alteração do mandado ou a sua remoção. Na alteração do mandado, poderá ser editado o Prazo para cumprimento da Parte, a qual parte ou partes se refere o Mandado, a natureza do Mandado e o prazo estabelecido ao Oficial de Justiça. Na remoção do mandado, o mesmo será removido da base.

25 25 Para expedição, deve-se ainda escolher o tipo de modelo de documento a ser utilizado. Foi criado um modelo de documentos(mandado Padrão) com o intuito de auxiliar na expedição do Mandado. Ao selecionar esta opção e clicar no botão expedir, será aberto o Modelo auxiliando na digitação do Mandado. Nele constam dados básicos do Processo bem como do mandado a ser expedido. Na parte superior do documento é informado o identificador do mandado, que é um sequencial gerado a partir desta versão do Projudi para cada cumprimento do Processo. Através deste identificador é possível localizar o Mandado em questão dentro do sistema. Após ser redigido o documento, o mandado poderá ser expedido clicando-se no botão Continuar e após Assinar. Com o mandado expedido, a Central de Mandados já pode consultá-lo para realização do cumprimento. A partir deste momento, o Juízo não poderá realizar nenhuma ação no referido mandado até que o mesmo seja distribuído pela Central de Mandados, cumprido ou não, e retornado ou devolvido pelo Oficial de Justiça ou pela própria Central de Mandados, mas o Juízo poderá acompanhar o trâmite que está sendo realizado através dos filtros da listagem. Assim ao visualizar o mandado, saberá a data em que o mesmo foi distribuído e com qual Oficial de Justiça se encontra o mandado. Tais informações são restritas apenas aos perfis de Analista e Técnico Judiciário, Servidores das Centrais de Mandados e Oficiais de Justiça. A Central de Mandados ou o Oficial de Justiça podem retornar o mandado de duas maneiras. Se o mandado for devolvido por erro, será gerada uma movimentação no processo contendo os dados do motivo do retorno e será gerada uma análise de juntada. O fluxo do mandado será encerrado assim, não sendo possível mais ser realizada nenhuma alteração. Do contrário, caso a Central de Mandados ou o Oficial de

26 26 Justiça cumpram o mandado, será gerada uma movimentação com os dados do cumprimento no processo e criada uma pendência de análise de retorno. 3.3 Mandados Aguardando Análise de Retorno Quando um mandado é cumprido e retornado pelo Oficial de Justiça ou pela Central de Mandados, irá ser gerarada uma movimentação no processo em questão com os documentos do retorno e uma pendência de análise de retorno e análise de juntada. Um processo não pode ser movimentado caso a análise de retorno não seja finalizada. Para acessar os mandados nesta fase, pode-se clicar em cima do link no quadro de pendências do processo ou através do menu abaixo Através da opção, é apresentada a seguinte listagem:

27 27 Clicando na opção Visualizar é apresentado o Mandado com o botão Analisar Retorno habilitado. Clicando no botão Analisar Retorno, o usuário será direcionado a tela para informações de marcação e leitura referentes à parte, e também deverá indicar o resultado do mandado. Somente após salvar esta etapa é que o prazo de cumprimento referente à parte é iniciado. Ao clicar no botão salvar a análise de retorno será finalizada. 3.4 Mandados Lidos e Sem Cumprimento Caso o mandado seja retornado e conste que deve ser realizado o cumprimento pela parte, e não tenha ocorrido ainda o decurso de prazo, o mesmo pode ser acessado através do menu apresentado abaixo.

28 28 Ao selecionar o menu a seguinte listagem é apresentada. Clicando no ícone Visualizar do mandado em questão é apresentada a tela a seguir com o botão Cumprir habilitado para seleção.

29 29 Clicando no botão cumprir é dada a opção do usuário informar os documentos pertinentes ao cumprimento pela parte. Após esse fluxo, será gerada uma movimentação no processo com o documento de cumprimento anexado. 3.5 Mandados com decurso de Prazo Através do menu apresentado acima, são mostrados todos os mandados que estão com decurso de prazo. Ao selecionar a opção no menu, é apresentada a seguinte listagem:

30 30 Clicando na opção Visualizar é apresentado o Mandado com os botões Analisar Decurso de Prazo e Dispensar Decurso habilitados. Clicando no botão Analisar Decurso de Prazo, o usuário será direcionado a tela para juntar os comprovantes referente ao decurso e estes serão incluídos no processo. Já clicando no botão Dispensar Decurso será realizada a dispensa deste decurso, não necessitando a juntada de nenhum documento. 3.6 Mandados Devolvidos Quando um mandado é devolvido pela Central de Mandados ou pelo Oficial de Justiça por erro, o mandado é encerrado e uma movimentação é juntada ao processo contendo os documentos referentes à devolução. Pode-se consultar tais mandados através da listagem de processos selecionando o filtro Mandados Devolvidos.

31 31 Dentro do processo, é gerada uma análise de juntada referente ao mandado devolvido e pode-se visualizar os documentos referentes à devolução do Oficial de Justiça.

32 32 SEÇÃO 3 - FLUXO DA CENTRAL DE MANDADOS 4. CENTRAL DE MANDADOS (PERFIL SERVIDOR CENTRAL DE MANDADOS) 4.1 Tela inicial A partir desta nova versão, está disponível o novo perfil para Servidores da Central de Mandados. Estes servidores bem como a própria Central de Mandados devem ser cadastrados pela Central de Atendimentos. A tela inicial do Servidor da Central de Mandados mostra cinco relações de mandados pendentes (mandados para distribuir, mandados aguardando recebimento pelo Oficial de Justiça, mandados aguardando retorno (dentro do prazo), mandados aguardando retorno (fora do prazo) e mandados aguardando retorno (total)). Pode ser que em alguns casos o item Mandados aguardando retorno (total) tenha uma soma de mandados maior do que os que estão dentro do prazo e fora do prazo. Isso ocorre devido aos mandados antigos expedidos antes da entrada desta versão, pois nestes mandados, por não possuírem o prazo de cumprimento do oficial de justiça, não é possível calcular se o mesmo se encontra dentro ou fora do prazo. Existem também quatro menus na parte superior da tela. O primeiro (Início) irá trazer o usuário novamente a esta tela inicial. O segundo (Mandados) abre um submenu com a possibilidade de se encontrar mandados pendentes de distribuição, aguardando recebimento pelo Oficial de Justiça, distribuídos (aguardando retorno), finalizados ou devolvidos. O terceiro menu (Servidores) traz a possibilidade de o usuário cadastrar ou remover Oficiais de Justiça da Central de Mandados. Estes Oficiais são os que participam da distribuição dos mandados. O último menu (Outros) traz informações pertinentes ao usuário, comum aos outros perfis do sistema.

33 Mandados pendentes de distribuição Através deste menu o usuário verá uma listagem de todos os mandados remetidos a Central de Mandados e que se encontram pendentes de distribuição. Isto indica que é necessária a avaliação da Central bem como a escolha de qual Oficial de Justiça realizará o seu cumprimento. Clicando no botão visualizar, será exibido o mandado e aparecerá habilitado o botão Informar Recebimento pelo Oficial de Justiça e o botão Devolver Mandado (Por Erro). A opção Devolver Mandado (Por Erro) deve ser escolhida para Mandados enviados erroneamente a Central de Mandados. Ao clicar no botão, o usuário deverá incluir pelo menos um arquivo informando o motivo do retorno por erro. Ao salvar, os documentos retornados serão juntados ao processo e será gerada uma pendência análise de juntada para o juízo de origem e assim será encerrado o fluxo do mandado. Obs: A devolução do mandado por erro somente pode ser realizada nesta fase do mandado. Caso o Oficial de Justiça não tenha acesso ao sistema, A Central de Mandados deve informar a data e horário em que o mesmo recebeu o mandado para o cumprimento, assim irá iniciar o controle de prazo após esta data informada. Caso o Oficial de Justiça possua acesso ao sistema, quando o mesmo

34 34 entrar e visualizar o mandado, automaticamente esta data será marcada não necessitando que a Central de Mandados indique tal informação. Ressaltando que não é possível informar o retorno dos mandados se esta data de recebimento ainda não tiver sido informada. 4.3 Mandados aguardando recebimento pelo Oficial de Justiça Através deste menu o usuário verá uma listagem de todos os mandados que foram distribuídos aos Oficiais de Justiça sem ser informada a data de recebimento pelo Oficial, mas que estão aguardando o recebimento pelo Oficial de Justiça para iniciar o prazo de cumprimento. A Central de Mandados ainda pode informar a data de recebimento de tais mandados. Clicando no botão visualizar, na listagem, será exibido o mandado e aparecerá habilitado o botão Informar Data de Recebimento pelo Oficial de Justiça.

35 35 Clicando no referido botão, poderá ser inserida a data de recebimento pelo Oficial de Justiça e assim será iniciado o controle de prazo para cumprimento. 4.4 Mandados distribuídos

36 36 Através deste menu é possível realizar o acompanhamento dos mandados distribuídos aos Oficiais de Justiça, bem como realizar o retorno dos mandados caso o Oficial não possua acesso ao sistema ou não possa realizar o retorno por algum impedimento. Clicando no item Visualizar o usuário será apresentada a tela de detalhamento do mandado, podendo escolher entre Alterar o Oficial de Justiça ou Informar o Retorno. Selecionando o item Alterar Oficial de Justiça, o usuário pode atribuir um novo Oficial de Justiça ativo na Central de Mandados para realizar o cumprimento. Após o retorno, não será mais possível realizar esta alteração. Clicando-se no botão Informa Retorno é exibida a seguinte tela:

37 37 Nesta tela o usuário deve informar a data em que o Oficial de Justiça informou o retorno do Cumprimento. Após deve-se clicar no botão Comprovantes que redirecionará para a tela de juntada de arquivos. Nesta tela o usuário deve juntar o arquivo referente ao retorno do cumprimento. Será gerada uma movimentação no processo juntamente com o arquivo e o mesmo retornará ao Juízo competente com uma pendência de análise de retorno para o juízo de origem. 4.5 Mandados finalizados

38 38 Através deste menu, o usuário poderá ver a listagem de todos os mandados cumpridos pela Central de Mandados. Nesta fase não se pode realizar nenhuma ação, apenas a visualização dos mandados. 4.6 Mandados Devolvidos Através deste menu, o usuário poderá ver a listagem de todos os mandados devolvidos. Nesta fase não se pode realizar nenhuma ação, apenas a visualização dos mandados.

39 Habilitar/Desabilitar Oficial de Justiça Esta opção permite que o usuário habilite ou desabilite os Oficiais de Justiça dentro da Central de Mandados. Ao selecionar esta opção no menu, a seguinte tela é exibida: Pode ainda ser realizado um filtro buscando os Oficiais de Justiça que estão ativos na Central de Mandados, inativos ou ambas as opções. Para se cadastrar um novo Oficial de Justiça, o mesmo já deve ter perfil habilitado no Projudi. Para tanto, deve-se clicar no botão Novo no rodapé direito da listagem que abrirá a seguinte tela. Pode-se procurar o Oficial em questão pelo nome ou matrícula do servidor. Quando for encontrado o Oficial solicitado, basta selecioná-lo e clicar no botão salvar para vinculá-lo à Central de Mandados. Para desabilitar um Oficial de Justiça basta clicar no nome do mesmo na listagem de Oficiais e assim será exibida a seguinte tela:

40 40 Para desvinculá-lo da Central de Mandados é só clicar no botão Remover. 5. CUMPRIMENTO DO MANDADO (PERFIL OFICIAL DE JUSTIÇA CENTRAL DE MANDADOS) 51 Tela inicial Os Oficiais de Justiça da Central de Mandados podem a partir desta versão, realizar o controle e cumprimento de seus mandados recebidos através do próprio Projudi. Para tanto ao se logarem na Central de Mandados é exibida a seguinte tela inicial: A tela inicial do Oficial da Central de Mandados mostra quatro relações de mandados pendentes(mandados recebidos (novos), mandados em cumprimento (dentro do prazo), andados em cumprimento (fora do prazo) e mandados em cumprimento (Total) ). Pode ser que em alguns casos o item Mandados em cumprimento (Total) tenha uma soma de mandados maior do que os que estão dentro do prazo e fora do prazo. Isso ocorre devido aos mandados antigos expedidos antes da entrada desta versão, pois nestes mandados, por não possuírem o prazo de cumprimento do oficial de justiça, não é possível calcular se o mesmo se encontra dentro ou fora do prazo. Existem três menus na parte superior da tela. O primeiro (Início) irá trazer o usuário novamente a esta tela inicial. O segundo (Cumprimentos) abre um submenu com a possibilidade de se encontrar mandados recebidos (Novos), mandados em cumprimento ou mandados cumpridos. O último menu (Outros) traz informações pertinentes ao usuário, comum aos outros perfis do sistema.

41 Mandados Recebidos (Novos) cumprimento. Através deste menu é exibida a tela de todos os mandados novos, que aguardam entrar em Os mandados recebidos (novos) são aqueles que foram distribuídos pela Central de Mandados, mas que não foi indicado por esta a data de recebimento pelo Oficial de Justiça, assim ao visualizar o mandado através do item Visualizar, o status do mandado passará de recebido (novo) para em cumprimento e se dará início ao controle de prazo. Caso o servidor da Central de Mandados já tenha indicado a data recebimento pelo Oficial de Justiça, o mandado não cairá nesta tela, mas já estará com status de mandado em cumprimento. 5.3 Mandados em cumprimento

42 42 Através deste menu são exibidos os mandados que já foram recebidos pelo Oficial de Justiça e estão em cumprimento, ou seja, com o controle de prazo correndo. Clicando-se no botão visualizar, são exibidas as informações do mandado bem como o documento referente à expedição do mandado. No rodapé direito é possível ao Oficial de Justiça realizar o cumprimento do mandado através do botão Informar Retorno. Selecionando este botão é exibida a seguinte tela: Nesta tela o Oficial deve juntar os comprovantes referentes ao cumprimento do mandado. Para isto, deve-se clicar no botão Comprovantes que redirecionará para a tela de juntada de arquivos. Nesta tela o

43 43 usuário deve juntar o arquivo referente ao retorno do cumprimento. Será gerada uma movimentação no processo juntamente com o arquivo e o mandado será retornado ao Juízo pertinente. 5.4 Mandados cumpridos Através deste menu, o Oficial poderá ver a listagem de todos os mandados cumpridos por ele. Nesta fase não se pode realizar nenhuma ação, apenas a visualização dos mandados.

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE IX Envio das Informações e documentos para o TCE VERSÃO 2015 Novembro

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE IX Envio das Informações e documentos para o TCE VERSÃO 2015 Fevereiro

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual do Servidor (2º Grau) Versão 2.0 Diretoria da Tecnologia da Informação 1 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual

Leia mais

GPA (Gerenciador de Pedidos de Afastamentos)

GPA (Gerenciador de Pedidos de Afastamentos) GPA (Gerenciador de Pedidos de Afastamentos) Manual versão 1.2 Sistema de gerenciamento de pedidos de afastamento de Magistrados do Estado do Tocantins. 27/8/2013 Sumário 1. Introdução... 2 2. Definindo

Leia mais

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual do Servidor de Secretaria Versão 1.0 Diretoria da Tecnologia da Informação 1 DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PJe Manual

Leia mais

Manual Projudi Perfil Promotor Juizados Especiais

Manual Projudi Perfil Promotor Juizados Especiais Acesso: Manual Projudi Perfil Promotor PERFIL PROMOTOR Informar nome do Usuário e Senha de acesso ao sistema. 1 O promotor deve clicar na promotoria em que estiver habilitado 2 Área do Promotor: Nesta

Leia mais

Manual de Utilização. Versão 1.0.1

Manual de Utilização. Versão 1.0.1 Manual de Utilização Versão 1.0.1 Conteúdo 1 Funções do Conhecimento... 3 1.1 Restaurar... 3 1.2 Localiza Certificado... 4 1.3 Exibir Mensagem Vencimento Certificado... 4 1.4 Execução Server... 5 1.5 Configurações

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública

Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública Poder Judiciário e órgãos da Administração Pública A Central Nacional de Indisponibilidade é um sistema que integra ordens judiciais e administrativas sobre indisponibilidade de bens. Para acessar a Central

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO SERVIDOR 1ºGRAU MÓDULO 3 Sumário 1 Cadastros Básicos3 11 Documento3 111 Modelo3 112 Tipo6 12 Pessoa10 121 Conciliador10

Leia mais

MANUAL DE USO SERASAJUD

MANUAL DE USO SERASAJUD MANUAL DE USO SERASAJUD JULHO DE 2015 Controle de Revisão Data da Revisão Versão Documento Versão DF-e Manager Executor Assunto Revisado 08/10/2013 1.0 Rodrigo Vieira Ambar/Gigiane Martins Criação 18/03/2104

Leia mais

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA

Projeto SIGA-EPT. Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Projeto SIGA-EPT Manual do usuário Módulo Requisição de Almoxarifado SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO ACADÊMICA Versão setembro/2010 Requisição de Almoxarifado Introdução Requisição é uma solicitação feita

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

Manual Operacional do Assessor Jurídico

Manual Operacional do Assessor Jurídico Manual Operacional do Assessor Jurídico SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS - MÓDULO COMPRAS - EMISSÃO DE PARECER JURÍDICO PARA PROCESSOS DE COMPRA COM EDITAL OU DE DISPENSA DE LICITAÇÃO

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

Tutorial Módulo Frequência

Tutorial Módulo Frequência Tutorial Módulo Frequência Sumário 1. Módulo Frequência... 2 1.1. Perfis Envolvidos... 2 2. Operações realizadas pelo Servidor... 2 2.1 Solicitar Afastamento... 2 2.2 Consultar Afastamentos... 4 2.3. Enviar

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO ADVOGADO E DO PROCURADOR MÓDULO 3 Sumário 1 Painel do Advogado/Procurador3 11 Aba Processos 3 111 Aba Pendentes de Manifestação

Leia mais

Sistema de Bilhetagem Eletrônica

Sistema de Bilhetagem Eletrônica GUIA DE REFERÊNCIA SIB Sistema de Bilhetagem Eletrônica Projeto Sistema de Bilhetagem Eletrônica Documento MR (17/Maio/2011) Tabela 1 Histórico das alterações no documento Data Versão Autor Descrição 09/11/2010

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Fevereiro de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

SETIM Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização

SETIM Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização Realização: SETIM Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 28/02/2013 1.0 Criação do documento. Diego Motta 03/03/2013 1.1 Revisão do documento.

Leia mais

Controle de Almoxarifado

Controle de Almoxarifado Controle de Almoxarifado Introdução O módulo de Controle de Almoxarifado traz as opções para que a empresa efetue os cadastros necessários referentes a ferramentas de almoxarifado, além do controle de

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI

CADASTRO NACIONAL DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI CADASTRO NACIONAL DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI MANUAL DE JUIZ E AUXILIAR DE JUIZ Versão 1.1 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 OBJETIVOS...4 OBSERVAÇÕES...5 USUÁRIOS...5 1. ACESSO AO SISTEMA...6 2. SISTEMA

Leia mais

Malote Digital. Manual do usuário

Malote Digital. Manual do usuário Malote Digital Manual do usuário Brasília, Novembro de 2014 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 03/10/2011 1.4.1 Elaboração do Documento Rodrigo Antunes 01/07/2013 1.8.0.0 Atualização do Documento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE Versão 1.0 24/01/2012 1

Leia mais

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas

Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares Locais, Tradicionais e Crioulas Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria da Agricultura Familiar Departamento de Financiamento e Proteção da Produção Seguro da Agricultura Familiar Manual do Sistema de Cadastro de Cultivares

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Roraima. AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado de Roraima. AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos AGIS Gerenciamento Eletrônico de Documentos 1 SUMÁRIO 1. Definições 3 1.1 Apresentação 3 1.2 Disposição do Sistema 3 2. Acessando o Sistema 4 2.1 Procedimento para regularizar o primeiro acesso 4 2.2 Procedimento

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica Conteúdo iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica... 3 1. Feedback do Cliente...3 1.1 Feedback do Cliente no Email da Pesquisa Dinâmica... 3 1.2 Página de

Leia mais

Universidade Federal do Vale do São Francisco Programa de Assistência Estudantil

Universidade Federal do Vale do São Francisco Programa de Assistência Estudantil 1 - Introdução O sistema PAE da UNIVASF é uma ferramenta desenvolvida pelo Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) que auxilia o processo seletivo de estudantes de graduação para o, que serão selecionados

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO DEPARTAMENTO DE SUPORTE E INFORMAÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO DEPARTAMENTO DE SUPORTE E INFORMAÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO DEPARTAMENTO DE SUPORTE E INFORMAÇÃO SUMARIO: 1. Histórico do Sistema... 3 2. Perfis dos Usuários... 4 3. Solicitação de Acesso... 5 4. Acessando o Sistema...

Leia mais

Manual. E-proc v2. Para Advogados

Manual. E-proc v2. Para Advogados Manual Do E-proc v2 Para Advogados FEVEREIRO/2010 1 S U M Á R I O 1. Acesso ao site 2. Cadastro no sistema 2.1. Validação do Cadastro 3. Acesso ao sistema 4. Painel do Advogado 4.1. Processos pendentes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE DA PREFEITURA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

SAGRES LICITAÇÕES MANUAL

SAGRES LICITAÇÕES MANUAL SAGRES LICITAÇÕES MANUAL Sumário 1 - Objetivo...5 2 - Instrução Normativa 003/2014-TCE/RR...5 3 - A quem se destina o...5 4 - Perfis dos usuários do...5 5 - Regras de cadastro de usuários...6 6 - Acesso

Leia mais

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42

Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4. Agenda Online... 10. Reservas de Salas... 26. Tarefas... 42 Sumário: Fluxo Operacional... 3 Contatos... 4 Passo a passo para visualização de contatos... 5 Passo a passo para filtragem da lista de contatos... 6 Como ordenar a lista de contatos... 7 Como gerar uma

Leia mais

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.

ACESSAR O SISCONV. O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov. ACESSAR O SISCONV O ACESSO AO SISCONV É EFETUADO A PARTIR DO LOGIN NO SITE DO CBMDF PELO USUÁRIO CADASTRADO: https://www.cbm.df.gov.br/ TELA PARA LOGIN CLICAR NO BOTÃO VIATURAS SERÁ DIRECIONADO PARA TELA

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Julho -2012 Conteúdo Sumário... 2... 3 Consultar Registros... 4 Realizar Atendimento... 9 Adicionar Procedimento... 11 Não Atendimento... 15 Novo Atendimento... 16 Relatórios Dados Estatísticos...

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

Procedimento Documentado. Sistema de Homologação de Cobrança. Versão 1.0. Departamento de Produtos e Serviços Página 1

Procedimento Documentado. Sistema de Homologação de Cobrança. Versão 1.0. Departamento de Produtos e Serviços Página 1 Procedimento Documentado Sistema de Homologação de Cobrança Versão 1.0 Departamento de Produtos e Serviços Página 1 Histórico Data Versão Descrição Responsável 14/03/2014 1.0 Criação do Procedimento Documentado

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

REMOÇÃO 2015 Versão 10/04/2015

REMOÇÃO 2015 Versão 10/04/2015 Versão 10/04/2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 ACESSANDO O SISTEMA... 04 CONSULTA DE VAGAS... 06 CRIAR SOLICITAÇÃO PARA REMOÇÃO 2015... 09 PREENCHENDO A COMARCA/FORO... 10 ALTERANDO A SOLICITAÇÃO CADASTRADA...

Leia mais

1ª ETAPA IMPRIMIR LAUDO

1ª ETAPA IMPRIMIR LAUDO PROCEDIMENTOS PARA IMPRESSÃO DOS LAUDOS DE AVALIAÇÃO SÓCIO-ECONÔMICA COM FOTOS EM PDF PARA USO NO SISTEMA DO PROCESSO ELETRÔNICO. Inicialmente digite seu laudo de avaliação conforme modelo padronizado

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará - UFPA Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - CTIC S I E

Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará - UFPA Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - CTIC S I E Serviço Público Federal Universidade Federal do Pará - UFPA Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação - CTIC S I E SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO (*) Módulo: Produção Institucional Guia de

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente.

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Ajuste do Plano de Trabalho, Termo

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO MANUAL DE SERVIDORES DE CORREGEDORIA Versão 1.2 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 4 USUÁRIOS... 5 1. ACESSO AO SISTEMA... 6 2. TELA DE LOGIN DO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO:... 8 2.0

Leia mais

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário Portal Ypadê Montes Claros, 16 de Julho de 2011 Revisão 3 Sumário 1. Apresentação do portal e escopo deste documento... 2 2. Acessando o Portal Ypadê...

Leia mais

Manual do Usuário Projeto DECOM DIGITAL Versão 1.0

Manual do Usuário Projeto DECOM DIGITAL Versão 1.0 Manual do Usuário Projeto DECOM DIGITAL Versão 1.0 Sumário 1 INTRODUÇÃO... ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO. 2 ABRANGÊNCIA DO SISTEMA... 3 3 DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 4 COMO ACESSAR O SISTEMA... 3 5 COMO NAVEGAR

Leia mais

Plataforma Brasil Versão 3.0

Plataforma Brasil Versão 3.0 Plataforma Brasil Versão 3.0 Histórico de Revisão do Manual Versão do Sistema 3.0 3.0 Autor Data Descrição Assessoria Plataforma Brasil 06/05/2015 Assessoria Plataforma Brasil 17/09/2015 Criação do Documento

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL. Versão 2.29. Manual do Usuário

JUSTIÇA ELEITORAL. Versão 2.29. Manual do Usuário JUSTIÇA ELEITORAL Versão 2.29 Manual do Usuário Outubro de 2015 Sumário 1.Apresentação... 3 2.Acessando o Sistema... 3 2.1 Primeiro Acesso... 4 3.Solicitando uma diária...5 4.Propondo a diária para ser

Leia mais

MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES

MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES Esse Manual tem como objetivo explicar todas as funções do novo sistema de abertura de chamados da Datacom Automações. Esse novo programa facilitará o atendimento entre

Leia mais

Introdução Funcionalidades por perfil Advogado e Jus Postulandi Adicionar defensoria representante de uma parte Adicionar procuradoria representante

Introdução Funcionalidades por perfil Advogado e Jus Postulandi Adicionar defensoria representante de uma parte Adicionar procuradoria representante 1 Introdução Funcionalidades por perfil Advogado e Jus Postulandi Adicionar defensoria representante de uma parte Adicionar procuradoria representante de uma parte Detalhes do processo Representante processual

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE X Consulta à Certidão de Registro VERSÃO 2015 Novembro de 2015 SIGFIS-Sistema

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL. Teledata

MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL. Teledata MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL Teledata Indíce analítico 1. Prefácio...3 2. Funcionalidades...3 3. Abrir chamados...7 4. Atribuir chamados...9 5. Consultar chamados...10 6. Fechar chamados...12 7. Relatórios...15

Leia mais

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno

Coordenação de Estágio Integrado. Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno Coordenação de Estágio Integrado Instruções para o cadastro da contratação de estágio pelo Aluno 7 de Novembro de 04 Acesso ao SGE Ao efetuar o login no Sistema de Gestão Acadêmico (SGA), acesse a aba

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Universidade Federal de Mato Grosso Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Versão 2.1 2013 Cuiabá MT Sumário Usuários do SISCOFRE... 3 Fases

Leia mais

SEAP / CAS. Manual V1.0

SEAP / CAS. Manual V1.0 SEAP / CAS Manual V1.0 Janeiro - 2013 Coordenadoria de Administração de Serviços - CAS Palácio das Araucárias Rua Jacy Loureiro de Campos, s/nº 80530-140 - Centro Cívico - Curitiba Paraná Fone: (41) 3313-6071

Leia mais

Manual de Utilização Chat Intercâmbio

Manual de Utilização Chat Intercâmbio Manual de Utilização Chat Intercâmbio 1 INDICE 1 Chat Intercâmbio... 6 1.1 Glossário de Termos Utilizados.... 6 1.2 Definições de uma Sala de Chat... 7 1.3 Como Acessar o Chat Intercâmbio... 8 1.4 Pré-requisitos

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO

Leia mais

DECLARAÇÕES DE PRODUTO

DECLARAÇÕES DE PRODUTO CERTIFICADO DE ORIGEM ON LINE FIERGS MANUAL DE OPERAÇÕES DECLARAÇÕES DE PRODUTO Inovação tecnológica através do uso de Ferramenta de WEB para maximização da qualidade e eficiência no atendimento, com redução

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado

Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado Manual de liberação de Guias on-line para o Prestador Credenciado 1 SUMÁRIO 1. Objetivo... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Descrição das Funcionalidades Menu Guias Liberação On-line.... 4 3.1 Liberação

Leia mais

Footprints Service Core. Manual de uso do sistema

Footprints Service Core. Manual de uso do sistema Footprints Service Core Manual de uso do sistema Sumário Acessando o sistema... 3 Visão geral... 4 Criação de chamados... 5 Acompanhamento de chamados... 7 Compartilhamento de chamados... 8 Notificações...

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA SIGRH - FREQUÊNCIA Boa Vista RR, 21 novembro de 2014. É o módulo do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) que tem por objetivo permitir o gerenciamento das informações relacionadas ao

Leia mais

Atualizações do Sistema. SMARsa

Atualizações do Sistema. SMARsa Atualizações do Sistema SMARsa Módulo WEB VERSÃO 2.0 Sumário 1º BLOQUEIO AUTOMÁTICO DE PROCESSO NO RECEBIMENTO DE DOCUMENTOS (JUNTADA)...3 2º INCORPORAÇÃO DE PROCESSOS...4 3º PRAZO DE RECEBIMENTO DE PROCESSO

Leia mais

Manual para Transportadoras

Manual para Transportadoras Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Compras... 4 5 Acessando o Pedido... 5 6 Digitando o Espelho de Nota Fiscal... 7 6.1

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Para realizar a validação, deve-se seguir o seguinte roteiro: 1- Selecionar, no menu horizontal superior, o link Análise dos Dados.

Para realizar a validação, deve-se seguir o seguinte roteiro: 1- Selecionar, no menu horizontal superior, o link Análise dos Dados. Validar Dados A validação é o processo de verificação de possíveis erros nos dados cadastrados no Transparência Copa 2014. É realizada em um momento anterior à publicação dos dados na Seção COPA 2014 do

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO MANUAL DO JUIZ E AUXILIAR DE JUIZ Versão 1.0 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 USUÁRIOS...4 1. ACESSO AO SISTEMA...5 2. TELA DE LOGIN DO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO:...7 3. TELA INICIAL

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente.

Portal dos Convênios SICONV. Ajuste do Plano de Trabalho, Termo Aditivo e Prorroga de Ofício Perfis de Convenente e Concedente. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Ajuste do Plano de Trabalho, Termo

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO UNIVERSITÁRIO DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES SISTEMA 1ª EDIÇÃO SETEMBRO/2013

Leia mais

Gerenciamento de Contatos

Gerenciamento de Contatos Gerenciamento de Contatos O objetivo deste módulo é ajudar a gerenciar todos os contatos da empresa. Além dos dados mais importantes, o módulo permite cadastrar anotações e relacionar as tarefas e eventos

Leia mais

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE

Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Documentação do site de imóveis e parcerias RIO ONLINE Índice 1) Painel de Imóveis...3 1.1) Filtrar...3 1.2) Incluir Imóvel...3 1.3) Alterar Imóvel...4 1.3.1) Não publicar imóvel no site...4 1.4) Fotos

Leia mais

Tutorial para utilização do Sistema Calisto Nível: Usuário

Tutorial para utilização do Sistema Calisto Nível: Usuário Tutorial para utilização do Sistema Calisto Nível: Usuário versão 1.0 Elaborado por: Informática Sistemas em agosto de 2012 Antonio Carlos de O. Macedo Evandro F. Gonçalves Luciana A. Carradori 1. PREFÁCIO

Leia mais

SGD - Sistema de Gestão de Documentos

SGD - Sistema de Gestão de Documentos Agosto/2012 SGD - Sistema de Gestão de Documentos Manual do Módulo Documentos Características Orientações de utilização do Módulo Documentos. Apresentação das funcionalidades. Telas explicativas e passo

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow.

1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow. 1- Objetivo: Informar aos usuários como realizar a inclusão da ocorrência de devolução via workflow. 2- Abrangência: Depto. Comercial, fiscal, cobrança e contas a receber 3- Fluxo 1 Tela login Mesmo usuário

Leia mais

Sistema de Informações ao Cidadão

Sistema de Informações ao Cidadão Sistema de Informações ao Cidadão MANUAL Belém Pará 2012 Sistema de Informações ao Cidadão Sumário 1. Como acessar o SIC?... 3 2. Perfis de acesso ao Sistema... 3 2.1. Gestor... 3 2.2. Membro... 3 2.3.

Leia mais

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line

Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Tutorial do Sistema de Requerimentos On-line Atenção: Os requerimentos de segunda oportunidade, matrícula em disciplina, rematrícula, matrícula em dependência e trabalhos orientados só poderão ser abertos

Leia mais

Sistema Nacional de Bens Apreendidos. Manual do Usuário Versão 1.0

Sistema Nacional de Bens Apreendidos. Manual do Usuário Versão 1.0 Sistema Nacional de Bens Apreendidos Manual do Usuário Versão 1.0 Brasília, 2009 ÍNDICE I. SOBRE O SISTEMA NACIONAL DE BENS APREENDIDOS... 3 1.1- SNBA Versão 1.0... 3 1.2- Habilitação e Perfis de Acesso...

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

PICPICS PASSO A PASSO

PICPICS PASSO A PASSO PICPICS PASSO A PASSO 2. Faça login em sua conta. 1. Crie sua conta no PicPics, informando os seus dados ou dados da sua empresa. Informe também os dados que você usará para acesso ao site. 3. Após fazer

Leia mais

Easytrade Admin Client

Easytrade Admin Client Easytrade Admin Client Manual de instalação e utilização Sumário 1.0 Instalação...3 1.1 Download e instalação do Java JRE...3 1.2 - Download e instalação do Easytrade Client...3 1.3 Criar atalho na area

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01)

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Submissão de Relatórios Científicos Sumário Introdução... 2 Elaboração do Relatório Científico... 3 Submissão do Relatório Científico... 14 Operação

Leia mais

Acif Sistema de Recuperação de Crédito

Acif Sistema de Recuperação de Crédito Acif Sistema de Recuperação de Crédito 2 Índice Acesso ao Sistema...3 Menu de acesso...3 Cadastro de Devedores...4 Cadastro de Dívidas...5 Alertas do sistema...8 3 Acif Sistema de Recuperação de Crédito

Leia mais

NVSABRE - SISTEMA DE INFORMÁTICA LTDA

NVSABRE - SISTEMA DE INFORMÁTICA LTDA Goiânia, 23 de Dezembro de 2011 Bom dia! Aos clientes Sabre, Novos procedimentos após atualização do sistema para versão 2.1.289.12 Será disponibilizada versão 2.1.289.12, nossos colaboradores devem seguir

Leia mais