PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANIFICAÇÃO ANUAL Planos de Unidade ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE GRUPO DISCIPLINAR 230 MATEMÁTICA/ CIÊNCIAS DA NATUREZA ÁREA CURRICULAR: Ciências da Natureza 6º ANO ANO LETIVO: 2012/2013 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo dos animais e o meio 1.1 Os alimentos como veículo de nutrientes Nº de aulas previstas (8) Reconhecimento da necessidade de desenvolver hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa perspetiva biológica, psicológica e social. Valorização de atitudes de segurança e de prevenção como condição essencial, em diversos aspetos relacionados com a qualidade de vida. Compreensão da importância da alimentação para o funcionamento equilibrado do organismo. Discussão sobre a influência da publicidade e da comunicação social nos hábitos de consumo e na tomada de decisões que tenham em conta a defesa da saúde e a qualidade de vida. Reconhecimento de diferentes nutrientes nos alimentos e das suas diferentes funções. Compreensão das mensagens da nova roda dos alimentos. Estabelecimento de relações entre excesso ou carência de alimentos com as consequências para a saúde. Conhecimento de processos de conservação dos alimentos. 1.1 Os alimentos como veículo de nutrientes. Como escolher os nossos alimentos? Necessidades alimentares do organismo. Constituição dos alimentos. Nutrientes e sua função. Pirâmide alimentar/roda dos alimentos. Higiene alimentar. -Realizar atividades práticas para identificação de nutrientes. -Interpretar a nova roda dos alimentos. -Consultar tabelas para recolher dados sobre o valor nutritivo de diversos alimentos. -Escolher alimentos de acordo com as regras da nova roda dos alimentos. -Construir uma roda dos alimentos. -Analisar ementas. -Promover um debate sobre a publicidade dos alimentos. -Analisar notícias e discutir sobre a problemática dos aditivos alimentares e dos alimentos transgénicos. -Propor atividades de pesquisa sobre a alimentação saudável.

2 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DECASTRO DAIRE PLANIFICAÇÃO ANUAL Plano de Unidade TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo dos animais e o meio 1.2 Sistema digestivo do Homem e de outros animais Nº de aulas previstas (7) Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida. Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização de funções essenciais à vida. Conhecimento das transformações sofridas pelos alimentos ao longo do tubo digestivo. Reconhecimento de cuidados a ter com o tubo digestivo. Reconhecimento que o sistema digestivo dos animais está relacionado com o seu regime alimentar. Identificação dos órgãos do sistema digestivo. Estabelecimento de relações entre as caraterísticas dos órgãos e as funções que desempenham. Interpretação de fontes de informação diversas com distinção entre o essencial e o acessório. Apresentação de resultados de pesquisa utilizando para o efeito meios diversos incluindo as novas tecnologias de informação e comunicação. 1.2 Sistema digestivo do homem e de outros animais. Órgãos do sistema digestivo do homem: a digestão como processo de obtenção de nutrientes. O sistema digestivo e saúde. Caraterísticas do sistema digestivo em função do regime alimentar dos animais. -Explorar imagens referentes aos aspetos anatómicos e fisiológicos do sistema digestivo. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo com o estipulado em articulação com o 3º ciclo) -Construir um modelo do sistema digestivo. -Realizar atividades práticas sobre os fatores que influenciam a erosão ácida dos dentes. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo com o estipulado em articulação com o 3º ciclo) -Construir modelos da dentição humana. -Realizar atividade prática sobre a ação da saliva sobre o amido. -Explorar textos sobre a construção do conhecimento científico no domínio da digestão. -Realizar uma atividade prática sobre a ação da bílis na digestão das gorduras. -Simular as principais fases do sistema digestivo. -Explorar imagens e esquemas sobre sistemas digestivos de seres vivos com diferentes regimes alimentares.

3 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo dos animais e o meio 1.3- Circulação do Ar Nº de aulas previstas (7) Competências Conteúdos Situações de Aprendizagem Reconhecimento da necessidade de desenvolver hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa perspetiva biológica, psicológica e social. Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida. Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. Reconhecimento de que o organismo humano está sujeito a fatores nocivos que podem colocar em risco a sua saúde física e mental. Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização de funções essenciais à vida. Identificação dos órgãos do sistema respiratório. Compreensão da importância das trocas gasosas entre o organismo e o meio como forma de assegurar o trabalho das células. Compreensão do mecanismo de inspiração e expiração. Conhecimento da composição do ar inspirado e expirado. Conhecimento da morfologia e fisiologia do sistema respiratório humano. Compreensão da hematose pulmonar. Compreensão da hematose branquial. 1.3 Circulação do ar. Movimentos respiratórios ar inspirado e ar expirado. Sistema respiratório humano Hematose pulmonar. O sistema respiratório e a saúde. Sistema respiratório e saúde. Sistema respiratório dos peixes Hematose branquial. -Explorar modelos anatómicos e mapas referentes ao sistema respiratório. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo como estipulado em articulação com o 3º ciclo) -Construir um modelo do sistema respiratório. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo como estipulado em articulação com o 3º ciclo) -Construir um modelo da caixa torácica com vista à simulação dos movimentos respiratórios. -Planificar e executar atividades experimentais sobre as diferenças entre o ar inspirado e expirado. -Explorar textos informativos sobre doenças do sistema respiratório. -Efetuar a medição da capacidade vital. -Realizar uma atividade prática para a observação de cortes de alvéolos pulmonares ao microscópio ótico composto. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre as doenças do sistema respiratório. -Discutir sobre problemas do sistema respiratório e regras para o seu bom funcionamento. -Discutir sobre a relação entre o sistema respiratório de alguns animais e o tipo de hematose por eles realizada. -Dissecar o sistema respiratório de um peixe. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre a constituição e funcionamento do sistema respiratório de diferentes animais.

4 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo dos animais e o meio 1.4 Transporte de nutrientes e o oxigénio até às células Nº de aulas previstas (8) Reconhecimento da necessidade de desenvolver hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa perspetiva biológica, psicológica e social. Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida. Reconhecimento da necessidade de uma análise crítica face às questões éticas de algumas das aplicações científicas e tecnológicas. Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização de funções essenciais à vida. Conhecimento da morfologia do sistema circulatório do Homem. Conhecimento dos constituintes do sangue. Compreensão do funcionamento do coração. Compreensão do trajeto do sangue em todo o corpo. Compreensão da importância da manutenção da saúde do sistema circulatório. 1.4.Transporte de nutrientes e oxigénio até às células O sangue importância dos seus constituintes. A circulação do sangue o coração e os vasos sanguíneos. Função circulatória e saúde. -Explorar imagens referentes ao sistema circulatório. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo como estipulado em articulação com o 3º ciclo) -Explorar textos sobre a construção do conhecimento científico no domínio da circulação sanguínea. -Dissecar um coração. -Construir um modelo do coração. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo como estipulado em articulação com o 3º ciclo) -Simular a circulação sanguínea. -Auscultar os batimentos cardíacos. -Analisar e criticar textos informativos sobre doenças do sistema respiratório. -Realizar atividades práticas investigativas sobre o efeito das drogas no batimento cardíaco. -Observar células sanguíneas ao microscópio ótico composto. -Discutir sobre problemas do sistema circulatório e regras para o seu bom funcionamento. -Propor a realização de uma campanha de sensibilização da comunidade escolar para a prevenção das doenças cardiovasculares.

5 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo dos animais e o meio 1.5 Utilização de nutrientes na produção de energia Eliminação de produtos da atividade celular Nº de aulas previstas (3) Competências Conteúdos Experiências de aprendizagem Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida. Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. Compreensão de que o bom funcionamento do organismo decorre da interação de diferentes sistemas de órgãos que asseguram a realização de funções essenciais à vida. Compreensão da importância da alimentação para o funcionamento equilibrado do organismo. Compreensão do fenómeno da respiração celular como sendo um processo de produção de energia. Relacionamento do consumo de nutrientes e oxigénio com a atividade física. Conhecimento da morfologia do sistema urinário e da pele. Compreensão da importância da saúde do sistema urinário e da pele. Compreensão da interligação entre os sistemas digestivo, respiratório, circulatório e excretor. 1.5 Utilização de nutrientes na produção de energia Evidências da respiração celular. Relação entre atividade física e consumo de nutrientes. 1.6 Eliminação dos produtos da atividade celular. Principais produtos de excreção Função excretora e saúde. -Pesquisar em rótulos de alguns alimentos a quantidade de energia por eles fornecida. -Explorar textos sobre a história da Ciência. -Planificar e executar atividades experimentais sobre os fatores que influenciam o ritmo cardíaco. -Dissecar um rim de um mamífero. -Observar preparações definitivas de pele humana. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre as doenças que afetam o sistema urinário. -Propor uma pesquisa sobre curiosidades relacionadas com a pele.

6 TEMA/ CONTEÚDO: Transmissão de Vida Reprodução humana e crescimento Nº de aulas previstas (10) Reconhecimento da necessidade de desenvolver hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa perspetiva biológica, psicológica e social. Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e sua prevenção. Reconhecimento da necessidade de uma análise crítica face às questões éticas de algumas das aplicações científicas e tecnológicas. Discussão sobre a influência da publicidade e da comunicação social nos hábitos de consumo e na tomada de decisões que tenham em conta a defesa da saúde e a qualidade de vida. Compreensão do fenómeno de reprodução e sua relação com a continuidade da vida. Compreensão das transformações do corpo humano relacionadas com o desenvolvimento dos órgãos sexuais. Conhecimento da morfologia dos sistemas reprodutores masculino e feminino. Compreensão das funções dos órgãos dos sistemas reprodutores masculino e feminino. Conhecimento do desenvolvimento embrionário. Conhecimento dos cuidados a ter durante a gravidez. Reconhecer que a sexualidade envolve sentimentos de respeito por si e pelos outros. 1. Reprodução humana e crescimento Carateres sexuais Sistema reprodutor humano Fecundação e desenvolvimento do feto. O nascimento e os primeiros anos de vida sua importância. Função reprodutora e saúde. -Visualizar filmes sobre o desenvolvimento embrionário e a gravidez. - Explorar imagens sobre o sistema reprodutor humano. - Dinamizar debates sobre as mudanças decorrentes da adolescência. -Observar óvulos e espermatozoides ao microscópio ótico composto. - Propor uma atividade de pesquisa sobre a infeção VIH/SIDA; elaboração de brochuras informativas sobre formas de transmissão do VIH.

7 TEMA/ CONTEÚDO: Agressões do meio e integridade do organismo 1.- Os micróbios Nº de aulas previstas (6) Reconhecimento da necessidade de desenvolver hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa perspetiva biológica, psicológica e social. Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida. Conhecimento da ação dos micróbios patogénicos. Reconhecimento da importância dos micróbios úteis para o ser humano. Conhecimento das condições favoráveis ao desenvolvimento dos micróbios. Conhecimento das defesas do organismo do ser humano. Compreensão do modo como atuam os mecanismos de defesa. Compreensão das formas de prevenir doenças provocadas por micróbios patogénicos. Reconhecimento da importância das vacinas na prevenção das doenças. Manifestação de atitudes responsáveis face à prevenção de doenças. 1.Os micróbios. Micróbios úteis. Micróbios causadores de doenças. Meios de defesa contra as agressões microbianas - a prevenção da doença. -Observar micróbios à lupa binocular e ao microscópio ótico composto. -Investigar quais os fatores que influenciam o desenvolvimento do bolor do pão. -Investigar quais os fatores que condicionam a produção de pão. -Realizar diagnósticos de doentes com base na sua história clínica. -Explorar imagens e esquemas sobre o sistema imunitário. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre cientistas que se destacaram na prevenção de doenças infetocontagiosas.

8 TEMA/ CONTEÚDO: Agressões do meio e integridade do organismo 2. Higiene e problemas sociais Nº de aulas previstas (6) Reconhecimento da necessidade de desenvolver hábitos de vida saudáveis e de segurança, numa perspetiva biológica, psicológica e social. Reconhecimento de que a tomada de decisão relativa a comportamentos associados à saúde e segurança global é influenciada por aspetos sociais, culturais e económicos. Compreensão dos conceitos essenciais relacionados com a saúde, a utilização de recursos e proteção ambiental, que devem fundamentar a ação humana no plano individual e comunitário. Valorização de atitudes de segurança e de prevenção como condição essencial, em diversos aspetos relacionados com a qualidade de vida. Explicação sobre o funcionamento do corpo humano e sua relação com problemas de saúde e prevenção. Desenvolvimento de hábitos de higiene e cuidados diários individuais e sociais. Reconhecimento dos malefícios do tabaco, álcool, de outras drogas e da poluição, para o organismo humano. Reconhecimento das consequências do alcoolismo e de outras drogas, no comportamento do indivíduo, na relação familiar e na sociedade. Conhecimento de comportamentos que permitem a transmissão da sida. Manifestação de uma atitude responsável face à proteção da saúde. 2. Higiene e Problemas sociais. Higiene pessoal. Tabagismo, alcoolismo e outras drogas. A poluição. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre regras de higiene individual e coletiva. -Propor a realização de um cartaz que apele ao não consumo do tabaco. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre a publicidade às bebidas alcoólicas dar a noção de droga. -Propor a realização de uma atividade de pesquisa sobre os efeitos do consumo de drogas no organismo. -Propor a realização de um dossier com notícias sobre a poluição. -Realizar uma atividade de pesquisa sobre a qualidade do ar e da água na região de residência. -Analisar textos / notícias de situações concretas de poluição.

9 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo das plantas e o meio Como se alimentam as plantas (nutrição nas plantas) Nº de aulas previstas (6) -Planificar e realizar atividades práticas sobre: 1.1 Como se alimentam as plantas? - a circulação da água e sais minerais na planta; Compreensão dos conceitos essenciais relacionados com a saúde, a utilização de recursos e proteção ambiental, que devem fundamentar a ação humana no plano individual e comunitário. Compreensão da importância da alimentação para o funcionamento equilibrado do organismo. Compreensão das necessidades alimentares das plantas. Conhecimento da constituição e trajeto da seiva bruta. Compreensão do modo como as plantas elaboram o seu alimento - fotossíntese. Conhecimento da constituição e trajeto da seiva elaborada. Reconhecimento da importância da fotossíntese na elaboração de substâncias de reserva. Captação de água e sais minerais. As plantas elaboram o seu alimento - fotossíntese. (Conceito terá que ficar bem consolidado de acordo como estipulado em articulação com o 3º ciclo) Fatores intervenientes na atividade fotossintética. Produtos resultantes. Acumulação de reservas. - os fatores que influenciam a transpiração nas plantas; - a influência da intensidade luminosa na produção de alimentos durante a fotossíntese. -Observar ao microscópio ótico composto a epiderme de uma folha e os estomas. -Simular uma cadeia alimentar (relações produtor/presa/predador). -Identificar amido em órgãos que acumulam substâncias de reserva. -Realizar uma atividade de pesquisa sobre os órgãos das plantas que têm interesse alimentar.

10 TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo das plantas e o meio 1.2 Importância das plantas para o mundo vivo Nº de aulas previstas (6) Reconhecimento da necessidade humana de apropriação dos recursos existentes na Terra para os transformar e, posteriormente, os utilizar. Reconhecimento do papel da ciência e da tecnologia na transformação e utilização dos recursos existentes na Terra. Compreensão de como a Ciência e a Tecnologia têm contribuído para a melhoria da qualidade de vida. Compreensão da função respiratória e da transpiração nas plantas. Compreensão da importância das trocas gasosas nas plantas para o mundo vivo. Conhecimento da utilidade das plantas. Reconhecimento da necessidade de zonas verdes nas cidades e medidas para a sua conservação. Manifestação de uma atitude responsável face à proteção da natureza. 1.2 Importância das plantas para o mundo vivo. Trocas gasosas nas plantas qualidade do ar. As plantas: fonte de alimento e matérias primas. -Discutir sobre a utilidade das plantas. -Propor a realização de atividades de pesquisa sobre: - a utilidade das plantas ao longo da história; - a constituição do papel; - a história da botânica história da Ciência.

11 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DECASTRO DAIRE TEMA/ CONTEÚDO: Processos Vitais Comuns aos Seres Vivos Trocas Nutricionais entre o organismo das plantas e o meio 1.3 Reprodução nas plantas Nº de aulas previstas (6) Compreensão do modo como a sociedade pode condicionar, e tem condicionado, o rumo dos avanços científicos e tecnológicos na área da saúde e segurança global. Compreensão dos conceitos essenciais relacionados com a saúde, a utilização de recursos e proteção ambiental, que devem fundamentar a ação humana no plano individual e comunitário. Valorização de atitudes de segurança e de prevenção como condição essencial, em diversos aspetos relacionados com a qualidade de vida. Compreensão do fenómeno de reprodução nas plantas e sua relação com a continuidade da vida. Conhecimento da constituição dos órgãos reprodutores das plantas com flor. Compreensão dos fenómenos de polinização, frutificação e germinação das plantas com flor. Conhecimento da constituição do fruto e da semente. Conhecimento da reprodução de plantas sem flor. Manifestação de uma atitude responsável face à proteção da natureza. 1.3 Reprodução nas plantas. Reprodução por sementes. Polinização, frutificação e disseminação. Germinação das sementes. Reprodução das plantas sem flor. -Explorar imagens de diferentes tipos de flores. -Realizar jogos de correspondência entre os agentes polinizadores e as flores. -Observar grãos de pólen ao microscópio ótico composto. -Realizar uma atividade experimental para investigar o que é necessário para os grãos de pólen germinarem. -Observar à lupa diferentes tipos de semente. -Realizar atividades práticas e experimentais para investigar quais os fatores que influenciam a germinação das sementes. -Observar soros dos fetos. -Propor um trabalho de pesquisa sobre bancos de sementes. -Construir diários de diferentes plantas ilustrando o seu ciclo de vida. Setembro de 2012

12

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA - 6º ANO Livro adotado: Ciências da natureza 6 Satillana Ano Letivo 2012/2013 UNIDADE DIDÁCTICA CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS Nº DE AULAS (1ºP) Preparação do ano escolar.

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS

CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL. 1º Período. Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Ano letivo 01/016 CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL 1º Período : Domínio1- TROCAS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS 1.1. Importância de uma alimentação equilibrada e segura Alimentos e nutrientes;

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 6.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Processos vitais comuns aos seres vivos o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância de uma alimentação equilibrada

Leia mais

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO

PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO PLANIFICAÇÃO A MÉDIO/LONGO PRAZO CIÊNCIAS DA NATUREZA 6º ANO Competências essenciais Conteúdos Materiais N.º de aulas (45 min.) Compreender que a vida dos seres é assegurada pela realização de funções

Leia mais

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16

Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Agrupamento Escolas José Belchior Viegas - Escola E.B. 2,3 Poeta Bernardo de Passos Ciências Naturais Planificação anual 6ºAno Ano letivo: 2015-16 Período 1ºPeríodo Nº Aulas previstas 37 aulas Conteúdos

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Currículo Nacional do Ensino Básico Competências essenciais 2º CICLO CIÊNCIAS NATURAIS

Leia mais

Rota de Aprendizagem 2015/16 6.º Ano

Rota de Aprendizagem 2015/16 6.º Ano Ciências Naturais Projeto 1 Os alimentos como veículo de nutrientes. Tempo Previsto: 3 quinzenas do 1ºPeríodo 1.ª Fase: Alimentação saudável e segura 2.ª Fase: O Processo digestivo de ser humano 3.ª Fase:

Leia mais

Planificação a longo prazo 2014/2015

Planificação a longo prazo 2014/2015 Planificação a longo prazo 2014/2015 1º Período Tema organizador: Viver melhor na Terra Conteúdos Nº de aulas Apresentação 1 1. Trocas nutricionais entre o organismo e o meio 9 1.1. Os alimentos como veículos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES. PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LUÍS DE CAMÕES ESCOLA BÁSICA 2, 3 LUÍS DE CAMÕES ANO LECTIVO 2014 / 2015 PROJECTO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º Ano DOMÍNIO: PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura Nutrientes - o que são Funções dos nutrientes ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE Apresentar

Leia mais

Ano Letivo: 2015/2016. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5

Ano Letivo: 2015/2016. Disciplina de: CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO. Período de Calendarização: 1º, 2º E 3º PERÍODOS. Nº de blocos semanais: 1,5 Escola EB 2,3 de António Feijó Ponte de Lima Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Subestrutura de Ciências Naturais PROGRAMA CALENDARIZAÇÃO Ano Letivo: 2015/2016 Disciplina de: CIÊNCIAS

Leia mais

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015

Planificação Curricular Anual Ano letivo 2014/2015 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais. 1. Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura 1.1. Apresentar um conceito de

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras:

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia. Escola Secundária de Valongo. As Professoras: Escola Secundária de Valongo Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Grupo de Biologia e Geologia As Professoras: Cláudia Rocha Fátima Garcia Tema Organizador: Viver Melhor na Terra 1º PERÍODO

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CAPARICA PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 2.º CICLO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS 6.º ANO Período Nº semanas Nº de aulas Previstas 1º 13 37 2º 10 32 3º 9 27 TOTAL 96 Domínios Subdomínios

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 2º Ciclo 6º Ano CONTEÚDOS ANUAIS

ANO LETIVO 2013/2014 2º Ciclo 6º Ano CONTEÚDOS ANUAIS ANO LETIVO 2013/2014 2º Ciclo 6º Ano CONTEÚDOS ANUAIS CONTEÚDOS CIÊNCIAS DA NATUREZA AULAS PREVISTAS 6.ºA 6.ºB 6.ºC 6.ºD 98 97 97 97 Tema 1 Processos vitais comuns aos seres vivos CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

Leia mais

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 )

ESCOLA E.B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 2012/2013 1º Período. Tempo (x45 ) ESCOLA E.B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza 6ª Ano 0/03 º Período TEMA ORGANIZADOR: Viver melhor na Terra: Trocas nutricionais entre os animais e o meio Conteúdos Competências

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Maria da Graça Valente Disciplina: Ciências Naturais Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professora: Maria da Graça Valente Disciplina: Ciências Naturais Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professora: Maria da Graça Valente Disciplina: Ciências Naturais Ano: 6.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação o Relacionar alimento

Leia mais

1. Saúde individual e comunitária. 1.1. Indicadores do estado de saúde de uma população. 1.2. Medidas de ação para promoção de saúde.

1. Saúde individual e comunitária. 1.1. Indicadores do estado de saúde de uma população. 1.2. Medidas de ação para promoção de saúde. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA GRACIOSA CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO ANO LETIVO 2014/2015 AULAS PREVISTAS TEMA ORGANIZADOR CONTEÚDOS CONCETUAIS (45 MINUTOS) A B VIVER MELHOR NA TERRA 1. Saúde individual e comunitária.

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência Informação Prova de equivalência à frequência 2.º Ciclo do Ensino Básico 1ª e 2ª fases Ano Letivo 2014/2015 Disciplina: Ciências Naturais Duração: 90 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1-

Leia mais

- Diálogo professor/aluno. - Avaliação diagnóstica. - Discussão alargada, sobre o

- Diálogo professor/aluno. - Avaliação diagnóstica. - Discussão alargada, sobre o Unidade Didática Tema(s)/Conteúdo(s) Metodologia(s)/Estratégias Instrumento(s) de avaliação N.º de tempos previstos Período lectivo Apresentação - Diálogo professor/aluno. SAÚDE INDIVIDUAL E - Avaliação

Leia mais

Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14

Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14 Departamento de Ciências Experimentais Grupo de recrutamento 520 - Biologia e Geologia Planificação anual de Ciências Naturais 9º Ano de escolaridade 2013 / 14 1 ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO

Leia mais

Planificação da disciplina de Ciências Naturais

Planificação da disciplina de Ciências Naturais ANO LETIVO 2013/2014 Departamento Curricular: Ciências Experimentais Grupo Disciplinar: Biologia e Geologia 9º Ano Planificação da disciplina de Ciências Naturais 1º Conteúdos / Unidades Didáticas 1.Saúde

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Prova 02 2015 2.º Ciclo do Ensino

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS - 9.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 9.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio Viver melhor na Terra, o aluno deve ser capaz de: Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO. Planeamento Curricular referente ao 1 º Período

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO. Planeamento Curricular referente ao 1 º Período AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁLVARO VELHO LAVRADIO Planeamento Curricular referente ao 1 º Período Ano e Turma 5º Disciplina Ciências Naturais Prof. (a) N.º Aulas Previstas Domínio: ÁGUA, O AR, AS ROCHAS

Leia mais

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária UNIDADE TEMÁTICA: Saúde N.º DE Saúde Individual e Comunitária. - Desenvolvimento do conceito de saúde Definição de Saúde pela O.M.S..2 -Medidas para a promoção

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 02 CICLO: 2º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 6º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências

pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe rtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbn Ciências Qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio Planejamento Anual 2014 pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwe

Leia mais

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente

1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS. Eu um ser no ambiente 1º ANO MATRIZ CURRICULAR DE CIÊNCIAS NATURAIS Eu um ser no ambiente Higiene Corporal Os cinco sentidos Corpo humano Perceber a importância do cuidado com o corpo, da vacinação e da prevenção de acidentes.

Leia mais

MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA

MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA MATRIZ DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA 1. Introdução Os exames de equivalência à frequência incidem sobre a aprendizagem definida para o final do 2.º ciclo do ensino básico, de acordo com o currículo

Leia mais

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 CIÊNCIAS DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE DE 2012

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro Escola Básica de Eugénio de Castro Planificação Anual

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro Escola Básica de Eugénio de Castro Planificação Anual Compreender a importância da saúde individual e comunitária na qualidade de vida da população Sintetizar as estratégias de promoção da saúde Conhecer os distintos níveis estruturais do corpo Viver Melhor

Leia mais

1º Período. Subtemas Competências essenciais específicas Conceitos Estratégias Blocos. -Saúde -Esperança média de vida; -Prevenção da saúde;

1º Período. Subtemas Competências essenciais específicas Conceitos Estratégias Blocos. -Saúde -Esperança média de vida; -Prevenção da saúde; Saúde individual e comunitária 1º Período Indicadores do estado de saúde de uma população Medidas de ação para a promoção da saúde Compreender o conceito de saúde; Conhecer os indicadores do estado de

Leia mais

Escola Básica de S. Pedro da Cova Ano Letivo 2015 / 2016 2º Ciclo do Ensino Básico Matriz da prova de Exame de Ciências Naturais

Escola Básica de S. Pedro da Cova Ano Letivo 2015 / 2016 2º Ciclo do Ensino Básico Matriz da prova de Exame de Ciências Naturais Escola Básica de S. Pedro da Cova Ano Letivo 2015 / 2016 2º Ciclo do Ensino Básico Matriz da prova de Exame de Ciências Naturais 1. Objeto da avaliação TEMAS CONTEÚDOS OBJETIVOS Grupo I (5º ano) (23 pontos)

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE. Ano Letivo 2012/2013 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANIFICAÇÃO ANUAL CIÊNCIAS NATURAIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE. Ano Letivo 2012/2013 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANIFICAÇÃO ANUAL CIÊNCIAS NATURAIS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTRO DAIRE Ano Letivo 2012/2013 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANIFICAÇÃO ANUAL CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO As Docentes Responsáveis: 1º Periodo Unidade

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA*

METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA* METAS DE APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS DA NATUREZA As Metas de Aprendizagem de Ciências são aprendizagens que os alunos deverão ter alcançado no final da escolaridade básica, no domínio das Ciências, de forma

Leia mais

CIÊNCIAS DESCRITORES

CIÊNCIAS DESCRITORES CIÊNCIAS DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO Identificar a permeabilidade nos diferentes tipos de solo. Identificar a presença de água no interior do corpo dos seres vivos. Identificar as condições

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar - Ciências Naturais A proposta Em sua organização teórico-metodológica, a proposta enfatiza a construção do pensamento científico acerca

Leia mais

Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da disciplina de Ciências da Natureza

Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da disciplina de Ciências da Natureza SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO, CULTURA E CIÊNCIA DIRECÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO ESCOLA BÁSICA INTEGRADA ROBERTO IVENS Escola Básica 2 Roberto Ivens. Informação da prova de equivalência à frequência da

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 9.º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Ciências Naturais 9.º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Ciências Naturais 9.º Ano UNIDADES DIDÁTICAS CONTEÚDOS METAS DE APRENDIZAGEM 1º Período VIVER MELHOR NA TERRA Saúde individual e comunitária Medidas de ação para a promoção

Leia mais

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo.

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo. Plano de ação- 2015 - trimestral Colégio Estadual Mahatma Gandhi Ensino Fundamental Ciências 8º A, 8ºB, 8C Professora: Josiane Maria Guerra Conteúdo específico Objetivos Encaminhamentos metodológicos e

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico, 21 outubro de 2014) CIÊNCIAS NATURAIS 9º ano de escolaridade Saúde Individual e comunitária Indicadores do estado de saúde de uma população

Leia mais

Planificação Anual de Ciências Naturias 6º ano

Planificação Anual de Ciências Naturias 6º ano Planificação Anual de Ciências Naturias 6º ano º Período ( 7 semanas) Ano Lectivo 202/203 Apresentação. Regras de trabalho na aula. Ficha diagnóstica. 3 Processos vitais comuns aos seres vivos. Trocas

Leia mais

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professora: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Ciências Naturais Ano: 5.º Turma: B Ano letivo: 2014-2015 Domínio/Objetivos Descritores de Desempenho Atividades/Estratégias Avaliação Matéria

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM 2º CICLO Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Currículo Nacional do Ensino Básico- Competências Essenciais Ciências Físicas

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 2ºCiclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Prova 02/2015 Tipo de Prova: Escrita Duração: 90 minutos

Leia mais

Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Modelo EP-02 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Ensino Profissional Departamento MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS Curso Profissional TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE Ano letivo 2013.2014

Leia mais

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO

ESCOLA BÁSICA D. DOMINGOS JARDO Unidade Didática: Terra Ambiente de Vida METODOLOGIAS/ SITUAÇÕES DE.Antes de começar.como trabalhar em Ciências Terra Ambiente de Vida.Onde existe vida.primeira abordagem ao conceito de biosfera.salientar

Leia mais

Tema: Viver melhor na Terra (48 Blocos) ANO LECTIVO 2011/2012

Tema: Viver melhor na Terra (48 Blocos) ANO LECTIVO 2011/2012 Tema: Viver melhor na Terra (48 Blocos) ANO LECTIVO 2011/2012 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS TROCAS NUTRICIONAIS ENTRE O ORGANISMO E O MEIO Nos animais: Alimentos como veículo de nutrientes Como

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS

PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE CIÊNCIAS 8º ANO PROFESSORA: LUCIANA PERES

Leia mais

1º PERÍODO (13 de setembro a 18 de dezembro de 2013)

1º PERÍODO (13 de setembro a 18 de dezembro de 2013) ESCOLA BÁSICA 2/3 D. AFONSO III FARO Departamento Curricular de Ciências Experimentais Grupo Disciplinar 520 PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO ANO LECTIVO 2014/2015 DOMÍNIO: Viver

Leia mais

Escola Secundária de Valongo PROFESSORAS: DINORA MOURA ISABEL MACHADO PIMENTA

Escola Secundária de Valongo PROFESSORAS: DINORA MOURA ISABEL MACHADO PIMENTA Escola Secundária de Valongo PROFESSORAS: DINORA MOURA ISABEL MACHADO PIMENTA 1º PERÍODO TEMAS / CONTEÚDOS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS O ALUNO DEVERÁ SER CAPAZ DE: BLOCOS (90 min) ALGUMAS SUGESTÕES DE EXPERIÊNCIAS

Leia mais

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016

CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 CIENTISTAS NO PARQUE Ensino Básico - 1º, 2º e 3º Ciclos Ano letivo: 2015/2016 Este programa aborda os temas da Biodiversidade, da Gestão de Recursos Naturais e da Monitorização Ambiental. Em articulação

Leia mais

Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos

Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos Ficha Informativa da Área dos Conhecimentos 1 Organização das Aulas Uma aula de Educação Física é composta por três partes sequenciais, cada uma com objetivos específicos. 1.1 Parte Inicial A parte inicial

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO DE CIÊNCIAS NATURAIS 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio da Água, o ar, as rochas e o solo - materiais terrestres, o aluno deve ser capaz de: Compreender a Terra como um planeta especial

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar CIÊNCIAS NATURAIS A proposta A proposta de ensino das Ciências Naturais se fundamenta na construção do pensamento científico acerca dos fenômenos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2014/2015 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

Saúde Individual e Comunitária

Saúde Individual e Comunitária CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS 9º ano de escolaridade (Aprovados em Conselho Pedagógico de 27 outubro de 2015) Saúde Individual e Comunitária - Saúde e qualidade de vida -Indicadores

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE CIÊNCIAS UNIDADE 1 Conteúdos. UNIDADE 2 Conteúdos Ser humano: semelhanças e diferenças (características físicas e comportamentais, gostos pessoais) Partes do corpo humano Sentidos humanos: audição, visão, paladar, tato e olfato Cuidados com os órgãos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

6º ANO DE ESCOLARIDADE

6º ANO DE ESCOLARIDADE PLANIFICAÇÃO 2016/2017 ENSINO BÁSICO (2º CICLO) - PLANIFICAÇÃO DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS NATURAIS 6º ANO DE ESCOLARIDADE 1.º PERÍODO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS METAS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) ATIVIDADES

Leia mais

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS

DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS DISCIPLINA: Ciências Naturais ANO DE ESCOLARIDADE: 6º Ano 2016/2017 METAS CURRICULARES PROGRAMA DOMÍNIO/SUBDOMÍNIO OBJETIVOS GERAIS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS 1º PERÌODO PROCESSOS VITAIS COMUNS

Leia mais

A principal função da flor numa planta é a de reprodução. As flores de uma planta são constituídas por (Figura 1):

A principal função da flor numa planta é a de reprodução. As flores de uma planta são constituídas por (Figura 1): 1. Reprodução das plantas com flor 1.1. Flor principal função da flor numa planta é a de reprodução. s flores de uma planta são constituídas por (Figura 1): Figura 1 onstituição de uma flor completa de

Leia mais

OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES

OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Página1 OS ALIMENTOS COMO VEÍCULO DE NUTRIENTES Importância dos alimentos Todos os animais, incluindo o homem, precisam de se alimentar para sobreviver. Porque são tão importantes os alimentos? Os alimentos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário

PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário PLANIFICAÇÃO CIÊNCIAS NATURAIS (8.º ANO) 2015/2016 Docentes: João Mendes, Madalena Serra e Vanda Messenário 1 Metras Curriculares Estratégias Tempo Avaliação TERRA UM PLANETA COM VIDA Sistema Terra: da

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1º PERÍODO. Ano lectivo de 2014/15. Nº de aulas previstas

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1º PERÍODO. Ano lectivo de 2014/15. Nº de aulas previstas CONTEÚDOS PROG Disciplina Ano lectivo de 2014/15 6.º Ano de E Nº de aulas previstas Nº de aulas para apresentação, avaliação de diagnóstico e auto-avaliação Nº de aulas para leccionação e avaliação de

Leia mais

ROTA DE APRENDIZAGEM Ciências Naturais - 6.º Ano

ROTA DE APRENDIZAGEM Ciências Naturais - 6.º Ano Projeto 1 Os alimentos como veículo de nutrientes. ROTA DE APRENDIZAGEM 2016-2017 Ciências Naturais - 6.º Ano Objetivos gerais: Compreender a importância de uma alimentação equilibrada e segura; conhecer

Leia mais

9/30/2014. Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução. Fisiologia. Anatomia

9/30/2014. Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução. Fisiologia. Anatomia Por que engenheiros biomédicos precisam estudar anatomia e fisiologia? Introdução à Anatomia e Fisiologia EN2319-Bases Biológicas para Engenharia I Reginaldo K Fukuchi Universidade Federal do ABC Por que

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE ESTUDO DO MEIO setembro/outubro

PLANIFICAÇÃO DE ESTUDO DO MEIO setembro/outubro PLANIFICAÇÃO DE ESTUDO DO MEIO setembro/outubro À DESCOBERTA DE SI MESMO: O meu passado mais longínquo Reconhecer datas e factos importantes da sua vida Localizar datas e factos importantes numa linha

Leia mais

Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta?

Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta? Você saberia responder aos questionamentos de forma cientificamente correta? Como as fezes são formadas? Como a urina é formada no nosso corpo? Sistema Cardiovascular Funções Gerais: Transporte de nutrientes,

Leia mais

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma:

IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS. Aluno(a): Turma: IESA-ESTUDO DIRIGIDO 1º SEMESTRE 8º ANO - MANHÃ E TARDE- DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORAS: CELIDE E IGNÊS Aluno(a): Turma: Querido (a) aluno (a), Este estudo dirigido foi realizado para que você revise

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO. Calendarização /2011

CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO. Calendarização /2011 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AVEIRO ESCOLA BÁSICA DO 2º E 3º CICLOS JOÃO AFONSO CIÊNCIAS DA NATUREZA 2º CICLO Calendarização - 20/2011 Período Data N.º semanas Número de tempos 8 minutos) por ano de escolaridade

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O ( A d a p t a d a ) 6º Ano

P L A N I F I C A Ç Ã O ( A d a p t a d a ) 6º Ano D E P A R T A M E N T O DE C I Ê N C I A S F Í S I C A S E N A T U R A I S EB 1, 2, / J I D E A N G R A D O H E R O Í S M O P L A N I F I C A Ç Ã O ( A d a p t a d a ) 6º Ano A N O L E C T I V O D E 2

Leia mais

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS

Disciplina: Ciências Período: 1º. Equipe - 3 ano - turmas: 31, 32 e 33. PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 CONTEÚDOS PLANEJAMENTO ANUAL - 2013 Unidade 1 Os sentidos Os sentidos: o tato. Os sentidos: a visão e audição. Os sentidos: o olfato e a gustação. Disciplina: Ciências Período: 1º Reconhecer que usamos os sentidos

Leia mais

PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012

PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012 PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012 PROJETO EDUCAR PARA A SAÚDE Atividades a desenvolver Dia mundial da alimentação - Disponibilizar fruta grátis no bar da escola. - Disponibilizar

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO - 2015

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO - 2015 Prova de Biologia Prova 302 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino secundário, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram

Leia mais

PLANEJAMENTO DA INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NAS ESCOLAS

PLANEJAMENTO DA INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NAS ESCOLAS PLANEJAMENTO DA INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NAS ESCOLAS Fontes de Renda Objetivo Geral: Trazer para dentro da escola, exemplos de diferentes profissões e fontes de renda, para que os alunos possam conhecer outros

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS

CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS Aluno (a): 4º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Conteúdo de Recuperação

Leia mais

PERSPECTIVA. ciências. Sugestão de avaliação. Coleção Perspectiva

PERSPECTIVA. ciências. Sugestão de avaliação. Coleção Perspectiva PERSPECTIVA Coleção Perspectiva ciências 8 Sugestão de avaliação Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do Livro do Aluno. Avaliação Ciências

Leia mais

ESCOLA E. B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano 2012/2013. 1º Período. (x45 )

ESCOLA E. B. 2/3 CICLOS DE PEDROUÇOS. Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano 2012/2013. 1º Período. (x45 ) TEMA ORGANIZADOR: Terra em Transformação ESCOLA E. B. /3 CICLOS DE PEDROUÇOS Planificação de Ciências da Natureza - 5º Ano 0/03 º Período Conteúdos Considerações gerais sobre a disciplina e outros assuntos.

Leia mais

Ciências da Natureza 5º ano Planificação 2014/2015

Ciências da Natureza 5º ano Planificação 2014/2015 1º Período Ciências da Natureza 5º ano Planificação 2014/2015 SUBDOMÍNIOS Nº de aulas (45 ) Apresentação 1 A ÁGUA, O AR, AS ROCHAS E O SOLO MATERIAIS TERRESTRES A importância das rochas e do solo na manutenção

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA Prof. Salomão profsalomao@gmail.com PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM Sem Mês Início Término CH 1ª FEV 7 11 3 ASSUNTO: ASPECTOS

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/201 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programas e Metas Curriculares do Ensino Básico 2º CICLO CIÊNCIAS NATURAIS º ANO TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Dr Francisco Nogueira de Lima Código: 059 Município: Casa Branca Eixo Tecnológico: Ambiente, saúde e segurança. Habilitação Profissional: sem habilitação

Leia mais

Ciências da Natureza. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências da Natureza. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências da Natureza baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA Elementary School 2 K5 Meu corpo Meu corpo. Higiene do corpo. Órgãos

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO Ciências Naturais Código 10 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram

Leia mais

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, em sua versão 2012, apresentará uma redação e 180 questões objetivas, divididas nas quatro áreas do conhecimento: - Ciências

Leia mais

Conteúdos Metas Aulas previstas DOMÍNIO 1 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais

Conteúdos Metas Aulas previstas DOMÍNIO 1 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais Período / Nº Aulas Conteúdos Metas Aulas previstas DOMÍNIO 1 PROCESSOS VITAIS COMUNS AOS SERES VIVOS Trocas nutricionais entre o organismo e o meio: nos animais 1ºPeríodo 39 aulas Importância de uma alimentação

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Pinheiro. Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita Duração da Prova: 90 minutos

Escola Básica e Secundária de Pinheiro. Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita Duração da Prova: 90 minutos Matriz Ciências da Natureza-2.ºciclo Ano lectivo 2011 Matriz Ciências da Natureza-2.ºciclo Escola Básica e Secundária de Pinheiro Disciplina: Ciências da Natureza Ano Lectivo 2010/2011 6º Ano Prova Escrita

Leia mais

EsEscola Básica 2.3 de Pedro de Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 6º Ano Planificação Anual de Ciências da Natureza

EsEscola Básica 2.3 de Pedro de Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 6º Ano Planificação Anual de Ciências da Natureza EsEscola Básica 2.3 Pedro Santarém Ano Lectivo: 2010/2011 6º Ano Planificação Anual Ciências da Natureza Objectivos Conteúdos Estratégias/Actividas Recursos Avaliação Preparar e organizar o trabalho a

Leia mais

Promoção da Educação para a Saúde - +Saúde EDUCAÇÃO SEXUAL

Promoção da Educação para a Saúde - +Saúde EDUCAÇÃO SEXUAL EDUCAÇÃO SEXUAL Distribuição de conteúdos Curriculares, tempos letivos e disciplinas intervenientes.º Ciclo 7.º Dimensão ética da sexualidade humana. Compreensão da sexualidade como uma das componentes

Leia mais