PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO"

Transcrição

1 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO Livro adotado: Ciências da natureza 6 Satillana Ano Letivo 2012/2013

2 UNIDADE DIDÁCTICA CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS Nº DE AULAS (1ºP) Preparação do ano escolar. - Apresentação. - Regras para o bom funcionamento das aulas. - Indicação do material necessário. - Organização do caderno diário. - Apresentação e utilização do manual. - Reconhecimento da necessidade de possuir hábitos de trabalho. - Reconhecimento da necessidade de organizar o material. - Compreensão da metodologia da disciplina. Processos vitais comuns aos seres vivos 1. Os alimentos como veículo de nutrientes. - A alimentação no homem. - Reconhecimento de que a intervenção humana na Terra é fundamental para a obtenção dos alimentos e da energia necessária à vida. - Explicação do funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. - Compreensão da importância da alimentação para o funcionamento equilibrado do organismo.

3 2. Sistema digestivo do Homem e de outros animais. - Constituição do sistema digestivo humano. - Transformações dos alimentos ao longo do tubo digestivo - Sistemas digestivos de alguns animais. - Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização das funções vitais essenciais à vida. - Reconhecimento de que o organismo humano está sujeito a fatores nocivos que podem colocar em risco a sua saúde física e mental. - Compreensão dos fenómenos da digestão. - Explicação da necessidade dos alimentos serem transformados. - Relacionamento do sistema digestivo de alguns animais com o regime alimentar. 3. Sistema respiratório do homem - circulação do ar. - Constituição do sistema respiratório humano. - Circulação do ar. - Diferenças entre o ar inspirado e o ar expirado. - Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. - Reconhecimento de que o organismo humano está sujeito a fatores nocivos que podem colocar em risco a sua saúde física e mental. - Compreensão do mecanismo da respiração no homem. 4. Transporte de nutrientes e de oxigénio até às células. - Constituição do sangue. - Função dos constituintes do sangue. - A circulação do sangue. -O sistema circulatório humano. - A circulação e a - Explicação do funcionamento do sistema circulatório humano e a sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. - Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização das funções vitais essenciais à vida. - Conhecimento dos constituintes do sangue. - Reconhecimento da importância da dádiva de sangue.

4 conservação da saúde. - Conhecimento da morfologia geral do aparelho circulatório. - Compreensão do mecanismo da circulação sanguínea.

5 UNIDADE DIDÁCTICA CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS Nº DE AULAS (2º P) 5. Utilização de nutrientes na produção de energia e eliminação dos produtos da atividade celular. - A função excretora no Homem. - A função excretora e a conservação da saúde. - Explicação do funcionamento do sistema urinário humano e a sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. - Conhecimento da morfologia básica do aparelho excretor. - Compreensão do mecanismo de formação de urina. - Reconhecimento do papel da pele na excreção. - Conhecer os cuidados a ter com a pele e com o sistema urinário. 6. Reprodução humana e crescimento. - A reprodução humana. - Sistemas reprodutores masculino e feminino. - Caracteres sexuais. - Fecundação. -Desenvolvimento embrionário e fetal. - Nascimento. - Puberdade. - Higiene do sistema reprodutor. - Explicação acerca do funcionamento do sistema reprodutor humano e a sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. - Conhecimento dos caracteres sexuais primários e secundários e dos órgãos que constituem o sistema reprodutor feminino e masculino. - Compreensão dos conceitos de: ovulação, fecundação, nidação, parto, menstruação, contraceção, sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis. - Compreensão das funções da placenta, cordão umbilical e do âmnio, durante a gravidez. - Compreensão do processo que conduz ao nascimento de um novo ser humano. - Conhecimento de alguns cuidados a ter durante a gravidez e com o recém-nascido durante os primeiros anos de vida. - Compreensão de que a sexualidade humana é diferente da dos outros animais. - Reconhecimento de que a sexualidade humana envolve sentimentos de respeito por si próprio e pelos outros.

6 7. A alimentação nas plantas e importância das plantas para o mundo vivo. A alimentação nas plantas. (3) A importância das plantas para o mundo vivo. - A alimentação nas plantas. - Fotossíntese. - A respiração nas plantas. - As plantas e a qualidade do ar. - As plantas como fonte de alimento e de matérias-primas. - Compreensão do funcionamento do sistema de nutrição das plantas. - Compreensão do mecanismo de captação de águas e de substâncias minerais do solo. - Compreensão do mecanismo básico da fotossíntese. - Compreensão das trocas gasosas que ocorrem nas plantas de dia e de noite. - Explicação do papel das plantas na qualidade do ar. - Conhecimento de plantas utilizadas como fonte de alimento e de matérias-primas.

7 UNIDADE DIDÁCTICA CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS Nº DE AULAS (3º P) 8. A reprodução nas plantas. -Reprodução nas plantas com flor. - Formação da semente. - Germinação e disseminação de sementes. - Reprodução nas plantas sem flor. - Compreensão da reprodução na conservação das espécies. - Compreensão da reprodução nas plantas com flor e nas plantas sem flor. - Compreensão da importância da disseminação de sementes para a conservação das espécies vegetais. - Identificação dos fatores necessários à germinação de sementes. - Reconhecimento da necessidade de proteger o ambiente e de preservar o património, num equilíbrio entre a Natureza e a Sociedade. Agressões do meio e integridade do organismo. 9. Micróbios (4) - Micróbios úteis e prejudiciais. - Meios de defesa contra as agressões microbianas. - Compreensão da existência de micróbios no meio ambiente. - Reconhecimento das condições favoráveis ao desenvolvimento de micróbios. - Reconhecimento da importância de alguns micróbios para o homem. - Compreensão da ação dos micróbios patogénicos. - Conhecimento de regras de higiene para evitar a propagação de algumas doenças. 10. Higiene e problemas sociais Higiene Pessoal - A higiene dentária. - A higiene alimentar. - A higiene na adolescência. - Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização de funções essenciais à vida. - Reconhecimento da importância de por em prática hábitos de higiene para a saúde e bem-estar do indivíduo. - Conhecimento das regras de higiene pessoal e social.

8 As drogas - Malefícios do tabaco - Malefícios do álcool - Malefícios de outras drogas - Conhecimento das consequências da toxicodependência no indivíduo, na família e na sociedade. - Conhecimento dos malefícios do álcool e do tabaco. - Discussão sobre a influência da publicidade e da comunicação social nos hábitos de consumo e na tomada de decisões que tenham em conta a defesa da saúde e da qualidade de vida. (3) Dar continuidade/aprofundar ao nível do 8º ano, na disciplina de Ciências Naturais, numa perspetiva de articulação vertical. (4) Dar continuidade/aprofundar ao nível do 9º ano, na disciplina de Ciências Naturais, numa perspetiva de articulação vertical. ATIVIDADES EXPERIMENTAIS - 6º ANO Pesquisa da presença de amido em alguns alimentos. Atividade de simulação - "Garrafa simuladora da caixa torácica". Observação microscópica do sangue humano (preparação definitiva). Microbiologia - Observação microscópica de microrganismos existentes numa infusão.

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013

PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE - 161718 GRUPO DISCIPLINAR 230 MATEMÁTICA/ CIÊNCIAS DA NATUREZA ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO Competências essenciais Conteúdos Materiais N.º de aulas (45 min.) Compreender que a vida dos seres é assegurada pela realização de funções

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Processos vitais comuns aos seres vivos o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância de uma alimentação equilibrada

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Currículo Nacional do Ensino Básico Competências essenciais 2º CICLO CIÊNCIAS NATURAIS

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Ano letivo 01/016 CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º Período : Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS 1.1. Importância de uma alimentação equilibrada e segura Alimentos e nutrientes;

Leia mais

Ano Letivo: 2015/2016. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5

Ano Letivo: 2015/2016. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5 Escola EB 2,3 de António Feijó Ponte de Lima Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Subestrutura de Ciências Naturais PROGRAMA CALENDARIZAÇÃO Ano Letivo: 2015/2016 Disciplina de: CIÊNCIAS

Leia mais

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Período 1ºPeríodo Nº Aulas previstas 37 aulas Conteúdos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LECTIVO 2014 / 2015 PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano DOMÍNIO: PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura Nutrientes - o que são Funções dos nutrientes ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE Apresentar

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 6.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 6.º Ano Ciências Naturais Projeto 1 Os alimentos como veículo de nutrientes. Tempo Previsto: 3 quinzenas do 1ºPeríodo 1.ª Fase: Alimentação saudável e segura 2.ª Fase: O Processo digestivo de ser humano 3.ª Fase:

Leia mais

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 )

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 ) ESCOLA E.B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 0/03 º Período TEMA ORGANIZADOR: Viver melhor na Terra: Trocas nutricionais entre os animais e o meio Conteúdos Competências

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 2º Ciclo 6º Ano CONTEÚDOS ANUAIS

ANO LETIVO 2013/2014 2º Ciclo 6º Ano CONTEÚDOS ANUAIS ANO LETIVO 2013/2014 2º Ciclo 6º Ano CONTEÚDOS ANUAIS CONTEÚDOS CIÊNCIAS DA NATUREZA AULAS PREVISTAS 6.ºA 6.ºB 6.ºC 6.ºD 98 97 97 97 Tema 1 Processos vitais comuns aos seres vivos CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Planificação a longo prazo 2014/2015

Planificação a longo prazo 2014/2015 Planificação a longo prazo 2014/2015 1º Período Tema organizador: Viver melhor na Terra Conteúdos Nº de aulas Apresentação 1 1. Trocas nutricionais entre o organismo e o meio 9 1.1. Os alimentos como veículos

Leia mais

1. Saúde individual e comunitária. 1.1. Indicadores do estado de saúde de uma população. 1.2. Medidas de ação para promoção de saúde.

1. Saúde individual e comunitária. 1.1. Indicadores do estado de saúde de uma população. 1.2. Medidas de ação para promoção de saúde. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA GRACIOSA CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO ANO LETIVO 2014/2015 AULAS PREVISTAS TEMA ORGANIZADOR CONTEÚDOS CONCETUAIS (45 MINUTOS) A B VIVER MELHOR NA TERRA 1. Saúde individual e comunitária.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO Período Nº semanas Nº de aulas Previstas 1º 13 37 2º 10 32 3º 9 27 TOTAL 96 Domínios Subdomínios

Leia mais

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais. 1. Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura 1.1. Apresentar um conceito de

Leia mais

- Diálogo professor/aluno. - Avaliação diagnóstica. - Discussão alargada, sobre o

- Diálogo professor/aluno. - Avaliação diagnóstica. - Discussão alargada, sobre o Unidade Didática Tema(s)/Conteúdo(s) Metodologia(s)/Estratégias Instrumento(s) de avaliação N.º de tempos previstos Período lectivo Apresentação - Diálogo professor/aluno. SAÚDE INDIVIDUAL E - Avaliação

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência Informação Prova de equivalência à frequência 2.º Ciclo do Ensino Básico 1ª e 2ª fases Ano Letivo 2014/2015 Disciplina: Ciências Naturais Duração: 90 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1-

Leia mais

Planificação da disciplina de Ciências Naturais

Planificação da disciplina de Ciências Naturais ANO LETIVO 2013/2014 Departamento Curricular: Ciências Experimentais Grupo Disciplinar: Biologia e Geologia 9º Ano Planificação da disciplina de Ciências Naturais 1º Conteúdos / Unidades Didáticas 1.Saúde

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Prova 02 2015 2.º Ciclo do Ensino

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras:

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras: Escola Secundária de Valongo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia As Professoras: Cláudia Rocha Fátima Garcia Tema Organizador: Viver Melhor na Terra 1º PERÍODO

Leia mais

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária UNIDADE TEMÁTICA: Saúde N.º DE Saúde Individual e Comunitária. - Desenvolvimento do conceito de saúde Definição de Saúde pela O.M.S..2 -Medidas para a promoção

Leia mais

MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA

MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA 1. Introdução Os exames de equivalência à frequência incidem sobre a aprendizagem definida para o final do 2.º ciclo do ensino básico, de acordo com o currículo

Leia mais

Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14

Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14 Departamento de Ciências Experimentais Grupo de recrutamento 520 - Biologia e Geologia Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14 1 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 2ºCiclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Prova 02/2015 Tipo de Prova: Escrita Duração: 90 minutos

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Maria da Graça Valente Disciplina: Ciências Naturais Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professora: Maria da Graça Valente Disciplina: Ciências Naturais Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professora: Maria da Graça Valente Disciplina: Ciências Naturais Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação o Relacionar alimento

Leia mais

Escola Básica de S. Pedro da Cova Ano Letivo 2015 / 2016 2º Ciclo do Ensino Básico Matriz da prova de Exame de Ciências Naturais

Escola Básica de S. Pedro da Cova Ano Letivo 2015 / 2016 2º Ciclo do Ensino Básico Matriz da prova de Exame de Ciências Naturais Escola Básica de S. Pedro da Cova Ano Letivo 2015 / 2016 2º Ciclo do Ensino Básico Matriz da prova de Exame de Ciências Naturais 1. Objeto da avaliação TEMAS CONTEÚDOS OBJETIVOS Grupo I (5º ano) (23 pontos)

Leia mais

1º Período. Subtemas Competências essenciais específicas Conceitos Estratégias Blocos. -Saúde -Esperança média de vida; -Prevenção da saúde;

1º Período. Subtemas Competências essenciais específicas Conceitos Estratégias Blocos. -Saúde -Esperança média de vida; -Prevenção da saúde; Saúde individual e comunitária 1º Período Indicadores do estado de saúde de uma população Medidas de ação para a promoção da saúde Compreender o conceito de saúde; Conhecer os indicadores do estado de

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 CICLO: 2º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 6º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA

Escola Básica Vasco da Gama de Sines A REPRODUÇÃO HUMANA Página1 A REPRODUÇÃO HUMANA Reprodução sexuada e dimorfismo sexual A reprodução é uma função dos seres vivos que permite dar origem a outros seres da mesma espécie. Reprodução sexuada Na espécie humana

Leia mais

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo.

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo. Plano de ação- 2015 - trimestral Colégio Estadual Mahatma Gandhi Ensino Fundamental Ciências 8º A, 8ºB, 8C Professora: Josiane Maria Guerra Conteúdo específico Objetivos Encaminhamentos metodológicos e

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA*

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA* METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA As Metas de Aprendizagem de Ciências são aprendizagens que os alunos deverão ter alcançado no final da escolaridade básica, no domínio das Ciências, de forma

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO. Planeamento Curricular referente ao 1 º Período

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO. Planeamento Curricular referente ao 1 º Período AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO Planeamento Curricular referente ao 1 º Período Ano e Turma 5º Disciplina Ciências Naturais Prof. (a) N.º Aulas Previstas Domínio: ÁGUA, O AR, AS ROCHAS

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro Escola Básica de Eugénio de Castro Planificação Anual

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro Escola Básica de Eugénio de Castro Planificação Anual Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de vida da população Sintetizar as estratégias de promoção da saúde Conhecer os distintos níveis estruturais do corpo Viver Melhor

Leia mais

CIÊNCIAS DESCRITORES

CIÊNCIAS DESCRITORES CIÊNCIAS DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO Identificar a permeabilidade nos diferentes tipos de solo. Identificar a presença de água no interior do corpo dos seres vivos. Identificar as condições

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais A proposta Em sua organização teórico-metodológica, a proposta enfatiza a construção do pensamento científico acerca

Leia mais

1º PERÍODO (13 de setembro a 18 de dezembro de 2013)

1º PERÍODO (13 de setembro a 18 de dezembro de 2013) ESCOLA BÁSICA 2/3 D. AFONSO III FARO Departamento Curricular de Ciências Experimentais Grupo Disciplinar 520 PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO ANO LECTIVO 2014/2015 DOMÍNIO: Viver

Leia mais

Planificação Anual de Ciências Naturias 6º ano

Planificação Anual de Ciências Naturias 6º ano Planificação Anual de Ciências Naturias 6º ano º Período ( 7 semanas) Ano Lectivo 202/203 Apresentação. Regras de trabalho na aula. Ficha diagnóstica. 3 Processos vitais comuns aos seres vivos. Trocas

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 9.º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 9.º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 9.º Ano UNIDADES DIDÁTICAS CONTEÚDOS METAS DE APRENDIZAGEM 1º Período VIVER MELHOR NA TERRA Saúde individual e comunitária Medidas de ação para a promoção

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 9º ano de escolaridade Saúde Individual e comunitária Indicadores do estado de saúde de uma população

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE. Ano Letivo 2012/2013 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANIFICAÇÃO ANUAL CIÊNCIAS NATURAIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE. Ano Letivo 2012/2013 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANIFICAÇÃO ANUAL CIÊNCIAS NATURAIS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE Ano Letivo 2012/2013 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANIFICAÇÃO ANUAL CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO As Docentes Responsáveis: 1º Periodo Unidade

Leia mais

Tema: Viver melhor na Terra (48 Blocos) ANO LECTIVO 2011/2012

Tema: Viver melhor na Terra (48 Blocos) ANO LECTIVO 2011/2012 Tema: Viver melhor na Terra (48 Blocos) ANO LECTIVO 2011/2012 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS TROCAS NUTRICIONAIS ENTRE O ORGANISMO E O MEIO Nos animais: Alimentos como veículo de nutrientes Como

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS A proposta A proposta de ensino das Ciências Naturais se fundamenta na construção do pensamento científico acerca dos fenômenos

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

Ciências da Natureza. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências da Natureza. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências da Natureza baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA Elementary School 2 K5 Meu corpo Meu corpo. Higiene do corpo. Órgãos

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO. Calendarização /2011

CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO. Calendarização /2011 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA BÁSICA DO 2º E 3º CICLOS JOÃO AFONSO CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO Calendarização - 20/2011 Período Data N.º semanas Número de tempos 8 minutos) por ano de escolaridade

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS Aluno (a): 4º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Conteúdo de Recuperação

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Domínio/Objetivos Descritores de Desempenho Atividades/Estratégias Avaliação Matéria

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1º PERÍODO. Ano lectivo de 2014/15. Nº de aulas previstas

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1º PERÍODO. Ano lectivo de 2014/15. Nº de aulas previstas CONTEÚDOS PROG Disciplina Ano lectivo de 2014/15 6.º Ano de E Nº de aulas previstas Nº de aulas para apresentação, avaliação de diagnóstico e auto-avaliação Nº de aulas para leccionação e avaliação de

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio da Água, o ar, as rochas e o solo - materiais terrestres, o aluno deve ser capaz de: Compreender a Terra como um planeta especial

Leia mais

Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Modelo EP-02 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Curso Profissional TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE Ano letivo 2013.2014

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS 8º ANO PROFESSORA: LUCIANA PERES

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação. Plano de Trabalho

Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação. Plano de Trabalho Plano de Trabalho 2013/2014 Índice ntrodução... 2 Finalidade do projeto... 3 Objetivos do projeto... 3 Áreas temáticas de... 3 Objetivos por área temática... 4 ntervenientes... 4 Atividades... 5 Avaliação...

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA Prof. Salomão profsalomao@gmail.com PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM Sem Mês Início Término CH 1ª FEV 7 11 3 ASSUNTO: ASPECTOS

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O ( A d a p t a d a ) 6º Ano

P L A N I F I C A Ç Ã O ( A d a p t a d a ) 6º Ano D E P A R T A M E N T O DE C I Ê N C I A S F Í S I C A S E N A T U R A I S EB 1, 2, / J I D E A N G R A D O H E R O Í S M O P L A N I F I C A Ç Ã O ( A d a p t a d a ) 6º Ano A N O L E C T I V O D E 2

Leia mais

Disciplina: Ciências. Período: I. Professor(a): Gislene das Graças Portes Ferreira Liliane Cristina de Oliveira Vieira

Disciplina: Ciências. Período: I. Professor(a): Gislene das Graças Portes Ferreira Liliane Cristina de Oliveira Vieira COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Ciências Período:

Leia mais

8º ANO PLANO DE ÁREA DE ESTUDO (PLAEST)

8º ANO PLANO DE ÁREA DE ESTUDO (PLAEST) SISTEMA COLÉGIO MILITAR DO BRASIL COLÉGIO MILITAR DE CURITIBA ENSINO FUNDAMENTAL ELABORADO EM 2007 Fl-1 CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS 8º ANO CARGA HORÁRIA: 90 HORAS N SESSÕES: 120 HORAS/AULA PLANO DE ÁREA

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Pinheiro. Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita Duração da Prova: 90 minutos

Escola Básica e Secundária de Pinheiro. Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita Duração da Prova: 90 minutos Matriz Ciências da Natureza-2.ºciclo Ano lectivo 2011 Matriz Ciências da Natureza-2.ºciclo Escola Básica e Secundária de Pinheiro Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Saúde Individual e Comunitária

Saúde Individual e Comunitária CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS 9º ano de escolaridade (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 outubro de 2015) Saúde Individual e Comunitária - Saúde e qualidade de vida -Indicadores

Leia mais

Disciplina: Ciências. Período: I. Professor(a): Gislene das Graças Portes Ferreira Liliane Cristina de Oliveira Vieira

Disciplina: Ciências. Período: I. Professor(a): Gislene das Graças Portes Ferreira Liliane Cristina de Oliveira Vieira COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Ciências Período:

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da disciplina de Ciências da Natureza

Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da disciplina de Ciências da Natureza SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CULTURA E CIÊNCIA DIRECÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO ESCOLA BÁSICA INTEGRADA ROBERTO IVENS Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da

Leia mais

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista

Nutrição. tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º. Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista A Enfermagem e o Serviço de Nutrição e Dietética tica (SND) Disciplina:Nutrição para Enfermagem Curso: Enfermagem Semestre: 4º Profa. Dra. Andréia Madruga de Oliveira Nutricionista 1 A enfermagem e o Serviço

Leia mais

A principal função da flor numa planta é a de reprodução. As flores de uma planta são constituídas por (Figura 1):

A principal função da flor numa planta é a de reprodução. As flores de uma planta são constituídas por (Figura 1): 1. Reprodução das plantas com flor 1.1. Flor principal função da flor numa planta é a de reprodução. s flores de uma planta são constituídas por (Figura 1): Figura 1 onstituição de uma flor completa de

Leia mais

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 Unidade 1 Os sentidos Os sentidos: o tato. Os sentidos: a visão e audição. Os sentidos: o olfato e a gustação. Disciplina: Ciências Período: 1º Reconhecer que usamos os sentidos

Leia mais

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin

REPRODUÇÃO HUMANA. Profª Fernanda Biazin REPRODUÇÃO HUMANA Profª Fernanda Biazin Puberdade: período de transição do desenvolvimento humano, correspondente à passagem da fase da infância para adolescência. Alterações morfológicas e fisiológicas

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA FISIOLOGIA HUMANA Profa. MSc Ana Paula de Sousa Paixão Fisioterapêuta Especialista em ortopedia e esportes Doutoranda

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio da Unidade na diversidade dos seres vivos, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da classificação dos seres vivos

Leia mais

Subdomínio 1: Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais. Conteúdos Metas Avaliação

Subdomínio 1: Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais. Conteúdos Metas Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO Ano Letivo

Leia mais

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento.

Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Embriologia Embriologia: É a parte da Biologia que estuda as transformações que se tem no embrião, desde a formação da célula-ovo até o nascimento. Fecundação Mitoses sucessivas; Crescimento celular: Zigoto:

Leia mais

Parede celular. Membrana celular

Parede celular. Membrana celular 1. A célula como Unidade Básica de Vida A célula é a unidade básica da vida, uma vez que todos os seres vivos são formados por células. De acordo com o número de células, os seres vivos podem classificar-se

Leia mais

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto

Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... Fisiologia do aparelho reprodutor Ciclos Sexuais Gravidez e Parto Transmissão da Vida... - Morfologia do Aparelho Reprodutor Feminino Útero Trompa de Falópio Colo do útero Vagina

Leia mais

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento

Leia mais

a) intestino. b) cloaca. c) moela. d) esôfago. e) bico.

a) intestino. b) cloaca. c) moela. d) esôfago. e) bico. BIOLOGIA Um agricultor verificou que havia muita perda em sua lavoura de trigo, pois o vento derrubava várias plantas. Um vizinho o aconselhou a produzir sementes que dessem origem a plantas com entrenós

Leia mais

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano.

Tipo de itens. O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. Tipo de itens O sangue é o principal fluído que circula no organismo humano. 1. Quais são as suas principais funções? Transporte de nutrientes, defesa, regulação térmica e controlo 2. Quais os seus constituintes?

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 9º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 9º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 9º Ano COMPETÊNCIAS TEMAS/UNIDADES CONTEÚDOS 1º Período Aulas Previstas 28 Definir saúde segundo a O.M.S. Identificar medidas individuais promotoras de saúde.

Leia mais

6º ANO DE ESCOLARIDADE

6º ANO DE ESCOLARIDADE PLANIFICAÇÃO 2016/2017 ENSINO BÁSICO (2º CICLO) - PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO DE ESCOLARIDADE 1.º PERÍODO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES

Leia mais

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS DISCIPLINA: Ciências Naturais ANO DE ESCOLARIDADE: 6º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES PROGRAMA DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS 1º PERÌODO PROCESSOS VITAIS COMUNS

Leia mais

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm

A biodiversidade em diferentes ambientes. http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm A biodiversidade em diferentes ambientes http://www.prof2000.pt/users/ccaf/exercicios/ecossistemas/biomas.htm Unidade básica da vida a célula Quem foi Robert Hooke? Por volta de 1667, o cientista inglês

Leia mais

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 Este programa aborda os temas da Biodiversidade, da Gestão de Recursos Naturais e da Monitorização Ambiental. Em articulação

Leia mais

EsEscola Básica 2.3 de Pedro de Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 6º Ano Planificação Anual de Ciências da Natureza

EsEscola Básica 2.3 de Pedro de Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 6º Ano Planificação Anual de Ciências da Natureza EsEscola Básica 2.3 Pedro Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 6º Ano Planificação Anual Ciências da Natureza Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividas Recursos Avaliação Preparar e organizar o trabalho a

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia

Exercícios de Aprofundamento Biologia - Embriologia 1. (Fgv 2015) A figura ilustra os vasos sanguíneos maternos e fetais na região da placenta, responsável pela troca dos gases respiratórios oxigênio e dióxido de carbono. Como a circulação e a ventilação

Leia mais

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA

FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA FLUXO DE ENERGIA E CICLOS DE MATÉRIA Todos os organismos necessitam de energia para realizar as suas funções vitais. A energia necessária para a vida na Terra provém praticamente toda do sol. Contudo,

Leia mais

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS

5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS 5ª SÉRIE/6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL UM MUNDO MELHOR PARA TODOS Auno(a) N 0 6º Ano Turma: Data: / / 2013 Disciplina: Ciências UNIDADE I Professora Martha Pitanga ATIVIDADE 01 CIÊNCIAS REVISÃO GERAL De

Leia mais

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica.

e) O indivíduo X é o esporófito proveniente da multiplicação celular mitótica. Aula n ọ 05 01. A meiose é um processo de divisão celular que ocorre na natureza e que visa à produção de esporos ou gametas. Esta divisão celular produz células-filhas com a metade dos cromossomos da

Leia mais

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

CICLOS BIOGEOQUÍMICOS CICLOS BIOGEOQUÍMICOS O fluxo de energia em um ecossistema é unidirecional e necessita de uma constante renovação de energia, que é garantida pelo Sol. Com a matéria inorgânica que participa dos ecossistemas

Leia mais

Nutrientes. Manutenção/funcionamento do organismo. Alimentos. Energia

Nutrientes. Manutenção/funcionamento do organismo. Alimentos. Energia Por que devemos ingerir alimentos? Nossa vida é mantida por um número enorme de reações químicas, cujos reagentes são obtidos por meio da alimentação e respiração. Existe uma integração entre os sistemas

Leia mais

Luz Solar. 1. Cite duas doenças que podem ser prevenidas com a luz solar? 3. Cite alguns benefícios da luz solar para os seres humanos.

Luz Solar. 1. Cite duas doenças que podem ser prevenidas com a luz solar? 3. Cite alguns benefícios da luz solar para os seres humanos. Luz Solar 1. Cite duas doenças que podem ser prevenidas com a luz solar? Raquitismo e Osteoporose 2. Em qual dia da criação, Deus criou a luz? 1 dia 3. Cite alguns benefícios da luz solar para os seres

Leia mais