Palavras-chave: Aprendizagem organizacional. Universidade Corporativa. Educação continuada.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Palavras-chave: Aprendizagem organizacional. Universidade Corporativa. Educação continuada."

Transcrição

1 A Gestão de Pessoas focada na aprendizagem organizacional por meio da Universidade Corporativa: O Caso do Banco do Brasil, Agência de Catuípe/RS 1. Maria Dione Dalla Rosa Ferrazza 2 Pedro Luís Büttenbender 3 Resumo O mundo dos negócios está altamente competitivo e dinâmico. A informação e o conhecimento são valiosos e se bem aplicados tornam-se o grande diferencial competitivo das organizações. As pessoas e as empresas estão uma dependendo da outra para poderem funcionar e alcançar o sucesso. As organizações são constituídas de pessoas, que lhe dão vida e permitem atingir os objetivos e cumprir sua missão. Ao mesmo tempo em que para as pessoas, as organizações são o meio para elas alcançarem seus objetivos pessoais e profissionais (CHIAVENATO, 2005). Num momento em que o capital humano é o diferencial competitivo para a maioria das organizações, a gestão estratégica do conhecimento e o desenvolvimento de competências tornaram-se objetivos fundamentais para os profissionais de gestão de pessoas impulsionarem as equipes para o sucesso das organizações. Neste contexto, o objetivo do presente artigo é verificar como acontecem os processos de aprendizagem, na agência Catuípe, da grande instituição financeira Banco do Brasil. Foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa por meio da observação das praticas rotineiras, pesquisas aos sistemas de aprendizagem da empresa, especialmente o portal da Universidade Corporativa, além de um questionário aplicado aos funcionários da agencia, que verificou a eficiência na aquisição de conhecimentos por meio da Universidade Corporativa bem como a sua aplicação nas práticas do atendimento aos clientes. Após a análise dos dados verificou-se que a UniBB é uma ferramenta valiosa para o desenvolvimento de competências profissionais e humanas. A UniBB é percebida como de fundamental importância para a aprendizagem e para o desenvolvimento pessoal e profissional. Porém foram apontadas dificuldades para o real aproveitamento ao que é disponibilizado. Devido a grande oferta de conteúdos e materiais, mesmo com o incentivo da empresa, a enorme demanda de trabalho dificulta a conciliação do tempo entre trabalho e estudo. Existe uma lacuna a ser preenchida para tornar o portal uma ferramenta mais eficaz e acessada como parceira na construção do conhecimento e capacitação para transformar as ações de trabalho num atendimento de excelência gerando vantagem competitiva para a empresa alcançar seus objetivos estratégicos. Palavras-chave: Aprendizagem organizacional. Universidade Corporativa. Educação continuada. 1 Trabalho de conclusão do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas MBA 1ª Ed. - Modalidade EaD, UNIJUI. 2 Pós-graduanda do Curso 3 Professor Orientador, Unijuí/DACEC 1

2 Introdução A dinâmica atual do mercado de trabalho apresenta intensa oferta de conhecimento disponível nas mais diversas ferramentas e somos levados a aprender constantemente. A cada dia surge uma situação nova que precisamos buscar compreender para apresentar uma solução adequada e que atenda a demanda de forma satisfatória. Somos instigados a aprender constantemente. É fundamental especializar-se nas áreas do conhecimento de atuação para dar conta das demandas de clientes e empresas cada vez mais exigentes. Pontualmente as empresas tem percebido a necessidade de capacitação do seu quadro de funcionários em busca de melhorar a produtividade e a rentabilidade de forma planejada e estruturada. O conhecimento assume grande valor sendo uma eficiente ferramenta de trabalho, e um recurso estratégico para atingir vantagem competitiva. A Universidade corporativa surge para atender esta crescente demanda de disseminação do conhecimento voltadaàs estratégias das organizações. Este trabalho tem por objetivo verificar a eficiência na aquisição de conhecimentos por meio da Universidade Corporativa bem como a sua aplicação nas práticas do atendimento aos clientes. Para isto, os objetivos específicos são: 1) Descrever os processos de aprendizagem internos do Branco do Brasil, através da UniBB; 2) Mapear as principais ações de aprendizagem desenvolvidas pelo Banco do Brasil; 3) Identificar impactos das aplicações práticas do atendimento aos clientes; 4) Analisar e propor melhorias. O estudo foi realizado na empresa Banco do Brasil, fundada em 1808, por Dom João VI, o primeiro banco do país tem hoje mais de 200 anos e faz parte da história do Brasil e dos brasileiros. Atualmente é a maior instituição financeira da América Latina. É líder em diversos segmentos e referência em sustentabilidade e governança. Diferencia-se pela força de sua marca e por adotar tecnologia de ponta em suas operações. Oferece soluções, serviços e produtos nos segmentos bancário, de investimento, gestão de recursos, seguros, previdência e capitalização, meios de pagamento, entre outros, e alcançou as marcas de 37,4 milhões de contas-correntes e 58,6 milhões de clientes em sua carteira no fim do período do ano de Para isso, conta com mais de 114 mil funcionários(banco do Brasil, 2013). Diante da amplitude e a complexidade da empresa. Para tornar este estudo possível, a pesquisa foi realizada na agência do Banco do Brasil, de Catuípe/RS, entre os dez funcionários desta dependência. Buscando verificar como acontece o processo de aprendizagem, identificar e analisar como está a eficiência e a aplicação dos conhecimentos 2

3 nas práticas do atendimento aos clientes; apontar possíveis deficiências ou gargalos nos processos de aprendizagem e ainda sugerir ideias para renovar e motivar a qualificação dos profissionais e do atendimento. Foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa com objetivo de descrever os processos de aprendizagem bem como analisar sua aplicabilidade. A coleta dos dados se deu pela observação das práticas rotineiras; pela pesquisa aos sistemas de aprendizagem que a empresa disponibiliza, aos sites de cursos e treinamentos e da Universidade Corporativa, além de um questionárioaplicado aos 10 funcionários da agencia, em todos os níveis e funções. Os dados coletados foram interpretados e analisados de maneira qualitativa buscando atender ao tema proposto e alcançar os objetivos que este trabalho se propõe. A escolha deste tema de pesquisa foi definido pelo interesse em conhecer melhor os processos de aprendizagem da empresa Banco do Brasil, em virtude de que a pesquisadora é funcionária da empresa estudada. E, principalmente por que mesmo na condição de funcionária não se conhece a real dimensão e abrangência dos processos de aprendizagem disponíveis e, portanto, é uma excelente oportunidade de aliar as teorias e as práticas na constante busca pela qualidade e o aprimoramento do trabalho em si, das relações de trabalho e consequentemente da satisfação pessoal. Pois conhecendo melhor é possível compreender sua importância e descobrir meios que permitam um aproveitamento mais eficaz. A estrutura do trabalho é composta pelas seguintes partes: Introdução, seguida da seção dois com o referencial conceitual. Na seção três são apresentados os procedimentos metodológicos. Na seção quatro é efetuada a descrição e análise dos dados, seguida das considerações finais. 2 Referencial Teórico 2.1 Gestão de Pessoas focada na aprendizagem organizacional e no desenvolvimento das pessoas Mudanças sempre existiram, porém a rapidez e o impacto com que ocorrem nos dias atuais impressionam e impulsionam a humanidade a acompanhar este movimento acelerado. As mudanças ocorrem nas mais diversas dimensões, sejam: tecnológicas, econômicas, políticas, sociais, culturais, demográficas, ecológicas e, ou legais, afetam com grande intensidade, alimentando um ambiente cada vez mais competitivo e dinâmico onde a 3

4 informação e o conhecimento são valiosos, e quando bem aplicados tornam-se um grande diferencial competitivo. Neste cenário estão as pessoas e as organizações uma dependendo da outra para poderem funcionar e alcançar o sucesso. As organizações são constituídas de pessoas, que lhe dão vida e permitem atingir os objetivos e cumprir sua missão. Ao mesmo tempo em que para as pessoas, as organizações são o meio para elas alcançarem seus objetivos pessoais e profissionais (CHIAVENATO, 2005). Neste contexto se situa a gestão de pessoas, formada, justamente por pessoas e por organizações e suas relações. Conforme Dutra (2002) gestão de pessoas é um conjunto de políticas e práticas que permite a conciliação de expectativas entre a organização e as pessoas para que ambos possam realizá-las ao longo do tempo. Cada indivíduo tem papel importante para estabelecer o equilíbrio de interesses e alcançar resultados eficazes. Cabe às pessoas a gestão de seu desenvolvimento, de sua competitividade profissional e de sua carreira, ou seja, ter autoconhecimento e percepção para reconhecer as oportunidades para se desenvolver. E, cabe às empresas estimular o desenvolvimento e oferecer as condições para que aconteça um aprendizado consistente, num ambiente de respeito às individualidades e reconhecimento e valorização das pessoas (DUTRA, 2002). A moderna gestão de pessoas, segundo Chiavenato (2005) se baseia em três aspectos fundamentais: 1 As pessoas como seres humanos: detentoras de conhecimentos, habilidades e atitudes e, diferentes entre si; 2 Pessoas como ativadores inteligentes de recursos organizacionais: fornecem inteligência, talento, são capazes de aprender e impulsionar a renovação e a competitividade e o dinamismo da organização; 3 As pessoas como parceiras da organização: comprometidas com os objetivos da organização, se dedicam ao trabalho na expectativa de reconhecimento pelo seu esforço. Desenvolver pessoas está relacionado com a educação e com a orientação para o futuro, e não apenas treinamento. Educação envolve desenvolvimento pessoal, melhoria da capacidade de compreender e interpretar o conhecimento, visando ascensão profissional e estabelecer um plano de carreira. (CHIAVENATO, 2005). Hoje as organizações estão exigindo novas habilidades, conhecimentos e competências de todas as pessoas. Pois o capital humano é o grande diferencial competitivo. E, para que 4

5 aconteça este desenvolvimento é necessária a criação de uma cultura de aprendizagem organizacional. Para Dutra (2008) a aprendizagem nas organizações é fundamental para dar respostas a um ambiente exigente, complexo e dinâmico. É preciso comprometimento mútuo, entre pessoas e organização, para alinhar os objetivos e alcançá-los. Conforme Daniel H. Kim (2002), apud Klein, David A, aprendizagem é a aquisição de conhecimento ou habilidades. Isso implica dois significados: a aquisição de habilidades como capacidade física de produzir ações e a aquisição da capacidade de articular uma compreensão conceitual de uma experiência, ou seja, a interação entre a adaptação de nossos conceitos mentais baseados em nossas experiências e a assimilação das nossas experiências a conceitos mentais existentes. Como define Kolb (apud KLEIN, 2002): A aprendizagem é o processo em que o conhecimento é criado através da transformação da experiência. (Klein, David A, 2002). É importante considerar o que as pessoas aprendem e como elas compreendem e aplicam este conhecimento. Para Senge (1990), apud (Dutra, 2008), o processo de aprendizagem organizacional somente será possível se forem oferecidas condições eficazes para que as pessoas envolvidas aprendam a aprender. Quanto maior o grau de envolvimento e de comprometimento entre pessoas e organização maior será o nível de aprendizagem e aplicação do conhecimento adquirido. A aprendizagem organizacional está baseada e dependente da aprendizagem individual pois as organizações são constituídas por pessoas e somente podem aprender por meio delas. Portanto a aprendizagem organizacional é muito mais complexa e dinâmica do que a simples ampliação do conhecimento individual. Afinal uma organização é composta por um conjunto de indivíduos diferentes, com motivações e competências individuais que precisam ser transformadas e adaptadas, ou ainda, moldadas à organização de modo que cada conhecimento, cada habilidade e cada competência venham a produzir os efeitos planejados e esperados pelas organizações e pelas pessoas que a compõem. 2.2 Educação Continuada Corporativa Não é suficiente apenas um plano de adquirir conhecimentos. É fundamental que este planejamento seja para um aprendizado contínuo, com a reciclagem das qualificações de modo que a capacidade de aprender novas habilidades e desempenhar novos papéis venha agregar valor ao conhecimento desenvolvido. A educação continuada é um processo 5

6 planejado, estruturado e avaliado de identificar, desenvolver, estimular, disseminar, compartilhar, manter e proteger o capital intelectual - conhecimentos, inovações tecnológicas - de uma empresa (OLIVEIRA, 2012). Neste contexto o destaque para a universidade corporativa que é uma empresa ou área da empresa com responsabilidade e autoridade formais de elaborar e operacionalizar programas de desenvolvimento e disseminação do seu capital humano, sustentado pelos conhecimentos, habilidades e atitudes - atuais e potenciais - de seus profissionais, com a finalidade de aperfeiçoar as diversas questões estratégicas - principalmente -, táticas e operacionais ou dessa empresa (OLIVEIRA, 2012). O objetivo fundamental das universidades corporativas, segundo Meister (2005) é tornar-se uma instituição em que o aprendizado seja permanente. Ele descreve dez objetivos e princípios que constituem a base do poder que as universidades corporativas têm no sentido de mobilizar os funcionários para que eles formem uma força de trabalho de altíssima qualidade, necessária para que a organização tenha sucesso no mercado global. São eles: 1. Oferecer oportunidades de aprendizagem que deem sustentação às questões empresariais mais importantes da organização. 2. Considerar o modelo da universidade corporativa um processo e não um espaço físico destinando à aprendizagem. 3. Elaborar um currículo que incorpore: Cidadania corporativa, Estrutura contextual e Competências básicas. 4. Treinar a cadeia de valor e parceiros. 5. Passar do treinamento para vários formatos de apresentação da aprendizagem. 6. Encorajar e facilitar o envolvimento dos líderes com o aprendizado. 7. Passar do modelo de financiamento corporativo por alocação para o autofinanciamento pelas unidades de negócios. 8. Assumir um foco global no desenvolvimento de soluções de aprendizagem. 9. Criar um sistema de avaliação dos resultados e também dos investimentos. 10. Utilizar a universidade corporativa para obter vantagem competitiva e entrar em novos mercados. Aplicando os princípios inerentes à universidade corporativa é possível desenvolver um sistema de aprendizagem continua em que toda a organização aprende e trabalha com novos processos e novas soluções. A visão vai além dos programas de educação dos funcionários, reunindo outros públicos de interesse da organização, em busca de 6

7 aperfeiçoamento constante. Criando um ambiente de aprendizagem contínua vinculada as metas da organização (Meister, 2005). 2.3 Universidade Corporativa Banco do Brasil A Universidade Corporativa Banco do Brasil UniBB é uma grande estrutura virtual mas conta também com 26 gerências regionais e quatro plataformas, distribuídas no País. Essas unidades oferecem ambientes para aprendizagem e contam com profissionais experientes para apoiar o desenvolvimento pessoal e profissional dos funcionários da empresa, além de conduzir no seu âmbito de atuação, os processos operacionais da Vice- Presidência de Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Sustentável. As ações da UniBB alinham-se à Estratégia Corporativa e contribuem para concretizar a visão de futuro do Banco, atingir seus objetivos estratégicos e desenvolver suas crenças e valores, consolidando o compromisso com os stakeholders. É o setor de convergência e disseminação de saberes para a construção das competências como manifestações concretas da capacidade de trabalho e do nível de excelência do desempenho organizacional. O papel da UniBB é desenvolver competências profissionais, por meio da sistematização de ações educacionais, que contribuem para a melhoria do desempenho organizacional e para o fortalecimento da imagem do Banco. A visão de futuro da Universidade Corporativa do Banco do Brasil, conforme o portal da UniBB (2014) é: Contribui para o fortalecimento da imagem do Banco do Brasil; Desenvolve a excelência humana e profissional de seus públicos; Estimula a criatividade e a inovação; Favorece o desenvolvimento da cultura empresarial; Amplia as oportunidades de pesquisa; Cria uma base corporativa de conhecimentos que assegura a competitividade do Banco; Estimula a organização de espaços educativos em todas as unidades do Banco; Amplia a comunidade de aprendizagem do Banco do Brasil; Expande oportunidades educacionais ligadas à profissionalização, ao desenvolvimento da cidadania, da qualidade de vida e da cultura; Democratiza o acesso ao conhecimento, por meio de recursos de educação à distância; Valoriza o papel de gestores e executivos, que atuam como educadores; 7

8 Estabelece parcerias com instituições de ensino. E, busca: Ser amplamente reconhecida pela qualidade de seus programas; Ser percebida pelos funcionários como um importante espaço de desenvolvimento pessoal e profissional; Contribuir para intensificar o relacionamento do Banco com a sociedade e o mercado; Contribuir com a ampliação dos negócios; Desenvolver o Capital Intelectual da organização. A Proposta Político-Pedagógica da UniBB para atuação em gestão de pessoas foi lançada em julho de 2008, e tem a finalidade de orientar a formação e o desenvolvimento dos seus funcionários. Para isso, aponta os eixos condutores do processo de educação permanente no âmbito organizacional e orienta também os processos de identificação e seleção de profissionais e de avaliação de desempenho numa perspectiva de desenvolvimento das pessoas. A Universidade Corporativa Banco do Brasil propõe-se a desenvolver as quatro aprendizagens consideradas essenciais para os profissionais do século XXI, segundo a UNESCO: Aprender a Conhecer - conciliar uma cultura geral, ampla o suficiente, com a necessidade de aprofundamento em uma área específica de atuação, construindo as bases para se aprender ao longo de toda a vida; Aprender a Fazer - desenvolver a capacidade de enfrentar situações inusitadas que requerem, na maioria das vezes, o trabalho coletivo em pequenas equipes ou em unidades organizacionais maiores; assumir iniciativa e responsabilidade em face das situações profissionais; Aprender a Conviver - perceber a crescente interdependência dos seres humanos, buscando conhecer o outro, sua história, tradição e cultura e aceitando a diversidade humana. A realização de projetos comuns, a gestão inteligente e pacífica dos conflitos envolvem a análise compartilhada de riscos e a ação conjunta em face dos desafios do futuro; Aprender a Ser - desenvolver a autonomia e a capacidade de julgar, bem como fortalecer a responsabilidade pelo autodesenvolvimento pessoal, profissional e social. A criação do Departamento de Seleção e Desenvolvimento Pessoal em 1965 foi um marco para o Banco do Brasil, pois ampliou seu processo de recrutamento e seleção, sistematizou os primeiros cursos e programas educacionais e iniciou o processo de avaliação 8

9 de desempenho dos funcionários. Além de inovar a educação da empresa ao promover a democratização da sala de aula com o ensino socializado com enfoque construtivista. Um longo caminho foi percorrido até o lançamento da Universidade Corporativa em 11 de julho de 2002, dando continuidade a evolução da educação corporativa no Banco do Brasil, que não parou por ai e continua lançando constantemente novas ferramentas de educação como o treinamento em ambiente Wiki, com a inauguração do SINAPSE Sistema Integrado de Aprendizagem em Processos, Produtos e Serviços, uma iniciativa do Banco do Brasil para construção colaborativa do conhecimento; o Programa de Certificação Interna de Conhecimentos; o Programa de Ascenção Profissional e muitos outros. O sistema de educação corporativa do Banco do Brasil existe desde Ao longo desse tempo, vem sendo oferecidas oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional a todos os funcionários. 3 Procedimentos Metodológicos Conforme Teixeira, Zamberlam e Rasia (2009), pesquisar significa procurar respostas para indagações propostas. Em busca de respostas significativas que permitam uma maior compreensão do tema definido para estudo e, principalmente aprofundamento e conhecimento foi realizada uma pesquisa aplicada, quanto à natureza, pois buscou gerar conhecimentos para aplicação prática voltados à solução de problemas específicos da realidade estudada. Quanto à abordagem a pesquisa foi quali-quantitativa com objetivo de descrever os processos de aprendizagem bem como analisar sua aplicabilidade. Adicionalmente, a tipologia de pesquisa agrega elementos de pesquisa participante, pois a pesquisadora integra a empresa objeto de estudo. A coleta dos dados se deu pela observação das práticas rotineiras; pela pesquisa aos sistemas de aprendizagem que a empresa disponibiliza, aos sites de cursos e treinamentos e da Universidade Corporativa, além de um questionário aplicado aos 10 funcionários da agencia, em todos os níveis e funções. Os dados coletados foram interpretados e analisados de maneira qualitativa buscando atender ao tema proposto e alcançar os objetivos que este trabalho se propõe. Diante da amplitude e a complexidade da empresa. Para tornar este estudo possível, a pesquisa foi realizada na agência do Banco do Brasil, de Catuípe/RS, entre os dez funcionários desta dependência. Buscando verificar como acontece o processo de aprendizagem, identificar e analisar como está a eficiência e a aplicação dos conhecimentos 9

10 nas práticas do atendimento aos clientes; apontar possíveis deficiências ou gargalos nos processos de aprendizagem e ainda sugerir ideias para renovar e motivar a qualificação dos profissionais e do atendimento. Uma vez que a presente pesquisa objetivou realizar um levantamento das percepções dos funcionários da agência do Banco do Brasil na agência Catuípe-RS, valorizando suas interpretações e compreensões acerca dos processos de aprendizagem da empresa, em especial a Universidade Corporativa, foi aplicado um questionário estruturado, com perguntas fechadas que buscou verificar a percepção dos funcionários quanto à aquisição de conhecimentos e a efetiva qualificação profissional e a aplicação destes conhecimentos nas atividades diárias do atendimento aos clientes. O questionário foi aplicado entre os dias 31 de janeiro a 10 de fevereiro de As questões buscaram promover uma reflexão a cerca da compreensão dos indivíduos entrevistados quanto ao uso do portal corporativo, sua importância e sua efetividade quanto ao aproveitamento dos conhecimentos adquiridos e sua aplicação nas rotinas de trabalho bem como na qualificação e ascensão profissional. Foi utilizada a escala de Likert, por que além de permitir a concordância ou discordância das afirmações sugeridas, também, o entrevistado informa o seu grau de concordância/discordância. Pretendeu-se através dessa escala identificar as extremidades que são concordo totalmente ou discordo totalmente, analisar aqueles que simplesmente concordam ou discordam e aqueles que não têm opinião formada, pois nem concordam nem discordam. Os dados coletados foram interpretados e analisados de maneira qualitativa buscando atender ao tema proposto e o alcance dos objetivos que este trabalho se propôs. A sistematização e a análise dos dados, obtidos por meio dos questionários bem como pelas pesquisas e estudos realizados nos sistemas de aprendizagem que o banco disponibiliza,foi realizada nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2014 e foram compondo a escrita deste artigo. 4 Descrição e Análise dos Dados 4.1 Caracterização da Organização estudada A empresa objeto deste estudo é o Banco do Brasil. Empresa fundada em 1808, por Dom João VI, o primeiro banco do país tem hoje mais de 200 anos e faz parte da história do Brasil e dos brasileiros. Atualmente é a maior instituição financeira da América Latina. É 10

11 líder em diversos segmentos e referência em sustentabilidade e governança. Diferencia-se pela força de sua marca e por adotar tecnologia de ponta em suas operações. Oferece soluções, serviços e produtos nos segmentos bancário, de investimento, gestão de recursos, seguros, previdência e capitalização, meios de pagamento, entre outros, e alcançou as marcas de 39,7 milhões de contas-correntes e 61,3 milhões de clientes em sua carteira no fim do período do ano de Para isso, conta com mais de 112 mil funcionários (Banco do Brasil, Relatório Anual, 2013). Diante deste grande universo este estudo de caso foi realizado entre a equipe de pessoas da agência do Banco do Brasil de Catuípe/RS, que foi inaugurada em 1981 e hoje conta com dez funcionários, sendo que todos colaboraram com a pesquisa. Os entrevistados compreendem um público com faixa etária entre 30 e 50 anos. Sendo 50% do sexo feminino e 50% masculino. E o tempo de banco divide-se em 20% até cinco anos, 10% entre cinco e dez anos e a maioria, 70% com mais de 10 anos. De maneira exploratória e descritiva a pesquisa buscou conhecer e descrever os processos de aprendizagem internos, oferecidos pela UniBB e as principais ações de aprendizagem desenvolvidas pela empresa. Mas principalmente a opinião desta amostra de funcionários a cerca do impacto das aplicações práticas do conhecimento adquirido no atendimento aos clientes. Com atenção e intenção analítica a fim de propor melhorias. 4.2 Os processos de aprendizagem internos do Banco do Brasil, através da UniBB Analisando as respostas a primeira questão 90% responderam que concordavam ou concordavam totalmente que consideram o portal UniBB uma ferramenta interativa para agilizar e modernizar o acesso ao conhecimento. Da mesma forma, 90% também concordam ou concordam totalmente que o portal UniBB é importante para o desenvolvimento profissional e pessoal. Em relação ao acesso ágil ao portal UniBB no computador de trabalho, 70% concordaram, 20% não concordaram e nem discordaram e 10% discordaram. Questão que reflete na resposta da pergunta seguinte que buscava saber se o acesso era ágil e havia facilidade de encontrar o que se pretende, pois 60% concordaram e 40% não concordaram e nem discordaram. Houve um consenso quando perguntado se o Banco do Brasil estimula e incentiva o acesso ao portal da UniBB, onde 80% concordam totalmente ou concordam apenas e 20% nem concorda nem discorda. Ou seja, não há discordância sobre o estímulo e incentivo pelo 11

12 banco. O banco divulga, incentiva e valoriza o aproveitamento do portal pelo funcionário afinal o novo portal UniBB é uma ferramenta interativa para agilizar e modernizar o acesso ao conhecimento. Na pergunta sobre o entrevistado conhecer as ferramentas e conteúdos do portal e conseguir navegar com aproveitamento agregando conhecimentos, 40% concordam totalmente, 30% nem concordam nem discordam e outros 30% discordam. Percebe-se que a maioria não está aproveitando o potencial que o portal oferece, mas os 40% por concordarem totalmente estão adquirindo conhecimentos por meio do portal da UniBB mostrando que é possível e que depende muito do esforço e interesse de cada um. Com base na análise das respostas as perguntas sobre os processos de aprendizagem internos que a UniBB oferece percebe-se que a universidade corporativa está bem estruturada e preparada para cumprir seu papel de desenvolver competências profissionais contribuindo para o fortalecimento da imagem do Banco. O que vai ao encontro dos princípios inerentes às Universidades Corporativas de desenvolver sistemas de aprendizagem continua onde toda a organização aprende e trabalha para melhor seus processos e apresentar novas soluções. 4.3 Ações de aprendizagem desenvolvidas pelo Banco do Brasil Os programas e ações de aprendizagem fundamentam-se em princípios filosóficos e organizacionais e orientam-se pelos seguintes propósitos: Desenvolver a excelência humana e profissional dos funcionários, contribuindo com sua empregabilidade e capacitando-os para processos de ascensão profissional; Dar suporte ao desempenho profissional; Aperfeiçoar a performance organizacional, tornando a empresa competitiva; e Formar sucessores para quadros técnicos e gerenciais do Banco do Brasil. A produção e o acesso ao conhecimento são ancorados na estratégia da empresa e nas várias possibilidades de carreira. Os meios usados são: Treinamentos presenciais, oferecidos nas GEPES Regionais; Aprendizagem por meio de diversas tecnologias educacionais, presenciais e a distância (mídia impressa, vídeo, TV Corporativa, Treinamento Baseado em Computador - TBC, web); Programas em parceria com as melhores instituições de ensino do País; 12

13 Consultas às bibliotecas do Banco, com acesso a livros, periódicos especializados, banco de vídeos, bancos de teses, dissertações e monografias; Portal virtual que permite acessar publicações digitalizadas, biblioteca virtual, trilhas de desenvolvimento profissional, treinamentos on-line, etc. Em 2013 aconteceu o lançamento do novo portal UniBB, O portal UniBB Cada vez + Bompratodos, em comemoração aos dez anos da Universidade Corporativa. Seguindo a análise das respostas, ao ser perguntado se o portal UniBB é considerado uma importante fonte de aprendizado e autodesenvolvimento 20% concordaram totalmente, 40% concordam, o que representa a maioria, porém outros 40% responderam que não concordavam e nem discordavam, demonstrando que pode haver uma lacuna no aproveitamento dos materiais disponibilizados no portal e seu efetivo aproveitamento ou ainda, o conhecimento e o uso do portal propriamente. A questão seis buscou saber se os cursos e demais conteúdos disponibilizados na Universidade Corporativa são importantes para a realização do trabalho com mais eficiência e assertividade. 80% das respostas foram de concordância e apenas 20% nem concordaram e nem discordaram. Exatamente o mesmo resultado para a pergunta seguinte, que questionou se os cursos realizados no portal UniBB proporcionam em aprendizado relevante. As respostas demonstram a importância da UniBB na percepção os funcionários. As ações de aprendizagem desenvolvidas pelo Banco do Brasil seguem as orientações da moderna gestão de pessoas no que tange ao desenvolvimento das pessoas, pois direciona seus esforços para uma educação orientada para o futuro. Uma educação contínua, que não se baseia em treinar simplesmente, mas sim em desenvolvimento pessoal, melhorando a capacidade de compreender e interpretar. Seus princípios filosóficos e organizacionais têm propósitos humanos e profissionais o que é muito importante pois oportuniza as pessoas se desenvolverem em primeiro lugar como seres humanos dotados de capacidades, atitudes e conhecimentos individuais que podem ser moldados e aproveitados no alcance dos objetivos pessoais de cada um, bem como os objetivos estratégicos da empresa e, acima de tudo, de forma consciente e sustentável Impactos dos processos de aprendizagem nas aplicações práticas do atendimento aos clientes e possíveis propostas Ao ser questionado se os respondentes percebiam melhorias no seu trabalho em função de novos conhecimentos adquiridos nos cursos que realizam 10% concordaram totalmente, 13

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar 1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos stavros@fgv.br Brasília, 27 de novembro de 2009

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS 1 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

O PROCESSO DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA NA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A EFETIVIDADE DO TREINAMENTO

O PROCESSO DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA NA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A EFETIVIDADE DO TREINAMENTO 1 O PROCESSO DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA NA EDUCAÇÃO CORPORATIVA: A EFETIVIDADE DO TREINAMENTO CURITIBA PR MAIO DE 2014 Margarete Teresinha Fabbris de Oliveira Santos Faculdade de Administração, Educação,

Leia mais

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES KOWALCZUK, Lidiane Mendes Ferreira - PUCPR lidianemendesf@gmail.com VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski - PUCPR alboni@alboni.com Eixo Temático: Formação de Professores

Leia mais

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 Rosely Vieira Consultora Organizacional Mestranda em Adm. Pública Presidente do FECJUS Educação

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão

Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profa. Leonor Cordeiro Brandão Unidade II GESTÃO DO CONHECIMENTO Profa. Leonor Cordeiro Brandão Relembrando Vimos alguns conceitos importantes: O que são dados; O que é informação; Quando uma informação se transforma em conhecimento;

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO * César Raeder Este artigo é uma revisão de literatura que aborda questões relativas ao papel do administrador frente à tecnologia da informação (TI) e sua

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO

A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO 1 A PERCEPÇÃO DOS GESTORES EM RELAÇÃO À IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING: UM ESTUDO EM EMPRESAS EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE IMPLANTAÇÃO Porto Alegre RS Abril 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação,

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

A Gestão do Conhecimento em uma Organização Bancária: competências profissionais num contexto de mudanças

A Gestão do Conhecimento em uma Organização Bancária: competências profissionais num contexto de mudanças A Gestão do Conhecimento em uma Organização Bancária: competências profissionais num contexto de mudanças Enise Barth Teixeira (UNIJUI) enise@unijui.tche.br Maira Fátima Pizolotto (UNIJUI) mairafp@mksnet.com.br

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS 1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS BRASILEIRAS E PORTUGUESAS São Carlos SP Abril 2011 Euro Marques Júnior USP eurojr@uol.com.br Educação Universitária Serviços

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

COACHING: ESTUDO DOS BENEFÍCIOS QUE A TÉCNICA PODE OFERECER A UMA REDE DE IMOBILIÁRIAS E A SEUS PARCEIROS

COACHING: ESTUDO DOS BENEFÍCIOS QUE A TÉCNICA PODE OFERECER A UMA REDE DE IMOBILIÁRIAS E A SEUS PARCEIROS COACHING: ESTUDO DOS BENEFÍCIOS QUE A TÉCNICA PODE OFERECER A UMA REDE DE IMOBILIÁRIAS E A SEUS PARCEIROS RESUMO Priscila Alves Moreira Robésio Teixeira Gomes Partindo do pressuposto de que o coaching

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

VI ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO

VI ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO AS POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO DO PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS: EM FOCO O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Maíza Petita Barbosa - UEM 1 RESUMO: O presente estudo tem por objetivo apresentar

Leia mais

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 O desempenho do processo de recrutamento e seleção e o papel da empresa neste acompanhamento: Um estudo de caso na Empresa Ober S/A Indústria E Comercio Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE Uma avaliação sobre os canais de aprendizagem oferecidos pela Universidade Corporativa do Banco do Brasil: Cursos presenciais,

Leia mais

Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br

Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br BENEFÍCIOS SOCIAIS: um modelo para retenção de talentos Autor(a): Cicera Aparecida da Silva Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: aparecidasilva@pe.senac.br Introdução Este artigo aborda

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO DE PESSOAS APRESENTAÇÃO O curso de especialização Gestão de Pessoas tem por meta desenvolver gestores para atuarem em empresas que estejam inseridas no processo de globalização

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Gestão de Pessoas Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Percepção x trabalho em equipe GESTÃO DE PESSOAS A Gestão de Pessoas é responsável

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências 2 Professora: Zeila Susan Keli Silva 2º semestre 2012 1 Contexto Economia globalizada; Mudanças contextuais; Alto nível de complexidade do ambiente; Descoberta da ineficiência dos

Leia mais

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização (versão 2011) Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

O PROCESSO DE COACHING EXECUTIVO E EMPRESARIAL: PERCEPÇÕES DE GESTORES DE RECURSOS HUMANOS PSICÓLOGOS E DE OUTRAS FORMAÇÕES

O PROCESSO DE COACHING EXECUTIVO E EMPRESARIAL: PERCEPÇÕES DE GESTORES DE RECURSOS HUMANOS PSICÓLOGOS E DE OUTRAS FORMAÇÕES 26 a 29 de outubro de 2010 ISBN 978-85-61091-69-9 O PROCESSO DE COACHING EXECUTIVO E EMPRESARIAL: PERCEPÇÕES DE GESTORES DE RECURSOS HUMANOS PSICÓLOGOS E DE OUTRAS FORMAÇÕES Dione Nunes Franciscato 1 ;

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH Pesquisa de Clima Organizacional PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH Pesquisa de Clima Organizacional Objetivo da Pesquisa de Clima Organizacional: Conhecer de forma sistematizada o clima

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA RESUMO

A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA RESUMO 1 A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK NO PROCESSO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO REALIZADO NAS ORGANIZAÇÕES DA ZONA DA MATA MINEIRA Daniel de Souza Ferreira 1 RESUMO Ferreira, Daniel de Souza. A Impostância do Feedback

Leia mais

UNIVERSIDADE CORPORATIVA UMA PROPOSTA PARA O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Maria Ângela Sá Guimarães Cardoso Werneck

UNIVERSIDADE CORPORATIVA UMA PROPOSTA PARA O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Maria Ângela Sá Guimarães Cardoso Werneck UNIVERSIDADE CORPORATIVA UMA PROPOSTA PARA O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO por Maria Ângela Sá Guimarães Cardoso Werneck Monografia de conclusão do Curso de Pós- Graduação em Administração

Leia mais

PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO

PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO 2014 APRESENTAÇÃO Já faz tempo que as empresas estão trabalhando com o desafio

Leia mais

MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores

MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Desenvolvimento Humano de Gestores Coordenação Acadêmica: Prof. Edmarson Bacelar Mota, M. A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios

Leia mais

AUTOR(ES): ALTIERES FRANCISCO MOLINA SECAFIN, DREISON NIHI, EDUARDO VINICIUS PONDIAN DE OLIVEIRA

AUTOR(ES): ALTIERES FRANCISCO MOLINA SECAFIN, DREISON NIHI, EDUARDO VINICIUS PONDIAN DE OLIVEIRA TÍTULO: O USO DA SIMULAÇÃO EMPRESARIAL NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DOS ALUNOS JÁ FORMADOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

A Integração de Remuneração, Reconhecimento e Recompensa. Luiz Edmundo Rosa São Paulo, 26.03.09

A Integração de Remuneração, Reconhecimento e Recompensa. Luiz Edmundo Rosa São Paulo, 26.03.09 A Integração de Remuneração, Reconhecimento e Recompensa Luiz Edmundo Rosa São Paulo, 26.03.09 AGENDA 1. Posicionando a Remuneração e Reconhecimento 2. Tendências e impactos na Gestão 3. Melhores Práticas:

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento e do Capital Intelectual Anhanguera Educacional Unidade FACNET Curso: MBA em Gestão de Pessoas Disciplina: Aula 01 08/02/2014 Professor: Rodrigo Porto Agenda 1º encontro 08/02/2014 Parte 1 Curso e Apresentações

Leia mais

A Qualificação Profissional do Trabalhador para o Mercado de Trabalho e Ambiente Organizacional

A Qualificação Profissional do Trabalhador para o Mercado de Trabalho e Ambiente Organizacional A Qualificação Profissional do Trabalhador para o Mercado de Trabalho e Ambiente Organizacional Resumo Juarez Camargo Borges Mestrando em Desenvolvimento Regional/FACCAT O objetivo deste artigo é destacar

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

AVALIAÇÃO DO PORTAL DA UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO BANCO DO BRASIL

AVALIAÇÃO DO PORTAL DA UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO BANCO DO BRASIL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS FINANCEIROS Juliana Ferreira AVALIAÇÃO DO PORTAL DA UNIVERSIDADE CORPORATIVA DO BANCO DO BRASIL

Leia mais

Executive MBA. em Liderança e Gestão de RH

Executive MBA. em Liderança e Gestão de RH Executive MBA em Liderança e Gestão de RH B.I. INTERNATIONAL O B.I. International é uma escola de educação executiva que propõe um Modelo Único de Educação. Nossa premissa é desenvolver em cada aluno,

Leia mais

CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES

CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS: O TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO PESSOAL DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES Aline Martins Mendes Luciano José Vieira Franco Luis Guilherme Esteves Leocádio Sônia Madali Bosêja

Leia mais

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina

A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina A Parceria UNIVIR / UNIGLOBO- Um Case Focado no Capital Intelectual da Maior Rede de TV da América Latina Blois, Marlene Montezi e-mail: mmblois@univir.br Niskier, Celso e-mail: cniskier@unicarioca.edu.br

Leia mais

Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças

Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças Responsável pela elaboração e realização de projetos em empresas de porte que foram reconhecidos

Leia mais

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços.

Público Alvo: Investimento. Disciplinas: Profissionais graduados, que lidam ou estejam interessados em atuar com gestão e marketing de serviços. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGIO EM RECURSOS HUMANOS: Um Estudo de Caso das Melhores Empresas para se Trabalhar segundo o Guia VOCÊ S/A EXAME

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGIO EM RECURSOS HUMANOS: Um Estudo de Caso das Melhores Empresas para se Trabalhar segundo o Guia VOCÊ S/A EXAME O PLANEJAMENTO ESTRATÉGIO EM RECURSOS HUMANOS: Um Estudo de Caso das Melhores Empresas para se Trabalhar segundo o Guia VOCÊ S/A EXAME Felipe Barbetta Soares da Silva 1, Vilma da Silva Santos 2, Paulo

Leia mais

CASE TICKET: DESENVOLVIMENTO DA LIDERANÇA PARA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO

CASE TICKET: DESENVOLVIMENTO DA LIDERANÇA PARA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO CASE TICKET: DESENVOLVIMENTO DA LIDERANÇA PARA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO Edna Bedani Abril 2013 MUITO PRAZER, SOMOS A EDENRED! Uma empresa internacional, líder em cartões e vouchers de serviços pré-pagos.

Leia mais

Perspectivas da Educação a Distância na Capacitação e Formação Permanente do Profissional

Perspectivas da Educação a Distância na Capacitação e Formação Permanente do Profissional Painel Setorial - Inmetro Perspectivas da Educação a Distância na Capacitação e Formação Permanente do Profissional Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos Xerém, 31 de julho de 2009 Tópicos Os Novos

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO

CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO CÓDIGO DE ÉTICA COMO PAUTAMOS NOSSOS RELACIONAMENTOS COM AS PARTES INTERESSADAS DO NOSSO NEGÓCIO Elaborado por: Patrícia Amato e Kátia Périco Alberto Couto & Associados Transformando pessoas para vender

Leia mais

Graduação. Caderno. Marister de Oliveira 1 Adriana Mollica 2

Graduação. Caderno. Marister de Oliveira 1 Adriana Mollica 2 Caderno UNIVERSIDADE CORPORATIVA COMO FERRAMENTA ESTRATÉGICA DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: estudo de caso com uma funcionária da agência do Banco de Brasil de Guarani Graduação ISSN: Consultar em revista.fagoc.br

Leia mais

#11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

#11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO #11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ÍNDICE 1. 2. 3. 4. 5. 6. Apresentação Níveis de planejamento Conceito geral Planejamento estratégico e o MEG Dicas para elaborar um planejamento estratégico eficaz Sobre a

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

A influência das Equipes Auto Gerenciáveis na autonomia e na motivação: um estudo de caso na empresa PepsiCo

A influência das Equipes Auto Gerenciáveis na autonomia e na motivação: um estudo de caso na empresa PepsiCo A influência das Equipes Auto Gerenciáveis na autonomia e na motivação: um estudo de caso na empresa PepsiCo Adilson dos Santos Pereira adilson.pereira01@terra.com.br 1 Alexandre Dutra Pereira alexandre.dutra@pepsico.com

Leia mais

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management

CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management CRA-SP Centro do Conhecimento O Administrador Premium e Soluções Lucrativas Exigem Falling Walls in Management Profº Walter Lerner lernerwl@terra.com.br Filme 7 CONTEXTUALIZAÇÃO da ADM e do Administrador

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Profissionais de Alta Performance

Profissionais de Alta Performance Profissionais de Alta Performance As transformações pelas quais o mundo passa exigem novos posicionamentos em todas as áreas e em especial na educação. A transferência pura simples de dados ou informações

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Planejamento de TI

Estratégias em Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Planejamento de TI Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 7 Planejamento Estratégico Planejamento de TI Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de

Leia mais

Pós-graduação lato sensu.

Pós-graduação lato sensu. MBA Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Pós-graduação lato sensu 1 MBA Desenvolvimento e Gestão de Pessoas Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Mudança de foco Parceria financeira entre o CFO e as unidades de negócio

Mudança de foco Parceria financeira entre o CFO e as unidades de negócio Mudança de foco Parceria financeira entre o CFO e as unidades de negócio Índice Fora da sombra da área administrativa 3 Como atingir o equilíbrio financeiro 4 O Financeiro encontra várias barreiras até

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. conceitos, processos, metodologias e ferramentas de gestão empresarial.

1. INTRODUÇÃO. conceitos, processos, metodologias e ferramentas de gestão empresarial. 1. INTRODUÇÃO As instituições empresariais no contexto atual requerem uma liderança Corporativa profundamente comprometida com seus princípios e valores e uma gestão institucional moderna que permite maior

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS

RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS RESUMO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO SUPERIOR DE EVENTOS SALVADOR 2012 1 CONTEXTUALIZAÇÃO Em 1999, a UNIJORGE iniciou suas atividades na cidade de Salvador, com a denominação de Faculdades Diplomata. O contexto

Leia mais

PRO PERFORMANCE EMPRESAS

PRO PERFORMANCE EMPRESAS Uma proposta cultural única aprimore o seu potencial Crie um versão melhor de is mesmo Conheça, pratique, supere-se, aprimore-se PRO PERFORMANCE EMPRESAS Programa de Excelência e Alta Performance para

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

APRENDIZAGEM E INFORMÁTICA: UMA ANÁLISE SOBRE OS ALUNOS USUÁRIOS DO NPI

APRENDIZAGEM E INFORMÁTICA: UMA ANÁLISE SOBRE OS ALUNOS USUÁRIOS DO NPI APRENDIZAGEM E INFORMÁTICA: UMA ANÁLISE SOBRE OS ALUNOS USUÁRIOS DO NPI * Centro Universitário Filadélfia Unifil. mariana.munk@unifil.br Mariana Gomes Musetti Munck* Roberto Yukio Nishimura* Edison Sahd*

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Drª. Ana Maria Viegas Reis APRESENTAÇÃO A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos, fundada em

Leia mais

XVI SEMINÁRIO DE PESQUISA DO CCSA ISSN 1808-6381

XVI SEMINÁRIO DE PESQUISA DO CCSA ISSN 1808-6381 GESTÃO DE PESSOAS APLICADA ÀS UNIDADES DE INFORMAÇÃO 1 Mailza Paulino de Brito e Silva Souza 2 Sandra Pontual da Silva 3 Sara Sunaria Almeida da Silva Xavier 4 Orientadora: Profª M.Sc. Luciana Moreira

Leia mais

1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa

1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa 1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa A motivação, satisfação e insatisfação no trabalho têm sido alvo de estudos e pesquisas de teóricos das mais variadas correntes ao longo do século XX. Saber o que

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Gestão e Sustentabilidade das Organizações da Sociedade Civil. Alfredo dos Santos Junior Instituto GESC

Gestão e Sustentabilidade das Organizações da Sociedade Civil. Alfredo dos Santos Junior Instituto GESC Gestão e Sustentabilidade das Organizações da Sociedade Civil Alfredo dos Santos Junior Instituto GESC QUEM SOMOS? INSTITUTO GESC - IGESC Fundação da AMBA, pelos alunos do primeiro curso de MBA. Serviços

Leia mais

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY Instrumental e modular, o Ferramentas de Gestão é uma oportunidade de aperfeiçoamento para quem busca conteúdo de qualidade ao gerenciar ações sociais de empresas

Leia mais

EAD COMO MODALIDADE FACILITADORA PARA CAPACITAÇÃO, FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS

EAD COMO MODALIDADE FACILITADORA PARA CAPACITAÇÃO, FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS 1 EAD COMO MODALIDADE FACILITADORA PARA CAPACITAÇÃO, FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS Lajeado RS 05/2015 Monica de Lourdes Gottardi - Faculdade da Serra Gaucha FSG

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA. Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA. Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br PUBLICAÇÕES Solicitar slides: eventos@lemeconsultoria.com.br Contato: rogerio@lemeconsultoria.com.br

Leia mais

Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas. Prof. Augusto Gaspar

Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas. Prof. Augusto Gaspar Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas Prof. Augusto Gaspar Aspectos Humanos - Tendências Singularidade e Hiperconectividade Fevereiro 2011 Junho

Leia mais

Seminário Telecentros Brasil

Seminário Telecentros Brasil Seminário Telecentros Brasil Inclusão Digital e Sustentabilidade A Capacitação dos Operadores de Telecentros Brasília, 14 de maio de 2009 TELECENTROS DE INFORMAÇÃO E NEGÓCIOS COMO VEÍCULO DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA

Leia mais

20 de junho de 2013.)

20 de junho de 2013.) 20 de junho de 2013.) Tecnologias Educacionais (G.E.N.T.E.) _ 2 _ > Rio de Janeiro 20 de junho de 2013 Proposta elaborada pelo IETS _Contextualização O projeto Ginásio Experimental de Novas Tecnologias

Leia mais

O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO NA ORGANIZAÇÃO: ESPAÇO DE QUEM?

O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO NA ORGANIZAÇÃO: ESPAÇO DE QUEM? O CONHECIMENTO PEDAGÓGICO NA ORGANIZAÇÃO: ESPAÇO DE QUEM? Marlene Fernandes Universidade Luterana do Brasil RESUMO O mundo está em constante transformação, com segmentos funcionais altamente globalizados,

Leia mais

Escola de Engenharia

Escola de Engenharia Unidade Universitária: Curso: Engenharia de Produção Disciplina: Gestão em Recursos Humanos Professor(es): Roberto Pallesi Carga horária: 4hs/aula por semana Escola de Engenharia DRT: 1140127 Código da

Leia mais

Gestão de Negócios. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Gestão de Negócios. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Gestão de Negócios Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA SUMÁRIO DE PROJETOS WORKFLOW... 03 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO... 04 IDENTIDADE CORPORATIVA... 04 GESTÃO DE COMPETÊNCIAS... 05 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO... 05 REMUNERAÇÃO...

Leia mais

TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE DOS NOVOS CONTEXTOS DE GERENCIAMENTO

TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE DOS NOVOS CONTEXTOS DE GERENCIAMENTO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: CAPITAL INTELECTUAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO: OS DESAFIOS DOS GESTORES DE RECURSOS HUMANOS DIANTE

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você

Leia mais

Liderança Estratégica

Liderança Estratégica Liderança Estratégica A título de preparação individual e antecipada para a palestra sobre o tema de Liderança Estratégica, sugere-se a leitura dos textos indicados a seguir. O PAPEL DE COACHING NA AUTO-RENOVAÇÃO

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS

ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo para

Leia mais

A VISÃO E A PERCEPÇÃO DO COACH NO SEGMENTO PORTUÁRIO

A VISÃO E A PERCEPÇÃO DO COACH NO SEGMENTO PORTUÁRIO Revista Ceciliana Dez 2(2): 68-72, 2010 - Universidade Santa Cecília Disponível online em http://www.unisanta.br/revistaceciliana A VISÃO E A PERCEPÇÃO DO COACH NO SEGMENTO PORTUÁRIO Aline Jardim Pereira,

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

Administração de Pessoas

Administração de Pessoas Administração de Pessoas MÓDULO 16: RESULTADOS RELATIVOS À GESTÃO DE PESSOAS 16.1 Área de RH e sua contribuição O processo de monitoração é o que visa saber como os indivíduos executam as atribuições que

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico O Coordenador Pedagógico é o profissional que, na Escola, possui o importante papel de desenvolver e articular ações pedagógicas que viabilizem

Leia mais

Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper

Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper Gestão de Contextos Visão Calandra Soluções sobre Gestão da Informação em Contextos White Paper ÍNDICE ÍNDICE...2 RESUMO EXECUTIVO...3 O PROBLEMA...4 ILHAS DE INFORMAÇÃO...4 ESTRUTURA FRAGMENTADA VS. ESTRUTURA

Leia mais

Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas

Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas Os Sistema de Administração de Gestão de Pessoas As pessoas devem ser tratadas como parceiros da organização. ( Como é isso?) Reconhecer o mais importante aporte para as organizações: A INTELIGÊNCIA. Pessoas:

Leia mais