As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços:"

Transcrição

1 Term de Referência para cntrataçã de Auditres Externs A Rede Nrte-Sul é um departament da DGB Bildungswerk BUND, instituiçã educacinal pertencente à Cnfederaçã ds Sindicats Alemães (Deutscher Gewerkschaftsbund, DGB), rganizaçã sem fins lucrativs. Trabalhams cm parceirs sindicais na Alemanha e em países em desenvlviment, apiand seus prjets. Fmentams aperfeiçament das relações labrais, a qualificaçã ds trabalhadres e a implementaçã de padrões sciais internacinais. Mediante cntrat cm Ministéri Alemã para a Cperaçã Ecnômica e Desenvlviment (Bundesministerium für wirtschaftliche Zusammenarbeit und Entwicklung, BMZ), a Rede Nrte-Sul da DGB Bildungswerk executa diretamente Prjets em diverss países da América Latina: Brasil, Argentina, Uruguai e Clômbia e indiretamente n Perú, Chile e Méxic. Para efeits de cntrle deverã ser realizadas auditrias externas cntábeis e financeiras anuais ds subprjets da América Latina. Tds s dcuments deverã ser verificads cm bjetiv de averiguar cumpriment da legislaçã lcal e das nrmas de cntabilidade, bem cm de tdas as diretrizes e regras pertinentes a cnvêni, de acrd cm estabelecid ns regulaments d BMZ (anex a este term de referência). Objet da cntrataçã: A auditria externa será cntratada pr ltes de acrd cm s países nde s subprjets sã executads, u seja: um cntrat para Brasil, utr para Clômbia e utr para Argentina e Uruguai. Cas a empresa de auditria pssua filiais em diverss países e queira se candidatar para prestar serviçs em mais de um lte, deverá enviar prpstas separadas, cnfrme descrit a seguir: Lte 1: Subprjets desenvlvids n Brasil (Sã Paul) 3 subprjets Subprjet 1: Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/12/2013 Quantidade estimada de lançaments: 500 para períd Mntante para períd: EUR ,00 Subprjet 2: Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/12/2013 Quantidade estimada de lançaments: 350 pr an Mntante para períd: EUR ,00 Subprjet 3 Reginal da América Latina Neste subprjet estã envlvids 7 países da América Latina (Brasil, Méxic, Chile, Uruguai, Argentina, Perú e Clômbia) que atuam em rede, sb crdenaçã de uma rganizaçã brasileira, nde cncentra-se a mair parte ds gasts e nde é realizad acmpanhament ds gasts ds demais países da Rede. Valr aprximad de gasts fra d Brasil: EUR ,00 Quantidade estimada de lançaments: 430 para períd (cópias ds dcuments n Brasil) Valr aprximad de gasts n Brasil: EUR ,00 Quantidade estimada de lançaments: 370 para períd Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/03/2014 Mntante ttal para períd: EUR ,00

2 Lte 2: Subprjets desenvlvids na Clômbia (Medellín y Bgtá) 3 subprjets Subprjet 1 (Medellín): Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/12/2013 Quantidade estimada de lançaments: entre 400 a 450 pr an Mntante para períd: EUR ,00 Subprjet 2 (Medellín) Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/12/2013 Quantidade estimada de lançaments: entre 500 e 600 pr an Mntante para períd: EUR ,00 Subprjet 3 (Bgtá) Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/03/2014 Quantidade estimada de lançaments: entre 600 e 700 para períd Mntante para períd: EUR ,49 Lte 3: Subprjets desenvlvids n Uruguai e Argentina 2 subprjets Subprjet 1 Uruguai (Mntevide): Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/12/2013 Quantidade estimada de lançaments: 500 para períd Mntante para períd: EUR ,34 Subprjet 2 Argentina (Buens Aires): Períd a ser examinad: de 01/01/2011 a 31/03/2014 Quantidade estimada de lançaments: 500 para períd Mntante para períd: EUR ,22 As cópias ds cntrats, assim cm utrs dcuments d prjet, a seguir relacinads serã frnecids após celebraçã d cntrat ds serviçs: Anex 1 Descriçã d Subprjet (Nme, Parceir, sede da Organizaçã, praz de duraçã); Anex 2 Plan Estrutural e Financeir d Prjet (anex 2 d cntrat) Anex 3 Cntrat de Cperaçã Anex 4 Plan de Psts de Trabalh (anex 4 d cntrat) Anex 5 Dads da cnta bancária d prjet Atribuições d auditr cntábil O auditr deverá examinar as cntas de receitas e de despesas, bem cm s livrs cntábeis e auxiliares e tds s respectivs cmprvantes riginais, em cnsnância cm s terms d cntrat d subprjet e cm as diretrizes d BMZ e seus anexs.

3 O cntrle ds livrs de cntabilidade deverá ser realizad segund as nrmas gerais de auditria geralmente aceitas, recnhecids pels órgãs cmpetentes d país e que atendam a mair parte das exigências ds padrões internacinais, que inclui: - Averiguar que na cntabilidade fram seguids s princípis de cntabilidade geralmente aceits e que relatóri financeir fi elabrad crretamente. - A auditria deverá verificar s mecanisms ds cntrles e prcesss interns, de md a assegurar que existe um prcediment adequad de autrizaçã e liberaçã das despesas e que s recurss d prjet estã cntrlads de maneira adequada. - A auditria das receitas e despesas cm base ns cmprvantes riginais é brigatória. O Relatóri de Auditria deverá se basear ns seguintes dcuments: - mvimentaçã da cnta bancária exclusiva d prjet e respectivs extrats; - tds s cmprvantes de ingress de recurss d subprjet; - tds s dcuments cntábeis de despesas (faturas, ntas fiscais u recibs) riginais e seus respectivs cmprvantes de pagament rdenads crnlgicamente, de acrd cm a tabela de cmprvantes; - as despesas devem estar de acrd cm a previsã rçamentária (plan estrutural e financeir anex 2 d cntrat); - tds s cntrats de trabalh celebrads n âmbit d subprjet (de acrd cm anex 4 d cntrat); - cmprvantes riginais das perações de câmbi de medas; - cntrat de lcaçã e demais cntrats de prestaçã de serviçs; - cartões de embarque anexs às faturas de cmpras de passagens aéreas; - exemplares das publicações pagas cm recurss d prjet; - n cas de semináris de frmaçã e demais events que ultrapassem valr de 2.500,00 Eurs, devem ser verificads s respectivs prgramas, relatóris narrativs ds semináris e listas de participantes devidamente assinadas; - n cas de cnferências, semináris e wrkshps internacinais, apresentar uma lista assinada pels participantes, cm indicaçã de sua nacinalidade, uma prestaçã de cntas cnclusiva sbre event, um relatóri de atividades e também uma lista das pessas que cntribuíram na rganizaçã d event; - prcesss de três prpstas/fertas de preçs para a aquisiçã de bens e serviçs cm valr a partir de EUR 400,00, acmpanhad de justificativa da prpsta esclhida; - inventári ds bens adquirids; - relatóri narrativ sbre desenvlviment d subprjet. O Relatóri deverá ser estruturad em duas partes: (A) O Relatóri Padrã de Auditria O auditr extern cmplementará as cntas de receitas e despesas d Parceir d Prjet cm um Relatóri de Auditria, que cnterá s seguintes itens: - períd a que crrespnde a liquidaçã de ingresss e saídas; - um resum ds princípis de auditria utilizads; - abrangência ds cntrles; - cmentáris sbre resultad da auditria, sbre cumpriment d cntrat de cperaçã e sbre a execuçã d subprjet ;

4 - se fr cas, apresentar prpstas para a utilizaçã mais eficiente e efetiva ds recurss, assim cm prpstas de aperfeiçament d sistema de cntabilidade da cntraparte d Prjet, cm base numa descriçã de errs e falhas eventualmente cnstatads. Além diss, Relatóri de Auditria deverá cnter as seguintes declarações: Pel presente, cnfirmams que auditams s livrs de XXX relativs a Prjet financiad pela DGB Bildungswerk, para períd cmpreendid de XXX a XXX e afirmams: - que a liquidaçã fi efetuada mediante cmprvantes riginais, faturas riginais e que fi cnstatada a prva de pagament. - O fechament da cntabilidade (cntas de receitas e despesas) fi elabrad regularmente cm base ns livrs, cmprvantes, faturas u dcuments riginais; - Declarams que 100% ds cmprvantes e demais dcuments relativs a subprjet fram examinads; - Os princípis de cntabilidade e de dcumentaçã geralmente aceits fram bservads; - Os recurss da DGB Bildungswerk fram empregads em cnfrmidade cm s bjetivs descrits n suprjet e de acrd cm plan estrutural e financeir aprvad (anex 2 a cntrat de cperaçã), segund as nrmas gerais de ecnmia e eficácia; - As diversas cntas de despesas fram realizadas de md ecnômic e racinal, e fram cumpridas as dispsições cntratuais firmadas cm a DGB Bildungswerk, assim cm as diretrizes d Ministéri Alemã para Cperaçã e Desenvlviment Ecnômic ( BMZ ) para medidas de fment à sciedade e às estruturas sciais, sb item 2302, Títuls , e , anex a este term de referência, especificamente n que se refere a/a: praz fixad para utilizaçã ds recurss legislaçã cambial cnfirmaçã de que s recurss fram utilizads exclusivamente ns bjetivs d Prjet apresentaçã de cntrats de trabalh e cntrats de hnráris plan de psts de trabalh aprvad (anex 4 a cntrat de cperaçã) que s rdenads, saláris e hnráris sã adequads e crrespndem a nível d país d Prjet que as despesas de viagem fram incrridas em cnfrmidade cm as nrmas d país d Prjet que fi elabrad um inventári declaraçã de que as encargs sciais, cntribuições e impsts fram devidamente reclhids as órgãs cmpetentes. O Relatóri de Auditria deverá ter s seguintes dcuments cm Anex: 1. Uma lista detalhada de pessal, elabrada cm base ns cntrats de trabalh vigentes e ns pagaments realmente realizads. A lista deve cnter infrmações sbre carg, salári, encargs sciais e benefícis e duraçã cntratual; 2. Uma lista ds hnráris pags cm recurss d prjet, respectivs cntrats e reclhiment encargs de sciais e tributs de acrd cm a legislaçã lcal; 3. Um inventári que crrespnda a previst n cntrat de cperaçã; 4. Relatóri financeir da cntraparte d prjet cm dcument Orçad x Realizad 5. Lista ds prcesss de ctações/ prpsta de preçs para s bens adquirids cuj valr seja superir a EUR 400,00, cm cmentáris, se fr cas; 6. Relatóri resumid da mvimentaçã bancária e caixa, se huver, indicand s ingresss de transferências, utrs ingresss, despesas e sald final; 7. N cas de haver gasts nã elegíveis, auditr deverá apresentar um relatóri detalhad (cm data, descriçã, mtiv da recusa e valr) das despesas, apntand mntante que deverá ser revertid à cnta d prjet.

5 (B) Uma Carta Gerencial u Relatóri Explicativ Na carta gerencial s respnsáveis pel Prjet sã alertads sbre pnts fracs u prblemas, para que pssam ser sanads. Cas sejam cnstatadas discrepâncias superires a 30% em relaçã às despesas principais previstas n rçament, deverá Auditr fazer especial mençã desse fat e cmentá-l. Cas a carta gerencial mencine pnts fracs, devem ser citadas medidas de crreçã, pr mei das quais esses prblemas pdem ser reslvids. Praz de entrega: Os Relatóris de Auditria devidamente assinads devem ser apresentads mais tardar até 14/04/15. Se nã fr pssível cumpriment d praz de entrega, auditr está brigad a infrmar a DGB Bildungswerk e à cntraparte, apresentand para tal uma justificativa. O auditr deverá enviar uma cópia d relatóri à cntraparte. Perfil d Auditr Extern Para a celebraçã d cntrat sã exigidas u slicitadas as seguintes cmpetências e dcuments: Cmprvaçã de experiência na auditria de prjets internacinais, de preferência financiads cm recurss d BMZ; Cmprvaçã de experiência na auditria de prjets de rganizações similares (p. ex. ONGs alemãs, rganizações alemãs ligadas às igrejas, fundações); Pssuir clabradres cm cmpetência técnica ns terms das Diretrizes d BMZ e experiência em prjets internacinais. Cmprvaçã de regularidade da empresa de auditria e ds prfissinais ns órgãs que regulamentam a prfissã de auditres n país em que se realizará serviç; Apresentaçã de certidões negativas de débits tributáris municipais, estaduais e federais, bem cm apresentaçã de certificad de regularidade de reclhiments de encargs sciais. Planejament de temp O trabalh será realizad n períd cnvencinad entre a DGB Bildungswerk e Parceir lcal (nã antes de 01/02/15 e mais tardar n final de 31/03/15) e será cncluíd mediante a entrega ds Relatóris de Auditria. Minutas ds Relatóris deverã ser dispnibilizadas cm antecedência de 14 dias para fins de exame. Definiçã d preç: O preç d serviç deverá ser fixad em Eurs (i.é, incluíds eventuais impsts, encargs sciais e utrs serviçs u cntribuições a serem pagas u reclhidas pel tmadr d cntrat), e que cnsidere tds s custs a ser incrrids pel Auditr (também despesas de viagens que se trnarem necessárias). Mdalidades de pagament Os pagaments serã realizads pr mei de transferências bancárias prvenientes da Alemanha. Pagaments parciais pderã ser autrizads pela DGB Bildungswerk até limite de 50% d valr cntratad, cntra a apresentaçã de fatura, desde que haja slicitaçã pr escrit, cntend as justificativas e descriçã d andament d trabalh. A parcela final será paga após recebiment e aceite d Relatóri de Auditria pela DGB Bildungswerk. Cas s serviçs cnvencinads nã sejam prestads, cntratad nã terá qualquer direit a remuneraçã.

6 Abrangência da prpsta A prpsta d Auditr deverá incluir discriminaçã de custs, assim cm a cnfirmaçã ds serviçs a serem prestads, tais cm discriminads n item Atribuições d auditr cntábil, cnstantes neste term de referência. Cas auditr nã cncrde u nã pssa cumprir algum item deste term de referência, deverá destacar na prpsta. Além diss, a prpsta deverá cnter infrmações sbre a experiência pregressa e as referências prfissinais d Auditr, as quais deverã ser cmprvadas na assinatura d cntrat, cas a prpsta seja selecinada. A prpsta deverá cnter brigatriamente nº lte e país para qual auditr está se candidatand; Envi de prpstas: Serã analisadas smente as prpstas recebidas até dia 20/01/15. Enviar as prpstas devidamente assinadas,em pdf, para mencinand n assunt d e- mail: Auditria - númer d lte e país Infrmações adicinais pderã ser btidas pr u pel tel: Previsã de cntrataçã: A previsã de cntrataçã é até 31/01/15.

GRC - 21 Data da publicação: maio/2015

GRC - 21 Data da publicação: maio/2015 Resum Descreve a d PAULISTA. Sumári 1. Objetiv... 2 2. Públic-alv... 2 3. Definições... 2 3.1. Risc Sciambiental... 2 3.2. Escp da (PRSA)... 2 4. Gvernança da... 2 5. Avaliaçã e gestã d risc sciambiental...

Leia mais

Programa IBP de Bolsas de Mestrado

Programa IBP de Bolsas de Mestrado 1. Infrmações Gerais Prgrama IBP de Blsas de Mestrad Term de Referência 8 Cicl - 2014 O Institut Brasileir de Petróle, Gás e Bicmbustíveis, ciente da imprtância da frmaçã de prfissinais cm capacitaçã adequada

Leia mais

PROGRAMA DE REALIZAÇÃO E APOIO A EVENTOS DE ESPORTE, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL

PROGRAMA DE REALIZAÇÃO E APOIO A EVENTOS DE ESPORTE, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PROGRAMAS DE ESPORTE, EDUCAÇÃO, LAZER E INCLUSÃO SOCIAL PROGRAMA DE REALIZAÇÃO E APOIO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Edital nº26/2015 PROPP/UEMS, 28 de agst de 2015. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENSINO EM SAÚDE, MESTRADO PROFISSIONAL, DA UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA

S3 - Explicação sobre endereço e/ou número de telefone dos EUA S3 - Explicaçã sbre endereç e/u númer de telefne ds EUA Nme Númer da Cnta (se huver) A preencher seu Frmulári W-8 d IRS, vcê afirma nã ser cidadã u residente ds EUA u utra cntraparte ds EUA para efeit

Leia mais

PREENCHER DE FORMA LEGÍVEL

PREENCHER DE FORMA LEGÍVEL RECIBO Eu,, recebi da Cmissã Especial de Credenciament da Agência Nacinal de Energia Elétrica - ANEEL, Edital de Credenciament nº 002/2003 cntend tdas as infrmações necessárias referentes à dcumentaçã

Leia mais

FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM

FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM FACULDADE AGES CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS ADMINISTRAÇÃO APLICADA A ENFERMAGEM As Práticas Educativas serã realizadas em hráris pré-determinads n períd diurn para aluns regularmente

Leia mais

PROGRAMA CLIENTE REFERÊNCIA FH REGULAMENTO

PROGRAMA CLIENTE REFERÊNCIA FH REGULAMENTO PROGRAMA CLIENTE REFERÊNCIA FH REGULAMENTO Última Revisã: 02/06/2014 1. RESUMO CADASTRO Cliente preenche Frmulári de Cadastr CONFIRMAÇÃO DE CADASTRO A FH envia um e-mail de cnfirmaçã de cadastr para cliente

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS DE ASSESSORIA FINANCEIRA E ADMINISTRATIVA N. 14/2016

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS DE ASSESSORIA FINANCEIRA E ADMINISTRATIVA N. 14/2016 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS DE ASSESSORIA FINANCEIRA E ADMINISTRATIVA N. 14/2016 O IMED INSTITUTO DE MEDICINA, ESTUDOS E DESENVOLVIMENTO, através d presente instrument, trna

Leia mais

CARTA CONVITE Nº. 007/2011 SENAR/BA EDITAL Nº 007/11

CARTA CONVITE Nº. 007/2011 SENAR/BA EDITAL Nº 007/11 CARTA CONVITE Nº. 007/2011 SENAR/BA EDITAL Nº 007/11 DATA DA ABERTURA: 25/04/2011 HORÁRIO: 14:30h MODALIDADE: CARTA CONVITE TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL LOCAL: RUA PEDRO RODRIGUES BANDEIRA, 143 8º ANDAR COMÉRCIO

Leia mais

Programa Estágios Profissionais

Programa Estágios Profissionais Prgrama Estágis Prfissinais Cnsiste num estági cm a duraçã de 9 meses, pdend prlngar-se, cm autrizaçã d IEFP, excepcinalmente, até 12 meses, quand fr cmplementad pr um estági a realizar em territóri nacinal

Leia mais

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir:

O fomento e a seleção de Planos de Negócio no âmbito do Inova Energia se destinará a cadeias produtivas ligadas às três linhas temáticas a seguir: Objetivs O Plan de Açã Cnjunta Inva Energia é uma iniciativa destinada à crdenaçã das ações de fment à invaçã e a aprimrament da integraçã ds instruments de api dispnibilizads pel BNDES, pela Agência Nacinal

Leia mais

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo

Descrição do serviço. Visão geral do serviço. Escopo dos serviços Copilot Optimize. Copilot Optimize CAA-1000. Escopo Descriçã d serviç Cpilt Optimize CAA-1000 Visã geral d serviç Esta Descriçã d serviç ( Descriçã d serviç ) é firmada pr vcê, cliente, ( vcê u Cliente ) e a entidade da Dell identificada na fatura de cmpra

Leia mais

Lista dos dados a registar e armazenar em formato eletrónico no âmbito do sistema de monitorização (a que se refere o artigo 24.o)

Lista dos dados a registar e armazenar em formato eletrónico no âmbito do sistema de monitorização (a que se refere o artigo 24.o) Lista ds dads a registar e armazenar em frmat eletrónic n âmbit d sistema de mnitrizaçã (a que se refere artig 24.) L 138/34 ANEXO III É exigida a apresentaçã de dads para as perações apiadas pel FSE,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

Pesquisa de Satisfação de Clientes HB SAÚDE Relatório de Auditoria e Parecer Técnico

Pesquisa de Satisfação de Clientes HB SAÚDE Relatório de Auditoria e Parecer Técnico Pesquisa de Satisfaçã de Clientes HB SAÚDE 2018 Relatóri de Auditria e Parecer Técnic Jã August Simões Abril/2018 AVALIAÇÃO DE CENÁRIO A HB SAÚDE (HB SAÚDE S/A) adta as nrmas gerais recmendadas pela ANS

Leia mais

Auditoria às Reclamações e Pedidos de Informação dos CTT Correios de Portugal, S.A. 2017

Auditoria às Reclamações e Pedidos de Informação dos CTT Correios de Portugal, S.A. 2017 Auditria às Reclamações e Pedids de Infrmaçã ds CTT Crreis de Prtugal, S.A. 2017 Síntese d Relatóri Versã pública 11 de setembr de 2018 Este dcument fi preparad pela Grant Thrntn & Assciads, SROC, Lda.

Leia mais

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito

APRESENTAÇÃO. João Pessoa, 22 de outubro de 2007. RICARDO VIEIRA COUTINHO Prefeito APRESENTAÇÃO Este manual tem bjetiv de servir cm base de infrmaçã e rientaçã as órgãs setriais de pessal da Administraçã Direta, assim cm as servidres, nde irã encntrar n Manual d Servidr(a) Apsentável

Leia mais

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos:

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos: A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei4.737/1965) Cmprvante de quitaçã

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ANEXO 01 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ANEXO 01 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA A) AMPLA CONCORRÊNCIA ANEXO 01 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA Carteira de identidade (pderá ser substituída pr passaprte, habilitaçã válida u carteira de trabalh) Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA VIAGENS E REEMBOLSO DE DESPESAS 1ª versão: 01/09/2017 2ª versão: 06/10/2017

POLÍTICA CORPORATIVA VIAGENS E REEMBOLSO DE DESPESAS 1ª versão: 01/09/2017 2ª versão: 06/10/2017 POLÍTICA CORPORATIVA VIAGENS E REEMBOLSO DE DESPESAS 1ª versã: 01/09/2017 2ª versã: 06/10/2017 1- NOSSA POLÍTICA As infrmações incluídas nessa plítica descrevem cm rganizar a viagem de negócis, além de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ANEXO 01 A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei 4.737/1965) Cmprvante

Leia mais

QUARTA CIRCULAR Inscrições VIII CIPA

QUARTA CIRCULAR Inscrições VIII CIPA QUARTA CIRCULAR Inscrições VIII CIPA Prezadas e Prezads Clegas, Sã Paul, Salvadr, 24 de fevereir de 2018. A Assciaçã Brasileira de Pesquisa (Aut)Bigráfica (BIOgraph) e a Universidade Cidade de Sã Paul

Leia mais

CRÉDITO ESPECIAL - CAPITAL DE GIRO

CRÉDITO ESPECIAL - CAPITAL DE GIRO LINHA DE CRÉDITO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CRÉDITO ESPECIAL - CAPITAL DE GIRO A CAIXA ferece cndições invadras para que empresas públicas e sciedade de ecnmia mista ampliem seu capital de gir. Agra as empresas

Leia mais

Concursos ICA 2019 ANEXO XII. Programa de Apoio ao Cinema

Concursos ICA 2019 ANEXO XII. Programa de Apoio ao Cinema ANEXO XII Prgrama de Api a Cinema Subprgrama de Api à Cprduçã na Mdalidade de Api à Cprduçã cm Países de Língua Prtuguesa 1. Candidats e beneficiáris Pdem candidatar-se e beneficiar de api s prdutres independentes

Leia mais

TUTORIAL: DOCUMENTAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS FILANTRÓPICAS

TUTORIAL: DOCUMENTAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS FILANTRÓPICAS TUTORIAL: DOCUMENTAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS FILANTRÓPICAS 1) Pass 1: Para Prcess Seletiv de Blsas Filantrópicas, primeir item a ser verificad é se a idade d candidat crrespnde à idade da vaga

Leia mais

Concursos ICA 2019 ANEXO XI. Programa de Apoio ao Cinema

Concursos ICA 2019 ANEXO XI. Programa de Apoio ao Cinema ANEXO XI Prgrama de Api a Cinema Subprgrama de Api à Cprduçã na Mdalidade de Api à Cprduçã Internacinal cm Participaçã Minritária Prtuguesa 1. Candidats e beneficiáris Pdem candidatar-se e beneficiar de

Leia mais

V SEMANA INTEGRADA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

V SEMANA INTEGRADA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE V SEMANA INTEGRADA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DATA DE REALIZAÇÃO DO EVENTO: 19 a 23 de junh de 2017. A prpsta da V Semana Integrada: Ensin, Pesquisa e Extensã visa prtunizar

Leia mais

BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO

BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO O QUE É O BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO? É um auxíli financeir que tem cm bjetiv cntribuir para, u pssibilitar, a cntrataçã de um cuidadr para auxiliar beneficiáris

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, PORTOS E A VIAÇÃO CIVIL DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, PORTOS E A VIAÇÃO CIVIL DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES, PORTOS E A VIAÇÃO CIVIL DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES INSTRUÇÃO DE SERVIÇO Nº Ú DE 2

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 1. OBJETIVO A plítica de treinament e desenvlviment tem cm bjetiv estabelecer cndições exigíveis para identificar as necessidades cletivas e individuais de treinament, prprcinand as prfissinais, qualificaçã

Leia mais

Regime Escolar Fruta Escolar /

Regime Escolar Fruta Escolar / Regime Esclar Fruta Esclar / Frmuláris 2016/2017 - Índice NOTA INTRODUTÓRIA...3 Pedid de Ajuda...4 1. Pedid de Ajuda...4 A. Página de Rst d Pedid...4 B. Pedid de Ajuda Página dis...6 C. Mapa de Medidas

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad:. Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais

Infisc. Programa Validador de Lotes de DMS-e Manual de uso do Programa Validador de Arquivo XML para DMS- e

Infisc. Programa Validador de Lotes de DMS-e Manual de uso do Programa Validador de Arquivo XML para DMS- e Prgrama Validadr de Ltes de DMS-e Manual de us d Prgrama Validadr de Arquiv XML para DMS- e Este manual destina- se a rientar s cntribuintes em cm validar arquivs XML para a remessa de ltes de DMSe. Farrupilha

Leia mais

3º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica e 1º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

3º Congresso de Pesquisa e Iniciação Científica e 1º Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação 3º Cngress de e de Educaçã, Ciência e Cultura: Expandind as Frnteiras d Saber 1ª Circular O UDF - Centr Universitári, pr mei d Prgrama de Iniciaçã Científica, Tecnlógica e Invaçã, têm a hnra de cnvidá-l

Leia mais

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis.

Objetivo: Desenvolver as condições ideais para a boa formulação de objetivos, transformando-os em metas realizáveis. 1 Transfrmand Snhs em Metas Objetiv: Desenvlver as cndições ideais para a ba frmulaçã de bjetivs, transfrmand-s em metas realizáveis. Públic-Alv: Pessas interessadas em atingir sucess prfissinal e realizaçã

Leia mais

PROCEDIMENTO CORPORATIVO DIVISÃO DE CRÉDITO E COBRANÇA TÍTULO: ANÁLISE DE DOCUMENTAÇÃO GOVERNO SEGMENTO TOP E PME

PROCEDIMENTO CORPORATIVO DIVISÃO DE CRÉDITO E COBRANÇA TÍTULO: ANÁLISE DE DOCUMENTAÇÃO GOVERNO SEGMENTO TOP E PME TÍTULO: PC 2 1/9 Objetiv: Apresentar as regras gerais para análise da dcumentaçã de pedids prvenientes d segment Gvern da carteira TOP e PME. Abrangência: Nacinal Cnceit Licitar Hmlgar Adjudicar ferecer

Leia mais

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1

Tratamento da Energia do PROINFA na CCEE. PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Tratament da Energia d PROINFA na CCEE PdC Versã 1 Versã 1 METODOLOGIA DO CONTROLE DE ALTERAÇÕES Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã. Text

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Empreendedorismo) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Empreendedorismo) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (VALE Empreendedrism) Página 1 de 8 Vale Empreendedrism (Vale Simplificad) Tiplgia Aquisiçã de serviçs de cnsultria na área d

Leia mais

Boletim Técnico. esocial 1ª Liberação

Boletim Técnico. esocial 1ª Liberação Bletim Técnic escial 1ª Liberaçã O escial cnsiste na escrituraçã digital da flha de pagament e das brigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a td e qualquer víncul trabalhista cntratad

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS Ref.: nº 21/2013 Resluçã nº 13 d Senad Federal Unificaçã das alíqutas interestaduais de ICMS em 4% para prduts imprtads. (Atualizaçã) 1. Intrduçã Visand acabar cm a chamada guerra ds prts (disputa entre

Leia mais

ALERTA GERENCIAL Contribuintes poderão parcelar débitos do ICMS em até 120 parcelas

ALERTA GERENCIAL Contribuintes poderão parcelar débitos do ICMS em até 120 parcelas 000 Nº 5 1º de fevereir de 2017 ALERTA GERENCIAL Cntribuintes pderã parcelar débits d ICMS em até 120 parcelas Inteir Ter O Gvern d Estad d Ri Grande d Sul, através d Decret nº 53.417, publicad dia 31

Leia mais

APÊNDICE 2 TIPO DE PROCESSO: REUNIÃO

APÊNDICE 2 TIPO DE PROCESSO: REUNIÃO APÊNDICE 2 TIPO DE PROCESSO: REUNIÃO Crdenadria das Inspetrias Representantes de Znal Znais Diretria das Inspetrias Inspetres Cmissões Especializadas e Cmissões Multimdais de Api à Fiscalizaçã Versã Fevereir/2017

Leia mais

Em 2019, os critérios de avaliação definidos e respetivas ponderações são os seguintes:

Em 2019, os critérios de avaliação definidos e respetivas ponderações são os seguintes: C R I T É R I O S D E A V A L I A Ç Ã O E P O N D E R A Ç Ã O D O P R O G R A M A D E F I N A N C I A M E N T O A P R O J E T O S D E 2 0 1 9 O Regulament d Prgrama de Financiament a Prjets pel INR, I.P.,

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 004/2017. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 004/2017. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 004/2017 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad: Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PO Procedimento Operacional PO Prcediment Operacinal TREINAMENTO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PO. 03 11 1 / 8 1. OBJETIVOS Estabelecer uma sistemática para as atividades de treinament de pessal, bem cm determinar as cmpetências necessárias

Leia mais

Programa de Capacitação Docente EDITAL. Subsistema: Treinamento e Desenvolvimento. Elaborado por: Recursos Humanos

Programa de Capacitação Docente EDITAL. Subsistema: Treinamento e Desenvolvimento. Elaborado por: Recursos Humanos Prgrama de Capacitaçã Dcente EDITAL Subsistema: Treinament e Desenvlviment Versã: 002 Data de Implantaçã: Elabrad pr: Aprvad pr: Data da revisã: 27/09/208 Recurss Humans Direçã Geral 4/09/208. Abrangência.

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013 Presidência da República Secretaria Geral Secretaria de Administraçã Diretria de Recurss Lgístics Crdenaçã-Geral de Licitaçã e Cntrat Crdenaçã de Licitaçã DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 001- PE 015/2013

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS Nova S.R.M. Adm. de Recursos e Finanças S.A.

POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS Nova S.R.M. Adm. de Recursos e Finanças S.A. VALORES MOBILIÁRIOS Nva S.R.M. Adm. de Recurss e Finanças S.A. Versã 2.0 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. PUBLICO ALVO... 3 3. ABRANGÊNCIA... 3 4. PRINCÍPIOS... 3 5. BOAS PRÁTICAS... 4 6. RESTRIÇÕES A INVESTIMENTOS...

Leia mais

EDITAL FIP Nº063/2013

EDITAL FIP Nº063/2013 1 EDITAL FIP Nº063/2013 PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O FUNDO DE INCENTIVO À PESQUISA (FIP) APRESENTADAS POR DOCENTES E DOUTORANDOS DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Ns terms

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

TRIBUTÁRIO 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O BENEFÍCIO:

TRIBUTÁRIO 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O BENEFÍCIO: TRIBUTÁRIO 26/08/2014 Prtaria Cnjunta PGFN/RFB nº 15/2014 - Regulamentaçã d Artig 33, da Medida Prvisória nº 651/2014 - Cndições para Utilizaçã de Crédits Decrrentes de Prejuíz Fiscal e Base de Cálcul

Leia mais

PROCEDIMENTOS INTERNOS PROCEDIMENTO DE RELACÃO COM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PROCEDIMENTOS INTERNOS PROCEDIMENTO DE RELACÃO COM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Códig: PCI-02 PROCEDIMENTOS INTERNOS Área Respnsável: Cntrles Interns Data Elabraçã: 01/04/2017 Revisã: - Elabrad pr: Lilian Parra Prine Analista de Cntrles Interns Revisad pr: Gabriele G. Heilig Crdenadra

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL - CONVITE 002/2018. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL - CONVITE 002/2018. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL - CONVITE 002/2018 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad: Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal

Leia mais

Data da última atualização Conheça seu Cliente

Data da última atualização Conheça seu Cliente Plítica Data da última atualizaçã Cnheça seu Cliente 15.03.2017 Área Respnsável Versã Cmpliance 14 1. Objetiv O prpósit desta Plítica é estabelecer regras e diretrizes para a crreta identificaçã d cliente,

Leia mais

Legenda da Guia de Serviço Profissional / SADT

Legenda da Guia de Serviço Profissional / SADT Legenda da Guia de Serviç Prfissinal / SADT Term Registr ANS Nº da n prestadr Num. d Camp na 1 2 camp na Registr ANS Númer da n prestadr Tip Tamanh Frmat Descriçã Cndiçã de Preenchiment String 6 0 Registr

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Internacionalização) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE Internacionalização) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (VALE Internacinalizaçã) Página 1 de 8 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

EDITAL FIP/PIBIC Nº 017/2010

EDITAL FIP/PIBIC Nº 017/2010 1 EDITAL FIP/PIBIC Nº 017/2010 De rdem d Magnífic Reitr da PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS (PUC Minas), cnvc s interessads a apresentarem prpstas de prjets de pesquisa para btençã de financiament

Leia mais

Lista de Verificação Norma de Referência Selo de Qualificação ABPM Categoria Adesão

Lista de Verificação Norma de Referência Selo de Qualificação ABPM Categoria Adesão Lista de Verificaçã Nrma de Referência Sel de Qualificaçã ABPM Categria Adesã REGRAS GERAIS SOBRE A AUDITORIA E USO DA LISTA DE VERIFICAÇÃO Esta lista de verificaçã aplica-se smente às auditrias para Categria

Leia mais

REGULAMENTO CONVOCATÓRIA PÚBLICA TRANSFRONTEIRIÇA DE PRÉMIOS DE CONCILIAÇÃO VIDA PROFISSIONAL E PESSOAL E IGUALDADE DE OPORTUNIDADES

REGULAMENTO CONVOCATÓRIA PÚBLICA TRANSFRONTEIRIÇA DE PRÉMIOS DE CONCILIAÇÃO VIDA PROFISSIONAL E PESSOAL E IGUALDADE DE OPORTUNIDADES REGULAMENTO CONVOCATÓRIA PÚBLICA TRANSFRONTEIRIÇA DE PRÉMIOS DE CONCILIAÇÃO VIDA PROFISSIONAL E PESSOAL E IGUALDADE DE OPORTUNIDADES 1 Índice 1 Enquadrament... 3 2 Objetivs... 3 3 Requisits para participaçã...

Leia mais

As principais diretrizes para cumprimento dos requisitos legais são as seguintes:

As principais diretrizes para cumprimento dos requisitos legais são as seguintes: Plítica de Prevençã à Lavagem de Dinheir e Cmbate a Financiament d Terrrism 1 - Objetiv Este dcument tem pr bjetiv estabelecer s princípis, as diretrizes e a estrutura sbre as atividades de Prevençã à

Leia mais

Formulários da Proposta

Formulários da Proposta 1 Frmuláris da Prpsta Ntas as fertantes: Instruções de cm cmpletar s frmuláris estã destacads em azul. Favr preencher e enviar s frmuláris cm parte da sua prpsta. Os seguintes frmuláris sã parte deste

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO DISTRITO FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS

FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO DISTRITO FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO DISTRITO FEDERAL CARTA DE SERVIÇOS GOVERNO DE BRASÍLIA Rdrig Rllemberg Gvernadr d Distrit Federal Sérgi Sampai Secretári de Estad da Casa Civil, Relações Institucinais e

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE I&DT) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 (VALE I&DT) Página 1 de 8. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 (VALE I&DT) Página 1 de 8 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing cnsulting.cm

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Dispõe sbre estági de estudantes; altera a redaçã d art. 428 da Cnslidaçã das Leis d Trabalh CLT, aprvada pel Decret-Lei nº 5.452, de 1º de mai de 1943, e a Lei nº 9.394, de 20 de dezembr de 1996; revga

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 09/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 09/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 09/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO Nº 09/2014 PREÂMBULO A Cnfederaçã Nacinal de Municípis CNM, inscrita n CNPJ/MF sb nº 00.703.157/0001-83, cm sede n SCRS 505, Blc C, Lte 01 3º

Leia mais

ORIENTAÇÕES DEPÓSITOS JUDICIAIS

ORIENTAÇÕES DEPÓSITOS JUDICIAIS ORIENTAÇÕES DEPÓSITOS JUDICIAIS 1) PRECATÓRIO/RPV Os levantaments sã efetuads mediante alvará u dcument expedid cm frça de alvará, inclusive Ats Ordinatóris, excet n cas de precatóris de natureza alimentícia

Leia mais

EURONEXT LISBON Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados, S.A. MANUAL DE NEGOCIAÇÃO

EURONEXT LISBON Sociedade Gestora de Mercados Regulamentados, S.A. MANUAL DE NEGOCIAÇÃO INSTRUÇÃO DA EURONEXT N.º 01 Ns terms d Regulament I, s terms iniciads pr maiúsculas têm mesm significad ds que se encntram definids n capítul I n referid Regulament I. MANUAL DE NEGOCIAÇÃO 1 MANUAL DE

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO Prcess n9 583.00.2002.171131-8/000000-000 1 9 Vara Cível da Capital Falência de Fazendas Reunidas Bi Grd AUTOSPRINCIPAIS MM: Juíza: 1. Última manifestaçã d Ministéri

Leia mais

Processo Seletivo Unificado - Estágio Governo do Estado de São Paulo. Edital 002/2018

Processo Seletivo Unificado - Estágio Governo do Estado de São Paulo. Edital 002/2018 Prcess Seletiv Unificad - Estági Gvern d Estad de Sã Paul Edital 002/2018 ( ESTE DOCUMENTO NÃO SUBSTITUI A LEITURA DO EDITAL ) Principais etapas d prcess e suas respectivas datas Event Iníci Fim Períd

Leia mais

Conteúdo A parte principal de um relatório de auditoria, mas não a única, é a parte dos desvios encontrados. O que é que constitui um desvio?

Conteúdo A parte principal de um relatório de auditoria, mas não a única, é a parte dos desvios encontrados. O que é que constitui um desvio? AUDITORIAS INTERNAS, RELATÓRIO DE AUDITORIA INTERNAL AUDITS, AUDIT REPORT Intrduçã O relatóri de auditria é dcument que resulta da atividade de auditria. Qualquer labratóri que cumpra cm s requisits da

Leia mais

1. Instruções para preenchido pelos Participantes

1. Instruções para preenchido pelos Participantes 1. Instruções para preenchid pels Participantes O Participante Cetip que deseja ser certificad a realizar a guarda física de ativs cartulares, deve preencher questinári a seguir e enviá-l à Cetip: CETIP

Leia mais

INSTALAÇÃO DE PURGAS NA REDE SECUNDÁRIA DE POLIETILENO

INSTALAÇÃO DE PURGAS NA REDE SECUNDÁRIA DE POLIETILENO ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 604 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ET 604 Revisã n.º 2 1 de fevereir de 2011 Revisã n.º 2 Página 2 de 8 ÍNDICE Regist das revisões... 3 Preâmbul... 4 1. Objetiv... 4 2. Âmbit... 4 3. Referências...

Leia mais

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES PEFIN SERASA

CATÁLOGO DE APLICAÇÕES PEFIN SERASA CATÁLOGO DE APLICAÇÕES PEFIN SERASA Objetiv Dispnibilizar a pçã de negativaçã ds clientes pessas físicas e/u jurídicas sbre dívidas nã pagas. Flux Prcess Página 2 de 14 Prcess 1. PEFIN 1.1 Menus Específics

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD Parecer Cnsultria Tributária Segments Escrituraçã Cntábil Digital ECD 23/12/2013 Parecer Cnsultria Tributária Segments Títul d dcument Sumári Sumári... 2 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas Pel Cliente...

Leia mais

Gestão de Mão-de-Obra

Gestão de Mão-de-Obra Gestã de Mã-de-Obra Prdut : Micrsiga Prtheus Manutençã de Ativs Versã 10 Chamad : SCUNZM Data da criaçã : 18/08/10 Data da revisã : 08/09/10 País(es) : Brasil Banc de Dads : Tds FNC : 000000191782010 Aplicabilidade

Leia mais

12/03/2015 GPII - 1. Tópicos

12/03/2015 GPII - 1. Tópicos Tópics pg 1. Empregad 2 2. Requisits Essenciais 3 3. Elements Nã Essenciais 4 4. Empregadr 5 5. Grup Ecnômic 6 6. Sucessã de Empregadr 7 7. Relações de Trabalh Que Nã Cnfiguram Vincul Empregatíci 8 8.

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Plítica de Respnsabilidade Sciambiental JURISDIÇÃO GEOGRÁFICA AND BAH BRA ESP ISR LUX MEX MON PAN SUI URU USA X A infrmaçã cntida neste dcument é de us intern e prpriedade d Grup Andbank Brasil send pribida

Leia mais

IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS COLETIVAS RENDIMENTOS SUJEITOS A IRS

IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS COLETIVAS RENDIMENTOS SUJEITOS A IRS IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DAS PESSOAS COLETIVAS RENDIMENTOS SUJEITOS A IRS QUEM ESTÁ OBRIGADO A PAGAR IRC REGIMES DE TRIBUTAÇÃO PERÍODO DE TRIBUTAÇÃO (%) TAXAS DE IRC Sujeit passiv Cntinente Madeira Açres

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda.

RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO. BRACING PT2020 PDR2020 (Jovens agricultores) Página 1 de 7. Bracing Consulting, Lda. RECURSOS FINANCEIROS EXTRA PARA O CRESCIMENTO DO SEU NEGÓCIO BRACING PT2020 PDR2020 (Jvens agricultres) Página 1 de 7 Bracing Cnsulting, Lda. Rua d Tâmega, S/N. 4200 502 Prt Prtugal +351 917 000 020 inf@bracing

Leia mais

MESTRADO EM DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA

MESTRADO EM DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA VERTEBRAL EDU INSTITUTO INTERNACIONAL DE PLANEJAMENTO S/S LTDA - EPP 11.880.154/0001-31 MESTRADO EM DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA Universidade Nacinal SECRETARIA Assunts administrativs secretaria@vertebraledu.rg

Leia mais

OBJECTIVO. Ligação segura às redes públicas de telecomunicações, sob o ponto de vista dos clientes e dos operadores;

OBJECTIVO. Ligação segura às redes públicas de telecomunicações, sob o ponto de vista dos clientes e dos operadores; Prcediments de Avaliaçã das ITED ANACOM, 1ª ediçã Julh 2004 OBJECTIVO De acrd cm dispst n nº 1, d artº 22º, d Decret Lei nº 59/2000, de 19 de Abril (adiante designad cm DL59), a cnfrmidade da instalaçã

Leia mais

www.datapar.com.br Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários do setor de Patrimônios nos cadastros e movimentação.

www.datapar.com.br Descrição Este manual tem como principal finalidade, ajudar os usuários do setor de Patrimônios nos cadastros e movimentação. Página 1 de 8 Descriçã Este manual tem cm principal finalidade, ajudar s usuáris d setr de Patrimônis ns cadastrs e mvimentaçã. Relaçã ds Tópics a serem vists neste manual - Cadastr Departaments Itens

Leia mais

REGULAMENTO DO PASSATEMPO LUCKY DAYS 2019

REGULAMENTO DO PASSATEMPO LUCKY DAYS 2019 REGULAMENTO DO PASSATEMPO LUCKY DAYS 2019 ARTIGO 1 PREÂMBULO A empresa POINT S DEVELOPMENT, SAS, cm capital scial de 418.000 eurs, matriculada n Regist d Cmérci e das Sciedades de Lyn: 491 028 627 00025,

Leia mais

MANUAL DE POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS DEL MONTE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA. 30 DE JUNHO DE 2016

MANUAL DE POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS DEL MONTE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA. 30 DE JUNHO DE 2016 MANUAL DE POLÍTICA DE COMPRA E VENDA DE VALORES MOBILIÁRIOS DA DEL MONTE GESTÃO DE INVESTIMENTOS LTDA. 30 DE JUNHO DE 2016 Gestã de Investiments 1. OBJETIVO 2 2. PÚBLICO-ALVO 2 3. ABRANGÊNCIA 2 4. PRINCÍPIOS

Leia mais

ORIENTAÇÕES PRÉ-CAMPANHA

ORIENTAÇÕES PRÉ-CAMPANHA ORIENTAÇÕES PRÉ-CAMPANHA AS ELEIÇÕES DE 2018 Eugêni Aragã Ex-ministr da Justiça Ex-Subprcuradr-Geral da República e Prcuradr-Geral Eleitral Dutr em Direit e Prfessr da UnB Gabriela S. S. de Arauj Mestre

Leia mais

Políticas, Diretrizes Gerais e Procedimentos de Controle

Políticas, Diretrizes Gerais e Procedimentos de Controle Plíticas, Diretrizes Gerais e Prcediments de Cntrle Retificaçã aprvada pela Assembléia Geral Ordinária e Extrardinária em 29 de març de 2013 Març - 2013 Agenda 1. Plíticas e Diretrizes Gerais 2. Estrutura

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

INICIATIVAS GULBENKIAN PARA A INOVAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO. Concurso para apoio a iniciativas-piloto no âmbito das economias criativas

INICIATIVAS GULBENKIAN PARA A INOVAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO. Concurso para apoio a iniciativas-piloto no âmbito das economias criativas INICIATIVAS GULBENKIAN PARA A INOVAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO Cncurs para api a iniciativas-pilt n âmbit das ecnmias criativas Nta: Este cncurs decrre em duas etapas. ENQUADRAMENTO A Fundaçã Caluste Gulbenkian

Leia mais

EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE INSCRIÇÕES E CRONOGRAMA CONSTANTES NO EDITAL Nº. 002/2017 Profissional Graduado

EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE INSCRIÇÕES E CRONOGRAMA CONSTANTES NO EDITAL Nº. 002/2017 Profissional Graduado O PARANÁ FALA INGLÊS EDITAL n. 002/2017 EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PERÍODO DE INSCRIÇÕES E CRONOGRAMA CONSTANTES NO EDITAL Nº. 002/2017 Prfissinal Graduad O Crdenadra Institucinal d Prgrama O Paraná Fala

Leia mais