TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL"

Transcrição

1 TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0

2 Índice 1. OBJETIVO GERAL ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL SISTEMA AUDITOR FISCAL - Funcionamento... 4 Cadastro de Usuários Inclusão... 5 Cadastro de Usuários Edição de dados do usuário... 6 Cadastro de Usuários Exclusão de dados do usuário... 8 Cadastro de Exceções TIPI - Inclusão... 9 Cadastro de Exceções TIPI - Edição Importação Escriturações Importação Notas Fiscais Consultas Empresas Consultas Notas Fiscais Obrigações Obrigações Acessórias Obrigações Detalhes da Validação Obrigações Cruzamentos de Informações Obrigações Cruzamentos de Informações EFD com EFD Obrigações Cruzamentos de Informações NF-e com EFD Obrigações Excluir Obrigações Relatórios Ajuda Logout

3 1. OBJETIVO GERAL O sistema Auditor Fiscal possibilita identificar divergências de informações das escriturações fiscais e contábeis através dos arquivos digitais das obrigações acessórias EFD-Contribuições, EFD-ICMS/IPI, ECD e NF-e, conforme padrão definido pelos usuários do Sistema Público de Escrituração Digital- SPED*. *art. 3º, Decreto Presidencial nº de A validação do conteúdo do arquivo com obrigações acessórias é realizada durante a importação para a base do sistema Auditor Fiscal. O sistema permite a visualização detalhada das divergências de informações e os locais do arquivo em que estas se encontram, o cadastro das exceções da Tabela de Incidência do Imposto Sobre Produtos Industrializados (TIPI), a geração de relatórios com as divergências dos arquivos, entre outras opções. A tela principal do sistema Auditor Fiscal apresenta menus que possibilitam realizar operações como importação e validação dos dados dos arquivos de escriturações fiscais e de NF-e, cadastramento de exceções para Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) da TIPI, visualização dos dados das inconformidades encontradas, confrontar dados entre arquivos através de cruzamentos de informações, realização da emissão de relatórios, consulta dos dados das empresas e NF-e importadas, entre outras opções. 2

4 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL Para realizar o acesso ao sistema Auditor Fiscal, preencher os campos da tela Entrar com o endereço de e a senha do usuário, e acionar o botão Entrar. Ao clicar no link Esqueci a Senha, é apresentada tela com a mensagem de orientação para que o usuário entre em contato com o administrador do sistema Auditor Fiscal para recuperação da senha de acesso. Teclar ESC para fechar a mensagem e retornar à tela anterior. 3

5 Importante! Ao realizar o acesso ao sistema, caso não existam arquivos importados e empresas cadastradas, é emitida mensagem de aviso orientando para importar as escriturações. 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL - FUNCIONAMENTO Após realizar login na tela de acesso, é apresentada a tela Painel de Controle que possibilita consultar a quantidade de empresas cadastradas, a quantidade de obrigações e de notas fiscais importadas. Ao clicar na descrição Home, localizada ao lado do nome de cada tela do sistema, é realizado o retorno à tela Painel de Controle. 4

6 Cadastro de Usuários Inclusão Objetivo: permitir que o usuário com status de administrador realize o cadastro de dados dos usuários que terão permissão para acessar e realizar operações no sistema Auditor Fiscal. Acesso: selecionar a opção Usuários localizada no menu Cadastros. Após selecionar a opção Usuários, o usuário com status de Administrador deverá realizar as seguintes etapas: 1 - Acionar o botão Adicionar Usuário localizado no lado direito da tela: 2 Na sequência, são habilitados campos para informar o nome do usuário, o endereço de e a senha de acesso. 5

7 3 Para salvar as informações cadastradas e retornar à tela anterior, acionar o botão Cadastrar. Para cancelar o cadastro das informações e retornar à tela anterior, acionar o botão Voltar. Importante! O usuário cadastrado poderá alterar a senha informada pelo Administrador. As instruções para realizar este procedimento serão apresentadas no tópico a seguir. Cadastro de Usuários Edição de dados do usuário Na tela de cadastro de usuários, os usuários com status de Administrador poderão realizar a edição dos dados cadastrados dos usuários sem este status. Os usuários que não tenham status de Administrador poderão realizar a alteração somente dos próprios dados. Para a edição dos dados, o usuário com ou sem status de Administrador deverá realizar os procedimentos descritos a seguir: 1 Acionar o botão Editar Usuário localizado ao lado direito do nome do usuário. 6

8 2 Na sequência, são habilitados campos para alterar o nome e o endereço de do usuário. 3 Ao acionar o botão Alterar Senha, é apresentada tela para realizar as alterações da senha do usuário. 7

9 Importante! O botão Fechar da tela de Alteração de Senha possibilita cancelar as alterações da senha e retornar à tela de edição de dados. O botão Salvar salva os dados alterados da senha e retorna à tela de edição de dados. 4 Para salvar as alterações realizadas no cadastro do usuário e retornar à tela anterior, acionar o botão Salvar. Para cancelar o cadastro das alterações e retornar à tela anterior, acionar o botão Voltar. Cadastro de Usuários Exclusão de dados do usuário Na tela de cadastro de usuários, o usuário com status de Administrador poderá realizar a exclusão dos dados dos usuários cadastrados através das seguintes etapas: 1 Acionar o botão Excluir Usuário localizado ao lado direito do nome do usuário. 2 Na sequência, é apresentada tela com mensagem solicitando a confirmação ou cancelamento da exclusão do usuário, através dos botões descritos a seguir: 8

10 Botão Excluir realiza a exclusão do usuário e retorna à tela anterior. Botão Cancelar cancela a exclusão e retorna à tela anterior. Cadastro de Exceções TIPI - Inclusão Objetivo: realizar o cadastro das exceções da Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializado (TIPI) para as NCM. Este cadastro é utilizado para a validação dos dados dos arquivos de escriturações fiscais. Acesso: selecionar a opção Exceções TIPI localizada no menu Cadastros. Se houver NCM com exceções de TIPI já cadastradas pelo usuário, serão apresentadas ao acessar a tela de cadastro de exceções da TIPI, conforme exemplo da tela a seguir. 9

11 Antes de iniciar o procedimento do cadastro de exceções, é necessário consultar os itens da tabela TIPI informando o código de NCM através do campo Filtro de NCM. Após realizar a consulta, o grid da tela apresenta os dados dos itens de NCM sem exceções, conforme código informado no campo Filtro de NCM. Atenção! Se houver itens da NCM consultado com exceções-padrão já cadastradas pelo governo federal, serão apresentadas abaixo das NCM consultadas sem exceção. Com as NCM consultadas, é possível dar sequência no cadastro de exceções através dos procedimentos descritos a seguir: 1 Acionar o botão "Adicionar Exceção" localizado ao lado do código de NCM apresentado na tela de consulta. 10

12 2 Na sequência, é apresentada a tela "Incluir Exceção Para" que possibilita cadastrar os dados da exceção informando a data de início da exceção, a descrição da exceção, o percentual da alíquota de IPI e a observação da exceção. 3 O botão Cancelar cancela as informações preenchidas nos campos e retorna à tela anterior. O botão Cadastrar salva as informações de exceção preenchidas nos campos do item selecionado e retorna à tela anterior. Cadastro de Exceções TIPI - Edição A tela de Cadastro de Exceções da TIPI possibilita realizar a edição dos dados da exceção cadastrada na NCM, conforme funções dos botões descritas a seguir: Botão Editar Exceção: apresenta a tela Incluir Exceção Para para realizar as alterações de dados da exceção conforme item selecionado. Botão Excluir Exceção: exclui o cadastro de exceção do item selecionado. 11

13 Importação Escriturações Objetivo: realizar a importação dos arquivos de escriturações fiscais para a base de dados do sistema Auditor Fiscal. A validação do conteúdo dos arquivos é realizada no momento da importação dos dados. Se houver arquivos já selecionados para importação, serão apresentados no grid da tela. Atenção! São considerados para importação os arquivos de escriturações com leiautes do tipo ECD, EFD-CONTRIBUIÇÕES e EFD-ICMS/IPI. Acesso: selecionar a opção Escriturações localizada no menu Importação. Os botões localizados ao lado direito da tela possibilitam realizar a importação através das seguintes funções: Procurar Arquivos: tela de importação do Auditor Fiscal. apresenta tela que possibilita localizar e selecionar mais de um arquivo para a 12

14 Importante! O leiaute da tela apresentada para localizar e selecionar os arquivos poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. Enviar Arquivos: envia os arquivos selecionados para a base de dados do sistema Auditor Fiscal e realiza a validação do conteúdo. Na sequência do envio, é emitida a mensagem Arquivos enviados com sucesso!. Excluir Todos: exclui todos os arquivos selecionados na tela de importação do Auditor Fiscal. Importante! É possível realizar a exclusão por arquivo através do botão Excluir, localizado ao lado do nome do arquivo selecionado para importação. Importação Notas Fiscais Objetivo: realizar a importação dos arquivos de notas fiscais eletrônicas para a base do sistema Auditor Fiscal. É possível importar os arquivos das NF-e de entrada e de saída da empresa. Se houver arquivos selecionados para importação, serão apresentados no grid da tela. Atenção! Os arquivos devem estar com extensão.xml para realizar a importação. 13

15 Acesso: selecionar a opção Notas Fiscais localizada no menu Importação. Antes de iniciar a importação dos arquivos, é necessário informar o número do CNPJ da empresa no campo CNPJ para que o sistema organize a importação e a gravação dos arquivos por CNPJ. Após informar o CNPJ, acionar os botões localizados ao lado direito da tela para iniciar o procedimento de importação: Procurar Arquivos: apresenta tela para localizar e selecionar um ou mais arquivos de NF-e (formato.xml) para a tela de importação do sistema Auditor Fiscal, conforme imagem a seguir. 14

16 Importante! O leiaute da tela apresentada para localizar e selecionar os arquivos poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. Enviar Arquivos: envia os arquivos selecionados para a base de dados do sistema Auditor Fiscal. Na sequência, é emitida a mensagem Notas enviadas com sucesso!. Excluir Todos: exclui todos os arquivos selecionados na tela de importação do Auditor Fiscal. Importante! É possível realizar a exclusão por arquivo através do botão Excluir localizado ao lado do nome do arquivo selecionado para importação. 15

17 Consultas Empresas Objetivo: realizar a consulta dos dados das empresas que foram salvos na base do sistema Auditor Fiscal no momento da importação dos arquivos. A tela de consulta possibilita editar o nome das empresas salvas na base de dados do sistema Auditor Fiscal. Esta opção pode ser utilizada para situações como organizar as consultas no sistema por nomes fantasia, ou quando houver necessidade de gerenciar a consulta das informações através de nomes das filiais, entre outras opções. Acesso: selecionar a opção Empresas localizada no menu Consultas. É possível filtrar as empresas na tela de consulta informando palavras-chave no campo Filtro de Empresas. Para acessar a tela que possibilita realizar a edição do nome da empresa, acionar o botão Editar Nome localizado ao lado do nome da empresa selecionada. Botões Cancelar e Editar: possibilitam cancelar ou salvar as alterações do nome da empresa e retornar à tela anterior. 16

18 Consultas Notas Fiscais Objetivo: realizar a consulta dos dados das notas fiscais que foram importadas para o sistema Auditor Fiscal através do menu Importação. Acesso: selecionar a opção Notas Fiscais localizada no menu Consultas. É possível consultar as notas fiscais através do preenchimento de um ou mais campos da tela, conforme orientações a seguir: Campo CNPJ: informar o número do CNPJ para localizar as notas fiscais, ou deixar o campo em branco para considerar todos os CNPJ na consulta. Campo Chave da NF-e: informar o número da chave da NF-e para localizar as notas fiscais, ou deixar o campo em branco para considerar todas as chaves de NF-e na consulta. Campo Data Inicial: informar a data de emissão para determinar o início da consulta das notas fiscais, ou deixar o campo em branco para considerar a menor data de emissão na consulta das notas fiscais. Campo Data Final: informar a data final para determinar o final da consulta das notas fiscais, ou deixar o campo em branco para considerar a maior data de emissão na consulta das notas fiscais. 17

19 Após o preenchimento dos campos, acionar o botão Buscar para gerar a consulta das notas fiscais. Botão Excluir Notas com Base no Filtro: possibilita excluir as notas fiscais da tela de consulta através dos dados informados nos campos utilizados como filtro. Atenção! As notas fiscais selecionadas para exclusão nesta tela também serão excluídas na base do sistema Auditor Fiscal. Obrigações Obrigações Acessórias Objetivo: consultar os dados das inconformidades encontradas nos arquivos de escrituração fiscal após a validação realizada pelo sistema Auditor Fiscal no momento da importação. Acesso: selecionar o menu Obrigações localizado no menu principal do sistema. 18

20 É possível filtrar os arquivos para visualização na tela de consulta através das seguintes opções: Campo Filtro de Arquivos: possibilita filtrar os arquivos importados através do preenchimento do campo com palavras-chave. Botão Todos: exibe todos os leiautes de arquivos importados. Botão ECD: exibe os arquivos importados com leiaute ECD. Botão EFD-ICMS/IPI: exibe os arquivos importados com leiaute EFD-ICMS/IPI. Botão EFD-Contribuições: exibe os arquivos importados com leiaute EFD-Contribuições. Obrigações Detalhes da Validação Objetivo: apresenta a opção que possibilita consultar os dados das inconformidades encontradas nos arquivos validados no momento da importação. Acesso: acionar o botão Detalhes da Validação, localizado ao lado direito do arquivo importado apresentado na tela. Ao acionar o botão, é apresentada tela com as inconformidades encontradas por registro do arquivo selecionado. 19

21 Cada registro apresentado na tela exibe a descrição de mensagem com as seguintes informações: 1 A quantidade de inconformidades encontradas no arquivo. 2 A quantidade de linhas do arquivo em que ocorreram as inconformidades. 1 2 Para consultar os dados detalhados das inconformidades do registro e as linhas em que ocorreram no arquivo, clicar no link da mensagem. Após clicar no link, as inconformidades são listadas abaixo do código e da descrição do registro. 20

22 Os números apresentados acima da descrição da inconformidade representam, respectivamente, a quantidade de linhas com ocorrências e o código da inconformidade. Ao clicar sobre o número de ocorrências ou sobre o código da inconformidade, serão apresentados os dados detalhados das ocorrências encontradas no arquivo. Importante! No início de cada linha é apresentado o número que indica a localização no arquivo importado. Para consultar as informações do documento fiscal de origem da linha em que ocorreu a inconformidade, acionar o botão Seta localizado ao final da linha da inconformidade. 21

23 É possível visualizar até cinco linhas de ocorrências por inconformidade. Se houver mais de cinco ocorrências, são habilitados botões de navegação para avançar e retornar entre as ocorrências. Os botões correspondentes aos formatos de arquivo Excel e PDF possibilitam gerar o relatório com os dados detalhados das ocorrências de inconformidade. O formato do arquivo final corresponde ao ícone selecionado. 22

24 Ao acionar um dos botões para gerar o relatório, é apresentada tela para determinar o local de gravação (destino) do arquivo com os dados das inconformidades. Importante! O leiaute da tela apresentada para selecionar o local de gravação do arquivo poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. Atenção! O relatório em formato.pdf poderá ser visualizado em nova página do browser (navegador da internet) antes de selecionar o local de gravação do arquivo, caso o browser esteja configurado para realizar esta ação. 23

25 Obrigações Cruzamentos de Informações AUDITOR FISCAL VERSÃO 3.0 Objetivo: realizar o confronto de informações entre arquivos importados para verificar se existem inconformidades entre campos de mesmo conteúdo. Por exemplo, se um dos campos de CNPJ de determinado registro dos arquivos comparados estiver sem informação ou com informação diferente, a inconformidade é apresentada na tela do sistema. É possível realizar o confronto de arquivos com leiaute EFD e NF-e, conforme será visto a seguir. Obrigações Cruzamentos de Informações EFD com EFD Objetivo: realizar o cruzamento de informação dos dados entre os arquivos de escrituração fiscal de leiaute EFD. Acesso: acionar o botão Cruzamento com EFD-ICMS/IPI e/ou Cruzamento com EFD- Contribuições, localizado ao lado direto do arquivo importado apresentado na tela. Atenção! O nome do botão poderá mudar conforme o leiaute do arquivo selecionado na tela de consulta. Exemplo: caso o arquivo selecionado seja do leiaute EFD-Contribuições, o botão deverá exibir o nome EFD-ICMS/IPI, indicando que executará o confronto dos arquivos EFD-ICMS/IPI com o arquivo EFD-Contribuições selecionado na tela. Após acionar o botão, é apresentada tela com os arquivos encontrados para o cruzamento de informações conforme o arquivo selecionado na tela de consulta. 24

26 Abaixo da lista de arquivos apresentada para o cruzamento, são habilitados campos de seleção que possibilitam determinar se o cruzamento de informações deverá desconsiderar o cadastro de participantes (0150) e o cadastro de itens (0200). Os botões localizados ao lado direito dos arquivos listados para o cruzamento possibilitam gerar o arquivo nos formatos PDF ou Excel. Após acionar um dos botões, é apresentada tela para determinar o local de gravação do arquivo (destino) com os dados do cruzamento. Importante! O leiaute da tela apresentada para selecionar o local de gravação do arquivo poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. 25

27 Atenção! O relatório em formato.pdf poderá ser visualizado em nova página do browser (navegador da internet) antes de selecionar o local de gravação do arquivo, caso o browser esteja configurado para realizar esta ação. Atenção! Caso não existam arquivos com o mesmo período de apuração para cruzamento, é emitida mensagem de aviso de que não foi encontrado arquivo correspondente para o período. Obrigações Cruzamentos de Informações NF-e com EFD Objetivo: realizar o cruzamento de informação dos dados do arquivo de NF-e com o arquivo de escrituração fiscal EFD. Acesso: acionar o botão Cruzamento com NF-e, localizado ao lado direito do arquivo importado apresentado na tela. 26

28 Após acionar o botão, é apresentada tela que possibilita determinar o local de gravação (destino) do arquivo com o resultado do cruzamento das informações. Importante! O leiaute da tela apresentada para selecionar o local de gravação do arquivo poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. Atenção! O relatório em formato.pdf poderá ser visualizado em nova página do browser (navegador da internet) antes de selecionar o local de gravação do arquivo, caso o browser esteja configurado para realizar esta ação. 27

29 Atenção! Caso não exista NF-e importada para o CNPJ e para o período de apuração do arquivo selecionado é emitida mensagem de que não foi encontrada nota fiscal para o cruzamento de informações. Obrigações Excluir Obrigações Objetivo: após executar as correções nos arquivos de escrituração fiscal de origem, o arquivo importado e validado no sistema Auditor Fiscal poderá ser excluído da base. Acesso: acionar o botão Excluir Obrigação localizado ao lado direito da obrigação apresentada na tela. Na sequência, é apresentada tela com mensagem solicitando confirmação ou cancelamento da exclusão do arquivo através dos botões descritos a seguir: Botão Excluir: exclui o arquivo selecionado e retorna à tela anterior. Botão Cancelar: cancela a exclusão e retorna à tela anterior. 28

30 Relatórios Objetivo: gerar relatórios com os dados dos arquivos validados pelo sistema Auditor Fiscal conforme opções apresentadas no menu Relatórios : - Totalização do ICMS por CFOP; - Totalização do ICMS por CFOP e Documento; - Abertura de Crédito por Natureza; - Abertura de Crédito por Tipo de Alíquota; - Abertura de Crédito por CST; - Abertura de Crédito por Documento. Atenção! Para gerar o relatório através das opções Totalização do ICMS por CFOP e Totalização do ICMS por CFOP e Documento, os arquivos com leiaute EFD-ICMS/IPI devem estar importados na base de dados do sistema Auditor Fiscal. Para gerar o relatório das opções Abertura de Crédito por Natureza até Abertura de Crédito por Documento, os arquivos com leiaute EFD-Contribuições devem estar importados na base de dados do sistema Auditor Fiscal. Para a geração do relatório, deve-se realizar os procedimentos descritos a seguir: 1 Selecionar uma das opções de relatório no menu Relatórios. 29

31 Na sequência, é apresentada tela que possibilita realizar as configurações para a geração do relatório conforme opção selecionada. 2 Informar os campos Data Inicial e Data Final com o período inicial e final de apuração dos arquivos importados. 30

32 3 Selecionar uma ou mais empresas para a geração do relatório através da caixa de seleção apresentada antes do nome de cada empresa listada na tela. É possível filtrar as empresas para seleção informando o nome ou o CNPJ no campo Filtro de Empresas. 4 Os botões localizados ao final da tela possibilitam gerar o relatório nos formatos de arquivo Excel ou PDF. 5 Após acionar um dos botões, é apresentada tela para determinar o local de gravação do arquivo (destino) com os dados do relatório. 31

33 Importante! O leiaute da tela apresentada para selecionar o local de gravação do arquivo poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. Atenção! O relatório em formato.pdf poderá ser visualizado em nova página do browser (navegador da internet) antes de selecionar o local de gravação do arquivo, caso o browser esteja configurado para realizar esta ação. Atenção! Caso não existam dados para o período de apuração informado nos campos Data Inicial e Data Final, é emitida mensagem de aviso de que nenhum dado foi encontrado. Ajuda Objetivo: o botão Ajuda, localizado no meu superior da tela, possibilita acessar o tutorial do sistema Auditor Fiscal para realizar a leitura do conteúdo. É possível efetuar a impressão do conteúdo ou a gravação do tutorial em formato de arquivo PDF. 32

34 Acesso: acionar o botão Ajuda para visualizar o conteúdo do tutorial através de nova página do browser (navegador da internet): Ao posicionar o mouse sobre a página do tutorial, é exibido o display com botões que realizam as seguintes funções: 33

35 1- Os quatro primeiros botões possibilitam ampliar ou reduzir a área de visualização da página do tutorial. 2- O penúltimo botão possibilita salvar o tutorial no formato de arquivo PDF em máquina local ou no servidor de rede. Ao acionar o botão, é apresentada tela para determinar o local de gravação do arquivo (destino) com o conteúdo do tutorial. Importante! O leiaute da tela apresentada para selecionar o local de gravação do arquivo poderá mudar conforme o sistema operacional configurado na máquina ou no servidor de rede. Exemplo: Windows, Linux, Mac, entre outros. 3- O último botão possibilita realizar a impressão do tutorial. 34

36 Ao acionar o botão, é apresentada nova janela no browser (navegador da internet) que possibilita informar a quantidade de páginas e o dispositivo para a impressão do tutorial. Atenção! O leiaute ou a apresentação da tela poderá mudar conforme o tipo de browser (navegador de internet) utilizado pelo usuário. Nesta imagem é utilizado como exemplo a página de impressão do navegador Google Chrome. Logout O botão Logout, localizado no menu superior da tela, possibilita sair do sistema Auditor Fiscal e retornar à tela principal de acesso, conforme imagens a seguir. 35

37 Material desenvolvido pela Universidade Corporativa CONSISTEM. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada, reproduzida, traduzida ou transmitida por qualquer meio eletrônico ou mecânico, na sua totalidade ou em parte, sem a prévia autorização escrita da CONSISTEM Sistemas Ltda., que se reserva o direito de efetuar alterações sem aviso prévio. CONSISTEM Sistemas Ltda. Rua Henrique Nagel, n Água Verde Jaraguá do Sul - SC Tel Acesse: 36

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Tron Auditor MANUAL DO USUÁRIO

Tron Auditor MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Sumário 1. TRON AUDITOR... 3 1.1. OBJETIVO...3 1.1.1. Validações... 3 1.1.2. Cruzamentos... 3 1.2. ACESSO...4 1.3. CARREGAR ARQUIVOS...6 1.4. ARQUIVOS ENVIADOS...10 1.5. RELATÓRIOS DE

Leia mais

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio.

Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. Fazer um cálculo no produto RD Equipamentos e Agronegócio. 1) Logar no Kit Médias Empresas Clicar no ícone Tókio Marine Empresarial, que abrirá a tela de login, veja abaixo. Caso seja o primeiro acesso

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Procedimentos de Configuração no CalcExpress....2 Procedimentos de Configuração no Emissor de Nota Fiscal Eletrônica...3 Gerando Arquivo

Leia mais

Sistema de Livros Fiscais Imediata

Sistema de Livros Fiscais Imediata 1 Sistema de Livros Fiscais Imediata 2 Descritivo das Rotinas Operacionais do Sistema de Livros Fiscais para geração EFD PIS/Cofins SPED Contribuições Após a instalação do Sistema de Livros Fiscais, basta

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012

ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 ROTEIRO NOTA FISCAL ELETRONICA A partir de Agosto/2012 1. INSTALAÇÃO DO GESTOR Confira abaixo as instruções de como instalar o sistema Gestor. Caso já tenha realizado esta instalação avance ao passo seguinte:

Leia mais

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus.

- Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. - Acessar o sistema. Para acessar o sistema digite o endereço eletronico www.simpo.com.br/protocolo e clique em login na barra de menus. Ou digite www.simpo.com.br/protocolo/login.php, para ir diretamente

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB Audatex Web Nível Usuário (Versão 1.0) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Roberto de Luca Jr. Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/02/2007 SUMÁRIO GERAL Introdução...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e

MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e MANUAL DE INSTALAÇÃO, CADASTROS E OPERAÇÃO DA XNFC-e SUMÁRIO 1. INSTALAÇÃO 2. CADASTROS 2.1. CADASTRO DE USUÁRIO 2.2. CADASTRO DE MODALIDADE 2.3. CADASTRO DE PRODUTO 3. OPERAÇÃO 3.1. VENDA 3.2. CANCELAMENTO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Tesche & Vasconcelos - Ciaf. Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800

Tesche & Vasconcelos - Ciaf. Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800 Emissão primeira NF-e pelo Ciaf-800 Para emissão da primeira Nota Fiscal eletrônica pelo Ciaf-800 a mesma deve ser obrigatoriamente uma nota de teste. Para que possa efetuar esta emissão faça o seguinte

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema

Manual de Utilização do Sistema Manual de Utilização do Sistema 2015 Nota Control Nota Premiada Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II Apresentação 1 Menu Home 2 Menu Cadastro 3 Menu Entrar 4 Menu Sorteio Realizados

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Instalação da Aplicação Java...2 Instalação do Emissor...5 Instalação do Framework...7 Instalação das DLL s URL, SCHEMAS, CADEIA DE CERTIFICADO

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Easytrade Admin Client

Easytrade Admin Client Easytrade Admin Client Manual de instalação e utilização Sumário 1.0 Instalação...3 1.1 Download e instalação do Java JRE...3 1.2 - Download e instalação do Easytrade Client...3 1.3 Criar atalho na area

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Subsecretaria de Gestão Superintendência de Gestão do Processo Digital Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Histórico

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Versão 3.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Controla Tudo. Manual do Controla Tudo

Versão 3.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Controla Tudo. Manual do Controla Tudo Versão 3.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Controla Tudo Manual do Controla Tudo SOFTWARE PARA CONTROLE DE PONTO VIA IMPRESSÃO DIGITAL OU DÍGITOS Manual do Controla Tudo Versão 3.0 Carbon System Rua Coronel

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e Kiron Sistema Nota Fiscal Eletrônica

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e Kiron Sistema Nota Fiscal Eletrônica MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA KIRON NF-e 2 Índice CADASTROS... 4 Cliente Fornecedor - Transportadora... 4 Unidade de Medida... 5 Produto... 7 NCM... 8 Artigos da Nota Fiscal... 10 Natureza de Operação - CFOP...

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 6 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS - MDA - SPOA - CGMI SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL DO USUÁRIO Pesquisa no Sistema BRASÍLIA, AGOSTO DE 2007 Versão 1.0 SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL

Leia mais

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO

CPS FINANÇAS PESSOAIS MANUAL DO USUÁRIO APRESENTAÇÃO O CPS FINANÇAS PESSOAIS é um software desenvolvido para gerenciar a movimentação financeira de forma pessoal, rápida e simplificada fornecendo relatórios e demonstrativos. Este manual é parte

Leia mais

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1

Manual do Usuário. Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Manual do Usuário Manual do Usuário - Versão 1.0. 1 Índice 1. Visão Geral... 3 2. Acessar o sistema... 3 3. Módulo Inicial... 6 3.1. Cabeçalho do sistema... 6 3.2. Fale Conosco... 6 3.3. Meu Cadastro...

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Manual de Acesso a NF-e

Manual de Acesso a NF-e Manual de Acesso a NF-e Acesso ao Sistema para Pessoa Jurídica. 1.0 Acesso ao Sistema....1 2.0 Cadastro...2 3.0 Configuração do Perfil...8 4.0 Solicitação de Emissão de NF-e....12 5.0 Emissão de NF-e...14

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto

Guia Rápido para Acesso, Preenchimento e Envio Formulário de Cadastro da Empresa e Formulário de Projeto EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/AEB/FINEP/FNDCT Subvenção Econômica à Inovação Transferência de Tecnologia do SGDC 01/2015 Transferência de Tecnologia Espacial no Âmbito do Decreto nº 7.769 de 28/06/2012

Leia mais

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.72

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.72 Documentação Programa de Evolução Contínua Versão 1.72 Sumário Resumo das Novidades... 3 Configuração das Novidades... 5 Exibição de variações nas listagens... 5 Novo Sistema de Lista de Desejos... 7 Resumo

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer?

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer? Manual do Sistema SUMÁRIO 1 O que é o sistema GEFISCO? 2 - Como acessar o sistema GEFISCO? 3 - Como criar um login e uma senha? 4 - Esqueci minha senha, e agora? 5 - Como acessar o Livro Fiscal? 6 - Como

Leia mais

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS

CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA CONTRA CONTROLE DE ACESSOS E MODULARIZADOR DE SISTEMAS MANUAL

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

A barra de menu a direita possibilita efetuar login/logout do sistema e também voltar para a página principal.

A barra de menu a direita possibilita efetuar login/logout do sistema e também voltar para a página principal. MANUAL DO SISCOOP Sumário 1 Menu de Navegação... 3 2 Gerenciar País... 5 3- Gerenciamento de Registro... 8 3.1 Adicionar um registro... 8 3.2 Editar um registro... 10 3.3 Excluir um registro... 11 3.4

Leia mais

EMISSÃO E GESTÃO NFE ITR TR 0406

EMISSÃO E GESTÃO NFE ITR TR 0406 EMISSÃO E GESTÃO NFE ITR TR 0406 Sumário 1. O que é NFe? 2. Acesso ao sistema 3. Cadastros 3.1 Cadastro de Cliente 3.2 Cadastro de Produto 3.3 Cadastro de Transportadora 4. Emissão de NFe 4.1 Emitir Nova

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais

Manual do Usuário. Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso Superintendência do Sistema de Administração Tributária Manual do Usuário Sistema de Digitação de Notas Fiscais de Saídas Interestaduais 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER 1 Manual de Instruções Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER Sumário Apresentação:... 2 Exigência para funcionalidade do software:... 3 Instalação:... 4 Utilização... 5 Menu NFE/CTE XML... 7 XML

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO SVA PARA VALIDAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ARQUIVOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO SVA PARA VALIDAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ARQUIVOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ORIENTAÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO SVA PARA VALIDAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ARQUIVOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Instrução Normativa RFB nº 1.452, de 21 de fevereiro de 2014 Ato Declaratório Executivo nº 21, de

Leia mais

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO - Windows MANUAL DO USUÁRIO DPSISTEMAS www.dpsistemas.com.br 1. Registrando o programa... 3 2. Entrando no programa Login... 5 3. Tela Principal do Sistema... 6 4. Utilizando os botões de navegação...

Leia mais

Cadastro de Corretores Manual do Usuário

Cadastro de Corretores Manual do Usuário susep 2012 Cadastro de Corretores SUSEP - CGETI - COSIM Fevereiro/2012 Conteúdo Apresentação...3 Mapa do Sistema de Cadastro de Corretores...4 Padrões...5 Acesso ao Sistema...6 Menu Principal...6 Informações

Leia mais

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas

Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Tutorial de Notas Fiscais Eletrônicas Geração e transmissão de NF-e Após preencher os dados da nota fiscal, se não houver alguma informação faltando, o sistema sugere a geração do arquivo texto necessário

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE CERTIFICADOS DIGITAIS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO GCD GERENCIADOR DE Versão 2 Atualizado em 03/05/2012 Página 1 de 77 ÍNDICE 1 - O QUE É O GCD... 3 2 - COMO EXECUTAR O GCD GERENCIADOR DE... 4 2.3 - COMO CONFIGURAR O PROXY DO GCD...

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda.

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0 Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. (0**46) 3225-6234 I Cartilha_NFe_Habil_7 Índice Cap. I Bem Vindo 1 Cap.

Leia mais

Manual do Usuário CFCWeb BA

Manual do Usuário CFCWeb BA ÍNDICE Acesso ao sistema... 2 Tela Principal... 3 Cadastro de Candidatos... 5 Agenda Teórico... 6 Agenda Prático... 7 Consulta Agendamentos do Candidato por Serviço... 9 Cadastro de Grade Horária... 10

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Sua mais nova e completa ferramenta

Sua mais nova e completa ferramenta TUTORIAL PORTAL CLIENTE LUCIOS Sua mais nova e completa ferramenta SOLICITE SEU ACESSO PRÉ-REQUISITO NAVEGADOR IE MICROSOFT O Navegador IE - Internet Explore, vem instalado como padrão em qualquer distribuição

Leia mais

Tutorial. Manifesto e importação de NF-e automáticos no TGC Box. TGC Box Manifesto de NF-e

Tutorial. Manifesto e importação de NF-e automáticos no TGC Box. TGC Box Manifesto de NF-e 1 Objetivo: de demonstração da nova funcionalidade do TGC Box que busca as notas fiscais direto dos servidores da Receita Federal do Brasil (RFB) para manifestação e escrituração. Manifesto e importação

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL. CERBERUS Manual do sistema Versão 1.0 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CERBERUS Manual do sistema HISTÓRICO DA REVISÃO Data Versão Descrição Autor 07/08/2014 1.0 Criação do documento Antonio Rogério da Costa Silva LISTA DE FIGURAS

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Motivo de Movimentação... 3 3.3 Natureza de Operação... 4 4 FUNCIONALIDADES... 5 4.1

Leia mais

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário

Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário SERVIÇO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ARQUIVO CENTRAL Sistema Protocolo, Tramitação e Arquivamento de Processos Manual do Usuário Belém Pará Fevereiro 2000 Sumário Introdução... 3 Acesso ao Sistema...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE DA PREFEITURA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

Sistema de Logística Reversa

Sistema de Logística Reversa Sistema de Logística Reversa Manual de Utilização do Sistema Índice 1 Acessando o Sistema...3 1.1 Alterando a Senha...3 2 Tela Principal...4 3 Inserindo uma nova solicitação de coleta...4 4 Pesquisar solicitações

Leia mais

Agendamento para Importação de Notas Fiscais

Agendamento para Importação de Notas Fiscais LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline):

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): Sumário 1 - EDOutletOffline (sem internet):... 1 2 EDOutlet (com internet)... 7 2.1 DIGITANDO AS REFERÊNCIAS:... 9 2.2 IMPORTAÇÃO DE PEDIDOS:... 11 3 ENVIANDO

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 3 INICIANDO PROCESSO DE LEITURA...

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

Manual de orientações para a instalação do Java e envio da declaração utilizando a Certificação Digital

Manual de orientações para a instalação do Java e envio da declaração utilizando a Certificação Digital Manual de orientações para a instalação do Java e envio da declaração utilizando a Certificação Digital Pré - requisitos Utilizar como navegador padrão o Mozilla Firefox (Atualizado); O driver do Certificado

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Manual Sistema Proac Editais. Dúvidas Frequentes

Manual Sistema Proac Editais. Dúvidas Frequentes Manual Sistema Proac Editais Dúvidas Frequentes Conteúdo 1. Acesso ao sistema... 3 1.1. Como efetuar Login... 3 1.2. Como recuperar a Senha... 3 1.3. Como fazer um Novo Cadastro de Proponente... 4 1.4.

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema

Manual de Utilização do Sistema Manual de Utilização do Sistema 2013 Nota Control Nota Cuiabana Índice Parte I Informações Iniciais 1 Sobre o documento Parte II Apresentação 1 Menu Home 2 Menu Cadastro 3 Menu Já sou cadastrado 4 Menu

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

Manual do MySuite. O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes.

Manual do MySuite. O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes. Manual do MySuite O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes. Esta ferramenta visa agilizar e priorizar o suporte técnico, criando um canal de interatividade no

Leia mais

Alvará comercial na internet.

Alvará comercial na internet. Alvará comercial na internet. Objetivo: Permitir aos Contadores conveniados a emissão de alvará inicial ou outros serviços destinados as empresas e liberados pela internet cujo acesso depende de autorização

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 A partir da versão 9.0 (BETA 3) do Software HCS 2010 é possível monitorar e gerenciar as biometrias

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE

EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE EMPRESAS RANDON MANUAL DE ACESSO PORTAL DE FORNECEDOR QUALIDADE 1 Índice 1. Solicitando acesso ao Portal de Fornecedor...3 2. Configurando o acesso ao Portal de Fornecedor...4 3. Acessando o Portal de

Leia mais

Manual Xerox capture EMBRATEL

Manual Xerox capture EMBRATEL Manual Xerox capture EMBRATEL Versão 2 Junho/2011 Tópicos 1) Instalação do Xerox Capture 2) Utilização do Xerox Capture 2.1) Capturar pacotes de imagens pelo scanner 2.2) Importar pacote de imagens a partir

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE FISCALIZAÇÃO PEDIDO DE USO DE ECF MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.0 Belém Agosto - 2013 1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Identificação Acesso ao Sistema... 4 3. Painel

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

Acessar a aplicação... 2. Permissões de Acesso... 3

Acessar a aplicação... 2. Permissões de Acesso... 3 Sumário Acessar a aplicação... 2 Permissões de Acesso... 3 Seu Perfil... 3 Criar Conteúdo... 3 Alterar Conteúdo... 5 Administrar artigos... 5 Enviar Arquivo (jpg, gif, doc, pdf)... 6 Manual... 8 Ferramentas

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA DE CADASTRO INTRANET I Sumário 1. Objetivo do Documento... 1 2. Início... 1 3. Cadastro de Pessoa Física... 3 3.1. Preenchimentos Obrigatórios.... 4 3.2. Acesso aos Campos

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização

Manual de Instalação e Utilização Manual de Instalação e Utilização DIGITAÇÃO DE PROPOSTAS ORÇAMENTÁRIAS Supervisão de Licitações Índice 1. Instalação do Programa 2. Utilização do Digitação de Propostas 2.1. Importar um arquivo 2.2. Realizar

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO

MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO MAIS MÉDICOS TUTORIAL PARA O SUPERVISOR RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO Brasília/DF, 7 de maio de 2015. 1 APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DA PRIMEIRA VISITA DE SUPERVISÃO Prezado (a) Supervisor (a) participante

Leia mais