Uma parceria forte e segura. Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma parceria forte e segura. Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã"

Transcrição

1 Uma parceria forte e segura Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã

2 Experiência consolidada - no reforço das relações bilaterais! Maior e mais dinâmica Câmara estrangeira em Portugal com mais de sócios em Portugal e na Alemanha, integrada na DIHK a rede mundial das Câmaras Alemãs, presentes em 80 países Vasto leque de serviços profissionais para apoiar as empresas Equipa qualificada e bilingue, constituída por alemães e portugueses

3 O nosso objetivo Promover e incentivar as relações económicas entre Portugal e a Alemanha Estar ao lado das empresas associadas em todas as fases das suas relações de negócio com os seus parceiros do outro país

4 Rede Confederação das Câmaras de Comércio e Indústria Alemãs (Reporta diretamente ao Ministério da Economia Alemão) Câmaras de Comércio e Indústria Alemãs Em todas as Capitais de Distrito na Alemanha e Delegações Câmaras de Comércio e Indústria Alemãs no estrangeiro (presença em 84 países do mundo) Associação sem fins lucrativos

5 Serviços da CCILA Procura um especialista com domínio de alemão? RECRUT. PESSOAL Procura novos parceiros? Apoio à internacionalização + MCI Já exporta os seus produtos? PONTO VERDE Sabe como comunicar com os clientes? CURSOS DUAL Conhece a legislação alemã? APOIO JURIDICO Participação em feiras? Representação de Feiras líder na RFA Despesas no estrangeiro? REEMBOLSO DE IVA

6 Exportação - Serviços da CCILA I - APOIO À INTERNACIONALIZAÇÃO PARA A ALEMANHA Porto, 27 de maio 2014

7 Estrutura do serviços O processo de internacionalização em 4 módulos 1. Análise e diagnóstico 2. Formulação da estratégia 3. Definição do plano de ação 4. Implementação e Monitorização

8 1. Análise e diagnóstico Análise do mercado destinatário - Alemanha a). Análise dos fatores macroeconómicos Político-legais Tecnológicos Económico-financeiros Ambientais Sociodemográficos Culturais Importância da análise macroeconómica adaptada ao setor de atividade!

9 1. Análise e diagnóstico Análise do mercado destinatário - Alemanha b). Caracterização do mercado (micro) Valor e segmentação (lata) do setor Distribuição Tecido concorrencial Caracterização do cliente/consumidor Fatores críticos de sucesso c). Análise SWOT Pontos fortes da empresa Oportunidades do mercado Pontos fracos da empresa Ameaças do mercado

10 2. Formulação da estratégia Segmentação do grupo-alvo Elaboração de um perfil qualitativo e quantitativo do target em 3 passos: Caracterização do target Agrupamento criterioso do target Seleção do target Posicionamento Definição baseada na triangulação de: Expectativas do target (FCS) Posicionamento da concorrência Vantagens competitivas (VC)

11 2. Formulação da estratégia Modo de internacionalização Definição do modo de internacionalização enquadrado com as competências da empresa e adequado ao setor de atividade no mercado alemão! Exportação Alianças Joint-Ventures Licenciamentos Agentes/Distribuidores IDE Franchising Análise de investimento Mediação com parceiros da CCILA: entidades financeiras, ou consultores financeiros especializados para uma abordagem em relação à existência de possíveis financiamentos.

12 3. Definição do plano de ação Estipulação do Marketing Mix Completar a estratégia operacional baseada nos elementos clássicos do Marketing-Mix: Produto Distribuição Preço Comunicação Serviço Importância de avaliar o grau de adaptação do produto ao mercado alemão! em relação ao produto (core) em relação à embalagem (exigências de rotulagem, idioma, etc.) em relação ao serviço (after-sales, etc.)

13 4. Implementação e Monitorização Implementação Mediamos os potenciais parceiros / clientes no mercado alemão, respeitando o perfil do target apurado neste processo: identificamos o potencial parceiro / cliente contactamos os mesmos, apurando o grau de interesse na eventual colaboração estabelecemos os contactos entre ambas as partes ou calendarizamos respetivas reuniões no mercado destinatário organizamos as respetivas tarefas da viagem (voos, hotel, etc.) acompanhamos as empresas portuguesas nas negociações in loco.

14 Exportação - Serviços da CCILA Custos associados aos 4 módulos Os preços apresentados são de cariz indicativo, sendo o preço final calculado consoante o tempo a estipular individualmente para cada empresa. Módulos (1-4) Preços * Análise e diagnóstico EUR EUR Formulação da estratégia EUR EUR Definição do plano de ação EUR EUR Implementação e Monitorização EUR EUR custos associados a viagens (opcional) * acresce taxa de IVA em vigor. Os módulos podem ser adjudicados individualmente, consoante o ponto de situação da empresa, ou o processo na sua totalidade.

15 Exportação - Serviços da CCILA II - MEDIAÇÃO COMERCIAL INDIVIDUAL (MCI) Porto, 27 de maio 2014

16 Apoio à exportação Mediação Comercial Individual (MCI) Contacto Cliente / CCILA Identificação e primeiro contacto com os potenciais parceiros Informação sobre as manifestações de interesse e apresentação do relatório final

17 Apoio à exportação 1ª fase Recolha e análise de toda a informação sobre o produto a exportar, em estreita colaboração com o cliente Definição conjunta do grupo alvo a abordar Reunião de toda a informação escrita sobre o produto / empresa

18 Apoio à exportação 2ª fase Levantamento / identificação dos potenciais parceiros / clientes Identificação da pessoa de contacto certa dos potenciais parceiros Envio da infirmação escrita sobre a empresa / produto(s) em alemão Follow-up telefónico para avaliação do grau de interesse numa colaboração

19 Apoio à exportação 3ª fase Envio aos clientes dos contactos que manifestaram interesse numa colaboração Reunião dos diferentes feedbacks obtidos Preparação / envio do relatório final

20 Exportação - Serviços da CCILA Custos associados para um apoio estandardizado mas sempre sujeitos a análise individualizada: Serviço Preço sócio Preço não sócio MCI 950 Euros + IVA Euros + IVA MCI publicação no H V Journal Euros + IVA Euros + IVA

21 Exportação - Serviços da CCILA Empresa Serviço Tipo de Parceria Statement Diligente MCI Parceiros Comerciais Em boa hora optamos por contratar o serviço da CCILA. Desde o início do processo ficamos muito bem impressionados com o profissionalismo e rigor da Câmara, com os prazos sempre cumpridos e resultados bem visíveis. Sublinhamos também que o acompanhamento posterior à conclusão do projeto sempre foi impecável e irrepreensível. O trabalho resultou em vários contactos de alto valor para o nosso negócio Porcelanas Costa Verde MCI Importadores e Distribuidores Statement da empresa no painel Debate Facort MCI Publicação no H&V Journal Agentes Comerciais e Clientes Finais Statement da empresa no painel Debate

22 anos de experiência consolidada no reforço das relações bilaterais Vasto leque de serviços profissionais para apoiar as empresas

23 Apoio à exportação CCILA a sua ponte para o mercado alemão

24 Uma parceria forte e segura Obrigada pela atenção! A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã está ao seu dispor! Para qualquer informação, não hesite em contactar-nos! Rosário Carvalho Tel Paulo Azevedo Tel

FORMAÇÃO PARA EMPREENDEDORES

FORMAÇÃO PARA EMPREENDEDORES FORMAÇÃO PARA EMPREENDEDORES QUADRO RESUMO: FORMAÇÃO UFCD (H) Noções de Economia de Empresa 5437 25 Métodos e Práticas de Negociação 5442 50 Empresa Estrutura Organizacional 7825 25 Perfil e Potencial

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APRESENTAÇÃO A YOUNIC é especializada na assessoria a empresas com vista ao crescimento e expansão dos seus negócios num panorama internacional. Com uma atuação versátil,

Leia mais

Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha. Publicação, road-show com missão empresarial e outros serviços

Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha. Publicação, road-show com missão empresarial e outros serviços Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha Publicação, road-show com missão empresarial e outros serviços Promoção das exportações de Portugal para a Alemanha Publicação, road-show com missão

Leia mais

Manual de Procedimentos das Entidades Beneficiárias

Manual de Procedimentos das Entidades Beneficiárias Manual de Procedimentos das Entidades Beneficiárias ÍNDICE Introdução...2 Capítulo I Programa Formação Ação para PME...3 I.1 Objetivos...3 I.2 Metodologia de Intervenção...4 I.3 Equipas de Intervenção...11

Leia mais

Soluções com valor estratégico

Soluções com valor estratégico Soluções com valor estratégico Contexto O ambiente económico e empresarial transformou-se profundamente nas últimas décadas. A adesão de Portugal à U.E., a adopção do euro e o mais recente alargamento

Leia mais

Uma aposta certa! Anuncie nos meios de comunicação da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã.

Uma aposta certa! Anuncie nos meios de comunicação da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã. Uma aposta certa! Anuncie nos meios de comunicação da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã. Directório de Sócios 2014 Relatório Anual 2013 Revista Impakt Com distribuição na Business Class da Lufthansa...

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO

AVISO Nº 01/SI/2014 - INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS PME PROJETOS CONJUNTOS INTERNACIONALIZAÇÃO AVISO Nº 01/SI/2014 - Janeiro de 2015 Objetivo Estratégico Beneficiários Ações globais do Programa Abrir novos horizontes às PME nacionais, fomentando a sua entrada no mercado-alvo de África do Sul e impulsionado

Leia mais

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS Sessão de Esclarecimento Associação Comercial de Braga 8 de abril de 2015 / GlobFive e Creative Zone PT2020 OBJETIVOS DO PORTUGAL 2020 Promover a Inovação empresarial (transversal);

Leia mais

Brochura GrowUpServices

Brochura GrowUpServices Brochura GrowUpServices 1. O QUE FAZEMOS 1. Quem Somos 03-12-2015 3 1. Quem Somos A GROWUPSERVICES é uma marca da GROWUPIDEAS e que actua na área da consultoria de negócios. Entre os seus sócios acumulam-se

Leia mais

Associação Empresarial da Região de Lisboa. Uma força ao serviço das empresas

Associação Empresarial da Região de Lisboa. Uma força ao serviço das empresas Associação Empresarial da Região de Lisboa Uma força ao serviço das empresas ÁREAS DE INTERVENÇÃO INFORMAÇÃO SERVIÇOS ÀS EMPRESAS DESENVOLVIMENTO REGIONAL ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS FORMAÇÃO PROFISSIONAL INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

AIP PORTUGAL EXPORTADOR 2015

AIP PORTUGAL EXPORTADOR 2015 Implementação do Plano de Internacionalização AIP PORTUGAL EXPORTADOR 2015 ANA NABETO Partner 19 NOV 2015 Introdução A internacionalização (penetração em mercados externos) é um passo fundamental para

Leia mais

4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL

4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL 4. ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL 4.1- TIPOS DE ESTRATÉGIA DE MARKETING 4.2- PLANEAMENTO ESTRATÉGICO PARA O MARKETING 4.3- ESTRUTURA CONCEPTUAL PARA ESTRATÉGIA DE MARKETING 4.4- MODELOS COMO INSTRUMENTOS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: São José do Rio Pardo Código: 150 Município: São José do Rio Pardo Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China 2ª Edição Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário, mas pode ser uma realidade para os que

Leia mais

PROGRAMA STEP BY STEP

PROGRAMA STEP BY STEP PROGRAMA STEP BY STEP A Nossa Dica para um Processo de Internacionalização com Sucesso Antes de decidir exportar ou internacionalizar conheça primeiro o mercado. Todos sabemos que hoje o desígnio nacional

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA

EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA Formação Presencial, homologada pela Direção Regional do Emprego e Qualificação Profissional CARGA HORÁRIA TOTAL: 120 HORAS Organização e Formadores MÓDULOS EMPREENDEDORISMO E ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA 120

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

INTERNACIONALIZAR PARA A COLÔMBIA ESTUDO DE MERCADO

INTERNACIONALIZAR PARA A COLÔMBIA ESTUDO DE MERCADO INTERNACIONALIZAR PARA A COLÔMBIA ESTUDO DE MERCADO SETEMBRO 2014 2 INTERNACIONALIZAR PARA A COLÔMBIA ESTUDO DE MERCADO BRANDSTORY, LDA SETEMBRO 2014 FICHA TÉCNICA Brandstory, Unipessoal Lda Coordenadora

Leia mais

MARKETING INTERNACIONAL

MARKETING INTERNACIONAL MARKETING INTERNACIONAL Produtos Ecologicamente Corretos Introdução: Mercado Global O Mercado Global está cada dia mais atraente ás empresas como um todo. A dinâmica do comércio e as novas práticas decorrentes

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015

Plano de Trabalho Docente 2015 Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA / SP Eixo tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Portugal Ventures, Caixa Capital e Mota-Engil Industria e Inovação celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado

Leia mais

Missão Empresarial à China

Missão Empresarial à China Missão Empresarial à China Fornecedores do setor automóvel Xangai e Pequim 9 a 14 de setembro de 2013 Atualização Enquadramento A previsão do Governo Chinês emitida em Janeiro deste ano estima que em 2013

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

CAPI CANISM TAL DE O DE C RISCO APIT AL DE RISCO

CAPI CANISM TAL DE O DE C RISCO APIT AL DE RISCO MECANISMO CAPITAL DE CAPITAL DE RISCO DE RISCO António Carvalho A Portugal Ventures InovCapital AICEP Capital Global Turismo Capital Clarificação de objectivos estratégicos e concentração de meios para

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio

Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Valorização & Inovação no Comércio Local: Experiências & Instrumentos de Apoio Iniciativas Inovadoras de Formação e Qualificação Profissional para o Comércio CIM Alto Minho 30 de junho de 2015 Missão Sucesso

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

Gestão de Negócios. Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING

Gestão de Negócios. Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING Gestão de Negócios Unidade III FUNDAMENTOS DE MARKETING 3.1- CONCEITOS DE MARKETING Para a American Marketing Association: Marketing é uma função organizacional e um Marketing é uma função organizacional

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

I. A Rede de Câmaras Alemãs no Brasil Onde nos encontrar 3. II. Identificação de potenciais parceiros Lista de contatos 4

I. A Rede de Câmaras Alemãs no Brasil Onde nos encontrar 3. II. Identificação de potenciais parceiros Lista de contatos 4 P E M A Plataforma de Entrada no Mercado Alemão PORTFÓLIO DE SERVIÇOS DA PLATAFORMA DE ENTRADA NO MERCADO ALEMÃO DA CÂMARA BRASIL-ALEMANHA DE SANTA CATARINA Departamento de Projetos Internacionais www.ahkbrasil.com

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Lisboa, Janeiro de 2014 Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário mas pode ser uma realidade

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

O PAPEL DAS UNIVERSIDADES E A INVESTIGAÇÃO SOBRE DIPLOMACIA ECONÓMICA. Joaquim Ramos Silva Socius/ISEG jrsilva@iseg.utl.pt

O PAPEL DAS UNIVERSIDADES E A INVESTIGAÇÃO SOBRE DIPLOMACIA ECONÓMICA. Joaquim Ramos Silva Socius/ISEG jrsilva@iseg.utl.pt O PAPEL DAS UNIVERSIDADES E A INVESTIGAÇÃO SOBRE DIPLOMACIA ECONÓMICA Joaquim Ramos Silva Socius/ISEG jrsilva@iseg.utl.pt PRINCIPAIS TÓPICOS A emergência da Diplomacia Económica e suas razões As mudanças

Leia mais

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES Programa NOVOS EXPORTADORES Artº 1º Definição e Âmbito 1. A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E., adiante designada por AICEP, está a promover o Programa NOVOS EXPORTADORES.

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 04/SI/2012 Índice Condições de Elegibilidade do Promotor... 3 Condições

Leia mais

Portugal 2020. CCILC, Junho 2014

Portugal 2020. CCILC, Junho 2014 Portugal 2020 CCILC, Junho 2014 Internacionalização: Quando? Para Quem? PME Organizações Onde? Regiões Como valorizar? + RH +Inovação O Quê? Que Investimentos? Quais? Temas Prioridades Objetivos Internacionalização:

Leia mais

Serviço de Intervenção e Cobranças Condições do Serviço de Intervenção e Cobranças

Serviço de Intervenção e Cobranças Condições do Serviço de Intervenção e Cobranças Serviço de Intervenção e Cobranças Condições do Serviço de Intervenção e Cobranças A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, através do seu Departamento Jurídico e Fiscal, presta auxílio a empresas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Profª Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial

Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial COMPETIR + O Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial tem por objetivo promover o desenvolvimento sustentável da economia regional,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO MADEIRA 14-20

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO MADEIRA 14-20 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS PROGRAMA OPERACIONAL DA 2014-2020 (MADEIRA 14-20) EIXO PRIORITÁRIO 3 Reforçar a Competitividade das Empresas PRIORIDADE DE INVESTIMENTO (PI) 3.b Desenvolvimento

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração Qualificação:

Leia mais

4 NOVEMBRO DE 2015 A 2 MARÇO DE

4 NOVEMBRO DE 2015 A 2 MARÇO DE MARKETING AGRÍCOLA ESPECIALIZAÇÃO 4 NOVEMBRO DE 2015 A 2 MARÇO DE 2016 14 DIAS 72H 10 MÓDULOS Iniciativa: Formação acreditada por: Media Partners: CONSUMIDOR MERCADO PRODUTO POSICIONAMENTO MARCA PRICING

Leia mais

SE O OBJETIVO É A EXPORTAÇÃO, A SOLUÇÃO É O START EXPORT

SE O OBJETIVO É A EXPORTAÇÃO, A SOLUÇÃO É O START EXPORT SE O OBJETIVO É A EXPORTAÇÃO, A SOLUÇÃO É O START EXPORT SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA PARA EXPORTAR? Já participou de feiras internacionais do setor? Você pode adequar/modificar seu produto? Seu site e catálogos

Leia mais

Inovação Produtiva PME

Inovação Produtiva PME Inovação Produtiva PME Objetivos Promover a inovação no tecido empresarial, traduzida na produção de novos, ou significativamente melhorados, bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis diferenciadores

Leia mais

MAIS VENDAS. MELHORES VENDAS. SALES. corporate pro

MAIS VENDAS. MELHORES VENDAS. SALES. corporate pro MAIS VENDAS. MELHORES VENDAS. SALES corporate pro ÍNDICE 3 4 5 6 8 9 10 11 Reason Why A Dinâmica Objectivos Intervenção Etapas Lead Management Call to Business - C2B Know How REASON WHY OPORTUNIDADE 80

Leia mais

Inovação Empreendedorismo Qualificado e Criativo

Inovação Empreendedorismo Qualificado e Criativo Inovação Empreendedorismo Qualificado e Criativo Objetivos Promover o empreendedorismo qualificado e criativo Tipologias de Projetos 1. São suscetíveis de financiamento os projetos das PME, com menos de

Leia mais

CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO

CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO c E v I CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO MÓDULO: Plano de Negócios Maria José Aguilar Madeira Silva Professora Auxiliar do DGE UBI 1 Objectivos Programa Conteúdo Lista de Questões

Leia mais

POLÍTICAS PARA A EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA AGROALIMENTAR

POLÍTICAS PARA A EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA AGROALIMENTAR POLÍTICAS PARA A EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA AGROALIMENTAR Contributos para uma Visão Estratégica Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares A Indústria Portuguesa Agroalimentar

Leia mais

Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa

Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa Catala Consulting, Lda. Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema

Leia mais

APOIO ESPECIALIZADO ÀS EMPRESAS DO SETOR DO TURISMO UMA NOVA PERSPETIVA UMA NOVA ABORDAGEM

APOIO ESPECIALIZADO ÀS EMPRESAS DO SETOR DO TURISMO UMA NOVA PERSPETIVA UMA NOVA ABORDAGEM DO SETOR DO TURISMO UMA NOVA PERSPETIVA UMA NOVA ABORDAGEM PORQUÊ A CRIAÇÃO DESTA EQUIPA? Necessidade de prestar ao empresário expertise em todas as vertentes da cadeia de valor Melhor adequação dos projetos/produtos

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa A nossa Missão Ajudar as empresas a enfrentar os desafios do presente e do futuro e a encontrar ou retomar os caminhos do sucesso Sabemos que cada problema tem solução e que cada

Leia mais

Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais

Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais Vantagens e Benefícios das parcerias internacionais Nicola Minervini Santa Catarina, 02-05/12/2014 Sumario Desafios da empresa Ferramentas para a competitividade O porque das alianças Formas de alianças

Leia mais

MANUAL FORMAÇÃO PME GESTÃO ESTRATÉGICA

MANUAL FORMAÇÃO PME GESTÃO ESTRATÉGICA MANUAL FORMAÇÃO PME GESTÃO ESTRATÉGICA 1/21 ANÁLISE DA ENVOLVENTE EXTERNA À EMPRESA... 3 1. Análise do Meio Envolvente... 3 2. Análise da Evolução do Mercado... 7 3. Análise da Realidade Concorrencial...

Leia mais

Maputo, a sua capital, é o seu porto de mercadorias por excelência e principal centro de comércio.

Maputo, a sua capital, é o seu porto de mercadorias por excelência e principal centro de comércio. Missão Empresarial Moçambique 28 agosto 3 setembro 2014 Moçambique: porta de entrada na África Austral Moçambique é hoje um mercado em expansão com mais de 24 milhões de consumidores, que tem vindo a registar

Leia mais

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização

Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Qualificação das PME Vale Inovação Intene Consultoria de Gestão, Lda. Maio 2015 Rua Dr. Augusto Martins, n.º 90, 1.º andar Sala 4 4470-145 Maia

Leia mais

A importância da IAA para o crescimento da economia Ambição 2020 na rota do crescimento

A importância da IAA para o crescimento da economia Ambição 2020 na rota do crescimento A importância da IAA para o crescimento da economia Ambição 2020 na rota do crescimento Nuno Netto nnetto@deloitte.pt 28 de Outubro 2014 Agenda 2014. Para informações, contacte Deloitte Consultores, S.A.

Leia mais

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE APRECIAÇÃO E CONTROLO DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS E PREVENÇÃO DE SITUAÇÕES DE CONFLITO DE INTERESSES

REGULAMENTO SOBRE APRECIAÇÃO E CONTROLO DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS E PREVENÇÃO DE SITUAÇÕES DE CONFLITO DE INTERESSES REGULAMENTO SOBRE APRECIAÇÃO E CONTROLO DE TRANSAÇÕES COM PARTES RELACIONADAS E PREVENÇÃO DE SITUAÇÕES DE CONFLITO DE INTERESSES DOS CTT - CORREIOS DE PORTUGAL, S.A. I. ENQUADRAMENTO A criação do presente

Leia mais

V A L E I N O V A Ç Ã O Page 1 VALE INOVAÇÃO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE INOVAÇÃO)

V A L E I N O V A Ç Ã O Page 1 VALE INOVAÇÃO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE INOVAÇÃO) V A L E I N O V A Ç Ã O Page 1 VALE INOVAÇÃO (PROJETOS SIMPLIFICADOS DE INOVAÇÃO) Março 2015 V A L E INO V A Ç Ã O Pag. 2 ÍNDICE 1. Enquadramento... 3 2. Objetivo Específico... 3 3. Tipologia de Projetos...

Leia mais

É um documento que sistematiza a informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro.

É um documento que sistematiza a informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro. Feira do Empreendedor, 23 de Novembro de 2012 É um documento que sistematiza a informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro. É essencial para

Leia mais

Internacionalização. Países lusófonos - Survey. Janeiro de 2015

Internacionalização. Países lusófonos - Survey. Janeiro de 2015 Internacionalização Países lusófonos - Survey Janeiro de 2015 1 Índice 1. Iniciativa Lusofonia Económica 2. Survey Caracterização das empresas participantes 3. Empresas não exportadoras 4. Empresas exportadoras

Leia mais

Principais objectivos

Principais objectivos Âmbito A Exponor vai realizar o Time2Export com o objectivo de fomentar networking, partilhar informação e preparar as empresas para melhor explorarem as oportunidades de negócios que a economia global

Leia mais

Documento que sistematiza informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro.

Documento que sistematiza informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro. Feira do Empreendedor 2014 Documento que sistematiza informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro. É essencial para a estruturação e defesa

Leia mais

O ESTADO PORTUGUÊS EM CONJUNTO COM:

O ESTADO PORTUGUÊS EM CONJUNTO COM: O ESTADO PORTUGUÊS EM CONJUNTO COM: Decidiu apoiar as PME através deste programa, que permite: Modernizar a sua infraestrutura de comunicações Fazer crescer o seu negócio Incorporar competências essenciais

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 2.4d_ização de

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014 FORMAÇÃO Início Fim Duração Horário Inscrição Contabilidade e Fiscalidade 01-10-2014 29-10-2014 21h P.L/S 100 Sensibilização e Orientação para o Cliente 02-10-2014

Leia mais

Traçando Cenários: Microambiente e Macroambiente. Prof. Marcopolo Marinho

Traçando Cenários: Microambiente e Macroambiente. Prof. Marcopolo Marinho Traçando Cenários: Microambiente e Macroambiente. Prof. Marcopolo Marinho A ORGANIZAÇÃO DA ESTRUTURA ESTRATÉGICA MISSÃO Impacto: 1. Organizacional 2. Ação de Mudança Nenhum Positivo Negativo OBJETIVOS

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO:

MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO: 23 MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO: A Missão encontra-se integrada no Projeto Conjunto da AIDA, INOV_MARKET, que tem como principais objetivos promover

Leia mais

Desenvolvimento Rural. Capital Humano. Mar e Pescas

Desenvolvimento Rural. Capital Humano. Mar e Pescas ROADSHOW 2015 4 Grandes Grupos de Apoios Desenvolvimento Rural Competitividade e Internacionalização Capital Humano Mar e Pescas Beneficiários: Entidades Privadas Como Concorrer?? PRINCIPAIS LINHAS DE

Leia mais

4. Análise de Mercado

4. Análise de Mercado 4. Análise de Mercado Ações de Maturação e Aceleração 01.04.2014 Carla Machado Análise de Mercado Índice 1. Evolução Previsional do Setor Enquadre o negócio no setor de atividade, referindo oportunidades

Leia mais

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO

PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO PLANO SUCINTO DE NEGÓCIO Título do projecto: Nome do responsável: Contacto telefónico Email: 1.1. Descrição sumária da Ideia de Negócio e suas características inovadoras (Descreva

Leia mais

GO-TO-MARKET BY SQUADRA. Uma visão holística

GO-TO-MARKET BY SQUADRA. Uma visão holística Lorem Ipsum Dolor GO-TO-MARKET Lorem Ipsum [Date] BY SQUADRA Aliquam Donec leopag. tortor,1semper Donec PAG. 2 quis elit Nulla sed mauris ut, pellentesque sed, ornare ullamcorper, Uma visãoleo. Duis sit

Leia mais

Consulta - Serviços de Consultoria para elaboração de Guião para potenciar a adesão a emarketplaces de empresas PORTUGAL SOU EU

Consulta - Serviços de Consultoria para elaboração de Guião para potenciar a adesão a emarketplaces de empresas PORTUGAL SOU EU Consulta - Serviços de Consultoria para elaboração de Guião para potenciar a adesão a emarketplaces de empresas PORTUGAL SOU EU Dezembro 2014 Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Enquadramento... 2 3. Objetivos

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 07/SI/2010 1 Índice Condições de Elegibilidade do Promotor... 3 Condições

Leia mais

PROPOSTA GERAL DE ASSOCIAÇÃO (PE/PB)

PROPOSTA GERAL DE ASSOCIAÇÃO (PE/PB) PROPOSTA GERAL DE ASSOCIAÇÃO (PE/PB) A Delegação Pernambuco e Paraíba, representada pela Carbone & Vicenzi Consulting, é um ponto de assistência oficia da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria

Leia mais

Índice PORTUGAL - BREVE CARATERIZAÇÃO A CIP ATIVIDADE ASSOCIADOS ORGANIZAÇÃO E CONTACTOS

Índice PORTUGAL - BREVE CARATERIZAÇÃO A CIP ATIVIDADE ASSOCIADOS ORGANIZAÇÃO E CONTACTOS Índice PORTUGAL - BREVE CARATERIZAÇÃO A CIP ATIVIDADE ASSOCIADOS ORGANIZAÇÃO E CONTACTOS Portugal Breve caraterização Portugal Caraterização geral Inserido na União Europeia desde 1986, Portugal é o país

Leia mais

AULA 1 Marketing de Serviços

AULA 1 Marketing de Serviços AULA 1 Marketing de Serviços Prof: Carlos Alberto Bacharel em Administração Bacharel em Comunicação Social Jornalismo Tecnólogo em Gestão Financeira MBA em Gestão de Negócios Mestrado em Administração

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Inovação Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 02/SI/2012 1 Índice Tipologias de Investimento... 3 Condições de Elegibilidade

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO

CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS VEM REGULAMENTO PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1.º Âmbito das iniciativas de apoio a empreendedores emigrantes O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe

Leia mais

PAEX Parceiros para a Excelência

PAEX Parceiros para a Excelência PAEX Parceiros para a Excelência Estabelecer parcerias por melhores resultados: uma prática comum na natureza e nas empresas que querem se desenvolver. CONHECA A FDC Alianças Internacionais: Uma Escola

Leia mais

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES

CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES CONSULTORIA EM NEGÓCIOS EXTERIORES Ser Júnior é ser gigante pela própria natureza. Brasil Júnior Mensagem do presidente Capacitar membros, promover o Movimento Empresa Júnior e causar impacto da sociedade,

Leia mais

1º TRIMESTRE EXPORTAR A 1ª VEZ MISSÕES EMPRESARIAIS. Condições de participação ARGÉLIA CHINA E MACAU MARROCOS TURQUIA FEVEREIRO MARÇO

1º TRIMESTRE EXPORTAR A 1ª VEZ MISSÕES EMPRESARIAIS. Condições de participação ARGÉLIA CHINA E MACAU MARROCOS TURQUIA FEVEREIRO MARÇO FEVEREIRO MARÇO ARGÉLIA CHINA E MACAU MARROCOS TURQUIA ÁFRICA DO SUL E MOÇAMBIQUE COLÔMBIA E CHILE ÍNDIA ISRAEL Condições de participação CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 1 AS são uma ação financiada pelo FEDER,

Leia mais

Consulta - Serviços de consultoria para elaboração de Diagnósticos e Guião para qualificação de fornecedores no âmbito do PORTUGAL SOU EU

Consulta - Serviços de consultoria para elaboração de Diagnósticos e Guião para qualificação de fornecedores no âmbito do PORTUGAL SOU EU Consulta - Serviços de consultoria para elaboração de Diagnósticos e Guião para qualificação de fornecedores no âmbito do PORTUGAL SOU EU Abril 2014 Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Enquadramento... 2 3.

Leia mais

AGENDA. Portugal 2020 Enquadramento Geral. Sistema de Incentivos às Empresas. Concursos

AGENDA. Portugal 2020 Enquadramento Geral. Sistema de Incentivos às Empresas. Concursos Miguel Mendes Turismo de Portugal, I.P. Albufeira, 7 abril 2015 AGENDA 1 Portugal 2020 Enquadramento Geral 2 Sistema de Incentivos às Empresas 3 Concursos 1 1 2020 Enquadramento Geral PORTUGAL 2020 ESTRATÉGIA

Leia mais

Processo de Planejamento Estratégico

Processo de Planejamento Estratégico Processo de Planejamento Estratégico conduzimos o nosso negócio? Onde estamos? Definição do do Negócio Missão Visão Análise do do Ambiente Externo e Interno Onde queremos Chegar? poderemos chegar lá? saberemos

Leia mais

Portugal 2020 Candidaturas Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME

Portugal 2020 Candidaturas Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME Portugal 2020 Candidaturas Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME Projetos Conjuntos de Internacionalização: Natureza dos beneficiários Os beneficiários são empresas PME de qualquer natureza

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação. Empreendedorismo Qualificado CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Inovação. Empreendedorismo Qualificado CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Inovação Empreendedorismo Qualificado CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 05/SI/2010 1 Índice Destinatários... 3 Condições de Elegibilidade do

Leia mais

Estudo - Estratégias de Diferenciação das Principais Fileiras de Produtos Agrícolas, Agro- Alimentares de Alimentação do Vale do Ave

Estudo - Estratégias de Diferenciação das Principais Fileiras de Produtos Agrícolas, Agro- Alimentares de Alimentação do Vale do Ave Estudo - Estratégias de Diferenciação das Principais Fileiras de Produtos Agrícolas, Agro- Alimentares de Alimentação do Vale do Ave NOTAS INTRODUTÓRIAS - Objetivo do estudo: Definir estratégias de atuação

Leia mais

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior.

A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. A Agência é responsável pela captação de negócios, orientação aos investidores, gestão de incentivos estaduais e apoio ao comércio exterior. Ainda articula ações específicas na estruturação de cadeia produtivas

Leia mais

Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ]

Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ] Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor: Onde as ideias se concretizam [Regulamento do Concurso Projetos Empresariais ] Preâmbulo O Prémio Tâmega e Sousa Empreendedor é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal

Leia mais

março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a Gestão no Turismo Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial

março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a Gestão no Turismo Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a no Turismo Técnicas de Financeira e Empresarial Direção de Qualificação Formativa e Certificação FORGETUR Técnicas de Financeira e Empresarial 1. Enquadramento

Leia mais

I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1. Incentivos ao EMPREENDEDORISMO

I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1. Incentivos ao EMPREENDEDORISMO I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1 Incentivos ao EMPREENDEDORISMO Abril 2015 I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Pag. 2 ÍNDICE 1. Enquadramento... 3 2. Criação

Leia mais

Empresas que se mexem, são empresas que crescem!

Empresas que se mexem, são empresas que crescem! Empresas que se mexem, são empresas que crescem! Apresentação do Projecto/ Abertura de inscrições Introdução A Adere-Minho - Associação para o Desenvolvimento Regional do Minho, entidade de natureza associativa

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU A ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA - CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA (AIP-CCI) E A A ELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA

Leia mais

Agente. Análise SWOT. Auditoria de marketing. Break-even-point Cadeia de lojas Canal de distribuição Canibalização. Cash-and-carry Central de compras

Agente. Análise SWOT. Auditoria de marketing. Break-even-point Cadeia de lojas Canal de distribuição Canibalização. Cash-and-carry Central de compras Termo Agente Análise SWOT Auditoria de marketing Break-even-point Cadeia de lojas Canal de distribuição Canibalização Cash-and-carry Central de compras Ciclo de vida do produto/serviço Contexto de marketing

Leia mais

Índice PREFÁCIO 13. 1. Introdução 40 2. O que é ser empreendedor? 41. Capítulo 1 Introdução ao empreendedorismo. Capítulo 2 O empreendedor

Índice PREFÁCIO 13. 1. Introdução 40 2. O que é ser empreendedor? 41. Capítulo 1 Introdução ao empreendedorismo. Capítulo 2 O empreendedor introdução ao empreendedorismo 7 Índice PREFÁCIO 13 Capítulo 1 Introdução ao empreendedorismo 1. Dinamizar o empreendedorismo e promover a criação de empresas 16 2. O empreendedorismo em Portugal e no

Leia mais