Manual. EFD Contribuições

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual. EFD Contribuições"

Transcrição

1 Treinamento Escrita Fiscal Material desenvolvido por:

2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Implantta Serviços de Informática Ltda. Nesse caso, somente a Implantta poderá ter patentes ou pedidos de patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual, relacionados aos assuntos tratados nesse documento. Além disso, o fornecimento desse documento não lhe concede licença sobre tais patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual; exceto nos termos expressamente estipulados em contrato de licença da Implantta. É importante lembrar que as empresas, os nomes de pessoas e os dados aqui mencionados são fictícios; salvo indicação contrária Implantta Serviços de Informática Ltda.Todos os direitos reservados.

3 Sugestões A Implantta busca melhorar a capacitação de seus clientes na utilização dos softwares da Domínio Sistemas. Um exemplo disso é esse material, que tem como objetivo aumentar a produtividade e o desempenho dos usuários de nossos sistemas. O processo de elaboração desse material passou por frequentes correções e testes de qualidade, mas isso não exime o material de erros e possíveis melhorias. Para que haja melhoras, nós contamos com o seu apoio. Caso você tenha alguma sugestão, reclamação ou até mesmo encontre algum tipo de erro nesse material, solicitamos que você entre em contato conosco. Dessa forma, poderemos analisar suas sugestões e reclamações para corrigir eventuais erros. Para entrar em contato com o nosso, escreva para Relate, pois, a sua sugestão, reclamação ou o erro encontrado e sua localização para que possamos fazer as devidas correções.

4 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 1 Este treinamento consiste em parametrizar uma empresa optante pelo lucro real ou presumido para atender à obrigação do. Ao final deste treinamento, o usuário estará apto a configurar, validar e enviar o informativo da. O primeiro procedimento será proceder em controle/parâmetros e na aba geral/impostos definir os impostos 17 e 19 que são respectivamente PIS e COFINS não cumulativos para empresas optantes pelo Lucro Real ou 4 e 5 que são respectivamente PIS e COFINS cumulativos para empresa optante pelo Lucro Presumido, conforme imagem abaixo: Após feito este procedimento, proceda na aba geral/federal e defina se a empresa é optante pelo Lucro Real ou Presumido, conforme imagem abaixo:

5 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 2 Na aba personaliza/opções/geral marque que a empresa faz controle de estoque. Embora a empresa seja prestadora de serviços, ou que ainda não controle estoque, é obrigatório marcar esta opção, pois o bloco H do precisa ser criado e o mesmo somente será criado caso a empresa controle estoque, conforme imagem abaixo: Na aba geral/federal sub-aba pis/cofins na opção apuração marque que a empresa irá calcular PIS e COFINS conforme a escrituração digital e selecione umas das opções, ou todas quando aplicável: a) Apuração com alíquota básica Para a maioria dos casos; b) Apuração com alíquotas diferenciadas Quando a empresa tem pis e cofins diferente do normal, ou seja, diferente de 0,65%,3%, 1,65% ou 7,60%; c) Apuração com alíquota por unidade de medida Quando a empresa tem produtos que serão apurados conforme unidade de medida e conforme tabela distinta federal; d) Apuração com atividade imobiliária Quando a empresa tem atividade imobiliária ou ainda é RET com ou sem patrimônio de afetação. Quando a empresa é lucro presumido, ainda temos a opção de definir se a forma de cálculo é semelhante à empresa Lucro Real, ou seja, completo ou ainda, simplificado, e neste caso, se será por nota (o mais prático e simples de fazer, pois não será necessário se preocupar com a aba estoque, na escrituração da nota), onde o CST definido no acumulador é informado na aba pis/cofins da nota. Observe que em alguns casos o cliente seleciona simplificado e por produto o que não recomendamos, pois provavelmente quando o cliente apurar, os valores apurados e enviados para o poderão ser calculados de forma incorreta, pois na aba estoque os produtos estarão escriturados com um CST e na aba pis/cofins outro CST poderá ter sido adotado. Imagem na próxima página, onde a configuração está sendo demonstrada como exemplo.

6 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 3 Outro ponto a ser levado em conta é que caso a empresa esteja obrigada ao bloco P do EFD Contribuições (Lei INSS sobre Receita Bruta) o imposto 103 também deverá estar definido na aba impostos dos parâmetros da empresa, e o cliente precisará definir como será o formato de cálculo neste caso, conforme imagem abaixo: Importante ressaltar que esta opção acima terá impacto direto no cálculo e terá de estar sincronizada com a opção da tela anterior, ou seja, se a forma de lançamento será por produtos ou por nota. Muita atenção neste caso.

7 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 4 Na tela abaixo demonstramos qual opção deverá ser marcada para que o sistema gere o EFD Contribuições e as contribuições do INSS sobre a receita bruta. Ressaltamos que é necessário definir como será à entrada de dados das notas fiscais emitidas pela empresa e contra a empresa (Saídas, Serviços, ECF ou Entradas) por meio de arquivo XML, TXT, Portal e neste caso, parametrizações específicas para cada caso serão aplicáveis, assim como também treinamento mais abrangente e específico deverá ser aplicável! A parametrização será feita por empresa e replicada para as demais, que possuam características semelhantes, como forma de apuração, impostos, segmento ou atividade, bem como deverá ter os mesmos acumuladores, mesmo grupo de produtos e estar no mesmo banco de dados. As configurações que serão possíveis replicar são as importações padrões, seja portal, XML, Sped Fiscal,, CAT-52, Sintegra (este último o menos indicado, pois o leiaute não possui informações necessárias para atender o informativo, como logradouro, dados financeiros das notas e nome dos participante). O processo de importação no software Domínio Sistemas visa assegurar que as informações a serem importadas para o sistema atendem aos requisitos mínimos para atender à obrigação fiscal, e não somente fechamento de blocos. O Domínio valida para importar, enquanto que o PVA do EFD Contribuições ou do Sped Fiscal importa para depois validar, onde possivelmente apenas blocos e fechamentos são analisados, enquanto que o Domínio analisa diretamente a escrituração e sua coerente apuração. Nas próximas telas estaremos dando exemplo de como escriturar corretamente uma nota de entrada para que a obrigação seja atendida corretamente.

8 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 5 Observe nesta tela que a nota de entrada foi devidamente escriturada com informações pertinentes à operação fiscal de compra. Na aba estoque do nosso exemplo, foi informado um produto, no qual já possuía um cadastro ou que poderia ter sido importado através do importador padrão (XML ou portal). O destaque é para a coluna de PIS e COFINS, pois pelo portal os dados de PIS e COFINS normalmente não virão na importação devido à nota fiscal eletrônica importada pelo portal só contemplar impostos ICMS, ICMS substituição e IPI, no entanto pelo arquivo XML poderá conter as informações, caso nas linhas do arquivo existam dados de PIS e COFINS. Observe que estamos tratando de empresas optantes pelo Lucro Real que fazem escrituração completa, com itens e as empresas Lucro Presumido que apuram PIS e COFINS semelhante à empresa Lucro Real, por produtos. Imagem abaixo, da coluna PIS. A coluna COFINS seguirá a mesma lógica.

9 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 6 Se a empresa for lucro presumido, aba Pis/Cofins, somente nas saídas, antes desabilitada passa a ficar disponível e então é informado o CST da nota. Imagem abaixo, demonstrando o exemplo. Continuação da aba: Quando nos dois casos, os dados do PIS e COFINS não estão disponíveis na importação, ir na aba em utilitários/alterar notas escolher uma das opções disponíveis e alterar os dados conforme o acumulador, na tela ativa na imagem constante na próxima página.

10 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 7 Esta opção irá alterar todas as notas escrituradas em bloco, não necessitando o cliente acessar nota a nota para alterar o campo pis/cofins das mesmas. No caso da empresa optante pelo Lucro Real, o caminho para alteração será utilitários/alterar produtos para cálculo do pis e cofins/cadastro onde será criado ou alterado a vigência dos produtos, e serão preenchidos dos dados relativos ao PIS e COFINS, em seguida no caminho utilitários/alterar produtos para cálculo do pis e cofins/movimento das notas será aplicado as alterações que foram feitas no cadastro dos produtos. Imagem abaixo demonstrando o caminho. Observe que quase sempre que as notas são importadas pelo portal, estes processos se tornam obrigatórios, para que as informações exigidas pelo PVA sejam criadas e alteradas.

11 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 8 Feito isso, após ter escriturado as notas de entrada e saída, proceda em movimentos/apuração e apure o período a ser validado no PVA. Importante ressaltar que a apuração poderá emitir avisos que deverão ser avaliados caso a caso, por exemplo: a) Todas as empresas do grupo deverão estar definidas, significa que a empresa possui matriz e filial e alguma empresa deixou de ser parametrizada para atender ao ou que existe mais de uma empresa com o mesmo CNPJ. b) Não poderá apurar em virtude da forma de apuração do PIS e COFINS isso poderá ser resolvido, na apuração, colocando o período anterior ao mês que iniciou o cálculo de PIS e COFINS, e clicar em gerar novo período e posteriormente apurado. O relatório de conferência para após a apuração será o emitido pelo caminho relatórios/impostos/demonstrativo EFD Pis e Cofins. Este no modo completo demonstrará todas as operações e cálculos fiscais que ocorreram e por eles serão conferidos os valores gerados pelo Domínio para o PVA do. Para melhorar o processo de conferência o cliente poderá solicitar ao departamento de suporte funcional relatórios adicionais para auxiliar na conferência dos valores gerados pelo sistema. A geração do arquivo será no seguinte caminho relatórios/informativos/federais/efd Contribuições onde o cliente clicará no botão outros dados e alimentará o que for aplicável. Continuação, botão outros dados, na próxima página.

12 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 9 Depois de gerado o arquivo, abra o PVA do, valide conforme o exemplo na imagem abaixo: Localize o arquivo e clique no botão abrir, conforme imagem abaixo:

13 Treinamento Escrita Fiscal Pág. 10 A importação e validação serão realizadas em duas etapas, validação de estrutura e depois de conteúdo. Caso o PVA após esta etapa solicite atualização de tabelas, confirme tudo para prosseguir! Se tudo estiver correto, a validação ocorrerá sem erros e caso ocorram avisos, deverá ser avaliado o grau de relevância de cada aviso, e caso não sejam relevantes, assine o informativo e envie. Para análise dos erros que ocorrem na validação do arquivo pelo PVA do EFD Contribuições é imprescindível ter às mãos o guia prático emitido e homologado pela RFB. Para maiores informações gentileza consultar o suporte funcional pelo fone (82) opção 2.

Manual. SPED Fiscal. Treinamento Escrita Fiscal. Material desenvolvido por:

Manual. SPED Fiscal. Treinamento Escrita Fiscal. Material desenvolvido por: Treinamento Escrita Fiscal Material desenvolvido por: Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Implantta Serviços

Leia mais

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP Página: 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações sobre as características do SPED

Leia mais

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido

Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido Gerar EFD Contribuições Lucro Presumido 1º Acesse o menu Controle, opção Parâmetros, clique na guia Impostos, e certifique-se de que estão incluídos os impostos do regime 4- Pis e 5 Cofins. Na guia Federal,

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

Sistema de Livros Fiscais Imediata

Sistema de Livros Fiscais Imediata 1 Sistema de Livros Fiscais Imediata 2 Descritivo das Rotinas Operacionais do Sistema de Livros Fiscais para geração EFD PIS/Cofins SPED Contribuições Após a instalação do Sistema de Livros Fiscais, basta

Leia mais

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 Página 1 de 15 Maiores informações a respeito dos assuntos destacados abaixo devem ser obtidas no Manual do Comply v4.00 disponível no Portal de Produtos. Página 2 de 15 CADASTROS

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda.

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0 Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. (0**46) 3225-6234 I Cartilha_NFe_Habil_7 Índice Cap. I Bem Vindo 1 Cap.

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Presumido Informações importantes A Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação acessória, cuja primeira entrega

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2C-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS. Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância.

MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS. Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância. MANUAL DO CVCONT/ SPED PIS COFINS Recomendamos que este manual seja impresso para futuras consultas, devido à sua importância. 1. Configuração Primeiramente para que os sistemas estejam aptos para a geração

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo:

O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo: O arquivo SPED é complexo, contém diversas amarrações e muita informação. Algumas medidas diminuem o impacto de dificuldade na validação do arquivo: Não gere toda a movimentação de uma vez. O ideal e aconselhável

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2 EFD PIS/COFINS SUMÁRIO O que é a EFD PIS/COFINS?...2 A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2 1. Procedimentos Iniciais...2 a) Classificando as Empresas... 3 b) Conferindo os Cadastros que Influenciam

Leia mais

Instruções SPED Fiscal ECF

Instruções SPED Fiscal ECF Instruções SPED Fiscal ECF DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 02 Revisão: Aprovado em: Agosto de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções

Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções Cadastro Avaliação 2013 Manual de Instruções Manual de instruções Cadastro Avaliação 2013 Caro Usuário, Este manual contém todas as instruções necessárias para preenchimento dos dados de sua escola e alunos.

Leia mais

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont Atualizado em Maio/2008 Pág 1/36 Para integrar os dados do sistema Efiscal com o sistema Telecont, efetue os procedimentos abaixo: CADASTRO DE EMPRESAS ABA BÁSICO Acesse menu Arquivos Empresas Usuárias

Leia mais

Integração ADMRH com AGROSYS

Integração ADMRH com AGROSYS Treinamentos no produto AdmRH CGI - Consultoria Gaúcha de Informática Ltda - Divisão de treinamentos Guia do Aluno Versão 1.0 Integração ADMRH com AGROSYS Empresa: Participante: Data: Os produtos da CGI

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Tesche & Vasconcelos - Ciaf. Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800

Tesche & Vasconcelos - Ciaf. Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800 Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800 Para emissão da primeira Nota Fiscal eletrônica pelo Ciaf-800 a mesma deve ser obrigatoriamente uma nota de teste. Para que possa efetuar esta emissão faça o seguinte

Leia mais

Portal de Fornecedores Não-Revenda

Portal de Fornecedores Não-Revenda Portal de Fornecedores Não-Revenda Emissão de Nota Fiscal e Criação de Espelho Consulte neste manual os procedimentos para emissão de Nota Fiscal para o Walmart e as atividades relativas à Criação do Espelho

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

Manual de documento de arrecadação GNRE

Manual de documento de arrecadação GNRE Manual de documento de arrecadação GNRE Sumário 1. Códigos de receita ICMS... 3 1.1. Cadastro dos códigos de receita... 3 1.2. Consultando a tabela de códigos de receita ICMS... 4 2. Documento de arrecadação...

Leia mais

Manual de digitação de contas Portal AFPERGS

Manual de digitação de contas Portal AFPERGS Manual de digitação de contas Portal AFPERGS 1 Sumário Acesso à função digitação de contas... 3 O que é a Função digitação de contas (DC)... 4 Como proceder na função digitação de conta médica (DC)...

Leia mais

Manual Administrador - Mídia System

Manual Administrador - Mídia System Manual Administrador - Mídia System Logo após cadastrarmos sua Empresa em nosso sistema, será enviado um e-mail confirmando as informações de acesso do Administrador do sistema. Obs: Caso não tenha recebido

Leia mais

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED No validador SPED poderão ocorrer erros e/ou advertências ao importar o arquivo. As advertências não impedem a transmissão do arquivo, no entanto é importante analisar e corrigir as informações. Os erros

Leia mais

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS

FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS FIATNET - EXPORTAÇÃO SPED PIS/COFINS NOTA TÉCNICA - EXPORTAR E UNIFICAR ARQUIVOS GERADOS NA MATRIZ E SUAS FILIAIS ATUALIZADA EM: 02/06/2011 ÍNDICE 1. EXPORTAÇÃO... 1 2. UNIFICAÇÃO DOS ARQUIVOS... 9 3.

Leia mais

EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS. Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens:

EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS. Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens: EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens: 1.1 Subtela Cod.Grupo Bebidas Frias. Teclando ctrl+enter neste campo o sistema abre

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295 SPED FISCAL O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) FISCAL é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série do cliente.

Leia mais

Atualizaça o do Maker

Atualizaça o do Maker Atualizaça o do Maker Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos produtos,

Leia mais

Manual da Nota Fiscal Eletrônica

Manual da Nota Fiscal Eletrônica Manual da Nota Fiscal Eletrônica Memory Informática Tabela de Conteúdos Meu Usuário Meu Perfil --------------------------------------------------------- 4 Minha Empresa Configurar Minha Empresa -------------------------------------

Leia mais

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL 1 Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota EBM ASSESSORIA E CONSULTORIA EM INFORMÁTICA LTDA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota PRESTADOR / CONTADOR Versão 2.0 Índice 1. Acessar o sistema 2. Notas Eletrônicas 2.1. Emitir

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É?

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse

Leia mais

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

CURSO SPED PIS COFINS CONTRIBUIÇOES MATÉRIA

CURSO SPED PIS COFINS CONTRIBUIÇOES MATÉRIA CURSO SPED PIS COFINS CONTRIBUIÇOES MATÉRIA POR NEOMAR ANTONIO CÓRDOVA Como é do conhecimento dos alunos que participaram do roteiro de cursos do CRC/SC, sobre SPED CONTRIBUIÇÕES, alguma modificações foram

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP 1. Certificado Digital - Antes de mais nada você precisa possuir um certificado digital

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Data Cempro Informática Ltda. Integração WinLivros X ContabMilenium

Data Cempro Informática Ltda. Integração WinLivros X ContabMilenium Integração WinLivros X ContabMilenium Para configurar a integração entre os sistemas WinLivros e ContabMilenium devemos primeiramente verificar se a base de dados é integrada (se está no mesmo local) ou

Leia mais

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Hábil Empresarial PROFISSIONAL & Hábil Enterprise

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Hábil Empresarial PROFISSIONAL & Hábil Enterprise Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Hábil Empresarial PROFISSIONAL & Hábil Enterprise Koinonia Software Ltda (0xx46) 3225-6234 Índice I Índice Cap. I Introdução 1 1 Orientações... Iniciais 1 Cap. II

Leia mais

Novidades Group Shopping

Novidades Group Shopping Novidades Group Shopping 1. Geração do Arquivo Disponível na nova versão do Group Shopping uma tela que permite preencher as informações requeridas na geração do arquivo a ser enviado à Receita Federal

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Faturamento Eletrônico Padrão ANS. Sumário

Faturamento Eletrônico Padrão ANS. Sumário Sumário 1. VISÃO GERAL...2 2. CONFIGURAÇÕES...2 2.1 CADASTRAR CONVÊNIOS...3 2.2 CADASTRAR COMPETÊNCIA...4 2.3 CADASTRAR LOTES...4 3. GUIAS DE CONSULTA...5 4. GUIAS DE SP/SADT...5 4. GUIAS DE OUTRAS DESPESAS...6

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

SINTEGRA GUIA PARA GERAÇÃO DO VIA MÓDULO LBCGAS. Versão 1.00 15 de Abril de 2010.

SINTEGRA GUIA PARA GERAÇÃO DO VIA MÓDULO LBCGAS. Versão 1.00 15 de Abril de 2010. GUIA PARA GERAÇÃO DO SINTEGRA VIA MÓDULO LBCGAS Versão 1.00 15 de Abril de 2010. 1 a ETAPA CADASTRANDO IMPRESSORAS FISCAIS (ECFs) Antes de iniciarmos o lançamento das reduções Z que farão a consolidação

Leia mais

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e.

GESTÃO LOGÍSTICA. Emissão de CT-e. Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. GESTÃO LOGÍSTICA Emissão de CT-e Esse procedimento descreve o processo de emissão de CT-e. SUMÁRIO EMISSÃO DE CT-E... 3 Pré-Requisitos... 3 Emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico... 4 Emissão

Leia mais

2. Faça o login com o e-mail e senha pessoal [1] (estes podem ser obtidos junto ao Serviço Técnico de informática - STI)

2. Faça o login com o e-mail e senha pessoal [1] (estes podem ser obtidos junto ao Serviço Técnico de informática - STI) 1. Conecte-se ao Sistema Administrativo da Unesp Link: https://sistemas.unesp.br/sentinela/login.open.action 2. Faça o login com o e-mail e senha pessoal [1] (estes podem ser obtidos junto ao Serviço Técnico

Leia mais

IOB Mitrius WWW.IOB.COM.BR/SOLUCOES. Software de auditoria eletrônica de arquivos digitais de SPED. O que faz: O que oferece:

IOB Mitrius WWW.IOB.COM.BR/SOLUCOES. Software de auditoria eletrônica de arquivos digitais de SPED. O que faz: O que oferece: IOB Mitrius Software de auditoria eletrônica de arquivos digitais de SPED O que faz: Valida os arquivos digitais através de regras automatizadas e constantemente validadas / aprimoradas; Antecipa a análise

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital Página 1 de 15 Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital O cadastro de produtos permite organizar as informações relativas a produtos e serviços, como grupo, marca, peso, unidades e outros, que

Leia mais

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166 Sistema Nota Já Este manual tem por objetivo apresentar o sistema NotaJá a fim de auxiliar o usuário com todos os processos de cadastro, lançamentos de notas, cancelamentos, inutilizações, notas complementares

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

Manual para geração do SINTEGRA Março/ 2010

Manual para geração do SINTEGRA Março/ 2010 As instruções que se seguem referem-se a geração do arquivo SINTEGRA para a Radio Extra. É importante esta informação pois as exigibilidades do SINTEGRA variam de acordo com tributação estadual incidente

Leia mais

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial Integração com Nota Fiscal Eletrônica

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial Integração com Nota Fiscal Eletrônica NeXT ERP Sistema de gestão empresarial Integração com Nota Fiscal Eletrônica Manual de Migração para NFe 2.0 Abril/2011 Página 1 de 10 Índice Migrando para o layout 2.0 da Nota Fiscal Eletrônica...3 Configurações

Leia mais

MANUAL DE CADASTRO DOS CLIENTES DA EMPRESA CONTÁBIL

MANUAL DE CADASTRO DOS CLIENTES DA EMPRESA CONTÁBIL MANUAL DE CADASTRO DOS CLIENTES DA EMPRESA CONTÁBIL IMPORTANTE Prezado Cliente, Atendimento On-Line (Via Internet). Estivemos trabalhando no desenvolvimento de uma ferramenta de atendimento que permitisse

Leia mais

1. Reordenação da aba Fiscal 1. 2. Consulta simplificada de itens vendidos por NCM, CFOP e Alíquotas 2. 3. Parametrização de NCM 4

1. Reordenação da aba Fiscal 1. 2. Consulta simplificada de itens vendidos por NCM, CFOP e Alíquotas 2. 3. Parametrização de NCM 4 CADASTROS FISCAIS 1. Reordenação da aba Fiscal 1 2. Consulta simplificada de itens vendidos por NCM, CFOP e Alíquotas 2 3. Parametrização de NCM 4 4. Faturamento de pedidos entregues no endereço do revendedor

Leia mais

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E

ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E ROTEIRO WEB AULA CONTROLLER NF-E Nas páginas seguintes, você terá uma visão geral dos recursos disponíveis e das funções que o Controller Gold possui, facilitando o seu processo de venda e compra. Criando

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

Manual Ilustrado Repasse de Honorários Médicos

Manual Ilustrado Repasse de Honorários Médicos Junho - 2014 Índice Título do documento 1. Objetivos... 3 2. Introdução... 3 3. Cadastros... 4 3.1. Cadastro de Desconto em Repasse... 4 3.2. Cadastro de Critério Geral de Repasse... 4 3.3. Cadastro de

Leia mais

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1

MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB. Última atualização: 29/08/2014 1 MANUAL DE PROCESSO DIGITAÇÃO DE CONTAS MÉDICAS PORTAL WEB 1 Índice 1. Acesso ao Portal WEB... 2. Digitação de Contas Médicas... 2.1. Criação de Protocolo... 2.1.1. Digitação Contas... 2.1.1.1. Guia Consulta...

Leia mais

Agendamento para Importação de Notas Fiscais

Agendamento para Importação de Notas Fiscais LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Importação de Lançamentos Contábeis Arquivo CSV

Importação de Lançamentos Contábeis Arquivo CSV Importação de Lançamentos Contábeis Arquivo CSV Na versão 11.0.4.289, de 11 de Março de 2014, foi disponibilizado no sistema de Contabilidade Gerencial o recurso de importação de lançamentos contábeis

Leia mais

Treinamento Auditor Fiscal. Instrutor: Jaime Naves Gestora: Adriana Nunes

Treinamento Auditor Fiscal. Instrutor: Jaime Naves Gestora: Adriana Nunes Treinamento Auditor Fiscal Instrutor: Jaime Naves Gestora: Adriana Nunes Conceito: O Auditor Fiscal WEB é uma solução que permite a usuários de qualquer segmento empresarial realizar auditorias sobre os

Leia mais

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF 1 - Configurações Necessárias Empresa Lucro Real: 1.1 Pacote 3000 Apontar o plano referencial a ser utilizado pela empresa; 1.2 Pacote 3012

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

1 Geração dos arquivos

1 Geração dos arquivos Orientação Técnica EFD nº 010/2014 versão 2.0 Dispõe sobre a obrigatoriedade da entrega de arquivos EFD para contribuintes do SIMPLES NACIONAL. Em 01/01/2014, os contribuintes optantes pelo SIMPLES NACIONAL

Leia mais

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2

Versão 8.2C-03. Versão da Apostila de Novidades: 2 Versão 8.2C-03 Versão da Apostila de Novidades: 2 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999)

- No primeiro campo informe o numero da empresa que serão copiadas as informações.(ex: 9999) 1 2 1. Duplicação das informações de uma empresa para outra Juntamente com a instalação do sistema Office encaminhamos anexada a empresa modelo, que contem cadastros que podem ser utilizados nas empresas

Leia mais

FAQ SPED. Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer?

FAQ SPED. Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer? FAQ SPED Questionamentos Pré Geração: Devido ao grande número de correções que terei que fazer em meu cadastro, não vou conseguir cumprir o prazo de entrega, o que posso fazer? Existe a possibilidade de

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

1.2) Na tela seguinte, o primeiro item a ser selecionado é o Unidade Acumuladora1.

1.2) Na tela seguinte, o primeiro item a ser selecionado é o Unidade Acumuladora1. MANUAL DA NOVA VERSÃO DE ARQUIVAMENTO DO CPROD Na nova versão de Arquivamento que está sendo implementada no CPROD, antes de realizarmos o Arquivamento do Processo ou Documento em si, temos que criar no

Leia mais

ÍNDICE. Futura Ponto (REP)...03. Configurações Iniciais...04. Cadastrar Horário...05. Configurar Hora Extra...07. Cadastrar Departamento...

ÍNDICE. Futura Ponto (REP)...03. Configurações Iniciais...04. Cadastrar Horário...05. Configurar Hora Extra...07. Cadastrar Departamento... Futura Ponto (REP) ÍNDICE Futura Ponto (REP)...03 Configurações Iniciais...04 Cadastrar Horário...05 Configurar Hora Extra...07 Cadastrar Departamento...10 Cadastrar Função...11 Cadastrar Funcionário...12

Leia mais

Manual de renovação online de Certificado Digital

Manual de renovação online de Certificado Digital online de Certificado Página 2 de 24 Sumário 1. Requisitos... 3 2. Primeiro passo... 4 3. Instalando o Certificado... 15 4. Cópia de segurança... 18 Página 3 de 24 1. Requisitos O Certificado válido e

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e SUMÁRIO 1. INSTALAÇÃO 2. CADASTROS 2.1. CADASTRO DE USUÁRIO 2.2. CADASTRO DE MODALIDADE 2.3. CADASTRO DE PRODUTO 3. OPERAÇÃO 3.1. VENDA 3.2. CANCELAMENTO

Leia mais

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 8.2C-07. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 8.2C-07 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Inventario de produtos

Inventario de produtos Inventario de produtos Parar o TAC. Gerar o inventario. Informações de erros na importação de produtos. Produtos sem código tributário associado. A posse de produtos no Thotau. Como corrigir as posses

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos...

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 CADASTROS... 8 PRINCIPAL... 15 NOTAS FISCAIS... 16 2.1. Primeiros Passos... Índice 1. 2. 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. 2.5. 2.6. 3. 3.1. 3.2. 3.3. 3.4. 3.5. 3.6. 3.7. 3.8. 4. 5. 5.1. 5.2. 5.3. APRESENTAÇÃO... 1 CONFIGURAÇÕES DO SAGE ONE... 2 Primeiros Passos... 2 Minha Empresa... 3 Certificado

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

1.1 - Campo 17 - Indicador de entidade sujeita a auditoria independente

1.1 - Campo 17 - Indicador de entidade sujeita a auditoria independente SPED Contábil Alterações do Layout 3.0 Produto : RM TOTVS Gestão Contábil 11.82 Processo : SPED Contábil Subprocesso : Data da publicação : 16/04/15 Este documento tem o objetivo de apresentar as alterações

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e Informações Gerais 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO CESSAÇÃO DE USO DE EQUIPAMENTO EMISSOR DE CUPOM FISCAL-ECF

MANUAL DE ORIENTAÇÃO CESSAÇÃO DE USO DE EQUIPAMENTO EMISSOR DE CUPOM FISCAL-ECF MANUAL DE ORIENTAÇÃO CESSAÇÃO DE USO DE EQUIPAMENTO EMISSOR DE CUPOM FISCAL-ECF Junho/2015 1. INTRODUÇÃO... 1 1.1. SIGLAS UTILIZADAS... 1 1.2. OBJETIVO... 1 1.3. ETAPAS DA CESSAÇÃO... 1 1.4. PRÉ-REQUISITOS...

Leia mais

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões

Pag: 1/20. SGI Manual. Controle de Padrões Pag: 1/20 SGI Manual Controle de Padrões Pag: 2/20 Sumário 1 Introdução...3 2 Cadastros Básicos...5 2.1 Grandezas...5 2.2 Instrumentos (Classificação de Padrões)...6 3 Padrões...9 3.1 Padrão Interno...9

Leia mais

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Acessar no módulo Domínio Contabilidade o menu controle/parâmetros e marcar a opção Gera informativo SPED. No campo Plano de contas referencial

Leia mais

Processo de Controle das Reposições da loja

Processo de Controle das Reposições da loja Processo de Controle das Reposições da loja Getway 2015 Processo de Reposição de Mercadorias Manual Processo de Reposição de Mercadorias. O processo de reposição de mercadorias para o Profit foi definido

Leia mais

VALIDAÇÃO DOS DADOS. JOTEC Tecnologia em Software. Manual Validação dos dados 1

VALIDAÇÃO DOS DADOS. JOTEC Tecnologia em Software. Manual Validação dos dados 1 VALIDAÇÃO DOS DADOS 1 ÍNDICE Validação dos dados importados...3 CLIENTES / FORNECEDORES / PRODUTOS... 3 TRANSPORTADORAS / VENDEDORES... 5 DUPLICATAS A RECEBER / A PAGAR...7 2 Validação dos dados importados

Leia mais

Lembrando que a empresa deve estar devidamente cadastrada com o Regime de Lucro Real ou Lucro Presumido e obrigada ao Sped.

Lembrando que a empresa deve estar devidamente cadastrada com o Regime de Lucro Real ou Lucro Presumido e obrigada ao Sped. ATIVIDADE IMOBILÁRIA Como configurar no sistema? Lembrando que a empresa deve estar devidamente cadastrada com o Regime de Lucro Real ou Lucro Presumido e obrigada ao Sped. Para iniciar as configurações,

Leia mais

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS As mudanças ocorridas com a publicação da lei 11.638/07 e alterações da lei 11.941/09 exigiram das empresas uma adequação em sua estrutura de balanços e demonstrações

Leia mais