Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Serviços de Comunicações 2014/2015 TP5 ASTERISK

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Serviços de Comunicações 2014/2015 TP5 ASTERISK"

Transcrição

1 Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Serviços de Comunicações TP5 ASTERISK Bruno Rafael Ribeiro Costa Eduardo Nuno Moreira Soares de Almeida Professor: João Manuel Couto das Neves

2 INTRODUÇÃO A utilização dos serviços de vídeo-telefonia sobre IP tem vindo a aumentar significativamente ao longo dos últimos anos, tanto a nível doméstico como empresarial. A importância crescente deste tipo de serviços deve-se a vários factores, nomeadamente a possibilidade de instalação, configuração e manutenção do serviço a um custo reduzido, bem como as novas funcionalidades oferecidas por estes sistemas, comparativamente com o serviço tradicional da rede PSTN. A nível empresarial, a existência de várias filiais distribuídas por áreas geográficas distintas, bem como a necessidade das novas funcionalidades presentes nestes serviços (tais como a mobilidade dos utilizadores, videochamadas, conferências, entre outros), contribui para o crescente número de migrações dos serviços da rede PSTN para a rede VoIP. Apesar dos custos iniciais decorrentes da migração, esta permite uma redução de custos significativos a longo prazo, sendo também uma solução facilmente escalável, o que permite a expansão do serviço de acordo com o crescimento da empresa, sem necessidade de alterações de fundo. O é uma implementação em software open-source de um Private Branch Exchange (PBX), com suporte a VoIP. Este serviço permite uma implementação e gestão simples de um PBX VoIP, que pode ser implementado a nível empresarial. Neste trabalho laboratorial pretende-se implementar um serviço de vídeo-telefonia sobre IP, utilizando o PBX, explorando as funcionalidades oferecidas pelo mesmo. Eduardo Almeida & Bruno Costa 2

3 CONFIGURAÇÃO DA REDE ESQUEMA DA REDE Para implementar o sistema VoIP, foi utilizado o esquema da rede apresentado na imagem abaixo. Para facilitar a gestão e implementação dos servidores, foram criadas 2 máquinas virtuais (VM) no mesmo PC, em modo bridge na rede /24, contendo, cada uma, um dos servidores. Os endereços IP dos dispositivos da rede podem ser consultados na tabela abaixo. Figura 1 Esquema de implementação da rede. Dispositivo Endereço IP 1 (PBX 1) (PBX 1) Softphones (terminais VoIP) Atribuído por DHCP Tabela 1 Lista de extensões criadas em ambos os PBX. Eduardo Almeida & Bruno Costa 3

4 CONFIGURAÇÃO DO ASTERISK APPLIANCE Para facilitar a instalação dos serviços fundamentais constituintes do, foi utilizado a appliance Now IP PBX. Esta appliance consiste numa imagem pronta a ser instalada num PC / VM, contendo 2 componentes fundamentais: uma distribuição de Linux (CentOS), juntamente com uma aplicação para a gestão do via web-browser (FreePBX). EXTENSÕES Por forma a testar o funcionamento do, foram criadas várias extensões em ambos os PBX. A tabela seguinte apresenta as extensões criadas, juntamente com o seu nome (display name). Nome Extensão PBXy-Ext PBXy-Ext PBXy-Ext PBXy-Ext PBXy-Ext PBXy-IRV 010 PBX1-Conferência 100 Tabela 2 Lista de extensões criadas em ambos os PBX (onde y representa o número do PBX). O processo de criação das extensões envolveu vários passos descritos em seguida. Em primeiro lugar, a cada extensão criada foram associados novos utilizadores, protegidas com uma password para evitar o uso indevido das mesmas. Por outro lado, foi também activado o voic para essa extensão, protegido com uma password. TRUNKS Para que ambos os PBX possam comunicar entre si (para encaminhar chamadas entre si), é necessário configurar trunks. Existem essencialmente 2 tipos de trunks: SIP e IAX / IAX2. Como ambos os PBX são, optou-se por configurar trunks IAX2, já que reduz significativamente a largura de banda consumida e consegue facilmente contornar NATs / firewalls. Eduardo Almeida & Bruno Costa 4

5 Figura 2 Esquema de ligação trunk entre ambos os PBX. As configurações dos trunks em ambos os PBX podem ser consultados nas tabelas seguintes, de onde se destacam os seguintes parâmetros: Outbound CallerID, que permite identificar facilmente a origem das chamadas recebidas. context=from-trunk, para permitir que todas as chamadas sejam processadas pelas regras definidas nas rotas. PBX 1: General Settings: Trunk Name: trunk_pbx2 Outbound CallerID: pbx1 Outgoing settings: Trunk name: trunk_pbx2 PEER details: username=trunk_pbx1 secret=qwe123 host= type=peer context=from-trunk Incoming settings: User context: trunk_pbx2 USER details: secret=qwe123 context=from-trunk type=peer Figura 3 Configuração do trunk IAX2 no PBX 1 [ ]. Eduardo Almeida & Bruno Costa 5

6 PBX 2: General Settings: Trunk Name: trunk_pbx1 Outbound CallerID: pbx2 Outgoing settings: Trunk name: trunk_pbx1 PEER details: username=trunk_pbx2 secret=qwe123 host= type=peer context=from-trunk Incoming settings: User context: trunk_pbx1 USER details: secret=qwe123 context=from-trunk type=user Figura 4 Configuração do trunk IAX2 no PBX 2 [ ]. ROTAS Em complemento à configuração dos trunks, é também necessário configurar as rotas de saída e de entrada. Outbound routes: As rotas de saída são responsáveis por analisar as tentativas de estabelecimento de chamadas efectuadas no PBX e, caso o número de destino (dialled number) corresponder a um determinado padrão definido, encaminhá-las para um determinado trunk. Deste modo, em ambos os PBX foram configuradas rotas de saída que permitam contactar extensões registadas no outro PBX. Para isso, foi configurado um prefixo de chamada que os utilizadores deverão acrescentar antes da extensão de destino da chamada. Dado que a topologia da rede apenas contempla 2 PBX que comunicam exclusivamente entre si, adoptouse o mesmo prefixo em ambos os PBX (10), como indicativo de chamada externa (ao PBX). No entanto, num cenário de utilização genérico, deverá ser configurado um prefixo distinto para cada PBX de saída (por exemplo, outras filiais da empresa) havendo também um prefixo genérico para chamadas para a rede PSTN. Um extracto das configurações mais importantes pode ser consultado na figura abaixo: Eduardo Almeida & Bruno Costa 6

7 Figura 5 Extracto das configurações da rota de saída configurada em ambos os PBX. Inbound routes: No caso do PBX 2, para implementar a funcionalidade de Interactive Voice Response (IVR) é também necessário configurar uma rota de entrada, que permita activar o serviço IVR através de um Direct Inward Dial (DID) criado para o efeito. Assim, foi definida a extensão 010 (no PBX 2) como DID para o serviço IVR, que será explicado na secção seguinte. Um extracto das configurações mais importantes pode ser consultado na figura abaixo: Figura 6 Extracto das configurações da rota de saída configurada no PBX 2. TERMINAIS VoIP Para que o sistema ficasse totalmente configurado, e para testar o seu funcionamento, foi também necessário configurar os terminais VoIP. Deste modo, foram utilizados diferentes softphones instalados em PC (Zoiper e X-Lite) e em smartphones Android (Zoiper), uma vez que cada um fornece funcionalidades diferentes. Com efeito, o Zoiper permite várias extensões registadas simultaneamente ao passo que o X-Lite permite a realização de videochamadas sem a necessidade de um upgrade do software. Desta forma, os softphones foram configurados de acordo com as definições da extensão e do respectivo PBX (i.e., endereço IP do PBX, extensão e respectiva password). Eduardo Almeida & Bruno Costa 7

8 FUNCIONALIDADES IMPLEMENTADAS Para explorar as possibilidades e vantagens oferecidas pelo, foram configuradas várias funcionalidades neste sistema. Dada a vasta quantidade de funcionalidades disponíveis e o prazo definido para a conclusão do trabalho, optou-se por implementar as funcionalidades essenciais no contexto empresarial, bem como em sistemas similares. Os detalhes de implementação de cada funcionalidade implementada são apresentados nas secções seguintes. CHAMADA DE VOZ A funcionalidade fundamental num sistema de comunicações VoIP consiste na realização de chamadas de voz entre extensões do mesmo PBX ou de PBX diferentes. Para a implementar, foram criadas várias extensões em ambos os PBX, juntamente com a configuração dos trunks e rotas de saída, tal como indicado na secção anterior. Para validar a correcta configuração dos sistemas, foi realizada uma chamada de uma extensão do PBX 2 para uma extensão do PBX 1. De referir que, tal como indicado na secção anterior, para realizar a chamada para uma extensão externa, foi necessário acrescentar o prefixo de saída (10) antes da extensão de destino. A notificação de chamada recebida no PBX 1 é apresentada na figura seguinte. Figura 7 Notificação de chamada recebida da extensão do PBX 2. Eduardo Almeida & Bruno Costa 8

9 Logs / estatísticas: Outra funcionalidade do consiste em registar todas as acções dos utilizadores em logs, tal como informações relevantes ao funcionamento do sistema. Posteriormente, com base nesta informação, é possível fazer uma análise ao sistema por forma a reconhecer padrões de utilização, nomeadamente ao nível do volume de chamadas por unidade de tempo (e.g., dia, hora) e duração média das chamadas. A figura seguinte apresenta um gráfico com algumas estatísticas de chamadas do PBX implementado neste trabalho. Figura 8 Gráfico de barras da distribuição do número de chamadas efectuadas por dia, juntamente com a duração média das chamadas de cada dia. Para confirmar o correcto processamento da chamada, foram consultados os logs do. Nas figuras seguintes são apresentados os logs de uma tentativa de realização de chamada com rejeição do destino; e o estabelecimento de uma chamada com sucesso. Figura 9 Extracto do log do PBX 1 durante a tentativa de realização de uma chamada rejeitada. Figura 10 Extracto do log do PBX 1 durante a realização de uma chamada aceite atendida. Em qualquer momento é possível consultar a lista dos utilizadores registados no sistema, além dos peers IAX2, acedendo ao menu Reports. Eduardo Almeida & Bruno Costa 9

10 Figura 11 Visualização dos utilizadores registados no sistema, juntamente com os peers IAX2. ON HOLD MUSIC Durante o estabelecimento de uma chamada ou enquanto a chamada activa se encontra em espera, é ouvida uma música no terminal VoIP (i.e., on hold music). Figura 12 Configuração de On Hold Music. REENCAMINHAMENTO DE CHAMADAS Outra funcionalidade configurada no PBX 2 foi o reencaminhamento de chamadas. De facto, sempre que for realizada uma chamada destinada à extensão PBX2-008, e se esta a rejeitar ou estiver ocupada, a chamada será reencaminhada para a extensão PBX A configuração desta funcionalidade é realizada no menu de configuração da respectiva extensão, tal como apresentado na figura seguinte. Eduardo Almeida & Bruno Costa 10

11 Figura 13 Extracto de configuração da funcionalidade de reencaminhamento de chamadas na extensão PBX CONFERÊNCIA A configuração de uma conferência é equivalente à criação de uma nova extensão no PBX. De facto, um método de configuração de conferências consiste em criar uma extensão dedicada para alojar a conferência, ao qual os utilizadores acedem através de uma chamada normal para a extensão indicada. Outro método consiste em adicionar novos utilizadores a uma chamada activa. Nesta conferência podem ser definidas várias configurações, nomeadamente uma password de acesso, a notificação de entrada / saída de utilizadores na conferência juntamente com uma gravação da sua identificação e ainda limitação do número máximo de utilizadores simultâneos na conferência. Para efeitos de teste foi criada uma conferência na extensão 100 do PBX 1, onde se juntaram 3 utilizadores de ambos os PBX. A configuração da conferência pode ser consultada na figura seguinte. Eduardo Almeida & Bruno Costa 11

12 Figura 14 Extracto das configurações da conferência no PBX 1. VÍDEOCHAMADA O suporte a videochamadas foi outra das funcionalidades implementadas neste trabalho. No entanto, dada a limitação da largura de banda disponível (potenciado pelo excessivo número de utilizadores na rede), além dos codecs utilizados para as videochamadas, a sua qualidade é bastante limitada. A configuração deste serviço é realizada activando as seguintes opções Settings -> IAX settings -> Video support: enabled e Settings -> SIP settings -> Chan SIP -> Video support: enabled -> max bit rate = kb/s. A lista dos codecs utilizados nas chamadas pode ser consultado na figura abaixo. Para comprovar a correcta configuração desta funcionalidade é apresentado um screenshot de um smartphone Android a realizar uma videochamada através do Zoiper. Eduardo Almeida & Bruno Costa 12

13 Figura 15 Screenshot de um smartphone Android a realizar uma videochamada através do Zoiper. Figura 16 Configuração dos codecs utilizados nas chamadas. INTERACTIVE VOICE RESPONSE (IVR) Tal como referido na secção Inbound Routes, para configurar o serviço de Interactive Voice Response (IVR), foi definido um DID específico no PBX 2 para o efeito (010). Para este trabalho, o serviço foi configurado consiste na apresentação de uma lista telefónica interactiva, onde são anunciadas as extensões disponíveis que o chamador pode contactar (através de uma gravação automática personalizada), bastando marcar o número correspondente à extensão (i.e., 1 = Ext001). Assim, os 3 primeiros algarismos reencaminham a chamada para as extensões correspondentes. No caso do valor introduzido ser incorrecto é apresentada uma mensagem de erro (gravação automática personalizada) e o recomeço do processo. De realçar que este serviço só se encontra disponível para chamadas com origem em PBX externos (i.e., PBX 1), já que a sua activação requere o processamento das chamadas pelas regras definidas na inbound route. Este serviço pode ser utilizado pelas empresas quando não é pretendido que determinadas extensões estejam acessíveis directamente de fora, obrigando a passar pela central de distribuição automática. No entanto, outra utilização frequente deste tipo de serviço consiste em disponibilizar informações e/ou realizar acções automaticamente sem a necessidade de uma intervenção humana. Os extractos relevantes das configurações do IVR e das gravações automáticas (i.e., announcements) podem ser consultados nas figuras seguintes. Eduardo Almeida & Bruno Costa 13

14 Figura 17 Configuração do IVR. Figura 18 Configuração dos announcements contendo as gravações utilizadas no serviço IVR. Eduardo Almeida & Bruno Costa 14

15 VOIC Outra funcionalidade importante implementada é o voic . Este serviço permite, a quem liga, deixar uma mensagem de voz na caixa de correio de voz da extensão contactada, caso a chamada seja rejeitada ou não atendida. Estas mensagens poderão ser ouvidas posteriormente pelo utilizador da extensão, através da marcação da extensão *98 para o seu voic ou *97 para a consulta de qualquer extensão registada no PBX. Em ambos os casos, o acesso ao serviço está protegido por uma password. A configuração deste serviço é realizada no menu de configuração da respectiva extensão, bastando activar a opção de voic . De realçar a activação das opções: Require from same extension, que obriga a introdução da password. Play envelope, que anuncia a data da mensagem antes do seu conteúdo. A demonstração da configuração do voic da extensão 001, bem como um extracto das extensões do PBX com voic configurado são apresentados nas figuras seguintes. O permite o envio da mensagem de voic recebida para um dado endereço de e- mail. Apesar desta funcionalidade não ter sido demonstrada na aula, a sua configuração é apresentada na figura seguinte. Figura 19 Extracto de configuração do voic da extensão 001. Figura 20 Extracto das extensões com voic activo, incluindo o número de mensagens novas na respectiva caixa de correio. Eduardo Almeida & Bruno Costa 15

16 CONCLUSÃO Com a realização deste trabalho, foi possível implementar um sistema de vídeo-telefonia sobre IP com as funcionalidades mais requisitadas em contextos empresariais, que muito ultrapassam uma simples chamada de voz entre 2 extensões. Com efeito, todas as configurações realizadas tiveram em mente a aplicação desta solução em cenários reais, tal como foi possível verificar ao longo do relatório. Deste modo, a realização do trabalho permitiu o contacto com um sistema real de vídeotelefonia sobre IP, o que permitiu adquirir conhecimentos fulcrais sobre o funcionamento e implementação destes serviços em ambientes de utilização reais. Eduardo Almeida & Bruno Costa 16

17 BIBLIOGRAFIA Neves, João Video Telephony over IP. Portugal: INESCPorto (acedido em 17 de Dezembro de 2014) Dashboard - Project Wiki. https://wiki.asterisk.org/ (acedido em 17 de Dezembro de 2014). FreePBX The Free Stands for Freedom - FreePBX. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Wiki FreePBX Dashboard Documentation. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Wiki FreePBX Connecting Two FreePBX- Systems Together Over the Internet - FreePBX Modules - Documentation. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Voip-Info documentation of application commands - voip-info.org. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Docs Connecting Two Boxes Together via IAX. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Aosabook The Architecture of Open Source Applications. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). - The Open Source Telephony Project Architecture Overview. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Docs Chapter 2. Architecture. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Yakko Presentation. https://yakko.cs.wmich.edu/~drclaw/asterisk/presentation/slide15.html (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Wikipedia (PBX). https://en.wikipedia.org/wiki/_(pbx) (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Eduardo Almeida & Bruno Costa 17

18 ExcITingIP The Open Source Telephony/Communications Platform. (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Harding Lecture 4: Lines trunks pbx key telephone. y_telephone.ppt (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Ingate PBX presentation engate itexpoeast pptx (acedido em 17 de Dezembro de 2014). Eduardo Almeida & Bruno Costa 18

SCOM 2014/2015. Asterisk. João Teixeira 070503247

SCOM 2014/2015. Asterisk. João Teixeira 070503247 SCOM 2014/2015 Asterisk João Teixeira 070503247 19 de dezembro de 2014 Índice Introdução... 1 Instalação... 2 Instalação do software Asterisk:... 2 Configuração... 5 Criação de extensões... 5 Registo de

Leia mais

Relatório Asterisk. Pedro Brito 100503279

Relatório Asterisk. Pedro Brito 100503279 Relatório Asterisk Unidade Curricular: SCOM Ano Letivo: 2014/2015 Docente: João Manuel Couto das Neves Alunos: Diogo Guimarães 100503158 Pedro Brito 100503279 Índice Introdução... 2 Instalação e Configuração

Leia mais

Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114

Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114 Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114 20 de Dezembro de 2014 Serviços de Comunicações Conteúdo 1 Introdução 2 2 Contextualização 3 2.1 PBX...................................

Leia mais

Índice. Introdução... 2. Instalação... 2. Configurações... 3. Criação de extensões... 3. Voicemail... 4. Conferências...5. Videochamadas...

Índice. Introdução... 2. Instalação... 2. Configurações... 3. Criação de extensões... 3. Voicemail... 4. Conferências...5. Videochamadas... Índice Introdução... 2 Instalação... 2 Configurações... 3 Criação de extensões... 3 Voicemail... 4 Conferências...5 Videochamadas... 6 Trunks... 6 Filas de espera... 9 Mensagens de Texto... 11 Interactive

Leia mais

Asterisk MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015

Asterisk MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015 MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015 RELATÓRIO DO TRABALHO PRÁTICO FINAL Asterisk PEDRO DE SERPA CAIANO ROCHA GONÇALVES TIAGO DOS

Leia mais

Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX

Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX 19 de Dezembro de 2014 Carlos Leocádio - ee09313@fe.up.pt Tiago Ferreira - ee10085@fe.up.pt Departamento de Engenharia Electrotécnica

Leia mais

Trabalho Laborato rio 5 Asterisk

Trabalho Laborato rio 5 Asterisk Trabalho Laborato rio 5 Asterisk Serviços de Comunicações - 2014/2015 Autores: Xavier Araújo José Santos Índice 1. Introdução... 3 2. Asterisk Now... 4 3. Configuração dos Serviços de Comunicação... 5

Leia mais

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 ASTERISK João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 VISÃO GERAL O que é Como funciona Principais Funcionalidades Vantagens vs PBX convencional O QUE É Software open-source, que corre sobre a plataforma Linux;

Leia mais

Trixbox Um PABX IP gratuito em apenas 20 minutos VoIP quase instantâneo

Trixbox Um PABX IP gratuito em apenas 20 minutos VoIP quase instantâneo Trixbox Um PABX IP gratuito em apenas 20 minutos VoIP quase instantâneo Construa um PABX IP poderoso e com diversos recursos em apenas 20 minutos, e sem gastar nada. por Alberto Sato CAPA O Trixbox [1]

Leia mais

Suporte: http://www.mkkdigital.pt/support/upload/index.php

Suporte: http://www.mkkdigital.pt/support/upload/index.php Website: http://www.mkkdigital.pt Suporte: http://www.mkkdigital.pt/support/upload/index.php Introdução As centrais telefónicas 3CX foram desenvolvidas para o tecido empresarial, com sistemas de última

Leia mais

Telefone sem fios Manual de configuração Office

Telefone sem fios Manual de configuração Office Telefone sem fios Manual de configuração Office Índice Configurar o Office sem fios 5 Configurar o seu telefone sem fios 5 Configurar a base do telefone 5 Associar o telefone à base 8 Configurar uma conta

Leia mais

TUTORIAL PARA CONFIGURAR X-LITE

TUTORIAL PARA CONFIGURAR X-LITE TUTORIAL PARA CONFIGURAR X-LITE Etapa 1 - Para configurar o programa X-lite no seu computador, siga as etapas abaixo. Faz um clique sobre SOFTPHONE, em seguida sobre Account Settings. SOFTPHONE Prepare

Leia mais

Redes de Acesso Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile

Redes de Acesso Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile Trabalho realizado pelos alunos: Grupo 17 Índice A Introdução...3 B Objectivos...3 C Especificações, Desenvolvimento e Testes...3 C.1 Especificações...3 C.2

Leia mais

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP Trabalho Nº 4 - VoIP 1. Introdução A utilização de tecnologia VoIP como alternativa às redes telefónicas tradicionais está a ganhar cada vez mais a aceitação junto dos utilizadores, e está sobretudo em

Leia mais

Manual Técnico GoVoice

Manual Técnico GoVoice Data Páginas 3 16 Versão 0.1 Manual Técnico GoVoice Índice 1 Enquadramento... 3 2 Funcionalidades... 4 2.1 Login... 4 2.2 Menus de Administração... 4 2.3 Menu Sistema... 5 2.3.1 Dados do Utilizador...

Leia mais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais iportalmais 12 de Junho de 2012 1 Introdução Este documento ilustra o procedimento de configuração das aplicações necessárias na integração do SugarCRM

Leia mais

Manual do Utilizador em Português (versão final) Elastix 0.9-alpha. Para maiores informações visite www.elastix.org

Manual do Utilizador em Português (versão final) Elastix 0.9-alpha. Para maiores informações visite www.elastix.org Manual do Utilizador em Português (versão final) Elastix 0.9-alpha Para maiores informações visite www.elastix.org ÍNDICE 1. Introdução 2. ELASTIX Instalação 3 Interface WEB de Administração 3.1. Configuração

Leia mais

Manual básico de configuração. ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T

Manual básico de configuração. ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T Manual básico de configuração ATA (Adaptador de Terminal Analógico) Modelo Linksys PAP2T Índice 1 Objetivo deste documento... 3 2 Entendendo o que é um ATA... 3 3 Quando utilizar o ATA... 4 4 Requisitos

Leia mais

Passo-a-passo de configuração de aplicativos para rede VoIP da UEMA

Passo-a-passo de configuração de aplicativos para rede VoIP da UEMA Passo-a-passo de configuração de aplicativos para rede VoIP da UEMA Sistemas operacionais: Windows para PC Aplicativo: X-Lite (freeware) Após instalação do aplicativo (disponível na pasta UEMA\Rede VoIP)

Leia mais

REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES. Enunciado do Projecto de. VoIP

REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES. Enunciado do Projecto de. VoIP REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES Enunciado do Projecto de VoIP Paulo Rogério Pereira, SETEMBRO DE 2011 1. Objectivo Este trabalho tem como objectivo desenvolver um sistema de Interactive Video Voice Response

Leia mais

Configurando UCM6104 com GXW4104

Configurando UCM6104 com GXW4104 Configurando UCM6104 com GXW4104 Olá pessoal, hoje iremos aprender como configurar um UCM6104 com GXW4104. Antes de começarmos, irei fala um pouco sobre cada um. UCM61xx: O UCM6100 séries aparelho IP PBX

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 5 VoIP Tecnologias Atuais de Redes - VoIP 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Estrutura Softswitch Funcionamento Cenários Simplificados de Comunicação em VoIP Telefonia

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA3102 Linksys

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA3102 Linksys Manual de Configuração do ATA SPA3102 Linksys Indíce 1 Introdução... 3 2 Upgrade de Firmware... 3 2.1 Verificação da Versão da FW... 3 2.2 Configuração do IP Fixo sem DHCP Server... 4 2.3 Obtenção do IP

Leia mais

Implementar Mediatrix 4400 Digital Gateways com o Cisco Unified Communications UC 320W

Implementar Mediatrix 4400 Digital Gateways com o Cisco Unified Communications UC 320W Implementar Mediatrix 4400 Digital Gateways com o Cisco Unified Communications UC 320W Este documento ajuda-o a configurar o Cisco UC 320W e os Mediatrix 4400 Series Digital Gateways, de forma a suportarem

Leia mais

Contato FreeBSD Brasil LTDA Configuração VoIP de Exemplo FreeBSD Brasil LTDA Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 PUBLICO pg 1/22

Contato FreeBSD Brasil LTDA Configuração VoIP de Exemplo FreeBSD Brasil LTDA Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 PUBLICO pg 1/22 Contato Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 pg 1/22 CLASSIFICAÇÃO: X NÃO CLASSIFICADO NÃO CLASSIFICADO PRIVADO X PÚBLICO SECRETO PARTICULAR ALTAMENTE SECRETO PRIVADO Contato Instrucões Conf VoIP Versão 1.1

Leia mais

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas

Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Redes de Comunicações Móveis / Tecnologias de Redes de Comunicações / Segurança Informática em Redes e Sistemas Enunciado do Projecto Conjunto

Leia mais

Manual de Iniciação Rápida

Manual de Iniciação Rápida Manual de Iniciação Rápida Cisco SPA232D Mobility Enhanced ATA Conteúdo da embalagem Adaptador de telefone analógico Cabo Ethernet Cabo de telefone Transformador Manual de Iniciação Rápida CD-ROM do produto

Leia mais

Comunicação VoIP PBX por Software

Comunicação VoIP PBX por Software Comunicação VoIP PBX por Software Introdução Com a difusão crescente de uso de computadores nas empresas e o uso de Internet que facilita a interconexão entre estes equipamentos surgiu a possibilidade

Leia mais

Central Inteligente Manual de utilização

Central Inteligente Manual de utilização Central Inteligente 4 Benefícios 5 Funcionalidades 5 Portal de Configuração 5 Índice Área de Cliente 6 Registo Área de Cliente 7 Login Área de Cliente 7 Menu Área de Cliente 7 Portal de Configuração da

Leia mais

Relatório Intermédio de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Intermédio de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Intermédio de Projecto em Contexto Empresarial I VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha - Vila Nova de

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Utilização dos Terminais Linksys

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Utilização dos Terminais Linksys Manual de Utilização dos Terminais Linksys Índice 1 INTRODUÇÃO...3 2 TECLADO DOS TERMINAIS LINKSYS...3 3 UTILIZAÇÃO DOS TERMINAIS LINKSYS...4 3.1 Efetuar Chamadas... 5 3.2 Receber e Terminar Chamada...

Leia mais

Nuno Cruz Infra-Estrutura VoIP. Instituto Politécnico de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Nuno Cruz <ncruz@net.ipl.pt> Infra-Estrutura VoIP. Instituto Politécnico de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Nuno Cruz Infra-Estrutura VoIP Instituto Politécnico de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Universo IPL 8 Pólos 15000 alunos ISEL 7500 alunos 1500 docentes 500 funcionários

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto em Contexto Empresarial I VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha - Vila Nova de

Leia mais

Manual do utilizador das funções avançadas do sistema de correio de voz Cisco Unity Express 7.0.2

Manual do utilizador das funções avançadas do sistema de correio de voz Cisco Unity Express 7.0.2 Manual do utilizador das funções avançadas do sistema de correio de voz Cisco Unity Express 7.0.2 Última actualização: 12 March 2009 Este manual fornece informações sobre a utilização das funções de correio

Leia mais

Visão 360º do seu cliente no Contact Center!

Visão 360º do seu cliente no Contact Center! Visão 360º do seu cliente no Contact Center! Visão 360º do seu cliente no Contact Center! A solução global para a sua empresa Com o FScontact é possível fazer fazer tudo aquilo que sempre precisou no seu

Leia mais

vdt IP PBX e CONTACT CENTER

vdt IP PBX e CONTACT CENTER vdt IP PBX e CONTACT CENTER CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS Configuração Híbrida : PAs via Softphones, Telefones analógicos, Telefones IP Fax em e-maill Aúdio e Vídeo conferência Mobilidade (ramais e agentes

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

Guia IPBrick Billing

Guia IPBrick Billing Guia IPBrick Billing iportalmais 1 de Outubro de 2010 1 Introdução A crescente aceitação da facturação electrónica por parte dos consumidores e da comunidade empresarial tornou-nos conscientes da necessidade

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA2102 Linksys

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA2102 Linksys Manual de Configuração do ATA SPA2102 Linksys Indíce 1 Introdução... 3 2 Upgrade de Firmware... 3 2.1 Verificação da Versão da FW... 3 2.2 Configuração do IP Fixo sem DHCP Server... 4 2.3 Obtenção do IP

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual do Portal de Selfcare Utilizador

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual do Portal de Selfcare Utilizador Manual do Portal de Selfcare Utilizador Índice 1 Introdução... 3 1.1 Âmbito do Documento... 3 1.2 Acesso... 4 1.3 Autenticação... 4 2 Extensões... 5 2.1 Reencaminhamentos (redireccionamentos)... 6 2.2

Leia mais

Guia de início rápido BlackBerry Enterprise 4.0 para Microsoft Exchange. Versão 1.0

Guia de início rápido BlackBerry Enterprise 4.0 para Microsoft Exchange. Versão 1.0 Guia de início rápido BlackBerry Enterprise 4.0 para Microsoft Exchange Versão 1.0 Vodafone Portugal 2005 Índice 1 Introdução à solução BlackBerry 3 2 Gestão e activação de utilizadores 3 2.1 Adicionar

Leia mais

Tutorial AGI para Elastix 05/11/2013

Tutorial AGI para Elastix 05/11/2013 1. REQUISITOS DO SISTEMA... 2 2. HABILITAR FREEPBX... 2 3. CRIAR UM "Custom Destinations":... 2 4. CRIAR UM Misc Aplications... 3 5. EDITANDO O Extensions_custom.conf... 4 6. CRIAR ARQUIVO PARA CONSULTA...

Leia mais

Visão 360º do seu cliente no Contact Center!

Visão 360º do seu cliente no Contact Center! Visão 360º do seu cliente no Contact Center! Visão 360º do seu cliente no Contact Center! A solução global para a sua empresa Com o Go Contact Center é possível fazer tudo aquilo que sempre precisou no

Leia mais

Comparativo de soluções para comunicação unificada

Comparativo de soluções para comunicação unificada Comparativo de soluções para comunicação unificada Bruno Mathies Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 Resumo Este artigo tem com objetivo

Leia mais

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo MANUAL o Este documento definirá como é feita a instalação e utilização de clientes VoIP na plataforma PC, operando sobre Windows e Linux, e em dispositivos móveis funcionando sobre a plataforma Android

Leia mais

S E R V I Ç O S V O I P

S E R V I Ç O S V O I P FILIAIS CLIENTES PARCEIROS FORNECEDORES FALE COM TODA A SUA ESTRUTURA EMPRESARIAL A PREÇOS BAIXOS A DS-PHONE DS-PHONE é um serviço de telecomunicações para rede fixa e rede móvel a nível Nacional e Internacional.

Leia mais

Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server

Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server Esta nota de aplicação explica como implementar o Cisco UC 320W num ambiente do Windows Small Business Server. Índice Este documento inclui

Leia mais

Asterisk. Arquivos e Configurações Básicas

Asterisk. Arquivos e Configurações Básicas Asterisk Arquivos e Configurações Básicas Arquivos de Configuração O Asterisk é controlado através de arquivos de configuração localizados no diretório /etc/asterisk. Os arquivos compartilham a mesma sintaxe,

Leia mais

Seu manual do usuário SIEMENS GIGASET M34 USB http://pt.yourpdfguides.com/dref/3954689

Seu manual do usuário SIEMENS GIGASET M34 USB http://pt.yourpdfguides.com/dref/3954689 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para SIEMENS GIGASET M34 USB. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a SIEMENS

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Utilização X-Lite

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Utilização X-Lite Indíce 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO SOFTPHONE X-LITE... 3 2 UTILIZAÇÃO DO SOFTPHONE X-LITE... 4 2.1 Efectuar, Receber e Terminar Chamadas... 4 2.2 Colocar Chamada em Espera... 5 3 UTILIZAR DUAS LINHAS...

Leia mais

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE NUMERAÇÃO GEOGRÁFICA EM REDES PRIVATIVAS MULTI-SITE I ENQUADRAMENTO O ICP-ANACOM ao acompanhar a evolução tecnológica e tendo sido confrontado com um pedido

Leia mais

Nuno Cruz Infra-Estrutura VoIP

Nuno Cruz <ncruz@net.ipl.pt> Infra-Estrutura VoIP Nuno Cruz Infra-Estrutura VoIP Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Semana Informática 2007 Cronologia Setembro 2002 Primeira aproximação ao VoIP no ISEL, relacionado com um Projecto

Leia mais

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR Instituto Superior Técnico Projecto VoIP Sistema IVVR 68239 Rui Barradas 68477 Helton Miranda 68626 Ludijor Barros 72487 Bruna Gondin Introdução O objectivo deste projecto é desenvolver um sistema de Interactive

Leia mais

Manual do GesFiliais

Manual do GesFiliais Manual do GesFiliais Introdução... 3 Arquitectura e Interligação dos elementos do sistema... 4 Configuração do GesPOS Back-Office... 7 Utilização do GesFiliais... 12 Outros modos de utilização do GesFiliais...

Leia mais

Manual de instruções do SEEME

Manual de instruções do SEEME Manual de instruções do SEEME O SEEME é uma maquina que permite usar equipamento IP, hardphones e softphones na rede telefónica. Com o SEEME é possível marcar em videochamada usando números telefónicos

Leia mais

Gil Simões. 17 de Outubro de 2008

Gil Simões. 17 de Outubro de 2008 Gil Simões Departamento de Comunicações e Sistemas 17 de Outubro de 2008 Rede de Comunicações do Governo Rede Comunicações do Governo Interliga todos os Ministérios (Membros do Governo) É constituída por

Leia mais

MODELO 827 CARACTERÍSTICAS. Controlador Trunking

MODELO 827 CARACTERÍSTICAS. Controlador Trunking MODELO 827 Controlador Trunking CARACTERÍSTICAS Obedece completamente ao Standard MPT1327/1343 e é compatível com os radiotelefones MPT1352/1327. Tem estrutura modular e o seu sistema de controlo com informação

Leia mais

Criado por Mark Spencer em 1999. Criador do GAIM (actualmente Pidgin) e do daemon L2TP t2tpd (ambos para Linux) In computer networking, Layer 2

Criado por Mark Spencer em 1999. Criador do GAIM (actualmente Pidgin) e do daemon L2TP t2tpd (ambos para Linux) In computer networking, Layer 2 Criado por Mark Spencer em 1999. Criador do GAIM (actualmente Pidgin) e do daemon L2TP t2tpd (ambos para Linux) In computer networking, Layer 2 Tunneling Protocol (L2TP) is a tunneling protocol used to

Leia mais

Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Julho/2012 Manual de configuração Softphone X-lite 5.0 Uso interno e de clientes Tellfree

Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Julho/2012 Manual de configuração Softphone X-lite 5.0 Uso interno e de clientes Tellfree Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Julho/2012 Manual de configuração Softphone X-lite 5.0 Uso interno e de clientes Tellfree Elaborado por: Vagner Reser vagner.reser@tellfree.com.br Validado por: Gabriel

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha

Leia mais

Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas

Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas Condições de oferta e de utilização de Serviços de Comunicações Eletrónicas Conteúdo 1. Identificação... 3 2. Serviços... 4 2.1. Serviços de Voz... 4 2.1.1. SIP Trunk /Voip... 4 2.1.2. IPBX... 4 2.1.3.

Leia mais

Guia IPBRICK Billing 2.0

Guia IPBRICK Billing 2.0 Guia IPBRICK Billing 2.0 iportalmais 4 de Janeiro de 2013 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 Características 3 2.1 Novas características no Billing 2.0................... 3 3 Procedimento Básico 4 4 Instalação

Leia mais

Manual do Administrador. Versão 3.0 ou superior

Manual do Administrador. Versão 3.0 ou superior Manual do Administrador Versão 3.0 ou superior ÍNDICE ÍNDICE 1- DESCRIÇÃO FUNCIONAL... 5 1.1 Dados Gerais... 5 1.2 Correio de Voz... 5 1.3 Unified Messaging... 5 1.4 Atendedor Automático... 6 1.5 Music

Leia mais

ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS

ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS Manual de Instalação Rápida DN-70591 INTRODUÇÃO DN-70591 é um dispositivo conjunto de rede com fios/sem fios destinado especificamente para as necessidades de pequenas

Leia mais

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br CONFIGURAÇÃO GRANDSTREAM GXW 4104 + ELASTIX A Grandstream Networks Inc é reconhecidamente mundialmente como, uma empresa inovadora e tem um dos melhores custo benefício do setor de telefonia IP, sendo

Leia mais

Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso. no projeto INOC-DBA.

Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso. no projeto INOC-DBA. Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso no projeto INOC-DBA. 1. ZOIPER Disponível para: Windows (Vista, 7 e 8), Mac OSX, Linux, Android (2.1 ou superior), ios (4.3 ou superior), Windows

Leia mais

Router Netgear Manual de serviços internet e telefone

Router Netgear Manual de serviços internet e telefone Manual de serviços internet e telefone af_manual Router Netgear_2700004066.indd 1 af_manual Router Netgear_2700004066.indd 2 Índice Apresentação Instalação e configuração wi-fi Página interna de configurações

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Utilização dos Terminais Cisco

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Utilização dos Terminais Cisco Manual de Utilização dos Terminais Cisco Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 TECLADO DOS TERMINAIS CISCO... 3 3 UTILIZAÇÃO DOS TERMINAIS CISCO... 4 3.1 Efetuar chamadas... 5 3.2 Receber e Terminar Chamada... 6

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Estudantes da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 10-07-2009 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Manual do utilizador. Aplicação de agente

Manual do utilizador. Aplicação de agente Manual do utilizador Aplicação de agente Versão 8.0 - Otubro 2010 Aviso legal: A Alcatel, a Lucent, a Alcatel-Lucent e o logótipo Alcatel-Lucent são marcas comerciais da Alcatel-Lucent. Todas as outras

Leia mais

Manual CallCenter para a IPBrick

Manual CallCenter para a IPBrick Manual CallCenter para a IPBrick iportalmais 1 de Outubro de 2010 1 1 Introdução As empresas usam call centers como forma de interagir e de construir relações com os seus clientes. Consciente da importância

Leia mais

Nome do Cliente. Nome do Projecto

Nome do Cliente. Nome do Projecto Nome do Cliente Nome do Projecto Apresentamos a Linha Matrix Eternity A IP- PABX que oferece mobilidade total e conetividade universal. Desenvolvida especialmente para o mercado empresarial. Tem como objetivo

Leia mais

PT MANUAL UTILIZADOR. Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote 3.0 para dispositivos. Passion.Technology.Design.

PT MANUAL UTILIZADOR. Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote 3.0 para dispositivos. Passion.Technology.Design. PT MANUAL UTILIZADOR Manual do utilizador da aplicação ComelitViP Remote.0 para dispositivos Passion.Technology.Design. Índice Instalação... Configuração automática da administração de apartamento... 4

Leia mais

Equipa de Informática. E-mail

Equipa de Informática. E-mail Equipa de Informática E-mail Conteúdo - Serviço de Email Página a. E-mail ESEL (utilizador@esel.pt) i. Outlook. Computadores da ESEL.... Computadores fora da ESEL..6. Enviar um E-mail pesquisando um contacto

Leia mais

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX Material traduzido do Tribox all descubierto feito por Alfredo Certain Yance e modificado por Eric Barbosa Jales de Carvalho Coordenador: Nathan

Leia mais

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG]

[Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] [Documentação de Utilização Correio Electrónico dos Funcionários da ESTG] Unidade De Administração de Sistemas Serviços Informáticos Instituto Politécnico de Leiria 09-06-2010 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Digi Voice. DigiVoice MEUCCI BE. Manual do Usuário MEUCCI BE. DigiVoice Tecnologia em Eletrônica IP PBX

Digi Voice. DigiVoice MEUCCI BE. Manual do Usuário MEUCCI BE. DigiVoice Tecnologia em Eletrônica IP PBX Digi Voice DigiVoice Tecnologia em Eletrônica DigiVoice MEUCCI BE IP PBX Manual do Usuário MEUCCI BE Versão: 1.0 Copyright 2007 DigiVoice Tecnologia em Eletrônica I DigiVoice MEUCCI BE Conteúdo Parte I

Leia mais

Qando falamos em VOIP

Qando falamos em VOIP Disc-OS, o SoftPABX tropicalizado Asterisk à moda brasileira CAPA Voltada para o mercado brasileiro, a distribuição Disc-OS veio para diminuir a linha de aprendizagem e facilitar a instalação do Asterisk

Leia mais

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA DE INFRAESTRUTURA www.alidata.pt geral@alidata.pt +351 244 850 030 A Alidata conta com uma equipa experiente e especializada nas mais diversas áreas, desde a configuração de um simples terminal de trabalho

Leia mais

Grandstream Networks, Inc.

Grandstream Networks, Inc. Grandstream Networks, Inc. Configurando a família UCM6100 com GXW410X Grandstream Networks, Inc. www.grandstream.com Índice Tabela de conteúdo Conectar os UCM6100 aos GXW410X usando tronco SIP... 3 Criar

Leia mais

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente

Leia mais

Software Communication System

Software Communication System Software Communication System Uma vantagem competitiva para as empresas em crescimento Uma solução baseada em software que unifica as suas comunicações. > > INSTALE sobre uma ampla gama de servidores baseados

Leia mais

Manual Dashboard XD. (Versão 0.91 Beta)

Manual Dashboard XD. (Versão 0.91 Beta) Manual Dashboard XD (Versão 0.91 Beta) Conteúdo Introdução... 3 Registo e ativação... 4 Login... 5 Menu Principal... 6 Configuração de servidores... 7 Visualizar Gráficos... 8 Personalização dos gráficos

Leia mais

Manual para a instalação e utilização do VOIP

Manual para a instalação e utilização do VOIP Manual para a instalação e utilização do VOIP Aplicativo para Windows X-lite 5.0 O X-Lite é um programa para realizar ligações através de um computador, que pode ser utilizado com um headset ou com microfone

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR Cisco Small Business

MANUAL DO UTILIZADOR Cisco Small Business MANUAL DO UTILIZADOR Cisco Small Business Telefones IP SPA 300 Series Modelos 301 e 303 Junho de 2010 Cisco e o logótipo da Cisco são marcas comerciais da Cisco Systems, Inc. e/ou das respectivas afiliadas

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS

CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS Voip do Brasil Telefone: 0800 889 9050 CONFIGURAÇÃO DO SOFTFONE EYEBEAM INSTALAÇÃO CONFIGURANDO A LICENÇA TESTE DE REPRODUÇÃO E GRAVAÇÃO CONFIGURAÇÃO DO SIP SETTINGS CONFIGURAÇÃO DE CODEC G729 AJUSTE DE

Leia mais

Cursos que leciono: 450/451 Cursos da formação (Modalidade Presencial). 442 Construindo PABX IP com asterisk na prática (Modalidade Presencial).

Cursos que leciono: 450/451 Cursos da formação (Modalidade Presencial). 442 Construindo PABX IP com asterisk na prática (Modalidade Presencial). www.4linux.com.br 2 / 25 Apresentação Anderson Julio Trabalho 7 anos com Linux e 2 anos com Asterisk. Certificações: LPI nível 1. Cursos que leciono: 450/451 Cursos da formação (Modalidade Presencial).

Leia mais

PROPOSTA DE REVISÃO DO PLANO NACIONAL DE NUMERAÇÃO

PROPOSTA DE REVISÃO DO PLANO NACIONAL DE NUMERAÇÃO PROPOSTA DE REVISÃO DO PLANO NACIONAL DE NUMERAÇÃO Maio de 2015 FUNDAMENTAÇÃO O sector das telecomunicações em Moçambique tem registado nos últimos anos um crescimento acentuado, estando neste momento

Leia mais

REDES INTEGRADAS DE TELECOMUNICAÇÕES II 2005 / 2006

REDES INTEGRADAS DE TELECOMUNICAÇÕES II 2005 / 2006 UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Engenharia Electrotécnica REDES INTEGRADAS DE TELECOMUNICAÇÕES II 2005 / 2006 Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e

Leia mais

DVG-5121SP. 3. Após realizar o login, aparecerá no canto esquerdo (figura 4) o menu do aparelho.

DVG-5121SP. 3. Após realizar o login, aparecerá no canto esquerdo (figura 4) o menu do aparelho. DVG-5121SP A configuração deste ATA consiste em acessar o seu software de configuração por meio do seu navegador web (browser). O IP de seu D-Link DVG-5121SP por padrão é 192.168.1.1 Figura 1 1. Para acessá-lo,

Leia mais

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Este é um ATA (Adaptador para Telefone Analógico) com interfaces WAN e LAN com rede de 10/100 Mbps, permitindo você conectar um aparelho telefônico tradicional,

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

Manual de Utilizador - Configurações

Manual de Utilizador - Configurações SETEMBRO DE 2015 SEMAIT MANAGEMENT SERVICES AND IT Índice Índice... 1 CloudPanel Admin Website... 2 Adicionar contactos a lista de contactos da sua empresa.... 2 Adicionar novo domínio.... 4 Criar modelo

Leia mais

2010 MANUAL DE UTILIZADOR

2010 MANUAL DE UTILIZADOR 2010 MANUAL DE UTILIZADOR ÍNDICE Análise do Produto... 3 Instalação e Inicialização... 3 Instalar o Debian... 3 Instalar a VCOM... 4 Obter licença... 4 Gestão de Utilizadores... 4 Gestão de Linhas... 5

Leia mais

GoVoice é uma solução de voz na Cloud.

GoVoice é uma solução de voz na Cloud. Messenger corporativo Helpdesk Reuniões Colaborativas Presença Hosted PBX Interface de Utilizador Interface de Administração Integração com Aplicações de Negócio Acesso Integrado Vídeo Aprovisionamento

Leia mais

Importância e rentabilidade

Importância e rentabilidade Jornadas da Ciência e tecnologia Projecto VoIP no IPG Importância e rentabilidade Jornadas da Ciência e Tecnologia 26/11/2010 Pedro Pinto ppinto (at) ipg.pt Centro de Informática do IPG DATACENTER @2010

Leia mais

PASSO A PASSO - INSTALAÇÃO

PASSO A PASSO - INSTALAÇÃO Digi Voice DigiVoice Tecnologia em Eletrônica DigiVoice Meucci PBX IP PASSO A PASSO - INSTALAÇÃO Versão: 1.0 Copyright 2007 DigiVoice Tecnologia em Eletrônica I DigiVoice Meucci Conteúdo Parte I Introdução

Leia mais

Soluções de CTI CRM Contact Center Call Center

Soluções de CTI CRM Contact Center Call Center Soluções de CTI CRM Contact Center Call Center Carac cterísti icas pri incipais Funções Telefónicas Efectuar, atender e desligar chamadas. Suspender chamadas. Transferir chamadas para outras extensões,

Leia mais