Como ajustar o projeto para integrá-lo com o Moodle

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como ajustar o projeto para integrá-lo com o Moodle"

Transcrição

1 Cm ajustar prjet para integrá-l cm Mdle Prjet Cm cadastrar um prjet de curs presencial u à distância O prcediment para cadastrar um prjet de curs é igual a prcediment de cadastr tradicinal de prjets, cm um detalhe. Esse prjet tem que ser identificad cm um event d tip curs. O prcediment a seguir explica cm fazer: Na guia Prjets (primeira guia da aplicaçã), lcalizar grup Event. Nesse grup existe uma lista de seleçã identificada pr Tip de Event. Inicialmente esse cmpnente vem selecinad cm a pçã Nã se aplica. Trque a pçã selecinada pr Curs à distância u Curs presencial. Send um event d tip curs, é brigatóri infrmar a carga hrária d mesm. Digite essa infrmaçã n camp Carga Hrária, lcalizad a lad da lista de seleçã. Obs.: a lad d camp Carga Hrária existe dis camps, cm as seguintes funções: Matriculads: infrma númer de aluns que estã matriculads n prjet/curs. Esse camp nã pde ser editad. Cncluintes: infrma númer de aluns que cncluíram curs, independentemente de terem sid aprvads u nã. Cnsidera smente s aluns que estã cm a situaçã Aprvad u Reprvad. Esse camp nã pde ser editad. Figura 1: Grup event da guia Prjets destacad em amarel

2 Participantes d prjet Cm cadastrar um participante que terá papel de prfessr u tutr n curs n Mdle Os participantes que farã esse papel n Mdle tem que ser cadastrads n prjet cm a funçã de prfessr u de tutr. Quand fr inserid um participante extern (sem víncul cm a UFSM), será criad um usuári e senha para ele n SIE. Esse usuári e senha serã enviads para d participante, que acessará Mdle cm essas credenciais. É brigatóri que seja infrmad d participante para este receber seu usuári de acess a Mdle. O usuári e a senha sã s mesms para acessar s prtais da UFSM. A exprtaçã de prfessres e tutres para Mdle só pde ser feita depis que fi realizada pel mens uma exprtaçã de aluns d prjet para Mdle. Aluns d curs Cm cadastrar um alun n prjet Para cadastrar um alun n prjet, prjet tem que estar definid cm um Event d tip Curs presencial u Curs a distância, assim a guia Aluns-Curs vai estar dispnível n prjet. Nessa guia, acesse btã Nv Alun, identificad pr uma flha em branc (primeir btã na barra de btões verticais dessa guia). Após, acesse btã Lcalizar Entidade EAD. Esse btã é representad pr uma lupa e está lcalizad a esquerda d camp Nme d alun. Figura 2: Guia Aluns-Curs

3 Abrirá a janela d Lcalizar Entidade EAD. Essa janela pssui dis camps: Matricula e Nme d alun. Digite uma dessas infrmações para encntrar alun desejad. Após acine btã Prcurar. A grade dessa janela será preenchida tend cm base s dads que vcê infrmu. Figura 3: Tela d lcalizar Entidades EAD Se alun desejad apareceu na grade, selecine- (uma barra azul aparecerá na linha da grade) e após acesse btã Selecinar. Após, as infrmações d alun serã transferids para camp da guia Aluns-Curs. Se alun nã apareceu na lista entã será necessári cadastrá-l na base de entidades externas. A tela de cadastr de entidades externas é acessada através d btã Nva Entidade, representad pr uma flha em branc e lcalizad entre camp Matrícula e btã Lcalizar participante (ver Figura 2). O camp é brigatóri ser infrmad. Se estiver em branc, infrme d alun. Através desse que alun irá receber seu usuári e senha para acessar Mdle. A cidade também deve ser infrmada, mas essa infrmaçã nã é brigatória. Outra infrmaçã imprtante é a turma. Cas curs tenha mais de uma turma, selecine a turma nde alun será alcad. Após estar cm cadastr d alun cmplet, acesse btã Salvar alun, lcalizad na barra de btões verticais dessa guia. O btã é identificad pr um disquete. Para adicinar nvs aluns, repetir prcediment descrit acima. Cm clcar um alun em situaçã de abandn de curs Os aluns que abandnaram curs antes d seu términ deve ter sua situaçã alterada para Abandn. Na guia Aluns-Curs existe um btã que faz essa alteraçã, é btã Abandnar Curs (representad pr um triangul de advertência cm a letra A) e é últim btã da barra de btões verticais dessa guia.

4 Para btã Abandnar Curs ficar habilitad é necessári selecinar um alun cuja situaçã seja Cursand. Cm alun selecinad, é só acinar btã que a situaçã d alun e trcada para Abandn e alun é remvid da disciplina/turma n Mdle. Também é pssível tirar alun da situaçã Abandn e deixar ele nvamente cm a situaçã Cursand. Para fazer iss, selecinar alun que está cm a situaçã Abandn e acinar btã Abandnar Curs. Esse prcediment irá deixar alun nvamente cm a situaçã Cursand n Prjet e ele será nvamente inserid na disciplina/turma n Mdle. Exprtações e interações cm Mdle Tds s prcesss d prjet relacinads a Mdle sã acessads através d btã Curs (últim btã da barra hrizntal de btões da aplicaçã ver figura 1). Nesse btã existe uma seta apntand para baix que, a ser acinada exibe um menu cm cinc pções: Exprtar aluns para Mdle Exprtar prfessres e tutres para Mdle Lançament de ntas e situaçã final ds aluns Exprtaçã da situaçã final d alun para Mdle Emissã de certificads de cnclusã de curs Exprtaçã de aluns para Mdle A exprtaçã ds aluns para Mdle crre através da primeira pçã d menu d btã Curs, ist é, através d acess a pçã Exprtar aluns para Mdle. Após, uma nva janela (Figura 4) é exibida, nde se deve esclher para qual disciplina s aluns serã exprtads. Figura 4: Janela para exprtaçã ds aluns para Mdle Antes de realizar a primeira exprtaçã de aluns, curs nã existe n Mdle e também nã existe nenhuma turma. Dessa frma, para a primeira exprtaçã esclher a pçã Exprtar s aluns para uma nva disciplina. O nme da disciplina nde s aluns serã alcads deve ser infrmad n camp Infrme um nme para a nva disciplina. Após, acinar btã Exprtar, para disparar a exprtaçã. Obs.: se curs terá smente uma disciplina, fica cm sugestã clcar mesm nme d prjet para a disciplina u uma simplificaçã d mesm.

5 Se já fi realizada alguma exprtaçã de alun nesse prjet, a acinar a funcinalidade de exprtaçã nvamente, as disciplinas existentes estarã dispníveis na lista de seleçã da pçã Exprtar s aluns para disciplina existente. Assim, é pssível exprtar nvs aluns para a mesma disciplina u criar uma nva disciplina para alcar esses nvs aluns (pçã Exprtar s aluns para uma nva disciplina). O que acntece quand da primeira exprtaçã de um alun para curs: Ele receberá um cm usuári e senha de acess a Mdle. A sua situaçã n prjet é alterada de Matriculad para Cursand. Depis que um alun está na situaçã Cursand, seus dads nã pderã mais ser alterads n prjet, mas pderã ser alterads n Mdle. Exprtaçã de prfessres e tutres para Mdle A exprtaçã ds prfessres e tutres para Mdle crre através da segunda pçã d menu d btã Curs, ist é, acessand a pçã Exprtar prfessres e tutres para Mdle. Uma nva janela (Figura 5) é exibida, nde é pssível esclher para qual disciplina e turma s prfessres e tutres serã exprtads. Figura 5: Tela para alcaçã de prfessres e tutres nas turmas e disciplinas Na tela da aplicaçã existem duas listas de seleções: Disciplina e Turma. A lista de seleçã Disciplina é preenchida cm tdas as disciplinas criadas para curs n Mdle. A lista de seleçã Turma, sempre vai exibir tdas as turmas previstas n sistema de prjets, independente de haver aluns alcads u nã. A lad deles existe btã Selecinar. A acinar esse btã é feita uma cnsulta a Mdle para verificar s prfessres e tutres

6 alcads na disciplina e turma selecinada. Dessa frma, se já existe algum prfessr/tutr alcad na disciplina e turma selecinada aparecerá na lista Prfessres/Tutres alcads na disciplina/turma nme dessas pessas. Se nenhuma exprtaçã de prfessres/tutres fi realizada, essa listagem aparecerá em branc. Os participantes d prjet cm funçã de prfessr u tutr que nã estã alcads na disciplina e turma selecinada aparecem na grade lcalizada a esquerda da tela. Para alcar prfessres e/u tutres na turma/disciplina selecinada, selecine um participante na grade lcalizada n lad esquerd da janela e acine btã cm uma seta apntand para a direita (>), lcalizad entre essa grade e a lista Prfessres/Tutres alcads na disciplina/turma. O nme da pessa desaparecerá da grade e aparecerá na lista das pessas alcadas na disciplina/turma. Após alcar tds s prfessres e tutres para a disciplina e turma selecinada, acine btã Salvar para que as alcações sejam feitas n curs n Mdle. Para desalcar um prfessr u tutr da turma/disciplina, selecine- na lista Prfessres/Tutres alcads na disciplina/turma e após acine btã cm uma seta apntand para a esquerda (<). O nme da pessa desaparecerá da lista e aparecerá na grade lcalizada n lad esquerda da janela. Após desalcar s prfessres e tutres da disciplina/turma selecinada, acine btã Salvar para que as alterações sejam realizadas n Mdle. Lançament de ntas e situaçã final ds aluns Para abrir a tela nde sã infrmadas as ntas e a situaçã final de cada alun deve-se acessar a terceira pçã d menu d btã Curs, ist é, a pçã Lançament de ntas e situaçã final ds aluns. Nessa tela, apresentada na figura 6, existe uma lista de seleçã cm tdas as turmas previstas n sistema. O lançament das ntas e da situaçã final ds aluns sempre é feita pr turma. Figura 6: Janela de lançament de ntas e situaçã ds aluns

7 A primeira cisa a ser feita é esclher a turma na lista de seleçã existente na parte superir da janela. Após acinar btã Selecinar, lcalizad a lad dessa lista de seleçã. O acinament d btã irá preencher a grade cm tds s aluns pertencentes à turma selecinada. Na grade existem quatr clunas: Matrícula, Nme, Nta e Situaçã. As ntas ds aluns devem ser digitadas diretamente na cluna Nta, nas células a lad d nme de cada alun. A situaçã final d alun n curs também é infrmada diretamente nessa grade. Acessand a cluna Situaçã cm muse, é exibida uma lista de seleçã nde é pssível esclher entre as situações Aprvad u Reprvad. Após infrmar a nta e a situaçã ds aluns, acessar btã Salvar para gravar as infrmações digitadas. A nta nã é uma infrmaçã brigatória para cada alun, mas a situaçã sim. Entre a lista de seleçã da turma e a grade ds aluns existe uma caixa de seleçã que permite definir uma situaçã para tds s aluns da turma selecinada. A seguir está detalhad cm usar essa funçã: Marcar a caixa de seleçã identificada pr Classificar tds s aluns da turma cm. Cm iss a lista de seleçã lcalizada a lad vai ficar habilitada. Selecinar na lista de seleçã a situaçã desejada. Existem duas pções: Aprvad u Reprvad. Após, btã Classificar vai ficar habilitad. Acinar esse btã. Após, vai aparecer uma nva janela cm a seguinte mensagem: Figura 7: Janela de cnfirmaçã Acine btã Sim para cnfirmar a peraçã. Agra, na grade, tds s aluns da turma estã cm a situaçã indicada, mas essa infrmaçã ainda pde ser alterada, cas a situaçã de algum alun seja diferente da situaçã esclhida. Depis que btã Sim é acinad é exibida utra mensagem fazend esse alerta. Figura 8: Janela de alerta

8 Cas necessári, faça as alterações nas situações ds aluns e após cncluíd acine btã Salvar. A acinar esse btã é exibida uma mensagem de cnfirmaçã da peraçã. Figura 9: Janela de cnfirmaçã Acine btã Sim para cnfirmar a gravaçã da situaçã e nta ds aluns n sistema SIE. Uma última mensagem é exibida, perguntand se vcê deseja cntinuar lançand as ntas e situações para utras turmas. Figura 10: Janela de questinament Se vcê já terminu lançament dessas infrmações, acine btã Nã. A janela Lançament de ntas e situaçã ds aluns será fechada e fc vltará para a guia Aluns-Curs da aplicaçã de Prjets. Se ainda nã terminu, acine btã Sim que a mensagem desaparecerá e s cmpnentes da janela Lançament de ntas e situaçã ds aluns vltarã para seu estad inicial para vcê infrmar a nta e situaçã para s aluns de utra turma. Exprtaçã da situaçã final d alun para Mdle Essa funcinalidade irá gerar páginas HTML cm infrmações sbre a situaçã final ds aluns. É pssível exprtar s dads de turma pr turma u de tdas as turmas de uma única vez. Os arquivs HTML ficarã armazenads n Mdle, dentr d curs crrespndente.

9 Essa funcinalidade está dispnível através da quarta pçã d menu d btã Curs, identificada pr Exprtaçã da situaçã final d alun para Mdle. A acessar essa pçã uma nva janela é exibida e está representada a seguir através da Figura 11. Figura 11: Janela da funcinalidade de Exprtaçã da situaçã ds aluns para Mdle Na tela da aplicaçã existem duas listas de seleçã: Tip de geraçã e Turma. A lista Tip de geraçã está sempre habilitada, a lista Turma vai estar habilitada de acrd cm a pçã selecinada na primeira lista. Na lista Tip de geraçã existem duas pções Tdas as turmas u Smente a turma selecinada. Para exprtar tdas as turmas de uma única vez, utilize a pçã Tdas as turmas. Nessa pçã tdas as turmas que pssuem aluns serã exprtadas em uma única página HTML para Mdle. Para exprtar a situaçã final ds aluns separads pr turma, utilize a pçã Smente a turma selecinada. Quand essa pçã está selecinada, a lista de seleçã Turma vai estar habilitada. Selecine nessa lista a turma que desejar exprtar. Nessa pçã é gerad um arquiv HTML smente cm s aluns da turma indicada. Para realizar a exprtaçã de acrd cm as pções selecinadas, acine btã Exprtar, lcalizad na barra de btões hrizntal dessa janela. A términ da exprtaçã, a situaçã e nta final ds aluns estarã dispníveis para cnsulta n Mdle. Emissã de certificads de cnclusã de curs Para abrir a janela de emissã de certificads, acessar quint item d menu existente n btã Curs, ist é, a pçã Emissã de certificads de cnclusã de curs. Na Figura 12 está representada a tela dessa funcinalidade.

10 Figura 12: Janela da Emissã de certificads de cnclusã de curs A emissã ds certificads sempre é feita pr turma. Existe um mdel de certificad definid, mas é pssível que existam diverss mdels cm texts e frmatações distintas. Se fr necessári é pssível adicinar nvs mdels de certificads, de acrd cm a necessidade. Os mdels dispníveis estã na lista de seleçã identificada pr Mdel de Certificad. Para emitir s certificads ds aluns de um turma, selecine mdel de certificad desejad e a turma, na lista de seleçã de mesm nme. Após acine btã Imprimir, lcalizad na barra de btões hrizntal dessa janela. Os certificads serã emitids através d prgrama padrã para abrir aquivs RTF d cmputadr. O prgrama mais cmum é Micrsft Wrd, mas pde ser utr. Depis de gerads s certificads, td cntrle de cnfiguraçã e de impressã passa para esse prgrama.

Processo TCar Balanço Móbile

Processo TCar Balanço Móbile Prcess TCar Balanç Móbile Tecinc Infrmática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centr Cascavel PR 1 Sumári Intrduçã... 3 Funcinalidade... 3 1 Exprtaçã Arquiv Cletr de Dads (Sistema TCar)... 4 1.1 Funcinalidade...

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO SIGIO Sistema Integrad de Gestã de Imprensa Oficial MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO S I G I O M A N U A L D O U S U Á R I O P á g i n a 2 Cnteúd 1 Intrduçã... 3 2 Acess restrit a sistema... 4 2.1 Tips de

Leia mais

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01.

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01. Agenda Intrduçã Diariamente cada um ds trabalhadres de uma empresa executam diversas atividades, muitas vezes estas atividades tem praz para serem executadas e devem ser planejadas juntamente cm utras

Leia mais

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho Prjet Saúde e Segurança d Trabalh DATA: tt/3/yy Pág 1 de 8 ÍNDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.2 DO SST... 2 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.2... 2 SEGURANÇA... 2 SAÚDE... 2 SAÚDE/AUDIOMETRIA...

Leia mais

Manual. Autorizador da UNIMED

Manual. Autorizador da UNIMED Manual Prtal Autrizadr da UNIMED Pass a Pass para um jeit simples de trabalhar cm Nv Prtal Unimed 1. Períd de Atualizaçã Prezads Cperads e Rede Credenciada, A Unimed Sul Capixaba irá atualizar seu sistema

Leia mais

MANUAL DOS GESTORES DAA

MANUAL DOS GESTORES DAA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI MANUAL DOS GESTORES DAA MÓDULOS: M atrícula e P rgramas e C DP [Digite resum d dcument aqui. Em geral, um resum é um apanhad

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

1 Criando uma conta no EndNote

1 Criando uma conta no EndNote O EndNte Basic (anterirmente cnhecid pr EndNte Web), é um sftware gerenciadr de referências desenvlvid pela Editra Thmsn Reuters. Permite rganizar referências bibligráficas para citaçã em artigs, mngrafias,

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente Sistema de Cmercializaçã de Radifármacs - Manual d Cliente O IEN está dispnibilizand para s seus clientes um nv sistema para a slicitaçã ds radifármacs. Este nv sistema permitirá a cliente nã só fazer

Leia mais

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK Use as instruções de acrd cm a versã d seu Outlk (2010, 2007 u 2003) Para saber a versã de seu Outlk, clique n menu Ajuda > Sbre Micrsft Office

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP Dissídi Retrativ Cálculs INSS, FGTS e geraçã da SEFIP A rtina de Cálcul de Dissídi Retrativ fi reestruturada para atender a legislaçã da Previdência Scial. A rtina de Aument Salarial (GPER200) deve ser

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

Gestão de Mão-de-Obra

Gestão de Mão-de-Obra Gestã de Mã-de-Obra Prdut : Micrsiga Prtheus Manutençã de Ativs Versã 10 Chamad : SCUNZM Data da criaçã : 18/08/10 Data da revisã : 08/09/10 País(es) : Brasil Banc de Dads : Tds FNC : 000000191782010 Aplicabilidade

Leia mais

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA S3 - Explicaçã sbre endereç e/u númer de telefne ds EUA Nme Númer da Cnta (se huver) A preencher seu Frmulári W-8 d IRS, vcê afirma nã ser cidadã u residente ds EUA u utra cntraparte ds EUA para efeit

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

Infisc. Programa Validador de Lotes de DMS-e Manual de uso do Programa Validador de Arquivo XML para DMS- e

Infisc. Programa Validador de Lotes de DMS-e Manual de uso do Programa Validador de Arquivo XML para DMS- e Prgrama Validadr de Ltes de DMS-e Manual de us d Prgrama Validadr de Arquiv XML para DMS- e Este manual destina- se a rientar s cntribuintes em cm validar arquivs XML para a remessa de ltes de DMSe. Farrupilha

Leia mais

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho Dcumentaçã de Versã Prjet Saúde e Segurança d Trabalh DATA: tt/3/yy Pág 1 de 6 ÍNDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.1 DO SST... 2 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.1... 2 PRESTADOR... 2 CLIENTE...

Leia mais

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo.

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo. Preenchimento da SEFIP para gerar a GFIP e imprimir as guias do INSS e FGTS Você, Microempreendedor Individual que possui empregado, precisa preencher a SEFIP, gerar a GFIP e pagar a guia do FGTS até o

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOS DOS CONVÊNIOS...

Leia mais

Processo de envio de e-mail de marketing

Processo de envio de e-mail de marketing Prcess de envi de e-mail de marketing Intrduçã Visand um melhr gerenciament ns prcesss de marketing das empresas, fi desenvlvid uma nva funcinalidade para sistema TCar, que tem pr finalidade realizar envis

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

Diretor Conselheiro Técnico Consultores de serviços. Responsável pela Qualidade Gerente de Vendas Garantista

Diretor Conselheiro Técnico Consultores de serviços. Responsável pela Qualidade Gerente de Vendas Garantista Sã Paul, 06 de Julh de 2009. Nº. 341 Divulgar esta infrmaçã para: Diretr Cnselheir Técnic Cnsultres de serviçs Gerente de Serviçs Gerente de Peças Chefe de Oficina Respnsável pela Qualidade Gerente de

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO PARECERISTA GECi Gerenciador de Eventos Científicos

GUIA DO USUÁRIO PARECERISTA GECi Gerenciador de Eventos Científicos IBILCE UNESP 2014 GUIA DO USUÁRIO PARECERISTA GECi Gerenciador de Eventos Científicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Alteração Feita Responsável Data Atualização do

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

Secretaria da Fazenda

Secretaria da Fazenda Secretaria da Fazenda Crdenaçã da Administraçã Financeira Centr de Api a Usuári SIAFEM.NET Versã Set/2013 Cadastr de Credres Manual de Utilizaçã Página 1 de 27 Manual de utilizaçã d sistema SIAFEM.NET

Leia mais

CARTILHA DE APOIO AO USUÁRIO SIGA

CARTILHA DE APOIO AO USUÁRIO SIGA CARTILHA DE APOIO AO USUÁRIO SIGA 2010 Visual Sistemas Eletrônics. Tds s direits reservads. www.visual.cm.br SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 4 SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE ATENDIMENTO - SIGA... 4 MÓDULO OPERACIONAL

Leia mais

1. Instruções para preenchido pelos Participantes

1. Instruções para preenchido pelos Participantes 1. Instruções para preenchid pels Participantes O Participante Cetip que deseja ser certificad a realizar a guarda física de ativs cartulares, deve preencher questinári a seguir e enviá-l à Cetip: CETIP

Leia mais

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido

1 Visão Geral. 2 Instalação e Primeira Utilização. Manual de Instalação do Gold Pedido Manual de Instalação do Gold Pedido 1 Visão Geral Programa completo para enviar pedidos e ficha cadastral de clientes pela internet sem usar fax e interurbano. Reduz a conta telefônica e tempo. Importa

Leia mais

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos

Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos SISTEMA DE GESTÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS (SiGPC) CONTAS ONLINE Registro de Retenções Tributárias e Pagamentos Atualização: 20/12/2012 A necessidade de registrar despesas em que há retenção tributária é

Leia mais

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico

Gerenciador de Ambiente Laboratorial - GAL Manual do Usuário Módulo Controle de Qualidade Analítico Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Informática do SUS DATASUS Gerenciador de Ambiente Laboratorial GAL Manual do Usuário Módulo Laboratório Manual de Operação_Módulo Laboratório_Controle

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos

GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Grupo de Banco de IBILCE UNESP GUIA DO USUÁRIO AUTOR GECi Gerenciador de eventos científicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Controle do Documento Grupo de Banco de Título Nome do Arquivo

Leia mais

SUMÁRIO 1 Documentação de Código Fonte... 03 1.1 Ativação... 03 1.2 Integração dos Dados... 05 2. Integraç ão com e-commerce Ciashop...

SUMÁRIO 1 Documentação de Código Fonte... 03 1.1 Ativação... 03 1.2 Integração dos Dados... 05 2. Integraç ão com e-commerce Ciashop... 1 SUMÁRIO 1 Dcumentaçã de Códig Fnte... 03 1.1 Ativaçã... 03 1.2 Integraçã ds Dads... 05 2. Integraçã cm e-cmmerce Ciashp... 47 Cmpartilhar Estque 3. Publicar Prduts... 56 4. Alterar Prduts... 56 5. Excluir

Leia mais

Tutorial de criação de um blog no Blogger

Tutorial de criação de um blog no Blogger Tutrial de criaçã de um blg n Blgger Bem-vind a Blgger! Este guia pde ajudar vcê a se familiarizar cm s recurss principais d Blgger e cmeçar a escrever seu própri blg. Para cmeçar a usar Blgger acesse

Leia mais

Event Viewer - Criando um Custom View

Event Viewer - Criando um Custom View Event Viewer - Criand um Custm View Qui, 06 de Nvembr de 2008 18:21 Escrit pr Daniel Dnda Cnhecend Event Viewer Muit imprtante na manutençã e mnitrament de servidres Event Viewer é uma ferramenta que gera

Leia mais

Boletim Técnico. esocial 1ª Liberação

Boletim Técnico. esocial 1ª Liberação Bletim Técnic escial 1ª Liberaçã O escial cnsiste na escrituraçã digital da flha de pagament e das brigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a td e qualquer víncul trabalhista cntratad

Leia mais

Como devo fazer para me inscrever nos ambientes virtuais?

Como devo fazer para me inscrever nos ambientes virtuais? Obs.: Para acessar os links deste guia basta clicar sobre o link. Obs².: Clicando sobre o link das perguntas aqui embaixo você será direcionado diretamente para a resposta que você procura. 1) Como devo

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos

Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8. CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Produtos Manual do Usuário (Firma Inspetora) Versão 1.8 CMCP - Controle da Marcação Compulsória de Manual do Usuário - Firma Inspetora SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.04 S4 Página 1 de 14 INDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.04 DO SST...3 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.04...3 PRESTADOR...3 Relatóri de Metas...3 CLIENTE...4 Tela

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

PDF Livre com o Ghostscript

PDF Livre com o Ghostscript PDF Livre cm Ghstscript Um tutrial para criaçã de um geradr de arquivs PDF em Windws, basead em ferramentas gratuitas. Márci d'ávila, 05 de mai de 2004. Revisã 8, 20 de setembr de 2007. Categria: Text

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Cnfiguraçã Pnt de Venda (PDV) Versã: 1.1 Índice 1 EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.1 INSTALANDO O TERMINAL EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.2 CAPTURANDO O NÚMERO DE SÉRIE E O GT DO

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da. Secretaria Municipal de Saúde do. Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação Conteúdo Sumário...

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

Microsoft Live Meeting 2007 Como Gravar uma Reunião

Microsoft Live Meeting 2007 Como Gravar uma Reunião M A N U A L D O A D M I N I S T R A D O R Micrsft Live Meeting 2007 Cm Gravar uma Reuniã O Micrsft Office Live Meeting ferece um recurs de gravaçã que lhe permite capturar td pressinament de teclas, slides

Leia mais

Controle de Atendimento de Cobrança

Controle de Atendimento de Cobrança Cntrle de Atendiment de Cbrança Intrduçã Visand criar um gerenciament n prcess d cntrle de atendiment de cbrança d sistema TCar, fi aprimrad pela Tecinc Infrmática prcess de atendiment, incluind s títuls

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras FKcrreisg2_cp1 - Cmplement Transprtadras Instalaçã d módul Faça dwnlad d arquiv FKcrreisg2_cp1.zip, salvand- em uma pasta em seu cmputadr. Entre na área administrativa de sua lja: Entre n menu Móduls/Móduls.

Leia mais

Sistema Hospitalar - Módulo Diagnóstico

Sistema Hospitalar - Módulo Diagnóstico Sistema Hspitalar - Módul Diagnóstic Manual d usuári Versã 2.3 [Este template faz parte integrante d Prcess de Desenvlviment de Sistemas da DTI (PDS-DTI) e deve ser usad em cnjunt cm as recmendações d

Leia mais

Substituição de descodificadores antigos

Substituição de descodificadores antigos Substituiçã de descdificadres antigs De md a assegurar a dispnibilizaçã cntínua da tecnlgia mais recente as seus subscritres a MultiChice África irá realizar um prcess de actualizaçã ds descdificadres

Leia mais

Agendando um Horário

Agendando um Horário Agendando um Horário Ao acessar a Agenda, escolha primeiramente o médico. Por padrão abrirá a agenda do Médico vinculado ao cadastro do usuário com os horários do dia. Para agendar um horário clique duas

Leia mais

GUIA DE USO DO TECLADO VIRTUAL

GUIA DE USO DO TECLADO VIRTUAL GUIA DE USO DO TECLADO VIRTUAL A Indra, através das Cátedras de Tecnlgias Acessíveis que prmve em clabraçã cm a Fundaçã Adecc e diversas universidades espanhlas, apiu desenvlviment em cnjunt cm a Universidade

Leia mais

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Colaboradores. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Clabradres Tutrial Atualizad cm a versã 3.9 Cpyright 2009 pr JExperts Tecnlgia Ltda. tds direits reservads. É pribida a reprduçã deste manual sem autrizaçã prévia e pr escrit da JExperts Tecnlgia

Leia mais

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira.

Os passos a seguir servirão de guia para utilização da funcionalidade Acordo Financeiro do TOTVS Gestão Financeira. Acordo Financeiro Produto : RM - Totvs Gestão Financeira 12.1.1 Processo : Acordo Financeiro Subprocesso : Template de Acordo Controle de Alçada Negociação Online Data da publicação : 29 / 10 / 2012 Os

Leia mais

Tarefa Excel Nº 8. Objectivos: Trabalhar com listas de dados: Criação de listas Ordenação de listas Filtros Tabelas e gráficos dinâmicos

Tarefa Excel Nº 8. Objectivos: Trabalhar com listas de dados: Criação de listas Ordenação de listas Filtros Tabelas e gráficos dinâmicos Escla Secundária Infanta D. Maria Objectivs: Trabalhar cm listas de dads: Criaçã de listas Ordenaçã de listas Filtrs Tabelas e gráfics dinâmics Tarefa Excel Nº 8 Flha de cálcul Uma lista de dads é um cnjunt

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7)

MS-PAINT. PAINT 1 (Windows7) PAINT 1 (Windws7) O Paint é uma funcinalidade n Windws 7 que pde ser utilizada para criar desenhs numa área de desenh em branc u em imagens existentes. Muitas das ferramentas utilizadas n Paint estã lcalizadas

Leia mais

Manual do usuário CREDENCIAMENTO PARA EAD

Manual do usuário CREDENCIAMENTO PARA EAD Manual do usuário CREDENCIAMENTO PARA EAD Primeiros passos: Acessando o E-MEC Para acessar o sistema e-mec, o membro deverá se identificar Visão do Usuário ao Acessar o Sistema Dados da Instituição Clique

Leia mais

Guia operação site www.atu.com.br

Guia operação site www.atu.com.br Guia operação site www.atu.com.br OBS: as telas no site bem como no sistema de gestão poderão sofrer alguma alteração, com base nos exemplos ilustrativos deste manual. 1. Objetivo Este guia tem como objetivo

Leia mais

RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA AQUISIÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS PARA CRIAÇÃO DE RÉPLICAS FETAIS ATRAVÉS DE IMPRESSÃO 3D

RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA AQUISIÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS PARA CRIAÇÃO DE RÉPLICAS FETAIS ATRAVÉS DE IMPRESSÃO 3D RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA AQUISIÇÃO DE IMAGENS RADIOLÓGICAS PARA CRIAÇÃO DE RÉPLICAS FETAIS ATRAVÉS DE IMPRESSÃO 3D ULTRASSONOGRAFIA OBSTÉTRICA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA FETAL ANEXO 1 TUTORIAL PARA EXPORTAÇÃO

Leia mais

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada.

O sistema gestor já contem uma estrutura completa de categorias que são transferidas automaticamente para cada empresa nova cadastrada. Página2 Cadastro de Categorias O cadastro de categoria é utilizado dentro do gestor para o controle financeiro da empresa, por ela é possível saber a origem e a aplicação dos recursos, como por exemplo,

Leia mais

www.datapar.com.br Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários do setor de Patrimônios nos cadastros e movimentação.

www.datapar.com.br Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários do setor de Patrimônios nos cadastros e movimentação. Página 1 de 8 Descriçã Este manual tem cm principal finalidade, ajudar s usuáris d setr de Patrimônis ns cadastrs e mvimentaçã. Relaçã ds Tópics a serem vists neste manual - Cadastr Departaments Itens

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativ Centr de Saúde 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.. Tds s direits reservads. A ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.

Leia mais

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços:

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços: Term de Referência para cntrataçã de Auditres Externs A Rede Nrte-Sul http://www.nrd-sued-netz.de é um departament da DGB Bildungswerk BUND, instituiçã educacinal pertencente à Cnfederaçã ds Sindicats

Leia mais

Sistemas de Alarme. Anunciador de Alarmes Digital e.tool ME3011 view Manual de Software PRODUTOS SERIADOS

Sistemas de Alarme. Anunciador de Alarmes Digital e.tool ME3011 view Manual de Software PRODUTOS SERIADOS Sistemas de Alarme PRODUTOS SERIADOS Anunciadr de Alarmes Digital e.tl ME3011 view Manual de Sftware Manual e.tl ME3011 view 5.06.3_P r08 5.02.1 1/53 1 Infrmações Intrduçã 5 Cnsiderações 6 2 Instaland

Leia mais

Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa

Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa 1 Orientações para Inscrição do Grupo e Projeto de Pesquisa O primeiro passo é criar um login de acesso que será com um e-mail e uma senha única para o grupo. Ao entrar no ambiente de Inscrição e selecionar

Leia mais

Manual Para Peticionamento Online

Manual Para Peticionamento Online Manual Para Peticionamento Online 1. Após abrir a página do PROJUDI, digite seu usuário e senha 1.1. Para advogados o usuário é o cpf.adv (ex: 12345678900.adv). 1.2. Após digitar os dados (login e senha),

Leia mais

2º Passo Criar a conexão via ODBC (Object DataBase Conection)

2º Passo Criar a conexão via ODBC (Object DataBase Conection) Prjet de Sexta-feira: Prfessra Lucélia 1º Pass Criar banc de dads u selecinar banc de dads. Ntas: Camps nas tabelas nã pdem cnter caracteres acentuads, especiais e exclusivs de línguas latinas. Nã há necessidade

Leia mais

Processador de Texto Funcionalidades Avançadas

Processador de Texto Funcionalidades Avançadas Prcessadr de Text Funcinalidades Avançadas ÍNDICE INTRODUÇÃO...4 MODELOS...4 Criar Mdels...5 MODELO NORMAL...6 Alterar mdel Nrmal.dtm...7 IMPRESSÃO EM SÉRIE MAILINGS...7 Cartas e mensagens de crrei electrónic...8

Leia mais

Após o administrador de um site moodle ter criado uma disciplina e designado o seu professor, é gerada uma página relativa a essa disciplina.

Após o administrador de um site moodle ter criado uma disciplina e designado o seu professor, é gerada uma página relativa a essa disciplina. 1 Intrduçã Após administradr de um site mdle ter criad uma disciplina e designad seu prfessr, é gerada uma página relativa a essa disciplina. Neste livr pderá ter uma primeira abrdagem á página inicial

Leia mais

SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO CADASTRO AMBIENTAL RURAL DE MATO GROSSO DO SUL

SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO CADASTRO AMBIENTAL RURAL DE MATO GROSSO DO SUL SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO CADASTRO AMBIENTAL RURAL DE MATO GROSSO DO SUL 2. Links Uteis Site do IMASUL http://www.imasul.ms.gov.br/ Acessar

Leia mais

Manual Webmail GUIA GERAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGIA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DIRGTI 2015

Manual Webmail GUIA GERAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGIA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DIRGTI 2015 2015 Manual Webmail GUIA GERAL UNIVERSIDADE TECNOLÓGIA FEDERAL DO PARANÁ DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DIRGTI 2015 2 Sumário 1 Acessando o Correio Eletrônico... 4 1.1 Cota de e-mail...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA GUARITA

MANUAL DO SISTEMA GUARITA MANUAL DO SISTEMA GUARITA Elaborado por: João Paulo Bazzo Divisão de Manutenção e Suporte ao Usuário UTFPR Campus Pato Branco MANUAL DO SISTEMA GUARITA 1 - INTRODUÇÃO O sistema GUARITA é utilizado para

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho 2014 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 10/07/2014 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA E INFORMÁTICA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA DE PROJETOS I RESUMO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Resum d trabalh

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR

APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR APOSTILA PORTAL VERSÃO: EMISSOR Sumário Sumário... 2 ACESSAR O PORTAL... 4 TELA INICIAL... 4 1º Recurso: BEM VINDO... 5 Altere sua senha... 5 Sair do Sistema... 5 2º Recurso: COMUNICAÇÃO... 5 3º Recurso:

Leia mais

DRE DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EMITIR UMA D.R.E NO SISTEMA DOMÍNIO CONTÁBIL

DRE DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EMITIR UMA D.R.E NO SISTEMA DOMÍNIO CONTÁBIL DRE DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO O D.R.E é uma demonstração contábil que visa apresentar de forma resumida o resultado apurado em relação as operações da empresa em um determinado período. O

Leia mais

TCI Sistemas Integrados

TCI Sistemas Integrados TCI Sistemas Integrados Manual Gera arquivo Prefeitura 1 Índice 1 - Cadastros obrigatórios para Gerar Arquivo para Prefeitura...3 2 Gerar Arquivo...8 3 Retorno Arquivo Prefeitura...19 2 1 Cadastros obrigatórios

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv

Portal dos Convênios - Siconv MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Análise, Aprovação de Proposta/Plano

Leia mais

Guia para instalação VPN L2TP

Guia para instalação VPN L2TP Guia para instalaçã VPN L2TP 2016 Índice Cnfiguraçã Windws... 2 Cnfiguraçã MacOS... 6 Cnfiguraçã IOS... 10 1 Cnfiguraçã Windws 1. Dwnlad d cnfiguradr autmátic Aceda a endereç https://clab.up.pt/display/digitalit/acess+vpn

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

Inclusão de Validação Biométrica

Inclusão de Validação Biométrica Inclusão de Validação Biométrica Ambiente : Planos de Saúde Data da publicação : 12/11/08 Data da revisão : 12/11/08 Versões : Protheus 8.11 Países : Brasil Sistemas operacionais : Windows Bancos de dados

Leia mais

Guia - Novo sistema de e-mail corporativo

Guia - Novo sistema de e-mail corporativo Guia - Novo sistema de e-mail corporativo - Acessando o novo cliente E-mail Microsoft Exchange. 1º Passo: Você receberá um e-mail da SEGPLAN, contendo uma senha para o primeiro acesso na conta de e-mail

Leia mais

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Sumário Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Capítulo 2. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo XML 12 Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições

Leia mais

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social

Anexo 03 Recomendação nº 3: estatuto padrão, estatuto fundamental e contrato social Anex 03 Recmendaçã nº 3: estatut padrã, estatut fundamental e cntrat scial 1. Resum 01 Atualmente, Estatut da Crpraçã da Internet para a atribuiçã de nmes e númers (ICANN) tem um mecanism únic para alterações.

Leia mais

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir:

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir: Objetivs O Plan de Açã Cnjunta Inva Energia é uma iniciativa destinada à crdenaçã das ações de fment à invaçã e a aprimrament da integraçã ds instruments de api dispnibilizads pel BNDES, pela Agência Nacinal

Leia mais