Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas José Figueiredo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas 200803845 José Figueiredo 200604114"

Transcrição

1 Implementação de Asterisk (IP PBX) Henrique Cavadas José Figueiredo de Dezembro de 2014 Serviços de Comunicações

2 Conteúdo 1 Introdução 2 2 Contextualização PBX IP PBX Asterisk Opções de Implementação FreePBX Implementação Instalação Configurações Configurações gerais Extensões Trunks Rota de Saída Funcionalidades adicionais Voic Conferência Interactive Voice Response (IVR) Conclusão 11 SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

3 1 Introdução Este trabalho surge no âmbito do último trabalho da cadeira de Serviços de Comunicações do 5 o ano do Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Neste documento encontra-se descrita uma breve explicação da framework Asterisk, bem como todos os passos de implementação e configuração do Asterisk para a criação de dois servidores IP PBX para comunicações VoIP. O trabalho consiste em implementar e configurar dois PBX, Asterisk neste caso, e testar o funcionamento das suas comunicações de forma diferenciada. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

4 2 Contextualização 2.1 PBX Private Branch Exchange (PBX) é um sistema que atua como central telefónica numa organização fazendo reencaminhamento de chamadas entre os diferentes utilizadores. Um servidor PBX permite também fazer ligações à rede telefónica pública - Public Switched Telephone Network (PSTN), possuindo uma ou várias linhas PSTN. Estas podem ser partilhadas pela organização, sendo a sua gestão feita de forma transparente para os utilizadores. 2.2 IP PBX O sistema IP PBX surge como uma evolução do tradicional PBX, pois permite comunicações de áudio, vídeo e mensagens instantâneas sendo todas elas efectuadas sobre o protocolo TCP/IP. Para comunicações telefónicas (externas) a rede interna é interligada à rede PSTN. VoIP (Voice over Internet Protocol) gateways podem ser combinadas permitindo às organizações redução de custos e até em alguns casos usar apenas uma ligação de dados. IP PBX pode ser constituído por hardware ou virtualmente, em software. 2.3 Asterisk Asterisk é um PBX completo implementado em software, foi criado em 1999 por Mark Spencer. A primeira versão estável foi lançada em 2004, sendo atualmente suportada pela Digium. Asterisk é uma Framework Open Source utilizada para desenvolver aplicações de comunicação, suportando uma grande gama de protocolos VoIP, tais como: Session Initiation Protocol (SIP), Media Gateway Control Protocol (MGCP) e H.323. Algumas das funcionalidades mais relevantes do Asterisk são: Filas de espera; Música em espera; Atendedor Automático (Menus de telefone); Encaminhamento de chamadas; Chamadas em conferência; Gravação de chamadas; Monitorização de chamadas; Voic ; Identificação de chamadas; Integração com Base de Dados; Marcação por nome; Chamadas em conferência; SMS; Listas negras; Atendimento remoto; entre outras. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

5 2.3.1 Opções de Implementação Esta framework pode ser instalada e configurada de diversas maneiras. A sua instalação pode ser realizada compilando o código fonte que está disponível sob uma licença GNU Public License version 2 (GPLv2), utilizando um pacote pré-- compilado ou através de uma distribuição pré-configurada. A sua configuração pode ser efetuada através de uma aplicação web based (como por exemplo o FreePBX) ou modificando os ficheiros de extensão.conf que se encontram no diretório /etc/asterisk, nomeadamente extensions.conf para adicionar e configurar as extensões de cada servidor, o ficheiro sip.conf para as configurações do protocolo SIP e o ficheiro modules.conf para escolher os módulos do código a serem utilizados. 2.4 FreePBX FreePBX é uma interface gráfica Open Source que controla e gere as funcionalidades do Asterisk. Pode ser instalado manualmente ou como parte de uma distribuição pré-configurada que inclui o sistema operativo, Asterisk, FreePBX GUI e as bibliotecas (libs) dependentes. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

6 3 Implementação A opção escolhida neste trabalho para implementar Asterisk foi usar uma distribuição Open Source pré-configurada chamada AsteriskNow. Esta distribuição Linux baseada em CentOS 6 contém o código fonte do Asterisk pré-compilado, bem como o software FreePBX e a interface DAHDI (Digium/Asterisk Hardware Device Interface). 3.1 Instalação O primeiro passo na implementação deste trabalho foi a criação de uma máquina virtual usando Virtualbox, em dois computadores diferentes, com a distribuição AsteriskNow Bit. A instalação desta distribuição é simples, sendo apenas pedida a introdução de informação da rede, do fuso horário e password de root. Para poder aceder às maquinas virtuais criadas, a ligação entre host e máquina virtual é estabelecida criando uma bridge entre eles, ficando assim na mesma subrede. 3.2 Configurações Os dois servidores IP PBX foram configurados através da interface web FreePBX que vem incluída e pré-configurada no AsteriskNow. Para aceder à área de administrador, introduz-se no browser o endereço IP retornado pelo sistema operativo virtual após a sua instalação e reinicialização. Os IPs obtidos estão ilustrados nas duas figuras seguintes. Figura 1: IP servidor 1. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

7 Figura 2: IP servidor 2. Na primeira vez que o servidor é acedido, o sistema requer ao utilizador que defina um username e password para aceder à área de administração e configuração do FreePBX. Após a escolha das credenciais de acesso, para começar a configuração, o administrador acede à área FreePBX Administration Configurações gerais Configurações de rede No menu Admin System Admin Network Settings é configurado o IP estático de cada um dos servidores, bem como a máscara de rede e o gateway. Alternativamente estas configurações poderiam ser realizadas editando o ficheiro ifcgfeth0 localizado no directório /etc/sysconfig/networkscripts. No menu Admin System Admin DNS poderia ser configurada a lista de servidores DNS, mas nesta implementação não foi necessário. Configurações SIP No menu Setting Asterisk SIP Settings foram configurados os endereços de IP externos, a rede local e os codecs que irão ser posteriormente utilizados pelo protocolo SIP nas comunicações realizadas. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

8 3.2.2 Extensões Nos servidores IP PBX foram criadas extensões que por si só já permitem a comunicação interna, ou seja entre extensões do mesmo IP PBX. Para tal é necessário aceder ao menu Applications Extensions e preencher os campos: User Extension - valor numérico Display Name - nome do utilizador da extensão SIP Alias - username a ser utilizado pelo protocolo SIP no registo do telefone a ser utilizado pela extensão Secret - password da extensão e do utilizador As extensões criadas em cada um dos servidores foram do tipo Generic PJSIP Device e foram as seguintes: Servidor 1: 1001, 1002, 1003 e 1004 Servidor 2: 2001, 2002 e 2003 Com as extensões foram automaticamente criados os utilizadores associados a estas, pelo que não foi necessário a sua criação. Caso fosse necessário poderiam ter sido criados no menu Admin User Management Trunks Para existir uma ligação com um outro servidor IP PBX, ou até com a PTSN, é necessária a configuração de Trunks, para tal acede-se ao menu Connectivity Trunks e especifica-se o IP do servidor de destino. Para cada servidor foi criado um Trunk PJSIP para possibilitar a ligação entre eles, os campos preenchidos foram: Trunk Name - nome do Trunk Maximum channels - número máximo de canais que o Trunk suporta Username - nome do utilizador do Trunk (igual nos dois Trunks criados) Secret - palavra-passe do Trunk (igual nos dois Trunks criados) SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

9 SIP Server - endereço de IP do servidor IP PBX ao qual se irá ligar. No Servidor 1, com o IP o SIP Server é o IP do Servidor 2: e vice versa. SIP Server Port - porto pelo qual estabelece a ligação, que por omissão é o 5060 Context - campo que indicada a que tipo de rede o Trunk se ligará, neste caso from-internal. Se quiséssemos estabelecer uma ligação com a PTSN este campo teria de ser from-ptsn. Na configuração do Trunk é possível também escolher os codecs que serão utilizados pelas comunicações. Os codecs ativados nos Trunks criados foram: ulaw, alaw, g726 e g Rota de Saída As rotas de saída (Outbound Routes) podem ser criadas no menu Connectivity Outbound Routes e utilizam os Trunks criados nos respetivos servidores. Para a criação de uma rota é necessário definir um nome, uma password e os respetivos Dial Patterns ou padrões de estabelecimento de chamada. Os Dial Patterns criados foram os seguintes: No Servidor 1, foi definido que todas as chamadas que tivessem o indicativo 2, seguido de quatro números (XXXX) utilizariam esta rota. Por sua vez, esta rota utiliza o Trunk criado que encaminha para o IP do Servidor 2. Figura 3: Padrões de ligação do Servidor 1. No Servidor 2, foi definido que todas as chamadas que tivesses o indicativo 1, seguido de quatro números (XXXX) utilizariam esta rota. Esta rota utiliza o Trunk criado que encaminha para o IP do Servidor 1. A linha que contém , permite às extensões registadas aceder à extensão de conferência criada no Servidor 1, que será descrita em detalhe na secção Funcionalidades Adicionais. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

10 Figura 4: Padrões de ligação do Servidor Funcionalidades adicionais Voic A funcionalidade de voic e a password de acesso é ativada e configurada quando são criadas as extensões em cada um dos servidores. Por uma questão de simplicidade nesta implementação, puramente académica, todos os voic s foram criados com a mesma password. A única extensão onde não foi ativado o voic foi na extensão 1003 do Servidor 1, devido à implementação de outra funcionalidade (Interactive Voice Response) que é acedida quando esta extensão não está disponível. As opções gerais do voic podem ser encontradas no menu Settings Voic admin e permitem configurar por exemplo o volume da gravação do voic e o número onde está acessível, que por definição é Conferência Para a implementação desta funcionalidade é necessário aceder ao menu Applications Conferences e criar uma nova conferência. Configurando um número em Conference Number que funciona como uma extensão onde a conferência está acessível, escolher um nome e criar dois números PIN para os utilizadores e adminastrador da mesma. Neste menu é também possível escolher algumas opções para a conferência, como por exemplo o número máximo de participantes, música em espera, contador de utilizadores, mensagem de entrada ou saída de utilizador, entre outras. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

11 3.3.3 Interactive Voice Response (IVR) IVR é uma ferramenta muito útil disponível no Asterisk, pois permite interação com o utilizador de forma automática. Foram implementadas duas funcionalidades: (1) acesso ao diretório interno do PBX (2) acesso à conferência criada anteriormente A opção (1) de acesso ao diretório permite ao utilizador encontrar qualquer contacto/utilizador dentro da organização. Não foi possível configurar uma mensagem de voz personalizada para escolha das diferentes opções, isto porque o áudio gravado por nós não foi reconhecido pelo FreePBX, mesmo utilizando um codec suportado pela framework, o WAV. No entanto, o IVR funcionava como pretendido. A figura seguinte ilustra a sua configuração, que se realiza acedendo ao menu Applications IVR. Figura 5: Configuração de opções de acesso no IVR. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

12 4 Conclusão Com a realização deste trabalho foi possível adquirir novos conhecimentos acerca da implementação deste tipo de sistemas de comunicações e dos protocolos por eles utilizados, bem como consolidar conhecimentos adquiridos ao longo do ano na unidade curricular de Serviços de Comunicações. Podemos constatar que a framework Asterisk é uma solução ótima para uma organização com elevado número de utilizadores, devido ao facto de ser gratuito, facilmente escalável e oferecer um vasto leque de opções de personalização. Além de não ser necessário hardware específico, é seguro e tem compatibilidade com a grande maioria dos protocolos utilizados em comunicações multimédia. Inicialmente, deparámos-nos com alguns problemas relacionados com a rede, não nos sendo possível utilizar a rede wireless da FEUP para alojamento dos servidores PBX, tendo optado pela criação de uma máquina virtual nos nossos computadores pessoais, ligados por cabo ethernet. Assim, consideramos que este trabalho foi realizado com sucesso, pois foi-nos possível demonstrar o correto funcionamento de todas as funcionalidades implementadas, bem como consolidar os nossos conhecimentos à disciplina. SCOM 2014/15 20 de Dezembro de

Relatório Asterisk. Pedro Brito 100503279

Relatório Asterisk. Pedro Brito 100503279 Relatório Asterisk Unidade Curricular: SCOM Ano Letivo: 2014/2015 Docente: João Manuel Couto das Neves Alunos: Diogo Guimarães 100503158 Pedro Brito 100503279 Índice Introdução... 2 Instalação e Configuração

Leia mais

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013

ASTERISK. João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 ASTERISK João Cepêda & Luís Borges SCOM 2013 VISÃO GERAL O que é Como funciona Principais Funcionalidades Vantagens vs PBX convencional O QUE É Software open-source, que corre sobre a plataforma Linux;

Leia mais

SCOM 2014/2015. Asterisk. João Teixeira 070503247

SCOM 2014/2015. Asterisk. João Teixeira 070503247 SCOM 2014/2015 Asterisk João Teixeira 070503247 19 de dezembro de 2014 Índice Introdução... 1 Instalação... 2 Instalação do software Asterisk:... 2 Configuração... 5 Criação de extensões... 5 Registo de

Leia mais

Asterisk MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015

Asterisk MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015 MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E DE COMPUTADORES EEC0048 SERVIÇOS DE COMUNICAÇÕES 2014/2015 RELATÓRIO DO TRABALHO PRÁTICO FINAL Asterisk PEDRO DE SERPA CAIANO ROCHA GONÇALVES TIAGO DOS

Leia mais

Índice. Introdução... 2. Instalação... 2. Configurações... 3. Criação de extensões... 3. Voicemail... 4. Conferências...5. Videochamadas...

Índice. Introdução... 2. Instalação... 2. Configurações... 3. Criação de extensões... 3. Voicemail... 4. Conferências...5. Videochamadas... Índice Introdução... 2 Instalação... 2 Configurações... 3 Criação de extensões... 3 Voicemail... 4 Conferências...5 Videochamadas... 6 Trunks... 6 Filas de espera... 9 Mensagens de Texto... 11 Interactive

Leia mais

Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX

Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX Serviços de Comunicações RELATÓRIO LABORATORIAL IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO IP PBX 19 de Dezembro de 2014 Carlos Leocádio - ee09313@fe.up.pt Tiago Ferreira - ee10085@fe.up.pt Departamento de Engenharia Electrotécnica

Leia mais

Trabalho Laborato rio 5 Asterisk

Trabalho Laborato rio 5 Asterisk Trabalho Laborato rio 5 Asterisk Serviços de Comunicações - 2014/2015 Autores: Xavier Araújo José Santos Índice 1. Introdução... 3 2. Asterisk Now... 4 3. Configuração dos Serviços de Comunicação... 5

Leia mais

Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Serviços de Comunicações 2014/2015 TP5 ASTERISK

Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Serviços de Comunicações 2014/2015 TP5 ASTERISK Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Serviços de Comunicações TP5 ASTERISK Bruno Rafael Ribeiro Costa 201005303 Eduardo Nuno Moreira Soares de Almeida 201000641 Professor:

Leia mais

Trixbox Um PABX IP gratuito em apenas 20 minutos VoIP quase instantâneo

Trixbox Um PABX IP gratuito em apenas 20 minutos VoIP quase instantâneo Trixbox Um PABX IP gratuito em apenas 20 minutos VoIP quase instantâneo Construa um PABX IP poderoso e com diversos recursos em apenas 20 minutos, e sem gastar nada. por Alberto Sato CAPA O Trixbox [1]

Leia mais

REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES. Enunciado do Projecto de. VoIP

REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES. Enunciado do Projecto de. VoIP REDES INTEGRADAS DE COMUNICAÇÕES Enunciado do Projecto de VoIP Paulo Rogério Pereira, SETEMBRO DE 2011 1. Objectivo Este trabalho tem como objectivo desenvolver um sistema de Interactive Video Voice Response

Leia mais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais

SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais SugarCRM, Integração com Produtos IPBrick iportalmais iportalmais 12 de Junho de 2012 1 Introdução Este documento ilustra o procedimento de configuração das aplicações necessárias na integração do SugarCRM

Leia mais

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 ETI/Domo 24810180 www.bpt.it PT Português ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 Configuração do PC Antes de realizar a configuração de todo o sistema, é necessário configurar o PC para que esteja pronto

Leia mais

Manual Técnico GoVoice

Manual Técnico GoVoice Data Páginas 3 16 Versão 0.1 Manual Técnico GoVoice Índice 1 Enquadramento... 3 2 Funcionalidades... 4 2.1 Login... 4 2.2 Menus de Administração... 4 2.3 Menu Sistema... 5 2.3.1 Dados do Utilizador...

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA3102 Linksys

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA3102 Linksys Manual de Configuração do ATA SPA3102 Linksys Indíce 1 Introdução... 3 2 Upgrade de Firmware... 3 2.1 Verificação da Versão da FW... 3 2.2 Configuração do IP Fixo sem DHCP Server... 4 2.3 Obtenção do IP

Leia mais

Tecnologias Atuais de Redes

Tecnologias Atuais de Redes Tecnologias Atuais de Redes Aula 5 VoIP Tecnologias Atuais de Redes - VoIP 1 Conteúdo Conceitos e Terminologias Estrutura Softswitch Funcionamento Cenários Simplificados de Comunicação em VoIP Telefonia

Leia mais

Suporte: http://www.mkkdigital.pt/support/upload/index.php

Suporte: http://www.mkkdigital.pt/support/upload/index.php Website: http://www.mkkdigital.pt Suporte: http://www.mkkdigital.pt/support/upload/index.php Introdução As centrais telefónicas 3CX foram desenvolvidas para o tecido empresarial, com sistemas de última

Leia mais

ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS

ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS ROUTER BANDA LARGA SEM FIOS 11N 300MBPS Manual de Instalação Rápida DN-70591 INTRODUÇÃO DN-70591 é um dispositivo conjunto de rede com fios/sem fios destinado especificamente para as necessidades de pequenas

Leia mais

Manual do Utilizador em Português (versão final) Elastix 0.9-alpha. Para maiores informações visite www.elastix.org

Manual do Utilizador em Português (versão final) Elastix 0.9-alpha. Para maiores informações visite www.elastix.org Manual do Utilizador em Português (versão final) Elastix 0.9-alpha Para maiores informações visite www.elastix.org ÍNDICE 1. Introdução 2. ELASTIX Instalação 3 Interface WEB de Administração 3.1. Configuração

Leia mais

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO BÁSICA DO TRIXBOX Material traduzido do Tribox all descubierto feito por Alfredo Certain Yance e modificado por Eric Barbosa Jales de Carvalho Coordenador: Nathan

Leia mais

Qando falamos em VOIP

Qando falamos em VOIP Disc-OS, o SoftPABX tropicalizado Asterisk à moda brasileira CAPA Voltada para o mercado brasileiro, a distribuição Disc-OS veio para diminuir a linha de aprendizagem e facilitar a instalação do Asterisk

Leia mais

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA2102 Linksys

GlobalPhone - Central Telefónica. Manual de Configuração do ATA SPA2102 Linksys Manual de Configuração do ATA SPA2102 Linksys Indíce 1 Introdução... 3 2 Upgrade de Firmware... 3 2.1 Verificação da Versão da FW... 3 2.2 Configuração do IP Fixo sem DHCP Server... 4 2.3 Obtenção do IP

Leia mais

Asterisk. Arquivos e Configurações Básicas

Asterisk. Arquivos e Configurações Básicas Asterisk Arquivos e Configurações Básicas Arquivos de Configuração O Asterisk é controlado através de arquivos de configuração localizados no diretório /etc/asterisk. Os arquivos compartilham a mesma sintaxe,

Leia mais

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic.

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. O seguinte Guia de Instalação de Hardware explica-lhe passo-a-passo como

Leia mais

Guia IPBrick Billing

Guia IPBrick Billing Guia IPBrick Billing iportalmais 1 de Outubro de 2010 1 Introdução A crescente aceitação da facturação electrónica por parte dos consumidores e da comunidade empresarial tornou-nos conscientes da necessidade

Leia mais

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

Telefone sem fios Manual de configuração Office

Telefone sem fios Manual de configuração Office Telefone sem fios Manual de configuração Office Índice Configurar o Office sem fios 5 Configurar o seu telefone sem fios 5 Configurar a base do telefone 5 Associar o telefone à base 8 Configurar uma conta

Leia mais

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP

Licenciatura em Eng.ª Informática Complementos de Redes - 3º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 4 - VoIP Trabalho Nº 4 - VoIP 1. Introdução A utilização de tecnologia VoIP como alternativa às redes telefónicas tradicionais está a ganhar cada vez mais a aceitação junto dos utilizadores, e está sobretudo em

Leia mais

Tutorial: Instalar uma Central telefónica baseada em Elastix

Tutorial: Instalar uma Central telefónica baseada em Elastix Tutorial: Instalar uma Central telefónica baseada em Elastix Date : 25 de Maio de 2016 As redes de dados têm evoluído significativamente nos últimos anos, abrindo portas a que novos serviços assentem nestas

Leia mais

Redes de Acesso Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile

Redes de Acesso Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile Telefone VoIP WiFi baseado em Windows Mobile Trabalho realizado pelos alunos: Grupo 17 Índice A Introdução...3 B Objectivos...3 C Especificações, Desenvolvimento e Testes...3 C.1 Especificações...3 C.2

Leia mais

Autenticação modo Roteador. Após finalizar a configuração, seu computador obterá o IP e a página de configuração do ATA poderá ser acessada.

Autenticação modo Roteador. Após finalizar a configuração, seu computador obterá o IP e a página de configuração do ATA poderá ser acessada. 2. Conecte a porta WAN do GKM 2210 T ao seu acesso à internet (porta ethernet do modem). O LED WAN acenderá; 3. Conecte a porta LAN à placa de rede do PC. O LED LAN acenderá; 4. Conecte o(s) telefone(s)

Leia mais

Criado por Mark Spencer em 1999. Criador do GAIM (actualmente Pidgin) e do daemon L2TP t2tpd (ambos para Linux) In computer networking, Layer 2

Criado por Mark Spencer em 1999. Criador do GAIM (actualmente Pidgin) e do daemon L2TP t2tpd (ambos para Linux) In computer networking, Layer 2 Criado por Mark Spencer em 1999. Criador do GAIM (actualmente Pidgin) e do daemon L2TP t2tpd (ambos para Linux) In computer networking, Layer 2 Tunneling Protocol (L2TP) is a tunneling protocol used to

Leia mais

Tutorial AGI para Elastix 05/11/2013

Tutorial AGI para Elastix 05/11/2013 1. REQUISITOS DO SISTEMA... 2 2. HABILITAR FREEPBX... 2 3. CRIAR UM "Custom Destinations":... 2 4. CRIAR UM Misc Aplications... 3 5. EDITANDO O Extensions_custom.conf... 4 6. CRIAR ARQUIVO PARA CONSULTA...

Leia mais

2010 MANUAL DE UTILIZADOR

2010 MANUAL DE UTILIZADOR 2010 MANUAL DE UTILIZADOR ÍNDICE Análise do Produto... 3 Instalação e Inicialização... 3 Instalar o Debian... 3 Instalar a VCOM... 4 Obter licença... 4 Gestão de Utilizadores... 4 Gestão de Linhas... 5

Leia mais

Comunicação VoIP PBX por Software

Comunicação VoIP PBX por Software Comunicação VoIP PBX por Software Introdução Com a difusão crescente de uso de computadores nas empresas e o uso de Internet que facilita a interconexão entre estes equipamentos surgiu a possibilidade

Leia mais

Manual de Iniciação Rápida

Manual de Iniciação Rápida Manual de Iniciação Rápida Cisco SPA232D Mobility Enhanced ATA Conteúdo da embalagem Adaptador de telefone analógico Cabo Ethernet Cabo de telefone Transformador Manual de Iniciação Rápida CD-ROM do produto

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE

MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE MANUAL DO UTILIZADOR DE REDE Guardar o registo de impressão na rede Versão 0 POR Definições de notas Ao longo do Manual do utilizador, é utilizado o seguinte ícone: Notas sobre como enfrentar situações

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA BPS 5200 o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja com as configurações

Leia mais

RingStar Zinwell ZT-1000

RingStar Zinwell ZT-1000 1 RingStar Zinwell ZT-1000 1. Características O ZT-1000 é um ATA (Adaptador de Terminal Analógico) que quando ligado a um telefone convencional passa a ter todas as funcionalidades de um telefone IP. É

Leia mais

Contato FreeBSD Brasil LTDA Configuração VoIP de Exemplo FreeBSD Brasil LTDA Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 PUBLICO pg 1/22

Contato FreeBSD Brasil LTDA Configuração VoIP de Exemplo FreeBSD Brasil LTDA Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 PUBLICO pg 1/22 Contato Instrucões Conf VoIP Versão 1.1 pg 1/22 CLASSIFICAÇÃO: X NÃO CLASSIFICADO NÃO CLASSIFICADO PRIVADO X PÚBLICO SECRETO PARTICULAR ALTAMENTE SECRETO PRIVADO Contato Instrucões Conf VoIP Versão 1.1

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000

CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 CONFIGURAÇÃO DO ATA ZINWELL ATA ZT-1000 Características Protocolos Interface de Rede Características das Chamadas Codecs Instalação Física Configuração Acessando o ATA pela primeira vez Modificações a

Leia mais

Guia IPBRICK Billing 2.0

Guia IPBRICK Billing 2.0 Guia IPBRICK Billing 2.0 iportalmais 4 de Janeiro de 2013 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 Características 3 2.1 Novas características no Billing 2.0................... 3 3 Procedimento Básico 4 4 Instalação

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VIII Serviços de Redes Duração: 20 tempos Conteúdos (1) 2 Caraterizar, instalar

Leia mais

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores

Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Virtualização - Montando uma rede virtual para testes e estudos de serviços e servidores Este artigo demonstra como configurar uma rede virtual para ser usada em testes e estudos. Será usado o VirtualBox

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES ENUM AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA MARÇO DE 2015 COLABORAR SIMPLIFICAR INOVAR

ESPECIFICAÇÕES ENUM AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA MARÇO DE 2015 COLABORAR SIMPLIFICAR INOVAR AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA ESPECIFICAÇÕES ENUM MARÇO DE 2015 1 CHAMADAS ENTRE ORGANISMOS DA AP COM RECURSO A ENUM ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS 1 - As comunicações de voz, chamadas de voz com

Leia mais

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação do Sistema Operativo CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.06 Data: 2010-11-15 SO CAMES 1 ÍNDICE A Apresentação do CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server - Sistema Operativo de

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

Manual de Configuração D-LINK Modelo: DVG-1402S Firmware: 1.00.011

Manual de Configuração D-LINK Modelo: DVG-1402S Firmware: 1.00.011 Manual de Configuração D-LINK Modelo: DVG-1402S Firmware: 1.00.011 Para usuários de conexão banda larga do tipo PPPoE (autenticação por usuário e senha) Capítulo 1 Conectando-se à Internet Alguns provedores

Leia mais

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br CONFIGURAÇÃO GRANDSTREAM GXW 4104 + ELASTIX A Grandstream Networks Inc é reconhecidamente mundialmente como, uma empresa inovadora e tem um dos melhores custo benefício do setor de telefonia IP, sendo

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso. no projeto INOC-DBA.

Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso. no projeto INOC-DBA. Configuração dos softphones Zoiper e Linphone para uso no projeto INOC-DBA. 1. ZOIPER Disponível para: Windows (Vista, 7 e 8), Mac OSX, Linux, Android (2.1 ou superior), ios (4.3 ou superior), Windows

Leia mais

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI

Comm5 Tecnologia Manual de utilização da família MI. Manual de Utilização. Família MI Manual de Utilização Família MI ÍNDICE 1.0 COMO LIGAR O MÓDULO... pág 03 e 04 2.0 OBJETIVO... pág 05 3.0 COMO CONFIGURAR O MÓDULO MI... pág 06, 07, 08 e 09 4.0 COMO TESTAR A REDE... pág 10 5.0 COMO CONFIGURAR

Leia mais

Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server

Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Especificação da Appliance + SO CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server Versão: 1.05 Data: 2010-12-15 Appliance CAMES.GT 1 ÍNDICE A Apresentação da Appliance CAMES - CAixa Mágica Enterprise Server B Características

Leia mais

Asterisk. na prática. Alexandre Keller. Novatec

Asterisk. na prática. Alexandre Keller. Novatec Asterisk na prática Alexandre Keller Novatec Sumário Agradecimentos... 13 Sobre o autor... 14 Prefácio... 15 Capítulo 1 Introdução ao VoIP e ao Asterisk... 17 1.1 VoIP (Voice over IP Voz sobre IP)...17

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

Configurando UCM6104 com GXW4104

Configurando UCM6104 com GXW4104 Configurando UCM6104 com GXW4104 Olá pessoal, hoje iremos aprender como configurar um UCM6104 com GXW4104. Antes de começarmos, irei fala um pouco sobre cada um. UCM61xx: O UCM6100 séries aparelho IP PBX

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA LINKSYS WRTP54G Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador

Leia mais

Implementar Mediatrix 4400 Digital Gateways com o Cisco Unified Communications UC 320W

Implementar Mediatrix 4400 Digital Gateways com o Cisco Unified Communications UC 320W Implementar Mediatrix 4400 Digital Gateways com o Cisco Unified Communications UC 320W Este documento ajuda-o a configurar o Cisco UC 320W e os Mediatrix 4400 Series Digital Gateways, de forma a suportarem

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA LINKSYS SPA-2102 Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador

Leia mais

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR

Instituto Superior Técnico. Projecto VoIP. Sistema IVVR Instituto Superior Técnico Projecto VoIP Sistema IVVR 68239 Rui Barradas 68477 Helton Miranda 68626 Ludijor Barros 72487 Bruna Gondin Introdução O objectivo deste projecto é desenvolver um sistema de Interactive

Leia mais

Introdução à voz sobre IP e Asterisk

Introdução à voz sobre IP e Asterisk Introdução à voz sobre IP e Asterisk José Alexandre Ferreira jaf@saude.al.gov.br Coordenador Setorial de Gestão da Informática CSGI Secretaria do Estado da Saúde SES/AL (82) 3315.1101 / 1128 / 4122 Sumário

Leia mais

Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750

Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750 Roteador Load-Balance / Mikrotik RB750 Equipamento compacto e de alto poder de processamento, ideal para ser utilizado em provedores de Internet ou pequenas empresas no gerenciamento de redes e/ou no balanceamento

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02. Prof. Gabriel Silva

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02. Prof. Gabriel Silva FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Administração de Servidores de Rede AULA 02 Prof. Gabriel Silva Temas da Aula de Hoje: Revisão da Aula 1. Redes LAN e WAN. Aprofundamento nos Serviços de

Leia mais

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice

Manual B.P.S ATA 5xxx Índice Manual B.P.S ATA 5xxx Índice 1. Conectando o Adaptador para Telefone Analógico (ATA)...02 2. Configurações básicas...05 2.1 Configuração dos parâmetros de usuário e senha para acessos de banda larga do

Leia mais

Elastix - Um excelente PBX IP de código livre Alberto Mitsuo Sato

Elastix - Um excelente PBX IP de código livre Alberto Mitsuo Sato Elastix - Um excelente PBX IP de código livre Alberto Mitsuo Sato amsato@innovus.com.br Apresentação Alberto Mitsuo Sato amsato@innovus.com.br Engenheiro de Eletrônica e Telecomunicações (CEFET-PR 88),

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96

CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96 CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96 1 CONFIGURAR PARÂMETROS DE REDE DO DVR Para maior fiabilidade do acesso remoto é recomendado que o DVR esteja configurado com IP fixo (também pode

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Configuração Linksys SPA 2102 Versão 1.4 Guia de instalação do Linksys SPA 2102 O Linksys SPA 2102 possui: 01 Entrada de alimentação DC 5V (100-240V~) 01 Porta Ethernet (LAN) conector RJ 45 01

Leia mais

Manual para configuração. Linksys RT31P2

Manual para configuração. Linksys RT31P2 Manual para configuração Linksys RT31P2 Indice Guia de Instalação ATA Linksys RT31P2... 3 Conhecendo o ATA... 4 Antes de Iniciar... 6 Analisando o seu acesso à Internet... 6 Configuração... 9 Configuração

Leia mais

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente

Leia mais

Asterisk. Introdução. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Asterisk. Introdução. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Asterisk Introdução!!!! Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br O que é Asterisk? O Asterisk é um software de PABX que usa o conceito de software! livre. Ele é licenciado através de uma licença do tipo

Leia mais

Rede VoIP@RCTS. Sessões de Sensibilização - software Open Source para a Administração Pública Comunicações Unificadas. 6 de Outubro de 2014

Rede VoIP@RCTS. Sessões de Sensibilização - software Open Source para a Administração Pública Comunicações Unificadas. 6 de Outubro de 2014 Rede VoIP@RCTS Sessões de Sensibilização - software Open Source para a Administração Pública Comunicações Unificadas 6 de Outubro de 2014 Agenda Visão generalizada do projeto VoIP@RCTS Partilha de experiências:

Leia mais

2ª Edição Alexandre Keller

2ª Edição Alexandre Keller Asterisk na prática 2ª Edição Alexandre Keller Novatec Copyright 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra,

Leia mais

HTVix HA 211. Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro)

HTVix HA 211. Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro) 1 HTVix HA 211 1. Interfaces Entrada de alimentação 12VDC / 500mA (Positivo no centro) Conector RJ11 para conexão de aparelho telefônico analógico ou o adaptador para telefone e rede de telefonia convencional

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA Linksys PAP2T o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja com as

Leia mais

MINI ROUTER N SEM FIOS

MINI ROUTER N SEM FIOS MINI ROUTER N SEM FIOS Manual DN-70182 Código de Fonte Aberta Este produto inclui os códigos de software desenvolvidos por terceiros. Estes códigos de software estão sujeitos ao GNU Licença Pública Geral

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Relatório Intermédio de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Intermédio de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Intermédio de Projecto em Contexto Empresarial I VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha - Vila Nova de

Leia mais

2010 MANUAL DE INSTALADOR

2010 MANUAL DE INSTALADOR 2010 MANUAL DE INSTALADOR IVV Automação, Lda ÍNDICE Análise do Produto... 3 Instalação e Inicialização... 3 Instalar hardware... 3 Placas RDIS (BRI)... 3 Placas Analógicas... 5 Instalar o Debian... 5 Instalar

Leia mais

Guia de Rede. Configuração do Windows Utilizar um Servidor de Impressão Monitorizar e Configurar a Impressora Apêndice

Guia de Rede. Configuração do Windows Utilizar um Servidor de Impressão Monitorizar e Configurar a Impressora Apêndice Guia de Rede 1 2 3 4 Configuração do Windows Utilizar um Servidor de Impressão Monitorizar e Configurar a Impressora Apêndice Leia este manual cuidadosamente antes de utilizar o equipamento e mantenha-o

Leia mais

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente Sistema M75S Sistema de comunicação convergente O sistema M75S fabricado pela MONYTEL foi desenvolvido como uma solução convergente para sistemas de telecomunicações. Com ele, sua empresa tem controle

Leia mais

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR fevereiro/2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 QUEM SOMOS?... 4 3 PRODUTOS... 5 3.1 SMS... 6 3.2 VOZ... 8 3.3 INFRAESTRUTURA... 12 3.4 CONSULTORIA... 14 4 SUPORTE... 14

Leia mais

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Apresentação Epaminondas de Souza Lage Epaminondas de Souza Lage popo@planetarium.com.br Formado em Engenharia Elétrica com ênfase em Sistemas Industriais

Leia mais

IPBbrick.GT Manual de Instalação. iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda.

IPBbrick.GT Manual de Instalação. iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda. IPBbrick.GT Manual de Instalação iportalmais - Serviços de Internet e Redes, Lda. Junho 2006 2 Copyright c iportalmais Todos os direitos reservados. Junho 2006. A informação contida neste documento está

Leia mais

Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel

Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel Página 1 Guia Rápido para IVR (URA) da TraiTel O sistema IVR ou URA da TraiTel foi projetado para ser facilmente configurado por pessoas que possuem conhecimento básico

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº2 Configuração de TCP/IP numa rede de computadores Utilização de Ipconfig, Ping e Tracert

Leia mais

DVG-5121SP. 3. Após realizar o login, aparecerá no canto esquerdo (figura 4) o menu do aparelho.

DVG-5121SP. 3. Após realizar o login, aparecerá no canto esquerdo (figura 4) o menu do aparelho. DVG-5121SP A configuração deste ATA consiste em acessar o seu software de configuração por meio do seu navegador web (browser). O IP de seu D-Link DVG-5121SP por padrão é 192.168.1.1 Figura 1 1. Para acessá-lo,

Leia mais

Redes de Computadores. Guia de Laboratório Configuração de Redes

Redes de Computadores. Guia de Laboratório Configuração de Redes Redes de Computadores LEIC-T 2012/13 Guia de Laboratório Configuração de Redes Objectivos O objectivo do trabalho consiste em configurar uma rede simples usando o sistema Netkit. O Netkit é um emulador

Leia mais

Relató rió LikeWise, FTP e DHCP. Instalação e Configuração de Servidores de Rede

Relató rió LikeWise, FTP e DHCP. Instalação e Configuração de Servidores de Rede Relató rió LikeWise, FTP e DHCP INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO Instalação e Configuração de Servidores de Rede Trabalho realizado por: Tiago Conceição Nº 11903 Índice

Leia mais

Intelbras GKM 2210T. 1. Instalação

Intelbras GKM 2210T. 1. Instalação 1 Intelbras GKM 2210T 1. Instalação 1º Conecte a fonte de alimentação na entrada PWR, o LED Power acenderá; 2º Conecte a porta WAN do GKM 2210 T ao seu acesso à internet (porta ethernet do modem). O LED

Leia mais

Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial)

Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial) Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial) FEUP/DEEC Redes de Banda Larga MIEEC 2009/10 José Ruela Bancada de trabalho Bancada de trabalho equipamento Existem seis bancadas no laboratório

Leia mais

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br

Lojamundi CNPJ: 17.869.444/0001-60 Av. Paranoá Qd. 09 conj. 01 lote 01 sala 304, Paranoá DF CEP: 71.571-012 www.lojamundi.com.br Configuração Openvox GSM e Asterisk Os Gateways da série VoxStack VOIP são produtos inovadores da Openvox, baseados em Asterisk. Esses equipamentos vêm com um design modular criativo, possibilitando a

Leia mais

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA

SOLUÇÕES DE INFRAESTRUTURA DE INFRAESTRUTURA www.alidata.pt geral@alidata.pt +351 244 850 030 A Alidata conta com uma equipa experiente e especializada nas mais diversas áreas, desde a configuração de um simples terminal de trabalho

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA ROUTER TAITELL TT422S o computador para acessar o ATA Acessando 1. o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador que será utilizado esteja

Leia mais

Guia Rápido. Versão 9.0. Mover a perícia - não as pessoas

Guia Rápido. Versão 9.0. Mover a perícia - não as pessoas Guia Rápido Versão 9.0 Mover a perícia - não as pessoas Copyright 2006 Danware Data A/S. Partes utilizadas sob licença de terceiros. Todos os direitos reservados. Revisão do documento: 2006080 Por favor,

Leia mais

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503

Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Tutorial de Configuração do ATA Grandstream HT-503 Este é um ATA (Adaptador para Telefone Analógico) com interfaces WAN e LAN com rede de 10/100 Mbps, permitindo você conectar um aparelho telefônico tradicional,

Leia mais

Manual de Introdução da Bomgar B100

Manual de Introdução da Bomgar B100 Manual de Introdução da Bomgar B100 Este guia irá ajudá-lo durante a configuração inicial da sua Bomgar Box. Se tiver alguma questão, ligue para o número +01.601.519.0123 ou envie uma mensagem para support@bomgar.com.

Leia mais

Manual para configuração. Linksys/Sipura SPA-2102

Manual para configuração. Linksys/Sipura SPA-2102 Manual para configuração Linksys/Sipura SPA-2102 Indice Guia de Instalação Sipura - Modelo SPA-2102... 3 Conhecendo o SPA... 4 Conectando a SPA... 5 Instruções para conectar a SPA... 5 Usando o menu interativo

Leia mais

Guia de iniciação Bomgar B400

Guia de iniciação Bomgar B400 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio de 2010 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento

Leia mais

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador Viva o momento 3 4 5 5 6 6 7 8 9 12 12 14 16 17 18 19 20 21 22 22 23 23 24 24 24 25 26 27 Ligar o Router LEDs Configuração do Router Aceder à ferramenta de configuração

Leia mais

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos:

Acessando o ATA. Essa configuração pode ser realizada através dos seguintes passos: CONFIGURAÇÃO DO ATA OPTICOM VOIP 690 Configurando o computador para acessar o ATA Acessando Configurando 1. Configurando o computador para acessar. Para realizar a configuração d, é necessário que o computador

Leia mais