O Plano de Negócios Fabiano Marques

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Plano de Negócios Fabiano Marques"

Transcrição

1 O Plano de Negócios Fabiano Marques Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. (Dornelas, 2005) O termo empreendedorismo está naturalmente relacionado ao termo plano de negócios e é uma parte fundamental para o planejamento de novas empresas. A principal utilização de um plano de negócios é prover uma ferramenta de gestão para o planejamento e o desenvolvimento inicial de um negócio. Porém, este tem assumido um outro papel de grande importância, pois tem servido para empreendedores como instrumento para captação de recursos financeiros junto a capitalistas de risco e investidores. O sucesso de uma empresa é extremamente dependente do planejamento efetuado pelos seus empreendedores. Neste aspecto, o plano de negócios surge como a principal ferramenta para auxiliar no planejamento e, além disso, pode ser considerada uma ferramenta bastante eficiente de gestão. A importância do planejamento O grande índice de mortalidade das micro e pequenas empresas tem mostrado que a falta de planejamento pode levar um sonho à ruína em poucos anos. Sabe-se que duas a cada três empresas brasileiras fecham suas portas antes de atingirem cinco anos de existência. Nos EUA, berço capitalista mundial, considerado o país das oportunidades, esses índices não são muito diferentes. Da mesma forma, o principal motivo que leva as empresas a fecharem suas portas também não é muito diferente: a falta de planejamento. Uma pesquisa do Small Business Administration, órgão do governo americano de auxílio às pequenas empresas, mostra que 98% dos fracassos das empresas americanas têm uma causa comum: falha ou falta de planejamento adequado do negócio. Capítulos 5 do livro Dornelas, José C. Empreendedorismo Transformando Idéias em Negócios. 2ª ed. Rio de Janeiro: Editora Campus,

2 No Brasil, a falta de planejamento também surge como a principal causa do fracasso de nossas pequenas e micro empresas. Dornelas (2005) aponta as principais causas de mortalidade de empresas no Brasil: Falta de planejamento. Deficiências de gestão (gerenciamento do fluxo de caixa, vendas e comercialização, desenvolvimento de produto etc.). Políticas de apoio insuficientes. Conjuntura econômica. Fatores pessoais (problemas de saúde, criminalidade etc.). Bangs (1998) cita as maiores armadilhas no gerenciamento de pequenas empresas que levam a essas causas: Falta de experiência. Falta de dinheiro. Atitudes erradas. Localização errada. Expansão inexplicada. Gerenciamento de inventário impróprio. Excesso de capital em ativos fixos. Difícil obtenção de crédito. Usar grande parte dos recursos do próprio dono. Para defender-se dessas e de outras armadilhas só existe uma saída: planejar! A falta de planejamento do brasileiro faz parte da sua cultura. Porém, nos últimos anos, muito tem sido feito para reverter esse quadro. Segundo Pinson e Jinnett (1996), quando se considera o conceito de planejamento, tem-se pelo menos três fatores críticos que podem ser destacados: 2 Toda empresa precisa de um planejamento do negócio para gerenciá-lo e apresentar suas idéias a investidores, bancos, clientes etc. Toda entidade financiadora necessita de um bom plano de negócios da empresa requisitante para poder avaliar os riscos inerentes ao negócio. Poucos empresários sabem como escrever um bom plano de negócios. Um bom plano de negócios deve ser usado por todo empreendedor que deseja transformar seu sonho em realidade. E não só isso! Deve, também, ser usado no planejamento de empresas maduras. Nesse aspecto, um bom plano de negócios serve como ferramenta importante de planejamento e deve ser reavaliado a todo instante, pois o mercado passa por constantes mudanças, sendo importante manter-se atualizado. Segundo Dornelas (2005), todo plano de negócios deve ser elaborado e utilizado seguindo algumas regras básicas, mas que não são estáticas e permitem ao empreendedor utilizar sua criatividade ou o bom senso, enfatizando o que mais interessa ao público-alvo do plano de negócios em questão. Mas afinal, o que é exatamente um plano de negócios?

3 O que é um plano de negócios? O plano de negócios é um documento que serve para que o empreendedor possa validar a sua idéia, através do planejamento detalhado da empresa. Segundo Dornelas, o plano de negócios é um documento usado para descrever um empreendimento e o modelo de negócios que sustenta a empresa. Sua elaboração envolve um processo de aprendizagem e autoconhecimento e permite ao empreendedor situar-se em seu ambiente de negócios. Para Bangs (1998), os aspectos-chave que devem ser focados em qualquer plano de negócios são: Em que negócio você está? O que você realmente vende? Qual é o seu mercado-alvo? Com um bom plano de negócios é possível (Dornelas, 2005): entender e estabelecer diretrizes para o seu negócio; gerenciar de forma mais eficaz a empresa e tomar decisões acertadas; monitorar o dia-a-dia da empresa e tomar ações corretivas quando necessário; conseguir financiamentos e recursos junto a bancos, governo, Sebrae, investidores, capitalistas de risco etc.; identificar oportunidades e transformá-las em diferencial competitivo para a empresa; estabelecer uma comunicação interna eficaz e convencer o público externo (fornecedores, parceiros, clientes, bancos, investidores, associações etc.). Segundo dados da Harvard Businees School, um bom plano de negócios aumenta em 60% as chances de sucesso de um negócio. Ainda assim, muitos empreendedores ignoram todo esse processo de planejamento e, numa atitude pouco inteligente, optam por não fazêlo. De forma geral, podemos resumir os objetivos a serem atingidos por um bom plano de negócios como: 1. Testar a viabilidade de um conceito de negócio. 2. Orientar o desenvolvimento das operações e estratégia. 3. Atrair recursos financeiros. 4. Transmitir credibilidade. 5. Desenvolver a equipe de gestão. 3

4 Público-alvo de um plano de negócios Segundo Pavani et al. (1997), vários são os públicos-alvos de um plano de negócios: Mantenedores das incubadoras: visando financiamentos para as empresas. Parceiros: para estabelecimento de estratégias conjuntas. Bancos: para obter financiamentos para equipamentos. Investidores: empresas de capital de risco, pessoas jurídicas, BNDES, governo e outros interessados. Fornecedores: para obter crédito para compra de mercadorias e matéria prima. A própria empresa: para comunicação interna da gerência com o conselho de administração e com os empregados. Os clientes potenciais: para vender a idéia, o produto ou o serviço. Sócios: para convencer a participar do empreendimento. Estrutura do plano de negócios Existem vários modelos propostos para escrever um plano de negócios adequado. Filion e Dolabela (2000) apresentam um modelo com quatro partes: 1. Sumário executivo. 2. A empresa. 3. Plano de marketing. 4. Plano financeiro. Neste modelo, os autores defendem que cada parte deve comportar várias partes menores, abrangendo diversos tópicos que devem ser completos, claros e em linguagem bastante simples. Já Dornelas (2005), apresenta seis variações para a estrutura de um plano de negócios, de acordo com o foco da empresa. Mostraremos, aqui, uma estrutura apresentada por Dornelas que é mais voltada para empresas focadas em inovação e tecnologia Capa. 2 - Sumário. 3 - Sumário executivo. 4 - Descrição da empresa. 5 - Produtos e serviços. 6 - Mercado e competidores. 7 - Marketing e vendas. 8 - Análise estratégica. 9 - Plano financeiro Anexos.

5 1. Capa: A seguir, mostramos a descrição de cada uma dessas partes segundo o autor: Apesar de não parecer, é uma das partes mais importantes do plano de negócios. É a primeira parte a ser visualizada por quem lê o plano. 2. Sumário: Deve ser feita de maneira limpa e com informações necessárias e pertinentes. Contém o título de cada seção do plano de negócios e a respectiva página onde se encontra. Mostra, também, as subdivisões das seções com os assuntos relacionados. Facilita ao leitor encontrar o que interessa. 3. Sumário executivo: É a principal parte do plano de negócios. Fará o leitor decidir se continuará ou não a ler o plano. Deve ser escrito com muita atenção e revisado várias vezes e conter uma síntese das principais informações que constam no plano de negócios. Além disso, deve ser dirigido ao público-alvo e explicitar qual o objetivo do plano de negócios em relação ao leitor (por exemplo: apresentação da empresa para potenciais parceiros e clientes, requisição de financiamento etc.). Deve ser a última parte a ser feita, pois depende das outras seções do plano para ser elaborado. 4. Descrição da empresa: Deve descrever a empresa: Histórico. Crescimento. Faturamento dos últimos anos. Razão social. Impostos. Estrutura organizacional e legal. Localização. Parcerias. Certificações de qualidade. Serviços terceirizados etc. 5. Análise estratégica: Define os rumos da empresa, sua visão e missão futura, sua situação atual, as potencialidades e ameaças externas, suas forças e fraquezas, seus objetivos e metas de negócio. Serve como base para o desenvolvimento e implantação das demais ações descritas no plano. 5

6 Capítulos 11 do livro. Filion, Luis J. e Dolabela, Fernando. Boa Idéia! E Agora? São Paulo: Cultura, Editores Associados, Produtos e serviços: Destina-se a descrever os produtos e serviços: Como são produzidos. Quais os recursos utilizados. Ciclo de vida. Fatores tecnológicos envolvidos. Processo de pesquisa e desenvolvimento. Principais clientes atuais. Marcas e patentes. Visão do nível de satisfação do cliente etc. 7. Análise de mercado e competidores: Deve mostrar: Que os executivos da empresa conhecem muito bem o mercado consumidor do produto ou serviço (pesquisa de mercado). Como o mercado está segmentado. Uma avaliação do crescimento do mercado explorado pelo negócio. Características do consumidor e sua localização. Se há sazonalidade e como agir neste caso. Análise de concorrência. Sua participação no mercado e a de seus principais concorrentes etc Plano de marketing e vendas: Deve mostrar: Como a empresa pretende vender seu produto ou serviço. Qual a política para conquistar seus clientes. Qual a estratégia para manter o interesse dos clientes e aumentar a demanda.

7 Sobre o produto ou serviço, deve abordar: Seus métodos de comercialização. Diferenciais do produto ou serviço para o cliente. Política de preços. Principais clientes. Canais de distribuição. Estratégias de promoção, comunicação e publicidade. Projeções de vendas. 9. Plano financeiro: O plano financeiro deve apresentar, em números, todas as ações planejadas para a empresa e as comprovações, por meio de projeções futuras de sucesso do negócio (quanto, quando e com que propósito necessita de capital). 10. Anexos: Além disso, deve conter demonstrativos de: Fluxo de caixa. Balanço patrimonial. Análise do ponto de equilíbrio. Necessidades de investimento. Demonstrativo de resultados. Análise de indicadores financeiros do negócio (faturamento previsto, margem prevista, prazo de retorno sobre o investimento inicial, taxa interna de retorno etc). Devem conter informações adicionais julgadas relevantes para melhor entendimento do plano de negócios. Não se pode esquecer de incluir os currículos dos sócios e dirigentes da empresa. Podem-se anexar, também, fotos de produtos, plantas de localização, roteiros e resultados de pesquisas realizadas, material de divulgação do negócio, planilhas financeiras, contrato social da empresa etc. Não cabe aqui fazer comparações entre as estruturas propostas por Filion e Dolabela (2000) e Dornelas (2005) até mesmo porque esses modelos têm divisões que acabam por contemplar todas as partes importantes de um plano de negócios. Variações dentro dessas estruturas ficam a cargo dos leitores. 7

8 Básica: 1.DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. Campus, Rio de Janeiro, DOLABELA, F. Plano de Negócios e seus Componentes. Cultura Editores Associados, São Paulo, FILION, L. J. e DOLABELA, F. Boa Idéia! E Agora? São Paulo: Cultura, Editores Associados, DOLABELA, F. O Segredo de Luísa. São Paulo: Cultura, Editores Associados, Complementar: 1.FILION, L. J. Oportunidades de negócios. Cultura Editores Associados, São Paulo, SALIM, C. S. Construindo Planos de Negócios. Editora Campus, Rio de Janeiro, BANGS, D. H. The Business Planning Guide. Upstart Publishing Company, Chicago PAVANI, C.; DEUTSCHER, J. A. e LOPEZ, S. M. Plano de Negócios planejando o sucesso de seu empreendimento. Lexikon, Rio de Janeiro, PINSON, L. e JINNETT, J. Anatomy of Business Plan. Upstart Publishing Company, Chicago Site do Sebrae - 8

9 9

Empreendedorismo. Tópico 4 Plano de Negócios: Visão Geral

Empreendedorismo. Tópico 4 Plano de Negócios: Visão Geral Empreendedorismo Tópico 4 Plano de Negócios: Visão Geral Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. Planejar. Por quê?... 3 4. O Plano é produto do empreendedor... 4 5. Estrutura do Plano

Leia mais

CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA COMÉRCIO ELETRÔNICO PROF. CÉLIO CONRADO

CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA COMÉRCIO ELETRÔNICO PROF. CÉLIO CONRADO Contexto e objetivos CEAP CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA COMÉRCIO ELETRÔNICO PROF. CÉLIO CONRADO O desenvolvimento do plano de negócios, como sistematização das idéias

Leia mais

PARTE VI O Plano de Negócios

PARTE VI O Plano de Negócios FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Empreendedorismo: Uma Introdução Prof. Fabio Costa Ferrer,

Leia mais

PN PLANO DE NEGÓCIOS. Gestão e Empreendedorismo

PN PLANO DE NEGÓCIOS. Gestão e Empreendedorismo PN PLANO DE NEGÓCIOS Conceito PLANO DE NEGÓCIO É um documento que contempla a descrição do empreendimento e o modelo de gestão que sustentará a empresa É O CARTÃO DE VISITA DA EMPRESA Plano de Negócio

Leia mais

Administração e Finanças

Administração e Finanças Estrutura do Plano de Negócio Profa. Fernanda Pereira Caetano Trabalho pesado é geralmente a acumulação de tarefas pequenas que não foram feitas a tempo. (Henry Cooke) Não existe uma estrutura rígida e

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS 1 Jane do Socorro do Rosário Ventura 2

PLANO DE NEGÓCIOS 1 Jane do Socorro do Rosário Ventura 2 1 PLANO DE NEGÓCIOS 1 Jane do Socorro do Rosário Ventura 2 RESUMO O Plano de Negócios é parte fundamental do processo empreendedor, visto que os empreendedores precisam saber planejar suas ações e delinear

Leia mais

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios?

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios? Plano de Negócios Por que escrever um Plano de Negócios? A tarefa de escrever um plano de negócios não é uma tarefa fácil. Isso se você nunca escreveu um e não tem a menor idéia de como começar. O objetivo

Leia mais

Construindo um Plano de Negócios Fabiano Marques

Construindo um Plano de Negócios Fabiano Marques Construindo um Plano de Negócios Fabiano Marques "Um bom plano de negócios deve mostrar claramente a competência da equipe, o potencial do mercado-alvo e uma idéia realmente inovadora; culminando em um

Leia mais

A Descrição do Produto ou Serviço e a Análise do Mercado e dos Competidores Fabiano Marques

A Descrição do Produto ou Serviço e a Análise do Mercado e dos Competidores Fabiano Marques A Descrição do Produto ou Serviço e a Análise do Mercado e dos Competidores Fabiano Marques "O plano de negócios é o cartão de visitas do empreendedor em busca de financiamento". (DORNELAS, 2005) A partir

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração Faculdade Pitágoras de Uberlândia Apostila de Administração Prof. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 SUMÁRIO 1 O PLANO DE NEGÓCIOS...2 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO...5

Leia mais

UNIDADE 5 A estrutura de um Plano de Negócios

UNIDADE 5 A estrutura de um Plano de Negócios UNIDADE 5 A estrutura de um Plano de Negócios É evidente a importância de um bom plano de negócios para o empreendedor, mas ainda existem algumas questões a serem respondidas, por exemplo: Como desenvolver

Leia mais

O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques

O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques O Plano Financeiro no Plano de Negócios Fabiano Marques Seguindo a estrutura proposta em Dornelas (2005), apresentada a seguir, podemos montar um plano de negócios de forma eficaz. É importante frisar

Leia mais

Aula 2 Assunto: Modelos para Plano de Negócios

Aula 2 Assunto: Modelos para Plano de Negócios DISCIPLINA: Gestão Empresarial Aula 2 Assunto: Modelos para Plano de Negócios Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA Especialista em Gestão Empresarial pela UEFS Graduada em Administração

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É?

PLANO DE NEGÓCIOS. O QUE É? NE- CACT O Núcleo de Empreendedorismo da UNISC existe para estimular atitudes empreendedoras e promover ações de incentivo ao empreendedorismo e ao surgimento de empreendimentos de sucesso, principalmente,

Leia mais

Conceito de Plano de Negócios

Conceito de Plano de Negócios Conceito de Plano de Negócios O Plano de Negócio é um documento escrito e organizado que permite ao empreendedor analisar a viabilidade do seu projeto. 4 Conceito de Plano de Negócios Descreve o modelo

Leia mais

PLANEJAMENTO. Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições.

PLANEJAMENTO. Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. PLANEJAMENTO Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. (DORNELAS, 2008) POR QUE PLANEJAR? 0 Causas de fracasso de startups americanas:

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. UM ESTUDO SOBRE SUA IMPORTÂNCIA E ESTRUTURA

PLANO DE NEGÓCIOS. UM ESTUDO SOBRE SUA IMPORTÂNCIA E ESTRUTURA PLANO DE NEGÓCIOS. UM ESTUDO SOBRE SUA IMPORTÂNCIA E ESTRUTURA FELIPE RABELO DE AGUIAR Graduando do Curso de Ciências Contábeis da UFPA feliperabelo11@yahoo.com.br Héber Lavor Moreira Professor Orientador

Leia mais

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Nada é mais perigoso do que uma idéia, quando ela é a única que temos. (Alain Emile Chartier) Neste módulo, faremos, a partir

Leia mais

Empreendedorismo e Elaboração de Plano de Negócio. Professor: Fábio Josende Paz

Empreendedorismo e Elaboração de Plano de Negócio. Professor: Fábio Josende Paz Empreendedorismo e Elaboração de Plano de Negócio Professor: Fábio Josende Paz 1 Plano de negócios 2 Plano de negócio Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento,

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS Roteiro

PLANO DE NEGÓCIOS Roteiro Anexo 3 PLANO DE NEGÓCIOS Roteiro 1. Capa 2. Sumário 3. Sumário executivo 4. Descrição da empresa 5. Planejamento Estratégico do negócio 6. Produtos e Serviços 7. Análise de Mercado 8. Plano de Marketing

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIOS O plano de negócios deverá conter: 1. Resumo Executivo 2. O Produto/Serviço 3. O Mercado 4. Capacidade Empresarial 5. Estratégia de Negócio 6. Plano de marketing

Leia mais

O Empreendedor Fabiano Marques

O Empreendedor Fabiano Marques O Empreendedor Fabiano Marques O interesse pelo empreendedorismo no mundo é algo recente. Neste sentido, podese dizer que houve um crescimento acentuado da atividade empreendedora a partir de 1990. Com

Leia mais

Modelo para elaboração do Plano de Negócios

Modelo para elaboração do Plano de Negócios Modelo para elaboração do Plano de Negócios 1- SUMÁRIO EXECUTIVO -Apesar de este tópico aparecer em primeiro lugar no Plano de Negócio, deverá ser escrito por último, pois constitui um resumo geral do

Leia mais

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. PLANO DE NEGÓCIOS:... 2 2.1 RESUMO EXECUTIVO... 3 2.2 O PRODUTO/SERVIÇO... 3 2.3 O MERCADO... 3 2.4 CAPACIDADE EMPRESARIAL... 4 2.5

Leia mais

Módulo de Gestão Aplicada à TIC. Curso Técnico de Informática Aula 02 Prof. Amadeu Campos

Módulo de Gestão Aplicada à TIC. Curso Técnico de Informática Aula 02 Prof. Amadeu Campos Módulo de Gestão Aplicada à TIC Curso Técnico de Informática Aula 02 Prof. Amadeu Campos FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA EMPREENDEDORISMO NA ÁREA DE INFORMÁTICA Competências a serem trabalhadas Semana

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS COM FOCO EM PROJETOS DE CRIAÇÃO DE MPEs. Profª. Esp. Eliane R. R. Message elianerro@gmail.com

PLANO DE NEGÓCIOS COM FOCO EM PROJETOS DE CRIAÇÃO DE MPEs. Profª. Esp. Eliane R. R. Message elianerro@gmail.com PLANO DE NEGÓCIOS COM FOCO EM PROJETOS DE CRIAÇÃO DE MPEs Profª. Esp. Eliane R. R. Message elianerro@gmail.com QUEM SOU... 1/30 Graduada em Informática para Gestão de Negócios Especialista em Gestão Empresarial

Leia mais

6. Planejamento do Negócio

6. Planejamento do Negócio 6. Planejamento do Negócio Conteúdo 1. O que é um Plano de Negócios 2. Elaboração de um Plano de Negócios 3. Sessões Propostas para um Plano de Negócios 4. Idéias para um Plano de Negócios 5. Sites para

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Graduação em Administração

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. Graduação em Administração Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Graduação em Administração Educação Presencial 2011 1 Trabalho de Conclusão de Curso - TCC O curso de Administração visa formar profissionais capacitados tanto para

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio.

Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Com bom planejamento, empresário começa negócio sem dinheiro próprio. Plano de negócios estruturado ajuda na hora de conseguir financiamento. Veja dicas de especialistas e saiba itens que precisam constar

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz COMPETÊNCIAS A SEREM DESENVOLVIDAS CONHECER A ELABORAÇÃO, CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES UM PLANO DE NEGÓCIOS.

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve

Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve 6 PLANO DE NEGÓCIOS (PN): UMA VISÃO GERAL. O QUE É E PARA QUE SERVE Objetivo específico - Ao concluir este módulo, você vai ser capaz de

Leia mais

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas

ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas ANEXO 1: Formato Recomendado de Planos de Negócios - Deve ter entre 30 e 50 páginas 1) Resumo Executivo Descrição dos negócios e da empresa Qual é a ideia de negócio e como a empresa se chamará? Segmento

Leia mais

PROFESSORA Paula Nogueira Bartkiw. Especialista (MBA em Gestão Empresarial) Graduação em Marketing. Aula 5. Disciplina EMPREENDEDORISMO

PROFESSORA Paula Nogueira Bartkiw. Especialista (MBA em Gestão Empresarial) Graduação em Marketing. Aula 5. Disciplina EMPREENDEDORISMO PROFESSORA Paula Nogueira Bartkiw Especialista (MBA em Gestão Empresarial) Graduação em Marketing Aula 5 Disciplina Plano de Negócios. Definições; Por que escrever um plano de negócios?; Plano de Negócios

Leia mais

MODELO PLANO DE NEGÓCIO

MODELO PLANO DE NEGÓCIO MODELO PLANO DE NEGÓCIO Resumo dos Tópicos 1 EMPREENDEDOR... 3 1.1. O EMPREENDIMENTO... 3 1.2. OS EMPREENDEDORES... 3 2 GESTÃO... 4 2.1. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO... 4 2.3. PLANO DE OPERAÇÕES... 4 2.4. NECESSIDADE

Leia mais

Conhecimentos em Comércio Eletrônico Capítulo 4 CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO

Conhecimentos em Comércio Eletrônico Capítulo 4 CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO CAPÍTULO 4 VISÃO GERAL DO COMÉRCIO PLANEJAMENTO E MODELOS DE E-COMMERCE Uma das principais características do CE é permitir a criação de novos modelos de negócio. Um modelo de negócio é um método que permite

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO: UMA FERRAMENTA COM MULTIPLAS APLICAÇÕES

PLANO DE NEGÓCIO: UMA FERRAMENTA COM MULTIPLAS APLICAÇÕES 1 PLANO DE NEGÓCIO: UMA FERRAMENTA COM MULTIPLAS APLICAÇÕES Angela Brasil (Docente das Faculdades Integradas de Três Lagoas -AEMS) E-mail:angelabrasil@ibest.com.br Cleucimar Aparecida Pereira Prudente

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 5 Cultura Organizacional para Inovação Empreendedorismo de Negócios com Informática - Cultura Organizacional para Inovação 1 Conteúdo Intraempreendedorismo

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS FORMAÇÃO DA REDE DR. MARIDO NEGÓCIOS DO PEQUENO E MÉDIO PORTE, ATRAVÉS DO MODELO HOMME OFFICE, COM RETORNO PROJETADO DE 86% A.A.

PLANO DE NEGÓCIOS FORMAÇÃO DA REDE DR. MARIDO NEGÓCIOS DO PEQUENO E MÉDIO PORTE, ATRAVÉS DO MODELO HOMME OFFICE, COM RETORNO PROJETADO DE 86% A.A. FORMAÇÃO DA REDE DR. MARIDO NEGÓCIOS DO PEQUENO E MÉDIO PORTE, ATRAVÉS DO MODELO HOMME OFFICE, COM RETORNO PROJETADO DE 86% A.A. PLANO DE NEGÓCIOS Data: Janeiro 2.013 Dr. Marido - Operacional S U M Á R

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

Estabelecimento da Diretriz Organizacional

Estabelecimento da Diretriz Organizacional Estabelecimento da Diretriz Organizacional AULA 3 Bibliografia: Administração Estratégica: Planejamento e Implantação da Estratégia SAMUEL C. CERTO & J. P. PETERTO ASSUNTO: Três importantes considerações

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

Dicas para Empreendedores Como Conseguir Investimentos Fabiano Marques

Dicas para Empreendedores Como Conseguir Investimentos Fabiano Marques Dicas para Empreendedores Como Conseguir Investimentos Fabiano Marques Depois de vencer, aja como se não tivesse vencido. (Sun Tzu. A Arte da Guerra) Muitos empreendedores, quando conseguem vencer, sentem-se

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO. Modalidade Associada Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO Modalidade Associada Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS RAIAR

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Resumo Executivo. Modelo de Planejamento. Resumo Executivo. Resumo Executivo. O Produto ou Serviço. O Produto ou Serviço 28/04/2011

Resumo Executivo. Modelo de Planejamento. Resumo Executivo. Resumo Executivo. O Produto ou Serviço. O Produto ou Serviço 28/04/2011 Resumo Executivo Modelo de Planejamento O Resumo Executivo é comumente apontada como a principal seção do planejamento, pois através dele é que se perceberá o conteúdo a seguir o que interessa ou não e,

Leia mais

Empreenda (Quase) Sem Dinheiro

Empreenda (Quase) Sem Dinheiro Empreenda (Quase) Sem Dinheiro Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br Bem-vindoà versão de demonstração do curso Empreenda (Quase) Sem Dinheiro! Vocêpoderá conferir alguns vídeos do curso antes

Leia mais

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio.

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Roteiro para apresentação do Plano de Negócio Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Abaixo encontra-se a estrutura recomendada no Empreenda! O Plano de Negócio deverá

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

Escolha os melhores caminhos para sua empresa

Escolha os melhores caminhos para sua empresa Escolha os melhores caminhos para sua empresa O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio

Leia mais

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2013 REGULAMENTO Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2013 é uma competição interna da Laureate International

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

La competitividad tiene impuesto para las organizaciones una búsqueda incesante por

La competitividad tiene impuesto para las organizaciones una búsqueda incesante por PLANO DE NEGÓCIOS: A BASE DO SUCESSO DO EMPREENDEDOR 1 Prof. Heinrich Führ RESUMEN La competitividad tiene impuesto para las organizaciones una búsqueda incesante por mejores resultados a fines de garantizar

Leia mais

CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA.

CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. CompuStream Plano de Negócios COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. A CompuStream, empresa especializada em desenvolvimento de negócios, atua em projetos de investimento em empresas brasileiras que tenham um alto

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO ANEXO IV QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO *Obrigatório Parte superior do formulário Responsável pelas Informações: * Informações Básicas A empresa Nome/ Razão Social da Empresa:

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período ANEXO IV (apenas para os aprovados e após a entrada na incubação) QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período *Obrigatório Parte superior do formulário Responsável pelas Informações: * Informações

Leia mais

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO

EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO EMPREENDEDORISMO PASSOS PARA ABRIR UM NEGÓCIO Odilio Sepulcri odilio@emater.pr.gov.br www.odiliosepulcri.com.br www.emater.pr.gov.br Telefone: (41) 3250-2252 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. Perfil para empreender

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE

COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE COMECE CERTO: PLANEJAMENTO E ANÁLISE 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 COMECE CERTO QUESTÕES FUNDAMENTAIS PARA O PLANEJAMENTO E ANÁLISE DE NOVOS NEGÓCIOS OBJETIVO DO DEBATE Apresentar

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

Plano de Negócio. Professor Victor Sotero. Plano de Negócio

Plano de Negócio. Professor Victor Sotero. Plano de Negócio Plano de Negócio -Sumário Executivo- Professor Victor Sotero Plano de Negócio 1 O que é preciso para abrir um negócio? Conjunto de habilidades e conhecimentos Entender o mercado e o público que se deseja

Leia mais

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto.

Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Bota pra Fazer: Negócios de Alto Impacto. Instituto Educacional BM&FBOVESPA e Endeavor: Negócios de Alto Impacto. Com reconhecida experiência, o Instituto Educacional BM&FBOVESPA, a Escola de Negócios

Leia mais

Empreenda! 8ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 8ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 8ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo 20

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR. Suzano

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR. Suzano CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR Suzano PROJETO INTEGRADOR 1. Introdução O mercado atual de trabalho exige dos profissionais a capacidade de aplicar os conhecimentos

Leia mais

NEGÓCIOS I PLANO DE PLANO DE NEGÓCIOS I. Ementa. Aula 1 PLANO DE NEGÓCIOS I. Prof. Fábio Guerra guerra@f12consultoria.com.br PLANO DE NEGÓCIOS I

NEGÓCIOS I PLANO DE PLANO DE NEGÓCIOS I. Ementa. Aula 1 PLANO DE NEGÓCIOS I. Prof. Fábio Guerra guerra@f12consultoria.com.br PLANO DE NEGÓCIOS I Aula 1 PLANO DE NEGÓCIOS I Prof. Fábio Guerra guerra@f12consultoria.com.br Ementa Como preparar um Plano de Negócios. Razões para elaborar um Plano de Negócios. Estrutura do Plano de Negócios. Concepção

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PLANO DE NEGÓCIO E DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA O EMPREENDEDOR. Antonio Carlos Paim Cardoso Júnior 13/02/2014

A IMPORTÂNCIA DO PLANO DE NEGÓCIO E DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA O EMPREENDEDOR. Antonio Carlos Paim Cardoso Júnior 13/02/2014 A IMPORTÂNCIA DO PLANO DE NEGÓCIO E DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PARA O EMPREENDEDOR Antonio Carlos Paim Cardoso Júnior 13/02/2014 PALESTRANTE Bacharel em Ciências Contábeis pela FVC Concluinte MBA em Gestão

Leia mais

Processo Inmetro N.º 5926/01 EDITAL N.º 001/02

Processo Inmetro N.º 5926/01 EDITAL N.º 001/02 Processo Inmetro N.º 5926/01 EDITAL N.º 001/02 O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial Inmetro, através do Comitê do, instituído pela Portaria Inmetro n.º 092, de 25 de

Leia mais

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas Perfil... Atuando há 20 anos em vendas Jean Oliveira já viveu na pele cada experiência que essa profissão promove, é especialista com MBA em Estratégias de Negócios e graduado em Tecnologia de Processamento

Leia mais

CHAMADA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO

CHAMADA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO CHAMADA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre,

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 1ª série Empreendedorismo Administração A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades

Leia mais

Formulário de Apresentação da Proposta Simplificada

Formulário de Apresentação da Proposta Simplificada Formulário de Apresentação da Proposta Simplificada A. Dados Cadastrais A.1. Informações para contato Endereço Completo: Bairro: Cidade: UF: CEP: Telefone: e-mail: Página na Internet: A.2. Caracterização

Leia mais

FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO

FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO 1. CAPA 2. SUMÁRIO 3. INTRODUÇÃO FAZER ESTES ITENS NO FINAL, QUANDO O TRABALHO ESTIVER PRONTO 4. DESCRIÇÃO DA EMPRESA E DO SERVIÇO 4.1 Descrever sua Visão, VISÃO DA EMPRESA COMO VOCÊS IMAGINAM A EMPRESA

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 17/2016 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto O Pró-reitor de Extensão Substituto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios Orientações para elaborar um Plano de Negócios Maio de 2010 www.nascente.cefetmg.br Página 1 Apresentação Este documento contém um roteiro básico de Plano de Negócios. O objetivo é permitir que o futuro

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA E EMPRESARIAL UnC - CONCÓRDIA Parceria: Universidade do Contestado UnC Fundação de Apoio à Pesquisa de Santa Catarina FAPESC

INCUBADORA TECNOLÓGICA E EMPRESARIAL UnC - CONCÓRDIA Parceria: Universidade do Contestado UnC Fundação de Apoio à Pesquisa de Santa Catarina FAPESC INCUBADORA TECNOLÓGICA E EMPRESARIAL UnC - CONCÓRDIA Parceria: Universidade do Contestado UnC Fundação de Apoio à Pesquisa de Santa Catarina FAPESC CHAMADA DE PROJETOS DE INOVAÇÃO INCUBADORA TECNOLÓGICA

Leia mais

SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA

SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO NA MODALIDADE ASSOCIADA EDITAL 04/2009 IDÉIA FLUXO CONTÍNUO INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO Novembro de 2009. PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO SIMONSEN PLANO DE NEGÓCIO

PÓS-GRADUAÇÃO SIMONSEN PLANO DE NEGÓCIO PÓS-GRADUAÇÃO SIMONSEN PLANO DE NEGÓCIO RESUMO DO EMPREENDIMENTO 01 EMPREENDIMENTO 02 NEGÓCIO E MERCADO: DESCRIÇÃO 2.1 ANÁLISE MERCADOLÓGICA 2.2 MISSÃO DA EMPRESA 03 CONCORRÊNCIA 04 FORNECEDORES 05 PLANO

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS E PLANEJAMENTO: SUA IMPORTÂNCIA PARA O EMPREENDIMENTO

PLANO DE NEGÓCIOS E PLANEJAMENTO: SUA IMPORTÂNCIA PARA O EMPREENDIMENTO PLANO DE NEGÓCIOS E PLANEJAMENTO: SUA IMPORTÂNCIA PARA O EMPREENDIMENTO Bruna Carolina da Cruz Graduando em administração Unisalesiano Lins bruna-estella@hotmail.com Rafael Victor Ostetti da Silva Graduando

Leia mais

Plano de Negócios e Pesquisas de Mercado: Ninguém Vive Sem

Plano de Negócios e Pesquisas de Mercado: Ninguém Vive Sem Plano de Negócios e Pesquisas de Mercado: Ninguém Vive Sem Henrique Montserrat Fernandez Muitas pessoas, antes de abrir a empresa, já têm uma idéia do que ela produzirá. Mas será que é isso que os clientes

Leia mais

Documento que sistematiza informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro.

Documento que sistematiza informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro. Feira do Empreendedor 2014 Documento que sistematiza informação sobre a ideia de negócio, como pretende implementá-la, e que resultados espera obter no futuro. É essencial para a estruturação e defesa

Leia mais

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO 1 Sumário: Conceito e Objectivos Estrutura do PN o Apresentação da Empresa o Análise do Produto / Serviço o Análise de Mercado o Estratégia de Marketing o

Leia mais

BENEFÍCIOS COM A SMALL

BENEFÍCIOS COM A SMALL BENEFÍCIOS COM A SMALL 2012. Small Consultoria Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 530 Casa Verde, São Paulo S.P. Tel. 11 2869.9699 / 11 2638.5372 Todos os direitos reservados. A IDEIA Dentre os exemplos

Leia mais

Modelo de Plano de Negócios

Modelo de Plano de Negócios Modelo de Plano de Negócios COLEÇÃO DEBATES EM ADMINISTRAÇÃO Empreendedorismo Modelo de Plano de Negócios Elaboração Marcelo Marinho Aidar Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP) F U N

Leia mais

PLANO DE ENSINO FORMAÇÃO. Algumas atividades já exercidas. DISCIPLINA Empreendedorismo. Disciplina Empreendedorismo

PLANO DE ENSINO FORMAÇÃO. Algumas atividades já exercidas. DISCIPLINA Empreendedorismo. Disciplina Empreendedorismo FORMAÇÃO Curso de Administração Disciplina Empreendedorismo Prof. Msc. Cláudio Márcio cmarcio@gmail.com Graduação: Processamento de Dados e Administração Pós-Graduação: Especialização: MBA em Gestão da

Leia mais

Engenharia e Consultoria em Gestão. Buscando Soluções Criativas para a sua Empresa

Engenharia e Consultoria em Gestão. Buscando Soluções Criativas para a sua Empresa Buscando Soluções Criativas para a sua Empresa A Empresa A INFORGEL nasceu com o propósito de buscar soluções criativas para o seu negócio nas seguintes áreas de atuação: Gestão Geral de: Empresas / Negócios,

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE CASE 31º TOP DE MARKETING ADVB/RS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE CASE 31º TOP DE MARKETING ADVB/RS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE CASE 31º TOP DE MARKETING ADVB/RS CATEGORIAS DE SEGMENTO DE MERCADO E CATEGORIAS ESPECIAIS Roteiro de Elaboração do Case Buscando aperfeiçoar o Sistema de Avaliação do Top de

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 021/2015. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 021/2015. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 021/2015 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto A Pró-reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA REUNIÃO PEDAGÓGICA 2º

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA REUNIÃO PEDAGÓGICA 2º FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA REUNIÃO PEDAGÓGICA 2º Bimestre Profº Paulo Barreto 1 3. Identificando Oportunidades Parte 1 Há uma grande diferença entre idéia e oportunidade A confusão entre

Leia mais

Prof. Léo Noronha. Unidade II

Prof. Léo Noronha. Unidade II Prof. Léo Noronha Unidade II EMPREENDEDORISMO Sumário Unidade II Como o empreendedor trata uma oportunidade Plano de negócio Colocando o plano de negócio em prática recomendações Como o empreendedor trata

Leia mais

Empreendedorismo COMPETÊNCIAS HABILIDADES

Empreendedorismo COMPETÊNCIAS HABILIDADES Empreendedorismo Curso de Moda e Estilismo Graduação em Administração de Empresas Especialização em Marketing Empreendedorismo COMPETÊNCIAS Conhecer o processo de empreender utilizando as estruturas, as

Leia mais

REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS UNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES PRÊMIO DE EMPREENDEDORISMO JAMES McGUIRE EDITAL DE SELEÇÃO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1. O Prêmio James McGuire de Empreendedorismo é uma competição

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais