SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital."

Transcrição

1 SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA LANÇAMENTO DE UM DOCUMENTO FISCAL. 1. APRESENTAÇÃO. 2. PREPARAÇÃO PARA A GERAÇÃO DOS REGISTROS Classificação Física dos Documentos Fiscais Preparação para o lançamento. 3. GERAÇÃO DOS REGISTROS REFERENTES AO DOCUMENTO FISCAL Bloco C Modelos dos Documentos Fiscais Lançamentos NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e NF Consumidor ECF Nota Fiscal de Energia Elétrica, Água e Gás Bloco D Documentos Fiscais Lançamentos Transporte de Carga Bilhete de Passagem Mapa Resumo Comunicação. Anexo I Lançamentos Complementares de NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e. Elaborado por Heloiza Maria Cançado Lima. Auditora Fiscal da Secretaria de Fazenda de Estado de Minas Gerais. Pág. 1/28

2 1. APRESENTAÇÃO. Este manual contém as instruções relativas à geração dos registros referentes a um Documento Fiscal do Bloco C ou do Bloco D. O objetivo é detalhar, passo a passo, quais os procedimentos devem ser adotados para fazer o lançamento de um Documento Fiscal. As especificações técnicas sobre o Arquivo, os Blocos e os Tipos de Registros estão estabelecidas no Ato Cotepe/ICMS Nº 09, de 18 de abril de 2008, que dispõe sobre a geração de arquivos da Escrituração Fiscal Digital EFD. As instruções de preenchimento de cada campo dos registros estão no Guia prático da Escrituração Fiscal Digital, disponibilizado no portal nacional do SPED, aba do SPED Fiscal (www1.receita.fazenda.gov.br/sped-fiscal/download.htm). Pág. 2/28

3 2. PREPARAÇÃO PARA A MONTAGEM DOS REGISTROS. A preparação dos documentos que serão lançados deve ser efetuada em 2 etapas, que estão detalhadas a seguir Classificação Física dos Documentos Fiscais. Para cada Documento Fiscal a ser registrado: - verificar o ICMS a ser debitado na saída ou creditado na entrada; - definir a data da entrada, o CST, o CFOP e o Código de Produto, quando for registro de entrada; - anexar documentos de arrecadação e outros documentos referentes ao lançamento fiscal. Quando o registro for por totais diários, preparar os agrupamentos Preparação para o lançamento. Essa etapa é opcional para os lançamentos de saída (caso em que o sistema do contribuinte já emite documentos levando em conta a codificação do SPED) e obrigatória para os lançamentos de entrada. Definir a codificação dos dados do Documento Fiscal a ser registrado: Participante, Produtos, Natureza da Operação e Informações Complementares. As Observações para lançamento fiscal e os Ajustes serão definidos no momento do registro, pelas respostas ao questionamento referente a cada tipo de lançamento. Pág. 3/28

4 3. GERAÇÃO DOS REGISTROS REFERENTES AO DOCUMENTO FISCAL. O contribuinte deverá seguir o roteiro indicado (através de Link). Esses roteiros trazem a orientação de quais registros devem ser gerados. Ao final, terá o conjunto de registros que equivale ao lançamento de um Documento Fiscal, já na ordem hierárquica exigida. Selecione o Tipo de Documento: Documentos Fiscais de Mercadorias Bloco C. Documentos Fiscais de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação Bloco D. Pág. 4/28

5 3.1. BLOCO C. Contém as informações referentes aos Documentos Fiscais e os lançamentos das Obrigações tributárias e Ajustes de Apuração que têm origem nos mesmos. O conjunto de registros de cada Documento Fiscal pode ser visualizado em 2 partes: Dados do Documento Fiscal Dados da Escrituração. Os Dados da Escrituração são informados nos registros Analíticos e nos Ajustes Modelos de Documentos Fiscais. Selecione o modelo do Documento Fiscal a ser lançado: Nota Fiscal cód. 01, 1B, 04 e 55. Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e. Lançamento do Documento Lançamento-NF Nota Fiscal cód. 02. Venda a Consumidor (NF manual). Lançamento Resumo Diário NF-Consumidor Documento Fiscal emitido por ECF. NF mod.02 (ECF), Cupom Fiscal 2D e Bilhete 2E Lançamento Diário Lançamento Mensal ECF Minas Gerais não vai tratar esse resumo. C Nota Fiscal de Energia Elétrica, Água e Gás. NF código 06 (energia elétrica), NF código 27 (água) e NF código 28 (gás). Lançamento do Documento Energia Pág. 5/28

6 Lançamentos do Bloco C Lançamento-NF. Nota Fiscal cód. 01, 1B, 04 e 55. Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e. 1. Registro Obrigatório: 1.1. Saída/Entrada. N2 C100 Dados gerais 2. Registros Condicionais: É Documento Fiscal Cancelado (Código de situação = 2 ou 3) ou NF-e denegada (Cód. de situação = 3) ou NF-e com numeração inutilizada (Cód. de situação = 4)? Sim Não gera nenhum registro adicional Não Gerar registros detalhados nos próximos roteiros Complemento-NF Pág. 6/28

7 NF-Consumidor. Notas Fiscais de Venda a Consumidor. Nota Fiscal cód Registros Obrigatórios: 1.1. Perfil B - Saída. N2 N4 C300 Agrupamento diário. C310 Notas canceladas do agrupamento. C320 Analítico do agrupamento. C321 Itens do agrupamento Perfil A - Saída. N2 C350 Notas Fiscais. C350 Itens da nota. C390 Analítico do agrupamento. Pág. 7/28

8 ECF. Documentos Fiscais emitidos por ECF. Nota Fiscal cód. 02, Cupom Fiscal cód. 2D. 1 - Lançamento do documento Registros Obrigatórios: Saída. N2 N4 C400 Equipamento ECF. C405 Redução Z. C410 PIS e COFINS. C420 Totalizadores Parciais Registros Condicionais: Perfil A (informação por documento - completo) Sim gera registros abaixo: N4 N5 C460 Documento Fiscal. C470 Itens. Perfil B (informação por Resumo diário - consolidado) Sim gera registros abaixo: N5 C425 Resumo de itens. 2 - Lançamento do Analítico Registros Obrigatórios: Saída. N4 C490 Analítico da Redução Z. Pág. 8/28

9 Energia. Nota Fiscal de Energia Elétrica, Gás e Água. NF código 06 (energia elétrica), NF código 28 (gás). Perfil A e B: Registro de Entrada Energia-gas-Entrada Os lançamentos de saída consideram a obrigação em relação ao Convênio 115/03 e o perfil do contribuinte. Registro de Saída. o Empresas não obrigadas ao convênio 115/03 Perfil A: Por Documento Energia-gas-Saida Perfil B: Consolidado Energia-agua-gas-Consolidado o Empresas obrigadas ao convênio 115/03 (Perfil A e B) Energia-ViaUnica Notas Fiscais de entrada referente à Energia Elétrica ou gás. Nota Fiscal cód. 06 e Registro Obrigatório Perfil : 1.1. Entrada. N2 C500 Dados da Nota Fiscal C590 Analítico da NF. Pág. 9/28

10 Notas Fiscais de saída, referentes à Energia Elétrica ou gás. Registro completo (informações por documento) Nota Fiscal cód. 06 e Saída. N2 C500 Dados da Nota Fiscal C510 Itens da NF. C590 Analítico da NF Notas Fiscais de saída, referentes à Energia Elétrica, água ou gás. Empresas não obrigadas ao convênio 115/03, consolidação diária. Nota Fiscal cód. 06, 29 e Saída. N2 C600 Dados Diários consolidados. C601 Documentos cancelados. C610 Itens Diários. C690 Analítico Notas Fiscais de saída, referentes à Energia Elétrica (cód. 06). NF emitida em via única Saída. N2 N4 C700 Consolidação dos dados das Notas Fiscais C790 Analítico das NF s. C791 Informações de ST por UF. Pág. 10/28

11 BLOCO D. Contém as informações referentes aos Documentos Fiscais de Serviço e os lançamentos das Obrigações tributárias dos mesmos Documentos Fiscais. Selecione o modelo do Documento Fiscal a ser lançado: Nota Fiscal e Conhecimentos de Transporte de Carga. Nota Fiscal de Serviço de Transporte (cód.07), Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas (cód.08), Aquaviário de Cargas (cód.09), Aéreo de Cargas (cód.10), Ferroviário de Cargas (cód.11), Multimodal de Cargas (cód.26) e Nota Fiscal de Transporte ferroviário de carga (cód.27). Lançamento por Documento TranspCarga Bilhetes de Passagem. Bilhete de Passagem Rodoviária (cód. 13), Bilhete de Passagem Aquaviário (cód.14), Bilhete de Passagem Ferroviário (cód.16) e Bilhete de Passagem emitido por ECF (cód. 2E). Obs.: O Bilhete de Passagem e Nota de Bagagem (cód.15) não é utilizado em Minas Gerais. O contribuinte tem inscrição única de vários estabelecimentos, para fins de escrituração? Não Gerar registros para Lançamento por Documento Bilhete Sim Gerar registros detalhados para Inscrição única Resumo Nota Fiscal de Comunicação e Telecomunicações. NF código 21 (Serviço de comunicação) e NF código 22 (Serviço de telecomunicação). Lançamento Comunicação Pág. 11/28

12 Lançamentos do Bloco D Nota Fiscal e Conhecimento de Transporte de Carga. Nota Fiscal de Serviço de Transporte (cód.07), Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas (cód.08), Aquaviário de Cargas (cód.09), Aéreo de Cargas (cód.10), Ferroviário de Cargas (cód.11), Multimodal de Cargas (cód.26) e Nota Fiscal de Transporte ferroviário de carga (cód.27). Lançamento da Prestação para o Transportador e da Aquisição para quem tiver direito ao crédito do serviço. 1. Registro Obrigatório: N2 D100 Dados gerais sobre Transporte de carga. 2. Registro Condicional: É Conhecimento de Transporte Ferroviário ou Nota Fiscal de transporte ferroviário? Não Fazer o lançamento de acordo com o código Carga-Específico 3. Lançamento de Dados da Carga. Registros condicionais só para saídas: N4 D160 Dados da Carga. Só para o Perfil A: Se local de coleta e/ou entrega for diferente do endereço do emitente e/ou destinatário D161 Dados da Coleta/Entrega. Só para CFOP diferente de 5359 ou 6359: D162 Dados da Coleta/Entrega. 4. Registro Obrigatório: Lançamento do Analítico. D190 Analítico do Transporte de carga. Pág. 12/28

13 Carga Específico. Nota Fiscal e Conhecimento de Transporte de Carga. Nota Fiscal de Serviço de Transporte (cód.07), Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas (cód.08), Aquaviário de Cargas (cód.09), Aéreo de Cargas (cód.10) e Multimodal de Cargas (cód.26). Selecione o código de Documento e gere os registros indicados, no nível Código 07 - NFde Serviço de Transporte. D110 Itens. D120 Complemento. 2. Código 08 - Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas. D130 Itens. 3. Código 09 - Conhecimento de Transporte Aquaviário de Cargas. D140 Itens. 4. Código 10 - Conhecimento de Transporte Aéreo de Cargas. D150 Itens. 5. Código 26 - Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas. D170 Itens. D180 Notas Fiscais. Pág. 13/28

14 Bilhete de Passagem. Lançamento da Prestação. Selecionar um dos tipos de emissão e gerar registros indicados. Passagem emitida em Bilhete pré-impresso. Bilhete de Passagem Rodoviária (cód. 13), Bilhete de Passagem Aquaviário (cód.14), Bilhete de Passagem Ferroviário (cód.16). N2 D300 Analítico dos bilhetes consolidados. D301 Bilhetes cancelados. D310 Complemento. Passagem emitida por ECF. Bilhete de Passagem emitido por ECF (cód. 2E) N2 N4 N5 D350 Equipamento. D355 Redução Z. D360 PIS e COFINS do dia. D365 Totalizadores parciais. D370 Complemento (somente Perfil A). D390 Analítico Bilhete de Passagem. Resumo de Movimento Diário. Resumo do Movimento Diário (cód.18). Lançamento obrigatório para os contribuintes que possuem inscrição única, para fins de escrituração. N2 N4 D400 Dados do Resumo diário. Somente para o Perfil A: D410 Documentos informados (cód. 13, 14, 15 e 16). D411 Documentos cancelados. Para Perfil A e B: D420 Complemento dos documentos informados. Pág. 14/28

15 Comunicação. NF código 21 (Serviço de comunicação) e NF código 22 (Serviço de telecomunicação). Registro da Aquisição AquisiçãoComunicação Registro da Prestação. o Empresas não obrigadas ao convênio 115/03 Perfil A: Por Documento Comunic-Doc Perfil B: Consolidado Comunic-Consolidado o Empresas obrigadas ao convênio 115/03 (Perfil A) Comunic-ViaUnica AquisiçãoComunicação. Notas Fiscais de entrada referente à Serviço de Comunicação e Serviço de telecomunicações. Nota Fiscal cód. 21 e Registros Obrigatórios: N2 D500 Dados da Nota Fiscal D590 Analítico da NF Comunicação Documento. Notas Fiscais de saída, referentes à Serviços de Comunicação e Serviços de Telecomunicações. Registro completo (informações por documento). Nota Fiscal cód. 21 e Registros Obrigatórios: N2 D500 Dados da Nota Fiscal D510 Itens da NF. D520 Dados Adicionais da NF. D530 Terminal faturado. D590 Analítico da NF. Pág. 15/28

16 Comunicação Consolidado. Notas Fiscais de saída, referentes à Serviço de Comunicação e Serviço de Telecomunicação. Empresas não obrigadas ao convênio 115/03, consolidação diária. Nota Fiscal cód. 21 e Registros Obrigatórios: N2 D600 Dados Diários consolidados. D610 Itens Diários. D620 Dados Adicionais. D690 Analítico Comunicação Via única. Notas Fiscais de saída, referentes à Comunicação (cód. 21) e Telecomunicação (cód. 22). NF emitida em via única. 1. Registros Obrigatórios: N2 N4 D695 Consolidação dos dados das Notas Fiscais D696 Analítico das NF s. D697 Informações de ST por UF. Pág. 16/28

17 Anexo I Lançamentos Complementares para NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e Este anexo detalha todos os lançamentos complementares (filhos do registro C100) a serem feitos para NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e (cód. 01, 1B, 04 e 55). 1 - Complemento-NF. Nota Fiscal cód. 01, 1B, 04 e 55. Dados da Nota Fiscal: 2 - Dados-NF. 3 - InfCompl. Informações Complementares. 4 - ProcRef. Processo Referenciado. 5 - DocArrec. Documento de Arrecadação referenciado. 6 - DocRef. Documento Fiscal Referenciado. 7 - CupRef. Cupom Fiscal Referenciado. 8 - Entrega. Local de entrega ou coleta. 9 Lanç-Específico Importação OutrosImpostos. Inf.gerais sobre ISSQN, IRRF e Previdência Social. 12 Fatura ProgEspecial. Fundo de Combate a Pobreza ou Fome Zero. 14 Transporte. 15 Combustível. 16 Itens. Dados da Escrituração: 17 Analítico. 18 Ajustes. Pág. 17/28

18 01 - Complemento-NF. Nota Fiscal cód. 01, 1B, 04 e Dados da NF: 2.1. É Nota Fiscal eletrônica de emissão própria? As Notas fiscais eletrônicas, emitidas pelo contribuinte, não geram registros referentes aos dados da NF. Sim. Não. Não serão gerados os registros referentes a Informações Complementares e Itens. Lançamento dos dados da Nota Fiscal Dados-NF 3. Lançamento do Analítico: O registro analítico é obrigatório para todos os Documentos Fiscais. NF emitida com base em Regime Especial ou Norma Específica, com o objetivo de documentar movimentação de crédito, substituir Cupom Fiscal, totalizar débitos especiais, etc. (Código de situação = 08) têm valores referentes à operação e ao ICMS zerados, mesmo quando há destaque no documento. NF s lançadas extemporâneamente têm valores referentes ao ICMS zerado, mesmo quando há destaque no documento. Lançamento Analítico Analítico 4. Lançamentos de Observações e Ajustes: As Observações serão geradas em decorrência da Legislação Estadual. Equivalem às Observações que são lançadas na coluna Observações dos Livros Fiscais físicos. Quando a Observação for igual à descrição do Código de Situação Tributária (CST) ou do Código Fiscal de Operações e Prestações (CFOP) não é necessário gerar o registro para informá-la. Pode ocorrer uma Observação sem nenhum Ajuste, mas, os Ajustes, obrigatoriamente, complementam uma Observação. Os Ajustes são os lançamentos referentes aos Impostos que têm o cálculo detalhado em Informações Complementares da NF, aos Impostos que estão definidos na legislação e não constam na NF, mas têm sua origem no documento e aos Recolhimentos Antecipados dos Impostos destacados. Pág. 18/28

19 Para o lançamento de Observações que não têm Ajustes, o contribuinte deve observar a legislação. Para os Ajustes, tanto a Observação quanto o código do Ajuste a serem utilizados por Minas Gerais estão definidos, por tipo de lançamento. Ajustes Pág. 19/28

20 02 - Dados-NF. Nota Fiscal cód. 01, 1B e 04. Para fazer o lançamento dos dados existentes na Nota fiscal, seguir orientações abaixo. É Nota Fiscal de emissão própria com Informação Complementar exigida por legislação federal, estadual ou municipal? Qualquer informação complementar, exigida pela legislação federal, estadual e municipal, que conste em Nota Fiscal (no campo de Dados Adicionais ou no corpo da NF) e de emissão própria, deverá ser registrada. Sim. Lançamento de Inf.Complementares InfCompl Não. Não serão gerados os registros referentes a Inf. Complementares. É Nota Fiscal de terceiros com Informação Complementar referenciando outro documento fiscal? Deverão ser registradas as Informações Complementares existentes nos documentos fiscais de terceiros nos casos em que houver referência a um documento fiscal. Sim. Lançamento de Inf.Complementares InfCompl Não. Não serão gerados os registros referentes a Inf. Complementares. É Nota Fiscal com Regime de Escrituração diferenciado? As Notas Fiscais com Regime de Escrituração Diferenciado, não geram os registros de Dados específicos. Serão identificadas pelo COD_SIT = 08 (Nota Explicativa 01) ou pelo COD_SIT = 06 ou 07 que tiverem o Valor da operação = Valor do ICMS ST (Nota Explicativa 02) Sim. Não serão gerados os registros referentes a Dados específicos. Não Lançamento de Dados específicos Lanç-Especifico Notas Explicativas Código de situação = 08 (Documento Fiscal emitido com base em Regime Especial ou Norma Específica). Algumas Notas Fiscais, por definição estabelecida pela legislação de cada ente federativo, não têm item de mercadoria ou serviço. Elas são emitidas para documentar movimentação de crédito, substituir Cupom Fiscal, totalizar débitos especiais, etc. 02 Código de situação = 06 (NF Complementar) ou 07 (NF Complementar extemporânea) e VL_DOC (Valor total do documento) = 0 ou valor do ICMS ST. São as Notas Fiscais Complementares que foram emitidas em virtude de erro de cálculo. Se o complemento for do ICMS próprio, o valor total do documento é zero. Se o complemento for do ICMS ST, o valor total do documento é igual ao valor do ICMS ST. Pág. 20/28

21 03 InfCompl. Informações Complementares. São as informações impressas no campo Dados Adicionais ou no corpo do Documento Fiscal, exigidas pela legislação federal, estadual ou municipal. A informação deve ser prestada para as Notas Fiscais emitidas pelo contribuinte e para as notas de terceiros que referenciam outro documento fiscal. Não há uma regra pré-determinada para codificação das informações. Cada contribuinte define um código próprio. 1 - Registro Obrigatório para as Informações codificadas: 1.1. Saída/Entrada. C110 Informações Complementares. Quando houver geração de registro filho informando processo ou documento referenciado e a informação do texto complementar for idêntica à informação do registro, não há necessidade de preencher campo de texto complementar (TXT_COMPL). Atenção! O mesmo não é válido para o registro de entrega e coleta, pois no registro filho as informações não são idênticas. 2 - Registro condicional para as Informações referente a Processos, documentos fiscais, cupons fiscais ou dados de coleta/entrega e/ou documentos de Arrecadação. Serão gerados os registros indicados para cada tipo de Informação (Pode ocorrer mais de 1 tipo). Processo-Ref. ProcRef Processo Referenciado. Regime Especial, Atos concessórios, Mandados, etc. Doc-Arrec Doc. de arrecadação referenciado. Doc-Ref Doc. Fiscal referenciado. Cupom-Ref Cupom Fiscal referenciado. Entrega-Coleta. Local de entrega ou de coleta DocArrec DocRef CupRef Entrega Pág. 21/28

22 04 ProcRef. Processo referenciado. Informações sobre Regime Especial, Atos concessórios, Mandados, PTAs, etc. Deve ser informado somente pelo responsável pela emissão da Nota Fiscal. Obs.: DI não é necessário informar, pois o registro C120 já tem a informação. 1 - Registros Obrigatórios: 1.1. Saída/Entrada. N4 C111 Processo Referenciado (*01); * Notas Explicativas: 01- O campo NUM_PROC deverá ser informado sem os caracteres de separação. 05 DocArrec. Documento de Arrecadação referenciado. Deve ser informado somente pelo responsável pela emissão da Nota Fiscal. Dados do Documento de Arrecadação referente ao ICMS da mercadoria, que constam explicitamente no Documento Fiscal. 1 - Registros Obrigatórios: Saída/Entrada. N4 C112 Documento de Arrecadação; Pág. 22/28

23 06 DocRef. Documento Fiscal referenciado. Deve ser informado sempre que houver referencia a outro documento fiscal, com exceção de cupom fiscal que tem registro próprio. Ex.: Número da Nota Fiscal Global; Número da Nota Fiscal mãe ; Documento Fiscal que tem seu pagamento quitado por Transferência de crédito Saída/Entrada. N4 C113 Documento Fiscal Referenciado; 07 CupRef. Cupom Fiscal referenciado. Deve ser informado sempre que houver referencia a um cupom fiscal na nota Saída/Entrada. N4 C114 Cupom Fiscal Referenciado; 08 Entrega. Local de entrega ou de coleta da mercadoria. Deve ser informado somente pelo responsável pela emissão da Nota Fiscal. Informações resumidas sobre endereço de entrega ou coleta quando diferente do remetente ou destinatário. A geração desse registro não desobriga a informação do endereço completo no registro C Saída/Entrada. N4 C115 Local de coleta ou entrega; Pág. 23/28

24 09 Lanç-Específico. Nota Fiscal cód. 01, 1B e 04. Algumas informações que aparecem na Nota Fiscal deverão ser lançadas em registros específicos. A cada resposta afirmativa, seguir a orientação para geração de registros. O último registro, que se refere a itens, é obrigatório. 1. É operação de Importação? Registro de Entrada. Importação 2. Tem Informação sobre ISSQN, IRRF, Prev.Social? Registro de Saída ou Entrada. OutrosImpostos 3. Tem Informação sobre Fatura? Registro de Saída. Fatura 4. Tem Dados Adicionais (Fundo de Combate à Pobreza e Programa Fome Zero)? Registro de Saída. ProgEspecial 5. Tem Dados sobre Transporte e não é operação com combustível? Registro de Saída. Transporte 6. É operação com combustível? Registro de Saída ou Entrada. Combustível 7. Registro obrigatório. Registro de Saída ou Entrada. Itens Pág. 24/28

25 10 Importação. Informações sobre Importação são somente para Entrada Entrada. C120 Operação de Importação Verificações. 1 A informação se refere à remessa da mercadoria parcelada? Sim Deve ter descriminado o nº da Nota Fiscal global e gerar DocRefer 2 Tem Regime Especial, Drawback, Recof ou outros? Sim Deve ter o identificador do Regime e gerar ProcRef 11 OutrosImpostos. Informações gerais sobre ISSQN, IRRF e Previdência Social Saída. C130 ISSQN, IRRF e Previdência Social. 12 Fatura Saída. N4 C140 Fatura. C141 Vencimento da Fatura. Pág. 25/28

26 13 ProgEspecial. Informações sobre Fundo de Combate a Pobreza ou Fome Zero Saída. N4 C150 Dados Adicionais. 14 Transporte Saída. N4 C160 Volumes Transportados; 15 Combustivel Saída/Entrada. C165 Combustíveis. Pág. 26/28

27 16 Itens. EFD Manual de Orientação para Lançamento de um documento fiscal Saída/Entrada. C170 Itens do documento 2 - Registros Condicionais: Para cada item da NF, dependendo do tipo de mercadoria, deverão ser gerados novos registros, no nível 4. É item de combustível? Registros de entrada. C171 Armazenamento de cada item O item tem informação sobre ISSQN? Registros de saída. C172 ISSQN de cada item. É item de medicamento? Registro de Saída ou Entrada. C173 Informações sobre cada item. É item de Arma de fogo? Registro de Saída. C174 Informações sobre cada item. É item de Veículo novo? Registro de Saída ou Entrada. C175 Informações sobre cada item. É Ressarcimento ICMS-ST? Minas Gerais não vai tratar esse item. C176 É item com selo de controle? Registro de Saída ou Entrada. (entrada somente devolução) C177 Informações sobre cada item. Tem informação de IPI? Registro de Saída. C178 Informações sobre cada item. É item com ST? Registro de Saída ou Entrada. (referente ao destaque na NF) C179 Informações sobre cada item. Pág. 27/28

28 17 Analítico. EFD Manual de Orientação para Lançamento de um documento fiscal. Notas Explicativas: 1.1. Saída/Entrada. C190 Analítico da NF 01 Regra geral, o registro C190 corresponde ao agrupamento (CST, CFOP e alíquota) dos registros C170. Exceções campos devem ser informados: VL_OPER quando ocorre ICMS Repassado (IcmsRepassado); VL_OPER quando ocorre Reembolso (Reembolso) VL_RED_BC quando ocorre a Redução da Base de Cálculo. 18 Ajustes. Um Documento Fiscal pode ter de 0 a N Observações e uma Observação pode ter de 0 a N Ajustes (Para cada Ajuste será gerado um conjunto de registros composto por 1 registro tipo C195 e N registros tipo C197) Saída/Entrada. C195 Observações do Lançamento Fiscal. 2 - Registro condicional: 2.1. Saída/Entrada. N4 C197 Ajustes. Os lançamentos de Ajustes (conjunto composto por registros C195 e C197) serão detalhados no Manual de Ajustes por documento. Pág. 28/28

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD 1 - Informações referentes à Escrituração Fiscal Digital EFD A Escrituração Fiscal Digital é um dos módulos do um sistema púbico

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

MANUAL DO SPED FISCAL

MANUAL DO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA TOP FOR WINDOWS ESCRITA FISCAL - SKILL MANUAL DO SPED FISCAL VERSÃO 2.11 Equipe de Especialistas: Claudio Aparecido Medeiros Cristiano Besson Ederson Von Mühlen Diretor Responsável: João

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA APURAÇÃO DO ICMS. 1. APRESENTAÇÃO. 2. PREPARAÇÃO PARA A GERAÇÃO DOS REGISTROS. 2.1. Tabela de Ajuste da Apuração e Dedução. 2.2. Tabela

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Decreto nº 6.022-22/01/07 Institui o (Sped) Objetivo: promover a atuação integrada dos fiscos, mediante a padronização e racionalização das

Leia mais

Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil

Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil Palestra Makrosystem SPED Fiscal voltado ao Makro Contábil Instrutor: Ademar Antônio da Silva Data: 20 de outubro de 2010 Max Gehringer Mensagem Importante Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) voltada

Leia mais

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD Luiz Antonio Baptista da Costa Leite Auditor Fiscal da Fazenda Estadual Coordenação dos Estudos Econômico-Fiscais - COEFI Coordenador dos projetos NF-e, CT-e, EFD

Leia mais

Parâmetros. Instalação

Parâmetros. Instalação Gera Arquivo para a Receita (GeraArq 8) Este aplicativo permite gerar um arquivo para ser enviado à Receita Federal com os registros de nota/ cupons fiscais impressos pelos sistema. Instalação Para fazer

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

Tabelas de Guarda de Documentos Âmbito Estadual (SP)

Tabelas de Guarda de Documentos Âmbito Estadual (SP) Tabelas de Guarda de Documentos Âmbito Estadual (SP) DOCUMENTOS DE COMPETÊNCIA ESTADUAL Livros Fiscais Registro de Entradas, modelo 1 Registro de Entradas, modelo 1-A; Registro de Saídas, modelo 2; Registro

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. Anexo II Lançamento de Ajustes por documento. NF Modelo 1 e 1A, Avulsa, Produtor e NF-e. Este anexo detalha todos os lançamentos de Observações e Ajustes (filhos

Leia mais

Espaço EFD. EFD icms/ipi. Comentários do Guia EFD Icms/Ipi

Espaço EFD. EFD icms/ipi. Comentários do Guia EFD Icms/Ipi Espaço EFD EFD icms/ipi Comentários do Guia EFD Icms/Ipi SUMÁRIO BLOCO 0: ABERTURA, IDENTIFICAÇÃO E REFERÊNCIAS...2 BLOCO C: DOCUMENTOS FISCAIS I MERCADORIAS (ICMS/IPI)...3 BLOCO D: DOCUMENTOS FISCAIS

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190. Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010.

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190. Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010. ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190 Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO 2 - REGISTRO C100 - NOTA FISCAL (CÓDIGO

Leia mais

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC)

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) EMPRESA: LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) NOME DO ARQUIVO Existem dois nomes possíveis: um para as notas de saída e outro para as notas de entrada. - Saídas : O nome do arquivo deve

Leia mais

Detalhamento dos Ajustes

Detalhamento dos Ajustes Detalhamento dos Ajustes 1- Tabela de Ajuste dos Saldos de Apuração do ICMS: Tabela de Códigos de Ajustes da Apuração do ICMS Tabela de códigos de ajustes da apuração será disponibilizada pelas administrações

Leia mais

Cartilha com Instruções sobre o SPED Fiscal

Cartilha com Instruções sobre o SPED Fiscal artilha com Instruções sobre o SPE Fiscal Operacionalização do SPE EXATUS - na Prática ESRIÇÃO O PAPEL E AA ATOR ENVOLVIO NO PROESSO: A) SOFTWARE HOUSE: (Produtora de software de gestão empresarial).

Leia mais

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relatório de Conferência - EFD - Contribuições Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TEHRSH Está disponível

Leia mais

Orientações relativas à EFD ICMS/IPI para os contribuintes do IPI situados em Pernambuco

Orientações relativas à EFD ICMS/IPI para os contribuintes do IPI situados em Pernambuco Orientações relativas à F IMS/IPI para os contribuintes do IPI situados em Pernambuco Os contribuintes do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) situados no stado de Pernambuco, por força da Instrução

Leia mais

Importante: A BMA utiliza como banco de dados padrão o MySql 5.x.

Importante: A BMA utiliza como banco de dados padrão o MySql 5.x. As estruturas abaixo descritas, referem-se as tabelas utilizadas no armazenamento de geração de dados para o Sistema Público de Escrituração Digital de Dados Fiscais SPED - Fiscal. Importante: A BMA utiliza

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É?

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD O QUE É? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse

Leia mais

Manual Prático do MerchSintegra

Manual Prático do MerchSintegra Manual Prático do MerchSintegra Bento Gonçalves Setembro de 2010 Índice 1. Introdução... 3 2. O MerchSintegra... 4 2.1. Configurador... 4 2.2. Inconsistências... 16 2.2.1. Gerar Nota Entrada... 16 2.2.2.

Leia mais

Código Versão Leiaute instituído por Obrigatoriedade (Início) 001 100 Ato COTEPE 01/01/2008. 002 101 Ato COTEPE 01/01/2009

Código Versão Leiaute instituído por Obrigatoriedade (Início) 001 100 Ato COTEPE 01/01/2008. 002 101 Ato COTEPE 01/01/2009 Art. 2º Alterar o Manual de Orientação do Leiaute da Escrituração Fiscal igital - EF, Anexo Único do Ato COTEPE ICMS nº 09/08, que passa a vigorar com a seguinte redação: I. Tabela 3.1.1 - Tabela de versão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO DA FAZENDA - GSF Home Page: www.sefaz.pi.gov.br

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO DA FAZENDA - GSF Home Page: www.sefaz.pi.gov.br GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO DA FAZENDA - GSF Home Page: www.sefaz.pi.gov.br COMUNICADO SEFAZ Nº 003/2007 Informa sobre a instituição da Declaração de Informações

Leia mais

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED

Confira alguns dos possíveis impedimentos de validação do arquivo SPED No validador SPED poderão ocorrer erros e/ou advertências ao importar o arquivo. As advertências não impedem a transmissão do arquivo, no entanto é importante analisar e corrigir as informações. Os erros

Leia mais

SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE

SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE SISTEMA DE ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF-PE O arquivo digital do Sistema de Escrituração Fiscal (SEF) deve ser declarado pelos contribuintes inscritos no Cadastro de Contribuintes do Estado de Pernambuco CACEPE,

Leia mais

Dúvidas Freqüentes sobre Sintegra

Dúvidas Freqüentes sobre Sintegra Dúvidas Freqüentes sobre Sintegra 1 - Qual a legislação pertinente a arquivos eletrônicos e onde encontrá-la? O assunto é tratado pelo Convênio ICMS 57/95 e alterações e pelo Anexo VII ao Regulamento de

Leia mais

1 Geração dos arquivos

1 Geração dos arquivos Orientação Técnica EFD nº 010/2014 versão 2.0 Dispõe sobre a obrigatoriedade da entrega de arquivos EFD para contribuintes do SIMPLES NACIONAL. Em 01/01/2014, os contribuintes optantes pelo SIMPLES NACIONAL

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária

Parecer Consultoria Tributária Questão O cliente, no ramo de atividade industrial no segmento de produtos elétricos para profissionais de beleza, sediado em São Paulo, informa que na emissão da nota fiscal complementar de ICMS em sua

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG 06/11/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações Complementares... 8 6. Referências...

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

Ato COTEPE/ICMS nº 41, de 14/9/2011 - DOU 1 de 20/9/2011

Ato COTEPE/ICMS nº 41, de 14/9/2011 - DOU 1 de 20/9/2011 Ato COTEPE/ICMS nº 4, de 4/9/20 - OU de 20/9/20 Altera o Ato COTEPE/ICMS nº 09/2008, que dispõe sobre as especificações técnicas para a geração de arquivos da Escrituração Fiscal igital - EF a que se refere

Leia mais

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Apresentador: José Alves F. Neto Transporte - conceito ICMS X ISS Como determinar a competência Fato gerador RICMS/SP Artigo 2º - Ocorre

Leia mais

ANEXO 18 ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ANEXO 18 ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ANEXO 18 REVOGADO OS ARTIGOS 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º, 8º e 8º-A pela RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA 10/11 de 14.12.11. Alteração: Resolução Administrativa nº 03/2015 ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Acrescentado

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Capítulo I Informações gerais sobre a EFD Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD Seção 4 Periodicidade das informações

Leia mais

Portaria CAT nº 32/1996 ANEXO 1 MANUAL DE ORIENTAÇÃO

Portaria CAT nº 32/1996 ANEXO 1 MANUAL DE ORIENTAÇÃO Portaria CAT nº 32/1996 ANEXO 1 MANUAL DE ORIENTAÇÃO Nova redação dada ao Anexo 1 pela Portaria CAT nº 92/02, efeitos a partir de 3/01/03. Redações anteriores: Portarias CAT nºs 13/97 (vig.: 21/2/97),

Leia mais

Sped Fiscal do Shop Control 8

Sped Fiscal do Shop Control 8 Sped Fiscal do Shop Control 8 O Sped Fiscal do Shop Control 8 gera o arquivo de Escrituração Fiscal Digital (EFD) que faz parte do projeto SPED. O layout deste arquivo encontra-se no site http://www.fazenda.gov.br/confaz/confaz/atos/atos_cotepe/2008/ac009_08.htm

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Versão 06/2012. Substituição Tributária

Versão 06/2012. Substituição Tributária Substituição Tributária 1 ÍNDICE 1. O que é a Substituição Tributária?... 3 1.1 Tipos de Substituição Tributária;... 3 1.2 Como é feito o Recolhimento da ST?... 3 1.3 Convênio e Aplicação... 3 1.4 Base

Leia mais

Orientações de Preenchimento de Campos do Leiaute do CF-e-SAT

Orientações de Preenchimento de Campos do Leiaute do CF-e-SAT Orientações de Preenchimento de Campos do Leiaute do CF-e-SAT 12/02/2015 SEMPRE UTILIZAR A FORMATAÇÃO UTF-8 NA COMUNICAÇÃO DO DADO DE VENDA OU CANCELAMENTO COM O SAT 1) Preenchimento de campos de CST e

Leia mais

Pergunte à CPA. EFD ICMS/IPI Registros C100, C170 e C190 principais dúvidas

Pergunte à CPA. EFD ICMS/IPI Registros C100, C170 e C190 principais dúvidas 13/05/2013 Pergunte à CPA EFD ICMS/IPI Registros C100, C170 e C190 principais dúvidas Apresentação: José A. Fogaça Neto Registro C100 Este registro deve ser gerado para cada documento fiscal código 01,

Leia mais

SINTEGRA Convênio ICMS 57/95

SINTEGRA Convênio ICMS 57/95 Soluções em Gerenciamento e Produtividade SINTEGRA Convênio ICMS 57/95 Ficam obrigados às disposições deste Convênio os seguintes contribuintes: Todas as empresas que emitirem documento fiscal e/ou escriturar

Leia mais

C F O P. Código Fiscal de Operações e Prestações

C F O P. Código Fiscal de Operações e Prestações C F O P Código Fiscal de Operações e Prestações 1 Que é É o código fiscal destinado a aglutinar em grupos homogêneos, nos documentos fiscais, nos livros fiscais, nas guias de informação e em todas as análises

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013)

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013) PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.4 - atualizada em 12/06/2013) 1 Conceito e Noções Gerais da NFAe-MEI 1.1 - O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica MEI

Leia mais

PROPOSTA APRESENTATIVA PACOTE SPEDDLL SPED FISCAL

PROPOSTA APRESENTATIVA PACOTE SPEDDLL SPED FISCAL PROPOSTA APRESENTATIVA PACOTE SPEDDLL SPED FISCAL INTEGRAÇÃO EFD e EFD-Contribuições http://sped.asscomponentes.com.br 1. Conceito A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF 2012 Livros da Apuração do ICMS. (atualizado até 27/09/2013)

ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF 2012 Livros da Apuração do ICMS. (atualizado até 27/09/2013) ESCRITURAÇÃO FISCAL - SEF 2012 Livros da Apuração do ICMS (atualizado até 27/09/2013) 2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...5 2. REQUISITOS GERAIS DA ESCRITURAÇÃO FISCAL...5 2.1 Fonte dos lançamentos...5 2.2 Tempestividade

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital

Escrituração Fiscal Digital Escrituração Fiscal Digital Secretarias de Fazenda Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Emenda Constitucional nº 42 19/12/03 Art. 37 da Constituição Federal... XXII - as administrações tributárias da União,

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENAÇÃO DA RECEITA DO ESTADO NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL N. 112/2008

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENAÇÃO DA RECEITA DO ESTADO NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL N. 112/2008 ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENAÇÃO DA RECEITA DO ESTADO NORMA DE PROCEDIMENTO FISCAL N. 112/2008 O DIRETOR DA COORDENAÇÃO DA RECEITA DO ESTADO, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013

CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos Técnicos e Jurídicos Goiânia - Goiás - 21/08/2013 SINDICATO DOS CONTABILISTAS ESTADO GOIÁS CONSELHO REGIONAL CONTABILIDADE GOIÁS CONVÊNIO CRC-GO /SCESGO CURSO PRÁTICA CONTÁBIL - CFOP www.scesgo.com.br Otávio Martins de Oliveira Júnior Diretor Assuntos

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 1 ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 5. CADASTRO OPERAÇÕES FISCAIS (CFOP)...7 6. GERAR SINTEGRA...8 7. CONTROLE DE

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.30 Novembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010 EFD PIS / COFINS Leiaute - ADE Cofis 31 08 de julho de 2010 Leiaute - ADE Cofis 34 28 de outubro de 2010 Atualizado pelo ADE Cofis 37 21 de dezembro de 2010 ENTENDENDO A ESTRUTURA DO ARQUIVO 1 ENTENDENDO

Leia mais

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 07/2015

INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 07/2015 INFORMATIVO CONTÁBIL/FISCAL OCB/ES Nº 07/2015 (01 de Setembro de 2015) 01. OPERAÇÕES INTERNAS E INTERESTADUAIS DE EMPRESAS ATACADISTAS Ementa: Preenchimento obrigatório no Domicílio Tributário Eletrônico

Leia mais

Portaria CAT-95, de 17-11-2003

Portaria CAT-95, de 17-11-2003 Republicação COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA Portaria CAT-95, de 17-11-2003 Dispõe sobre a prestação de informações fiscais pelos contribuintes do setor de combustíveis O Coordenador da Administração

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD- ICMS/IPI Capítulo I Informações gerais sobre a EFD ICMS/IPI Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD-ICMS/IPI Seção

Leia mais

AC FISCAL MANUAL SPED ICMS & IPI

AC FISCAL MANUAL SPED ICMS & IPI AC FISCAL MANUAL SPED ICMS & IPI Esse manual tem por objetivo mostrar os campos que necessariamente devem estar preenchidos no AC Fiscal e os principais erros por conta da falta nas informações. A seguir,

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015)

PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015) PERGUNTAS E RESPOSTAS Nota Fiscal Avulsa Eletrônica MEI NFAe-MEI SUMÁRIO (versão 1.7 - atualizada em 24/04/2015) 1 Conceito e Noções Gerais da NFAe-MEI 1.1 - O que é a Nota Fiscal Avulsa eletrônica MEI

Leia mais

Manual de documento de arrecadação GNRE

Manual de documento de arrecadação GNRE Manual de documento de arrecadação GNRE Sumário 1. Códigos de receita ICMS... 3 1.1. Cadastro dos códigos de receita... 3 1.2. Consultando a tabela de códigos de receita ICMS... 4 2. Documento de arrecadação...

Leia mais

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA OFICINA DE PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 1. OPERAÇÕES INTERNAS 1.1-BASE DE CÁLCULO - OPERAÇÃO INTERNA No RICMS/SP temos as hipóteses de definição da base de cálculo do ICMS-ST

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Aplicação da Resolução do Senado para NF-e de devolução

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Aplicação da Resolução do Senado para NF-e de devolução Aplicação 07/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Analise da Legislação... 3 2.1. Nota Técnica 2013/06... 4 3. Processos Impactados... 5 4. Detalhamento dos Processos... 6 5. Conclusão...

Leia mais

Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA

Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA Respostas às dúvidas mais frequentes a respeito do SINTEGRA Quando vou transmitir o arquivo o sistema me pede nome de usuário e senha. O que fazer? Você esta tentando transmitir o arquivo no formato TXT.

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.40 Dezembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Entrada. Decimais. Fornecedor DIEF DIEF

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Entrada. Decimais. Fornecedor DIEF DIEF Página: /0 do arquivo: 0 - Cabeçalho do Arquivo Código da Empresa CNPJ da Empresa Inicial Final Valor Fixo "N" de Nota (...) Constante "00000" Sistema (...) Valor Fixo "" 9 0 4 4 0 4 4 0 44 44 4 46 4 4

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.10 Outubro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações efetuadas na versão 1.00

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Efetuadas diversas alterações no Cordilheira Escrita Fiscal com o objetivo de tratar a apuração do ICMS-ST, emissão de GNRE e geração da GIA-ST, bem

Leia mais

ARRENDAMENTO MERCANTIL OU LEASING. (atualizado até 17/01/2014)

ARRENDAMENTO MERCANTIL OU LEASING. (atualizado até 17/01/2014) ARRENDAMENTO MERCANTIL OU LEASING (atualizado até 17/01/2014) 2 ÍNDICE 1. CONCEITOS...4 1.1. Arrendamento Mercantil ou Leasing...4 1.2. Arrendador...4 1.3. Arrendatário...4 2. SISTEMA DE TRIBUTAÇÃO...5

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital MANUAL DE ORIENTAÇÕES DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL PARA CONTRIBUINTES DO ESTADO DE RONDÔNIA

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital MANUAL DE ORIENTAÇÕES DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL PARA CONTRIBUINTES DO ESTADO DE RONDÔNIA Anexo Único da Instrução Normativa nº 005/12 Publicado no DOE nº 1995, de 15.06.12 SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital MANUAL DE ORIENTAÇÕES DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL PARA CONTRIBUINTES DO ESTADO

Leia mais

Legislação Tributária Estadual do Estado de São Paulo DOCUMENTOS FISCAIS

Legislação Tributária Estadual do Estado de São Paulo DOCUMENTOS FISCAIS 1 DOCUMENTOS FISCAIS I - MODELOS (art. 124) 1. Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A; 2. Nota Fiscal de Venda a Consumidor, modelo 2; 3. Cupom Fiscal emitido por Equipamento Emissor de Cupom Fiscal - ECF; 4. Nota

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO. PERFIL O perfil do contribuinte pode ser alterado? Sim, a critério da unidade Federada.

BOLETIM INFORMATIVO. PERFIL O perfil do contribuinte pode ser alterado? Sim, a critério da unidade Federada. BOLETIM INFORMATIVO PERGUNTAS FREQUENTES SPED FISCAL-EFD 1 INSCRIÇÃO ESTADUAL ISENTA Como tratar as empresas que não são contribuintes de ICMS, com Inscrição Estadual ISENTA? Informar o campo vazio (II),

Leia mais

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL 1 Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos

Leia mais

Roteiro para usar Sped no JB Cepil

Roteiro para usar Sped no JB Cepil Roteiro para usar Sped no JB Cepil Este roteiro tem o objetivo orientar os passos básicos dentro do sistema JB Cepil, para preparar o sistema e as informações para a correta geração do arquivo magnético

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD GUIA PRÁTICO DA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD Capítulo I Informações gerais sobre a EFD Seção 1 Apresentação Seção 2 Legislação Seção 3 Da apresentação do arquivo da EFD Seção 4 Periodicidade das informações

Leia mais

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe.

PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. PARTE 2. Para iniciar a digitação dos dados da nota, o emitente deve clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NFe. Após clicar no menu Nota Fiscal / Emitir nova NF-e, o sistema irá exibir uma série de

Leia mais

ANEXO IV A NOTA TÉCNICA:

ANEXO IV A NOTA TÉCNICA: Simples SPED ICMS/IPI (RPA) Deverão escriturar os registros C800, C850, C860 e C890 no SPED ICMS/IPI e os registros C860, C870, C880 e C890 na Escrituração Fiscal Digital (EFD) Contribuições. As empresas

Leia mais

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. Fiscais. Fiscais. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Saídas. Decimais.

Hierárquico Nenhum. Nenhum. 01 - Cabeçalho do Arquivo. Decimais. Domínio. Fiscais. Fiscais. 02 - Corpo da Nota Fiscal de Saídas. Decimais. Página: / do arquivo: 0 - Cabeçalho do Arquivo Código da Empresa CNPJ da Empresa Inicial das Notas Fiscais Final das Notas Fiscais Valor Fixo "N" da Nota Constante "00000" Sistema Valor Fixo "" 0 0 0 6

Leia mais

Maio/ 2014. Minas Gerais Santa Catarina. Minas Gerais MG - DAPI 1; ICMS-MG. Federal Paraná Rio de Janeiro. Rio Grande do Sul.

Maio/ 2014. Minas Gerais Santa Catarina. Minas Gerais MG - DAPI 1; ICMS-MG. Federal Paraná Rio de Janeiro. Rio Grande do Sul. 02 Maio/ 2014 ICMS-MG 04 MG - DAPI 1; ICMS-MG 05 06 07 APRENDIZAGEM; ICMS-MG ICMS-PR Empresas Prestadoras de Serviços de Telecomunicações; Contribuintes a que se refere o Decreto 31.235/2002 GIA/Água Natural;

Leia mais

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade

NFe Nota Fiscal Eletrônica. Helder da Silva Andrade Nota Fiscal Eletrônica Helder da Silva Andrade 23/08/2010 SPED SUBSISTEMAS Escrituração Contábil Digital EFD ECD Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica CTe Conhecimento Transporte Eletrônico

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA - DIAT GERÊNCIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÕES TRIBUTÁRIAS - GESIT Revisado em 03/12/2013 MANUAL DOS APLICATIVOS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

Projeto Nota Fiscal Eletrônica

Projeto Nota Fiscal Eletrônica Projeto Nota Fiscal Eletrônica Nota Técnica 2015/003 ICMS em Operações Interestaduais de Vendas a Consumidor Final Versão 1.60 Dezembro 2015 Histórico de Alterações A. Alterações introduzidas na versão

Leia mais

<< Roteiro de Procedimentos >>

<< Roteiro de Procedimentos >> > As ferramentas apresentadas a seguir, permitirão aos usuários do sistema Avance Retguarda, a partir da versão 8.4, o lançamento e manutenção de todas as informações necessárias

Leia mais

Notas de Saída. Modelo: Posições Observações. Descrição do Campo. Página 1 de 5

Notas de Saída. Modelo: Posições Observações. Descrição do Campo. Página 1 de 5 Espécie do documento 1 3 Alfanumérico - espécie da nota ou *CT Série e subsérie 4 3 Alfanumérico-0 a 9/A a Z Número da Nota Fiscal ( ) 7 6 Numérico com zeros a esquerda Número da Nota Fiscal ( Final )

Leia mais

PORTARIA N.º 1.505/2002-SEFAZ DE 26 DE NOVEMBRO DE 2002 ANÉXO ÚNICO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO CONTRIBUINTE

PORTARIA N.º 1.505/2002-SEFAZ DE 26 DE NOVEMBRO DE 2002 ANÉXO ÚNICO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO CONTRIBUINTE PORTARIA N.º 1.505/2002-SEFAZ DE 26 DE NOVEMBRO DE 2002 ANÉXO ÚNICO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO CONTRIBUINTE OBSERVAÇÃO: Para alteração desta portaria e de seu anexo foram utilizadas as nomenclaturas: Texto

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL PALESTRA SPED FISCAL REGRAS GERAIS

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL PALESTRA SPED FISCAL REGRAS GERAIS Le f is c L e g i s l a c a o F i s c a l CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA APURAÇÃO DO ICMS.

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA APURAÇÃO DO ICMS. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA APURAÇÃO DO ICMS. GERÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO Pág. 1/13 APRESENTAÇÃO. EFD Manual de Orientação para Apuração do ICMS Este manual contém as

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Sistema Público de Escrituração Digital SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED Escrituração Fiscal Digital EFD Perguntas e Respostas (FAQ Frequently Asked Questions) Índice ( + Clique para seguir o link) Conceitos Gerais... 7 Formas

Leia mais

Esclarecimentos. Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda

Esclarecimentos. Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda Esclarecimentos Relatório de Apuração de ICMS do sistema Avance Retguarda Afim de sanar as dúvidas mais frequentes e possíveis diferenças de valores ou informações no relatório de Apuração de ICMS do sistema

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

MANUAL DO SINTEGRA GRF-CBT

MANUAL DO SINTEGRA GRF-CBT MANUAL DO SINTEGRA GRF-CBT ÍNDICE Quem deve entregar o arquivo magnético?...7 Contribuinte enquadrado como microempresa no cadastro de contribuintes do ICMS da SEFAZ / SP está obrigado a entregar informações

Leia mais

Manual Conectus NF-e 3.10

Manual Conectus NF-e 3.10 Manual Conectus NF-e 3.10 Modificações e Implementações no Conectus ERP para a versão 3.10 da Nota Fiscal Eletrônica NF-e Obrigatoriedade para uso da NF-e 3.10: Fica obrigatório o uso da Versão 3.10 da

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011

ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011 ORIENTAÇÃO TÉCNICA/SP - NF-e 01/2011 ORIENTAÇÃO AOS AGENTES PÚBLICOS COM RELAÇÃO ÀS DISPOSIÇÕES PREVISTAS PELA PORTARIA CAT 162/08 A RESPEITO DA OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. ÍNDICE

Leia mais

Módulo Contábil e Fiscal

Módulo Contábil e Fiscal Módulo Contábil e Fiscal Sintegra Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Contábil e Fiscal Sintegra. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no todo ou em

Leia mais

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por:

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin Módulo 14 CgaInformatica NFe NFe para o Sistema Retwin 2 Sumário O que é... 3 Benefícios... 3 Requisitos para Instalação e Implantação... 3 Obrigação Backup... 4 Configuração Geral do Sistema... 5 Cadastro

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Alana Trindade Criado em 08/09/2015 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.114 a 2 CONTEÚDO COMPRAS...5 81872

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

CÓDIGO DE GUIAS CFOP DE SAÍDAS DE MERCADORIAS E PRESTAÇÕES DE SERVIÇO CFOP. Descrição da operação ou prestação. Interna Interestadual Importação

CÓDIGO DE GUIAS CFOP DE SAÍDAS DE MERCADORIAS E PRESTAÇÕES DE SERVIÇO CFOP. Descrição da operação ou prestação. Interna Interestadual Importação CÓDIGO DE GUIAS CFOP DE SAÍDAS DE MERCADORIAS E PRESTAÇÕES DE SERVIÇO CFOP Interna Interestadual Importação 5.100 6.100 7.100 5.101 6.101 7.101 5.102 6.102 7.102 5.103 6.103 5.104 6.104 Descrição da operação

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos Fiscais

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR DA NOTA FISCAL SPED

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR DA NOTA FISCAL SPED 1 INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR DA NOTA FISCAL SPED O Presente documento tem como objetivo, orientar o preenchimento das informações complementares de Nota Fiscal, para atender ao SPED Fiscal ICMS/IPI e seus

Leia mais