pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências"

Transcrição

1 Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências mqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklz 4º ano matutino/vespertino xcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiop, Cláudia Bassul e Juliana Camargo asdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwert 1º Período yuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnm

2 Conteúdos Habilidades Avaliação Unidade 1 A vida sob o microscópio A história do microscópio As células Os microrganismos e a saúde Tecnologia a favor da saúde 8 a 11, 20 a e 13, e e 17, e 19 Investigar seres vivos de tamanho reduzido e usar a expressão artística para representá-los. Conhecer um pouco da história do microscópio e como sua invenção ampliou o conhecimento sobre a vida. Reconhecer que os seres vivos são formados por células e compreender que as células apresentam as mesmas funções e necessidades que os seres vivos. Aprender que algumas doenças são causadas por microrganismos e reconhecer hábitos de higiene como forma de prevenção de várias doenças. Compreender que, entre as tecnologias voltadas à saúde, há a produção de remédios e vacinas e o desenvolvimento de equipamentos que ajudam no diagnóstico de doenças. Durante todo o período serão feitas avaliações por meio de: observação do desempenho dos alunos, interesse e participação nas aulas e nas atividades propostas; atividades desenvolvidas em sala de aula: trabalhos; testes; provas; pesquisas; experiências; relatórios; produções de texto, receitas e bilhetes; produção de um álbum.

3 Reconhecer que a vacinação é um direito e um dever do cidadão e valorizar as campanhas de vacinação. Unidade 2 Bactérias e fungos 24 a 27, 34 a 37 Observar o surgimento de organismos no alimento estragado. As bactérias Os fungos 28 e 29, 152 e e 31 Levantar hipóteses sobre as condições que aceleram o apodrecimento dos alimentos e testá-las. A decomposição 32 e 33 Compreender que as bactérias e os fungos são seres vivos que desempenham um papel muito importante para os seres vivos e o ambiente. Associar fungos e certas bactérias ao processo de decomposição da matéria orgânica. Reconhecer a importância da decomposição na natureza. Desenvolver a compreensão leitora por meio de um texto expositivo com estrutura de

4 descrição. Unidade 3 Ecossistemas e relações entre os seres vivos O ecossistema Relações alimentares Outras relações 38 a 41, 48 a e e 45, 154 e e 47 Compreender que os ecossistemas são o conjunto dos seres vivos e os elementos não vivos de um lugar, em constante interação. Construir um modelo de ecossistema e observar as relações que se estabelecem entre os seres vivos, e entre eles e os elementos não vivos. Compreender que as relações alimentares podem ser representadas na forma de cadeias alimentares. Compreender que os seres vivos podem obter benefícios ou ser prejudicados conforme estabelecem relações entre si e conhecer algumas delas. Desenvolver a compreensão leitora e a escrita por meio de um texto comparativo.

5 2º Período Conteúdos Habilidades Avaliação Unidade 4 Alimentação e respiração de animais e plantas 52 a 55, 64 a 69 Observar evidências de alimentação de animais no ambiente. Durante todo o período serão feitas avaliações por meio de: Os animais se alimentam Os animais respiram As plantas produzem o próprio alimento As plantas respiram 56 e e e e 63, 156 e 157 Compreender que os alimentos fornecem nutrientes e energia aos seres vivos. Reconhecer que todos os animais respiram e compreender que a respiração é necessária para que eles aproveitem a energia dos alimentos. Compreender que, na presença de luz, as plantas produzem o próprio alimento usando água e gás carbônico e liberando gás oxigênio, processo denominado fotossíntese. Compreender que as plantas respiram o tempo todo e que a respiração é necessária para que elas aproveitem a energia do observação do desempenho dos alunos, interesse e participação nas aulas e nas atividades propostas; atividades desenvolvidas em sala de aula: trabalhos; testes; provas; pesquisas; experiências; relatórios; produções de texto; cartazes; experiências; piquenique.

6 alimento. Desenvolver a compreensão leitora e escrita por meio de um texto expositivo. Unidade 5 Alimentação e o corpo humano A industrialização dos alimentos Alimentos e nutrientes 70 a 73, 84 a e e 77 Analisar informações nutricionais em embalagens de alimentos industrializados. Compreender que os alimentos industrializados são transformados a fim de aumentar seu tempo de conservação e torná-los mais atrativos para o consumidor. A digestão do alimento As etapas da digestão Alimentação e saúde 78 e e e 83, 160 e 161 Compreender que os nutrientes presentes nos alimentos são necessários para o bom funcionamento e a manutenção do corpo. Reconhecer que uma alimentação saudável depende de uma dieta equilibrada e de cuidados de higiene no preparo e na conservação dos alimentos. Conhecer a função da digestão e

7 Unidade 6 Respiração, circulação e excreção A respiração A circulação A excreção 90 a 93, 100 a e 95, 162 e e e 99 identificar os órgãos que compõem o sistema digestório. Entender que substâncias digestivas atuam na transformação dos alimentos, disponibilizando os nutrientes para serem absorvidos pelo organismo. Refletir sobre a função da propaganda voltada para a indústria alimentícia. Construir um estetoscópio e ouvir os batimentos cardíacos de um colega. Observar as mudanças nos - batimentos cardíacos e na frequência respiratória, associando-as ao estado de atividade do corpo. Compreender que pelo sistema respiratório o corpo obtém o gás oxigênio do ar e elimina o gás carbônico. Conhecer os órgãos que compõem o sistema cardiovascular e reconhecer que

8 são responsáveis pela distribuição de substâncias pelo corpo. Conhecer os órgãos que compõem o sistema urinário e compreender que a excreção é o processo pelo qual o corpo elimina substâncias. 3º Período Conteúdos Conteúdos Conteúdos Unidade 7 Energia e suas transformações Muitas formas de energia A energia se transforma Fontes de energia 104 a 107, 114 e 115, 164 a e e e a 119, 126 a 129 Investigar o emprego de energia em situações domésticas do dia a dia e classificar a energia em diferentes tipos. Reconhecer as manifestações de diferentes formas de energia. Compreender que a energia não surge do nada, nem desaparece; ela pode se transformar, isto é, passar de uma forma a outra. Compreender no que são fontes de energia renováveis e não renováveis e refletir sobre os impactos da utilização de cada Durante todo o período serão feitas avaliações por meio de: observação do desempenho dos alunos, interesse e participação nas aulas e nas atividades propostas; atividades desenvolvidas em sala de aula: trabalhos; testes; provas; pesquisas;

9 Unidade 8 A luz e o calor A luz A luz e os corpos O calor Unidade e e e 125, 168 e 169, 170 e a 133, 142 a 145, 172 e 173 uma delas. Observar a interação da luz com alguns e compreender a classificação dos corpos em: opacos, transparentes e translúcidos. Reconhecer que alguns corpos emitem luz e são chamados de fontes luminosas. Compreender que a luz se movimenta em linha reta e em grande velocidade. produções de texto, bilhetes; cartazes. experiências. O Universo e o Sistema Solar O Universo O Sistema Solar A rotação da Terra A translação da Terra 134 e e 137, 174 e e e 141 Compreender que calor é a transferência de energia térmica de um corpo de maior temperatura para outro de menor temperatura e que os materiais podem ser maus ou bons condutores de calor. Entender que ações humanas intensificam o efeito estufa, gerando um fenômeno que vem sendo chamado de aquecimento global.

Ciências da Natureza. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências da Natureza. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências da Natureza baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA Elementary School 2 K5 Meu corpo Meu corpo. Higiene do corpo. Órgãos

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE - 161718 GRUPO DISCIPLINAR 230 MATEMÁTICA/ CIÊNCIAS DA NATUREZA ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais

Leia mais

OBJETIVOS CURRICULARES

OBJETIVOS CURRICULARES OFICINA DE PROJETOS Ciências Naturais 1 Construir noções sobre planeta a partir do planeta Terra; 2 Descrever a estrutura do planeta; 3 Conceituar a litosfera, destacando as rochas, os minérios e o solo

Leia mais

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Período 1ºPeríodo Nº Aulas previstas 37 aulas Conteúdos

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Ano letivo 01/016 CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º Período : Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS 1.1. Importância de uma alimentação equilibrada e segura Alimentos e nutrientes;

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO Competências essenciais Conteúdos Materiais N.º de aulas (45 min.) Compreender que a vida dos seres é assegurada pela realização de funções

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura Nutrientes - o que são Funções dos nutrientes ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE Apresentar

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Processos vitais comuns aos seres vivos o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância de uma alimentação equilibrada

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Currículo Nacional do Ensino Básico Competências essenciais 2º CICLO CIÊNCIAS NATURAIS

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 6.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 6.º Ano Ciências Naturais Projeto 1 Os alimentos como veículo de nutrientes. Tempo Previsto: 3 quinzenas do 1ºPeríodo 1.ª Fase: Alimentação saudável e segura 2.ª Fase: O Processo digestivo de ser humano 3.ª Fase:

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO Livro adotado: Ciências da natureza 6 Satillana Ano Letivo 2012/2013 UNIDADE DIDÁCTICA CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS Nº DE AULAS (1ºP) Preparação do ano escolar.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LECTIVO 2014 / 2015 PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano DOMÍNIO: PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS Aluno (a): 4º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Conteúdo de Recuperação

Leia mais

Matéria e energia nos ecossistemas

Matéria e energia nos ecossistemas Aula de hoje Matéria e energia nos ecossistemas Matéria e energia nos ecossistemas A forma e funcionamento dos organismos vivos evoluiu parcialmente il em respostas às condições prevalecentes no mundo

Leia mais

CIÊNCIAS DESCRITORES

CIÊNCIAS DESCRITORES CIÊNCIAS DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO Identificar a permeabilidade nos diferentes tipos de solo. Identificar a presença de água no interior do corpo dos seres vivos. Identificar as condições

Leia mais

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 )

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 ) ESCOLA E.B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 0/03 º Período TEMA ORGANIZADOR: Viver melhor na Terra: Trocas nutricionais entre os animais e o meio Conteúdos Competências

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS 6 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Astronomia: estudando o céu Estrelas e constelações Sistema Solar e exploração do Universo - Movimentos da - Terra e da Lua Reconhecer

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais A proposta Em sua organização teórico-metodológica, a proposta enfatiza a construção do pensamento científico acerca

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA FISIOLOGIA HUMANA Profa. MSc Ana Paula de Sousa Paixão Fisioterapêuta Especialista em ortopedia e esportes Doutoranda

Leia mais

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida Introdução A ciência que estuda como os seres vivos se relacionam entre si e com o ambiente em que vivem e quais as conseqüências dessas relações é a Ecologia (oikos = casa e, por extensão, ambiente; logos

Leia mais

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA Todos os organismos necessitam de energia para realizar as suas funções vitais. A energia necessária para a vida na Terra provém praticamente toda do sol. Contudo,

Leia mais

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS

ECOLOGIA GERAL FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS ECOLOGIA GERAL Aula 05 Aula de hoje: FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA ATRAVÉS DE ECOSSISTEMAS Sabemos que todos os organismos necessitam de energia para se manterem vivos, crescerem, se reproduzirem e, no caso

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 CICLO: 2º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 6º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres

Leia mais

Planificação a longo prazo 2014/2015

Planificação a longo prazo 2014/2015 Planificação a longo prazo 2014/2015 1º Período Tema organizador: Viver melhor na Terra Conteúdos Nº de aulas Apresentação 1 1. Trocas nutricionais entre o organismo e o meio 9 1.1. Os alimentos como veículos

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn mqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklz

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn mqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklz Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

Nesse sistema de aquecimento,

Nesse sistema de aquecimento, Enem 2007 1- Ao beber uma solução de glicose (C 6 H 12 O 6 ), um corta-cana ingere uma substância: (A) que, ao ser degradada pelo organismo, produz energia que pode ser usada para movimentar o corpo. (B)

Leia mais

Matéria e Energia no Ecossistema

Matéria e Energia no Ecossistema Matéria e Energia no Ecossistema Qualquer unidade que inclua a totalidade dos organismos (comunidade) de uma área determinada, interagindo com o ambiente físico, formando uma corrente de energia que conduza

Leia mais

Unidade I Energia: Conservação e transformação. Aula 5.1 Conteúdo: Sistema cardiovascular.

Unidade I Energia: Conservação e transformação. Aula 5.1 Conteúdo: Sistema cardiovascular. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Energia: Conservação e transformação. Aula 5.1 Conteúdo: Sistema cardiovascular. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Dr Francisco Nogueira de Lima Código: 059 Município: Casa Branca Eixo Tecnológico: Ambiente, saúde e segurança. Habilitação Profissional: sem habilitação

Leia mais

Os microrganismos e suas funções

Os microrganismos e suas funções ós na ala de Aula - Ciências 6º ao 9º ano - unidade 3 essa unidade, as atividades propostas visam colaborar para desenvolver novas perspectivas sobre a fermentação, processo realizado por fungos e bactérias.

Leia mais

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS. Aluno (a): 6 ano Turma:

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS. Aluno (a): 6 ano Turma: Escola Estadual AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS Professor (a) : Data: / /2012 Aluno (a): 6 ano Turma: 1 - Todos os seres vivos e a parte não-viva de um ambiente (água, minerais do solo, gases

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS A proposta A proposta de ensino das Ciências Naturais se fundamenta na construção do pensamento científico acerca dos fenômenos

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS 8º ANO PROFESSORA: LUCIANA PERES

Leia mais

Mistérios no banheiro: o que é isso entre os azulejos?

Mistérios no banheiro: o que é isso entre os azulejos? Mistérios no banheiro: o que é isso entre os azulejos? Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente Tema Água e vida / o caminho cíclico dos materiais no ambiente / a reprodução e a ocupação de novos ambientes

Leia mais

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo.

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo. Plano de ação- 2015 - trimestral Colégio Estadual Mahatma Gandhi Ensino Fundamental Ciências 8º A, 8ºB, 8C Professora: Josiane Maria Guerra Conteúdo específico Objetivos Encaminhamentos metodológicos e

Leia mais

SUMÁRIO DOS NOVOS LIVROS DE CIÊNCIAS 1º ANO

SUMÁRIO DOS NOVOS LIVROS DE CIÊNCIAS 1º ANO SUMÁRIO DOS NOVOS LIVROS DE CIÊNCIAS 1º ANO UNIDADE 1 A CIÊNCIA, EU E VOCÊ Capítulo 1. Fazendo ciências Onde encontramos a ciência? Quem são e o que fazem os cientistas? 2. Eu sou assim Partes do corpo

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA: Ciências ÁREA DE ENSINO: FUNDAMENTAL I SÉRIE\ ANO: 4º ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA: Ciências ÁREA DE ENSINO: FUNDAMENTAL I SÉRIE\ ANO: 4º ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 A VIDA SOB MICROSCÓPIO *Conhecer a história do microscópio *Conhecer doenças causadas por microrganismos *conhecer que os seres vivos são formados por células *Conhecendo microscópio e sua utilidade.

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm A biodiversidade em diferentes ambientes http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm Unidade básica da vida a célula Quem foi Robert Hooke? Por volta de 1667, o cientista inglês

Leia mais

Cadeia alimentar 3º ano

Cadeia alimentar 3º ano Cadeia alimentar 3º ano O equilíbrio ecológico depende diretamente da interação, das trocas e das relações que os seres vivos estabelecem entre si e com o ambiente. Os seres respiram, vivem sobre o solo

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 1- Que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? Bulbo 2- Os alvéolos são formados por uma única camada de células muito finas. Explique como

Leia mais

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 Unidade 1 Os sentidos Os sentidos: o tato. Os sentidos: a visão e audição. Os sentidos: o olfato e a gustação. Disciplina: Ciências Período: 1º Reconhecer que usamos os sentidos

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Série: I C. H. Semanal: 5,0

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Série: I C. H. Semanal: 5,0 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Área de conhecimento: Ambiente, Saúde e Segurança Componente Curricular: Fisiologia Humana Série: I

Leia mais

Foto 2: Confecção dos planos de aula pelos alunos bolsistas.

Foto 2: Confecção dos planos de aula pelos alunos bolsistas. ANEXO PLANOS DE AULA: Elaboração de PLANOS DE AULA pelos alunos bolsistas, orientados pelo professor supervisor e pela coordenadora de área, para cada eixo temático, desenvolvido na disciplina de Ciências,

Leia mais

Realização: Aquecimento Global. Parceiros: Apoiadores:

Realização: Aquecimento Global. Parceiros: Apoiadores: Realização: Parceiros: Aquecimento Global Apoiadores: O que é o efeito estufa? É um fenômeno natural, provocado por alguns gases da atmosfera, que mantêm o nosso planeta aquecido. Esse processo acontece

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Sistema cardiovascular no exercício físico

INTERATIVIDADE FINAL EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Sistema cardiovascular no exercício físico Conteúdo: Sistema cardiovascular no exercício físico Habilidades: Entender o sistema cardiovascular com a prática de atividades físicas. REVISÃO A Importância do sistema Muscular e a relação do mesmo com

Leia mais

Maxillaria silvana Campacci

Maxillaria silvana Campacci Ecologia Aula 1 Habitat É o lugar que reúne as melhores condições de vida para uma espécie. Temperatura, quantidade de água, intensidade da luz solar e tipo de solo determinam se o habitat é adequado ao

Leia mais

1. A água. 1.1. A água e as atividades humanas

1. A água. 1.1. A água e as atividades humanas 1. A água 1.1. A água e as atividades humanas O homem utiliza a água para os mais determinados fins (Figura 1): consumo doméstico higiene pessoal e da casa, preparar os alimentos; agricultura; indústria;

Leia mais

PROTEÇÃO AMBIENTAL. Professor André Pereira Rosa

PROTEÇÃO AMBIENTAL. Professor André Pereira Rosa PROTEÇÃO AMBIENTAL Professor André Pereira Rosa ALTERAÇÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS CARACTERÍSTICAS DAS IMPUREZAS 99,9 % 0,1 % Esgotos Sólidos Poluição tratamento Impurezas justificam a instalação de ETE

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (6 ANO)

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (6 ANO) 1- Leia o texto a seguir e responda: EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS (6 ANO) Além de diminuir a poluição ambiental, o tratamento do lixo pode ter retorno econômico e social. a) Cite duas formas de se obterem produtos

Leia mais

Poluição do rio Tietê

Poluição do rio Tietê Poluição do rio Tietê Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente / Terra e Universo Tema Água e vida; uso dos recursos naturais / a ocupação do espaço e suas consequências / desequilíbrio ambiental / desenvolvimento

Leia mais

Parede celular. Membrana celular

Parede celular. Membrana celular 1. A célula como Unidade Básica de Vida A célula é a unidade básica da vida, uma vez que todos os seres vivos são formados por células. De acordo com o número de células, os seres vivos podem classificar-se

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D CADERNO DE EXERCÍCIOS 2D Ensino Fundamental Ciências da Natureza II Habilidade da Questão Conteúdo Matriz da EJA/FB 01 Fisiologia Vegetal (Transporte e absorção de H34, H40, H41, H63 substâncias); Fotossíntese

Leia mais

Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta?

Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta? Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta? Como as fezes são formadas? Como a urina é formada no nosso corpo? Sistema Cardiovascular Funções Gerais: Transporte de nutrientes,

Leia mais

Profª Marília Varela

Profª Marília Varela Profª Marília Varela Por que um Técnico em Enfermagem estudar Nutrição e Dietética? Para quê??? Reconhecer o estado nutricional adequado Diferenciar grupos alimentares Compreender como os nutrientes são

Leia mais

Nutrientes. Manutenção/funcionamento do organismo. Alimentos. Energia

Nutrientes. Manutenção/funcionamento do organismo. Alimentos. Energia Por que devemos ingerir alimentos? Nossa vida é mantida por um número enorme de reações químicas, cujos reagentes são obtidos por meio da alimentação e respiração. Existe uma integração entre os sistemas

Leia mais

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração A UU L AL A Respiração A poluição do ar é um dos problemas ambientais que mais preocupam os governos de vários países e a população em geral. A queima intensiva de combustíveis gasolina, óleo e carvão,

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro Escola Básica de Eugénio de Castro Planificação Anual

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro Escola Básica de Eugénio de Castro Planificação Anual Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de vida da população Sintetizar as estratégias de promoção da saúde Conhecer os distintos níveis estruturais do corpo Viver Melhor

Leia mais

Ano Letivo: 2015/2016. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5

Ano Letivo: 2015/2016. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5 Escola EB 2,3 de António Feijó Ponte de Lima Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Subestrutura de Ciências Naturais PROGRAMA CALENDARIZAÇÃO Ano Letivo: 2015/2016 Disciplina de: CIÊNCIAS

Leia mais

PLANEJAMENTO DA INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NAS ESCOLAS

PLANEJAMENTO DA INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NAS ESCOLAS PLANEJAMENTO DA INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NAS ESCOLAS Fontes de Renda Objetivo Geral: Trazer para dentro da escola, exemplos de diferentes profissões e fontes de renda, para que os alunos possam conhecer outros

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 2ºCiclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Prova 02/2015 Tipo de Prova: Escrita Duração: 90 minutos

Leia mais

CONTEÚDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS POR BIMESTRE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS POR BIMESTRE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE CIÊNCIAS NATURAIS POR BIMESTRE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Paulo Henrique Saraiva Câmara SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E

Leia mais

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista A Enfermagem e o Serviço de Nutrição e Dietética tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista 1 A enfermagem e o Serviço

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário

PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário 1 Metras Curriculares Estratégias Tempo Avaliação TERRA UM PLANETA COM VIDA Sistema Terra: da

Leia mais

b) Explique por que eles são considerados parasitas intracelulares obrigatórios.

b) Explique por que eles são considerados parasitas intracelulares obrigatórios. 1º BIM P2 LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS 7º ANO Aluno (a): Professor: Turma: Turno:... Data: / /2014 Unidade: ( ) Asa Norte ( ) Águas Lindas ( )Ceilândia ( ) Gama ( )Guará ( ) Pistão Norte ( ) Recanto das

Leia mais

NETXPLICA http://forum.netxplica.com TESTE DE AVALIAÇÃO 8º Ano Ciências Naturais Ecossistemas fluxos de energia e ciclos de matéria

NETXPLICA http://forum.netxplica.com TESTE DE AVALIAÇÃO 8º Ano Ciências Naturais Ecossistemas fluxos de energia e ciclos de matéria Classificação Encarregado de Educação Nome nº Turma Data / / 08 GRUPO I (Cotação = 25 pontos: 1.1-10x2=20 + 1.2-5 pontos) 1. Considera a figura seguinte, que representa o fluxo de energia numa cadeia alimentar.

Leia mais

Módulo 1 Entendendo a contaminação dos alimentos

Módulo 1 Entendendo a contaminação dos alimentos Módulo 1 Entendendo a contaminação dos alimentos Aula 1 - O que é um Alimento Seguro? Por que nos alimentamos? A alimentação é uma atividade básica para o indivíduo manter- se vivo. Precisamos nos nutrir

Leia mais

a) intestino. b) cloaca. c) moela. d) esôfago. e) bico.

a) intestino. b) cloaca. c) moela. d) esôfago. e) bico. BIOLOGIA Um agricultor verificou que havia muita perda em sua lavoura de trigo, pois o vento derrubava várias plantas. Um vizinho o aconselhou a produzir sementes que dessem origem a plantas com entrenós

Leia mais

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo.

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade IV Natureza sociedade: questões ambientais. Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. 2 CONTEÚDO

Leia mais

www.cursinhoemcasa.com Prof. Helena contato@cursinhoemcasa.com Fonte arquivo particular.

www.cursinhoemcasa.com Prof. Helena contato@cursinhoemcasa.com Fonte arquivo particular. Irradiação térmica È o processo de troca de calor que ocorre através da radiação eletromagnética, que não necessitam de um meio material para isso. Ondas eletromagnéticas é uma mistura de campo elétrico

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras:

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras: Escola Secundária de Valongo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia As Professoras: Cláudia Rocha Fátima Garcia Tema Organizador: Viver Melhor na Terra 1º PERÍODO

Leia mais

PROBLEMAS AMBIENTAIS INVERSÃO TÉRMICA INVERSÃO TÉRMICA 14/02/2014. Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP)

PROBLEMAS AMBIENTAIS INVERSÃO TÉRMICA INVERSÃO TÉRMICA 14/02/2014. Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP) PROBLEMAS AMBIENTAIS Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP) Liga-se com a hemoglobina impedindo o O2 de ser conduzido INVERSÃO TÉRMICA *Inversão térmica é um fenômeno

Leia mais

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 Este programa aborda os temas da Biodiversidade, da Gestão de Recursos Naturais e da Monitorização Ambiental. Em articulação

Leia mais

Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos

Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos 1 Organização das Aulas Uma aula de Educação Física é composta por três partes sequenciais, cada uma com objetivos específicos. 1.1 Parte Inicial A parte inicial

Leia mais

Resolução Resolução OBJETIVO 2004

Resolução Resolução OBJETIVO 2004 1 Nas bactérias, a cadeia respiratória encontra-se associada à membrana plasmática e os ácidos nucléicos estão associados ao citoplasma. a) É assim também em um protista, em um animal e em um vegetal?

Leia mais

CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR

CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR CAPÍTULO 02 A TEIA ALIMENTAR Cadeia alimentar: é uma seqüência de seres vivos relacionando-se dentro de um ecossistema, onde um ser serve de alimento para outro ser. Exemplo: Capim capivara onça bactéria

Leia mais

Sequência de Aulas - Ciclos Biogeoquímicos

Sequência de Aulas - Ciclos Biogeoquímicos Sequência de Aulas - Ciclos Biogeoquímicos 1. Nível de Ensino: Ensino Médio 2. Conteúdo Estruturante: Biogeoquímica 2.1 Conteúdo Básico: Matéria, Composição dos elementos químicos. 2.2 Conteúdo Específico:

Leia mais

5ª série / 6º ano 1º bimestre

5ª série / 6º ano 1º bimestre 5ª série / 6º ano 1º bimestre Água e o planeta Terra Hidrosfera Distribuição e importância Hidrosfera é o conjunto de toda a água da Terra. Ela cobre 2/3 da superfície terrestre e forma oceanos, mares,

Leia mais

Identificar os reagentes, produtos e processos básicos da fotossíntese e da respiração celular.

Identificar os reagentes, produtos e processos básicos da fotossíntese e da respiração celular. 1 D1 (B) Identificar os reagentes, produtos e processos básicos da fotossíntese e da respiração celular. D2 (b) Explicar a inter-relação entre fotossíntese e respiração celular nas células dos organismos

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 4º ANO 2010 Questão 1 PROVA DE CIÊNCIAS 4 ANO Boa alimentação

Leia mais

SUBÁREA DE FÍSICA E QUÍMICA PLANEJAMENTO ANUAL PARA A DISCIPLINA DE FÍSICA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 2014. Identificação e Conteúdo Programático

SUBÁREA DE FÍSICA E QUÍMICA PLANEJAMENTO ANUAL PARA A DISCIPLINA DE FÍSICA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 2014. Identificação e Conteúdo Programático UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO - CEPAE ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E MATEMÁTICA SUBÁREA DE FÍSICA E QUÍMICA PLANEJAMENTO ANUAL

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013 PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013 FÍSICA CARLOS 3ª MÉDIO Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Encaminhamos a Programação de Etapa, material de apoio para o acompanhamento dos conteúdos e habilidades que

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Prova 02 2015 2.º Ciclo do Ensino

Leia mais

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Conteúdo: O efeito estufa. Habilidade: Demonstrar uma postura crítica diante do uso do petróleo. REVISÃO Reações de aldeídos e cetonas. A redução de um composto

Leia mais

Mineração e Sustentabilidade Ambiental. Ricardo Santana Biólogo, MSc

Mineração e Sustentabilidade Ambiental. Ricardo Santana Biólogo, MSc Mineração e Sustentabilidade Ambiental Ricardo Santana Biólogo, MSc Itinga, setembro de 2010 Itinga Mineração - Missão Transformar recursos minerais em riquezas e desenvolvimento sustentável Para nossos

Leia mais

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?...

Fazendo a digestão. A voz do professor. A voz do professor. De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis?... A U A UL LA Fazendo a digestão Atenção De onde provém a energia necessária para o movimento dos automóveis? Nosso corpo é semelhante a um carro. Como você acha que conseguimos energia para viver? Um corpo

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE CIÊNCIAS - ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE CIÊNCIAS - ENSINO FUNDAMENTAL D1 D2 D3 D4 D5 D6 D7 D8 D9 D10 D11 D12 D13 D14 D15 D16 D17 Reconhecer a participação do ar para na manutenção da vida de diferentes seres vivos. Reconhecer a existência do ar. Identificar os estados físicos

Leia mais

2º ANO PLANO DE DISCIPLINA (PLADIS) PELO ADT BOL INTR / DEP, DE

2º ANO PLANO DE DISCIPLINA (PLADIS) PELO ADT BOL INTR / DEP, DE Fl-1 SISTEMA COLÉGIO MILITAR DO BRASIL COLÉGIO MILITAR DE CURITIBA ENSINO MÉDIO ELABORADO EM 2007 BIOLOGIA 2º ANO CARGA HORÁRIA: 90 HORAS Nr SESSÕES: 120 HORAS-AULA PLANO DE DISCIPLINA (PLADIS) PELO ADT

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA*

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA* METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA As Metas de Aprendizagem de Ciências são aprendizagens que os alunos deverão ter alcançado no final da escolaridade básica, no domínio das Ciências, de forma

Leia mais