Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil"

Transcrição

1 Palestra Makrosystem SPED Fiscal voltado ao Makro Contábil Instrutor: Ademar Antônio da Silva Data: 20 de outubro de 2010

2 Max Gehringer Mensagem Importante Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) voltada ao Makro Contábil Qual a diferença entre o Sintegra e EFD? SINTEGRA EFD 10 - Mestre do estabelecimento Abertura do Arquivo Digital e Identificação da entidade 11 - Dados compl do informante Dados Complementares da entidade Dados do Contribuinte Substituto Dados do Contabilista Tabela de Cadastro do Participante Alteração da Tabela de Cadastro de Participante Identificação das unidades de medida Tabela de Natureza da Operação/ Prestação Tabela de Informação Complementar do dodumento fiscal Tabela de Observações do Lançamento Fiscal Plano de contas contábeis Centro de custos 50 NF de compras e vendas C100 - Nota Fiscal (01), Avulsa (01B), PR (04) e NFe (55) 51 - Total de NF quanto ao IPI C105 - Operações com ICMS ST Rec. UF diversa (Cód. 55) 53 - Substituição tributária C110 - Informação Complementar(Cód. 01, 1B, 04, 55) C111 - Processo referenciado C112 - Documento de arrecadação referenciado C113 - Documento fiscal referenciado C114 - Cupom Fiscal referenciado C115 - Local da coleta e/ou entrega (Cód. 01, 1B, 04) C120 - Operações de Importação (Cód. 01) C130 - ISSQN, IRRF e Previdência Social C140 - Fatura (Cód. 01) C141 - Vencimento da Fatura (Cód. 01) C160 - Volumes Transp. (Cód. 01 e 04) Exceto combustíveis C165 - Operações com Combustíveis (Cód. 01) 54 Itens das notas fiscais C170 - Itens do Documento (Cód. 01, 1B, 04 e 55) 56 - Operações veículos novos C171 - Armazenamento de Combustíveis C172 - Operações com ISSQN (Cód. 01) C173 - Operações com Medicamentos (Cód. 01 e 55) C174 - Operações com Armas de Fogo (Cód. 01) C175 - Operações com veículos novos (Cód. 01 e 55) C176 - Ressarcimento de ICMS em op. ST (Cód. 01, 55) C177 - Produtos sujeitos a selo de controle IPI C178 - Produtos tributação de IPI por unidade ou quant produto C179 - Informações Complementares ST (Cód. 01) C190 - Registro analítico do documento (Cód. 01, 1B, 04 e 55) C195 - Observações do lançamento fiscal (Cód. 01, 1B e 55) C197 - Outras obrigações tributárias, ajustes e informações 55 GNRE C791 - Registro de informações de ICMS ST por UF (Cód. 06) 60M - Mestre : Ident do equip 60A - Analítico: ECF 60D - Resumo Diário : produto ECF 60I - Item : Item doc fiscal emit ECF 60 - Resumo Mensal (60R): ECF C400 - Equipamento ECF (Cód. 02 e 2D) C405 - Redução Z (Cód. 02 e 2D) C410 - PIS e COFINS totalizados no dia (02 e 2D) C420 - Registro dos totalizadores parciais da redução z (02 e 2D) C425 - Resumo de itens do movimento diário (Cód. 02 e 2D) C460 - Documento Fiscal emitido por ECF (Cód. 02 e 2D) C470 - Itens do documento fiscal emitido por ECF (Cód. 02 e 2D) C490 - Registro Analítico do movimento diário (Cód. 02 e 2D)

3 61 - Docs fiscais não emit por ECF 61R - Res Mensal NF D emit ECF 70 - NF de serviço de transporte 71 - Inf da carga transportada 76 - NF de comunic e telecom. C495 - Resumo Mensal de itens do ECF por estab(02 e 2D) C300 - Resumo Diário das notas fiscais de venda a cons(02) C310 - Docs cancelados de notas fiscais de venda a cons(02) C320 - Registro analítico res diário das NF v. cons. (Cód. 02) C321 - Itens do Resumo Diário dos documentos (Cód. 02) C350 - Nota Fiscal de venda a consumidor (Cód. 02) C370 - Itens do documento (Cód. 02) C390 - Registro Analítico notas fiscais de v. consumidor (02) C500 - Nota Fiscal/Conta de energia elétrica (06, 29, 28) C510 - Itens do documento Nota Fiscal/Conta (06, 29, 28) C590 - Registro Analítico do doc Nota Fiscal/Conta (06, 29, 28) C600 - Consolidação diária de Nota Fiscal/Conta (06, 29, 28) C601 - Docs cancs - Consolidação diária NF/Conta (06, 29, 28) C610 - Itens do documento consolidado (06, 29, 28) C690 - Registro Analítico dos documentos (06, 29, 28) C700 - Consolidação dos docs NF/Conta energia elétrica (06, 28) C790 - Reg Analítico - NF/Conta Enérgia Elétrica (06) via única D100 - NF de Serv. de Transp.(07, 08, 8B, 09, 10, 11, 26, 27) D110 - Itens do docto - NF de Serviços de Transporte (07) D120 Compl da NF de Serviços de Transporte (Código 07) D130 - Compl do conhec. rodoviário de cargas (Cód. 08, 8B) D140 Compl do conhecimento aquaviário de cargas (Cód. 09) D150 - Complemento do conhecimento aéreo (Cód. 10) D160 - Carga Transportada (Cód. 08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27) D161 - Local de Coleta e entrega (Cód. 08, 8B, 09, 10, 11 e 26) D162 - Identificação docs fiscais (08, 8B, 09, 10, 11, 26 e 27) D170 - Compl do conhec. multimodal de cargas (Cód. 26) D180 - Modais (Cód. 26) D190 - Reg Analítico do docs (07, 08, 8B, 09, 10, 11, 26, 27 e 57 D300 - Reg Analítico bilhetes consol passagem (13, 14, 15, 16) D301 - Docs canc dos bilhetes passagem (Cód. 13, 14, 15, 16) D310 - Complemento dos bilhetes (Cód. 13, 14, 15 e 16) D350 - Equipamento ECF (Cód. 2E, 13, 14, 15 e 16) D355 - Redução Z (Cód. 2E, 13, 14, 15 e 16) D360 - PIS E COFINS totalizados no dia (2E, 13, 14, 15 e 16) D365 - Reg totalizadores parciais redução z (2E, 13, 14, 15 e 16) D370 - Compl dos documentos informados (2E, 13, 14, 15 e 16) D390 - Registro analítico movimento diário (2E, 13, 14, 15 e 16) D400 - Resumo do movimento diário RMD (Cód. 18) D410 - Documentos informados (Cód. 13, 14, 15 e 16) D411 - Docs cancelados dos docs informados (13, 14, 15, 16) D420 - Compl dos documentos informados (Cód. 13, 14, 15 e 16) D500 - Nota Fiscal de serviço de comunicação (Cód. 21, 22) D510 - Itens do doc - NF serviço de comunicação (Cód. 21, 22) D530 - Terminal Faturado D590 - Registro Analítico do documento (Cód. 21 e 22) D600 - Consol da prest serv - NF serviço de comunic (21, 22) D610 - Itens do documento consolidado (Cód. 21 e 22) D690 - Registro Analítico dos documentos (Cód. 21 e 22) D695 - Consol da prest serv - Notas de serv comunic(21, 22) D696 - Registro Analítico dos documentos (Cód. 21 e 22) D697 - Registro de informações de st por uf (Cód. 21 e 22) 74 - Inventário H005 - Totais do Inventário H010 - Inventário 75 - Código de produtos ou serviços Tabela de Identificação do Item (Produtos e Serviços)

4 Alteração do Item Código de produto conforme Tabela ANP (Combustíveis) Fatores de Conversão de Unidades Cadastro de bens ou componentes do Ativo Imobilizado Informação sobre a Utilização do Bem E100 - Período de apuração do ICMS E110 - Apuração do ICMS - Operações Próprias E111 - Ajuste/Benefício/Incentivo da Apuração do ICMS E112 - Informações Adicionais dos Ajustes da Apuração do ICMS E113 - Inf Adic Ajustes da Ap do ICMS - Ident docs fiscais E115 - Inf Adic da Apuração do ICMS - Vrs declaratórios E116 - Obrigações do ICMS a Recolher - Obrigações Próprias E200 - Período de apuração do ICMS - Substituição Tributária E210 - Apuração do ICMS - Substituição Tributária E220 - Ajuste/Benefício/Incentivo da Ap do ICMS - Sub Tributária E230 - Informações Adicionais dos Ajustes da Ap do ICMS ST E240 - Inf Adic dos Ajustes da Apuração do ICMS ST - Ident docs E250 - Obrigações do ICMS a Recolher - Substituição Tributária E500 - Período de Apuração do IPI E510 - Consolidação dos Valores de IPI E520 - Apuração do IPI E530 - Ajustes da Apuração do IPI G110 - ICMS - Ativo Permanente CIAP G125 - Movimentação de Bem do Ativo Imobilizado G126 - Outros Créditos CIAP G130 - Identificação do documento fiscal G140 - Identificação do item do documento fiscal Registro de Informações sobre Exportação Documentos Fiscais de Exportação 1110 Oper de Export Indireta - Prod não Industr Estab Emitente Controle de Créditos Fiscais ICMS Utilização de Créditos Fiscais ICMS Movimentação diária de combustíveis Movimentação diária de combustíveis por tanque Volume de vendas Bombas Lacres das bombas Bicos da bomba Informação sobre valor agregado NF/Energia elétrica (código 06) - Op Interestaduais Itens do doc Nota Fiscal/Conta de energia elétrica (06) Total das operações com cartão de crédito e/ou débito Documentos fiscais utilizados Documentos fiscais cancelados/inutilizados DCTA - Demonstr crédito do ICMS sobre transporte aéreo Indicador de sub-apuração do ICMS Período de sub-apuração do ICMS Sub-apuração do ICMS Ajuste/benefício/incentivo da sub-apuração do ICMS Informações adic dos ajustes da sub-apuração do ICMS Inf adicionais ajustes da sub-apuração ICMS - Ident docs 1925 Inf adicionais da sub-apur ICMS - Vrs declaratórios Obrig do ICMS a recolher - Op referentes à sub-apur ICMS

5 Sintegra = 20 Registros, 1186 linhas de código EFD = 156 Registros, 6332 linhas de código De quem é a responsabilidade de gerar e transmitir a EFD (Empresário ou Contador)? Legalmente a obrigação é do empresário, porém a empresa poderá terceirizar esta obrigação. Os escritórios de contabilidade que não oferecerem este serviço, poderão perder clientes e também muito dinheiro. Não tem como simplesmente dizer que a responsabilidade é de um ou do outro, a responsabilidade e a qualidade das informações prestadas na escrituração fiscal, não depende só do empresário, nem tão pouco só do contador. O primeiro passo é a conscientização do empresário da importância não só da entrega mas a qualidade do arquivo entregue. E queira o empresário ou não a realidade de hoje é essa ou ele entra no ritmo ou... se lamenta mais tarde!!! É importante a inclusão de uma cláusula contratual no seu contrato de prestação de serviços contábeis ou modificação no escopo - para os novos contratos - e um aditamento contratual - para os contratos já existentes - referente aos custos que você terá para gerar os dados dos clientes nos moldes da EFD. Não adianta o escritório assumir essa responsabilidade, é preciso que o empresário entenda que é da sua empresa que vai nascer a informação e precisa, urgentemente, investir em qualificação do seu pessoal, porque senão, nenhum escritório por mais informatizado ou com excelentes profissionais vão conseguir apresentar uma informação que não gere multas, e o pior, ao acontecer alguma autuação, será cobrado pelo empresário uma vez que disse ao mesmo que iria fazer o arquivo eletrônico. Então caberá ao Contador, decidir agora quem vai ficar responsável principal pelo serviço e tomar providências urgentes pois a EFD é muito grande, altamente técnica e o programa PVA valida a fundo tanto a parte lógica e legal do arquivo. Quem tem mais capacidade para gerar e transmitir a EFD (Empresário ou Contador)? O empresário, por necessidades administrativas, financeira e gerencial, tem uma bagagem maior de dados que é utilizada no Sped Fiscal, porém o contador tem muito mais conhecimento técnico. Além do mais existem vários registros que o empresário não tem nenhuma condição de informar ao fisco. O Sped Fiscal só é possível com união do Empresário e Contador. Onde encontrar? 1 Programa PVA: ( 2 Manual Técnico:

6 3 Tabelas utilizadas na elaboração do Sped Fiscal: Novas Guias/Novos Campos (Conhecendo e entendendo sua finalidade) 1 Cadastro de Empresas Campo Inscrição Suframa (0000) Criação da Guia Bomba (1350) Lacre (1360) Bico (1370) 2 Cadastro de Produtos Data de Criação O campo NCM fica dispensado quando o tipo de item for igual a Material de Uso e Consumo; Ativo Imobilizado; Serviços; Outros insumos; Outras Código do Combustível(ANP) (0206) Criação do campo Tipo de Produto (0200) Criação do campo Código do Serviço (0200) Este campo destina se a prestação de serviço na nota fiscal conjugada, tanto em notas fiscais de entrada quanto em notas fiscais de saída. Criação da Guia Unidade (0220) O Campo Descrição não pode ser igual ao campo Unidade de estoque e Comercial Criação da Guia Alteração (0205) 3 Cadastro de Fornecedores/Clientes Campo Cidade(Cadastro de Cidades) (0175) Criação da Guia Alteração (0175) Obrigatório preenchimento de Nome, Endereço, Número, Complemento, Bairro, Cidade, UF, Principalmente ligar o Fornecedor ao cadastro de cidades (Regularize os A Cadastrar ) Inscrição Estadual (ISENTO). O Sped Fiscal não aceita esta expressão, porém para manter o Sintegra Funcionando o Makro Contábil troca a palavra ISENTO para Vazio. 4 Cadastro de CST (Revisar os cadastros) CST ICMS (C170, C320, C490, C590, D190, D300, D590) CST IPI (C170, E510) CST PIS (C170, Sped(Pis/Cofins) CST COFINS (C170 Sped(Pis/Cofins) Modelo de Notas Fiscais Criação dos campos Exige Produtos(Sintegra) Exige Produtos(EFD) Exige AIDF Outras Informações Informações Complementares (0450) Observações (0460) 5 Cadastro de Tributação Federal Contribuinte de IPI (0000)

7 Registra IPI (E500) As empresas não enquadradas como contribuintes do IPI, na forma disposta no Regulamento do IPI, não apresentarão os Registros de IPI. Cadastro de Tributação Estadual Gera EFD 6 Registro de Entradas e Saídas Centenas de validações ao salvar uma nota fiscal Tipo de Nota Fiscal (C100, C300, C310, D100, D301, D500, E510) Nota Fiscal de entrada extemporânea é o documento de entrada de mercadorias ou aquisição de serviços que foi escriturado fora do período de apuração em que normalmente deveria ter sido registrado. Nota de saída extemporânea é a que foi escriturado fora do período de apuração (data de emissão/data da efetiva saída da mercadoria) Informação da Conta Contábil, que foi contabilizada a nota fiscal (0300, 0500, C170, C300, C350, C510, C610, D100, D300, D400, D500, D510, D610, H010, 1510) Produtos Geral ICMS Normal ICMS ST IPI PIS COFINS O campo CST substituiu a coluna "Isentas/Outras" do livro em papel. Informar CST correto do produto independente se vai gerar crédito ou não. Guia Inf. Fisco (Somente Nfe) Inf. Complementares (C100, C110, C115, C500, D190, D500) Transporte Geral (C160 C165) Local de Coleta e Entrega (C115, D161) Combustível (C165) Redespacho (D130) Aquaviário (D140) Aéreo (D150) Multimodal (D170) Importação (C120) Exportação (1100) Substituição Tributária (C105) Outros ECF (C405) Nfe (C100, D100, G130, 1105) Nfe-Avulsa (Não está sendo utilizada) Observações (C190, C195, C320, C590, D300, D590) Outros (C500) 7 AIDF Dispositivo autorizado (1700) Repassar todos os cadastros e atualizar este campo 8 Inventário (H005, H010)

8 O bloco H, com informações do inventário, deverá ser informado junto com a movimentação do segundo período de apuração subseqüente ao levantamento do balanço. Em regra, as empresas encerram seu balanço no dia 31 de dezembro, devendo apresentar o inventário na escrituração de fevereiro. Havendo legislação específica, o inventário poderá ter periodicidade diferente da anual e ser exigido em outro período. O Inventário não pode ser centralizado na matriz. Informação da Conta Contábil, que foi contabilizado o Inventário Controle de Estoque Medicamentos (C173) Arma de fogo (C174) Veículos Novos (C175) Ressarcimento de ICMS (C176) Selo de Controle de IPI (C177) Tributação de IPI por unidade (C178) Informação Complementar de ICMS ST (C179) 9 Controle de Fornecedores e Clientes Criação do campo parcela (C141) Obs: A EFD não resolve totalmente o problema do Controle de Fornecedores e Clientes 10 Registro de Apuração ICMS (E100, E110, E111, E112, E113, E115, E116) Ajuste/Benefício/Incentivo Geral Processo Obrigações a recolher A NF, sem destaque do ICMS, deve ser lançada, normalmente, e o crédito deve ser apropriado por meio de ajuste fiscal, de acordo com a legislação de cada UF. ICMS ST Geral (E200 E210 E230 E220 E240 E250) Ajuste/Benefício/Incentivo Geral Processo Obrigações a recolher IPI (E500, E510, E520, E530) Ajuste/Benefício/Incentivo Geral Processo Obrigações a recolher A NF compra de não contribuintes, sem destaque do IPI, deve ser lançada no C100 e filhos, normalmente, e o crédito deve ser apropriado por meio de ajuste no E530 PIS/COFINS (C100, C170, C300, C321, C410, C425, C500) A partir de 1º de julho de 2011, empresas com base no Lucro Real; A partir de 1º de janeiro de 2012, empresas Lucro Presumido ou Arbitrado E-Lalur Até 30/06/2011, Competência 2010.

9 Lay-out ainda não disponível 11 Criação da Guia LMC Movimento (1300, 1310) Volume de entradas (C171) Volume de saídas (1320) 12 Encerramento do Fiscal Criação da Guia EFD Controle de Serviços Arquivo Registro e Nível Geração e Outras Informações 1 Conhecendo e entendendo os níveis da EFD Os níveis inicia em 0(zero) até 5(cinco), Entender estes níveis é imprescindível para lidar com a EFD 2 Gerando uma EFD no Makro Contábil O contribuinte deverá manter EFD distinta para cada estabelecimento 3 Analisando o arquivo gerado manualmente Pipe Arquivo de tamanho variável 4 Perfil A e Perfil B 5 Fases da validação e importação do arquivo EFD 1 Estrutura básica com vínculo com arquivo 2 Estado da escrituração sem vínculo com arquivo 6 Analisando o arquivo importado no PVA 7 Confronto manual entre Makro Contábil e EFD Registro de Apuração de ICMS Registro de Apuração de ICMS ST Registro de Apuração de IPI Futuramente o Registro de PIS/Cofins 8 Gerando arquivo definitivo para a entrega, assinando, transmitindo e Bk. Conclusão final: A não entrega dos arquivos da EFD equivalem à falta de escrituração fiscal, portanto sujeita o contribuinte às penalidades previstas na legislação. Empresa sem movimento tem que entregar normalmente a EFD. Investimento em servidor é indispensável para quem vai trabalhar com a EFD. A importância de um bom controle de Bk, pois os arquivos assinados e entregues são o verdadeiro documento para ser arquivado.

10 Não importa quem realmente vai fazer o Sped Fiscal, o bom profissional não se exime de suas responsabilidades e encara com coragem e determinação. A vida é cheia de desafios e problemas, encare-os com otimismo e tire proveito de tudo Makrosystem 2010.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA LANÇAMENTO DE UM DOCUMENTO FISCAL. 1. APRESENTAÇÃO. 2. PREPARAÇÃO PARA A GERAÇÃO DOS REGISTROS. 2.1. Classificação Física dos Documentos

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD 1 - Informações referentes à Escrituração Fiscal Digital EFD A Escrituração Fiscal Digital é um dos módulos do um sistema púbico

Leia mais

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD Luiz Antonio Baptista da Costa Leite Auditor Fiscal da Fazenda Estadual Coordenação dos Estudos Econômico-Fiscais - COEFI Coordenador dos projetos NF-e, CT-e, EFD

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Decreto nº 6.022-22/01/07 Institui o (Sped) Objetivo: promover a atuação integrada dos fiscos, mediante a padronização e racionalização das

Leia mais

Orientações relativas à EFD ICMS/IPI para os contribuintes do IPI situados em Pernambuco

Orientações relativas à EFD ICMS/IPI para os contribuintes do IPI situados em Pernambuco Orientações relativas à F IMS/IPI para os contribuintes do IPI situados em Pernambuco Os contribuintes do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) situados no stado de Pernambuco, por força da Instrução

Leia mais

Espaço EFD. EFD icms/ipi. Comentários do Guia EFD Icms/Ipi

Espaço EFD. EFD icms/ipi. Comentários do Guia EFD Icms/Ipi Espaço EFD EFD icms/ipi Comentários do Guia EFD Icms/Ipi SUMÁRIO BLOCO 0: ABERTURA, IDENTIFICAÇÃO E REFERÊNCIAS...2 BLOCO C: DOCUMENTOS FISCAIS I MERCADORIAS (ICMS/IPI)...3 BLOCO D: DOCUMENTOS FISCAIS

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007. Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação,

Leia mais

Código Versão Leiaute instituído por Obrigatoriedade (Início) 001 100 Ato COTEPE 01/01/2008. 002 101 Ato COTEPE 01/01/2009

Código Versão Leiaute instituído por Obrigatoriedade (Início) 001 100 Ato COTEPE 01/01/2008. 002 101 Ato COTEPE 01/01/2009 Art. 2º Alterar o Manual de Orientação do Leiaute da Escrituração Fiscal igital - EF, Anexo Único do Ato COTEPE ICMS nº 09/08, que passa a vigorar com a seguinte redação: I. Tabela 3.1.1 - Tabela de versão

Leia mais

Cartilha com Instruções sobre o SPED Fiscal

Cartilha com Instruções sobre o SPED Fiscal artilha com Instruções sobre o SPE Fiscal Operacionalização do SPE EXATUS - na Prática ESRIÇÃO O PAPEL E AA ATOR ENVOLVIO NO PROESSO: A) SOFTWARE HOUSE: (Produtora de software de gestão empresarial).

Leia mais

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO Nossos serviços de auditoria das Obrigações Eletrônicas utilizam ferramentas que permitem auditar os arquivos enviados

Leia mais

Importante: A BMA utiliza como banco de dados padrão o MySql 5.x.

Importante: A BMA utiliza como banco de dados padrão o MySql 5.x. As estruturas abaixo descritas, referem-se as tabelas utilizadas no armazenamento de geração de dados para o Sistema Público de Escrituração Digital de Dados Fiscais SPED - Fiscal. Importante: A BMA utiliza

Leia mais

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL 1 Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos

Leia mais

expert PDF Trial SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital Elaborado por: Antonio Sérgio de Oliveira

expert PDF Trial SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital Elaborado por: Antonio Sérgio de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE

SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE O arquivo digital do Sistema de Escrituração Fiscal (SEF) deve ser declarado pelos contribuintes inscritos no Cadastro de Contribuintes do Estado de Pernambuco CACEPE,

Leia mais

Tabelas de Guarda de Documentos Âmbito Estadual (SP)

Tabelas de Guarda de Documentos Âmbito Estadual (SP) Tabelas de Guarda de Documentos Âmbito Estadual (SP) DOCUMENTOS DE COMPETÊNCIA ESTADUAL Livros Fiscais Registro de Entradas, modelo 1 Registro de Entradas, modelo 1-A; Registro de Saídas, modelo 2; Registro

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital (EFD) Regras Gerais. 1. Introdução. 2. Definição

Escrituração Fiscal Digital (EFD) Regras Gerais. 1. Introdução. 2. Definição SUMÁRIO 1. Introdução 2. Definição 3. Contribuintes Obrigados à EFD 3.1. Contribuintes optantes pelo SIMPLES Nacional ou Microempreendedor Individual (MEI) 4. Livros Fiscais 5. Contribuintes Obrigados

Leia mais

Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP

Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP PIS/COFINS ICMS/IPI Integração Racionalização Objetivos Agilidade do SPED Papel Digital Inversão de Papéis Contribuinte

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É?

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades

INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades Vamos direto ao ponto! Monitoramento do FI$CO Modelo convencional Obrigações Acessórias Obrigações acessórias A participação do cliente no processo

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1. SOBRE O GUIA... 3 1.2. INTRODUÇÃO AO EFD... 3 2. PRÉ-INSTALAÇÃO...

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital? 2 SPED - Sistema Público de Escrituração Digital Projeto do PAC 2007-2010 Instituído pelo Convênio ICMS 143/06.

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Capítulo I Informações gerais sobre a EFD Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD Seção 4 Periodicidade das informações

Leia mais

Ato COTEPE/ICMS nº 41, de 14/9/2011 - DOU 1 de 20/9/2011

Ato COTEPE/ICMS nº 41, de 14/9/2011 - DOU 1 de 20/9/2011 Ato COTEPE/ICMS nº 4, de 4/9/20 - OU de 20/9/20 Altera o Ato COTEPE/ICMS nº 09/2008, que dispõe sobre as especificações técnicas para a geração de arquivos da Escrituração Fiscal igital - EF a que se refere

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. São Paulo, agosto de 2011

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. São Paulo, agosto de 2011 Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS São Paulo, agosto de 2011 m28 Obrigações Tributárias: Emissão de Documento Fiscal Escrituração Contábil Obrigação Acessória Escrituração Fiscal Entrega de Declarações

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

Parâmetros. Instalação

Parâmetros. Instalação Gera Arquivo para a Receita (GeraArq 8) Este aplicativo permite gerar um arquivo para ser enviado à Receita Federal com os registros de nota/ cupons fiscais impressos pelos sistema. Instalação Para fazer

Leia mais

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC)

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) EMPRESA: LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) NOME DO ARQUIVO Existem dois nomes possíveis: um para as notas de saída e outro para as notas de entrada. - Saídas : O nome do arquivo deve

Leia mais

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relatório de Conferência - EFD - Contribuições Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TEHRSH Está disponível

Leia mais

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão Projetos SPED Edmar de Oliveira Frazão Sumário Nf-e Nota Fiscal Eletrônica Nf-e Nota Fiscal Eletrônica versão 2.0 CT-e Conhecimento Eletrônico NFS-e NF de Serviço Eletrônico CF-e Cupom Fiscal Eletrônico

Leia mais

1 Geração dos arquivos

1 Geração dos arquivos Orientação Técnica EFD nº 010/2014 versão 2.0 Dispõe sobre a obrigatoriedade da entrega de arquivos EFD para contribuintes do SIMPLES NACIONAL. Em 01/01/2014, os contribuintes optantes pelo SIMPLES NACIONAL

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

EFD PIS COFINS Teoria e Prática

EFD PIS COFINS Teoria e Prática EFD PIS COFINS Teoria e Prática É uma solução tecnológica que oficializa os arquivos digitais das escriturações fiscal e contábil dos sistemas empresariais dentro de um formato digital específico e padronizado.

Leia mais

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED No validador SPED poderão ocorrer erros e/ou advertências ao importar o arquivo. As advertências não impedem a transmissão do arquivo, no entanto é importante analisar e corrigir as informações. Os erros

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Contabilidade Digital O termo Contabilidade Digital é aqui utilizado para traduzir os (nem tão novos) rumos que a contabilidade tomou, principalmente a partir

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Capítulo I Informações gerais sobre a EFD Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD Seção 4 Periodicidade das informações

Leia mais

Confira também a legislação estadual do seu domicílio nos portais das Secretarias Estaduais de Fazenda.

Confira também a legislação estadual do seu domicílio nos portais das Secretarias Estaduais de Fazenda. Legislação pertinente ao SPED FISCAL em ordem anticronológica: Ato COTEPE/ICMS 17, de 15 de junho de 2011 - Altera o Ato COTEPE/ICMS 09/08, que dispõe sobre as especificações técnicas para a geração de

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

Manual Prático do MerchSintegra

Manual Prático do MerchSintegra Manual Prático do MerchSintegra Bento Gonçalves Setembro de 2010 Índice 1. Introdução... 3 2. O MerchSintegra... 4 2.1. Configurador... 4 2.2. Inconsistências... 16 2.2.1. Gerar Nota Entrada... 16 2.2.2.

Leia mais

Projeto SPED no Sistema USIMINAS. Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED/NF-e

Projeto SPED no Sistema USIMINAS. Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED/NF-e Projeto SPED no Sistema USIMINAS Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED/NF-e Agenda O Sistema USIMINAS Premissas do Projeto SPED Um pouco de Tecnologia O Projeto na USIMINAS Fatores Críticos

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA APURAÇÃO DO ICMS. 1. APRESENTAÇÃO. 2. PREPARAÇÃO PARA A GERAÇÃO DOS REGISTROS. 2.1. Tabela de Ajuste da Apuração e Dedução. 2.2. Tabela

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido 1º Acesse o menu Controle, opção Parâmetros, clique na guia Impostos, e certifique-se de que estão incluídos os impostos do regime 4- Pis e 5 Cofins. Na guia Federal,

Leia mais

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Entrada. Decimais. Fornecedor DIEF DIEF

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Entrada. Decimais. Fornecedor DIEF DIEF Página: /0 do arquivo: 0 - Cabeçalho do Arquivo Código da Empresa CNPJ da Empresa Inicial Final Valor Fixo "N" de Nota (...) Constante "00000" Sistema (...) Valor Fixo "" 9 0 4 4 0 4 4 0 44 44 4 46 4 4

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL PALESTRA SPED FISCAL REGRAS GERAIS

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL PALESTRA SPED FISCAL REGRAS GERAIS Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

ANEXO 18 ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ANEXO 18 ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ANEXO 18 REVOGADO OS ARTIGOS 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º, 8º e 8º-A pela RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA 10/11 de 14.12.11. Alteração: Resolução Administrativa nº 03/2015 ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Acrescentado

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento. NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e. Este anexo detalha todos os lançamentos de Observações e Ajustes (filhos

Leia mais

1. Fluxo de documentação

1. Fluxo de documentação 1. Fluxo de documentação É de fundamental importância o envio de toda documentação financeira para atender as exigências impostas pelo fisco e evitar problemas futuros à empresa. Prazo de envio: É ideal

Leia mais

Distrito Federal > Novembro/2015

Distrito Federal > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED?

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? SPED PIS/COFINS Teoria e Prática O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? E v e l i n e B a r r o s o Maracanaú - CE Março/2 0 1 2 1 2 Conceito O SPED é instrumento que unifica as atividades

Leia mais

ANEXO 7 MODELOS DE LIVROS E DOCUMENTOS FISCAIS TERMO DE APRESENTAÇÃO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA FAZENDA TERMO DE APRESENTAÇÃO

ANEXO 7 MODELOS DE LIVROS E DOCUMENTOS FISCAIS TERMO DE APRESENTAÇÃO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA FAZENDA TERMO DE APRESENTAÇÃO ANEXO 7 MODELOS DE LIVROS E DOCUMENTOS FISCAIS TERMO DE APRESENTAÇÃO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA DA FAZENDA TERMO DE APRESENTAÇÃO ESCRITURAÇÃO FISCAL DO A ESCRITURAÇÃO FISCAL A SEGUIR REGISTRADA, REGIDA

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos Fiscais

Leia mais

Módulo Contábil e Fiscal

Módulo Contábil e Fiscal Módulo Contábil e Fiscal Sintegra Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Contábil e Fiscal Sintegra. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no todo ou em

Leia mais

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010 EFD PIS / COFINS Leiaute - ADE Cofis 31 08 de julho de 2010 Leiaute - ADE Cofis 34 28 de outubro de 2010 Atualizado pelo ADE Cofis 37 21 de dezembro de 2010 ENTENDENDO A ESTRUTURA DO ARQUIVO 1 ENTENDENDO

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190. Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010.

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190. Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010. ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190 Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO 2 - REGISTRO C100 - NOTA FISCAL (CÓDIGO

Leia mais

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Instrutor: José Jeová Junior Contador, com formação nesta área pelo Instituto IOB de São Paulo Dinâmica das

Leia mais

Roteiro para usar Sped no JB Cepil

Roteiro para usar Sped no JB Cepil Roteiro para usar Sped no JB Cepil Este roteiro tem o objetivo orientar os passos básicos dentro do sistema JB Cepil, para preparar o sistema e as informações para a correta geração do arquivo magnético

Leia mais

Através deste layout, você poderá gerar arquivos para serem importados nos Módulos Contabilidade e Escrita Fiscal do Domínio Contábil.

Através deste layout, você poderá gerar arquivos para serem importados nos Módulos Contabilidade e Escrita Fiscal do Domínio Contábil. Página 1 de 15 Layout 18 Através deste layout, você poderá gerar arquivos para serem importados nos Módulos Contabilidade e Escrita Fiscal do Domínio Contábil. Faça isto 1. O arquivo está dividido em 3

Leia mais

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008 Curso Fortaleza-Ce EFD Pis/Cofins e ICMS/IPI Teoria e Prática Palestrante: Edison Garcia Junior Auditório do CRC-CECE 06 de abril de 2011 IN 1052/2010 EFD Pis/Cofins Estabelece regras de obrigatoriedade,

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. Fiscais. Fiscais. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Saídas. Decimais.

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. Fiscais. Fiscais. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Saídas. Decimais. Página: / do arquivo: 0 - Cabeçalho do Arquivo Código da Empresa CNPJ da Empresa Inicial das Notas Fiscais Final das Notas Fiscais Valor Fixo "N" da Nota Constante "00000" Sistema Valor Fixo "" 0 0 0 6

Leia mais

G5 PHOENIX SPED FISCAL

G5 PHOENIX SPED FISCAL G5 PHOENIX SPED FISCAL SUMÁRIO OBSERVAÇÕES INICIAIS... 3 1 CADASTROS... 4 1.1 - CADASTRO DAS EMPRESAS GUIA GERAL... 4 1.2 - CADASTRO DAS EMPRESAS GUIA ESCRITA... 4 1.2.1 - SPED... 5 1.2.2 - Inscrição Estadual

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 DECRETO Nº 6.022-22/01/07 Eliminar a redundância de informações por meio da padronização das Obrigações Acessórias Uniformizar as

Leia mais

Pergunte à CPA. EFD ICMS/IPI Registros C100, C170 e C190 principais dúvidas

Pergunte à CPA. EFD ICMS/IPI Registros C100, C170 e C190 principais dúvidas 13/05/2013 Pergunte à CPA EFD ICMS/IPI Registros C100, C170 e C190 principais dúvidas Apresentação: José A. Fogaça Neto Registro C100 Este registro deve ser gerado para cada documento fiscal código 01,

Leia mais

Manual de Faturamento

Manual de Faturamento Manual de Faturamento Bureau & Redsystem Software Para Emissão da Nota Eletrônica, e necessários o preenchimento correto do Cadastro de Clientes, Cadastro de Produtos, Código Fiscal e Controle de ICMS,

Leia mais

Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Prof. Dr. Ricardo Lopes Cardoso Sócio

Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Prof. Dr. Ricardo Lopes Cardoso Sócio SPED CONTÁBIL E FISCAL Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Prof. Dr. Ricardo Lopes Cardoso Sócio Subdivisões do Projeto SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED Sistema Público

Leia mais

Notas de Saída. Modelo: Posições Observações. Descrição do Campo. Página 1 de 5

Notas de Saída. Modelo: Posições Observações. Descrição do Campo. Página 1 de 5 Espécie do documento 1 3 Alfanumérico - espécie da nota ou *CT Série e subsérie 4 3 Alfanumérico-0 a 9/A a Z Número da Nota Fiscal ( ) 7 6 Numérico com zeros a esquerda Número da Nota Fiscal ( Final )

Leia mais

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Apresentador: José Alves F. Neto Transporte - conceito ICMS X ISS Como determinar a competência Fato gerador RICMS/SP Artigo 2º - Ocorre

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital - EFD O que é?

Escrituração Fiscal Digital - EFD O que é? Escrituração Fiscal Digital - EFD O que é? 1 EFD O que é? EFD é um arquivo digital, de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos fiscos Estaduais e Federal,

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital

Escrituração Fiscal Digital Escrituração Fiscal Digital Secretarias de Fazenda Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Emenda Constitucional nº 42 19/12/03 Art. 37 da Constituição Federal... XXII - as administrações tributárias da União,

Leia mais

AC FISCAL MANUAL SPED ICMS & IPI

AC FISCAL MANUAL SPED ICMS & IPI AC FISCAL MANUAL SPED ICMS & IPI Esse manual tem por objetivo mostrar os campos que necessariamente devem estar preenchidos no AC Fiscal e os principais erros por conta da falta nas informações. A seguir,

Leia mais

Projeto SPED de A a Z

Projeto SPED de A a Z Consultoria e Treinamentos Apresentam: Projeto SPED de A a Z SPED Decreto nº 6.022 22/01/07 Instituir o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Promover a integração dos fiscos; Racionalizar e uniformizar

Leia mais

Sintegra & Sped Fiscal

Sintegra & Sped Fiscal As alterações nos processos fiscais e Sintegra & Sped Fiscal os seus impactos para as pequenas e (A solução!) médias empresas no Brasil Quem somos nós... A MF Tecnologia e Sistemas se especializou no sentido

Leia mais

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR SPED EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA Contador, Administrador de Empresas, Pós Graduado em Gestão Pública, Técnico em Contabilidade,

Leia mais

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL OU INTERESTADUAL DE CARGAS - Crédito do ICMS

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL OU INTERESTADUAL DE CARGAS - Crédito do ICMS PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL OU INTERESTADUAL DE CARGAS - Crédito do ICMS Matéria elaborada com base na Legislação vigente em 16.06.2011. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO 2 - HIPÓTESES

Leia mais

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal)

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) SPED Sistema Público de Escrituração Digital Instituído pelo Decreto nº 6022, de 22/01/2007, o projeto é composto: EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal).

Leia mais

SPED Fiscal. Manual desenvolvido para Célula Fiscal Equipe Avanço Informática

SPED Fiscal. Manual desenvolvido para Célula Fiscal Equipe Avanço Informática SPED Fiscal Manual desenvolvido para Célula Fiscal Equipe Avanço Informática 1 Índice Requisitos para o uso SPED Fiscal... 2 Mapeamento dos Cadastros e Operações... 2 Mapeamento da Infraestrutura... 2

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. 1 Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos

Leia mais

Versão 06/2012. Substituição Tributária

Versão 06/2012. Substituição Tributária Substituição Tributária 1 ÍNDICE 1. O que é a Substituição Tributária?... 3 1.1 Tipos de Substituição Tributária;... 3 1.2 Como é feito o Recolhimento da ST?... 3 1.3 Convênio e Aplicação... 3 1.4 Base

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI Legislação Nacional: - Convênio ICMS 143/06 - Ajuste SINIEF 2/09 - Ato COTEPE/ICMS 09/08 - IN RFB 1.009/10 - Protocolos ICMS 77/08 e 3/11 L i l ã Etd d Sã P l Legislação

Leia mais

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2 Índice Central Folhamatic...06 Menu Arquivos...07 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba Escrita Fiscal... 08 Responsável... 09 Responsável pela Contabilidade... 10 Saldos... 11 ICMS e IPI...

Leia mais

67. As ME e EPP, optantes ou não pelo Simples Nacional, podem emitir que tipo de nota fiscal?

67. As ME e EPP, optantes ou não pelo Simples Nacional, podem emitir que tipo de nota fiscal? OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS 67. As ME e EPP, optantes ou não pelo Simples Nacional, podem emitir que tipo de nota fiscal? Nas operações de vendas a contribuinte, a Nota Fiscal, modelos 1 e 1-A ou a Nota Fiscal

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295 SPED FISCAL O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) FISCAL é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série do cliente.

Leia mais

CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013

CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013 SINDICATO DOS CONTABILISTAS ESTADO GOIÁS CONSELHO REGIONAL CONTABILIDADE GOIÁS CONVÊNIO CRC-GO /SCESGO CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos

Leia mais

Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA

Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA Quando vou transmitir o arquivo o sistema me pede nome de usuário e senha. O que fazer? Você esta tentando transmitir o arquivo no formato TXT.

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema Público de Escrituração Digital INTRODUÇÃO PIS/PASEP E COFINS SISTEMÁTICA DA NÃO-CUMULATIVIDADE AS DIFICULDADES Não é um regime pleno de não-cumulatividade, como o IPI e o ICMS. O legislador preferiu listar as operações geradoras de

Leia mais

<< Roteiro de Procedimentos >>

<< Roteiro de Procedimentos >> > As ferramentas apresentadas a seguir, permitirão aos usuários do sistema Avance Retguarda, a partir da versão 8.4, o lançamento e manutenção de todas as informações necessárias

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL MANUAL SPED FISCAL Digisat Tecnologia Ltda Rua Marechal Deodoro, 772 Edifício Mirage 1º Andar Sala 5 e 6 Centro Concórdia/SC CEP: 89700-000 Fone/Fax: (49) 3441-1600 suporte@digisat.com.br www.digisat.com.br

Leia mais

PORTARIA N.º 1.505/2002-SEFAZ DE 26 DE NOVEMBRO DE 2002 ANÉXO ÚNICO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO CONTRIBUINTE

PORTARIA N.º 1.505/2002-SEFAZ DE 26 DE NOVEMBRO DE 2002 ANÉXO ÚNICO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO CONTRIBUINTE PORTARIA N.º 1.505/2002-SEFAZ DE 26 DE NOVEMBRO DE 2002 ANÉXO ÚNICO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO CONTRIBUINTE OBSERVAÇÃO: Para alteração desta portaria e de seu anexo foram utilizadas as nomenclaturas: Texto

Leia mais

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 SPED Fiscal 2013 Conteúdo 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 2.0 Pré-requisitos para a elaboração do arquivo do SPED FISCAL... 3

Leia mais

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Prezado cliente, Para mantê-lo informado sobre as liberações e procedimentos referentes ao SPED PIS/COFINS, destacamos nesse comunicado os principais pontos que devem ser

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais