CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geração de Guias para ST, DIFAL e FCP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geração de Guias para ST, DIFAL e FCP"

Transcrição

1 CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Geraçã de Guias para ST, DIFAL e FCP

2 1. Objetivs Gerar títuls n cntas a pagar cm ttal de ICMS-ST, DIFAL e/u FCP das ntas fiscais de saída. Página 2 de 6

3 2. Requisits 2.1. RF01 Geraçã de Guias para ST, DIFAL e FCP. 3. Especificações 3.1. RF01 Geraçã de Guias para ST, DIFAL e FCP. Nã se aplica. Prtótip de Interface Descriçã Funcinal Prjet cm bjetiv de gerar títuls n cntas a pagar cm valres de impsts. Há pssibilidade de gerar até 3 títuls, send: ICMS-ST, DIFAL e/u Fund de Cmbate a Prbreza. ICMS-ST: Se a UF fr RJ valr d títul será ICMS-ST FCP, cas cntrári ttal de ICMS-ST. DIFAL: Títul cm valr ttal. FCP: Títul cm valr ttal. Parâmetrs estã dispníveis para definir quais títuls devem ser gerads a final d fatuament. Para cada peraçã estã dispníveis parâmetrs para infrmações brigatórias ds títuls CP: Frnecedr: Parâmetr dispnível para infrmar códig d frnecedr. Data de emissã e venciment: Data atual. Prtadr: Parâmetr dispnível. Tip de Dcument: Parâmetr dispnível. Tip de Mviment: Parâmetr dispnível. Se a nta de saída fr cancelada/excluída s títuls d cntas a pagar também serã excluíds. Cas s títuls estejam pags, as ntas pdem ser canceladas/excluídas nrmalmente, mas s títuls permanecem. Regras Página 3 de 6

4 Nã se aplica. Ntas Nã se aplica. IDE Tip de Alteraçã Específica Premissas Até mment, nã fram identificadas premissas para execuçã d prjet. Limitações e restrições Até mment, prjet nã pssui limitações e restrições. Observações Até mment, prjet nã pssui bservações. Página 4 de 6

5 Plítica de rçaments Quant a Frma de Custmizar Existem 2 frmas de custmizar prdut cnfrme indicad em cada requisit: Pr IDE (interface de desenvlviment extern): IDEs sã mecanisms utilizads para criar cmplements que sã cnectads a prdut padrã, n cas, FccERP, sem interferir em seu códig fnte. Nesse mdel, as custmizações sã feitas em rtinas/prgramas paralels que pdem ser ativadas u desativadas pel administradr d sistema. Utilizand IDEs, além de nã interferir na estabilidade d ERP, as custmizações tendem a funcinar mesm a atualizar prdut para nvas versões. Específica: Cnsiste em realizar a custmizaçã diretamente n FccERP para atender a um requisit específic da empresa. Nesse mdel, é imprtante ressaltar, a evluçã da custmizaçã independe da evluçã d ERP, u seja, a custmizaçã incluída n sistema nã acmpanhará as atualizações d sistema padrã e pderá ser necessári uma nva intervençã para adequar a custmizaçã. Em cass nde s prgramas Padrões sã transfrmads em Específics, s mesms nã receberã as pssíveis nvas funcinalidades d prdut decrrentes das atualizações futuras. Quant a Atualizaçã Para custmizações Pr IDE u Específicas, este rçament prevê atualizaçã de seus prgramas nas bases de TESTE e de PRODUÇÃO. Demais bases serã cbradas separadamente cnfrme cada cas. Esta atualizaçã crre pr mei de patchs de crreções, nde, além das crreções realizadas n prdut, serã enviadas as slicitações de custmizaçã d slicitante. Quant a Garantia Tda custmizaçã marcada cm Pr IDE u Específica pssui garantia de 150 dias crrids partind da data de liberaçã na base de Prduçã d cliente. Durante esse períd de validaçã, a Fcc irá crrigir td e qualquer prblema encntrad sem custs. Após esse limite, serã cbrads ajustes necessáris nã avaliads. É imprtante destacar que as custmizações pderã parar de funcinar após atualizaçã de versã d prdut. Os ajustes necessáris para adaptaçã das custmizações a prdut também ficarã pr cnta d cliente. Quant a Prdut O cliente tem direit e acess a tds s prgramas fntes de suas custmizações, inclusive pdend alterá-ls, prém neste cas perde tda garantia dada pela Fcc, fincand sbre sua respnsabilidade prgrama. Cas julgar pertinente à evluçã d FccERP, a Fcc pderá adicinar a prdut padrã qualquer custmizaçã realizada pr seus clientes, sem a necessidade de autrizaçã d mesm. Página 5 de 6

6 Investiment Cnsiderações Avalie tdas as infrmações cntidas ns requisits especificads. O que nã está descrit ns requisits nã será desenvlvid. Cas algum item nã esteja clar, slicite infrmações antes de aprvá-l. É pssível cntatar Analista Respnsável - citad ns dads d prjet - para bter esclareciments. Leia atentamente a Plítica de Orçaments. O valr deste prjet está cnsiderand a implantaçã/treinament d mesm pr parte da Cnsultria da Fcc. Dads d Orçament Nº da slicitaçã n prtal: Data d rçament: Valr Ttal R$ 2.500,00* *Sbre este valr serã acrescids s percentuais de impsts Frma de Pagament Data de Venciment Valr 1x em 30 dias* R$ 2.500,00 *A cntar da data de aprvaçã deste rçament n prtal da Fcc. Aquisiçã Para aquisiçã deste prjet, pr favr, entre em cntat cm: Leandr Schi (54) Página 6 de 6

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES DMST-e

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES DMST-e CATÁLOGO DE APLICAÇÕES DMST-e 1. Objetivos Gerar arquivo da DMST-e para importação no portal das prefeituras de Caxias do Sul e Garibaldi. Página 2 de 8 2. Requisitos 2.1. RF01 DMST-e. 3. Especificações

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Tag xped e nitemped no XML de Faturamento

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Tag xped e nitemped no XML de Faturamento CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Tag xped e nitemped no XML de Faturamento Objetivo do projeto O projeto de inclusão das tags xped e nitemped no XML de Faturamento tem por objetivo enviar no XML da nota fiscal de

Leia mais

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Cotação de Compra WEB

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Cotação de Compra WEB CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Cotação de Compra WEB Índice CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 DADOS DO PROJETO... 4 OBJETIVO(S) DO PROJETO... 4 ESCOPO... 6 PREMISSAS... 11 LIMITAÇÕES E RESTRIÇÕES... 11 OBSERVAÇÕES...

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Cotação de Compra WEB

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Cotação de Compra WEB CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Cotação de Compra WEB Considerações iniciais Esse documento representa o investimento total para desenvolvimento do projeto em questão. Observe atentamente os requerimentos para

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Rateio CC Contas a Pagar

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Rateio CC Contas a Pagar CATÁLOGO DE APLICAÇÕES Rateio CC Contas a Pagar Objetivo do projeto Possibilitar fazer lançamentos no Contas a Pagar, rateando por várias contas e/ou vários centros de custos. Escopo Este projeto englobará

Leia mais

Estácio. Manual Visualizador

Estácio. Manual Visualizador Estáci Manual Visualizadr Versã Data da Mdificaçã Mdificad Pr Cmentáris 1.0 29/09/2015 Lrena Rangel Versã Inicial Visualizadr 2 Cnteúd... 1 1. Cnsultar Requisiçã... 5 2. Cnsultar Pedid... 7 3. Cnsultar

Leia mais

Rescisão Complementar

Rescisão Complementar Rescisã Cmplementar Cm gerar rescisã cmplementar n sistema? N menu Móduls\ Rescisã\ Rescisã Cmplementar estã dispníveis as rtinas que permitem cálcul da rescisã cmplementar. É pssível calcular cmplementar

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Alterad nme deste Prcediment

Leia mais

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Conferência com Coletores (WEB)

CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Conferência com Coletores (WEB) CATÁLOGO DE CUSTOMIZAÇÕES Conferência com Coletores (WEB) Índice ÍNDICE... 2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 3 DADOS DO PROJETO... 4 OBJETIVO(S) DO PROJETO... 4 ESCOPO... 4 CONFERÊNCIA DE ITENS... 4 PARAMETRIZAÇÃO

Leia mais

CRC-Nacional Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia

CRC-Nacional Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia CRC-Nacinal Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Data: 16/07/2016 Versã dcument: 1.0 Prefáci 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 03 2. HABILITANDO

Leia mais

Manual Pedido de Certidão Online

Manual Pedido de Certidão Online 17 de utubr de 2016 Manual Pedid de Certidã Online Rua Bela Cintra, 746-11º andar - CEP 01415-000 - Sã Paul - SP Telefne: (11) 3122-6277 17 de utubr de 2016 Cntrle de Versã de Dcument Versã Data Autres

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação em vigor e o Programa da disciplina. Infrmaçã da Prva de Exame de Equivalência à Frequência de Prjet Tecnlógic Códig: 196 2013 Curs Tecnlógic de Infrmática/12.º Prva: Pr (Prjet) Nº de ans: 1 Duraçã: 30-45 minuts Decret-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

Cadastrar Proposta de Evento

Cadastrar Proposta de Evento Pró-Reitria de Extensã e Cultura events@ufersa.edu.br Cadastrar Prpsta de Event Sistema Módul SIGAA Extensã Última Atualizaçã 25.03.2015 Esta funcinalidade permite a usuári cadastrar ações de extensã d

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

CRÉDITO ESPECIAL - CAPITAL DE GIRO

CRÉDITO ESPECIAL - CAPITAL DE GIRO LINHA DE CRÉDITO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CRÉDITO ESPECIAL - CAPITAL DE GIRO A CAIXA ferece cndições invadras para que empresas públicas e sciedade de ecnmia mista ampliem seu capital de gir. Agra as empresas

Leia mais

INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.80

INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.80 INFORMATIVO DE ATUALIZAÇÃO DO SISTEMA SERVICE VERSÃO 1.80 Este Infrmativ tem pr finalidade apresentar as clientes, as recentes melhrias realizadas n Sistema Service. A nva versã ficará dispnível para atualizaçã

Leia mais

Anexo 08 Recomendação nº 8: fortalecimento do processo de solicitação de reconsideração da ICANN

Anexo 08 Recomendação nº 8: fortalecimento do processo de solicitação de reconsideração da ICANN Anex 08 Recmendaçã nº 8: frtaleciment d prcess de slicitaçã de recnsideraçã da ICANN 1. Resum Atualmente, qualquer pessa u entidade pde slicitar a recnsideraçã u revisã de uma açã u inaçã da ICANN, cnfrme

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFOP DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS OFÍCIO CIRCULAR CSU nº 001, de 05 de fevereir de 2016. ASSUNTO: Infrme sbre implementaçã da metdlgia de Centrs de Custs, mdificações ns Sistemas Integrads, Treinament e demais rientações Prezads Senhres,

Leia mais

nddcargo Manual de Utilização Portal Gratuito

nddcargo Manual de Utilização Portal Gratuito nddcarg 4.2.6.0 Manual de Utilizaçã Prtal Gratuit Históric de alterações Data Versã Autr Descriçã 15/04/2014 1 Deiviane F. R. de Suza Criaçã d dcument. 2 1. Intrduçã... 4 2. Funcinalidades d Prtal nddcarg...

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA PARA SEDE CONGRESSOS DA OFTALMOLOGIA

MANUAL DE CANDIDATURA PARA SEDE CONGRESSOS DA OFTALMOLOGIA MANUAL DE CANDIDATURA PARA SEDE CONGRESSOS DA OFTALMOLOGIA 1. Intrduçã 2. Objetiv geral 3. Pré requisits 4. Requisits Principais a. Estruturais i. Área para a secretaria ii. Capacidade das salas iii. Numer

Leia mais

TransactionCentre Guia Referência Rápida Troca de Mensagens. Cancelamento

TransactionCentre Guia Referência Rápida Troca de Mensagens. Cancelamento TransactinCentre Guia Referência Rápida Trca de Cancelament Este dcument cntém a especificaçã ds ajustes necessáris para que seu Sistema de Autmaçã cumpra as tarefas de Cancelament de Transaçã Benefíci

Leia mais

REGULAMENTO PREMIAÇÃO MELHOR POSTO ALE

REGULAMENTO PREMIAÇÃO MELHOR POSTO ALE REGULAMENTO PREMIAÇÃO MELHOR POSTO ALE Este Regulament é parte integrante ds Regulaments Clube ALE perfis específics (Revendedres, Equipe d Pst, Diretr Cmercial, Visitante e Administradr), send aplicáveis

Leia mais

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito APRESENTAÇÃO Este manual tem bjetiv de servir cm base de infrmaçã e rientaçã as órgãs setriais de pessal da Administraçã Direta, assim cm as servidres, nde irã encntrar n Manual d Servidr(a) Apsentável

Leia mais

Novo processo de devolução de peças para garantia Mudanças na aplicação web ewarranty e no processo de devolução de peças

Novo processo de devolução de peças para garantia Mudanças na aplicação web ewarranty e no processo de devolução de peças Nv prcess de devluçã de peças para garantia Mudanças na aplicaçã web ewarranty e n prcess de devluçã de peças Públic-alv e bjetiv Esse curs destina-se a cncessináris e ficinas envlvids n prcess de gerenciament

Leia mais

Lançamento Coberto de Opções

Lançamento Coberto de Opções Lançament Cbert de Opções RENDA FIXA UTILIZANDO OPÇÕES? ANALISTA RESPONSÁVEL: FABIO FRANCISCO GONCALVES CNPI-P BANRISUL S.A. CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS E CÂMBIO Rua Caldas Junir, 108 Prt Alegre -RS

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 71 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 71 maio de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Bletim Ecnômic Ediçã nº 71 mai de 2014 Organizaçã: Mauríci Jsé Nunes Oliveira Assessr ecnômic A Bancarizaçã d país e a disparada das reclamações cntra s bancs 1 Queixas cntra bancs disparam Quand a relaçã

Leia mais

Requerimentos de Divisórias Esportivas: Requerimentos Mandatórios:

Requerimentos de Divisórias Esportivas: Requerimentos Mandatórios: Requeriments de Divisórias Esprtivas: Requeriments Mandatóris: Assinar e seguir a Declaraçã de Cnduta Sustentável desenvlvida pel Cmitê Organizadr ds Jgs Olímpics e Paralímpics Ri 2016; O frnecedr deverá

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição eletrónica e dispensa de medicamentos para ambulatório hospitalar

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição eletrónica e dispensa de medicamentos para ambulatório hospitalar Mdel de Cmunicaçã Prescriçã eletrónica e dispensa de medicaments para ambulatóri hspitalar Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes/ frnecedres

Leia mais

Comunicado Cetip n 046/ de maio de 2013

Comunicado Cetip n 046/ de maio de 2013 Cmunicad Cetip n 046/2013 27 de mai de 2013 Assunt: Nvas implementações para registr de instruments financeirs representativs de perações de crédit e d agrnegóci. O diretr-presidente interin da CETIP S.A.

Leia mais

SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS PHONE

SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS PHONE MANUAL PROTECT Versã R15 SISTEMA OPERACIONAL - WINDOWS PHONE Cpyright GVT 2015 www.gvtprtect.cm.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 GVT PROTECT... 3 2.1 REQUISITOS MÍNIMOS DE SISTEMA... 3 2.2 SISTEMAS OPERACIONAIS

Leia mais

Tutorial de acesso ao Sistema de Gestão de Telefonia - Novartis

Tutorial de acesso ao Sistema de Gestão de Telefonia - Novartis Sã Paul, 17 de Setembr de 2014 Tutrial de acess a Sistema de Gestã de Telefnia - Nvartis Telefnia Móvel Page: 1 / 12 Sumári 1. PRIMEIRO ACESSO... 3 2. ACESSAR O SISTEMA DIRETAMENTE DO BROWSER DO SEU COMPUTADOR...

Leia mais

CARTÃO CONSIGNADO SISTEMA AUTORIZADOR

CARTÃO CONSIGNADO SISTEMA AUTORIZADOR Versã Data de publicaçã Área(s) respnsável (is) Classificaçã Códig 01.2016 01/02/2016 Prduts Públic 3-SCOM02.10 CARTÃO CONSIGNADO SISTEMA AUTORIZADOR APROVAÇÕES Elabraçã Análises Revisã Cmpliance Validaçã

Leia mais

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Tratament da Energia d PROINFA na CCEE PdC Versã 1 Versã 1 METODOLOGIA DO CONTROLE DE ALTERAÇÕES Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã. Text

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO Folha: 1/5

FICHA TÉCNICA DE PRODUTO Folha: 1/5 FICHA TÉCNICA DE PRODUTO Flha: 1/5 Divisã: Varej e Última Revisã: é um verniz impermeabilizante inclr, que frma uma barreira cm acabament brilhante, que pssui alta resistência a abrasã, pressões hidrstáticas

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

ÍNDICE. O Programa Oportunidades o Patrocínio TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outros Formatos Merchandising

ÍNDICE. O Programa Oportunidades o Patrocínio TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outros Formatos Merchandising 1 ÍNDICE O Prgrama Oprtunidades Patrcíni TV + Digital SBT Digital & Interatividade Outrs Frmats Merchandising 2 O PROGRAMA NOVELA NOITE 1 SEG/SEX 20h30 Perfil ds Telespectadres SEXO Hmens: 38% Mulheres:

Leia mais

Conheça o Programa de Afiliados Ganhos Automáticos passo a passo.

Conheça o Programa de Afiliados Ganhos Automáticos passo a passo. Cnheça Prgrama de Afiliads Ganhs Autmátics pass a pass. O Ganhs Autmátics é um negóci que qualquer pessa pde desenvlver, pis vams dispnibilizar um Kit de Prduts e Serviçs cm fc em Ajudar e Dispnibilizar

Leia mais

Guia de customização de template FWK... 1 GERAL... 3 Favicon (geral)... 3 Cor principal... 3 Cor secundária... 5 Cor de texto escuro...

Guia de customização de template FWK... 1 GERAL... 3 Favicon (geral)... 3 Cor principal... 3 Cor secundária... 5 Cor de texto escuro... 1 Guia de custmizaçã de template FWK... 1 GERAL... 3 Favicn (geral)... 3 Cr principal... 3 Cr secundária... 5 Cr de text escur... 6 Cr de text clar... 7 Cr das barras... 8 Cr de destaque das barras...

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

Manual. Autorizador da UNIMED

Manual. Autorizador da UNIMED Manual Prtal Autrizadr da UNIMED Pass a Pass para um jeit simples de trabalhar cm Nv Prtal Unimed 1. Períd de Atualizaçã Prezads Cperads e Rede Credenciada, A Unimed Sul Capixaba irá atualizar seu sistema

Leia mais

CNI. Confederação Nacional da Indústria RESOLUÇÃO DE DIRETORIA N

CNI. Confederação Nacional da Indústria RESOLUÇÃO DE DIRETORIA N CNI Cnfederaçã Nacinal da Indústria RESOLUÇÃO DE DIRETORIA N 0112012 "Alteraçã da Resluçã de Diretria n. 0112008, que regulamenta a emissã, pela Cnfederaçã Nacinal da Indústria - CNI, de Atestad de Prdutr

Leia mais

Orientações ao Setor Resolução Normativa - RN 393/2015

Orientações ao Setor Resolução Normativa - RN 393/2015 Orientações a Setr Resluçã Nrmativa - RN 393/2015 Cm a publicaçã d nv nrmativ temátic referente às Prvisões Técnicas RN 393 de 09 de dezembr de 2015, nvs aspects deverã ser bservads pelas Operadras de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES

FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES FEVEREIRO 8, 2016 PEDIDO DE PROPOSTA PROJETO DE ARQUITETURA E ESPECIALIDADES Serve presente dcument para detalhar s requisits d pedid de prpsta de Arquitetura e Especialidades para cnstruçã de uma mradia

Leia mais

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA 2015 Orientações para a Escrituraçã Cntábil Digital (Sped Cntábil) Versã 14.01 Sluções SPDATA Equipe SAT Análise Desenvlviment e Qualidade de Sftware 07/04/2015 Sumári Objetiv... 3 Cnsiderações gerais...

Leia mais

Regime Escolar Fruta Escolar /

Regime Escolar Fruta Escolar / Regime Esclar Fruta Esclar / Frmuláris 2016/2017 - Índice NOTA INTRODUTÓRIA...3 Pedid de Ajuda...4 1. Pedid de Ajuda...4 A. Página de Rst d Pedid...4 B. Pedid de Ajuda Página dis...6 C. Mapa de Medidas

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS Ref.: nº 21/2013 Resluçã nº 13 d Senad Federal Unificaçã das alíqutas interestaduais de ICMS em 4% para prduts imprtads. (Atualizaçã) 1. Intrduçã Visand acabar cm a chamada guerra ds prts (disputa entre

Leia mais

Gestão de projetos de TI

Gestão de projetos de TI Seçã de Mdelagem de Prcesss Gestã de prjets de TI MPP - Manual de Plíticas e Prcediments Atualizad em AGOSTO/2016 Sumári 1. DO GESTOR DO PROCESSO... 3 2. DO AMPARO LEGAL... 3 3. DA POLÍTICA INSTITUCIONAL...

Leia mais

* Rua 15 de Março, 50 Bongi - CEP XXXXX-XXX - Recife - PE - BRASIL Tel.: (081) Fax: (081)

* Rua 15 de Março, 50 Bongi - CEP XXXXX-XXX - Recife - PE - BRASIL Tel.: (081) Fax: (081) SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versã 1.0 XXX.YY 19 a 24 Outubr de 2003 Uberlândia - Minas Gerais GRUPO IX GRUPO DE ESTUDO DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS GOP

Leia mais

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo Descriçã d serviç Cpilt Optimize CAA-1000 Visã geral d serviç Esta Descriçã d serviç ( Descriçã d serviç ) é firmada pr vcê, cliente, ( vcê u Cliente ) e a entidade da Dell identificada na fatura de cmpra

Leia mais

Para que serve o Capital Social? o Permite a realização de investimentos em tecnologia e outros recursos para o funcionamento da cooperativa.

Para que serve o Capital Social? o Permite a realização de investimentos em tecnologia e outros recursos para o funcionamento da cooperativa. Glssári At Cperativ Denminam-se ats cperativs aqueles praticads entre a cperativa e seus assciads, entre estes e aquelas e pelas cperativas entre si quand assciads, para cnsecuçã ds bjetivs sciais, ns

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I RESUMO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Resum d trabalh

Leia mais

Contribuição Sindical Patronal

Contribuição Sindical Patronal Cntribuiçã Sindical Patrnal Cntribuiçã Sindical Patrnal Resultad 2015 CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 2015 29 Sindicats utilizam SIGA 65% aumentaram a arrecadaçã em 2015 O ttal arrecadad pels sindicats aumentu em

Leia mais

1. Propósito. Permite definir o custo das operações realizadas por segundo pelo trabalhador, durante todo o dia de trabalho.

1. Propósito. Permite definir o custo das operações realizadas por segundo pelo trabalhador, durante todo o dia de trabalho. Mã de Obra 1 Cnteúd 1. Prpósit 3 2. Criaçã de um Pst de Mã de Obra 4 3. Assciand uma Mã de Obra a um Mdel 6 4. Psts de Mã de Obra Detalhada 10 4.1 Mã de Obra Detalhada 11 2 1. Prpósit Permite definir cust

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO SIGIO Sistema Integrad de Gestã de Imprensa Oficial MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO S I G I O M A N U A L D O U S U Á R I O P á g i n a 2 Cnteúd 1 Intrduçã... 3 2 Acess restrit a sistema... 4 2.1 Tips de

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

Cartografia e Geoprocessamento Parte 1. Geoide, Datum e Sistema de Coordenadas Geográficas

Cartografia e Geoprocessamento Parte 1. Geoide, Datum e Sistema de Coordenadas Geográficas Cartgrafia e Geprcessament Parte 1 Geide, Datum e Sistema de Crdenadas Gegráficas Cartgrafia e Geprcessament qual a relaçã? Relaçã através d espaç gegráfic; Cartgrafia representa espaç gegráfic; Geprcessament

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013 Presidência da República Secretaria Geral Secretaria de Administraçã Diretria de Recurss Lgístics Crdenaçã-Geral de Licitaçã e Cntrat Crdenaçã de Licitaçã DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. Webstart PTU

MANUAL OPERACIONAL. Webstart PTU MANUAL OPERACIONAL Webstart PTU Versã 7.0 25/08/2011 ÍNDICE Índice... 2 Webstart PTU... 4 Para que serve Webstart PTU?... 4 Quais sã s arquivs suprtads pel Webstart PTU?... 4 Cm acessar Webstart PTU?...

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

Comunicado Cetip n 091/ de setembro de 2013

Comunicado Cetip n 091/ de setembro de 2013 Cmunicad Cetip n 091/2013 26 de setembr de 2013 Assunt: Aprimrament da Metdlgia da Taxa DI. O diretr-presidente da CETIP S.A. MERCADOS ORGANIZADOS infrma que, em cntinuidade às alterações infrmadas n Cmunicad

Leia mais

Compartilhamento de Infra- Estrutura TNL PCS (Reg I e III) e BrT GSM (Reg II)

Compartilhamento de Infra- Estrutura TNL PCS (Reg I e III) e BrT GSM (Reg II) Cmpartilhament de Infra- Estrutura 2012 - TNL PCS (Reg I e III) e BrT GSM (Reg II) Data Base: Julh 2012 Versã 1.0 Índice DESCRIÇÃO GERAL... 2 SEGMENTOS ALVO... 2 BENEFÍCIOS... 2 ABRANGÊNCIA... 2 SITES...

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA REQUISITOS TECNICOS O Prgrama de Api as Actres Nã Estatais publica uma slicitaçã para prestaçã

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

SUMÁRIO 1.CADASTRAMENTO PRESENCIAL NFS-E EMITIR NFS-E EMITIR NFS-E ON LINE "GERAÇÃO DA NOTA"...4

SUMÁRIO 1.CADASTRAMENTO PRESENCIAL NFS-E EMITIR NFS-E EMITIR NFS-E ON LINE GERAÇÃO DA NOTA...4 SISTEMA WEB TRIBUTOS NFSe E ISS n line SUMÁRIO 1.CADASTRAMENTO PRESENCIAL...3 2. NFS-E...3 2.1 EMITIR NFS-E...3 2.1.1 EMITIR NFS-E ON LINE...3 2.2 "GERAÇÃO DA NOTA"...4 2.3 EMITIR NFS-E ON LINE EM LOTES...6

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE ECONOMIA

PLANIFICAÇÃO DE ECONOMIA Módul 5 O ESTADO E A ATIVIDADE ECONÓMICA 1- Estad nçã e Apresentar a nçã de Estad Expsiçã ral Avaliaçã d prcess de 32 funções Trabalhs de grup trabalh: grelhas de Nçã Caraterizar as funções d Leitura e

Leia mais

Utilização de aço ou alumínio seguindo a seguinte hierarquia: existente em estoque, reutilizado e reciclado;

Utilização de aço ou alumínio seguindo a seguinte hierarquia: existente em estoque, reutilizado e reciclado; DOCUMENTO PÚBLICO Requeriments de Sustentabilidade para Tendas: Requeriments Mandatóris: Utilizaçã de aç u alumíni seguind a seguinte hierarquia: existente em estque, reutilizad e reciclad; Maximizaçã

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

Qualidade de Software 5ºSemestre

Qualidade de Software 5ºSemestre Qualidade de Sftware 5ºSemestre Aula 14 Prf. Gladimir Cerni Catarin gladimir@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Metdlgias Ágeis Metdlgias Servem para

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

Sistema de Informações e Gestão Acadêmica

Sistema de Informações e Gestão Acadêmica Página 1-30 Intrduçã... 4 1. Planejament... 4 2. Oferta... 5 2.1. Imprtaçã de Cmpnente... 5 2.2. Inserçã de Cmpnentes... 5 2.3. Atualizar Oferta... 8 2.4. Slicitaçã de Vagas... 15 2.5. Atualizar Slicitaçã

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

1. DO PROCESSO SELETIVO

1. DO PROCESSO SELETIVO EDITAL PTB Nº.21/2016 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA MATRÍCULA NO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) OPERADOR DE COMPUTADOR DO IFSP - CÂMPUS PIRITUBA O Câmpus Pirituba d Institut Federal de Educaçã,

Leia mais

Manutenção de Cadastro de Agentes da CCEE e Usuários do SCL. Versão 1 -> Versão 2

Manutenção de Cadastro de Agentes da CCEE e Usuários do SCL. Versão 1 -> Versão 2 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Manutençã de Cadastr de Agentes da CCEE e Usuáris d SCL Versã 1 -> Versã 2 Versã 2 METODOLOGIA DO CONTROLE DE ALTERAÇÕES Text em realce refere-se à inserçã

Leia mais

(ALUNOS GANHDORES DO CONCURSO 2015/2016) MENSAGEM DA DIREÇÃO

(ALUNOS GANHDORES DO CONCURSO 2015/2016) MENSAGEM DA DIREÇÃO (ALUNOS GANHDORES DO CONCURSO 2015/2016) MENSAGEM DA DIREÇÃO A TODOS OS PAIS E ALUNOS DO CEIM DESEJO EM QUANTO DIRETORA PEDAGÓGICA MAIS UM ANO DE MUITA APRENDIZAGEM, CUMPLICIDADE, PARCERIA... QUE NOS DÁ

Leia mais

Excluídas as seguintes definições:

Excluídas as seguintes definições: Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Entre PM AM.08 APLICAÇÃO DE PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE CONTRATAÇÃO E PENALIDADE POR INSUFICIÊNCIA DE LASTRO DE VENDA & PdC AM.10 MONITORAMENTO DE INFRAÇÃO

Leia mais

Descarte de Pilhas e Baterias: Nós podemos contribuir. Segundo o IBGE, o consumo mundial de pilhas, em 2010, foi de

Descarte de Pilhas e Baterias: Nós podemos contribuir. Segundo o IBGE, o consumo mundial de pilhas, em 2010, foi de Descarte de Pilhas e Baterias: Nós pdems cntribuir Segund IBGE, cnsum mundial de pilhas, em 2010, fi de aprximadamente 10 bilhões de unidades. Iss demnstra quant fazems us desse prdut e a tendência é cresciment

Leia mais

PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO DE 2016 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO

PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO DE 2016 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO PROJETO 24ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 27 e 28 DE OUTUBRO DE 2016 CURSO: SEGURANÇA DO TRABALHO Objetivs: SEGURANÇA DO TRABALHO Desenvlver cmpetências para eliminar u minimizar s riscs de acidentes

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

Liquidação Financeira. PdC Versão 3 PdC Versão 4

Liquidação Financeira. PdC Versão 3 PdC Versão 4 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Liquidaçã Financeira PdC Versã 3 PdC Versã 4 Versã 3 Versã 4 METODOLOGIA DO Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã. Text tachad refere-se à exclusã

Leia mais

REGULAMENTO SENAI NO MUNDO 2016/2017

REGULAMENTO SENAI NO MUNDO 2016/2017 REGULAMENTO SENAI NO MUNDO 2016/2017 1 P á g i n a V e r s ã 3. 0 14.11. 2 0 1 6 Sumári 1. PROPÓSITO... 3 2. DA INSCRIÇÃO... 3 3. DAS CATEGORIAS... 4 4. DA CLASSIFICAÇÃO... 5 5. DA VOTAÇÃO... 5 6. DOS

Leia mais

A proteção de nomes geográficos no processo de novos gtlds. V3 29 de agosto de 2014

A proteção de nomes geográficos no processo de novos gtlds. V3 29 de agosto de 2014 A prteçã de nmes gegráfics n prcess de nvs gtlds V3 29 de agst de 2014 Preparad pel subgrup de trabalh para a prteçã de nmes gegráfics nas próximas rdadas de nvs gtlds 1. Finalidade Durante 47 Encntr da

Leia mais

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual Lja Virtual Desenvlviment FrmigaNegócis Orçament: /2012 Cliente: Respnsável: Prjet: Lja virtual Telefne: Frmiga (MG), de de 2012 Intrduçã Segue abaix prjet para desenvlviment de nv website para lja Virtual

Leia mais

As Vantagens Competitivas Baseando-se na Redução do Tempo

As Vantagens Competitivas Baseando-se na Redução do Tempo PROCESSAMENTO DE PEDIDOS Temp é dinheir : a velcidade e a precisã das infrmações lgísticas ditam a eficiência peracinal da empresa. As atividades de prcessament de pedids pdem tmar mais de 50% d temp d

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

Gerenciamento de Riscos e Gestão do Capital

Gerenciamento de Riscos e Gestão do Capital RISKS Gerenciament de Riscs e Gestã d Capital 4º Trimestre 2013 Dcument de us intern RISKS Sumári Intrduçã... 3 1. Sbre Gerenciament de Riscs... 4 2. Patrimôni de Referência... 7 3. Ativs Pnderads pel

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

3 Formulação da Metodologia 3.1. Considerações Iniciais

3 Formulação da Metodologia 3.1. Considerações Iniciais 53 3 Frmulaçã da Metdlgia 3.1. Cnsiderações Iniciais O presente capítul tem cm finalidade prpr e descrever um mdel de referencia para gerenciament de prjets de sftware que pssa ser mensurável e repetível,

Leia mais

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA S3 - Explicaçã sbre endereç e/u númer de telefne ds EUA Nme Númer da Cnta (se huver) A preencher seu Frmulári W-8 d IRS, vcê afirma nã ser cidadã u residente ds EUA u utra cntraparte ds EUA para efeit

Leia mais

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional

Preparação para a Certificação de Gestor da Qualidade - Excelência Organizacional Preparaçã para a Certificaçã de Gestr da Qualidade - Excelência Organizacinal OBJETIVOS DO CURSO Apresentar as participantes s cnteúds d Crp de Cnheciment necessáris à certificaçã, pssibilitand que aprimrem

Leia mais

SEFISC ROTEIRO PARA O PLANEJAMENTO DOS TREINAMENTOS LOCAIS PARA ESTADOS/DF/MUNICÍPIOS

SEFISC ROTEIRO PARA O PLANEJAMENTO DOS TREINAMENTOS LOCAIS PARA ESTADOS/DF/MUNICÍPIOS SEFISC ROTEIRO PARA O PLANEJAMENTO DOS TREINAMENTOS LOCAIS PARA ESTADOS/DF/MUNICÍPIOS 1. O AMBIENTE DE TREINAMENTO DO SEFISC O AMBIENTE DE TREINAMENTO DO SEFISC (Sistema Eletrônic Únic de Fiscalizaçã e

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Restituição de ICMS ST em MG de produtos Excluídos da Lista do Convênio /03/16

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Restituição de ICMS ST em MG de produtos Excluídos da Lista do Convênio /03/16 Lista d Cnvêni 146-15 29/03/16 Sumári Títul d dcument 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas pel Cliente... 3 3. Análise da Cnsultria... 7 3.1 Layut ds registrs 88 d Sintegra... 12 4 Cnclusã... 21 5 Infrmações

Leia mais

GRC - 21 Data da publicação: maio/2015

GRC - 21 Data da publicação: maio/2015 Resum Descreve a d PAULISTA. Sumári 1. Objetiv... 2 2. Públic-alv... 2 3. Definições... 2 3.1. Risc Sciambiental... 2 3.2. Escp da (PRSA)... 2 4. Gvernança da... 2 5. Avaliaçã e gestã d risc sciambiental...

Leia mais

GT-ATER: Aceleração do Transporte de Dados com o Emprego de Redes de Circuitos Dinâmicos. RT3 - Avaliação dos resultados do protótipo

GT-ATER: Aceleração do Transporte de Dados com o Emprego de Redes de Circuitos Dinâmicos. RT3 - Avaliação dos resultados do protótipo GT-ATER: Aceleraçã d Transprte de Dads cm Empreg de Redes de Circuits Dinâmics RT3 - Avaliaçã ds resultads d prtótip Sand Luz Crrêa Kleber Vieira Cards 03/08/2013 1. Apresentaçã d prtótip desenvlvid Nesta

Leia mais

Regras para Anulações e Devoluções 2014

Regras para Anulações e Devoluções 2014 Regras para Anulações e Devluções 2014 1. Regras Glbais 1. A anulaçã de uma reserva, pde implicar, quand bilhete se encntra emitid, a devluçã d preç u de parte d preç d bilhete, de acrd as regras descritas

Leia mais

Requerimentos de Arquibancadas e Assentos: Requerimentos Mandatórios:

Requerimentos de Arquibancadas e Assentos: Requerimentos Mandatórios: Requeriments de Arquibancadas e Assents: Requeriments Mandatóris: Assinar e seguir a Declaraçã de Cnduta Sustentável desenvlvida pel Cmitê Organizadr ds Jgs Olímpics e Paralímpics Ri 2016; O frnecedr deverá

Leia mais