Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada"

Transcrição

1

2 Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada - Para acessar o módulo deve-se ir ao menu FERRAMENTAS, sub-menu INTELIGÊNCIA EMBARCADA. O menu, ilustrado abaixo, contém as seguintes opções:

3 Configurando a inteligência Embarcada Perfil de Operação - Deve-se iniciar a configuração da inteligência embarcada pela opção Perfis de Operação. Esta tela permite que seja configurada as ações que serão tomadas, caso haja alguma violação nos itens configurados.

4 - Informe o nome do perfil de operação. Aba Configuração 1 - Nesta tela podemos selecionar os itens que farão parte da configuração do perfil de operação.

5 - IGNIÇÃO: Este item permite que seja vinculado um bloqueio quando for desligada a ignição do veículo. - Exigir identificação: - Nenhum: Informará ao motorista que o veículo está bloqueado (Se selecionado), e só será desbloqueado após envio do comando de desbloqueio. - Senha de Operação: Ao selecionar esta opção, quando o motorista ligar o veículo aparecerá no teclado a opção Senha, a qual deve ser informada pelo motorista. - Biometria: Ao selecionar esta opção, quando o motorista ligar o veículo ele deverá colocar o dedo no leitor de digital para que seja desbloqueado o veículo. - PORTA DO MOTORISTA: Após habilitar o sensor, quando for aberta a porta do motorista será gerado um alerta que pode ser vinculado aos comandos de bloqueio, setas e sirene. Esses atuadores serão acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado.

6 - PORTA DO CARONA: Após habilitar o sensor, quando a porta do carona for aberta será exibido um alerta que pode ser vinculado aos comandos de bloqueio, setas e sirene. Esses atuadores serão acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado. - ENGATE CARRETA 1: Após habilitar o sensor, quando o veiculo desengatar será exibido um alerta, sendo permitida a vinculação com os comandos de bloqueio, setas e sirene. Esses atuadores serão acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado.

7 - ENGATE CARRETA 2: Ao habilitar o sensor quando veiculo desengatar será exibido um alerta, também é permitido que seja vinculado os comandos de bloqueio, setas e sirene, os atuadores serão acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado. - PORTA DE BAU 1: Permite que seja vinculado aos comandos de bloqueio, setas e sirene com esses atuadores sendo acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado. - Obs.: Se os atuadores não forem selecionados, será possível embarcar o perfil em um equipamento que não tenha sensor de baú instalado, desde que o veículo possua outros sensores configurados.

8 - PORTA DE BAU 2: Permite que seja vinculado os comandos de bloqueio, setas e sirene e esses atuadores sejam acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado. - Obs.: Se os atuadores não forem selecionados, será possível embarcar o perfil em um equipamento que não tenha sensor de baú instalado, desde que o veiculo possua outros sensores configurados. - PORTA DE BAU 3: Permite que seja vinculado aos comandos de bloqueio, setas e sirene e esses atuadores sejam acionados, caso seja violado o sensor, após exceder o tempo de ativação configurado. - Obs.: Se os atuadores não forem selecionados, será possível embarcar o perfil em um equipamento que não tenha sensor de baú instalado, desde que o veiculo possua outros sensores configurados.

9 - BOTÃO TRAVA BAÚ: Permite que seja habilitado o botão da trava de baú e também é possível selecionar quais travas serão abertas. - Exigir identificação: - Nenhum: O motorista irá pressionar o botão de trava de baú para liberar as travas selecionadas. - Biometria: Ao selecionar esta opção, quando o motorista pressionar o botão da trava de baú o leitor de digital ficará ligado para que seja feita a leitura da digital e a liberação das travas. - Acionamento Único: Ao selecionar esta opção, o botão da trava de baú poderá ser pressionado apenas uma vez para a liberação das travas selecionadas. Se o motorista pressionar o botão e após 1 minuto não abrir a porta, ele precisará solicitar um novo comando à central. - BOTÃO TRAVA 5ª RODA: Permite que seja habilitado o botão da trava de 5ª roda. - Exigir identificação: - Nenhum: O motorista irá pressionar o botão de trava 5 roda. - Biometria: Ao selecionar está opção, quando o motorista pressionar o botão da trava de 5ª roda, o leitor de digital ficará ligado para que seja feito a leitura da digital e liberação da 5 roda. - Acionamento Único: Ao selecionar está opção o botão da trava 5ª roda poderá ser pressionado apenas uma vez para a liberação das travas selecionadas. Se o motorista pressionar o botão e após 1 minuto não abrir a porta, ele precisará solicitar um novo comando à central.

10 - ALERTA DE REBOQUE: Ao habilitar este item, quando o veiculo estiver com ignição desligada, mas com velocidade identificada pelo GPS, será exibido um alerta de reboque. Pode-se vincular os atuadores de setas e sirenes, caso a regra seja violada e o tempo de ativação excedido. - BLOQUEIO GSM (JAMMER): Ao habilitar este sensor, quando o veiculo identificar a presença de um bloqueador jammer será gerado um alerta, podendo vincular atuadores de setas e sirene. Esses atuadores serão acionados caso o tempo de ativação seja excedido.

11 Configurando a inteligência Embarcada Gerenciador de Macros - O gerenciador de macros permite criar um grupo de mensagens, que serão enviadas pela central ou pelo veiculo. No momento da criação das macros, pode-se vincular os perfis operacionais criados, comandos, senha e contra senha, indicadores de viagem e raio de manobra.

12 Gerenciador de Macros Criação do Grupo de Macros - Para adicionar um novo grupo deve-se clicar em Adicionar Grupo e selecionar qual tipo de grupo será criado. - Central - Veiculo: É o grupo de macros (Mensagens) que a central poderá enviar ao veiculo. - Veiculo - Central: É o grupo de macros (Mensagens) que o veiculo poderá enviar para central. - Veiculo - Central (Com Sequenciamento ): É o grupo de macros (Mensagens) que o veiculo poderá enviar para central, mas deve-se obedecer uma seqüência para o envio.

13 Gerenciador de Macros Criação de Grupo - Após selecionar o tipo de grupo, deve-se informar o nome do grupo e clicar no ícone marcado abaixo para adicionar a mensagem.

14 Gerenciador de Macros Criação das Macros Pré-Definidas - Deve-se preencher o campo Nome do Formulário e também o campo Texto, após clicar em salvar. - Pode-se utilizar no campo Nome do Formulário a seguinte mensagem: Mensagem recebida pressione Enter - isto irá ajudar quando o motorista receber a mensagem. Esta opção será utilizada no Grupo CENTRAL-VEICULO.

15 Gerenciador de Macros Criação das Macros Preenchíveis e de Texto Livre - Deve-se preencher os campos Nome do Formulário, clicar na opção Parametrizado, habilitando o botão editar. Clique no botão para criar a macro de texto livre ou preenchível. - Pode-se utilizar no campo Nome do Formulário a seguinte mensagem: Mensagem recebida pressione Enter - isto ajudará quando o motorista receber a mensagem.

16 Gerenciador de Macros Criação das Macros Preenchíveis e de Texto Livre - Clique no ícone marcado abaixo para adicionar um novo campo. - Após adicioná-lo, digite no campo Rótulo o nome do campo, informe o tamanho do campo e selecione o tipo do campo.

17 Gerenciador de Macros Exemplo de Macros Preenchíveis e de Texto Livre

18 Gerenciador de Macros Criação de Macros com Inteligência Embarcada - Para vincular comandos e perfil operacional deve-se selecionar a opção marcada abaixo. - Ao marcar a opção, pode-se selecionar o perfil através da aba perfil operacional e/ou comando na aba comandos associados.

19 Gerenciador de Macros Criação de Macros com Inteligência Embarcada

20 Gerenciador de Macros Criação de Macros com Inteligência Embarcada - Selecione os comandos que estarão associados a macro.

21 Gerenciador de Macros Criação de Macros de Indicadores de Viagem - Pode-se vincular através da aba indicadores de viagem o status que o veiculo se encontra. Quando for enviada a macro, o painel na GRID de veículos terá seu LED habilitado conforme o item marcado.

22 Gerenciador de Macros Criação de Macros de Raio de Manobra - Pode-se criar uma macro onde, ao ser enviada, habilitará um raio que ao sair o veiculo poderá sofrer alguma ação configurada. - Para configurar a macro, deve-se selecionar a opção habilitar raio de manobra e escolher o raio. - A seguir será mostrado onde deve ser configurada a macro com raio de manobra.

23 Gerenciar Inteligência Embarcada Raio de Manobra - Após salvar o grupo de macros, deve-se selecionar o veiculo, clicar com botão direito e acessar a opção Gerenciar Inteligência Embarcada.

24 Gerenciar Inteligência Embarcada Raio de Manobra - Selecione a aba raio de manobra, clique no botão Reconfigurar

25 Gerenciar Inteligência Embarcada: Raio de Manobra

26 Gerenciar Inteligência Embarcada: Raio de Manobra

27 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Macro de Senha / Contra Senha - Após informar o nome da macro, deve-se selecionar as opções abaixo e confirmar que o formulário é de senha e contra senha.

28 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Macro de Senha / Contra Senha - Ao selecionar as opções, a macro ficará conforme a imagem abaixo. - É necessário configurar as ações para a liberação do veiculo. Deve, então, selecionar o perfil operacional e também os comandos de desbloqueio.

29 Criação de Macros: Macro de Senha / Contra Senha

30 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - Após informar o nome do grupo e fechar a janela, deve-se adicionar as macros que farão parte do sequenciamento.

31 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - Todas as opções de configuração das macros que o grupo normal possui, o sequenciamento de macros também tem, ou seja: macros pré definidas, preenchíveis, texto livre, perfil operacional e comandos.

32 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Barra de Ferramentas - Ferramenta de Seleção: Permite Selecionar os Elementos - Conexão Tipo 1: Permite criar seqüenciamento entre Macros, onde a Macro de destino será a seqüencia da Macro de Origem

33 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Barra de Ferramentas - Conexão Tipo 2: Permite criar seqüenciamento entre Macros, existindo seqüenciamento da Macro de origem para a Macro de Destino e também do Destino para a Origem. - Ferramenta Arrastar: Ferramenta que permite arrastar o diagrama.

34 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Barra de Ferramentas - Definir Inicio do Seqüenciamento: Ferramenta que permite definir quais Macros serão listadas após o Embarque.

35 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - Dadas estas principais ferramentas, é possível iniciar o seqüenciamento. Primeiramente você deve definir qual macro dará o início do seqüenciamento, assim, será apresentado um exemplo de como pode ser feito este seqüenciamento com as macros previamente criadas no Grupo. Com a Ferramenta de Seleção, basta escolher as macros que farão parte do Seqüenciamento, uma a uma, e disponibilizá-las no diagrama conforme a seqüência desejada. Abaixo temos um Exemplo desta situação:

36 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - A seguir você definirá qual será a ordem de seqüenciamento utilizando as ferramentas: Definir Inicio de Seqüenciamento, Conexão Tipo 1 e Conexão Tipo 2 (conforme Ilustrado abaixo), o usuário deverá conectar os pontos em cada macro representada no Diagrama para definir o seqüenciamento após definir qual será a Macro de Inicio do Seqüenciamento.

37 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - A configuração realizada pode ser testada antes mesmo do embarque no veiculo. Foi implementado, nessa versão do software Enterprise, um Simulador de Macro nesta mesma tela. Segue ilustração abaixo de como acessá-lo:

38 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros Depois de acessar o simulador você terá em sua tela o teclado de macro virtual para visualização do Grudo de Macros (com seqüenciamento) criado e embarcado, como funcionaria para o motorista em caso real:

39 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - Depois de Iniciar com a Nova Mensagem, aparecerá a Macro de Início do Seqüenciamento, conforme configurado.

40 Gerenciador de Macros Criação de Macros: Sequenciamento de Macros - Note que temos ainda, alem da Macro de Inicio de Seqüenciamento, duas outras macros que foram pré-definidas anteriormente e que não entraram no seqüenciamento, por opção do usuário, são Mensagens Livres (livres de seqüenciamento). Portanto, estas mensagens podem ser enviadas pelo motorista sem que isso interrompa o processo de Macros Seqüenciadas. - Realizadas as Configurações e testadas via Simulador de Macros, nos resta a- penas o embarque do Grupo de Macros (com seqüenciamento), como segue I- lustrado abaixo:

41 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - Após selecionar o menu de múltiplo embarque de macros, será apresentada a tela abaixo, onde deve ser clicado em Próximo para iniciar o processo de embarque.

42 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - Nesta tela deve-se clicar nos locais marcados para selecionar o grupo de macros, da central-veiculo e também veiculo-central. Após concluir a seleção, clique em Próximo. - Conforme descrito acima, basta clicar nos botões apresentados para selecionar os grupos de macros desejados. Revisando o funcionamento, podemos embarcar apenas 1 (um) Grupo de Macro do tipo Central-Veículo e até 4 (quatro) Grupos de Macros do tipo Veículo-Central, porém, ativos para visualização em teclado, 1 (um) Central-Veículo e 1 (um) Veículo-Central.

43 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - Segue ilustrada abaixo a tela para seleção dos grupos de macros previamente criados. Primeiro veremos a seleção do grupo de tipo Central-Veículo, que são aqueles em que o usuário pode enviar para o teclado de macros do motorista: - Agora veremos a seleção do grupo de tipo Veículo-Central, que são aqueles em que o motorista envia do teclado de macros para a central:

44 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - Agora que foram selecionados os grupos que se deseja embarcar nos veículos, verifica-se a tela da seguinte maneira.

45 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - Neste próximo passo pode-se escolher quais veículos receberão os grupos de macros selecionado. Segue ilustração:

46 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - O usuário deve confirmar se os veículos escolhidos foram os corretos na tela apresentada a seguir. Feita a confirmação, basta clicar em Próximo e continuar o processo do embarque múltiplo de macros. - Conforme informado acima, apenas um grupo de macro do tipo Veículo-Central pode estar ativo no momento a disposição do motorista no teclado de macros.

47 Múltiplo Embarque de Macros Embarque das Macros - Logo após esta escolha, o usuário terá um resumo do embarque, ou seja, uma nova confirmação dos veículos selecionados e dos grupos de macros escolhidos. Deve-se clicar no botão embarcar para proceder o embarque nos veículos.

48 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Iniciar Projeto - Esta ferramenta surgiu com o propósito de substituir a atual ferramenta de pontos de controle. A maior mudança está no número de pontos de controle que podem ser embarcados por veículo, tendo sido ampliado para até 400. Segue abaixo como proceder para realizar o embarque de pontos de controle nesta nova ferramenta: - Aberta a Tela da ferramenta, clique em Opções > Abrir Projeto de Veículo e selecionar o veículo o qual será utilizado para criação e embarque dos Pontos de Controle: - Segue abaixo uma tela que ilustra a ferramenta aberta com o veículo selecionado:

49 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: 1º Passo - É necessário, primeiramente, selecionar os perfis de operação que serão utilizados nos pontos de controle, conforme ilustrado na imagem abaixo: - Veja que depois de selecionados os pontos ficam em situação de Pronto para Embarcar - mas ainda não vamos embarcá-los. Agora vamos para o passo de criação dos pontos.

50 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: 2º Passo - Neste passo o usuário criará os pontos de controle que serão embarcados no veículo. Para isso, basta selecionar a opção de criação de ponto de controle, dar o zoom no mapa onde deseja criar o ponto de controle e soltar o mouse depois de abrir o perímetro. Veja no exemplo da imagem abaixo: - Depois de criado o ponto de controle a janela se abrirá, então basta, primeiramente, Nomear o ponto > Selecionar os perfis de entrada e saída > Salvar.

51 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Modelos - É possível, também, selecionar pontos de controle modelos, ou seja, pontos que você já possui criado no sistema e que deseja usá-lo novamente. Segue imagem de exemplo:

52 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: 3º Passo - Por fim, basta clicar em Opções > Salvar Projeto e os perfis e pontos criados e/ ou selecionados iniciarão o embarque, finalizando, assim, o processo. Segue i- magem ilustrativa abaixo:

53 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Modelos de Ponto de Controle - Ao abrir a ferramenta de Ponto de Controle > Ferramentas > Criação de Modelos de Pontos de Controle. - Após clicar na opção acima, será aberta a tela de criação dos modelos. Na tela apresentada abaixo, temos o botão onde clicamos para abrir o mapa e o botão onde clicamos para adicionar Pontos de Controle a partir de uma determinada Latitude e Longitude, conhecida pelo usuário.

54 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Modelos de Ponto de Controle - Porém, temos também a opção de criar um Ponto de Controle a partir do botão de Criação de Ponto de Controle no mapa. - Após clicar no botão para criar o Ponto de Controle, o usuário deve dar o zoom no mapa onde deseja criar o ponto de controle e soltar o mouse depois de abrir o perímetro. Após todo o procedimento, clique em Salvar.

55 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Fixo e Volátil - Esta ferramenta foi criada para que quando estiver selecionada a exclusão de todos os pontos de controle, aqueles que estiverem marcados como fixos não sejam excluídos. Para marcar um ponto de controle como fixo, marque a opção na ferramenta de criação do ponto de controle, como mostra a imagem abaixo: - Pontos de controle voláteis são pontos que só se ativam uma vez, ou seja, a- pós o veículo passar pelo ponto as configurações são canceladas e ao retornar a esta região não serão ativadas. Para configurar um novo ponto de controle volátil, você deve marcar esta opção quando estiver criado o ponto, conforme a imagem abaixo:

56 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Com Intersecções e Prioridades - Agora é possível efetuar intersecções entre os pontos de controle. Ao criar um ponto que é interceptado por outro ponto o software criará, automaticamente, uma região denominada área de controle, onde esta será constituída de dois ou mais pontos de controle. Porém, as configurações dos perfis operacionais selecionados serão as mesmas para todos. - O processo inicial será o mesmo apresentado anteriormente, como abrir o projeto, selecionar os perfis de entrada e de saída dos pontos. Após isso, clique no ícone de criação do ponto de controle, conforme a imagem abaixo.

57 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Intersecções e Prioridades - Ao efetuar uma intersecção dos pontos de controle, aparecerá um aviso no software conforme a imagem abaixo. Clique em "Sim" para continuar. Podem ser criadas várias áreas de controle conforme a necessidade.

58 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Intersecções e Prioridades - A cada área de controle criada será possível visualizar suas informações no GRID de configuração selecionando a aba Área de controle, onde também é verificado quais pontos de controle formam as áreas selecionadas. - Pontos de controle com prioridade existem para que, ao criar um ponto sobre outro, o que tiver maior prioridade assuma configurações diferentes de um dado ponto ou área de controle já existentes. Quando criado um ponto com prioridade, dentro ou com intercepto de um ponto ou área de controle, todas as configurações selecionadas deste ponto terão prioridade sobre os demais. - Selecione a ferramenta de criação de ponto de controle com prioridade e selecione a região desejada no mapa.

59 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Intersecções e Prioridades - Segue abaixo exemplos de pontos de controle com prioridade. Repare que estes se sobressaem sobre os demais pontos e possuem seu interior quadriculado, para facilitar a sua visualização. - Pontos de controle com prioridade sobrepõem os pontos de controle sem prioridade. Sendo assim, quando estão com intersecção essa área adota a configuração do ponto com prioridade. Como por exemplo os pontos 3 e 10 na imagem abaixo: - Com pontos de controle com prioridade é possível criar áreas de atendimento dentro de uma área sem prioridade. Veja exemplo dos pontos 6 e 7 na imagem.

60 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Tempo de Permanência - Quando ativada essa configuração será estipulado um tempo máximo em que o veiculo pode estar localizado dentro desse ponto de controle e quais os comandos que serão acionados caso passe deste tempo pré-determinado.

61 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Tempo de Permanência - Deve-se definir a configuração de um tempo mínimo de 10 minutos e um máximo de 18 horas.

62 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Tempo de Permanência - Deve-se definir a configuração de um tempo mínimo de 10 minutos e um máximo de 18 horas.

63 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Sequenciamento dos Pontos - Para definir o sequenciamento é necessário determinar o ponto inicial e qual a ação que será tomada, desativando todos os pontos e habilitando o próximo. por exemplo: - Desta forma será montado o sequenciamento dos pontos, determinando quais os pontos serão habilitados e em qual ordem.

64 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Ativar Grupo de Macros - Quando estiver embarcado mais de um grupo de macros padrão no veiculo, ao entrar em um ponto de controle pode ser alterado o grupo de macros que se encontra ativo no computador de bordo. Fazendo com que o veiculo possa mudar o tipo de operação automaticamente ao entrar em determinado ponto de controle.

65 Gerenciar Inteligência Embarcada Ponto de Controle: Ativar Grupo de Macros - Basta definir qual será o grupo de macro que ficará ativo no ponto de controle e qual será ativo ao sair do ponto - essa operação é feita automaticamente, sem depender de qualquer alteração manual. - Lembrando que para que seja embarcado e sejam ativados os pontos de controle, é necessário salvar as configurações e alterações.

66 Inteligência Embarcada Macro de Senha e Contra-Senha - A utilização da macro de senha e contra senha é uma liberação do veiculo sem precisar que seja enviado um comando para o mesmo. No veiculo é gerada uma senha, que é processada pela central de monitoramento e revelada uma contrasenha que ativará o perfil operacional e comandos associados que são configurados no grupo de macros. - A macro de senha e contra senha é criada pelo gerenciador de macros e embarcada no veiculo. Para fazer a utilização dessa macro é necessário que o condutor localize a macro de senha e contra senha e informe a senha que está indicando no painel do teclado de macros

67 Inteligência Embarcada Macro de Senha e Contra-Senha - Seguindo o caminho Ferramentas > Inteligência Embarcada > Senha / Contra- Senha, será gerada a seguinte tela, onde deve ser selecionado o veiculo e digitada a senha informada pelo condutor. - Será gerada a contra-senha que será digitada pelo condutor no veiculo.

68 Inteligência Embarcada Macro de Senha e Contra-Senha - O condutor digita no teclado a contra-senha gerada pelo software e serão acionadas as configurações que haviam sido cadastradas.

69 Relatórios - Para a emissão de relatório no modulo avançado, estará focado na senha e contra-senha, no relatório de velocidade excedida e no relatório de telemetria. - Na aba relatórios> veículo, temos esses relatórios a serem emitidos. - No relatório de senha e contra-senha são informados a data e a hora que foi utilizada essa ferramenta, a localização que o veiculo estava e o motivo que é dado ao ser gerada a contra-senha.

70 Relatórios - Velocidade excedida é o relatório que mostra todas as vezes que o veiculo atualizou no software acima da velocidade determinada. - Este relatório pode ser gerado por veiculo, grupo ou por toda a frota.

71 Relatórios - Para os relatório de telemetria, existem 4 tipos de análise: desengate, RPM, viagens e o consumo de combustível (para veiculo com sonda). - A análise de desengate mostrará o tempo total do veiculo com a carreta engatada, com a carreta desengatada, com a carreta engatada e com o veiculo em movimento,com a carreta desengatada e em movimento e a distancia total percorrida no intervalo de tempo selecionado.

72 Relatórios - Para o relatório de análise de RPM serão verificados alguns parâmetros, como: tempo do motor girando, tempo do veiculo parado com o motor girando, tempo do motor parado, etc.

73 Relatórios - O relatório de análise de viagem busca as informações que foram previamente cadastradas no veiculo através do controle de viagens clicando com o botão direito na GRID. - Consultando a viagem desejada será informado os dados da viagem, a operação do motor e as infrações que tiveram durante o período da viagem.

74 Relatórios - Ao imprimir, será gerado o seguinte relatório: - No relatório é possível verificar as estatísticas da viagem, a operação do motor e quais foram as infrações, sendo gerada uma nota ao motorista.

75 Relatórios - O relatório de consumo de combustível é exclusivo para veículos com o equipamento de sonda de combustível. Ele mostra o volume total em litros a cada atualização. Por meio desse relatório pode ser gerado um gráfico, mostrando o consumo, a retirada e o abastecimento, como vemos no exemplo abaixo:

76 Funcionalidades do Software Filtro na GRID por Região Agora é possível filtrar na GRID somente os veículos que estão em determinada região. Para isso, selecione a ferramenta de filtro por região, conforme a imagem abaixo. Selecione a ferramenta que deseja usar para seleção, levando em consideração a que melhor se ajustar a região que deseja selecionar.

77 Funcionalidades do Software Filtro na GRID por Região Utilize o ponteiro do mouse para selecionar a região desejada. Pronto, agora somente ira aparecer na GRID os veículos que se encontram na região selecionada.

78 Funcionalidades do Software Histórico de Posições por Região A ferramenta de Relatório de Posições por Região tem o intuito de verificar quais foram os veículos que passaram em determinadas regiões, em diferentes períodos. Primeiramente, selecione a ferramenta no menu: Relatórios> Veiculo> Posições por Região. Você poderá efetuar a consulta selecionando apenas um veiculo ou todos os veículos de um grupo.

79 Funcionalidades do Software Histórico de Posições por Região Selecione agora a região desejada utilizando a ferramenta que melhor se ajustar a região.

80 Funcionalidades do Software Histórico de Posições por Região Marque a região desejada e clique em Pesquisar.

81 Funcionalidades do Software Projeto de Ponto de Controle Modelo Podemos criar um projeto modelo de pontos de controle para que este fique salvo no sistema sempre que houver a necessidade de embarcar estes pontos em algum veiculo. Utilizaremos, de maneira prática, os modelos previamente criados. Primeiramente, acesse o menu Ferramentas> Inteligência Embarcada > Ponto de Controle. Após aberta a ferramenta de Administração de Ponto de Controle Acesse, vá em Opções> Novo Projeto Modelo.

82 Funcionalidades do Software Projeto de Ponto de Controle Modelo Primeiramente, daremos um nome ao nosso projeto modelo. Neste exemplo o projeto teve o nome de PONTO 1, conforme mostrado na ilustração abaixo: Agora todo o processo deve ser feito como se estivéssemos criando um projeto em um veiculo.

83 Funcionalidades do Software Projeto de Ponto de Controle Modelo Depois de efetuada toda a configuração desejada, o projeto deve ser salvo e deverá ser acessado o menu Opções> Salvar Projeto. Para embarcar seu projeto modelo em algum veiculo, acesse o menu Ferramentas> Importar Projeto. Será aberto o Assistente. Siga os passos informados para concluir a operação.

84 Funcionalidades do Software Criar Grupos de Pontos de Referência Com a ferramenta Grupos de Pontos de Referência será possível separar os Pontos em grupos criados e vincular a um Usuário, propiciando que ele veja somente os Pontos que deseja. Para isso vá ao Menu Administração>Grupos de Pontos de Referência. Após abrir a Janela clique no botão Novo. Defina o Nome do Grupo.

85 Funcionalidades do Software Criar Grupos de Pontos de Referência Agora selecione o Ponto que deseja vincular ao grupo e arraste para o outro lado. Após vincular todos os pontos que desejar clique em Salvar e o grupo será criado. O próximo passo é o de vincular o Grupo ao Usuário.

86 Funcionalidades do Software Criar Grupos de Pontos de Referência Menu Administração > Controle de Acesso > Gerenciador de Usuários. Escolha a Aba Grupos de Pontos de Controle

87 Funcionalidades do Software Criar Grupos de Pontos de Referência Selecione o Grupo que deseja vincular ao Usuário e arraste para o outro lado. Após definir o Grupo clique na opção Salvar e o Usuário irá visualizar somente os Pontos de Referência que foram escolhidos no Grupo.

88 Funcionalidades do Software Relatório com Ponto de Referência mais Próximo Agora será possível gerar o Relatório de Posições dos Veículos e incluir os Pontos de Referência Próximos. Para isso, abra o Relatório de Posições do Veículo. Em Relatórios> Veículo> Posições do Veículo Selecione a opção Incluir Ponto de Referência mais Próximo e defina qual a Distância relevante, conforme o exemplo abaixo.

89 Funcionalidades do Software Relatório com Ponto de Referencia mais Próximo Após fazer as configurações clique em Consultar e o relatório vai lhe trazer as informações.

90 Funcionalidades do Software Gera Excel na Tela de Veículos com o Grupo Embarcado Com essa ferramenta será possível gerar um Excel da Consulta dos veículos que estão com determinado grupo de macros embarcado. Vá ao Menu Ferramentas > Inteligência Embarcada > Gerenciador

91 Funcionalidades do Software Gera Excel na Tela de Veículos com Grupo Embarcado

92 Funcionalidades do Software Configuração do Temporizador Agora é possível adicionar mais veículos para configurar o temporizador. Menu Comunicação > Veículo > Configuração do Temporizador.

93 Funcionalidades do Software Configuração do Temporizador Pressione a tecla Ctrl do teclado e selecione em quais os veículos que deseja configurar o temporizador. Agora basta configurar o Temporizador definindo por quanto tempo vai permanecer a alteração e clicar na opção Enviar.

94 Funcionalidades do Software MapLink Agora é possível utilizar também o Maplink para monitorar os seus veículos Para isso, selecione a opção Maplink. O mapa irá carregar conforme a imagem abaixo.

95 Funcionalidades do Software Relatório de Espelhamento No Relatório de Espelhamentos será possível consultar: Para quem o veículo foi espelhado, se foi autorizado o envio de comandos e Inteligência Embarcada; O usuário que efetuou o espelhamento; O usuário que respondeu; A data do espelhamento; A data do cancelamento; e O usuário que cancelou o espelhamento. Para isso, vá até Relatórios > Veículos > Log de Espelhamento.

96 Funcionalidades do Software Relatório de Espelhamento Selecione o veículo que deseja espelhar.

97 Funcionalidades do software Relatório de Espelhamento Você pode gerar a consulta em Excel ou imprimir em PDF.

98 Funcionalidades do Software Inclusão do Nível de Bateria do SPY no Relatório de Posições O Relatório de Posições trará a informação sobre o nível de bateria do dispositivo. Para isso, vá em: Relatórios > Dispositivos Portátil > Posições do Dispositivo Portátil.

99 Funcionalidades do Software Inclusão do Nível de Bateria do SPY no Relatório de Posições Selecione a Data Inicial e Final, e clique em Pesquisar.

100 Funcionalidades do Software Inclusão do Nível de Bateria do SPY no Relatório de Posições Aparecerá o nível da bateria conforme exemplo:

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER

MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 1 MANUAL DO USUÁRIO ARENA 13 CONTROL CENTER 2 TERMO DE CONFIDENCIALIDADE As informações contidas neste documento são confidenciais e se constituem em propriedade da BLOCKSAT SISTEMAS DE SEGURANÇA LTDA

Leia mais

Rastreamento Veícular

Rastreamento Veícular Manual de Instrução do Usuário Rastreamento Veícular Parabéns pela aquisição do seu Sistema de Rastreamento. Esperamos que ele supere suas expectativas e proporcione muito mais controle e proteção para

Leia mais

MANUAL DO NOVO PORTAL GRUPO NEW VISION RASTREAMENTO E CONTROLE DE VEICULOS E FROTAS.

MANUAL DO NOVO PORTAL GRUPO NEW VISION RASTREAMENTO E CONTROLE DE VEICULOS E FROTAS. MANUAL DO NOVO PORTAL GRUPO NEW VISION RASTREAMENTO E CONTROLE DE VEICULOS E FROTAS. TELA DE LOGIN DO PORTAL LOGÍSTICA RASTREAMENTO Digite o endereço www.gruponewvision.com.br/rastreamento em seu navegador

Leia mais

MANUAL RASTREAMENTO 2013

MANUAL RASTREAMENTO 2013 MANUAL RASTREAMENTO 2013 Visão Geral O menu geral é o principal módulo do sistema. Através do visão geral é possível acessar as seguintes rotinas do sistema: Sumário, localização, trajetos, últimos registros.

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

Manual Telemetria - RPM

Manual Telemetria - RPM Sumário Apresentação... 2 Home... 2 Definição do Idioma... 3 Telemetria RPM... 4 Pré-requisitos necessários para utilizar o menu Telemetria RPM... 5 Faixas RPM... 11 Configura Faixa do Veículo... 15 Acumulado

Leia mais

SYSTEM SAT SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO DE DADOS TLDA. MANUAL DO PORTAL GS LOG PLUS

SYSTEM SAT SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO DE DADOS TLDA. MANUAL DO PORTAL GS LOG PLUS SYSTEM SAT SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO DE DADOS TLDA. MANUAL DO PORTAL GS LOG PLUS Empresa: Systemsat Ltda. Criação: 16 de março de 2012 Termo de Confidencialidade As informações contidas neste

Leia mais

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios

Introdução. Geral. Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações. Relatórios Introdução Geral Sumário Localização Trajetos Últimos registros Comandos Configurações Relatórios Deslocamentos e paradas Velocidade Telemetria Acessos Falhas de comunicação Cadastro Cliente Subcliente

Leia mais

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc

Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário. Control Loc Manual ControlWeb 3 Guia do Usuário http://controlweb.controlloc.com.br Control Loc 2007 Data: 19/06/2007 O QUE É O ControlWeb é uma aplicação de rastreamento e comunicação veicular que utiliza os mais

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

Eagle Rastreamento Veicular

Eagle Rastreamento Veicular Softech Software Brasil Ltda. Eagle Rastreamento Veicular Softech Tecnologia em Software Versão 1.4.0.0 13 2 Introdução Objetivo do manual de instruções O presente manual foi elaborado com o objetivo de

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Oficina o Solicitação Consulta Solicitação Orçamento (1174) Consulta Solicitações Orçamentos Oficina 1 Acompanhamento de Solicitação, esta Guia

Leia mais

Acessando a Plataforma de Rastreamento

Acessando a Plataforma de Rastreamento Acessando a Plataforma de Rastreamento Para acessar a plataforma digite no seu navegador preferido o endereço: xxxxxxxx.mloc.com.br onde xxxxxxxx é o nome da sua empresa de rastreamento. Ex: rastreadora.mloc.com.br

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Serviço Autorizado OnixSat

Serviço Autorizado OnixSat ATENÇÃO Para evitar o acionamento do bloqueio automático é importante que o motorista comunique à Trucks Control - Serviço Autorizado OnixSat antes de realizar qualquer tipo de manutenção no veículo. Recomenda-se

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA SOLUÇÃO. Software para rastreamento

APRESENTAÇÃO DA SOLUÇÃO. Software para rastreamento APRESENTAÇÃO DA SOLUÇÃO Software para rastreamento TELA DE LOGIN Tela inicial do sistema onde os clientes u lizam para acessar a plataforma. Para acesso, insira Nome de Usuário e Senha e clique em Entrar.

Leia mais

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Utilizado para vendas no balcão por ser uma venda rápida, mais simples, onde não é necessário

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.30

Novidades da Versão 3.0.0.30 Novidades da Versão 3.0.0.30 Alteração Equipamento Unidade Instalação Inserida informação Telemetria na Tela de Alteração de Equipamento Unidade de Instalação (326). A informação Roaming Internacional

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet

Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet Comercial Novidades da Versão 3.0.0.29 do Sistema OnixNet / TrucksNet Consulta Pedido/Nota Fiscal A consulta passou a diferenciar o número da nota fiscal por filial, ou seja, caso exista uma nota fiscal

Leia mais

TRBOnet Standard. Manual de Operação

TRBOnet Standard. Manual de Operação TRBOnet Standard Manual de Operação Versão 1.8 NEOCOM Ltd ÍNDICE 1. TELA DE RÁDIO 3 1.1 COMANDOS AVANÇADOS 4 1.2 BARRA DE FERRAMENTAS 5 2. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS 6 2.1 MAPLIB 6 2.2 GOOGLE EARTH 7 2.3

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

CEABS Sistema de Monitoramento Manual de Utilização CSM

CEABS Sistema de Monitoramento Manual de Utilização CSM CEABS Sistema de Monitoramento Manual de Utilização CSM SUMÁRIO Apresentação... - ACESSANDO O SISTEMA... 3 - FUNCIONALIDADES DAS ABAS DO SISTEMA... 6. - VISUALIZANDO ÚLTIMA POSIÇÃO DO OBJETO RASTREADO...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA PRO CONTROL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA PRO CONTROL Elaborado Por: Henrique Aren Troitinho Versão: 1.0 Data: 04/11/08 Elaborado por: Henrique Aren Troitinho Versão: 1.0 Data: 04/11/2008 Página 2 de 22 Índice: 1. Finalidade do Pro Control Pág. 03 2. Instalação

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI. Secretaria Nacional de Missões

Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI. Secretaria Nacional de Missões Sistema de Gerenciamento Missionário SENAMI Secretaria Nacional de Missões Manual do Usuário Apresentamos a seguir um guia básico contendo informações gerais para utilização do Sistema de Gerenciamento

Leia mais

Orientações Básicas Repom.

Orientações Básicas Repom. Orientações Básicas Repom. Considerações importantes: 1 A viagem deverá estar autorizada para depois solicitar o pagamento. 2 É obrigatório informar o campo NCM da mercadoria, que está em tabela>auxiliares>mercadoria.

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: PROPOSTAS VERSÃO 1.1 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/11/2011 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 07/01/2013 1.1 Atualização do

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

LOGÍSTICA E FATURAMENTO

LOGÍSTICA E FATURAMENTO LOGÍSTICA E FATURAMENTO 1. Geração lote de separação 1 2. Impressão Picking list 3 2.1. Por pedidos 3 2.2 Por lote 5 2.3 Controle do Picking List por Lote 7 3. Registro de operação por Caixa 10 3.1 Separação

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS

Tecnologia e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS PORTAL DE TELEMETRIA SYSTEMTEK PARA GERENCIAMENTO DE FROTAS Características Design inovador Controle de acesso Permite criar usuários com senhas podendo-se definir no sistema quais as funcionalidades cada

Leia mais

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches -

Curso de Capacitação ao Sistema CDV. - GID Desmanches - Curso de Capacitação ao Sistema CDV - GID Desmanches - Coordenadoria de Gestão de Desmanches Divisão de Desmanches Conteúdo Módulo 1 Como utilizar o Moodle... 4 Módulo 2 - Acessando o GID CDV... 4 Aula

Leia mais

Sumário. Manual Frota

Sumário. Manual Frota Sumário Apresentação... 2 Home... 2 Definição do Idioma... 3 Aba Frota... 4 Abastecimento... 4 Calendário... 26 Agenda Data... 38 Agenda Km... 59 Agendamento... 81 Agendas realizadas...104 Agenda...123

Leia mais

Manual do Módulo SAC

Manual do Módulo SAC 1 Manual do Módulo SAC Índice ÍNDICE 1 OBJETIVO 4 INICIO 4 SAC 7 ASSOCIADO 9 COBRANÇA 10 CUSTO MÉDICO 10 ATENDIMENTOS 11 GUIAS 12 CREDENCIADO 13 LIVRETO 14 BUSCA POR RECURSO 15 CORPO CLÍNICO 16 MENU ARQUIVO

Leia mais

Manual do Monitor Telecentro. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL

Manual do Monitor Telecentro. Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Manual do Monitor Telecentro Centro de Computação Científica e Software Livre - C3SL Sumário 0.1 Como acessar a interface de Gerenciamento?........................ 2 0.2 Ativação............................................

Leia mais

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS

PEDIDO DE COMPRAS AUTOPEÇAS Apresentação As rotinas de Pedido de Compra do WinThor são utilizadas pelas empresas com objetivo de realizar: o pedido de compra baseado, ou não, em uma sugestão de compra, a cotação de compra entre fornecedores,

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Dúvidas e sugestões sobre esse manual podem ser enviadas para o e-mail: sac@cerruns.com.br

Dúvidas e sugestões sobre esse manual podem ser enviadas para o e-mail: sac@cerruns.com.br Este manual descreve a utilização do Software de Monitoramento Web CERRUNS. O endereço eletrônico (URL) para acessá-lo está disponível no Manual do Equipamento, que foi adquirido juntamente com o rastreador

Leia mais

Tela principal do Software Enterprise

Tela principal do Software Enterprise 1 Tela principal do Software Enterprise 2 O Software de rastreamento Enterprise foi criado com base nas solicitações de Embarcadores, Transportadoras e Gerenciadoras de Risco, para que sua utilização fosse

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline):

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): Sumário 1 - EDOutletOffline (sem internet):... 1 2 EDOutlet (com internet)... 7 2.1 DIGITANDO AS REFERÊNCIAS:... 9 2.2 IMPORTAÇÃO DE PEDIDOS:... 11 3 ENVIANDO

Leia mais

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet.

O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar de qualquer local através da Internet. Olá! Você está recebendo as informações iniciais para utilizar o GEM (Software para Gestão Educacional) para gerenciar suas unidades escolares. O GEM é um software 100% Web, ou seja, você poderá acessar

Leia mais

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 A U T O R I Z A D O R W E B B I O M E T R I A GUIA DE INSTALAÇÃO Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 UTILIZANDO A BIOMETRIA... 4 INSTALAÇÃO... 5 CADASTRO DA DIGITAL...15

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014

GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 GUIA PARA HABILITAÇÃO DAS BIOMETRIAS LINEAR (SÉRIE LN) NO SOFTWARE HCS 2010 V9.0 (BETA 3) 11/06/2014 A partir da versão 9.0 (BETA 3) do Software HCS 2010 é possível monitorar e gerenciar as biometrias

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura Ministério da Cultura MANUAL DO PROPONENTE: ADMINISTRATIVO VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 08/01/2013 1.0 Criação do documento. Aline Oliveira - MINC 3 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...

Leia mais

www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1

www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1 www.simplesgps.com.br Simples como tem que ser Revisão 1.05 Página 1 Sumário Simples como tem que ser... 3 Acesso... 4 Mapas... 5 Rastreamento... 7 Panorâmica... 7 Cercas... 8 Criando cercas eletrônicas...

Leia mais

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1 Manual de operação BS Ponto Versão 5.1 conteúdo 1. Instalação do sistema Instalando o BS Ponto Configurando o BS Ponto 2. Cadastrando usuários Cadastro do usuário Master Alterando a senha Master Cadastro

Leia mais

Portaria Express 3.0

Portaria Express 3.0 Portaria Express 3.0 A portaria do seu condomínio mais segura e eficiente. Com a preocupação cada vez mais necessária de segurança nos condomínio e empresas, investe-se muito em segurança. Câmeras, cercas,

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Instruções para download e instalação da atualização de Mapa GPS (v3)

Instruções para download e instalação da atualização de Mapa GPS (v3) Instruções para download e instalação da atualização de Mapa GPS (v3) Antes de iniciar o processo, você precisará um pen drive USB com uma capacidade de 2 GB ou maior. Em caso de dúvida ou dificuldade

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br.

A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br. SIMA MANUAL DO USUÁRIO INSTALANDO O SIMA A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br. - Instalando

Leia mais

Tutorial MSN Messenger

Tutorial MSN Messenger Tutorial MSN Messenger Este tutorial irá ensiná-lo(a) a usar o programa MSN Messenger, utilizado para conversação Online. Dependendo da sua conexão a página pode demorar um pouco até ser carregada totalmente.

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Guia de Demonstração MeusPets

Guia de Demonstração MeusPets 1. Objetivo e Principais Funcionalidades Com o email clique no link de ativação. E confirme a instalação. O MeusPets é um sistema simplificado para acompanhamento da vida do Pet. Pode ser usado de forma

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Primeiro contato com a Impressora Fiscal, a ECF chegou e agora?

STK (Start Kit DARUMA) Primeiro contato com a Impressora Fiscal, a ECF chegou e agora? O que será abordado neste SKT: STK (Start Kit DARUMA) Primeiro contato com a Impressora Fiscal, a ECF chegou e agora? Verificando o papel. Verificando se o ECF está inicializado, caso não esteja como proceder.

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho 2014 Núcleo de Tecnologia da Informação e Comunicação - NTIC 04/04/2014 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENADOR DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 2.1. Atualização... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 6 4.1. Tela Principal... 6 4.2.

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos O objetivo deste Manual é permitir a reunião de informações dispostas de forma sistematizada, criteriosa e segmentada

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Manual de Avaliação de Desempenho Cadastro UNIFAP MACAPÁ-AP 2013 S U M Á R I O 1 Tela de Login...2 2 Acessando ao submenu cadastro de avaliação

Leia mais

Manual de utilização da Plataforma Tracking.

Manual de utilização da Plataforma Tracking. Manual de utilização da Plataforma Tracking. A Plataforma Tracking é a mais moderna ferramenta para o rastreamento e monitoramento de veículos, objetos e pessoas que existe no mercado atualmente. Você

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT

GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT GUIA RÁPIDO SISTEMA ANTIFURTO THEFT DETERRENT SUMÁRIO Prefácio... 1 A quem se destina... 1 Nomenclatura utilizada neste documento... 1 Tela de login... 2 Tela Inicial... 4 Gestão de Dispositivo Acompanhar

Leia mais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Operações de Caixa Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Introdução... 3 Suprimento... 3 Sangria... 4 Abertura de Caixa... 6 Fechamento de Caixa...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 2.2 DISPOSITIVO NÃO REGISTRADO...

Leia mais

MANUAL DO PVP SUMÁRIO

MANUAL DO PVP SUMÁRIO Manual PVP - Professores SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 6 2 ACESSANDO O PVP... 8 3 TELA PRINCIPAL... 10 3.1 USUÁRIO... 10 3.2 INICIAL/PARAR... 10 3.3 RELATÓRIO... 10 3.4 INSTITUIÇÕES... 11 3.5 CONFIGURAR... 11

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização

Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Sistema Ativo de Segurança Automotiva Manual de Utilização Versão: 2 (05/12/2005) Sistema Ativo de Segurança Automotiva Índice Título Observações Veículos Grupos Páginas 1 2 Rastrear 3 Monitoramento Alerta

Leia mais

(44) 3267-9197 maringa@absalarmes.com.br - E-mail www.absrastreamento Site MANUAL DO USUÁRIO

(44) 3267-9197 maringa@absalarmes.com.br - E-mail www.absrastreamento Site MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO 1 01 - ACESSO PELA INTERNET... 3 02 - VISUALIZAÇÃO... 4 03 - FERRAMENTAS... 5 04 - ATALHOS... 7 05 - VISUALIZAÇÃO COMPACTA... 8 06 - RELATÓRIOS DE PERCURSO...10 07 - RELATÓRIO DE VELOCIDADE...15

Leia mais

Professor On-line. Em construção versão: 16/01/2015. Elaboração SED/DITI/GETIG

Professor On-line. Em construção versão: 16/01/2015. Elaboração SED/DITI/GETIG Professor On-line Em construção versão: 16/01/2015 Tela inicial de acesso Nº do IP do equipamento que está acessando o sistema 2 Login Matrícula no formato NNNNNN-D-VV (número, dígito, vínculo) Obs: independente

Leia mais

E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes

E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes E&L Protocolo, Documentos Eletrônicos e Processos Perguntas Frequentes 1. É possível excluir um processo que já foi enviado? Só será possível excluir o processo se o mesmo ainda não tiver sido recebido.

Leia mais