O ANGLO RESOLVE A 2ª- FASE DA GV

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O ANGLO RESOLVE A 2ª- FASE DA GV"

Transcrição

1 O ANGLO RESOLVE A ª- FASE DA GV É trabalho pioneiro. Prestação de serviços com tradição de confiabilidade. Construtivo, procura colaborar com as Bancas Examinadoras em sua tarefa de não cometer injustiças. Didático, mais do que um simples gabarito, auxilia o estudante no processo de aprendizagem, graças a seu formato: reprodução de cada questão, seguida da resolução elaborada pelos professores do Anglo. No final, um comentário sobre as disciplinas. Seleciona 150 alunos para o curso de Administração de Empresas e 50 para o curso de Administração Pública, por meio de três provas: Raciocínio Matemático (peso duas horas), Português (peso 1 uma hora) e Redação (peso 1 uma hora e meia). Em cada prova o candidato recebe uma nota de zero a dez. É desclassificado aquele que tem zero em qualquer das provas. As notas são matematicamente padronizadas por prova. A classificação final é feita da seguinte forma: (média aritmética das notas padronizadas da 1ª fase) 0,5 + (média ponderada das notas padronizadas da ª fase) 0,75. A cobertura dos vestibulares de 003 está sendo feita pelo Anglo em parceria com a Folha Online.

2 Raciocínio Matemático QUESTÃO 01 a) Dê o domínio da função b) Resolva a inequação: f( x) = + 3x 4. 1 x x x 1. 7x + 1 a) Devemos ter x 1 0 x 7x x Resposta: ID f = {x IR / 1 x 3 ou x 4} b) + 3x 4 1 x + 3x x 7x 0 1 x Resposta: S = x IR / x x QUESTÃO 0 O Sr. Oliveira aplicou R$0.000,00 numa caderneta de poupança e R$30.000,00 num fundo de ações por 1 ano. Neste período, a caderneta de poupança rendeu 8% e o fundo de ações apenas %. a) Qual a taxa de rendimento global do Sr. Oliveira, no período? b) Quanto ele deveria ter aplicado no fundo de ações (mantida a aplicação de R$0.000,00 na caderneta de poupança) para que sua taxa global fosse de 6% ao ano? a) Sendo r a taxa de rendimento global no período, temos: caderneta de poupança fundo de ações , , r = r = 0,044 = 4,4% Resposta: 4,4% ao ano. b) Sendo x o valor aplicado no fundo de ações para que a taxa de rendimento global seja 6% no período, então: 008, , x 0,06 = x 0,06 ( x) = ,0x ,06x = ,0x 0,04x = 400 x = Resposta: R$ ,00. GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 3

3 QUESTÃO 03 a) Represente os pontos do plano cartesiano que satisfazem simultaneamente as relações x y 0 e x + y 0. b) Uma empresa fabrica uma peça de precisão em dois modelos A e B. O custo de produção de uma unidade de A é R$00,00 e o de B é R$150,00. Por restrições de orçamento, a empresa pode gastar por mês no máximo R$45.000,00. A mão-de-obra disponível permite fabricar por mês no máximo 50 peças. Seja x a quantidade produzida por mês de A e y a de B. Represente graficamente os possíveis valores de x e y. Admita, para simplificar, que x e y assumam valores reais não negativos. a) (1) x y 0 y 45º 0 x () x + y 0 y 45º 0 x De (1) e (), temos: y 0 45º 45º x b) Do enunciado, temos: (1) x + y 50 y x () 00x + 150y y x De (1) e (), temos: y x 4 GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES

4 QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 Uma locadora A de automóveis cobra R$90,00 por dia de aluguel de um certo carro. Uma outra locadora B cobra pelo mesmo modelo de carro, um valor fixo de R$10,00 mais R$80,00 por dia de aluguel. Seja n o número de dias que um cliente pretende alugar este carro. a) Para que valores de n é preferível a empresa A? b) Qual deveria ser o valor fixo cobrado pela locadora B, para que B fosse preferível para n 7 dias? a) Do enunciado, temos que: 90n n n 1 Resposta: n 1 b) Sendo F o valor fixo, devemos ter: F + 80n 90n F 10n Para n 7, temos que F 70. Resposta: Menor que R$70,00 Resolva, no campo real, as equações: a) 5 (1 + x) 5 = 0 b) 3x + 4 x = 8 a) 5 (1 + x) 5 = 0 (1 + x) 5 = 4 Sendo x um número real, então 1 + x é real. Como um número real admite uma única raiz quinta, temos que: Logo, o conjunto solução é x = 4 x = 4 1 { } b) 3x + 4 = x 8 ( ) = ( ) 3x + 4 x 8 x 19x + 60 = 0 x = 4 ou x = 15 Verificando os valores obtidos, a única raiz é 15. Logo, o conjunto solução é {15}. QUESTÃO 06 Considere o sistema linear nas incógnitas x, y e z: x + y + m z = 3 x + 3y 5z = 7 3x y + z = 4 a) Para que valores de m o sistema é determinado? b) Resolva o sistema para m = a) 1 1 m m 9m 5 0 m Resposta: m GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 5

5 b) x + y + 0z = 3 ( ) ( 3) + x + 3y 5z = 7 + 3x y + z = x + y + 0z = 3 x + y + 0z = 3 (I) y 5z = 13 (4) y 5z = 13 (II) 4y + z = z = 57 (III) (III): z = 3 (II): y 15 = 13 y = (I): x + = 3 x = 1 S = {(1,, 3)} Resposta: S = {(1,, 3)} 13 QUESTÃO 07 a) Os pontos A, B e C são não colineares. A distância de A até B é 6, a de B até C é 8 e a de A até C é 6. Qual a distância de A até a reta que passa por B e C? b) Qual o período e o conjunto imagem da função f(x) = 4 senx? a) Do enunciado, temos: A 6 6 x B 4 D 4 Aplicando Pitágoras no triângulo ADB, temos: C x + 4 = 6 x = 0 x = 5 Resposta: 5 π b) O período é: p = = π O conjunto imagem: 1 senx senx 4 4 f(x) 4 Im = [ 4,4] Resposta: Im = [ 4,4] e p = π QUESTÃO 08 Uma Escola comprou computadores de 3 fabricantes: A, B e C. Trinta por cento foram comprados de A, trinta por cento de B, e o restante de C. A probabilidade de um computador fabricado por A apresentar algum tipo de problema, nos próximos 30 meses, é 0,1. As mesmas probabilidades dos fabricantes B e C são respectivamente 0,15 e 0,. a) Qual a probabilidade de que um computador escolhido ao acaso, seja fabricado por A e apresente algum problema nos próximos 30 meses? b) Se um computador apresentar algum problema nos próximos 30 meses, qual a probabilidade de que tenha sido fabricado por A? a) A probabilidade de ser escolhido um computador de A e ele apresentar defeito é: 0,3 0,1 = 0,03 = 3%. Resposta: 3%. b) A probabilidade pedida é o quociente entre a probabilidade de apresentar defeito e ser produzido por 0, 3 0,1 0,03 6 A e a probabilidade de apresentar defeito. Assim, = = 0,3 0,1 + 0,3 0,15 + 0,4 0, 0, Resposta: GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES

6 QUESTÃO a) Calcule ( j 1). j = 1 b) Obtenha o 0º termo da progressão geométrica x x 1,,, a) ( j 1) = , j = 1 que é a soma dos 60 primeiros termos de uma P.A. Assim: 60 ( ) 60 ( j 1) = = 3600 j = 1 Resposta: 3600 x x b) A seqüência 1,,, é uma P.G. cujo primeiro termo é 1, e a razão é x O 0º termo será: 1 x x = 19 Resposta: x19 19 QUESTÃO 10 a) Um polinômio P, de coeficientes reais, apresenta + 3i e 3i, como suas raízes (i é a unidade imaginária). Qual o menor grau possível para P? Justifique. b) A equação polinomial x 3 x 7x + 15 = 0, apresenta uma raiz igual a + i. Obtenha as outras raízes. a) Como os coeficientes de P são reais, então P também apresenta como suas raízes 3i e + 3i. Logo, o menor grau para P é 4. b) A equação dada também apresenta uma raiz igual a i. Sendo r a terceira raiz, pelas relações de Girard, devemos ter: 1 r + + i + i = r = 3 1 Logo, as outras raízes são i e 3. GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 7

7 Língua Portuguesa QUESTÃO 01 QUESTÃO 0 QUESTÃO 03 Observação: QUESTÃO 04 Peso: 4% QUESTÃO 05 Dentre os tempos verbais, existe um que se chama futuro do presente composto do indicativo; um exemplo é terei partido. Explique em que circunstância esse tempo verbal é utilizado. Redija uma frase em que ele seja corretamente empregado, mas use verbo diferente de partir. O tempo composto terei partido indica um evento anterior em relação a outro, futuro. Nota-se tal procedimento, por exemplo, em: Em fevereiro já estarei tranqüilo, pois todas as provas já terão passado. Quando formos universitários, teremos passado por uma difícil etapa de nossas vidas. O pronome se tem o mesmo significado e a mesma função nas frases abaixo? Explique. Os recém-casados se amavam intensamente: os olhares que trocaram após a cerimônia anunciaram vivamente a dedicação de cada um ao seu consorte. A matrona feriu-se ao tropeçar no tapete estendido na varanda. Romualdo arrependeu-se de ter tocado no tema, especialmente diante de Marisa. Em Os recém-casados se amavam intensamente, o pronome se é alvo do verbo amar (VTD), logo objeto direto, e significa que os recém-casados se amavam um ao outro. Em a matrona feriu-se ao tropeçar, o pronome se é alvo do verbo ferir (VTD), portanto objeto direto, e tem sentido reflexivo, uma vez que retoma o sujeito a matrona. Em Romualdo arrependeu-se, o pronome se perdeu a função sintática de objeto, sendo parte integrante do verbo pronominal, porém indica certa idéia reflexiva. Observe os períodos abaixo destacados. A respeito deles, pergunta-se e pede-se: a) Há diferença de sentido entre eles? Explique. b) No segundo dos períodos abaixo, falta uma palavra, que está subentendida. Transcreva esse período, mas inclua a palavra que falta. Quem ama o feio, bonito lhe parece. Quem ama, o feio bonito lhe parece. a) Sim, há diferença de sentido. No primeiro período, afirma-se que o feio parece bonito para aquele que o aprecia; já no segundo, que aquele que é capaz de amar, considera bonito aquilo que é feio. b) Para quem ama, o feio bonito lhe parece. A rigor, não falta nada no segundo período, não há nenhuma palavra subentendida: trata-se de um caso clássico de anacoluto, aliás averbado nos dicionários Houaiss e Aurélio.A estratégia discursiva é comum nos provérbios populares: Cavalo dado, não se olham os dentes, Quem cospe para o alto, na cara lhe cai, etc. Qual é o significado de prescindir de no período abaixo? Os novos diretores não podem prescindir de gente capaz. Prescindir de, no período, tem o sentido de dispensar, abrir mão de, passar sem. Observe a palavra sublinhada no seguinte período: A implicação é que esses países talvez se saíssem melhores economicamente se fossem mais parecidos entre si. Essa palavra está sendo usada de acordo com a norma culta? Explique. A palavra melhores não está sendo usada de acordo com a norma culta escrita. Com efeito, a expressão empregada no fragmento é, na base, sair-se bem, com a substituição do advérbio bem pela sua forma comparativa de superioridade melhor. Ora, o advérbio, seja na forma bem, seja na forma melhor,é palavra invariável, não podendo, portanto, ser colocada no plural. GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 9

8 A redação correta seria: A implicação é que esses países talvez se saíssem melhor economicamente se fossem mais parecidos entre si. QUESTÃO 06 QUESTÃO 07 Peso: 4% QUESTÃO 08 Peso: 4% QUESTÃO 09 Peso: 4% QUESTÃO 10 Leia o fragmento abaixo, do conto A cartomante de Machado de Assis. Depois, responda às perguntas. Separaram-se contentes, ele ainda mais que ela. Rita estava certa de ser amada; Camilo, não só o estava, mas via-a estremecer e arriscar-se por ele, correr às cartomantes, e, por mais que a repreendesse, não podia deixar de sentir-se lisonjeado. A casa do encontro era na antiga Rua dos Barbonos, onde morava uma comprovinciana de Rita. Esta desceu pela Rua das Mangueiras na direção de Botafogo, onde residia; Camilo desceu pela da Guarda Velha, olhando de passagem para a casa da cartomante. O texto oferece condições para indicar, com precisão, o significado do pronome o na seguinte oração:... não só o estava.... Diga qual é esse significado. Explique qual defeito de estilo Machado de Assis evitou ao utilizar o pronome o. O pronome o é um anafórico que, além de ter como referência um masculino singular, pode também funcionar como um pronome neutro (= isto) cujo referente é um enunciado inteiro, como é o caso deste trecho de A Cartomante: o = certo de ser amado. Qual é o sujeito de ser amada, no texto. Explique. No período Rita estava certa de ser amada, a oração destacada é uma subordinada substantiva completiva nominal reduzida de infinitivo, que pode ser desdobrada da seguinte maneira: de que (ela) era amada. Como na oração desdobrada, na reduzida o sujeito está oculto (ou elíptico), referindo-se a Rita. Qual é o significado de comprovinciana no texto? Explique, da perspectiva etimológica, como se pode chegar à conclusão de que o sentido é esse. Do ponto de vista etimológico, o prefixo com dá, entre outros sentidos, a idéia de concomitância, junção, junto com. Agregado à palavra provinciana, permite concluir que Rita era da mesma província que a moradora da Rua dos Barbonos. O significado da palavra comprovinciana, segundo o Aurélio, é que é da mesma província que outro(s). O exemplo escolhido pelo dicionário, a propósito, é o mesmo trecho do texto de Machado selecionado pela banca: A casa do encontro era na antiga Rua dos Barbonos, onde morava uma comprovinciana de Rita. Em Esta desceu pela Rua das Mangueiras..., explique por que, no texto, se usou o pronome esta e não o pronome ela. O pronome ela criaria uma ambigüidade, pois poderia ter como referência tanto Rita como sua comprovinciana. O anafórico esta, entre duas referências, sempre retoma a mais próxima, portanto recupera o último elemento citado, isto é, Rita. Se quisesse recuperar o primeiro citado, o autor usaria o pronome aquela. No final do texto, pode-se ler o seguinte período Camilo desceu pela (Rua) da Guarda Velha, olhando de passagem para a casa da cartomante. Compare esse período com o seguinte, que não está no texto: Camilo desceu pela (Rua) da Guarda Velha, olhando de passagem para casa. Explique a diferença de sentido entre essas duas orações. Explique por que essa diferença acontece. Nos dois enunciados em confronto, a palavra casa está indicando lar, residência. A indicação do possuidor pode ser feita por meio de um determinante, como ocorre no trecho do conto de Machado: a casa da cartomante 10 GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES

9 Quando casa não vem acompanhada de nenhum determinante, o possuidor é presumido pelo contexto. No enunciado citado fora de contexto ( Camilo desceu pela [Rua] da Guarda Velha, olhando de passagem para casa ), há ambigüidade: o possuidor da casa pode ser tanto Camilo como um narrador em primeira pessoa. QUESTÃO 11 Justifique o uso da vírgula depois da conjunção e, no seguinte trecho do texto:... e, por mais que a repreendesse, não podia deixar de sentir-se lisonjeado... A vírgula colocada depois do e forma par com a vírgula depois de repreendesse. Com esse par de vírgulas, está-se marcando a intercalação da oração subordinada adverbial concessiva por mais que a repreendesse entre o e e sua continuação lógica, a oração principal não podia deixar de sentir-se lisonjeado. QUESTÃO 1 Peso: 4% Diga qual é a razão imediata por que lisonjeado (que está no texto) é escrito com j e margeado (que não está no texto) é escrito com g. O j da palavra lisonjeado se justifica pelo fato de o verbo lisonjear ser formado a partir do substantivo lisonja. Já o g de margeado se justifica pelo fato de o verbo margear ser formado a partir do substantivo margem. QUESTÃO 13 Observe o seguinte trecho, extraído do texto: Separaram-se contentes, ele ainda mais que ela. Rita estava certa de ser amada; Camilo, não só o estava, mas via-a estremecer e arriscar-se por ele, correr às cartomantes... Justifique o uso de mas, nesse caso. O conectivo mas, que usualmente introduz orações coordenadas adversativas, tem nesse contexto seu valor de oposição enfraquecido por estar estabelecendo uma correlação entre dois argumentos, sendo o segundo uma intensificação da idéia exposta no primeiro. GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 11

10 Redação INSTRUÇÕES Esta prova é constituída de apenas um texto. Com base nele: Dê um título sugestivo à sua redação. Redija um texto a partir das idéias apresentadas. Defenda os seus pontos de vista utilizando-se de argumentação lógica. Na avaliação da sua redação, serão ponderados, A correta expressão em língua portuguesa. A clareza, a concisão e a coerência na exposição do pensamento. Sua capacidade de argumentar logicamente em defesa de seus pontos de vista. Seu nível de atualização e informação. A originalidade na abordagem do tema. A Banca aceitará qualquer posicionamento ideológico do examinando. Evite fazer rascunho e passar a limpo para não perder tempo. A redação pode ser escrita a lápis. Atenção para escrever com letra bem legível. TEMA Há muita sabedoria pedagógica nos ditos populares. Como naquele que diz: É fácil levar a égua até o meio do ribeirão. O difícil é convencê-la a beber a água. De fato: se a égua não estiver com sede, ela não beberá água, por mais que o seu dono a surre... Mas, se estiver com sede, ela, por vontade própria, tomará a iniciativa de ir até o ribeirão. Aplicado à educação: É fácil obrigar o aluno a ir à escola. O difícil é convencê-lo a aprender aquilo que ele não quer aprender. Às vezes, eu penso que o que as escolas fazem com as crianças é tentar forçá-las a beber a água que não querem beber. Brunno Bettelheim, um dos maiores educadores do século 0, dizia que, na escola, seus professores tentaram ensinar-lhe coisas que queriam ensinar, mas que ele não queria aprender. Não aprendeu e, ainda por cima, ficou com raiva. Que as crianças querem aprender, disso não tenho a menor dúvida. Vocês devem se lembrar do que escrevi, corrigindo a afirmação com que Aristóteles começa a sua Metafísica : Todos os homens, enquanto crianças, têm, por natureza, desejo de conhecer. (RUBEM ALVES Folha de São Paulo Sinapse 4/09/00 ) ANÁLISE DA PROVA Encaminhamentos possíveis Aceitando o pressuposto de que a criança tem o desejo de aprender e considerando a hipótese de que cabe à escola a responsabilidade de provê-la de um conjunto de conhecimentos considerados indispensáveis pela sociedade, seria possível encaminhar o texto principalmente de três maneiras: 1. Defender que, para tornar harmoniosa e produtiva a relação entre educador e educando, a escola só deveria ensinar aquilo que a criança quisesse aprender. Assim, esta se tornaria agente do processo de aprendizado, em vez de títere nas mãos dos professores com suas idiossincrasias. Se essa estratégia, por um lado, garante à criança o prazer de aprender, por outro abre a perspectiva de não provê-la de competências e conhecimentos indispensáveis para uma interação produtiva com o mundo.. Argumentar em favor da idéia de que cabe à escola, como instrumento da sociedade, determinar os conteúdos que precisam ser estudados. Nessa linha de raciocínio, seria necessário apontar os recursos a serem empregados pelos professores para que a criança tivesse prazer em aprender aquilo que a sociedade julga importante. GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 13

11 Ao defender essa posição, o candidato deveria ter o cuidado de não cair no autoritarismo, segundo o qual a escola seria a representação da verdade categórica, vetando-se à criança o poder de escolha em seu processo de aprendizado. 3. Adotar uma postura conciliatória, ou seja, reconhecer a importância de respeitar a vontade da criança, mas sem abandonar os valores consagrados pela tradição escolar. Nesse caso, poder-se-ia propor que as predileções do aprendiz fossem usadas como ponto de partida para a abordagem dos conteúdos programáticos. Em outros termos, os professores adotariam o universo de referência da criança como motivação para ensinar-lhe aquilo que de fato tem importância para uma participação produtiva no meio social. 14 GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES

12 Comentário Matemática Prova bem elaborada, com questões de enunciados claros e precisos, confirmando a proposta da FGV em relação ao Raciocício Matemático. Certamente selecionará os candidatos com o perfil desejado pela FGV. Língua Portuguesa Esta prova, comparada com a da 1ª fase da FGV, não traz novidade no que diz respeito aos tópicos da programação, mas apresenta diferença de foco, isto é, avalia privilegiadamente competências distintas. Um dos focos da avaliação como é próprio de toda prova escrita é a capacidade do candidato para formalizar as respostas, demonstrando sua aptidão para articular o pensamento e expressar-se com clareza e correção. O outro foco incide sobre sua aptidão para reconhecer sentidos de palavras postas em contexto. Embora em menor quantidade, há questões que exigem competência de descrever fatos gramaticais e justificar usos típicos da norma culta escrita. As respostas acertadas a essas questões, sem dúvida, são um índice de bom desempenho em língua materna. Redação Fiel a um modelo de exame, a Banca da FGV mais uma vez não apresentou novidades nesta prova. O candidato deveria escrever uma redação (presumivelmente uma dissertação e em prosa) com cerca de 50 linhas, discutindo as idéias contidas num único fragmento, extraído de crônica publicada na imprensa há poucos meses. O texto de Rubem Alves constata que É fácil obrigar o aluno a ir à escola. O difícil é convencê-lo a aprender aquilo que ele não quer aprender. O percurso argumentativo, iniciado com um ditado popular, permite depreender uma crítica à educação: há uma grande distância entre o que a criança quer aprender e o que os professores querem que ela aprenda. Esperava-se, portanto, que o candidato abordasse a relação entre alunos e educadores e debatesse estratégias viáveis para tornar o aprendizado prazeroso. GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES 15

13 Incidência Matemática Assunto por itens Equação do 1º grau Equação exponencial Equação irracional Equação polinomial Função Geometria analítica Geometria plana Inequação do 1º grau Inequação quociente Porcentagem Probabilidade Progressões Sistemas lineares Trigonometria 1 Nº DE ITENS 16 GV/003 ª FASE ANGLO VESTIBULARES

a) Dê o domínio da função f(x) = 2 + 3x Resolva a inequação: 1 x Resolução a) O domínio da função f definida por x 1 é o conjunto de todos os

a) Dê o domínio da função f(x) = 2 + 3x Resolva a inequação: 1 x Resolução a) O domínio da função f definida por x 1 é o conjunto de todos os MATEMÁTICA 1 a) Dê o domínio da função f(x) = x 1. x 7x + 1 b) + 3x Resolva a inequação: 1 x 4. a) O domínio da função f definida por f(x) = x 1 é o conjunto de todos os x 7x + 1 x 1 números reais tais

Leia mais

{ } PROVA DE RACIOCÍNIO MATEMÁTICO. 1)a)Dê o domínio da função f ( x) = + 12. b)resolva a inequação: 2 + 3 x. 4 + x RESOLUÇÃO.

{ } PROVA DE RACIOCÍNIO MATEMÁTICO. 1)a)Dê o domínio da função f ( x) = + 12. b)resolva a inequação: 2 + 3 x. 4 + x RESOLUÇÃO. )a)dê o domínio da função f ( ) = 7 + b)resolva a inequação: + 3 4 a)devemos ter 0 7 + Fazendo N = e D = 7 +, teremos o seguinte quadro de sinais: 3 4 N - + + + D + + - + N/D - + - + Tendo em conta que

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Conhecimentos Básicos Português Básico Gramática Sobre o curso: Ele é direcionado a todo aluno que pretende construir uma base sólida de conhecimentos fundamentais para resolver as

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na GV

CPV O cursinho que mais aprova na GV O cursinho que mais aprova na GV FGV ADM Objetiva 06/junho/010 MATemática 01. O monitor de um notebook tem formato retangular com a diagonal medindo d. Um lado do retângulo mede 3 do outro. 4 A área do

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Faculdades Integradas do Vale do Ivaí UNIVALE Ivaiporã - PR Faculdades Integradas do Vale do Ivaí - UNIVALE COMISSÃO DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR 2016 MATRÍCULA DOS APROVADOS NO VESTIBULAR A matrícula

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV ADM /dezembro/20 MATEMÁTICA APLICADA 0. A Espaço Inteligente Empreendimentos Imobiliários fez o lançamento de um edifício, com conjuntos comerciais a R$.800,00

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As Faculdades Senac Minas, com o intuito de atender às diversas demandas, oferece à comunidade dois processos vestibular: o vestibular e o vestibular agendado. Ambos os processos buscam selecionar

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2007 PROVA DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO. 1 a. fase

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2007 PROVA DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO. 1 a. fase FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 007 PROVA DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO 1 a. fase Maria Raquel Miotto Morelatti Monica Fürkotter Novembro 006 1 Sumário 1.. Introdução 0 A natureza

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008

EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. PROCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008 EDITAL CED/RTR N.º 003/2008, 05 de março de 2008. OCESSO SELETIVO ESPECIAL Retificação do Edital n 002/2008 de 25 de fevereiro de 2008 A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: :CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV ADM 31/maio/015 Prova A MATEMÁTICA 01. Fabiana recebeu um empréstimo de R$ 15 000,00 a juros compostos à taxa de 1% ao ano. Um ano depois, pagou uma parcela de

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de ATE SEFAZ/PI

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 EMENTA DA DISCIPLINA O Estudo das funções e suas aplicações

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: :CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES Caros concurseiros, Como havia prometido, seguem comentários sobre a prova de estatística do ICMS RS. Em cada questão vou fazer breves comentários, bem como indicar eventual possibilidade de recurso. Não

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014.

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Classes de palavras: - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio Etec PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: : SÃO CARLOS Área de conhecimento:ciencias DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: : MATEMATICA

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES 1

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES 1 CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES 1 Olá pessoal! Resolverei neste ponto a prova de Matemática e Estatística para Técnico Administrativo para o BNDES 2008 organizado pela CESGRANRIO. Sem mais delongas,

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO EM MATEMÁTICA Manual do Professor Módulo 2 Números Racionais, Operações e Resolução de Problemas

PROJETO DE RECUPERAÇÃO EM MATEMÁTICA Manual do Professor Módulo 2 Números Racionais, Operações e Resolução de Problemas PROJETO DE RECUPERAÇÃO EM MATEMÁTICA Manual do Professor Módulo 2 Números Racionais, Operações e Resolução de Problemas Prezado(a) Professor(a) Este manual de orientações tem a finalidade de sugerir um

Leia mais

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas

Trabalhando Matemática: percepções contemporâneas CONSTRUINDO CONCEITOS SOBRE FAMÍLIA DE FUNÇÕES POLINOMIAL DO 1º GRAU COM USO DO WINPLOT Tecnologias da Informação e Comunicação e Educação Matemática (TICEM) GT 06 MARCOS ANTONIO HELENO DUARTE Secretaria

Leia mais

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo :

Título : B2 Matemática Financeira. Conteúdo : Título : B2 Matemática Financeira Conteúdo : A maioria das questões financeiras é construída por algumas fórmulas padrão e estratégias de negócio. Por exemplo, os investimentos tendem a crescer quando

Leia mais

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 14.12.14

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 14.12.14 FGV Administração - 1.1.1 VESTIBULAR FGV 015 1/1/01 RESOLUÇÃO DAS 10 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA TARDE MÓDULO DISCURSIVO QUESTÃO 1 Um mapa de um pequeno parque é uma região em forma de quadrilátero,

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA Nome: Nº 8º Data / / Professor: Nota: A INTRODUÇÃO Agora, você terá a oportunidade de recuperar os conteúdos do ano por meio de um roteiro de estudo. Leia

Leia mais

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco

REDAÇÃO DISSERTAÇÃO AULA 5. Professora Sandra Franco REDAÇÃO AULA 5 Professora Sandra Franco DISSERTAÇÃO 1. Definição de Dissertação. 2. Roteiro para dissertação. 3. Partes da dissertação. 4. Prática. 5. Recomendações Gerais. 6. Leitura Complementar. 1.

Leia mais

IV. DA CLASSIFICAÇÃO E PREENCHIMENTO DAS VAGAS

IV. DA CLASSIFICAÇÃO E PREENCHIMENTO DAS VAGAS I. A FACULDADE Caro Candidato, A Faculdade José Augusto Vieira foi credenciada pelo MEC através da portaria 3.014 de 23 de Setembro de 2004, inaugurada em 08 de Outubro do mesmo ano, é uma instituição

Leia mais

COMO PASSAR NO VESTIBULAR EM 7497 CARACTERES*

COMO PASSAR NO VESTIBULAR EM 7497 CARACTERES* COMO PASSAR NO VESTIBULAR EM 7497 CARACTERES* *Este número é aproximado 15/02/2011 1ª edição 2 ÍNDICE Sobre o livro... 3 Orientações gerais... 4 Horários... 5 Exatas... 6 Português... 7 Redação... 8 Links

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Conteúdo Programático Teste Seletivo 2014 - Edital 4º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação de texto; 2. Redação; 3. Operações Fundamentais (probleminhas). 5º Ano Ensino Fundamental I 1. Interpretação

Leia mais

I. A FACULDADE. Caro Candidato,

I. A FACULDADE. Caro Candidato, I. A FACULDADE Caro Candidato, Seja bem vindo as Faculdades Olga Mettig! A sociedade baiana sempre reconheceu a educadora Olga Mettig pela seriedade e dignidade que imprimiu as suas atitudes pioneiras,

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

EDITAL N 01/2015 CCV

EDITAL N 01/2015 CCV EDITAL N 01/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: alternativa

Leia mais

EDITAL N 03/2015 CCV

EDITAL N 03/2015 CCV EDITAL N 03/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

CI202 - Métodos Numéricos

CI202 - Métodos Numéricos CI202 - Métodos Numéricos Lista de Exercícios 2 Zeros de Funções Obs.: as funções sen(x) e cos(x) devem ser calculadas em radianos. 1. Em geral, os métodos numéricos para encontrar zeros de funções possuem

Leia mais

EDITAL N 05/2015 CCV. 1. VALIDADE O presente processo seletivo terá validade somente para o segundo semestre letivo de 2015.

EDITAL N 05/2015 CCV. 1. VALIDADE O presente processo seletivo terá validade somente para o segundo semestre letivo de 2015. EDITAL N 05/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12

3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12 3º Trimestre TRABALHO DE MATEMÁTICA - 2012 Ensino Fundamental 9º ano classe: A-B-C Profs. Marcelo/Fernando Nome:, nº Data de entrega: 09/ 11/12 NOTA:. Nota: Toda resolução deve ser feita no seu devido

Leia mais

Progressão Geométrica- 1º ano

Progressão Geométrica- 1º ano Progressão Geométrica- 1º ano 1. Uma seqüência de números reais a, a 2, a 3,... satisfaz à lei de formação A n+1 = 6a n, se n é ímpar A n+1 = (1/3) a n, se n é par. Sabendo-se que a = 2, a) escreva os

Leia mais

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1

EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 EDITAL N 06/2013 PROCESSO SELETIVO 2014.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos

Leia mais

PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula!

PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula! PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula! Bete Masini A pontuação é, sem dúvida, um dos principais elementos coesivos do nosso texto. Certamente, não podemos crer no que muitos já falaram (e ainda falam):

Leia mais

PROVA ESCRITA. As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

PROVA ESCRITA. As informações sobre a prova apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ESPANHOL (LE II) Abril de 2015 Prova 15 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90

Leia mais

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica:

Deve-se analisar a frase e sublinhar todas as formas verbais nelas existentes. Assim sendo, a frase fica: Revisão sobre: - Orações complexas: coordenação e subordinação. - Análise morfológica e análise sintáctica. - Conjugação verbal: pronominal, reflexa, recíproca, perifrástica. - Relação entre palavras.

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS O conteúdo programático de Matemática dos processos seletivos da UFU tem como objetivo identificar a habilidade do estudante em resolver problemas, fazer conexões

Leia mais

EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1

EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1 EDITAL N /2015 PROCESSO SELETIVO 2015.1 A FACULDADE TERRA NORDESTE - FATENE, credenciada pelo MEC, portaria n 1.246 de 14/10/2008, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos cursos

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Básico Informação Prova de Equivalência à Frequência INGLÊS (LE I) Prova escrita e oral Prova 21 2015 do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIA DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: MATEMÁTICA I SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:.

Leia mais

As Etapas da Pesquisa D R. G U A N I S D E B A R R O S V I L E L A J U N I O R

As Etapas da Pesquisa D R. G U A N I S D E B A R R O S V I L E L A J U N I O R As Etapas da Pesquisa D R. G U A N I S D E B A R R O S V I L E L A J U N I O R INTRODUÇÃO A pesquisa é um procedimento reflexivo e crítico de busca de respostas para problemas ainda não solucionados. O

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência COMPONENTE ESCRITA

Informação-Prova de Equivalência à Frequência COMPONENTE ESCRITA Agrupamento de Escolas do Viso Porto Prova de Equivalência à Frequência Espanhol (LE II) Prova 15 3º- Ciclo do Ensino Básico Informação-Prova de Equivalência à Frequência Tipo de Prova: Escrita e Oral

Leia mais

no de Questões A Unicamp comenta suas provas

no de Questões A Unicamp comenta suas provas Cad no de Questões A Unicamp comenta suas provas 99 SEGUNDA FASE 4 de Janeiro de 998 Matemática 0 prova de Matemática do Vestibular Unicamp procura identificar nos candidatos um conhecimento crítico e

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES Olá pessoal! Neste ponto resolverei a prova de Matemática Financeira e Estatística para APOFP/SEFAZ-SP/FCC/2010 realizada no último final de semana. A prova foi enviada por um aluno e o tipo é 005. Os

Leia mais

Prof. Volney Ribeiro

Prof. Volney Ribeiro A REDAÇÃO NO ENEM Prof. Volney Ribeiro Professor de língua portuguesa Especialista em Gestão Educacional Mestrando em Letras A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO 2016.2 UNICE - ENSINO SUPERIOR

MANUAL DO CANDIDATO 2016.2 UNICE - ENSINO SUPERIOR MANUAL DO CANDIDATO 2016.2 UNICE - ENSINO SUPERIOR 1. DA VALIDADE O Vestibular, anunciado neste Manual, é válido para admissão nos cursos de Graduação da Faculdade de Ciências Tecnológicas de Fortaleza

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município:Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas

Leia mais

UMA INVESTIGAÇÃO COM ALUNOS DE UM CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA SOBRE A MOBILIZAÇÃO DE CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS

UMA INVESTIGAÇÃO COM ALUNOS DE UM CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA SOBRE A MOBILIZAÇÃO DE CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS UMA INVESTIGAÇÃO COM ALUNOS DE UM CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA SOBRE A MOBILIZAÇÃO DE CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS Cintia Ap. Bento dos Santos Universidade Cruzeiro do Sul Programa de Pós Graduação

Leia mais

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014)

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS DIRETORIA DE ENSINO Colégio Tiradentes - CPM CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) 4º ano Texto e interpretação; As quatro operações: Adição, subtração, Substantivo:

Leia mais

EDITAL N 06/2015 CCV

EDITAL N 06/2015 CCV EDITAL N 06/2015 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação

INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação I - Proposta de Redação INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Orientações para a Redação A proposta de redação do vestibular do ITA pode ser composta de textos verbais, não verbais (foto ou ilustração,

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano Conteúdos Programáticos Bolsão 2016 Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I Conteúdo para ingresso no 2 o ano LÍNGUA PORTUGUESA: Alfabeto (maiúsculo e minúsculo); vogal e consoante; separação silábica;

Leia mais

Função Logarítmica Função Exponencial

Função Logarítmica Função Exponencial ROTEIRO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2014 Aluno (a): nº 1ª Série Turma: Data: /10/2014. 3ª Etapa Professor: WELLINGTON SCHÜHLI DE CARVALHO Caro aluno, O objetivo desse roteiro é orientá-lo em relação aos conteúdos

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO:

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam na etiqueta fixada

Leia mais

FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB

FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014.2 A SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO NORDESTE DA BAHIA LTDA - SESNEB, entidade mantenedora da FACULDADE DO NORDESTE DA BAHIA - FANEB,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME DE SELEÇÃO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME DE SELEÇÃO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONGREGAÇÃO DE SANTA DOROTÉIA DO BRASIL COLÉGIO SANTA DOROTÉIA - PESQUEIRA-PE CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME DE SELEÇÃO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Leitura e compreensão de sílabas, palavras, frases e

Leia mais

2. MÓDULO DE UM NÚMERO REAL

2. MÓDULO DE UM NÚMERO REAL 18 2. MÓDULO DE UM NÚMERO REAL como segue: Dado R, definimos o módulo (ou valor absoluto) de, e indicamos por,, se 0 =, se < 0. Interpretação Geométrica O valor absoluto de um número é, na reta, a distância

Leia mais

EDITAL N 05/2014 CCV

EDITAL N 05/2014 CCV EDITAL N 05/2014 CCV A FAMETRO torna público aos interessados que estão abertas as inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação, nas condições indicadas neste Edital. 1. VALIDADE O presente

Leia mais

Lição 2 Por que Necessitamos de Perdão? Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador. A Bênção pelo Perdão. A Bênção pelo Perdão

Lição 2 Por que Necessitamos de Perdão? Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador. A Bênção pelo Perdão. A Bênção pelo Perdão Lição 1 Nosso Pai é um Deus Perdoador 1. Você já fugiu de casa? Para onde foi? O que aconteceu? 2. Qual foi a maior festa que sua família já celebrou? Explique. 3. Você é do tipo mais caseiro, ou gosta

Leia mais

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL para o 6º ANO LÍNGUA PORTUGUESA Abordagem linguístico-gramatical: Leitura e interpretação dos diferentes gêneros textuais. Reconhecimento e identificação das características

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Ângelo A N E XO II. (Do Conteúdo Programático)

Prefeitura Municipal de Santo Ângelo A N E XO II. (Do Conteúdo Programático) 1 A N E XO II (Do Conteúdo Programático) 2 Cargos: CARPINTEIRO, COZINHEIRA, PADEIRO, PINTOR (LETRISTA). Português: Ortografia (escrita correta das palavras). Divisão silábica. Pontuação. Acentuação Gráfica.

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /.

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /. ROTEIRO DE ESTUDOS 3º ano 1º trimestre / 2015 Nome: Data: / /. Querido (a) Aluno (a), Elaboramos este roteiro com dicas sobre os conteúdos trabalhados no 1º trimestre e que serão abordados nas avaliações

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M9 Noções de Matemática Financeira

Matemática. Resolução das atividades complementares. M9 Noções de Matemática Financeira Resolução das atividades complementares Matemática M9 Noções de Matemática Financeira p. 9 1 (Cesesp-PE) Suponha que uma classe constituída de rapazes e moças tenha 0 alunos, dos quais 6 são moças. Assinale

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma revisão do conceito de porcentagem. Na segunda parte, os alunos deverão aplicar os conceitos vistos na

Leia mais

Prova Escrita de Filosofia

Prova Escrita de Filosofia Exame Final Nacional do Ensino Secundário Prova Escrita de Filosofia 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 714/Época Especial 8 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

Como se preparar para as questões discursivas do ENADE? Profª. Kelly Gomes

Como se preparar para as questões discursivas do ENADE? Profª. Kelly Gomes Como se preparar para as questões discursivas do ENADE? Revisando: o conceito de Texto Qual o conceito de texto? Revisando: o conceito de Texto É a coesão e a coerência que distingue um texto de um aglomerado

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014 EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01 CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2014 O Prefeito do município de Motuca, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS DOS ALUNOS DO 4 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I

ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS DOS ALUNOS DO 4 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS DOS ALUNOS DO 4 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I Diego Barboza Prestes 1 Universidade Estadual de Londrina diego_led@hotmail.com Tallys Yuri de Almeida Kanno 2 Universidade

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NÚMERO DA VAGA: 22 venho por meio deste pedir a anulação

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

PROVA OBJETIVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia

PROVA OBJETIVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia PROVA OBJETIVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR 0 - FGV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Profa. Maria Antônia C. Gouveia. O PIB per capita de um país, em determinado ano, é o PIB daquele ano dividido pelo número de habitantes.

Leia mais

Planejamento Anual 2014. Modalidade: Ensino Médio. Disciplina: Matemática. 1º Ano D. Prof: Alan Ricardo Lorenzon

Planejamento Anual 2014. Modalidade: Ensino Médio. Disciplina: Matemática. 1º Ano D. Prof: Alan Ricardo Lorenzon COLEGIO ESTADUAL DARIO VELLOZO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E PROFISSIONAL Rua Haroldo Hamilton, 271 Centro - CEP 85905-390 Fone/Fax 45 3378-5343 - Email: colegiodariovellozo@yahoo.com.br Toledo Paraná Planejamento

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1

FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1 FACULDADES INTEGRADAS DE SERGIPE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 2014/1 A ASSOCIAÇÃO DE APOIO À EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESTADO DE SERGIPE APEC/SE, entidade mantenedora das FACULDADES INTEGRADAS DE

Leia mais

POR QUE INVERTER O SINAL DA DESIGUALDADE EM UMA INEQUAÇÃO? GT 02 Educação matemática no ensino médio e ensino superior.

POR QUE INVERTER O SINAL DA DESIGUALDADE EM UMA INEQUAÇÃO? GT 02 Educação matemática no ensino médio e ensino superior. POR QUE INVERTER O SINAL DA DESIGUALDADE EM UMA INEQUAÇÃO? GT 02 Educação matemática no ensino médio e ensino superior. Bruno Marques Collares, UFRGS, collares.bruno@hotmail.com Diego Fontoura Lima, UFRGS,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ECULTURA 19ª GERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO CEMTI JOÃO HENRIQUE DE AL MEIDA SOUSA

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ECULTURA 19ª GERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO CEMTI JOÃO HENRIQUE DE AL MEIDA SOUSA O Centro de Ensino Médio de Tempo Integral João Henrique de Almeida Sousa torna público aos interessados a abertura das inscrições do Exame Classificatório para preenchimento de vagas referentes à 1ª,

Leia mais

% de usuários. essa resposta

% de usuários. essa resposta PROVA DE MATEMÁTICA E FINANCEIRA BANCO DO BRASIL 007 - A numeração segue a ordem do caderno YANQUE. ENUNCIADO PRINCIPAL Segurança: de que forma você cuida da segurança da informação de sua empresa? Resultado

Leia mais