Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual usuario sipon. Índice. Introdução. Características do Sistema. De Wiki Intranet. 1 Introdução 1.1 Características do Sistema"

Transcrição

1 Manual usuario sipon De Wiki Intranet Índice 1 Introdução 1.1 Características do Sistema 1.2 Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) Tipos de Jornada Possíveis Prazos Tolerâncias Justificativas 2 Todos os Usuários 2.1 Login no Sistema 2.2 Registrar Ponto 2.3 Visualizar Dias a Justificar 2.4 Visualizar Todos os Registros de Ponto 2.5 Justificar Dia 2.6 Alterar Justificativa do Dia 2.7 Registrar Ponto de Dias Anteriores 2.8 Intervalos 2.9 Em casos de pane 3 Gerentes 3.1 Visualização de jornadas de um servidor subordinado 3.2 Cadastrar Nova Jornada 3.3 Cancelamento de Jornada Cadastrada 3.4 Analisar Justificativas e Saldos 3.5 Aprovar ou Rejeitar Justificativa 3.6 Reverter Decisão sobre a Justificativa 3.7 Aprovar ou Rejeitar Saldo de Horas 3.8 Aprovar ou Rejeitar Registro Declarado de Ponto 3.9 Substituição de Cargo em Comissão ou Assistentes de Juiz 3.10 Chefes de Núcleo e Substitutos Eventuais Introdução Características do Sistema O Sistema de Controle de Ponto do TRT18 SIPON possui as seguintes funcionalidades: Registro diário de entrada e saída do servidor; Conferência e validação pelo gerente da lotação; Conferência pelo setor de freqüências; Banco de Horas; Parametrização de jornada de trabalho (8 horas com intervalo de almoço, 7 horas corridas, atividade externa, teletrabalho, horário especial, tempo de tolerância); Integração com sistema de Licenças e Afastamentos; Integração com sistema de Férias; Logs de auditoria; Relatórios gerenciais. Um dos módulos do SIPON é o Cliente. Ele fica instalado na máquina dos servidores e é iniciado sempre que o computador é ligado. É através do Cliente que o servidor faz login no sistema e registra seus horários de entrada e saída do tribunal. Ele também mostra os últimos registros do servidor e permite acessar o módulo Web do SIPON. O módulo Web é onde o servidor irá justificar suas faltas, consultar seus dias, bem como banco de horas, e declarar registros de dias anteriores. Ele é aberto em qualquer browser, como o Firefox, Chrome e Internet Explorer. Nele, os gerentes das lotações também poderão consultar os dias de seus subordinados e aprovar ou rejeitar suas justificativas de faltas, saldos de horas e dias declarados. No Web, os gerentes também devem cadastrar e gerenciar as jornadas dos seus subordinados. Regras Gerais (Tipos de Jornada, Prazos, Tolerância, Justificativas, Limites do Banco de Horas etc) Todas as regras do sistema de ponto, bem como regulamentações sobre a os direitos e deveres dos servidores quanto ao assunto, são definidas na PORTARIA TRT 18ª GP/DG Nº 599/2014, que pode ser visualizada através do link abaixo: https://gestao.trt18.jus.br/redmine/attachments/download/2666/portaria_trt18_gp_dg_599_2014.pdf. Abaixo segue um resumo das principais regras do SIPON: Tipos de Jornada Possíveis 1 Jornada Fixa Caso o gerente tenha cadastrado seu subordinado em jornada fixa, este deverá cumprir o horário acordado. Ex. Servidor cadastrado com uma jornada fixa de 08:00 às 15:00 sem intervalo deverá entrar neste horário com uma *tolerância de 15 minutos*. 2 Jornada Flexível

2 Caso o gerente tenha cadastrado seu subordinado em jornada flexível, este deverá cumprir a quantidade de horas diárias acordadas, independente do horário que entrar. Ex. Servidor cadastrado com uma jornada flexível de 7 horas diárias sem intervalo. 3 Teletrabalho A opção de teletrabalho isenta o servidor de registrar ponto no sistema. Somente servidores cujas características atenderem à portaria gp/dg/sgpe 375/2013 poderão ter suas jornadas cadastradas desta forma. 4 Trabalho Externo A opção de trabalho externo é para jornada de servidores ocupantes do cargo de Analista Judiciário, Área Judiciária, Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, desde que esteja no exercício, ou Oficial de Justiça ad hoc. Prazos 1 Prazo para usufruto do banco de horas Os saldos dos dias que foram enviados ao banco de horas, realizados de janeiro a junho, terão prazo de até o final do mês de junho do exercício subsequente; e os realizados de julho a dezembro, até 19 de dezembro do exercício subsequente. 2 Prazo para reposição de saldo negativo no banco de horas O saldo negativo no banco de horas do servidor deve ser *compensado até no mês subsequente*, sob pena de desconto na respectiva remuneração. Tolerâncias 1 Registro de ponto para jornada fixa O servidor em jornada fixa tem 15 minutos de tolerância. Ex. Servidor com jornada das 08:00 às 15:00 poderá registrar seu ponto das 07:45 às 8:15 sem gerar ocorrência. Caso o servidor tenha que entrar em um horário diferente, o sistema permitirá o registro normalmente, mas será gerada uma ocorrência de jornada diferente que necessitará de uma justificativa e aprovação do gerente. 2 Tempo mínimo entre registros Após o servidor registrar uma entrada ou saída, o sistema somente permitirá outro registro após 15 minutos. 3 Limites do Banco de Horas O Banco de Horas possui um limite máximo de *44 horas positivas* e mínimo de *15 horas negativas*. Após esse limite, o banco de horas continuará registrando novas horas, mas o servidor será incluso no relatório de servidores com banco de horas fora dos limites. 4 Envio ao banco de horas do saldo diário Caso o servidor tenha um saldo no dia entre *15 minutos positivos* e *15 minutos negativos*, este saldo será inserido automaticamente no banco de horas, caso contrário, será necessária uma justificativa do servidor em caso de saldo negativo ou aprovação do gerente em caso de saldo positivo. 5 Horários de expediente O expediente do tribunal é das 07:00 às 19:00. Justificativas Tipos de justificativa 1 Esquecimento No máximo 6 (seis) justificativas com esse motivo por mês serão aceitas; 2 Jornada diferente Caso um servidor que tenha jornada fixa trabalhou no dia em um horário diferente do acordado. Ex. Servidor que trabalha das 08:00 as 15:00 tenha trabalhado das 09:00 às 16:00 no dia; 3 Força Maior Caso algum evento tenha impedido o servidor de trabalhar no dia; 4 Jornada Menor que a Declarada Caso o servidor tenha cumprido no dia uma jornada menor que a acordada. Ex. Servidor que precisa trabalhar 7 horas diárias mas cumpriu no dia somente 6 horas. 5 Compensar pelo Banco de Horas Caso o servidor queira explicitar que este dia não é para ser abonado, mas sim enviado ao banco de horas. 6 Trabalho Externo Caso o servidor não registrou seu ponto por ter ido a algum local fora do TRT a trabalho. Ex. visita ao TRE. 7 Participação em Curso Caso o servidor esteja fazendo algum curso e por isso não consiga registrar ponto. Todos os Usuários

3 Login no Sistema Toda máquina do TRT18 é configurada para abrir o Sistema de Ponto SIPON em sua área de trabalho ao ser ligada. Ele aparecerá no canto superior direito da área de trabalho, logo abaixo dos dados de nome de máquina, IP e Usuário. 1 Digite o seu usuário e senha nos devidos campos e clique em "Login". A janela de registro de ponto será então aberta. Nela são mostrados os últimos registros de ponto do servidor, sua lotação e o horário do login para registro de entrada ou saída. Registrar Ponto

4 1 Digite o seu usuário e senha nos devidos campos da janela de Login do SIPON e clique em "Login". A janela de registro de ponto será então aberta. Nela são mostrados os *últimos registros* de ponto do servidor, sua lotação e o horário do login para registro de entrada ou saída. 2 Clique em "Confirmar", caso deseje registrar sua entrada ou saída no horário informado. O sistema mostrará uma mensagem indicando que o horário foi registrado e que um comprovante foi enviado ao seu . Guarde esses comprovantes no para ficar com o ponto assegurado em caso de alguma falha no sistema. 3 Clique em "OK" para fechar a mensagem. Visualizar Dias a Justificar 1 Entre no sistema através dos passos descritos em Login no Sistema. 2 Clique no botão "Acessar meus dados".

5 A página inicial do módulo Web do SIPON abrirá em seu browser. Caso você tenha dias a justificar, estes serão mostrados nela. Visualizar Todos os Registros de Ponto 1 Entre no módulo Web do SIPON através dos passos descritos em Visualizar Dias a Justificar. 2 Clique no menu "Registro de Ponto". O sistema mostrará a página "REGISTROS DE PONTO DO SERVIDOR" contendo seus dados, banco de horas e dias referentes ao mês atual.

6 3 Altere o mês e ano caso queirar os registros referentes a outros meses. Justificar Dia 1 Entre no módulo Web do SIPON através dos passos descritos em Visualizar Dias a Justificar. 2 Clique no botão "Justificar" do dia que quiser. (Dica: Passando o mouse sobre o botão aparecerá o motivo da necessidade de justificativa) O sistema abrirá então a janela de justificativa do dia em questão, contendo a data, um campo para motivo e outro para a justificativa em si. 3 Escolha um dos motivos disponíveis abaixo: Esquecimento no máximo 6 (seis) justificativas com esse motivo por mês serão aceitas; Jornada diferente caso um servidor que tenha jornada fixa tenha trabalhado no dia em um horário diferente do acordado. Ex. Servidor que trabalha das 08:00 as 15:00 tenha trabalhado das 09:00 às 16:00 no dia; Força Maior caso algum evento pessoal ou não tenha impedido o servidor de trabalhar no dia; Jornada Menor que a Declarada Caso o servidor tenha cumprido no dia uma jornada menor que a acordada. Ex. Servidor que precisa trabalhar 7 horas diárias mas cumpriu no dia somente 6 horas; Compensar pelo Banco de Horas Caso o servidor queira que o dia de falta ou o saldo negativo seja descontado do seu banco de horas; Trabalho Externo Caso o servidor não registrou seu ponto por ter ido a algum local fora do TRT a trabalho (Ex. visita ao TRE); Participação em Curso Caso o servidor esteja fazendo algum curso e por isso não consiga registrar ponto;

7 4 Escreva a sua justificativa de forma detalhada no campo "Justificativa" e depois clique em "Confirmar". O dia então ficará com a situação "Justificativa em análise" Alterar Justificativa do Dia Apenas justificativas que ainda não foram analisadas pelo gerente podem ser alteradas. 1 Entre no módulo Web do SIPON através dos passos descritos em Visualizar Todos os Registros de Ponto. 2 Clique no link "Justificativa em análise" do dia que tiver a justificativa. 3 Aparecerá a janela de justificativa. Altere o que quiser e clique em "Confirmar". Registrar Ponto de Dias Anteriores É possível registrar pontos de dias anteriores através da inserção de registros declarados. Esses tipos de registros são sujeitos a aprovação da gerência imediata. ** O registro declarado deve ser utilizado apenas em casos de pane no sistema em que houver impossibilidade de registro de ponto. Para criar um registro declarado, proceda da seguinte forma: 1 Entre no módulo Web do SIPON através dos passos descritos em Visualizar Dias a Justificar. 2 Clique no botão "Editar" do dia que quiser. Uma janela contendo a data do dia e os campos Entrada, Saída, Inicio Intervalo e Fim Intervalo aparecerá.

8 3 Digite os horários de entrada e saída em seus devidos campos e, se precisar, os horários de início e fim de intervalo e clique em salvar. O sistema criará o registro. O dia com o registro criado não mais aparecerá nesta página. Caso queira vê lo, vá para a página "REGISTROS DE PONTO DO SERVIDOR" seguindo os passos definidos em Visualizar Todos os Registros de Ponto. Intervalos Qualquer intervalo menor que 1 hora ou maior que 2 horas deve ser justificado. Quem tiver jornada de 7 horas não deverá registrar intervalo; porém, caso precise registrar um intervalo maior que 1 hora, terá que trabalhar 8 horas no dia. Em casos de pane Em casos de pane no sistema que impossibilite o registro de ponto, o usuário deverá se abster de efetuar o registro em horário diferente do que realmente trabalhou. Neste caso, o usuário poderá efetuar apenas a entrada ou a saída (caso consiga realizar um dos dois) e, no dia seguinte, realizar um registro declarado para o registro correto de seu ponto,, conforme pode ser visto em Registrar Ponto de Dias Anteriores. Gerentes Visualização de jornadas de um servidor subordinado 1 Entre no sistema através dos passos descritos em Login no Sistema e clique em "Acessar meus dados". 2 Clique no menu Cadastro >Jornada de Servidor. O sistema mostrará a página "Cadastrar nova jornada". Nesta página pode se filtrar pela lotação a que o gerente tem acesso e pelo servidor. 3 No Filtro de Servidor Comece a digitar o nome do servidor ou o seu código funcional que o sistema mostrará as opções possíveis. 4 Escolha o servidor que desejar e o sistema trará suas informações e o histórico de jornadas. No histórico de jornadas do servidor, você poderá ver o início e fim de vigência de cada jornada, quem foi o cadastrante e o tipo de jornada.

9 5 Clique no botão "Mostrar Detalhes" e o sistema mostrará as informações detalhadas da jornada do servidor. Cadastrar Nova Jornada 1 Vá até a página "CADASTRAR NOVA JORNADA" e escolha um servidor subordinado. Estes passos são mostrados em Visualização de jornadas de um servidor subordinado. 2 Clique em "Cadastrar Nova Jornada". O sistema abrirá então uma janela de cadastro para informar todos os dados da nova jornada. 3 Primeiro escolha a data de início de vigência da nova jornada. Depois escolha o tipo de jornada. Os tipos de jornada possíveis são: Jornada Fixa > deve se informar as horas de entrada e saída e, se possuir, a entrada e saída do intervalo.

10 Jornada Flexível > deve se informar a quantidade de horas que o servidor precisa cumprir por dia e as horas do intervalo. Teletrabalho > a opção de teletrabalho isenta o servidor de registrar ponto no sistema. Somente servidores cujas características atenderem à portaria gp/dg/sgpe 375/2013 poderão ter suas jornadas cadastradas desta forma. Trabalho Externo > a opção de trabalho externo é para jornada de servidores ocupantes do cargo de Analista Judiciário, Área Judiciária, Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, desde que esteja no exercício, ou Oficial de Justiça ad hoc. 4 preencha os horários ou horas requeridos pela jornada específica e clique em salvar. Caso a jornada, fixa ou flexível, NÃO seja de 7 horas diárias sem intervalo ou de 8 horas com pelo menos uma hora de intervalo, o sistema obrigará a inserção de uma observação para indicar o motivo e o embasamento jurídico. Servidores cadastrados desta forma estarão em regime de jornada especial. Ex. médicos. Após clicar em salvar, o sistema preencherá a data de término de vigência da jornada anterior com o dia anterior da data de início de vigência da jornada cadastrada. Uma mensagem de sucesso será mostrada na tela e você já poderá ver a nova jornada no histórico de jornadas do servidor. Cancelamento de Jornada Cadastrada SOMENTE podem ser canceladas jornadas em que ainda NÃO houve registro de ponto. Se for esse o caso, faça os seguintes passos. 1 Vá até a página "CADASTRAR NOVA JORNADA" e escolha um servidor subordinado. Estes passos são mostrados em Visualização de jornadas de um servidor subordinado. O sistema mostrará todas as jornadas do servidor. 2 Na linha da jornada vigente, clique no botão "Cancelar".

11 O sistema pedirá uma confirmação. 3 Clique em OK para confirmar. Uma mensagem de sucesso será mostrada e a jornada será apagada. A jornada anterior voltará a ficar vigente. Analisar Justificativas e Saldos 1 Entre no sistema através dos passos descritos em Login no Sistema e clique em "Acessar meus dados". 2 Em sua página inicial,clique em "Gerente >Analizar Justif. e Saldos". Ou no link da mensagem "Existem justificativas a analisar de seus subordinados". O sistema abrirá a página BOLETIM DE FREQUÊNCIA com os dados primeiro servidor que tem ocorrências de justificativas, saldos ou ponto declarado.

12 3 Clique em Servidor caso deseje ver as ocorrências de outro servidor. Aprovar ou Rejeitar Justificativa 1 Vá até a página "ANALISAR JUSTIFICATIVAS E SALDOS" e escolha um servidor subordinado. Estes passos são mostrados no manual wiki Analisar Justificativas e Saldos. 2 Clique no botão "Analisar Justificativa" na linha do dia que desejar. O sistema abrirá uma janela contendo a data do dia justificado, o motivo e a justificativa do servidor. 3 Clique em "Aprovar" para abonar este dia, caso queira que as horas não sejam cobradas do servidor; ou clique em "Enviar para banco de horas", caso queira que o servidor reponha o período não trabalhado em algum outro dia; ou registre uma observação e clique em "Rejeitar", caso não aceite esta justificativa. ATENÇÃO, se a justificativa for rejeitada, o dia será contabilizado como falta.

13 Reverter Decisão sobre a Justificativa 1 Entre no módulo Web do SIPON através dos passos descritos em Visualizar Todos os Registros de Ponto. 2 Clique no link "Justificativa aprovada" ou "Justificativa rejeitada" do dia que tiver a justificativa. 3 Aparecerá a janela de justificativa. Clique então em "Reverter decisão". Aprovar ou Rejeitar Saldo de Horas 1 Vá até a página "ANALISAR JUSTIFICATIVAS E SALDOS" e escolha um servidor subordinado. Estes passos são mostrados no manual wiki Analisar Justificativas e Saldos. 2 Clique no botão "Analisar saldo" na linha do dia que desejar. O sistema abrirá uma janela de confirmação de envio ao banco de horas. 3 Clique em "Aprovar" caso queira realmente enviar este saldo ao banco de horas ou registre uma observação e clique em "Rejeitar" caso queira que o saldo seja cancelado. Aprovar ou Rejeitar Registro Declarado de Ponto 1 Vá até a página "ANALISAR JUSTIFICATIVAS E SALDOS" e escolha um servidor subordinado. Estes passos são mostrados no manual wiki Analisar Justificativas e Saldos. 2 Clique no botão "Analisar declaração" na linha do dia que desejar.

14 O sistema abrirá uma janela contendo os detalhes do registro manual do servidor para confirmação. 3 Clique em "Aprovar" caso queira realmente enviar este registro manual seja aprovado. Se houver saldo de horas ele será automaticamente enviado ao banco de horas ou registre uma observação e clique em "Rejeitar" caso queira que o registro seja rejeitado. ATENÇÃO, se o registro for rejeitado, o dia será contabilizado como falta. Substituição de Cargo em Comissão ou Assistentes de Juiz Servidores que, devido a algum afastamento legal, estiverem efetivamente substituindo Cargo em Comissão ou Assistentes de Juiz deverão continuar registrando normalmente seu ponto, porém todo saldo, negativo ou positivo, gerado no período da substituição será cancelado assim que a substituição for lançada no Sistema de RH. Chefes de Núcleo e Substitutos Eventuais Chefes de núcleo e substitutos eventuais deverão registrar ponto normalmente. Seus superiores imediatos validarão suas ocorrências. Disponível em "https://sistemas.trt18.jus.br/wiki/index.php?title=manual_usuario_sipon&oldid=144" Esta página foi modificada pela última vez à(s) 17h13min de 15 de abril de Esta página foi acessada 95 vezes.

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Universidade Federal de Mato Grosso Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Versão 2.1 2013 Cuiabá MT Sumário Usuários do SISCOFRE... 3 Fases

Leia mais

Manual do Usuário GEFRE

Manual do Usuário GEFRE Manual do Usuário GEFRE Gestão de Frequência - Versão 1.2 Março, 2015 Página 1 de 84 Sumário Sumário... 2 Objetivo deste Manual do Usuário... 5 1. Instalação do GEFRE... 7 1.1. Configuração Mínima Recomendada...

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes

E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes 1. É possível excluir um processo que já foi enviado? Só será possível excluir o processo se o mesmo ainda não tiver sido recebido.

Leia mais

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1

Manual do Usuário Central de Agendamento. Versão 1.1 Manual do Usuário Central de Agendamento Versão 1.1 Maio, 2014 Central de Agendamento Manual de utilização Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Setor: Coordenação de Sistemas - COSIS Histórico de Revisões

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Para acessar o sistema de Ponto Eletrônico o servidor deve digitar seus dados de login utilizados na rede do TJRN.

Para acessar o sistema de Ponto Eletrônico o servidor deve digitar seus dados de login utilizados na rede do TJRN. PERFIL SERVIDOR SISTEMA DE PONTO ELETRÔNICO 1. LOGANDO NO SISTEMA Para acessar o sistema de Ponto Eletrônico o servidor deve digitar seus dados de login utilizados na rede do TJRN. 2. JUSTIFICAR APONTAMENTO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA SIGRH - FREQUÊNCIA Boa Vista RR, 21 novembro de 2014. É o módulo do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) que tem por objetivo permitir o gerenciamento das informações relacionadas ao

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA DEPARTAMENTO DE RECURSOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE Mogi das Cruzes, 2010. Sumário 1. Requerimentos Disponíveis...

Leia mais

Funcionários. Adicionar Funcionários. Abaixo na tela clicar no botão. *Dados obrigatórios: Matrícula, Nome, PIS e data de admissão

Funcionários. Adicionar Funcionários. Abaixo na tela clicar no botão. *Dados obrigatórios: Matrícula, Nome, PIS e data de admissão Funcionários Adicionar Funcionários Abaixo na tela clicar no botão *Dados obrigatórios: Matrícula, Nome, PIS e data de admissão Funcionários Aplicar escala a um funcionário Selecione o(s) funcionário(s)

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Aluno

Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Aluno Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Aluno Índice 1 Acessando o sistema via internet...3 2 Funcionalidades...6 2.1 Horário Individual...7 2.2 Calendário Acadêmico...8 2.3 Biblioteca...9 2.3.1 Consultar

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA Diretoria de Tecnologia da Informação Diretoria de Recursos Humanos MANUAL DO SISTEMA DE FALTA ABONADA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA Diretoria de Tecnologia da Informação Diretoria de Recursos Humanos MANUAL DO SISTEMA DE FALTA ABONADA MANUAL DO SISTEMA DE FALTA ABONADA Apresentação O sistema foi desenvolvido com o objetivo de dar celeridade ao procedimento de cadastro de dias de faltas abonadas através de uma interface Web. Neste manual,

Leia mais

REMOÇÃO 2015 Versão 10/04/2015

REMOÇÃO 2015 Versão 10/04/2015 Versão 10/04/2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 ACESSANDO O SISTEMA... 04 CONSULTA DE VAGAS... 06 CRIAR SOLICITAÇÃO PARA REMOÇÃO 2015... 09 PREENCHENDO A COMARCA/FORO... 10 ALTERANDO A SOLICITAÇÃO CADASTRADA...

Leia mais

1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo.

1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo. 1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento Online, siga o passo a passo abaixo. 2 - Se esse é o seu primeiro cadastro, clique em Cadastre-se. Em seguida preencha os dados solicitados com Nome,

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

1 Natuur Online Cadastre-se Nome, Login E-mail Cadastrar.

1 Natuur Online Cadastre-se Nome, Login E-mail Cadastrar. 1 Essa é a tela de acesso do Natuur Online, clique aqui para acessar o site e siga o passo-apasso abaixo. Se esse é o seu primeiro acesso, clique em Cadastre-se. 2 - Preencha os dados solicitados com Nome,

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

Manual Operacional do Sistema de

Manual Operacional do Sistema de Manual Operacional do Sistema de ATUALIZADO EM 06/11/2013 por Luiz Andrade ATUALIZADO EM 08/11/2013 por Edson Reis versão 2.0 Diretoria de Sistemas - Atividade Meio 1 Índice ÍNDICE... 2 PERFIL... 3 PERFIL

Leia mais

ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4

ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4 ÍNDICE 1. SEJA BEM-VINDO... 2 1.1 Seja Bem-Vindo!... 2 SOBRE O SISTEMA... 3 1.2 Sobre o sistema... 3 1.3 Navegação... 3 2. FUNCIONALIDADES DO SISTEMA... 4 2.1 Efetuar Login Internet... 4 2.1.1 Efetuar

Leia mais

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014 O objetivo deste manual é explicar passo a passo o controle da papeleta do motorista realizado no SAT. De acordo com a LEI Nº 12.619, DE 30 DE ABRIL DE 2012, que pode ser acessada em: http://www.planalto.gov.br

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

Manual de configuração do sistema

Manual de configuração do sistema Manual de configuração do sistema (v.1.5.x Beta) Rua México, 119 Sala 2004 Centro Rio de Janeiro, RJ www.doctors-solution.com.br www.simdoctor.com.br contato@simdoctor.com.br Sumário 1. Fazendo seu primeiro

Leia mais

1 Cadastre-se Mozilla Firefox. AQUI Esqueci a senha Login Senha. Esqueci a senha E-mail Login Enviar Solicitação OBS: Nome: Login: E-mail:

1 Cadastre-se Mozilla Firefox. AQUI Esqueci a senha Login Senha. Esqueci a senha E-mail Login Enviar Solicitação OBS: Nome: Login: E-mail: 1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento, siga o passo a passo abaixo. Se esse é o seu primeiro cadastro, clique em Cadastre-se. O sistema só irá funcionar perfeitamente se for acessado pelo

Leia mais

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Sumário Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial do Portal WEB Criando um

Leia mais

Manual de utilização do Relatório de Viagens

Manual de utilização do Relatório de Viagens Manual de utilização do Relatório de Viagens Os Módulos do Sistema de Relatório de Viagens foram criados tendo com base a Regulamentação de Viagem da MGS - Minas Gerais Administração e Serviços S/A (RG/AD/02/10ª).

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB

MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB CNS LEARNING MANUAL DO GERENCIADOR ESCOLAR WEB Versão Online 13 Índice ÍNDICE... 1 VISÃO GERAL... 2 CONCEITO E APRESENTAÇÃO VISUAL... 2 PRINCIPAIS MÓDULOS... 3 ESTRUTURAÇÃO... 3 CURSOS... 4 TURMAS... 4

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com. Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 www.vesoftware.com.br 1-15 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior,

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

MANUAL PORTAL CLIENTE AVANÇO

MANUAL PORTAL CLIENTE AVANÇO MANUAL PORTAL CLIENTE AVANÇO [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para Suporte Avanço Autor:

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS. Versão 1.0 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE DIÁRIAS DA MGS Versão 1.0 SUMÁRIO 1. Descrição do Local de Acesso... 1 2. Módulo Registrar Diárias... 3 3. Módulo Aprovar Diárias... 11 4. Registrar Prestação de Contas...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

REP idx. Manual de integração com Ponto Secullum 4

REP idx. Manual de integração com Ponto Secullum 4 REP idx Manual de integração com Ponto Secullum 4 Esse manual é fornecido da forma como está e as informações nele contidas estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. As imagens neste manual são unicamente

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE Versão 1.0 24/01/2012 1

Leia mais

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6.

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6. Sumário OBJETIVO... 2 1 ACESSANDO O SISTEMA... 3 2 - TELA PRINCIPAL (Painel de Controle)... 4 3 MÓDULO ETIQUETAS... 4 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS... 7 5 ANEXAR DOCUMENTOS... 15 6 MENU TRÂMITE... 18 6.1 RECEBER

Leia mais

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante

Tutorial Ouvidoria. Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Tutorial Ouvidoria Acesso, Utilização, Visualização das Manifestações e Resposta ao Manifestante Como acessar a Ouvidoria? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA GLPI Setembro de 2013 Objetivo: Esse manual, baseado no manual GLPI feito pela DTI, tem como objetivo principal instruir os usuários quanto à utilização do GLPI, sistema

Leia mais

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1

Eletron-DS Pedido Eletrônico 1 1 2 Eletron-DS Julho / 2010 3 Índice Sistema... 4 Menu Digitar Pedido... 6 Menu Consultar Pedidos... 9 Menu Conexão Fornecedor... 10 4 Sistema Pré-requesitos: - Windows Vista ou Superior; - Acesso a Internet.

Leia mais

http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/

http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/ http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/ 1. Para registrar-se, na página principal do Portal SAPI clique no banner Registre-se, posicionado logo abaixo dos dados de login. O Sistema pergunta se a instituição

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

6.1. Inserir... 09 6.2. Consultar... 10 6.3. Listar Todos... 11 6.4. Alterar... 12 7. BENEFÍCIOS... 12

6.1. Inserir... 09 6.2. Consultar... 10 6.3. Listar Todos... 11 6.4. Alterar... 12 7. BENEFÍCIOS... 12 Sumário 1. APRESENTAÇÃO INICIAL... 03 2. EMPRESA... 03 3. UNIDADE... 03 3.1. Consultar... 03 3.2. Listar Todas... 04 4. SETOR... 05 4.1. Consultar... 05 4.2. Inserir... 05 4.3. Listar... 06 5. FUNÇÃO...

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR GUIA DO USUÁRIO VALIDADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 6 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA

REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA REMOÇÃO 2015 MANUAL DE DESISTÊNCIA Versão 05/05/2015 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA... 03 VISUALIZANDO A SOLICITAÇÃO... 05 DEMONSTRATIVO DAS VAGAS... 06 DESISTÊNCIA DA REMOÇÃO... 08 IMPRIMIR PROTOCOLO...

Leia mais

Contato/Suporte = Para dúvidas ao efetuar o cadastro ou para acessar.

Contato/Suporte = Para dúvidas ao efetuar o cadastro ou para acessar. 1 Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI) dos Atos Notariais e Registrais dos Cartórios Extrajudiciais do Estado de Mato Grosso Manual de Utilização da Central, Anoreg-MT Versão 1.2 Descrição

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES Índice 1 Acesso ao Sistema... 3 2 Inclusão de Novos Pedidos... 5 3 Carteira de Pedidos... 13 4 Consulta à clientes... 15 5 Consulta a Informações dos Clientes...

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Professor

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Professor MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Professor SUMÁRIO Introdução... 2 Como acessar o sistema - PROFESSOR... 3 Primeira visita a página... 4 Atualizando o cadastro... 9 Imprimindo o comprovante...

Leia mais

CA SERVICE DESK MANAGER

CA SERVICE DESK MANAGER CA SERVICE DESK MANAGER GUIA RÁPIDO: Abertura de Chamado pelo Portal Web (Ferramenta Service Desk ) 1. CA SERVICE DESK MANAGER... 3 2. CONHECENDO AS TELAS INICIAIS... 4 2.1. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO...

Leia mais

MANUAL SISTEMA AJG/CJF

MANUAL SISTEMA AJG/CJF MANUAL DO SISTEMA AJG/CJF ÍNDICE 1. SEJA BEM VINDO AO AJG... 3 1.1 Seja Bem-Vindo!... 3 2. SOBRE A AJUDA... 4 2.1 Como navegar no ajuda on-line... 4 3. SOBRE O SISTEMA... 5 3.1 Sobre o sistema... 5 3.2

Leia mais

ROTEIRO DE INSTALAÇÃO

ROTEIRO DE INSTALAÇÃO ROTEIRO DE INSTALAÇÃO O objetivo deste roteiro é descrever os passos para a instalação do sistema UNICO, afim, de auxiliar os técnicos e evitar possíveis dúvidas e erros de instalação. Instalador O instalador

Leia mais

SIGECORS. Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais

SIGECORS. Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais SIGECORS Sistema de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Industriais Outubro 2008 Índice 1. Registrando Usuários 2. Acesso ao Sistema 3. Logar no Sistema 4. Esquecimento de Senha 5. Alteração de Senha 6.

Leia mais

GPA (Gerenciador de Pedidos de Afastamentos)

GPA (Gerenciador de Pedidos de Afastamentos) GPA (Gerenciador de Pedidos de Afastamentos) Manual versão 1.2 Sistema de gerenciamento de pedidos de afastamento de Magistrados do Estado do Tocantins. 27/8/2013 Sumário 1. Introdução... 2 2. Definindo

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Acesso WEB 1. Primeiro acesso Para acessar o sistema, abra seu navegador de internet e vá até o site http://sistemart.crmv pr.org.br. Você

Leia mais

BEM VINDO. Gestor. O que é o ProdutivoApp...2. Tipos de usuários...2. Dashboard (tela principal)...3. Menu Categorias...4. Menu Atividades...

BEM VINDO. Gestor. O que é o ProdutivoApp...2. Tipos de usuários...2. Dashboard (tela principal)...3. Menu Categorias...4. Menu Atividades... BEM VINDO Gestor Índice O que é o ProdutivoApp...2 Tipos de usuários...2 Dashboard (tela principal)...3 Menu Categorias...4 Menu Atividades...5 Menu Produtividade...6 Menu Classificar Atividades...7 Menu

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SIGRH - FREQUÊNCIA SIGRH - FREQUÊNCIA Boa Vista RR, 21 novembro de 2014. É o módulo do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH) que tem por objetivo permitir o gerenciamento das informações relacionadas ao

Leia mais

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA

Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA Universidade Federal Fluminense SIRH - SISTEMAS INTEGRADOS DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE FREQUÊNCIA MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE 1.0 OBJETIVO:...3 2.0 ACESSO AO SISTEMA:...3 3.0 BOLETIM DE FREQÜÊNCIA:...4

Leia mais

Sumário. Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos. 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos)... 3

Sumário. Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos. 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos)... 3 Sumário Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos)... 3 2 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos) Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br FINANCEIRO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 14 ÍNDICE Receitas e Despesas... 3 Como Acessar... 3 Como

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 2. Tela Inicial... 2 3. Abrindo uma nova Solicitação... 3 4. Acompanhando as solicitações abertas... 4 5. Exibindo Detalhes da Solicitação... 6 6.

Leia mais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Operações de Caixa Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Introdução... 3 Suprimento... 3 Sangria... 4 Abertura de Caixa... 6 Fechamento de Caixa...

Leia mais

Cenários do CEL. Acessar ao sistema

Cenários do CEL. Acessar ao sistema Cenários do CEL Acessar ao sistema Permitir que o usuário acesse ao Sistema de Léxicos e Cenários nas seguintes condições: logando-se, quando já estiver cadastrado; ou incluindo usuário independente, quando

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

CSPUWEB - Cadastro de Sistemas. e Permissões de Usuários

CSPUWEB - Cadastro de Sistemas. e Permissões de Usuários CSPUWEB - Cadastro de Sistemas e Permissões de Usuários - Manual do Usuário - Novembro/2009 Versão 2.0 21 de novembro de 2009 [CSPUWEB MANUAL DO USUÁRIO] SUMÁRIO Capitulo 1 Cadastro de Sistemas e Permissões

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer?

14 - Como para gerar o boleto para pagamento do período das notas lançadas? 16 - Se no mês, o meu cliente não tiver movimento, o que devo fazer? Manual do Sistema SUMÁRIO 1 O que é o sistema GEFISCO? 2 - Como acessar o sistema GEFISCO? 3 - Como criar um login e uma senha? 4 - Esqueci minha senha, e agora? 5 - Como acessar o Livro Fiscal? 6 - Como

Leia mais

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS

SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS - MDA - SPOA - CGMI SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL DO USUÁRIO Pesquisa no Sistema BRASÍLIA, AGOSTO DE 2007 Versão 1.0 SISDEX SISTEMA DE CONTROLE DE DOCUMENTOS EXPEDIDOS MANUAL

Leia mais

Instruções de Acesso. Portal de Cliente. Próximo

Instruções de Acesso. Portal de Cliente. Próximo Instruções de Acesso Portal de Cliente Primeiramente, confira a configuração de pop-up e versão do seu navegador, conforme instruções abaixo: Os navegadores e versões homologadas, são: Internet Explorer

Leia mais

Manual do Programa de Caixa1

Manual do Programa de Caixa1 Manual do Programa de Caixa1 Para abrir o sistema de Caixa basta cliclar no ícone do programa. Que abrirá a tela conforme imagem abaixo: Como se pode notar, no menu superior as únicas opções ativas são

Leia mais

Manual do Usuário icom Web v1.0

Manual do Usuário icom Web v1.0 Manual do Usuário icom Web v1.0 Manual do Usuário icom Web Índice 1. Introdução 03 2. Funcionalidades 03 3. Configurações Obrigatórias 03 4. Acessando o icom Web 03 4.1 Primeiro acesso. Criação de Login

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Diretor

MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Diretor MANUAL DO SISTEMA DE CARGA HORÁRIA ESPECIAL Diretor SUMÁRIO Introdução... 2 Como acessar o sistema - DIRETOR... 3 Seleção de CHE Regular - DIRETOR... 4 Seleção de CHE Profissionalizante - DIRETOR... 7

Leia mais

O Novo Portal Etilux também foi criado para ser um facilitador para nossa Força de Vendas, abrangendo as seguintes características:

O Novo Portal Etilux também foi criado para ser um facilitador para nossa Força de Vendas, abrangendo as seguintes características: INTRODUÇÃO: O Novo Portal Etilux também foi criado para ser um facilitador para nossa Força de Vendas, abrangendo as seguintes características: Ser uma alternativa para substituição dos volumosos e pesados

Leia mais

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional

Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional Cartilha do Gestor de Frota de Unidade / Base Operacional SGTA Sistema de Gestão Total de Abastecimento do Governo do Estado de Minas Gerais REV DATA ALTERAÇÃO CRIAÇÃO REVISÃO APROVAÇÃO 01 13/01/14 Versão

Leia mais

SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO

SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO SPARK - Comunicador Instantâneo MANUAL DO USUÁRIO BOA VISTA/RR NOVEMBRO DE 2011 Este manual tem por finalidade esclarecer o funcionamento do SPARK ao servidor interessado em usar este comunicador instantâneo.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO UNIVASF SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO STI DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE SUPORTE DA PREFEITURA UNIVERSITÁRIA

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Manual Ponto System CB7 WWW.PONTOSYSTEM.COM.BR. Telefones: (041) 3333-4740

Manual Ponto System CB7 WWW.PONTOSYSTEM.COM.BR. Telefones: (041) 3333-4740 Manual Ponto System CB7 WWW.PONTOSYSTEM.COM.BR Telefones: (041) 3333-4740 1 ÍNDICE Instalação do Sistema... 3 Atualização do Sistema... 4 Acesso ao Sistema... 5 Janela principal... 6 Cadastros Cadastro

Leia mais

Manual de Sistema - DDMantra

Manual de Sistema - DDMantra Prezado Cliente Bysoft Você acaba de adquirir um sistema de recuperação e consulta de informações automáticas do Mantra Neste material, você encontrará explicações de todos os recursos oferecidos pelo

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de TI

SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de TI Manual do Usuário Manual do Usuário SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de TI Suporte e Help Desk - IMA Linhas gerais - Objetivos SC Tickets Sistema de Cadastro de Tickets de Suporte, desenvolvido

Leia mais

USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL

USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL USANDO O ROUNDCUBE WEBMAIL ATENÇÃO! Para utilizar este tutorial não se esqueça: Onde estiver escrito seusite.com.br substitua pelo ENDEREÇO do seu site (domínio). Ex.: Se o endereço do seu site é casadecarnessilva.net

Leia mais

MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES

MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES MANUAL HELP-DESK DATACOM AUTOMAÇÕES Esse Manual tem como objetivo explicar todas as funções do novo sistema de abertura de chamados da Datacom Automações. Esse novo programa facilitará o atendimento entre

Leia mais