AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO"

Transcrição

1 AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO Nossos serviços de auditoria das Obrigações Eletrônicas utilizam ferramentas que permitem auditar os arquivos enviados com os mesmos critérios utilizados pela fiscalização Federal, Estadual e demais órgãos (tais como ANP e ANATEL). Este serviço tem por foco antecipar-se ao Fisco e reduzir os riscos de autuações fiscais, bem como detectar falhar na apuração de impostos que porventura gerem recolhimentos indevidos. AUDITORIA EFD: Validação das informações prestadas à Receita Federal e SEFAZ Estaduais no que tange principalmente às EFD s SPED FISCAL e EFD Contribuições. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Auditoria dos arquivos eletrônicos da EFD ICMS/IPI ou Arquivos da EFD Período aplicável das análises: EFD ICMS/IPI - a partir de 2010; EFD Contribuições - a partir de 2012; VERIFICAÇÕES DE INCONSISTÊNCIAS E CRUZAMENTOS: Estrutura do arquivo (hierarquia, obrigatoriedade, duplicidade, tamanho e alinhamento de registros); Regras de preenchimento de campos (formato, tamanho, valores válidos, obrigatoriedade, cálculos); Valores informados na EFD x tabelas externas e internas do SPED; Dados cadastrais (CNPJ, CPF, I.E., SUFRAMA, etc.); Valores declarados na EFD x valores apurados pela auditoria; Alterações indevidas nos produtos/serviços e no cadastro de participantes; Documentos fiscais (ordem sequencial, cancelamentos, períodos de apuração, modelos, séries, duplicidades, totais de itens, bases de cálculo, alíquotas, valores de ICMS, ICMS ST, IPI, PIS, COFINS, etc.). Chaves das Nota Fiscais Eletrônicas x informações declaradas na EFD; Existência e validade dos códigos NCM s informados; Coerência entre CST s e CFOP s informados; Cruzamento entre registros do arquivo digital e entre arquivos de competências diferentes. SPED FISCAL x SPED CONTÁBIL: Receita de Exportação Direta de Mercadorias e Produtos - ECD x EFD Receita de Vendas de Mercadorias e Produtos a Comercial Exportadora com Fim Específico de Exportação - ECD x EFD Receita de Venda de Produtos de Fabricação Própria no Mercado Interno - ECD x EFD Receita da Revenda de Mercadorias no Mercado Interno - ECD x EFD Interno - ECD x EFD Externo - ECD x EFD ICMS - ECD x EFD PIS/Pasep - ECD x EFD COFINS - ECD x EFD IPI - ECD x EFD SPED FISCAL x GIA / DAPI / DIME / DIEF: Entradas do estado - DAPI / DIEF x SPED; Entradas de outro estado - DAPI / DIEF x SPED; Entradas do exterior - DAPI / DIEF x SPED; Saídas para o estado - DAPI / DIEF x SPED; Saídas para outro estado - DAPI / DIEF x SPED; Saídas para o exterior - DAPI / DIEF x SPED; Total de entradas - DAPI / DIEF x SPED (Valor Contábil, Base de Cálculo e Valor do ICMS); Total de saídas - DAPI / DIEF x SPED (Valor Contábil, Base de Cálculo e Valor do ICMS);

2 Débitos, créditos e saldos de ICMS na DAPI x SPED FISCAL; ICMS ST - saldos credores, devoluções, ressarcimentos, retenções, valores a recolher, saldos a transportar - DAPI x SPED FISCAL; Entradas e saídas detalhadas por CFOP - GIA/DIME x SPED FISCAL. SPED FISCAL x TIPI: Verificação de existência e validade dos códigos NCM s informados; Verificação das alíquotas de IPI informadas por NCM e data. EFD CONTRIBUIÇÕES x ALÍQUOTAS DE PIS/COFINS POR NCM: Apontamentos de créditos e/ou débitos indevidos das contribuições; Verificação das alíquotas de PIS/Pasep e de COFINS por NCM e período de tributação, englobando: Produtos com alíquotas diferenciadas; Produtos com alíquotas por unidades de medida; Produtos com alíquota zero; Produtos com substituição tributária; Produtos monofásicos; Produtos isentos, sem incidência ou com suspensão da contribuição; Créditos presumidos. SPED FISCAL x DCTF: IPI - 1º Decêndio - SPED FISCAL x DCTF IPI - 2º Decêndio - SPED FISCAL x DCTF IPI - 3º Decêndio - SPED FISCAL x DCTF IPI - Mensal - SPED FISCAL x DCTF EFD CONTRIBUIÇÕES x DACON: PIS/COFINS apurados na DACON x EFD- Créditos descontados na DACON x EFD- Deduções na DACON x EFD- PIS/PASEP sobre Folha na DACON x EFD - PIS/COFINS a pagar de SCP na DACON x EFD- Retenção de cooperados na DACON x EFD- Contribuições. EFD CONTRIBUIÇÕES x DCTF x DACON PIS/PASEP e COFINS a pagar - faturamento (não- cumulativo) - EFD x DCTF x DACON PIS/PASEP e COFINS a pagar - faturamento de SCP (não-cumulativo) - EFD x DCTF x DACON PIS/PASEP e COFINS a pagar - faturamento (cumulativo) - EFD x DCTF x DACON PIS/PASEP e COFINS a pagar - faturamento de SCP (cumulativo) - EFD x DCTF x DACON PIS/PASEP a pagar - folha de salários - EFD x DCTF x DACON Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta - Serviços - EFD x DCTF Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta - Indústria - EFD x DCTF e-cac x DCTF (conciliação dos pagamentos realizados com o banco de dados da Receita Federal do Brasil - RFB) Créditos Vinculados na DCTF x Pagamentos registrados no e-cac; Quotas de IRPJ e CSLL na DCTF x Pagamentos registrados no e-cac. LMC (Livro de Movimentação Diária de Combustíveis): Estoque físico x Estoque contábil, tanque a tanque, de acordo com a ANP (análise de variações de perdas e sobras); Volume de combustível recebido x volume armazenado, por data, tanque e tipo de produto; Conferência dos valores diários do estoque de fechamento, geral e por tanque; Volume total das saídas x vendas realizadas por bico; Estoque de abertura dos tanques x valores das leituras iniciais dos contadores, na abertura dos bicos; Estoque de fechamento dos tanques x valores das leituras finais dos contadores, no fechamento dos bicos;

3 Estoque de fechamento dos tanques x Estoque de abertura dos tanques na data subsequente. Volume diário de combustíveis declarados no LMC x documentos fiscais emitidos. BLOCO P (Apuração da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta): Valor da Receita Bruta dos estabelecimentos x Valor da Receita Bruta da Pessoa Jurídica; Verificação dos Códigos indicadores das atividades sujeitas à incidência da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (existência, alíquotas correspondentes, datas de validade); Análise percentual entre o Valor da Receita Bruta do Estabelecimento e o Valor da Receita Bruta sujeita à incidência da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, de acordo com as disposições legais; Valor da Contribuição Previdenciária Apurada sobre a Receita Bruta declarada x valor apurado pela Auditoria; Valor total da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta a recolher x valores da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta dos estabelecimentos. ESTOQUE: Detecção de estoque negativo, item a item, mês a mês; Duplicidade e alterações de códigos e descrições de itens; Montagem de fluxo de estoque retroativa a 5 anos; Cruzamento do estoque escritural com o estoque físico (inventário real) da empresa; Cruzamento entre o inventário declarado pela empresa e o saldo apurado pelo sistema; Detecção de Omissões de Entradas e Omissões de Saídas. FUNCIONALIDADESADICIONAIS: Relação com a tributação do PIS e da COFINS por NCM e por data (Alíquotas Diferenciadas, Regime Monofásico, Isenção, Alíquotas Zero, Substituição Tributária, etc.) de todos os produtos, mercadorias e serviços adquiridos e vendidos pela empresa. Relação com a tributação do IPI por NCM e por data (produtos tributados, não tributados e tributados à alíquota zero) de todos os produtos e mercadorias presentes no processo produtivo da empresa. Resumo de Apuração do ICMS. Resumo de Apuração do PIS e da COFINS. RELATÓRIOS DOS CRUZAMENTOS: Relatórios detalhados de Inconsistências e Cruzamentos, em formato PDF ou XLS; Relatórios de estoque anual (toda a movimentação, apenas itens negativos ou apenas itens com descrição duplicada), em formato XLS; Relatórios de estoque mensal (movimentação de todos os itens ou apenas itens negativos, com quantidades e/ou valores), em formato XLS; Relatórios de inventário - Omissão de Entradas / Omissão de Saídas, em formato XLS; Relatório EFD-Contribuições x DACON, em Relatório EFD-Contribuições x DCTF, em Relatório EFD-ICMS/IPI x DCTF, em formato XLS. Relatório e-cac x DCTF, em Relatório EFD x DAPI/GIA/DIME/DIEF, em Relatório de Resumo de Apuração do ICMS, em Relatório de Resumo de Apuração do PIS e da COFINS, em AUDITORIA ARQUIVOS SINTEGRA: Possuímos toda a expertise necessária para a validação das informações prestadas aos Fisco Estaduais mediante utilização do nosso software de

4 Auditoria Eletrônica do SINTEGRA. Uma poderosa ferramenta que, além de auditar os arquivos SINTEGRA com critérios utilizados pela fiscalização, permite realizar revisões dos últimos 5 anos e auxiliar no atendimento a intimações fiscais! CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Auditor eletrônico em arquivos do SINTEGRA; Período válido das análises: últimos 5 anos (ideal para revisões fiscais e atendimentos à fiscalização); VERIFICAÇÕES DE INCONSISTÊNCIAS E CRUZAMENTOS: Estrutura do arquivo (obrigatoriedade, duplicidade, tamanho e alinhamento de registros); Regras de preenchimento de campos (formato, tamanho, valores válidos, obrigatoriedade, cálculos); Valores informados no SINTEGRA x tabelas externas e internas; Dados cadastrais (CNPJ, CPF, Inscrição Estadual, SUFRAMA, etc.); Valores declarados no SINTEGRA x valores apurados pela auditoria; Documentos fiscais (ordem sequencial, cancelamentos, períodos de apuração, modelos, séries, duplicidades, totais de itens, bases de cálculo, alíquotas, valores de ICMS, ICMS ST e IPI). Chaves das Notas Fiscais Eletrônicas x informações declaradas no SINTEGRA; Existência e validade dos códigos NCM s informados; Coerência entre CST s e CFOP s informados; Cruzamento entre registros do arquivo digital e entre arquivos de competências diferentes. SINTEGRA x GIA / DAPI / DIME / DIEF Entradas do estado - DAPI / DIEF x SINTEGRA; Entradas de outro estado - DAPI / DIEF x SINTEGRA; Entradas do exterior - DAPI / DIEF x SINTEGRA; Saídas para o estado - DAPI / DIEF x SINTEGRA; Saídas para outro estado - DAPI / DIEF x SINTEGRA; Saídas para o exterior - DAPI / DIEF x SINTEGRA; Total de entradas - DAPI / DIEF x SINTEGRA (Valor Contábil, Base de Cálculo e Valor do ICMS); Total de saídas - DAPI / DIEF x SINTEGRA (Valor Contábil, Base de Cálculo e Valor do ICMS); Débitos, créditos e saldos de ICMS na DAPI x SINTEGRA; ICMS ST - saldos credores, devoluções, ressarcimentos, retenções, valores a recolher, saldos a transportar - DAPI x SINTEGRA; Entradas e saídas detalhadas por CFOP - GIA/DIME x SINTEGRA. ESTOQUE: Detecção de estoque negativo, item a item, mês a mês; Duplicidade e alterações de códigos e descrições de itens; Montagem de fluxo de estoque retroativa a 5 anos; Cruzamento do estoque escritural com o estoque físico (inventário real) da empresa; Cruzamento entre o inventário declarado pela empresa e o saldo apurado pelo sistema; Detecção de Omissões de Entradas e Omissões de Saídas. RELATÓRIOS DOS CRUZAMENTOS: Relatórios detalhados de Inconsistências e Cruzamentos, em formato PDF ou XLS; Relatórios de estoque anual (toda a movimentação, apenas itens negativos ou apenas itens com descrição duplicada), em formato XLS; Relatórios de estoque mensal (movimentação de todos os itens ou apenas itens negativos, com quantidades e/ou valores), em formato XLS; Relatório SINTEGRA x DAPI / GIA / DIME / DIEF, em formato XLS;

5 Relatório de Resumo de Apuração do ICMS, em AUDITORIA ECD Nosso trabalho consiste em comparar eletronicamente as informações fiscais e contábeis dos nossos clientes previamente, evitando a lavratura da Notificação Fiscal Eletrônica e Cobrança de Tributos por vezes indevidamente, ocasionada apenas por erros nos preenchimentos das obrigações acessórias eletrônicas. Realizamos o confronto dos arquivos do SPED CONTÁBIL / Escrituração Contábil Digital - ECD com os arquivos da Escrituração Fiscal Digital - EFD. Antecipamo-nos ao Fisco reduzindo os riscos de autuações fiscais! CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Auditoria em arquivos eletrônicos da ECD (Escrituração Contábil Digital); Período válido das análises: a partir de 2010; VERIFICAÇÕES DE INCONSISTÊNCIAS E CRUZAMENTOS: Estrutura do arquivo (hierarquia, duplicidade, tamanho e alinhamento de registros); Obrigatoriedade de Registros em função da forma de escrituração contábil (Livro Diário Completo sem escrituração auxiliar, Livro Diário com Escrituração Resumida e com escrituração auxiliar, Livro Diário Auxiliar ao Diário com Escrituração Resumida, Livro Balancetes Diários e Balanços ou Razão Auxiliar); Regras de preenchimento de campos (formato, tamanho, valores válidos, obrigatoriedade, cálculos); Valores informados na ECD x tabelas externas (Tabela de Municípios do IBGE, Tabela de Países, Plano de Contas Referencial, etc.) Valores informados na ECE x tabelas internas do SPED; Dados cadastrais (CNPJ, CPF, Inscrição Estadual, SUFRAMA, etc.). Correspondência de informações entre registros (dados cadastrais, datas, etc.). Valores declarados na ECD e valores apurados pela auditoria. ECD x EFD ICMS / IPI x EFD Contribuições: Receita de Exportação Direta de Mercadorias e Produtos - ECD x EFD Receita de Vendas de Mercadorias e Produtos a Comercial Exportadora com Fim Específico de Exportação - ECD x EFD Receita de Venda de Produtos de Fabricação Própria no Mercado Interno - ECD x EFD Receita da Revenda de Mercadorias no Mercado Interno - ECD x EFD Interno - ECD x EFD Externo - ECD x EFD ICMS - ECD x EFD PIS/Pasep - ECD x EFD COFINS - ECD x EFD IPI - ECD x EFD ECD x DIPJ: Contas de Resultado: Receita Líquida das Atividades - ECD x DIPJ Lucro Bruto - ECD x DIPJ Lucro Operacional - ECD x DIPJ Resultado do Período de Apuração - ECD x DIPJ Lucro Líquido Antes da CSLL - ECD x DIPJ Lucro Líquido Antes do IRPJ - ECD x DIPJ Lucro Líquido do Período de Apuração - ECD x DIPJ Balanço Patrimonial: Ativo Circulante - ECD x DIPJ Ativo Realizável a Longo Prazo - ECD x DIPJ Investimentos - ECD x DIPJ Ativo Imobilizado - ECD x DIPJ Ativo Intangível - ECD x DIPJ Ativo Diferido - ECD x DIPJ Ativo Não Circulante - ECD x DIPJ Total do Ativo - ECD x DIPJ

6 Passivo Circulante - ECD x DIPJ Passivo Não Circulante - ECD x DIPJ Capital Social - ECD x DIPJ Reservas - ECD x DIPJ Ajuste de Avaliação Patrimonial - ECD x DIPJ Outras Contas - ECD x DIPJ Patrimônio Líquido - ECD x DIPJ Total do Passivo - ECD x DIPJ RELATÓRIOS DOS CRUZAMENTOS: Inconsistências e cruzamentos - em formato PDF e XLS; Plano de contas da Empresa x Plano de Contas Referencial (relação DE-PARA) - em formato XLS.

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED O que é ECF Escrituração Contábil Fiscal? Demonstra o cálculo do IRPJ e da CSLL Sucessora da DIPJ Faz parte do projeto SPED Instituída pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades

INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades Vamos direto ao ponto! Monitoramento do FI$CO Modelo convencional Obrigações Acessórias Obrigações acessórias A participação do cliente no processo

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. São Paulo, agosto de 2011

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. São Paulo, agosto de 2011 Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS São Paulo, agosto de 2011 m28 Obrigações Tributárias: Emissão de Documento Fiscal Escrituração Contábil Obrigação Acessória Escrituração Fiscal Entrega de Declarações

Leia mais

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED?

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? SPED PIS/COFINS Teoria e Prática O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? E v e l i n e B a r r o s o Maracanaú - CE Março/2 0 1 2 1 2 Conceito O SPED é instrumento que unifica as atividades

Leia mais

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC)

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) EMPRESA: LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) NOME DO ARQUIVO Existem dois nomes possíveis: um para as notas de saída e outro para as notas de entrada. - Saídas : O nome do arquivo deve

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12

OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12 CIRCULAR 37/12 Novo Hamburgo, 02 de julho de 2012. OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12 DIA 04 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte nos pagamentos ou créditos decorrentes

Leia mais

Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP

Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP PIS/COFINS ICMS/IPI Integração Racionalização Objetivos Agilidade do SPED Papel Digital Inversão de Papéis Contribuinte

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

SPED Contábil e SPED ECF

SPED Contábil e SPED ECF SPED Contábil e SPED ECF Impactos nas Rotinas Empresárias Prof. Marcos Lima Marcos Lima Contador (graduado pela UECE) Especialista em Auditoria (UNIFOR) Diretor de Relacionamentos da Fortes Contabilidade

Leia mais

1. Fluxo de documentação

1. Fluxo de documentação 1. Fluxo de documentação É de fundamental importância o envio de toda documentação financeira para atender as exigências impostas pelo fisco e evitar problemas futuros à empresa. Prazo de envio: É ideal

Leia mais

SPED Inteligência Fiscal Digital do ICMS/IPI, Contribuições (PIS/COFINS) e Impactos no seu negócio 11/07/2012

SPED Inteligência Fiscal Digital do ICMS/IPI, Contribuições (PIS/COFINS) e Impactos no seu negócio 11/07/2012 SPED Inteligência Fiscal Digital do ICMS/IPI, Contribuições (PIS/COFINS) e Impactos no seu negócio 11/07/2012 Atualizado em 23/07/2012 O Conteúdo desta apresentação está disponível no site da DOC, na página

Leia mais

Projeto SPED de A a Z

Projeto SPED de A a Z Consultoria e Treinamentos Apresentam: Projeto SPED de A a Z SPED Decreto nº 6.022 22/01/07 Instituir o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Promover a integração dos fiscos; Racionalizar e uniformizar

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Contabilidade Digital O termo Contabilidade Digital é aqui utilizado para traduzir os (nem tão novos) rumos que a contabilidade tomou, principalmente a partir

Leia mais

TAX TAX COMPLIANCE. Controles do Fisco x Contribuinte. 10 de junho de 2013

TAX TAX COMPLIANCE. Controles do Fisco x Contribuinte. 10 de junho de 2013 TAX TAX COMPLIANCE Controles do Fisco x Contribuinte 10 de junho de 2013 Sistemas de Fiscalização/Arrecadação da RFB Sistemas da RFB: HARPIA - Sistema de inteligência artificial desenvolvido pela Secretaria

Leia mais

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Como trabalhamos? no passado a pouco tempo Daqui para frente ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 O que é? : É a substituição

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) Grant Thornton - Brasil Junho de 2015 Agenda Considerações Iniciais; Obrigatoriedade de Transmissão; Penalidades (Multas); Informações a serem Transmitidas; Recuperação

Leia mais

EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS

EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS 1. Introdução 2. Obrigatoriedade e dispensa 3. Periodicidade e prazo de entrega (Alterações IN nº 1.305/2012 e ADE Cofis nº 65/2012) 4. Dispensa do Dacon 5. Forma

Leia mais

EFD Contribuições (PIS/Cofins)

EFD Contribuições (PIS/Cofins) EFD Contribuições (PIS/Cofins) Principais Aspectos no Preenchimento e Implantação da Escrituração Fiscal Digital do PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre Receitas. Assunto: Escrituração

Leia mais

EXACTUS Software exactus.com.br

EXACTUS Software exactus.com.br Página 1 de Segue abaixo a relação das principais dúvidas referentes à Apuração do EFD- Contribuições Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta no TOP: I - APURAÇÃO DA EFD - CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR SPED EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA Contador, Administrador de Empresas, Pós Graduado em Gestão Pública, Técnico em Contabilidade,

Leia mais

WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL?

WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL? WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL? 2 O CONTRIBUINTE DE PERNAMBUCO ESTÁ PREPARADO PARA O SPED FISCAL (EFD-ICMS/IPI)? Através da Instrução Normativa nº 1.371/2013

Leia mais

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relatório de Conferência - EFD - Contribuições Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TEHRSH Está disponível

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007. Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação,

Leia mais

PIS/ COFINS. NOTÍCIAS DA SEMANA (14/02/11 a 18/02/11)

PIS/ COFINS. NOTÍCIAS DA SEMANA (14/02/11 a 18/02/11) PIS/ COFINS NOTÍCIAS DA SEMANA (14/02/11 a 18/02/11) I NOVAS SOLUÇÕES DE CONSULTAS.... 2 A) LOCADORAS DE VEÍCULOS PODEM SE CREDITAR DE 1/48 (UM QUARENTA O OITO AVOS) NO CÁLCULO DOS CRÉDITOS DE PIS/COFINS

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos Fiscais

Leia mais

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo 1 2 3 4 5 6 Clique e veja o compromisso do dia aqui

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo 1 2 3 4 5 6 Clique e veja o compromisso do dia aqui Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA ao SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL 1 Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos

Leia mais

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Este artigo tem por objetivo trazer considerações relevantes quanto a dados inerentes à Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Alana Trindade Criado em 08/09/2015 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.114 a 2 CONTEÚDO COMPRAS...5 81872

Leia mais

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS Legislação e G5 Phoenix

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS Legislação e G5 Phoenix CARTILHA DA EFD-CONTRIBUIÇÕES PESSOAS JURÍDICAS DO LUCRO PRESUMIDO PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS Legislação e G5 Phoenix 1 CARTILHA DA EFD-CONTRIBUIÇÕES PESSOAS JURÍDICAS DO LUCRO PRESUMIDO PRINCIPAIS

Leia mais

ANEXO IV A NOTA TÉCNICA:

ANEXO IV A NOTA TÉCNICA: Simples SPED ICMS/IPI (RPA) Deverão escriturar os registros C800, C850, C860 e C890 no SPED ICMS/IPI e os registros C860, C870, C880 e C890 na Escrituração Fiscal Digital (EFD) Contribuições. As empresas

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

EFD Contribuições (PIS/COFINS) Atualizado com a Instrução Normativa RFB nº 1.280/2012

EFD Contribuições (PIS/COFINS) Atualizado com a Instrução Normativa RFB nº 1.280/2012 PIS/COFINS EFD Contribuições (PIS/COFINS) Atualizado com a Instrução Normativa RFB nº 1.280/2012 CONTEÚDO 1. INTRODUÇÃO 2. CERTIFICADO DIGITAL 3. OBRIGATORIEDADE 3.a Dispensa de Apresentação da EFD-Contribuições

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD 1 - Informações referentes à Escrituração Fiscal Digital EFD A Escrituração Fiscal Digital é um dos módulos do um sistema púbico

Leia mais

expert PDF Trial EFD Contribuições Outubro 2013 Apoio: Elaborado por: Emiliano Schawirin

expert PDF Trial EFD Contribuições Outubro 2013 Apoio: Elaborado por: Emiliano Schawirin Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

8:h30. Credenciamento. 9h:00. Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS COFINS. 10h00. Coffee Break. 10h:20 EFD PIS/COFINS

8:h30. Credenciamento. 9h:00. Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS COFINS. 10h00. Coffee Break. 10h:20 EFD PIS/COFINS EFD PIS COFINS Josué Pereira Agenda 8:h30 Credenciamento 9h:00 Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS/COFINS 10h00 Coffee Break 10h:20 EFD PIS/COFINS Como Evitar a Exposição Tributária Digital 11h30 Perguntas

Leia mais

Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos.

Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos. Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos. 1. No cadastro de empresas 1.1. Informar o regime de apuração dos impostos 1.1.1. LUCRO PRESUMIDO

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

EFD PIS COFINS Teoria e Prática

EFD PIS COFINS Teoria e Prática EFD PIS COFINS Teoria e Prática É uma solução tecnológica que oficializa os arquivos digitais das escriturações fiscal e contábil dos sistemas empresariais dentro de um formato digital específico e padronizado.

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2 EFD PIS/COFINS SUMÁRIO O que é a EFD PIS/COFINS?...2 A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2 1. Procedimentos Iniciais...2 a) Classificando as Empresas... 3 b) Conferindo os Cadastros que Influenciam

Leia mais

O Que é EFD Contribuições?

O Que é EFD Contribuições? EFD Contribuições Apresentação do Sistema Público de Escrituração Digital ProfªOlírica Cunha Capital Assessoria Empresarial 1 O Que é EFD Contribuições? É um arquivo digital instituído no Sistema Público

Leia mais

Audite seus arquivos SINTEGRA com precisão e segurança, antecipando-se à Fiscalização.

Audite seus arquivos SINTEGRA com precisão e segurança, antecipando-se à Fiscalização. Audite seus arquivos SINTEGRA com precisão e segurança, antecipando-se à Fiscalização. O que é o AuditorSIN? Precisão e rapidez. Essas são as principais características do AuditorSIN, um produto inovador

Leia mais

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2 Índice Central Folhamatic...06 Menu Arquivos...07 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba Escrita Fiscal... 08 Responsável... 09 Responsável pela Contabilidade... 10 Saldos... 11 ICMS e IPI...

Leia mais

Cartilha Básica Sobre Tributação e Aplicação em Drogarias

Cartilha Básica Sobre Tributação e Aplicação em Drogarias BIG AUTOMAÇÃO Cartilha Básica Sobre Tributação e Aplicação em Drogarias Sumário Índice de Figuras... 3 Histórico de Revisões... 4 Introdução... 5 Imposto... 5 Taxa... 5 Contribuição... 5 Tributos... 5

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital? 2 SPED - Sistema Público de Escrituração Digital Projeto do PAC 2007-2010 Instituído pelo Convênio ICMS 143/06.

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema Público de Escrituração Digital O SPED O Sistema Público de Escrituração Digital tem por objetivo promover a integração entre os órgãos reguladores e de fiscalização da União, FISCOS Estaduais e futuramente Municipais. Isso mediante

Leia mais

13/01/2012. Fazendo um comparativo entre o DACON e a EFD PIS/COFINS. Agenda. Agenda

13/01/2012. Fazendo um comparativo entre o DACON e a EFD PIS/COFINS. Agenda. Agenda Fazendo um comparativo entre o DACON e a EFD PIS/COFINS Danilo Lollio 11/01/2012 1 Agenda 1- Aspectos introdutórios 1.1- Instituição 1.2- Conceito 1.3- Obrigatoriedade 1.4- Periodicidade 1.5- Retificação

Leia mais

Sintegra & Sped Fiscal

Sintegra & Sped Fiscal As alterações nos processos fiscais e Sintegra & Sped Fiscal os seus impactos para as pequenas e (A solução!) médias empresas no Brasil Quem somos nós... A MF Tecnologia e Sistemas se especializou no sentido

Leia mais

Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil

Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil Palestra Makrosystem SPED Fiscal voltado ao Makro Contábil Instrutor: Ademar Antônio da Silva Data: 20 de outubro de 2010 Max Gehringer Mensagem Importante Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) voltada

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 DECRETO Nº 6.022-22/01/07 Eliminar a redundância de informações por meio da padronização das Obrigações Acessórias Uniformizar as

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Decreto nº 6.022-22/01/07 Institui o (Sped) Objetivo: promover a atuação integrada dos fiscos, mediante a padronização e racionalização das

Leia mais

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte.

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte. SPED O Sistema Público de Escrituração Digital, mais conhecido como Sped, trata de um projeto/obrigação acessória instituído no ano de 2007, através do Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007. É um

Leia mais

Baker Tilly Internacional

Baker Tilly Internacional Baker Tilly Internacional Baker Tilly Brasil A Baker Tilly Brasil é uma empresa de auditoria e consultoria, com atuação em todo o território nacional e membro independente da Baker Tilly Internacional,

Leia mais

AUDITORIA ELETRÔNICA EM ARQUIVOS FISCAIS E CONTÁBEIS

AUDITORIA ELETRÔNICA EM ARQUIVOS FISCAIS E CONTÁBEIS VOCÊ JÁ TEM POUCO TEMPO. UTILIZE ESSE TEMPO PARA RESOLVER OUTROS PROBLEMAS. ACHAR E SOLUCIONAR OS PROBLEMAS TRIBUTÁRIOS E NO SPED FAZ PARTE DAS NOSSAS ESPECIALIDADES. AUDITORIA ELETRÔNICA EM ARQUIVOS FISCAIS

Leia mais

www.audicgroup.com.br DR SPED

www.audicgroup.com.br DR SPED www.audicgroup.com.br DR SPED a EMPRESA A Audic Group no Brasil tem o compromisso com os seus clientes de buscar a satisfação por eles desejada, para tanto dedica-se na identificação dos problemas, na

Leia mais

BALANÇO DE ABERTURA www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013

BALANÇO DE ABERTURA www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013 SINDICATO DOS CONTABILISTAS ESTADO GOIÁS CONSELHO REGIONAL CONTABILIDADE DE GOIÁS CONVÊNIO CRC-GO / SCESGO BALANÇO DE ABERTURA www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos

Leia mais

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - EXPORTAR E UNIFICAR ARQUIVOS GERADOS NA MATRIZ E SUAS FILIAIS ATUALIZADA EM: 02/06/2011 ÍNDICE 1. EXPORTAÇÃO... 1 2. UNIFICAÇÃO DOS ARQUIVOS... 9 3.

Leia mais

<< Roteiro de Procedimentos >>

<< Roteiro de Procedimentos >> > As ferramentas apresentadas a seguir, permitirão aos usuários do sistema Avance Retguarda, a partir da versão 8.4, o lançamento e manutenção de todas as informações necessárias

Leia mais

EFD CONTRIBUIÇÕES. SISTEMA DE APURAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PIS PASEP, COFINS E INSS LOGIX 10.02/11 Versão 4.3

EFD CONTRIBUIÇÕES. SISTEMA DE APURAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PIS PASEP, COFINS E INSS LOGIX 10.02/11 Versão 4.3 EFD CONTRIBUIÇÕES SISTEMA DE APURAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PIS PASEP, COFINS E INSS LOGIX 10.02/11 Versão 4.3 ÍNDICE 1. APURAÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO...4 1.1 OBJETIVOS...4 1.2 EFD CONTRIBUIÇÕES...4 1.3

Leia mais

ANEXO I OBJETO. OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014.

ANEXO I OBJETO. OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014. ANEXO I OBJETO OBJETO: Contratação de empresa para realização de auditoria do exercício de 2014. Prestação de serviços de auditoria para exame das demonstrações contábeis e financeiras do exercício de

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015.

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Contador, Consultor Empresarial e Especialista em SPED. Coordenador da Comissão

Leia mais

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Prezado cliente, Para mantê-lo informado sobre as liberações e procedimentos referentes ao SPED PIS/COFINS, destacamos nesse comunicado os principais pontos que devem ser

Leia mais

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão Projetos SPED Edmar de Oliveira Frazão Sumário Nf-e Nota Fiscal Eletrônica Nf-e Nota Fiscal Eletrônica versão 2.0 CT-e Conhecimento Eletrônico NFS-e NF de Serviço Eletrônico CF-e Cupom Fiscal Eletrônico

Leia mais

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Instrutor: José Jeová Junior Contador, com formação nesta área pelo Instituto IOB de São Paulo Dinâmica das

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF 05/05/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Time da Eficiência Comercial... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Comparativo

Leia mais

I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos

I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos fictícios. 1 Sistema Cumulativo Pessoa Jurídica tributada pelo

Leia mais

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido 1º Acesse o menu Controle, opção Parâmetros, clique na guia Impostos, e certifique-se de que estão incluídos os impostos do regime 4- Pis e 5 Cofins. Na guia Federal,

Leia mais

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010 EFD PIS / COFINS Leiaute - ADE Cofis 31 08 de julho de 2010 Leiaute - ADE Cofis 34 28 de outubro de 2010 Atualizado pelo ADE Cofis 37 21 de dezembro de 2010 ENTENDENDO A ESTRUTURA DO ARQUIVO 1 ENTENDENDO

Leia mais

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 Versão 1.4 (03/09/2015) Prazo de entrega 2015-30/09/2015. Instrução Normativa RFB nº 1524, de 08 de dezembro de 2014) Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao

Leia mais

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD Luiz Antonio Baptista da Costa Leite Auditor Fiscal da Fazenda Estadual Coordenação dos Estudos Econômico-Fiscais - COEFI Coordenador dos projetos NF-e, CT-e, EFD

Leia mais

O arquivo da EFD-Contribuições deverá ser validado, assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente Sped.

O arquivo da EFD-Contribuições deverá ser validado, assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente Sped. 001 O que é a EFD-Contribuições? A EFD-Contribuições é a Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e da Contribuição

Leia mais

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r Mapeamento ECF Projeto SPED ECF Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico- Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014. São

Leia mais

Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Prof. Dr. Ricardo Lopes Cardoso Sócio

Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Prof. Dr. Ricardo Lopes Cardoso Sócio SPED CONTÁBIL E FISCAL Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Prof. Dr. Ricardo Lopes Cardoso Sócio Subdivisões do Projeto SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED Sistema Público

Leia mais

Novembro/ 2015. Minas Gerais ICMS-MG. Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul Santa Catarina Minas Gerais

Novembro/ 2015. Minas Gerais ICMS-MG. Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul Santa Catarina Minas Gerais Novembro/ 2015 02 ICMS-MG 03 04 05 a) Contribuintes optantes pelo Simples Nacional - Diferencial de alíquotas- Fato Gerador de Agosto/2015; b) Contribuintes optantes pelo Simples Nacional - Pagamento Antecipado

Leia mais

Agenda de Obrigações Novembro/2014

Agenda de Obrigações Novembro/2014 Agenda de Obrigações Novembro/14 Federal COMPROVANTE MENSAL DE RETENÇÃO DA PARA O PIS/PASEP E DA COFINS - AUTOPEÇAS COMPROVANTE MENSAL DE RETENÇÃO DA PARA O PIS/PASEP E DA COFINS - AUTOPEÇAS IOF IOF IR/FONTE

Leia mais

Outubro/ 2013. Santa Catarina Arquivo Eletrônico SCANC; Santa Catarina. Federal. Santa Catarina. São Paulo. Federal Rio Grande do Sul.

Outubro/ 2013. Santa Catarina Arquivo Eletrônico SCANC; Santa Catarina. Federal. Santa Catarina. São Paulo. Federal Rio Grande do Sul. Outubro/ 2013 01 02 03 04 07 09 10 IRRF; IOF; Código de Prazo de Recolhimento (CPR): 1031 - FG APRENDIZAGEM - NÚMERO DE MATRÍCULAS NOVAS; SALÁRIOS; GIA/Água Natural; DACON DE AGOSTO/2013; FGTS; CAGED;

Leia mais

Agenda de Obrigações Dezembro/2014

Agenda de Obrigações Dezembro/2014 Agenda de Obrigações Dezembro/204 Federal IOF IOF IR/FONTE IR/FONTE CAGED - CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED - CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CBE - DECLARAÇÃO DE CAPITAL

Leia mais

Contmatic - Escrita Fiscal

Contmatic - Escrita Fiscal Lucro Presumido: É uma forma simplificada de tributação onde os impostos são calculados com base num percentual estabelecido sobre o valor das vendas realizadas, independentemente da apuração do lucro,

Leia mais

Imunidade O PIS e a Cofins não incidem sobre as receitas decorrentes de exportação (CF, art. 149, 2º, I).

Imunidade O PIS e a Cofins não incidem sobre as receitas decorrentes de exportação (CF, art. 149, 2º, I). Comentários à nova legislação do P IS/ Cofins Ricardo J. Ferreira w w w.editoraferreira.com.br O PIS e a Cofins talvez tenham sido os tributos que mais sofreram modificações legislativas nos últimos 5

Leia mais

Julho/2015. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC. Santa Catarina Minas Gerais. Federal Santa Catarina São Paulo. Rio Grande do Sul Minas Gerais

Julho/2015. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC. Santa Catarina Minas Gerais. Federal Santa Catarina São Paulo. Rio Grande do Sul Minas Gerais Julho/2015 01 02 03 04 05 06 07 ICMS-MG IRRF; IOF; APRENDIZAGEM - NÚMERO DE MATRÍCULAS NOVAS. Código de Prazo de Recolhimento (CPR): 1031 - FG GIA/Água Natural MG - DAPI 1; ICMS-MG Fumo; ICMS-MG ICMS/

Leia mais

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php Página 1 de 5 1 de Setembro, 2011 Impresso por ANDERSON JACKSON TOASSI DEVOLUÇÃO DE MERCADORIAS COMPRADAS NAS OPERAÇÕES COMERCIAIS 1 - Introdução Nas relações comerciais as operações de devolução e retorno

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS E-BOOK Governança das Obrigações Acessórias FIQUE ATENTO! A automação dos órgãos fiscalizadores, como a Receita Federal e a Secretaria da Fazenda, exige total controle e planejamento

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL

PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL O que é CFOP? CFOP é a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações, das entradas e saídas de mercadorias, intermunicipal e interestadual. Trata-se de um código numérico

Leia mais

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008 Curso Fortaleza-Ce EFD Pis/Cofins e ICMS/IPI Teoria e Prática Palestrante: Edison Garcia Junior Auditório do CRC-CECE 06 de abril de 2011 IN 1052/2010 EFD Pis/Cofins Estabelece regras de obrigatoriedade,

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema Público de Escrituração Digital INTRODUÇÃO PIS/PASEP E COFINS SISTEMÁTICA DA NÃO-CUMULATIVIDADE AS DIFICULDADES Não é um regime pleno de não-cumulatividade, como o IPI e o ICMS. O legislador preferiu listar as operações geradoras de

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos SCP e as obrigações das EFDs ICMS/IPI e Contribuições 14/07/15

Parecer Consultoria Tributária Segmentos SCP e as obrigações das EFDs ICMS/IPI e Contribuições 14/07/15 SCP e as obrigações das EFDs ICMS/IPI e Contribuições 14/07/15 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1 Definição:... 4 3.2

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP Página: 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações sobre as características do SPED

Leia mais

SE Sistemas. Edmar de Oliveira Frazão

SE Sistemas. Edmar de Oliveira Frazão SE Sistemas Edmar de Oliveira Frazão Sumário Sobre SE Sistemas Nota Fiscal Eletrônica Nota Fiscal Eletrônica versão 2.0 SPED SESIAG SPED Contábil SEICON Sobre SE Sistemas Software Edmar desde 1992 Fundação

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012 CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012 Orientações Básicas INFORMAÇÕES GERAIS PESSOA JURÍDICA 1) DCTF : (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) ATENÇÃO! Apresentação MENSAL obrigatória pelas Pessoas

Leia mais

Agenda Tributária: de 13 a 19 de agosto de 2015

Agenda Tributária: de 13 a 19 de agosto de 2015 Agenda Tributária: de 13 a 19 de agosto de 2015 Dia: 13 IOF - Imposto sobre Operações Financeiras 1º DECENDIO AGOSTO/2015 O IOF incide sobre as operações de crédito, operações de câmbio, operações de seguro

Leia mais

Setembro / 2014. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC. Santa Catarina Minas Gerais. Federal Santa Catarina São Paulo

Setembro / 2014. Santa Catarina ARQUIVO ELETRÔNICO SCANC. Santa Catarina Minas Gerais. Federal Santa Catarina São Paulo Setembro / 2014 01 02 03 04 05 ICMS-MG IRRF; IOF Código de Prazo de Recolhimento (CPR): 1031 - FG Agosto/2014 MG - DAPI 1; ICMS-MG Fumo; ICMS-MG GIA/Água Natural APRENDIZAGEM - NÚMERO DE MATRÍCULAS NOVAS;

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Roteiro de Escrituração das Contribuições Sociais (Pessoa Jurídica

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais