1 - Nome do projeto ou do programa de responsabilidade social: Programa SOS na Escola

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 - Nome do projeto ou do programa de responsabilidade social: Programa SOS na Escola"

Transcrição

1 PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Montese Educação pofissional Ltda. Nome Fantasia: SOS Educação Pofissional Data de fundação: 10/03/2010 Númeo de funcionáios: 25 Localização: Av. Gomes de Matos, 1200 Fotaleza-Ceaá. Tempo como fanqueado: 12 Anos Segmento de atividade e pincipal negócio: Teinamento em Educação Pofissional. Fatuamento anual (opcional): R$ ,32 Nome e contato de quem peencheu este fomuláio: Pedo Alves Peeia da Rocha J Kátia Simone Alves Ribeio Descição do pojeto 1 - Nome do pojeto ou do pogama de esponsabilidade social: Pogama SOS na Escola

2 2 - De que foma e po qual áea da empesa o pojeto é conduzido? O Pogama SOS na Escola conta com a paceia da Secetaia de Educação Básica do Estado do Ceaá que, atavés do contato dieto com a gestão das escolas públicas de Ensino Médio, apesenta a poposta de fomação e pepaação dos alunos paa o mecado de tabalho. O núcleo gesto de cada escola tem a possibilidade de ealiza a escolha das atividades popostas pelo Pogama SOS na Escola. Tal escolha pemite constui coletivamente o conogama das atividades, a sabe: Oientações, palestas, oficinas, cine competências, gincanas e convesa com o especialista de deteminadas áeas. Todas as ações aceca do Pogama SOS na Escola acontecem mediante planejamento pévio, pois dessa foma evita-se o impoviso e a desoganização. A execução das atividades acontece dento do espaço escola, no peíodo de 5(cinco) dias, de segunda a sexta-feia, em todos os tunos. Com datas macadas peviamente e combinadas pioitaiamente pela escola. De acodo com o seu calendáio de atividades é ealizada a pogamação espeitando a autonomia e a ealidade escola, sempe de acodo com as dietizes de atendimento do Pogama SOS na Escola. O Pogama é conduzido pela Áea Educacional das unidades da SOS Educação Pofissional em Fotaleza (CE), com o apoio dieto dos seguintes epesentantes: - Geente Educacional - Supevisoa do Pogama 3 - Foco de atuação e seus públicos (cianças, idosos, comunidade em geal, funcionáios, consumidoes, meio ambiente, etc.): Gaanti atendimento sócio-educativo às escolas, atavés de oientação, fomação e pepaação do aluno, pioitaiamente do ensino médio, paa o mecado de tabalho. Os objetivos específicos são: 1. Ofeece oientação pofissional, atavés de um espaço de eflexão sobe a escolha pofissional e as possibilidades de encaminhamento da pofissão e de ealização de escolhas satisfatóias; 2. Ofeece mais infomações sobe faculdades, pofissões e o mecado de tabalho; 3. Auxilia o aluno a efleti sobe a impotância da educação, do tabalho e da motivação paa ealizá-lo e da satisfação que ele pode taze. Público alvo: Alunos do Ensino Médio das Escolas Públicas Estaduais. 4 - Peíodo Mês: Todos os meses do peíodo escola Ano: Desde 2009 aos dias atuais Local de ealização: Escolas Públicas Estaduais localizadas em Fotaleza (CE)

3 5 - Estimativa de investimento paa a ealização de todas as ações duante o último ano (calcula custo de podutos, seviços, ecusos financeios doados ou investidos, eventos ealizados, outos): ITEM VALOR Despesas com Pessoal R$ 7.470,00 Tanspote R$ 1.500,00 Aquisição de pojeto R$ 1.550,00 Aquisição de Notebook R$ 1.500,00 Mateial Escitóio R$ 300,00 Mateial Gáfico R$ 450,00 Bindes R$ 400,00 TOTAL R$ , Fotos

4

5 Abangência, penetação e capacidade de mobilização 7 - Existem outos paceios (empesas, entidades sociais, goveno, Ongs, igeja, outos)? Em caso afimativo, explica o papel de cada um. Sim. A Secetaia Estadual de Educação cujo papel é abi as potas da escola paa que seja possível esta pestação de seviços. É atavés desse aval que o Pogama SOS na Escola consegue, em paceia com os gestoes escolaes, oganiza uma pogamação difeenciada paa os alunos do Ensino Médio. Dessa foma, a escola paticipa ativamente na pomoção de um espaço de conscientização sobe a impotância da necessidade de pepaação dos alunos paa enfenta e concoe às vagas existentes no mecado de tabalho. A SOS Educação Pofissional, com anos de existência no mecado e com esultados sólidos na oientação e encaminhamento dos alunos, contibui atavés do seu pogama de esponsabilidade social, em popociona a estes alunos opotunidades iguais de conhecimento. Mediante tal poposta, as escolas têm mostado confiança na maca SOS, cujo pogama não tem fins lucativos e, que po vez, ealmente se popõe a contibui paa que tenhamos uma sociedade mais justa e igualitáia. 8 - A empesa contou com a colaboação voluntáia de pessoas da comunidade ou de seus funcionáios? Estima númeo de voluntáios envolvidos. Sim. Inicialmente contou com a paticipação de 4 (quato) colaboadoes voluntáios. 9 - Essas ações de esponsabilidade social contaam com a paticipação do fanqueado? Desceve. Não, essas ações não contaam com a paticipação do fanqueado A iniciativa foi adotada pelo fanqueado e disseminada paa toda a ede? Explica. Não, essa iniciativa não foi adotada pelo fanqueado e nem disseminada paa a ede. De toda foma, a inscição do pojeto no pêmio ABF/AFRAS está contibuindo paa que o mesmo ganhe visibilidade junto à ecém ciada Dietoia de Responsabilidade Social da SOS/Multi Holding.

6 Impacto 11 - Pincipais esultados qualitativos (desceva as infomações que compovem os impactos paa os vaiados públicos - beneficiados, empesa, sociedade, funcionáios, outos). Paa os alunos: Atavés da pesquisa de satisfação aplicada com os alunos paticipantes, foi possível analisa o gau de satisfação pelas novas apendizagens; po teem a SOS Educação Pofissional dento da escola; po se um seviço gatuito, e pincipalmente po teem tido a opotunidade de conhece com detalhes como se pepaa paa concoe a uma vaga no mecado de tabalho. Eis as pincipais atividades vivenciadas pelos alunos: 1. Palestas Como alcança sucesso no mecado de tabalho; Como elaboa um cuículo pofissional; Conquistando o pimeio empego; Desenvolvendo a ética e o elacionamento intepessoal nas empesas; Conhecendo as etapas de um pocesso seletivo; Como se compota em uma entevista de empego; Vivenciando dinâmicas de gupo; Ciatividade no mecado de tabalho; Descobindo suas aptidões pofissionais. 2. Cine competência: Filmes (com dieito a efigeante e pipoca) Após exibição do filme, ealização de debate eflexivo com a tuma. 3. Fale com o especialista: Pofissionais na áea de RH Momento paa infomações e tia-dúvidas com o especialista da áea de ecutamento e seleção. Duante o pocesso de avaliação ealizado paa a melhoia das atividades popostas, os alunos fizeam solicitações paa que o pogama esteja mais vezes na escola. Muitos afimam se de famílias caentes e que necessitam colaboa com as despesas de casa, mas que também alguns já têm filhos e que pecisam se auto-sustenta. Dessa foma, o pojeto contibui em leva conhecimento específico sobe o que eles mais têm deficiência po não podeem, em sua gande maioia, paga um cuso pofissionalizante que lhes dê condições de obte esse conhecimento específico voltado à pepaação pofissional.

7 Paa a Escola: Segundo os elatos dos gestoes escolaes, eis alguns depoimentos: Escola Paulo Benevides Maia Vanda (Cood. Escola): O pojeto foi muito bom, a escolha dos eventos po pate da escola facilitou bastante a adesão dos alunos que gostaam muito dos eventos. Ao ajuda o aluno a amplia sua visão de mundo e a melhoa suas elações intepessoais, a SOS já está contibuindo de foma positiva com a sociedade. A pogamação, os catazes, o movimento no pátio (no pimeio dia de evento), tudo foi muito bom. Escola Nogueia Jucá Cláudia Pies (dietoa) Pojeto muito bem oganizado e pincipalmente abeto a sugestões, o que é muito impotante. Os eventos ofetados aos alunos são muito impotantes paa a postua dos mesmos, paa a tomada de decisão pofissional. Abe a visão do aluno. A SOS contibui paa a sociedade no momento que popociona oientação pofissional ao aluno. O pojeto é ealmente Social, a SOS é uma empesa cidadã. Escola Aldaci Babosa Macelino Feeia (dieto) É um pojeto de muita necessidade paa as escolas públicas, é sempe bom te essas paceias. Excelente planejamento com paticipação da escola, definição dos mateiais, datas e hoáios. Tudo o que popociona capacitação paa os alunos é impotante paa a fomação deles. Escola Manoel Rodigues Mísia Honoato (Cood. Escola) A Educação Pública como um todo, na busca da qualidade do ensino, ainda não ofeece tal supote de gande impotância paa a fomação e oientação paa o mecado de tabalho. Po isso essa paceia com a SOS é de gande impotância. Os eventos são bem elaboados, dinâmicos e satisfatóios em suas temáticas, o que despeta o inteesse e estimula a paticipação dos alunos. Escola Castelo Banco Maia Leonoa ( Cood. Escola) O pojeto é bastante oganizado, cumpe com os hoáios. Não enganando as escolas nem os alunos. Quando se foma um adolescente automaticamente se contibui paa a sociedade, pois ele coloca em pática o que foi apendido, sendo isso um etono paa a sociedade.

8 Paa a Sociedade: A sociedade ganha mais um paceio que se peocupa com a fomação e pepaação dos jovens. A SOS Educação Pofissional apesenta um pojeto séio, sem fins lucativos, com atendimento dento da escola pública paa os jovens que tem pouca ou nenhuma opotunidade no mecado de tabalho. SOS Educação Pofissional: O pincipal esultado é a ceteza de esta contibuindo com a fomação dos alunos paa obte um luga no mecado de tabalho. O Pogama SOS na Escola expessa o sentimento de que esses jovens são capazes de consegui ingessa no espaço pofissional. Que é possível atavés do estudo fomal, oientação, pepaação e muita deteminação pode vence na vida. A SOS Educação Pofissional se ogulha atavés de seu pogama de esponsabilidade social, pois compatilha o conhecimento adquiido ao longo da sua tajetóia pofissional (pepaando e encaminhando os seus alunos paa o mecado de tabalho). Utilizando-se da consolidação de sua maca e cedibilidade, colaboa com uma pacela da população que mais pecisa e que não têm condições paa tal. Pincipais esultados quantitativos (apesente dados numéicos decoentes do desenvolvimento do pojeto - númeo de beneficiados, egiões atendidas, entidades envolvidas, fanqueados envolvidos, etono financeio quando houve, qualidade e indicadoes de gestão, outos). Escolas Atendidas I ETAPA: CEJA Paulo Feie E.E.F.M Adauto Bezea; E.E.M Paulo Benevides; E.E.F.M João Nogueia Jucá; E.E.F.M Adalci Babosa; E.E.F.M Deputado Manoel Rodigues; E.E.M Pesidente Humbeto Castelo Banco; Eventos ofetados e a quantidade 71 Fale com o especialista; Pocesso seletivo; Simulação de entevista; Teste vocacional; Dinâmica de gupo; Cine competência. N de alunos (paticipação) 796

9 II ETAPA: E.E.F.M Félix de Azevedo; E.E.F.M Joaquim Alves; E.E.F.M Patonato da Sagada Família; E.E.F.M Paóquia da Paz; 21 Cine competência; Como se um pofissional ciativo e inovado; Descobindo suas aptidões; Ética e elacionamento intepessoal; Pocesso seletivo. 428 III ETAPA: EEFM Walte de Sá Cavalcante; EEFM Juvenal Galeno; EEFM Polivalente Modelo de Fotaleza. 27 Cine competência; Ciatividade no mecado de tabalho; Descobindo suas aptidões; Pocesso seletivo; Vivenciando dinâmicas de gupo. 537 Total de escolas: 14 Total de eventos: 119 Total de alunos: Baios envolvidos: Destaca as duas pincipais dificuldades encontadas no desenvolvimento do pojeto e como foam enfentadas. 1. Os dietoes não aceditaam que a SOS Educação Pofissional estava na escola somente com fins sociais, pois mencionaam que outas empesas, ao entaem nas escolas, ealizavam vendas de cusos paa os alunos. Poém, com o apoio da Secetaia de Educação, foi possível oganiza as seguintes atividades: Convesa com cada gesto paa a apesentação do pojeto;

10 ealização conjunta do planejamento e do calendáio de atividades, espeitando a autonomia do gesto e a ealidade da escola; aplicação de avaliações solicitando sugestões de melhoia e o paece do gesto escola. Assim, os gestoes se sentiam fazendo pate do pocesso; 2. Baixa divulgação dos eventos na escola: Foi solucionado com ações de maketing dento das salas de aulas nas escolas paticipantes. Regulaidade 13 - Existe pevisão de continuidade ou ampliação das ações? Explica. Sim. O pojeto continua acontecendo nas escolas públicas estaduais po seem as esponsáveis pelo ensino médio, poém neste ano de 2011 com as seguintes metas: 1. Duplica o númeo de atendimento; 2. Contempla no mínimo 20 escolas; 3. Foca na divulgação intena (bannes, foldes, visita às unidades) e extena, a fim de tona o Pogama S.O.S na Escola conhecido pelos alunos e pela sociedade em geal; 4. Atua em novos espaços: Feias cultuais, ONG s, eventos em univesidade, com o objetivo de divulga e fotalece as ações do Pogama; 5. Oganiza uma ede de voluntáios univesitáios paa atua nessa ação junto às escolas. Alinhamento ao negócio 14 - O pojeto está alinhado ao seu negócio? Desceve. Sim, pois a finalidade pincipal da SOS Educação Pofissional é a fomação pofissional do aluno, popocionando conhecimentos e habilidades geais e específicas, pepaando paa a inseção no mecado de tabalho e paa a paticipação esponsável na vida social do país. Inovação e ciatividade 15 - Gau de novidade, ciatividade e apefeiçoamento do pojeto. Mediante elatos de alguns gestoes das escolas públicas locais, este tipo de pojeto pomovido po escolas pivadas pofissionalizantes, que ofeeçam

11 seviços totalmente gatuitos às escolas, dento dos espaços públicos escolaes, ainda não tinha sido visto. Potanto, a SOS atavés do seu Pogama vem ealizando esse tabalho sistematicamente, ou seja, vem atendendo desde o seu início em 2009 aos dias atuais, de foma ininteupta no peíodo letivo. Sendo assim, além da ampliação no atendimento, confome infomado no item 13 destaca-se as pincipais atividades neste quesito: Atua em novos espaços: Feias cultuais, ONG s, eventos em univesidade, com o objetivo de divulga e fotalece as ações do Pogama; Oganiza uma ede de voluntáios univesitáios paa atua nessa ação junto às escolas. Mediante paceia com as univesidades. Dessa foma, é possível que essa ação pemeie espaços onde ciculam fomadoes de opinião que possam se contagiados pela ideia da esponsabilidade social e do voluntaiado, bem como o fotalecimento da maca SOS numa pespectiva voltada à contibuição de conhecimento paa a sociedade, mas pincipalmente paa os jovens e adultos com menos opotunidades e de meno pode aquisitivo. Infomações adicionais 1 - Há quanto tempo o fanqueado possui a fanquia? Há 12 anos 2 - O pojeto é iniciativa pópia ou da empesa fanqueadoa? Iniciativa pópia do fanqueado 3 - O fanqueado faz pate de uma estutua de desenvolvimento, conselhos nacionais e/ou egionais da empesa fanqueadoa? Em caso afimativo, especifica. Sim, o fanqueado faz pate do Conselho Nacional de Fanqueados.

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Infotec Cusos Pofissionalizantes Ltda. Nome Fantasia: CEBRAC Cento Basileio de Cusos Data de fundação:

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Pé Vemelho Ensino Pofissionalizante SS LTDA Nome Fantasia: BIT Company Data de fundação: 23/05/2009

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Cusos e Empeendimentos VER Ltda Nome Fantasia: Micolins Unidade Nova Lima Data de fundação: 09/03/2007

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Sênio Dados da Empesa Razão Social: MF 1000 FRANQUIA DE COSMÉTICOS LTDA Nome Fantasia: VITA DERM DAY CLINIC Data de fundação: 12/03/1984

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Sênio Dados da Empesa Razão Social: Depyl Action Depilações Ltda-ME Nome Fantasia: Depyl Action - Especializada em Depilação Data

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Sênio Dados da Empesa Razão Social: Spoleto Fanchising LTDA. Nome Fantasia: Spoleto. Data de fundação: 07 de feveeio de 1999. Númeo

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fonecedo Dados da Empesa Razão Social: Visa do Basil Empeendimentos Ltda. Nome Fantasia: Visa Data de Fundação: 08 de junho de 1987 Númeo

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Cultua Anglo Ameicana de Petolina LTDA Nome Fantasia: Yázigi Petolina Data de fundação 03 de janeio

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Sênio Dados da Empesa Razão Social: Spoleto Fanchising LTDA. Nome Fantasia: Spoleto Data de fundação: 07 de feveeio de 1999 Númeo

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Sênio Dados da Empesa Razão Social: Soidents Fanchising Ltda Nome Fantasia: Soidents Clínicas Odontológicas Data de fundação: 20

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Manzaa e Manzaa Com. Sev. Ltda Nome Fantasia: Yázigi Loena Data de fundação: Abil/1983 Númeo de funcionáios:

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE RESPONSABILIDADE SOCIAL 2011 Categoia Fanqueado Dados da Empesa Razão Social: Welbe Teinamentos S/C LTDA Nome Fantasia: Micolins Data de fundação: 25/01/2002 Númeo de funcionáios:

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO FUNDO PATRIMONIAL DE APOIO AO JORNALISMO INVESTIGATIVO (F/ABRAJI) Aprovado pela Assembleia Geral de Associados realizada em.

REGIMENTO INTERNO DO FUNDO PATRIMONIAL DE APOIO AO JORNALISMO INVESTIGATIVO (F/ABRAJI) Aprovado pela Assembleia Geral de Associados realizada em. REGIMENTO INTERNO DO FUNDO PATRIMONIAL DE APOIO AO JORNALISMO INVESTIGATIVO (F/ABRAJI) Apovado pela Assembleia Geal de Associados ealizada em. Capítulo I Disposições Peliminaes At. 1º O pesente egimento

Leia mais

PATROCINADORES 2011. Federação das Indústrias do Estado do Amazonas - FIEAM. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas SEBRAE/AM

PATROCINADORES 2011. Federação das Indústrias do Estado do Amazonas - FIEAM. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas SEBRAE/AM PATOCINADOES 2011 EALIZAÇÃO: Federação das Indústrias do Estado do Amazonas - FIEAM Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas SEBAE/AM PATOCÍNIO: Confederação Nacional da Indústria CNI

Leia mais

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2015

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2015 SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL CREDENCIADO PELO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES (CBC) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA

Leia mais

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2016

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2016 IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL CREDENCIADO PELO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES (CBC) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Índice:

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Índice: ANEXO 4 ROTEIRO DE VERIFICAÇÃO DO CÁLCULO DO CUSTO DO CAPITAL Roteio de Veificação do Cálculo do Custo do Capital Índice: Índice: Conceitos Veificações 1 VISÃO GERAL... 3 1.1 O QUE É CUSTO DE CAPITAL...

Leia mais

Ivan Correr (UNIMEP) ivcorrer@unimep.br. Ronaldo de Oliveira Martins (UNIMEP) romartin@unimep.br. Milton Vieira Junior (UNIMEP) mvieira@unimep.

Ivan Correr (UNIMEP) ivcorrer@unimep.br. Ronaldo de Oliveira Martins (UNIMEP) romartin@unimep.br. Milton Vieira Junior (UNIMEP) mvieira@unimep. X SMPEP Bauu, SP, Basil, 7 a 9 de ovembo de 2005 Avaliação do índice de utilização de máquinas feamentas CC em uma empesa de usinagem, po meio da análise da técnica de pé ajustagem de feamentas. - van

Leia mais

EM423A Resistência dos Materiais

EM423A Resistência dos Materiais UNICAMP Univesidade Estadual de Campinas EM43A esistência dos Mateiais Pojeto Tação-Defomação via Medidas de esistência Pofesso: obeto de Toledo Assumpção Alunos: Daniel obson Pinto A: 070545 Gustavo de

Leia mais

Unidade 13 Noções de Matemática Financeira. Taxas equivalentes Descontos simples e compostos Desconto racional ou real Desconto comercial ou bancário

Unidade 13 Noções de Matemática Financeira. Taxas equivalentes Descontos simples e compostos Desconto racional ou real Desconto comercial ou bancário Unidade 13 Noções de atemática Financeia Taxas equivalentes Descontos simples e compostos Desconto acional ou eal Desconto comecial ou bancáio Intodução A atemática Financeia teve seu início exatamente

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA DISCIPLINA DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS NO CURSO TÉCNICO EM COMÉRCIO PROEJA DO IFMT CAMPUS CONFRESA 1

A IMPORTÂNCIA DA DISCIPLINA DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS NO CURSO TÉCNICO EM COMÉRCIO PROEJA DO IFMT CAMPUS CONFRESA 1 A IMPORTÂNCIA DA DISCIPLINA DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS NO CURSO TÉCNICO EM COMÉRCIO PROEJA DO IFMT CAMPUS CONFRESA 1 Maa Maia Duta; Thiago Beiigo Lopes; Macelo Fanco Leão Mesta em Ciências Ambientais; Meste

Leia mais

GERÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GERÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO FUNCEF/ DIATI / GETIF Enconto da Qualidade e Podutividade em Softwae EQPS Belo Hoizonte - 2008 Basília, 25 de Setembo de 2008 Agenda Sobe a FUNCEF Beve históico Objetivo

Leia mais

Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição.

Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição. EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA - ANO 2016 Recomenda-se a leitua atenta

Leia mais

_Relatóios _título: _A investigação paticipada de base comunitáia na constução da saúde _sub.título: _Pojecto de Capacitação em Pomoção da Saúde - PROCAPS Resultados de um estudo exploatóio _edição: _INSA,IP

Leia mais

digitar cuidados computador internet contas Assistir vídeos. Digitar trabalhos escolares. Brincar com jogos. Entre outras... ATIVIDADES - CAPÍTULO 1

digitar cuidados computador internet contas Assistir vídeos. Digitar trabalhos escolares. Brincar com jogos. Entre outras... ATIVIDADES - CAPÍTULO 1 ATIVIDADES - CAPÍTULO 1 1 COMPLETE AS FASES USANDO AS PALAVAS DO QUADO: CUIDADOS INTENET CONTAS DIGITA TAEFAS COMPUTADO A COM O COMPUTADO É POSSÍVEL DE TEXTO B O COMPUTADO FACILITA AS tarefas digitar VÁIOS

Leia mais

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário: Allyson Pacelli (83) 88252115 e Mariana Oliveira.

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário: Allyson Pacelli (83) 88252115 e Mariana Oliveira. Dados da empresa PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Razão Social: Capacita Empreendimentos Educacionais Nome Fantasia: SOS Educação Profissional

Leia mais

FAÇA AS ATIVIDADES NAS DATAS SUGERIDAS PARA RELEMBRAR O QUE JÁ APRENDEMOS.

FAÇA AS ATIVIDADES NAS DATAS SUGERIDAS PARA RELEMBRAR O QUE JÁ APRENDEMOS. NOME: QUEIDO(A) EDUCANDINHO(A). FAÇA AS ATIVIDADES NAS DATAS SUGEIDAS PAA ELEMBA O QUE JÁ APENDEMOS. APOVEITE AS FÉIAS PAA DESCANSA E FAZE MUITAS COISAS GOSTOSAS E DIVETIDAS. VEJA ALGUMAS DICAS: BINCA

Leia mais

RESUMO: INTRODUÇÃO. Palavras-chave: Gestão democrática, Parcerias público-privadas, ProEMI/JF.

RESUMO: INTRODUÇÃO. Palavras-chave: Gestão democrática, Parcerias público-privadas, ProEMI/JF. O PROGRAMA JOVEM DO FUTURO DO INSTITUTO UNIBANCO EM ESCOLAS DO ENSINO MÉDIO DE BELÉM 1 Jhanielly Gonçalves Babosa; Teezinha Fátima Andade Monteio dos Santos Gaduanda em Pedagogia; Doutoa em Educação Univesidade

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: J&I Serviços Educacionais LTDA Nome Fantasia: Wizard Aparecidinha Data de fundação:

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

Fig. 8-8. Essas linhas partem do pólo norte para o pólo sul na parte externa do material, e do pólo sul para o pólo norte na região do material.

Fig. 8-8. Essas linhas partem do pólo norte para o pólo sul na parte externa do material, e do pólo sul para o pólo norte na região do material. Campo magnético Um ímã, com seus pólos note e sul, também pode poduzi movimentos em patículas, devido ao seu magnetismo. Contudo, essas patículas, paa sofeem esses deslocamentos, têm que te popiedades

Leia mais

Termodinâmica 1 - FMT 159 Noturno, segundo semestre de 2009

Termodinâmica 1 - FMT 159 Noturno, segundo semestre de 2009 Temodinâmica - FMT 59 Notuno segundo semeste de 2009 Execícios em classe: máquinas témicas 30/0/2009 Há divesos tipos de motoes témicos que funcionam tanfeindo calo ente esevatóios témicos e ealizando

Leia mais

ESTRATÉGIA DE CONTROLE PARA ACIONAMENTO A VELOCIDADE VARIÁVEL PARA MOTORES MONOFÁSICOS COM OPERAÇÃO OTIMIZADA

ESTRATÉGIA DE CONTROLE PARA ACIONAMENTO A VELOCIDADE VARIÁVEL PARA MOTORES MONOFÁSICOS COM OPERAÇÃO OTIMIZADA ESTRATÉGA DE CONTROLE PARA ACONAMENTO A VELOCDADE VARÁVEL PARA MOTORES MONOFÁSCOS COM OPERAÇÃO OTMZADA Ronilson Rocha * Pedo F Donoso Gacia * Selênio Rocha Silva * Mácio Fonte Boa Cotez x UFMG -CPDEE *

Leia mais

ARITMÉTICA DE PONTO FLUTUANTE/ERROS EM OPERAÇÕES NUMÉRICAS

ARITMÉTICA DE PONTO FLUTUANTE/ERROS EM OPERAÇÕES NUMÉRICAS ARITMÉTICA DE PONTO FLUTUANTE/ERROS EM OPERAÇÕES NUMÉRICAS. Intodução O conjunto dos númeos epesentáveis em uma máquina (computadoes, calculadoas,...) é finito, e potanto disceto, ou seja não é possível

Leia mais

EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2014

EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2014 EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2014 Recomenda-se a leitua atenta de todo o Edital antes de ealiza

Leia mais

Bem-vindo à Wizards Play Network! Esse documento explica os aspectos básicos de hospedar uma Liga para começar a organizar torneios na sua loja.

Bem-vindo à Wizards Play Network! Esse documento explica os aspectos básicos de hospedar uma Liga para começar a organizar torneios na sua loja. Bem-vindo à Wizads Play Netwok! Esse documento explica os aspectos básicos de hospeda uma Liga paa começa a oganiza toneios na sua loja. Paa mais infomações sobe como oganiza um toneio, veja também o Guia

Leia mais

Renato Frade Eliane Scheid Gazire

Renato Frade Eliane Scheid Gazire APÊNDICE A CADENO DE ATIVIDADES PONTIFÍCIA UNIVESIDADE CATÓLICA DE MINAS GEAIS Mestado em Ensino de Ciências e Matemática COMPOSIÇÃO E/OU DECOMPOSIÇÃO DE FIGUAS PLANAS NO ENSINO MÉDIO: VAN HIELE, UMA OPÇÃO

Leia mais

A Disposição a Pagar pelo Uso da Água na Bacia Hidrográfica do Rio Pardinho

A Disposição a Pagar pelo Uso da Água na Bacia Hidrográfica do Rio Pardinho A Disposição a Paga pelo Uso da Água na Bacia Hidogáfica do Rio Padinho Auto: Augusto Mussi Alvim (CPF: 564402430-04). Douto em Economia, Pofesso Adunto do Depatamento de Ciências Econômicas, PUCRS. Av.

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: FLY IDIOMAS Nome Fantasia: WIZARD Data de fundação: 10/07/2010 Número de funcionários:

Leia mais

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário: Ubiratan de Brito Fonseca e Mariana Oliveira marianap@mh1.com.

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário: Ubiratan de Brito Fonseca e Mariana Oliveira marianap@mh1.com. PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: Instituto Amapaense de Línguas Ltda. Nome Fantasia: Instituto Amapaense de Línguas

Leia mais

Avaliação: por que? Técnicas de Avaliação. Avaliação: Estudos em Laboratório. Objetivos da Avaliação. Avaliação Outros Grupos

Avaliação: por que? Técnicas de Avaliação. Avaliação: Estudos em Laboratório. Objetivos da Avaliação. Avaliação Outros Grupos intemidia.usp.b Avaliação: po que? intemidia.usp.b Técnicas de Avaliação Avalia adequação de designs Testa a usabilidade e a funcionalidade do sistema Requisitos dos usuáios estão efetivamente sendo atendidos?

Leia mais

Vedação. Fig.1 Estrutura do comando linear modelo ST

Vedação. Fig.1 Estrutura do comando linear modelo ST 58-2BR Comando linea modelos, -B e I Gaiola de esfeas Esfea Eixo Castanha Vedação Fig.1 Estutua do comando linea modelo Estutua e caacteísticas O modelo possui uma gaiola de esfeas e esfeas incopoadas

Leia mais

il:11..: I.1 :!:i': t':.: j : t. :.;:Ï

il:11..: I.1 :!:i': t':.: j : t. :.;:Ï ::=-::Í::Ì:::-.i;: il:11..: I.1 :!:i': t':.: j : t. :.;:Ï ìi NOTICIAS DO SETOR Um anô de ouo paa a constltção basileia.ô,: lïcnet {lnfomações da Constução) avaliou positivamènte o mêcado de Constução CivÍl

Leia mais

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário CRISTIANE HERINGER SANATANA

Nome e contato do responsável pelo preenchimento deste formulário CRISTIANE HERINGER SANATANA PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: REVESTIRE PISOS E REVESTIMENTOS LTDA Nome Fantasia: EMPORIO PORTOBELLO Data

Leia mais

IV SEMEAD TÍTULO SINTÉTICO REPRESENTATIVO DE UM FUNDO DE INVESTIMENTOS. José Roberto Securato 1 RESUMO

IV SEMEAD TÍTULO SINTÉTICO REPRESENTATIVO DE UM FUNDO DE INVESTIMENTOS. José Roberto Securato 1 RESUMO IV SEMEAD TÍTULO SINTÉTIO EPESENTATIVO DE UM FUNDO DE INVESTIMENTOS José obeto Secuato ESUMO O atigo tata da possibilidade de obtemos um título sintético que seja uma mímica em temos de isco e etono de

Leia mais

Sejam todos bem-vindos! Física II. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling

Sejam todos bem-vindos! Física II. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling Sejam todos bem-vindos! Física II Pof. D. Cesa Vandelei Deimling Bibliogafia: Plano de Ensino Qual a impotância da Física em um cuso de Engenhaia? A engenhaia é a ciência e a pofissão de adquii e de aplica

Leia mais

EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2015

EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2015 EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2015 Recomenda-se a leitua atenta de todo o Edital antes de ealiza

Leia mais

Modalidade Franqueado

Modalidade Franqueado PRÊMIO o cumprimento ABF DESTAQUE de todos os critérios FRANCHISING deste Categoria regulamento, selecionando Sustentabilidade os melhores trabalhos. Modalidade Franqueado REGULAMENTO Objetivos O Prêmio

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO. Categoria Franqueador Senior

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO. Categoria Franqueador Senior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Senior Dados da empresa Razão Social: Sorridents Franchising Ltda Nome Fantasia: Sorridents Clínicas Odontológicas

Leia mais

EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2015

EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2015 EDITAL PARA O PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA SANTA CASA SÃO JOSÉ DO RIO PRETO EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2015 Recomenda-se a leitua atenta de todo o Edital antes de ealiza

Leia mais

F-328-2 º Semestre de 2013 Coordenador. José Antonio Roversi IFGW-DEQ-Sala 216 roversi@ifi.unicamp.br

F-328-2 º Semestre de 2013 Coordenador. José Antonio Roversi IFGW-DEQ-Sala 216 roversi@ifi.unicamp.br F-38 - º Semeste de 013 Coodenado. José Antonio Rovesi IFGW-DEQ-Sala 16 ovesi@ifi.unicamp.b 1- Ementa: Caga Elética Lei de Coulomb Campo Elético Lei de Gauss Potencial Elético Capacitoes e Dieléticos Coente

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO 2 SEMESTRE DE 2006 CONTRATO DE GESTÃO N~ 030jANAj2005 BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO 2 SEMESTRE DE 2006 CONTRATO DE GESTÃO N~ 030jANAj2005 BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ +ANA AG"=NCJA NACIONAL DE ÁGUAS COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DO CONTRATO DE GESTÃO Constituída pela Resolução.-\N.-\ n~ 56, de 20 de feveeio de 2006, alteada pela Resolução.-\N.-\ n 4, de 22 de janeio de 2007.

Leia mais

Categoria Franqueador Sênior

Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Sênior Razão Social: Sorridents Franchising Ltda. Nome fantasia: Sorridents Clinicas Odontológicas.

Leia mais

João Eduardo de Souza Grossi

João Eduardo de Souza Grossi UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA MESTRADO PROFISSIONALIZANTE, MODELAGEM MATEMÁTICA EM FINANÇAS MODELO DISCRETO DE APREÇAMENTO

Leia mais

A GESTÃO DAS MÍDIAS NO CONTEXTO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 1

A GESTÃO DAS MÍDIAS NO CONTEXTO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 1 A GESTÃO DAS MÍDIAS NO CONTEXTO DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS 1 Maia Eliana Alves Lima (1) Doutoanda em Educação Univesidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias / Lisboa RESUMO: O pesente estudo tem po objetivo

Leia mais

/(,'(%,276$9$57()/8;2 0$*1e7,&2

/(,'(%,276$9$57()/8;2 0$*1e7,&2 67 /(,'(%,76$9$57()/8; 0$*1e7,& Ao final deste capítulo você deveá se capaz de: ½ Explica a elação ente coente elética e campo magnético. ½ Equaciona a elação ente coente elética e campo magnético, atavés

Leia mais

TEORIA DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL

TEORIA DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL Aula 0 EORIA DA GRAVIAÇÃO UNIVERSAL MEA Mosta aos alunos a teoia da gavitação de Newton, peda de toque da Mecânica newtoniana, elemento fundamental da pimeia gande síntese da Física. OBJEIVOS Abi a pespectiva,

Leia mais

Caro cursista, Todas as dúvidas deste curso podem ser esclarecidas através do nosso plantão de atendimento ao cursista.

Caro cursista, Todas as dúvidas deste curso podem ser esclarecidas através do nosso plantão de atendimento ao cursista. Cao cusista, Todas as dúvidas deste cuso podem se esclaecidas atavés do nosso plantão de atendimento ao cusista. Plantão de Atendimento Hoáio: quatas e quintas-feias das 14:00 às 15:30 MSN: lizado@if.uff.b

Leia mais

'CRYSTAL :FASHION EVENTO! alimentares '- -. ---- BULIMIA e ~'... C;;ritiba b~ distúrbios. os mais caro! e veloze! do mundc. MARIAlpU ,-- UTOMÓVEI!

'CRYSTAL :FASHION EVENTO! alimentares '- -. ---- BULIMIA e ~'... C;;ritiba b~ distúrbios. os mais caro! e veloze! do mundc. MARIAlpU ,-- UTOMÓVEI! , a --,;-,,; BULMA e ' C;;itiba b ANO REliA distúbios alimentaes '- - ---- MARAlpU \, EVENTO! sobe o Tudo 'CRYSTAL,-- UTOMÓVE! os mais cao! e veloze! do mundc :FASHON -- - - - - - - ---==--- - - - " ",

Leia mais

Inscrições Prêmio ABF-AFRAS. Categoria Franqueador Master_Água Doce

Inscrições Prêmio ABF-AFRAS. Categoria Franqueador Master_Água Doce Inscrições Prêmio ABF-AFRAS Categoria Franqueador Master_Água Doce Nome empresa Água Doce Cachaçaria (unidade de Tupã/matriz) Data de fundação 1990 Número de funcionários 35 colaboradores Localização (cidade

Leia mais

Categoria Franqueado

Categoria Franqueado PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Razão Social: Natureza Comércio e Representações Ltda Nome Fantasia: O Boticário Data de fundação:

Leia mais

Relações Setoriais e Sinérgicas no Sistema Inter-Regional Sul-Restante do Brasil

Relações Setoriais e Sinérgicas no Sistema Inter-Regional Sul-Restante do Brasil Relações Setoiais e Sinégicas no Sistema Inte-Regional Sul-Restante do Basil Antonio Calos Moetto * Rossana Lott Rodigues ** Umbeto Antonio Sesso Filho *** Katy Maia **** Resumo: A pati do sistema inte-egional

Leia mais

GESTÃO DEMOCRÁTICA E SUAS IMPLICAÇÕES NA ESCOLA ATUAL 1

GESTÃO DEMOCRÁTICA E SUAS IMPLICAÇÕES NA ESCOLA ATUAL 1 GESTÃO DEMOCRÁTICA E SUAS IMPLICAÇÕES NA ESCOLA ATUAL 1 Yanda Bandão Macêdo Souza yandabms@hotmail.com Gaduanda do cuso de Pedagogia Univesidade Estadual do Sudoeste da Bahia Buna dos Santos Santana bunasantana0209@hotmail.com

Leia mais

CAMPOS MAGNETOSTÁTICOS PRODUZIDOS POR CORRENTE ELÉTRICA

CAMPOS MAGNETOSTÁTICOS PRODUZIDOS POR CORRENTE ELÉTRICA ELETOMAGNETMO 75 9 CAMPO MAGNETOTÁTCO PODUZDO PO COENTE ELÉTCA Nos capítulos anteioes estudamos divesos fenômenos envolvendo cagas eléticas, (foças de oigem eletostática, campo elético, potencial escala

Leia mais

FÍSICA 3 Fontes de Campo Magnético. Prof. Alexandre A. P. Pohl, DAELN, Câmpus Curitiba

FÍSICA 3 Fontes de Campo Magnético. Prof. Alexandre A. P. Pohl, DAELN, Câmpus Curitiba FÍSICA 3 Fontes de Campo Magnético Pof. Alexande A. P. Pohl, DAELN, Câmpus Cuitiba EMENTA Caga Elética Campo Elético Lei de Gauss Potencial Elético Capacitância Coente e esistência Cicuitos Eléticos em

Leia mais

Structural changes in employment in the economy: 1996 and 2002 compared

Structural changes in employment in the economy: 1996 and 2002 compared MPRA Munich Pesonal RePEc Achive Stuctual changes in employment in the economy: 1996 and 22 compaed Ichihaa, Silvio Massau; Guilhoto, Joaquim J.M. and Amoim, Mácio Guea 27 Online at http://mpa.ub.uni-muenchen.de/31514/

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: Perfumaria e Cosméticos Ltda. Nome Fantasia: O Boticário Data de fundação 1981

Leia mais

DETERMINAÇÃO DE ROTAS PARA EMPRESAS DE ENTREGA EXPRESSA

DETERMINAÇÃO DE ROTAS PARA EMPRESAS DE ENTREGA EXPRESSA DETERMINAÇÃO DE ROTAS PARA EMPRESAS DE ENTREGA EXPRESSA Femin A. Tang Montané Pogama de Engenhaia de Sistemas, COPPE/UFRJ Vigílio José Matins Feeia Filho Depatamento de Engenhaia Industial/ UFRJ/ Escola

Leia mais

2. Projetos de Investimento como Opções Reais

2. Projetos de Investimento como Opções Reais 8. Pojetos de nvestimento como Opções Reais Uma fima que possui uma opotunidade de investimento adquiiu algo semelhante a uma opção de compa financeia: ela possui o dieito, mas não necessaiamente a obigação

Leia mais

Categoria Franqueador Sênior

Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Sênior Dados da empresa Razão Social Cebrac - Consultoria e Franquia Ltda. Nome fantasia CEBRAC Data de fundação

Leia mais

ROLAMENTOS PARA BOMBAS INDUSTRIAIS

ROLAMENTOS PARA BOMBAS INDUSTRIAIS ROLAMENTOS PARA BOMBAS INDUSTRIAIS Apesentando maio vida útil com notável eficiência e confiabilidade, os olamentos NSK são ideais paa todas as bombas industiais. 1 Cento Tecnológico Basileio - Suzano

Leia mais

A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL 1

A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL 1 A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO CONTEXTO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL 1 Anna Cistina Sousa Menezes; Maia Dilma Lima; Elzimeie Silva Coelho Alunas do 7º peíodo do Cuso de Pedagogia Univesidade Fedeal do Maanhão,

Leia mais

Escola Secundária com 3º Ciclo do E. B. de Pinhal Novo Física e Química A 10ºAno MEDIÇÃO EM QUÍMICA

Escola Secundária com 3º Ciclo do E. B. de Pinhal Novo Física e Química A 10ºAno MEDIÇÃO EM QUÍMICA Escola Secundáia com 3º Ciclo do E. B. de Pinhal Novo Física e Química A 10ºAno MEDIÇÃO EM QUÍMICA Medi - é compaa uma gandeza com outa da mesma espécie, que se toma paa unidade. Medição de uma gandeza

Leia mais

Alessandro Tadeu Rodrigues Gomides. Avaliação de Riscos em Estratégias de Investimentos de Longo Prazo: Aplicação Prática em um Fundo de Pensão

Alessandro Tadeu Rodrigues Gomides. Avaliação de Riscos em Estratégias de Investimentos de Longo Prazo: Aplicação Prática em um Fundo de Pensão lessando Tadeu Rodigues Gomides valiação de Riscos em Estatégias de Investimentos de Longo azo: plicação ática em um Fundo de ensão EGE/FGV Rio de Janeio, 9 de junho de 004 valiação de Riscos em Estatégias

Leia mais

GEOMETRIA ESPACIAL. a) Encher a leiteira até a metade, pois ela tem um volume 20 vezes maior que o volume do copo.

GEOMETRIA ESPACIAL. a) Encher a leiteira até a metade, pois ela tem um volume 20 vezes maior que o volume do copo. GEOMETRIA ESPACIAL ) Uma metalúgica ecebeu uma encomenda paa fabica, em gande quantidade, uma peça com o fomato de um pisma eto com base tiangula, cujas dimensões da base são 6cm, 8cm e 0cm e cuja altua

Leia mais

Importância do setor florestal para a economia brasileira

Importância do setor florestal para a economia brasileira IMPORTÂNCIA DO SETOR FLORESTAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA NAISY SILVA SOARES; ELIANE PINHEIRO DE SOUSA; MÁRCIO LOPES DA SILVA; UFV VIÇOSA - MG - BRASIL pinheioeliane@hotmail.com APRESENTAÇÃO ORAL Evolução

Leia mais

17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito. Nacional de QPC

17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito. Nacional de QPC 17º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito 47º eunião do Fórum F Nacional de QPC Curitiba 30/09/2009 Painel: Qualidade e Produtividade para enfrentar a crise FATOES DE COMPETITIVIDADE O que essas

Leia mais

R$ 22 milhões para terminar o hospital público

R$ 22 milhões para terminar o hospital público D I V I N Ó P O L I S, Q U A R T A F E I R A, 2 2 D E J U L H O WWW.JORNALAGORA.INFO DIRETOR: PEDRO MAGALHÃES DE FARIA D E 2 0 1 5 ANO XLIV R$ 2,50 Nº 11.597 SAÚDE Unidade do Samu tem sede definida Cental

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DAS SALAS AMBIENTES E DOS MATERIAIS MONTESSORIANOS PARA A APRENDIZAGEM DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL ¹

CONTRIBUIÇÃO DAS SALAS AMBIENTES E DOS MATERIAIS MONTESSORIANOS PARA A APRENDIZAGEM DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL ¹ CONTRIBUIÇÃO DAS SALAS AMBIENTES E DOS MATERIAIS MONTESSORIANOS PARA A APRENDIZAGEM DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL ¹ Dayane Kely Boges Teixeia Gaduanda em Licenciatua em Pedagogia

Leia mais

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial.

Número de funcionários: Aproximadamente 1200 colaboradores na sede administrativa e industrial. PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 Categoria Franqueador Máster Dados da empresa Razão Social: IBAC Indústria Brasileira de Alimentos e Chocolates Nome Fantasia: Cacau Show Data de fundação:

Leia mais

Dimensionamento de uma placa de orifício

Dimensionamento de uma placa de orifício Eata de atigo do engenheio Henique Bum da REBEQ 7-1 Po um eo de fechamento de mateial de ilustação, pate do atigo do Engenheio Químico Henique Bum, publicado na seção EQ na Palma da Mão, na edição 7-1

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 10/08/13 PROFESSOR: MALTEZ

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 2 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 10/08/13 PROFESSOR: MALTEZ ESOLUÇÃO DA AALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 0/08/ POFESSO: MALTEZ QUESTÃO 0 A secção tansvesal de um cilindo cicula eto é um quadado com áea de m. O volume desse cilindo, em m, é: A

Leia mais

Informação Geográfica em Engenharia Civil

Informação Geográfica em Engenharia Civil Noções Infomação Geogáfica em Engenhaia Civil Infomação Geogáfica Infomação espeitante a fenómenos (o que ocoe no tempo e no espaço) Geoefeenciação Associação da posição espacial à infomação Alexande Gonçalves

Leia mais

Objetivo Estudo do efeito de sistemas de forças não concorrentes.

Objetivo Estudo do efeito de sistemas de forças não concorrentes. Univesidade edeal de lagoas Cento de Tecnologia Cuso de Engenhaia Civil Disciplina: Mecânica dos Sólidos 1 Código: ECIV018 Pofesso: Eduado Nobe Lages Copos Rígidos: Sistemas Equivalentes de oças Maceió/L

Leia mais

ANÁLISE DA FIABILIDADE DA REDE DE TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO

ANÁLISE DA FIABILIDADE DA REDE DE TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO NÁLIE D IBILIDDE D REDE DE TRNPORTE E DITRIBUIÇÃO. Maciel Babosa Janeio 03 nálise da iabilidade da Rede de Tanspote e Distibuição. Maciel Babosa nálise da iabilidade da Rede de Tanspote e Distibuição ÍNDICE

Leia mais

Prof. Dirceu Pereira

Prof. Dirceu Pereira Aula de UNIDADE - MOVIMENTO VERTICAL NO VÁCUO 1) (UFJF-MG) Um astonauta está na supefície da Lua quando solta, simultaneamente, duas bolas maciças, uma de chumbo e outa de madeia, de uma altua de,0 m em

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Regispel Indústria e Comércio de Bobinas S/A Nome

Leia mais

Categoria Fornecedor

Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 Dados da empresa FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Fornecedor Razão Social: Patrus Transportes Urgentes Ltda Nome Fantasia: Patrus Transportes Data de fundação:

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE GRADUAÇÃO FÍSICA

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE GRADUAÇÃO FÍSICA CONCURSO DE DMISSÃO O CURSO DE GRDUÇÃO FÍSIC CDERNO DE QUESTÕES 2008 1 a QUESTÃO Valo: 1,0 Uma bóia náutica é constituída de um copo cilíndico vazado, com seção tansvesal de áea e massa m, e de um tonco

Leia mais

PERCEPÇÕES EM RELAÇÃO À INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MUNDO DO TRABALHO COMPETITIVO

PERCEPÇÕES EM RELAÇÃO À INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MUNDO DO TRABALHO COMPETITIVO PERCEPÇÕES EM RELAÇÃO À INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MUNDO DO TRABALHO COMPETITIVO Thelma Helena Costa Chahini (1); Maia da Piedade Resende (2) Dª em Educação; Dª em Psicologia Univesidade Fedeal

Leia mais

2. A INVESTIGAÇÃO EXPERIMENTAL DE ESTRUTURAS. 2.1 Aplicação da Análise Experimental de Estruturas

2. A INVESTIGAÇÃO EXPERIMENTAL DE ESTRUTURAS. 2.1 Aplicação da Análise Experimental de Estruturas 3. A INVESTIGAÇÃO EXPERIMENTAL DE ESTRUTURAS.1 Aplicação da Análise Expeimental de Estutuas A qualidade de um sistema estutual é caacteizada po um deteminado conjunto de seus atibutos chamados de vaiáveis

Leia mais

DESCRIÇÃO 18/06/2016 07:35

DESCRIÇÃO 18/06/2016 07:35 DESCRIÇÃO Registo 400693 Revisão 10/06/2016 Status Ativo Título Históia do Hospital Colônia Pedo Fontes e Educandáio Alzia Bley Data de início 01/04/2014 Pevisão de téino 31/12/2018 Data de apovação pelo

Leia mais

PR I. Teoria das Linhas de Transmissão. Carlos Alberto Barreiro Mendes Henrique José da Silva

PR I. Teoria das Linhas de Transmissão. Carlos Alberto Barreiro Mendes Henrique José da Silva PR I II Teoia das Linhas de Tansmissão Calos Albeto Baeio Mendes Henique José da Silva 5 Linhas de Tansmissão 1 LINHAS DE TRANSMISSÃO 1.1 Paâmetos distibuídos Um cabo coaxial ou uma linha bifila (mostados

Leia mais

The Production Structure of Brazilian Economy and Agribusiness: 1980 to 1995

The Production Structure of Brazilian Economy and Agribusiness: 1980 to 1995 MPRA Munich Pesonal RePEc Achive The Poduction Stuctue of Bazilian Economy and Agibusiness: 1980 to 1995 Maia Cistina Otiz Futuoso and Joaquim José Matins Guilhoto Univesity of São Paulo, Univesity of

Leia mais

MESTRADO EM MACROECONOMIA e FINANÇAS Disciplina de Computação. Aula 05. Prof. Dr. Marco Antonio Leonel Caetano

MESTRADO EM MACROECONOMIA e FINANÇAS Disciplina de Computação. Aula 05. Prof. Dr. Marco Antonio Leonel Caetano MESTRADO EM MACROECONOMIA e FINANÇAS Disciplina de Computação Aula 5 Pof. D. Maco Antonio Leonel Caetano Guia de Estudo paa Aula 5 Poduto Vetoial - Intepetação do poduto vetoial Compaação com as funções

Leia mais

PROJETO TOCAR: ORIENTAÇÃO MUSICAL PARA PROFESSORES REGENTES DO ENSINO INFANTIL, UTILIZANDO O VIOLÃO COMO FERRAMENTA DE ENSINO.

PROJETO TOCAR: ORIENTAÇÃO MUSICAL PARA PROFESSORES REGENTES DO ENSINO INFANTIL, UTILIZANDO O VIOLÃO COMO FERRAMENTA DE ENSINO. PROJETO TOCAR: ORIENTAÇÃO MUSICAL PARA PROFESSORES REGENTES DO ENSINO INFANTIL, UTILIZANDO O VIOLÃO COMO FERRAMENTA DE ENSINO. Kalla Gyzelle Rodigues de Oliveia Pofessoa de Música Secetaia Municipal de

Leia mais

I~~~~~~~~~~~~~~-~-~ krrrrrrrrrrrrrrrrrr. \fy --~--.. Ação de Flexão

I~~~~~~~~~~~~~~-~-~ krrrrrrrrrrrrrrrrrr. \fy --~--.. Ação de Flexão Placas - Lajes Placas são estutuas planas onde duas de suas tês dimensões -lagua e compimento - são muito maioes do que a teceia, que é a espessua. As cagas nas placas estão foa do plano da placa. As placas

Leia mais

física eletrodinâmica GERADORES

física eletrodinâmica GERADORES eletodinâmica GDOS 01. (Santa Casa) O gáfico abaixo epesenta um geado. Qual o endimento desse geado quando a intensidade da coente que o pecoe é de 1? 40 U(V) i() 0 4 Do gáfico, temos que = 40V (pois quando

Leia mais

75$%$/+2(327(1&,$/ (/(75267È7,&2

75$%$/+2(327(1&,$/ (/(75267È7,&2 3 75$%$/+(37(&,$/ (/(7567È7,& Ao final deste capítulo você deveá se capa de: ½ Obte a epessão paa o tabalho ealiado Calcula o tabalho que é ealiado ao se movimenta uma caga elética em um campo elético

Leia mais

Categoria Franqueador Pleno

Categoria Franqueador Pleno PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Pleno Dados da empresa Razão Social: MOLDURA MINUTO FRANCHISING LTDA Nome fantasia: MOLDURA MINUTO Data de

Leia mais