Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi"

Transcrição

1 Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

2 Sumário 1. INTRODUÇÃO SOBRE O GUIA INTRODUÇÃO AO EFD PRÉ-INSTALAÇÃO PREMISSAS DE FUNCIONAMENTO REQUISITOS DE BANCO DE DADOS CONFIGURAÇÕES E GERAÇÃO DO EFD PRÉ-REQUISITOS DE CADASTROS PRÉ-REQUISITOS DE CADASTROS PARA PIS/COFINS GERAÇÃO DO ARQUIVO TELA DE GERAÇÃO DO ARQUIVO VALIDAÇÃO DO ARQUIVO

3 INTRODUÇÃO 1.1. Sobre o Guia O Guia de instalação do EFD define as principais etapas a serem concluídas para geração e exportação do arquivo digital fiscal. Sua principal finalidade é mostrar de forma clara e objetiva o conceito de EFD, os procedimentos a serem efetuados pré e pós configuração para que o sistema gere com sucesso e apresente as informações íntegras e fiéis ao Fisco. Este guia será constantemente revisado e atualizado para que seus leitores tenham em mãos a informação precisa e correta sobre o processo de geração do EFD Introdução ao EFD Fiscal e EFD Pis/Cofins A Escrituração Fiscal Digital EFD é parte integrante do projeto SPED a que se refere o Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, que busca promover a integração dos fiscos federal, estadual, municipal, Distrito Federal e dos Órgãos de Controle mediante a padronização, racionalização e compartilhamento das informações fiscais digitais, integrando todo o processo relativo à escrituração fiscal, com a substituição do atual documentário em meio físico (papel) por documento eletrônico com validade jurídica para todos os fins. Para tanto, todos os documentos eletrônicos são assinados digitalmente com uso de Certificados Digitais, do tipo A1 ou A3, expedidos, em conformidade com as regras do ICP-Brasil, pelos representantes legais ou seus procuradores, tendo este arquivo validade jurídica para todos os fins, nos termos dispostos na MP , de 24 de agosto de Para ser possível alcançar os objetivos propostos, ocorreu a união de esforços de representantes, não só dos Órgãos de Controle e de Fiscalização Tributária, mas também de representantes da iniciativa privada de diversos segmentos da vida econômica do País que atuaram de forma decisiva, como parceiros na elaboração das especificações do projeto. O arquivo digital deve ser submetido a um programa validador, fornecido pelo SPED Sistema Público de Escrituração Digital - por meio de download, o qual verifica a consistência das informações prestadas no arquivo. Após essas verificações, o arquivo digital é assinado por meio de certificado digital, tipo A1 ou A3, emitido por autoridade certificadora credenciada pela infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileiras ICP-Brasil e transmitido. As regras de negócio ou de validação, ora implementadas, podem ser alteradas a qualquer tempo, visto que tem por finalidade única e exclusivamente verificar as consistências das informações prestadas pelos contribuintes. Ainda que determinados registros e/ou campos não contenham regras específicas de validação de conteúdo ou de obrigatoriedade, esta ausência não dispensa, em nenhuma hipótese, a não apresentação de dados existentes nos documentos e/ou de informação solicitada pelos fiscos. Regra geral, se existir a informação, o contribuinte está obrigado a prestá-la. A omissão de informações poderá acarretar penalidades e a obrigatoriedade de reapresentação do arquivo. 3

4 2. PRÉ-INSTALAÇÃO Como pré-requisito é fundamental que os profissionais que irão efetuar a implantação do modulo EFD sejam previamente treinados pela equipe IONICS de suporte. Estes profissionais devem estar capacitados para avaliar a infra-estrutura do cliente no que diz respeito a link de internet, servidor de banco de dados, versão do banco de dados PostgreSQL Premissas de Funcionamento O módulo EFD, é uma extensão do sistema SSG PREMIUM já instalado nos clientes IONICS, portanto, a solução EFD exige que todos os requisitos mínimos de software e hardware sejam atendidos e estejam dentro do padrão especificado Requisitos de Banco de Dados Segue as mesmas especificações da solução Premium, reforçando ainda mais a importância e melhora no desempenho, em se manter um servidor de banco de dados dedicado com Sistema Operacional Unix, Linux ou Windows Server

5 3. CONFIGURAÇÕES E GERAÇÃO DO EFD 3.1. Pré-Requisitos de cadastros 1. Configurador / Automação / Bomba Número de série da bomba, informar o número de série da bomba. Número de lacres, o número a ser informado é o número do lacre das cpu s das bombas. Data do lacre, informar a data e a hora de cada troca de lacre. 2. Configurador / Automação / Modelo de Bombas Nome do fabricante, informar o nome do fabricante da bomba. 3. Configurador / Configuração / Configuração do Sistema, Aba <Empresa/Fiscal> Perfil de apresentação da EFD, marcar A, B ou C. Inventário EFD, marcar Anual ou mensal. Totaliza Notas de cupom Arquivos Fiscais (Sintegra e EFD). Quando marcado a opção mesmo para notas referentes a cupom fiscal será enviado valores nos registro C100, C170 e C190. CFOP para venda fora do estado (cupons), esta configuração combinado com a configuração no grupo do produto, ao exportar os arquivos de vendas da ECF ira levar o CFOP de venda fora do estado. 4. Cadastro de grupo de produtos. Item utiliza CFOP de cupons para fora do estado (EFD), se marcado combinado com a configuração do sistema CFOP para venda fora do estado (cupons) ira levar o CFOP de fora do estado para as vendas de cupons dos produtos pertencentes ao grupo selecionado. 5. Associação de cidades com a tabela disponibilizada pelo IBGE. Associação efetuada no momento da atualização de versões posteriores a Associação de paises com a tabela disponibilizada pelo IBGE. Associação efetuada no momento da atualização de versões posteriores a Emissão do LMC. Fiscal / LMC/ LMC. Todos os dias que compõem o período que será exportado, e do ultimo dia anterior ao mês que esta sendo exportado quando marcado a opção de inventario mensal ou o ultimo dia de dezembro quando marcado a opção anual, na geração do arquivo do mês de fevereiro devem estar gerados. 5

6 8. Redução Z. Em / Fiscal /Mapa Resumo ECF. Inclusão de dados do mapa resumo ECF. Todas as reduções dos dias que compõem o período que será exportado devem estar gravadas. 9. Cadastro de combustiveis. Dados Mestres/ Combustíveis. Todos os combustiveis devem estar associados aos respectivos códigos da ANP. 10. Cadastro de serviços. Dados Mestres/ Serviços. Todos os serviços devem estar associados aos respectivos códigos da (LCP), Lista de serviços anexa à Lei Complementar nº 116, de 31 de julho de Cadastro do Contador da Empresa. Configurador/ Estrutura Organizacional / Manutenção de Pessoas. Possuir um cadastro de pessoa física marcado com tipo de pessoa contador da empresa. 12. Cadastro do Código conta analítica contábil. Dados Mestres/Produtos/Grupo de Produtos. Informar o código da conta analítica fornecido pela contabilidade. 13. Cadastro de mensagens fiscais. Cadastrar as mensagens que serão impressas nas notas fiscais. Podem ser cadastradas quantas mensagens o usuário achar necessário. O sistema não permite que sejam combinados os mesmos tipos de emissão de nota, tipo de contribuinte e tipo de situação tributária para uma mesma mensagem ativa. Exceto se existirem produtos específicos e se os mesmos forem diferentes. O sistema não permite que seja cadastrada mais de uma mensagem para um mesmo produto específico. Aba <tipo de emissão da nota> Marcar as opções de notas fiscais onde a mensagem será impressa. (Item obrigatório) Ao ser selecionado o tipo <impressão para notas fiscais uso e consumo para empresas do mesmo grupo> ou <impressão de notas fiscais de uso e consumo da própria empresa>, serão selecionados automaticamente os itens Impressão para emissão de NF de vendas incluídas pela retaguarda. Impressão para emissão de NF no PDV após o cupom. Impressão para emissão de NF no PDV sem cupom. 6

7 Aba <tipo de destinatário> Marcar o tipo de destinatário. Para clientes não cadastrados o sistema considera como não contribuintes. Item obrigatório. Aba <tipos de situação tributária> Marcar o tipo de situação tributária, se necessário. Aba <produtos> Escolher produtos específicos para destaque de imposto. Ao escolher um produto será exibida a tela detalhes, marcar o item valores de ICMS substituição. Quando selecionado o item, o sistema imprimir os impostos selecionados, bem como suas bases de calculo, BCR (base de cálculo substituição tributária) e ICMS RET, (Valores do imposto ICMS sub.) no corpo das informações complementares da nota e não mais nos campos específicos no corpo da nota. Na impressão da nota o sistema considera parte da mensagem o calculo do imposto e o produto específico (se houver), na seguinte ordem: descrição reduzida, cálculo do imposto, mensagem cadastrada. Se houver mais de um produto a ser destacado a mensagem cadastrada será impressa apenas uma vez seguida das informações de todos os produtos específicos. Se houver mensagem com produto específico e sem associação de produtos para um mesmo tipo de emissão de nota, o sistema imprimirá as duas mensagens, sendo a prioridade para a mensagem sem produto associado. As mensagens serão impressas conforme as combinações escolhidas. Inativar uma mensagem Caso possua um produto associado o sistema exibe uma mensagem de advertência e não permite a inativação da mensagem sem que antes seja desassociado o(s) produto(s) da mensagem. Não será mais impressa nas notas. As mensagens utilizadas serão exportadas para EFD. Mensagens já impressas não podem ser excluídas, somente inativadas. Para que os produtos / combustíveis, com substituição tributária sejam impressos nas mensagens fiscais é necessário no cadastro: o o Aba <situação tributaria> Código situação tributaria = 060. Tipo de situação tributária = substituição tributária. Marcar o item destacar ICMS por subst. por tribut na nota fiscal. Aba <informações do estoque>: Preço base subst tributária diferente de zeros (0,00). Cálculo da BCR ou BASE CAL ICMS SUBS Quantidade vendida * valor do preço base subst. tributária do cadastro do produto / combustível Cálculo do VAL ICMS SUBS ou ICMS RET. BCR ou BASE CAL ICMS SUBS * percentual alíquota para cada UF. 7

8 3.2. Pré-Requisitos de cadastros para PIS/Cofins. 1. Cadastro de produtos, combustíveis e serviços. Em / Dados mestres/produtos/produtos, Em / Dados mestres/serviços e Em / Dados mestres/combustível. Na aba Situação tributaria marcar a opção incide PIS/COFINS para os produtos que tenha incidência e informar o código CST de ambos. Para os produtos que já estão cadastrados no sistema pode ser utilizando o aplicativo AtualizadorPISCOFINSIPI onde poderá ser feito o cadastro do PIS/Cofins e IPI através de parâmetros por grupos. Em Fiscal alíquotas de PIS/COFINS cadastrar a alíquota padrão e após incluir os produtos que são exceção a padrão ou que possuem alíquota em reais. 2. Gerar movimentação retroativa de PIS e COFINS. Para efetuar a geração de dados retroativos deve ser utilizado o aplicativo Ajuste de movimentações para EFD onde na aba inclusão de PIS/Cofins pode ser informado o período para geração que com base nas informações de cadastros o mesmo ira gerar as informações de apuração do PIS e COFINS para que sejam exportadas para o arquivo do EFD. Informações referente aos registros que serão gerados: o Para o arquivo EFD-PIS/COFINS, em relação às receitas, a legislação prevê que sejam levadas em escrituração todos os documentos fiscais referentes à receitas, sendo assim as notas fiscais cujos CFOP s não representem receitas (devolução, remessa para conserto, transferências e outros) não deverão ser escrituradas. Para as receitas tributadas de PIS e COFINS (filtros e lubrificantes) deverá ser escrituradas com o código CST 01 - Operação tributável com Alíquota básica e para as receitas monofásica (combustíveis) deverá ser escrituradas com o código CST 04. o Para o arquivo EFD-PIS/COFINS, em relação às aquisições, somente deverão ser escriturados os documentos fiscais cuja aquisição representa a tomada de créditos das respectivas contribuições ( compra de filtros e lubrificantes), ou seja, aqueles documentos com CFOP s que não geram direito a créditos (compra de material de uso e consumo, compra de imobilizado, remessas, combustíveis e outros), não deverão ser levados ao EFD-PIS/COFINS. o Portanto para os registros C100 e C170 somente serão contabilizados as notas com CFOP exibidos na lista a seguir, que são os que possuem crédito ou débito. Saída: 5.101,5.102,5.103,5.104,5.105,5.106,5.109,5.111,5.112,5.113,5.114,5.115, 5.116,5.117,5.118,5.119,5.120,5.122,5.123,5.124,5.125,5.401,5.402,5.403, 5.405,5.651,5.652,5.653,5.654,5.655,5.656,5.667,6.101,6.102,6.103,6.104, 6.105,6.106,6.107,6.108,6.109,6.111,6.112,6.113,6.114,6.115,6.116,6.117, 6.118,6.119,6.120,6.122,6.123,6.124,6.125,6.401,6.402,6.403,6.404,6.651, 6.652,6.653,6.654,6.655,6.656,6.667,7.101,7.102,7.105,7.106,7.127,7.251, 7.358,

9 Entrada: 1.102,1.113,1.117,1.118,1.121,1.251,1.403,1.652,2.102,2.113,2.117,2.118, 2.121,2.251,2.403,2.652,3.102,3.251,3.652,1.101,1.111,1.116,1.120,1.122, 1.126,1.128,1.401,1.407,1.556,1.651,1.653,2.101,2.111,2.116,2.120,2.122, 2.126,2.128,2.401,2.407,2.556,2.651,2.653,3.101,3.126,3.128,3.556,3.651, 3.653,1.124,1.125,1.933,2.124,2.125,2.933,1.201,1.202,1.203,1.204,1.410, 1.411,1.660,1.661,1.662,2.201,2.202,2.410,2.411,2.660,2.661,2.662,1.922, Ajustes das movimentações retroativas para geração do Arquivo. 1. Aplicativo Ajuste de movimentações para EFD Movimentações retroativas das mensagens. Para as movimentações anteriores deve ser cadastrando uma mensagem selecionando as opções de tipo de emissão Nf com cupom, Nf no PDV após cupom, nota com cupom e nf consolidada e após utilizando o aplicativo Ajuste EFD na opção correção das mensagens fiscais selecionando a mensagem a ser utilizada nas notas fiscais emitidas referente a cupom fiscal e selecionar o período. Corretor de CST. Utilizado para efetuar correção dos cadastros de produtos ajustando conforme a situação tributaria do mesmo o código de CST conforme descrito abaixo. Isento ICMS = 040 Não tributado = 041 Substituição ICMS = 060 Tributado ICMS = 000 serviços 090. Com esta opção poderá ser efetuado a correção da movimentação selecionando o período desejado. 2. Cupons fiscais emitidos para fora do estado. Para vendas fora do estado não pode ser emitido cupom fiscal e o PVA não aceita CFOP de fora do estado em seus registros de cupons, desta forma caso o cliente tenha efetuada a mesma deve ser utilizado o script corretor_cfop disponibilizado no FTP e após o sql SELECT "fc_corrigecfopvenda" ('Data_inicia','Data_final',Codigo_empresa, Codigo_empresa_ponto) exemplo SELECT "fc_corrigecfopvenda" (' ',' ',52,52) 3.4. Geração do Arquivo. A opção de geração do EFD esta disponível em fiscal / outros arquivos fiscais / escrituração fiscal digital EFD 9

10 Período, selecionar o período para exportação. Contador da empresa, selecionar o contador da empresa. Perfil de apresentação da EFD, o perfil é definido pela SEFAZ e deve ser configurado em: Configurador / configuração / configuração do sistema, aba <empresa/fiscal>,item, Perfil de apresentação da EFD, marcar A, B ou C. Tipo de arquivo para exportação, por default do sistema é marcado <arquivo original>. Somente deverá ser gerado o <arquivo substituto> se depois do envio para SEFAZ: SEFAZ retornou ao cliente por algum motivo. Inclusão e alterações em entrada de mercadorias. Alterações na emissão de LMC. Pasta, informar onde será gravado o arquivo, por default o sistema cria uma pasta chamada EFD no diretório escolhido. O arquivo será gravado com o nome Exportacão_EFD_DIMIAAAI_DFMFAAAF.txt, onde: DI dia inicial, com dois dígitos. MI mês inicial, com dois dígitos. AAAI ano inicial, com quatro dígitos. DF dia final, com dois dígitos. MF mês final, com dois dígitos. AAAF ano final, com quatro dígitos. Registros com opção de exportação de blocos / registros individualmente Por default todos os registros dos blocos estarão marcados. Disponíveis os registros comuns a qualquer tipo de empresa. Para iniciar a exportação, os pré-requisitos de cadastros devem ter sido atendidos. Botão Exclui F4, utilizar para excluir arquivos gerados. Botão Exportar F6, utilizado para exportar arquivo já gerado. Botão Informações F7, visualização do arquivo.txt gerado Tela de geração do arquivo. 10

11 Bloco 0 Abertura, Identificação e Referências. Registro Abertura do arquivo digital e identificação da entidade Registro Abertura do bloco 0. Registro Dados complementares da entidade Registro Dados do contabilista Registro Tabela de cadastro do participante Registro Identificação das unidades de medida Registro Tabela de identificação do item (produto e serviços) Registro Tabela de natureza da operação/prestação Registro Tabela de informação complementar do documento fiscal Registro Tabela de observações do lançamento fiscal Registro Encerramento do bloco 0. Bloco C Documentos Fiscais I Mercadorias (ICMS/IPI) Registro Abertura do bloco C 11

12 Registro Nota fiscal (código 01), nota fiscal avulsa(código 1b), nota fiscal de produtor (código 04) e nfe (código55). Registro 170 Notas com cupom, permite desmarcar o registro C170 quando for configurado para não levar valores de notas de cupom nos registros C100, C170 e C190, neste caso somente para as notas com cupom não será exportado o C170. Registro Equipamento ecf (código 02 e 2d). Registro Resumo mensal de itens do ecf por estabelecimento(código 02 e 2d). Registro Nota fiscal/conta de energia elétrica (código 06) e nota fiscal consumo fornecimento de gás (código28). Registro Consolidação diária de notas fiscais/contas de energia elétrica (código 06), nota fiscal/conta de fornecimento d'água canalizada (código 29) e nota fiscal/conta de fornecimento de gás (código 28) (empresas não obrigadas ao convênio icms 115/03). Registro Encerramento do bloco c Bloco D Documentos Fiscais II Serviços (ICMS) Registro Abertura do bloco D. Registro Encerramento do bloco D. Bloco E Apuração do ICMS e do IPI Registro Abertura do bloco E. Registro Período da apuração do ICMS. Registro Encerramento do bloco E. Bloco G Controle do crédito de ICMS do ativo permanente (CIAP) Registro Abertura do bloco G. Registro Encerramento do bloco G. Bloco H Inventário Físico Registro Abertura do bloco H. Registro Totais do inventário. Registro Encerramento do bloco H. Bloco 1 Outras Informações Registro Abertura do bloco 1. Registro Movimentação diária de combustíveis Registro Bombas Registro Total das operações com cartão de crédito e/ou débito Registro Encerramento do bloco 1. Bloco 9 Controle e Encerramento do Arquivo Digital 12

13 Registro Abertura do bloco 9. Registro Registros do arquivo. Registro Encerramento do bloco 9. Registro Encerramento do arquivo digital Validação do Arquivo Programa validador. A validação é efetuada através do aplicativo PVA fornecido pela receita. Para efetuar o download do programa validador é necessário acessar o endereço clicar no link download do programa validador da escrituração fiscal digital EFD escolher a versão para Windows ou Linux conforme o SO utilizado no computador que será feita a validação do arquivo Instalação do Programa validador. Após a conclusão do download localize onde o arquivo foi armazenado e execute-o. O primeiro passo do instalador é verificar a instalação da máquina virtual do Java. Se ela não estiver instalada ou se por qualquer motivo o processo de instalação não localizá-la a instalação será cancelada automaticamente e só passará deste passo quando o problema for solucionado. Neste caso acesse para instalar a máquina virtual Java. Se o problema persistir, entre em contato com o técnico responsável pelos computadores da empresa. Caso a instalação da máquina virtual do Java esteja corretamente instalada será exibida uma mensagem de boas-vindas do assistente de instalação do Validador do SPED Fiscal. Clique em Avançar. 13

14 Informe se deseja criar um atalho do validador do SPED Fiscal na área de trabalho. Para facilitar a execução do programa é recomendável selecionar Sim. Clique em Avançar. Um resumo das opções selecionadas será exibido. Para prosseguir com a instalação clique em Avançar e aguarde a conclusão. 14

15 Após a confirmação de êxito na instalação do validador clique em Concluir. Apesar de simples, o sucesso da instalação dependerá diretamente do estado do sistema operacional. Em caso de problemas, recomendamos a consulta a um técnico especializado em informática. 15

16 Importação do arquivo para validação. Após o programa instalado, entrar no mesmo e selecionar conforme imagem abaixo o item de importação de arquivo para validação. Localizar o local onde foi exportado o arquivo gerado pelo SSG PREMIUM, selecionar o mesmo e clicar em abrir. 16

17 O validador cria um banco de dados interno para armazenar o arquivo importado, aguardar a conclusão do mesmo. 17

18 Após a importação é feita uma validação inicial de estrutura de arquivo texto e em seguida a validação das informações, emitindo uma mensagem caso algo alguma inconsistência. Clicar em SIM para visualizar os erros. 18

19 O validador irá disponibilizar um relatório com as pendências, conforme imagem abaixo, nesta esta faltando somente a apuração de ICMS, a mesma poderá ser gerada automático pelo próprio PVA através da opção Gerar apuração de ICMS que encontra-se no menu escrituração fiscal ou incluída pela contabilidade. Para o envio do arquivo à SEFAZ, é necessário que a contabilidade verifique os valores que estão no arquivo e comparar com os arquivos enviados pela mesma com as informações do contribuinte. 19

Guia Prático da Escrituração Fiscal DIgital - EFD Infrmações Gerais sobre a EFD

Guia Prático da Escrituração Fiscal DIgital - EFD Infrmações Gerais sobre a EFD Guia Prático da Escrituração Fiscal DIgital - EFD Infrmações Gerais sobre a EFD Sumário: 1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EFD 1. 1 APRESENTAÇÃO 1. 2 LEGISLAÇÃO 1. 3 DA APRESENTAÇÃO DO ARQUIVO DA EFD 1. 4

Leia mais

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3

Conteúdo. 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3. 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 SPED Fiscal 2013 Conteúdo 1.0 SPED Fiscal Regras Fiscais 2013... 3 1.1 Perfil de apresentação do arquivo digital do SPED Fiscal... 3 2.0 Pré-requisitos para a elaboração do arquivo do SPED FISCAL... 3

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

Guia SPED. Sumário. Guia SPED. Introdução ... 4. Copyright 2014 MV. Todos os direitos reservados.

Guia SPED. Sumário. Guia SPED. Introdução ... 4. Copyright 2014 MV. Todos os direitos reservados. Sumário Introdução 3... 4 Programa validador e assinador do EFD-PIS/COFINS... 5 Configuração do... MV2000 8 Geração do arquivo digital em.txt... 12 2 3 Introdução Este guia tem por objetivo auxiliar na

Leia mais

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Sumário INTRODUÇÃO... 3 1.1. SOBRE O GUIA... 3 2. PRÉ-REQUISITO... 3 2.1. PREMISSAS DE FUNCIONAMENTO...

Leia mais

SPED Fiscal (EFD) - O que é? - Como gerar o arquivo utilizando o SisMoura.

SPED Fiscal (EFD) - O que é? - Como gerar o arquivo utilizando o SisMoura. SPED Fiscal (EFD) - O que é? - Como gerar o arquivo utilizando o SisMoura. O que é? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos

Leia mais

GUIA PARA GERAÇÃO DO SPED PIS/COFINS LBCGAS STATION VERSÃO DESTE GUIA: 1.0. Janeiro de 2012

GUIA PARA GERAÇÃO DO SPED PIS/COFINS LBCGAS STATION VERSÃO DESTE GUIA: 1.0. Janeiro de 2012 GUIA PARA GERAÇÃO DO SPED PIS/COFINS LBCGAS STATION VERSÃO DESTE GUIA: 1.0 Janeiro de 2012 AS INFORMAÇÕES (LEIS, DECRETOS, PORTARIAS, LAYOUTS) AQUI CONTIDAS FORAM EXTRAÍDAS DE VÁRIAS FONTES E PODEM TER

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

FAQ SPED. Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer?

FAQ SPED. Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer? FAQ SPED Questionamentos Pré Geração: Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer? Existe a possibilidade de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP Página: 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações sobre as características do SPED

Leia mais

TÍTULO 10 SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED E ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD

TÍTULO 10 SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED E ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD (*) 1) SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED 1.1) FINALIDADE: instituído pelo Decreto nº 6.022, de janeiro de 2007, o projeto do Sistema Público de Escrituração Digital SPED faz parte do programa

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É?

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Roteiro de Escrituração das Contribuições Sociais (Pessoa Jurídica

Leia mais

Tutorial para emissão de NF-e

Tutorial para emissão de NF-e Tutorial para emissão de NF-e Conteúdo 1.Configuração do Módulo de NF-e... 2 1.1.Códigos Fiscais... 3 1.2.Contas Contábeis... 4 1.3.Conta corrente... 6 2.Emissão de NF-e... 8 2.1.Gerar NF-e... 9 2.2.NF-e

Leia mais

Informativo de Versão 18.09cb

Informativo de Versão 18.09cb Informativo de Versão 18.09cb Índice Resulth Business... 3 Movimento Cobrança Eletrônica / Remessa (Chamado 23025)... 3 Movimento Digitação e Emissão NF-e (Chamado 23538)... 4 Cadastro de Produtos (Chamado

Leia mais

Versão 4.7.1.8 Revisão:20/07/12. Ionics Informática e Automação Ltda Página 1

Versão 4.7.1.8 Revisão:20/07/12. Ionics Informática e Automação Ltda Página 1 Versão 4.7.1.8 Revisão:20/07/12 Ionics Informática e Automação Ltda Página 1 Versão 4.7.1.8 liberada em xx/xx/2012... 7 Procedimentos de atualização... 7 Destaques da versão... 8 SSGPDV Premium... Erro!

Leia mais

Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA... 2

Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA... 2 Tutorial UltraPDV - GERAÇÃO DO ARQUIVO ELETRÔNICO DE NOTA FISCAL ULT-027-GERAÇÃO DO ARQUIVO ELETRÔNICO DE NOTA FISCAL Conteúdo 1.0 - GERACÃO DO ARQUIVO PARA EMISSÃO DA NF ELETRÔNICA.... 2 1.1 - GERAR UMA

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital

Escrituração Fiscal Digital Escrituração Fiscal Digital Secretarias de Fazenda Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Emenda Constitucional nº 42 19/12/03 Art. 37 da Constituição Federal... XXII - as administrações tributárias da União,

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE?

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? O que é a Nota Fiscal Eletrônica? Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) tem como intuito emitir e armazenar eletronicamente, para fins fiscais,

Leia mais

1 Notas fiscais de Entrada

1 Notas fiscais de Entrada Gerando o SPED PIS / COFINS no SisMoura 1 Notas fiscais de Entrada Todos os produtos e fornecedores das notas fiscais de entrada devem ser devidamente cadastrados no sistema para evitar quaisquer problemas

Leia mais

Parâmetros. Instalação

Parâmetros. Instalação Gera Arquivo para a Receita (GeraArq 8) Este aplicativo permite gerar um arquivo para ser enviado à Receita Federal com os registros de nota/ cupons fiscais impressos pelos sistema. Instalação Para fazer

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Versão 3.10 Sumário 1 Funções do Emissor... 3 1.1 Aba Inicial... 4 1.2 Aba Sistema... 5 1.2.1 Mensagem Sistema... 5 1.2.2 Extras... 6 1.2.3 Contingência... 6 1.2.4 Execução... 7 1.3

Leia mais

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL MANUAL SPED FISCAL Digisat Tecnologia Ltda Rua Marechal Deodoro, 772 Edifício Mirage 1º Andar Sala 5 e 6 Centro Concórdia/SC CEP: 89700-000 Fone/Fax: (49) 3441-1600 suporte@digisat.com.br www.digisat.com.br

Leia mais

MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS. Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância.

MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS. Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância. MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância. 1. Configuração Primeiramente para que os sistemas estejam aptos para a geração

Leia mais

e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná

e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná e-nota NFC-e PR Nota Fiscal de Consumidor eletrônica Versão Gratuita - Paraná Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página1 Índice 1. O que é NFC-e?... 03 2. Safeweb enota NFC-e PR...

Leia mais

Versão 4.7.1.3 Revisão:07/03/12. Ionics Informática e Automação Ltda Página 1

Versão 4.7.1.3 Revisão:07/03/12. Ionics Informática e Automação Ltda Página 1 Versão 4.7.1.3 Revisão:07/03/12 Ionics Informática e Automação Ltda Página 1 Sumário 1. Versão 4.7.1.3 liberada em 07/03/2012... 6 1.1. Procedimentos de atualização... 6 1.2. Destaques da versão... 6 1.2.1.

Leia mais

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11

ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 MANUAL DE USO DO SISTEMA GOVERNO DIGITAL ÍNDICE ANALÍTICO: 1.0. CADASTRO DE CONTABILISTAS... 4 1.1. Primeiro Acesso... 4 1.2. Visão Geral... 11 2.0. SOLICITAÇÕES DE AIDF E AUTORIZAÇÃO DE EMISSÃO DE NOTA

Leia mais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais

Fiscal Configurar Impostos Fiscais Fiscal Configurar Impostos Fiscais Objetivo Configurar todos os impostos que refletirão na Nota Fiscal de Saída. Pré- Requisitos As Taxas Tributárias dos Produtos devem ser devidamente cadastradas ( Fiscal

Leia mais

Manual Escrituração Fiscal Digital

Manual Escrituração Fiscal Digital Manual Escrituração Fiscal Digital NOVEMBRO/2013 Sumário Sumário... 2 1 Introdução... 3 2 Funcionalidade... 3 3 Navegação no Sistema... 4 3.1 Inicialização... 4 4 Configurações Gerais... 7 4.1 Domínios...

Leia mais

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Este artigo tem por objetivo trazer considerações relevantes quanto a dados inerentes à Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep

Leia mais

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital

EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO. 2014 - VALID Certificadora Digital EMISSOR DE NOTA FISCAL GRATUITO GUIA DE USO 2014 - VALID Certificadora Digital Controle de Versões Autor Descrição Versão Data Lays Almeida Versão Inicial 1.0 06.11.2014 2014 - VALID Certificadora Digital

Leia mais

ALTERAÇÃO ICMS MEDICAMENTOS GENÉRICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO

ALTERAÇÃO ICMS MEDICAMENTOS GENÉRICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO ALTERAÇÃO ICMS MEDICAMENTOS GENÉRICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO Lei nº 6.005/2015 Versão (1.0) Histórico de Revisões DATA VERSÃO 19/02/2016 1.0 DESCRIÇÃO (PROJETO) Desenvolvimento do documento. AUTOR Estéfano

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

Manual. Transmitindo arquivo da Nota Fiscal Gaúcha. www.atualy.com.br

Manual. Transmitindo arquivo da Nota Fiscal Gaúcha. www.atualy.com.br Manual Transmitindo arquivo da Nota Fiscal Gaúcha www.atualy.com.br ESCLARECENDO DÚVIDAS SOBRE A NOTA FISCAL GAÚCHA 1- O que é a Nota Fiscal Gaúcha? Nota Fiscal Gaúcha é um programa que, por meio da distribuição

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

Manual de documento de arrecadação GNRE

Manual de documento de arrecadação GNRE Manual de documento de arrecadação GNRE Sumário 1. Códigos de receita ICMS... 3 1.1. Cadastro dos códigos de receita... 3 1.2. Consultando a tabela de códigos de receita ICMS... 4 2. Documento de arrecadação...

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

EFD PIS COFINS Teoria e Prática

EFD PIS COFINS Teoria e Prática EFD PIS COFINS Teoria e Prática É uma solução tecnológica que oficializa os arquivos digitais das escriturações fiscal e contábil dos sistemas empresariais dentro de um formato digital específico e padronizado.

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295 SPED FISCAL O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) FISCAL é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série do cliente.

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e SUMÁRIO 1. INSTALAÇÃO 2. CADASTROS 2.1. CADASTRO DE USUÁRIO 2.2. CADASTRO DE MODALIDADE 2.3. CADASTRO DE PRODUTO 3. OPERAÇÃO 3.1. VENDA 3.2. CANCELAMENTO

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

EMPARI SAT CFE MANUAL DO USUÁRIO

EMPARI SAT CFE MANUAL DO USUÁRIO EMPARI SAT CFE MANUAL DO USUÁRIO Índice SAT Fiscal Sobre o equipamento CF e SAT Equipamentos sugeridos pelo suporte Empari Empari SAT CFe Configuração Inicial Tela principal do Empari SAT CFe Configurar

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

Na primeira vez de usar:

Na primeira vez de usar: MANUAL DE USUÁRIO EV2014 Na primeira vez de usar: Veja a figura de estrutura de programa: CLIENTES DESTINATARIO PRODUTOS 2. PEDIDOS CÓDIGO DE TRIBUTOS 1.CADASTRO DE BANCO DE DADOS 3. NOTA FISCAL ELETRÔNICA

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar e Transmitir Arquivos XML XML CONQUER MÓDULO TRANSMISSOR

Manual de Instruções. Programa para Baixar e Transmitir Arquivos XML XML CONQUER MÓDULO TRANSMISSOR 1 Manual de Instruções Programa para Baixar e Transmitir Arquivos XML XML CONQUER MÓDULO TRANSMISSOR Sumário Apresentação... 2 Instalação... 3 Utilização... 4 Menu Cadastro... 5 XML NFE Notas Emitidas

Leia mais

Manual. Transmitindo arquivo da Nota Fiscal Gaúcha. www.atualy.com.br

Manual. Transmitindo arquivo da Nota Fiscal Gaúcha. www.atualy.com.br Manual Transmitindo arquivo da Nota Fiscal Gaúcha www.atualy.com.br ESCLARECENDO DÚVIDAS SOBRE A NOTA FISCAL GAÚCHA 1- O que é a Nota Fiscal Gaúcha? Nota Fiscal Gaúcha é um programa que, por meio da distribuição

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Decreto nº 6.022-22/01/07 Institui o (Sped) Objetivo: promover a atuação integrada dos fiscos, mediante a padronização e racionalização das

Leia mais

Índice ...48...48. Módulo Empresa... Módulo Fiscal... ...8...8. Módulo Folha...28. Módulo Contabil... Integração Contabil...62...

Índice ...48...48. Módulo Empresa... Módulo Fiscal... ...8...8. Módulo Folha...28. Módulo Contabil... Integração Contabil...62... 1 2 Índice Módulo Empresa......4...4 Módulo Fiscal......8...8 Módulo Folha......28 Módulo Contabil......48...48 Integração Contabil......62...62 3 4 5 1. Cadastro de empresa Antes de iniciar os trabalhos

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-E SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS

SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Versão 6.04.00 Abril/2015 SPED Contribuições Pis, Cofins e INSS Passo a Passo: Cadastros, Configurações e Operações SPED Contribuições O SPED Contribuições é um arquivo digital instituído no Sistema Publico

Leia mais

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED?

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? SPED PIS/COFINS Teoria e Prática O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? E v e l i n e B a r r o s o Maracanaú - CE Março/2 0 1 2 1 2 Conceito O SPED é instrumento que unifica as atividades

Leia mais

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br

Av. Padre Claret, 146 Conj. 503 Centro Esteio/ RS Fone/ Fax: (51) 3033-6663 www.maxce.com.br PARÂMETROS DE LANÇAMENTOS PARAMETRIZAÅÇO PARA O MÉDULO LANÅAMENTOS NO SISTEMA ARQUIVO > LANÅAMENTOS > PARÑMETROS E CONFIGURAÅÖES PREENCHIMENTO DAS GUIAS: 1. GUIA IMPOSTOS: a) Contas relacionadas à apuração

Leia mais

RELATÓRIO PIS E COFINS

RELATÓRIO PIS E COFINS RELATÓRIO PIS E COFINS [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Fiscal Autor:

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Relatórios...3 Mix de Compra...3 Peças >> Relatórios >> Mix de Compra Peças...3 Mix de Vendas...4 Peças >> Relatórios >> Mix de Venda Peças...4 Tabela de Preços...6 Peças

Leia mais

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008 Curso Fortaleza-Ce EFD Pis/Cofins e ICMS/IPI Teoria e Prática Palestrante: Edison Garcia Junior Auditório do CRC-CECE 06 de abril de 2011 IN 1052/2010 EFD Pis/Cofins Estabelece regras de obrigatoriedade,

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

NOTA FISCAL COMPLEMENTAR. Serão emitidas notas fiscais complementares nos casos abaixo:

NOTA FISCAL COMPLEMENTAR. Serão emitidas notas fiscais complementares nos casos abaixo: NOTA FISCAL COMPLEMENTAR Serão emitidas notas fiscais complementares nos casos abaixo: a) no reajustamento de preço em razão de contrato escrito ou de qualquer outra circunstância que implique aumento

Leia mais

INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT :

INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT : INCLUSÃO DO PROCESSO IMPORTAR TABELA IBPT : Importar tabela IBPT Através desta tela você pode importar a tabela Ibptax, fornecida pelo instituto brasileiro de planejamento tributário (IBPT). Esta tabela

Leia mais

O que é o SAT. Principais características do SAT. Prazos e obrigatoriedade

O que é o SAT. Principais características do SAT. Prazos e obrigatoriedade O que é o SAT SA T O SAT, Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos, é um sistema que tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais do varejo dos contribuintes

Leia mais

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal)

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) SPED Sistema Público de Escrituração Digital Instituído pelo Decreto nº 6022, de 22/01/2007, o projeto é composto: EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal).

Leia mais

Manual de Instruções ISS WEB SISTEMA ISS WEB. Sil Tecnologia LTDA

Manual de Instruções ISS WEB SISTEMA ISS WEB. Sil Tecnologia LTDA SISTEMA ISS WEB Sil Tecnologia LTDA Sumário INTRODUÇÃO 3 1. ACESSO AO SISTEMA 4 2. AUTORIZAR USUÁRIO 5 3. TELA PRINCIPAL 6 4. ALTERAR SENHA 7 5. TOMADORES DE SERVIÇO 7 5.1 Lista de Declarações de Serviços

Leia mais

Ciências Contábeis. Centro Universitário Padre Anchieta

Ciências Contábeis. Centro Universitário Padre Anchieta Ciências Contábeis Centro Universitário Padre Anchieta Projeto SPED Em 2007, foi aprovado o Projeto SPED Sistema Público de Escrituração Digital, foi oficializado. Trata-se de uma solução tecnológica que

Leia mais

Informativo de Versão 18.12

Informativo de Versão 18.12 Informativo de Versão 18.12 Índice ERP Posto... 2 Cadastro Contrato de Abastecimento (Chamado 21982)... 2 Resulth Business... 3 Entrada de Produtos (Chamado 24400)... 3 ERP Faturamento... 4 Consulta Preço

Leia mais

Manual para Emissão e Utilização do Aplicativo SEFAZ de NF-e

Manual para Emissão e Utilização do Aplicativo SEFAZ de NF-e Manual para Emissão e Utilização do Aplicativo SEFAZ de NF-e INTRODUÇÃO: Este documento visa explicar, de forma detalhada e simplificada, a utilização do sistema de emissão de documentos fiscais (modelo

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas NFC-e NOTA FISCAL DE CONSUMIDOR ELETRÔNICA Perguntas e Respostas Versão 1.1 Atualizada em 03/2016 SUMÁRIO I) INFORMAÇÕES INICIAIS... 3 1. O que é a Nota Fiscal De Consumidor Eletrônica - NFC-e?... 3 2.

Leia mais

ASASYS INFORMÁTICA GUIA DE CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO ASASYS NFE A. CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO ASASYS NFE

ASASYS INFORMÁTICA GUIA DE CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO ASASYS NFE A. CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO ASASYS NFE ASASYS INFORMÁTICA GUIA DE CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO ASASYS NFE A. CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO ASASYS NFE Antes de começar todo processo de instalação e configuração do ASAsys NFe é necessário que o cliente

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

Instalação e Configuração do Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Moura 2.0

Instalação e Configuração do Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Moura 2.0 Instalação e Configuração do Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Moura 2.0 Objetivo: Instalar o emissor de Nota Fiscal Eletrônica Moura. Configurar a. O que é Nota Fiscal Eletrônica? Pela definição oficial,

Leia mais

Escrituração de CF-e-SAT

Escrituração de CF-e-SAT P á g i n a 1 Bem vindo ao Passo a Passo do Sistema de Gestão e Retaguarda do SAT-CF-e de SP para Escrituração de CF-e-SAT Atualizado em: 25/11/2014 Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais

Leia mais

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 Página 1 de 15 Maiores informações a respeito dos assuntos destacados abaixo devem ser obtidas no Manual do Comply v4.00 disponível no Portal de Produtos. Página 2 de 15 CADASTROS

Leia mais

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD Luiz Antonio Baptista da Costa Leite Auditor Fiscal da Fazenda Estadual Coordenação dos Estudos Econômico-Fiscais - COEFI Coordenador dos projetos NF-e, CT-e, EFD

Leia mais

Obrigado por escolher o CheckoutG3

Obrigado por escolher o CheckoutG3 Obrigado por escolher o CheckoutG3 Aqui iremos mostrar os primeiros passos para a primeira utilização do nosso sistema. São con gurações e cadastros bem simples porém essenciais para a emissão de CFe-SAT,

Leia mais

Manual - Versão 1.2 Atualizado em 20/07/2015 1

Manual - Versão 1.2 Atualizado em 20/07/2015 1 Manual - Versão 1.2 Atualizado em 20/07/2015 1 2 Requisitos para emissão da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica - Sistema Gerenciador Gestor Prime - Sistema Transmissor - Uninfe Instalado automaticamente

Leia mais

Perguntas Frequentes de Desenvolvedores

Perguntas Frequentes de Desenvolvedores 1 Perguntas Frequentes de Desenvolvedores (Atualizado em 15/12/2015) SUMÁRIO 1. REGISTRO DA EMPRESA JUNTO AO FISCO... 1 1. Sou desenvolvedor de Software (ou Software House) por onde começo?... 1 2. Tenho

Leia mais

MANUAL GESTOR MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail]

MANUAL GESTOR MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL GESTOR [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de e-mail] MANUAL AVANÇO MANUAL INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula de Materiais Autor: Equipe

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital? 2 SPED - Sistema Público de Escrituração Digital Projeto do PAC 2007-2010 Instituído pelo Convênio ICMS 143/06.

Leia mais

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL 1 Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE

MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE MUNICÍPIO DE ESTEIO SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-E MANUAL DE ACESSO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO ON-LINE Versão 1.0.5 Março/2014 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 6 2.

Leia mais

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL

Manual SPED Fiscal MANUAL SPED FISCAL MANUAL SPED FISCAL Digisat Tecnologia Ltda Rua Marechal Deodoro, 772 Edifício Mirage 1º Andar Sala 5 e 6 Centro Concórdia/SC CEP: 89700-000 Fone/Fax: (49) 3441-1600 suporte@digisat.com.br www.digisat.com.br

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO CT-e

MANUAL DE EMISSÃO DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO CT-e MANUAL DE EMISSÃO DO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO CT-e INICIANDO O SISTEMA Ao iniciar o sistema, selecione a empresa e clique no botão iniciar. CADASTRO DE CLIENTES O sistema utiliza um cadastro

Leia mais

Geração do Sintegra VisualControl

Geração do Sintegra VisualControl HelpAndManual_unregistered_evaluation_copy Geração do VisualControl I Geração do - VisualControl Tabela de Conteúdo Parte I 1 1 Registro 10... 3 2 Registro 11... 4 3 Registro 50... 4 4 Registro 54... 7

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 4 FUNCIONALIDADE... 4 4.1 Registrar Nota de Entrada... 4 4.1.1 Manual (Entrada das informações manualmente)...

Leia mais

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda Versão para atualização do Gerpos Retaguarda A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível.

Leia mais

AR PDV SOLUÇÕES AR CONSULTORIA EM INFORMÁTICA

AR PDV SOLUÇÕES AR CONSULTORIA EM INFORMÁTICA 1 Sumário: 1. AR PDV...02 2. Registro / Login...03 3. Configuração...03 4. Abertura de Caixa...03 5. Registro de Vendas...04 a. Passos para Emissão do Cupom Fiscal...05 b. Inserindo Produtos...06 c. Formas

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Instalação da Aplicação Java...2 Instalação do Emissor...5 Instalação do Framework...7 Instalação das DLL s URL, SCHEMAS, CADEIA DE CERTIFICADO

Leia mais

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8

Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 8 Sumário PANORAMA... 6 APRESENTAÇÃO... 6 O QUE É GISSONLINE?... 6 FILOSOFIA DA GISSONLINE... 6 BENEFÍCIOS QUE A GISSONLINE OFERECE... 6 PORTAL GISSONLINE... 7 ACESSO PARA CONTRIBUINTES COM IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Acesso a NFA-e para não contribuinte:

Acesso a NFA-e para não contribuinte: Acesso a NFA-e para não contribuinte: Através da pagina da Secretaria de Estado da Fazenda (www.sef.sc.gov.br) o contribuinte não credenciado no Sistema de Administração Tributária (S@T) poderá emitir

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 28.06.2012. Sumário:

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 28.06.2012. Sumário: NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA (NFA-e) - Preenchimento por não Contribuinte do ICMS Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 28.06.2012. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA

Leia mais

IPI TABELAS PRÁTICAS ICMS - PA ANO XXI - 2010-4ª SEMANA DE AGOSTO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 35/2010

IPI TABELAS PRÁTICAS ICMS - PA ANO XXI - 2010-4ª SEMANA DE AGOSTO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 35/2010 IPI ANO XXI - 2010-4ª SEMANA DE AGOSTO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 35/2010 DIF PAPEL IMUNE - ANO-BASE 2010 - NOVAS DISPOSIÇÕES Introdução - Obrigatoriedade - Apresentação - Prazos - Retificação - Penalidades

Leia mais

Nota Fiscal Paranaense

Nota Fiscal Paranaense Nota Fiscal Paranaense Introdução A Nota Fiscal Paranaense ou Nota Paraná é um programa de cidadania fiscal do Estado do Paraná que visa contribuir com a formalização das operações de venda no comércio

Leia mais

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED No validador SPED poderão ocorrer erros e/ou advertências ao importar o arquivo. As advertências não impedem a transmissão do arquivo, no entanto é importante analisar e corrigir as informações. Os erros

Leia mais

O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo:

O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo: O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo: Não gere toda a movimentação de uma vez. O ideal e aconselhável

Leia mais

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS ATUALIZADA EM: 20/01/2012 ÍNDICE 1. CONFIGURAÇÃO NATUREZAS DE OPERAÇÕES... 1 1.1. Naturezas de Operações (COMPRAS)... 4 1.2.

Leia mais

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e?

Emissão e autorização da NF-e 2. Quais são as validações realizadas pela Secretaria de Fazenda na autorização de uma NF-e? O QUE MUDA COM A NF-e 1. Como funciona o modelo operacional da NF-e? De maneira simplificada, a empresa emissora de NF-e, previamente credenciada segundo as normas ditadas pela Secretaria de Fazenda de

Leia mais